SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
Baixar para ler offline
CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO
Técnico de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade
PPRROOGGRRAAMMAA
Componente de Formação Técnica
Disciplina de
CCoommuunniiccaaççããoo GGrrááffiiccaa
ee
AAuuddiioovviissuuaall
Escolas Proponentes/Autores
Escola Profissional Bento de Jesus
Caraça
Ulisses Garrido
Escola Profissional Centro Juvenil
Campanhã
Pedro Cascalheira
Escola Profissional Comércio Externo Maria João Morais
Escola Profissional Mariana Seixas José Faro
Escola Profissional Profitecla André Vieira
Pedro Castro
Escola Tecnológica Artística e
Profissional de Vale do Minho
Patrick Esteves
Valdemar Porto
Instituto Técnico Artístico e Profissional
de Coimbra
João Ferrand
Direcção-Geral de Formação Vocacional
2006 / 2007
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
1
Parte I
OOrrggâânniiccaa GGeerraall
Índice:
PPáággiinnaa
1. Caracterização da Disciplina ……. ……. … 2
2. Visão Geral do Programa …………. …...... 2
3. Competências a Desenvolver. ………. …. 2
4. Orientações Metodológicas / Avaliação …. 3
5. Elenco Modular …….....………………........ 4
6. Bibliografia …………………. …………. …. 5
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
2
1. Caracterização da Disciplina
A disciplina de Comunicação Gráfica e Audiovisual integra-se na componente técnica do Curso
Profissional de Técnico de Comunicação: Marketing, Relações Públicas e Publicidade, de nível 3, com
uma carga horária total de 430 horas, sugerindo-se a sua distribuição pelos 3 anos do curso.
O elenco modular proposto integra módulo opcionais que devem ser escolhidos pelas escolas de acordo
com a orientação dada ao curso e em função das características do mercado de emprego envolvente.
É uma das disciplinas da componente técnica que, no seu conjunto, proporcionam competências na área
da Fotografia Digital, Vídeo e Artes Gráficas. Pretende-se com a disciplina combinar a técnica da
narrativa da imagem com os elementos gráficos, optimizando o processo comunicativo quando aplicado
nas novas tecnologias. Trata-se de conceber através das imagens estáticas e dinâmicas quando aliadas
a suportes gráficos, conceitos de Design da Comunicação.
Deste modo, são finalidades da disciplina:
• tomar contacto com o aparecimento das Artes Gráficas e Design, bem como a sua evolução
histórica até às tecnologias em uso nos nossos dias;
• contactar com a história da Fotografia e evolução para o Cinema e mais tarde para o Vídeo;
• aprender a linguagem característica das artes gráficas;
• manipular equipamentos fotográficos;
• conhecer as bases da narrativa fílmica;
• adquirir competências de análise e crítica Audiovisual;
• conhecer as diferentes tecnologias de impressão gráfica;
• identificar os diferentes equipamentos inerentes à realização Audiovisual
• utilizar correctamente materiais e equipamentos gráficos;
• adquirir procedimentos profissionais;
• aplicar técnicas gráficas no âmbito da fotografia e vídeo;
• manipular com correcção equipamento fotográfico para as Artes Gráficas;
• desenvolver trabalhos no âmbito da fotografia e vídeo, recorrendo às tecnologias convencionais
ou digitais.
2. Visão Geral do Programa
Os conteúdos programáticos da disciplina estão definidos de acordo com os objectivos gerais referidos,
que por sua vez consideraram o mercado inerente, bem como o público a que se destina e os meios e
recursos disponíveis ou susceptíveis de o serem.
Este programa apresenta-se estruturado em módulos, com competências no domínio teórico e prático.
A possibilidade de diversificar saberes e aprendizagens é uma condição inerente a este programa,
podendo deste modo, variar os interesses de cada grupo em função da sua adaptação ao meio socio-
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
3
económico em que se insere.
Na avaliação das competências deve verificar-se se o aluno é ou não capaz de utilizar os saberes
adquiridos em cada módulo e igualmente se é ou não capaz de utilizar correctamente materiais e
equipamentos das diversas áreas de estudo.
O programa integra um conjunto de módulos base e de módulos opcionais que exigem uma aplicação
diferenciada, para uma carga horária total de 430 horas.
Os módulos base serão comuns a todas as escolas agregando desta forma um conjunto de saberes
estruturantes de um profissional desta área.
Os módulos opcionais, todos organizados com a mesma carga lectiva (30 horas) permitem que cada
escola forme profissionais que correspondam ao perfil solicitado pelo tecido empresarial da sua área
geográfica.
3. Competências a Desenvolver
De todas as finalidades e do programa decorrem competências fundamentais a desenvolver:
• seleccionar e avaliar informações relevantes para o diagnóstico;
• sistematizar dados e prever relações de causa-efeito;
• identificar a linguagem dos públicos, detectar os seus objectivos e elaborar propostas de acção
nessa base;
• planear, cumprir o planeado, ser capaz de reformular planos perante imprevistos e de os avaliar;
• aplicar os conceitos em contextos diversos;
• desenvolver actividades com autonomia e responsabilidade;
• usar a criatividade e ser aberto à inovação.
Devem ainda desenvolver-se, complementarmente a outras disciplinas, as seguintes competências:
• comunicar correctamente em português, por escrito e oralmente;
• revelar espírito crítico, argumentar e fundamentar os seus pontos de vista; rebater outros com
tolerância;
• elaborar sínteses, estruturar respostas correctamente, aplicar técnicas de apresentação apoiada.
4. Orientações Metodológicas / Avaliação
Da caracterização da disciplina, das finalidades propostas e das competências a desenvolver decorre a
utilização de metodologias activas que potenciem um processo contínuo de construção e reconstrução
dos saberes, por parte do aluno, onde a própria experiência conta, asumindo-o como o centro do
processo ensino-aprendizagem e transformando-o num produtor de saberes.
Será utilizada a aprendizagem através da resolução de problemas e a metodologia projectual.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
4
Implicando o aluno em todo o processo, são mobilizados conhecimentos, competências, valores e
atitudes, num processo de desafio e aposta na aprendizagem pela acção,
A metodologia de trabalho de projecto potencia aprendizagens significativas exigindo do professor uma
função dinamizadora permanente e exigente, bem como uma atenção permanente ao carácter integrador
dos saberes, logo, de interdisciplinaridade.
O trabalho colaborativo integrado em projectos é, por sua vez, estratégico com vista a competências
transversais, desde o trabalho de equipa, até ao desenvolvimento da solidariedade, da entreajuda e de
responsabilidade.
Os alunos deverão eles próprios desenvolver a capacidade de pesquisa, de análise e de leitura de
informação técnica e científica relevante em documentos diversificados (internet, jornais, revistas, etc.)
bem como recorrer a entrevistas e a inquéritos por questionário, assim como visitas e presença em
seminários e congressos e outros eventos relevantes. Para um contacto com a profissão e o mundo
empresarial.
Criar-se-ão espaços de apresentação dos resultados das pesquisas e de debates dos temas e das
actividades desenvolvidas, socializando assim os conhecimentos e aprendendo a aceitar as opiniões
dos outros, a confrontá-las com as suas e a fundamentar as suas opiniões.
A facilidade de práticas pedagógicas inclusivas assentará em processos de negociação e de
diferenciação dos percursos de formação e das aprendizagens.
A avaliação integrada no processo de ensino-aprendizagem possibilita uma regulação das práticas
pedagógicas e das aprendizagens dos alunos:
• o professor recolhe as informações necessárias para regular a aprendizagem dos alunos,
adequando as estratégias de ensino-aprendizagem, bem como estratégias de superação quando
necessárias;
• o aluno identifica os seus pontos fortes e fracos, construindo e reconstruindo permanentemente
os seus saberes e reformulando os processos de trabalho.
A avaliação é sistemática tendo como objectos, não só, os produtos mas, igualmente, os processos, as
atitudes e comportamentos. Supõe uma permanente interacção entre professor e alunos, promovendo
atitudes de auto e heteroavaliação, estimulando a progressão na aprendizagem.
Desta forma, a avaliação assumirá a sua dimensão formativa, enquanto fonte de reflexão contínua sobre
a prática pedagógica do professor e, estímulo ao aprender a aprender, por parte do aluno.
A construção do processo de avaliação implicará, então:
• ser apresentada e discutida, no início de cada módulo, a metodologia de trabalho a adoptar,
negociar os produtos e os parâmetros da avaliação;
• utilizar instrumentos de avaliação diversificados e adequados aos objectos de avaliação -
registos de atitudes e de comportamentos, grelhas específicas de observação/análise de
actividades (trabalho individual e em grupo dos alunos), relativas, por exemplo, a testes, a
relatórios de actividades ou de visitas de estudo.
A Avaliação será feita no final de cada módulo. O trabalho desenvolvido em cada módulo traduz-se na
avaliação sumativa, que exprime uma interpretação, o mais rigorosa possível, dos dados colhidos, tanto
do processo em si, como dos produtos. No seu decorrer, deverá proceder-se a uma observação
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
5
continuada e posterior comunicação, não apenas das aquisições no domínio cognitivo, mas também das
atitudes, das capacidades, ou seja, aprender a ser, aprender a conhecer, aprender a fazer e aprender a
viver juntos.
5. Elenco Modular
Número Designação
Duração de
referência
(horas)
1 Introdução à Fotografia, Cinema e Design 18
2 Desenho e Percepção Visual 24
3 Suportes e Ferramentas Gráficas 30
4 Suportes e Ferramentas da Imagem 30
5 Luz e Pigmento 30
6 Elementos de Análise Gráfica 24
7 Elementos de Análise Audiovisual 24
8 Desenho Gráfico I 30
9 Técnicas de Narração 24
10 Produção Gráfica 36
11 Tecnologias Audiovisuais 28
12 Desenho Gráfico II 36
13 Produção Audiovisual 36
14 Módulo de Opção* 30
15 Módulo de Opção* 30
* Módulos Opcionais
14/15A Oficina Gráfica 30
14/15A Projecto Gráfico 30
14/15A Edição Audiovisual 30
14/15A Pós-Produção Audiovisual 30
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
6
6. Bibliografia Geral
Livros:
Anderson, G. (1988). Vídeo Editing and Post-Production. NY: Knowledge Industry Publications.
Ang, T. (2005). Digital Video Handboock. U.K.: Dorling Kindersley.
Arijon, D. (1976). Gramática del Lenguaje Audiovisual. San Sebastián: Baroja - Escuela de Cine y Video.
Arnheim, R. (1998). Arte e Percepção Visual. São Paulo: Livraria Pioneira Editora.
Baer, L. (2001). Produção Gráfica. São Paulo: Editora Senac.
Barbosa, C. ( 2004). Manual Prático de Produção Gráfica. Lisboa: Principia – Publicações Universitárias
e Cientificas.
Barret, M. (1982). Educação em Arte. Lisboa: Presença.
Blackwell, L. (1992). 20th Century Type. Londres: Calmann & King Publishers.
Burke, C. e Renner, P. (1998). The Art Of Typography. Londres: Hyphen Press.
Busselle, M.(1980).Tudo sobre Fotografia. Lisboa: Círculo dos Leitores.
Busselle, M. (1997). Tudo Sobre Fotografia. São Paulo: Círculo do Livro.
Cardoso, B. (2003). Vídeo digital no PC. Lisboa: FCA- Editora de Informática.
Carvalhais, M. ( 2004). Code Acts. In Abstraction Now Catalogue. Viena: Die Projekt Abstraction Now.
Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme, colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote.
Clarke, M. (1994). Art of all colours. Lisboa: Edições Asa.
Correia, I. (1998). Dicionário das Artes Visuais. Lisboa: Bertrand Editora.
Cruz, J. (2002). Inter-Média: Dissertação, Provas de Mestrado em Arte Multimédia. Porto: FBAUP.
Dabner, D. (2003). Guia de Artes Gráficas: Design e Layout – Princípios, Decisões, Projectos. Barcelona:
Editorial Gustavo Gili.
Debray, R. (1992).Vie Et Mort De L'image, Col. Folio-Essais. Paris: Éditions Gallimard.
Deleuze, G. (2000). Diferença e Repetição. Lisboa: Relógio D'Água Editores.
Deleuze, G. (2006). A Imagem-Tempo, Cinema 1. Lisboa: Assírio e Alvim.
Denis, R. (2000). Introdução à História do Design. São Paulo: Edgard Blucher, lda
Donis, D. A. (1991). A sintaxe da imagem. São Paulo: Martins Fontes.
Duncan, A. (1998). Modernism -- Modernist Design 1880-1940. Minneapolis: Norwest Corporation.
Farina, M. (1990). Psicodinâmica das cores em Comunicação. São Paulo: Editora Edgard Blucher. Lda.
Ferrand, M. e Bicker, J. (2000). A Forma das Letras. Lisboa: Almedina Editores.
Ferreira, F. (2003). Photoshop 7 – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática.
Ferreri, M. (1979).O Cinema, Arte e Indústria, colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat.
Fieb-senai (2004). Unidade Dendezeiros – Área Tecnológica Gráfica. Salvador: Produção gráfica.
Fiske, J. (1993). Introdução ao Estudo da Comunicação. Porto: Edições ASA.
Frutiger, A. (1978). Signs And Symbols. Their Design And Meaning, Londres: Studio Editions
Heller, S. (1998). The Education Of A Graphic Designer. Nova York: Allworth Press.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
7
Henriques, C. (1993). Dicionário Televisivo. Lisboa: Centro de Formação da RTP.
Johansson, K. e Lundberg, P. (2004). Manual de Producion Gráfica – Recetas.Barcelona: Editorial
Gustavo Gili, SA.
Knigth, Arthur (1970). Uma História Panorâmica do Cinema. Rio de Janeiro: Lidador.
Langford, M. (2003). Fotografia Básica. Lisboa: Dinalivro.
Lélis, C. (2004).Macromedia Freehand Mx – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática.
Madison Square press (2002). California Graphics.N.Y.: Madison Square Press.
Magno, S. (2004). O Essencial Sobre Fotografia Digital. Porto: Porto Editora.
Marcel, M. (2005). Linguagem Cinematográfica. Lisboa: Dinalivro.
Marques, P. (2003). O Fundamental do Quarkxpress – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de
Informática.
Marner, T. (1991). A Realização Cinematográfica. Colec. Arte e Comunicação. Lisboa: Edições 70.
McLuhan, M. e Quentin F. (1967).The Medium Is The Massage. New York: Bantan Books.
Meggs, P. (1983). A history of geografic design. New York: Van Nostrand Reinhold.
Modesto, A.; Ferrand, M. e Alves, C. (2004). Educação Visual e Plástica. Porto: Porto Editora.
Munari, B. (1997). Design e Comunicação Visual,Arte & Comunicação. Lisboa: Edições 70.
Nielsen, J. (2000). Projetando Websites: A Prática da Simplicidade. Rio de Janeiro: Ed. Campus.
Perfect, C. (2000). Guia completa de la tipografia. Barcelona: Editorial Blume.
Pinto, M. e Santos, A. (1995). O cinema e a escola: guia do professor. in cadernos Públicos na Escola, nº
6. Lisboa: Público, Comunicação Social.
Rêgo, J. (1994). Fotografia.Lisboa: Edições Asa.
Rocha, C. e Nogueira, M. (1999). Panorâmica das Artes Gráficas Vol. I – Tecnologias. Lisboa: Plátano
Editora.
Rocha, C. (1999). Teoria Do Design, Lisboa: Plátano Editora.
Schenker,R. (1979). A Televisão, Colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat.
Sakhuja, S. (1991). Digital Color Prepess. Gevaert: Agfa.
Saura, C. (1979). O Cinema contemporâneo, colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat.
Supor Design Group ( Corporate Author) e al ( 2001). Breaking the rules in Publication Design. New York:
HBI/Harper Collins.
Vilela, A. (1984). Cartilha das Artes Gráficas. Braga: Editora Pax.
Vilela, A. (1984). Offset, Composição, Fotomecânica, Montagem, Impressão, papel. Braga: Editora Pax
Endereços Electrónicos
Optical toys - www.opticaltoys.com
Outra Bibliografia
Dictionary Design since 1900, Tames & Hudson
Manuais Corporativos de Empresas Nacionais e Internacionais.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
8
Parte II
MMóódduullooss
Índice:
Página
Módulo 1 Introdução à Fotografia, Cinema e Design 9
Módulo 2 Desenho e Percepção Visual 12
Módulo 3 Suportes e Ferramentas Gráficas 14
Módulo 4 Suportes e Ferramentas da Imagem 16
Módulo 5 Luz e Pigmento 18
Módulo 6 Elementos de Análise Gráfica 21
Módulo 7 Elementos de Análise Audiovisual 23
Módulo 8 Desenho Gráfico I 25
Módulo 9 Técnicas de Narração 27
Módulo 10 Produção Gráfica 29
Módulo 11 Tecnologias Audiovisuais 31
Módulo 12 Desenho Gráfico II 33
Módulo 13 Produção Audiovisual 35
Módulo 14/15A Oficina Gráfica 37
Módulo 14/15B Projecto Gráfico 39
Módulo 14/15C Edição Audiovisual 41
Módulo 14/15D Pós-Produção Audiovisual 43
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
9
MÓDULO 1
Duração de Referência: 18 horas
1. Apresentação
Neste módulo procura-se no âmbito geral a interacção histórica entre as três áreas. Quando e de
que maneira influenciaram social e culturalmente a Comunicação Humana, como evoluíram ao nível
técnico e tecnológico, abrindo caminhos para novas dimensões da comunicação.
Actualmente e cada vez mais o mundo do Cinema, Fotografia e Design interligam-se num
sentido de optimização dos canais. Somente uma visão do passado e presente permite a
continuidade de novos códigos e plataformas de comunicação que não permitam o esmorecimento da
evolução da Comunicação no mundo moderno.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• identificar os passos mais importantes da História da Fotografia, Cinema e Design;
• relacionar as principais influências que cada técnica exerceu sobre as outras;
• classificar os diferentes processos evolutivos e de reconhecimento que cada uma
sofreu;
• identificar as evoluções tecnológicas e de que maneira alteraram as técnicas
inerentes;
• distinguir o universo de cada uma das áreas nas novas tecnologias Audiovisuais e
Gráficas.
Introdução à Fotografia, Cinema e Design
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
10
Módulo 1: Introdução à Fotografia, Cinema e Design
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Da Arte Rupestre às sombras chinesas, as primeiras formas amplas de comunicação.
2. O princípio óptico da “câmara escura” e da “lanterna mágica”.
3. Niépce e a primeira “heliografia” inalterável da história.
4. A evolução da técnica de registo (Daguerre e Talbot) em paralelo aos formatos de
câmaras e metodologias de laboratório.
5. O instantâneo fotográfico de Archer.
6. A invenção de Maddox da emulsão fotossensível gelatinosa (rolo).
7. George Eastman e a democratização e industrialização da fotografia com a Kodak.
8. Muybridge e o advento do início do Cinema (Caleidoscópio e Zootropo).
9. Os irmãos Lumiére e a primeira projecção pública.
10. O cinema documental.
11. O Cinema Fantástico de Mélies.
12. Edison e o princípio do cinema sonoro.
13. Pathé e Gaumont, a industria cinematográfica.
14. O Cinema Americano e as novas narrativas (Griffith e Porter).
15. A importância do Design no Expressionismo alemão.
