SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
SEMINÁRIOS INTEGRADOS DE PESQUISA
APROXIMAÇÕES INVESTIGATIVAS
MARIA CECÍLIA SILVA DE AMORIM – MESTRANDA
ORIENTADORA: PROFA. DRA. VALÉRIA MARIA CHAVES DE FIGUEIREDO
LUZIÂNIA, 01 DE DEZEMBRO DE 2020.
“A contação de histórias na cena: contar, encenar e (re)significar
como proposição arte/educativa no chão da escola.”
artista professora
pesquisadora
A a/r/tografia é uma metodologia de pesquisa derivada da “investigação
baseada nas artes”, ou seja, é uma prática da “investigação baseada nas
artes”, igualmente de perspectiva narrativa que parte do acrônimo a/r/t “a”
de artist, “r” de researcher e “t” de teacher (em língua portuguesa,
respectivamente, artista, investigador e professor). A a/r/tografia seria,
então, um tipo de pesquisa realizada/produzida por um pesquisador que
exerce também função de professor e artista concomitantemente."
(OLIVEIRA e CHARRÉU, 2016,p. 375)
Na artografia saber, fazer e realizar se fundem.
Utiliza processos e produtos artísticos, estéticos por natureza, para
investigar, problematizar e compreender questões educacionais.
A/R/TOGRAFIA
BAGAGEM DO VIAJANTE COMO
METÁFORA
• Para Benjamin(1994) há dois tipos de
contadores de histórias: o sedentário e o
viajante, ambos respeitados, mas quem viaja
tem mais histórias para contar.
• Elementos que carregamos e nos constituem
pelo efeito que exercem na chegada ou na
partida, podem ser apenas símbolos ou
memórias.
• A bagagem pode ser comprada, adquirida,
ganhada, pesada, leve, depende de como a
contextualizamos.
QUEM CONTA HISTÓRIAS VIAJA, QUEM OUVE,
COMPARTILHA DAS PAISAGENS!
• Pesquisa de campo: Proposição arte/educativa voltada para alunos de 4º
e 5º ano de uma escola de tempo integral, em formato remoto, pelo
Google Meet, com a apresentação/inspiração de contadores de histórias
de lugares diversos do país.
• “Ao olhar para a cibercultura, nosso mundo mediado por telas, adentrei
um território desconhecido, sombrio, desconfortável. (...) Para contar
histórias no mundo de hoje vejo que é preciso ter força de coração. Será
que isso se aprende?” (CESCHI, 2014, p. 98)
A menina , o cavalo e a chuva -
A arte de contar histórias e a
cibercultura
Cristiana Souza Ceschi (2014)
A escolha se justifica pela
proximidade com a metodologia da
artografia, pelo objeto de estudo e
o seu contexto.
DA ESTRUTURA DO TRABALHO
• Apresentada em 2014 na Escola de Comunicação e Artes - ECA da Universidade
de São Paulo - USP, sob a orientação da professora Drª Regina Stela Barcelos
Machado, referência em arte/educação e na pesquisa sobre histórias da tradição
oral.
• Em 3 capítulos investiga : Onde está situado, qual a sua importância e como
atua o narrador – no sentido de sua arte e seu papel formador – na
contemporaneidade, e mais especificamente em contato com a cibercultura?
ABORDAGEM TEÓRICO-POÉTICA X ARTOGRAFIA
• Uso de imagens, levantamento de questões no processo investigativo,
criativo, significativo, teórico e poético.
• Pesquisa qualitativa tendo como ponto de partida a experiência como
contadora de histórias.
• Campo de pesquisa: entrevistas com renomados contadores de
histórias.
• Utilização de metáforas para ilustrar conceitos:
• Menina e o contador de histórias
• O cavalo e o conto – Cavalo que pode voar: conto de tradição
oral. Cavalo de carrossel: utilização dos multimeios da cultura
digital.
• A chuva e o encontro: experiência significativa, imaginação
criadora e universo do Sagrado.
ABORDAGEM TEÓRICO-POÉTICA X ARTOGRAFIA
• O texto de Ceschi (2014) apresenta reflexões fundamentais
sobre a arte de contar “como uma importante ferramenta
artística e educativa na formação do ser humano de todas as
