SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
03
Existe, no entanto, outra história que remonta a um
incêndio que de fato aconteceu em Nova York, no dia
25 de março de 1911. Esse incêndio aconteceu na
Triangle Shirtwaist Company e vitimou 146 pessoas,
125 mulheres e 21 homens, sendo a maioria dos
mortos judeus. Essa história é considerada um dos
marcos para o estabelecimento do Dia das Mulheres.
As causas desse incêndio foram as péssimas
instalações elétricas associadas à composição do solo e
das repartições da fábrica e, também, à grande
quantidade de tecido presente no recinto, o que serviu
de combustível para o fogo. Além disso, alguns
proprietários de fábricas da época, incluindo o da
Triangle, trancavam seus funcionários na fábrica
durante o expediente como forma de conter motins e
greves. No momento em que a Triangle pegou fogo, as
portas estavam trancadas."
TEXTO “DESCONHECIDAS” – Cris Mendonça
Seis horas da manhã e ela já estava na estrada a
caminho do trabalho: não tinha burro, nem cavalo,
apenas seus chinelos gastos e um dos seus três vestidos
a lhe acompanhar. Conforme percorria os quatro
quilômetros que a separavam da fazenda onde
cozinhava, de segunda a sábado, ia pensando nos
pratos do dia: arroz, feijão, carne de porco na banha
ou, quem sabe, arroz, feijão, chuchu picadinho e
galinha. A patroa iria instruí-la, com certeza, mas era
bom já ir pensando. Aquela mulher caminhante,
magra, de pele riscada e cabelos enevoados,
trabalhava para colocar comida na própria mesa. Viúva
de um amor bem-vivido, sem filhos, tinha duas alegrias
na vida: rezar para Nossa Senhora e escrever poesia em
um caderninho que comprara com muito esforço. Com
os dedos grossos e calejados, ela às vezes economizava
as palavras para não gastar o lápis, mas cada verso
estava memorizado no coração. Estudou pouco, mas
nunca perdeu o gosto pelas letras. Se não tinha meios
04
tradicionais para viver sua literatura, escrevia no chão
batido com graveto de árvore. Um dia ela morreria sem
que ninguém tivesse lido seus versos ou ousasse
pensar que ela era uma poeta. Não dessas que
publicam livros e são entrevistadas nos jornais, mas as
que fazem dos seus próprios desertos, jardins.
Assim como a voz que nunca cantou para uma plateia,
pois não sabia sobre a sua própria potência. Divertida,
generosa e rechonchuda, alvejou tantas roupas da
cidade que poderia ter sido chamada de Branca, mas
poucos sabiam sequer o seu nome verdadeiro.
Deixavam em seu lar modesto as trouxas de roupas
sujas e, voltavam depois, com o pagamento. Essa gente
mal sabia que retornava para casa, com roupa limpa de
alma cantada. A lavadeira, com voz de cantora de
ópera e apaixonada pelas famosas do rádio, era
corajosa, era mãe, era mulher, mas sobretudo, era
alma de passarinho.
Feito a mulher que subia oito degraus, todo santo dia,
apenas para dar bom dia à menina recém-chegada ao
escritório. Ela sabia sobre a importância de receber um
sorriso em ambientes estranhos, assim como também
conhecia, de cor e salteado, o sentimento de não
acolhimento. Após o cumprimento, voltava para a sua
sala, ligava o computador e desfiava o dia entre e-
mails, ligações e abacaxis para serem descascados:
egos, prazos, projetos e resultados compunham a
rotina de quem, ao final do dia, voltava para uma casa
cheia de gente e nenhum sorriso.
Assim como as Joanas, Marias, Carolinas, Conceições,
Amandas, Lourdes, Teresas, Amélias, Sônias e
Cristinas: as mulheres não vistas, invisíveis nos seus
detalhes e potências, reduzidas a recortes. Por isso, é
necessário ser morada da poesia, voz que ecoa no
quintal ou bom dia que aquece, por mais que eles não
alcancem o coração do outro. A paz que importa
começa em nós.
05
QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO
1) Quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher?
2) O que simboliza o Dia Internacional da Mulher?
3) Explique o que você compreende por “machismo”.
4) Você acredita ser importante o Dia Internacional da
Mulher? Por quê?
5) Qual é a história verídica que se relaciona ao marco
para o estabelecimento do Dia das Mulheres?
6) Quais foram as causas do incêndio que ocorreu na
Triangle Shirtwaist Company?
7) Quando o Dia Internacional das Mulheres foi
oficializado?
8) Realize uma interpretação do título
“Desconhecidas” de Cris Mendonça.
9) Qual o objetivo central do texto “Desconhecidas” de
Cris Mendonça?
10) Realize uma homenagem às “mulheres não vistas,
invisíveis nos seus detalhes e potências, reduzidas a
recortes.”
Bom trabalho!
01
PROFESSORA PAULA MEYER 02
DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES
"O Dia Internacional da Mulher é uma data
comemorativa que foi oficializada pela Organização
das Nações Unidas na década de 1970. Essa data
simboliza a luta histórica das mulheres para terem suas
condições equiparadas às dos homens. Inicialmente,
essa data remetia à reivindicação por igualdade
salarial, mas, atualmente, simboliza a luta das
mulheres não apenas contra a desigualdade salarial,
mas também contra o machismo e a violência."
HISTÓRIA DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER
O Dia Internacional da Mulher existe, enquanto data
comemorativa, como resultado da luta das mulheres
por meio de manifestações, greves, comitês etc. Essa
mobilização política, ao longo do século XX, deu
importância para o 8 de março como um momento de
reflexão e de luta. A construção dessa data está
relacionada a uma sucessão de acontecimentos.
Uma primeira história que ficou muito conhecida como
fundadora desse dia narra que, em 8 de março de 1857,
129 operárias morreram carbonizadas em um incêndio
ocorrido nas instalações de uma fábrica têxtil na cidade
de Nova York. Supostamente, esse incêndio teria sido
intencional, causado pelo proprietário da fábrica,
como forma de repressão extrema às greves e levantes
das operárias, por isso teria trancado suas funcionárias
na fábrica e ateado fogo nelas. Essa história, contudo,
é falsa e, por isso, o 8 de março não está ligado a ela.
Incêndio de 1911 marca luta feminina

