SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 43
PAPEL DO E-FORMADOR Formação de E-Formadores Carlos Pimenta  Célia Pereira  Jorge Martins  Marisa Ramoa  [ Maio 2010 ]
[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A noção de E-Formador O QUE É UM E-FORMADOR?
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A noção de E-Formador Essas funções podem ser distribuídas por uma equipa de formação, ou executadas pela mesma pessoa: O  E-Formador
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A noção de E-Formador O QUE DISTINGUE O E-FORMADOR?
[object Object],[object Object],A noção de E-Formador NOÇÃO DE E-FORMADOR (RESUMO):
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A noção de E-Formador FORMADOR TRADICIONAL  VS   E-FORMADOR Keegan (1988)
[object Object],[object Object]
O Papel e as tarefas do  E-Formador
O Papel e as tarefas do  E-Formador
[object Object],[object Object],[object Object],O Papel e as tarefas do  E-Formador
[object Object],O Papel e as tarefas do  E-Formador
O Papel e as tarefas do  E-Formador Por seu lado Berge (1995), classifica a intervenção dos moderadores em quatro áreas
[object Object],[object Object],O Papel e as tarefas do  E-Formador Corolário
O Papel e as tarefas do  E-Formador Hywel Thomas da Training Foundation,  sintetizou, numa mnemónica de 4 P’s, as qualidades que os e-formadores devem possuir:
O Papel e as tarefas do  E-Formador Tarefas dos e-formadores Acolhimento Criar e animar grupos Encorajar e motivar Promover a colaboração entre os Participantes Promover a interacção, participação e orientação Facilitar as discussões Fornecer retorno/resposta (feedback) rápido Monitorar o progresso Fornecer conselhos e apoio técnico Garantir o sucesso das conferências
O Papel e as tarefas do  E-Formador Tarefas dos e-formadores Definir trabalhos e tarefas Controlar o ritmo Assegurar-se que os alunos estão a trabalhar ao ritmo certo Assegurar que os objectivos do curso são atingidos Dar informação e acrescentar conhecimento o Fornecer informação, desenvolver,  clarificar, explicar Avaliar os participantes Controlar os progressos obtidos Fornecer comentários aos trabalhos dos alunos Avaliar o curso Concluir o curso Tornar-se facilitador de uma comunidade de aprendizagem
[object Object],O Papel e as tarefas do  E-Formador
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],O Papel e as tarefas do  E-Formador Do E-Formador é necessário
[object Object],[object Object],O Papel e as tarefas do  E-Formador
[object Object]
[object Object],Os desafios do E-Formador Papel do tutor/ E- Formador no ensino
Os desafios do E-Formador Papel do tutor no ensino online Esta é uma mudança que se considera a vários níveis, radical.
[object Object],[object Object],Os desafios do E-Formador Papel do tutor no ensino online
[object Object],[object Object],Os desafios do E-Formador SUBTITULO
[object Object],Os desafios do E-Formador Papel do tutor no ensino online
Os desafios do E-Formador Papel do tutor no ensino online Papel do formador em contexto presencial  Tutor online Embora se assista a uma certa aproximação ao papel do professor em contexto presencial, ser tutor  online é diferente de ser professor do ensino presencial.
Os desafios do E-Formador A tutoria  online exige competências específicas, incluindo competências técnicas e, até, características pessoais especiais. Competências do tutor no ensino online
Os desafios do E-Formador Fonte:. Salmon (2000a: 40)  Competências do tutor no ensino online Características Qualidades  Compreensão do processo  online,  Confiança;  Competências  técnicas,  Espírito Construtivo;  Competências de comunicação  online,  Capacidade para  Estimular o Desenvolvimento Domínio dos conteúdos  Talento de Facilitação Características pessoais;  Aptidão para Partilhar Conhecimento Criatividade.
[object Object],[object Object],Os desafios do E-Formador - Competências do tutor no ensino online
[object Object],[object Object],Os desafios do E-Formador
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A relevância futura da função de E-Formador O E-learning, uma área de actividade em plena expansão
[object Object],[object Object],A relevância futura da função de E-Formador O E-formador é um agente económico competitivo.
[object Object],[object Object],A relevância futura da função de E-Formador As oportunidades de negócio para o E-formador
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A relevância futura da função de E-Formador A SITUAÇÃO DO E-LEARNING EM PORTUGAL
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A relevância futura da função de E-Formador A SITUAÇÃO DO E-LEARNING EM PORTUGAL
[object Object],[object Object],A relevância futura da função de E-Formador O FUTURO DO E-LEARNING EM PORTUGAL
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A relevância futura da função de E-Formador O E-FORMADOR, ACTOR PRINCIPAL DO FUTURO DO E-LEARNING
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A relevância futura da função de E-Formador O E-FORMADOR, ACTOR PRINCIPAL DO FUTURO DO E-LEARNING
[object Object],A relevância futura da função de E-Formador Conclusão
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Webgrafia
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Defesa da tese 09 12-2010
Defesa da tese 09 12-2010Defesa da tese 09 12-2010
Defesa da tese 09 12-2010João Piedade
 
