SlideShare uma empresa Scribd logo
ECOLOGIA
INTRODUÇÃO À ECOLOGIA
O que é ecologia?
Deriva do grego “oikos” com sentido de casa e “logos” que
significa estudo.
•Supervisiona parques florestais
•Avaliar impactos por obras/danos ao ambiente
•Trabalham em empresas como extração de petróleo
•Ecoturismo
•Professor/pesquisador
O que fazem os ecólogos?
Homem primitivo x conhecimentos ecológicos. Era
necessário?
Na sociedade primitiva, para sobreviver, todos os indivíduos
precisavam conhecer o seu ambiente, ou seja, as forças da
natureza e os vegetais e os animais a sua volta.
•Hipócrates, Aristóteles e outros filósofos gregos: fazem
referência a temas ecológicos em suas obras.
•Idade Média: visão aristotélica da natureza, isto é, a
natureza sempre esteve em “equilíbrio perfeito”.
HISTÓRICO
a) muitas espécies foram extintas no decorrer dos tempos;
b)existe competição causada por pressão populacional;
c)a seleção natural e a luta pela existência são mecanismos
evidenciáveis na natureza.
*Darwin (1859) e Malthus mudaram a visão aristotélica e a
base para essa mudança de pensamento baseou-se nos
seguintes fatos:
*Ernest Haeckel, em 1866 na Alemanha, propôs pela primeira
vez o termo ecologia – “Estudo da casa”
“Ecologia é o estudo de todas as inter-relações
complexas denominadas por Darwin como as
condições da luta pela existência.” Ou, ainda, a
ecologia era “a ciência capaz de compreender a
relação do organismo com o seu ambiente.”
Conceito importante que é o de níveis de organização, o qual
pode ser entendido como um conjunto de entidades, sejam elas
genes, células, ou mesmo espécies, agrupadas em uma ordem
crescente de complexidade.
O que é um Ecossistema?
HIERARQUIA DOS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO
Quanta vida na Terra!
DEFINIÇÕES BÁSICAS
Espécie: dois ou mais organismos são considerados da
mesma espécie, quando podem se reproduzir, originando
descendentes férteis
Populações: formadas por organismos da mesma espécie,
isto é, um conjunto de organismos que podem se reproduzir
produzindo descendentes férteis.
Comunidades: conjunto de todas as populações que ocupam
uma determinada área.
A comunidade é dividida em componentes vivos que chamamos
bióticos; em contrapartida, o conjunto formado por regime de
chuvas, temperatura, luz, umidade, minerais do solo enfim, toda
a parte não viva, é chamada de componentes abióticos.
Ecossistema: formada pela comunidade e o ambiente não vivo (abiótico)
Todas as relações dos organismos entre si, e com seu meio ambiente, ou
dito de outra forma, a todas as relações entre os fatores bióticos e
abióticos em uma determinada área, chamamos ecossistema.
Hábitat: Local onde uma ou mais espécie vive.
Ex.: O hábitat do lobo guará é o cerrado.
Nicho Ecológico: É a função ou papel desempenhado pelos
organismos de determinada espécie em seu ambiente de vida.
“Unidade mais íntima da distribuição de uma espécie (modo peculiar a
cada grupo de organismo de obter sua energia, dentro do seu hábitat)”
BIOSFERA OU ECOSFERA: A terra é composta por vários ecossistemas
sejam eles aquáticos, terrestres ou até mesmo aéreos. A soma de todos
estes ecossistemas chamamos de biosfera. Portanto, a biosfera seria a
parte na qual ocorre vida no planeta e na qual a vida tem o poder de ação
sobre o mesmo.
Biomas: subdivisões dos grandes ambientes da terra : mar (Talassociclo);
água doce (Limnociclo) e terrestre (Epinociclo) que é caracterizados
principalmente pelos componente vegetal.
Ecótone: Transição entre duas ou mais comunidades distintas
pertencentes a diferentes ecossistemas.
Ex: “transição entre o campo e um lago”
ECOLOGIA TRÓFICA
Este termo ecológico representa o vínculo existente entre um
grupo de organismos presentes em um ecossistema, os quais
são regulados pela relação predador-presa. É através da
cadeia alimentar, ou cadeia trófica, que é possível a
transferência de energia entre os seres vivos.
1. Cadeias alimentares
Fluxo de energia e de nutrientes com elos (níveis tróficos)
