SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Projeto SER criança
Criando laços entre escola e comunidade.
Escola Municipal Dilma Roriz Medeiros
Que tal ser padrinho ou
madrinha no dia das crianças?
Público alvo:
Alunos de 1º ao 5º ano da Escola Municipal Dilma Roriz Medeiros
Período de execução:
15 de setembro a 06 de outubro de 2017.
Gestores e alunos da UEG e dos projetos de extensão GEFOPI,
Cursinho Cidadão, gestores e docentes da Escola Municipal Dilma
Roriz Medeiros.
Responsáveis:
A iniciativa
A Escola Municipal Dilma Roriz Medeiros no intuito de
proporcionar às crianças um momento especial na data
comemorativa ao Dia das Crianças , propõe este projeto
intitulado “ SER criança” , o qual se utiliza da oportunidade de
vincular-se às pessoas que compartilham o ambiente da
Universidade Estadual de Goiás Campus Luziânia. Destaca o
papel social da escola e a importância da interação entre
crianças e adultos, numa proposta de adoção de “afilhados” no
dia das crianças.
Da comunidade
 Sabe-se que a comunidade que a escola atende é, em sua
maioria, de baixa renda, considerados carentes inclusive de
serem crianças dadas as responsabilidades que eles possuem
de estudar, cuidar dos irmãos pequenos, da casa enquanto
seus pais trabalham. A escola é o ambiente mais favorável a
aprendizagem e também possível de viver a infância. São
duzentos alunos de 05 a 14 anos que podem ser
contemplados com o carinho e atenção de padrinhos e
madrinhas que também estão em busca de um futuro melhor
nas salas da Universidade.
Consolidação
Assim, espera-se que haja um laço afetivo entre um
adulto e uma criança que não se conhecem, e poderão
trocar correspondência. Criado o vínculo, haverá então a
“adoção” do aluno ou aluna, o qual terá seu dia da
criança mais feliz ao receber um presente do seu
padrinho ou madrinha. Transborda a necessidade de
afeto, portanto nada melhor que criar laços e cativar,
para que essas crianças sejam crianças e estejam
motivadas a crescer em busca de uma vida melhor e
mais digna.
O que esperamos?
Promover a interação entre alunos da Escola Municipal Dilma
Roriz Medeiros e os demais frequentadores da UEG, numa
parceria exitosa, por meio de troca de correspondência e
entrega de presentes no dia das crianças.
O que fazer para que tudo dê certo?
 Alcançar parceria com a UEG: Programas de Extensão, Cursinho Cidadão, alunos dos
cursos de administração e pedagogia;
 Apresentar a proposta e suas especificidades aos parceiros e aos docentes da escola;
 Divulgar a proposta no Câmpus UEG - Luziânia por meio de breve explicação de sala
em sala e também cartazes;
 Incentivar a produção escrita de cartinhas pelas crianças, inclusive daqueles que não
escrevem convencionalmente, as quais devem conter uma breve apresentação e a
resposta da pergunta: O que é ser criança? Essa atividade compõe um Ateliê de
Produção Textual;
 Promover o momento de entrega das cartas, que poderão ser adotadas
aleatoriamente pelos alunos adultos;
 Adquirir brinquedos para os afilhados de acordo com a faixa etária da criança;
 Entregar as lembranças nominalmente no dia 06 de outubro, podendo ser entregues
pelos padrinhos ou apenas enviadas.
Lançamos essa proposta sob os
apontamentos:
Todos passamos pela infância e sabemos o quanto é bom e
importante ser amado;
A contribuição social que pode estar baseada na afetividade por
meio da adoção de um afilhado ou afilhada para presentear;
A motivação dos alunos em escrever, produzir um texto que será
lido por outra pessoa, considerando a carta como gênero vivo e
atuante para criar laços entre as pessoas;
A importância de ser criança e poder brincar deve ser incentivada.
Lançamos essa proposta sob os
apontamentos:
Minimizar as marcas da desigualdade social, uma vez que todos
poderão receber um presente, o qual será importante não pelo valor
material, mas pelo valor afetivo;
A escola como instituição não possui condições de proporcionar
sozinha um dia das crianças com presentes para todos, consideramos
então a equidade e a igualdade fortalecidas pela parceria com outras
pessoas ou instituições;
A escola irá realizar programação comemorativa com brincadeiras e
outras opções de lazer, abertas também aos parceiros.
Considerações:
 O valor do presente será de acordo com a escolha do padrinho ou madrinha;
 Se o Padrinho ou madrinha quiser poderá adotar mais de uma criança ou até indicar alguém
que possa também fazer adoção;
 A entrega dos presentes acontecerá na escola no dia 06 de outubro, portanto o recolhimento
será realizado até o dia 05.
 Se o padrinho ou madrinha quiser, poderá conhecer o afilhado na escola no dia da entrega do
presente.
 As crianças não poderão apontar o que desejam ganhar, deve ser uma escolha do padrinho ou
madrinha com base na faixa etária da criança e nas suas condições financeiras, portanto a
escolha é livre;
 Haverá um dia marcado para a produção das cartas e a entrega no cursinho, devendo ser listada
a carta adotada para que haja controle do apadrinhamento.
 A escola desde já agradece a parceria e a todos os envolvidos nesse trabalho que possui cunho
educativo e social.
Referências:
 Brasil. Estatuto da criança e do adolescente (1990). Estatuto da criança e do
adolescente : Lei n. 8.069, de 13 de julho de 1990, Lei n. 8.242, de 12 de
outubro de 1991. – 3. ed. – Brasília : Câmara dos Deputados, Coordenação de
Publicações, 2001.
 CHALITA, Gabriel. Pedagogia do Amor: a contribuição de histórias
universais para a formação de valores das novas gerações. São Paulo:
Editora Gente, 2003.
 SAINT-EXUPÉRY, Antoine de. O Pequeno Príncipe. São Paulo SP, Círculo do
Livro, 1989. p. 70;
 Silva, Abgail Ribeiro Rodrigues da. Escola e comunidade juntas fazem a
diferença. Trabalho de conclusão de curso de pós graduação Latu sensu.
Disponível em
file:///C:/Users/Maria%20Cecilia/Downloads/TCC_Abigail_03_11-15_lauro.pdf.
Acesso em 09 de setembro de 2017.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na EscolaProjeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escolaelianegeraldo
 
