SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de natureza Utilitária

TEXTOS AUTOBIOGRÁFICOS = ESCRITA INTIMISTA
O SUJEITO ESCREVE/ REFLETE SOBRE SI MESMO

Mito de Narciso

Marcas linguísticas justificativas
do caráter autobiográfico:
•Verbos na 1.ª pessoa;
•Pronomes pessoais,
determinantes e pronomes
possessivos na 1.ª pessoa.
1
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

CARTA=EPÍSTOLA
O emissor dirige-se a
um recetor para lhe
exprimir as suas ideias,
pensamentos…

MEMÓRIA
Narrativa de
acontecimentos vividos
ou testemunhados
AUTORRETRATO

Projeção da sua própria imagem:
no que diz respeito às suas
qualidades físicas, psicológicas,
intelectuais e emocionais.

AUTOBIOGRAFIA

DIÁRIO

Registo datado quase
simultâneo com os
factos/acontecimentos
vividos

narração retrospetiva do
percurso existencial de um
indivíduo, redigida pelo
próprio
2

www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

AUTORRETRATO
Ortografia:
Auto+vogal= autoestima
Auto+h= auto-hemoterapia
Auto+r/s= autorretrato; autossuficiente

Pablo Picasso

3
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

AUTORRETRATO

Gane (Sérvia), in Expresso 2008
Diferentes perspetivas:
•objetiva/subjetiva: a reprodução da personagem em causa é fiel, ou a
descrição é mais subjetiva, de acordo com a maneira como este se vê e sente.

•geral/pormenorizada: globalmente, através dos seus traços dominantes, ou
apresentada a partir dos seus traços particulares distintivos (físico, sentimentos,
comportamento).
•fixa/móvel: como se estivéssemos a ver uma fotografia ou como se
estivéssemos a assistir a um filme.
Utilização de um vocabulário sugestivo, rico em adjetivos, e que associe as
características da personagem a construções comparativas e metafóricas.
4
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

AUTORRETRATO e Caricatura
Magro, de olhos azuis, carão moreno,
bem servido de pés, meão na altura,
triste de facha, o mesmo de figura,
nariz alto no meio e não pequeno.
Incapaz de assistir num só terreno,
mais propenso ao furor do que à ternura,
bebendo em níveas mãos por taça escura
de zelos infernais letal veneno.
Devoto incensador de mil deidades
(digo, de moças mil) num só momento
e somente no altar amando os frades,
Eis Bocage, em quem luz algum talento.
Saíram dele mesmo estas verdades
Num dia em que se achou mais pachorrento.
Bocage

5
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

O Outro lado de BOCAGE…
Soneto do Prazer Maior por Bocage
Amar dentro do peito uma donzela;
Jurar-lhe pelos céus a fé mais pura;
Falar-lhe, conseguindo alta ventura,
Depois da meia-noite na janela:
Fazê-la vir abaixo, e com cautela
Sentir abrir a porta, que murmura;
Entrar pé ante pé, e com ternura
Apertá-la nos braços casta e bela:
Beijar-lhe os vergonhosos, lindos olhos,
E a boca, com prazer o mais jucundo,
Apalpar-lhe de leve os dois pimpolhos:
Vê-la rendida enfim a Amor fecundo;
Ditoso levantar-lhe os brancos folhos;
É este o maior gosto que há no mundo.
6
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

AUTORRETRATO e Caricatura
.

O'Neill (Alexandre), moreno português,
cabelo asa de corvo; da angústia da cara,
nariguete que sobrepuja de través
a ferida desdenhosa e não cicatrizada.
Se a visagem de tal sujeito é o que vês
(omita-se o olho triste e a testa iluminada)
o retrato moral também tem os seus quês
(aqui, uma pequena frase censurada…)
No amor? No amor crê (ou não fosse ele O'Neill!)
e tem a veleidade de o saber fazer
(pois amor não há feito) das maneiras mil
que são a semovente estátua do prazer.
Mas sobre a ternura, bebe demais e ri-se
do que neste soneto sobre si mesmo disse…
Alexandre O’Neil
7
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

