Carta do leitor

4.057 visualizações

Publicada em

AULA DIGITAL DISPONÍVEL NO SITE EDUCOPÉDIA.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Carta do leitor

  1. 1. Tema da Aula Digital O universo opinativo do público infanto-juvenil: as cartas dos leitores. Disciplina Ano Aula número Língua Portuguesa 8 ano 29 AULA DIGITALAULA DIGITAL EE PLANO DE AULAPLANO DE AULA Equipe responsável pela produção Nome do(a) Educopedista produtor(a) da aula: Marcus Vinicius Oliveira Nome do(a) Educopedista revisor(a) da aula: Andereson Souto Coordenador de disciplina: Gina Paula Mor
  2. 2. PRIMEIRO MOMENTO DA AULA DIGITALPRIMEIRO MOMENTO DA AULA DIGITAL Revisão ATIVIDADE 1 Apresentação ATIVIDADE 2 Pergunta-desafio ATIVIDADE 3 Justificativa ATIVIDADE 4 Diagnóstico ATIVIDADE 5
  3. 3. Atividade 1: Relembrando Antes de começarmos, vamos relembrar o que você estudou na aula anterior? Leia a tirinha abaixo e, com a ajuda do seu professor, relembre os principais tópicos estudados. Vamos lá? Boa leitura!
  4. 4. Atividade 2: Apresentação inicial Você sabia que existe uma forma de o leitor elogiar ou criticar os conteúdos publicados em jornais e revistas, participando de uma interação com estes veículos? É muito comum haver, nessas publicações, uma seção chamada “Carta dos Leitores” destinada a publicar as opiniões dos leitores sobre o que leram em edições anteriores da publicação. Nesta aula você irá compreender a forma de composição e as características linguísticas da carta do leitor de revistas e jornais infanto-juvenis, observando a distinção entre fatos e opiniões relativas a estes fatos. Preparados? Bons estudos! O universo opinativo do público infanto-juvenil: as cartas dos leitores.
  5. 5. Atividade 3: Pergunta-desafio Antes de iniciarmos nossa aventura por esse gênero textual, tente responder às perguntas abaixo. O que motiva um leitor a escrever uma carta para um jornal ou revista? E qual a diferença dessa carta para uma carta que ele escreveria para um parente ou amigo distante? Ao final da aula, essas perguntas lhe parecerão bastante fáceis. Bons estudos!! Fonte: pt.dreamstime.com
  6. 6. Atividade 4: Por que isso é importante? Em nosso dia a dia, estamos em contato – como leitores ou produtores – com diferentes textos que exigem de nós posturas também diferentes. Reconhecer a estrutura e compreender corretamente a finalidade e as informações veiculadas por esses textos nos dá a possibilidade de conhecer melhor o mundo. Escrever uma bela carta comentando/criticando algo que foi publicado em um jornal ou revista, refletir sobre o que é veiculado pelos meios de comunicação, nos torna cidadãos mais conscientes e participativos.
  7. 7. Atividade 5: Educoquiz 1 – O que você já sabe? Campeonato O campeonatos estaduais deveriam ser jogados às quartas-feiras durante o ano inteiro. (Sobre matéria publicada no caderno Jogada, sob o título "Mudança no calendário ganha apoio"). Nirez de Azevedo Fortaleza-CE (http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/opiniao/coluna/leitores-e-cartas-1.206/materia-1.1110517) 1. Na carta de leitor em questão, é possível perceber a opinião de quem a escreveu sobre um determinado fato. O fato a que a opinião se relaciona é (A) a mudança de calendário em um campeonato (B) o apoio aos campeonatos estaduais. (C) a matéria publicada no caderno Jogada. (D) a realização dos jogos às quartas-feiras.