interligados entre organismos vivos.
Cadeia Alimentar e Teia alimentar
PRODUTORES - São os organismos capazes de fazer fotossíntese ou
quimiossíntese.
Fotossíntese: produzem e acumulam energia através de processos
bioquímicos utilizando como matéria prima a água, gás carbônico e luz. Ex:
Plantas
Quimiossíntese: utilizada para a síntese de matéria orgânica não é luz mas
a energia liberada nas reações químicas de oxidação efetuadas nas células
(como por exemplo em reações de oxidação de compostos de enxofre). Ex:
bactérias
A CADEIA OU REDE ALIMENTAR É CONSTITUÍDA PELOS
SEGUINTES NÍVEIS:
CONSUMIDORES PRIMÁRIOS: São os animais que se alimentam dos
produtores, ou seja, são as espécies herbívoras. Os
consumidores primários podem ser desde microscópicas larvas
planctônicas, ou invertebrados bentônicos (de fundo) pastadores, até
grandes mamíferos terrestres como a girafa e o elefante.
CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS: São os animais que se alimentam
dos herbívoros, a primeira categoria de animais carnívoros.
CONSUMIDORES TERCIÁRIOS: São os grandes predadores como
os tubarões, orcas e leões, os quais capturam grandes
presas, sendo considerados os predadores de topo de
cadeia. Tem como característica, normalmente, o
grande tamanho e menores densidades populacionais.
DECOMPOSITORES: São os organismos responsáveis pela
decomposição da matéria orgânica, transformando-a em
nutrientes minerais que se tornam novamente disponíveis
no ambiente. Os decompositores, representados pelas
bactérias e fungos, são os últimos elo da cadeia trófica,
fechando o ciclo.
ONÍVORO: Alimentam-se de tudo
•O conjunto de indivíduos que se alimenta dos mesmos nutrientes estão
colocados em um mesmo nível trófico.
•Os produtores estão colocados no 1º nível trófico
•Os consumidores primários, aqueles que se alimentam dos produtores,
são herbívoros e constituem o 2º nível trófico
•Os consumidores secundários compõem o 3º nível trófico, sendo os
carnívoros Após esses existe o 4º nível trófico e assim por diante
•Os decompositores ocupam sempre o último nível da transferência de
energia formando um grupo especial que degrada tanto produtores quanto
consumidores
Níveis Tróficos
Cadeia alimentar
“Entretanto, a cadeia alimentar não mostra o quanto
complexas são as relações tróficas em um ecossistema”. Para
isso utiliza-se o conceito de teia alimentar, o qual representa
uma verdadeira situação encontrada em um ecossistema, ou
seja, várias cadeias interligadas ocorrendo simultaneamente
2. Teias alimentares
Ecologia socorro
QUAL A IMPORTÂNCIA DE SE CONHECER AS CADEIAS
ALIMENTARES?
Uso natural de animais ou plantas que possam controlar
ou equilibrar o ecossistema de forma a evitar o uso de
pesticidas e quaisquer outras formas artificiais que possam
desequilibrar em longo prazo o ambiente, ou ainda, provocar
sérias reações nos animais e até os seres humanos que ali
habitam.
Exemplos de controle biológico:
- peixes no controle da esquistossomose;
- peixes no controle de larvas de Aedes aegypti ;
- bactérias e vírus no controle de pragas e insetos.
3. Pirâmides ecológicas
a- Pirâmides de números: considera-se apenas a densidade
(n° indivíduo/área ou volume) em diferentes níveis
tróficos.
b- Pirâmides de biomassa: considera-se a biomassa
(unidade de massa/área ou volume)
c- Pirâmides energéticas: indica a magnitude energética das
interações tróficas dentro de uma comunidade.
O QUE SE ENTENDE POR DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL?
“Atender às necessidades e aspirações do
presente, sem comprometer a possibilidade
de atende-las no futuro.”
 1-O que estuda a ecologia?
 2- Por que dizemos que os seres vivos são sempre consumidores primários 
nas cadeias alimentares?
 3- Baseado nos conceitos de habitat e nicho ecológico, responda: porque 
espécies que ocupam o mesmo habitat e o mesmo nicho tendem a entrar em 
competição?
 4-Justifique a importância ecológica dos produtores e dos decompositores 
nos ecossistemas.
5-Conceitue teias alimentares. 
 