Ainda Alexandre O’Neill…
Há Palavras que Nos Beijam
.
Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca.
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.
Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto;
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.
De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído
No papel abandonado)
Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.
Alexandre O'Neill, in 'No Reino da Dinamarca'

Curiosidade – O’Neil publicitário:
"HÁ MAR E MAR, HÁ IR E VOLTAR."
O mais famoso dos slogans o'nillianos foi encomendado pelo
Instituto de Socorros a Náufragos, com vista a uma campanha
para prevenir os afogamentos nas praias portuguesas.
8

www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

Embeiçados
Ela tem boca torta
Nariz grande
Cabelo mal cortado
Rói as unhas
Usa cunhas
Mas eu estou
apaixonado

RETRATO
Ela é ciumenta, rabugenta
Embirrenta e tagarela
intriguista e moralista
Mas eu estou louco por ela

Ele faz cenas gagas, altas fitas
Não tem confiança em mim
faz-se caro, faz-me trombas
Ele tem as suas sardas
Mas eu gosto dele assim
Pontos negros
Uma boca exagerada
Ele faz cenas gagas, altas fitas
Desafina e desatina
Não tem confiança em mim
Mas eu estou
faz-se caro, faz-me trombas
apaixonada
Mas eu gosto dele assim

Diz-se que o amor é cego
Deforma tudo a seu jeito
Mas eu acho que o amor descobre
O lado melhor do que parece defeito
(5X)
Porque eu gosto, gosto dele
E ela gosta, gosta de gostar de mim
Grupo: Clã

9
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

A importância do ADJETIVO Autorretrato
At ividade de Revisão
1. Substitua as expressões sublinhadas por adjetivos
•

O João gosta de dormir: O João é um _____________________

•

O Joaquim não diz a verdade. O Joaquim é ______________________.

•

O João aprecia o ambiente da noite. O João aprecia o ambiente________

•

O meu casaco preferido não deixa entrar a água, porque é ____________

•

Esta tarefa custa muito. Esta tarefa é ___________________________.

10
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

2. Indique o grau normal de cada um dos adjetivos apresentados
abaixo.
• Amicíssimo:__________________ / Dulcíssimo:_________________
• Antiquíssimo:_________________/ Sapientíssimo:_______________
• Audacíssimo:_________________ / Libérrimo:___________________
• Horribilíssimo:________________ / Crudelíssimo:________________
• Frigidíssimo:___________________ / Atrocíssimo:________________
3. Atenta na frase: Este jovem é belo.

•Indique o grau em que se encontra o adjetivo presente na frase.
____________________________________________________
•Reescreva a frase nos seguintes graus (faça as alterações necessárias):
a. Grau comparativo de igualdade:
______________________________________________________
b. Grau comparativo de inferioridade:
______________________________________________________
c. Grau superlativo absoluto analítico:
______________________________________________________
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista

11
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

QUEM SOU EU? |

OFICINA DE ESCRITA

Faça o seu autorretrato tendo em conta as suas caraterísticas físicas e
psicológicas que considere mais relevantes e outros elementos como: virtudes;
defeitos; medos; desejos e aspirações; ídolos; antipatias.
Poderá fazê-lo em prosa ou em verso…
Se tiver dificuldade em começar (trauma da folha em branco!!!) pode seguir o
exemplo de Bocage ou de Alexandre O’Neill ou ainda uma
das sugestões:
Sugestão A :

1º

Características físicas

2º

Características psicológicas

3º

Gosta de… (fazer, ver…sítios, pessoas)…

4º

Sente-se…(contente; triste, aborrecido…três estados)

5º

Precisa de… (três necessidades)

6º

Sempre pronto a…(dá ou faz aos outros)

7º

Tem medo de (três realidades)

8º

Gostava de…(ir, ter, ser… três escolhas)

9º

Nome e Apelido

Sugestão B:
“Chamo-me…, embora …”
“Sou…”
“Gostaria de ser…”
“Pareço ser…”
12

www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

Introdução

– Indicar a personagem a descrever.
– Situar a personagem relativamente ao espaço.
– Assumir um tipo de registo objetivo/subjetivo.

