SlideShare uma empresa Scribd logo
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR
DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DA REDE IFES
PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL
Planejamento Anual de Atividades – 2012
(01 de janeiro de 2012 a 31 de dezembro de 2012)
1. IDENTIFICAÇÃO
1.1. Instituição de Ensino Superior: Escola Superior de Educação Física/ UFPel
1.2. Grupo: PET/ESEF UFPel
1.3. Home Page do Grupo: http://www.ufpel.tche.br/esef/html/pet/
1.4. Data da Criação do Grupo: 1991
1.5. Natureza do Grupo:
( ) Curso de graduação: Educação Física
( ) Multi/Inter-disciplinar Multi/Inter-disciplinar
( ) Área do Conhecimento Ciências da Saúde
( ) Institucional Universidade Federal de Pelotas/ Escola Superior de Educação Física
1.6. Nome do (a)Tutor (a): Marcelo Cozzensa da Silva
1.7. e-mail do (a)Tutor (a): cozzensa@terra.com.br
1.8. Titulação e área: Doutor em Epidemiologia
1.9. Data de ingresso do (a) Tutor (a) (mês/ano): outubro de 2011
2. ORIENTAÇÕES GERAIS
Observar atentamente as diretrizes abaixo, tomando-as como orientação para a elaboração e
redação do presente planejamento, de forma a evidenciar e retratar com clareza as atividades do
grupo e do tutor quanto ao atendimento dos objetivos do Programa:
• O programa tem como objetivo, entre outros, a formulação de novas estratégias de desenvolvimento e
modernização do ensino superior no país, contribuindo para a redução da evasão escolar. As atividades
do grupo devem ser orientadas pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.
Desta forma, devem necessariamente contemplar, ao menos, todas estas três áreas da formação
acadêmica, de forma equilibrada, contribuindo para a reflexão e autonomia intelectual do estudante;
• Quanto às atividades de Ensino, além do alinhamento com o Projeto Político Pedagógico Institucional,
recomenda-se que as mesmas aprimorem a formação voltada ao processo ensino-aprendizagem, bem
como busquem inovações metodológicas;
• Quanto às atividades de Extensão, recomenda-se que as mesmas aprimorem a formação voltada às
demandas da sociedade, do contexto profissional e da responsabilidade social. Neste contexto, cabe
lembrar que o assistencialismo não se caracteriza como atividade de Extensão;
• Quanto às atividades de Pesquisa, recomenda-se que as mesmas aprimorem a formação voltada à
reflexão sobre prioridades de pesquisa, aos métodos e metodologias de produção de conhecimento
novo e análise crítica dos resultados;
• Sugere-se que tais atividades de Ensino, de Extensão e de Pesquisa sejam devidamente registradas
nas instâncias específicas no âmbito da IES;
• O modelo adotado pelo Programa prevê atividades de natureza coletiva e interdisciplinar. Logo, o grupo
deve atentar para a formação voltada para o trabalho em equipe, cuidando para o não excesso de
Planejamento de Atividades
atividades de caráter individual. Quanto à interdisciplinaridade, as atividades devem contemplar ampla
abrangência de temas no contexto de atuação do grupo;
• Entre os objetivos do Programa estão a contribuição para a elevação da qualidade da formação
acadêmica dos alunos de graduação, tendo como estratégia o efeito multiplicador do petiano sobre os
seus colegas estudantes da IES, principalmente aqueles do primeiro ano de graduação;
• Quanto às estratégias para a formação diferenciada e qualificada dos estudantes estão o estímulo ao
espírito crítico, a atuação profissional pautada pela cidadania e pela função social da educação superior
bem como o estímulo da formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica,
científica, tecnológica e acadêmica.
3. ATIVIDADES PROPOSTAS
No planejamento geral das atividades considerar:
A. A descrição da atividade em si; quais os objetivos da mesma; como a atividade será
realizada.
B. Quais os mecanismos de avaliação.
C. Quais os resultados que se espera com a atividade:
o Resultados / produtos esperados com a atividade: melhorias para o Curso, para a
Educação, para a sociedade, meios para a socialização dos resultados,
publicações etc.
o Resultados esperados na formação dos petianos: habilidades, competências,
conhecimentos, saberes, reflexões instaladas etc.
Observação: Para cada uma das atividades, a descrição dos seus itens A, B e C deverá ser realizada
em até mil palavras.
3.1. Atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão
3.1.1 Atividades Comuns a Todo o Grupo.
Palestra de Recepção aos Calouros: Consiste na promoção e organização de palestras que
apresentam os ingressos ao curso, mostrando os laboratórios e projetos em que estes poderão
se inserir. Cada semestre, um petiano fica responsável por apresentar os laboratórios e
projetos e um professor da unidade é convidado para falar da importância da
indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Estas palestras serão sempre gratuitas e
farão parte dos currículos dos cursos de licenciatura e bacharelado na condição de atividades
complementares e ocorrem no início de cada período letivo.
XXXI Simpósio Nacional de Educação Física. Consiste em um evento de abrangência
nacional e de periodicidade anual que é organizado pela Escola Superior de Educação Física,
composto por mini-cursos, palestras, mesas redondas, apresentação e publicação de trabalhos
que são apresentados na forma de pôsteres e de comunicações orais. Nos últimos anos o
PET/ESEF tem auxiliado na organização do evento.
Cursos de Formação Extracurricular: Esta é uma ação que o grupo vem realizando
anualmente, com o intuito de contribuir tanto na formação de alunos da graduação e pós
Planejamento de Atividades
graduação, quanto dos profissionais da área, atendendo fragilidades ou lacunas identificadas
nos currículos de Licenciatura e Bacharelado. Três cursos estão planejados para o ano de
2012, com temas ainda em aberto.
Momento Acadêmico: Esta ação iniciada no ano de 2007 prioriza a socialização dos
trabalhos eletivos que os petianos estão realizando, e no último ano passou a ter uma nova
configuração, como exibições e debates acerca de documentários e filmes. Em cada encontro
é apresentado um trabalho de pesquisa ou de extensão desenvolvido por membros do grupo
ou aluno da unidade, que será discutido com o intuito de aprimorar o trabalho antes de sua
apresentação, servindo como aprendizado para os autores e para os ouvintes. Em 2011 o
Momento Acadêmico acrescentou outra atividade: exibição e debate acerca de algum
documentário ou filme acerca da área da Educação Física. Na sua última edição foi exibido o
documentário “Super size me” que fala sobre a cultura “fast food” nos Estados Unidos,
abrindo uma discussão sobre saúde e nutrição. Esta atividade mensal é aberta para a
graduação e pós graduação da unidade.
C & C (CIÊNCIA E CULTURA): Trata-se de um evento realizado pelo grupo, que vem
crescendo e ganhando dimensões de um evento consolidado anualmente. É um espaço de
divulgação, de troca e formação no âmbito da pesquisa e do ensino, onde alunos e professores
podem compartilhar conhecimentos. Este espaço será efetivado através de apresentações de
pesquisas e palestras que envolvem alunos da graduação e pós-graduação não só da
Universidade, mas da região. Os anais do C&C são publicados em CD-ROM e contiveram os
resumos e trabalhos na íntegra apresentados no evento. O evento também possui ISSN fixo,
próprio. Com realização prevista para o segundo semestre deste ano.
Projeto Ação: Consiste em um projeto de extensão que vem sendo desenvolvido nos últimos
cinco anos (2007, 2008, 2009, 2010, 2011) em conjunto com diferentes grupos PETs da
UFPel. O projeto visa a interdisciplinaridade, em uma ação em que cada grupo desenvolve
uma intervenção a partir de um tema pré determinado por representantes de cada grupo em
conjunto com a executiva. Um dos objetivos principais deste projeto é fortalecer as relações
existentes entre os grupos da Universidade. Para 2012 está previsto dar continuação ao
Projeto Ação de 2011, desenvolvendo uma ação extensionista junto a alguma instituição a ser
decidida pelo interPET UFPel.
Planejamento de Atividades
Diversificação: Consiste em um projeto de extensão realizado em conjunto com o grupo PET
Diversidade e Tolerância. Na primeira edição, em 2011, foram convidadas turmas de 5º ano
de 2 escolas públicas da cidade para vivenciar alguns projetos de extensão da unidade, como
basquete com cadeiras de rodas, projeto carinho e projeto de artes circenses, além de
atividades recreativas promovidas pelos acadêmicos de educação física de ambos os grupos.
O objetivo do trabalho é mostrar as crianças estudantes da rede pública, que a universidade
está disposta a atender a comunidade de forma geral, promovendo uma maior integração, e
que é possível o ingresso desses estudantes nas universidades federais, tomando como
exemplo vários alunos de ambos os PET’s que cursaram o ensino fundamental e médio em
escolas públicas.
Curso de Língua Estrangeira: O Grupo PET/ESEF trabalha com o princípio de incentivar
os petianos a realizar curso de língua estrangeira, deixando a cargo de cada um dos petianos a
decisão sobre qual a língua e quando irão realizar. Para o ano de 2012 estão prevendo realizar
curso de língua estrangeira os petianos: Camila Ribeiro, Joubert Penny, Luiza Ricardo,
Priscilla Fonseca, Rodrigo Wiltgen, Samuel Lopes,
Seleção de Novos Petianos: Procurando aperfeiçoar o sistema de seleção de ingresso de
novos petianos no grupo e primar pela transparência e legitimidade do processo seletivo, todo
ano o grupo PET/ESEF reserva um espaço significativo para discutir, preparar, planejar e
implementar o processo de seleção dos novos petianos que irão ingressar no grupo no início
do ano seguinte. A seleção prima por uma ampla divulgação no curso e pelo envolvimento de
todo o grupo no processo. As últimas seleções estiveram compostas por duas etapas: a
primeira envolvendo uma prova dissertativa sobre um tema relacionado com a área, uma
entrevista em grupo e uma avaliação do currículo e do histórico escolar dos candidatos. A
segunda consistia na entrega, por escrito, de um artigo e na apresentação publica oral do
mesmo para a banca avaliadora, para os demais petianos e outros interessados. A banca
avaliadora é composta por membros assim distribuídos: o Tutor; um professor do curso; um
tutor de outro grupo da UFPel indicado pelo grupo; e mais três ou quatro petianos também
indicados pelo grupo. O restante do grupo participa e acompanha todo o processo de seleção
indiretamente. Para o próximo ano a seleção está prevista para ocorrer entre Outubro e
Dezembro de 2012.
Participações em Grupos de Estudos e Laboratórios: Com o objetivo de aprofundar os
Planejamento de Atividades
conhecimentos no âmbito do ensino, da pesquisa e da extensão, incentiva-se a inserção dos
petianos em grupos de estudos existentes na unidade, de acordo com o interesse de cada
petiano. Para o próximo período está prevista a participação dos petianos nos seguintes grupos
de estudos:
GRUPEL - Grupo de Estudos em Educação Física, Esporte e Lazer.
Coordenador (a): Luiz Fernando Camargo Veronez
Petianos (as): Misael Aguiar da Cunha
Demais Acadêmicos: Rochele Martins
GEEAF- Grupo de Estudos em Epidemiologia da Atividade Física
Coordenador: Pedro Curi Hallal
Petianos(as): Camila da Silva Ribeiro, Fernanda de Souza Leal, Gustavo Zaccaria Schaun,
Laura Ribeiro Müller, Luiza Ricardo, Priscilla dos Santos da Fonseca, Samuel Völz Lopes
Demais Acadêmicos(as): Maurício Feijó da Cruz
Grupo de Treinamento Esportivo e Desempenho Físico
Coordenador: Fabrício Boscolo Del Vecchio
Petianos (as): Gustavo Zaccaria Schaun,
Demais Acadêmicos: Martaliz Dimare
Liga Acadêmica de Saúde Coletiva
Coordenador (a): Marcelo Cozzensa da Silva
Petianos (as): Laura Ribeiro Müller
Demais Acadêmicos: Diversos cursos da Universidade
Núcleo de Estudos em Atividade Física Adaptada
Coordenador: Alexandre Marques Carriconde
Petianos (as): Luiza Ricardo, Rodrigo Wiltgen
Demais Acadêmicos: Mauricio Coutinho Cabreira, Felipe Mattar Nogueira, Fábio da
Conceição de Barros, Alice Meyer Iepsen, Rodrigo Mazzaferro, Patrick Stigger.
3.1.2 Atividades Eletivas de Pesquisa
Planejamento de Atividades
As atividades de pesquisas planejadas pelo grupo referem-se às atuações que os petianos irão
ter em diferentes projetos de pesquisa, no período de março a dezembro de 2012. Os projetos
aqui citados são orientados por diferentes professores da unidade. Existem pesquisas em que
atuam somente um ou dois petianos, geralmente junto com outros acadêmicos, existem outras
pesquisas em que atuam vários petianos. A participação do Tutor nas atividades de pesquisas
dos petianos ocorre de duas maneiras: na orientação direta dos projetos em que ele é o
orientador e no acompanhamento, avaliação e apoio das atividades quando o petiano está
atuando em uma pesquisa que é orientada por outro professor.
Análise da influência das extensões sobre acadêmicos do 1º semestre.
Descrição da pesquisa: Verificar, entre outros fatores, se as extensões oferecidas ajudam os
ingressantes a firmarem decisão no curso, e de que forma isso se torna evidente.
Petianos Participantes: Pâmela Xavier Alves
Coordenador: A definir
Demais Acadêmicos: Andressa Lascano Pinto Abrantes
Atividade física e saúde na escola
Descrição da pesquisa: Artigo construído durante a disciplina de práticas pedagógicas de 6ª a
9ª série, com base nos conhecimentos dos acadêmicos sobre o tema e também a partir de uma
revisão dos artigos mais relevantes no assunto. Deverá ser formatado conforme as normas de
alguma revista da área, para posterior publicação.
Petianos participantes: Samuel Lopes
Coordenador: Adriana Schüler Cavalli
Demais acadêmicos: Anna Müller (PET Diversidade e Tolerância)
Cartografando o circo itinerante
Descrição da pesquisa: Este trabalho tem por objetivo revelar o estilo de vida de um artista
de circo tradicional, estabelecendo uma relação entre arte, educação física e estilo de vida.
