SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 46
Baixar para ler offline
Relações Públicas 2.0
                                                     Carol Terra
                                              www.meadiciona.com/carolterra
                                                carolinaterra@uol.com.br




Grupo de Pesquisa em Comunicação, Jornalismo e Mídias Digitais
                                                                     Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação
                                                                               Organizacional e Relações Públicas
Cenário
Relações Públicas 2.0




– Defren também define as RP 2.0 como um novo tipo
  que tem como premissas a interação com os
  consumidores e transparência corporativa.

– Defren bem ilustra a sua posição:
  • “(...) no mundo online, a marca está exposta. Suas ações,
    interações e reações (para não dizer também as faltas de
    ações) estão sendo assistidas, criticadas – e catalogadas para
    sempre pelo Google”.
Comunicação organizacional digital
“Alguém está falando mal de sua empresa neste momento.
Em segundos, essa pessoa vai mandar o comentário para
outra, que vai inseri-lo num blog e, em pouco tempo,
surgirá uma comunidade no Orkut a respeito desse mesmo
tema. Em minutos, a reputação de sua marca, na lista dos
dez mais clicados do Google estará ameaçada para todo o
sempre”. (MAIA, 2008, p. 1)
Comunicação organizacional digital

Mudança da tradicional
pirâmide de influência (de
cima para baixo) para um
paradigma mais fluido,
colaborativo e horizontal
em que as reputações são
construídas engajando-se
múltiplos stakeholders por
meio do diálogo contínuo.
Os 10 níveis de intimidade da comunicação hoje
Essa ilustração feita por Ji Lee, mostra de forma objetiva como o poder de se comunicar
mudou. O interessante é que ele coloca o Twitter na primeira posição.
Usuário-Mídia
Usuário-Mídia
Usuário-Mídia
Usuário-Mídia
Usuário-Mídia



  Como lidar com
  sites produzidos
  por consumidores
  que afetam a
  organização?
O Papa é Pop!
MyStarbucksIdea
Para se valer das idéias dos seus consumidores em relação aos produtos,
instalações e serviços, a StarBucks criou uma rede social que permite interação
entre usuários e votação das melhores iniciativas.
IdeaStorm
Depois de sofrer com um blogueiro que reclamava do serviço de pós-vendas da
empresa, a Dell resolveu criar uma iniciativa que conta com a participação dos
usuários para modificar processos, produtos, serviços, etc.
Barack yourself
Rede Social MyBarackObama.com




      Interatividade/ Participação,
          Inteligência Coletiva
Valorização da Pluralidade,
      Individualidade


Comunidades Virtuais: MySpace, Twitter, LinkedIn, Flickr, Digg, Eventful,
Eons, BlackPlanet, AsianAve, MiGente, MyBatanga, GLEE, Faithbase
• Canal de Obama no
  YouTube


 Transparência, Proximidade,
  Individualidade, Inovação




                         • Obama Mobile
                         • Envio de Mensagens para Telefones
                           Celulares (SMS)
Inovação, Informação,
                                         Entretenimento



• Site VoteForChange
• Anúncios em jogos online
 (“Burnout paradise” e “Madden 09”)
Change.gov > Whitehouse.gov

                            Transparência,
                     Participação/Interatividade
Repercussão




                                        Resultado: ações
                                          espontâneas




http://www.youtube.com/watch?v=jjXyqcx-mYY
Case polêmico (Puma e compra de
                     blogueiros)
Case polêmico (Puma e compra de
                     blogueiros)
Case polêmico (Marcelo Tas e Telefônica)
Case polêmico (Marcelo Tas e Telefônica)
Case polêmico (BestShopTv)
Modelo de RP inicial                 Modelo emergente

                                     Caminhando para o modelo
Modelo empurra
                                     puxe

Mensagens controladas                Conversação

Voz autoritária e cínica em crises   Engajar em níveis múltiplos
                                     Empoderar funcionários e
Elites são informadas primeiro       permitir   co-criação dos
                                     consumidores
Falar para - e não com - a
audiência: comunicação de mão- Paradoxo da transparência
única

Cauda de cachorro: RP é só um        Sentar-se sobre a mesa: RP
suporte à marketing, administrando   como        disciplina   de
as relações com a mídia para que a   gerenciamento de construção
propaganda realize o seu trabalho.   de relacionamentos.


Companhia sabe melhor                Sabedoria das multidões
Fonte: Tecnologia Terra
Fonte: PEGN
Fonte: IBOPE
“Empresas bisbilhotam blogs e redes
sociais para tentar identificar
sentimentos coletivos...”