140-21_ANQEP-Atualiza_Ref_Comp-Web_FINAL_13Dez.pdf
140-21_ANQEP-Atualiza_Ref_Comp-Web_FINAL_13Dez.pdf140-21_ANQEP-Atualiza_Ref_Comp-Web_FINAL_13Dez.pdf
140-21_ANQEP-Atualiza_Ref_Comp-Web_FINAL_13Dez.pdfMarleneRicardo2
 
Reflexão crítica final
Reflexão crítica final Reflexão crítica final
Reflexão crítica final martamedeiros
 
Proposta de intervenção pedagógica - PIP - Cristiano Lage
Proposta de intervenção pedagógica - PIP - Cristiano LageProposta de intervenção pedagógica - PIP - Cristiano Lage
Proposta de intervenção pedagógica - PIP - Cristiano LageCristiano Esperto Lage
 
Manual comunicação em formação inicial e formadores
Manual comunicação em formação inicial e formadoresManual comunicação em formação inicial e formadores
Manual comunicação em formação inicial e formadoresPatrícia Ervilha
 
Plano de Sessão da PIP
Plano de Sessão da PIPPlano de Sessão da PIP
Plano de Sessão da PIPDebora_Marques
 
Introdução à educação à distância.
Introdução à educação à distância.Introdução à educação à distância.
Introdução à educação à distância.Fábio Fernandes
 
Metodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicosMetodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicosVeronica Gur Be
 
Definição de Objetivos - construção
Definição de Objetivos - construçãoDefinição de Objetivos - construção
Definição de Objetivos - construçãoRonaldo Otero
 
Relatório final pap leandro
Relatório final pap   leandroRelatório final pap   leandro
Relatório final pap leandroLeandro Pacheco
 
Avaliacao em e-learning
Avaliacao em e-learningAvaliacao em e-learning
Avaliacao em e-learningNeuza Pedro
 
Slide ambientes virtuais de aprendizagem
Slide ambientes virtuais de aprendizagemSlide ambientes virtuais de aprendizagem
Slide ambientes virtuais de aprendizagemLissiane Maria Ribeiro
 
Manual.fpif modulo 1 fisoot
Manual.fpif modulo 1 fisootManual.fpif modulo 1 fisoot
Manual.fpif modulo 1 fisootIvan Couras
 
O que são as tic
O que são as ticO que são as tic
O que são as ticLipa Dias
 

Mais procurados (20)

Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
 
Defesa da tese 09 12-2010
Defesa da tese 09 12-2010Defesa da tese 09 12-2010
Defesa da tese 09 12-2010
 