épocas” (p. 10). As histórias no contexto da internet com
provocações pertinentes cabem ao nosso pesquisar pela forma
como a escrita é composta, o que se aproxima da artografia,
abordando saberes-fazeres de forma metafórica e teórico-
poética. A partir das pesquisas de Regina Machado sobre a
arte-educação e sobre contos da tradição oral, uma ponte é
estendida para o mundo da cibercultura.
ENTRE-MUNDOS /SABERES-FAZERES/ENTRELUGARES
• Se fosse possível definir o segredo da
pesquisa
em arte, este residiria num entre-mundo – a
meio caminho de duas dimensões, “razão” e
“irrazão”. (ARANHA, 2012, p.28)
• É o percurso e não o resultado, que mostra a
qualidade do trabalho. (ARANHA, 2012,
p.28)
•
• Um olhar-pensar
puxando seus fios com
argumentos sobre
não-coincidências
e irrazões para olhar as
coisas do mundo ao
invés de lê-las.
(ARANHA, 2012)
CONSIDERAÇÕES
• Alguns contadores de histórias, inclusive a Regina Machado, admitiam
não se sentir à vontade com o uso das redes sociais. Porém, o contexto
atual sugeriu uma (re) significação da arte e a adoção de eventos e
encontros virtuais. Bom exemplo é o Encontro Boca do Céu, que acontece
em São Paulo bianualmente. Para acontecer, foi necessário utilizar as
redes sociais, e formalizar o Encontro Boca do Céu nas Nuvens, em
formato virtual. Em 2014, a cibercultura era um elemento estranho e de
repente, se tornou altamente indispensável até para contadores de
histórias.
A CONSTRUÇÃO DA PESQUISA EM ARTE -
ARTOGRAFIA
• Abordagem/perspectiva metodológica: PESQUISA EDUCACIONAL BASEADA EM ARTE.
• Origem: Canadá
• a/r/tografia: A/r/t é um metáfora para: artist, pesquisador, professor e graph: grafia. Na
artografia saber, fazer e realizar se fundem.
• Utiliza processos e produtos artísticos, estéticos por natureza, para investigar, problematizar
e compreender questões educacionais.
• “Criação de visualidades, textos poéticos, sonoridades textuais, criação de palavras e relações
inusitadas entre as frases, são exemplos de ampliação do conhecimento através da arte.”
(PERUZZO e carvalho, 2018, 67)
Era simples: Conte histórias!
Assim ouvi e assim o fiz.
E de tanto fazer comecei a pensar: mas será que é assim que se faz? Por que as histórias
mudam histórias? Que sementes tenho plantado no chão da escola?
O olhar se abriu e viu nascer um fazer outro. Que era transportado para o palco, não era
mais uma simples professora, já caminhava para o trampolim. Era o mar... Não! Eram as
histórias que me chamavam para conhecer a arte de pertinho. E no caminho fui
rompendo, rompendo, esperando a semente brotar. Ela estava dentro de mim, eu só
precisava enxergar.
Caminhos de uma artista-professora-pesquisadora
(AMORIM, 2020)
REFERÊNCIAS
• BENJAMIN, Walter. O Narrador. In: BENJAMIN, Walter. Magia e Técnica, Arte e Política - ensaios
sobre literatura e história da cultura. 2. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1994.
• CESCHI, Cristiana Souza. A menina, o cavalo e a chuva: A arte de contar histórias e a cibercultura.
Dissertação de mestrado. São Paulo: ECA-USP, 2014. Disponível em:
https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27160/tde-19012015-
163724/publico/CristianaSouzaCeschiVC.pdf . Acesso em: 20 de Nov. 2019.
OLIVEIRA, Marilda de, CHARREU, Leonardo Augusto. Contribuições da perspectiva metodológica
"investigação baseada nas artes" e da a/r/tografia para as pesquisas em educação. Educ.
rev. vol.32 no.1 Belo Horizonte Jan./Mar. 2016. Disponível em
https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982016000100365&lng=en&nrm=iso.
Acesso em 20 out. 2020.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

