SlideShare uma empresa Scribd logo
O MOCHO SÁBIO
 TRABALHO DE PESQUISA PRODUZIDO NO ÂMBITO DA
EXPLORAÇÃO DO LIVRO “O MOCHO SÁBIO” DE BEATRIZ
LAMAS OLIVEIRA, EM ARTICULAÇÃO COM AS TURMAS A E B
DO 4º ANO DE ESCOLARIDADE DA ESCOLA BÁSICA DO
CARVALHAL, AS FAMÍLIAS E A BIBLIOTECA ESCOLAR
O que é o habitat ?
 Habitat (traduzido do latim, "ele habita") é um conceito usado em ecologia que inclui o espaço físico
e os fatores abióticos que condicionam um ecossistema e por essa via determinam a distribuição das
populações de determinada comunidade.
 O conceito de habitat é, normalmente, usado em referência a uma ou mais espécies, no sentido de
estabelecer os locais e as condições ambientais onde o estabelecimento de populações desses
organismos é viável.
Por exemplo, o habitat da truta são os cursos de água bem oxigenados e com baixa salinidade das
zonas temperadas.
 Apesar de o habitat ser um elemento da natureza, existem também os habitats artificiais,
construídos pelo homem, normalmente para promover o aumento populacional de determinada
espécie ou comunidade.
Exemplos tão antigos como a história da humanidade incluem os campos de cultivo ou os criadouros
de peixes.
Exemplos de habitats
 Habitats terrestres
Exemplos de habitats
 Habitats aquáticos
O que é Biodiversidade
Significado de Biodiversidade
 Bio" significa "vida;"
 Diversidade “significa "variedade".
 Então, biodiversidade ou diversidade
biológica compreende a totalidade de
variedade de formas de vida que podemos
encontrar na Terra (plantas, aves,
mamíferos, insetos, microrganismos...).
O mocho sábio    4º a e 4º b
Três níveis de Biodiversidade
 1) Diversidade genética - os indivíduos de uma
mesma espécie não são geneticamente idênticos
entre si. Cada indivíduo possui uma combinação
única de genes que fazem com que alguns sejam
mais altos e outros mais baixos, alguns possuam
os olhos azuis enquanto outros os tenham
castanhos, tenham o nariz chato ou pontiagudo.
 As diferenças genéticas fazem com que a Terra
possua uma grande variedade de vida.
 2)Diversidade orgânica - os cientistas agrupam os
indivíduos que possuem evolução semelhante em
espécies.
 Possuir a mesma história evolutiva faz com que cada
espécie possua características únicas que não são
compartilhadas com outros seres vivos.
 Os cientistas já identificaram cerca de 1,75 milhões de
espécies.
 Algumas estimativas apontam que podem existir entre 10
a 30 milhões de espécies na Terra.
 3) Diversidade ecológica - As populações da mesma
espécie e de espécies diferentes interagem entre si
formando comunidades;
 Essas comunidades interagem com o ambiente formando
ecossistemas, que interagem entre si formando paisagens,
que formam os biomas. Desertos, florestas, oceanos, são
tipos de biomas.
 Cada um deles possui vários tipos de ecossistemas, os
quais possuem espécies únicas.
 Quando um ecossistema é ameaçado todas as suas
espécies também são ameaçadas.
Porque é importante a Biodiversidade
 A biodiversidade é uma das propriedades fundamentais da natureza por ser
responsável pelo equilíbrio e pela estabilidade dos ecossistemas.
 A biodiversidade é fonte de imenso potencial econômico por ser a base das
atividades agrícolas, pecuárias, pesqueiras, florestais e também a base da
indústria da biotecnologia, ou seja, da fabricação de remédios, cosméticos,
