PoríferosPoríferos ee CnidáriosCnidários
VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos::
• Alternância de gerações ou Metagênese - forma de reprodução
em que ocorre...
VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos::
• Blástula - é o segundo estado de desenvolvimento do embrião dos
animais, ...
VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos::
• Células Mioepiteliais – células ligadas ao sistema nervoso, agem
como mús...
VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos::
• Espícula - estruturas semelhantes a agulhas ou espinhos, que
podem ser de...
VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos::
• Folhetos Embrionários - camada de células (ou tecido primitivo) que
apare...
VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos::
• Meso-hilo - Camada gelatinosa localizado entre os pinacócitos e os
coanóc...
VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos::
• Porócito - Células com poros, que permitem a entrada de água;
• Sésseis -...
Reino
Animalia
(Animal)
Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global
do Reino Animaldo Reino Animal
Esquema ...
Esquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de ...
Reino
Animalia
(Animal)
Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global
do Reino Animaldo Reino Animal
Esquema ...
Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríf...
DefiniçãoDefinição
• Filo formado por seres aquáticos, a maioria marinha. Não
possuem órgãos de locomoção e a maioria está...
Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríf...
RelembrandoRelembrando......
Filo
Folhetos
Embrionários
Celoma Origem Blastóporo
Poríferos ------ ------- -------
Cnidário...
RelembrandoRelembrando......
Filo
Folhetos
Embrionários
Celoma Origem Blastóporo
Poríferos ------ ------- -------
Cnidário...
CaracterísticasCaracterísticas
•Sua organização celular é muito simples. O desenvolvimento
embrionário ocorre somente até ...
CaracterísticasCaracterísticas
• Como não apresentam folhetos embrionários, não formam
tecidos definidos, nem se agrupam e...
TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!!
Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurs...
Questão
1) Ao rever o que aprenderam sobre esponjas, dois estudantes
discordaram em um ponto importante: um deles afirmava...
Questão
Tente fazer sozinho!
1) Ao rever o que aprenderam sobre esponjas, dois estudantes
discordaram em um ponto importan...
Resposta
Resposta
O estudante que está certo é o que dizia que a característica
de não se locomover não é a principal cara...
Questão
2) Assinale as características que tornam os organismos do filo
Porífera bem diferentes daqueles de outros filos a...
Questão
Tente fazer sozinho!
2) Assinale as características que tornam os organismos do filo
Porífera bem diferentes daque...
Resposta
Poríferos Características
Desenvolvimento embrionário
Não formam tecidos definidos
Simetria radial ou Assimétrico...
Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríf...
MorfologiaMorfologia
• De modo geral, o corpo de uma esponja é formado por uma fina
parede envolvendo uma cavidade central...
MorfologiaMorfologia
• A “parede” é formada por duas camadas. Uma externa, formada
por células denominadas pinacócitos e i...
MorfologiaMorfologia
 Coanócitos: Células dotadas de um colarinho membranoso e
de um flagelo. Através do batimento dos fl...
Esquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de ...
MorfologiaMorfologia
 Meso-hilo: Camada gelatinosa localizado entre os pinacócitos e os
coanócitos. Tal camada possui vár...
MorfologiaMorfologia
Fonte: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/porifero.php
A sustentação é dada por uma rede ...
Esquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de ...
MorfologiaMorfologia
Tipos de Esponjas
Asconóide: esponja mais simples.
Siconóide: esponjas que possuem o átrio com gran...
Esquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de ...
FisiologiaFisiologia
NUTRIÇÃO
Filtradores :
 A nutrição é feita por meio da água. A água entra pelos poros
puxadas pelos ...
FisiologiaFisiologia
O alimento digerido pelos coanócitos é transmitidos
por difusão para os amebócitos que se encarregam...
Esquema Organizacional Parcial de FisiologiaEsquema Organizacional Parcial de FisiologiaEsquema Organizacional Parcial de ...
TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!!
Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurs...
Questão
3) Um estudante afirmou que, em uma esponja, o ósculo era uma
boca, e o átrio, seu tubo digestório. No entanto, es...
Questão
Tente fazer sozinho!
3) Um estudante afirmou que, em uma esponja, o ósculo era uma
boca, e o átrio, seu tubo diges...
Resposta
Átrio ou espongiocele Cavidade localizada no interior do animal
Ósculo Abertura por onde a água sai
Poríferos
Mor...
Questão
4) (UFV-MG) O principal papel dos coanócitos nos poríferos é:
a) Transportar substâncias para todo o animal;
b) Or...
Questão
Tente fazer sozinho!
4) (UFV-MG) O principal papel dos coanócitos nos poríferos é:
a) Transportar substâncias para...
Resposta
Coanócitos
Células flageladas que promovem as correntes de
água, através do batimento dos flagelos
Fagocitam as p...
Questão
5) (Fuvest-SP) A característica abaixo que não condiz com os
poríferos é:
a) Respiração e excreção por difusão dir...
Questão
Tente fazer sozinho!
5) (Fuvest-SP) A característica abaixo que não condiz com os
poríferos é:
a) Respiração e exc...
Resposta
a) Respiração e excreção por difusão direta;
b) Obtenção de alimentos a partir das partículas trazidas pela
água,...
Resposta
c) Habitat aquático, vivendo presos ao fundo;
d) Células organizadas em tecidos bem definidos;
e) Alta capacidade...
Resposta
5) (Fuvest-SP) A característica abaixo que não condiz com os
poríferos é:
a) Respiração e excreção por difusão di...
Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríf...
ReproduçãoReprodução
Reprodução Assexuada
 Fragmentação: pequenos fragmentos de uma esponja podem dar
origem a novos indi...
ReproduçãoReprodução
 Brotamento: Formação de uma dilatação originada por mitoses
na superfície externa do corpo da espon...
ReproduçãoReprodução
 Gêmulas: tipo especial de broto encontrado em esponjas de água
doce.
 São formadas por massas de
a...
ReproduçãoReprodução
Algumas esponjas são dioicas (possuem sexos
separados), mas a maioria é hermafrodita ou monoica
(o m...
ReproduçãoReprodução
Os espermatozoides saem da esponja pelo ósculo e
penetram em outra esponja pelos poros, junto com a
...
ReproduçãoReprodução
 O desenvolvimento embrionário é indireto: o ovo não origina
uma esponja, mas se diferencia em larva...
Esquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de ...
TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!!
Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurs...
Questão
6) (UFSC) O filo porífera é representado pelas esponjas. Na figura,
as letras A, B e C referem-se aos aspectos rep...
Questão
01. A representa um tipo de reprodução assexuada.
02. B representa um tipo de reprodução sexuada.
04. C representa...
Questão
6) (UFSC) O filo porífera é representado pelas esponjas. Na figura,
as letras A, B e C referem-se aos aspectos rep...
Questão
01. A representa um tipo de reprodução assexuada.
02. B representa um tipo de reprodução sexuada.
04. C representa...
Resposta
Assexuada Brotamento
Definição
Dilatação da superfície externa do corpo,
podendo separar-se e dar origem a um
nov...
Resposta
Assexuada Fragmentaçã
o
Pequenos pedaços do corpo são capazes
de regenerar um corpo inteiro
Resposta
Sexuada
Reprodução cruzada
Mecanismo
Espermatozoide sai pelo ósculo
Espermatozoide penetra pelos
poros
Transporta...
Resposta
01. A representa um tipo de reprodução assexuada.
02. B representa um tipo de reprodução sexuada.
04. C represent...
Resposta
16. Para a formação do ovo, em C, deve ocorrer a fecundação.
32. Em A e B, os organismos produzidos por estes mec...
Questão
7) Certas esponjas de água doce, formam uma estruturas
denominadas gêmulas. Estas se constituem em:
a) Estruturas ...
Questão
Tente fazer sozinho!
7) Certas esponjas de água doce, formam uma estruturas
denominadas gêmulas. Estas se constitu...
Resposta
Assexuada Brotamento Gêmulas
Definição
Tipo especial de broto, capaz
de resistir a épocas de seca
Composição
Mass...
Reino
Animalia
(Animal)
Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global
do Reino Animaldo Reino Animal
Esquema ...
Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidá...
DefiniçãoDefinição
• Os cnidários são animais exclusivamente aquáticos, na maioria
marinhos, fixos ou de vida livre, isola...
Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidá...
RelembrandoRelembrando......
Filo
Folhetos
Embrionários
Celoma Origem Blastóporo
Poríferos ------ ------- -------
Cnidário...
RelembrandoRelembrando......
Filo
Folhetos
Embrionários
Celoma Origem Blastóporo
Poríferos ------ ------- -------
Cnidário...
CaracterísticasCaracterísticas
• Os cnidários são diblásticos (na fase embrionária apresentam
apenas ectoderme e endoderme...
CaracterísticasCaracterísticas
• Há duas formas de animais:
 Polipoide ou Pólipo: forma cilíndrica, séssil ou com pouca
m...
CaracterísticasCaracterísticas
 Medusoide ou Medusa: forma arredondada, com
movimentos causados pela contração do corpo, ...