Desenvolvimento

Sugestão C:
Planificação do autorretrato
Fonte bibliográfica:
Escola Virtual, Porto Editora
(Baseado no livro Materiais de Apoio
aos Novos Programas, DGEBS, 1992)

– Caracterizar a personagem tendo em conta:
– uma perspetiva fixa/móvel;
– uma perspetiva geral/ de pormenor.
– Apresentar globalmente a personagem através de traços dominantes ou
– Selecionar traços particulares distintivos, reativos ao aspeto físico, aos sentimentos e ao
comportamento.
– Caraterizar cada um dos aspetos selecionados (a cor dos olhos, a expressão do olhar, o feitio
dos lábios, o tom da voz…)
– explorando características pelas diferentes cores;
– usando: um vocabulário sugestivo; outros recursos expressivos de modo a permitir que o
leitor visualize o que escreves (associando as partes da personagem ou suas características a
construções comparativas, metafóricas, etc.).

Conclusão

– Apresentar globalmente as qualidades/características apresentadas.
– Adiantar uma visão de conjunto.
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista

13
Dina Baptista | www.sebentadigital.com
EPADRV
2013/2014

| Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária

Vídeos usados neste trabalho:
•O mito de narciso: http://www.youtube.com/watch?v=Q8c2ZhHm6dg (2:38min)
•Há palavras que nos beijam: http://www.youtube.com/watch?v=PdfXVdduSaQ
•Embeiçados: http://www.youtube.com/watch?v=zfN_1oDv0U8

14
www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Metrificação e escansão
Metrificação e escansãoMetrificação e escansão
Metrificação e escansão
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
 
Camões lírico 2017
Camões lírico 2017Camões lírico 2017
Camões lírico 2017
 
Cesário verde
Cesário verdeCesário verde
Cesário verde
 
Gênero Textual: Conto
Gênero Textual: ContoGênero Textual: Conto
Gênero Textual: Conto
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Palavras divergentes e convergentes
Palavras divergentes e convergentesPalavras divergentes e convergentes
Palavras divergentes e convergentes
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Fenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9º
 
Romantismo - aula
Romantismo - aulaRomantismo - aula
Romantismo - aula
 
Variação Lingüística
Variação Lingüística Variação Lingüística
Variação Lingüística
 
Bernardim ribeiro
Bernardim ribeiroBernardim ribeiro
Bernardim ribeiro
 
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuaisComparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
Comparação cantigas trovadorescas e musicas atuais
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mb
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mbSintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mb
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mb
 
Exercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasExercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavras
 
Fernando Pessoa Ortónimo
Fernando Pessoa Ortónimo Fernando Pessoa Ortónimo
Fernando Pessoa Ortónimo
 
Leitura de imagem
Leitura de imagemLeitura de imagem
Leitura de imagem
 
Deíticos
DeíticosDeíticos
Deíticos
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 

Semelhante a Textos de caráter autobiograficos (M1 - 10.ºano/Português)

1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).docstefanycanal
 
Comunicação oral na organizações
Comunicação oral na organizaçõesComunicação oral na organizações
Comunicação oral na organizaçõesAnne Clea Lima
 
e1558dc9-1b30-4dc9-91e5-424b09ea0945.pdf
e1558dc9-1b30-4dc9-91e5-424b09ea0945.pdfe1558dc9-1b30-4dc9-91e5-424b09ea0945.pdf
e1558dc9-1b30-4dc9-91e5-424b09ea0945.pdfLucianaAquino20
 
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..pptO adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..pptsarah17876
 
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..pptO adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..pptAnaRosa217950
 
Revista de letras up formosa do rio preto-ba
Revista de letras up formosa do rio preto-baRevista de letras up formosa do rio preto-ba
Revista de letras up formosa do rio preto-baletrasftc
 
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)Universidade das Quebradas
 
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdfNova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdfMarcelo Martelli Rossilho
 