Perguntas e respostas_ed_pre_escolar
Perguntas e respostas_ed_pre_escolarPerguntas e respostas_ed_pre_escolar
Perguntas e respostas_ed_pre_escolarCatiaDuarte_1
 
Jornal informativo 2015
Jornal informativo 2015Jornal informativo 2015
Jornal informativo 2015Sagrada Goiana
 
Boletim projeto nós
Boletim projeto nósBoletim projeto nós
Boletim projeto nósFatima Campos
 
Viver
ViverViver
ViverViver
 
Relatório Maio - Agosto 2017 - CADI Valença
Relatório Maio - Agosto 2017 -  CADI ValençaRelatório Maio - Agosto 2017 -  CADI Valença
Relatório Maio - Agosto 2017 - CADI ValençaCADI BRASIL
 
Saletinho 2013 agosto definitivo
Saletinho 2013    agosto  definitivoSaletinho 2013    agosto  definitivo
Saletinho 2013 agosto definitivoBeatriz Sayuri
 
Emei verenice Ferreira Gonçalves
Emei verenice Ferreira GonçalvesEmei verenice Ferreira Gonçalves
Emei verenice Ferreira GonçalvesDomdaiane
 
Projeto capa de Caderno 2014
Projeto capa  de Caderno 2014Projeto capa  de Caderno 2014
Projeto capa de Caderno 2014douglasasouza
 
Texto afinal do que é educação contextualizada (2)
Texto afinal do que é educação contextualizada (2)Texto afinal do que é educação contextualizada (2)
Texto afinal do que é educação contextualizada (2)Maria Vieira
 

Mais procurados (16)

Regulamento 2015
Regulamento 2015Regulamento 2015
Regulamento 2015
 
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na EscolaProjeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
Projeto Voto Consciente e Cidadania - Eleições na Escola
 
Perguntas e respostas_ed_pre_escolar
Perguntas e respostas_ed_pre_escolarPerguntas e respostas_ed_pre_escolar
Perguntas e respostas_ed_pre_escolar
 
Jornal informativo 2015
Jornal informativo 2015Jornal informativo 2015
Jornal informativo 2015
 
