SlideShare uma empresa Scribd logo
SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO
De 1930 a 1932
Prof: Diego Rodrigo de Oliveira
ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO DE 1930
¢ Política Café-com-Leite: Depois da federalização,
os Estados de Minas Gerais e São Paulo se
tornaram o principal eixo político da chamada
Primeira República (de 1889 a 1930).
¢ Influência de Minas Gerais e São Paulo: Poder
econômico e populacional, aqui se dava o
revezamento de Poder.
APOIO MILITAR A GETÚLIO VARGAS
APOIO MILITAR E POPULARES À GETÚLIO
REVOLUÇÃO DE 1930
¢ O movimento revolucionário: Movimento
empreendido por políticos e militares.
¢ Objetivo: derrubar o então presidente
Washington Luís.
¢ Com isso se estabeleceu o fim da República velha
e inicio-se a Era Vargas.
¢ Novo Presidente: Getúlio Dornelas Vargas.
VARGAS ASSUME O PODER
CARACTERÍSTICAS DO GOVERNO
PROVISÓRIO
¢ Centralização do Poder: Após assumir o poder em
1930 Vargas através do seu governo provisório
institui uma centralização administrativa.
¢ Nomeação de Interventores nos Estados
REVOLUÇÃO DE 1932
Causas
Insatisfação dos paulistas com o governo
provisório, principalmente depois que Getúlio
Vargas nomeou um pernambucano (João Alberto)
para o cargo de interventor.
REIVINDICAÇÃO DO PAULISTAS
¢ Elaboração de uma nova Constituição.
¢ Convocação para eleições.
¢ Saída imediata do interventor pernambucano e
nomeação de um interventor paulista.
PAULISTAS SE ARTICULAM PARA A
REVOLUÇÃO
GOVERNO CONVOCA PARA A LUTA
A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA
(1932)
¢ 9 de julho de 1932 teve início a revolução
constitucionalista.
¢ Campanha paulista, teve apoio apenas do sul do
Mato Grosso.
¢ São Paulo contra o Brasil!!!
DERROTA PAULISTA EM 28 DE SETEMBRO
DE 1932
¢ Cerca de três mil brasileiros morreram em
combate e mais de cinco mil ficaram feridos
durante a revolução
CONCLUSÃO
¢ Mesmo derrotados, os paulistas conseguiram
alcançar alguns objetivos. Entre eles, a
Constituição que acabou sendo promulgada em
julho de 1934, trazendo alguns avanços
democráticos e sociais para o país.
¢ Perdemos mais vencemos!!!
Sistema político brasileiro.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

República no brasil da coisa pública à coisa privada
República no brasil   da coisa pública à coisa privadaRepública no brasil   da coisa pública à coisa privada
República no brasil da coisa pública à coisa privada
Fernando Alcoforado
 
IECJ - CAP. 12 - Poder, política e Estado - 2º EM
IECJ - CAP. 12 - Poder, política e Estado - 2º EMIECJ - CAP. 12 - Poder, política e Estado - 2º EM
IECJ - CAP. 12 - Poder, política e Estado - 2º EM
profrodrigoribeiro
 
Slides3 Politica Brasileira
Slides3 Politica BrasileiraSlides3 Politica Brasileira
Slides3 Politica Brasileira
Pierre Vieira
 
Sara e jessica
Sara e jessicaSara e jessica
Sara e jessica
Ana Barreiros
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 12 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 12 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 12 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 12 do Tomazi
pascoalnaib
 
A era vargas boa (1)
A era vargas boa (1)A era vargas boa (1)
A era vargas boa (1)
profabiorodrigues
 
Movimento constitucionalista
Movimento constitucionalistaMovimento constitucionalista
Movimento constitucionalistaPaloma Meneses
 
A república Populista (1930 1964)
A república Populista (1930 1964)A república Populista (1930 1964)
A república Populista (1930 1964)
DealdyPony
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
Amin Zahluth
 
A História Política do Brasil Contemporâneo
A História Política do Brasil ContemporâneoA História Política do Brasil Contemporâneo
A História Política do Brasil Contemporâneo
guest0739d3c
 