enzimas industriais, hormônios, sementes agrícolas.
 A biodiversidade possui, além do seu valor intrínseco, valor ecológico,
genético, social, econômico, científico, educacional, cultural, recreativo...
 Com tamanha importância, é preciso conhecer e evitar a perda da
biodiversidade
Os principais processos responsáveis pela
perda da biodiversidade são:
1. Perda e fragmentação dos habitats;
2. Introdução de espécies e doenças exóticas;
3. Exploração excessiva de espécies de plantas e de animais;
4. Uso de híbridos e monoculturas na Agroindústria e nos
programas de reflorestamento;
5. Contaminação do solo, água e atmosfera por poluentes;
6. Mudanças climáticas.
A coruja
 Por que e que a coruja e considerada o bicho
da sabedoria?
 A coruja é considerada um dos símbolos mais conhecidos
para a representação da sabedoria no ocidente.
 Começou-se a usar a imagem desta muito antes dos nossos
tempos. Aliás esta imagem remete para a Grécia antiga.
 Os filósofos gregos acreditavam que a noite seria uma
altura de grande inspiração e revelações intelectuais, como
esta é um animal notívago a associação foi quase de
imediato.
 Atenas, a deusa grega da sabedoria possuía uma coruja
como mascote
RIO AVE
 O Ave é um rio português, que nasce na serra da Cabreira,
concelho de Vieira do Minho, a cerca de 1200 metros de
altitude, no Pau da Bela.
 Percorre cerca de 85 km até desaguar no Oceano
Atlântico, a sul de Vila do Conde.
 Em tempos foi considerado um dos rios mais poluídos de
Portugal, devido ao lixo das fábricas, ao lixo doméstico e
aos esgotos.
Causas da poluição
ESGOTOS
FÁBRICAS
LIXO DOMÉSTICO
Principal medida para a despoluição
 Estação de Tratamento de Águas
Residuais (ETAR).
 A despoluição que foi prometida está
a ser bem sucedida, devido ao
tratamento do rio.
Alguns peixes que existem no Rio Ave
ACHIGÃ
CARPA
PIMPÃO
RIO CÁVADO
 O Cávado é um rio de Portugal que nasce na Serra do Larouco
(Montalegre), a uma altitude de cerca de 1520 metros;
 Desagua no Oceano Atlântico junto a Esposende, após um percurso
de 135 km.
 A bacia hidrográfica do rio Cávado apresenta uma capacidade total
de armazenamento de recursos hídricos de quase 30% do total
existente em Portugal.
 Nela foram construídas algumas barragens para aproveitamento
hidroelétrico.
 Vivem nos vales dos rios Ave e Cávado, embora em pouca
quantidade, os nossos já queridos mochos galegos.
Alguns peixes que existem no Rio Cávado
TRUTA
CARPA
ENGUIA
BIOLOGIA
Biologia deriva de duas palavras gregas que são:
bios = vida;
logos = estudo, ou seja, o “estudo da vida”…
 Biologia é a ciência que estuda a vida, ou seja, os animais,
vegetais e todos os seres vivos de nosso planeta.
 Esta ciência é de extrema importância para o entendimento do
funcionamento do nosso ecossistema.
 Cada vez mais o homem utiliza os conhecimentos de biologia
para melhorar as relações que os seres vivos possuem na
natureza.
BIBLIOGRAFIA/ NETGRAFIA
 pt.wikipedia.org
 pt.wikibooks.org
 projectomontantejusante.blogspot.pt
 www.infopedia.pt
 www.portugalpesca.com
 naturlink.sapo.pt
 www.jn.pt
AUTORES
 Alunos da Escola Básica do Carvalhal:
 4º ano turma A –Professora Isabel Oliveira
 4 ano turma B - Professora Isabel Maia
 Em Articulação com a Biblioteca Escolar – Professora
Bibliotecária Conceição Ferreira e professora Fátima
Lemos
 Janeiro e fevereiro de 2015

