SlideShare uma empresa Scribd logo
03
1) Com as suas palavras explique o que é a Síndrome de Peter Pan.
2) O que seria uma “zona de conforto”?
3) Qual a relação entre a Síndrome de Peter Pan e a composição?
4) O que a Síndrome de Peter Pan pode acarretar?
5)A Síndrome de Peter Pan é mais comum em homens. Explique o
porquê isso acontece.
SÍNDROME DE WENDY
Ainda não está incluída no Manual Diagnóstico e Estatístico de
Transtornos Mentais (DSM), esse problema já é conhecido pela
medicina e pela psicologia desde os anos 80;
A síndrome foi denominada “Wendy” porque as mulheres que
apresentam esse comportamento são comparadas à fiel
companheira de Peter Pan, que assumia todas as
responsabilidades do menino para protegê-lo e poupá-lo de
desapontamentos com a vida. Assim, esse transtorno é associado
a mulheres que costumam agir como mães superprotetoras de
pessoas que amam.
CARACTERÍSTICAS
✓ Sentimento de culpa sempre que algo dá errado;
✓ Sentimento de inferioridade diante de outras pessoas;
✓ Medo e insegurança com relação às próprias relações
pessoais;
✓ Isolamento e distanciamento em circunstâncias
aleatórias;
✓ Irritabilidade e picos de ansiedade sem razão aparente.
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
6)Qual a relação entre a imagem acima e a Síndrome de Wendy?
04
SÍNDROME DE DORIAN GRAY
No livro O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde narra a história de um
homem hedonista e narcisista, tão preocupado com a manutenção da
sua juventude que fica fascinado com a imortalização de seu retrato
ainda jovem. Ele expressa o desejo de que o retrato envelheça em seu
lugar – e é isso o que acontece, permitindo que o personagem continue a
perseguir seus prazeres e paixões da flor da idade.
A síndrome de Dorian Gray foi citada pela primeira vez no ano
2000 pelo psiquiatra Brosig B., que escreveu um texto que tinha
exatamente esse nome. Ele notou um aumento no número de
pacientes que chegavam ao seu consultório quase em estado de
pânico por causa do envelhecimento.
CARACTERÍSTICAS
✓ Pavor da deformidade (dismorfofobia);
✓ Total negação do processo de amadurecimento físico e
emocional;
✓ Abuso do uso de procedimentos para mudar a
aparência;
✓ Consumo de medicamentos para desacelerar os
processos de envelhecimento ou melhorar funções que
estão se perdendo;
✓ Transtornos de ansiedade;
✓ Distúrbios de personalidade;
✓ Comportamento autodestrutivo.
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
Salão de Beleza
Zeca Baleiro
Se ela se penteia eu não sei
Se ela usa maquiagem eu não sei
Se aquela mulher é vaidosa eu não sei
Eu não sei, eu não sei
Vem você me dizer que vai a um salão de beleza
Fazer permanente massagem rinsagem
Reflexo e otras cositas más (2x)
Baby você não precisa de um salão de beleza
Há menos beleza num salão de beleza
A sua beleza é bem maior do que qualquer beleza de qualquer salão (2x)
Mundo velho e decadente mundo
Ainda não aprendeu a admirar a beleza
A verdadeira beleza
A beleza que põe mesa
E que deita na cama
A beleza de quem come
05
A beleza de quem ama
A beleza do erro
Do engano
Da imperfeição
Belle belle como Linda Envangelista
Linda Linda como Isabelle Adjani
Ai bela morena ai morena bela
Quem foi que te fez tão formosa