Exercícios
Ecologia socorro
1-O que estuda a ecologia?
Estuda a interação dos organismos com o seu ambiente físico e com outros organismos que
vivem nele
2- Por que dizemos que os seres vivos são sempre consumidores primários nas cadeias
alimentares?
Por que os herbívoros só se alimentam de algas e plantas (produtores). Consumidores primários
são aqueles que se alimentam de produtores, ou seja, nas cadeias alimentares, são os
consumidores que vem após os produtores, daí o nome primário
3- Baseado nos conceitos de habitat e nicho ecológico, responda: porque espécies que
ocupam o mesmo habitat e o mesmo nicho tendem a entrar em competição?
Porque eles disputarão no mesmo local, os mesmo recursos, como alimento.
4-Justifique a importância ecológica dos produtores e dos decompositores nos
ecossistemas.
Os produtores constituem a base das cadeias alimentares. Os decompositores permitem a
reciclagem da matéria na natureza

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
Marcionedes De Souza
 
Bases da ecologia
Bases da ecologiaBases da ecologia
Bases da ecologia
Werner Mendoza Blanco
 
Ecologia
Ecologia Ecologia
Ecologia
BIOGERALDO
 
Ecologia
Ecologia  Ecologia
Ecologia
Vanessa Anzolin
 
Aula da Especialidade de Ecologia
Aula da Especialidade de Ecologia Aula da Especialidade de Ecologia
Aula da Especialidade de Ecologia
Filhos da Rocha
 
Cap 03 a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
Cap 03   a transferência de energia e de matéria num ecossistema.Cap 03   a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
Cap 03 a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
rafaelcef3
 
Especialidade [DESBRAVADORES] ecologia
Especialidade [DESBRAVADORES] ecologiaEspecialidade [DESBRAVADORES] ecologia
Especialidade [DESBRAVADORES] ecologia
Ronaldo Santana
 
Conceitos De Ecologia Aula
Conceitos De Ecologia AulaConceitos De Ecologia Aula
Conceitos De Ecologia Aula
CPM
 
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasConceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Antonio Fernandes
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
Andrea Barreto
 
Apostila ecologia
Apostila ecologiaApostila ecologia
Apostila ecologia
Robson alex santos
 
Ecologia
Ecologia Ecologia
Fundamentos em Ecologia
Fundamentos em EcologiaFundamentos em Ecologia
Fundamentos em Ecologia
Estude Mais
 
Conceitos em ecologia e ecossistemas silviaaa
Conceitos em ecologia e ecossistemas silviaaaConceitos em ecologia e ecossistemas silviaaa
Conceitos em ecologia e ecossistemas silviaaa
Med. Veterinária 2011
 
1 historia da ecologia aula 1
1 historia da ecologia   aula 11 historia da ecologia   aula 1
1 historia da ecologia aula 1
Yang Araújo Neiva
 
