SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETO “Mulheres Inspiradoras”
Professora Paula Meyer
Apresentação do Projeto
Esse Projeto foi realizado com o intuito de propiciar o desenvolvimento e amadurecimento de
habilidades como responsabilidade, protagonismo, criatividade e cooperatividade.
Isso porque cada sala realizará uma vasta pesquisa para selecionar uma Mulher Inspiradora para
representar a turma.
Essa representação contará com diversas representações artísticas e teóricas pois no dia 08 de
março, a Escola Estadual Padre Agnaldo estará motivada em compartilhar o legado deixado por
essas mulheres que marcaram gerações.
Portanto, esse Projeto desafiador visa possibilitar uma visão muito mais crítica e humana da
educação e do próprio Dia Internacional da Mulher que necessita de muitas reflexões e
questionamentos.
COMPETÊNCIAS E HABILIDADE DA FORMAÇÃO GERAL BÁSICA
EM13LGG102: Analisar visões de mundo, conflitos de interesse, preconceitos e ideologias presentes nos
discursos veiculados nas diferentes mídias, ampliando suas possibilidades de explicação, interpretação e
intervenção crítica de / na realidade.
EM13LGG204: Dialogar e produzir entendimento mútuo, nas diversas linguagens (artísticas, corporais e
verbais), com vistas ao interesse comum pautado em princípios e valores de equidade assentados na democracia
e nos Direitos Humanos.
EM13LGG304: Formular propostas, intervir e tomar decisões que levem em conta o bem comum e os Direitos
Humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global.
FUNCIONAMENTO
 Ao longo da semana do dia 27 de fevereiro, os professores responsáveis por cada turma
deverão explicar o PROJETO aos alunos e fazer uma votação para saber qual mulher
inspiradora eles gostariam de homenagear;
*Assim que a turma decidir, favor compartilhar no grupo do Colégio para que não tenham repetições.
 Todos os alunos deverão participar do projeto e os que ficarem responsáveis por apresentar
no dia 08 de março deverão estudar ao longo da semana para que no dia da apresentação
estejam confiantes;
 No dia 08 de março (quarta-feira), os professores responsáveis por cada turma deverão
acompanhar os alunos na produção dos cartazes e decoração da sala (Para ficar mais
organizado, realizei uma prévia do cronograma).
RESUMO DAS DATAS
Semana do dia 27 de fevereiro ----) Professores Responsáveis pelas Turmas deverão apresentar
o Projeto e fazer a VOTAÇÃO da Mulher que será representada pela turma;
07/03 ----) Os professores que estiverem em sala de aula nas duas últimas aulas (15h00 – 16h30)
deverão acompanhar a organização das carteiras e materiais;
08/03 ----) Professores responsáveis pelas turmas deverão acompanhar a sala durante o dia;
09/03 ----) Os professores que estiverem em sala de aula nas duas primeiras aulas (07h35 –
09h05) deverão acompanhar a organização da sala e selecionar os materiais para a confecção dos
murais.
CRONOGRAMA
27/02
PROFESSORES RESPONSÁVEIS PELAS TURMAS:
Escolha realizada a partir dos professores que possuem a aula após o ATPCG
6ºA ---) Professora Irene e Professora Samantha
6ºB ---) Professor Rodrigo e Professora Daniele
6ºC ---) Professora Marta e Professora Rita
6ºD ---) Professor Valdir e Professora Silvana
7ºA ---) Professora Fátima e Professor Rafael
7ºB ---) Professor Luiz e Professora Paula
8ºA ---) Professor Cláudio e Professora Kelly
8ºB ---) Professora Sueli e Professora Ana Paula
9ºA ---) Professora Roseli e Professor Celso
1ºA ---) Professor Alexandre e Professora Maria do Carmo
1ºB ---) Professora Rose e Professor Elver
2ºA ---) Professor Raimundo e Professor Gerson
3ºA ---) Adriana M.
2ºNOVOTEC ---) Professora Suzana
3ºNOVOTEC ---) Professora Adriana C. (Terça-feira)
Os alunos deverão ser incentivados a procurar materiais de apoio na Sala de Leitura com
a Professora Celina.
07/03
15h00 – 16h30: Organizar as salas nas duas últimas aulas (juntar as carteiras + adiantar
materiais).
*Horário Normal
08/03
07h34 – 12h10: Realização dos cartazes, retratos, colagens, lousa e ensaio da
apresentação.
13h10 – 16h30: Apresentações
13h10 – 14h40 ---) Alunos do Nono Ano ao Ensino Médio visitarão os trabalhos do
Ensino Fundamental
15h00 – 16h30 ---) Alunos do Ensino Fundamental Nono Ano visitarão os trabalhos do
Nono Ano e Ensino Médio
09/03 07h35 – 09h05: Organização da sala e Confecção dos MURAIS
*Horário Normal
SUGESTÃO DE ABORDAGEM:
1ª ETAPA: VOTAÇÃO DA SALA
2ª ETAPA: REALIZAÇÃO DA PESQUISA DIRECIONADA / SEPARAÇÃO DE GRUPOS
Primeiro Grupo: Pesquisar sobre os dados bibliográficos
Segundo Grupo: Pesquisar sobre o legado deixado por tal personalidade
Terceiro Grupo: Pesquisar curiosidades gerais / específicas
Quarto Grupo: Representações artísticas (Esse grupo será responsável por realizar desenhos,
ilustrações e obras de arte para serem expostas no dia 08 de Março.
3ª ETAPA: TREINANDO PARA APRESENTAÇÃO
Cada GRUPO deverá selecionar os integrantes para se apresentarem no dia 08 de Março.
4ª ETAPA: Dia 08 de Março (APRESENTAÇÃO FINAL)
Nesse dia, a sala inteira deverá ajudar a decorar a sala pensando no meio ambiente para
evitar qualquer excesso e desperdício.
 Depois da apresentação, os professores poderão avaliar os trabalhos e, cada turma
poderá receber até meio ponto em todas as disciplinas do primeiro bimestre.
Projeto "Mulheres Inspiradoras"