É mais linda que a rosa
Debruçada na janela
7) Relacione algum elemento da composição com uma
característica da Síndrome de Dorian Gray.
8) Você acredita que a Síndrome de Dorian Gray esteja
relacionada com os padrões sociais? Justifique sua resposta.
COMPLEXO DE CINDERELA
A origem mais antiga de “Cinderela” surgiu na China em 860 a.C., mas as
versões mais populares foram as do francês Charles Perrault, e dos
irmãos Grimm, da Alemanha.
Com base no conto da Cinderela, em 1981 a pesquisadora Colette
Dowling estudou o medo que muitas mulheres têm diante da
própria independência. Para Dowling, mulheres que apresentam
esse complexo possuem em seu inconsciente o desejo de serem
cuidadas o tempo todo, ignorando suas próprias vontades e
gostos, como se a independência fosse uma ameaça.
CARACTERÍSTICAS
✓ Deixa de lado suas próprias vontades ou atividades;
✓ Acredita que sempre existirá alguém mais “forte” para
protegê-la;
✓ Sente necessidade de ser cuidada.
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
9) Além da Cinderela, qual personagem pode ser caracterizado
com essa crise?
10) Apenas mulheres dependentes emocionais possuem esse
complexo? Explique.
Bom trabalho!
Professora Paula Meyer
01
“Oralidade e produção escrita: as
representações do EU”
Professora Paula Meyer
AULA 03: A PSICOLOGIA E A LITERATURA
02
SÍNDROME DE PETER PAN
James Matthew Barrie, criador de Peter Pan foi um escritor e
dramaturgo britânico do século XIX nascido na Escócia.
Foi aceita pela psicologia em 1983 quando o Dr. Dan Kiley
escreveu um livro ’’Síndrome do homem que nunca cresce”;
Mais comum em homens, mas pode afetar as mulheres.
CARACTERÍSTICAS
✓ Insegurança;
✓ Pouca autoestima;
✓ Se relacionam com pessoas mais novas;
✓ Sempre dão desculpas para tudo;
✓ Não possuem responsabilidades;
✓ Insatisfação;
✓ Não se esforçam para conseguir algo;
✓ Egoístas;
✓ Gostam de ordenar e criticar;
✓ Necessitam chamar atenção;
✓ Se comportam como crianças;
✓ Choram com facilidade.
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
Peter Pan (part. Groove Delight)
Samantha Machado
Veja que pena essa moça bonita
Que ainda acredita que sabe o que quer
Calou-se acanhada num canto
Parado num ponto, manteve perdido o olhar
Pensa na vida, paixão infinita
Que desde pequena sente por viver
Tem tanto querer
Mas há de entender
Tem tempo pra tudo, menina
Deixa de uma vez de ser só passageira
Do rumo que leva sua ambição
Deixa de pensar que tudo é brincadeira
Acho que isso é Síndrome de Peter Pan
(Pan)
Acho que isso é Síndrome de Peter Pan!
Com força total pro meio do nada
Vai contrariada pelo que não é
Como ela esperava e decide ser livre
Leve, solta, longe do que cega a fé
Não se sente parte integrante do todo
E a zona de conforto é uma pedra no pé
Não vê quem não quer
Abre o olho mulher
Tem tempo pra tudo menina
(Tem tempo pra tudo menina)
O QUE SÃO
SÍNDROMES / COMPLEXOS?
???????
As síndromes psicológicas consistem em
distúrbios e perturbações que trazem
prejuízos à saúde mental. Além disso, causam
impactos na vida social, nos sentimentos, na
percepção da realidade e podem levar a
problemas físicos.
Vale a pena ressaltar que uma síndrome é
determinada por um conjunto de sintomas
frequentes.
Síndromes