"Jogando os dados" - Os jogos teatrais como possível metodologia de construçã...
"Jogando os dados" - Os jogos teatrais como possível metodologia de construçã..."Jogando os dados" - Os jogos teatrais como possível metodologia de construçã...
"Jogando os dados" - Os jogos teatrais como possível metodologia de construçã...Taís Ferreira
 
Tipologia textual - descrição e narração
Tipologia textual - descrição e narraçãoTipologia textual - descrição e narração
Tipologia textual - descrição e narraçãoGedalias .
 
A natureza da literatura infantil
A natureza da literatura infantilA natureza da literatura infantil
A natureza da literatura infantilRosemary Batista
 
O Teatro na Educação Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
O Teatro na Educação   Artigo- Claudineia da Silva BarbosaO Teatro na Educação   Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
O Teatro na Educação Artigo- Claudineia da Silva BarbosaClaudinéia Barbosa
 
Plano de curso de teatro Ensino Médio
Plano de curso de teatro Ensino MédioPlano de curso de teatro Ensino Médio
Plano de curso de teatro Ensino MédioGliciane S. Aragão
 
2015 ludonarrativa ciaiq
2015 ludonarrativa ciaiq2015 ludonarrativa ciaiq
2015 ludonarrativa ciaiqRosemary Ramos
 
A interdisciplinaridade da arte _1ano_cn_parte 1
A interdisciplinaridade da arte _1ano_cn_parte 1A interdisciplinaridade da arte _1ano_cn_parte 1
A interdisciplinaridade da arte _1ano_cn_parte 1Maria Clara Magalhães
 
Tessituras literatura infantil
Tessituras   literatura infantilTessituras   literatura infantil
Tessituras literatura infantilAna Paula Cecato
 
Ot arte anos iniciais TEATRO E ARTES VISUIAIS 03-04-2014
Ot arte anos iniciais TEATRO E ARTES VISUIAIS 03-04-2014Ot arte anos iniciais TEATRO E ARTES VISUIAIS 03-04-2014
Ot arte anos iniciais TEATRO E ARTES VISUIAIS 03-04-2014Angelica Rosa
 
Slides II Seminário Subtexto - Galpão, BH, Minas, 2011.
Slides II Seminário Subtexto - Galpão, BH, Minas, 2011.Slides II Seminário Subtexto - Galpão, BH, Minas, 2011.
Slides II Seminário Subtexto - Galpão, BH, Minas, 2011.Taís Ferreira
 
Artes e interdisciplinaridade
Artes e interdisciplinaridadeArtes e interdisciplinaridade
Artes e interdisciplinaridadecrisoliv
 
Oficina jogos teatrais
Oficina jogos teatraisOficina jogos teatrais
Oficina jogos teatraisTom Ricardo
 
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacaoSpe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacaoSimoni Santos
 

Mais procurados (20)

"Jogando os dados" - Os jogos teatrais como possível metodologia de construçã...
"Jogando os dados" - Os jogos teatrais como possível metodologia de construçã..."Jogando os dados" - Os jogos teatrais como possível metodologia de construçã...
"Jogando os dados" - Os jogos teatrais como possível metodologia de construçã...
 
Tipologia textual - descrição e narração
Tipologia textual - descrição e narraçãoTipologia textual - descrição e narração
Tipologia textual - descrição e narração
 
A natureza da literatura infantil
A natureza da literatura infantilA natureza da literatura infantil
A natureza da literatura infantil
 
O Teatro na Educação Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
O Teatro na Educação   Artigo- Claudineia da Silva BarbosaO Teatro na Educação   Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
O Teatro na Educação Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
 
Plano de curso de teatro Ensino Médio
Plano de curso de teatro Ensino MédioPlano de curso de teatro Ensino Médio
Plano de curso de teatro Ensino Médio
 
000035 a2. rosilene
000035 a2. rosilene000035 a2. rosilene
000035 a2. rosilene
 
2015 ludonarrativa ciaiq
2015 ludonarrativa ciaiq2015 ludonarrativa ciaiq
2015 ludonarrativa ciaiq
 
Planejame..
Planejame..Planejame..
Planejame..
 