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Incêndio de 1911 marca luta feminina

Segunda fase do modernismo . trabalho de portugues
Segunda fase do modernismo . trabalho de portuguesSegunda fase do modernismo . trabalho de portugues
Segunda fase do modernismo . trabalho de portuguesAlenice01
 
Semana de Arte Moderna (1ª geração poesia)
Semana de Arte Moderna (1ª geração poesia)Semana de Arte Moderna (1ª geração poesia)
Semana de Arte Moderna (1ª geração poesia)Thiago Pereira
 
Apresentação de pedro guilherme moreira
Apresentação de pedro guilherme moreiraApresentação de pedro guilherme moreira
Apresentação de pedro guilherme moreiraMaria Paredes
 
A Voz Feminina no Romance Maranhense: uma análise da obra Úrsula de Maria Fir...
A Voz Feminina no Romance Maranhense: uma análise da obra Úrsula de Maria Fir...A Voz Feminina no Romance Maranhense: uma análise da obra Úrsula de Maria Fir...
A Voz Feminina no Romance Maranhense: uma análise da obra Úrsula de Maria Fir...Joselma Mendes
 
Lygia Fagundes Telles
Lygia Fagundes TellesLygia Fagundes Telles
Lygia Fagundes Tellescvp
 
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyCláudia Heloísa
 
Sugestões da tua biblioteca 2010 11
Sugestões da tua biblioteca 2010 11Sugestões da tua biblioteca 2010 11
Sugestões da tua biblioteca 2010 11bibliotecaesla
 

Semelhante a Incêndio de 1911 marca luta feminina (20)

Segunda fase do modernismo . trabalho de portugues
Segunda fase do modernismo . trabalho de portuguesSegunda fase do modernismo . trabalho de portugues
Segunda fase do modernismo . trabalho de portugues
 
Semana de Arte Moderna (1ª geração poesia)
Semana de Arte Moderna (1ª geração poesia)Semana de Arte Moderna (1ª geração poesia)
Semana de Arte Moderna (1ª geração poesia)
 
Eça de Queiroz
Eça de QueirozEça de Queiroz
Eça de Queiroz
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 
Rachel de queiroz
Rachel de queirozRachel de queiroz
Rachel de queiroz
 
Apresentação de pedro guilherme moreira
Apresentação de pedro guilherme moreiraApresentação de pedro guilherme moreira
Apresentação de pedro guilherme moreira
 
Carlos Drummond
Carlos DrummondCarlos Drummond
Carlos Drummond
 
PRE-MODERNISMO.pptx
PRE-MODERNISMO.pptxPRE-MODERNISMO.pptx
PRE-MODERNISMO.pptx
 
PRE-MODERNISMO.pptx
PRE-MODERNISMO.pptxPRE-MODERNISMO.pptx
PRE-MODERNISMO.pptx
 
A Voz Feminina no Romance Maranhense: uma análise da obra Úrsula de Maria Fir...
A Voz Feminina no Romance Maranhense: uma análise da obra Úrsula de Maria Fir...A Voz Feminina no Romance Maranhense: uma análise da obra Úrsula de Maria Fir...
A Voz Feminina no Romance Maranhense: uma análise da obra Úrsula de Maria Fir...
 