Petianos Participantes: Camila da Silva Ribeiro
Coordenador: Luiz Carlos Rigo
Demais Acadêmicos: Nenhum
Comportamento de risco à saúde de adolescentes da zona rural da região sul do Rio
Grande do Sul
Planejamento de Atividades
Descrição da pesquisa: Estudo que será realizado mediante aplicação de questionário, em
todas as escolas de ensino médio, da zona rural, da região de cobertura da 5ª Coordenadoria
Regional de Educação (CRE) RS, para conhecer os comportamentos que oferecem riscos a
saúde.
Petianos Participantes: Samuel Lopes
Coordenador: Marcelo Cozzensa da Silva
Demais Acadêmicos: Nenhum
Esporte de aventura: possibilidades e dificuldades de se trabalhar na escola
Descrição da pesquisa: Trata-se de um estudo transversal, conduzido com os alunos do curso
de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Pelotas, que visa analisar a
inserção dos esportes de aventura nas aulas de Educação Física escolar, e as principais
dificuldades listadas pelos acadêmicos para se trabalhar com o tema.
Petianos participantes: Samuel Lopes
Coordenador: Ênio Araújo Pereira
Demais acadêmicos: Bruno Iorio Könsgen
Ginástica Laboral em Arroio Grande
Descrição da pesquisa: Verificar, entre outros fatores, a situação da ginástica laboral na
cidade. Servirá como trabalho de conclusão de curso da Petiana.
Petianos Participantes: Laura Ribeiro Müller
Coordenador: A definir
Demais Acadêmicos: Nenhum
Ídolo esportista: construção de mitos
Descrição da pesquisa: A pesquisa terá por objetivo investigar como se dá o processo de
idolatria de atletas, desde os primórdios até os dias de hoje, e a partir disso desvendar como
suas façanhas perpetuam no cotidiano da população, fazendo com que se tornem verdadeiros
mitos.
Petianos Participantes: Rodrigo Wiltgen Ferreira
Coordenador: Marcelo Oliveira Cavalli
Demais Acadêmicos: Nenhum
Indisciplina na escola
Planejamento de Atividades
Descrição da pesquisa: Artigo desenvolvido durante a disciplina de estágio obrigatório de 1ª
a 5ª série, com base na vivência direta com o tema e também através de uma revisão sobre
indisciplina e seus fatores promoventes. Deverá ser formatado conforme as normas de alguma
revista da área, para posterior publicação.
Petianos participantes: Samuel Völz Lopes
Coordenador: Aniê Coutinho de Oliveira
Demais acadêmicos: Nenhum
Intervenções com atividades circenses
Descrição da pesquisa: Este trabalho tem por objetivo relatar as ações realizadas pelo Projeto
de Circo e Ginástica Acrobática , neste período em que o projeto completará dois anos de
existência.
Petianos Participantes: Camila da Silva Ribeiro
Coordenador: Enio Araújo Pereira
Demais Acadêmicos: Danilo Rodrigues da Silva, Rochelle Cruz Martins, Rafael Caetano
Martins, Felipe Bandeira, Rafael Larroque, Luis André Gonçalves
Intervenções em atividade física e saúde na escola
Descrição da pesquisa: Esta pesquisa visa apresentar um modelo de intervenção em aulas de
educação física em escolas de Pelotas e avaliar sua efetividade na promoção de saúde. Servirá
como trabalho de conclusão de curso da petiana.
Petianos Participantes: Luiza Ricardo
Coordenador: Mário Renato de Azevedo Júnior
Demais Acadêmicos: indefinido
Jogos Folclóricos do RS nas aulas de Educação Física
Descrição da pesquisa: Conhecer as experiências e o nível de conhecimento dos formandos
em Educação Física – Licenciatura nestes jogos e a aplicação destes nas aulas do ensino
fundamental.
Petianos Participantes: Priscilla dos Santos da Fonseca
Coordenador: Fabrício Boscolo Del Vecchio
Demais Acadêmicos: Larissa Quevedo
Jogos Olímpicos: uma analise de seu impacto através de fotos divulgadas em jornais do
Planejamento de Atividades
RS
Descrição da pesquisa: A pesquisa terá por objetivo analisar fotos publicadas em jornais do
estado do Rio Grande do Sul, averiguando a forma com que as imagens promovem os Jogos
para os assinantes destas publicações.
Petianos Participantes: Rodrigo Wiltgen Ferreira
Coordenador: Indefinido
Demais Acadêmicos: indefinido
Memórias da participação em projetos extra-classe
Descrição da pesquisa: Conhecer a importância e as conseqüências da participação no
projeto extraclasse “Danças Tradicionais do RS” na vida dos alunos do Ensino Médio do
Instituto Federal Sul-Rio-Grandense e servirá como trabalho de conclusão de curso da
Petiana.
Petianos Participantes: Priscilla dos Santos da Fonseca
Coordenador: Luiz Carlos Rigo
Demais Acadêmicos: Nenhum
Natação no RS
Descrição da pesquisa: a pesquisa visa apresentar a rotina de treinamento e competições dos
atletas de natação competitiva do interior do estado com idade entre 13 e 27 anos.
Petianos Participantes: Luiza Ricardo
Coordenador: Alexandre Marques Carriconde
Demais Acadêmicos: indefinido
Nível de conhecimento por parte dos Petianos sobre o manual do PET.
Descrição da pesquisa: Pesquisa que visa avaliar o nível de conhecimento dos Petianos da
UFPEL sobre o programa e o manual do PET.
Petianos Participantes: Gustavo Zaccaria Schaun
Coordenador: Marcelo Cozzensa da Silva
Demais Acadêmicos: indefinido
Perfil de Acadêmicos de Licenciatura em Educação Física do período no noturno
Descrição da pesquisa: É uma pesquisa de análise quantitativa que procura investigar o perfil
e hábitos de acadêmicos do curso de Licenciatura em Educação física do período do noturno
Planejamento de Atividades
da Universidade Federal de Pelotas sobre a prática de atividade física, motivo de escolha do
curso, atividade profissional, pretensões futuras, idade e sexo prevalente e etc.
Petianos Participantes: Fernanda Leal e Luiza Ricardo
Coordenador: Mário Renato de Azevedo Junior
Demais Acadêmicos: Rodrigo Mazzaferro
Visão dos acadêmicos do 1º semestre de Educação Física, sobre o ensino, a pesquisa e a
extensão universitária
Descrição da pesquisa: Estudo transversal conduzido com os alunos do 1º semestre do
cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física da Escola Superior de Educação
Física da Universidade Federal de Pelotas, sobre a efetividade do tripé universitário, durante a
graduação à partir da análise dos participantes.
Petianos participantes: Camila da Silva Ribeiro, Gustavo Zaccaria Schaun, Fernanda de
Souza Leal, Laura Ribeiro Müller, Luiza Isnardi Cardoso Ricardo, Pâmela Xavier Alves,
Priscilla dos Santos da Fonseca, Rodrigo Wiltgen Ferreira, Samuel Volz Lopes
Coordenador: Marcelo Cozzensa da Silva
Demais acadêmicos participantes: Nenhum
3.1.3 Atividades eletivas de Extensão
As atividades que a seguir serão apresentadas consistem em intervenções anuais do petiano
junto aos projetos de Extensão contínuos, que são oferecidos pela Escola Superior de
Educação Física. Esta atuação tem por objetivo fortalecer os projetos já existentes na unidade;
proporcionar uma interação dos petianos com os demais acadêmicos que atuam nos projetos.
A participação do Tutor nessas atividades ocorre tanto de forma direta, quando o projeto de
extensão que ele coordena conta com a presença de petianos, e de forma indireta quando trata-
se de um projeto coordenado por outro professor. A participação indireta ocorre no seminário
de avaliação do grupo, que ocorre a cada dois meses, quando os petianos relatam suas
atividades.
Artes Circenses e Ginástica Acrobática - ProCiGa
Professor Orientador: Prof.Ms. Enio Araújo Pereira
Petianos Participantes: Camila da Silva Ribeiro
Demais participantes: Danilo Rodrigues da Silva, Rochelle Cruz Martins, Rafael Caetano
Martins, Felipe Bandeira, Rafael Larroque, Luis André Gonçalves.
Planejamento de Atividades
Campeonato Intercursos UFPEL de Futsal
Professor Orientador: Tutores PET UFPEL
Petianos Participantes: Todos os grupos da UFPEL
Demais Participantes: Qualquer pessoa com vínculo com a Universidade
CETRES - Centro de Extensão em Atenção a Terceira Idade.
Professor Orientador: Mariângela Afonso
Petianos Participantes: Pâmela Xavier Alves
Demais participantes: Andressa Lascano Pinto Abrantes
Danças Tradicionais do Rio Grande do Sul no IF-Sul
Professor Orientador: Luiz Carlos Rigo
Petianos (as): Priscilla dos Santos da Fonseca
Demais participantes: nenhum
Diversificação
Professor Orientador: Lorena Gil
Petianos Participantes: Todo o grupo
Demais participantes: Grupo PET Diversidade e Tolerância
NATI - Núcleo de Atividades para Terceira Idade
Coordenadore: Adriana Schüler Cavalli
Petianos (as): Pedro Crespo, Alexandre de Souza, Joubert Penny, Misael da Cunha
Demais participantes: Germano Arduim, Rodrigo Souza.
Projeto Carinho
Professor Orientador: Alexandre Marques Carriconde
Petianos Participantes: Pâmela Xavier Alves
Demais participantes: Felipe Mattar Nogueira, Andressa Lascano Pinto Abrantes
Projeto Basquetebol para Cadeirantes
Professor Orientador: Mario Renato de Azevedo Junior
Petianos Participantes: Luiza Ricardo, Rodrigo Wiltgen Ferreira
Planejamento de Atividades
Demais participantes: Natan Feter, Daniele Grings, Laura Jung.
Projeto Ação
Professores responsáveis: Tutores dos grupos PET participantes
Petianos Participantes: Todo o grupo
Demais participantes: Paula Weber (PET Artes), Júlia Almeida (PET Odonto), Anna Müller
Pereira, Rosiane Soares (PET Diversidade e Tolerância).
Projeto Primavera (nome a ser modificado)
Professor Orientador: Marcelo Cozzensa da Silva
Petianos Participantes: Todo o grupo
Demais participantes: Possíveis alunos do curso de Educação Física da UFPEL.
Núcleo Jovem de Esporte
Professor Orientador: Fabiana Celente Montiel
Petianos Participantes: Camila Ribeiro, Luiza Ricardo, Rodrigo Wiltgen, Samuel Lopes
Demais participantes: Fabiana Celente Montiel, Patricia da Rosa Lousada da Silva
3.2. Atividades de Caráter Coletivo e Integrador – até mil palavras (atividades integradas com
demais estudantes / grupos, participação em eventos do Programa ou não, entre outros)
• Participação em eventos científicos, feiras, mostras, encontros locais, regionais e
nacionais.
• Atividades integradas com bolsistas de monitoria, iniciação científica e extensão na IES.
Nome do Evento: IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício
Local do Evento: Londrina, PR
Data de Realização do Evento: 16 a 19 de maio de 2012
Nome do Evento: XV Encontro Nacional dos Grupos PET (ENAPET)
Local do Evento: São Luís - MA
Data da Realização do Evento: 22 de Julho de 2012 à 27 de Julho de 2012.
Nome do Evento: XXXIII Semana Acadêmica da ESEF/UFPEL
Local do Evento: Escola Superior de Educação Física, Pelotas/RS
Planejamento de Atividades
Data de Realização do Evento: sem data definida.
Nome do Evento: Ciência & Cultura 2012
Local do Evento: Escola Superior de Educação Física, Pelotas/RS
Data de Realização do Evento: previsto para outubro de 2012
Nome do Evento: XX CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UFPEL
Local do Evento: SESI, Pelotas/RS
Data de Realização do Evento: previsto para o mês de novembro.
Nome do Evento: XV SULPET
Local do Evento: Universidade Estadual de Maringá – UEM, Maringá, PR
Data de Realização do Evento: sem data definida
Nome do Evento: XXXI Simpósio Nacional de Educação Física
Local do Evento: Escola Superior de Educação Física, Pelotas/RS.
Data de Realização do Evento: sem data definida.
Nome do Evento: 11ºPoder Escolar
Local do Evento: Pelotas, RS
Data de Realização do Evento: Sem data definida
Nome do Evento: Extremos do Sul
Local do Evento: Rio Grande/RS
Data de Realização do Evento: sem data definida
Nome do evento: Seminário Corpo, Gênero e Sexualidade
Local do Evento: Rio Grande – RS
Data de Realização do Evento: sem data definida
Nome do Evento: Sul Conbrace 2012 – Congresso Sul brasileiro de Ciências do Esporte
Local do Evento: Rio Grande
Data de Realização do Evento: sem data definida
Planejamento de Atividades
Nome do Evento: Mercomovimento
Local do Evento: Santa Maria, RS
Data de Realização do Evento: sem data definida
4. OUTRAS AÇÕES QUE O GRUPO CONSIDERAR PERTINENTE – até mil palavras (processos
seletivos, reuniões, organização de documentação, mecanismos de divulgação intra e extra Curso,
entre outros)
Observação Geral
Em Fevereiro de 2012 quatro petianos bolsistas e uma voluntária concluírão a graduação:
Bruna Marques Kremer, Daiana Lopes de Rosa, Francisco de Assis Furtado de Oliveira,
Leandro Meireles Rodrigues e Myriane Rosa da Rosa. Assim, em Março de 2012 ingressarão
no grupo três novos bolsistas e dois novos voluntários: Alexandre de Souza, Ana Clara
Tortelli Schwertner, Joubert Caldeira Penny, Misael Aguiar da Cunha e Pedro Augusto
Crespo da Silva. Esses novos petianos irão se inserir nas atividades coletivas e bases do
grupo. As bases poderão sofrer modificações a partir do início das atividades do grupo em
2012. Além disso, a partir de mudanças na organização do processo seletivo do grupo, os
ingressantes no grupo de forma voluntária serão contemplados com a bolsa após o primeiro
ano de PET. Com isso, duas petianas voluntárias passarão a ser bolsistas em 2012, Luiza
Isnardi Cardoso Ricardo e Pâmela Xavier Alves.
4.1 Organização, Estrutura e Funcionamento do Grupo.
Reuniões Semanais: Tem por finalidade discutir, deliberar e avaliar o funcionamento e as
ações do grupo. É o espaço deliberativo onde as questões são decididas coletivamente. Estas
reuniões possuem a duração de 2 horas e irão ocorrer todas as terças-feiras no horário das 12
as 14 horas, sendo que às quintas-feiras, neste mesmo horário, ficou estabelecido como um
dia para as reuniões extraordinárias. A organização e coordenação da reunião seguem o
sistema de rodízio, onde cada reunião é coordenada por um membro enquanto outro fica
responsável pela Ata.
Seminários avaliativos: ocorrerão mensalmente, sendo que se intercalarão entre avaliação do
grupo e outro dos petianos e tutor, quando do grupo ocorrerá nas segundas-feiras à noite e
quando dos petianos e tutor nos sábados à tarde, com duração cada um de 4 horas. Este é um
Planejamento de Atividades