A interdisciplinaridade da arte _1ano_cn_parte 1
A interdisciplinaridade da arte _1ano_cn_parte 1A interdisciplinaridade da arte _1ano_cn_parte 1
A interdisciplinaridade da arte _1ano_cn_parte 1
 
Tessituras lit juvenil
Tessituras lit juvenilTessituras lit juvenil
Tessituras lit juvenil
 
Tessituras literatura infantil
Tessituras   literatura infantilTessituras   literatura infantil
Tessituras literatura infantil
 
Ot arte anos iniciais TEATRO E ARTES VISUIAIS 03-04-2014
Ot arte anos iniciais TEATRO E ARTES VISUIAIS 03-04-2014Ot arte anos iniciais TEATRO E ARTES VISUIAIS 03-04-2014
Ot arte anos iniciais TEATRO E ARTES VISUIAIS 03-04-2014
 
Slides II Seminário Subtexto - Galpão, BH, Minas, 2011.
Slides II Seminário Subtexto - Galpão, BH, Minas, 2011.Slides II Seminário Subtexto - Galpão, BH, Minas, 2011.
Slides II Seminário Subtexto - Galpão, BH, Minas, 2011.
 
Tessituras 2011
Tessituras 2011Tessituras 2011
Tessituras 2011
 
Artes e interdisciplinaridade
Artes e interdisciplinaridadeArtes e interdisciplinaridade
Artes e interdisciplinaridade
 
Tapetes de histórias
Tapetes de históriasTapetes de histórias
Tapetes de histórias
 
Oficina jogos teatrais
Oficina jogos teatraisOficina jogos teatrais
Oficina jogos teatrais
 
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacaoSpe 2013 novo_ef71_arte_programacao
Spe 2013 novo_ef71_arte_programacao
 
Book Histórias Fora da Caixa
Book   Histórias Fora da CaixaBook   Histórias Fora da Caixa
Book Histórias Fora da Caixa
 
Leitura da imagem
Leitura da imagemLeitura da imagem
Leitura da imagem
 

Semelhante a Seminarios integrados de pesquisa - Aproximações investigativas de duas pesquisas

A contação de histórias na cena
A contação de histórias na cenaA contação de histórias na cena
A contação de histórias na cenaMaria Cecilia Silva
 
FLIC – FESTIVAL LITERÁRIO E ARTÍSTICO DE CASCAVEL
FLIC – FESTIVAL LITERÁRIO E ARTÍSTICO DE CASCAVELFLIC – FESTIVAL LITERÁRIO E ARTÍSTICO DE CASCAVEL
FLIC – FESTIVAL LITERÁRIO E ARTÍSTICO DE CASCAVELMario Czerechowicz
 
Congresso de blumanau
Congresso de blumanauCongresso de blumanau
Congresso de blumanauffkuster
 
Congresso de blumanau
Congresso de blumanauCongresso de blumanau
Congresso de blumanauffkuster
 
Congresso de Blumenau
Congresso de BlumenauCongresso de Blumenau
Congresso de Blumenauffkuster
 
CRIAÇÃO E TÉCNICA: AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA ...
CRIAÇÃO E TÉCNICA: AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA ...CRIAÇÃO E TÉCNICA: AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA ...
CRIAÇÃO E TÉCNICA: AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA ...Gustavo Araújo
 
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...Maria Cecilia Silva
 
Técnicas em artes visuais
Técnicas em artes visuaisTécnicas em artes visuais
Técnicas em artes visuaisCris Akemi
 
Resenha do-livro
Resenha do-livroResenha do-livro
Resenha do-livroJoão Gomes
 
História em quadrinhos
História em quadrinhosHistória em quadrinhos
História em quadrinhosntebrusque
 
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cenaComunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cenaMaria Cecilia Silva
 
Tcc rosangela depois pdf
Tcc rosangela depois pdfTcc rosangela depois pdf
Tcc rosangela depois pdfRosangela02
 
Monografia alice registro fonseca 2009
Monografia alice registro fonseca 2009Monografia alice registro fonseca 2009
Monografia alice registro fonseca 2009Alice Fonseca
 
Arte o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Arte   o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suaresArte   o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Arte o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suaresPlácido Suares
 
Biblioteca do CAp/UFRJ - Integração com o processo pedagógico da escola
Biblioteca do CAp/UFRJ - Integração com o processo pedagógico da escolaBiblioteca do CAp/UFRJ - Integração com o processo pedagógico da escola
Biblioteca do CAp/UFRJ - Integração com o processo pedagógico da escolaGisele Lima
 

Semelhante a Seminarios integrados de pesquisa - Aproximações investigativas de duas pesquisas (20)