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5Evilane Alves
 
Casa bndes-portugues-zambeli
Casa bndes-portugues-zambeliCasa bndes-portugues-zambeli
Casa bndes-portugues-zambeliMarcos Guimarães
 
Casa bndes-portugues-zambeli
Casa bndes-portugues-zambeliCasa bndes-portugues-zambeli
Casa bndes-portugues-zambeliWillian Mello
 
Sistematização - F. Pessoa Ortónimo
Sistematização - F. Pessoa OrtónimoSistematização - F. Pessoa Ortónimo
Sistematização - F. Pessoa OrtónimoDina Baptista
 
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02Blogotipos - Diário das Marcas
 
Jornal escolar palavras d'encantar 10.º edição
Jornal escolar   palavras d'encantar 10.º ediçãoJornal escolar   palavras d'encantar 10.º edição
Jornal escolar palavras d'encantar 10.º ediçãoMax Teles Teles
 

Semelhante a Textos de caráter autobiograficos (M1 - 10.ºano/Português) (20)

1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
 
Comunicação oral na organizações
Comunicação oral na organizaçõesComunicação oral na organizações
Comunicação oral na organizações
 
6ano portugues 2007
6ano portugues 20076ano portugues 2007
6ano portugues 2007
 
e1558dc9-1b30-4dc9-91e5-424b09ea0945.pdf
e1558dc9-1b30-4dc9-91e5-424b09ea0945.pdfe1558dc9-1b30-4dc9-91e5-424b09ea0945.pdf
e1558dc9-1b30-4dc9-91e5-424b09ea0945.pdf
 
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..pptO adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
 
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..pptO adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
O adjetivo e sua construção de sentidos no texto..ppt
 
Revista de letras up formosa do rio preto-ba
Revista de letras up formosa do rio preto-baRevista de letras up formosa do rio preto-ba
Revista de letras up formosa do rio preto-ba
 
AULAS UNIDADE1.pptx
AULAS UNIDADE1.pptxAULAS UNIDADE1.pptx
AULAS UNIDADE1.pptx
 
Es em lp_1serie_aprender_semprerecapr
Es em lp_1serie_aprender_semprerecaprEs em lp_1serie_aprender_semprerecapr
Es em lp_1serie_aprender_semprerecapr
 
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
 
Tipos textuais
Tipos textuais Tipos textuais
Tipos textuais
 
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdfNova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
 
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
Escrevendo corretamente aulas 1 a 5
 
Variacao
VariacaoVariacao
Variacao
 
Bloco 4 - 4º ano
Bloco 4 -  4º ano Bloco 4 -  4º ano
Bloco 4 - 4º ano
 
Casa bndes-portugues-zambeli
Casa bndes-portugues-zambeliCasa bndes-portugues-zambeli
Casa bndes-portugues-zambeli
 
Casa bndes-portugues-zambeli
Casa bndes-portugues-zambeliCasa bndes-portugues-zambeli
Casa bndes-portugues-zambeli
 
Sistematização - F. Pessoa Ortónimo
Sistematização - F. Pessoa OrtónimoSistematização - F. Pessoa Ortónimo
Sistematização - F. Pessoa Ortónimo
 
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
 
Jornal escolar palavras d'encantar 10.º edição
Jornal escolar   palavras d'encantar 10.º ediçãoJornal escolar   palavras d'encantar 10.º edição
Jornal escolar palavras d'encantar 10.º edição
 

Mais de Dina Baptista

Projeto de leitura (12.º ano) - O Conto "Mortos à mesa" de António Tabucchi
Projeto de leitura (12.º ano) - O Conto "Mortos à mesa" de António Tabucchi Projeto de leitura (12.º ano) - O Conto "Mortos à mesa" de António Tabucchi
Projeto de leitura (12.º ano) - O Conto "Mortos à mesa" de António Tabucchi Dina Baptista
 