  8. 8. Atividade 6: Educoquiz 1 – O que você já sabe? 2. Em relação à opinião do sobre o fato publicado na matéria, podemos perceber que o leitor (A) sugere um novo modelo de competição. (B) apoia mudanças dos campeonatos estaduais. (C) discorda do apoio às mudanças. (D) revela desinteresse pelo assunto. Campeonato O campeonatos estaduais deveriam ser jogados às quartas-feiras durante o ano inteiro. (Sobre matéria publicada no caderno Jogada, sob o título "Mudança no calendário ganha apoio"). Nirez de Azevedo Fortaleza-CE (http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/opiniao/coluna/leitores-e-cartas-1.206/materia-1.1110517)
  9. 9. Atividade 7: Educoquiz1- O que você já sabe? 3. A expressão DURANTE O ANO INTEIRO transmite ideia de (A) causa (B) consequência (C) tempo (D) lugar Campeonato O campeonatos estaduais deveriam ser jogados às quartas-feiras durante o ano inteiro. (Sobre matéria publicada no caderno Jogada, sob o título "Mudança no calendário ganha apoio"). Nirez de Azevedo Fortaleza-CE (http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/opiniao/coluna/leitores-e-cartas-1.206/materia-1.1110517)
  10. 10. SEGUNDO MOMENTO DA AULA DIGITALSEGUNDO MOMENTO DA AULA DIGITAL Reflexão ATIVIDADE 8 Construção do conhecimento superficial ATIVIDADE 9 a 12 Checagem ATIVIDADES 13 a 16
  11. 11. Atividade 8: Momento de reflexão Mas, o que é a carta de leitor? Para que ela serve? Antes de continuarmos, reflita um pouco sobre o que estudaremos Bons estudos! Fonte: www.sintetufu.org
  12. 12. Atividade 9: Funções da Carta do Leitor Antes de continuarmos, vamos refletir um pouco mais sobre as cartas de leitores. Quais seriam as suas funções? Ou ainda, com que objetivo um leitor, após ler uma determinada notícia, reportagem, matéria ou coluna escreve para o jornal/revista que a publicou? “as funções reais de uma carta do leitor são variadas, já que podem atender a diversos propósitos comunicativos.” (http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1022-4.pdf) Descubra alguns desses propósitos e bons estudos! Fonte: vidaminimalista.com
  13. 13. Atividade 10: Fato e opinião Agora que você já sabe quais são as principais finalidades das cartas de leitor, vamos avançar um pouco mais. A maioria dos textos desse gênero estabelece uma relação entre um FATO (geralmente veiculado na revista/jornal) e a OPINIÃO que o leitor tem sobre ele. Dessa maneira, o leitor se posiciona concordando, discordando, acrescentando novas informações etc. Leia a carta ao lado, enviada pelos leitores da Revista Ciência Hoje das Crianças (n.º 254, mar. 2014) e tente identificar a opinião do leitor e o fato que deu origem a essa opinião. Bom trabalho!
  14. 14. Atividade 11: Quem escreve? Uma das principais características da carta do leitor é a possibilidade de participação e interferência do leitor na produção do jornal/revista. Mas, como podemos identificar esse leitor? Leia mais uma carta publicada na Revista Ciência Hoje das Crianças (n.º 254, mar. 2014) e tente identificar os elementos do textos que identifiquem e façam referência ao leitor que escreveu a carta. Bons estudos! ELOGIO POÉTICO Olá, turma da CHC! Tenho 13 anos e estou no 8º ano, na Escola Municipal de Ensino Fundamental 25 de julho. Gosto muito dos artigos publicados nas revistas. Na escola é onde eu tenho mais acesso. Quero elogiar também suas poesias Tchau! Juliana Lemes. Porto Alegre/RS
  15. 15. Atividade 12: Estrutura padrão Agora que você já teve contato com algumas cartas de leitor, deve ter percebido que elas seguem um determinado padrão: título, corpo do texto (contendo a defesa de uma opinião, comentário sobre uma publicação sobre o veículode comunicação etc.) e identificação do leitor. Título Corpo do texto Identificação do leitor/autor Comentário/avaliação sobre a revista Resposta da revista ao leitor
  16. 16. Atividade 13: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui? 1. Na carta, podemos identificar a referência ao autor do texto na expressão (A) “abana o rabo” (B) “seu corpo” (C) “esta reportagem” (D) “para nós” Releia a carta de leitor abaixo: Agradecer Rabo de Cahorro Olá! Gostamos muito do artigo “Por que o cachorro abana o rabo quando está feliz?”, publicado na CHC 247. Foi de grande importância esta reportagem para nós. Então, a partir de agora não vamos cortar mais o rabo dos cães porque estaremos tirando uma parte importante do seu corpo, sua expressão também. Um grande abraço! Mateus dos Santos e João Pedro Silva Colômbia-SP (Revista Ciência Hoje das Crianças, ed. 250, out. 2013, p. 11)