A contação de histórias na cena
A contação de histórias na cenaA contação de histórias na cena
A contação de histórias na cena
 
FLIC – FESTIVAL LITERÁRIO E ARTÍSTICO DE CASCAVEL
FLIC – FESTIVAL LITERÁRIO E ARTÍSTICO DE CASCAVELFLIC – FESTIVAL LITERÁRIO E ARTÍSTICO DE CASCAVEL
FLIC – FESTIVAL LITERÁRIO E ARTÍSTICO DE CASCAVEL
 
Congresso de blumanau
Congresso de blumanauCongresso de blumanau
Congresso de blumanau
 
Congresso de blumanau
Congresso de blumanauCongresso de blumanau
Congresso de blumanau
 
Congresso de Blumenau
Congresso de BlumenauCongresso de Blumenau
Congresso de Blumenau
 
ApresentaçãO Final G7 Sala 130707
ApresentaçãO Final G7   Sala 130707ApresentaçãO Final G7   Sala 130707
ApresentaçãO Final G7 Sala 130707
 
CRIAÇÃO E TÉCNICA: AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA ...
CRIAÇÃO E TÉCNICA: AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA ...CRIAÇÃO E TÉCNICA: AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA ...
CRIAÇÃO E TÉCNICA: AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO METODOLÓGICO PARA ...
 
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
Comunidade de prática a/r/tográfica: era uma vez um grupo de estudos que se u...
 
Técnicas em artes visuais
Técnicas em artes visuaisTécnicas em artes visuais
Técnicas em artes visuais
 
POSL MAIO.pdf
POSL MAIO.pdfPOSL MAIO.pdf
POSL MAIO.pdf
 
Resenha do-livro
Resenha do-livroResenha do-livro
Resenha do-livro
 
História em quadrinhos
História em quadrinhosHistória em quadrinhos
História em quadrinhos
 
181213historiaemquadrinhos
181213historiaemquadrinhos181213historiaemquadrinhos
181213historiaemquadrinhos
 
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cenaComunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
Comunicação oral no II Seminar - Arte de contar histórias no foco da cena
 
Tcc rosangela depois pdf
Tcc rosangela depois pdfTcc rosangela depois pdf
Tcc rosangela depois pdf
 
Serigrafia apresentação
Serigrafia apresentaçãoSerigrafia apresentação
Serigrafia apresentação
 
Monografia alice registro fonseca 2009
Monografia alice registro fonseca 2009Monografia alice registro fonseca 2009
Monografia alice registro fonseca 2009
 
Aprender com o outro
Aprender com  o outroAprender com  o outro
Aprender com o outro
 
Arte o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Arte   o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suaresArte   o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Arte o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
 
Biblioteca do CAp/UFRJ - Integração com o processo pedagógico da escola
Biblioteca do CAp/UFRJ - Integração com o processo pedagógico da escolaBiblioteca do CAp/UFRJ - Integração com o processo pedagógico da escola
Biblioteca do CAp/UFRJ - Integração com o processo pedagógico da escola
 

Mais de Maria Cecilia Silva

Oficina contação de histórias virtuais itumbiara
Oficina contação de histórias virtuais itumbiaraOficina contação de histórias virtuais itumbiara
Oficina contação de histórias virtuais itumbiaraMaria Cecilia Silva
 
Ler e contar histórias: reverberações do mestrado
Ler e contar histórias: reverberações do mestradoLer e contar histórias: reverberações do mestrado
Ler e contar histórias: reverberações do mestradoMaria Cecilia Silva
 
Ensino remoto: desafios e possibilidades
Ensino remoto: desafios e possibilidadesEnsino remoto: desafios e possibilidades
Ensino remoto: desafios e possibilidadesMaria Cecilia Silva
 
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedralAula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedralMaria Cecilia Silva
 
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de históriasMulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de históriasMaria Cecilia Silva
 
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021Maria Cecilia Silva
 
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de ExperiênciaCircuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de ExperiênciaMaria Cecilia Silva
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualMaria Cecilia Silva
 
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...Maria Cecilia Silva
 
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJCongresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJMaria Cecilia Silva
 
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didáticoArte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didáticoMaria Cecilia Silva
 
Seminario performances em Arte Educação
Seminario performances em Arte EducaçãoSeminario performances em Arte Educação
Seminario performances em Arte EducaçãoMaria Cecilia Silva
 