“O campo de pesquisas chamado
análise de sentimentos busca entender
o que usuários de internet querem dizer
com tanta informação que colocam on-
line”.
Fonte: Pesquisa feita pelo Instituto Nielsen em 50 países e publicada na edição de 13 de Julho
de 2009 do Meio & Mensagem

O curioso é que anúncios em vídeos online, em banners e em telefones celulares ficaram nas
três últimas posições, mostrando que o consumidor prefere outras formas de propaganda.
Comunicação organizacional digital em tempos
                      de redes sociais online
Na era dos usuários-mídia
    Boyd (IN MAIA, 2008A, p.3) resumiu em cinco os pontos como
     conquistar consumidores da era digital:
1.    O contato pessoa-a-pessoa é mais eficiente que pessoa-empresa, o que
      deve levar às organizações a investirem em porta-vozes da marca.
Na era dos usuários-mídia
3.   Conheça os perfis e preferências dos consumidores de sua marca, pois
     quanto mais informações, melhor a interação.

4.   Aposte em um nicho de mercado; não envie notícias de um produto para
     quem não teria interesse em comprá-lo.

5.   O boca-a-boca é um instrumento poderoso nas redes. Se alguém começa
     a falar de você, é bem provável que o comentário se alastre
     rapidamente.
Como interagir
   Dependendo do site de rede social, devem ser oferecidas
    respostas de maneira particular, não invasivas; em outros, a
    rapidez e o formato do canal demandam resposta pública.
Quem é o profissional de RP do futuro?
  Além de ser um profissional extremamente antenado,
  com bagagem cultural ampla, conhecimento de
  idiomas, social e ambientalmente responsável, deve se
  ater para:

– Novas tecnologias e redes sociais online
– Comunicação sem intermediários
– Gerenciamento de conteúdos produzidos pelo
  consumidor (megafones da era digital)
– Harmonizar a comunicação on com a offline
– Planejamento
– Cultura organizacional
– Ser um tradutor da complexidade do mundo para o
  ambiente corporativo
– Engajar e envolver pessoas. Encantá-las. Inspirá-las.
Considerações finais
A imagem das organizações é crucial para o processo de
faturamento, venda de produtos e serviços e também para o
crescimento dos negócios.

Atentar-se, portanto, para expressões da marca/produtos/serviços
na rede não é mais uma questão de escolha, mas de necessidade.

Trata-se de mais um papel a ser assumido pelo comunicador:
gestor da imagem nas redes sociais, sendo capaz de avaliar a
presença da marca e propor estratégias que deponham a favor das
organizações.
Considerações finais
Como fazer?
– Diagnosticar o estado da marca e de seus
  principais produtos e serviços nas redes
  sociais online;

– Planejar e propor ações que inspirem os
  consumidores acerca do universo que envolve
  a empresa;

– Engajar-se em fóruns que permitam a
  participação de usuários corporativos;
  estabelecer canais de comunicação sinceros,
  transparentes e ágeis com os públicos;
Considerações finais
Como fazer?
– Alterar o paradigma do controle
  da informação e da marca;

– Criar uma cultura interna de
  participação,    colaboração      e
  coletividade a fim de refletir tais
  princípios externamente;

– Entender   a    dinâmica    de
  funcionamento deste universo e
  abrir-se para uma via de
  entendimento com consumidores.
Se até Deus está no Twitter,
 por que vc ainda não está?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mídias Sociais Fabiano Simm
Mídias Sociais   Fabiano SimmMídias Sociais   Fabiano Simm
Mídias Sociais Fabiano SimmFabiano Simm
 
Conselho da Mulher Empresária junho 2011
Conselho da  Mulher Empresária junho 2011Conselho da  Mulher Empresária junho 2011
Conselho da Mulher Empresária junho 2011Fernanda Bornhausen Sá
 
A revolução das mídias sociais
A revolução das mídias sociaisA revolução das mídias sociais
A revolução das mídias sociaisMídia Boom
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Tarcízio Silva
 
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2Jonathan Becker
 
Olhares multiplos univali
Olhares multiplos univaliOlhares multiplos univali
Olhares multiplos univaliMarcia Ceschini
 
O papel do CIO na Revolução das Mídias Sociais #Drimio
O papel do CIO na Revolução das Mídias Sociais #DrimioO papel do CIO na Revolução das Mídias Sociais #Drimio
O papel do CIO na Revolução das Mídias Sociais #DrimioRicardo Francisco Prochnow
 