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Projeto "Mulheres Inspiradoras"

Estágio Supervisionado em Artes Visuais-3
Estágio Supervisionado em Artes Visuais-3Estágio Supervisionado em Artes Visuais-3
Estágio Supervisionado em Artes Visuais-3Suzy Nobre
 
Ppt para reunião de polo certo
Ppt para reunião de polo certoPpt para reunião de polo certo
Ppt para reunião de polo certoLari Aveiro
 
Ppt para reunião de polo certo
Ppt para reunião de polo certoPpt para reunião de polo certo
Ppt para reunião de polo certoLari Aveiro
 
Apresentação final projeto Orgulho de ser sul matogrossense
Apresentação final projeto Orgulho de ser sul matogrossenseApresentação final projeto Orgulho de ser sul matogrossense
Apresentação final projeto Orgulho de ser sul matogrossenseprof_roseli_barbosa
 
Roteiro de trabalho 1º ano - mostra sobre religiões
Roteiro de trabalho   1º ano - mostra sobre religiõesRoteiro de trabalho   1º ano - mostra sobre religiões
Roteiro de trabalho 1º ano - mostra sobre religiõesSara Sarita
 
ReflexãO CríTica Didatica Evt
ReflexãO CríTica Didatica EvtReflexãO CríTica Didatica Evt
ReflexãO CríTica Didatica EvtAlfredo Lopes
 
Planos milenelariane 1ºsem-ok
Planos milenelariane 1ºsem-okPlanos milenelariane 1ºsem-ok
Planos milenelariane 1ºsem-okKleriton Franklin
 
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015Jussara Fernandes Oleques
 