16. O Star System e o sonho americano.
17. A industralização e organização industrial do séc XVIII e XIX, o movimento das Arts and Crafts.
18. Design e comunicação – novo cenário urbano séc XIX e XX.
19. O modernismo – De Toulouse Lautrec à Bauhaus.
20. O mundo multinacional – a comunicação universal.
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Busselle,M.(1980).Tudo sobre Fotografia.Lisboa: Círculo dos Leitores.
Denis, R. (2000). Introdução à História do Design. São Paulo: Edgard Blucher, lda
Knigth, Arthur (1970). Uma História Panorâmica do Cinema.Rio de Janeiro: Lidador.
Meggs, P. (1983). A history of geografic design. New York: Van Nostrand Reinhold.
Munari, Bruno (1997). Design e Comunicação Visual,Arte & Comunicação,Lisboa: Edições 70.
Pinto, M. e Santos, A. (1995). O cinema e a escola: guia do professor. in cadernos Públicos na Escola,
nº 6. Lisboa: Público, Comunicação Social.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
11
Módulo 1: Introdução à Fotografia, Cinema e Design
Rêgo, J.(1994). Fotografia. Lisboa: Edições Asa.
Sougez, M. (2001). História da Fotografia. Lisboa: Dinalivro.
Sena, A. (1980). Uma História da Fotografia.Lisboa: Casa da Moeda.
Tudor, A.(1985). Teorias do Cinema, Arte & Comunicação. Lisboa: Edições 70.
Endereços Electrónicos
Optical toys - www.opticaltoys.com
Outra Bibliografia
Dictionary Design since 1900, Tames & Hudson
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
12
MÓDULO 2
Duração de Referência: 24 horas
1. Apresentação
Este módulo inicia e desenvolve o conhecimento teórico-prático e descritivo, relacionado com a
forma e suas expressões sensoriais.
Pretende-se uma análise de elementos visuais no meio envolvente, conferindo-lhes relevância
na expressividade comunicacional.
A Linguagem Visual de expressão e percepção, baseada no “saber ver” e na observação irá
consequentemente desenvolver competências capazes de analisar e resolver as questões da arte de
comunicar.
Este módulo visa então a educação de sensibilidade estética e todas as formas de educação
visual e modos de auto-expressão.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• conhecer os principais modelos explicativos do processo da comunicação;
• definir o conceito da comunicação visual salientando a importância da mensagem
visual no estudo do processo da comunicação humana;
• conhecer a abordagem da Gestalt sobre a percepção em geral e sobre a percepção
visual em particular, entendidas como um processo dinâmico e organizado;
• definir percepção cromática e conhecer o significado psicológico das cores;
• desenvolver a percepção com o objectivo de, na educação visual, visar a actividade
criadora: imaginativa, inventiva, perspicaz e sensível;
• reconhecer a experiência artística como forma privilegiada de articulação da
inteligência, do imaginário, do simbólico, do real, da cultura.
Percepção Visual
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
13
Módulo 2: Percepção Visual
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Introdução ao alfabeto visual/carácter e conteúdo. Fundamentos sintáticos.
2. Elementos básicos de comunicação visual.
3. Anatomia da mensagem visual.
4. Dinâmica de contraste.
5. Técnicas Visuais:
5.1 Elementos e princípios básicos/ponto, linha,massa.
5.2 Unidade, ritmo, proporção, equilíbrio, negativo/positivo, trama, contraste, intensidade, movimento,
disposição.
6. Artes visuais/ função e mensagem.
7. Percepção visual:
7.1 Predisposição, ambiguidade, familiaridade, frequência, significação, contexto, concentração,
busca, activação, sinergias, filtros, hierarquização, atenção selectiva.
7.2 Teoria Gesfalf.
8. Comunicação visual:
8.1 Preferência, complexidade, quantidade, micro e macroformas, tamanhos, posições, selecção
visual.
8.2 Interpretação visual: Exploração, selecção e atenção.
9. Percepção cromática
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Arnheim, R. (1998). Arte e Percepção Visual. São Paulo: Livraria Pioneira Editora.
Barret, M. (1982). Educação em Arte. Lisboa: Presença.
Donis, D. A. (1991). A sintaxe da imagem. São Paulo: Martins Fontes.
Farina, M. (1990). Psicodinâmica das cores em Comunicação. São Paulo: Editora Edgard Blucher.
Lda.
Fiske, J. (1993). Introdução ao Estudo da Comunicação. Porto: Edições ASA.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
14
MÓDULO 3
Duração de Referência: 30 horas
1. Apresentação
Com este módulo pretende-se dar a conhecer os suportes formais das indústrias gráficas e
ferramentas publicitárias, bem como se pretende a aplicação prática das designações técnicas dos
elementos constituintes dos diversos suportes.
Pretende-se também a criação de concepções visuais de acordo com um determinado produto,
tendo em conta as necessidades de mercado.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• identificar áreas de produção de um trabalho gráfico;
• distinguir géneros e processos de edição;
• defenir e criar parâmetros de concepção gráfica e estilos de grafismos pessoais e
contemporâneos;
• definir e explicar princípios metodológicos a todos os actos da produção gráfica;
• definir e criar os elementos de uma imagem;
• realizar de maquetas.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Escolha de formatos, análise e compreensão do produto/entidade; objectivos de mercado;
coerência visual; layout; tratamento gráfico de um título; mancha de texto e imagem;
legibilidade, (…);
2. Apresentação gráfica de projectos.
Suportes e Ferramentas Gráficas
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
15
Módulo 3: Suportes e Ferramentas Gráficas
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Baer, L. (2002). Produção Gráfica. São Paulo: Editora Senac.
Barbosa, C. (2004). Manual Prático de Produção Gráfica. Cascais: Publicações Universitárias e
Científicas.
Johansson, K. e Lundberg, P. (2004). Manual de Producion Gráfica – Recetas.Barcelona: Editorial
Gustavo Gili, SA.
Rocha, C. e Nogueira, M. (1999). Panorâmica das Artes Gráficas Vol. I – Tecnologias. Lisboa: Plátano
Editora.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
16
MÓDULO 4
Duração de Referência: 30 horas
1. Apresentação
Neste módulo aborda-se a fotografia quanto à técnica e tecnologia. Numa altura em que a
sociedade depende cada vez mais da imagem, o domínio da técnica e o conhecimento das novas
tecnologias na área são transversais na comunicação. As exigências do mercado, principalmente em
Portugal, aumentaram a complexidade na produção de imagens, acentuando uma especialização
técnica no domínio da imagem, seja estática, dinâmica, no seu estado mais puro ou tratada
digitalmente.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• entender a formação da imagem na câmara escura;
• identificar tipos de suportes fotossensíveis analógicos e digitais;
• manipular um equipamento fotográfico;
• aplicar técnicas de registo fotográfico;
• utilizar software de tratamento e arquivo digital.
• produzir imagens manipuladas informaticamente.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. A câmara escura:
1.1 Imagem estenopeica (invertida).
1.2 A sensibilidade dos materiais sensíveis.
1.3 Químicos.
1.4 Pinhole
Suportes e Ferramentas de Imagem
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
17
Módulo 4: Suportes e Ferramentas de Imagem
2. A câmara fotográfica:
2.1 Tipos de corpos.
2.2 Objectivas.
2.3 Visores.
2.4 Obturadores.
2.5 O Diafragma.
2.6 O Exposímetro (E.V.).
2.7 Transporte.
3. A câmara fotográfica digital:
3.1 CCD.
3.2 A resolução e sensibilidade do sensor.
3.3 A calibração dos brancos.
3.4 Transferência de dados.
3.5 Tipos de cartões de memória.
3.6 Funções da Camâra.
4. O software de tratamento de imagem:
4.1 Protocolos.
4.2 Compressões.
4.3 Retoque.
4.4 Fotocomposição.
4.5 Dimensão/Resolução.
4.6 Exportação.
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Rêgo, J. (1994). Fotografia. Lisboa: Edições Asa.
Busselle, M. (1980). Tudo Sobre Fotografia. Lisboa: Círculo dos Leitores.
Magno, S. (2004). O Essencial Sobre Fotografia Digital. Porto: Porto Editora.
Langford, M. (2003). Fotografia Básica. Lisboa: Dinalivro.
Endereços Electrónicos
Optical toys - www.opticaltoys.com
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
18
MÓDULO 5
Duração de Referência: 30 horas
1. Apresentação
Este módulo justifica a sua relevância pela necessidade de reconhecer a importância da Luz
no desempenho de actividades tanto Gráficas como Audiovisuais.
A Luz é inerente ao processo do registo da imagem e à sua produção gráfica. A sua
compreensão física, possibilita o aluno dominar a cor e as suas características no registo, tratamento e
produção. Paralelamente, existe a teorização da cor ao nível da interacção com o observador,
fornecendo o módulo competências para melhor gerir a paleta cromática na comunicação visual.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• reconhecer a luz como energia;
• analisar o comportamento dos materiais à Luz;
• conhecer a adição de luz e o leque cromático;
• manipular equipamentos de iluminação;
• aplicar técnicas de iluminação natural e artificial;
• distinguir padrões de cor em pigmento;
• entender o processo de subtracção da da Luz e o seu processo fotomecânico de separação.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. A Luz e o seu comportamento físico:
1.1. A energia electromagnética.
1.2. A propagação..
1.3. A frequência..
Luz e Pigmento
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
19
Módulo 5: Luz e Pigmento
2. A matéria e a Luz:
2.1. A incidência.
2.2. A refracção.
2.3. A reflexão.
2.4. A absorção.
2.5. A difusão.
3. A adição da Luz
3.1. RGB.
3.2. A luz natural.
3.3. A luz artificial.
3.4. A temperatura de cor.
4. Equipamentos de Iluminação:
4.1. Reflectores.
4.2. Difusores.
4.3. Filtros.
4.4 Acessórios.
4.5. Tipos de projectores.
4.6. Esquemas de Luz.
4.7. Características técnicas
5. As cores subtractivas da Luz:
5.1. CMY+K
5.2 Tabelas cromáticas
5.3 Separação de cor
5.4 Noção de quadricromia
5.5 Noção de trama.
6. A cor como fenómeno visual:
6.1 Elementos da psicologia da cor.
6.2 A cor na publicidade.
6.3 A sua influência cultural.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
20
Módulo 5: Luz e Pigmento
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Clarke, M. (1994). Art of all colours. Lisboa: Edições Asa.
Busselle, M. (1997). Tudo Sobre Fotografia. São Paulo: Círculo do Livro.
Magno, S. (2004). O Essencial Sobre Fotografia Digital. Porto: Porto Editora.
Langford, M. (2003). Fotografia Básica. Lisboa: Dinalivro.
Sakhuja, S. (1991). Digital Color Prepess. Gevaert: Agfa.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
21
MÓDULO 6
Duração de Referência: 24 horas
1. Apresentação
Este módulo pretende desenvolver produções gráficas segundo uma metodologia projectual,
sendo capaz de a utilizar desde a concepção da ideia até ao produto final.
Da criação à produção, passando pela manipulação da imagem e paginação, tendo em vista a
disposição, manusear de programas mais utilizados no mundo da criação visual
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• identificar as diferentes fases de produção de um trabalho gráfico;
• identificar a área de produção de um trabalho gráfico;
• identificar aspectos técnicos referentes à paginação e composição de texto;
• identificar os termos técnicos da arquitectura do livro.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Pré-impressão (digitação de texto, imposição, saídas, provas de cor,…).
2. Impressão(Offset, cor directa e quadricromia, tintas vernizes,…).
3. Acabamentos(corte, dobra e vinco, …).
4. Tipos de Publicações (livro, jornal, revista,…).
5. Tipos de Publicações (livro, jornal, revista,…).
6. Estratégias de Comunicação (público-alvo, faixa etária, estrato cultural, adequação e escolha de
grafismos,…).
7. Elementos estruturais da paginação (grelha de página, colunas, margens interiores e exteriores,…).
8. Elementos estruturais da composição (corpo de letra, caixa alta e caixa baixa,… ).
9. Nomenclatura do livro (lombada, miolo, capa e contracapa,… ).
Elementos de Análise Gráfica
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
22
Módulo 6: Elementos de Análise Gráfica
10. Introdução ao Programa de paginação: QuarkXpress.
10.1 Técnicas de composição: a palavra, a linha, o parágrafo.
10.2 Configuração de documentos: páginas mestras, frente e verso.
10.3 Trabalhar com documentos, utilização de tabulações, ferramentas de texto, trabalhar com
imagens.
10.4 Letra como forma visual: função puramente visual, combinações visuais, redundância, humor,
limites de leitura.
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Baer, L. (2001). Produção Gráfica. São Paulo: Editora Senac.
Fieb-senai (2004). Unidade Dendezeiros – Área Tecnológica Gráfica. Salvador: Produção gráfica.
Rocha, C. e Nogueira, M. (1999). Panorâmica das Artes Gráficas Vol. I – Tecnologias. Lisboa: Plátano
Editora.
Vilela, A. (1984). Cartilha das Artes Gráficas. Braga: Editora Pax.
Vilela, A. (1984). Offset, Composição, Fotomecânica, Montagem, Impressão, papel. Braga: Editora
Pax
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
23
MÓDULO 7
Duração de Referência: 24 horas
1. Apresentação
Ver Cinema, Publicidade Vídeo, Programas Televisivos, Informação, Documentários, Animações
ou Clip´s Musicais, preenche uma parte importante da rotina das pessoas. Transforma pela
quantidade e diversidade de oferta Audiovisual, o observador num exigente crítico, que avalia pelo
aspecto meramente emotivo sem ser capaz compreender o que vê, de justificar porque aprecia ou
não.
Este módulo debruça-se sobre o audiovisual não somente como um mero canal, mas como a
mensagem funciona dentro deste canal e até que ponto a pode alterar.
Decompor a estrutura dos elementos fílmicos e analisar segmentadamente, dá uma visão da
análise mais precisa e justificada nos seus vários aspectos que preenchem o todo. Esta metodologia
de análise potencia inovação e qualidade para quem produz e realiza trabalhos audiovisuais,
contextualizando a crítica e criação na Gramática Audiovisual.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• analisar um filme quanto ao estilo, tendência, escola ou autor ;
• identificar a estrutura da obra Audiovisual;
• avaliar quanto ao género e alcance público;
• classificar quanto à montagem e ritmo;
• desenvolver transversalmente a critica contextualizada.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. A Estrutura Fílmica:
1.1. O plano
1.2. A duração
Elementos da Análise Audiovisual
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
24
Módulo 7: Elementos da Análise Audiovisual
1.3 A dimensão
2. A Mobilidade:
2.1 O campo Visual
2.2 O campo sonoro
3. A montagem:
3.1 Operações da montagem.
3.2 Funções da montagem.
3.3 As classificações.
3.4 O Realismo e o Verosímil.
4. Os géneros:
4.1 No cinema.
4.2 Na televisão.
4.3 No vídeo.
4.4 Na internet.
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Arijon, D. (1976). Gramática del Lenguaje Audiovisual. Lisboa: Escuela de Cine Cine y Video. Baroja.
Deleuze, G. (2005). A Imagem-Tempo, Cinema 1. Lisboa: Assírio e Alvim.
Deleuze, G. (2006). A Imagem-Tempo, Cinema 1. Lisboa: Assírio e Alvim.
Ferreri, M. (1979).O Cinema, Arte e Indústria, colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat.
Pinto, M. e Santos, A. (1995). O cinema e a escola: guia do professor. in cadernos Públicos na Escola,
nº 6. Lisboa: Público, Comunicação Social.
Marner, T. (1991). A Realização Cinematográfica. Colec. Arte e Comunicação. Lisboa: Edições 70.
Marcel, M. (2005). Linguagem Cinematográfica. Lisboa: Dinalivro.
Saura, C. (1979). O Cinema contemporâneo, colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat.
Schenker,R. (1979). A Televisão, Colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
25
MÓDULO 8
Duração de Referência: 30 horas
1. Apresentação
O módulo de desenho gráfico I é a primeira oportunidade do aluno, de forma directa, utilizar as
ferramentas que aprendeu (e apreendeu) durante os trabalhos realizados nos outros módulos dentro
de um contexto muito perto da realidade. Será um processo de dar ordem estrutural e forma à
informação visual pretendida, trabalhando a relação de imagem e texto, numa linguagem scriptovisual.
Com base nas condicionantes próprias de um trabalho simulado o aluno aplicará os seus
conhecimentos na estruturação de peças para vários meios de comunicação, sejam eles impressos,
digitais, audiovisuais, entre outros.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• reconhecer a importância da ilustração e de um universo de signos e linguagens
visuais como elementos estruturantes do Desenho de Comunicação;
• realizar trabalhos onde as experiências comunicacionais sejam objectivas;
• Investir nas capacidades de investigação, experimentação e reflexão no âmbito do
Desenho de Comunicação;
• utilizar novos mecanismos de comunicação;
• desenvolver um trabalho em autonomia.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Pequenos exercícios de exploração de pequenas narrativas onde, de forma progressiva se
introduz a combinação com o audiovisual: os elementos som e imagem "estática e em movimento",
limites da imagem estática estudados individualmente e combinados, narrativa e narratividade,
estrutura, complexidade, não-linearidade, hiper-texto, hiper-narrativa e hiper-média.
2. Simulação de um trabalho com condicionantes muito similares àquelas que se poderia encontrar na
realidade, tendo como base um trabalho interdisciplinar.
Desenho Gráfico I
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
26
Módulo 8: Desenho Gráfico I
5. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Blackwell, L. (1992). 20th Century Type. Londres: Calmann & King Publishers.
Burke, C. e Renner, P. (1998). The Art Of Typography. Londres: Hyphen Press.
Carvalhais, M. ( 2004). Code Acts. In Abstraction Now Catalogue. Viena: Die Projekt Abstraction Now.
Cruz, J. (2002). Inter-Média: Dissertação, Provas de Mestrado em Arte Multimédia. Porto: FBAUP.
Debray, R. (1992).Vie Et Mort De L'image, Col. Folio-Essais. Paris: Éditions Gallimard.
Deleuze, G. (2000). Diferença e Repetição. Lisboa: Relógio D'Água Editores.
Duncan, A. (1998). Modernism -- Modernist Design 1880-1940. Minneapolis: Norwest Corporation.
Frutiger, A. (1978). Signs And Symbols. Their Design And Meaning, Londres: Studio Editions
Heller, S. (1998). The Education Of A Graphic Designer. Nova York: Allworth Press.
Lupton, E. e Miller, A. (1996). Design Writing Research -Writing On Graphic Design, New York:
McLuhan, M. e Quentin F. (1967).The Medium Is The Massage. New York: Bantan,
Princeton Architectural Press.
Meggs, P. (1983). A history of geografic design. New York: Van Nostrand Reinhold.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