CaracterísticasCaracterísticas
• Alguns representantes só apresentam a forma pólipo ao longo da
vida; outros, apenas a for...
TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!!
Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurs...
Questão
8) (UFV) Um organismo com as seguintes características: tubo
digestivo incompleto, diblástico e com tecidos verdad...
Questão
Tente fazer sozinho!
8) (UFV) Um organismo com as seguintes características: tubo
digestivo incompleto, diblástico...
Resposta
a) Cnidaria;
b) Platyhelminthes;
c) Porifera;
d) Mollusca;
e) Aschelminthes.
Cnidários
Características
Diblástico...
Questão
9) Os cnidários possuem simetria radial. Explique como essa
característica pode ser vantajosa.
Tente fazer sozinho!
Questão
Tente fazer sozinho!
9) Os cnidários possuem simetria radial. Explique como essa
característica pode ser vantajosa.
Resposta
Resposta
A simetria radial permite as formas sésseis entrar em
contato com o ambiente em várias direções, facilit...
Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidá...
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
• Não possuem sistemas respiratório, circulatório e excretor. Como
há poucas ...
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
• Apresentam digestão intra e extracelular. Possuem células
glandulares que p...
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
• Os cnidários apresentam movimentos de contração e de extensão
do corpo, alé...
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
• Nas medusas, a locomoção é mais ativa, sendo realizada por um
mecanismo den...
Digestão
Possuem cavidade
gastrovascular ou Celentero
Cavidade digestória
Não possuem
abertura anal
Tubo digestório
incomp...
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
• A parede do corpo dos cnidários é formada pela epiderme
(derivada da ectode...
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
Tipos celulares
Células mioepiteliais: ligadas ao sistema nervoso, agem
como...
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
 Cnidócitos – células especializadas na defesa e captura de
alimento, respon...
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
Fonte: Biologia Hoje – Sérgio Linhares e Fernando Gewandsznjder (2011)
MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia
 Exoesqueleto – Em alguns cnidários como os corais, a epiderme
secreta um ex...
Digestão
Possuem cavidade
gastrovascular ou Celentero
Cavidade digestória
Não possuem
abertura anal
Tubo digestório
incomp...
Revestimento
Epiderme
Definição Células que revestem externamente o corpo dos cnidários
Origem Derivada da Ectoderme
Tipos...
TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!!
Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurs...
Questão
10) É correto afirmar que os cnidários não se locomovem?
Tente fazer sozinho!
Questão
Tente fazer sozinho!
10) É correto afirmar que os cnidários não se locomovem?
Resposta
Morfologia e
Fisiologia
Coordenação Movimentação
Deslocamento mede-palmos
Deslocamento por
jato-propulsão
Pólipos...
Questão
11) (U. F. Viçosa-MG) A digestão dos cnidários ocorre:
a) Nos meios intra e extracelular;
b) No meio extracelular;...
Questão
Tente fazer sozinho!
11) (U. F. Viçosa-MG) A digestão dos cnidários ocorre:
a) Nos meios intra e extracelular;
b) ...
Resposta
a) Nos meios intra e extracelular;
b) No meio extracelular;
c) No celoma anterior;
d) No meio intracelular;
e) No...
Questão
12) Certos predadores de águas-vivas, como certas tartarugas
marinhas, têm a boca e parte do esôfago revestidos
in...
Questão
Tente fazer sozinho!
12) Certos predadores de águas-vivas, como certas tartarugas
marinhas, têm a boca e parte do ...
Resposta
Resposta
A camada de células queratinizadas protege o predador
dos cnidócitos, células urticantes exclusivas dos ...
Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidá...
ReproduçãoReprodução
Reprodução Assexuada
 Brotamento: as células se multiplicam por mitose em uma região
do corpo e orig...
ReproduçãoReprodução
Reprodução Assexuada
 Estrobilização: ocorre em algumas espécies de cnidários, entre os
quais certas...
ReproduçãoReprodução
Reprodução sexuada
• Os gametas são produzidos nas células intersticiais.
• Geralmente, os sexos são ...
ReproduçãoReprodução
Alternância de gerações ou Metagênese
• A reprodução assexuada alterna-se com a sexuada, em um ciclo
...
Esquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de ...
Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidá...
ClassificaçãoClassificação
Hydrozoa (Hidrozoários)
• A maioria vive em água salgada, mas há espécies dulcícolas. A
forma p...
ClassificaçãoClassificação
Scyphozoa (Cifozoários)
• São marinhos e a forma medusoide é a predominante durante o ciclo de
...
ClassificaçãoClassificação
Anthozoa (Antozoários)
• Também composta de animais marinhos, principalmente na
forma de pólipo...
ClassificaçãoClassificação
Cubozoa (Cubozoários)
• Medusas com o corpo com formato aproximadamente cúbico.
Vivem em águas ...
Esquema Organizacional ParcialEsquema Organizacional Parcial
de Classificação dos Cnidáriosde Classificação dos Cnidários
...
TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!!
Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurs...
Questão
13) (Cesgranrio) No processo evolutivo foram selecionados os
seres de fecundação externa que liberam uma grande
qu...
Questão
Tente fazer sozinho!
13) (Cesgranrio) No processo evolutivo foram selecionados os
seres de fecundação externa que ...
Resposta
Reprodução
Assexuada
Tipos
Brotamento
Definição
Dilatação da superfície externa do corpo,
podendo separar-se e da...
Resposta
a) assexuada por divisão binária;
b) assexuada por esporulação;
c) assexuada por brotamento;
d) sexuada por autof...
Questão
14) (Unifor-CE) A figura abaixo mostra o ciclo de vida de um cnidário
Tente fazer sozinho!
I
Questão
Tente fazer sozinho!
A fase que ocorre logo após a reprodução sexuada é a
representada em:
a)I;
b)II;
c)III;
d)IV;...
Questão
Tente fazer sozinho!
14) (Unifor-CE) A figura abaixo mostra o ciclo de vida de um cnidário
I
Questão
Tente fazer sozinho!
A fase que ocorre logo após a reprodução sexuada é a
representada em:
a)I;
b)II;
c)III;
d)IV;...
Resposta
I
Sexuada
Assexuada
a)I;
b)II;
c)III;
d)IV;
e)V.
Questão
15) (Fuvest-SP) A Grande Barreira de Coral se estende por mais de
2.000 km ao longo da costa nordeste da Austrália...
Questão
Tente fazer sozinho!
15) (Fuvest-SP) A Grande Barreira de Coral se estende por mais de
2.000 km ao longo da costa ...
Resposta
Classificação
Anthozoários
(Antozoários)
Forma polipoide
predominante
Coloniais Coral
Formam os
recifes de corais...
Reino
Animalia
(Animal)
Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global
do Reino Animaldo Reino Animal
Esquema ...
Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríf...
Reino
Animalia
(Animal)
Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global
do Reino Animaldo Reino Animal
Esquema ...
Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidá...
BibliografiaBibliografia
 Júnior, C. S, Sasson, S. & Júnior, N. C. BIOLOGIA. 10ª ed., São Paulo: Editora Saraiva, 2010. V...
BibliografiaBibliografia
 Acesso em 30/09/2012, disponível em:
<: http://www.clickescolar.com.br/filo-porifera-espongiari...
BibliografiaBibliografia
 Acesso em 30/09/2012, disponível em:
<http://materiadasexta.blogspot.com.br/2011/08/reino-anima...
Obrigado pela atenção!!