espaço de avaliação e amadurecimento das intervenções do grupo e de cada um dos petianos e
do tutor, no âmbito de pesquisa, do ensino e da extensão. Nos seminários são feitas as
avaliações do grupo, individuais e do próprio tutor. A coordenação e Ata do seminário segue a
mesma metodologia das reuniões semanais. Cada ano alguns petianos ficam responsáveis para
a organização do seminário. Camila Ribeiro, Priscilla Fonseca, Gustavo Schaun e Rodrigo
Ferreira são os encarregados dessa atividade para o próximo período.
Planejamento e Relatórios: para facilitar o trabalho de elaboração do planejamento e dos
relatórios solicitados pela SESU, anualmente é montada uma equipe que irá auxiliar o tutor na
tarefa de organização e sistematização das informações individuais e coletivas do grupo que
farão parte desses documentos. Para o ano de 2011, a equipe responsável por esta atividade
está composta pelos petianos, Luiza Ricardo, Fernanda Leal e o Tutor Marcelo Cozzensa da
Silva.
Justificativas: foi acordado pelo grupo que cada petiano deve informar o motivo de suas
faltas em reuniões, seminários, interpets, e outras atividades sempre que ocorrer. Ficou
também estabelecido que cada petiano poderá ter, no máximo 25% de falta durante o mês,
sendo abolidas apenas as faltas relacionadas à doença, comprovada com atestado médico, e as
faltas ocorridas para fins de participação em eventos acadêmicos ou outras atividades
diretamente relacionadas ao programa PET. Esta metodologia de controle de presença vale
tanto para os petianos como para o Tutor. O controle das faltas e a organização das
justificativas, semestralmente ficarão sob a responsabilidade de um petiano. Para o próximo
período, a petiana Luiza Ricardo, será responsável.
Arquivos/Documentação: esta ação visa organizar as atas das reuniões e dos seminários e
todos os demais documentos escritos e fotográficos que fazem parte da memória do grupo
PET, bem como auxiliar para que exista um maior controle da utilização do material de
consumo, oriundo da taxa acadêmica do grupo. A petiana encarregada desta função para o
próximo período será Priscilla Fonseca.
Infra-estrutura, Equipamentos e materiais de consumo: responsabilidade que busca
garantir condições de trabalho para o grupo, através da organização, manutenção e zelo dos
equipamentos e demais materiais que estão disponíveis na sala do grupo. Aos responsáveis
por essa função cabe também pautar para as reuniões do grupo as principais demandas e
Planejamento de Atividades
necessidades que estão colocadas para o espaço de trabalho coletivo. O petiano encarregado
dessa base será Samuel Lopes e o Tutor Marcelo Cozzensa da Silva.
Atas/Coordenação: responsabilidade que visa recolher e arquivar as atas que são feitas e
aprovadas pelo grupo e controlar o rodízio para saber de quem é a vez de fazer a ata e ou
coordenar a reunião ou seminário mensal. O tutor também está incluído em participar desta
atividade como qualquer outro membro do grupo. No próximo período, está função estará a
cargo da petiana Laura Müller.
Executiva Local do PET: por ser um fórum de suma importância do movimento PET local e
nacional, o grupo PET/ESEF deliberou que sempre haverá dois ou mais petianos que
representarão o grupo nas reuniões semanais da executiva local. Estes representantes são
responsáveis por fazer a interlocução do grupo com a executiva local e os demais grupos da
UFPel. No próximo semestre, os petianos Priscilla Fonseca e Rodrigo Wiltgen.
Comitê Local de Avaliação: espaço destinado ao acompanhamento e avaliação dos grupos
PET da UFPel. O CLAPET da UFPel é composto por um representante de cada grupo PET,
(Tutor ou Petiano) e mais 3 membros indicados pela Pró-reitoria de Graduação. Atualmente, a
petiana Fernanda Leal é a representante do Grupo PET da ESEF/UFPel no CLAPET.
Listas de Discussão PET/UFPel e PET/ESEF: responsabilidade de moderação da lista de
discussão do grupo PET/ESEF (esefufpel-pet@googlegroups.com). Esta lista é uma forma de
dinamizar a troca de informações e discussões entre os membros do grupos, bem como manter
um contato sistemático, fortalecendo o grupo. No próximo período, esta função ficará a cargo
do petiano Samuel Lopes.
Divulgação: esta ação buscar organizar e encontrar novos meios para ampliar as formas de
divulgação do grupo e de suas ações perante o curso, a universidade, a comunidade, bem
como os outros grupos PET. No Próximo período, esta função ficará a cargo de Camila
Ribeiro, Laura Muller, Pâmela Alves e Gustavo Schaun.
Representação no Colegiado e na Reunião de Departamento: todo ano é escolhido um ou
mias petianos para se fazerem presentes e atuar como representantes do grupo nas reuniões do
colegiado de curso e nas reuniões semanais dos departamentos da unidade acadêmica. Além
Planejamento de Atividades
de manter o grupo informado das decisões tomadas nessas instâncias, a presença nesses
espaços fortalece os vínculos institucionais do grupo com a unidade. No próximo período,
além do Tutor do grupo, o petiano Rodrigo Wiltgen ficará responsável por essa base.
Duplas da semana: está função tem o objetivo de manter a sala do PET/ESEF organizada e
limpa durante o período de uma semana. As duplas sempre serão aqueles petianos os quais
foram responsáveis, dentro do rodízio de coordenações e atas, pela ata e coordenação da
reunião administrativa da semana.
Momento Acadêmico e Ciclo de Palestras: esta função tem por finalidade organizar as datas
em que as pesquisas serão apresentadas aos petianos e também aos demais alunos da
graduação, além de organizar as palestras que serão oferecidas a graduação. Os petianos
Pâmela Alves e Rodrigo Wiltgen estão responsáveis por esta função.
Certificados: Será responsáveil por organizar e confeccionar os certificados dos eventos
promovidos pelo grupo PET/ESEF a petiana Laura Müller.
4.2 Participação nos InterPET's da UFPel: são encontros mensais dos grupos PET da
UFPel. Em cada mês, um dos grupos é responsável por organizar e planejar o encontro. Além
disso, propõe uma temática que seja pertinente à formação acadêmica e convida palestrantes
para explorarem o tema, proporcionando desta forma uma troca de experiências entre os
grupos. Todos os petianos, assim como o tutor devem comparecer nos InterPETs.
4.3 Campeonato de Futsal (InterCursos). Esta atividade consiste em uma ação cultural de
lazer esportivo que envolve tanto a comunidade universitária como a não universitária. A
organização do campeonato ocorre em conjunto com todos os Grupos PET da UFPel e
envolve diretamente cerca de 400 estudantes de ambos os sexos. A próxima edição do evento
está sem data prevista para ocorrer. Por possuir uma afinidade maior com a área, o grupo
PET/ESEF assume um papel destacado na organização dessa atividade, cabendo a esse a
função de preparar o espaço da atividade, bem como coordenar a organização e a arbitragem
de todo o evento. Estão responsáveis por essa função os petianos Luiza Ricardo, Samuel
Lopes e Gustavo Schaun.
Observação: Atualmente o Grupo PET ESEF é composto por 15 petianos (13 Bolsistas e 2
Planejamento de Atividades
voluntários).
5. DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE TUTORIA – até mil palavras (planejamento quanto à
participação/contribuição do (a) tutor (a) nas atividades e na formação dos petianos: definição das
atividades e seus objetivos, acompanhamento e avaliação individual e coletiva, entre outros)
As atividades planejadas pelo e para grupo vem continuamente, com o passar dos
anos, tentando preencher as lacunas existentes em nosso curso de graduação de Educação
Física, tanto na licenciatura como no bacharelado. Essas atividades desenvolvidas têm a
função de levar à sala de aula, aos laboratórios de ensino, pesquisa e extensão e ao Diretório
Acadêmico os conhecimentos obtidos pelos integrantes do grupo, bem como suas incessantes
buscas por novos ensinamentos. Tudo isso ajudará a estimular os alunos do curso a se
integrarem aos grupos de ensino, pesquisa e extensão existentes na unidade, bem como a
qualificar o conhecimento dos integrantes do próprio grupo PET/ESEF, através das parcerias
existentes entre esses grupos e o programa.
As atividades a serem desenvolvidas foram (pois iniciou no final do ano de 2011) e
serão desenvolvidas nas reuniões semanais realizadas pelo grupo. Muitas das atividades que
compõem (irão compor) o planejamento são, em parte, propostas pelo tutor, frente a demanda
de necessidades observadas e diagnosticadas pelo mesmo para a melhoria da qualificação do
grupo e da necessidade de objetivar o princípio da tríade ensino, pesquisa e extensão. Por
outro lado, os alunos integrantes do PET/ESEF identificarão possíveis necessidades a serem
contempladas pelo grupo, bem como necessidades individuais que sirvam para o
aprimoramento pessoal e crescimento da unidade e localidade onde estão inseridos. Essas
atividades, de caráter coletivo ou individual, serão conversadas em reuniões individuais e
coletiva com o tutor, o qual procurará direcionar/orientar os alunos para a escolha do melhor
caminho a tomar, sem, entretanto, tolir a vontade dos mesmos.
A participação dos alunos do PET em cursos, eventos e atividades complementares como
visitas técnicas, palestras, Fóruns e Semanas Acadêmicas, onde esses indivíduos trabalhem
juntamente com alunos regulares da graduação e pós-graduação da mesma e de outras
unidades, será estimulada pelo tutor.
Na busca da qualificação e desenvolvimento das capacidades individuais e coletivas
dos alunos do programa, o monitoramento do processo e resultados, comprometimento e
iniciativa são alguns dos aspectos a serem destacados no trabalho a ser executado pelo tutor.
Planejamento de Atividades
Semanalmente, as atividades propostas e em andamento serão avaliadas nas reuniões de grupo
pelo tutor, bem como mensalmente, as mesmas serão avaliadas por todos os componentes do
grupo de forma individual e coletiva. O comprometimento com o programa será avaliado de
maneira quantitativa através de avaliações dicotômicas de participação em reuniões, e
atividades de extensão, ensino e pesquisa. Além disso, haverá avaliações qualitativas que
complementarão o processo. As atividades escolhidas individualmente e pelo grupo sempre
devem estimular a iniciativa dos alunos em perceber a real necessidade do evento e suas
possíveis consequências benéficas na comunidade acadêmica e em geral.
A democracia existente no grupo PET/ESEF deverá também refletir não só no trabalho
dos alunos no programa, mas também no trabalho do tutor dentro do grupo e nas aulas do
mesmo dentro dos cursos de graduação e pós-graduação. O processo de construção de uma
avaliação baseado nos interesses do professor mas amparada nas necessidades relatadas pelos
alunos poderá provocar uma reestruturação na forma de avaliação dos discentes do programa
e disciplinas. A valorização do trabalho em grupo como uma estratégia metodológica para o
trabalho no grupo e que poderá ser levado à sala de aula, é fator importante a destacado dentro
da rotina de trabalho que deverá ser incrementada durante o período. O tutor, acha
fundamental colocar em prática a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão,
deixando a mesma de ser um discurso teórico e passar a ser trabalhada concretamente dentro
do grupo, o que refletirá em consequências positivas no curso de graduação.
6. CRONOGRAMA PROPOSTO PARA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DO GRUPO
As Atividades Eletivas de Pesquisa e de Extensão que os petianos participam ocorrem durante
todo o ano acompanhando o desenvolvimento do calendário acadêmico da Escola Superior de
Educação Física da Universidade Federal de Pelotas.
Cronograma das Atividades que serão promovidas pelo grupo
1° Semestre de 2011
• Palestra I: Para os ingressos no curso de Licenciatura e Bacharelado da ESEF,
previsto para a segunda semana de março.
• InterPets: ocorre durante todo o ano corrente de 2012, com periodicidade mensal
Planejamento de Atividades
durante todo o ano, sendo organizado pelos grupos PET e Executiva.
• Momento Acadêmico: evento mensal, com temas pré definidos pelo grupo.
• Projeto Ação: o projeto irá ocorrer ao longo de todo o ano de 2012.
• Curso 1: previsto para abril de 2012 com tema ainda a ser definido
• SulPET: abril/maio de 2012.
• 8° Campeonato de futsal – Intercursos-UFPel; maio/junho de 2012
• XXXI Simpósio Nacional de Educação Física: junho/julho de 2012
• ENAPET: julho de 2012
2º Semestre de 2012
• Palestra II: Para os ingressos no curso noturno, previsto para a segunda semana de
agosto.
• Curso II: previsto para setembro de 2012 com tema ainda a ser definido
• Ciência e Cultura: previsto para outubro de 2012.
• CIC: previsto para novembro de 2012.
• Seleção de bolsistas: outubro/novembro/dezembro de 2012.
• Semana Acadêmica: sem data definida.
Planejamento de Atividades
Local e Data: Pelotas, 08 de abril de 2012
__________________________________________________
Tutor (a)
Local e Data: Pelotas, 08 de abril de 2012
_______________________________________________
Presidente do Comitê Local de Acompanhamento*
Local e Data: Pelotas, 08 de abril de 2012
_______________________________________________
Pró-Reitor(a) responsável pelo PET*
* As assinaturas do Presidente do Comitê Local de Acompanhamento e do Pró-Reitor
responsável pelo PET encontram-se em outro documento enviado juntamente a este
planejamento.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O OLHAR DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE SUA PRÓPRIA FORMAÇÃO E O TRABALHO DOCENT...
O OLHAR DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE SUA PRÓPRIA FORMAÇÃO E O TRABALHO DOCENT...O OLHAR DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE SUA PRÓPRIA FORMAÇÃO E O TRABALHO DOCENT...
O OLHAR DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE SUA PRÓPRIA FORMAÇÃO E O TRABALHO DOCENT...
ProfessorPrincipiante
 