27
MÓDULO 9
Duração de Referência: 24 horas
1. Apresentação
Iniciar um projecto gráfico ou audiovisual requer a definição de uma narrativa, devido à complexidade
das etapas seguintes. Com as regras da narrativa bem estabelecidas, aproxima-se a ideia do ou dos
autores ao produto final. A criação de guiões orientadores planificam objectivamente o que se quer,
como, quando e com quem trabalhar, sendo um código comum à equipa de trabalho, possibilita a
convergência à ideia do autor.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• reconhecer a importância da narrativa;
• distinguir as matrizes dos vários meios;
• adequar o conteúdo à plataforma de comunicação;
• adaptar textos literários a guiões técnicos;
• produzir textos adequados aos meios;
• identificar os diferentes códigos narrativos.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. A Narração:
1.1 A Interpretação.
1.2 As estruturas narrativas.
1.3 O enredo.
1.4 O narrador.
2. O Guião:
2.1 O argumento documental e de ficção.
2.2 A adaptação literária.
Técnicas de Narração
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
28
Módulo 9: Técnicas de Narração
2.3 A Sinopse
2.4 O guião por cenas (scaletta).
2.5 A planificação.
2.6 O guião técnico; na rádio, na T.V., no cinema e na Internet.
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Pinto, M. e Santos, A. (1995). O cinema e a escola: guia do professor. in cadernos Públicos na Escola,
nº 6. Lisboa: Público, Comunicação Social.
Marner, T. (1991). A Realização Cinematográfica - Colec. Arte e Comunicação. Lisboa: Edições 70.
Marcel, M. (2005). Linguagem Cinematográfica. Lisboa: Dinalivro.
Arijon, D. (1976). Gramática del Lenguaje Audiovisual. San Sebastián: Baroja - Escuela de Cine y
Video.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
29
MÓDULO 10
Duração de Referência: 36 horas
1. Apresentação
Neste módulo pretende-se identificar a área de produção de um trabalho gráfico, elaborando-se
dossiers em que constem os conceitos, pesquisas, esboços, maquetizações, … de projectos gráficos.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• identificar as diferentes fases de produção de um trabalho gráfico;
• identificar a área de produção de um trabalho gráfico;;
• elaborar dossiers em que constem conceitos, pesquisas, esboços, maquetizações
intermédias, … de projectos gráficos desenvolvidos;
• elaborar electronicamente e em software gráfico adequado, a sua planificação;
• elaborar electronicamente e em software gráfico a Arte Final;
• realizar uma Memória Descritiva e Justificativa das peças gráficas desenvolvidas.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Pré-impressão (digitação de texto, imposição, saídas, provas de cor,…).
2. Impressão (Offset, cor directa e quadricromia, tintas vernizes,…).
3. Acabamentos (corte, dobra e vinco,…).
4. Briefing.
5. Estruturação e Conceito.
6. Maquetização.
7. Arte Final.
8. Impressão
Produção Gráfica
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
30
Módulo 10: Produção Gráfica
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Barbosa, C. ( 2004). Manual Prático de Produção Gráfica. Lisboa: Principia – Publicações
Universitárias e Cientificas.
Correia, I. (1998). Dicionário das Artes Visuais. Lisboa: Bertrand Editora.
Dabner, D. (2003). Guia de Artes Gráficas: Design e Layout – Princípios, Decisões, Projectos.
Barcelona: Editorial Gustavo Gili.
Ferrand, M. e Bicker, J. (2000). A Forma das Letras. Lisboa: Almedina Editores.
Ferreira, F. (2003). Photoshop 7 – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática.
Lélis, C. (2004). Macromedia Freehand Mx – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática.
Marques, P. (2003). O Fundamental do Quarkxpress – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de
Informática.
Rocha, C. (1999). Teoria Do Design, Lisboa: Plátano Editora.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
31
MÓDULO 11
Duração de Referência: 28 horas
1. Apresentação
Neste módulo aborda-se a tecnologia inerente à técnica do audiovisual, identificando os
equipamentos necessários à produção e realização dos trabalhos.
Com a constante evolução tecnológica tanto nos equipamentos como nos suportes, este
módulo reivindica uma constante actualização dos conhecimentos referentes às novas tecnologias
emergentes, criando sempre uma contextualização e vínculo com o mercado de trabalho.
Por outro lado é um módulo que aplica técnicas de captura áudio e vídeo em estúdio e
exteriores, dependendo a metodologia de registo ao meio a que se destina.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• identificar vários equipamentos vídeo e áudio ;
• entender o funcionamento dos vários equipamentos tipo;
• classificar suportes de registo;
• conhecer os suportes analógicos e digitais;
• compreender a conectividade entre os equipamentos;
• proceder à manutenção e preservação dos equipamentos;
• aplicar metodologia de trabalho em equipa.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. O Sinal Rádio Frequência:
1.1 Na rádio.
1.2 Na televisão.
1.3 No vídeo
1.4 Vídeo por componentes/ composto.
2. A câmara vídeo:
2.1 Tipos de Câmaras.
2.2 Suportes.
Tecnologias Audiovisuais
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
32
Módulo 11: Tecnologias Audiovisuais
2.3 Protocolos.
2.4 Conectividade.
2.5 Formatos input/output.
2.6 Funções da Câmara.
2.7 Manutenção do equipamento.
3. Acessórios vídeo e áudio:
3.1 Tripés
3.2 Filtros
3.3 Microfones
3.4 Monitores
4 Técnicas de registo áudio:
4.1 Estúdio.
4.2 Exterior
4.3 O voz-off.
4.4 Perche.
4.5 Sincronismo visual.
4.6 Sonoplastia.
5 Técnicas de registo vídeo:
5.1 Composição.
5.2 Enquadramento.
5.3 Profundidade de Campo.
5.4 Continuidade de Registo.
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Ang, T. (2005). Digital Video Handboock, U.K.: Dorling Kindersley.
Arijon, D. (1976). Gramática del Lenguaje Audiovisual. San Sebastián: Baroja - Escuela de Cine y
Video.
Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme - Colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote.
Henriques, C. (1993). Dicionário Televisivo. Lisboa: Centro de Formação da RTP.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
33
MÓDULO 12
Duração de Referência: 36 horas
1. Apresentação
Este módulo assume duas componentes complementares de formação: uma componente
prática, fortemente associada às realidades culturais e de mercado, que prepara os alunos para um
desempenho profissional de liderança; e uma componente conceptual e de investigação, que permite
ao futuro profissional encontrar o seu próprio espaço criativo.
O módulo aposta numa formação abrangente, dotando o aluno de capacidade de resposta às
múltiplas áreas em que o profissional futuramente irá operar ou gerir, nomeadamente, as Novas
Culturas Digitais, o Design Editorial – Tipografia, a Identidade Corporativa e Institucional, os Estudos e
Práticas Narrativas da Imagem, a História e Crítica do Design e os Estudos de Cultura Visual..
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• desenhar e representar desenho de síntese;
• reconhecer a importância da História da Tipografia e a sua evolução;
• distinguir uma Marca de um Logótipo;
• aplicar a Marca/Logotipo em vários suportes de Comunicação;
• conhecer a importância do manual de Identidade corporativo de uma determinada
empresa e a sua funcionalidade.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Desenhar e representar desenho de síntese.
2. Linguagens de comunicação e Tipografia.
3. Elementos interventivos da Comunicação.
4. Os Símbolos; Níveis de iconocidade.
Desenho Gráfico II
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
34
Módulo 12: Desenho Gráfico II
5. A Cor e a Comunicação.
6. Marca Logótipo – Representação.
7. Comportamento básico da Marca e Logótipo.
8. Níveis de Cor / Aplicação em Monocromia e Quadricromia.
9. Margens de legibilidade / Máximo e Mínimo.
10. Comportamento da assinatura.
11. Suportes Corporativos.
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Madison Square Press (2002). California Graphics.N.Y.: Madison Square Press.
Modesto, A.; Ferrand, M. e Alves, C. (2004). Educação Visual e Plástica. Porto: Porto Editora.
Perfect, C. (2000). Guia completa de la tipografia. Barcelona: Editorial Blume.
Supor Design Group ( Corporate Author) e al ( 2001). Breaking the rules in Publication Design. New
York: HBI/Harper Collins.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
35
MÓDULO 13
Duração de Referência: 36 horas
1. Apresentação
Este módulo aborda a planificação geral de um trabalho audiovisual e a sua produção executiva.
Nos últimos anos assiste-se a uma crescente exigência qualitativa e quantitativa da produção
nacional. A necessidade de produzir rápido e bem, depende de uma planificação técnica
pormenorizada e objectiva. A juntar a este factor, a rapidez da edição, pós-produção e emissão e ou
distribuição, graças ás novas tecnologias, aumentou a concorrência entre produtoras, muitas vezes,
pequenas e eficientes, com orçamentos acessíveis e prazos apelativos.
È essencial abordar neste módulo a responsabilidade delegada no trabalho de equipa
potenciando a qualidade na produção com baixos custos.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• interpretar um guião técnico;
• planificar um mapa de trabalho;
• pré-orçamentar uma produção audiovisual;
• dirigir um casting;
• delegar competências técnicas;
• aplicar metodologia de trabalho em equipa.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. O Story-board.
2. Mapa de trabalho:
2.1 Selecção.
2.2 Planeamento.
3. Custos de Produção:
Produção Audiovisual
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
36
Módulo 13: Produção Audiovisual
3. Custos de Produção:
3.1.Aluguer de equipamentos.
3.2. Casting.
3.3. Contratos.
3.4.Patrocínios oficiais e não Oficiais.
3.5.Direitos de autor e conexos.
4. A Produção Executiva:
4.1 Os Exteriores.
4.2 Locais e autorizações.
4.3 Logística.
4.4 O estúdio.
4.5 Cenografia.
4.6 Guarda-Roupa.
4.7 Adereços.
4.8 Anotação.
4.9 Arquivo e Catalogação.
4.Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Ang, T. (2005). Digital Video Handboock, U.K.: Dorling Kindersley.
Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme - Colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote.
Henriques, C. (1993). Dicionário Televisivo. Lisboa: Centro de Formação da RTP.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
37
MÓDULO 14A
Duração de Referência: 30 horas
1. Apresentação
Este módulo irá focar os diversos tipos de impressão e acabamentos, de acordo com as mais
recentes tecnologias e metodologias de projecto, através de uma explicação teórico/prática. Pretende-
se garantir que os alunos adquiram os conhecimentos necessários para poderem individualmente
avaliar as valências e limitações processuais de um trabalho gráfico.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• identificar equipamentos e processos produtivos;
• conhecer todas as fases de um trabalho gráfico;
• identificar os principais sistemas de impressão;
• aplicar os sistemas de impressão à especificidade de cada trabalho.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Conceitos Fundamentais
2. Materiais e equipamentos e sua aplicação nas diferentes técnicas de impressão.
3. Identificar os processos de impressão off-set.
4. Processos de separação de cor na técnica serigráfica.
5. Identificar os processos de impressão serigráfica.
6. Identificar os vários tipos de acabamentos corte, picote, vinco, agrafo, alceamento e plastificação.
7. Abordagem sobre montagem e transporte e os diferentes equipamentos utilizados.
8. Os processos de impressão analógico e digital.
9. Técnica de separação de cores na técnica serigráfica.
10. Sensibilização de quadros e impressão serigráfica.
11. Identificação e experimentação dos equipamentos de acabamentos.
Oficina Gráfica
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
38
Módulo 14A: Oficina Gráfica
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Baer, L. (2001). Produção Gráfica. São Paulo: Editora Senac.
Vilela, A. (1984). Cartilha das Artes Gráficas. Braga: Editora Pax.
Vilela, A. (1984). Offset, Composição, Fotomecânica, Montagem, Impressão, papel. Braga: Editora
Pax
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
39
MÓDULO 14B
Duração de Referência: 30 horas
1. Apresentação
Neste módulo pretende-se que os alunos elaborem um produto gráfico desde a sua criação até
à pré-impressão, passando por todos os processos de arte-final, protocolos de impressão, tintas,
sistemas de impressão (monocromia, bicromia, tricromia), processo de selecção de cores, cores
especiais e escalas comerciais.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• acompanhar um projecto gráfico desde a sua conceptualização;
• conhecer todo o processo de acompanhamento na impressão;
• planificar e maquetizar e um determinado objecto ou embalagem;
• elaborar um Manual de Identidade Corporativa.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. O produto gráfico desde a sua criação até à pré-impressão, passando por todos os processos
de arte-final, protocolos de impressão, suportes para impressão, tintas, sistemas de impressão
(monocromia, bicromia, tricromia), processo de selecção de cores, cores especiais, escalas
comerciais.
2. A embalagem. Planificação.
3. o ambiente web, arquivos, gráficos, animação, marcadores, tabelas, quadros, som,
interactividade, medidas tipográficas, classificação dos tipos, legibilidade, aspectos visuais,
tipografia digital, física, terminologia, sistemas de cor, usos da cor, contrastes, harmonia da
cor, psicodinâmica das cores.
4. O Manual de Identidade Corporativa.
Projecto Gráfico
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
40
Módulo 14B: Oficina Gráfica
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Madison Square Press (2002). California Graphics.N.Y.: Madison Square Press.
Modesto, A.; Ferrand, M. e Alves, C. (2004). Educação Visual e Plástica. Porto: Porto Editora.
Nielsen, J. (2000). Projetando Websites: A Prática da Simplicidade. Rio de Janeiro: Ed. Campus.
Supor Design Group ( Corporate Author) e al ( 2001). Breaking the rules in Publication Design. New
York: HBI/Harper Collins.
Outros recursos:
Manuais Corporativos de Empresas Nacionais e Internacionais.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
41
MÓDULO 14C
Duração de Referência: 30 horas
1. Apresentação
Neste módulo pretende-se uma abordagem directa do trabalho físico de montagem da produção
audiovisual. Nesta fase torna-se visível a ideia do realizador e decide-se o ritmo e a fluidez da
narrativa. É a última grande etapa do processo que possibilita avaliar objectivamente a globalidade do
projecto.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• adequar a montagem à narrativa;
• manipular software de edição não-linear;
• articular adequadamente som com imagem;
• aplicar protocolos de compressão e exportação;
• ajustar a qualidade imagética ao suporte final.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. O “bruto de câmaraa.
2. A selecção dos planos.
3. A mesa de edição virtual.
4. A captura vídeo e áudio.
5. Conectividade.
6. Importar imagens e gráficos.
7. A linha de tempo ( Time code).
8. O tratamento de imagem e som.
9. Rought cut.
10. Fine cut
Edição Audiovisual
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
42
Módulo 14C: Edição Audiovisual
11. Tempo múltiplo.
12. Transições.
13. Títulos.
14. Legendas.
15. Créditos.
16. O reprodutor (Play-back).
17. Montagem linear:
17.1. EDL (editing decision list).
17.2. Montagem não-linear
17.3. Master
18. Suportes finais:
18.1. Analógicos.
18.2. Digitais.
18.3. Protocolos de exportação.
18.4. Tipos de compressão vídeo.
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Ang, T. (2005). Digital Video Handboock, U.K.: Dorling Kindersley.
Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme - Colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote
Cardoso, B. (2003). Vídeo digital no PC. Lisboa: FCA- Editora de Informática.
Anderson, G. (1988). Vídeo Editing and Post-Production. NY: Knowledge Industry Publications.
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
43
MÓDULO 14D
Duração de Referência: 30 horas
1. Apresentação
Neste módulo apura-se estética e plasticamente o processo audiovisual. O mercado actual
fílmico e publicitário está repleto de efeitos visuais que tornam mais apelativa a mensagem, sem no
entanto se sobrepor a esta, como acontece numa significativa parte dos trabalhos actuais.
È neste contexto que o módulo se integra nas novas tecnologias, ao nível dos recursos imagéticos
disponíveis, de modo a fazer uma gestão equilibrada e eficaz para o objectivo primário, que é passar
a mensagem.
Mas no entanto, actualmente, o alcance dos meios audiovisuais obrigam uma concentração de
alternativas técnicas e tecnológicas mais apelativas e inovadoras no modo como se se transmite uma
ideia ou se apresenta um produto. Espaço que cabe à Pós-Produção.
2. Objectivos de Aprendizagem
Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos:
• adequar o suporte à necessidade;
• conhecer as potencialidades da Imagem de síntese;
• produzir DVD´s e CD´s compatibilizados com gestão de menus;
• classificar os diferentes suportes audiovisuais;
• manipular software de pós-produção vídeo;
• aplicar antecipadamente na Produção técnicas de registo para pós-produzir.
3. Âmbito dos Conteúdos
1. Noção de efeito visual:
1.1 Inlay/Overlay.
1.2 Chroma Key.
1.3 Luminance Ke
Pós-Produção Audiovisual
Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais
TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE
44
Módulo 14D: Pós-Produção Audiovisual
2. Software de Pós–Produção.:
2.1 Dimensão.
2.2 Mobilidade.
2.3 Plasticidade.
2.4 Distorção.
2.5 Transformação (Morph).
2.6 Filtros digitais.
3. Imagem de síntese:
3.1 Estruturas 2D e 3D.
3.2 Mapping.
3.3 Rendering.
3.4 Aberrações Ópticas.
4. O CD/DVD:
4.1 Software de construção e gravação de CD/DVD´s.
4.2 Gestão de menus.
4.3 Protocolos de gravação.
4.4 Cópia Directa.
4.5 Leis e regulamentos para duplicações
4. Bibliografia / Outros Recursos
Livros:
Ang, T. (2005). Digital Video Handboock, U.K.: Dorling Kindersley.
Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme - Colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote
Cardoso, B. (2003). Vídeo digital no PC. Lisboa: FCA- Editora de Informática.
Anderson, G. (1988). Vídeo Editing and Post-Production. NY: Knowledge Industry Publications.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Projecto e Produção Multimédia
Projecto e Produção MultimédiaProjecto e Produção Multimédia
Projecto e Produção Multimédia
 