Trabalho sobre o Artigo "Dez Razões para ter uma Rede Social em sua Empresa"
Trabalho sobre o Artigo "Dez Razões para ter uma Rede Social em sua Empresa"Trabalho sobre o Artigo "Dez Razões para ter uma Rede Social em sua Empresa"
Trabalho sobre o Artigo "Dez Razões para ter uma Rede Social em sua Empresa"Graziela Dias
 
Inteligência Digital: Influência nas Mídias Sociais
Inteligência Digital: Influência nas Mídias SociaisInteligência Digital: Influência nas Mídias Sociais
Inteligência Digital: Influência nas Mídias SociaisTarcízio Silva
 
Comércio Social e Facebook como plataforma de compras
Comércio Social e Facebook como plataforma de comprasComércio Social e Facebook como plataforma de compras
Comércio Social e Facebook como plataforma de comprasPaperCliQ Comunicação
 
Sua empresa na rede social - Evento Café com Internet | Jaraguá do Sul
Sua empresa na rede social - Evento Café com Internet | Jaraguá do SulSua empresa na rede social - Evento Café com Internet | Jaraguá do Sul
Sua empresa na rede social - Evento Café com Internet | Jaraguá do SulDrimio Social Network
 
Novo Perfil Do Profissional De Rp
Novo Perfil Do Profissional De RpNovo Perfil Do Profissional De Rp
Novo Perfil Do Profissional De RpCarolina Terra
 
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontroCurso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontroThiago Fraga
 
Marketing na Era Digital, by Martha Gabriel
Marketing na Era Digital, by Martha GabrielMarketing na Era Digital, by Martha Gabriel
Marketing na Era Digital, by Martha GabrielMartha Gabriel
 
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...Fabricio A. Guilherme
 

Mais procurados (19)

Mídias Sociais Fabiano Simm
Mídias Sociais   Fabiano SimmMídias Sociais   Fabiano Simm
Mídias Sociais Fabiano Simm
 
Conselho da Mulher Empresária junho 2011
Conselho da  Mulher Empresária junho 2011Conselho da  Mulher Empresária junho 2011
Conselho da Mulher Empresária junho 2011
 
A revolução das mídias sociais
A revolução das mídias sociaisA revolução das mídias sociais
A revolução das mídias sociais
 
Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010Mídias Sociais e Eleições 2010
Mídias Sociais e Eleições 2010
 
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
Jonathan Becker - Marketing Corporativo e Redes 2
 
Olhares multiplos univali
Olhares multiplos univaliOlhares multiplos univali
Olhares multiplos univali
 
O papel do CIO na Revolução das Mídias Sociais #Drimio
O papel do CIO na Revolução das Mídias Sociais #DrimioO papel do CIO na Revolução das Mídias Sociais #Drimio
O papel do CIO na Revolução das Mídias Sociais #Drimio
 
Trabalho sobre o Artigo "Dez Razões para ter uma Rede Social em sua Empresa"
Trabalho sobre o Artigo "Dez Razões para ter uma Rede Social em sua Empresa"Trabalho sobre o Artigo "Dez Razões para ter uma Rede Social em sua Empresa"
Trabalho sobre o Artigo "Dez Razões para ter uma Rede Social em sua Empresa"
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Inteligência Digital: Influência nas Mídias Sociais
Inteligência Digital: Influência nas Mídias SociaisInteligência Digital: Influência nas Mídias Sociais
Inteligência Digital: Influência nas Mídias Sociais
 
Comércio Social e Facebook como plataforma de compras
Comércio Social e Facebook como plataforma de comprasComércio Social e Facebook como plataforma de compras
Comércio Social e Facebook como plataforma de compras
 
Sua empresa na rede social - Evento Café com Internet | Jaraguá do Sul
Sua empresa na rede social - Evento Café com Internet | Jaraguá do SulSua empresa na rede social - Evento Café com Internet | Jaraguá do Sul
Sua empresa na rede social - Evento Café com Internet | Jaraguá do Sul
 
Midia Social
Midia SocialMidia Social
Midia Social
 
Novo Perfil Do Profissional De Rp
Novo Perfil Do Profissional De RpNovo Perfil Do Profissional De Rp
Novo Perfil Do Profissional De Rp
 
Gestão de marcas em Mídias Sociais por @GabrieLeite
Gestão de marcas em Mídias Sociais por @GabrieLeiteGestão de marcas em Mídias Sociais por @GabrieLeite
Gestão de marcas em Mídias Sociais por @GabrieLeite
 