  17. 17. Atividade 14: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui? Releia a carta de leitor abaixo: Agradecer Rabo de Cahorro Olá! Gostamos muito do artigo “Por que o cachorro abana o rabo quando está feliz?”, publicado na CHC 247. Foi de grande importância esta reportagem para nós. Então, a partir de agora não vamos cortar mais o rabo dos cães porque estaremos tirando uma parte importante do seu corpo, sua expressão também. Um grande abraço! Mateus dos Santos e João Pedro Silva Colômbia-SP (Revista Ciência Hoje das Crianças, ed. 250, out. 2013, p. 11) 2. Alguns verbos no texto estão flexionados na primeira pessoa do plural porque a carta foi escrita por dois leitores da revista. O verbo que evidencia uma opinião dos autores sobre a reportagem publicada na revista é (A) tirando (B) gostamos (C) vamos
  18. 18. Atividade 15: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui? Releia a carta de leitor abaixo: Agradecer Rabo de Cahorro Olá! Gostamos muito do artigo “Por que o cachorro abana o rabo quando está feliz?”, publicado na CHC 247. Foi de grande importância esta reportagem para nós. Então, a partir de agora não vamos cortar mais o rabo dos cães porque estaremos tirando uma parte importante do seu corpo, sua expressão também. Um grande abraço! Mateus dos Santos e João Pedro Silva Colômbia-SP (Revista Ciência Hoje das Crianças, ed. 250, out. 2013, p. 11) 3. Além de provocar uma reação positiva, a reportagem citada carta acarretou uma mudança de atitude nos leitores. Essa mudança é descrita no trecho (A) “porque estaremos tirando uma parte importante do seu corpo” (B) “Gostamos muito do artigo” (C) “não vamos cortar mais o rabo dos cães” (D) “Foi de grande importância esta reportagem para nós.”
  19. 19. Atividade 16: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui? 4. A palavra destacada no trecho “Ante absurda chance de ser COLHIDOS por uma bike” pode ser substituída por (A) retirados. (B) respeitados. (C) atropelados. (D) rejeitados. Releia a carta de leitor abaixo: Criticar Painel do leitor Leitor critica uso de calçadas por ciclistas Mera força de hábito, mais impunidade garantem que ciclistas diariamente exponham pedestres a riscos nas calçadas. Comportamento que passivamente aceitamos. Ante a absurda chance de ser colhidos por uma bike. Rubens Cano de Medeiros São Paulo, SP (http://www1.folha.uol.com.br/paineldoleitor/2014/10/1538274-leitor-critica-uso-de-calcadas-por-ciclistas.shtml)
  20. 20. TERCEIRO MOMENTO DA AULA DIGITALTERCEIRO MOMENTO DA AULA DIGITAL Construção do conhecimento aprofundado ATIVIDADE 17 a 20 Checagem ATIVIDADES 20 a 24
  21. 21. Atividade 17: Vários nomes, o mesmo espaço A seção destinada à participação do leitor pode receber vários nomes, dependendo do veículo de comunicação (jornal/revista) que a publica. Entretanto, mesmo com nomes diferentes, a estrutura e a finalidade do espaço são os mesmo. Conheça alguns! Revista CHC Folha de S. Paulo Diário do Nordeste
  22. 22. Atividade 18: Diferentes públicos, diferentes linguagens Nem sempre uma carta de leitor precisa ser escrita em linguagem formal. Isso vai depender de vários fatores, mas, é fato que os leitores de jornais que se destinam ao público adulto escreverão de um jeito diferente dos leitores mais jovens. Por isso, é muito comum que as cartas escritas para jornais e revistas direcionadas ao público infanto-juvenil sejam escritas em linguagem mais informal, mais próxima da oralidade, com gírias e expressões condizentes com a faixa etária. Tente identificar diferenças entre as cartas a seguir! Boa leitura e bons estudos! Fonte: www.google.com
  23. 23. Atividade 19: Novas formas de participação do leitor A maioria das cartas que você leu durante a aula foram retiradas das versões impressas de jornais e revistas. Entretanto, a popularização da internet e a adesão dos grandes veículos de imprensa aos conteúdos on line fazem surgir novas formas de participação o leitor. Nos sites de jornais e revistas você pode perceber que no fim das matérias existem diversos comentários de leitores sobre o que leram. A finalidade desses comentários é a mesma da das cartas de leitor, o que muda é o suporte de publicação. Ainda que o objetivo final dos comentários on line seja o mesmo objetivo das cartas de leitor tradicionais, podemos perceber algumas diferenças: linguagem mais próxima à utilizada na internet (com abreviações e vocabulário próprios), desnecessidade do nome completo e do lugar de quem escreve e instantaneidade da publicação dos comentários são algumas delas. Você percebe mais alguma?