centro.apoio.bernardo.nunes@gmail.com
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidários
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários

1.200 visualizações

Publicada em

Biologia - VideoAulas Sobre Poríferos e Cnidários. – Faça o Download desse material em nosso site. Acesse www.EquarparaEnsinoMedio.com.br

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.200
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários

  1. 1. PoríferosPoríferos ee CnidáriosCnidários
  2. 2. VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos:: • Alternância de gerações ou Metagênese - forma de reprodução em que ocorre uma via assexuada (não ocorre troca de gametas) e uma fase sexuada (ocorre troca de gametas); • Amebócitos - células dotadas de capacidade de movimentação. Se locomovem através de pseudópodes; • Arqueócitos - células não especializadas capazes de gerar outras células; • Asconóide – tipo de esponja que possui átrio simples; • Assimétricos – não possui plano de simetria; • Átrio ou Espongiocele - cavidade localizada no interior da esponja;
  3. 3. VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos:: • Blástula - é o segundo estado de desenvolvimento do embrião dos animais, com mais de 64 células e uma cavidade central chamada blastocélio. É nesta fase que ocorre a nidação; • Brotamento – tipo de reprodução em que se forma de uma dilatação originada por mitoses na superfície externa do corpo; • Celêntero ou Cavidade Gastrovascular – cavidade digestória. Tem como função a digestão e o transporte de nutrientes para todo o corpo do animal; • Células Intersticiais - Células não especializadas, que podem se diferenciar nos demais tipos celulares;
  4. 4. VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos:: • Células Mioepiteliais – células ligadas ao sistema nervoso, agem como músculos, contraindo o corpo do animal e provocando movimentos nas formas móveis ou mudanças da forma do corpo; • Cnidócitos - células especializadas na defesa e captura de alimento, responsáveis pela designação do filo; • Coanócitos - Células dotadas de um colarinho membranoso e de um flagelo. Através do batimento dos flagelos, promovem uma corrente de água que facilita a fagocitose de alimentos suspensos na água; • Colônias - grupo de organismos da mesma espécie que formam uma entidade diferente dos organismos individuais; • Escleroblastos - Células responsáveis pela produção do esqueleto do animal;
  5. 5. VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos:: • Espícula - estruturas semelhantes a agulhas ou espinhos, que podem ser de calcário ou sílica, associados a sustentação do animal; • Espongina - rede macia e flexível de filamentos proteicos, associados a sustentação do animal; • Espongioblastos - Células responsáveis pela produção do esqueleto do animal; • Esponja - animal do filo porífero; • Estrobilização – tipo de reprodução em que, o pólipo se divide transversalmente em discos, formando um indivíduo semelhante a um estróbilo (ou pinha), originando várias medusas; • Exoesqueleto - Em alguns cnidários como os corais, a epiderme secreta esqueleto externo de calcário e substâncias orgânicas;
  6. 6. VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos:: • Folhetos Embrionários - camada de células (ou tecido primitivo) que aparece no embrião animal logo após a gastrulação. Na organogênese esses tecidos primitivos vão diferenciar-se em órgãos componentes do animal; • Fragmentação – tipo de reprodução, em que pequenos fragmentos de um animal podem dar origem a novos indivíduos; • Gêmulas - tipo especial de broto encontrado em esponjas de água doce, são capazes de resistir a época de seca dos rios; • Leuconóide – tipo de esponjas com átrio subdividido em várias câmaras flageladas, que são revestidos por coanócitos; • Medusoide ou Medusa – cnidário de vida livre, com forma mais arredondada, possui movimentos causados pela contração do corpo;
  7. 7. VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos:: • Meso-hilo - Camada gelatinosa localizado entre os pinacócitos e os coanócitos; • Nematocisto - Sistema de defesa e ataque dos cnidários, localizado no cnidócitos; • Ósculo – abertura localizada na parte superior do porífero, por onde a água sai; • Óstios - são poros, por onde a água penetra trazendo alimentos e oxigênio, nos poríferos; • Pinacócito - Células achatadas, com função de revestimento; • Polipoide ou Pólipo – cnidário séssil ou com pouca mobilidade, com forma cilíndrica, com uma das extremidades apoiada em um substrato qualquer e a outra livre;
  8. 8. VocabulárioVocabulário ee ConceitosConceitos:: • Porócito - Células com poros, que permitem a entrada de água; • Sésseis - organismos que não se deslocam voluntariamente do seu local de fixação; • Siconóide - esponjas que possuem o átrio com grande número de dobras; • Simetria Radial - divisão do animal em vários planos de simetria.
  9. 9. Reino Animalia (Animal) Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Definição Divisão (Filos) Poríferos Cnidários Características Reino formado por todas as espécies de animais Composição Animais Eucariontes pluricelulares Heterotróficos Presença de Sistema Nervoso e Muscular Simetria Radial ou Bilateral Ciclo de vida Diplobionte Desenvolvimento embrionário típico Capacidade de locomoção Câmara Digestiva
  10. 10. Esquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de Morfologia Morfologia Óstio Poros por onde entra a água trazendo alimentos (plâncton) e oxigênio Átrio ou espongiocele Cavidade localizada no interior do animal Ósculo Abertura por onde a água sai Pinacócitos Camada de células que delimita a epiderme Porócitos Células com poros que permitem a entrada de água Coanócitos Células flageladas que promovem as correntes de água, através do batimento dos flagelos Fagocitam as partículas de alimento suspensas na água
  11. 11. Reino Animalia (Animal) Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Definição Divisão (Filos) Poríferos Cnidários Características Reino formado por todas as espécies de animais Composição Animais Eucariontes pluricelulares Heterotróficos Presença de Sistema Nervoso e Muscular Simetria Radial ou Bilateral Ciclo de vida Diplobionte Desenvolvimento embrionário típico Capacidade de locomoção Câmara Digestiva
  12. 12. Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríferos Poríferos Definição Filo formado por animais aquáticos sésseis que podem viver isolados ou formando colônias Características Desenvolvimento embrionário Não formam tecidos definidos Simetria radial ou Assimétricos Morfologia Fisiologia Reprodução
  13. 13. DefiniçãoDefinição • Filo formado por seres aquáticos, a maioria marinha. Não possuem órgãos de locomoção e a maioria está presa a rochas (sésseis). • Podem viver isolados ou formando colônias de tamanhos e cores variados. Fonte: http://www.essaseoutras.xpg.com.br/poriferos -resumo-estruturas-caracteristicas-das-esponjas-reproducao/ Fonte: http://www.klick.com.br/enciclo/encicloverb/0,5977,POR-11098,00.html
  14. 14. Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríferos Poríferos Definição Filo formado por animais aquáticos sésseis que podem viver isolados ou formando colônias Características Desenvolvimento embrionário Não formam tecidos definidos Simetria radial ou Assimétricos Morfologia Fisiologia Reprodução
  15. 15. RelembrandoRelembrando...... Filo Folhetos Embrionários Celoma Origem Blastóporo Poríferos ------ ------- ------- Cnidários Diblásticos ------- ------- Platelmintos Triblásticos Acelomado -------- Nematódeos Triblásticos Pseudocelomado Protostômio Anelídeos Triblásticos Celomado Protostômio Moluscos Triblásticos Celomado Protostômio Artrópodes Triblásticos Celomado Protostômio Equinodermos Triblásticos Celomado Deuterostômio Cordados Triblásticos Celomado Desterostômio
  16. 16. RelembrandoRelembrando...... Filo Folhetos Embrionários Celoma Origem Blastóporo Poríferos ------ ------- ------- Cnidários Diblásticos ------- ------- Platelmintos Triblásticos Acelomado -------- Nematódeos Triblásticos Pseudocelomado Protostômio Anelídeos Triblásticos Celomado Protostômio Moluscos Triblásticos Celomado Protostômio Artrópodes Triblásticos Celomado Protostômio Equinodermos Triblásticos Celomado Deuterostômio Cordados Triblásticos Celomado Desterostômio
  17. 17. CaracterísticasCaracterísticas •Sua organização celular é muito simples. O desenvolvimento embrionário ocorre somente até a fase de blástula. •Se distinguem dos demais animais por não apresentarem estruturas que possam ser caracterizadas como folhetos embrionários. Fonte: http://quarentaeduassemanas.blogspot.com.br/2010/03/biologia-desenvolvimento-embrionario.html
  18. 18. CaracterísticasCaracterísticas • Como não apresentam folhetos embrionários, não formam tecidos definidos, nem se agrupam em órgãos. • Algumas espécies apresentam simetria radial, mas a maioria é assimétrica. • Por causa dessas características, alguns cientistas colocam os poríferos em um grupo à parte: os parazoários. Fonte: http://www.grupoescolar.com/pesquisa/porifero.html
  19. 19. TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!! Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurso-publico
  20. 20. Questão 1) Ao rever o que aprenderam sobre esponjas, dois estudantes discordaram em um ponto importante: um deles afirmava que elas são diferentes de todos os outros animais porque não se deslocam, e o outro dizia que não, que deveria ser outra a característica que as diferencia dos outros animais. Qual dos dois estudantes está certo? Justifique sua posição. Tente fazer sozinho!
  21. 21. Questão Tente fazer sozinho! 1) Ao rever o que aprenderam sobre esponjas, dois estudantes discordaram em um ponto importante: um deles afirmava que elas são diferentes de todos os outros animais porque não se deslocam, e o outro dizia que não, que deveria ser outra a característica que as diferencia dos outros animais. Qual dos dois estudantes está certo? Justifique sua posição.
  22. 22. Resposta Resposta O estudante que está certo é o que dizia que a característica de não se locomover não é a principal característica que difere os poríferos dos demais animais, mas sim o seu desenvolvimento embrionário, o fato de não formar tecidos e serem assimétricos. Poríferos Características Desenvolvimento embrionário Não formam tecidos definidos Simetria radial ou Assimétricos
  23. 23. Questão 2) Assinale as características que tornam os organismos do filo Porífera bem diferentes daqueles de outros filos animais. a) Não podem se reproduzir. b) As formas adultas são sésseis. c) Não respondem a estímulos externos. d) Alimentam-se através de mecanismos de filtração. e) Suas células não são organizadas em tecidos. Tente fazer sozinho!
  24. 24. Questão Tente fazer sozinho! 2) Assinale as características que tornam os organismos do filo Porífera bem diferentes daqueles de outros filos animais. a) Não podem se reproduzir; b) As formas adultas são sésseis; c) Não respondem a estímulos externos; d) Alimentam-se através de mecanismos de filtração; e) Suas células não são organizadas em tecidos.