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontroCurso cultura e midias sociais 01o encontro
Curso cultura e midias sociais 01o encontro
 
O relacoes-publicas-na-era-digital
O relacoes-publicas-na-era-digitalO relacoes-publicas-na-era-digital
O relacoes-publicas-na-era-digital
 
Marketing na Era Digital, by Martha Gabriel
Marketing na Era Digital, by Martha GabrielMarketing na Era Digital, by Martha Gabriel
Marketing na Era Digital, by Martha Gabriel
 
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
 

Destaque

WorkComm | Relações Públicas
WorkComm | Relações PúblicasWorkComm | Relações Públicas
WorkComm | Relações PúblicasWorkComm
 
A atuação profissional de Relações Públicas
A atuação profissional de Relações PúblicasA atuação profissional de Relações Públicas
A atuação profissional de Relações PúblicasMarcus Vinicius Bonfim
 
A comunicação organizacional e a atuação das relações públicas na era da dial...
A comunicação organizacional e a atuação das relações públicas na era da dial...A comunicação organizacional e a atuação das relações públicas na era da dial...
A comunicação organizacional e a atuação das relações públicas na era da dial...Viviane Oikawa
 
Public Relations Management Session 4 Tools In Media Relations
Public Relations Management   Session 4   Tools In Media RelationsPublic Relations Management   Session 4   Tools In Media Relations
Public Relations Management Session 4 Tools In Media RelationsMoksh Juneja
 
Tools Of Public Relations
Tools Of Public RelationsTools Of Public Relations
Tools Of Public Relationskaka ptaka
 
Relações Públicas
Relações PúblicasRelações Públicas
Relações PúblicasDAC UFS
 
Conceito de Relações Públicas
Conceito de Relações PúblicasConceito de Relações Públicas
Conceito de Relações Públicaskyzinha
 

Destaque (7)

WorkComm | Relações Públicas
WorkComm | Relações PúblicasWorkComm | Relações Públicas
WorkComm | Relações Públicas
 
A atuação profissional de Relações Públicas
A atuação profissional de Relações PúblicasA atuação profissional de Relações Públicas
A atuação profissional de Relações Públicas
 
A comunicação organizacional e a atuação das relações públicas na era da dial...
A comunicação organizacional e a atuação das relações públicas na era da dial...A comunicação organizacional e a atuação das relações públicas na era da dial...
A comunicação organizacional e a atuação das relações públicas na era da dial...
 
Public Relations Management Session 4 Tools In Media Relations
Public Relations Management   Session 4   Tools In Media RelationsPublic Relations Management   Session 4   Tools In Media Relations
Public Relations Management Session 4 Tools In Media Relations
 
Tools Of Public Relations
Tools Of Public RelationsTools Of Public Relations
Tools Of Public Relations
 
Relações Públicas
Relações PúblicasRelações Públicas
Relações Públicas
 
Conceito de Relações Públicas
Conceito de Relações PúblicasConceito de Relações Públicas
Conceito de Relações Públicas
 

Semelhante a Relações Públicas 2.0

Marketing Digital Alternativas Marco 2010
Marketing Digital   Alternativas   Marco 2010Marketing Digital   Alternativas   Marco 2010
Marketing Digital Alternativas Marco 2010Sandra Turchi
 
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...Abravidro
 
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011Martha Gabriel
 
Dinamize - E-book Mídias Sociais II
Dinamize - E-book Mídias Sociais IIDinamize - E-book Mídias Sociais II
Dinamize - E-book Mídias Sociais IIWell Sarto
 
Metricas para mídias sociais parte ii
Metricas para mídias sociais parte iiMetricas para mídias sociais parte ii
Metricas para mídias sociais parte iiPinceladas Digitais
 
O uso do twitter como forma de relacionamento com o consumidor
O uso do twitter como forma de relacionamento com o consumidorO uso do twitter como forma de relacionamento com o consumidor
O uso do twitter como forma de relacionamento com o consumidorFernanda Wieser
 
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente DigitalOs Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente DigitalFernando Neves
 
Palestra sobre Redes Sociais no evento "Inspira Marketing" (Sul de Minas)
Palestra sobre Redes Sociais no evento "Inspira Marketing" (Sul de Minas)Palestra sobre Redes Sociais no evento "Inspira Marketing" (Sul de Minas)
Palestra sobre Redes Sociais no evento "Inspira Marketing" (Sul de Minas)Alan Domingues
 