Resumo fluxo de energia e ciclo da matéria
Resumo fluxo de energia e ciclo da matériaResumo fluxo de energia e ciclo da matéria
Resumo fluxo de energia e ciclo da matéria
Lucca
 
Apostila de ecologia 1
Apostila de ecologia 1Apostila de ecologia 1
Apostila de ecologia 1
Juh Rodrigues
 
Ecologia – Conceitos BáSicos
Ecologia – Conceitos BáSicosEcologia – Conceitos BáSicos
Ecologia – Conceitos BáSicos
Diego Yamazaki Bolano
 
Aula 1 conceitos de ecologia
Aula 1   conceitos de ecologiaAula 1   conceitos de ecologia
Aula 1 conceitos de ecologia
Grupo UNIASSELVI
 
Biosfera power point
Biosfera  power point Biosfera  power point
Biosfera power point
margaridabt
 

Mais procurados (20)

Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
 
Bases da ecologia
Bases da ecologiaBases da ecologia
Bases da ecologia
 
Ecologia
Ecologia Ecologia
Ecologia
 
Ecologia
Ecologia  Ecologia
Ecologia
 
Aula da Especialidade de Ecologia
Aula da Especialidade de Ecologia Aula da Especialidade de Ecologia
Aula da Especialidade de Ecologia
 
Cap 03 a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
Cap 03   a transferência de energia e de matéria num ecossistema.Cap 03   a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
Cap 03 a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
 
Especialidade [DESBRAVADORES] ecologia
Especialidade [DESBRAVADORES] ecologiaEspecialidade [DESBRAVADORES] ecologia
Especialidade [DESBRAVADORES] ecologia
 
Conceitos De Ecologia Aula
Conceitos De Ecologia AulaConceitos De Ecologia Aula
Conceitos De Ecologia Aula
 
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasConceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
 
Apostila ecologia
Apostila ecologiaApostila ecologia
Apostila ecologia
 
Ecologia
Ecologia Ecologia
Ecologia
 
Fundamentos em Ecologia
Fundamentos em EcologiaFundamentos em Ecologia
Fundamentos em Ecologia
 
Conceitos em ecologia e ecossistemas silviaaa
Conceitos em ecologia e ecossistemas silviaaaConceitos em ecologia e ecossistemas silviaaa
Conceitos em ecologia e ecossistemas silviaaa
 
1 historia da ecologia aula 1
1 historia da ecologia   aula 11 historia da ecologia   aula 1
1 historia da ecologia aula 1
 
Resumo fluxo de energia e ciclo da matéria
Resumo fluxo de energia e ciclo da matériaResumo fluxo de energia e ciclo da matéria
Resumo fluxo de energia e ciclo da matéria
 
Apostila de ecologia 1
Apostila de ecologia 1Apostila de ecologia 1
Apostila de ecologia 1
 
Ecologia – Conceitos BáSicos
Ecologia – Conceitos BáSicosEcologia – Conceitos BáSicos
Ecologia – Conceitos BáSicos
 
Aula 1 conceitos de ecologia
Aula 1   conceitos de ecologiaAula 1   conceitos de ecologia
Aula 1 conceitos de ecologia
 
Biosfera power point
Biosfera  power point Biosfera  power point
Biosfera power point
 

Semelhante a Ecologia socorro

Ecologia power point
Ecologia   power pointEcologia   power point
Ecologia power point
Suely namaste
 
Nt6
Nt6Nt6
Nt6
dcl3007
 
Nt4
Nt4Nt4
Nt4
dcl3007
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
Alinehl
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
barucalves
 
Biologia 6 mais ecologia.ppt
Biologia 6 mais ecologia.pptBiologia 6 mais ecologia.ppt
Biologia 6 mais ecologia.ppt
RomaldeDanielRomalde
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
Killer Max
 
Aula Ecologia.ppt
Aula Ecologia.pptAula Ecologia.ppt
Aula Ecologia.ppt
celembio
 
Aula Ecologia energia básico para os ano
Aula Ecologia energia básico para os anoAula Ecologia energia básico para os ano
Aula Ecologia energia básico para os ano
TainTeixeiraBiolouka
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
Magali Feldmann
 