  25. 25. Resposta Poríferos Características Desenvolvimento embrionário Não formam tecidos definidos Simetria radial ou Assimétricos a) Não podem se reproduzir; b) As formas adultas são sésseis; c) Não respondem a estímulos externos; d) Alimentam-se através de mecanismos de filtração; e) Suas células não são organizadas em tecidos.
  26. 26. Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríferos Poríferos Definição Filo formado por animais aquáticos sésseis que podem viver isolados ou formando colônias Características Desenvolvimento embrionário Não formam tecidos definidos Simetria radial ou Assimétricos Morfologia Fisiologia Reprodução
  27. 27. MorfologiaMorfologia • De modo geral, o corpo de uma esponja é formado por uma fina parede envolvendo uma cavidade central, o átrio ou espongiocele. • A esponja apresenta uma série de poros (óstios), pelos quais a água penetra trazendo alimentos e oxigênio. • Na parte superior ocorre uma abertura maior, o ósculo. Local por onde a água sai. Fonte: http://helen-profbio.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html
  28. 28. MorfologiaMorfologia • A “parede” é formada por duas camadas. Uma externa, formada por células denominadas pinacócitos e interrompida por porócitos, e uma interna que é composta por coanócitos.  Pinacócitos: Células achatadas, com função de revestimento.  Porócitos: Células com poros, que permitem a entrada de água. Fonte: http://www.clickescolar.com.br/filo-porifera-espongiarios.htm
  29. 29. MorfologiaMorfologia  Coanócitos: Células dotadas de um colarinho membranoso e de um flagelo. Através do batimento dos flagelos, promovem uma corrente de água que facilita a fagocitose de alimentos suspensos na água. Fonte: http://www.clickescolar.com.br/filo-porifera-espongiarios.htm
  30. 30. Esquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de Morfologia Morfologia Óstio Poros por onde entra a água trazendo alimentos (plâncton) e oxigênio Átrio ou espongiocele Cavidade localizada no interior do animal Ósculo Abertura por onde a água sai Pinacócitos Camada de células que delimita a epiderme Porócitos Células com poros que permitem a entrada de água Coanócitos Células flageladas que promovem as correntes de água, através do batimento dos flagelos Fagocitam as partículas de alimento suspensas na água
  31. 31. MorfologiaMorfologia  Meso-hilo: Camada gelatinosa localizado entre os pinacócitos e os coanócitos. Tal camada possui várias células:  Amebócitos: células dotadas de capacidade de movimentação. Se locomovem através de pseudópodes.  Arqueócitos: Células não especializadas capazes de gerar outras células.  Espongioblastos e Escleroblastos - Células responsáveis pela produção do esqueleto do animal. Fonte: http://www.clickescolar.com.br/filo-porifera-espongiarios.htm
  32. 32. MorfologiaMorfologia Fonte: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/porifero.php A sustentação é dada por uma rede macia e flexível de filamentos proteicos, a espongina (produzida pelos espongioblastos). Além dessa rede, também ocorre as espículas. Essas são estruturas semelhantes a agulhas ou espinhos, que podem ser de calcário ou sílica. São produzidos pelos escleroblastos.
  33. 33. Esquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de Morfologia Morfologia Óstio Átrio ou espongiocele Ósculo Pinacócitos Porócitos Coanócitos Meso-hilo Definição Camada gelatinosa localizada entre os pinacócitos e os coanócitos Células Amebócitos Células capazes de se locomover por pseudópodes, realizam a digestão intracelular Arqueócitos Células não especializadas capazes de originar outras células Espongioblastos e Escleroblastos Definição Células responsáveis pela produção do esqueleto do animal Espongina Rede macia e flexível de filamentos proteicos Produzido pelos espongioblastos Espículas Estruturas semelhantes a agulhas de cálcio ou sílica Produzido pelos Escleroblastos
  34. 34. MorfologiaMorfologia Tipos de Esponjas Asconóide: esponja mais simples. Siconóide: esponjas que possuem o átrio com grande número de dobras. Leuconóide: esponjas com átrio subdividido em várias câmaras flageladas, que são revestidos por coanócitos. Fonte: http://helen-profbio.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html
  35. 35. Esquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de MorfologiaEsquema Organizacional Parcial de Morfologia Morfologia Óstio Átrio ou espongiocele Ósculo Pinacócitos Porócitos Coanócitos Meso-hilo Tipos de esponjas Asconóide Siconóide Leuconóide Átrio simples Átrio com grande número de dobras Átrio subdividido em várias câmaras flageladas
  36. 36. FisiologiaFisiologia NUTRIÇÃO Filtradores :  A nutrição é feita por meio da água. A água entra pelos poros puxadas pelos batimentos dos flagelos dos coanócitos, atravessam o átrio, onde as células absorvem oxigênio e alimento. A água contendo os restos da digestão sai pelo ósculo. Fonte: http://helen-profbio.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html
  37. 37. FisiologiaFisiologia O alimento digerido pelos coanócitos é transmitidos por difusão para os amebócitos que se encarregam de enviar os nutrientes para todas as células do corpo. A digestão é totalmente intracelular. Não possuem tudo digestório. Não possuem sistemas digestório, respiratório, circulatório e excretor. Todos esses mecanismos ocorrem por difusão.
  38. 38. Esquema Organizacional Parcial de FisiologiaEsquema Organizacional Parcial de FisiologiaEsquema Organizacional Parcial de FisiologiaEsquema Organizacional Parcial de Fisiologia Fisiologia Nutrição Ocorre através de filtração Não possuem tubo digestório Digestão somente intracelular Mecanismos de filtração Água entra pelo óstio com microorganismos e partículas de alimentos Coanócitos e amebócitos fagocitam alimento Água contendo o resto da digestão sai pelo ósculo Não possuem sistemas digestório, respiratório, circulatório e excreção Processos metabólicos ocorrem por difusão
  39. 39. TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!! Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurso-publico
  40. 40. Questão 3) Um estudante afirmou que, em uma esponja, o ósculo era uma boca, e o átrio, seu tubo digestório. No entanto, essa afirmação não está correta. Explique por quê. Tente fazer sozinho!
  41. 41. Questão Tente fazer sozinho! 3) Um estudante afirmou que, em uma esponja, o ósculo era uma boca, e o átrio, seu tubo digestório. No entanto, essa afirmação não está correta. Explique por quê.
  42. 42. Resposta Átrio ou espongiocele Cavidade localizada no interior do animal Ósculo Abertura por onde a água sai Poríferos Morfologia Fisiologia Nutrição Ocorre através de filtração Não possuem tubo digestório Digestão somente intracelular Resposta O ósculo é a abertura por onde sai a água e o átrio é uma cavidade localizada no interior da esponja. Os poríferos não possuem tubo digestório e nem boca, sua digestão é intracelular.
  43. 43. Questão 4) (UFV-MG) O principal papel dos coanócitos nos poríferos é: a) Transportar substâncias para todo o animal; b) Originar elementos reprodutivos; c) Formar o esqueleto do animal; d) Provocar a circulação da água no animal; e) Dar origem a outros tipos de células. Tente fazer sozinho!
  44. 44. Questão Tente fazer sozinho! 4) (UFV-MG) O principal papel dos coanócitos nos poríferos é: a) Transportar substâncias para todo o animal; b) Originar elementos reprodutivos; c) Formar o esqueleto do animal; d) Provocar a circulação da água no animal; e) Dar origem a outros tipos de células.
  45. 45. Resposta Coanócitos Células flageladas que promovem as correntes de água, através do batimento dos flagelos Fagocitam as partículas de alimento suspensas na água Poríferos Morfologia a) Transportar substâncias para todo o animal; b) Originar elementos reprodutivos; c) Formar o esqueleto do animal; d) Provocar a circulação da água no animal; e) Dar origem a outros tipos de células.
  46. 46. Questão 5) (Fuvest-SP) A característica abaixo que não condiz com os poríferos é: a) Respiração e excreção por difusão direta; b) Obtenção de alimentos a partir das partículas trazidas pela água, que penetra através dos óstios; c) Habitat aquático, vivendo presos ao fundo; d) Células organizadas em tecidos bem definidos; e) Alta capacidade de regeneração. Tente fazer sozinho!
  47. 47. Questão Tente fazer sozinho! 5) (Fuvest-SP) A característica abaixo que não condiz com os poríferos é: a) Respiração e excreção por difusão direta; b) Obtenção de alimentos a partir das partículas trazidas pela água, que penetra através dos óstios; c) Habitat aquático, vivendo presos ao fundo; d) Células organizadas em tecidos bem definidos; e) Alta capacidade de regeneração.