HistóRia Da Imagem 1
HistóRia Da Imagem 1HistóRia Da Imagem 1
HistóRia Da Imagem 1
 
Escrita guiao
Escrita guiaoEscrita guiao
Escrita guiao
 
Introdução ao Audiovisual
Introdução ao Audiovisual Introdução ao Audiovisual
Introdução ao Audiovisual
 
Aula linguagem audiovisual 01
Aula linguagem audiovisual 01Aula linguagem audiovisual 01
Aula linguagem audiovisual 01
 
Teoria do design aula 01 [conceitos basicos]
Teoria do design aula 01 [conceitos basicos]Teoria do design aula 01 [conceitos basicos]
Teoria do design aula 01 [conceitos basicos]
 
Composição e Projeto Gráfico - 2015 - Aula 1 - Intro
Composição e Projeto Gráfico - 2015 - Aula 1 - IntroComposição e Projeto Gráfico - 2015 - Aula 1 - Intro
Composição e Projeto Gráfico - 2015 - Aula 1 - Intro
 
Design
Design Design
Design
 
EVT - Elementos Visuais Da Forma
EVT - Elementos Visuais Da FormaEVT - Elementos Visuais Da Forma
EVT - Elementos Visuais Da Forma
 
Processo de criação de um logotipo
Processo de criação de um logotipoProcesso de criação de um logotipo
Processo de criação de um logotipo
 
Comunicação Visual - Logotipo (Design Gráfico)
Comunicação Visual - Logotipo (Design Gráfico) Comunicação Visual - Logotipo (Design Gráfico)
Comunicação Visual - Logotipo (Design Gráfico)
 
Fotografia publicitária
Fotografia publicitáriaFotografia publicitária
Fotografia publicitária
 
Projeto grafico II | Aula 01
Projeto grafico II | Aula 01Projeto grafico II | Aula 01
Projeto grafico II | Aula 01
 
A xilogravura no cordel
A xilogravura no cordelA xilogravura no cordel
A xilogravura no cordel
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Roteiro de Documentário
Roteiro de DocumentárioRoteiro de Documentário
Roteiro de Documentário
 
Aula linguagem audiovisual 02
Aula linguagem audiovisual 02Aula linguagem audiovisual 02
Aula linguagem audiovisual 02
 
Grafite
GrafiteGrafite
Grafite
 
Materiais e técnicas básicas de desenho
Materiais e técnicas básicas de desenhoMateriais e técnicas básicas de desenho
Materiais e técnicas básicas de desenho
 
Conceitos básicos de Múltimedia
Conceitos básicos de MúltimediaConceitos básicos de Múltimedia
Conceitos básicos de Múltimedia
 

Destaque (8)

Trabalho sobre o Google Android Daniel Bohn Gabriela Steigleder Gisele ...
Trabalho sobre o Google Android   Daniel Bohn   Gabriela Steigleder   Gisele ...Trabalho sobre o Google Android   Daniel Bohn   Gabriela Steigleder   Gisele ...
Trabalho sobre o Google Android Daniel Bohn Gabriela Steigleder Gisele ...
 
Módulo I - Conteúdos
Módulo I - ConteúdosMódulo I - Conteúdos
Módulo I - Conteúdos
 
Glossário de Arte MONET - Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
Glossário de Arte MONET -  Extraído do livro: MONET de William C. SeitzGlossário de Arte MONET -  Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
Glossário de Arte MONET - Extraído do livro: MONET de William C. Seitz
 
Módulo 3 - Suportes e ferramentas gráficas
Módulo 3 - Suportes e ferramentas gráficasMódulo 3 - Suportes e ferramentas gráficas
Módulo 3 - Suportes e ferramentas gráficas
 
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisaAlvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
Alvorada rh-tecno-métodos e técnicas de pesquisa
 
Como funciona a internet
Como funciona a internetComo funciona a internet
Como funciona a internet
 
EVOLUÇÃO DAS TECNOLOGIAS AUDIOVISUAIS
EVOLUÇÃO DAS TECNOLOGIAS AUDIOVISUAISEVOLUÇÃO DAS TECNOLOGIAS AUDIOVISUAIS
EVOLUÇÃO DAS TECNOLOGIAS AUDIOVISUAIS
 
Teoria da Gestalt
Teoria da GestaltTeoria da Gestalt
Teoria da Gestalt
 

Semelhante a Programa disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual

Programa referencial de comunicação e tecnologias da informação
Programa  referencial de comunicação e tecnologias da informaçãoPrograma  referencial de comunicação e tecnologias da informação
Programa referencial de comunicação e tecnologias da informação
sandra alfaiate
 
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formaçãoreferencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
7 novembro projeto pratica simulada comércio- leonor alves
7 novembro  projeto pratica simulada comércio- leonor alves7 novembro  projeto pratica simulada comércio- leonor alves
7 novembro projeto pratica simulada comércio- leonor alves
Leonor Alves
 
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCPreferencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
Guia funcionamento FPIF 2012
Guia funcionamento FPIF 2012Guia funcionamento FPIF 2012
Guia funcionamento FPIF 2012
EDUCATE
 
Atps processos gerenciais
Atps processos gerenciaisAtps processos gerenciais
Atps processos gerenciais
Priscila Nunes
 
An2avaliacao das aprendizagens
An2avaliacao das aprendizagensAn2avaliacao das aprendizagens
An2avaliacao das aprendizagens
Abel Antunes
 

Semelhante a Programa disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual (20)

Programa referencial de comunicação e tecnologias da informação
Programa  referencial de comunicação e tecnologias da informaçãoPrograma  referencial de comunicação e tecnologias da informação
Programa referencial de comunicação e tecnologias da informação
 
Programa gestao
Programa gestaoPrograma gestao
Programa gestao
 
Programa sht
Programa sht Programa sht
Programa sht
 
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formaçãoreferencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
 
7 novembro projeto pratica simulada comércio- leonor alves
7 novembro  projeto pratica simulada comércio- leonor alves7 novembro  projeto pratica simulada comércio- leonor alves
7 novembro projeto pratica simulada comércio- leonor alves
 
Comunicar em francês comunicar em espanhol
Comunicar em francês   comunicar em espanholComunicar em francês   comunicar em espanhol
Comunicar em francês comunicar em espanhol
 
Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
 
Regulamento PPM Luci
Regulamento PPM  LuciRegulamento PPM  Luci
Regulamento PPM Luci
 