3 4 intro ecologia
3 4 intro ecologia3 4 intro ecologia
3 4 intro ecologia
professorfabiovalente
 
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemasFluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Tia Fátima Assis Lepesqueur
 
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemasFluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Tia Fátima Assis Lepesqueur
 
Semi ecologia geral
Semi ecologia geralSemi ecologia geral
Semi ecologia geral
aulasdotubao
 
Biologia - Luciana.pdf
Biologia - Luciana.pdfBiologia - Luciana.pdf
Biologia - Luciana.pdf
RogrioArajo31
 
6 ano a b -c
6 ano a   b -c6 ano a   b -c
6 ano a b -c
profluiza
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
Magali Feldmann
 
03 ecologia relacoes troficas
03 ecologia   relacoes troficas03 ecologia   relacoes troficas
03 ecologia relacoes troficas
rommel andrade
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
Nanda Freitas
 
A infinita variedade da vida
A infinita variedade da vidaA infinita variedade da vida
A infinita variedade da vida
Romualdo Caetano Barros
 

Semelhante a Ecologia socorro (20)

Ecologia power point
Ecologia   power pointEcologia   power point
Ecologia power point
 
Nt6
Nt6Nt6
Nt6
 
Nt4
Nt4Nt4
Nt4
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Biologia 6 mais ecologia.ppt
Biologia 6 mais ecologia.pptBiologia 6 mais ecologia.ppt
Biologia 6 mais ecologia.ppt
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
 
Aula Ecologia.ppt
Aula Ecologia.pptAula Ecologia.ppt
Aula Ecologia.ppt
 
Aula Ecologia energia básico para os ano
Aula Ecologia energia básico para os anoAula Ecologia energia básico para os ano
Aula Ecologia energia básico para os ano
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
3 4 intro ecologia
3 4 intro ecologia3 4 intro ecologia
3 4 intro ecologia
 
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemasFluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
 
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemasFluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
 
Semi ecologia geral
Semi ecologia geralSemi ecologia geral
Semi ecologia geral
 
Biologia - Luciana.pdf
Biologia - Luciana.pdfBiologia - Luciana.pdf
Biologia - Luciana.pdf
 
6 ano a b -c
6 ano a   b -c6 ano a   b -c
6 ano a b -c
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
03 ecologia relacoes troficas
03 ecologia   relacoes troficas03 ecologia   relacoes troficas
03 ecologia relacoes troficas
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
A infinita variedade da vida
A infinita variedade da vidaA infinita variedade da vida
A infinita variedade da vida
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 