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducaçãoSeminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducaçãoMaria Cecilia Silva
 
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeresMetodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeresMaria Cecilia Silva
 
Oficina Recursos para contação de histórias online
Oficina Recursos para contação de histórias onlineOficina Recursos para contação de histórias online
Oficina Recursos para contação de histórias onlineMaria Cecilia Silva
 
Encontro Nacional de Didática e práticas de Ensino - xx endipe rio 2020
Encontro Nacional de Didática e práticas de Ensino - xx endipe rio 2020Encontro Nacional de Didática e práticas de Ensino - xx endipe rio 2020
Encontro Nacional de Didática e práticas de Ensino - xx endipe rio 2020Maria Cecilia Silva
 
Trabalho sobre o Griot - Curso de Extensão
Trabalho sobre o Griot - Curso de ExtensãoTrabalho sobre o Griot - Curso de Extensão
Trabalho sobre o Griot - Curso de ExtensãoMaria Cecilia Silva
 
Pesquisa somático-performativa: Sintonia, sensibilidade e integração.
Pesquisa somático-performativa: Sintonia, sensibilidade e integração.Pesquisa somático-performativa: Sintonia, sensibilidade e integração.
Pesquisa somático-performativa: Sintonia, sensibilidade e integração.Maria Cecilia Silva
 
Oficina de edição de vídeos no Smartphone
Oficina de edição de vídeos no SmartphoneOficina de edição de vídeos no Smartphone
Oficina de edição de vídeos no SmartphoneMaria Cecilia Silva
 

Mais de Maria Cecilia Silva (20)

Oficina contação de histórias virtuais itumbiara
Oficina contação de histórias virtuais itumbiaraOficina contação de histórias virtuais itumbiara
Oficina contação de histórias virtuais itumbiara
 
Ler e contar histórias: reverberações do mestrado
Ler e contar histórias: reverberações do mestradoLer e contar histórias: reverberações do mestrado
Ler e contar histórias: reverberações do mestrado
 
Ensino remoto: desafios e possibilidades
Ensino remoto: desafios e possibilidadesEnsino remoto: desafios e possibilidades
Ensino remoto: desafios e possibilidades
 
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedralAula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
Aula palestra sobre ler e contar - Centro universitário Uni cathedral
 
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de históriasMulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
Mulheres escritoras: cenário digital e a contação de histórias
 
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
Projeto de extensão Unidos pela histórias: poster Conpeex 2021
 
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de ExperiênciaCircuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
Circuito de saberes sobre o ensino remoto - Relato de Experiência
 
Estado da arte da pesquisa
Estado da arte da pesquisaEstado da arte da pesquisa
Estado da arte da pesquisa
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textual
 
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
A ARTE DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO FOCO DA CENA: DISCUSSÃO INICIAL SOBRE UMA ...
 
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJCongresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil - CelliJ
 
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didáticoArte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
Arte e educação na cena: Repercussões de um projeto didático
 
Seminario performances em Arte Educação
Seminario performances em Arte EducaçãoSeminario performances em Arte Educação
Seminario performances em Arte Educação
 
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducaçãoSeminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
Seminarios integrados de_pesquisa: entrelugares em arteducação
 
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeresMetodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
Metodologia de pesquisa em Arte: entrelugares, saberes-fazeres
 
Oficina Recursos para contação de histórias online
Oficina Recursos para contação de histórias onlineOficina Recursos para contação de histórias online
Oficina Recursos para contação de histórias online
 
Encontro Nacional de Didática e práticas de Ensino - xx endipe rio 2020
Encontro Nacional de Didática e práticas de Ensino - xx endipe rio 2020Encontro Nacional de Didática e práticas de Ensino - xx endipe rio 2020
Encontro Nacional de Didática e práticas de Ensino - xx endipe rio 2020
 
Trabalho sobre o Griot - Curso de Extensão
Trabalho sobre o Griot - Curso de ExtensãoTrabalho sobre o Griot - Curso de Extensão
Trabalho sobre o Griot - Curso de Extensão
 
Pesquisa somático-performativa: Sintonia, sensibilidade e integração.
Pesquisa somático-performativa: Sintonia, sensibilidade e integração.Pesquisa somático-performativa: Sintonia, sensibilidade e integração.
Pesquisa somático-performativa: Sintonia, sensibilidade e integração.
 