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCPreferencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
 
slides_da_videoconferencia_do_tcc.pdf
slides_da_videoconferencia_do_tcc.pdfslides_da_videoconferencia_do_tcc.pdf
slides_da_videoconferencia_do_tcc.pdf
 
Guia funcionamento FPIF 2012
Guia funcionamento FPIF 2012Guia funcionamento FPIF 2012
Guia funcionamento FPIF 2012
 
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdfSlide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
 
Atps processos gerenciais
Atps processos gerenciaisAtps processos gerenciais
Atps processos gerenciais
 
Guia do projeto 4 semestre pp evento módulo promoção
Guia do projeto 4 semestre pp   evento   módulo promoçãoGuia do projeto 4 semestre pp   evento   módulo promoção
Guia do projeto 4 semestre pp evento módulo promoção
 
Design e projetos_uv
Design e projetos_uvDesign e projetos_uv
Design e projetos_uv
 
An2avaliacao das aprendizagens
An2avaliacao das aprendizagensAn2avaliacao das aprendizagens
An2avaliacao das aprendizagens
 
mappa do proficiencia.pdf
mappa do proficiencia.pdfmappa do proficiencia.pdf
mappa do proficiencia.pdf
 
Palestra oficina de design instrucional di
Palestra oficina de design instrucional diPalestra oficina de design instrucional di
Palestra oficina de design instrucional di
 
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide shareApresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
 
Projeto UFPR
Projeto UFPRProjeto UFPR
Projeto UFPR
 

Mais de Carina Lopes

Da linha à tridimensionalidade..pptx
Da linha à tridimensionalidade..pptxDa linha à tridimensionalidade..pptx
Da linha à tridimensionalidade..pptx
Carina Lopes
 
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aulaDa linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Carina Lopes
 
Da linha à tridimensionalidade
Da linha à tridimensionalidadeDa linha à tridimensionalidade
Da linha à tridimensionalidade
Carina Lopes
 
Plano aula cor retrato tricolor
Plano aula cor   retrato tricolorPlano aula cor   retrato tricolor
Plano aula cor retrato tricolor
Carina Lopes
 
Apresentação Diário Grafico
Apresentação Diário GraficoApresentação Diário Grafico
Apresentação Diário Grafico
Carina Lopes
 
Aprendendo a desenhar bonecos animados
Aprendendo a desenhar bonecos animadosAprendendo a desenhar bonecos animados
Aprendendo a desenhar bonecos animados
Carina Lopes
 
Caixinha de Origami
Caixinha de OrigamiCaixinha de Origami
Caixinha de Origami
Carina Lopes
 
Imagens Publicitárias Criativas - Propostas de Analise
Imagens Publicitárias   Criativas - Propostas de AnaliseImagens Publicitárias   Criativas - Propostas de Analise
Imagens Publicitárias Criativas - Propostas de Analise
Carina Lopes
 
Conteudos Módulo II
Conteudos Módulo IIConteudos Módulo II
Conteudos Módulo II
Carina Lopes
 
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planosProposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Carina Lopes
 
Proposta de trabalho I - Representação de Emoções
Proposta de trabalho I -   Representação de Emoções Proposta de trabalho I -   Representação de Emoções
Proposta de trabalho I - Representação de Emoções
Carina Lopes
 
Modulo II - Texturas
Modulo II - TexturasModulo II - Texturas
Modulo II - Texturas
Carina Lopes
 
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERODicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Carina Lopes
 
Aprender a estruturar - Olhos
Aprender a estruturar - OlhosAprender a estruturar - Olhos
Aprender a estruturar - Olhos
Carina Lopes
 
Técnica Lápis de Cor - Maça
Técnica Lápis de Cor - MaçaTécnica Lápis de Cor - Maça
Técnica Lápis de Cor - Maça
Carina Lopes
 
Toturial - Indesign CS4 - Português
Toturial - Indesign CS4 - PortuguêsToturial - Indesign CS4 - Português
Toturial - Indesign CS4 - Português
Carina Lopes
 
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina LopesEstruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Carina Lopes
 

Mais de Carina Lopes (20)

Da linha à tridimensionalidade..pptx
Da linha à tridimensionalidade..pptxDa linha à tridimensionalidade..pptx
Da linha à tridimensionalidade..pptx
 
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aulaDa linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
Da linha à tridimensionalidade PowerPoint da aula
 
Da linha à tridimensionalidade
Da linha à tridimensionalidadeDa linha à tridimensionalidade
Da linha à tridimensionalidade
 
Plano aula cor retrato tricolor
Plano aula cor   retrato tricolorPlano aula cor   retrato tricolor
Plano aula cor retrato tricolor
 
Draw 50 Monsters
Draw 50 MonstersDraw 50 Monsters
Draw 50 Monsters
 
Apresentação Diário Grafico
Apresentação Diário GraficoApresentação Diário Grafico
Apresentação Diário Grafico
 
Aprendendo a desenhar bonecos animados
Aprendendo a desenhar bonecos animadosAprendendo a desenhar bonecos animados
Aprendendo a desenhar bonecos animados
 
Caixinha de Origami
Caixinha de OrigamiCaixinha de Origami
Caixinha de Origami
 
Imagens Publicitárias Criativas - Propostas de Analise
Imagens Publicitárias   Criativas - Propostas de AnaliseImagens Publicitárias   Criativas - Propostas de Analise
Imagens Publicitárias Criativas - Propostas de Analise
 
Conteudos Módulo II
Conteudos Módulo IIConteudos Módulo II
Conteudos Módulo II
 
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planosProposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
Proposta de trabalho II - pontos, linhas e planos
 
Proposta de trabalho I - Representação de Emoções
Proposta de trabalho I -   Representação de Emoções Proposta de trabalho I -   Representação de Emoções
Proposta de trabalho I - Representação de Emoções
 
Modulo II - Texturas
Modulo II - TexturasModulo II - Texturas
Modulo II - Texturas
 
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERODicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
Dicionario Visual de Arte - JUAN DIEGO CABALLERO
 
Aprender a estruturar - Olhos
Aprender a estruturar - OlhosAprender a estruturar - Olhos
Aprender a estruturar - Olhos
 
Técnica Lápis de Cor - Maça
Técnica Lápis de Cor - MaçaTécnica Lápis de Cor - Maça
Técnica Lápis de Cor - Maça
 
Toturial - Indesign CS4 - Português
Toturial - Indesign CS4 - PortuguêsToturial - Indesign CS4 - Português
Toturial - Indesign CS4 - Português
 
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina LopesEstruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
Estruturar o desenho do rosto - Prof. Carina Lopes
 