Boletim projeto nós
Boletim projeto nósBoletim projeto nós
Boletim projeto nós
 
Viver
ViverViver
Viver
 
Relatório Maio - Agosto 2017 - CADI Valença
Relatório Maio - Agosto 2017 -  CADI ValençaRelatório Maio - Agosto 2017 -  CADI Valença
Relatório Maio - Agosto 2017 - CADI Valença
 
Saletinho 2013 agosto definitivo
Saletinho 2013    agosto  definitivoSaletinho 2013    agosto  definitivo
Saletinho 2013 agosto definitivo
 
Saletinho 2013
Saletinho 2013    Saletinho 2013
Saletinho 2013
 
Emei verenice Ferreira Gonçalves
Emei verenice Ferreira GonçalvesEmei verenice Ferreira Gonçalves
Emei verenice Ferreira Gonçalves
 
Projeto capa de Caderno 2014
Projeto capa  de Caderno 2014Projeto capa  de Caderno 2014
Projeto capa de Caderno 2014
 
Família
FamíliaFamília
Família
 
Texto afinal do que é educação contextualizada (2)
Texto afinal do que é educação contextualizada (2)Texto afinal do que é educação contextualizada (2)
Texto afinal do que é educação contextualizada (2)
 
Blog noticias-set 2015-web
Blog noticias-set 2015-webBlog noticias-set 2015-web
Blog noticias-set 2015-web
 
Boletim op4 14
Boletim op4 14Boletim op4 14
Boletim op4 14
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 

Semelhante a Projeto ser criança- Ensino Fundamental

Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de paisRoseli Tejo
 
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdfmelhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdfJOSELITOFELIXBARBOSA
 
Asespecificidadesdaacaopedagogica
AsespecificidadesdaacaopedagogicaAsespecificidadesdaacaopedagogica
AsespecificidadesdaacaopedagogicaGeuza Livramento
 
Que alternativas poderiam promover a integração da família na escola?
Que alternativas poderiam promover a integração da família na escola?Que alternativas poderiam promover a integração da família na escola?
Que alternativas poderiam promover a integração da família na escola?Elisandra Manfroi
 
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Educação Infantil
 
Projeto Cidadão do Futuro 2013
Projeto Cidadão do Futuro 2013Projeto Cidadão do Futuro 2013
Projeto Cidadão do Futuro 2013Franciel Oliveira
 
Soc mariana junqueira camasmie
Soc mariana junqueira camasmieSoc mariana junqueira camasmie
Soc mariana junqueira camasmieIvo Fonseca
 
Folha teen setembro 2013
Folha teen setembro 2013Folha teen setembro 2013
Folha teen setembro 2013daiskvaleria
 
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013daiskvaleria
 
Entrepalavras3 julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Entrepalavras3  julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...Entrepalavras3  julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Entrepalavras3 julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...Dores Pinto
 
O PAPEL DOS PAIS FRENTE À APRENDIZAGEM Ivanilson José Santana da Silva
O PAPEL DOS PAIS FRENTE À APRENDIZAGEM  Ivanilson José Santana da SilvaO PAPEL DOS PAIS FRENTE À APRENDIZAGEM  Ivanilson José Santana da Silva
O PAPEL DOS PAIS FRENTE À APRENDIZAGEM Ivanilson José Santana da Silvachristianceapcursos
 
Reflexões sobre a relação família escola
Reflexões sobre a relação família escolaReflexões sobre a relação família escola
Reflexões sobre a relação família escolaSonia Piaya
 
Ensino fundamental de 9 anos
Ensino fundamental de 9 anosEnsino fundamental de 9 anos
Ensino fundamental de 9 anosNaysa Taboada
 
Dia do estudante 2020 fundamental ii
Dia do estudante 2020 fundamental iiDia do estudante 2020 fundamental ii
Dia do estudante 2020 fundamental iiKarume Franco
 

Semelhante a Projeto ser criança- Ensino Fundamental (20)

Jornal maio
Jornal maioJornal maio
Jornal maio
 
Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
 
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdfmelhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
 
Asespecificidadesdaacaopedagogica
AsespecificidadesdaacaopedagogicaAsespecificidadesdaacaopedagogica
Asespecificidadesdaacaopedagogica
 
Família e escola
Família e escolaFamília e escola
Família e escola
 
Que alternativas poderiam promover a integração da família na escola?
Que alternativas poderiam promover a integração da família na escola?Que alternativas poderiam promover a integração da família na escola?
Que alternativas poderiam promover a integração da família na escola?
 