Apresentação Do autoritarismo à democracia
Apresentação Do autoritarismo à democraciaApresentação Do autoritarismo à democracia
Apresentação Do autoritarismo à democracia
Laboratório de História
 
Estado
EstadoEstado
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no BrasilSociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Miro Santos
 
Capítulo 51 a república velha
Capítulo 51   a república velhaCapítulo 51   a república velha
Capítulo 51 a república velha
Auxiliadora
 
O fim do regime
O fim do regime O fim do regime
O fim do regime
Maria Gomes
 
A conciliação pelo alto impede o progresso do brasil
A conciliação pelo alto impede o progresso do brasilA conciliação pelo alto impede o progresso do brasil
A conciliação pelo alto impede o progresso do brasil
Fernando Alcoforado
 
Do Estado Novo à Democracia
Do Estado Novo à DemocraciaDo Estado Novo à Democracia
Do Estado Novo à Democracia
Ana Barreiros
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
Sabrina Lima
 
Questoeshist
QuestoeshistQuestoeshist
Sociologia Capítulo 11 - o poder e o Estado
Sociologia Capítulo 11 - o poder e o EstadoSociologia Capítulo 11 - o poder e o Estado
Sociologia Capítulo 11 - o poder e o Estado
Miro Santos
 

Mais procurados (20)

República no brasil da coisa pública à coisa privada
República no brasil   da coisa pública à coisa privadaRepública no brasil   da coisa pública à coisa privada
República no brasil da coisa pública à coisa privada
 
IECJ - CAP. 12 - Poder, política e Estado - 2º EM
IECJ - CAP. 12 - Poder, política e Estado - 2º EMIECJ - CAP. 12 - Poder, política e Estado - 2º EM
IECJ - CAP. 12 - Poder, política e Estado - 2º EM
 
Slides3 Politica Brasileira
Slides3 Politica BrasileiraSlides3 Politica Brasileira
Slides3 Politica Brasileira
 
Sara e jessica
Sara e jessicaSara e jessica
Sara e jessica
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 12 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 12 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 12 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 12 do Tomazi
 
A era vargas boa (1)
A era vargas boa (1)A era vargas boa (1)
A era vargas boa (1)
 
Movimento constitucionalista
Movimento constitucionalistaMovimento constitucionalista
Movimento constitucionalista
 
A república Populista (1930 1964)
A república Populista (1930 1964)A república Populista (1930 1964)
A república Populista (1930 1964)
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
A História Política do Brasil Contemporâneo
A História Política do Brasil ContemporâneoA História Política do Brasil Contemporâneo
A História Política do Brasil Contemporâneo
 
Apresentação Do autoritarismo à democracia
Apresentação Do autoritarismo à democraciaApresentação Do autoritarismo à democracia
Apresentação Do autoritarismo à democracia
 
Estado
EstadoEstado
Estado
 
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no BrasilSociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
 
Capítulo 51 a república velha
Capítulo 51   a república velhaCapítulo 51   a república velha
Capítulo 51 a república velha
 
O fim do regime
O fim do regime O fim do regime
O fim do regime
 
A conciliação pelo alto impede o progresso do brasil
A conciliação pelo alto impede o progresso do brasilA conciliação pelo alto impede o progresso do brasil
A conciliação pelo alto impede o progresso do brasil
 
Do Estado Novo à Democracia
Do Estado Novo à DemocraciaDo Estado Novo à Democracia
Do Estado Novo à Democracia
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Questoeshist
QuestoeshistQuestoeshist
Questoeshist
 
Sociologia Capítulo 11 - o poder e o Estado
Sociologia Capítulo 11 - o poder e o EstadoSociologia Capítulo 11 - o poder e o Estado
Sociologia Capítulo 11 - o poder e o Estado
 

Destaque

Reforma política brasileira
Reforma política brasileiraReforma política brasileira
Reforma política brasileira
Sidney Pedrosa
 
Brasil, organização política
Brasil, organização políticaBrasil, organização política
Brasil, organização política
Alexandre Ramos
 