Vitor Silva
Vitor SilvaVitor Silva
Vitor Silva
 
Soraia Fernandes
Soraia FernandesSoraia Fernandes
Soraia Fernandes
 

Último

AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 

Programa disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual

  • 1. CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO Técnico de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade PPRROOGGRRAAMMAA Componente de Formação Técnica Disciplina de CCoommuunniiccaaççããoo GGrrááffiiccaa ee AAuuddiioovviissuuaall Escolas Proponentes/Autores Escola Profissional Bento de Jesus Caraça Ulisses Garrido Escola Profissional Centro Juvenil Campanhã Pedro Cascalheira Escola Profissional Comércio Externo Maria João Morais Escola Profissional Mariana Seixas José Faro Escola Profissional Profitecla André Vieira Pedro Castro Escola Tecnológica Artística e Profissional de Vale do Minho Patrick Esteves Valdemar Porto Instituto Técnico Artístico e Profissional de Coimbra João Ferrand Direcção-Geral de Formação Vocacional 2006 / 2007
  • 2. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 1 Parte I OOrrggâânniiccaa GGeerraall Índice: PPáággiinnaa 1. Caracterização da Disciplina ……. ……. … 2 2. Visão Geral do Programa …………. …...... 2 3. Competências a Desenvolver. ………. …. 2 4. Orientações Metodológicas / Avaliação …. 3 5. Elenco Modular …….....………………........ 4 6. Bibliografia …………………. …………. …. 5
  • 3. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 2 1. Caracterização da Disciplina A disciplina de Comunicação Gráfica e Audiovisual integra-se na componente técnica do Curso Profissional de Técnico de Comunicação: Marketing, Relações Públicas e Publicidade, de nível 3, com uma carga horária total de 430 horas, sugerindo-se a sua distribuição pelos 3 anos do curso. O elenco modular proposto integra módulo opcionais que devem ser escolhidos pelas escolas de acordo com a orientação dada ao curso e em função das características do mercado de emprego envolvente. É uma das disciplinas da componente técnica que, no seu conjunto, proporcionam competências na área da Fotografia Digital, Vídeo e Artes Gráficas. Pretende-se com a disciplina combinar a técnica da narrativa da imagem com os elementos gráficos, optimizando o processo comunicativo quando aplicado nas novas tecnologias. Trata-se de conceber através das imagens estáticas e dinâmicas quando aliadas a suportes gráficos, conceitos de Design da Comunicação. Deste modo, são finalidades da disciplina: • tomar contacto com o aparecimento das Artes Gráficas e Design, bem como a sua evolução histórica até às tecnologias em uso nos nossos dias; • contactar com a história da Fotografia e evolução para o Cinema e mais tarde para o Vídeo; • aprender a linguagem característica das artes gráficas; • manipular equipamentos fotográficos; • conhecer as bases da narrativa fílmica; • adquirir competências de análise e crítica Audiovisual; • conhecer as diferentes tecnologias de impressão gráfica; • identificar os diferentes equipamentos inerentes à realização Audiovisual • utilizar correctamente materiais e equipamentos gráficos; • adquirir procedimentos profissionais; • aplicar técnicas gráficas no âmbito da fotografia e vídeo; • manipular com correcção equipamento fotográfico para as Artes Gráficas; • desenvolver trabalhos no âmbito da fotografia e vídeo, recorrendo às tecnologias convencionais ou digitais. 2. Visão Geral do Programa Os conteúdos programáticos da disciplina estão definidos de acordo com os objectivos gerais referidos, que por sua vez consideraram o mercado inerente, bem como o público a que se destina e os meios e recursos disponíveis ou susceptíveis de o serem. Este programa apresenta-se estruturado em módulos, com competências no domínio teórico e prático. A possibilidade de diversificar saberes e aprendizagens é uma condição inerente a este programa, podendo deste modo, variar os interesses de cada grupo em função da sua adaptação ao meio socio-
  • 4. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 3 económico em que se insere. Na avaliação das competências deve verificar-se se o aluno é ou não capaz de utilizar os saberes adquiridos em cada módulo e igualmente se é ou não capaz de utilizar correctamente materiais e equipamentos das diversas áreas de estudo. O programa integra um conjunto de módulos base e de módulos opcionais que exigem uma aplicação diferenciada, para uma carga horária total de 430 horas. Os módulos base serão comuns a todas as escolas agregando desta forma um conjunto de saberes estruturantes de um profissional desta área. Os módulos opcionais, todos organizados com a mesma carga lectiva (30 horas) permitem que cada escola forme profissionais que correspondam ao perfil solicitado pelo tecido empresarial da sua área geográfica. 3. Competências a Desenvolver De todas as finalidades e do programa decorrem competências fundamentais a desenvolver: • seleccionar e avaliar informações relevantes para o diagnóstico; • sistematizar dados e prever relações de causa-efeito; • identificar a linguagem dos públicos, detectar os seus objectivos e elaborar propostas de acção nessa base; • planear, cumprir o planeado, ser capaz de reformular planos perante imprevistos e de os avaliar; • aplicar os conceitos em contextos diversos; • desenvolver actividades com autonomia e responsabilidade; • usar a criatividade e ser aberto à inovação. Devem ainda desenvolver-se, complementarmente a outras disciplinas, as seguintes competências: • comunicar correctamente em português, por escrito e oralmente; • revelar espírito crítico, argumentar e fundamentar os seus pontos de vista; rebater outros com tolerância; • elaborar sínteses, estruturar respostas correctamente, aplicar técnicas de apresentação apoiada. 4. Orientações Metodológicas / Avaliação Da caracterização da disciplina, das finalidades propostas e das competências a desenvolver decorre a utilização de metodologias activas que potenciem um processo contínuo de construção e reconstrução dos saberes, por parte do aluno, onde a própria experiência conta, asumindo-o como o centro do processo ensino-aprendizagem e transformando-o num produtor de saberes. Será utilizada a aprendizagem através da resolução de problemas e a metodologia projectual.
  • 5. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 4 Implicando o aluno em todo o processo, são mobilizados conhecimentos, competências, valores e atitudes, num processo de desafio e aposta na aprendizagem pela acção, A metodologia de trabalho de projecto potencia aprendizagens significativas exigindo do professor uma função dinamizadora permanente e exigente, bem como uma atenção permanente ao carácter integrador dos saberes, logo, de interdisciplinaridade. O trabalho colaborativo integrado em projectos é, por sua vez, estratégico com vista a competências transversais, desde o trabalho de equipa, até ao desenvolvimento da solidariedade, da entreajuda e de responsabilidade. Os alunos deverão eles próprios desenvolver a capacidade de pesquisa, de análise e de leitura de informação técnica e científica relevante em documentos diversificados (internet, jornais, revistas, etc.) bem como recorrer a entrevistas e a inquéritos por questionário, assim como visitas e presença em seminários e congressos e outros eventos relevantes. Para um contacto com a profissão e o mundo empresarial. Criar-se-ão espaços de apresentação dos resultados das pesquisas e de debates dos temas e das actividades desenvolvidas, socializando assim os conhecimentos e aprendendo a aceitar as opiniões dos outros, a confrontá-las com as suas e a fundamentar as suas opiniões. A facilidade de práticas pedagógicas inclusivas assentará em processos de negociação e de diferenciação dos percursos de formação e das aprendizagens. A avaliação integrada no processo de ensino-aprendizagem possibilita uma regulação das práticas pedagógicas e das aprendizagens dos alunos: • o professor recolhe as informações necessárias para regular a aprendizagem dos alunos, adequando as estratégias de ensino-aprendizagem, bem como estratégias de superação quando necessárias; • o aluno identifica os seus pontos fortes e fracos, construindo e reconstruindo permanentemente os seus saberes e reformulando os processos de trabalho. A avaliação é sistemática tendo como objectos, não só, os produtos mas, igualmente, os processos, as atitudes e comportamentos. Supõe uma permanente interacção entre professor e alunos, promovendo atitudes de auto e heteroavaliação, estimulando a progressão na aprendizagem. Desta forma, a avaliação assumirá a sua dimensão formativa, enquanto fonte de reflexão contínua sobre a prática pedagógica do professor e, estímulo ao aprender a aprender, por parte do aluno. A construção do processo de avaliação implicará, então: • ser apresentada e discutida, no início de cada módulo, a metodologia de trabalho a adoptar, negociar os produtos e os parâmetros da avaliação; • utilizar instrumentos de avaliação diversificados e adequados aos objectos de avaliação - registos de atitudes e de comportamentos, grelhas específicas de observação/análise de actividades (trabalho individual e em grupo dos alunos), relativas, por exemplo, a testes, a relatórios de actividades ou de visitas de estudo. A Avaliação será feita no final de cada módulo. O trabalho desenvolvido em cada módulo traduz-se na avaliação sumativa, que exprime uma interpretação, o mais rigorosa possível, dos dados colhidos, tanto do processo em si, como dos produtos. No seu decorrer, deverá proceder-se a uma observação
  • 6. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 5 continuada e posterior comunicação, não apenas das aquisições no domínio cognitivo, mas também das atitudes, das capacidades, ou seja, aprender a ser, aprender a conhecer, aprender a fazer e aprender a viver juntos. 5. Elenco Modular Número Designação Duração de referência (horas) 1 Introdução à Fotografia, Cinema e Design 18 2 Desenho e Percepção Visual 24 3 Suportes e Ferramentas Gráficas 30 4 Suportes e Ferramentas da Imagem 30 5 Luz e Pigmento 30 6 Elementos de Análise Gráfica 24 7 Elementos de Análise Audiovisual 24 8 Desenho Gráfico I 30 9 Técnicas de Narração 24 10 Produção Gráfica 36 11 Tecnologias Audiovisuais 28 12 Desenho Gráfico II 36 13 Produção Audiovisual 36 14 Módulo de Opção* 30 15 Módulo de Opção* 30 * Módulos Opcionais 14/15A Oficina Gráfica 30 14/15A Projecto Gráfico 30 14/15A Edição Audiovisual 30 14/15A Pós-Produção Audiovisual 30
  • 7. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 6 6. Bibliografia Geral Livros: Anderson, G. (1988). Vídeo Editing and Post-Production. NY: Knowledge Industry Publications. Ang, T. (2005). Digital Video Handboock. U.K.: Dorling Kindersley. Arijon, D. (1976). Gramática del Lenguaje Audiovisual. San Sebastián: Baroja - Escuela de Cine y Video. Arnheim, R. (1998). Arte e Percepção Visual. São Paulo: Livraria Pioneira Editora. Baer, L. (2001). Produção Gráfica. São Paulo: Editora Senac. Barbosa, C. ( 2004). Manual Prático de Produção Gráfica. Lisboa: Principia – Publicações Universitárias e Cientificas. Barret, M. (1982). Educação em Arte. Lisboa: Presença. Blackwell, L. (1992). 20th Century Type. Londres: Calmann & King Publishers. Burke, C. e Renner, P. (1998). The Art Of Typography. Londres: Hyphen Press. Busselle, M.(1980).Tudo sobre Fotografia. Lisboa: Círculo dos Leitores. Busselle, M. (1997). Tudo Sobre Fotografia. São Paulo: Círculo do Livro. Cardoso, B. (2003). Vídeo digital no PC. Lisboa: FCA- Editora de Informática. Carvalhais, M. ( 2004). Code Acts. In Abstraction Now Catalogue. Viena: Die Projekt Abstraction Now. Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme, colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote. Clarke, M. (1994). Art of all colours. Lisboa: Edições Asa. Correia, I. (1998). Dicionário das Artes Visuais. Lisboa: Bertrand Editora. Cruz, J. (2002). Inter-Média: Dissertação, Provas de Mestrado em Arte Multimédia. Porto: FBAUP. Dabner, D. (2003). Guia de Artes Gráficas: Design e Layout – Princípios, Decisões, Projectos. Barcelona: Editorial Gustavo Gili. Debray, R. (1992).Vie Et Mort De L'image, Col. Folio-Essais. Paris: Éditions Gallimard. Deleuze, G. (2000). Diferença e Repetição. Lisboa: Relógio D'Água Editores. Deleuze, G. (2006). A Imagem-Tempo, Cinema 1. Lisboa: Assírio e Alvim. Denis, R. (2000). Introdução à História do Design. São Paulo: Edgard Blucher, lda Donis, D. A. (1991). A sintaxe da imagem. São Paulo: Martins Fontes. Duncan, A. (1998). Modernism -- Modernist Design 1880-1940. Minneapolis: Norwest Corporation. Farina, M. (1990). Psicodinâmica das cores em Comunicação. São Paulo: Editora Edgard Blucher. Lda. Ferrand, M. e Bicker, J. (2000). A Forma das Letras. Lisboa: Almedina Editores. Ferreira, F. (2003). Photoshop 7 – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática. Ferreri, M. (1979).O Cinema, Arte e Indústria, colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat. Fieb-senai (2004). Unidade Dendezeiros – Área Tecnológica Gráfica. Salvador: Produção gráfica. Fiske, J. (1993). Introdução ao Estudo da Comunicação. Porto: Edições ASA. Frutiger, A. (1978). Signs And Symbols. Their Design And Meaning, Londres: Studio Editions Heller, S. (1998). The Education Of A Graphic Designer. Nova York: Allworth Press.
  • 8. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 7 Henriques, C. (1993). Dicionário Televisivo. Lisboa: Centro de Formação da RTP. Johansson, K. e Lundberg, P. (2004). Manual de Producion Gráfica – Recetas.Barcelona: Editorial Gustavo Gili, SA. Knigth, Arthur (1970). Uma História Panorâmica do Cinema. Rio de Janeiro: Lidador. Langford, M. (2003). Fotografia Básica. Lisboa: Dinalivro. Lélis, C. (2004).Macromedia Freehand Mx – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática. Madison Square press (2002). California Graphics.N.Y.: Madison Square Press. Magno, S. (2004). O Essencial Sobre Fotografia Digital. Porto: Porto Editora. Marcel, M. (2005). Linguagem Cinematográfica. Lisboa: Dinalivro. Marques, P. (2003). O Fundamental do Quarkxpress – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática. Marner, T. (1991). A Realização Cinematográfica. Colec. Arte e Comunicação. Lisboa: Edições 70. McLuhan, M. e Quentin F. (1967).The Medium Is The Massage. New York: Bantan Books. Meggs, P. (1983). A history of geografic design. New York: Van Nostrand Reinhold. Modesto, A.; Ferrand, M. e Alves, C. (2004). Educação Visual e Plástica. Porto: Porto Editora. Munari, B. (1997). Design e Comunicação Visual,Arte & Comunicação. Lisboa: Edições 70. Nielsen, J. (2000). Projetando Websites: A Prática da Simplicidade. Rio de Janeiro: Ed. Campus. Perfect, C. (2000). Guia completa de la tipografia. Barcelona: Editorial Blume. Pinto, M. e Santos, A. (1995). O cinema e a escola: guia do professor. in cadernos Públicos na Escola, nº 6. Lisboa: Público, Comunicação Social. Rêgo, J. (1994). Fotografia.Lisboa: Edições Asa. Rocha, C. e Nogueira, M. (1999). Panorâmica das Artes Gráficas Vol. I – Tecnologias. Lisboa: Plátano Editora. Rocha, C. (1999). Teoria Do Design, Lisboa: Plátano Editora. Schenker,R. (1979). A Televisão, Colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat. Sakhuja, S. (1991). Digital Color Prepess. Gevaert: Agfa. Saura, C. (1979). O Cinema contemporâneo, colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat. Supor Design Group ( Corporate Author) e al ( 2001). Breaking the rules in Publication Design. New York: HBI/Harper Collins. Vilela, A. (1984). Cartilha das Artes Gráficas. Braga: Editora Pax. Vilela, A. (1984). Offset, Composição, Fotomecânica, Montagem, Impressão, papel. Braga: Editora Pax Endereços Electrónicos Optical toys - www.opticaltoys.com Outra Bibliografia Dictionary Design since 1900, Tames & Hudson Manuais Corporativos de Empresas Nacionais e Internacionais.
  • 9. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 8 Parte II MMóódduullooss Índice: Página Módulo 1 Introdução à Fotografia, Cinema e Design 9 Módulo 2 Desenho e Percepção Visual 12 Módulo 3 Suportes e Ferramentas Gráficas 14 Módulo 4 Suportes e Ferramentas da Imagem 16 Módulo 5 Luz e Pigmento 18 Módulo 6 Elementos de Análise Gráfica 21 Módulo 7 Elementos de Análise Audiovisual 23 Módulo 8 Desenho Gráfico I 25 Módulo 9 Técnicas de Narração 27 Módulo 10 Produção Gráfica 29 Módulo 11 Tecnologias Audiovisuais 31 Módulo 12 Desenho Gráfico II 33 Módulo 13 Produção Audiovisual 35 Módulo 14/15A Oficina Gráfica 37 Módulo 14/15B Projecto Gráfico 39 Módulo 14/15C Edição Audiovisual 41 Módulo 14/15D Pós-Produção Audiovisual 43
  • 10. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 9 MÓDULO 1 Duração de Referência: 18 horas 1. Apresentação Neste módulo procura-se no âmbito geral a interacção histórica entre as três áreas. Quando e de que maneira influenciaram social e culturalmente a Comunicação Humana, como evoluíram ao nível técnico e tecnológico, abrindo caminhos para novas dimensões da comunicação. Actualmente e cada vez mais o mundo do Cinema, Fotografia e Design interligam-se num sentido de optimização dos canais. Somente uma visão do passado e presente permite a continuidade de novos códigos e plataformas de comunicação que não permitam o esmorecimento da evolução da Comunicação no mundo moderno. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • identificar os passos mais importantes da História da Fotografia, Cinema e Design; • relacionar as principais influências que cada técnica exerceu sobre as outras; • classificar os diferentes processos evolutivos e de reconhecimento que cada uma sofreu; • identificar as evoluções tecnológicas e de que maneira alteraram as técnicas inerentes; • distinguir o universo de cada uma das áreas nas novas tecnologias Audiovisuais e Gráficas. Introdução à Fotografia, Cinema e Design