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
Slide "As especificidades da ação pedagógica com bebês" Pós Graduação
 
Educação Doméstica
Educação DomésticaEducação Doméstica
Educação Doméstica
 
Projeto Cidadão do Futuro 2013
Projeto Cidadão do Futuro 2013Projeto Cidadão do Futuro 2013
Projeto Cidadão do Futuro 2013
 
Soc mariana junqueira camasmie
Soc mariana junqueira camasmieSoc mariana junqueira camasmie
Soc mariana junqueira camasmie
 
Cidadão do futuro 2014
Cidadão do futuro 2014Cidadão do futuro 2014
Cidadão do futuro 2014
 
Folha teen setembro 2013
Folha teen setembro 2013Folha teen setembro 2013
Folha teen setembro 2013
 
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
 
Manual de Boas Práticas
Manual de Boas PráticasManual de Boas Práticas
Manual de Boas Práticas
 
Entrepalavras3 julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Entrepalavras3  julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...Entrepalavras3  julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Entrepalavras3 julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
 
O PAPEL DOS PAIS FRENTE À APRENDIZAGEM Ivanilson José Santana da Silva
O PAPEL DOS PAIS FRENTE À APRENDIZAGEM  Ivanilson José Santana da SilvaO PAPEL DOS PAIS FRENTE À APRENDIZAGEM  Ivanilson José Santana da Silva
O PAPEL DOS PAIS FRENTE À APRENDIZAGEM Ivanilson José Santana da Silva
 
Reflexões sobre a relação família escola
Reflexões sobre a relação família escolaReflexões sobre a relação família escola
Reflexões sobre a relação família escola
 
Ensino fundamental de 9 anos
Ensino fundamental de 9 anosEnsino fundamental de 9 anos
Ensino fundamental de 9 anos
 
Dia do estudante 2020 fundamental ii
Dia do estudante 2020 fundamental iiDia do estudante 2020 fundamental ii
Dia do estudante 2020 fundamental ii
 
Monografia João Pedagogia 2012
Monografia João Pedagogia 2012Monografia João Pedagogia 2012
Monografia João Pedagogia 2012
 

Mais de Maria Cecilia Silva

Oficina contação de histórias virtuais itumbiara
Oficina contação de histórias virtuais itumbiaraOficina contação de histórias virtuais itumbiara
Oficina contação de histórias virtuais itumbiaraMaria Cecilia Silva
 
Ler e contar histórias: reverberações do mestrado
Ler e contar histórias: reverberações do mestradoLer e contar histórias: reverberações do mestrado
Ler e contar histórias: reverberações do mestradoMaria Cecilia Silva
 
Ensino remoto: desafios e possibilidades
Ensino remoto: desafios e possibilidadesEnsino remoto: desafios e possibilidades
Ensino remoto: desafios e possibilidadesMaria Cecilia Silva
 
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedralAula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedralMaria Cecilia Silva
 
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de históriasMulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de históriasMaria Cecilia Silva
 
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021Maria Cecilia Silva
 
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...Maria Cecilia Silva
 
A contação de histórias na cena
A contação de histórias na cenaA contação de histórias na cena
A contação de histórias na cenaMaria Cecilia Silva
 
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de ExperiênciaCircuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de ExperiênciaMaria Cecilia Silva
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualMaria Cecilia Silva
 
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...Maria Cecilia Silva
 
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJCongresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJMaria Cecilia Silva
 
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didáticoArte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didáticoMaria Cecilia Silva
 
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cenaComunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cenaMaria Cecilia Silva
 
Seminarios integrados de pesquisa - Aproximações investigativas de duas pesq...
Seminarios integrados de pesquisa  - Aproximações investigativas de duas pesq...Seminarios integrados de pesquisa  - Aproximações investigativas de duas pesq...
Seminarios integrados de pesquisa - Aproximações investigativas de duas pesq...Maria Cecilia Silva
 
