SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
O REINO ANIMAL
(METAZOA)
          Prof.ª Adriana – Biologia 1
REINO ANIMAL

   MULTICELULARES;

   EUCARIONTES;

   SEM Parede Celular;

   HETEROTRÓFICOS;

   Possuem tecidos corporais bem
    definidos.
Cnidária

Porífera




                              Diblásticos
       Corpo                                                   Triblásticos e simetria primária bilateral (Bilatéria)
       com sistema
                                                        Gastrulação e tecidos verdadeiros (Eumetazoa)
       aqüífero, sem tecido
       verdadeiro (Parazoa)                      Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula
                                            Multicelularidade
       Protista ancestral flagelado
REINO ANIMAL

   Reino animal (Metazoa):
     Parazoários: não têm tecidos nem sistema
      digestório; são os Poríferos, representados pelas
      esponjas.

     Enterozoários: correspondem aos demais grupos
      animais, dotados de tecidos e de sistema
      digestório.
REINO ANIMAL
   Mais de 1 milhão de espécies descritas divididas em 35 FILOS.
O GRUPO ANIMAL

   Simetria
O GRUPO ANIMAL

Reprodução assexuada   Reprodução sexuada
PORÍFEROS
PORÍFEROS
   Filo Porifera (do grego poris, poros, e phoros, portador =
    poroso, esponjoso);
   Vida livre;
   Crescem aderidas a substratos submersos
    (madeiras, pedras, conchas);
   Predominantemente marinhas com algumas espécies
    dulcícolas (água doce);
   Sésseis;
   Forma, cor, textura diversas;
ORGANIZAÇÃO GERAL

• Corpo com grande quantidade de poros (entrada de água);



                                      Parede corporal
                                     cortada mostrando
                                           poros



           Poro




                  Substrato
                  submerso
ORGANIZAÇÃO GERAL

• Os poros abrem-se em uma cavidade interna (Átrio ou
  Espongiocele);
                               Átrio

                                        Parede corporal
                                       cortada mostrando
                                             poros



           Poro




                  Substrato
                  submerso
ORGANIZAÇÃO GERAL

• O átrio abre-se em um ósculo (saída de água).

                    Ósculo      Átrio

                                         Parede corporal
                                        cortada mostrando
                                              poros



           Poro




                  Substrato
                  submerso
TIPOS DE CÉLULAS
TIPOS DE CÉLULAS
TIPOS DE CÉLULAS

• Pinacócitos: Células achatadas que revestem externamente o corpo
               do porífero.
             Pinacócito
TIPOS DE CÉLULAS

• Porócitos: Células com um poro central pelo qual a água penetra no
             corpo do animal.
              Pinacócito




           Porócito
TIPOS DE CÉLULAS

• Amebócitos: Células totipotentes, capazes de se transformar em
              qualquer tipo celular.
              Pinacócito




           Porócito




                           Amebócito
TIPOS DE CÉLULAS

• Escleroblastos: Células especializadas em produzir Espículas
                  Minerais e Fibras de Espongina .
               Pinacócito




           Porócito




        Espícula



            Escleroblasto
                            Amebócito
TIPOS DE CÉLULAS

• Coanócitos: Células flageladas que revestem o átrio (espongiocele). O
              batimento dos flagelos gera um fluxo contínuo de água
              através do corpo do animal.
                                                    Coanócito
     Pinacócito



             Porócito




         Espícula



              Escleroblasto
                              Amebócito
SUSTENTAÇÃO ESQUELÉTICA
• Espículas Minerais e Fibras de Espongina: mantêm a forma
  das esponjas.