Oficina de edição de vídeos no Smartphone
Oficina de edição de vídeos no SmartphoneOficina de edição de vídeos no Smartphone
Oficina de edição de vídeos no Smartphone
 

Último

Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 

Último (20)

Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 

Seminarios integrados de pesquisa - Aproximações investigativas de duas pesquisas

  • 1. SEMINÁRIOS INTEGRADOS DE PESQUISA APROXIMAÇÕES INVESTIGATIVAS MARIA CECÍLIA SILVA DE AMORIM – MESTRANDA ORIENTADORA: PROFA. DRA. VALÉRIA MARIA CHAVES DE FIGUEIREDO LUZIÂNIA, 01 DE DEZEMBRO DE 2020.
  • 2. “A contação de histórias na cena: contar, encenar e (re)significar como proposição arte/educativa no chão da escola.” artista professora pesquisadora
  • 3. A a/r/tografia é uma metodologia de pesquisa derivada da “investigação baseada nas artes”, ou seja, é uma prática da “investigação baseada nas artes”, igualmente de perspectiva narrativa que parte do acrônimo a/r/t “a” de artist, “r” de researcher e “t” de teacher (em língua portuguesa, respectivamente, artista, investigador e professor). A a/r/tografia seria, então, um tipo de pesquisa realizada/produzida por um pesquisador que exerce também função de professor e artista concomitantemente." (OLIVEIRA e CHARRÉU, 2016,p. 375) Na artografia saber, fazer e realizar se fundem. Utiliza processos e produtos artísticos, estéticos por natureza, para investigar, problematizar e compreender questões educacionais. A/R/TOGRAFIA
  • 4. BAGAGEM DO VIAJANTE COMO METÁFORA • Para Benjamin(1994) há dois tipos de contadores de histórias: o sedentário e o viajante, ambos respeitados, mas quem viaja tem mais histórias para contar. • Elementos que carregamos e nos constituem pelo efeito que exercem na chegada ou na partida, podem ser apenas símbolos ou memórias. • A bagagem pode ser comprada, adquirida, ganhada, pesada, leve, depende de como a contextualizamos.
  • 5. QUEM CONTA HISTÓRIAS VIAJA, QUEM OUVE, COMPARTILHA DAS PAISAGENS! • Pesquisa de campo: Proposição arte/educativa voltada para alunos de 4º e 5º ano de uma escola de tempo integral, em formato remoto, pelo Google Meet, com a apresentação/inspiração de contadores de histórias de lugares diversos do país. • “Ao olhar para a cibercultura, nosso mundo mediado por telas, adentrei um território desconhecido, sombrio, desconfortável. (...) Para contar histórias no mundo de hoje vejo que é preciso ter força de coração. Será que isso se aprende?” (CESCHI, 2014, p. 98)
  • 6. A menina , o cavalo e a chuva - A arte de contar histórias e a cibercultura Cristiana Souza Ceschi (2014) A escolha se justifica pela proximidade com a metodologia da artografia, pelo objeto de estudo e o seu contexto.
  • 7. DA ESTRUTURA DO TRABALHO • Apresentada em 2014 na Escola de Comunicação e Artes - ECA da Universidade de São Paulo - USP, sob a orientação da professora Drª Regina Stela Barcelos Machado, referência em arte/educação e na pesquisa sobre histórias da tradição oral. • Em 3 capítulos investiga : Onde está situado, qual a sua importância e como atua o narrador – no sentido de sua arte e seu papel formador – na contemporaneidade, e mais especificamente em contato com a cibercultura?
  • 8. ABORDAGEM TEÓRICO-POÉTICA X ARTOGRAFIA • Uso de imagens, levantamento de questões no processo investigativo, criativo, significativo, teórico e poético. • Pesquisa qualitativa tendo como ponto de partida a experiência como contadora de histórias. • Campo de pesquisa: entrevistas com renomados contadores de histórias.
  • 9. • Utilização de metáforas para ilustrar conceitos: • Menina e o contador de histórias • O cavalo e o conto – Cavalo que pode voar: conto de tradição oral. Cavalo de carrossel: utilização dos multimeios da cultura digital. • A chuva e o encontro: experiência significativa, imaginação criadora e universo do Sagrado. ABORDAGEM TEÓRICO-POÉTICA X ARTOGRAFIA