O ensino da língua portuguesa e o desafio dos géneros textuais digitais
O ensino da língua portuguesa e o desafio dos géneros textuais digitaisO ensino da língua portuguesa e o desafio dos géneros textuais digitais
O ensino da língua portuguesa e o desafio dos géneros textuais digitaisDina Baptista
 
Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação emp...
Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação emp...Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação emp...
Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação emp...Dina Baptista
 
REPENSAR AS TÉCNICAS E METODOLOGIAS DO ENSINO DO PORTUGUÊS
REPENSAR AS TÉCNICAS E METODOLOGIAS DO ENSINO DO PORTUGUÊSREPENSAR AS TÉCNICAS E METODOLOGIAS DO ENSINO DO PORTUGUÊS
REPENSAR AS TÉCNICAS E METODOLOGIAS DO ENSINO DO PORTUGUÊSDina Baptista
 
A importância do conteúdo na web: para uma estratégia comunicacional eficaz
A importância do conteúdo na web: para uma estratégia comunicacional eficazA importância do conteúdo na web: para uma estratégia comunicacional eficaz
A importância do conteúdo na web: para uma estratégia comunicacional eficazDina Baptista
 
Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Dina Baptista
 
Análise do Jantar no Hotel Central
Análise do Jantar no Hotel CentralAnálise do Jantar no Hotel Central
Análise do Jantar no Hotel CentralDina Baptista
 
Jantar no Hotel Central
Jantar no Hotel CentralJantar no Hotel Central
Jantar no Hotel CentralDina Baptista
 
Os Maias_ sistematizacao
Os Maias_ sistematizacaoOs Maias_ sistematizacao
Os Maias_ sistematizacaoDina Baptista
 
Os Maias - Jantar no Hotel Central
Os Maias - Jantar no Hotel CentralOs Maias - Jantar no Hotel Central
Os Maias - Jantar no Hotel CentralDina Baptista
 
Cesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoCesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoDina Baptista
 
Repreensões gerais e particulares
Repreensões gerais e particularesRepreensões gerais e particulares
Repreensões gerais e particularesDina Baptista
 
Sermão de Santo António aos Peixes - Cap. II e III
Sermão de Santo António aos Peixes - Cap. II e IIISermão de Santo António aos Peixes - Cap. II e III
Sermão de Santo António aos Peixes - Cap. II e IIIDina Baptista
 
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasGigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasDina Baptista
 
Poesia do século XX- 4
Poesia do século XX- 4Poesia do século XX- 4
Poesia do século XX- 4Dina Baptista
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade   Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade Dina Baptista
 
Mário Cesariny de Vasconcelos
Mário Cesariny de VasconcelosMário Cesariny de Vasconcelos
Mário Cesariny de VasconcelosDina Baptista
 
José Ary dos Santos
José Ary dos SantosJosé Ary dos Santos
José Ary dos SantosDina Baptista
 

Mais de Dina Baptista (20)

Projeto de leitura (12.º ano) - O Conto "Mortos à mesa" de António Tabucchi
Projeto de leitura (12.º ano) - O Conto "Mortos à mesa" de António Tabucchi Projeto de leitura (12.º ano) - O Conto "Mortos à mesa" de António Tabucchi
Projeto de leitura (12.º ano) - O Conto "Mortos à mesa" de António Tabucchi
 
O ensino da língua portuguesa e o desafio dos géneros textuais digitais
O ensino da língua portuguesa e o desafio dos géneros textuais digitaisO ensino da língua portuguesa e o desafio dos géneros textuais digitais
O ensino da língua portuguesa e o desafio dos géneros textuais digitais
 
Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação emp...
Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação emp...Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação emp...
Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação emp...
 