                       Sustentação:

                 Espículas: CaCO3 e SiO2

                 Proteínas: Espongina
CLASSES DE PORÍFEROS
   Calcarea: espículas calcárias

   Hexactinellida: espículas silicosas

   Desmospongiae: representantes com espículas silicosas
    e fibras de espongina.
TIPOS BÁSICOS DE ESPONJAS
ASPECTOS FISIOLÓGICOS

   Nutrição: obtêm alimento filtrando a água ao seu redor
    = SÃO ANIMAIS FILTRADORES;
      O alimento é capturado e digerido pelos coanócitos:
       Digestão intracelular;
      Alimento: algas e protozoários;


   Não existe nenhum                            tipo de
    sistema!!!!!
REPRODUÇÃO NAS ESPONJAS

   Reprodução assexuada:
     Fragmentação;
     Brotamento;
     Gemulação.
REPRODUÇÃO NAS ESPONJAS

   Reprodução sexuada:
     Maioria;
     Óvulos e espermatozóides se formam a partir dos
      amebócitos;
     Desenvolvimento indireto (existe estágio larval).
O reino animal

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As célulasRebeca Vale
 
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]César Milani
 
Sistema Endócrino
Sistema EndócrinoSistema Endócrino
Sistema EndócrinoKiller Max
 
Procariontes e eucariontes
Procariontes e eucariontesProcariontes e eucariontes
Procariontes e eucariontesRodrigo
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosFabiano Reis
 
Reino Monera Para Anglo
Reino Monera Para AngloReino Monera Para Anglo
Reino Monera Para Angloguest8fc71c
 
1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celularFlávio Silva
 
Células procariontes e eucariontes
Células procariontes e eucariontesCélulas procariontes e eucariontes
Células procariontes e eucariontesNaiiane Da Motta
 
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoNíveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoMarcia Bantim
 
Classificação dos reinos
Classificação dos reinosClassificação dos reinos
Classificação dos reinosemanuel
 
Características gerais dos animais
Características gerais dos animaisCaracterísticas gerais dos animais
Características gerais dos animaisEldon Clayton
 
Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano guest3519e1
 
Aula 1 biodiversidade e a classificação dos seres vivos
Aula 1 biodiversidade e a classificação dos seres vivosAula 1 biodiversidade e a classificação dos seres vivos
Aula 1 biodiversidade e a classificação dos seres vivosLucia Virginio
 

Mais procurados (20)

Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As células
 
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
 
Embriologia
EmbriologiaEmbriologia
Embriologia
 
Sistema Endócrino
Sistema EndócrinoSistema Endócrino
Sistema Endócrino
 
Os invertebrados
Os invertebrados Os invertebrados
Os invertebrados
 
Aula citoplasma
Aula citoplasmaAula citoplasma
Aula citoplasma
 
Aula gametogênese
Aula gametogêneseAula gametogênese
Aula gametogênese
 
Procariontes e eucariontes
Procariontes e eucariontesProcariontes e eucariontes
Procariontes e eucariontes
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Reino Monera Para Anglo
Reino Monera Para AngloReino Monera Para Anglo
Reino Monera Para Anglo
 
1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular
 
Células procariontes e eucariontes
Células procariontes e eucariontesCélulas procariontes e eucariontes
Células procariontes e eucariontes
 
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoNíveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
 
Aves e mamíferos
Aves e mamíferosAves e mamíferos
Aves e mamíferos
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Classificação dos reinos
Classificação dos reinosClassificação dos reinos
Classificação dos reinos
 
Características gerais dos animais
Características gerais dos animaisCaracterísticas gerais dos animais
Características gerais dos animais
 
Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano
 
Aula 1 biodiversidade e a classificação dos seres vivos
Aula 1 biodiversidade e a classificação dos seres vivosAula 1 biodiversidade e a classificação dos seres vivos
Aula 1 biodiversidade e a classificação dos seres vivos
 

Destaque (20)

Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
 
Caracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animalCaracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animal
 
Reino animalia pdf
Reino animalia pdfReino animalia pdf
Reino animalia pdf
 
Reino Animalia
Reino AnimaliaReino Animalia
Reino Animalia
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
 
Reino Animalia (Metazoa)
Reino Animalia (Metazoa)Reino Animalia (Metazoa)
Reino Animalia (Metazoa)
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Reino Protista
Reino ProtistaReino Protista
Reino Protista
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
 
Reino Plantae Power Point
Reino Plantae Power PointReino Plantae Power Point
Reino Plantae Power Point
 
Reino animal i
Reino animal iReino animal i
Reino animal i
 
Reino fungi
Reino fungiReino fungi
Reino fungi
 
REINO FUNGI
REINO FUNGIREINO FUNGI
REINO FUNGI
 
Reino animal e poríferos
Reino animal e poríferosReino animal e poríferos
Reino animal e poríferos
 