  48. 48. Resposta a) Respiração e excreção por difusão direta; b) Obtenção de alimentos a partir das partículas trazidas pela água, que penetra através dos óstios; Não possuem sistemas digestório, respiratório, circulatório e excreção Processos metabólicos ocorrem por difusão FisiologiaPoríferos CERTO Poríferos Fisiologia Nutrição Ocorre através de filtração Mecanismos de filtração Água entra pelo óstio com microorganismos e partículas de alimentos Coanócitos e amebócitos fagocitam alimento Água contendo o resto da digestão sai pelo ósculo CERTO
  49. 49. Resposta c) Habitat aquático, vivendo presos ao fundo; d) Células organizadas em tecidos bem definidos; e) Alta capacidade de regeneração. Poríferos Filo formado por animais aquáticos sésseis que podem viver isolados ou formando colônias CERTO Poríferos Características Não formam tecidos definidos ERRADO Reprodução AssexuadaTipos Fragmentaçã o Pequenos pedaços do corpo são capazes de regenerar um corpo inteiro Poríferos CERTO
  50. 50. Resposta 5) (Fuvest-SP) A característica abaixo que não condiz com os poríferos é: a) Respiração e excreção por difusão direta; b) Obtenção de alimentos a partir das partículas trazidas pela água, que penetra através dos óstios; c) Habitat aquático, vivendo presos ao fundo; d) Células organizadas em tecidos bem definidos; e) Alta capacidade de regeneração.
  51. 51. Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríferos Poríferos Definição Filo formado por animais aquáticos sésseis que podem viver isolados ou formando colônias Características Desenvolvimento embrionário Não formam tecidos definidos Simetria radial ou Assimétricos Morfologia e fisiologia Reprodução
  52. 52. ReproduçãoReprodução Reprodução Assexuada  Fragmentação: pequenos fragmentos de uma esponja podem dar origem a novos indivíduos, pois as esponjas possuem um grande poder de regeneração. Fonte: http://helen-profbio.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html
  53. 53. ReproduçãoReprodução  Brotamento: Formação de uma dilatação originada por mitoses na superfície externa do corpo da esponja. Os brotos são formados por amebócitos. Esses podem separar-se e dar origem a um novo indivíduo ou permanecer presos formando colônias. Fonte: http://helen-profbio.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html Reprodução Assexuada
  54. 54. ReproduçãoReprodução  Gêmulas: tipo especial de broto encontrado em esponjas de água doce.  São formadas por massas de arqueócitos envolvidos por uma capa impermeável de espículas.  Gêmulas resistem a época de seca dos rios. Fonte: http://setimocientista.blogspot.com.br/2011/05/reproducao-dos-poriferos.html Reprodução Assexuada
  55. 55. ReproduçãoReprodução Algumas esponjas são dioicas (possuem sexos separados), mas a maioria é hermafrodita ou monoica (o mesmo individuo pode produzir gametas masculinos e gametas femininos). A fecundação é cruzada, ou seja, ocorre entre gametas produzidos por indivíduos diferentes. Os gametas são formados em células chamadas gonócitos, que são células derivadas dos amebócitos. Reprodução Sexuada
  56. 56. ReproduçãoReprodução Os espermatozoides saem da esponja pelo ósculo e penetram em outra esponja pelos poros, junto com a corrente de água. São captados pelos coanócitos e transferidos até os óvulos e promovem a fecundação. Fonte: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/porifero2.php
  57. 57. ReproduçãoReprodução  O desenvolvimento embrionário é indireto: o ovo não origina uma esponja, mas se diferencia em larvas móveis que, após algum tempo, fixam-se a um substrato e originam uma nova esponja.  A fecundação pode ser interna ou externa. Fonte: http://helen-profbio.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html
  58. 58. Esquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de Reprodução Reprodução Assexuada Tipos Brotamento Definição Dilatação da superfície externa do corpo, podendo separar-se e dar origem a um novo indivíduo Broto Dilatação formada por amebócitos Fragmentaçã o Pequenos pedaços do corpo são capazes de regenerar um corpo inteiro Gêmulas Definição Tipo especial de broto, capaz de resistir a épocas de seca Composição Massa de arqueócitos envolvidos por uma capa de espículas Sexuada Apresentam indivíduos hermafroditas e dioicos Reprodução cruzada Mecanismo Espermatozoide sai pelo ósculo Espermatozoide penetra pelos poros Transportado pela água Fecundação do óvulo Interna ou Externa Desenvolvimento embrionário é indireto Ovo origina larva móvel
  59. 59. TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!! Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurso-publico
  60. 60. Questão 6) (UFSC) O filo porífera é representado pelas esponjas. Na figura, as letras A, B e C referem-se aos aspectos reprodutivos destes animais. Tente fazer sozinho!
  61. 61. Questão 01. A representa um tipo de reprodução assexuada. 02. B representa um tipo de reprodução sexuada. 04. C representa, pela presença de células sexuais, a reprodução sexuada. 08. A é denominado brotamento. 16. Para a formação do ovo, em C, deve ocorrer a fecundação. 32. Em A e B, os organismos produzidos por estes mecanismos possuem diferenças genéticas em relação ao indivíduo que lhe deu origem. 64. O fenômeno apresentado, em C, possibilita o aumento da variabilidade entre as esponjas. De a soma das respostas corretas! Tente fazer sozinho!
  62. 62. Questão 6) (UFSC) O filo porífera é representado pelas esponjas. Na figura, as letras A, B e C referem-se aos aspectos reprodutivos destes animais. Tente fazer sozinho!
  63. 63. Questão 01. A representa um tipo de reprodução assexuada. 02. B representa um tipo de reprodução sexuada. 04. C representa, pela presença de células sexuais, a reprodução sexuada. 08. A é denominado brotamento. 16. Para a formação do ovo, em C, deve ocorrer a fecundação. 32. Em A e B, os organismos produzidos por estes mecanismos possuem diferenças genéticas em relação ao indivíduo que lhe deu origem. 64. O fenômeno apresentado, em C, possibilita o aumento da variabilidade entre as esponjas. De a soma das respostas corretas! Tente fazer sozinho!
  64. 64. Resposta Assexuada Brotamento Definição Dilatação da superfície externa do corpo, podendo separar-se e dar origem a um novo indivíduo Broto Dilatação formada por amebócitos
  65. 65. Resposta Assexuada Fragmentaçã o Pequenos pedaços do corpo são capazes de regenerar um corpo inteiro
  66. 66. Resposta Sexuada Reprodução cruzada Mecanismo Espermatozoide sai pelo ósculo Espermatozoide penetra pelos poros Transportado pela água Fecundação do óvulo Interna ou Externa Desenvolvimento embrionário é indireto
  67. 67. Resposta 01. A representa um tipo de reprodução assexuada. 02. B representa um tipo de reprodução sexuada. 04. C representa, pela presença de células sexuais, a reprodução sexuada. 08. A é denominado brotamento. CERTO ERRADO CERTO CERTO
  68. 68. Resposta 16. Para a formação do ovo, em C, deve ocorrer a fecundação. 32. Em A e B, os organismos produzidos por estes mecanismos possuem diferenças genéticas em relação ao indivíduo que lhe deu origem. 64. O fenômeno apresentado, em C, possibilita o aumento da variabilidade entre as esponjas. CERTO ERRADO CERTO TOTAL : 1+4+8+16+64 = 93
  69. 69. Questão 7) Certas esponjas de água doce, formam uma estruturas denominadas gêmulas. Estas se constituem em: a) Estruturas de resistência assexuadas; b) Estruturas de resistência sexuada; c) Fragmentos de esponjas que podem se reconstituir; d) Células de absorção de alimentos; e) Célula de defesa das esponjas. Tente fazer sozinho!
  70. 70. Questão Tente fazer sozinho! 7) Certas esponjas de água doce, formam uma estruturas denominadas gêmulas. Estas se constituem em: a) Estruturas de resistência assexuadas; b) Estruturas de resistência sexuada; c) Fragmentos de esponjas que podem se reconstituir; d) Células de absorção de alimentos; e) Célula de defesa das esponjas.
  71. 71. Resposta Assexuada Brotamento Gêmulas Definição Tipo especial de broto, capaz de resistir a épocas de seca Composição Massa de arqueócitos envolvidos por uma capa de espículas Reprodução a) Estruturas de resistência assexuadas; b) Estruturas de resistência sexuada; c) Fragmentos de esponjas que podem se reconstituir; d) Células de absorção de alimentos; e) Célula de defesa das esponjas.