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente DigitalOs Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente DigitalKetchum Digital
 
RP 2.0 - novo campo de atuação
RP 2.0 - novo campo de atuaçãoRP 2.0 - novo campo de atuação
RP 2.0 - novo campo de atuaçãoTaís Oliveira
 
Encontro TIC - Palestras: Redes Sociais (Martha Gabriel)
Encontro TIC - Palestras: Redes Sociais (Martha Gabriel)Encontro TIC - Palestras: Redes Sociais (Martha Gabriel)
Encontro TIC - Palestras: Redes Sociais (Martha Gabriel)Impacta Eventos
 
Marketing Digital - ESAMC
Marketing Digital - ESAMCMarketing Digital - ESAMC
Marketing Digital - ESAMCLógica Digital
 
8º ENCORP Atibaia - RP 2.0 (Carol Terra)
8º ENCORP Atibaia - RP 2.0 (Carol Terra)8º ENCORP Atibaia - RP 2.0 (Carol Terra)
8º ENCORP Atibaia - RP 2.0 (Carol Terra)Carolina Terra
 
Midias sociais - como as empresas estão se adaptando
Midias sociais - como as empresas estão se adaptandoMidias sociais - como as empresas estão se adaptando
Midias sociais - como as empresas estão se adaptandoCaio Mattos
 
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes SociaisGestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes SociaisFernando Souza
 
Redes Sociais e o Marketing de Relacionamento
Redes Sociais e o Marketing de RelacionamentoRedes Sociais e o Marketing de Relacionamento
Redes Sociais e o Marketing de RelacionamentoCarolina Vidotti
 
Gestão de Rede Sociais
Gestão de Rede SociaisGestão de Rede Sociais
Gestão de Rede SociaisFernando Souza
 
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02Raquel Rayanni
 

Semelhante a Relações Públicas 2.0 (20)

Marketing Digital Alternativas Marco 2010
Marketing Digital   Alternativas   Marco 2010Marketing Digital   Alternativas   Marco 2010
Marketing Digital Alternativas Marco 2010
 
Marketing Digital
Marketing DigitalMarketing Digital
Marketing Digital
 
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
10º Simpovidro Abravidro - Palestra de Martha Gabriel - "Redes sociais para n...
 
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
Redes Sociais nos Negócios, by Martha Gabriel no SimpoVIDRO 2011
 
Dinamize - E-book Mídias Sociais II
Dinamize - E-book Mídias Sociais IIDinamize - E-book Mídias Sociais II
Dinamize - E-book Mídias Sociais II
 
Metricas para mídias sociais parte ii
Metricas para mídias sociais parte iiMetricas para mídias sociais parte ii
Metricas para mídias sociais parte ii
 
O uso do twitter como forma de relacionamento com o consumidor
O uso do twitter como forma de relacionamento com o consumidorO uso do twitter como forma de relacionamento com o consumidor
O uso do twitter como forma de relacionamento com o consumidor
 
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente DigitalOs Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
 
Palestra sobre Redes Sociais no evento "Inspira Marketing" (Sul de Minas)
Palestra sobre Redes Sociais no evento "Inspira Marketing" (Sul de Minas)Palestra sobre Redes Sociais no evento "Inspira Marketing" (Sul de Minas)
Palestra sobre Redes Sociais no evento "Inspira Marketing" (Sul de Minas)
 
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente DigitalOs Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
Os Desafios do Profissional de Relações Públicas no Ambiente Digital
 
RP 2.0 - novo campo de atuação
RP 2.0 - novo campo de atuaçãoRP 2.0 - novo campo de atuação
RP 2.0 - novo campo de atuação
 
Encontro TIC - Palestras: Redes Sociais (Martha Gabriel)
Encontro TIC - Palestras: Redes Sociais (Martha Gabriel)Encontro TIC - Palestras: Redes Sociais (Martha Gabriel)
Encontro TIC - Palestras: Redes Sociais (Martha Gabriel)
 
Marketing Digital - ESAMC
Marketing Digital - ESAMCMarketing Digital - ESAMC
Marketing Digital - ESAMC
 
8º ENCORP Atibaia - RP 2.0 (Carol Terra)
8º ENCORP Atibaia - RP 2.0 (Carol Terra)8º ENCORP Atibaia - RP 2.0 (Carol Terra)
8º ENCORP Atibaia - RP 2.0 (Carol Terra)
 