Aula 1 caracteristicas gerais dos animais
Aula 1   caracteristicas gerais dos animaisAula 1   caracteristicas gerais dos animais
Aula 1 caracteristicas gerais dos animais
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
 
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãOA.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
 
Reino animal 1 poriferos
Reino animal 1 poriferosReino animal 1 poriferos
Reino animal 1 poriferos
 

Semelhante a O reino animal

Reino animalia porifera
Reino animalia   poriferaReino animalia   porifera
Reino animalia poriferaAna Curado
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
PoríferosURCA
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos InvertebradosSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos InvertebradosTurma Olímpica
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidárioswww.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e CnidáriosAnnalu Jannuzzi
 
Filo poriferaporiferos 1
Filo poriferaporiferos 1Filo poriferaporiferos 1
Filo poriferaporiferos 1Melissa Macêdo
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenteradosISJ
 
Slides sobre cnidarios
Slides sobre cnidariosSlides sobre cnidarios
Slides sobre cnidariosturmac11
 
Poriferos cnidarios 2m
Poriferos cnidarios 2mPoriferos cnidarios 2m
Poriferos cnidarios 2mLaguat
 
Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1Henrique Zini
 

Semelhante a O reino animal (20)

Reino animalia porifera
Reino animalia   poriferaReino animalia   porifera
Reino animalia porifera
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
Poríferos
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos InvertebradosSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidárioswww.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
Poríferos
 
Filo Porifera
Filo PoriferaFilo Porifera
Filo Porifera
 
Filo poriferaporiferos 1
Filo poriferaporiferos 1Filo poriferaporiferos 1
Filo poriferaporiferos 1
 
PORIFEROS PPT.pdf
PORIFEROS PPT.pdfPORIFEROS PPT.pdf
PORIFEROS PPT.pdf
 
Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
Poríferos
 
Slides sobre cnidarios
Slides sobre cnidariosSlides sobre cnidarios
Slides sobre cnidarios
 
Poriferos cnidarios 2m
Poriferos cnidarios 2mPoriferos cnidarios 2m
Poriferos cnidarios 2m
 
Poriferos 2º "A"
Poriferos 2º "A"Poriferos 2º "A"
Poriferos 2º "A"
 
Poliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptxPoliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptx
 
Reino animal invertebrados
Reino animal   invertebradosReino animal   invertebrados
Reino animal invertebrados
 
O Reino dos Animais
O Reino dos AnimaisO Reino dos Animais
O Reino dos Animais
 
Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1
 

Mais de jfquirino

Protozoários e o parasitismo
Protozoários e o parasitismoProtozoários e o parasitismo
Protozoários e o parasitismojfquirino
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoáriosjfquirino
 
Membranas e permeabilidade
Membranas e permeabilidadeMembranas e permeabilidade
Membranas e permeabilidadejfquirino
 
Idade media3
Idade media3Idade media3
Idade media3jfquirino
 
Idade média alta idade média (séc. v- x)
Idade média   alta idade média (séc. v- x)Idade média   alta idade média (séc. v- x)
Idade média alta idade média (séc. v- x)jfquirino
 
Idade média oriental império bizantino e império árabe
Idade média oriental   império bizantino e império árabeIdade média oriental   império bizantino e império árabe
Idade média oriental império bizantino e império árabejfquirino
 

Mais de jfquirino (10)

Protozoários e o parasitismo
Protozoários e o parasitismoProtozoários e o parasitismo
Protozoários e o parasitismo
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Membranas e permeabilidade
Membranas e permeabilidadeMembranas e permeabilidade
Membranas e permeabilidade
 
Idade media3
Idade media3Idade media3
Idade media3
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
 
Idade média alta idade média (séc. v- x)
Idade média   alta idade média (séc. v- x)Idade média   alta idade média (séc. v- x)
Idade média alta idade média (séc. v- x)
 
Idade média oriental império bizantino e império árabe
Idade média oriental   império bizantino e império árabeIdade média oriental   império bizantino e império árabe
Idade média oriental império bizantino e império árabe
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
 