  • 11. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 10 Módulo 1: Introdução à Fotografia, Cinema e Design 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Da Arte Rupestre às sombras chinesas, as primeiras formas amplas de comunicação. 2. O princípio óptico da “câmara escura” e da “lanterna mágica”. 3. Niépce e a primeira “heliografia” inalterável da história. 4. A evolução da técnica de registo (Daguerre e Talbot) em paralelo aos formatos de câmaras e metodologias de laboratório. 5. O instantâneo fotográfico de Archer. 6. A invenção de Maddox da emulsão fotossensível gelatinosa (rolo). 7. George Eastman e a democratização e industrialização da fotografia com a Kodak. 8. Muybridge e o advento do início do Cinema (Caleidoscópio e Zootropo). 9. Os irmãos Lumiére e a primeira projecção pública. 10. O cinema documental. 11. O Cinema Fantástico de Mélies. 12. Edison e o princípio do cinema sonoro. 13. Pathé e Gaumont, a industria cinematográfica. 14. O Cinema Americano e as novas narrativas (Griffith e Porter). 15. A importância do Design no Expressionismo alemão. 16. O Star System e o sonho americano. 17. A industralização e organização industrial do séc XVIII e XIX, o movimento das Arts and Crafts. 18. Design e comunicação – novo cenário urbano séc XIX e XX. 19. O modernismo – De Toulouse Lautrec à Bauhaus. 20. O mundo multinacional – a comunicação universal. 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Busselle,M.(1980).Tudo sobre Fotografia.Lisboa: Círculo dos Leitores. Denis, R. (2000). Introdução à História do Design. São Paulo: Edgard Blucher, lda Knigth, Arthur (1970). Uma História Panorâmica do Cinema.Rio de Janeiro: Lidador. Meggs, P. (1983). A history of geografic design. New York: Van Nostrand Reinhold. Munari, Bruno (1997). Design e Comunicação Visual,Arte & Comunicação,Lisboa: Edições 70. Pinto, M. e Santos, A. (1995). O cinema e a escola: guia do professor. in cadernos Públicos na Escola, nº 6. Lisboa: Público, Comunicação Social.
  • 12. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 11 Módulo 1: Introdução à Fotografia, Cinema e Design Rêgo, J.(1994). Fotografia. Lisboa: Edições Asa. Sougez, M. (2001). História da Fotografia. Lisboa: Dinalivro. Sena, A. (1980). Uma História da Fotografia.Lisboa: Casa da Moeda. Tudor, A.(1985). Teorias do Cinema, Arte & Comunicação. Lisboa: Edições 70. Endereços Electrónicos Optical toys - www.opticaltoys.com Outra Bibliografia Dictionary Design since 1900, Tames & Hudson
  • 13. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 12 MÓDULO 2 Duração de Referência: 24 horas 1. Apresentação Este módulo inicia e desenvolve o conhecimento teórico-prático e descritivo, relacionado com a forma e suas expressões sensoriais. Pretende-se uma análise de elementos visuais no meio envolvente, conferindo-lhes relevância na expressividade comunicacional. A Linguagem Visual de expressão e percepção, baseada no “saber ver” e na observação irá consequentemente desenvolver competências capazes de analisar e resolver as questões da arte de comunicar. Este módulo visa então a educação de sensibilidade estética e todas as formas de educação visual e modos de auto-expressão. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • conhecer os principais modelos explicativos do processo da comunicação; • definir o conceito da comunicação visual salientando a importância da mensagem visual no estudo do processo da comunicação humana; • conhecer a abordagem da Gestalt sobre a percepção em geral e sobre a percepção visual em particular, entendidas como um processo dinâmico e organizado; • definir percepção cromática e conhecer o significado psicológico das cores; • desenvolver a percepção com o objectivo de, na educação visual, visar a actividade criadora: imaginativa, inventiva, perspicaz e sensível; • reconhecer a experiência artística como forma privilegiada de articulação da inteligência, do imaginário, do simbólico, do real, da cultura. Percepção Visual
  • 14. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 13 Módulo 2: Percepção Visual 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Introdução ao alfabeto visual/carácter e conteúdo. Fundamentos sintáticos. 2. Elementos básicos de comunicação visual. 3. Anatomia da mensagem visual. 4. Dinâmica de contraste. 5. Técnicas Visuais: 5.1 Elementos e princípios básicos/ponto, linha,massa. 5.2 Unidade, ritmo, proporção, equilíbrio, negativo/positivo, trama, contraste, intensidade, movimento, disposição. 6. Artes visuais/ função e mensagem. 7. Percepção visual: 7.1 Predisposição, ambiguidade, familiaridade, frequência, significação, contexto, concentração, busca, activação, sinergias, filtros, hierarquização, atenção selectiva. 7.2 Teoria Gesfalf. 8. Comunicação visual: 8.1 Preferência, complexidade, quantidade, micro e macroformas, tamanhos, posições, selecção visual. 8.2 Interpretação visual: Exploração, selecção e atenção. 9. Percepção cromática 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Arnheim, R. (1998). Arte e Percepção Visual. São Paulo: Livraria Pioneira Editora. Barret, M. (1982). Educação em Arte. Lisboa: Presença. Donis, D. A. (1991). A sintaxe da imagem. São Paulo: Martins Fontes. Farina, M. (1990). Psicodinâmica das cores em Comunicação. São Paulo: Editora Edgard Blucher. Lda. Fiske, J. (1993). Introdução ao Estudo da Comunicação. Porto: Edições ASA.
  • 15. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 14 MÓDULO 3 Duração de Referência: 30 horas 1. Apresentação Com este módulo pretende-se dar a conhecer os suportes formais das indústrias gráficas e ferramentas publicitárias, bem como se pretende a aplicação prática das designações técnicas dos elementos constituintes dos diversos suportes. Pretende-se também a criação de concepções visuais de acordo com um determinado produto, tendo em conta as necessidades de mercado. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • identificar áreas de produção de um trabalho gráfico; • distinguir géneros e processos de edição; • defenir e criar parâmetros de concepção gráfica e estilos de grafismos pessoais e contemporâneos; • definir e explicar princípios metodológicos a todos os actos da produção gráfica; • definir e criar os elementos de uma imagem; • realizar de maquetas. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Escolha de formatos, análise e compreensão do produto/entidade; objectivos de mercado; coerência visual; layout; tratamento gráfico de um título; mancha de texto e imagem; legibilidade, (…); 2. Apresentação gráfica de projectos. Suportes e Ferramentas Gráficas
  • 16. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 15 Módulo 3: Suportes e Ferramentas Gráficas 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Baer, L. (2002). Produção Gráfica. São Paulo: Editora Senac. Barbosa, C. (2004). Manual Prático de Produção Gráfica. Cascais: Publicações Universitárias e Científicas. Johansson, K. e Lundberg, P. (2004). Manual de Producion Gráfica – Recetas.Barcelona: Editorial Gustavo Gili, SA. Rocha, C. e Nogueira, M. (1999). Panorâmica das Artes Gráficas Vol. I – Tecnologias. Lisboa: Plátano Editora.
  • 17. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 16 MÓDULO 4 Duração de Referência: 30 horas 1. Apresentação Neste módulo aborda-se a fotografia quanto à técnica e tecnologia. Numa altura em que a sociedade depende cada vez mais da imagem, o domínio da técnica e o conhecimento das novas tecnologias na área são transversais na comunicação. As exigências do mercado, principalmente em Portugal, aumentaram a complexidade na produção de imagens, acentuando uma especialização técnica no domínio da imagem, seja estática, dinâmica, no seu estado mais puro ou tratada digitalmente. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • entender a formação da imagem na câmara escura; • identificar tipos de suportes fotossensíveis analógicos e digitais; • manipular um equipamento fotográfico; • aplicar técnicas de registo fotográfico; • utilizar software de tratamento e arquivo digital. • produzir imagens manipuladas informaticamente. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. A câmara escura: 1.1 Imagem estenopeica (invertida). 1.2 A sensibilidade dos materiais sensíveis. 1.3 Químicos. 1.4 Pinhole Suportes e Ferramentas de Imagem
  • 18. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 17 Módulo 4: Suportes e Ferramentas de Imagem 2. A câmara fotográfica: 2.1 Tipos de corpos. 2.2 Objectivas. 2.3 Visores. 2.4 Obturadores. 2.5 O Diafragma. 2.6 O Exposímetro (E.V.). 2.7 Transporte. 3. A câmara fotográfica digital: 3.1 CCD. 3.2 A resolução e sensibilidade do sensor. 3.3 A calibração dos brancos. 3.4 Transferência de dados. 3.5 Tipos de cartões de memória. 3.6 Funções da Camâra. 4. O software de tratamento de imagem: 4.1 Protocolos. 4.2 Compressões. 4.3 Retoque. 4.4 Fotocomposição. 4.5 Dimensão/Resolução. 4.6 Exportação. 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Rêgo, J. (1994). Fotografia. Lisboa: Edições Asa. Busselle, M. (1980). Tudo Sobre Fotografia. Lisboa: Círculo dos Leitores. Magno, S. (2004). O Essencial Sobre Fotografia Digital. Porto: Porto Editora. Langford, M. (2003). Fotografia Básica. Lisboa: Dinalivro. Endereços Electrónicos Optical toys - www.opticaltoys.com
  • 19. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 18 MÓDULO 5 Duração de Referência: 30 horas 1. Apresentação Este módulo justifica a sua relevância pela necessidade de reconhecer a importância da Luz no desempenho de actividades tanto Gráficas como Audiovisuais. A Luz é inerente ao processo do registo da imagem e à sua produção gráfica. A sua compreensão física, possibilita o aluno dominar a cor e as suas características no registo, tratamento e produção. Paralelamente, existe a teorização da cor ao nível da interacção com o observador, fornecendo o módulo competências para melhor gerir a paleta cromática na comunicação visual. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • reconhecer a luz como energia; • analisar o comportamento dos materiais à Luz; • conhecer a adição de luz e o leque cromático; • manipular equipamentos de iluminação; • aplicar técnicas de iluminação natural e artificial; • distinguir padrões de cor em pigmento; • entender o processo de subtracção da da Luz e o seu processo fotomecânico de separação. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. A Luz e o seu comportamento físico: 1.1. A energia electromagnética. 1.2. A propagação.. 1.3. A frequência.. Luz e Pigmento
  • 20. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 19 Módulo 5: Luz e Pigmento 2. A matéria e a Luz: 2.1. A incidência. 2.2. A refracção. 2.3. A reflexão. 2.4. A absorção. 2.5. A difusão. 3. A adição da Luz 3.1. RGB. 3.2. A luz natural. 3.3. A luz artificial. 3.4. A temperatura de cor. 4. Equipamentos de Iluminação: 4.1. Reflectores. 4.2. Difusores. 4.3. Filtros. 4.4 Acessórios. 4.5. Tipos de projectores. 4.6. Esquemas de Luz. 4.7. Características técnicas 5. As cores subtractivas da Luz: 5.1. CMY+K 5.2 Tabelas cromáticas 5.3 Separação de cor 5.4 Noção de quadricromia 5.5 Noção de trama. 6. A cor como fenómeno visual: 6.1 Elementos da psicologia da cor. 6.2 A cor na publicidade. 6.3 A sua influência cultural.
  • 21. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 20 Módulo 5: Luz e Pigmento 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Clarke, M. (1994). Art of all colours. Lisboa: Edições Asa. Busselle, M. (1997). Tudo Sobre Fotografia. São Paulo: Círculo do Livro. Magno, S. (2004). O Essencial Sobre Fotografia Digital. Porto: Porto Editora. Langford, M. (2003). Fotografia Básica. Lisboa: Dinalivro. Sakhuja, S. (1991). Digital Color Prepess. Gevaert: Agfa.
  • 22. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 21 MÓDULO 6 Duração de Referência: 24 horas 1. Apresentação Este módulo pretende desenvolver produções gráficas segundo uma metodologia projectual, sendo capaz de a utilizar desde a concepção da ideia até ao produto final. Da criação à produção, passando pela manipulação da imagem e paginação, tendo em vista a disposição, manusear de programas mais utilizados no mundo da criação visual 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • identificar as diferentes fases de produção de um trabalho gráfico; • identificar a área de produção de um trabalho gráfico; • identificar aspectos técnicos referentes à paginação e composição de texto; • identificar os termos técnicos da arquitectura do livro. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Pré-impressão (digitação de texto, imposição, saídas, provas de cor,…). 2. Impressão(Offset, cor directa e quadricromia, tintas vernizes,…). 3. Acabamentos(corte, dobra e vinco, …). 4. Tipos de Publicações (livro, jornal, revista,…). 5. Tipos de Publicações (livro, jornal, revista,…). 6. Estratégias de Comunicação (público-alvo, faixa etária, estrato cultural, adequação e escolha de grafismos,…). 7. Elementos estruturais da paginação (grelha de página, colunas, margens interiores e exteriores,…). 8. Elementos estruturais da composição (corpo de letra, caixa alta e caixa baixa,… ). 9. Nomenclatura do livro (lombada, miolo, capa e contracapa,… ). Elementos de Análise Gráfica
  • 23. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 22 Módulo 6: Elementos de Análise Gráfica 10. Introdução ao Programa de paginação: QuarkXpress. 10.1 Técnicas de composição: a palavra, a linha, o parágrafo. 10.2 Configuração de documentos: páginas mestras, frente e verso. 10.3 Trabalhar com documentos, utilização de tabulações, ferramentas de texto, trabalhar com imagens. 10.4 Letra como forma visual: função puramente visual, combinações visuais, redundância, humor, limites de leitura. 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Baer, L. (2001). Produção Gráfica. São Paulo: Editora Senac. Fieb-senai (2004). Unidade Dendezeiros – Área Tecnológica Gráfica. Salvador: Produção gráfica. Rocha, C. e Nogueira, M. (1999). Panorâmica das Artes Gráficas Vol. I – Tecnologias. Lisboa: Plátano Editora. Vilela, A. (1984). Cartilha das Artes Gráficas. Braga: Editora Pax. Vilela, A. (1984). Offset, Composição, Fotomecânica, Montagem, Impressão, papel. Braga: Editora Pax
  • 24. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 23 MÓDULO 7 Duração de Referência: 24 horas 1. Apresentação Ver Cinema, Publicidade Vídeo, Programas Televisivos, Informação, Documentários, Animações ou Clip´s Musicais, preenche uma parte importante da rotina das pessoas. Transforma pela quantidade e diversidade de oferta Audiovisual, o observador num exigente crítico, que avalia pelo aspecto meramente emotivo sem ser capaz compreender o que vê, de justificar porque aprecia ou não. Este módulo debruça-se sobre o audiovisual não somente como um mero canal, mas como a mensagem funciona dentro deste canal e até que ponto a pode alterar. Decompor a estrutura dos elementos fílmicos e analisar segmentadamente, dá uma visão da análise mais precisa e justificada nos seus vários aspectos que preenchem o todo. Esta metodologia de análise potencia inovação e qualidade para quem produz e realiza trabalhos audiovisuais, contextualizando a crítica e criação na Gramática Audiovisual. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • analisar um filme quanto ao estilo, tendência, escola ou autor ; • identificar a estrutura da obra Audiovisual; • avaliar quanto ao género e alcance público; • classificar quanto à montagem e ritmo; • desenvolver transversalmente a critica contextualizada. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. A Estrutura Fílmica: 1.1. O plano 1.2. A duração Elementos da Análise Audiovisual
  • 25. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 24 Módulo 7: Elementos da Análise Audiovisual 1.3 A dimensão 2. A Mobilidade: 2.1 O campo Visual 2.2 O campo sonoro 3. A montagem: 3.1 Operações da montagem. 3.2 Funções da montagem. 3.3 As classificações. 3.4 O Realismo e o Verosímil. 4. Os géneros: 4.1 No cinema. 4.2 Na televisão. 4.3 No vídeo. 4.4 Na internet. 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Arijon, D. (1976). Gramática del Lenguaje Audiovisual. Lisboa: Escuela de Cine Cine y Video. Baroja. Deleuze, G. (2005). A Imagem-Tempo, Cinema 1. Lisboa: Assírio e Alvim. Deleuze, G. (2006). A Imagem-Tempo, Cinema 1. Lisboa: Assírio e Alvim. Ferreri, M. (1979).O Cinema, Arte e Indústria, colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat. Pinto, M. e Santos, A. (1995). O cinema e a escola: guia do professor. in cadernos Públicos na Escola, nº 6. Lisboa: Público, Comunicação Social. Marner, T. (1991). A Realização Cinematográfica. Colec. Arte e Comunicação. Lisboa: Edições 70. Marcel, M. (2005). Linguagem Cinematográfica. Lisboa: Dinalivro. Saura, C. (1979). O Cinema contemporâneo, colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat. Schenker,R. (1979). A Televisão, Colec. De Grandes Temas. Lisboa: Editorial Salvat.
  • 26. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 25 MÓDULO 8 Duração de Referência: 30 horas 1. Apresentação O módulo de desenho gráfico I é a primeira oportunidade do aluno, de forma directa, utilizar as ferramentas que aprendeu (e apreendeu) durante os trabalhos realizados nos outros módulos dentro de um contexto muito perto da realidade. Será um processo de dar ordem estrutural e forma à informação visual pretendida, trabalhando a relação de imagem e texto, numa linguagem scriptovisual. Com base nas condicionantes próprias de um trabalho simulado o aluno aplicará os seus conhecimentos na estruturação de peças para vários meios de comunicação, sejam eles impressos, digitais, audiovisuais, entre outros. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • reconhecer a importância da ilustração e de um universo de signos e linguagens visuais como elementos estruturantes do Desenho de Comunicação; • realizar trabalhos onde as experiências comunicacionais sejam objectivas; • Investir nas capacidades de investigação, experimentação e reflexão no âmbito do Desenho de Comunicação; • utilizar novos mecanismos de comunicação; • desenvolver um trabalho em autonomia. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Pequenos exercícios de exploração de pequenas narrativas onde, de forma progressiva se introduz a combinação com o audiovisual: os elementos som e imagem "estática e em movimento", limites da imagem estática estudados individualmente e combinados, narrativa e narratividade, estrutura, complexidade, não-linearidade, hiper-texto, hiper-narrativa e hiper-média. 2. Simulação de um trabalho com condicionantes muito similares àquelas que se poderia encontrar na realidade, tendo como base um trabalho interdisciplinar. Desenho Gráfico I
  • 27. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 26 Módulo 8: Desenho Gráfico I 5. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Blackwell, L. (1992). 20th Century Type. Londres: Calmann & King Publishers. Burke, C. e Renner, P. (1998). The Art Of Typography. Londres: Hyphen Press. Carvalhais, M. ( 2004). Code Acts. In Abstraction Now Catalogue. Viena: Die Projekt Abstraction Now. Cruz, J. (2002). Inter-Média: Dissertação, Provas de Mestrado em Arte Multimédia. Porto: FBAUP. Debray, R. (1992).Vie Et Mort De L'image, Col. Folio-Essais. Paris: Éditions Gallimard. Deleuze, G. (2000). Diferença e Repetição. Lisboa: Relógio D'Água Editores. Duncan, A. (1998). Modernism -- Modernist Design 1880-1940. Minneapolis: Norwest Corporation. Frutiger, A. (1978). Signs And Symbols. Their Design And Meaning, Londres: Studio Editions Heller, S. (1998). The Education Of A Graphic Designer. Nova York: Allworth Press. Lupton, E. e Miller, A. (1996). Design Writing Research -Writing On Graphic Design, New York: McLuhan, M. e Quentin F. (1967).The Medium Is The Massage. New York: Bantan, Princeton Architectural Press. Meggs, P. (1983). A history of geografic design. New York: Van Nostrand Reinhold.