Relatorio final
Relatorio   finalRelatorio   final
Relatorio final
Marina Santos
 
Subprojeto Pibid-Letras/Ufal
Subprojeto Pibid-Letras/UfalSubprojeto Pibid-Letras/Ufal
Subprojeto Pibid-Letras/Ufal
Pibid Letras Português Ufal
 
PIBID PEDAGOGIA: UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE E INSERÇÃO PROFISSI...
PIBID PEDAGOGIA: UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE E INSERÇÃO PROFISSI...PIBID PEDAGOGIA: UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE E INSERÇÃO PROFISSI...
PIBID PEDAGOGIA: UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE E INSERÇÃO PROFISSI...
ProfessorPrincipiante
 
Bolsas REUNI
Bolsas REUNIBolsas REUNI
Bolsas REUNI
uriank
 
Relatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Relatório Anual de Projeto de Extensão UniversitáriaRelatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Relatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Petgeologia
 
Projeto de ensino manual de elaboração pedagogia
Projeto de ensino manual de elaboração   pedagogiaProjeto de ensino manual de elaboração   pedagogia
Projeto de ensino manual de elaboração pedagogia
ZairaLessa
 
Modelo relatório projeto comunidade letras_protegido
Modelo relatório projeto comunidade letras_protegidoModelo relatório projeto comunidade letras_protegido
Modelo relatório projeto comunidade letras_protegido
UNIPLETRAS
 
Apontamentos sobre o curso a distância de disseminadores de educação fiscal, ...
Apontamentos sobre o curso a distância de disseminadores de educação fiscal, ...Apontamentos sobre o curso a distância de disseminadores de educação fiscal, ...
Apontamentos sobre o curso a distância de disseminadores de educação fiscal, ...
ANATED
 
Formação do Programa de Educação Tutorial no Brasil
Formação do Programa de Educação Tutorial no Brasil Formação do Programa de Educação Tutorial no Brasil
Formação do Programa de Educação Tutorial no Brasil
Petbci Ufscar
 
Caderno linguagens e_seus_codigos
Caderno linguagens e_seus_codigosCaderno linguagens e_seus_codigos
Caderno linguagens e_seus_codigos
profdine
 
Sala de educador_02_03_2015 (2)
Sala de educador_02_03_2015 (2)Sala de educador_02_03_2015 (2)
Sala de educador_02_03_2015 (2)
heder oliveira silva
 
Anexo vii paa 2013-2014 (2)
Anexo vii   paa 2013-2014 (2)Anexo vii   paa 2013-2014 (2)
Anexo vii paa 2013-2014 (2)
AMG Sobrenome
 
Texto orientativos desde 2003- Grupo de Pesquisadoras - Formadoras de SINOP e...
Texto orientativos desde 2003- Grupo de Pesquisadoras - Formadoras de SINOP e...Texto orientativos desde 2003- Grupo de Pesquisadoras - Formadoras de SINOP e...
Texto orientativos desde 2003- Grupo de Pesquisadoras - Formadoras de SINOP e...
Sara Cristina
 
O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) E AS DISPO...
O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) E AS DISPO...O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) E AS DISPO...
O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) E AS DISPO...
ProfessorPrincipiante
 
Plano de tutoria e avaliacao grupo debora castanha, michelle siquet, paloma...
Plano de tutoria e avaliacao grupo debora castanha,   michelle siquet, paloma...Plano de tutoria e avaliacao grupo debora castanha,   michelle siquet, paloma...
Plano de tutoria e avaliacao grupo debora castanha, michelle siquet, paloma...
micsquize
 
ApresentaçãO Do Projeto De RáDio Para O MíDias Na EducaçãO
ApresentaçãO Do Projeto De RáDio Para O MíDias Na EducaçãOApresentaçãO Do Projeto De RáDio Para O MíDias Na EducaçãO
ApresentaçãO Do Projeto De RáDio Para O MíDias Na EducaçãO
Ivanderson da Silva
 
Plano de trabalho de estágio cursos de licenciatura
Plano de trabalho de estágio cursos de licenciaturaPlano de trabalho de estágio cursos de licenciatura
Plano de trabalho de estágio cursos de licenciatura
ZairaLessa
 
Caderno ilustrado silmara_com tutoriais
Caderno ilustrado silmara_com tutoriaisCaderno ilustrado silmara_com tutoriais
Caderno ilustrado silmara_com tutoriais
carmezini
 
Ações 2014 luiz (1)
Ações 2014 luiz (1)Ações 2014 luiz (1)
Ações 2014 luiz (1)
Sara Cristina
 

Mais procurados (20)

O OLHAR DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE SUA PRÓPRIA FORMAÇÃO E O TRABALHO DOCENT...
O OLHAR DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE SUA PRÓPRIA FORMAÇÃO E O TRABALHO DOCENT...O OLHAR DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE SUA PRÓPRIA FORMAÇÃO E O TRABALHO DOCENT...
O OLHAR DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE SUA PRÓPRIA FORMAÇÃO E O TRABALHO DOCENT...
 
Relatorio final
Relatorio   finalRelatorio   final
Relatorio final
 
Subprojeto Pibid-Letras/Ufal
Subprojeto Pibid-Letras/UfalSubprojeto Pibid-Letras/Ufal
Subprojeto Pibid-Letras/Ufal
 
PIBID PEDAGOGIA: UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE E INSERÇÃO PROFISSI...
PIBID PEDAGOGIA: UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE E INSERÇÃO PROFISSI...PIBID PEDAGOGIA: UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE E INSERÇÃO PROFISSI...
PIBID PEDAGOGIA: UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO DOCENTE E INSERÇÃO PROFISSI...
 
Bolsas REUNI
Bolsas REUNIBolsas REUNI
Bolsas REUNI
 
Relatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Relatório Anual de Projeto de Extensão UniversitáriaRelatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Relatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
 
Projeto de ensino manual de elaboração pedagogia
Projeto de ensino manual de elaboração   pedagogiaProjeto de ensino manual de elaboração   pedagogia
Projeto de ensino manual de elaboração pedagogia
 
Modelo relatório projeto comunidade letras_protegido
Modelo relatório projeto comunidade letras_protegidoModelo relatório projeto comunidade letras_protegido
Modelo relatório projeto comunidade letras_protegido
 
Apontamentos sobre o curso a distância de disseminadores de educação fiscal, ...
Apontamentos sobre o curso a distância de disseminadores de educação fiscal, ...Apontamentos sobre o curso a distância de disseminadores de educação fiscal, ...
Apontamentos sobre o curso a distância de disseminadores de educação fiscal, ...
 
Formação do Programa de Educação Tutorial no Brasil
Formação do Programa de Educação Tutorial no Brasil Formação do Programa de Educação Tutorial no Brasil
Formação do Programa de Educação Tutorial no Brasil
 
Caderno linguagens e_seus_codigos
Caderno linguagens e_seus_codigosCaderno linguagens e_seus_codigos
Caderno linguagens e_seus_codigos
 
Sala de educador_02_03_2015 (2)
Sala de educador_02_03_2015 (2)Sala de educador_02_03_2015 (2)
Sala de educador_02_03_2015 (2)
 
Anexo vii paa 2013-2014 (2)
Anexo vii   paa 2013-2014 (2)Anexo vii   paa 2013-2014 (2)
Anexo vii paa 2013-2014 (2)
 
Texto orientativos desde 2003- Grupo de Pesquisadoras - Formadoras de SINOP e...
Texto orientativos desde 2003- Grupo de Pesquisadoras - Formadoras de SINOP e...Texto orientativos desde 2003- Grupo de Pesquisadoras - Formadoras de SINOP e...
Texto orientativos desde 2003- Grupo de Pesquisadoras - Formadoras de SINOP e...
 
O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) E AS DISPO...
O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) E AS DISPO...O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) E AS DISPO...
O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) E AS DISPO...
 
Plano de tutoria e avaliacao grupo debora castanha, michelle siquet, paloma...
Plano de tutoria e avaliacao grupo debora castanha,   michelle siquet, paloma...Plano de tutoria e avaliacao grupo debora castanha,   michelle siquet, paloma...
Plano de tutoria e avaliacao grupo debora castanha, michelle siquet, paloma...
 