Abril2017
Abril2017Abril2017
Abril2017beaescd
 
Ateliê: uma análise sobre a relevância da sala ambiente para a prática das ar...
Ateliê: uma análise sobre a relevância da sala ambiente para a prática das ar...Ateliê: uma análise sobre a relevância da sala ambiente para a prática das ar...
Ateliê: uma análise sobre a relevância da sala ambiente para a prática das ar...Vis-UAB
 
Portfólio - Subprojeto de Pedagogia - Grupo Expressão e Movimento
Portfólio - Subprojeto de Pedagogia - Grupo Expressão e MovimentoPortfólio - Subprojeto de Pedagogia - Grupo Expressão e Movimento
Portfólio - Subprojeto de Pedagogia - Grupo Expressão e MovimentoMárcia Uchôa
 
Relatório trimestral elenita2010
Relatório trimestral elenita2010Relatório trimestral elenita2010
Relatório trimestral elenita2010elenicefonseca
 
Arquitetura Pedagógica
Arquitetura PedagógicaArquitetura Pedagógica
Arquitetura PedagógicaPaulo Medeiros
 
Orientação de estágio ii
Orientação de estágio iiOrientação de estágio ii
Orientação de estágio iiFlavio Brim
 
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08guest7d64a3
 
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08guestdec43d
 
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08guest16661f
 

Semelhante a Projeto "Mulheres Inspiradoras" (20)

607 1554-2-pb
607 1554-2-pb607 1554-2-pb
607 1554-2-pb
 
Estágio Supervisionado em Artes Visuais-3
Estágio Supervisionado em Artes Visuais-3Estágio Supervisionado em Artes Visuais-3
Estágio Supervisionado em Artes Visuais-3
 
Ppt para reunião de polo certo
Ppt para reunião de polo certoPpt para reunião de polo certo
Ppt para reunião de polo certo
 
Ppt para reunião de polo certo
Ppt para reunião de polo certoPpt para reunião de polo certo
Ppt para reunião de polo certo
 
Formação continuada de projetos
Formação continuada de projetosFormação continuada de projetos
Formação continuada de projetos
 
Relato Simetrias Eliane
Relato Simetrias ElianeRelato Simetrias Eliane
Relato Simetrias Eliane
 
Apresentação final projeto Orgulho de ser sul matogrossense
Apresentação final projeto Orgulho de ser sul matogrossenseApresentação final projeto Orgulho de ser sul matogrossense
Apresentação final projeto Orgulho de ser sul matogrossense
 
Roteiro de trabalho 1º ano - mostra sobre religiões
Roteiro de trabalho   1º ano - mostra sobre religiõesRoteiro de trabalho   1º ano - mostra sobre religiões
Roteiro de trabalho 1º ano - mostra sobre religiões
 
ReflexãO CríTica Didatica Evt
ReflexãO CríTica Didatica EvtReflexãO CríTica Didatica Evt
ReflexãO CríTica Didatica Evt
 
Planos milenelariane 1ºsem-ok
Planos milenelariane 1ºsem-okPlanos milenelariane 1ºsem-ok
Planos milenelariane 1ºsem-ok
 
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
 
Abril2017
Abril2017Abril2017
Abril2017
 
Ateliê: uma análise sobre a relevância da sala ambiente para a prática das ar...
Ateliê: uma análise sobre a relevância da sala ambiente para a prática das ar...Ateliê: uma análise sobre a relevância da sala ambiente para a prática das ar...
Ateliê: uma análise sobre a relevância da sala ambiente para a prática das ar...
 