140-21_ANQEP-Atualiza_Ref_Comp-Web_FINAL_13Dez.pdf
140-21_ANQEP-Atualiza_Ref_Comp-Web_FINAL_13Dez.pdf140-21_ANQEP-Atualiza_Ref_Comp-Web_FINAL_13Dez.pdf
140-21_ANQEP-Atualiza_Ref_Comp-Web_FINAL_13Dez.pdf
 
P.i.p
P.i.pP.i.p
P.i.p
 
Reflexão crítica final
Reflexão crítica final Reflexão crítica final
Reflexão crítica final
 
Proposta de intervenção pedagógica - PIP - Cristiano Lage
Proposta de intervenção pedagógica - PIP - Cristiano LageProposta de intervenção pedagógica - PIP - Cristiano Lage
Proposta de intervenção pedagógica - PIP - Cristiano Lage
 
Manual comunicação em formação inicial e formadores
Manual comunicação em formação inicial e formadoresManual comunicação em formação inicial e formadores
Manual comunicação em formação inicial e formadores
 
Plano de Sessão da PIP
Plano de Sessão da PIPPlano de Sessão da PIP
Plano de Sessão da PIP
 
Introdução à educação à distância.
Introdução à educação à distância.Introdução à educação à distância.
Introdução à educação à distância.
 
Metodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicosMetodos e tecnicas_pedagogicos
Metodos e tecnicas_pedagogicos
 
Definição de Objetivos - construção
Definição de Objetivos - construçãoDefinição de Objetivos - construção
Definição de Objetivos - construção
 
As redes sociais
As redes sociaisAs redes sociais
As redes sociais
 
Relatório final pap leandro
Relatório final pap   leandroRelatório final pap   leandro
Relatório final pap leandro
 
Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
 
Perfil do formador
Perfil do formadorPerfil do formador
Perfil do formador
 
Avaliacao em e-learning
Avaliacao em e-learningAvaliacao em e-learning
Avaliacao em e-learning
 
Slide ambientes virtuais de aprendizagem
Slide ambientes virtuais de aprendizagemSlide ambientes virtuais de aprendizagem
Slide ambientes virtuais de aprendizagem
 
Planos de Formação
Planos de FormaçãoPlanos de Formação
Planos de Formação
 
Manual.fpif modulo 1 fisoot
Manual.fpif modulo 1 fisootManual.fpif modulo 1 fisoot
Manual.fpif modulo 1 fisoot
 
O que são as tic
O que são as ticO que são as tic
O que são as tic
 

Semelhante a Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)

Papel do eformador
Papel do eformadorPapel do eformador
Papel do eformadore.ferreira
 
A relação entre a formação de professores e
A relação entre a formação de professores eA relação entre a formação de professores e
A relação entre a formação de professores eSobralas
 
Programa Supervisao 08 09 Sobre Tic
Programa Supervisao 08 09 Sobre TicPrograma Supervisao 08 09 Sobre Tic
Programa Supervisao 08 09 Sobre TicTEODORO SOARES
 
Perfil e competências dos formadores em ambientes online
Perfil e competências dos formadores em ambientes onlinePerfil e competências dos formadores em ambientes online
Perfil e competências dos formadores em ambientes onlinebanheira
 
Perfil e competências dos formadores em ambientes online
Perfil e competências dos formadores em ambientes onlinePerfil e competências dos formadores em ambientes online
Perfil e competências dos formadores em ambientes onlinebanheira
 
Seminário de projecto 2º trimestre susana alentejano
Seminário de projecto 2º trimestre   susana alentejanoSeminário de projecto 2º trimestre   susana alentejano
Seminário de projecto 2º trimestre susana alentejanoSusana Alentejano
 
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-line
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-linePedagogia do e learning e o papel do professor on-line
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-lineAparecida Dias
 
A pedagogia do Elearnig e o papel do
A pedagogia do Elearnig e o papel doA pedagogia do Elearnig e o papel do
A pedagogia do Elearnig e o papel domilite correia
 