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
marleneves
 
Trabalhos Dos Alunos Sobre Animais Em ExtinçãO
Trabalhos Dos Alunos Sobre Animais Em  ExtinçãOTrabalhos Dos Alunos Sobre Animais Em  ExtinçãO
Trabalhos Dos Alunos Sobre Animais Em ExtinçãO
daiaprof
 
Animais Africanos
Animais AfricanosAnimais Africanos
Animais Africanos
Adriana Marques
 
Os animais
Os animaisOs animais
Os animais
emrcja
 
Animais Em ExtinçãO 7ª SéRie Felipe E Lucas R
Animais Em ExtinçãO 7ª SéRie Felipe E Lucas RAnimais Em ExtinçãO 7ª SéRie Felipe E Lucas R
Animais Em ExtinçãO 7ª SéRie Felipe E Lucas R
ProfGilson Malta
 
Animais em vias de extinção
Animais em vias de extinçãoAnimais em vias de extinção
Animais em vias de extinção
silvanacostalima
 
Animais de África
Animais de ÁfricaAnimais de África
Animais de África
edi
 
mundo animal
mundo animalmundo animal
mundo animal
felipemsneves
 
O cachalote
O cachalote O cachalote
O cachalote
Rodrigo
 
Animais Em ExtinçãO
Animais Em ExtinçãOAnimais Em ExtinçãO
Animais Em ExtinçãO
silasco
 
Animais Marinhos
Animais MarinhosAnimais Marinhos
Animais Marinhos
Juliana Costa
 
Animais do oceano
Animais do oceanoAnimais do oceano
Animais do oceano
rosana.gontijo
 
Animais Em ExtinçãO
Animais Em ExtinçãOAnimais Em ExtinçãO
Animais Em ExtinçãO
FPCroca
 
Portfolio do projeto animais marinhos 2013
Portfolio do projeto animais marinhos 2013Portfolio do projeto animais marinhos 2013
Portfolio do projeto animais marinhos 2013
luciahelenaferreira
 
Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
escolabeatriz
 
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãOAnimais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
lisetemouta
 
Animais Em Vias De ExtinçãO
Animais Em Vias De ExtinçãOAnimais Em Vias De ExtinçãO
Animais Em Vias De ExtinçãO
fabiobelchior
 
Animais em vias de extinção 7ºb
Animais em vias de extinção 7ºbAnimais em vias de extinção 7ºb
Animais em vias de extinção 7ºb
hugo alves
 
Ciências animais domésticos e selvagens
Ciências animais domésticos e selvagensCiências animais domésticos e selvagens
Ciências animais domésticos e selvagens
cleonicear
 
Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
Felipe Oliveira
 

Mais procurados (20)

Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
 
Trabalhos Dos Alunos Sobre Animais Em ExtinçãO
Trabalhos Dos Alunos Sobre Animais Em  ExtinçãOTrabalhos Dos Alunos Sobre Animais Em  ExtinçãO
Trabalhos Dos Alunos Sobre Animais Em ExtinçãO
 
Animais Africanos
Animais AfricanosAnimais Africanos
Animais Africanos
 
Os animais
Os animaisOs animais
Os animais
 
Animais Em ExtinçãO 7ª SéRie Felipe E Lucas R
Animais Em ExtinçãO 7ª SéRie Felipe E Lucas RAnimais Em ExtinçãO 7ª SéRie Felipe E Lucas R
Animais Em ExtinçãO 7ª SéRie Felipe E Lucas R
 
Animais em vias de extinção
Animais em vias de extinçãoAnimais em vias de extinção
Animais em vias de extinção
 
Animais de África
Animais de ÁfricaAnimais de África
Animais de África
 
mundo animal
mundo animalmundo animal
mundo animal
 
O cachalote
O cachalote O cachalote
O cachalote
 
Animais Em ExtinçãO
Animais Em ExtinçãOAnimais Em ExtinçãO
Animais Em ExtinçãO
 
Animais Marinhos
Animais MarinhosAnimais Marinhos
Animais Marinhos
 
Animais do oceano
Animais do oceanoAnimais do oceano
Animais do oceano
 
Animais Em ExtinçãO
Animais Em ExtinçãOAnimais Em ExtinçãO
Animais Em ExtinçãO
 
Portfolio do projeto animais marinhos 2013
Portfolio do projeto animais marinhos 2013Portfolio do projeto animais marinhos 2013
Portfolio do projeto animais marinhos 2013
 
Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
 
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãOAnimais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
 
Animais Em Vias De ExtinçãO
Animais Em Vias De ExtinçãOAnimais Em Vias De ExtinçãO
Animais Em Vias De ExtinçãO
 
Animais em vias de extinção 7ºb
Animais em vias de extinção 7ºbAnimais em vias de extinção 7ºb
Animais em vias de extinção 7ºb
 
Ciências animais domésticos e selvagens
Ciências animais domésticos e selvagensCiências animais domésticos e selvagens
Ciências animais domésticos e selvagens
 
Animais em extinção
Animais em extinçãoAnimais em extinção
Animais em extinção
 

Destaque

Castelo de Guimarães
Castelo de GuimarãesCastelo de Guimarães
Castelo de Guimarães
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Aprender com a biblioteca escolar
Aprender com a biblioteca escolarAprender com a biblioteca escolar
Aprender com a biblioteca escolar
Isabel Mendinhos
 
Afonso henriques grupo2
Afonso henriques   grupo2Afonso henriques   grupo2
Afonso henriques grupo2
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
D. Afonso Henriques
D. Afonso HenriquesD. Afonso Henriques
D. Afonso Henriques
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Mocho sábio 4º ano prof ana paula e mariana
Mocho sábio   4º ano prof ana paula e marianaMocho sábio   4º ano prof ana paula e mariana
Mocho sábio 4º ano prof ana paula e mariana
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
D Afonso Henriques
D Afonso Henriques   D Afonso Henriques
D Afonso Henriques
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Batalha de São Mamede
Batalha de São MamedeBatalha de São Mamede
Batalha de São Mamede
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Os planetas - Neptuno
Os planetas  - NeptunoOs planetas  - Neptuno
Os planetas - Neptuno
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Batalha de S. Mamede
Batalha de S. MamedeBatalha de S. Mamede
Batalha de S. Mamede
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
D. Egas Moniz
D. Egas MonizD. Egas Moniz
Património local - Ermesinde
Património local - ErmesindePatrimónio local - Ermesinde
Património local - Ermesinde
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
D. Egas Moniz
D. Egas MonizD. Egas Moniz
A biblioteca escolar e a gestão de projectos
A biblioteca escolar e a gestão de projectosA biblioteca escolar e a gestão de projectos
A biblioteca escolar e a gestão de projectos
António Nogueira
 
Planeta Marte
Planeta MartePlaneta Marte
O mocho sábio ilustrações
O mocho sábio ilustraçõesO mocho sábio ilustrações
O mocho sábio ilustrações
BibEscolar Ninho Dos Livros
 

Destaque (15)

Castelo de Guimarães
Castelo de GuimarãesCastelo de Guimarães
Castelo de Guimarães
 
Aprender com a biblioteca escolar
Aprender com a biblioteca escolarAprender com a biblioteca escolar
Aprender com a biblioteca escolar
 
Afonso henriques grupo2
Afonso henriques   grupo2Afonso henriques   grupo2
Afonso henriques grupo2
 
D. Afonso Henriques
D. Afonso HenriquesD. Afonso Henriques
D. Afonso Henriques
 
Mocho sábio 4º ano prof ana paula e mariana
Mocho sábio   4º ano prof ana paula e marianaMocho sábio   4º ano prof ana paula e mariana
Mocho sábio 4º ano prof ana paula e mariana
 
D Afonso Henriques
D Afonso Henriques   D Afonso Henriques
D Afonso Henriques
 
Batalha de São Mamede
Batalha de São MamedeBatalha de São Mamede
Batalha de São Mamede
 