Seminario performances em Arte Educação
Seminario performances em Arte EducaçãoSeminario performances em Arte Educação
Seminario performances em Arte EducaçãoMaria Cecilia Silva
 
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducaçãoSeminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducaçãoMaria Cecilia Silva
 
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeresMetodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeresMaria Cecilia Silva
 
Oficina Recursos para contação de histórias online
Oficina Recursos para contação de histórias onlineOficina Recursos para contação de histórias online
Oficina Recursos para contação de histórias onlineMaria Cecilia Silva
 

Mais de Maria Cecilia Silva (20)

Oficina contação de histórias virtuais itumbiara
Oficina contação de histórias virtuais itumbiaraOficina contação de histórias virtuais itumbiara
Oficina contação de histórias virtuais itumbiara
 
Ler e contar histórias: reverberações do mestrado
Ler e contar histórias: reverberações do mestradoLer e contar histórias: reverberações do mestrado
Ler e contar histórias: reverberações do mestrado
 
Ensino remoto: desafios e possibilidades
Ensino remoto: desafios e possibilidadesEnsino remoto: desafios e possibilidades
Ensino remoto: desafios e possibilidades
 
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedralAula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
 
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de históriasMulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
 
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
 
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
 
A contação de histórias na cena
A contação de histórias na cenaA contação de histórias na cena
A contação de histórias na cena
 
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de ExperiênciaCircuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
 
Estado da arte da pesquisa
Estado da arte da pesquisaEstado da arte da pesquisa
Estado da arte da pesquisa
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textual
 
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
 
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJCongresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
 
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didáticoArte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
 
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cenaComunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
 
Seminarios integrados de pesquisa - Aproximações investigativas de duas pesq...
Seminarios integrados de pesquisa  - Aproximações investigativas de duas pesq...Seminarios integrados de pesquisa  - Aproximações investigativas de duas pesq...
Seminarios integrados de pesquisa - Aproximações investigativas de duas pesq...
 
Seminario performances em Arte Educação
Seminario performances em Arte EducaçãoSeminario performances em Arte Educação
Seminario performances em Arte Educação
 
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducaçãoSeminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
 
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeresMetodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
 
Oficina Recursos para contação de histórias online
Oficina Recursos para contação de histórias onlineOficina Recursos para contação de histórias online
Oficina Recursos para contação de histórias online
 

Último

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 

Último (20)