ApresentaçãO Do Projeto De RáDio Para O MíDias Na EducaçãO
ApresentaçãO Do Projeto De RáDio Para O MíDias Na EducaçãOApresentaçãO Do Projeto De RáDio Para O MíDias Na EducaçãO
ApresentaçãO Do Projeto De RáDio Para O MíDias Na EducaçãO
 
Plano de trabalho de estágio cursos de licenciatura
Plano de trabalho de estágio cursos de licenciaturaPlano de trabalho de estágio cursos de licenciatura
Plano de trabalho de estágio cursos de licenciatura
 
Caderno ilustrado silmara_com tutoriais
Caderno ilustrado silmara_com tutoriaisCaderno ilustrado silmara_com tutoriais
Caderno ilustrado silmara_com tutoriais
 
Ações 2014 luiz (1)
Ações 2014 luiz (1)Ações 2014 luiz (1)
Ações 2014 luiz (1)
 

Destaque

Educação física – módulo 1
Educação física – módulo 1Educação física – módulo 1
Educação física – módulo 1
Cátia Amo-te
 
Módulo digitalizado de educacao fisica
Módulo digitalizado de educacao fisicaMódulo digitalizado de educacao fisica
Módulo digitalizado de educacao fisica
lululimavidal
 
Planejamento educacao fisica
Planejamento educacao fisicaPlanejamento educacao fisica
Planejamento educacao fisica
Marcia Miranda
 
Conteúdos Conceituais na Educação Infantil
Conteúdos Conceituais na Educação InfantilConteúdos Conceituais na Educação Infantil
Conteúdos Conceituais na Educação Infantil
Ana Pierangeli
 
Conceitos
ConceitosConceitos
Conceitos
vanusavalerio
 
Planejamento de educação fisica ensino fundamental cbc e descritores
Planejamento de educação fisica ensino fundamental cbc e descritoresPlanejamento de educação fisica ensino fundamental cbc e descritores
Planejamento de educação fisica ensino fundamental cbc e descritores
Atividades Diversas Cláudia
 
Jardim i planejamento anual
Jardim i planejamento anualJardim i planejamento anual
Jardim i planejamento anual
SimoneHelenDrumond
 
Planejamento anual da Educação Física
Planejamento anual da Educação FísicaPlanejamento anual da Educação Física
Planejamento anual da Educação Física
Kain2014
 
Planejamento anual 2013 1ºao5º ano
Planejamento anual 2013 1ºao5º anoPlanejamento anual 2013 1ºao5º ano
Planejamento anual 2013 1ºao5º ano
Léo Madureira
 

Destaque (9)

Educação física – módulo 1
Educação física – módulo 1Educação física – módulo 1
Educação física – módulo 1
 
Módulo digitalizado de educacao fisica
Módulo digitalizado de educacao fisicaMódulo digitalizado de educacao fisica
Módulo digitalizado de educacao fisica
 
Planejamento educacao fisica
Planejamento educacao fisicaPlanejamento educacao fisica
Planejamento educacao fisica
 
Conteúdos Conceituais na Educação Infantil
Conteúdos Conceituais na Educação InfantilConteúdos Conceituais na Educação Infantil
Conteúdos Conceituais na Educação Infantil
 
Conceitos
ConceitosConceitos
Conceitos
 
Planejamento de educação fisica ensino fundamental cbc e descritores
Planejamento de educação fisica ensino fundamental cbc e descritoresPlanejamento de educação fisica ensino fundamental cbc e descritores
Planejamento de educação fisica ensino fundamental cbc e descritores
 
Jardim i planejamento anual
Jardim i planejamento anualJardim i planejamento anual
Jardim i planejamento anual
 
Planejamento anual da Educação Física
Planejamento anual da Educação FísicaPlanejamento anual da Educação Física
Planejamento anual da Educação Física
 
Planejamento anual 2013 1ºao5º ano
Planejamento anual 2013 1ºao5º anoPlanejamento anual 2013 1ºao5º ano
Planejamento anual 2013 1ºao5º ano
 

Semelhante a Planejamento 2012

Planejamento 2013
Planejamento 2013Planejamento 2013
Planejamento 2013
Pet Esef
 
Planejamento 2014
Planejamento 2014Planejamento 2014
Planejamento 2014
Pet Esef
 
Planejamento 2013 final
Planejamento 2013 finalPlanejamento 2013 final
Planejamento 2013 final
petgeoufmscptl
 
Planejamento 2011
Planejamento 2011Planejamento 2011
Planejamento 2011
petgeoufmscptl
 
Planejamento PET Engenharia de Pesca - UFC 2012
Planejamento PET Engenharia de Pesca - UFC 2012Planejamento PET Engenharia de Pesca - UFC 2012
Planejamento PET Engenharia de Pesca - UFC 2012
Victor Hugo Azevedo Carneiro
 
Relatório 2013
Relatório 2013Relatório 2013
Relatório 2013
Pet Esef
 
Relatório 2011
Relatório 2011Relatório 2011
Relatório 2011
Pet Esef
 
Planejamento anual 2015-04-14
Planejamento anual 2015-04-14Planejamento anual 2015-04-14
Planejamento anual 2015-04-14
Faby Máximo
 
Relatorio 2015
Relatorio 2015Relatorio 2015
Relatorio 2015
Pet Esef
 
Planejamento 2015 1
Planejamento 2015 1Planejamento 2015 1
Planejamento 2015 1
Pet Esef
 
Relatório 2012
Relatório 2012Relatório 2012
Relatório 2012
Pet Esef
 
Guia metodologia formaç¦o 19 e 20.03
Guia metodologia formaç¦o 19 e 20.03Guia metodologia formaç¦o 19 e 20.03
Guia metodologia formaç¦o 19 e 20.03
Kelly Christine
 
P.Ação - 2022.docx
P.Ação - 2022.docxP.Ação - 2022.docx
P.Ação - 2022.docx
WAGNERLUIZMENDES1
 
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
jeffcezanne
 
Plano Anual de Actividades 09/10
Plano Anual de Actividades 09/10Plano Anual de Actividades 09/10
Plano Anual de Actividades 09/10
guest0462827d
 
Coreografias Institucionais no Mapeamento de Políticas Educativas em Cidades...
Coreografias Institucionais no Mapeamento de Políticas Educativas em Cidades...Coreografias Institucionais no Mapeamento de Políticas Educativas em Cidades...
Coreografias Institucionais no Mapeamento de Políticas Educativas em Cidades...
Universidade Federal de Pernambuco
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
HELENO FAVACHO
 
BOLSISTAS EM ATIVIDADE DE EXTENSÃO: APRENDIZAGENS A PARTIR DA REALIZAÇÃO DA F...
BOLSISTAS EM ATIVIDADE DE EXTENSÃO: APRENDIZAGENS A PARTIR DA REALIZAÇÃO DA F...BOLSISTAS EM ATIVIDADE DE EXTENSÃO: APRENDIZAGENS A PARTIR DA REALIZAÇÃO DA F...
BOLSISTAS EM ATIVIDADE DE EXTENSÃO: APRENDIZAGENS A PARTIR DA REALIZAÇÃO DA F...
Leticiacs10
 
Projeto avaliação extensão final
Projeto avaliação  extensão finalProjeto avaliação  extensão final
Projeto avaliação extensão final
Gabriel Gnaccarini
 

Semelhante a Planejamento 2012 (20)

Planejamento 2013
Planejamento 2013Planejamento 2013
Planejamento 2013
 
Planejamento 2014
Planejamento 2014Planejamento 2014
Planejamento 2014
 
Planejamento 2013 final
Planejamento 2013 finalPlanejamento 2013 final
Planejamento 2013 final
 
Planejamento 2011
Planejamento 2011Planejamento 2011
Planejamento 2011
 
Planejamento PET Engenharia de Pesca - UFC 2012
Planejamento PET Engenharia de Pesca - UFC 2012Planejamento PET Engenharia de Pesca - UFC 2012
Planejamento PET Engenharia de Pesca - UFC 2012
 
Relatório 2013
Relatório 2013Relatório 2013
Relatório 2013
 
Relatório 2011
Relatório 2011Relatório 2011
Relatório 2011
 
Planejamento anual 2015-04-14
Planejamento anual 2015-04-14Planejamento anual 2015-04-14
Planejamento anual 2015-04-14
 
Relatorio 2015
Relatorio 2015Relatorio 2015
Relatorio 2015
 
Planejamento 2015 1
Planejamento 2015 1Planejamento 2015 1
Planejamento 2015 1
 
Relatório 2012
Relatório 2012Relatório 2012
Relatório 2012
 
Guia metodologia formaç¦o 19 e 20.03
Guia metodologia formaç¦o 19 e 20.03Guia metodologia formaç¦o 19 e 20.03
Guia metodologia formaç¦o 19 e 20.03
 
P.Ação - 2022.docx
P.Ação - 2022.docxP.Ação - 2022.docx
P.Ação - 2022.docx
 
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
Planejamento Pedagógico - EE República do Suriname 2015
 
Plano Anual de Actividades 09/10
Plano Anual de Actividades 09/10Plano Anual de Actividades 09/10
Plano Anual de Actividades 09/10
 
Coreografias Institucionais no Mapeamento de Políticas Educativas em Cidades...
Coreografias Institucionais no Mapeamento de Políticas Educativas em Cidades...Coreografias Institucionais no Mapeamento de Políticas Educativas em Cidades...
Coreografias Institucionais no Mapeamento de Políticas Educativas em Cidades...
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LICENCIATURA_EM_HISTORIA.pdf
 
BOLSISTAS EM ATIVIDADE DE EXTENSÃO: APRENDIZAGENS A PARTIR DA REALIZAÇÃO DA F...
BOLSISTAS EM ATIVIDADE DE EXTENSÃO: APRENDIZAGENS A PARTIR DA REALIZAÇÃO DA F...BOLSISTAS EM ATIVIDADE DE EXTENSÃO: APRENDIZAGENS A PARTIR DA REALIZAÇÃO DA F...
BOLSISTAS EM ATIVIDADE DE EXTENSÃO: APRENDIZAGENS A PARTIR DA REALIZAÇÃO DA F...
 
Projeto avaliação extensão final
Projeto avaliação  extensão finalProjeto avaliação  extensão final
Projeto avaliação extensão final
 