REPENSAR AS TÉCNICAS E METODOLOGIAS DO ENSINO DO PORTUGUÊS
REPENSAR AS TÉCNICAS E METODOLOGIAS DO ENSINO DO PORTUGUÊSREPENSAR AS TÉCNICAS E METODOLOGIAS DO ENSINO DO PORTUGUÊS
REPENSAR AS TÉCNICAS E METODOLOGIAS DO ENSINO DO PORTUGUÊS
 
A importância do conteúdo na web: para uma estratégia comunicacional eficaz
A importância do conteúdo na web: para uma estratégia comunicacional eficazA importância do conteúdo na web: para uma estratégia comunicacional eficaz
A importância do conteúdo na web: para uma estratégia comunicacional eficaz
 
Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)
 
Análise do Jantar no Hotel Central
Análise do Jantar no Hotel CentralAnálise do Jantar no Hotel Central
Análise do Jantar no Hotel Central
 
Jantar no Hotel Central
Jantar no Hotel CentralJantar no Hotel Central
Jantar no Hotel Central
 
Os Maias_ sistematizacao
Os Maias_ sistematizacaoOs Maias_ sistematizacao
Os Maias_ sistematizacao
 
Os Maias - Jantar no Hotel Central
Os Maias - Jantar no Hotel CentralOs Maias - Jantar no Hotel Central
Os Maias - Jantar no Hotel Central
 
Cesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoCesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-Sistematização
 
Repreensões gerais e particulares
Repreensões gerais e particularesRepreensões gerais e particulares
Repreensões gerais e particulares
 
Sermão de Santo António aos Peixes - Cap. II e III
Sermão de Santo António aos Peixes - Cap. II e IIISermão de Santo António aos Peixes - Cap. II e III
Sermão de Santo António aos Peixes - Cap. II e III
 
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasGigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
 
Manuel Alegre
Manuel AlegreManuel Alegre
Manuel Alegre
 
Poesia do século XX- 4
Poesia do século XX- 4Poesia do século XX- 4
Poesia do século XX- 4
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade   Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade
 
Mário Cesariny de Vasconcelos
Mário Cesariny de VasconcelosMário Cesariny de Vasconcelos
Mário Cesariny de Vasconcelos
 
José Ary dos Santos
José Ary dos SantosJosé Ary dos Santos
José Ary dos Santos
 
Eugénio de Andrade
Eugénio de AndradeEugénio de Andrade
Eugénio de Andrade
 

Último

transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 

Textos de caráter autobiograficos (M1 - 10.ºano/Português)