  24. 24. Atividade 20: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu? Releia a carta de leitor abaixo: NÃO GOSTEI! Olá,CHC! Meu nome é Alex, tenho nove anos. Admiro muito o trabalho de vocês. Quero pedir mais artigos sobre o sistema solar e sobre marte. Só não gostei muito do artigo “A mocinha e os sapos” da CHC 246, desculpe! Um beijo cheio de Ciências. Alex Lira dos Santos Júnior. Hortolândia/SP. (Revista Ciência Hoje das Crianças, Ed. 254. mar. 2014) 1. A partir da leitura, podemos identificar que na carta há (A) comentários sobre a revista e elogios ao artigo “A mocinha e os sapos”. (B) elogios à edição e críticas ao artigo “A mocinha e os sapos”. (C) sugestões de reportagens e críticas a determinados artigos. (D) críticas a reportagens e a determinados artigos.
  25. 25. Atividade 21: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu? Releia a carta de leitor abaixo: NÃO GOSTEI! Olá,CHC! Meu nome é Alex, tenho nove anos. Admiro muito o trabalho de vocês. Quero pedir mais artigos sobre o sistema solar e sobre marte. Só não gostei muito do artigo “A mocinha e os sapos” da CHC 246, desculpe! Um beijo cheio de Ciências. Alex Lira dos Santos Júnior. Hortolândia/SP. (Revista Ciência Hoje das Crianças, Ed. 254. mar. 2014) 2. No trecho “SÓ não gostei muito do artigo...”, a palavra em destaque pode ser substituída, sem alteração do sentido original, por (A) “apenas”. (B) “também”. (C) “mas” (D) “embora”.
  26. 26. Atividade 22: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu? Releia a carta de leitor abaixo: Olá, Queria parabenizá-los pela belíssima e muito bem elaborada matéria da Revista Capricho nº1259 que fala sobre as tendências da moda. Foi muito útil na hora de sair para aquela 'baladinha' básica! Inclusive essas 'makes' servem para usar em qualquer lugar e em qualquer hora do dia. Todas as minhas amigas ficaram me perguntando se eu tinha contratado um maquiador (hahaha)! Aí eu respondo : - gente eu peguei de uma matéria fantástica da revista capricho . Com toda sinceridade, Joyce Coling e Carolina Chaves - Fortaleza, CE (Revista Capricho, nº 1259) 3. No trecho “Queria parabenizá-LOS...” a palavra em destaque faz referência (A) aos leitores da revista. (B) aos autores de cartas de leitor. (C) aos editores da matéria. (D) aos amigos da autora.
  27. 27. Atividade 23: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu? Releia a carta de leitor abaixo: Olá, Queria parabenizá-los pela belíssima e muito bem elaborada matéria da Revista Capricho nº 1259 que fala sobre as tendências da moda. Foi muito útil na hora de sair para aquela 'baladinha' básica! Inclusive essas 'makes' servem para usar em qualquer lugar e em qualquer hora do dia. Todas as minhas amigas ficaram me perguntando se eu tinha contratado um maquiador (hahaha)! Aí eu respondo: - gente eu peguei de uma matéria fantástica da revista capricho . Com toda sinceridade, Joyce Coling e Carolina Chaves - Fortaleza, CE (Revista Capricho, nº 1259) 4. O fato que estimulou as leitoras a escreverem a presente carta foi (A) a dúvida das amigas sobre maquiagem. (B) a dica da revista sobre baladas. (C) a matéria da revista sobre moda. (D) a utilidade da matéria sobre 'makes'.