Midias sociais - como as empresas estão se adaptando
Midias sociais - como as empresas estão se adaptandoMidias sociais - como as empresas estão se adaptando
Midias sociais - como as empresas estão se adaptando
 
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes SociaisGestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
 
Redes Sociais e o Marketing de Relacionamento
Redes Sociais e o Marketing de RelacionamentoRedes Sociais e o Marketing de Relacionamento
Redes Sociais e o Marketing de Relacionamento
 
Midias Sociais
Midias SociaisMidias Sociais
Midias Sociais
 
Gestão de Rede Sociais
Gestão de Rede SociaisGestão de Rede Sociais
Gestão de Rede Sociais
 
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
Mktgdigitaleredessociais cafecomtom-godfather-20090926-090926000431-phpapp02
 

Mais de Marcus Vinicius Bonfim

Relacionamento com o comerciário: comunicação estratégica e qualificada
Relacionamento com o comerciário: comunicação estratégica e qualificadaRelacionamento com o comerciário: comunicação estratégica e qualificada
Relacionamento com o comerciário: comunicação estratégica e qualificadaMarcus Vinicius Bonfim
 
Por que afrobetizar pode (des)fazer a diferença?
Por que afrobetizar pode (des)fazer a diferença?Por que afrobetizar pode (des)fazer a diferença?
Por que afrobetizar pode (des)fazer a diferença?Marcus Vinicius Bonfim
 
O profissional de relacoes publicas e a atuacao no setor publico
O profissional de relacoes publicas e a atuacao no setor publicoO profissional de relacoes publicas e a atuacao no setor publico
O profissional de relacoes publicas e a atuacao no setor publicoMarcus Vinicius Bonfim
 
Propostas e perspectivas para a profissao
Propostas e perspectivas para a profissaoPropostas e perspectivas para a profissao
Propostas e perspectivas para a profissaoMarcus Vinicius Bonfim
 
Brasil Sustentável: A Copa do Mundo 2014
Brasil Sustentável: A Copa do Mundo 2014Brasil Sustentável: A Copa do Mundo 2014
Brasil Sustentável: A Copa do Mundo 2014Marcus Vinicius Bonfim
 
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportesPlanejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportesMarcus Vinicius Bonfim
 
Comunicação Integrada: o caso do COREN-SP
Comunicação Integrada: o caso do COREN-SPComunicação Integrada: o caso do COREN-SP
Comunicação Integrada: o caso do COREN-SPMarcus Vinicius Bonfim
 
Entrevista James Grunig para o jornal Brasil Economico
Entrevista James Grunig para o jornal Brasil EconomicoEntrevista James Grunig para o jornal Brasil Economico
Entrevista James Grunig para o jornal Brasil EconomicoMarcus Vinicius Bonfim
 

Mais de Marcus Vinicius Bonfim (20)

Relacionamento com o comerciário: comunicação estratégica e qualificada
Relacionamento com o comerciário: comunicação estratégica e qualificadaRelacionamento com o comerciário: comunicação estratégica e qualificada
Relacionamento com o comerciário: comunicação estratégica e qualificada
 
Por que afrobetizar pode (des)fazer a diferença?
Por que afrobetizar pode (des)fazer a diferença?Por que afrobetizar pode (des)fazer a diferença?
Por que afrobetizar pode (des)fazer a diferença?
 
O profissional de relacoes publicas e a atuacao no setor publico
O profissional de relacoes publicas e a atuacao no setor publicoO profissional de relacoes publicas e a atuacao no setor publico
O profissional de relacoes publicas e a atuacao no setor publico
 
Propostas e perspectivas para a profissao
Propostas e perspectivas para a profissaoPropostas e perspectivas para a profissao
Propostas e perspectivas para a profissao
 
Cibercultura e arte urbana
Cibercultura e arte urbanaCibercultura e arte urbana
Cibercultura e arte urbana
 
Brasil Sustentável: A Copa do Mundo 2014
Brasil Sustentável: A Copa do Mundo 2014Brasil Sustentável: A Copa do Mundo 2014
Brasil Sustentável: A Copa do Mundo 2014
 
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportesPlanejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
 
Comunicação Integrada: o caso do COREN-SP
Comunicação Integrada: o caso do COREN-SPComunicação Integrada: o caso do COREN-SP
Comunicação Integrada: o caso do COREN-SP
 
Entrevista James Grunig para o jornal Brasil Economico
Entrevista James Grunig para o jornal Brasil EconomicoEntrevista James Grunig para o jornal Brasil Economico
Entrevista James Grunig para o jornal Brasil Economico
 