Elearning: virtualidades e pontos críticos Congresso Aprendizagem/Desenvolvim...
Elearning: virtualidades e pontos críticos Congresso Aprendizagem/Desenvolvim...Elearning: virtualidades e pontos críticos Congresso Aprendizagem/Desenvolvim...
Elearning: virtualidades e pontos críticos Congresso Aprendizagem/Desenvolvim...João Paz
 
Apresentacao final26 07 ok_cecilia
Apresentacao final26 07 ok_ceciliaApresentacao final26 07 ok_cecilia
Apresentacao final26 07 ok_ceciliaintrodutecdigital
 
Apresentação (defesa) do Trabalho de Conclusão do curso de pós-graduação, int...
Apresentação (defesa) do Trabalho de Conclusão do curso de pós-graduação, int...Apresentação (defesa) do Trabalho de Conclusão do curso de pós-graduação, int...
Apresentação (defesa) do Trabalho de Conclusão do curso de pós-graduação, int...lucianagrof1
 
Apresentação X encontro de iniciação científica e I encontro de iniciação a d...
Apresentação X encontro de iniciação científica e I encontro de iniciação a d...Apresentação X encontro de iniciação científica e I encontro de iniciação a d...
Apresentação X encontro de iniciação científica e I encontro de iniciação a d...Natane Ribeiro de Carvalho
 
Educação e formação de adultos: Novos desafios
Educação e formação de adultos: Novos desafiosEducação e formação de adultos: Novos desafios
Educação e formação de adultos: Novos desafiosteresamaria83
 
Coied2012 red google earth
Coied2012 red google earthCoied2012 red google earth
Coied2012 red google earthTeresa Pombo
 

Semelhante a Papel do E-Formador (Curso E-Formadores) (20)

Papel do eformador
Papel do eformadorPapel do eformador
Papel do eformador
 
A relação entre a formação de professores e
A relação entre a formação de professores eA relação entre a formação de professores e
A relação entre a formação de professores e
 
Manual e formador
Manual e formadorManual e formador
Manual e formador
 
Programa Supervisao 08 09 Sobre Tic
Programa Supervisao 08 09 Sobre TicPrograma Supervisao 08 09 Sobre Tic
Programa Supervisao 08 09 Sobre Tic
 
Perfil e competências dos formadores em ambientes online
Perfil e competências dos formadores em ambientes onlinePerfil e competências dos formadores em ambientes online
Perfil e competências dos formadores em ambientes online
 
Perfil e competências dos formadores em ambientes online
Perfil e competências dos formadores em ambientes onlinePerfil e competências dos formadores em ambientes online
Perfil e competências dos formadores em ambientes online
 
Seminário de projecto 2º trimestre susana alentejano
Seminário de projecto 2º trimestre   susana alentejanoSeminário de projecto 2º trimestre   susana alentejano
Seminário de projecto 2º trimestre susana alentejano
 
Cursos online
Cursos online Cursos online
Cursos online
 
Apresentação SEMIC 2011
Apresentação SEMIC 2011 Apresentação SEMIC 2011
Apresentação SEMIC 2011
 
Redes
RedesRedes
Redes
 
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-line
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-linePedagogia do e learning e o papel do professor on-line
Pedagogia do e learning e o papel do professor on-line
 
A pedagogia do Elearnig e o papel do
A pedagogia do Elearnig e o papel doA pedagogia do Elearnig e o papel do
A pedagogia do Elearnig e o papel do
 
Elearning: virtualidades e pontos críticos Congresso Aprendizagem/Desenvolvim...
Elearning: virtualidades e pontos críticos Congresso Aprendizagem/Desenvolvim...Elearning: virtualidades e pontos críticos Congresso Aprendizagem/Desenvolvim...
Elearning: virtualidades e pontos críticos Congresso Aprendizagem/Desenvolvim...
 