  • 28. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 27 MÓDULO 9 Duração de Referência: 24 horas 1. Apresentação Iniciar um projecto gráfico ou audiovisual requer a definição de uma narrativa, devido à complexidade das etapas seguintes. Com as regras da narrativa bem estabelecidas, aproxima-se a ideia do ou dos autores ao produto final. A criação de guiões orientadores planificam objectivamente o que se quer, como, quando e com quem trabalhar, sendo um código comum à equipa de trabalho, possibilita a convergência à ideia do autor. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • reconhecer a importância da narrativa; • distinguir as matrizes dos vários meios; • adequar o conteúdo à plataforma de comunicação; • adaptar textos literários a guiões técnicos; • produzir textos adequados aos meios; • identificar os diferentes códigos narrativos. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. A Narração: 1.1 A Interpretação. 1.2 As estruturas narrativas. 1.3 O enredo. 1.4 O narrador. 2. O Guião: 2.1 O argumento documental e de ficção. 2.2 A adaptação literária. Técnicas de Narração
  • 29. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 28 Módulo 9: Técnicas de Narração 2.3 A Sinopse 2.4 O guião por cenas (scaletta). 2.5 A planificação. 2.6 O guião técnico; na rádio, na T.V., no cinema e na Internet. 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Pinto, M. e Santos, A. (1995). O cinema e a escola: guia do professor. in cadernos Públicos na Escola, nº 6. Lisboa: Público, Comunicação Social. Marner, T. (1991). A Realização Cinematográfica - Colec. Arte e Comunicação. Lisboa: Edições 70. Marcel, M. (2005). Linguagem Cinematográfica. Lisboa: Dinalivro. Arijon, D. (1976). Gramática del Lenguaje Audiovisual. San Sebastián: Baroja - Escuela de Cine y Video.
  • 30. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 29 MÓDULO 10 Duração de Referência: 36 horas 1. Apresentação Neste módulo pretende-se identificar a área de produção de um trabalho gráfico, elaborando-se dossiers em que constem os conceitos, pesquisas, esboços, maquetizações, … de projectos gráficos. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • identificar as diferentes fases de produção de um trabalho gráfico; • identificar a área de produção de um trabalho gráfico;; • elaborar dossiers em que constem conceitos, pesquisas, esboços, maquetizações intermédias, … de projectos gráficos desenvolvidos; • elaborar electronicamente e em software gráfico adequado, a sua planificação; • elaborar electronicamente e em software gráfico a Arte Final; • realizar uma Memória Descritiva e Justificativa das peças gráficas desenvolvidas. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Pré-impressão (digitação de texto, imposição, saídas, provas de cor,…). 2. Impressão (Offset, cor directa e quadricromia, tintas vernizes,…). 3. Acabamentos (corte, dobra e vinco,…). 4. Briefing. 5. Estruturação e Conceito. 6. Maquetização. 7. Arte Final. 8. Impressão Produção Gráfica
  • 31. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 30 Módulo 10: Produção Gráfica 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Barbosa, C. ( 2004). Manual Prático de Produção Gráfica. Lisboa: Principia – Publicações Universitárias e Cientificas. Correia, I. (1998). Dicionário das Artes Visuais. Lisboa: Bertrand Editora. Dabner, D. (2003). Guia de Artes Gráficas: Design e Layout – Princípios, Decisões, Projectos. Barcelona: Editorial Gustavo Gili. Ferrand, M. e Bicker, J. (2000). A Forma das Letras. Lisboa: Almedina Editores. Ferreira, F. (2003). Photoshop 7 – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática. Lélis, C. (2004). Macromedia Freehand Mx – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática. Marques, P. (2003). O Fundamental do Quarkxpress – Curso Completo. Lisboa: FCA – Editora de Informática. Rocha, C. (1999). Teoria Do Design, Lisboa: Plátano Editora.
  • 32. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 31 MÓDULO 11 Duração de Referência: 28 horas 1. Apresentação Neste módulo aborda-se a tecnologia inerente à técnica do audiovisual, identificando os equipamentos necessários à produção e realização dos trabalhos. Com a constante evolução tecnológica tanto nos equipamentos como nos suportes, este módulo reivindica uma constante actualização dos conhecimentos referentes às novas tecnologias emergentes, criando sempre uma contextualização e vínculo com o mercado de trabalho. Por outro lado é um módulo que aplica técnicas de captura áudio e vídeo em estúdio e exteriores, dependendo a metodologia de registo ao meio a que se destina. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • identificar vários equipamentos vídeo e áudio ; • entender o funcionamento dos vários equipamentos tipo; • classificar suportes de registo; • conhecer os suportes analógicos e digitais; • compreender a conectividade entre os equipamentos; • proceder à manutenção e preservação dos equipamentos; • aplicar metodologia de trabalho em equipa. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. O Sinal Rádio Frequência: 1.1 Na rádio. 1.2 Na televisão. 1.3 No vídeo 1.4 Vídeo por componentes/ composto. 2. A câmara vídeo: 2.1 Tipos de Câmaras. 2.2 Suportes. Tecnologias Audiovisuais
  • 33. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 32 Módulo 11: Tecnologias Audiovisuais 2.3 Protocolos. 2.4 Conectividade. 2.5 Formatos input/output. 2.6 Funções da Câmara. 2.7 Manutenção do equipamento. 3. Acessórios vídeo e áudio: 3.1 Tripés 3.2 Filtros 3.3 Microfones 3.4 Monitores 4 Técnicas de registo áudio: 4.1 Estúdio. 4.2 Exterior 4.3 O voz-off. 4.4 Perche. 4.5 Sincronismo visual. 4.6 Sonoplastia. 5 Técnicas de registo vídeo: 5.1 Composição. 5.2 Enquadramento. 5.3 Profundidade de Campo. 5.4 Continuidade de Registo. 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Ang, T. (2005). Digital Video Handboock, U.K.: Dorling Kindersley. Arijon, D. (1976). Gramática del Lenguaje Audiovisual. San Sebastián: Baroja - Escuela de Cine y Video. Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme - Colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote. Henriques, C. (1993). Dicionário Televisivo. Lisboa: Centro de Formação da RTP.
  • 34. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 33 MÓDULO 12 Duração de Referência: 36 horas 1. Apresentação Este módulo assume duas componentes complementares de formação: uma componente prática, fortemente associada às realidades culturais e de mercado, que prepara os alunos para um desempenho profissional de liderança; e uma componente conceptual e de investigação, que permite ao futuro profissional encontrar o seu próprio espaço criativo. O módulo aposta numa formação abrangente, dotando o aluno de capacidade de resposta às múltiplas áreas em que o profissional futuramente irá operar ou gerir, nomeadamente, as Novas Culturas Digitais, o Design Editorial – Tipografia, a Identidade Corporativa e Institucional, os Estudos e Práticas Narrativas da Imagem, a História e Crítica do Design e os Estudos de Cultura Visual.. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • desenhar e representar desenho de síntese; • reconhecer a importância da História da Tipografia e a sua evolução; • distinguir uma Marca de um Logótipo; • aplicar a Marca/Logotipo em vários suportes de Comunicação; • conhecer a importância do manual de Identidade corporativo de uma determinada empresa e a sua funcionalidade. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Desenhar e representar desenho de síntese. 2. Linguagens de comunicação e Tipografia. 3. Elementos interventivos da Comunicação. 4. Os Símbolos; Níveis de iconocidade. Desenho Gráfico II
  • 35. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 34 Módulo 12: Desenho Gráfico II 5. A Cor e a Comunicação. 6. Marca Logótipo – Representação. 7. Comportamento básico da Marca e Logótipo. 8. Níveis de Cor / Aplicação em Monocromia e Quadricromia. 9. Margens de legibilidade / Máximo e Mínimo. 10. Comportamento da assinatura. 11. Suportes Corporativos. 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Madison Square Press (2002). California Graphics.N.Y.: Madison Square Press. Modesto, A.; Ferrand, M. e Alves, C. (2004). Educação Visual e Plástica. Porto: Porto Editora. Perfect, C. (2000). Guia completa de la tipografia. Barcelona: Editorial Blume. Supor Design Group ( Corporate Author) e al ( 2001). Breaking the rules in Publication Design. New York: HBI/Harper Collins.
  • 36. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 35 MÓDULO 13 Duração de Referência: 36 horas 1. Apresentação Este módulo aborda a planificação geral de um trabalho audiovisual e a sua produção executiva. Nos últimos anos assiste-se a uma crescente exigência qualitativa e quantitativa da produção nacional. A necessidade de produzir rápido e bem, depende de uma planificação técnica pormenorizada e objectiva. A juntar a este factor, a rapidez da edição, pós-produção e emissão e ou distribuição, graças ás novas tecnologias, aumentou a concorrência entre produtoras, muitas vezes, pequenas e eficientes, com orçamentos acessíveis e prazos apelativos. È essencial abordar neste módulo a responsabilidade delegada no trabalho de equipa potenciando a qualidade na produção com baixos custos. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • interpretar um guião técnico; • planificar um mapa de trabalho; • pré-orçamentar uma produção audiovisual; • dirigir um casting; • delegar competências técnicas; • aplicar metodologia de trabalho em equipa. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. O Story-board. 2. Mapa de trabalho: 2.1 Selecção. 2.2 Planeamento. 3. Custos de Produção: Produção Audiovisual
  • 37. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 36 Módulo 13: Produção Audiovisual 3. Custos de Produção: 3.1.Aluguer de equipamentos. 3.2. Casting. 3.3. Contratos. 3.4.Patrocínios oficiais e não Oficiais. 3.5.Direitos de autor e conexos. 4. A Produção Executiva: 4.1 Os Exteriores. 4.2 Locais e autorizações. 4.3 Logística. 4.4 O estúdio. 4.5 Cenografia. 4.6 Guarda-Roupa. 4.7 Adereços. 4.8 Anotação. 4.9 Arquivo e Catalogação. 4.Bibliografia / Outros Recursos Livros: Ang, T. (2005). Digital Video Handboock, U.K.: Dorling Kindersley. Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme - Colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote. Henriques, C. (1993). Dicionário Televisivo. Lisboa: Centro de Formação da RTP.
  • 38. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 37 MÓDULO 14A Duração de Referência: 30 horas 1. Apresentação Este módulo irá focar os diversos tipos de impressão e acabamentos, de acordo com as mais recentes tecnologias e metodologias de projecto, através de uma explicação teórico/prática. Pretende- se garantir que os alunos adquiram os conhecimentos necessários para poderem individualmente avaliar as valências e limitações processuais de um trabalho gráfico. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • identificar equipamentos e processos produtivos; • conhecer todas as fases de um trabalho gráfico; • identificar os principais sistemas de impressão; • aplicar os sistemas de impressão à especificidade de cada trabalho. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Conceitos Fundamentais 2. Materiais e equipamentos e sua aplicação nas diferentes técnicas de impressão. 3. Identificar os processos de impressão off-set. 4. Processos de separação de cor na técnica serigráfica. 5. Identificar os processos de impressão serigráfica. 6. Identificar os vários tipos de acabamentos corte, picote, vinco, agrafo, alceamento e plastificação. 7. Abordagem sobre montagem e transporte e os diferentes equipamentos utilizados. 8. Os processos de impressão analógico e digital. 9. Técnica de separação de cores na técnica serigráfica. 10. Sensibilização de quadros e impressão serigráfica. 11. Identificação e experimentação dos equipamentos de acabamentos. Oficina Gráfica
  • 39. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 38 Módulo 14A: Oficina Gráfica 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Baer, L. (2001). Produção Gráfica. São Paulo: Editora Senac. Vilela, A. (1984). Cartilha das Artes Gráficas. Braga: Editora Pax. Vilela, A. (1984). Offset, Composição, Fotomecânica, Montagem, Impressão, papel. Braga: Editora Pax
  • 40. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 39 MÓDULO 14B Duração de Referência: 30 horas 1. Apresentação Neste módulo pretende-se que os alunos elaborem um produto gráfico desde a sua criação até à pré-impressão, passando por todos os processos de arte-final, protocolos de impressão, tintas, sistemas de impressão (monocromia, bicromia, tricromia), processo de selecção de cores, cores especiais e escalas comerciais. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • acompanhar um projecto gráfico desde a sua conceptualização; • conhecer todo o processo de acompanhamento na impressão; • planificar e maquetizar e um determinado objecto ou embalagem; • elaborar um Manual de Identidade Corporativa. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. O produto gráfico desde a sua criação até à pré-impressão, passando por todos os processos de arte-final, protocolos de impressão, suportes para impressão, tintas, sistemas de impressão (monocromia, bicromia, tricromia), processo de selecção de cores, cores especiais, escalas comerciais. 2. A embalagem. Planificação. 3. o ambiente web, arquivos, gráficos, animação, marcadores, tabelas, quadros, som, interactividade, medidas tipográficas, classificação dos tipos, legibilidade, aspectos visuais, tipografia digital, física, terminologia, sistemas de cor, usos da cor, contrastes, harmonia da cor, psicodinâmica das cores. 4. O Manual de Identidade Corporativa. Projecto Gráfico
  • 41. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 40 Módulo 14B: Oficina Gráfica 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Madison Square Press (2002). California Graphics.N.Y.: Madison Square Press. Modesto, A.; Ferrand, M. e Alves, C. (2004). Educação Visual e Plástica. Porto: Porto Editora. Nielsen, J. (2000). Projetando Websites: A Prática da Simplicidade. Rio de Janeiro: Ed. Campus. Supor Design Group ( Corporate Author) e al ( 2001). Breaking the rules in Publication Design. New York: HBI/Harper Collins. Outros recursos: Manuais Corporativos de Empresas Nacionais e Internacionais.
  • 42. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 41 MÓDULO 14C Duração de Referência: 30 horas 1. Apresentação Neste módulo pretende-se uma abordagem directa do trabalho físico de montagem da produção audiovisual. Nesta fase torna-se visível a ideia do realizador e decide-se o ritmo e a fluidez da narrativa. É a última grande etapa do processo que possibilita avaliar objectivamente a globalidade do projecto. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • adequar a montagem à narrativa; • manipular software de edição não-linear; • articular adequadamente som com imagem; • aplicar protocolos de compressão e exportação; • ajustar a qualidade imagética ao suporte final. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. O “bruto de câmaraa. 2. A selecção dos planos. 3. A mesa de edição virtual. 4. A captura vídeo e áudio. 5. Conectividade. 6. Importar imagens e gráficos. 7. A linha de tempo ( Time code). 8. O tratamento de imagem e som. 9. Rought cut. 10. Fine cut Edição Audiovisual
  • 43. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 42 Módulo 14C: Edição Audiovisual 11. Tempo múltiplo. 12. Transições. 13. Títulos. 14. Legendas. 15. Créditos. 16. O reprodutor (Play-back). 17. Montagem linear: 17.1. EDL (editing decision list). 17.2. Montagem não-linear 17.3. Master 18. Suportes finais: 18.1. Analógicos. 18.2. Digitais. 18.3. Protocolos de exportação. 18.4. Tipos de compressão vídeo. 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Ang, T. (2005). Digital Video Handboock, U.K.: Dorling Kindersley. Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme - Colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote Cardoso, B. (2003). Vídeo digital no PC. Lisboa: FCA- Editora de Informática. Anderson, G. (1988). Vídeo Editing and Post-Production. NY: Knowledge Industry Publications.
  • 44. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 43 MÓDULO 14D Duração de Referência: 30 horas 1. Apresentação Neste módulo apura-se estética e plasticamente o processo audiovisual. O mercado actual fílmico e publicitário está repleto de efeitos visuais que tornam mais apelativa a mensagem, sem no entanto se sobrepor a esta, como acontece numa significativa parte dos trabalhos actuais. È neste contexto que o módulo se integra nas novas tecnologias, ao nível dos recursos imagéticos disponíveis, de modo a fazer uma gestão equilibrada e eficaz para o objectivo primário, que é passar a mensagem. Mas no entanto, actualmente, o alcance dos meios audiovisuais obrigam uma concentração de alternativas técnicas e tecnológicas mais apelativas e inovadoras no modo como se se transmite uma ideia ou se apresenta um produto. Espaço que cabe à Pós-Produção. 2. Objectivos de Aprendizagem Cada aluno deve atingir no fim do módulo os seguintes objectivos: • adequar o suporte à necessidade; • conhecer as potencialidades da Imagem de síntese; • produzir DVD´s e CD´s compatibilizados com gestão de menus; • classificar os diferentes suportes audiovisuais; • manipular software de pós-produção vídeo; • aplicar antecipadamente na Produção técnicas de registo para pós-produzir. 3. Âmbito dos Conteúdos 1. Noção de efeito visual: 1.1 Inlay/Overlay. 1.2 Chroma Key. 1.3 Luminance Ke Pós-Produção Audiovisual
  • 45. Programa de Comunicação Gráfica e Audiovisual Cursos Profissionais TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE 44 Módulo 14D: Pós-Produção Audiovisual 2. Software de Pós–Produção.: 2.1 Dimensão. 2.2 Mobilidade. 2.3 Plasticidade. 2.4 Distorção. 2.5 Transformação (Morph). 2.6 Filtros digitais. 3. Imagem de síntese: 3.1 Estruturas 2D e 3D. 3.2 Mapping. 3.3 Rendering. 3.4 Aberrações Ópticas. 4. O CD/DVD: 4.1 Software de construção e gravação de CD/DVD´s. 4.2 Gestão de menus. 4.3 Protocolos de gravação. 4.4 Cópia Directa. 4.5 Leis e regulamentos para duplicações 4. Bibliografia / Outros Recursos Livros: Ang, T. (2005). Digital Video Handboock, U.K.: Dorling Kindersley. Chabrol, C. (2005). Como fazer um filme - Colec. Arte e Sociedade. Lisboa: Publicações Dom Quixote Cardoso, B. (2003). Vídeo digital no PC. Lisboa: FCA- Editora de Informática. Anderson, G. (1988). Vídeo Editing and Post-Production. NY: Knowledge Industry Publications.