  • 1. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de natureza Utilitária TEXTOS AUTOBIOGRÁFICOS = ESCRITA INTIMISTA O SUJEITO ESCREVE/ REFLETE SOBRE SI MESMO Mito de Narciso Marcas linguísticas justificativas do caráter autobiográfico: •Verbos na 1.ª pessoa; •Pronomes pessoais, determinantes e pronomes possessivos na 1.ª pessoa. 1 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 2. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária CARTA=EPÍSTOLA O emissor dirige-se a um recetor para lhe exprimir as suas ideias, pensamentos… MEMÓRIA Narrativa de acontecimentos vividos ou testemunhados AUTORRETRATO Projeção da sua própria imagem: no que diz respeito às suas qualidades físicas, psicológicas, intelectuais e emocionais. AUTOBIOGRAFIA DIÁRIO Registo datado quase simultâneo com os factos/acontecimentos vividos narração retrospetiva do percurso existencial de um indivíduo, redigida pelo próprio 2 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 3. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária AUTORRETRATO Ortografia: Auto+vogal= autoestima Auto+h= auto-hemoterapia Auto+r/s= autorretrato; autossuficiente Pablo Picasso 3 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 4. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária AUTORRETRATO Gane (Sérvia), in Expresso 2008 Diferentes perspetivas: •objetiva/subjetiva: a reprodução da personagem em causa é fiel, ou a descrição é mais subjetiva, de acordo com a maneira como este se vê e sente. •geral/pormenorizada: globalmente, através dos seus traços dominantes, ou apresentada a partir dos seus traços particulares distintivos (físico, sentimentos, comportamento). •fixa/móvel: como se estivéssemos a ver uma fotografia ou como se estivéssemos a assistir a um filme. Utilização de um vocabulário sugestivo, rico em adjetivos, e que associe as características da personagem a construções comparativas e metafóricas. 4 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 5. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária AUTORRETRATO e Caricatura Magro, de olhos azuis, carão moreno, bem servido de pés, meão na altura, triste de facha, o mesmo de figura, nariz alto no meio e não pequeno. Incapaz de assistir num só terreno, mais propenso ao furor do que à ternura, bebendo em níveas mãos por taça escura de zelos infernais letal veneno. Devoto incensador de mil deidades (digo, de moças mil) num só momento e somente no altar amando os frades, Eis Bocage, em quem luz algum talento. Saíram dele mesmo estas verdades Num dia em que se achou mais pachorrento. Bocage 5 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 6. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária O Outro lado de BOCAGE… Soneto do Prazer Maior por Bocage Amar dentro do peito uma donzela; Jurar-lhe pelos céus a fé mais pura; Falar-lhe, conseguindo alta ventura, Depois da meia-noite na janela: Fazê-la vir abaixo, e com cautela Sentir abrir a porta, que murmura; Entrar pé ante pé, e com ternura Apertá-la nos braços casta e bela: Beijar-lhe os vergonhosos, lindos olhos, E a boca, com prazer o mais jucundo, Apalpar-lhe de leve os dois pimpolhos: Vê-la rendida enfim a Amor fecundo; Ditoso levantar-lhe os brancos folhos; É este o maior gosto que há no mundo. 6 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 7. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária AUTORRETRATO e Caricatura . O'Neill (Alexandre), moreno português, cabelo asa de corvo; da angústia da cara, nariguete que sobrepuja de través a ferida desdenhosa e não cicatrizada. Se a visagem de tal sujeito é o que vês (omita-se o olho triste e a testa iluminada) o retrato moral também tem os seus quês (aqui, uma pequena frase censurada…) No amor? No amor crê (ou não fosse ele O'Neill!) e tem a veleidade de o saber fazer (pois amor não há feito) das maneiras mil que são a semovente estátua do prazer. Mas sobre a ternura, bebe demais e ri-se do que neste soneto sobre si mesmo disse… Alexandre O’Neil 7 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 8. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária Ainda Alexandre O’Neill… Há Palavras que Nos Beijam . Há palavras que nos beijam Como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança, De imenso amor, de esperança louca. Palavras nuas que beijas Quando a noite perde o rosto; Palavras que se recusam Aos muros do teu desgosto. De repente coloridas Entre palavras sem cor, Esperadas inesperadas Como a poesia ou o amor. (O nome de quem se ama Letra a letra revelado No mármore distraído No papel abandonado) Palavras que nos transportam Aonde a noite é mais forte, Ao silêncio dos amantes Abraçados contra a morte. Alexandre O'Neill, in 'No Reino da Dinamarca' Curiosidade – O’Neil publicitário: "HÁ MAR E MAR, HÁ IR E VOLTAR." O mais famoso dos slogans o'nillianos foi encomendado pelo Instituto de Socorros a Náufragos, com vista a uma campanha para prevenir os afogamentos nas praias portuguesas. 8 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 9. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária Embeiçados Ela tem boca torta Nariz grande Cabelo mal cortado Rói as unhas Usa cunhas Mas eu estou apaixonado RETRATO Ela é ciumenta, rabugenta Embirrenta e tagarela intriguista e moralista Mas eu estou louco por ela Ele faz cenas gagas, altas fitas Não tem confiança em mim faz-se caro, faz-me trombas Ele tem as suas sardas Mas eu gosto dele assim Pontos negros Uma boca exagerada Ele faz cenas gagas, altas fitas Desafina e desatina Não tem confiança em mim Mas eu estou faz-se caro, faz-me trombas apaixonada Mas eu gosto dele assim Diz-se que o amor é cego Deforma tudo a seu jeito Mas eu acho que o amor descobre O lado melhor do que parece defeito (5X) Porque eu gosto, gosto dele E ela gosta, gosta de gostar de mim Grupo: Clã 9 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 10. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária A importância do ADJETIVO Autorretrato At ividade de Revisão 1. Substitua as expressões sublinhadas por adjetivos • O João gosta de dormir: O João é um _____________________ • O Joaquim não diz a verdade. O Joaquim é ______________________. • O João aprecia o ambiente da noite. O João aprecia o ambiente________ • O meu casaco preferido não deixa entrar a água, porque é ____________ • Esta tarefa custa muito. Esta tarefa é ___________________________. 10 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 11. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária 2. Indique o grau normal de cada um dos adjetivos apresentados abaixo. • Amicíssimo:__________________ / Dulcíssimo:_________________ • Antiquíssimo:_________________/ Sapientíssimo:_______________ • Audacíssimo:_________________ / Libérrimo:___________________ • Horribilíssimo:________________ / Crudelíssimo:________________ • Frigidíssimo:___________________ / Atrocíssimo:________________ 3. Atenta na frase: Este jovem é belo. •Indique o grau em que se encontra o adjetivo presente na frase. ____________________________________________________ •Reescreva a frase nos seguintes graus (faça as alterações necessárias): a. Grau comparativo de igualdade: ______________________________________________________ b. Grau comparativo de inferioridade: ______________________________________________________ c. Grau superlativo absoluto analítico: ______________________________________________________ www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista 11
  • 12. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária QUEM SOU EU? | OFICINA DE ESCRITA Faça o seu autorretrato tendo em conta as suas caraterísticas físicas e psicológicas que considere mais relevantes e outros elementos como: virtudes; defeitos; medos; desejos e aspirações; ídolos; antipatias. Poderá fazê-lo em prosa ou em verso… Se tiver dificuldade em começar (trauma da folha em branco!!!) pode seguir o exemplo de Bocage ou de Alexandre O’Neill ou ainda uma das sugestões: Sugestão A : 1º Características físicas 2º Características psicológicas 3º Gosta de… (fazer, ver…sítios, pessoas)… 4º Sente-se…(contente; triste, aborrecido…três estados) 5º Precisa de… (três necessidades) 6º Sempre pronto a…(dá ou faz aos outros) 7º Tem medo de (três realidades) 8º Gostava de…(ir, ter, ser… três escolhas) 9º Nome e Apelido Sugestão B: “Chamo-me…, embora …” “Sou…” “Gostaria de ser…” “Pareço ser…” 12 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista
  • 13. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária Introdução – Indicar a personagem a descrever. – Situar a personagem relativamente ao espaço. – Assumir um tipo de registo objetivo/subjetivo. Desenvolvimento Sugestão C: Planificação do autorretrato Fonte bibliográfica: Escola Virtual, Porto Editora (Baseado no livro Materiais de Apoio aos Novos Programas, DGEBS, 1992) – Caracterizar a personagem tendo em conta: – uma perspetiva fixa/móvel; – uma perspetiva geral/ de pormenor. – Apresentar globalmente a personagem através de traços dominantes ou – Selecionar traços particulares distintivos, reativos ao aspeto físico, aos sentimentos e ao comportamento. – Caraterizar cada um dos aspetos selecionados (a cor dos olhos, a expressão do olhar, o feitio dos lábios, o tom da voz…) – explorando características pelas diferentes cores; – usando: um vocabulário sugestivo; outros recursos expressivos de modo a permitir que o leitor visualize o que escreves (associando as partes da personagem ou suas características a construções comparativas, metafóricas, etc.). Conclusão – Apresentar globalmente as qualidades/características apresentadas. – Adiantar uma visão de conjunto. www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista 13
  • 14. Dina Baptista | www.sebentadigital.com EPADRV 2013/2014 | Português– 10.ºano | Módulo 1: Textos de Caráter Autobiográfico e Outros de Natureza Utilitária Vídeos usados neste trabalho: •O mito de narciso: http://www.youtube.com/watch?v=Q8c2ZhHm6dg (2:38min) •Há palavras que nos beijam: http://www.youtube.com/watch?v=PdfXVdduSaQ •Embeiçados: http://www.youtube.com/watch?v=zfN_1oDv0U8 14 www.sebentadigital.com | Português-10.ºano-Prof. | A professora: Dina Baptista