  72. 72. Reino Animalia (Animal) Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Definição Divisão (Filos) Poríferos Cnidários Características Reino formado por todas as espécies de animais Composição Animais Eucariontes pluricelulares Heterotróficos Presença de Sistema Nervoso e Muscular Simetria Radial ou Bilateral Ciclo de vida Diplobionte Desenvolvimento embrionário típico Capacidade de locomoção Câmara Digestiva
  73. 73. Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidários Cnidários Definição O filo que agrupa organismos radiais que possuem células urticantes utilizados como meio de defesa e captura de presas Características Diblásticos Simetria Radial Formato dos animais Morfologia e Fisiologia Respiração, Circulação e Excreção Polipoide Medusoide Digestão Coordenação Reprodução Revestimento Classificação
  74. 74. DefiniçãoDefinição • Os cnidários são animais exclusivamente aquáticos, na maioria marinhos, fixos ou de vida livre, isolados ou coloniais. • O nome “cnidário” (cnido = urtiga) refere-se à presença de células especiais, os cnidócitos, cujo conteúdo, uma substância tóxica e paralisante, pode ser eliminado. Fonte: http://curiosidadades.blogspot.com.br/2009/07/modo- de-vida-os-cnidarios-ou.html Fonte: http://www.cachalote.com.br /animais/cnidarios.htm Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/filo- cnidaria/filo-cnidaria-11.php
  75. 75. Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidários Cnidários Definição O filo que agrupa organismos radiais que possuem células urticantes utilizados como meio de defesa e captura de presas Características Diblásticos Simetria Radial Formato dos animais Morfologia e Fisiologia Respiração, Circulação e Excreção Polipoide Medusoide Digestão Coordenação Reprodução Revestimento Classificação
  76. 76. RelembrandoRelembrando...... Filo Folhetos Embrionários Celoma Origem Blastóporo Poríferos ------ ------- ------- Cnidários Diblásticos ------- ------- Platelmintos Triblásticos Acelomado -------- Nematódeos Triblásticos Pseudocelomado Protostômio Anelídeos Triblásticos Celomado Protostômio Moluscos Triblásticos Celomado Protostômio Artrópodes Triblásticos Celomado Protostômio Equinodermos Triblásticos Celomado Deuterostômio Cordados Triblásticos Celomado Desterostômio
  77. 77. RelembrandoRelembrando...... Filo Folhetos Embrionários Celoma Origem Blastóporo Poríferos ------ ------- ------- Cnidários Diblásticos ------- ------- Platelmintos Triblásticos Acelomado -------- Nematódeos Triblásticos Pseudocelomado Protostômio Anelídeos Triblásticos Celomado Protostômio Moluscos Triblásticos Celomado Protostômio Artrópodes Triblásticos Celomado Protostômio Equinodermos Triblásticos Celomado Deuterostômio Cordados Triblásticos Celomado Desterostômio
  78. 78. CaracterísticasCaracterísticas • Os cnidários são diblásticos (na fase embrionária apresentam apenas ectoderme e endoderme). • Possuem simetria radiada, que permite as formas sésseis entrar em contato com o ambiente em várias direções, facilitando-lhes a captura de alimento. Fonte: BIOLOGIA – César da Silva Júnior; Sezar Sasson & Nelson Caldini Júnior (2010)
  79. 79. CaracterísticasCaracterísticas • Há duas formas de animais:  Polipoide ou Pólipo: forma cilíndrica, séssil ou com pouca mobilidade, com uma das extremidades apoiada em um substrato qualquer e a outra livre;  A abertura bucal é rodeada de tentáculos. Fonte: http://filocnidario.blogspot.com.br/2010/08/classificacao_28.html Fonte: http://www.ib.unicamp.br/node/309
  80. 80. CaracterísticasCaracterísticas  Medusoide ou Medusa: forma arredondada, com movimentos causados pela contração do corpo, lança jatos de água e tem vida livre;  Corresponde a um pólipo invertido, com a boca na parte inferior e tentáculos na periferia do corpo. Fonte:http://www.papeisdeparedehd.com/view-medusas_venenosas- normal.html Fonte: http://www.ib.unicamp.br/node/309
  81. 81. CaracterísticasCaracterísticas • Alguns representantes só apresentam a forma pólipo ao longo da vida; outros, apenas a forma medusa; há também os que alternam as duas formas durante o ciclo de vida. Fonte: http://www.biorede.pt/page.asp?id=947
  82. 82. TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!! Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurso-publico
  83. 83. Questão 8) (UFV) Um organismo com as seguintes características: tubo digestivo incompleto, diblástico e com tecidos verdadeiros, pertence ao Filo: a) Cnidaria; b) Platyhelminthes; c) Porifera; d) Mollusca; e) Aschelminthes. Tente fazer sozinho!
  84. 84. Questão Tente fazer sozinho! 8) (UFV) Um organismo com as seguintes características: tubo digestivo incompleto, diblástico e com tecidos verdadeiros, pertence ao Filo: a) Cnidaria; b) Platyhelminthes; c) Porifera; d) Mollusca; e) Aschelminthes.
  85. 85. Resposta a) Cnidaria; b) Platyhelminthes; c) Porifera; d) Mollusca; e) Aschelminthes. Cnidários Características Diblásticos Simetria Radial Formato dos animais Digestão Tubo digestório incompleto Morfologia e Fisiologia Formam tecidos
  86. 86. Questão 9) Os cnidários possuem simetria radial. Explique como essa característica pode ser vantajosa. Tente fazer sozinho!
  87. 87. Questão Tente fazer sozinho! 9) Os cnidários possuem simetria radial. Explique como essa característica pode ser vantajosa.
  88. 88. Resposta Resposta A simetria radial permite as formas sésseis entrar em contato com o ambiente em várias direções, facilitando-lhes a captura de alimento. Cnidários Características Simetria Radial Permite o contato com o ambiente em várias direções
  89. 89. Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidários Cnidários Definição O filo que agrupa organismos radiais que possuem células urticantes utilizados como meio de defesa e captura de presas Características Diblásticos Simetria Radial Formato dos animais Morfologia e Fisiologia Respiração, Circulação e Excreção Polipoide Medusoide Digestão Coordenação Reprodução Revestimento Classificação
  90. 90. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia • Não possuem sistemas respiratório, circulatório e excretor. Como há poucas camadas de células no corpo, a distância no organismo se torna pequena, a distribuição e eliminação ocorre por difusão simples. • Apresentam cavidade digestória, denominada Cavidade Gastrovascular ou Celêntero. No entanto, não possuem abertura anal, com isso, o tubo digestório é dito com incompleto. Fonte: http://www.biorede.pt/page.asp?id=947
  91. 91. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia • Apresentam digestão intra e extracelular. Possuem células glandulares que promovem a digestão no celêntero e células digestivas que fazem a digestão intracelular. • A coordenação nervosa é feita por uma rede de células nervosas, porém, não há a presença de gânglios nem cérebro. Como não existe um centro nervoso, dizemos que os cnidários possuem sistema nervoso difuso. Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/filo-cnidaria/filo- cnidaria-11.php
  92. 92. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia • Os cnidários apresentam movimentos de contração e de extensão do corpo, além de poderem apresentar deslocamentos. • Nos pólipos, a capacidade de locomoção é reduzida, podendo ser do tipo "mede-palmos" ou "cambalhota". Fonte: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/biocnidario.php
  93. 93. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia • Nas medusas, a locomoção é mais ativa, sendo realizada por um mecanismo denominado jato propulsão: os bordos do corpo se contraem, e a água acumulada na face oral da medusa é expulsa em jato, provocando o deslocamento do animal no sentido oposto. Fontehttp://estudebio.blogspot.com.br/2011/11/cnidarios-ou-celenterados.html
  94. 94. Digestão Possuem cavidade gastrovascular ou Celentero Cavidade digestória Não possuem abertura anal Tubo digestório incompleto Apresentam digestão intra e extracelular Células glandulares e digestivas ao longo da gastroderme Respiração, circulação e excreção Não possuem especializações Processo metabólicos por difusão Esquema Organizacional Parcial deEsquema Organizacional Parcial de Morfologia e FisiologiaMorfologia e Fisiologia Esquema Organizacional Parcial deEsquema Organizacional Parcial de Morfologia e FisiologiaMorfologia e Fisiologia Morfologia e Fisiologia Coordenação Não há gânglios nem cérebro Sistema Nervoso Difuso Movimentação Deslocamento mede-palmos Deslocamento por jato-propulsão Pólipos Medusas
  95. 95. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia • A parede do corpo dos cnidários é formada pela epiderme (derivada da ectoderme) e pele gastroderme (derivada da endoderme). Entre ambas, está um material gelatinoso, a mesogleia. Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/filo-cnidaria/filo-cnidaria-11.php
  96. 96. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia Tipos celulares Células mioepiteliais: ligadas ao sistema nervoso, agem como músculos, contraindo o corpo do animal e provocando movimentos nas formas móveis ou mudanças da forma do corpo; Células Intersticiais: células não especializadas, pequenas e geralmente localizadas na base da epiderme, que podem diferenciar-se nos restantes tipos celulares e em gametas, sendo, por isso, fundamentais no crescimento e regeneração do animal.