Apresentacao final26 07 ok_cecilia
Apresentacao final26 07 ok_ceciliaApresentacao final26 07 ok_cecilia
Apresentacao final26 07 ok_cecilia
 
PPI 2014
PPI 2014PPI 2014
PPI 2014
 
Apresentação (defesa) do Trabalho de Conclusão do curso de pós-graduação, int...
Apresentação (defesa) do Trabalho de Conclusão do curso de pós-graduação, int...Apresentação (defesa) do Trabalho de Conclusão do curso de pós-graduação, int...
Apresentação (defesa) do Trabalho de Conclusão do curso de pós-graduação, int...
 
Apresentação X encontro de iniciação científica e I encontro de iniciação a d...
Apresentação X encontro de iniciação científica e I encontro de iniciação a d...Apresentação X encontro de iniciação científica e I encontro de iniciação a d...
Apresentação X encontro de iniciação científica e I encontro de iniciação a d...
 
Trabalho Ead
Trabalho EadTrabalho Ead
Trabalho Ead
 
Educação e formação de adultos: Novos desafios
Educação e formação de adultos: Novos desafiosEducação e formação de adultos: Novos desafios
Educação e formação de adultos: Novos desafios
 
Coied2012 red google earth
Coied2012 red google earthCoied2012 red google earth
Coied2012 red google earth
 

Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)

  • 1. PAPEL DO E-FORMADOR Formação de E-Formadores Carlos Pimenta Célia Pereira Jorge Martins Marisa Ramoa [ Maio 2010 ]
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9. O Papel e as tarefas do E-Formador
  • 10. O Papel e as tarefas do E-Formador
  • 11.
  • 12.
  • 13. O Papel e as tarefas do E-Formador Por seu lado Berge (1995), classifica a intervenção dos moderadores em quatro áreas
  • 14.
  • 15. O Papel e as tarefas do E-Formador Hywel Thomas da Training Foundation, sintetizou, numa mnemónica de 4 P’s, as qualidades que os e-formadores devem possuir:
  • 16. O Papel e as tarefas do E-Formador Tarefas dos e-formadores Acolhimento Criar e animar grupos Encorajar e motivar Promover a colaboração entre os Participantes Promover a interacção, participação e orientação Facilitar as discussões Fornecer retorno/resposta (feedback) rápido Monitorar o progresso Fornecer conselhos e apoio técnico Garantir o sucesso das conferências
  • 17. O Papel e as tarefas do E-Formador Tarefas dos e-formadores Definir trabalhos e tarefas Controlar o ritmo Assegurar-se que os alunos estão a trabalhar ao ritmo certo Assegurar que os objectivos do curso são atingidos Dar informação e acrescentar conhecimento o Fornecer informação, desenvolver, clarificar, explicar Avaliar os participantes Controlar os progressos obtidos Fornecer comentários aos trabalhos dos alunos Avaliar o curso Concluir o curso Tornar-se facilitador de uma comunidade de aprendizagem
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23. Os desafios do E-Formador Papel do tutor no ensino online Esta é uma mudança que se considera a vários níveis, radical.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27. Os desafios do E-Formador Papel do tutor no ensino online Papel do formador em contexto presencial Tutor online Embora se assista a uma certa aproximação ao papel do professor em contexto presencial, ser tutor online é diferente de ser professor do ensino presencial.
  • 28. Os desafios do E-Formador A tutoria online exige competências específicas, incluindo competências técnicas e, até, características pessoais especiais. Competências do tutor no ensino online
  • 29. Os desafios do E-Formador Fonte:. Salmon (2000a: 40) Competências do tutor no ensino online Características Qualidades Compreensão do processo online, Confiança; Competências técnicas, Espírito Construtivo; Competências de comunicação online, Capacidade para Estimular o Desenvolvimento Domínio dos conteúdos Talento de Facilitação Características pessoais; Aptidão para Partilhar Conhecimento Criatividade.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43.