Ecologia socorro

  • 2. INTRODUÇÃO À ECOLOGIA O que é ecologia? Deriva do grego “oikos” com sentido de casa e “logos” que significa estudo. •Supervisiona parques florestais •Avaliar impactos por obras/danos ao ambiente •Trabalham em empresas como extração de petróleo •Ecoturismo •Professor/pesquisador O que fazem os ecólogos?
  • 3. Homem primitivo x conhecimentos ecológicos. Era necessário? Na sociedade primitiva, para sobreviver, todos os indivíduos precisavam conhecer o seu ambiente, ou seja, as forças da natureza e os vegetais e os animais a sua volta. •Hipócrates, Aristóteles e outros filósofos gregos: fazem referência a temas ecológicos em suas obras. •Idade Média: visão aristotélica da natureza, isto é, a natureza sempre esteve em “equilíbrio perfeito”. HISTÓRICO
  • 4. a) muitas espécies foram extintas no decorrer dos tempos; b)existe competição causada por pressão populacional; c)a seleção natural e a luta pela existência são mecanismos evidenciáveis na natureza. *Darwin (1859) e Malthus mudaram a visão aristotélica e a base para essa mudança de pensamento baseou-se nos seguintes fatos:
  • 5. *Ernest Haeckel, em 1866 na Alemanha, propôs pela primeira vez o termo ecologia – “Estudo da casa” “Ecologia é o estudo de todas as inter-relações complexas denominadas por Darwin como as condições da luta pela existência.” Ou, ainda, a ecologia era “a ciência capaz de compreender a relação do organismo com o seu ambiente.”
  • 6. Conceito importante que é o de níveis de organização, o qual pode ser entendido como um conjunto de entidades, sejam elas genes, células, ou mesmo espécies, agrupadas em uma ordem crescente de complexidade. O que é um Ecossistema?
  • 7. HIERARQUIA DOS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO
  • 8. Quanta vida na Terra!
  • 9. DEFINIÇÕES BÁSICAS Espécie: dois ou mais organismos são considerados da mesma espécie, quando podem se reproduzir, originando descendentes férteis Populações: formadas por organismos da mesma espécie, isto é, um conjunto de organismos que podem se reproduzir produzindo descendentes férteis. Comunidades: conjunto de todas as populações que ocupam uma determinada área. A comunidade é dividida em componentes vivos que chamamos bióticos; em contrapartida, o conjunto formado por regime de chuvas, temperatura, luz, umidade, minerais do solo enfim, toda a parte não viva, é chamada de componentes abióticos.
  • 10. Ecossistema: formada pela comunidade e o ambiente não vivo (abiótico) Todas as relações dos organismos entre si, e com seu meio ambiente, ou dito de outra forma, a todas as relações entre os fatores bióticos e abióticos em uma determinada área, chamamos ecossistema. Hábitat: Local onde uma ou mais espécie vive. Ex.: O hábitat do lobo guará é o cerrado. Nicho Ecológico: É a função ou papel desempenhado pelos organismos de determinada espécie em seu ambiente de vida. “Unidade mais íntima da distribuição de uma espécie (modo peculiar a cada grupo de organismo de obter sua energia, dentro do seu hábitat)”
  • 11. BIOSFERA OU ECOSFERA: A terra é composta por vários ecossistemas sejam eles aquáticos, terrestres ou até mesmo aéreos. A soma de todos estes ecossistemas chamamos de biosfera. Portanto, a biosfera seria a parte na qual ocorre vida no planeta e na qual a vida tem o poder de ação sobre o mesmo. Biomas: subdivisões dos grandes ambientes da terra : mar (Talassociclo); água doce (Limnociclo) e terrestre (Epinociclo) que é caracterizados principalmente pelos componente vegetal. Ecótone: Transição entre duas ou mais comunidades distintas pertencentes a diferentes ecossistemas. Ex: “transição entre o campo e um lago”
  • 12. ECOLOGIA TRÓFICA Este termo ecológico representa o vínculo existente entre um grupo de organismos presentes em um ecossistema, os quais são regulados pela relação predador-presa. É através da cadeia alimentar, ou cadeia trófica, que é possível a transferência de energia entre os seres vivos. 1. Cadeias alimentares Fluxo de energia e de nutrientes com elos (níveis tróficos) interligados entre organismos vivos. Cadeia Alimentar e Teia alimentar