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Síndromes

Primeiro livro do escritor augusto nunes filho
Primeiro livro do escritor augusto nunes filho  Primeiro livro do escritor augusto nunes filho
Primeiro livro do escritor augusto nunes filho
alannhouse
 
20130327 ceva palestra a mulher do seculo 21
20130327 ceva palestra a mulher do seculo 2120130327 ceva palestra a mulher do seculo 21
20130327 ceva palestra a mulher do seculo 21
Dora Machado Consultoria
 
20130319 sindipecas palestra a mulher do seculo 21
20130319 sindipecas palestra a mulher do seculo 2120130319 sindipecas palestra a mulher do seculo 21
20130319 sindipecas palestra a mulher do seculo 21
Dora Machado Consultoria
 
Familia Que Faz Mal
Familia Que Faz MalFamilia Que Faz Mal
Familia Que Faz Mal
Tatiana Back
 
Guerra da Paixão
Guerra da PaixãoGuerra da Paixão
Guerra da Paixão
adrielfunny
 
Ebook Estados de Ego
Ebook Estados de EgoEbook Estados de Ego
Ebook Estados de Ego
Espaço da Mente
 
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores BordignonAprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Dolores Bordignon
 
TODXS 7a onda | Relatório compacto
TODXS 7a onda | Relatório compactoTODXS 7a onda | Relatório compacto
TODXS 7a onda | Relatório compacto
Isabel Aquino
 
16616912.ppt
16616912.ppt16616912.ppt
16616912.ppt
MayOliveira13
 
Como lidar com pessoas difíceis
Como lidar com pessoas difíceisComo lidar com pessoas difíceis
Como lidar com pessoas difíceis
luzcarpin
 
A mentira e seus desdobramentos
A mentira e seus desdobramentosA mentira e seus desdobramentos
A mentira e seus desdobramentos
PAULO DOMINGUES
 
Normose
NormoseNormose
Normose
Val Ruas
 
Abcvida identidade e família
Abcvida identidade e famíliaAbcvida identidade e família
Abcvida identidade e família
luizsuss
 
Transtorno dissociativo de identidade final
Transtorno dissociativo de identidade finalTranstorno dissociativo de identidade final
Transtorno dissociativo de identidade final
Angelo Magliani
 
Citylinker Autenticidade
Citylinker AutenticidadeCitylinker Autenticidade
Citylinker Autenticidade
City
 
Vença a timidez
Vença a timidezVença a timidez
Autoestima
AutoestimaAutoestima
Autoestima
Rosiane Fernandes
 
Mulheres gostosas as técnicas mais utilizadas
Mulheres gostosas as técnicas mais utilizadasMulheres gostosas as técnicas mais utilizadas
Mulheres gostosas as técnicas mais utilizadas
Diana Vasconcelos
 
Apresentação livro das famílias
Apresentação livro das famíliasApresentação livro das famílias
Apresentação livro das famílias
Cleverton Epormucena
 
Manter uma Distância Emocional pode ser uma Anorexia Afetiva
Manter uma Distância Emocional pode ser uma Anorexia AfetivaManter uma Distância Emocional pode ser uma Anorexia Afetiva
Manter uma Distância Emocional pode ser uma Anorexia Afetiva
Kátia Pereira
 

Semelhante a Síndromes (20)

Primeiro livro do escritor augusto nunes filho
Primeiro livro do escritor augusto nunes filho  Primeiro livro do escritor augusto nunes filho
Primeiro livro do escritor augusto nunes filho
 
20130327 ceva palestra a mulher do seculo 21
20130327 ceva palestra a mulher do seculo 2120130327 ceva palestra a mulher do seculo 21
20130327 ceva palestra a mulher do seculo 21
 
20130319 sindipecas palestra a mulher do seculo 21
20130319 sindipecas palestra a mulher do seculo 2120130319 sindipecas palestra a mulher do seculo 21
20130319 sindipecas palestra a mulher do seculo 21
 
Familia Que Faz Mal
Familia Que Faz MalFamilia Que Faz Mal
Familia Que Faz Mal
 
Guerra da Paixão
Guerra da PaixãoGuerra da Paixão
Guerra da Paixão
 
Ebook Estados de Ego
Ebook Estados de EgoEbook Estados de Ego
Ebook Estados de Ego
 
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores BordignonAprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
 
TODXS 7a onda | Relatório compacto
TODXS 7a onda | Relatório compactoTODXS 7a onda | Relatório compacto
TODXS 7a onda | Relatório compacto
 