Os planetas - Neptuno
Os planetas  - NeptunoOs planetas  - Neptuno
Os planetas - Neptuno
 
Batalha de S. Mamede
Batalha de S. MamedeBatalha de S. Mamede
Batalha de S. Mamede
 
D. Egas Moniz
D. Egas MonizD. Egas Moniz
D. Egas Moniz
 
Património local - Ermesinde
Património local - ErmesindePatrimónio local - Ermesinde
Património local - Ermesinde
 
D. Egas Moniz
D. Egas MonizD. Egas Moniz
D. Egas Moniz
 
A biblioteca escolar e a gestão de projectos
A biblioteca escolar e a gestão de projectosA biblioteca escolar e a gestão de projectos
A biblioteca escolar e a gestão de projectos
 
Planeta Marte
Planeta MartePlaneta Marte
Planeta Marte
 
O mocho sábio ilustrações
O mocho sábio ilustraçõesO mocho sábio ilustrações
O mocho sábio ilustrações
 

Semelhante a O mocho sábio 4º a e 4º b

Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.
netolimask89
 
I C N B J R A Biodiversidade1
I C N B  J R A  Biodiversidade1I C N B  J R A  Biodiversidade1
I C N B J R A Biodiversidade1
SGC
 
Ecossistema 3
Ecossistema 3Ecossistema 3
Ecossistema 3
estagio2
 
Ecossistema 3
Ecossistema 3Ecossistema 3
Ecossistema 3
Facos - Cnec
 
03 biodiversidade ii
03 biodiversidade ii03 biodiversidade ii
03 biodiversidade ii
stique
 
O Ambiente
O AmbienteO Ambiente
O Ambiente
lucia_nunes
 
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres VivosOs NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
lilisouza
 
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.pptOs anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
CamilaSantana300186
 
biodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdfbiodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdf
PabloFirmino2
 
ECOLOGIA conceitos.pptx
ECOLOGIA conceitos.pptxECOLOGIA conceitos.pptx
ECOLOGIA conceitos.pptx
profguerinoguerino
 
Unidade 3 - Vida e Evolução - 7º ano.pptx
Unidade 3 - Vida e Evolução - 7º ano.pptxUnidade 3 - Vida e Evolução - 7º ano.pptx
Unidade 3 - Vida e Evolução - 7º ano.pptx
HellendosAnjos
 
6o ano - O que a ecologia estuda
6o ano - O que a ecologia estuda6o ano - O que a ecologia estuda
6o ano - O que a ecologia estuda
SESI 422 - Americana
 
Inspiração das águas
Inspiração das águasInspiração das águas
Inspiração das águas
viajante2
 
Biodiversidade ppt
Biodiversidade pptBiodiversidade ppt
Biodiversidade ppt
guest7b65ee
 
Apresentação de slide 7º ano
Apresentação de slide 7º anoApresentação de slide 7º ano
Apresentação de slide 7º ano
zelia49
 
Unidade i a vida e o ambiente
Unidade i   a vida e o ambienteUnidade i   a vida e o ambiente
Unidade i a vida e o ambiente
Cleber Nonato Conceição
 
9658355
96583559658355
Ecologia socorro
Ecologia socorroEcologia socorro
Ecologia socorro
Flávia Fernandes
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
estagio2
 
Apostila piscicultura - prof christian de mello vieira - uft
Apostila   piscicultura - prof christian de mello vieira - uftApostila   piscicultura - prof christian de mello vieira - uft
Apostila piscicultura - prof christian de mello vieira - uft
Z
 

Semelhante a O mocho sábio 4º a e 4º b (20)

Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.
 