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 

Projeto ser criança- Ensino Fundamental

  • 1. Projeto SER criança Criando laços entre escola e comunidade. Escola Municipal Dilma Roriz Medeiros
  • 2. Que tal ser padrinho ou madrinha no dia das crianças?
  • 3. Público alvo: Alunos de 1º ao 5º ano da Escola Municipal Dilma Roriz Medeiros Período de execução: 15 de setembro a 06 de outubro de 2017. Gestores e alunos da UEG e dos projetos de extensão GEFOPI, Cursinho Cidadão, gestores e docentes da Escola Municipal Dilma Roriz Medeiros. Responsáveis:
  • 4. A iniciativa A Escola Municipal Dilma Roriz Medeiros no intuito de proporcionar às crianças um momento especial na data comemorativa ao Dia das Crianças , propõe este projeto intitulado “ SER criança” , o qual se utiliza da oportunidade de vincular-se às pessoas que compartilham o ambiente da Universidade Estadual de Goiás Campus Luziânia. Destaca o papel social da escola e a importância da interação entre crianças e adultos, numa proposta de adoção de “afilhados” no dia das crianças.
  • 5. Da comunidade  Sabe-se que a comunidade que a escola atende é, em sua maioria, de baixa renda, considerados carentes inclusive de serem crianças dadas as responsabilidades que eles possuem de estudar, cuidar dos irmãos pequenos, da casa enquanto seus pais trabalham. A escola é o ambiente mais favorável a aprendizagem e também possível de viver a infância. São duzentos alunos de 05 a 14 anos que podem ser contemplados com o carinho e atenção de padrinhos e madrinhas que também estão em busca de um futuro melhor nas salas da Universidade.
  • 6. Consolidação Assim, espera-se que haja um laço afetivo entre um adulto e uma criança que não se conhecem, e poderão trocar correspondência. Criado o vínculo, haverá então a “adoção” do aluno ou aluna, o qual terá seu dia da criança mais feliz ao receber um presente do seu padrinho ou madrinha. Transborda a necessidade de afeto, portanto nada melhor que criar laços e cativar, para que essas crianças sejam crianças e estejam motivadas a crescer em busca de uma vida melhor e mais digna.
  • 7. O que esperamos? Promover a interação entre alunos da Escola Municipal Dilma Roriz Medeiros e os demais frequentadores da UEG, numa parceria exitosa, por meio de troca de correspondência e entrega de presentes no dia das crianças.
  • 8. O que fazer para que tudo dê certo?  Alcançar parceria com a UEG: Programas de Extensão, Cursinho Cidadão, alunos dos cursos de administração e pedagogia;  Apresentar a proposta e suas especificidades aos parceiros e aos docentes da escola;  Divulgar a proposta no Câmpus UEG - Luziânia por meio de breve explicação de sala em sala e também cartazes;  Incentivar a produção escrita de cartinhas pelas crianças, inclusive daqueles que não escrevem convencionalmente, as quais devem conter uma breve apresentação e a resposta da pergunta: O que é ser criança? Essa atividade compõe um Ateliê de Produção Textual;  Promover o momento de entrega das cartas, que poderão ser adotadas aleatoriamente pelos alunos adultos;  Adquirir brinquedos para os afilhados de acordo com a faixa etária da criança;  Entregar as lembranças nominalmente no dia 06 de outubro, podendo ser entregues pelos padrinhos ou apenas enviadas.
  • 9. Lançamos essa proposta sob os apontamentos: Todos passamos pela infância e sabemos o quanto é bom e importante ser amado; A contribuição social que pode estar baseada na afetividade por meio da adoção de um afilhado ou afilhada para presentear; A motivação dos alunos em escrever, produzir um texto que será lido por outra pessoa, considerando a carta como gênero vivo e atuante para criar laços entre as pessoas; A importância de ser criança e poder brincar deve ser incentivada.
  • 10. Lançamos essa proposta sob os apontamentos: Minimizar as marcas da desigualdade social, uma vez que todos poderão receber um presente, o qual será importante não pelo valor material, mas pelo valor afetivo; A escola como instituição não possui condições de proporcionar sozinha um dia das crianças com presentes para todos, consideramos então a equidade e a igualdade fortalecidas pela parceria com outras pessoas ou instituições; A escola irá realizar programação comemorativa com brincadeiras e outras opções de lazer, abertas também aos parceiros.
  • 11. Considerações:  O valor do presente será de acordo com a escolha do padrinho ou madrinha;  Se o Padrinho ou madrinha quiser poderá adotar mais de uma criança ou até indicar alguém que possa também fazer adoção;  A entrega dos presentes acontecerá na escola no dia 06 de outubro, portanto o recolhimento será realizado até o dia 05.  Se o padrinho ou madrinha quiser, poderá conhecer o afilhado na escola no dia da entrega do presente.  As crianças não poderão apontar o que desejam ganhar, deve ser uma escolha do padrinho ou madrinha com base na faixa etária da criança e nas suas condições financeiras, portanto a escolha é livre;  Haverá um dia marcado para a produção das cartas e a entrega no cursinho, devendo ser listada a carta adotada para que haja controle do apadrinhamento.  A escola desde já agradece a parceria e a todos os envolvidos nesse trabalho que possui cunho educativo e social.
  • 12. Referências:  Brasil. Estatuto da criança e do adolescente (1990). Estatuto da criança e do adolescente : Lei n. 8.069, de 13 de julho de 1990, Lei n. 8.242, de 12 de outubro de 1991. – 3. ed. – Brasília : Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 2001.  CHALITA, Gabriel. Pedagogia do Amor: a contribuição de histórias universais para a formação de valores das novas gerações. São Paulo: Editora Gente, 2003.  SAINT-EXUPÉRY, Antoine de. O Pequeno Príncipe. São Paulo SP, Círculo do Livro, 1989. p. 70;  Silva, Abgail Ribeiro Rodrigues da. Escola e comunidade juntas fazem a diferença. Trabalho de conclusão de curso de pós graduação Latu sensu. Disponível em file:///C:/Users/Maria%20Cecilia/Downloads/TCC_Abigail_03_11-15_lauro.pdf. Acesso em 09 de setembro de 2017.