  97. 97. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia  Cnidócitos – células especializadas na defesa e captura de alimento, responsáveis pela designação do filo. Estas células contêm uma cápsula, nematocisto, contendo um líquido tóxico e um filamento, geralmente farpado, enrolado. Com a estimulação do cnidocílio, o filamento é evaginado, penetrando ou enrolando-se no corpo da presa ou do atacante. Fonte: http://www.geocities.ws/mundodosinvertebrados/celenterados.html
  98. 98. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia Fonte: Biologia Hoje – Sérgio Linhares e Fernando Gewandsznjder (2011)
  99. 99. MorfologiaMorfologia ee FisiologiaFisiologia  Exoesqueleto – Em alguns cnidários como os corais, a epiderme secreta um exoesqueleto, esqueleto externo, de calcário e substâncias orgânicas. Fonte: http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/tvmultimidia/imagens/4biologia/4coral.jpg
  100. 100. Digestão Possuem cavidade gastrovascular ou Celentero Cavidade digestória Não possuem abertura anal Tubo digestório incompleto Apresentam digestão intra e extracelular Células glandulares e digestivas ao longo da gastroderme Respiração, circulação e excreção Não possuem especializações Processo metabólicos por difusão Esquema Organizacional Parcial deEsquema Organizacional Parcial de Morfologia e FisiologiaMorfologia e Fisiologia Esquema Organizacional Parcial deEsquema Organizacional Parcial de Morfologia e FisiologiaMorfologia e Fisiologia Morfologia e Fisiologia Coordenação Revestimento Não há gânglios nem cérebro Sistema Nervoso Difuso Movimentação Deslocamento mede-palmos Deslocamento por jato-propulsão Pólipos Medusas
  101. 101. Revestimento Epiderme Definição Células que revestem externamente o corpo dos cnidários Origem Derivada da Ectoderme Tipos celulares Mioepiteliais Ligadas ao Sistema Nervoso, agem como músculos Intersticiais Células não especializadas, que podem se diferenciar nos demais tipos celulares Cnidócitos Definição Responsáveis pela defesa contra predadores e pela captura de presas Origem Cnidoblastos Nematocisto Sistema de defesa e ataque Exoesqueleto Esqueleto externo de calcário e substâncias orgânicas Gastroderme Definição Células que revestem internamente o corpo dos cnidários Origem Derivada da Endoderme Mesogleia Material gelatinoso encontrado entre a epiderme e a gastroderme Esquema Organizacional Parcial de RevestimentoEsquema Organizacional Parcial de RevestimentoEsquema Organizacional Parcial de RevestimentoEsquema Organizacional Parcial de Revestimento
  102. 102. TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!! Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurso-publico
  103. 103. Questão 10) É correto afirmar que os cnidários não se locomovem? Tente fazer sozinho!
  104. 104. Questão Tente fazer sozinho! 10) É correto afirmar que os cnidários não se locomovem?
  105. 105. Resposta Morfologia e Fisiologia Coordenação Movimentação Deslocamento mede-palmos Deslocamento por jato-propulsão Pólipos Medusas Resposta Não, pois nos pólipos, a capacidade de locomoção é reduzida, porém eles possuem capacidade de movimentação do tipo "mede-palmos" ou "cambalhota”. As medusas a locomoção é mais ativa, sendo realizada por um mecanismo denominado jato propulsão.
  106. 106. Questão 11) (U. F. Viçosa-MG) A digestão dos cnidários ocorre: a) Nos meios intra e extracelular; b) No meio extracelular; c) No celoma anterior; d) No meio intracelular; e) No celoma posterior. Tente fazer sozinho!
  107. 107. Questão Tente fazer sozinho! 11) (U. F. Viçosa-MG) A digestão dos cnidários ocorre: a) Nos meios intra e extracelular; b) No meio extracelular; c) No celoma anterior; d) No meio intracelular; e) No celoma posterior.
  108. 108. Resposta a) Nos meios intra e extracelular; b) No meio extracelular; c) No celoma anterior; d) No meio intracelular; e) No celoma posterior. Digestão Possuem cavidade gastrovascular ou Celentero Cavidade digestória Não possuem abertura anal Tubo digestório incompleto Apresentam digestão intra e extracelular Células glandulares e digestivas ao longo da gastroderme Morfologia e Fisiologia
  109. 109. Questão 12) Certos predadores de águas-vivas, como certas tartarugas marinhas, têm a boca e parte do esôfago revestidos internamente de células queratinizadas. Explique a importância dessa adaptação relacionando-a “a alimentação desses animais. Tente fazer sozinho!
  110. 110. Questão Tente fazer sozinho! 12) Certos predadores de águas-vivas, como certas tartarugas marinhas, têm a boca e parte do esôfago revestidos internamente de células queratinizadas. Explique a importância dessa adaptação relacionando-a “a alimentação desses animais.
  111. 111. Resposta Resposta A camada de células queratinizadas protege o predador dos cnidócitos, células urticantes exclusivas dos cnidários. Revestimento Epiderme Tipos celulares Cnidócitos Definição Responsáveis pela defesa contra predadores e pela captura de presas Nematocisto Sistema de defesa e ataque Queratina Proteína animal
  112. 112. Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidários Cnidários Definição O filo que agrupa organismos radiais que possuem células urticantes utilizados como meio de defesa e captura de presas Características Diblásticos Simetria Radial Formato dos animais Morfologia e Fisiologia Respiração, Circulação e Excreção Polipoide Medusoide Digestão Coordenação Reprodução Revestimento Classificação
  113. 113. ReproduçãoReprodução Reprodução Assexuada  Brotamento: as células se multiplicam por mitose em uma região do corpo e originam um novo ser. O broto pode se soltar e ter vida independente ou permanecer ligado, formando colônias. Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/filo-cnidaria/filo-cnidaria-11.php
  114. 114. ReproduçãoReprodução Reprodução Assexuada  Estrobilização: ocorre em algumas espécies de cnidários, entre os quais certas espécies de coral, no qual o pólipo se divide transversalmente em discos, formando um indivíduo semelhante a um estróbilo (ou pinha), originando várias medusas. Fonte: http://helen-profbio.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html
  115. 115. ReproduçãoReprodução Reprodução sexuada • Os gametas são produzidos nas células intersticiais. • Geralmente, os sexos são separados e a fecundação é externa. • O desenvolvimento embrionário é indireto, com um estágio larvar. Do ovo surge uma larva ciliada e livre (plânula) que por metamorfose se transforma em adulto.
  116. 116. ReproduçãoReprodução Alternância de gerações ou Metagênese • A reprodução assexuada alterna-se com a sexuada, em um ciclo em que há também alternância entre as formas pólipo (assexuada) e medusa (sexuada). Em ambas as formas, os indivíduos são diploides. http://www.infoescola.com/biologia/cnidarios-coelenterata-celenterados/
  117. 117. Esquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de ReproduçãoEsquema Organizacional Parcial de Reprodução Reprodução Assexuada Tipos Brotamento Definição Dilatação da superfície externa do corpo, podendo separar-se e dar origem a um novo indivíduo Broto Dilatação formada por mitoses Estrobilização Fragmentação do indivíduo em duas ou mais partes, que crescem formando novos animais Sexuada Células intersticiais originam gametas Fecundação Externa Desenvolvimento embrionário é indireto Ovo origina larva ciliada, plânula Forma outro individuo ou colônia Reprodução cruzada Metagênese ou Alternância de Gerações Reprodução por via assexuada (pólipos) e uma fase sexuada (medusas)
  118. 118. Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidários Cnidários Definição O filo que agrupa organismos radiais que possuem células urticantes utilizados como meio de defesa e captura de presas Características Diblásticos Simetria Radial Formato dos animais Morfologia e Fisiologia Respiração, Circulação e Excreção Polipoide Medusoide Digestão Coordenação Reprodução Revestimento Classificação
  119. 119. ClassificaçãoClassificação Hydrozoa (Hidrozoários) • A maioria vive em água salgada, mas há espécies dulcícolas. A forma polipoide é a que predomina no ciclo de vida, porém também apresenta a forma de medusa. Possuem ciclo reprodutivo com alternância de gerações. http://estudebio.blogspot.com.br/ 2011/11/cnidarios-ou-celenterados.html http://http://www.portalsaofrancisco.com.br/ alfa/coelenterata/coelenterata-2.php
  120. 120. ClassificaçãoClassificação Scyphozoa (Cifozoários) • São marinhos e a forma medusoide é a predominante durante o ciclo de vida. • As medusas são dióicos, isto é, de sexos separados. A fecundação ocorre dentro do corpo da medusa-fêmea, o embrião abandona o corpo materno e origina uma larva coberta de cílios. Depois de nadar por algum tempo, a larva fixa-se e desenvolve-se em pequeno pólipo de vida curta, que logo origina novas medusas. http://estudebio.blogspot.com.br/ 2011/11/cnidarios-ou-celenterados.html Fonte: http://www.ib.unicamp.br/node/309
  121. 121. ClassificaçãoClassificação Anthozoa (Antozoários) • Também composta de animais marinhos, principalmente na forma de pólipos, podendo viver isolados ou em colônias. • Corais: os pólipos secretam exoesqueleto calcário, responsável pela formação dos recifes de corais. http://estudebio.blogspot.com.br/ 2011/11/cnidarios-ou-celenterados.html http://http://www.portalsaofrancisco.com.br/ alfa/coelenterata/coelenterata-2.php
  122. 122. ClassificaçãoClassificação Cubozoa (Cubozoários) • Medusas com o corpo com formato aproximadamente cúbico. Vivem em águas tropicais e possuem cnidócitos altamente tóxicos. Fonte: http://www.portalpower.com.br/diversao/cubozoario/ Fonte: http://tudolevaapericia.blogspot.com.br/ 2010/07/animais-transparentes-cubozoarios.html
  123. 123. Esquema Organizacional ParcialEsquema Organizacional Parcial de Classificação dos Cnidáriosde Classificação dos Cnidários Esquema Organizacional ParcialEsquema Organizacional Parcial de Classificação dos Cnidáriosde Classificação dos Cnidários Classificação Hydrozoa (Hidrozoário) Forma polipoide predominante Ciclo reprodutivo com alternância de gerações Scyphozoa (Cifozoários) Forma medusoide é a predominante Reprodução sexuada com presença de larva ciliada Larva origina novos pólipos, que originam novas medusas Anthozoários (Antozoários) Forma polipoide predominante Livres Anêmonas-do-mar Coloniais Coral Secretam esqueleto externo de calcário Formam os recifes de corais Cubozoários (Cubozoários) Forma medusoide predominante Corpo com formato cúbico Cnidócitos altamente tóxicos
  124. 124. TENTE FAZER SOZINHO!!!TENTE FAZER SOZINHO!!! Fonte: http://www.ancorador.com.br/educacao/concursos-publicos-passar-concurso-publico
  125. 125. Questão 13) (Cesgranrio) No processo evolutivo foram selecionados os seres de fecundação externa que liberam uma grande quantidade de gametas para o meio ambiente. As hidras, no entanto, reproduzem-se rapidamente, embora lancem um pequeno número de gametas na água. A explicação para esse fato é que as hidras apresentam um acelerado processo de reprodução: 14) assexuada por divisão binária; 15) assexuada por esporulação; 16) assexuada por brotamento; 17) sexuada por autofecundação; 18) sexuada por partenogênese. Tente fazer sozinho!