Rachel de queiroz
Rachel de queirozRachel de queiroz
Rachel de queiroz
 
PRÉ-MODERNISMO.pptx
PRÉ-MODERNISMO.pptxPRÉ-MODERNISMO.pptx
PRÉ-MODERNISMO.pptx
 
Pre modernismo
Pre modernismoPre modernismo
Pre modernismo
 
Lygia Fagundes Telles
Lygia Fagundes TellesLygia Fagundes Telles
Lygia Fagundes Telles
 
Boletim informativo Contacto - março 2024
Boletim informativo Contacto - março 2024Boletim informativo Contacto - março 2024
Boletim informativo Contacto - março 2024
 
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena Morley
 
Sugestões da tua biblioteca 2010 11
Sugestões da tua biblioteca 2010 11Sugestões da tua biblioteca 2010 11
Sugestões da tua biblioteca 2010 11
 
Pré-modernismo
Pré-modernismoPré-modernismo
Pré-modernismo
 
Zaigezunt 14
Zaigezunt 14Zaigezunt 14
Zaigezunt 14
 
.
..
.
 

Mais de Paula Meyer Piagentini

Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao RomantismoJogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao RomantismoPaula Meyer Piagentini
 
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Paula Meyer Piagentini
 
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Paula Meyer Piagentini
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no BrasilEscritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no BrasilPaula Meyer Piagentini
 
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIXTabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIXPaula Meyer Piagentini
 
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)Paula Meyer Piagentini
 
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino MédioMapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino MédioPaula Meyer Piagentini
 
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino MédioMapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino MédioPaula Meyer Piagentini
 
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)Paula Meyer Piagentini
 

Mais de Paula Meyer Piagentini (20)

Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao RomantismoJogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
 
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
 
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no BrasilEscritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
 
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIXTabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
 
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
 
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino MédioMapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
 
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino MédioMapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
 
Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Interpretação Textual (Sétimo Ano)Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Interpretação Textual (Sétimo Ano)
 
Síndromes
Síndromes Síndromes
Síndromes
 
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
 
Projeto Poesia
Projeto PoesiaProjeto Poesia
Projeto Poesia
 
Projeto Interdisciplinar
Projeto Interdisciplinar Projeto Interdisciplinar
Projeto Interdisciplinar
 
Orientação de Estudos
Orientação de EstudosOrientação de Estudos
Orientação de Estudos
 

Último

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 

Último (20)