  28. 28. Atividade 24: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu? Releia a carta de leitor abaixo: Olá, Queria parabenizá-los pela belíssima e muito bem elaborada matéria da Revista Capricho nº 1259 que fala sobre as tendências da moda. Foi muito útil na hora de sair para aquela 'baladinha' básica! Inclusive essas 'makes' servem para usar em qualquer lugar e em qualquer hora do dia. Todas as minhas amigas ficaram me perguntando se eu tinha contratado um maquiador (hahaha)! Aí eu respondo: - gente eu peguei de uma matéria fantástica da revista capricho . Com toda sinceridade, Joyce Coling e Carolina Chaves - Fortaleza, CE (Revista Capricho, nº 1259) 5. O trecho que evidencia a opinião das leitoras sobre a matéria publicada na revista é” (A) “Todas as minhas amigas ficaram me perguntando se eu tinha contratado um maquiador”. (B) “Foi muito útil na hora de sair para aquela 'baladinha' básica!” (C) “Inclusive essas 'makes' servem para usar em qualquer lugar (...)” (D) “Queria parabenizá-los pela belíssima e muito bem elaborada matéria”
  29. 29. QUARTO MOMENTO DA AULA DIGITALQUARTO MOMENTO DA AULA DIGITAL Desafio do aluno com atividades complexas de produção ATIVIDADE 25
  30. 30. Atividade 25: Você está sendo desafiado Depois de ler inúmeras cartas de leitor, aprender suas características e para que servem, agora você irá produzir a sua própria carta. Leia a matéria abaixo e, em seguida, escreva uma carta de leitor expressando seu ponto de vista sobre o que leu. Lembre-se da estrutura, da linguagem e das funções que pode ter uma carta de leitor (você pode criticar, concordar, discordar, elogiar, comentar, sugerir etc.) Preparado? Então, mãos à obra! Fonte: www.google.com.br
  31. 31. QUINTO MOMENTO DA AULA DIGITALQUINTO MOMENTO DA AULA DIGITAL Construção ATIVIDADE 26 Resumo ATIVIDADE 27 Próximo tema ATIVIDADE 28
  32. 32. Atividade 26: Construindo um resumo .Vamos conferir o que você aprendeu? Faça um resumo dos dez tópicos mais importantes estudados nessa aula. Bom trabalho! Fonte: www.google.com.br
  33. 33. Atividade 27: Educossíntese - Em publicações (jornais/revistas), há um espaço destinado ao leitor; - dependendo do veículo, a seção dos leitores recebe diferentes nomes, mas mantem a mesma função; - as cartas dos leitores assumem diversas funções: elogiar, criticar, sugerir, agradecer etc.; - o espaço destinado à publicação das cartas é uma possibilidade de interação entre vários leitores e a equipe de edição da revista/jornal; - a carta do leitor apresenta uma correlação entre um fato e uma opinião decorrente desse fato; - entre outras características linguísticas, as cartas do leitor normalmente são concisas e diretas; o discurso é organizado em primeira pessoa; - apresentam: título, geralmente relacionado à reportagem que deu origem à carta; - identificação do autor, com informações sobre o endereço; data em que foi escrita; - presença de expressões reveladoras de opinião, podendo ser sustentada ou não; - a linguagem das cartas de leitor pode ser formal ou informal, dependendo do público- alvo ou do suporte em que são publicadas. Confira os principais pontos estudados nesta aula. Bons estudos!
  34. 34. Atividade 28: Na próxima aula... Na próxima aula você irá conhecer as chamadas “Memórias Literárias”. Você irá compreender o gênero memórias literárias, que remete ficcionalmente a experiências passadas, relacionando-o à subjetividade, ao tom confessional, aos elementos e à estrutura do enredo. Preparados? Bons estudos! Fonte: catracalivre.com.br

×