Bio01
Bio01Bio01
Bio01
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 

O reino animal

  • 1. O REINO ANIMAL (METAZOA) Prof.ª Adriana – Biologia 1
  • 2. REINO ANIMAL  MULTICELULARES;  EUCARIONTES;  SEM Parede Celular;  HETEROTRÓFICOS;  Possuem tecidos corporais bem definidos.
  • 3. Cnidária Porífera Diblásticos Corpo Triblásticos e simetria primária bilateral (Bilatéria) com sistema Gastrulação e tecidos verdadeiros (Eumetazoa) aqüífero, sem tecido verdadeiro (Parazoa) Desenvolvimento embrionário: mórula e blástula Multicelularidade Protista ancestral flagelado
  • 4. REINO ANIMAL  Reino animal (Metazoa):  Parazoários: não têm tecidos nem sistema digestório; são os Poríferos, representados pelas esponjas.  Enterozoários: correspondem aos demais grupos animais, dotados de tecidos e de sistema digestório.
  • 5. REINO ANIMAL  Mais de 1 milhão de espécies descritas divididas em 35 FILOS.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 10. O GRUPO ANIMAL Reprodução assexuada Reprodução sexuada
  • 12. PORÍFEROS  Filo Porifera (do grego poris, poros, e phoros, portador = poroso, esponjoso);  Vida livre;  Crescem aderidas a substratos submersos (madeiras, pedras, conchas);  Predominantemente marinhas com algumas espécies dulcícolas (água doce);  Sésseis;  Forma, cor, textura diversas;
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16. ORGANIZAÇÃO GERAL • Corpo com grande quantidade de poros (entrada de água); Parede corporal cortada mostrando poros Poro Substrato submerso
  • 17. ORGANIZAÇÃO GERAL • Os poros abrem-se em uma cavidade interna (Átrio ou Espongiocele); Átrio Parede corporal cortada mostrando poros Poro Substrato submerso
  • 18. ORGANIZAÇÃO GERAL • O átrio abre-se em um ósculo (saída de água). Ósculo Átrio Parede corporal cortada mostrando poros Poro Substrato submerso
  • 21. TIPOS DE CÉLULAS • Pinacócitos: Células achatadas que revestem externamente o corpo do porífero. Pinacócito
  • 22. TIPOS DE CÉLULAS • Porócitos: Células com um poro central pelo qual a água penetra no corpo do animal. Pinacócito Porócito
  • 23. TIPOS DE CÉLULAS • Amebócitos: Células totipotentes, capazes de se transformar em qualquer tipo celular. Pinacócito Porócito Amebócito
  • 24. TIPOS DE CÉLULAS • Escleroblastos: Células especializadas em produzir Espículas Minerais e Fibras de Espongina . Pinacócito Porócito Espícula Escleroblasto Amebócito
  • 25. TIPOS DE CÉLULAS • Coanócitos: Células flageladas que revestem o átrio (espongiocele). O batimento dos flagelos gera um fluxo contínuo de água através do corpo do animal. Coanócito Pinacócito Porócito Espícula Escleroblasto Amebócito
  • 26. SUSTENTAÇÃO ESQUELÉTICA • Espículas Minerais e Fibras de Espongina: mantêm a forma das esponjas. Sustentação: Espículas: CaCO3 e SiO2 Proteínas: Espongina
  • 27. CLASSES DE PORÍFEROS  Calcarea: espículas calcárias  Hexactinellida: espículas silicosas  Desmospongiae: representantes com espículas silicosas e fibras de espongina.
  • 28. TIPOS BÁSICOS DE ESPONJAS
  • 29. ASPECTOS FISIOLÓGICOS  Nutrição: obtêm alimento filtrando a água ao seu redor = SÃO ANIMAIS FILTRADORES;  O alimento é capturado e digerido pelos coanócitos: Digestão intracelular;  Alimento: algas e protozoários;  Não existe nenhum tipo de sistema!!!!!
  • 30. REPRODUÇÃO NAS ESPONJAS  Reprodução assexuada:  Fragmentação;  Brotamento;  Gemulação.
  • 31. REPRODUÇÃO NAS ESPONJAS  Reprodução sexuada:  Maioria;  Óvulos e espermatozóides se formam a partir dos amebócitos;  Desenvolvimento indireto (existe estágio larval).