Brasil, estrutura política e administrativa
Brasil, estrutura política e administrativaBrasil, estrutura política e administrativa
Brasil, estrutura política e administrativa
Vinicius Coelho
 
Organização política e territorial do brasil
Organização política e territorial do brasilOrganização política e territorial do brasil
Organização política e territorial do brasil
bruno rangel
 
Formas de estado, formas e sistemas de governo
Formas de estado, formas e sistemas de governoFormas de estado, formas e sistemas de governo
Formas de estado, formas e sistemas de governo
José Amaral
 
Slide sistema eleitoral brasileiro
Slide sistema eleitoral brasileiroSlide sistema eleitoral brasileiro
Slide sistema eleitoral brasileiro
elpa12
 
Cap 19 organização política
Cap 19 organização políticaCap 19 organização política
Cap 19 organização política
Joao Balbi
 
Organização Político-Administrativa do Brasil e a Tripartição dos Poderes
Organização Político-Administrativa do Brasil e a Tripartição dos PoderesOrganização Político-Administrativa do Brasil e a Tripartição dos Poderes
Organização Político-Administrativa do Brasil e a Tripartição dos Poderes
Sergio Majeski
 
Estado - O que é o Estado?
Estado - O que é o Estado?Estado - O que é o Estado?
Estado - O que é o Estado?
Alfredo Garcia
 
Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
Edirlene Fraga
 
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAISPOLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
Jose Wilson Melo
 
Plano ciencia politica ceuma
Plano ciencia politica ceumaPlano ciencia politica ceuma
Plano ciencia politica ceuma
FelipeMiguel12
 
A reinvenção solidária e participativa do estado
A reinvenção solidária e participativa do estadoA reinvenção solidária e participativa do estado
A reinvenção solidária e participativa do estado
anapaullacoellho
 
Universalismo a razao de estado
Universalismo a razao de estadoUniversalismo a razao de estado
Universalismo a razao de estado
Marcos Arraes
 
Suécia Laura e Pâmela
Suécia  Laura e PâmelaSuécia  Laura e Pâmela
Suécia Laura e Pâmela
margadiedrich
 
Suécia
SuéciaSuécia
A gramática brasileira em perspectiva
A gramática brasileira em perspectivaA gramática brasileira em perspectiva
A gramática brasileira em perspectiva
Leite Corretor
 
Democracia participativa
Democracia participativaDemocracia participativa
Democracia participativa
Eliene Alves
 
A democracia direta (renato janine ribeiro)
A democracia direta (renato janine ribeiro)A democracia direta (renato janine ribeiro)
A democracia direta (renato janine ribeiro)
Ana Carolina Vingert
 
Instrumentos da democracia participativa no brasil
Instrumentos da democracia participativa no brasilInstrumentos da democracia participativa no brasil
Instrumentos da democracia participativa no brasil
Daniel Tiskoski
 

Destaque (20)

Reforma política brasileira
Reforma política brasileiraReforma política brasileira
Reforma política brasileira
 
Brasil, organização política
Brasil, organização políticaBrasil, organização política
Brasil, organização política
 
Brasil, estrutura política e administrativa
Brasil, estrutura política e administrativaBrasil, estrutura política e administrativa
Brasil, estrutura política e administrativa
 
Organização política e territorial do brasil
Organização política e territorial do brasilOrganização política e territorial do brasil
Organização política e territorial do brasil
 
Formas de estado, formas e sistemas de governo
Formas de estado, formas e sistemas de governoFormas de estado, formas e sistemas de governo
Formas de estado, formas e sistemas de governo
 
Slide sistema eleitoral brasileiro
Slide sistema eleitoral brasileiroSlide sistema eleitoral brasileiro
Slide sistema eleitoral brasileiro
 
Cap 19 organização política
Cap 19 organização políticaCap 19 organização política
Cap 19 organização política
 
Organização Político-Administrativa do Brasil e a Tripartição dos Poderes
Organização Político-Administrativa do Brasil e a Tripartição dos PoderesOrganização Político-Administrativa do Brasil e a Tripartição dos Poderes
Organização Político-Administrativa do Brasil e a Tripartição dos Poderes
 
Estado - O que é o Estado?
Estado - O que é o Estado?Estado - O que é o Estado?
Estado - O que é o Estado?
 
Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
 
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAISPOLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
 
Plano ciencia politica ceuma
Plano ciencia politica ceumaPlano ciencia politica ceuma
Plano ciencia politica ceuma
 
A reinvenção solidária e participativa do estado
A reinvenção solidária e participativa do estadoA reinvenção solidária e participativa do estado
A reinvenção solidária e participativa do estado
 
Universalismo a razao de estado
Universalismo a razao de estadoUniversalismo a razao de estado
Universalismo a razao de estado
 
Suécia Laura e Pâmela
Suécia  Laura e PâmelaSuécia  Laura e Pâmela
Suécia Laura e Pâmela
 
Suécia
SuéciaSuécia
Suécia
 
A gramática brasileira em perspectiva
A gramática brasileira em perspectivaA gramática brasileira em perspectiva
A gramática brasileira em perspectiva
 
Democracia participativa
Democracia participativaDemocracia participativa
Democracia participativa
 
A democracia direta (renato janine ribeiro)
A democracia direta (renato janine ribeiro)A democracia direta (renato janine ribeiro)
A democracia direta (renato janine ribeiro)
 
Instrumentos da democracia participativa no brasil
Instrumentos da democracia participativa no brasilInstrumentos da democracia participativa no brasil
Instrumentos da democracia participativa no brasil
 

Semelhante a Sistema político brasileiro.

Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo DilmaRoteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
josafaslima
 
Governo de getulio
Governo de getulioGoverno de getulio
Governo de getulio
Caroline Vieira Souza
 
Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
Professora Natália de Oliveira
 
9º-ANO-HIST-II.pdf
9º-ANO-HIST-II.pdf9º-ANO-HIST-II.pdf
9º-ANO-HIST-II.pdf
WAGNERLUIZELIASDASIL
 
Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)
Ânderson Nunes
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Fernando Alcoforado
 
www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargaswww.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
ApoioAulas ParticularesCom
 
Introducao - a Era Vargas, Presidente brasileiro que deu início ao CLT.
Introducao - a Era Vargas, Presidente brasileiro que deu início ao CLT.Introducao - a Era Vargas, Presidente brasileiro que deu início ao CLT.
Introducao - a Era Vargas, Presidente brasileiro que deu início ao CLT.
elder493830
 
Era vargas 1
Era vargas 1Era vargas 1
Era vargas 1
Isabel Aguiar
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
historiando
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
Nelia Salles Nantes
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
Nelia Salles Nantes
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
historiando
 
Republica velha
Republica velhaRepublica velha
Republica velha
Paulo Alexandre
 
9º ano história rafa - era vargas
9º ano   história   rafa  - era vargas9º ano   história   rafa  - era vargas
9º ano história rafa - era vargas
Rafael Noronha
 
A FRÁGIL REPÚBLICA CONSTRUÍDA NO BRASIL AO LONGO DA HISTÓRIA.pdf
A FRÁGIL REPÚBLICA CONSTRUÍDA NO BRASIL AO LONGO DA HISTÓRIA.pdfA FRÁGIL REPÚBLICA CONSTRUÍDA NO BRASIL AO LONGO DA HISTÓRIA.pdf
A FRÁGIL REPÚBLICA CONSTRUÍDA NO BRASIL AO LONGO DA HISTÓRIA.pdf
Faga1939
 
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdfAula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Gerson Coppes
 
Slideexplicativo 110619173024-phpapp02
Slideexplicativo 110619173024-phpapp02Slideexplicativo 110619173024-phpapp02
Slideexplicativo 110619173024-phpapp02
Jose Antonio
 

Semelhante a Sistema político brasileiro. (20)

Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo DilmaRoteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
 
Governo de getulio
Governo de getulioGoverno de getulio
Governo de getulio
 
Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
 
9º-ANO-HIST-II.pdf
9º-ANO-HIST-II.pdf9º-ANO-HIST-II.pdf
9º-ANO-HIST-II.pdf
 
Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
 
www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargaswww.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
www.AulasParticularesApoio.Com - História – Era Vargas
 
Introducao - a Era Vargas, Presidente brasileiro que deu início ao CLT.
Introducao - a Era Vargas, Presidente brasileiro que deu início ao CLT.Introducao - a Era Vargas, Presidente brasileiro que deu início ao CLT.
Introducao - a Era Vargas, Presidente brasileiro que deu início ao CLT.
 