I C N B J R A Biodiversidade1
I C N B  J R A  Biodiversidade1I C N B  J R A  Biodiversidade1
I C N B J R A Biodiversidade1
 
Ecossistema 3
Ecossistema 3Ecossistema 3
Ecossistema 3
 
Ecossistema 3
Ecossistema 3Ecossistema 3
Ecossistema 3
 
03 biodiversidade ii
03 biodiversidade ii03 biodiversidade ii
03 biodiversidade ii
 
O Ambiente
O AmbienteO Ambiente
O Ambiente
 
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres VivosOs NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
 
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.pptOs anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
 
biodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdfbiodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdf
 
ECOLOGIA conceitos.pptx
ECOLOGIA conceitos.pptxECOLOGIA conceitos.pptx
ECOLOGIA conceitos.pptx
 
Unidade 3 - Vida e Evolução - 7º ano.pptx
Unidade 3 - Vida e Evolução - 7º ano.pptxUnidade 3 - Vida e Evolução - 7º ano.pptx
Unidade 3 - Vida e Evolução - 7º ano.pptx
 
6o ano - O que a ecologia estuda
6o ano - O que a ecologia estuda6o ano - O que a ecologia estuda
6o ano - O que a ecologia estuda
 
Inspiração das águas
Inspiração das águasInspiração das águas
Inspiração das águas
 
Biodiversidade ppt
Biodiversidade pptBiodiversidade ppt
Biodiversidade ppt
 
Apresentação de slide 7º ano
Apresentação de slide 7º anoApresentação de slide 7º ano
Apresentação de slide 7º ano
 
Unidade i a vida e o ambiente
Unidade i   a vida e o ambienteUnidade i   a vida e o ambiente
Unidade i a vida e o ambiente
 
9658355
96583559658355
9658355
 
Ecologia socorro
Ecologia socorroEcologia socorro
Ecologia socorro
 
Ecossistema
EcossistemaEcossistema
Ecossistema
 
Apostila piscicultura - prof christian de mello vieira - uft
Apostila   piscicultura - prof christian de mello vieira - uftApostila   piscicultura - prof christian de mello vieira - uft
Apostila piscicultura - prof christian de mello vieira - uft
 

Mais de BibEscolar Ninho Dos Livros

Jogo de memória "Tudo bem ser diferente"
Jogo de memória  "Tudo bem ser diferente"Jogo de memória  "Tudo bem ser diferente"
Jogo de memória "Tudo bem ser diferente"
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
"Os Adolescentes com PEA, como pensam e como sentem"
"Os Adolescentes com PEA, como pensam e como sentem""Os Adolescentes com PEA, como pensam e como sentem"
"Os Adolescentes com PEA, como pensam e como sentem"
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
O carnaval-na-floresta
O carnaval-na-floresta O carnaval-na-floresta
O carnaval-na-floresta
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Mostra documental novas aquisições
Mostra documental novas aquisiçõesMostra documental novas aquisições
Mostra documental novas aquisições
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
CDU - CLASSIFICAÇÃO DÉCIMAL UNIVERSAL
CDU - CLASSIFICAÇÃO DÉCIMAL UNIVERSALCDU - CLASSIFICAÇÃO DÉCIMAL UNIVERSAL
CDU - CLASSIFICAÇÃO DÉCIMAL UNIVERSAL
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Segue me -
Segue me -Segue me -

Mais de BibEscolar Ninho Dos Livros (7)

Jogo de memória "Tudo bem ser diferente"
Jogo de memória  "Tudo bem ser diferente"Jogo de memória  "Tudo bem ser diferente"
Jogo de memória "Tudo bem ser diferente"
 
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
Apresentacao da "História de uma Gaivota e de um Gato que a ensinou a voar"
 
"Os Adolescentes com PEA, como pensam e como sentem"
"Os Adolescentes com PEA, como pensam e como sentem""Os Adolescentes com PEA, como pensam e como sentem"
"Os Adolescentes com PEA, como pensam e como sentem"
 
O carnaval-na-floresta
O carnaval-na-floresta O carnaval-na-floresta
O carnaval-na-floresta
 
Mostra documental novas aquisições
Mostra documental novas aquisiçõesMostra documental novas aquisições
Mostra documental novas aquisições
 