Digicorp coutinho planejamento
Digicorp coutinho planejamentoDigicorp coutinho planejamento
Digicorp coutinho planejamento
 
B6 Fsp 11012010
B6 Fsp 11012010B6 Fsp 11012010
B6 Fsp 11012010
 
B6 Fsp 24082010
B6 Fsp 24082010B6 Fsp 24082010
B6 Fsp 24082010
 
B10
B10B10
B10
 
B5 Fsp 14062010
B5 Fsp 14062010B5 Fsp 14062010
B5 Fsp 14062010
 
B4 Fsp 24082010
B4 Fsp 24082010B4 Fsp 24082010
B4 Fsp 24082010
 
B2 Fsp 19032010
B2 Fsp 19032010B2 Fsp 19032010
B2 Fsp 19032010
 
A3 Fsp 03082010
A3 Fsp 03082010A3 Fsp 03082010
A3 Fsp 03082010
 
Evolucao Detalhada Por Segmento 2009
Evolucao Detalhada Por Segmento 2009Evolucao Detalhada Por Segmento 2009
Evolucao Detalhada Por Segmento 2009
 
Digicorp coutinho 123
Digicorp coutinho 123Digicorp coutinho 123
Digicorp coutinho 123
 
Novos paradigmas em comunicação
Novos paradigmas em comunicaçãoNovos paradigmas em comunicação
Novos paradigmas em comunicação
 

Último

13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptElifabio Sobreira Pereira
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 