Planejamento 2012

  • 1. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DA REDE IFES PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL Planejamento Anual de Atividades – 2012 (01 de janeiro de 2012 a 31 de dezembro de 2012) 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1. Instituição de Ensino Superior: Escola Superior de Educação Física/ UFPel 1.2. Grupo: PET/ESEF UFPel 1.3. Home Page do Grupo: http://www.ufpel.tche.br/esef/html/pet/ 1.4. Data da Criação do Grupo: 1991 1.5. Natureza do Grupo: ( ) Curso de graduação: Educação Física ( ) Multi/Inter-disciplinar Multi/Inter-disciplinar ( ) Área do Conhecimento Ciências da Saúde ( ) Institucional Universidade Federal de Pelotas/ Escola Superior de Educação Física 1.6. Nome do (a)Tutor (a): Marcelo Cozzensa da Silva 1.7. e-mail do (a)Tutor (a): cozzensa@terra.com.br 1.8. Titulação e área: Doutor em Epidemiologia 1.9. Data de ingresso do (a) Tutor (a) (mês/ano): outubro de 2011 2. ORIENTAÇÕES GERAIS Observar atentamente as diretrizes abaixo, tomando-as como orientação para a elaboração e redação do presente planejamento, de forma a evidenciar e retratar com clareza as atividades do grupo e do tutor quanto ao atendimento dos objetivos do Programa: • O programa tem como objetivo, entre outros, a formulação de novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país, contribuindo para a redução da evasão escolar. As atividades do grupo devem ser orientadas pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Desta forma, devem necessariamente contemplar, ao menos, todas estas três áreas da formação acadêmica, de forma equilibrada, contribuindo para a reflexão e autonomia intelectual do estudante; • Quanto às atividades de Ensino, além do alinhamento com o Projeto Político Pedagógico Institucional, recomenda-se que as mesmas aprimorem a formação voltada ao processo ensino-aprendizagem, bem como busquem inovações metodológicas; • Quanto às atividades de Extensão, recomenda-se que as mesmas aprimorem a formação voltada às demandas da sociedade, do contexto profissional e da responsabilidade social. Neste contexto, cabe lembrar que o assistencialismo não se caracteriza como atividade de Extensão; • Quanto às atividades de Pesquisa, recomenda-se que as mesmas aprimorem a formação voltada à reflexão sobre prioridades de pesquisa, aos métodos e metodologias de produção de conhecimento novo e análise crítica dos resultados; • Sugere-se que tais atividades de Ensino, de Extensão e de Pesquisa sejam devidamente registradas nas instâncias específicas no âmbito da IES; • O modelo adotado pelo Programa prevê atividades de natureza coletiva e interdisciplinar. Logo, o grupo deve atentar para a formação voltada para o trabalho em equipe, cuidando para o não excesso de
  • 2. Planejamento de Atividades atividades de caráter individual. Quanto à interdisciplinaridade, as atividades devem contemplar ampla abrangência de temas no contexto de atuação do grupo; • Entre os objetivos do Programa estão a contribuição para a elevação da qualidade da formação acadêmica dos alunos de graduação, tendo como estratégia o efeito multiplicador do petiano sobre os seus colegas estudantes da IES, principalmente aqueles do primeiro ano de graduação; • Quanto às estratégias para a formação diferenciada e qualificada dos estudantes estão o estímulo ao espírito crítico, a atuação profissional pautada pela cidadania e pela função social da educação superior bem como o estímulo da formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica, científica, tecnológica e acadêmica. 3. ATIVIDADES PROPOSTAS No planejamento geral das atividades considerar: A. A descrição da atividade em si; quais os objetivos da mesma; como a atividade será realizada. B. Quais os mecanismos de avaliação. C. Quais os resultados que se espera com a atividade: o Resultados / produtos esperados com a atividade: melhorias para o Curso, para a Educação, para a sociedade, meios para a socialização dos resultados, publicações etc. o Resultados esperados na formação dos petianos: habilidades, competências, conhecimentos, saberes, reflexões instaladas etc. Observação: Para cada uma das atividades, a descrição dos seus itens A, B e C deverá ser realizada em até mil palavras. 3.1. Atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão 3.1.1 Atividades Comuns a Todo o Grupo. Palestra de Recepção aos Calouros: Consiste na promoção e organização de palestras que apresentam os ingressos ao curso, mostrando os laboratórios e projetos em que estes poderão se inserir. Cada semestre, um petiano fica responsável por apresentar os laboratórios e projetos e um professor da unidade é convidado para falar da importância da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Estas palestras serão sempre gratuitas e farão parte dos currículos dos cursos de licenciatura e bacharelado na condição de atividades complementares e ocorrem no início de cada período letivo. XXXI Simpósio Nacional de Educação Física. Consiste em um evento de abrangência nacional e de periodicidade anual que é organizado pela Escola Superior de Educação Física, composto por mini-cursos, palestras, mesas redondas, apresentação e publicação de trabalhos que são apresentados na forma de pôsteres e de comunicações orais. Nos últimos anos o PET/ESEF tem auxiliado na organização do evento. Cursos de Formação Extracurricular: Esta é uma ação que o grupo vem realizando anualmente, com o intuito de contribuir tanto na formação de alunos da graduação e pós
  • 3. Planejamento de Atividades graduação, quanto dos profissionais da área, atendendo fragilidades ou lacunas identificadas nos currículos de Licenciatura e Bacharelado. Três cursos estão planejados para o ano de 2012, com temas ainda em aberto. Momento Acadêmico: Esta ação iniciada no ano de 2007 prioriza a socialização dos trabalhos eletivos que os petianos estão realizando, e no último ano passou a ter uma nova configuração, como exibições e debates acerca de documentários e filmes. Em cada encontro é apresentado um trabalho de pesquisa ou de extensão desenvolvido por membros do grupo ou aluno da unidade, que será discutido com o intuito de aprimorar o trabalho antes de sua apresentação, servindo como aprendizado para os autores e para os ouvintes. Em 2011 o Momento Acadêmico acrescentou outra atividade: exibição e debate acerca de algum documentário ou filme acerca da área da Educação Física. Na sua última edição foi exibido o documentário “Super size me” que fala sobre a cultura “fast food” nos Estados Unidos, abrindo uma discussão sobre saúde e nutrição. Esta atividade mensal é aberta para a graduação e pós graduação da unidade. C & C (CIÊNCIA E CULTURA): Trata-se de um evento realizado pelo grupo, que vem crescendo e ganhando dimensões de um evento consolidado anualmente. É um espaço de divulgação, de troca e formação no âmbito da pesquisa e do ensino, onde alunos e professores podem compartilhar conhecimentos. Este espaço será efetivado através de apresentações de pesquisas e palestras que envolvem alunos da graduação e pós-graduação não só da Universidade, mas da região. Os anais do C&C são publicados em CD-ROM e contiveram os resumos e trabalhos na íntegra apresentados no evento. O evento também possui ISSN fixo, próprio. Com realização prevista para o segundo semestre deste ano. Projeto Ação: Consiste em um projeto de extensão que vem sendo desenvolvido nos últimos cinco anos (2007, 2008, 2009, 2010, 2011) em conjunto com diferentes grupos PETs da UFPel. O projeto visa a interdisciplinaridade, em uma ação em que cada grupo desenvolve uma intervenção a partir de um tema pré determinado por representantes de cada grupo em conjunto com a executiva. Um dos objetivos principais deste projeto é fortalecer as relações existentes entre os grupos da Universidade. Para 2012 está previsto dar continuação ao Projeto Ação de 2011, desenvolvendo uma ação extensionista junto a alguma instituição a ser decidida pelo interPET UFPel.
  • 4. Planejamento de Atividades Diversificação: Consiste em um projeto de extensão realizado em conjunto com o grupo PET Diversidade e Tolerância. Na primeira edição, em 2011, foram convidadas turmas de 5º ano de 2 escolas públicas da cidade para vivenciar alguns projetos de extensão da unidade, como basquete com cadeiras de rodas, projeto carinho e projeto de artes circenses, além de atividades recreativas promovidas pelos acadêmicos de educação física de ambos os grupos. O objetivo do trabalho é mostrar as crianças estudantes da rede pública, que a universidade está disposta a atender a comunidade de forma geral, promovendo uma maior integração, e que é possível o ingresso desses estudantes nas universidades federais, tomando como exemplo vários alunos de ambos os PET’s que cursaram o ensino fundamental e médio em escolas públicas. Curso de Língua Estrangeira: O Grupo PET/ESEF trabalha com o princípio de incentivar os petianos a realizar curso de língua estrangeira, deixando a cargo de cada um dos petianos a decisão sobre qual a língua e quando irão realizar. Para o ano de 2012 estão prevendo realizar curso de língua estrangeira os petianos: Camila Ribeiro, Joubert Penny, Luiza Ricardo, Priscilla Fonseca, Rodrigo Wiltgen, Samuel Lopes, Seleção de Novos Petianos: Procurando aperfeiçoar o sistema de seleção de ingresso de novos petianos no grupo e primar pela transparência e legitimidade do processo seletivo, todo ano o grupo PET/ESEF reserva um espaço significativo para discutir, preparar, planejar e implementar o processo de seleção dos novos petianos que irão ingressar no grupo no início do ano seguinte. A seleção prima por uma ampla divulgação no curso e pelo envolvimento de todo o grupo no processo. As últimas seleções estiveram compostas por duas etapas: a primeira envolvendo uma prova dissertativa sobre um tema relacionado com a área, uma entrevista em grupo e uma avaliação do currículo e do histórico escolar dos candidatos. A segunda consistia na entrega, por escrito, de um artigo e na apresentação publica oral do mesmo para a banca avaliadora, para os demais petianos e outros interessados. A banca avaliadora é composta por membros assim distribuídos: o Tutor; um professor do curso; um tutor de outro grupo da UFPel indicado pelo grupo; e mais três ou quatro petianos também indicados pelo grupo. O restante do grupo participa e acompanha todo o processo de seleção indiretamente. Para o próximo ano a seleção está prevista para ocorrer entre Outubro e Dezembro de 2012. Participações em Grupos de Estudos e Laboratórios: Com o objetivo de aprofundar os
  • 5. Planejamento de Atividades conhecimentos no âmbito do ensino, da pesquisa e da extensão, incentiva-se a inserção dos petianos em grupos de estudos existentes na unidade, de acordo com o interesse de cada petiano. Para o próximo período está prevista a participação dos petianos nos seguintes grupos de estudos: GRUPEL - Grupo de Estudos em Educação Física, Esporte e Lazer. Coordenador (a): Luiz Fernando Camargo Veronez Petianos (as): Misael Aguiar da Cunha Demais Acadêmicos: Rochele Martins GEEAF- Grupo de Estudos em Epidemiologia da Atividade Física Coordenador: Pedro Curi Hallal Petianos(as): Camila da Silva Ribeiro, Fernanda de Souza Leal, Gustavo Zaccaria Schaun, Laura Ribeiro Müller, Luiza Ricardo, Priscilla dos Santos da Fonseca, Samuel Völz Lopes Demais Acadêmicos(as): Maurício Feijó da Cruz Grupo de Treinamento Esportivo e Desempenho Físico Coordenador: Fabrício Boscolo Del Vecchio Petianos (as): Gustavo Zaccaria Schaun, Demais Acadêmicos: Martaliz Dimare Liga Acadêmica de Saúde Coletiva Coordenador (a): Marcelo Cozzensa da Silva Petianos (as): Laura Ribeiro Müller Demais Acadêmicos: Diversos cursos da Universidade Núcleo de Estudos em Atividade Física Adaptada Coordenador: Alexandre Marques Carriconde Petianos (as): Luiza Ricardo, Rodrigo Wiltgen Demais Acadêmicos: Mauricio Coutinho Cabreira, Felipe Mattar Nogueira, Fábio da Conceição de Barros, Alice Meyer Iepsen, Rodrigo Mazzaferro, Patrick Stigger. 3.1.2 Atividades Eletivas de Pesquisa
  • 6. Planejamento de Atividades As atividades de pesquisas planejadas pelo grupo referem-se às atuações que os petianos irão ter em diferentes projetos de pesquisa, no período de março a dezembro de 2012. Os projetos aqui citados são orientados por diferentes professores da unidade. Existem pesquisas em que atuam somente um ou dois petianos, geralmente junto com outros acadêmicos, existem outras pesquisas em que atuam vários petianos. A participação do Tutor nas atividades de pesquisas dos petianos ocorre de duas maneiras: na orientação direta dos projetos em que ele é o orientador e no acompanhamento, avaliação e apoio das atividades quando o petiano está atuando em uma pesquisa que é orientada por outro professor. Análise da influência das extensões sobre acadêmicos do 1º semestre. Descrição da pesquisa: Verificar, entre outros fatores, se as extensões oferecidas ajudam os ingressantes a firmarem decisão no curso, e de que forma isso se torna evidente. Petianos Participantes: Pâmela Xavier Alves Coordenador: A definir Demais Acadêmicos: Andressa Lascano Pinto Abrantes Atividade física e saúde na escola Descrição da pesquisa: Artigo construído durante a disciplina de práticas pedagógicas de 6ª a 9ª série, com base nos conhecimentos dos acadêmicos sobre o tema e também a partir de uma revisão dos artigos mais relevantes no assunto. Deverá ser formatado conforme as normas de alguma revista da área, para posterior publicação. Petianos participantes: Samuel Lopes Coordenador: Adriana Schüler Cavalli Demais acadêmicos: Anna Müller (PET Diversidade e Tolerância) Cartografando o circo itinerante Descrição da pesquisa: Este trabalho tem por objetivo revelar o estilo de vida de um artista de circo tradicional, estabelecendo uma relação entre arte, educação física e estilo de vida. Petianos Participantes: Camila da Silva Ribeiro Coordenador: Luiz Carlos Rigo Demais Acadêmicos: Nenhum Comportamento de risco à saúde de adolescentes da zona rural da região sul do Rio Grande do Sul
