SlideShare uma empresa Scribd logo
A Movimento
Constitucionalista de
1932, Revolução de
1932 ou Guerra
Paulista, foi o
movimento armado
ocorrido no Brasil
entre os meses de
julho e outubro de
1932, onde o Estado de
São Paulo visava a
derrubada do Governo
Provisório de Getúlio
Vargas e a
promulgação de uma
nova constituição
para o Brasil.
Foi uma resposta
paulista à Revolução de
1930, a qual acabou com
a autonomia que os
estados gozavam
durante a vigência da
Constituição de 1891. A
revolução de 1930
impediu a posse do
governador de São
Paulo Júlio Prestes na
presidência da
República e derrubou
do poder o presidente
Washington Luís que
fora governador de São
Paulo de 1920 a 1924.
Movimento constitucionalista
Movimento constitucionalista
Movimento constitucionalista
Movimento constitucionalista
Movimento constitucionalista

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
Professora Natália de Oliveira
 
Integralismo
IntegralismoIntegralismo
Integralismo
Ana Lod Ferreira
 
H.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
H.Brasil: Revolução 1930 e Era VargasH.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
H.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
Edvaldo Lopes
 
A Era Vargas
A Era VargasA Era Vargas
A Era Vargas
Gilmar Rodrigues
 
A era Vargas
A era VargasA era Vargas
A era Vargas
Alê Maldonado
 
Revolução de 30
Revolução de 30Revolução de 30
Revolução de 30
Lú Carvalho
 
ERA VARGAS
ERA VARGASERA VARGAS
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
Fernando Fagundes
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas.
Era vargas.Era vargas.
Era vargas.
Chaldean555
 
Era Vargas - Prof. Altair Aguilar
Era Vargas - Prof. Altair AguilarEra Vargas - Prof. Altair Aguilar
Era Vargas - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
Andressa Gabrielly
 
Constituição de 1937 1945 pronto
 Constituição de 1937 1945 pronto Constituição de 1937 1945 pronto
Constituição de 1937 1945 pronto
Insinuante
 
01 9º ano história rafael - era vargas
01  9º ano história   rafael  - era vargas01  9º ano história   rafael  - era vargas
01 9º ano história rafael - era vargas
Rafael Noronha
 
resumo: Era vargas
resumo: Era vargasresumo: Era vargas
resumo: Era vargas
Lucas Reis
 
Coluna prestes
Coluna prestesColuna prestes
Coluna prestes
Daniel Rocha
 
9º ano história rafa - era vargas
9º ano   história   rafa  - era vargas9º ano   história   rafa  - era vargas
9º ano história rafa - era vargas
Rafael Noronha
 
www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulaswww.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas
Vídeo Aulas Apoio
 
Eja era vargas - 2011
Eja   era vargas - 2011Eja   era vargas - 2011
Eja era vargas - 2011
profcacocardozo
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
Ramon Dutra Lobo Lobo
 

Mais procurados (20)

Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
 
Integralismo
IntegralismoIntegralismo
Integralismo
 
H.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
H.Brasil: Revolução 1930 e Era VargasH.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
H.Brasil: Revolução 1930 e Era Vargas
 
A Era Vargas
A Era VargasA Era Vargas
A Era Vargas
 
A era Vargas
A era VargasA era Vargas
A era Vargas
 
Revolução de 30
Revolução de 30Revolução de 30
Revolução de 30
 
ERA VARGAS
ERA VARGASERA VARGAS
ERA VARGAS
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Era vargas.
Era vargas.Era vargas.
Era vargas.
 
Era Vargas - Prof. Altair Aguilar
Era Vargas - Prof. Altair AguilarEra Vargas - Prof. Altair Aguilar
Era Vargas - Prof. Altair Aguilar
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
Constituição de 1937 1945 pronto
 Constituição de 1937 1945 pronto Constituição de 1937 1945 pronto
Constituição de 1937 1945 pronto
 
01 9º ano história rafael - era vargas
01  9º ano história   rafael  - era vargas01  9º ano história   rafael  - era vargas
01 9º ano história rafael - era vargas
 
resumo: Era vargas
resumo: Era vargasresumo: Era vargas
resumo: Era vargas
 
Coluna prestes
Coluna prestesColuna prestes
Coluna prestes
 
9º ano história rafa - era vargas
9º ano   história   rafa  - era vargas9º ano   história   rafa  - era vargas
9º ano história rafa - era vargas
 
www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulaswww.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com -História - A Era Vargas - Parte 1 - Vídeo Aulas
 