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 

Incêndio de 1911 marca luta feminina

  • 1. 03 Existe, no entanto, outra história que remonta a um incêndio que de fato aconteceu em Nova York, no dia 25 de março de 1911. Esse incêndio aconteceu na Triangle Shirtwaist Company e vitimou 146 pessoas, 125 mulheres e 21 homens, sendo a maioria dos mortos judeus. Essa história é considerada um dos marcos para o estabelecimento do Dia das Mulheres. As causas desse incêndio foram as péssimas instalações elétricas associadas à composição do solo e das repartições da fábrica e, também, à grande quantidade de tecido presente no recinto, o que serviu de combustível para o fogo. Além disso, alguns proprietários de fábricas da época, incluindo o da Triangle, trancavam seus funcionários na fábrica durante o expediente como forma de conter motins e greves. No momento em que a Triangle pegou fogo, as portas estavam trancadas." TEXTO “DESCONHECIDAS” – Cris Mendonça Seis horas da manhã e ela já estava na estrada a caminho do trabalho: não tinha burro, nem cavalo, apenas seus chinelos gastos e um dos seus três vestidos a lhe acompanhar. Conforme percorria os quatro quilômetros que a separavam da fazenda onde cozinhava, de segunda a sábado, ia pensando nos pratos do dia: arroz, feijão, carne de porco na banha ou, quem sabe, arroz, feijão, chuchu picadinho e galinha. A patroa iria instruí-la, com certeza, mas era bom já ir pensando. Aquela mulher caminhante, magra, de pele riscada e cabelos enevoados, trabalhava para colocar comida na própria mesa. Viúva de um amor bem-vivido, sem filhos, tinha duas alegrias na vida: rezar para Nossa Senhora e escrever poesia em um caderninho que comprara com muito esforço. Com os dedos grossos e calejados, ela às vezes economizava as palavras para não gastar o lápis, mas cada verso estava memorizado no coração. Estudou pouco, mas nunca perdeu o gosto pelas letras. Se não tinha meios 04 tradicionais para viver sua literatura, escrevia no chão batido com graveto de árvore. Um dia ela morreria sem que ninguém tivesse lido seus versos ou ousasse pensar que ela era uma poeta. Não dessas que publicam livros e são entrevistadas nos jornais, mas as que fazem dos seus próprios desertos, jardins. Assim como a voz que nunca cantou para uma plateia, pois não sabia sobre a sua própria potência. Divertida, generosa e rechonchuda, alvejou tantas roupas da cidade que poderia ter sido chamada de Branca, mas poucos sabiam sequer o seu nome verdadeiro. Deixavam em seu lar modesto as trouxas de roupas sujas e, voltavam depois, com o pagamento. Essa gente mal sabia que retornava para casa, com roupa limpa de alma cantada. A lavadeira, com voz de cantora de ópera e apaixonada pelas famosas do rádio, era corajosa, era mãe, era mulher, mas sobretudo, era alma de passarinho. Feito a mulher que subia oito degraus, todo santo dia, apenas para dar bom dia à menina recém-chegada ao escritório. Ela sabia sobre a importância de receber um sorriso em ambientes estranhos, assim como também conhecia, de cor e salteado, o sentimento de não acolhimento. Após o cumprimento, voltava para a sua sala, ligava o computador e desfiava o dia entre e- mails, ligações e abacaxis para serem descascados: egos, prazos, projetos e resultados compunham a rotina de quem, ao final do dia, voltava para uma casa cheia de gente e nenhum sorriso. Assim como as Joanas, Marias, Carolinas, Conceições, Amandas, Lourdes, Teresas, Amélias, Sônias e Cristinas: as mulheres não vistas, invisíveis nos seus detalhes e potências, reduzidas a recortes. Por isso, é necessário ser morada da poesia, voz que ecoa no quintal ou bom dia que aquece, por mais que eles não alcancem o coração do outro. A paz que importa começa em nós. 05 QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO 1) Quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher? 2) O que simboliza o Dia Internacional da Mulher? 3) Explique o que você compreende por “machismo”. 4) Você acredita ser importante o Dia Internacional da Mulher? Por quê? 5) Qual é a história verídica que se relaciona ao marco para o estabelecimento do Dia das Mulheres? 6) Quais foram as causas do incêndio que ocorreu na Triangle Shirtwaist Company? 7) Quando o Dia Internacional das Mulheres foi oficializado? 8) Realize uma interpretação do título “Desconhecidas” de Cris Mendonça. 9) Qual o objetivo central do texto “Desconhecidas” de Cris Mendonça? 10) Realize uma homenagem às “mulheres não vistas, invisíveis nos seus detalhes e potências, reduzidas a recortes.” Bom trabalho!
  • 2. 01 PROFESSORA PAULA MEYER 02 DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES "O Dia Internacional da Mulher é uma data comemorativa que foi oficializada pela Organização das Nações Unidas na década de 1970. Essa data simboliza a luta histórica das mulheres para terem suas condições equiparadas às dos homens. Inicialmente, essa data remetia à reivindicação por igualdade salarial, mas, atualmente, simboliza a luta das mulheres não apenas contra a desigualdade salarial, mas também contra o machismo e a violência." HISTÓRIA DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER O Dia Internacional da Mulher existe, enquanto data comemorativa, como resultado da luta das mulheres por meio de manifestações, greves, comitês etc. Essa mobilização política, ao longo do século XX, deu importância para o 8 de março como um momento de reflexão e de luta. A construção dessa data está relacionada a uma sucessão de acontecimentos. Uma primeira história que ficou muito conhecida como fundadora desse dia narra que, em 8 de março de 1857, 129 operárias morreram carbonizadas em um incêndio ocorrido nas instalações de uma fábrica têxtil na cidade de Nova York. Supostamente, esse incêndio teria sido intencional, causado pelo proprietário da fábrica, como forma de repressão extrema às greves e levantes das operárias, por isso teria trancado suas funcionárias na fábrica e ateado fogo nelas. Essa história, contudo, é falsa e, por isso, o 8 de março não está ligado a ela.