CDU - CLASSIFICAÇÃO DÉCIMAL UNIVERSAL
CDU - CLASSIFICAÇÃO DÉCIMAL UNIVERSALCDU - CLASSIFICAÇÃO DÉCIMAL UNIVERSAL
CDU - CLASSIFICAÇÃO DÉCIMAL UNIVERSAL
 
Segue me -
Segue me -Segue me -
Segue me -
 

Último

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
Geagra UFG
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
Faga1939
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Mary Alvarenga
 

Último (20)

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
 

O mocho sábio 4º a e 4º b

  • 1. O MOCHO SÁBIO  TRABALHO DE PESQUISA PRODUZIDO NO ÂMBITO DA EXPLORAÇÃO DO LIVRO “O MOCHO SÁBIO” DE BEATRIZ LAMAS OLIVEIRA, EM ARTICULAÇÃO COM AS TURMAS A E B DO 4º ANO DE ESCOLARIDADE DA ESCOLA BÁSICA DO CARVALHAL, AS FAMÍLIAS E A BIBLIOTECA ESCOLAR
  • 2. O que é o habitat ?
  • 3.  Habitat (traduzido do latim, "ele habita") é um conceito usado em ecologia que inclui o espaço físico e os fatores abióticos que condicionam um ecossistema e por essa via determinam a distribuição das populações de determinada comunidade.  O conceito de habitat é, normalmente, usado em referência a uma ou mais espécies, no sentido de estabelecer os locais e as condições ambientais onde o estabelecimento de populações desses organismos é viável. Por exemplo, o habitat da truta são os cursos de água bem oxigenados e com baixa salinidade das zonas temperadas.  Apesar de o habitat ser um elemento da natureza, existem também os habitats artificiais, construídos pelo homem, normalmente para promover o aumento populacional de determinada espécie ou comunidade. Exemplos tão antigos como a história da humanidade incluem os campos de cultivo ou os criadouros de peixes.
  • 4. Exemplos de habitats  Habitats terrestres
  • 5. Exemplos de habitats  Habitats aquáticos
  • 6. O que é Biodiversidade
  • 7. Significado de Biodiversidade  Bio" significa "vida;"  Diversidade “significa "variedade".  Então, biodiversidade ou diversidade biológica compreende a totalidade de variedade de formas de vida que podemos encontrar na Terra (plantas, aves, mamíferos, insetos, microrganismos...).
  • 9. Três níveis de Biodiversidade  1) Diversidade genética - os indivíduos de uma mesma espécie não são geneticamente idênticos entre si. Cada indivíduo possui uma combinação única de genes que fazem com que alguns sejam mais altos e outros mais baixos, alguns possuam os olhos azuis enquanto outros os tenham castanhos, tenham o nariz chato ou pontiagudo.  As diferenças genéticas fazem com que a Terra possua uma grande variedade de vida.
  • 10.  2)Diversidade orgânica - os cientistas agrupam os indivíduos que possuem evolução semelhante em espécies.  Possuir a mesma história evolutiva faz com que cada espécie possua características únicas que não são compartilhadas com outros seres vivos.  Os cientistas já identificaram cerca de 1,75 milhões de espécies.  Algumas estimativas apontam que podem existir entre 10 a 30 milhões de espécies na Terra.
  • 11.  3) Diversidade ecológica - As populações da mesma espécie e de espécies diferentes interagem entre si formando comunidades;  Essas comunidades interagem com o ambiente formando ecossistemas, que interagem entre si formando paisagens, que formam os biomas. Desertos, florestas, oceanos, são tipos de biomas.  Cada um deles possui vários tipos de ecossistemas, os quais possuem espécies únicas.  Quando um ecossistema é ameaçado todas as suas espécies também são ameaçadas.