Portfólio - Subprojeto de Pedagogia - Grupo Expressão e Movimento
Portfólio - Subprojeto de Pedagogia - Grupo Expressão e MovimentoPortfólio - Subprojeto de Pedagogia - Grupo Expressão e Movimento
Portfólio - Subprojeto de Pedagogia - Grupo Expressão e Movimento
 
Relatório trimestral elenita2010
Relatório trimestral elenita2010Relatório trimestral elenita2010
Relatório trimestral elenita2010
 
Arquitetura Pedagógica
Arquitetura PedagógicaArquitetura Pedagógica
Arquitetura Pedagógica
 
Orientação de estágio ii
Orientação de estágio iiOrientação de estágio ii
Orientação de estágio ii
 
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
 
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
 
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
RelatóRio Final Impresso Para Fapesp Corrigido Em 19 09 08
 

Mais de Paula Meyer Piagentini

Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando PessoaModernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando PessoaPaula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao RomantismoJogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao RomantismoPaula Meyer Piagentini
 
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Paula Meyer Piagentini
 
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Paula Meyer Piagentini
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no BrasilEscritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no BrasilPaula Meyer Piagentini
 
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIXTabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIXPaula Meyer Piagentini
 
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)Paula Meyer Piagentini
 
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino MédioMapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino MédioPaula Meyer Piagentini
 
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino MédioMapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino MédioPaula Meyer Piagentini
 
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)Paula Meyer Piagentini
 

Mais de Paula Meyer Piagentini (20)

Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando PessoaModernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao RomantismoJogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
 
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
 
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no BrasilEscritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
 
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIXTabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
 
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
 
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino MédioMapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
 
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino MédioMapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
 
Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Interpretação Textual (Sétimo Ano)Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Interpretação Textual (Sétimo Ano)
 
Síndromes
Síndromes Síndromes
Síndromes
 
Dia Internacional das Mulheres
Dia Internacional das MulheresDia Internacional das Mulheres
Dia Internacional das Mulheres
 
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
 
Projeto Poesia
Projeto PoesiaProjeto Poesia
Projeto Poesia
 

Último

Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxSolangeWaltre
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 

Último (20)

Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 

Projeto "Mulheres Inspiradoras"