16616912.ppt
16616912.ppt16616912.ppt
16616912.ppt
 
Como lidar com pessoas difíceis
Como lidar com pessoas difíceisComo lidar com pessoas difíceis
Como lidar com pessoas difíceis
 
A mentira e seus desdobramentos
A mentira e seus desdobramentosA mentira e seus desdobramentos
A mentira e seus desdobramentos
 
Normose
NormoseNormose
Normose
 
Abcvida identidade e família
Abcvida identidade e famíliaAbcvida identidade e família
Abcvida identidade e família
 
Transtorno dissociativo de identidade final
Transtorno dissociativo de identidade finalTranstorno dissociativo de identidade final
Transtorno dissociativo de identidade final
 
Citylinker Autenticidade
Citylinker AutenticidadeCitylinker Autenticidade
Citylinker Autenticidade
 
Vença a timidez
Vença a timidezVença a timidez
Vença a timidez
 
Autoestima
AutoestimaAutoestima
Autoestima
 
Mulheres gostosas as técnicas mais utilizadas
Mulheres gostosas as técnicas mais utilizadasMulheres gostosas as técnicas mais utilizadas
Mulheres gostosas as técnicas mais utilizadas
 
Apresentação livro das famílias
Apresentação livro das famíliasApresentação livro das famílias
Apresentação livro das famílias
 
Manter uma Distância Emocional pode ser uma Anorexia Afetiva
Manter uma Distância Emocional pode ser uma Anorexia AfetivaManter uma Distância Emocional pode ser uma Anorexia Afetiva
Manter uma Distância Emocional pode ser uma Anorexia Afetiva
 

Mais de Paula Meyer Piagentini

Slides sobre o Romantismo (Primeira, Segunda e Terceira Fase)
Slides sobre o Romantismo (Primeira, Segunda e Terceira Fase)Slides sobre o Romantismo (Primeira, Segunda e Terceira Fase)
Slides sobre o Romantismo (Primeira, Segunda e Terceira Fase)
Paula Meyer Piagentini
 
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando PessoaModernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Paula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Paula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Paula Meyer Piagentini
 
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao RomantismoJogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Paula Meyer Piagentini
 
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Paula Meyer Piagentini
 
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Paula Meyer Piagentini
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Paula Meyer Piagentini
 
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no BrasilEscritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Paula Meyer Piagentini
 
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIXTabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Paula Meyer Piagentini
 
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Paula Meyer Piagentini
 
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino MédioMapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Paula Meyer Piagentini
 
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino MédioMapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Paula Meyer Piagentini
 
Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Interpretação Textual (Sétimo Ano)Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Paula Meyer Piagentini
 
Dia Internacional das Mulheres
Dia Internacional das MulheresDia Internacional das Mulheres
Dia Internacional das Mulheres
Paula Meyer Piagentini
 
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Paula Meyer Piagentini
 
Projeto Poesia
Projeto PoesiaProjeto Poesia
Projeto Poesia
Paula Meyer Piagentini
 

Mais de Paula Meyer Piagentini (20)

Slides sobre o Romantismo (Primeira, Segunda e Terceira Fase)
Slides sobre o Romantismo (Primeira, Segunda e Terceira Fase)Slides sobre o Romantismo (Primeira, Segunda e Terceira Fase)
Slides sobre o Romantismo (Primeira, Segunda e Terceira Fase)
 
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando PessoaModernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
Modernismo em Portugal e os Heterônimos de Fernando Pessoa
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao RomantismoJogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
Jogo Literário: Do Trovadorismo ao Romantismo
 
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Arcadismo (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
 
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
Barroco (Contexto Histórico, Arte, Literatura)
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no BrasilEscritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
Escritores pertencentes ao Pré-Modernismo no Brasil
 
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIXTabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
Tabela Escolas Literárias Segunda Metade do século XIX
 