  126. 126. Questão Tente fazer sozinho! 13) (Cesgranrio) No processo evolutivo foram selecionados os seres de fecundação externa que liberam uma grande quantidade de gametas para o meio ambiente. As hidras, no entanto, reproduzem-se rapidamente, embora lancem um pequeno número de gametas na água. A explicação para esse fato é que as hidras apresentam um acelerado processo de reprodução: 14) assexuada por divisão binária; 15) assexuada por esporulação; 16) assexuada por brotamento; 17) sexuada por autofecundação; 18) sexuada por partenogênese.
  127. 127. Resposta Reprodução Assexuada Tipos Brotamento Definição Dilatação da superfície externa do corpo, podendo separar-se e dar origem a um novo indivíduo Broto Dilatação formada por mitoses Estrobilização Fragmentação do indivíduo em duas ou mais partes, que crescem formando novos animais Sexuada Células intersticiais originam gametas Fecundação Externa Desenvolvimento embrionário é indireto Ovo origina larva ciliada, plânula Forma outro individuo ou colônia Reprodução cruzada
  128. 128. Resposta a) assexuada por divisão binária; b) assexuada por esporulação; c) assexuada por brotamento; d) sexuada por autofecundação; e) sexuada por partenogênese.
  129. 129. Questão 14) (Unifor-CE) A figura abaixo mostra o ciclo de vida de um cnidário Tente fazer sozinho! I
  130. 130. Questão Tente fazer sozinho! A fase que ocorre logo após a reprodução sexuada é a representada em: a)I; b)II; c)III; d)IV; e)V.
  131. 131. Questão Tente fazer sozinho! 14) (Unifor-CE) A figura abaixo mostra o ciclo de vida de um cnidário I
  132. 132. Questão Tente fazer sozinho! A fase que ocorre logo após a reprodução sexuada é a representada em: a)I; b)II; c)III; d)IV; e)V.
  133. 133. Resposta I Sexuada Assexuada a)I; b)II; c)III; d)IV; e)V.
  134. 134. Questão 15) (Fuvest-SP) A Grande Barreira de Coral se estende por mais de 2.000 km ao longo da costa nordeste da Austrália e é considerada uma das maiores estruturas construídas por seres vivos. Quais são esses organismos e como eles formam esses recifes? a) Esponjas – à custas de secreções calcárias; b) Cnidários – à custa de espículas calcárias e silicosas do seu corpo; c) Pólipos de Anthozoa – à custa de secreções calcárias; d) Poríferos – á custa de material calcário de terreno; e) Cnidários – á custa de material calcário do solo, como a gipsita. Tente fazer sozinho!
  135. 135. Questão Tente fazer sozinho! 15) (Fuvest-SP) A Grande Barreira de Coral se estende por mais de 2.000 km ao longo da costa nordeste da Austrália e é considerada uma das maiores estruturas construídas por seres vivos. Quais são esses organismos e como eles formam esses recifes? a) Esponjas – à custas de secreções calcárias; b) Cnidários – à custa de espículas calcárias e silicosas do seu corpo; c) Pólipos de Anthozoa – à custa de secreções calcárias; d) Poríferos – á custa de material calcário de terreno; e) Cnidários – á custa de material calcário do solo, como a gipsita.
  136. 136. Resposta Classificação Anthozoários (Antozoários) Forma polipoide predominante Coloniais Coral Formam os recifes de corais Secretam esqueleto externo de calcário a) Esponjas – à custas de secreções calcárias; b) Cnidários – à custa de espículas calcárias e silicosas do seu corpo; c) Pólipos de Anthozoa – à custa de secreções calcárias; d) Poríferos – á custa de material calcário de terreno; e) Cnidários – á custa de material calcário do solo, como a gipsita.
  137. 137. Reino Animalia (Animal) Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Definição Divisão (Filos) Poríferos Cnidários Características Reino formado por todas as espécies de animais Composição Animais Eucariontes pluricelulares Heterotróficos Presença de Sistema Nervoso e Muscular Simetria Radial ou Bilateral Ciclo de vida Diplobionte Desenvolvimento embrionário típico Capacidade de locomoção Câmara Digestiva
  138. 138. Esquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de PoríferosEsquema Organizacional Global de Poríferos Poríferos Definição Filo formado por animais aquáticos sésseis que podem viver isolados ou formando colônias Características Desenvolvimento embrionário Não formam tecidos definidos Simetria radial ou Assimétricos Morfologia Fisiologia Reprodução
  139. 139. Reino Animalia (Animal) Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Esquema Organizacional GlobalEsquema Organizacional Global do Reino Animaldo Reino Animal Definição Divisão (Filos) Poríferos Cnidários Características Reino formado por todas as espécies de animais Composição Animais Eucariontes pluricelulares Heterotróficos Presença de Sistema Nervoso e Muscular Simetria Radial ou Bilateral Ciclo de vida Diplobionte Desenvolvimento embrionário típico Capacidade de locomoção Câmara Digestiva
  140. 140. Esquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de CnidáriosEsquema Organizacional Global de Cnidários Cnidários Definição O filo que agrupa organismos radiais que possuem células urticantes utilizados como meio de defesa e captura de presas Características Diblásticos Simetria Radial Formato dos animais Morfologia e Fisiologia Respiração, Circulação e Excreção Polipoide Medusoide Digestão Coordenação Reprodução Revestimento Classificação
  141. 141. BibliografiaBibliografia  Júnior, C. S, Sasson, S. & Júnior, N. C. BIOLOGIA. 10ª ed., São Paulo: Editora Saraiva, 2010. Vol. 2 , 576 p. il.  Linhares, S. & Gewandsznajder, F. Biologia Hoje – Os seres vivos. 1ª ed., São Paulo: Editora Ática S.A., 2011. Vol.2, 512 p. il.  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.essaseoutras.xpg.com.br/poriferos-resumo-estruturas-caracteristicas-das-esponjas- reproducao/>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.klick.com.br/enciclo/encicloverb/0,5977,POR-11098,00.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://quarentaeduassemanas.blogspot.com.br/2010/03/biologia-desenvolvimento-embrionario.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <Fonte: http://www.grupoescolar.com/pesquisa/porifero.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/porifero.php>
  142. 142. BibliografiaBibliografia  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <: http://www.clickescolar.com.br/filo-porifera-espongiarios.htm>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://helen-profbio.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://setimocientista.blogspot.com.br/2011/05/reproducao-dos-poriferos.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://filocnidario.blogspot.com.br/2010/08/classificacao_28.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.ib.unicamp.br/node/309>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.papeisdeparedehd.com/view-medusas_venenosas-normal.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.biorede.pt/page.asp?id=947>
  143. 143. BibliografiaBibliografia  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://materiadasexta.blogspot.com.br/2011/08/reino-animal-filo-celenterados-ou.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.geocities.ws/mundodosinvertebrados/celenterados.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/tvmultimidia/imagens/4biologia/4coral.jpg>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://estudebio.blogspot.com.br/2011/11/cnidarios-ou-celenterados.html>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://www.portalpower.com.br/diversao/cubozoario/>  Acesso em 30/09/2012, disponível em: <http://tudolevaapericia.blogspot.com.br/2010/07/animais-transparentes-cubozoarios.html>
  144. 144. Obrigado pela atenção!! centro.apoio.bernardo.nunes@gmail.com

×