  • 10. • O texto de Ceschi (2014) apresenta reflexões fundamentais sobre a arte de contar “como uma importante ferramenta artística e educativa na formação do ser humano de todas as épocas” (p. 10). As histórias no contexto da internet com provocações pertinentes cabem ao nosso pesquisar pela forma como a escrita é composta, o que se aproxima da artografia, abordando saberes-fazeres de forma metafórica e teórico- poética. A partir das pesquisas de Regina Machado sobre a arte-educação e sobre contos da tradição oral, uma ponte é estendida para o mundo da cibercultura.
  • 11. ENTRE-MUNDOS /SABERES-FAZERES/ENTRELUGARES • Se fosse possível definir o segredo da pesquisa em arte, este residiria num entre-mundo – a meio caminho de duas dimensões, “razão” e “irrazão”. (ARANHA, 2012, p.28) • É o percurso e não o resultado, que mostra a qualidade do trabalho. (ARANHA, 2012, p.28) •
  • 12. • Um olhar-pensar puxando seus fios com argumentos sobre não-coincidências e irrazões para olhar as coisas do mundo ao invés de lê-las. (ARANHA, 2012)
  • 13. CONSIDERAÇÕES • Alguns contadores de histórias, inclusive a Regina Machado, admitiam não se sentir à vontade com o uso das redes sociais. Porém, o contexto atual sugeriu uma (re) significação da arte e a adoção de eventos e encontros virtuais. Bom exemplo é o Encontro Boca do Céu, que acontece em São Paulo bianualmente. Para acontecer, foi necessário utilizar as redes sociais, e formalizar o Encontro Boca do Céu nas Nuvens, em formato virtual. Em 2014, a cibercultura era um elemento estranho e de repente, se tornou altamente indispensável até para contadores de histórias.
  • 14. A CONSTRUÇÃO DA PESQUISA EM ARTE - ARTOGRAFIA • Abordagem/perspectiva metodológica: PESQUISA EDUCACIONAL BASEADA EM ARTE. • Origem: Canadá • a/r/tografia: A/r/t é um metáfora para: artist, pesquisador, professor e graph: grafia. Na artografia saber, fazer e realizar se fundem. • Utiliza processos e produtos artísticos, estéticos por natureza, para investigar, problematizar e compreender questões educacionais. • “Criação de visualidades, textos poéticos, sonoridades textuais, criação de palavras e relações inusitadas entre as frases, são exemplos de ampliação do conhecimento através da arte.” (PERUZZO e carvalho, 2018, 67)
  • 15. Era simples: Conte histórias! Assim ouvi e assim o fiz. E de tanto fazer comecei a pensar: mas será que é assim que se faz? Por que as histórias mudam histórias? Que sementes tenho plantado no chão da escola? O olhar se abriu e viu nascer um fazer outro. Que era transportado para o palco, não era mais uma simples professora, já caminhava para o trampolim. Era o mar... Não! Eram as histórias que me chamavam para conhecer a arte de pertinho. E no caminho fui rompendo, rompendo, esperando a semente brotar. Ela estava dentro de mim, eu só precisava enxergar. Caminhos de uma artista-professora-pesquisadora (AMORIM, 2020)
  • 16. REFERÊNCIAS • BENJAMIN, Walter. O Narrador. In: BENJAMIN, Walter. Magia e Técnica, Arte e Política - ensaios sobre literatura e história da cultura. 2. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1994. • CESCHI, Cristiana Souza. A menina, o cavalo e a chuva: A arte de contar histórias e a cibercultura. Dissertação de mestrado. São Paulo: ECA-USP, 2014. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27160/tde-19012015- 163724/publico/CristianaSouzaCeschiVC.pdf . Acesso em: 20 de Nov. 2019. OLIVEIRA, Marilda de, CHARREU, Leonardo Augusto. Contribuições da perspectiva metodológica "investigação baseada nas artes" e da a/r/tografia para as pesquisas em educação. Educ. rev. vol.32 no.1 Belo Horizonte Jan./Mar. 2016. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982016000100365&lng=en&nrm=iso. Acesso em 20 out. 2020.