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
Escolas Literárias (Segunda Metade do século XIX)
 
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino MédioMapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
Mapa Mental (Humanismo e Classicismo) / Ensino Médio
 
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino MédioMapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
Mapa Conceitual Trovadorismo / Literatura Ensino Médio
 
Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Interpretação Textual (Sétimo Ano)Interpretação Textual (Sétimo Ano)
Interpretação Textual (Sétimo Ano)
 
Dia Internacional das Mulheres
Dia Internacional das MulheresDia Internacional das Mulheres
Dia Internacional das Mulheres
 
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
Atividade de Interpretação (Projeto Poesia)
 
Projeto Poesia
Projeto PoesiaProjeto Poesia
Projeto Poesia
 

Último

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 

Último (20)

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 

Síndromes

  • 1. 03 1) Com as suas palavras explique o que é a Síndrome de Peter Pan. 2) O que seria uma “zona de conforto”? 3) Qual a relação entre a Síndrome de Peter Pan e a composição? 4) O que a Síndrome de Peter Pan pode acarretar? 5)A Síndrome de Peter Pan é mais comum em homens. Explique o porquê isso acontece. SÍNDROME DE WENDY Ainda não está incluída no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM), esse problema já é conhecido pela medicina e pela psicologia desde os anos 80; A síndrome foi denominada “Wendy” porque as mulheres que apresentam esse comportamento são comparadas à fiel companheira de Peter Pan, que assumia todas as responsabilidades do menino para protegê-lo e poupá-lo de desapontamentos com a vida. Assim, esse transtorno é associado a mulheres que costumam agir como mães superprotetoras de pessoas que amam. CARACTERÍSTICAS ✓ Sentimento de culpa sempre que algo dá errado; ✓ Sentimento de inferioridade diante de outras pessoas; ✓ Medo e insegurança com relação às próprias relações pessoais; ✓ Isolamento e distanciamento em circunstâncias aleatórias; ✓ Irritabilidade e picos de ansiedade sem razão aparente. INTERPRETAÇÃO TEXTUAL 6)Qual a relação entre a imagem acima e a Síndrome de Wendy? 04 SÍNDROME DE DORIAN GRAY No livro O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde narra a história de um homem hedonista e narcisista, tão preocupado com a manutenção da sua juventude que fica fascinado com a imortalização de seu retrato ainda jovem. Ele expressa o desejo de que o retrato envelheça em seu lugar – e é isso o que acontece, permitindo que o personagem continue a perseguir seus prazeres e paixões da flor da idade. A síndrome de Dorian Gray foi citada pela primeira vez no ano 2000 pelo psiquiatra Brosig B., que escreveu um texto que tinha exatamente esse nome. Ele notou um aumento no número de pacientes que chegavam ao seu consultório quase em estado de pânico por causa do envelhecimento. CARACTERÍSTICAS ✓ Pavor da deformidade (dismorfofobia); ✓ Total negação do processo de amadurecimento físico e emocional; ✓ Abuso do uso de procedimentos para mudar a aparência; ✓ Consumo de medicamentos para desacelerar os processos de envelhecimento ou melhorar funções que estão se perdendo; ✓ Transtornos de ansiedade; ✓ Distúrbios de personalidade; ✓ Comportamento autodestrutivo. INTERPRETAÇÃO TEXTUAL Salão de Beleza Zeca Baleiro Se ela se penteia eu não sei Se ela usa maquiagem eu não sei Se aquela mulher é vaidosa eu não sei Eu não sei, eu não sei Vem você me dizer que vai a um salão de beleza Fazer permanente massagem rinsagem Reflexo e otras