Era vargas 1
Era vargas 1Era vargas 1
Era vargas 1
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
 
Republica velha
Republica velhaRepublica velha
Republica velha
 
9º ano história rafa - era vargas
9º ano   história   rafa  - era vargas9º ano   história   rafa  - era vargas
9º ano história rafa - era vargas
 
A FRÁGIL REPÚBLICA CONSTRUÍDA NO BRASIL AO LONGO DA HISTÓRIA.pdf
A FRÁGIL REPÚBLICA CONSTRUÍDA NO BRASIL AO LONGO DA HISTÓRIA.pdfA FRÁGIL REPÚBLICA CONSTRUÍDA NO BRASIL AO LONGO DA HISTÓRIA.pdf
A FRÁGIL REPÚBLICA CONSTRUÍDA NO BRASIL AO LONGO DA HISTÓRIA.pdf
 
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdfAula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
 
Slideexplicativo 110619173024-phpapp02
Slideexplicativo 110619173024-phpapp02Slideexplicativo 110619173024-phpapp02
Slideexplicativo 110619173024-phpapp02
 

Último

Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 

Último (20)

Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 

Sistema político brasileiro.

  • 1. SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO De 1930 a 1932 Prof: Diego Rodrigo de Oliveira
  • 2.
  • 3. ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO DE 1930 ¢ Política Café-com-Leite: Depois da federalização, os Estados de Minas Gerais e São Paulo se tornaram o principal eixo político da chamada Primeira República (de 1889 a 1930). ¢ Influência de Minas Gerais e São Paulo: Poder econômico e populacional, aqui se dava o revezamento de Poder.
  • 4. APOIO MILITAR A GETÚLIO VARGAS
  • 5. APOIO MILITAR E POPULARES À GETÚLIO
  • 6. REVOLUÇÃO DE 1930 ¢ O movimento revolucionário: Movimento empreendido por políticos e militares. ¢ Objetivo: derrubar o então presidente Washington Luís. ¢ Com isso se estabeleceu o fim da República velha e inicio-se a Era Vargas. ¢ Novo Presidente: Getúlio Dornelas Vargas.
  • 8. CARACTERÍSTICAS DO GOVERNO PROVISÓRIO ¢ Centralização do Poder: Após assumir o poder em 1930 Vargas através do seu governo provisório institui uma centralização administrativa. ¢ Nomeação de Interventores nos Estados
  • 9. REVOLUÇÃO DE 1932 Causas Insatisfação dos paulistas com o governo provisório, principalmente depois que Getúlio Vargas nomeou um pernambucano (João Alberto) para o cargo de interventor.
  • 10. REIVINDICAÇÃO DO PAULISTAS ¢ Elaboração de uma nova Constituição. ¢ Convocação para eleições. ¢ Saída imediata do interventor pernambucano e nomeação de um interventor paulista.
  • 11. PAULISTAS SE ARTICULAM PARA A REVOLUÇÃO
  • 13. A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA (1932) ¢ 9 de julho de 1932 teve início a revolução constitucionalista. ¢ Campanha paulista, teve apoio apenas do sul do Mato Grosso. ¢ São Paulo contra o Brasil!!!
  • 14. DERROTA PAULISTA EM 28 DE SETEMBRO DE 1932 ¢ Cerca de três mil brasileiros morreram em combate e mais de cinco mil ficaram feridos durante a revolução
  • 15. CONCLUSÃO ¢ Mesmo derrotados, os paulistas conseguiram alcançar alguns objetivos. Entre eles, a Constituição que acabou sendo promulgada em julho de 1934, trazendo alguns avanços democráticos e sociais para o país. ¢ Perdemos mais vencemos!!!