Eja era vargas - 2011
Eja   era vargas - 2011Eja   era vargas - 2011
Eja era vargas - 2011
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 

Mais de Paloma Meneses

Winnicott
WinnicottWinnicott
Winnicott
Paloma Meneses
 
Nietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
Nietzsche e sua filosofia a golpes de marteloNietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
Nietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
Paloma Meneses
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
Paloma Meneses
 
Geografia do ceara
Geografia do cearaGeografia do ceara
Geografia do ceara
Paloma Meneses
 
O preto pode ficar branco
O preto pode ficar brancoO preto pode ficar branco
O preto pode ficar branco
Paloma Meneses
 
Período vargas 1930 1945
Período vargas 1930 1945Período vargas 1930 1945
Período vargas 1930 1945
Paloma Meneses
 
Juscelino kubitschek
Juscelino kubitschekJuscelino kubitschek
Juscelino kubitschek
Paloma Meneses
 
India x paquistão
India x paquistãoIndia x paquistão
India x paquistão
Paloma Meneses
 
Atletismo para deficientes visuais
Atletismo para deficientes visuaisAtletismo para deficientes visuais
Atletismo para deficientes visuaisPaloma Meneses
 
As cidades e a urbanização brasileira
As  cidades  e  a urbanização   brasileiraAs  cidades  e  a urbanização   brasileira
As cidades e a urbanização brasileira
Paloma Meneses
 
Aids
AidsAids
A ética de aristóteles
A ética de aristótelesA ética de aristóteles
A ética de aristóteles
Paloma Meneses
 
A crise da metafísica com hume.
A crise da metafísica com hume.A crise da metafísica com hume.
A crise da metafísica com hume.
Paloma Meneses
 
Apec
ApecApec
Congresso
CongressoCongresso
Congresso
Paloma Meneses
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
Paloma Meneses
 

Mais de Paloma Meneses (20)

Winnicott
WinnicottWinnicott
Winnicott
 
Washington d.c
Washington d.cWashington d.c
Washington d.c
 
Nietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
Nietzsche e sua filosofia a golpes de marteloNietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
Nietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Geografia do ceara
Geografia do cearaGeografia do ceara
Geografia do ceara
 
O preto pode ficar branco
O preto pode ficar brancoO preto pode ficar branco
O preto pode ficar branco
 
Período vargas 1930 1945
Período vargas 1930 1945Período vargas 1930 1945
Período vargas 1930 1945
 
Juscelino kubitschek
Juscelino kubitschekJuscelino kubitschek
Juscelino kubitschek
 
India x paquistão
India x paquistãoIndia x paquistão
India x paquistão
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Atletismo para deficientes visuais
Atletismo para deficientes visuaisAtletismo para deficientes visuais
Atletismo para deficientes visuais
 
As cidades e a urbanização brasileira
As  cidades  e  a urbanização   brasileiraAs  cidades  e  a urbanização   brasileira
As cidades e a urbanização brasileira
 
Aids
AidsAids
Aids
 
A ética de aristóteles
A ética de aristótelesA ética de aristóteles
A ética de aristóteles
 
A crise da metafísica com hume.
A crise da metafísica com hume.A crise da metafísica com hume.
A crise da metafísica com hume.
 
Apec
ApecApec
Apec
 
Congresso
CongressoCongresso
Congresso
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 

Último

Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 

Último (20)

Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 

Movimento constitucionalista

  • 1.
  • 2. A Movimento Constitucionalista de 1932, Revolução de 1932 ou Guerra Paulista, foi o movimento armado ocorrido no Brasil entre os meses de julho e outubro de 1932, onde o Estado de São Paulo visava a derrubada do Governo Provisório de Getúlio Vargas e a promulgação de uma nova constituição para o Brasil.
  • 3. Foi uma resposta paulista à Revolução de 1930, a qual acabou com a autonomia que os estados gozavam durante a vigência da Constituição de 1891. A revolução de 1930 impediu a posse do governador de São Paulo Júlio Prestes na presidência da República e derrubou do poder o presidente Washington Luís que fora governador de São Paulo de 1920 a 1924.