  • 1. PROJETO “Mulheres Inspiradoras” Professora Paula Meyer Apresentação do Projeto Esse Projeto foi realizado com o intuito de propiciar o desenvolvimento e amadurecimento de habilidades como responsabilidade, protagonismo, criatividade e cooperatividade. Isso porque cada sala realizará uma vasta pesquisa para selecionar uma Mulher Inspiradora para representar a turma. Essa representação contará com diversas representações artísticas e teóricas pois no dia 08 de março, a Escola Estadual Padre Agnaldo estará motivada em compartilhar o legado deixado por essas mulheres que marcaram gerações. Portanto, esse Projeto desafiador visa possibilitar uma visão muito mais crítica e humana da educação e do próprio Dia Internacional da Mulher que necessita de muitas reflexões e questionamentos. COMPETÊNCIAS E HABILIDADE DA FORMAÇÃO GERAL BÁSICA EM13LGG102: Analisar visões de mundo, conflitos de interesse, preconceitos e ideologias presentes nos discursos veiculados nas diferentes mídias, ampliando suas possibilidades de explicação, interpretação e intervenção crítica de / na realidade. EM13LGG204: Dialogar e produzir entendimento mútuo, nas diversas linguagens (artísticas, corporais e verbais), com vistas ao interesse comum pautado em princípios e valores de equidade assentados na democracia e nos Direitos Humanos. EM13LGG304: Formular propostas, intervir e tomar decisões que levem em conta o bem comum e os Direitos Humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global.
  • 2. FUNCIONAMENTO  Ao longo da semana do dia 27 de fevereiro, os professores responsáveis por cada turma deverão explicar o PROJETO aos alunos e fazer uma votação para saber qual mulher inspiradora eles gostariam de homenagear; *Assim que a turma decidir, favor compartilhar no grupo do Colégio para que não tenham repetições.  Todos os alunos deverão participar do projeto e os que ficarem responsáveis por apresentar no dia 08 de março deverão estudar ao longo da semana para que no dia da apresentação estejam confiantes;  No dia 08 de março (quarta-feira), os professores responsáveis por cada turma deverão acompanhar os alunos na produção dos cartazes e decoração da sala (Para ficar mais organizado, realizei uma prévia do cronograma). RESUMO DAS DATAS Semana do dia 27 de fevereiro ----) Professores Responsáveis pelas Turmas deverão apresentar o Projeto e fazer a VOTAÇÃO da Mulher que será representada pela turma; 07/03 ----) Os professores que estiverem em sala de aula nas duas últimas aulas (15h00 – 16h30) deverão acompanhar a organização das carteiras e materiais; 08/03 ----) Professores responsáveis pelas turmas deverão acompanhar a sala durante o dia; 09/03 ----) Os professores que estiverem em sala de aula nas duas primeiras aulas (07h35 – 09h05) deverão acompanhar a organização da sala e selecionar os materiais para a confecção dos murais.
  • 3. CRONOGRAMA 27/02 PROFESSORES RESPONSÁVEIS PELAS TURMAS: Escolha realizada a partir dos professores que possuem a aula após o ATPCG 6ºA ---) Professora Irene e Professora Samantha 6ºB ---) Professor Rodrigo e Professora Daniele 6ºC ---) Professora Marta e Professora Rita 6ºD ---) Professor Valdir e Professora Silvana 7ºA ---) Professora Fátima e Professor Rafael 7ºB ---) Professor Luiz e Professora Paula 8ºA ---) Professor Cláudio e Professora Kelly 8ºB ---) Professora Sueli e Professora Ana Paula 9ºA ---) Professora Roseli e Professor Celso 1ºA ---) Professor Alexandre e Professora Maria do Carmo 1ºB ---) Professora Rose e Professor Elver 2ºA ---) Professor Raimundo e Professor Gerson 3ºA ---) Adriana M. 2ºNOVOTEC ---) Professora Suzana 3ºNOVOTEC ---) Professora Adriana C. (Terça-feira) Os alunos deverão ser incentivados a procurar materiais de apoio na Sala de Leitura com a Professora Celina. 07/03 15h00 – 16h30: Organizar as salas nas duas últimas aulas (juntar as carteiras + adiantar materiais). *Horário Normal 08/03 07h34 – 12h10: Realização dos cartazes, retratos, colagens, lousa e ensaio da apresentação. 13h10 – 16h30: Apresentações 13h10 – 14h40 ---) Alunos do Nono Ano ao Ensino Médio visitarão os trabalhos do Ensino Fundamental 15h00 – 16h30 ---) Alunos do Ensino Fundamental Nono Ano visitarão os trabalhos do Nono Ano e Ensino Médio 09/03 07h35 – 09h05: Organização da sala e Confecção dos MURAIS *Horário Normal
  • 4. SUGESTÃO DE ABORDAGEM: 1ª ETAPA: VOTAÇÃO DA SALA 2ª ETAPA: REALIZAÇÃO DA PESQUISA DIRECIONADA / SEPARAÇÃO DE GRUPOS Primeiro Grupo: Pesquisar sobre os dados bibliográficos Segundo Grupo: Pesquisar sobre o legado deixado por tal personalidade Terceiro Grupo: Pesquisar curiosidades gerais / específicas Quarto Grupo: Representações artísticas (Esse grupo será responsável por realizar desenhos, ilustrações e obras de arte para serem expostas no dia 08 de Março. 3ª ETAPA: TREINANDO PARA APRESENTAÇÃO Cada GRUPO deverá selecionar os integrantes para se apresentarem no dia 08 de Março. 4ª ETAPA: Dia 08 de Março (APRESENTAÇÃO FINAL) Nesse dia, a sala inteira deverá ajudar a decorar a sala pensando no meio ambiente para evitar qualquer excesso e desperdício.  Depois da apresentação, os professores poderão avaliar os trabalhos e, cada turma poderá receber até meio ponto em todas as disciplinas do primeiro bimestre.