  • 7. Planejamento de Atividades Descrição da pesquisa: Estudo que será realizado mediante aplicação de questionário, em todas as escolas de ensino médio, da zona rural, da região de cobertura da 5ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) RS, para conhecer os comportamentos que oferecem riscos a saúde. Petianos Participantes: Samuel Lopes Coordenador: Marcelo Cozzensa da Silva Demais Acadêmicos: Nenhum Esporte de aventura: possibilidades e dificuldades de se trabalhar na escola Descrição da pesquisa: Trata-se de um estudo transversal, conduzido com os alunos do curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Pelotas, que visa analisar a inserção dos esportes de aventura nas aulas de Educação Física escolar, e as principais dificuldades listadas pelos acadêmicos para se trabalhar com o tema. Petianos participantes: Samuel Lopes Coordenador: Ênio Araújo Pereira Demais acadêmicos: Bruno Iorio Könsgen Ginástica Laboral em Arroio Grande Descrição da pesquisa: Verificar, entre outros fatores, a situação da ginástica laboral na cidade. Servirá como trabalho de conclusão de curso da Petiana. Petianos Participantes: Laura Ribeiro Müller Coordenador: A definir Demais Acadêmicos: Nenhum Ídolo esportista: construção de mitos Descrição da pesquisa: A pesquisa terá por objetivo investigar como se dá o processo de idolatria de atletas, desde os primórdios até os dias de hoje, e a partir disso desvendar como suas façanhas perpetuam no cotidiano da população, fazendo com que se tornem verdadeiros mitos. Petianos Participantes: Rodrigo Wiltgen Ferreira Coordenador: Marcelo Oliveira Cavalli Demais Acadêmicos: Nenhum Indisciplina na escola
  • 8. Planejamento de Atividades Descrição da pesquisa: Artigo desenvolvido durante a disciplina de estágio obrigatório de 1ª a 5ª série, com base na vivência direta com o tema e também através de uma revisão sobre indisciplina e seus fatores promoventes. Deverá ser formatado conforme as normas de alguma revista da área, para posterior publicação. Petianos participantes: Samuel Völz Lopes Coordenador: Aniê Coutinho de Oliveira Demais acadêmicos: Nenhum Intervenções com atividades circenses Descrição da pesquisa: Este trabalho tem por objetivo relatar as ações realizadas pelo Projeto de Circo e Ginástica Acrobática , neste período em que o projeto completará dois anos de existência. Petianos Participantes: Camila da Silva Ribeiro Coordenador: Enio Araújo Pereira Demais Acadêmicos: Danilo Rodrigues da Silva, Rochelle Cruz Martins, Rafael Caetano Martins, Felipe Bandeira, Rafael Larroque, Luis André Gonçalves Intervenções em atividade física e saúde na escola Descrição da pesquisa: Esta pesquisa visa apresentar um modelo de intervenção em aulas de educação física em escolas de Pelotas e avaliar sua efetividade na promoção de saúde. Servirá como trabalho de conclusão de curso da petiana. Petianos Participantes: Luiza Ricardo Coordenador: Mário Renato de Azevedo Júnior Demais Acadêmicos: indefinido Jogos Folclóricos do RS nas aulas de Educação Física Descrição da pesquisa: Conhecer as experiências e o nível de conhecimento dos formandos em Educação Física – Licenciatura nestes jogos e a aplicação destes nas aulas do ensino fundamental. Petianos Participantes: Priscilla dos Santos da Fonseca Coordenador: Fabrício Boscolo Del Vecchio Demais Acadêmicos: Larissa Quevedo Jogos Olímpicos: uma analise de seu impacto através de fotos divulgadas em jornais do
  • 9. Planejamento de Atividades RS Descrição da pesquisa: A pesquisa terá por objetivo analisar fotos publicadas em jornais do estado do Rio Grande do Sul, averiguando a forma com que as imagens promovem os Jogos para os assinantes destas publicações. Petianos Participantes: Rodrigo Wiltgen Ferreira Coordenador: Indefinido Demais Acadêmicos: indefinido Memórias da participação em projetos extra-classe Descrição da pesquisa: Conhecer a importância e as conseqüências da participação no projeto extraclasse “Danças Tradicionais do RS” na vida dos alunos do Ensino Médio do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense e servirá como trabalho de conclusão de curso da Petiana. Petianos Participantes: Priscilla dos Santos da Fonseca Coordenador: Luiz Carlos Rigo Demais Acadêmicos: Nenhum Natação no RS Descrição da pesquisa: a pesquisa visa apresentar a rotina de treinamento e competições dos atletas de natação competitiva do interior do estado com idade entre 13 e 27 anos. Petianos Participantes: Luiza Ricardo Coordenador: Alexandre Marques Carriconde Demais Acadêmicos: indefinido Nível de conhecimento por parte dos Petianos sobre o manual do PET. Descrição da pesquisa: Pesquisa que visa avaliar o nível de conhecimento dos Petianos da UFPEL sobre o programa e o manual do PET. Petianos Participantes: Gustavo Zaccaria Schaun Coordenador: Marcelo Cozzensa da Silva Demais Acadêmicos: indefinido Perfil de Acadêmicos de Licenciatura em Educação Física do período no noturno Descrição da pesquisa: É uma pesquisa de análise quantitativa que procura investigar o perfil e hábitos de acadêmicos do curso de Licenciatura em Educação física do período do noturno
  • 10. Planejamento de Atividades da Universidade Federal de Pelotas sobre a prática de atividade física, motivo de escolha do curso, atividade profissional, pretensões futuras, idade e sexo prevalente e etc. Petianos Participantes: Fernanda Leal e Luiza Ricardo Coordenador: Mário Renato de Azevedo Junior Demais Acadêmicos: Rodrigo Mazzaferro Visão dos acadêmicos do 1º semestre de Educação Física, sobre o ensino, a pesquisa e a extensão universitária Descrição da pesquisa: Estudo transversal conduzido com os alunos do 1º semestre do cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física da Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas, sobre a efetividade do tripé universitário, durante a graduação à partir da análise dos participantes. Petianos participantes: Camila da Silva Ribeiro, Gustavo Zaccaria Schaun, Fernanda de Souza Leal, Laura Ribeiro Müller, Luiza Isnardi Cardoso Ricardo, Pâmela Xavier Alves, Priscilla dos Santos da Fonseca, Rodrigo Wiltgen Ferreira, Samuel Volz Lopes Coordenador: Marcelo Cozzensa da Silva Demais acadêmicos participantes: Nenhum 3.1.3 Atividades eletivas de Extensão As atividades que a seguir serão apresentadas consistem em intervenções anuais do petiano junto aos projetos de Extensão contínuos, que são oferecidos pela Escola Superior de Educação Física. Esta atuação tem por objetivo fortalecer os projetos já existentes na unidade; proporcionar uma interação dos petianos com os demais acadêmicos que atuam nos projetos. A participação do Tutor nessas atividades ocorre tanto de forma direta, quando o projeto de extensão que ele coordena conta com a presença de petianos, e de forma indireta quando trata- se de um projeto coordenado por outro professor. A participação indireta ocorre no seminário de avaliação do grupo, que ocorre a cada dois meses, quando os petianos relatam suas atividades. Artes Circenses e Ginástica Acrobática - ProCiGa Professor Orientador: Prof.Ms. Enio Araújo Pereira Petianos Participantes: Camila da Silva Ribeiro Demais participantes: Danilo Rodrigues da Silva, Rochelle Cruz Martins, Rafael Caetano Martins, Felipe Bandeira, Rafael Larroque, Luis André Gonçalves.
  • 11. Planejamento de Atividades Campeonato Intercursos UFPEL de Futsal Professor Orientador: Tutores PET UFPEL Petianos Participantes: Todos os grupos da UFPEL Demais Participantes: Qualquer pessoa com vínculo com a Universidade CETRES - Centro de Extensão em Atenção a Terceira Idade. Professor Orientador: Mariângela Afonso Petianos Participantes: Pâmela Xavier Alves Demais participantes: Andressa Lascano Pinto Abrantes Danças Tradicionais do Rio Grande do Sul no IF-Sul Professor Orientador: Luiz Carlos Rigo Petianos (as): Priscilla dos Santos da Fonseca Demais participantes: nenhum Diversificação Professor Orientador: Lorena Gil Petianos Participantes: Todo o grupo Demais participantes: Grupo PET Diversidade e Tolerância NATI - Núcleo de Atividades para Terceira Idade Coordenadore: Adriana Schüler Cavalli Petianos (as): Pedro Crespo, Alexandre de Souza, Joubert Penny, Misael da Cunha Demais participantes: Germano Arduim, Rodrigo Souza. Projeto Carinho Professor Orientador: Alexandre Marques Carriconde Petianos Participantes: Pâmela Xavier Alves Demais participantes: Felipe Mattar Nogueira, Andressa Lascano Pinto Abrantes Projeto Basquetebol para Cadeirantes Professor Orientador: Mario Renato de Azevedo Junior Petianos Participantes: Luiza Ricardo, Rodrigo Wiltgen Ferreira
  • 12. Planejamento de Atividades Demais participantes: Natan Feter, Daniele Grings, Laura Jung. Projeto Ação Professores responsáveis: Tutores dos grupos PET participantes Petianos Participantes: Todo o grupo Demais participantes: Paula Weber (PET Artes), Júlia Almeida (PET Odonto), Anna Müller Pereira, Rosiane Soares (PET Diversidade e Tolerância). Projeto Primavera (nome a ser modificado) Professor Orientador: Marcelo Cozzensa da Silva Petianos Participantes: Todo o grupo Demais participantes: Possíveis alunos do curso de Educação Física da UFPEL. Núcleo Jovem de Esporte Professor Orientador: Fabiana Celente Montiel Petianos Participantes: Camila Ribeiro, Luiza Ricardo, Rodrigo Wiltgen, Samuel Lopes Demais participantes: Fabiana Celente Montiel, Patricia da Rosa Lousada da Silva 3.2. Atividades de Caráter Coletivo e Integrador – até mil palavras (atividades integradas com demais estudantes / grupos, participação em eventos do Programa ou não, entre outros) • Participação em eventos científicos, feiras, mostras, encontros locais, regionais e nacionais. • Atividades integradas com bolsistas de monitoria, iniciação científica e extensão na IES. Nome do Evento: IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício Local do Evento: Londrina, PR Data de Realização do Evento: 16 a 19 de maio de 2012 Nome do Evento: XV Encontro Nacional dos Grupos PET (ENAPET) Local do Evento: São Luís - MA Data da Realização do Evento: 22 de Julho de 2012 à 27 de Julho de 2012. Nome do Evento: XXXIII Semana Acadêmica da ESEF/UFPEL Local do Evento: Escola Superior de Educação Física, Pelotas/RS
  • 13. Planejamento de Atividades Data de Realização do Evento: sem data definida. Nome do Evento: Ciência & Cultura 2012 Local do Evento: Escola Superior de Educação Física, Pelotas/RS Data de Realização do Evento: previsto para outubro de 2012 Nome do Evento: XX CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UFPEL Local do Evento: SESI, Pelotas/RS Data de Realização do Evento: previsto para o mês de novembro. Nome do Evento: XV SULPET Local do Evento: Universidade Estadual de Maringá – UEM, Maringá, PR Data de Realização do Evento: sem data definida Nome do Evento: XXXI Simpósio Nacional de Educação Física Local do Evento: Escola Superior de Educação Física, Pelotas/RS. Data de Realização do Evento: sem data definida. Nome do Evento: 11ºPoder Escolar Local do Evento: Pelotas, RS Data de Realização do Evento: Sem data definida Nome do Evento: Extremos do Sul Local do Evento: Rio Grande/RS Data de Realização do Evento: sem data definida Nome do evento: Seminário Corpo, Gênero e Sexualidade Local do Evento: Rio Grande – RS Data de Realização do Evento: sem data definida Nome do Evento: Sul Conbrace 2012 – Congresso Sul brasileiro de Ciências do Esporte Local do Evento: Rio Grande Data de Realização do Evento: sem data definida
  • 14. Planejamento de Atividades Nome do Evento: Mercomovimento Local do Evento: Santa Maria, RS Data de Realização do Evento: sem data definida 4. OUTRAS AÇÕES QUE O GRUPO CONSIDERAR PERTINENTE – até mil palavras (processos seletivos, reuniões, organização de documentação, mecanismos de divulgação intra e extra Curso, entre outros) Observação Geral Em Fevereiro de 2012 quatro petianos bolsistas e uma voluntária concluírão a graduação: Bruna Marques Kremer, Daiana Lopes de Rosa, Francisco de Assis Furtado de Oliveira, Leandro Meireles Rodrigues e Myriane Rosa da Rosa. Assim, em Março de 2012 ingressarão no grupo três novos bolsistas e dois novos voluntários: Alexandre de Souza, Ana Clara Tortelli Schwertner, Joubert Caldeira Penny, Misael Aguiar da Cunha e Pedro Augusto Crespo da Silva. Esses novos petianos irão se inserir nas atividades coletivas e bases do grupo. As bases poderão sofrer modificações a partir do início das atividades do grupo em 2012. Além disso, a partir de mudanças na organização do processo seletivo do grupo, os ingressantes no grupo de forma voluntária serão contemplados com a bolsa após o primeiro ano de PET. Com isso, duas petianas voluntárias passarão a ser bolsistas em 2012, Luiza Isnardi Cardoso Ricardo e Pâmela Xavier Alves. 4.1 Organização, Estrutura e Funcionamento do Grupo. Reuniões Semanais: Tem por finalidade discutir, deliberar e avaliar o funcionamento e as ações do grupo. É o espaço deliberativo onde as questões são decididas coletivamente. Estas reuniões possuem a duração de 2 horas e irão ocorrer todas as terças-feiras no horário das 12 as 14 horas, sendo que às quintas-feiras, neste mesmo horário, ficou estabelecido como um dia para as reuniões extraordinárias. A organização e coordenação da reunião seguem o sistema de rodízio, onde cada reunião é coordenada por um membro enquanto outro fica responsável pela Ata. Seminários avaliativos: ocorrerão mensalmente, sendo que se intercalarão entre avaliação do grupo e outro dos petianos e tutor, quando do grupo ocorrerá nas segundas-feiras à noite e quando dos petianos e tutor nos sábados à tarde, com duração cada um de 4 horas. Este é um