cositas más (2x) Baby você não precisa de um salão de beleza Há menos beleza num salão de beleza A sua beleza é bem maior do que qualquer beleza de qualquer salão (2x) Mundo velho e decadente mundo Ainda não aprendeu a admirar a beleza A verdadeira beleza A beleza que põe mesa E que deita na cama A beleza de quem come 05 A beleza de quem ama A beleza do erro Do engano Da imperfeição Belle belle como Linda Envangelista Linda Linda como Isabelle Adjani Ai bela morena ai morena bela Quem foi que te fez tão formosa É mais linda que a rosa Debruçada na janela 7) Relacione algum elemento da composição com uma característica da Síndrome de Dorian Gray. 8) Você acredita que a Síndrome de Dorian Gray esteja relacionada com os padrões sociais? Justifique sua resposta. COMPLEXO DE CINDERELA A origem mais antiga de “Cinderela” surgiu na China em 860 a.C., mas as versões mais populares foram as do francês Charles Perrault, e dos irmãos Grimm, da Alemanha. Com base no conto da Cinderela, em 1981 a pesquisadora Colette Dowling estudou o medo que muitas mulheres têm diante da própria independência. Para Dowling, mulheres que apresentam esse complexo possuem em seu inconsciente o desejo de serem cuidadas o tempo todo, ignorando suas próprias vontades e gostos, como se a independência fosse uma ameaça. CARACTERÍSTICAS ✓ Deixa de lado suas próprias vontades ou atividades; ✓ Acredita que sempre existirá alguém mais “forte” para protegê-la; ✓ Sente necessidade de ser cuidada. INTERPRETAÇÃO TEXTUAL 9) Além da Cinderela, qual personagem pode ser caracterizado com essa crise? 10) Apenas mulheres dependentes emocionais possuem esse complexo? Explique. Bom trabalho! Professora Paula Meyer
  • 2. 01 “Oralidade e produção escrita: as representações do EU” Professora Paula Meyer AULA 03: A PSICOLOGIA E A LITERATURA 02 SÍNDROME DE PETER PAN James Matthew Barrie, criador de Peter Pan foi um escritor e dramaturgo britânico do século XIX nascido na Escócia. Foi aceita pela psicologia em 1983 quando o Dr. Dan Kiley escreveu um livro ’’Síndrome do homem que nunca cresce”; Mais comum em homens, mas pode afetar as mulheres. CARACTERÍSTICAS ✓ Insegurança; ✓ Pouca autoestima; ✓ Se relacionam com pessoas mais novas; ✓ Sempre dão desculpas para tudo; ✓ Não possuem responsabilidades; ✓ Insatisfação; ✓ Não se esforçam para conseguir algo; ✓ Egoístas; ✓ Gostam de ordenar e criticar; ✓ Necessitam chamar atenção; ✓ Se comportam como crianças; ✓ Choram com facilidade. INTERPRETAÇÃO TEXTUAL Peter Pan (part. Groove Delight) Samantha Machado Veja que pena essa moça bonita Que ainda acredita que sabe o que quer Calou-se acanhada num canto Parado num ponto, manteve perdido o olhar Pensa na vida, paixão infinita Que desde pequena sente por viver Tem tanto querer Mas há de entender Tem tempo pra tudo, menina Deixa de uma vez de ser só passageira Do rumo que leva sua ambição Deixa de pensar que tudo é brincadeira Acho que isso é Síndrome de Peter Pan (Pan) Acho que isso é Síndrome de Peter Pan! Com força total pro meio do nada Vai contrariada pelo que não é Como ela esperava e decide ser livre Leve, solta, longe do que cega a fé Não se sente parte integrante do todo E a zona de conforto é uma pedra no pé Não vê quem não quer Abre o olho mulher Tem tempo pra tudo menina (Tem tempo pra tudo menina) O QUE SÃO SÍNDROMES / COMPLEXOS? ??????? As síndromes psicológicas consistem em distúrbios e perturbações que trazem prejuízos à saúde mental. Além disso, causam impactos na vida social, nos sentimentos, na percepção da realidade e podem levar a problemas físicos. Vale a pena ressaltar que uma síndrome é determinada por um conjunto de sintomas frequentes.