  • 13. PRODUTORES - São os organismos capazes de fazer fotossíntese ou quimiossíntese. Fotossíntese: produzem e acumulam energia através de processos bioquímicos utilizando como matéria prima a água, gás carbônico e luz. Ex: Plantas Quimiossíntese: utilizada para a síntese de matéria orgânica não é luz mas a energia liberada nas reações químicas de oxidação efetuadas nas células (como por exemplo em reações de oxidação de compostos de enxofre). Ex: bactérias A CADEIA OU REDE ALIMENTAR É CONSTITUÍDA PELOS SEGUINTES NÍVEIS:
  • 14. CONSUMIDORES PRIMÁRIOS: São os animais que se alimentam dos produtores, ou seja, são as espécies herbívoras. Os consumidores primários podem ser desde microscópicas larvas planctônicas, ou invertebrados bentônicos (de fundo) pastadores, até grandes mamíferos terrestres como a girafa e o elefante. CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS: São os animais que se alimentam dos herbívoros, a primeira categoria de animais carnívoros.
  • 15. CONSUMIDORES TERCIÁRIOS: São os grandes predadores como os tubarões, orcas e leões, os quais capturam grandes presas, sendo considerados os predadores de topo de cadeia. Tem como característica, normalmente, o grande tamanho e menores densidades populacionais. DECOMPOSITORES: São os organismos responsáveis pela decomposição da matéria orgânica, transformando-a em nutrientes minerais que se tornam novamente disponíveis no ambiente. Os decompositores, representados pelas bactérias e fungos, são os últimos elo da cadeia trófica, fechando o ciclo. ONÍVORO: Alimentam-se de tudo
  • 16. •O conjunto de indivíduos que se alimenta dos mesmos nutrientes estão colocados em um mesmo nível trófico. •Os produtores estão colocados no 1º nível trófico •Os consumidores primários, aqueles que se alimentam dos produtores, são herbívoros e constituem o 2º nível trófico •Os consumidores secundários compõem o 3º nível trófico, sendo os carnívoros Após esses existe o 4º nível trófico e assim por diante •Os decompositores ocupam sempre o último nível da transferência de energia formando um grupo especial que degrada tanto produtores quanto consumidores Níveis Tróficos
  • 18. “Entretanto, a cadeia alimentar não mostra o quanto complexas são as relações tróficas em um ecossistema”. Para isso utiliza-se o conceito de teia alimentar, o qual representa uma verdadeira situação encontrada em um ecossistema, ou seja, várias cadeias interligadas ocorrendo simultaneamente 2. Teias alimentares
  • 20. QUAL A IMPORTÂNCIA DE SE CONHECER AS CADEIAS ALIMENTARES? Uso natural de animais ou plantas que possam controlar ou equilibrar o ecossistema de forma a evitar o uso de pesticidas e quaisquer outras formas artificiais que possam desequilibrar em longo prazo o ambiente, ou ainda, provocar sérias reações nos animais e até os seres humanos que ali habitam. Exemplos de controle biológico: - peixes no controle da esquistossomose; - peixes no controle de larvas de Aedes aegypti ; - bactérias e vírus no controle de pragas e insetos.
  • 21. 3. Pirâmides ecológicas a- Pirâmides de números: considera-se apenas a densidade (n° indivíduo/área ou volume) em diferentes níveis tróficos. b- Pirâmides de biomassa: considera-se a biomassa (unidade de massa/área ou volume) c- Pirâmides energéticas: indica a magnitude energética das interações tróficas dentro de uma comunidade.
  • 22. O QUE SE ENTENDE POR DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL? “Atender às necessidades e aspirações do presente, sem comprometer a possibilidade de atende-las no futuro.”
  • 25. 1-O que estuda a ecologia? Estuda a interação dos organismos com o seu ambiente físico e com outros organismos que vivem nele 2- Por que dizemos que os seres vivos são sempre consumidores primários nas cadeias alimentares? Por que os herbívoros só se alimentam de algas e plantas (produtores). Consumidores primários são aqueles que se alimentam de produtores, ou seja, nas cadeias alimentares, são os consumidores que vem após os produtores, daí o nome primário 3- Baseado nos conceitos de habitat e nicho ecológico, responda: porque espécies que ocupam o mesmo habitat e o mesmo nicho tendem a entrar em competição? Porque eles disputarão no mesmo local, os mesmo recursos, como alimento. 4-Justifique a importância ecológica dos produtores e dos decompositores nos ecossistemas. Os produtores constituem a base das cadeias alimentares. Os decompositores permitem a reciclagem da matéria na natureza