  • 12. Porque é importante a Biodiversidade  A biodiversidade é uma das propriedades fundamentais da natureza por ser responsável pelo equilíbrio e pela estabilidade dos ecossistemas.  A biodiversidade é fonte de imenso potencial econômico por ser a base das atividades agrícolas, pecuárias, pesqueiras, florestais e também a base da indústria da biotecnologia, ou seja, da fabricação de remédios, cosméticos, enzimas industriais, hormônios, sementes agrícolas.  A biodiversidade possui, além do seu valor intrínseco, valor ecológico, genético, social, econômico, científico, educacional, cultural, recreativo...  Com tamanha importância, é preciso conhecer e evitar a perda da biodiversidade
  • 13. Os principais processos responsáveis pela perda da biodiversidade são: 1. Perda e fragmentação dos habitats; 2. Introdução de espécies e doenças exóticas; 3. Exploração excessiva de espécies de plantas e de animais; 4. Uso de híbridos e monoculturas na Agroindústria e nos programas de reflorestamento; 5. Contaminação do solo, água e atmosfera por poluentes; 6. Mudanças climáticas.
  • 14. A coruja  Por que e que a coruja e considerada o bicho da sabedoria?
  • 15.  A coruja é considerada um dos símbolos mais conhecidos para a representação da sabedoria no ocidente.  Começou-se a usar a imagem desta muito antes dos nossos tempos. Aliás esta imagem remete para a Grécia antiga.  Os filósofos gregos acreditavam que a noite seria uma altura de grande inspiração e revelações intelectuais, como esta é um animal notívago a associação foi quase de imediato.  Atenas, a deusa grega da sabedoria possuía uma coruja como mascote
  • 16. RIO AVE  O Ave é um rio português, que nasce na serra da Cabreira, concelho de Vieira do Minho, a cerca de 1200 metros de altitude, no Pau da Bela.  Percorre cerca de 85 km até desaguar no Oceano Atlântico, a sul de Vila do Conde.  Em tempos foi considerado um dos rios mais poluídos de Portugal, devido ao lixo das fábricas, ao lixo doméstico e aos esgotos.
  • 18. Principal medida para a despoluição  Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR).  A despoluição que foi prometida está a ser bem sucedida, devido ao tratamento do rio.
  • 19. Alguns peixes que existem no Rio Ave ACHIGÃ CARPA PIMPÃO
  • 20. RIO CÁVADO  O Cávado é um rio de Portugal que nasce na Serra do Larouco (Montalegre), a uma altitude de cerca de 1520 metros;  Desagua no Oceano Atlântico junto a Esposende, após um percurso de 135 km.  A bacia hidrográfica do rio Cávado apresenta uma capacidade total de armazenamento de recursos hídricos de quase 30% do total existente em Portugal.  Nela foram construídas algumas barragens para aproveitamento hidroelétrico.  Vivem nos vales dos rios Ave e Cávado, embora em pouca quantidade, os nossos já queridos mochos galegos.
  • 21. Alguns peixes que existem no Rio Cávado TRUTA CARPA ENGUIA
  • 22. BIOLOGIA Biologia deriva de duas palavras gregas que são: bios = vida; logos = estudo, ou seja, o “estudo da vida”…  Biologia é a ciência que estuda a vida, ou seja, os animais, vegetais e todos os seres vivos de nosso planeta.  Esta ciência é de extrema importância para o entendimento do funcionamento do nosso ecossistema.  Cada vez mais o homem utiliza os conhecimentos de biologia para melhorar as relações que os seres vivos possuem na natureza.
  • 23. BIBLIOGRAFIA/ NETGRAFIA  pt.wikipedia.org  pt.wikibooks.org  projectomontantejusante.blogspot.pt  www.infopedia.pt  www.portugalpesca.com  naturlink.sapo.pt  www.jn.pt
  • 24. AUTORES  Alunos da Escola Básica do Carvalhal:  4º ano turma A –Professora Isabel Oliveira  4 ano turma B - Professora Isabel Maia  Em Articulação com a Biblioteca Escolar – Professora Bibliotecária Conceição Ferreira e professora Fátima Lemos  Janeiro e fevereiro de 2015