  • 15. Planejamento de Atividades espaço de avaliação e amadurecimento das intervenções do grupo e de cada um dos petianos e do tutor, no âmbito de pesquisa, do ensino e da extensão. Nos seminários são feitas as avaliações do grupo, individuais e do próprio tutor. A coordenação e Ata do seminário segue a mesma metodologia das reuniões semanais. Cada ano alguns petianos ficam responsáveis para a organização do seminário. Camila Ribeiro, Priscilla Fonseca, Gustavo Schaun e Rodrigo Ferreira são os encarregados dessa atividade para o próximo período. Planejamento e Relatórios: para facilitar o trabalho de elaboração do planejamento e dos relatórios solicitados pela SESU, anualmente é montada uma equipe que irá auxiliar o tutor na tarefa de organização e sistematização das informações individuais e coletivas do grupo que farão parte desses documentos. Para o ano de 2011, a equipe responsável por esta atividade está composta pelos petianos, Luiza Ricardo, Fernanda Leal e o Tutor Marcelo Cozzensa da Silva. Justificativas: foi acordado pelo grupo que cada petiano deve informar o motivo de suas faltas em reuniões, seminários, interpets, e outras atividades sempre que ocorrer. Ficou também estabelecido que cada petiano poderá ter, no máximo 25% de falta durante o mês, sendo abolidas apenas as faltas relacionadas à doença, comprovada com atestado médico, e as faltas ocorridas para fins de participação em eventos acadêmicos ou outras atividades diretamente relacionadas ao programa PET. Esta metodologia de controle de presença vale tanto para os petianos como para o Tutor. O controle das faltas e a organização das justificativas, semestralmente ficarão sob a responsabilidade de um petiano. Para o próximo período, a petiana Luiza Ricardo, será responsável. Arquivos/Documentação: esta ação visa organizar as atas das reuniões e dos seminários e todos os demais documentos escritos e fotográficos que fazem parte da memória do grupo PET, bem como auxiliar para que exista um maior controle da utilização do material de consumo, oriundo da taxa acadêmica do grupo. A petiana encarregada desta função para o próximo período será Priscilla Fonseca. Infra-estrutura, Equipamentos e materiais de consumo: responsabilidade que busca garantir condições de trabalho para o grupo, através da organização, manutenção e zelo dos equipamentos e demais materiais que estão disponíveis na sala do grupo. Aos responsáveis por essa função cabe também pautar para as reuniões do grupo as principais demandas e
  • 16. Planejamento de Atividades necessidades que estão colocadas para o espaço de trabalho coletivo. O petiano encarregado dessa base será Samuel Lopes e o Tutor Marcelo Cozzensa da Silva. Atas/Coordenação: responsabilidade que visa recolher e arquivar as atas que são feitas e aprovadas pelo grupo e controlar o rodízio para saber de quem é a vez de fazer a ata e ou coordenar a reunião ou seminário mensal. O tutor também está incluído em participar desta atividade como qualquer outro membro do grupo. No próximo período, está função estará a cargo da petiana Laura Müller. Executiva Local do PET: por ser um fórum de suma importância do movimento PET local e nacional, o grupo PET/ESEF deliberou que sempre haverá dois ou mais petianos que representarão o grupo nas reuniões semanais da executiva local. Estes representantes são responsáveis por fazer a interlocução do grupo com a executiva local e os demais grupos da UFPel. No próximo semestre, os petianos Priscilla Fonseca e Rodrigo Wiltgen. Comitê Local de Avaliação: espaço destinado ao acompanhamento e avaliação dos grupos PET da UFPel. O CLAPET da UFPel é composto por um representante de cada grupo PET, (Tutor ou Petiano) e mais 3 membros indicados pela Pró-reitoria de Graduação. Atualmente, a petiana Fernanda Leal é a representante do Grupo PET da ESEF/UFPel no CLAPET. Listas de Discussão PET/UFPel e PET/ESEF: responsabilidade de moderação da lista de discussão do grupo PET/ESEF (esefufpel-pet@googlegroups.com). Esta lista é uma forma de dinamizar a troca de informações e discussões entre os membros do grupos, bem como manter um contato sistemático, fortalecendo o grupo. No próximo período, esta função ficará a cargo do petiano Samuel Lopes. Divulgação: esta ação buscar organizar e encontrar novos meios para ampliar as formas de divulgação do grupo e de suas ações perante o curso, a universidade, a comunidade, bem como os outros grupos PET. No Próximo período, esta função ficará a cargo de Camila Ribeiro, Laura Muller, Pâmela Alves e Gustavo Schaun. Representação no Colegiado e na Reunião de Departamento: todo ano é escolhido um ou mias petianos para se fazerem presentes e atuar como representantes do grupo nas reuniões do colegiado de curso e nas reuniões semanais dos departamentos da unidade acadêmica. Além
  • 17. Planejamento de Atividades de manter o grupo informado das decisões tomadas nessas instâncias, a presença nesses espaços fortalece os vínculos institucionais do grupo com a unidade. No próximo período, além do Tutor do grupo, o petiano Rodrigo Wiltgen ficará responsável por essa base. Duplas da semana: está função tem o objetivo de manter a sala do PET/ESEF organizada e limpa durante o período de uma semana. As duplas sempre serão aqueles petianos os quais foram responsáveis, dentro do rodízio de coordenações e atas, pela ata e coordenação da reunião administrativa da semana. Momento Acadêmico e Ciclo de Palestras: esta função tem por finalidade organizar as datas em que as pesquisas serão apresentadas aos petianos e também aos demais alunos da graduação, além de organizar as palestras que serão oferecidas a graduação. Os petianos Pâmela Alves e Rodrigo Wiltgen estão responsáveis por esta função. Certificados: Será responsáveil por organizar e confeccionar os certificados dos eventos promovidos pelo grupo PET/ESEF a petiana Laura Müller. 4.2 Participação nos InterPET's da UFPel: são encontros mensais dos grupos PET da UFPel. Em cada mês, um dos grupos é responsável por organizar e planejar o encontro. Além disso, propõe uma temática que seja pertinente à formação acadêmica e convida palestrantes para explorarem o tema, proporcionando desta forma uma troca de experiências entre os grupos. Todos os petianos, assim como o tutor devem comparecer nos InterPETs. 4.3 Campeonato de Futsal (InterCursos). Esta atividade consiste em uma ação cultural de lazer esportivo que envolve tanto a comunidade universitária como a não universitária. A organização do campeonato ocorre em conjunto com todos os Grupos PET da UFPel e envolve diretamente cerca de 400 estudantes de ambos os sexos. A próxima edição do evento está sem data prevista para ocorrer. Por possuir uma afinidade maior com a área, o grupo PET/ESEF assume um papel destacado na organização dessa atividade, cabendo a esse a função de preparar o espaço da atividade, bem como coordenar a organização e a arbitragem de todo o evento. Estão responsáveis por essa função os petianos Luiza Ricardo, Samuel Lopes e Gustavo Schaun. Observação: Atualmente o Grupo PET ESEF é composto por 15 petianos (13 Bolsistas e 2
  • 18. Planejamento de Atividades voluntários). 5. DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE TUTORIA – até mil palavras (planejamento quanto à participação/contribuição do (a) tutor (a) nas atividades e na formação dos petianos: definição das atividades e seus objetivos, acompanhamento e avaliação individual e coletiva, entre outros) As atividades planejadas pelo e para grupo vem continuamente, com o passar dos anos, tentando preencher as lacunas existentes em nosso curso de graduação de Educação Física, tanto na licenciatura como no bacharelado. Essas atividades desenvolvidas têm a função de levar à sala de aula, aos laboratórios de ensino, pesquisa e extensão e ao Diretório Acadêmico os conhecimentos obtidos pelos integrantes do grupo, bem como suas incessantes buscas por novos ensinamentos. Tudo isso ajudará a estimular os alunos do curso a se integrarem aos grupos de ensino, pesquisa e extensão existentes na unidade, bem como a qualificar o conhecimento dos integrantes do próprio grupo PET/ESEF, através das parcerias existentes entre esses grupos e o programa. As atividades a serem desenvolvidas foram (pois iniciou no final do ano de 2011) e serão desenvolvidas nas reuniões semanais realizadas pelo grupo. Muitas das atividades que compõem (irão compor) o planejamento são, em parte, propostas pelo tutor, frente a demanda de necessidades observadas e diagnosticadas pelo mesmo para a melhoria da qualificação do grupo e da necessidade de objetivar o princípio da tríade ensino, pesquisa e extensão. Por outro lado, os alunos integrantes do PET/ESEF identificarão possíveis necessidades a serem contempladas pelo grupo, bem como necessidades individuais que sirvam para o aprimoramento pessoal e crescimento da unidade e localidade onde estão inseridos. Essas atividades, de caráter coletivo ou individual, serão conversadas em reuniões individuais e coletiva com o tutor, o qual procurará direcionar/orientar os alunos para a escolha do melhor caminho a tomar, sem, entretanto, tolir a vontade dos mesmos. A participação dos alunos do PET em cursos, eventos e atividades complementares como visitas técnicas, palestras, Fóruns e Semanas Acadêmicas, onde esses indivíduos trabalhem juntamente com alunos regulares da graduação e pós-graduação da mesma e de outras unidades, será estimulada pelo tutor. Na busca da qualificação e desenvolvimento das capacidades individuais e coletivas dos alunos do programa, o monitoramento do processo e resultados, comprometimento e iniciativa são alguns dos aspectos a serem destacados no trabalho a ser executado pelo tutor.
  • 19. Planejamento de Atividades Semanalmente, as atividades propostas e em andamento serão avaliadas nas reuniões de grupo pelo tutor, bem como mensalmente, as mesmas serão avaliadas por todos os componentes do grupo de forma individual e coletiva. O comprometimento com o programa será avaliado de maneira quantitativa através de avaliações dicotômicas de participação em reuniões, e atividades de extensão, ensino e pesquisa. Além disso, haverá avaliações qualitativas que complementarão o processo. As atividades escolhidas individualmente e pelo grupo sempre devem estimular a iniciativa dos alunos em perceber a real necessidade do evento e suas possíveis consequências benéficas na comunidade acadêmica e em geral. A democracia existente no grupo PET/ESEF deverá também refletir não só no trabalho dos alunos no programa, mas também no trabalho do tutor dentro do grupo e nas aulas do mesmo dentro dos cursos de graduação e pós-graduação. O processo de construção de uma avaliação baseado nos interesses do professor mas amparada nas necessidades relatadas pelos alunos poderá provocar uma reestruturação na forma de avaliação dos discentes do programa e disciplinas. A valorização do trabalho em grupo como uma estratégia metodológica para o trabalho no grupo e que poderá ser levado à sala de aula, é fator importante a destacado dentro da rotina de trabalho que deverá ser incrementada durante o período. O tutor, acha fundamental colocar em prática a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, deixando a mesma de ser um discurso teórico e passar a ser trabalhada concretamente dentro do grupo, o que refletirá em consequências positivas no curso de graduação. 6. CRONOGRAMA PROPOSTO PARA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DO GRUPO As Atividades Eletivas de Pesquisa e de Extensão que os petianos participam ocorrem durante todo o ano acompanhando o desenvolvimento do calendário acadêmico da Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas. Cronograma das Atividades que serão promovidas pelo grupo 1° Semestre de 2011 • Palestra I: Para os ingressos no curso de Licenciatura e Bacharelado da ESEF, previsto para a segunda semana de março. • InterPets: ocorre durante todo o ano corrente de 2012, com periodicidade mensal
  • 20. Planejamento de Atividades durante todo o ano, sendo organizado pelos grupos PET e Executiva. • Momento Acadêmico: evento mensal, com temas pré definidos pelo grupo. • Projeto Ação: o projeto irá ocorrer ao longo de todo o ano de 2012. • Curso 1: previsto para abril de 2012 com tema ainda a ser definido • SulPET: abril/maio de 2012. • 8° Campeonato de futsal – Intercursos-UFPel; maio/junho de 2012 • XXXI Simpósio Nacional de Educação Física: junho/julho de 2012 • ENAPET: julho de 2012 2º Semestre de 2012 • Palestra II: Para os ingressos no curso noturno, previsto para a segunda semana de agosto. • Curso II: previsto para setembro de 2012 com tema ainda a ser definido • Ciência e Cultura: previsto para outubro de 2012. • CIC: previsto para novembro de 2012. • Seleção de bolsistas: outubro/novembro/dezembro de 2012. • Semana Acadêmica: sem data definida.
  • 21. Planejamento de Atividades Local e Data: Pelotas, 08 de abril de 2012 __________________________________________________ Tutor (a) Local e Data: Pelotas, 08 de abril de 2012 _______________________________________________ Presidente do Comitê Local de Acompanhamento* Local e Data: Pelotas, 08 de abril de 2012 _______________________________________________ Pró-Reitor(a) responsável pelo PET* * As assinaturas do Presidente do Comitê Local de Acompanhamento e do Pró-Reitor responsável pelo PET encontram-se em outro documento enviado juntamente a este planejamento.