Relações Públicas 2.0

  • 1. Relações Públicas 2.0 Carol Terra www.meadiciona.com/carolterra carolinaterra@uol.com.br Grupo de Pesquisa em Comunicação, Jornalismo e Mídias Digitais Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e Relações Públicas
  • 2.
  • 4. Relações Públicas 2.0 – Defren também define as RP 2.0 como um novo tipo que tem como premissas a interação com os consumidores e transparência corporativa. – Defren bem ilustra a sua posição: • “(...) no mundo online, a marca está exposta. Suas ações, interações e reações (para não dizer também as faltas de ações) estão sendo assistidas, criticadas – e catalogadas para sempre pelo Google”.
  • 5. Comunicação organizacional digital “Alguém está falando mal de sua empresa neste momento. Em segundos, essa pessoa vai mandar o comentário para outra, que vai inseri-lo num blog e, em pouco tempo, surgirá uma comunidade no Orkut a respeito desse mesmo tema. Em minutos, a reputação de sua marca, na lista dos dez mais clicados do Google estará ameaçada para todo o sempre”. (MAIA, 2008, p. 1)
  • 6. Comunicação organizacional digital Mudança da tradicional pirâmide de influência (de cima para baixo) para um paradigma mais fluido, colaborativo e horizontal em que as reputações são construídas engajando-se múltiplos stakeholders por meio do diálogo contínuo.
  • 7. Os 10 níveis de intimidade da comunicação hoje Essa ilustração feita por Ji Lee, mostra de forma objetiva como o poder de se comunicar mudou. O interessante é que ele coloca o Twitter na primeira posição.
  • 12. Usuário-Mídia Como lidar com sites produzidos por consumidores que afetam a organização?
  • 13. O Papa é Pop!
  • 14. MyStarbucksIdea Para se valer das idéias dos seus consumidores em relação aos produtos, instalações e serviços, a StarBucks criou uma rede social que permite interação entre usuários e votação das melhores iniciativas.
  • 15. IdeaStorm Depois de sofrer com um blogueiro que reclamava do serviço de pós-vendas da empresa, a Dell resolveu criar uma iniciativa que conta com a participação dos usuários para modificar processos, produtos, serviços, etc.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 21. Rede Social MyBarackObama.com Interatividade/ Participação, Inteligência Coletiva
  • 22. Valorização da Pluralidade, Individualidade Comunidades Virtuais: MySpace, Twitter, LinkedIn, Flickr, Digg, Eventful, Eons, BlackPlanet, AsianAve, MiGente, MyBatanga, GLEE, Faithbase
  • 23. • Canal de Obama no YouTube Transparência, Proximidade, Individualidade, Inovação • Obama Mobile • Envio de Mensagens para Telefones Celulares (SMS)
  • 24. Inovação, Informação, Entretenimento • Site VoteForChange • Anúncios em jogos online (“Burnout paradise” e “Madden 09”)
  • 25. Change.gov > Whitehouse.gov Transparência, Participação/Interatividade
  • 26. Repercussão Resultado: ações espontâneas http://www.youtube.com/watch?v=jjXyqcx-mYY
  • 27. Case polêmico (Puma e compra de blogueiros)
  • 28. Case polêmico (Puma e compra de blogueiros)
  • 29. Case polêmico (Marcelo Tas e Telefônica)
  • 30. Case polêmico (Marcelo Tas e Telefônica)
  • 32. Modelo de RP inicial Modelo emergente Caminhando para o modelo Modelo empurra puxe Mensagens controladas Conversação Voz autoritária e cínica em crises Engajar em níveis múltiplos Empoderar funcionários e Elites são informadas primeiro permitir co-criação dos consumidores Falar para - e não com - a audiência: comunicação de mão- Paradoxo da transparência única Cauda de cachorro: RP é só um Sentar-se sobre a mesa: RP suporte à marketing, administrando como disciplina de as relações com a mídia para que a gerenciamento de construção propaganda realize o seu trabalho. de relacionamentos. Companhia sabe melhor Sabedoria das multidões
  • 36. “Empresas bisbilhotam blogs e redes sociais para tentar identificar sentimentos coletivos...” “O campo de pesquisas chamado análise de sentimentos busca entender o que usuários de internet querem dizer com tanta informação que colocam on- line”.
  • 37. Fonte: Pesquisa feita pelo Instituto Nielsen em 50 países e publicada na edição de 13 de Julho de 2009 do Meio & Mensagem O curioso é que anúncios em vídeos online, em banners e em telefones celulares ficaram nas três últimas posições, mostrando que o consumidor prefere outras formas de propaganda.
  • 38. Comunicação organizacional digital em tempos de redes sociais online
  • 39. Na era dos usuários-mídia  Boyd (IN MAIA, 2008A, p.3) resumiu em cinco os pontos como conquistar consumidores da era digital: 1. O contato pessoa-a-pessoa é mais eficiente que pessoa-empresa, o que deve levar às organizações a investirem em porta-vozes da marca.
  • 40. Na era dos usuários-mídia 3. Conheça os perfis e preferências dos consumidores de sua marca, pois quanto mais informações, melhor a interação. 4. Aposte em um nicho de mercado; não envie notícias de um produto para quem não teria interesse em comprá-lo. 5. O boca-a-boca é um instrumento poderoso nas redes. Se alguém começa a falar de você, é bem provável que o comentário se alastre rapidamente.
  • 41. Como interagir  Dependendo do site de rede social, devem ser oferecidas respostas de maneira particular, não invasivas; em outros, a rapidez e o formato do canal demandam resposta pública.
  • 42. Quem é o profissional de RP do futuro? Além de ser um profissional extremamente antenado, com bagagem cultural ampla, conhecimento de idiomas, social e ambientalmente responsável, deve se ater para: – Novas tecnologias e redes sociais online – Comunicação sem intermediários – Gerenciamento de conteúdos produzidos pelo consumidor (megafones da era digital) – Harmonizar a comunicação on com a offline – Planejamento – Cultura organizacional – Ser um tradutor da complexidade do mundo para o ambiente corporativo – Engajar e envolver pessoas. Encantá-las. Inspirá-las.
  • 43. Considerações finais A imagem das organizações é crucial para o processo de faturamento, venda de produtos e serviços e também para o crescimento dos negócios. Atentar-se, portanto, para expressões da marca/produtos/serviços na rede não é mais uma questão de escolha, mas de necessidade. Trata-se de mais um papel a ser assumido pelo comunicador: gestor da imagem nas redes sociais, sendo capaz de avaliar a presença da marca e propor estratégias que deponham a favor das organizações.
  • 44. Considerações finais Como fazer? – Diagnosticar o estado da marca e de seus principais produtos e serviços nas redes sociais online; – Planejar e propor ações que inspirem os consumidores acerca do universo que envolve a empresa; – Engajar-se em fóruns que permitam a participação de usuários corporativos; estabelecer canais de comunicação sinceros, transparentes e ágeis com os públicos;
  • 45. Considerações finais Como fazer? – Alterar o paradigma do controle da informação e da marca; – Criar uma cultura interna de participação, colaboração e coletividade a fim de refletir tais princípios externamente; – Entender a dinâmica de funcionamento deste universo e abrir-se para uma via de entendimento com consumidores.
  • 46. Se até Deus está no Twitter, por que vc ainda não está?