SlideShare uma empresa Scribd logo
Outubro / 2010
Por uma cidade mais justa e sustentável
Movimento Social
SURGIMENTO
Movimentos coletivos de ação social com capacidade de
incidência em estruturas de poder tradicionais
Conjunto
de opiniões
comuns
Grupos sociais –
organização
da sociedade –
identificação
Mudança de uma
realidade –
estrutura social ou
distribuição da riqueza
social
estrutura
política
ações sociais
paralelas
primórdios da
civilização
luta de
classes
Revolução
Industrial
Movimento Operário e
Movimento Camponês
DEFINIÇÃO
Movimento Social
Brasil > anos 60 > início da organização social para
defesa de interesses populares
Anos 90 > mudança de paradigmas
Sociedade organizada
Movimento Operário, Movimento Hippie, Movimento Feminista,
MST, Fórum Social Mundial, Bogotá Como Vamos?
Movimento sociais não são agentes de perturbação da ordem
(antigas análises conservadoras)
CO-RESPONSABILIDADE
O Movimento Social surge devido à geração de uma
responsabilidade coletiva sobre a vida social
A lógica do movimento social está embasada no pensamento de
que:
“produzir não significa mais transformar os recursos naturais e
humanos em mercadorias para a troca (...) Significa, ao
contrário, controlar sistemas complexos de informações, de
símbolos, de relações sociais” (Melucci, 2001; p.80).
Um movimento social passa por um processo de convocação de
vontades para uma mudança de realidade, por meio de
propósitos comuns, estabelecidos em consenso. Envolve o
compartilhamento de discursos, visões e informações e, por
isso, exige ações de comunicação em seu sentido mais amplo.
MNBH – incentivo ao controle social
na governança da cidade
QUEM ESTÁ DENTRO DE UM MOVIMENTO SOCIAL? POR QUÊ?
Sentimento de comunidade
Auto-preservação: a comunidade guarda sua memória
Homogeneidade: tendência à criação de determinados padrões de
convivência sócio-culturais rígidos
“Aconchego”: sensação de que “aqui é meu lugar”; proteção;
empodeiramento
Pertencimento: se dá pela identificação uns com os outros
Como lidar no cotidiano com tantas pessoas diferentes?
Fala técnica traduzida numa linguagem inteligível e
compartilhada
Dar acesso amplo a informações qualificadas
Desenvolver competências na comunidade para o trato com
as questões envolvidas
COMO É POSSÍVEL TRABALHAR A MOBILIZAÇÃO DAS PESSOAS E
DAS COMUNIDADES NUM CENÁRIO CONTEMPORÂNEO TÃO
COMPLEXO, MÚLTIPLO E DIVERSO?
Identificar:
Os pólos
comunitários
Os pólos de
informação
A mídia local
O POTENCIAL MOBILIZADOR
Avaliar
a presença de:
Grupos
organizados
Grupos de pressão
Setores público e
privado
Verificar a existência
de:
Projetos
mobilizadores já
ocorridos
Reconhecimento dos
LÍDERES e dos
ANIMADORES
Grupos com tradição
de mobilização
Funções da COMUNICAÇÃO para mobilização social:
COLETIVIZAÇÃO VINCULAÇÃO
MOBILIZAÇÃO
objetivos pré-definidos,
um propósito comum - daquilo que convém a todos,
orientada para a construção de um projeto de futuro,
percepções e ações se deslocam todo o tempo do
interesse individual para o coletivo
CO-RESPONSABILIDADECO-RESPONSABILIDADE
RAZÕES DO FRACASSO NA MOBILIZAÇÃO DAS COMUNIDADES
Falta de uma tradição mobilizadora
Divisão política polarização
Origens da comunidade (formação histórica)
Falta de animador(es)
Geração das identidades na comunidade (“enraizamento”)
Ausência ou presença do poder público
Perfil da comunidade (de idade, de gênero, cultural)
A vinculação ideal dos públicos aspirada por todo e qualquer
projeto de mobilização encontra-se no nível da
co-responsabilidade.
Sobre o Nossa BH
 O Nossa BH é um movimento social constituído por indivíduos e
organizações interessados no futuro de Belo Horizonte.
 Compromisso de atuação sem qualquer conotação partidária e
religiosa ou qualquer interessante específico, clientelista e/ou
pontual.
Plenária do Movimento Nossa BH,
na Escola de Arquitetura UFMG,
março 2010
Tema: PL 820/09 – Nova Lei de
Uso e Ocupação do Solo de BH
 O Nossa BH trabalha para
ampliar a participação de
lideranças comunitárias,
organizações sociais e
universitárias, empresas e
cidadãos na deliberação e
gestão dos temas de interesse
público.
Reuniões de GTs do Nossa BH
Voluntários que atuam em GTs
Mobilização para plenárias e audiências
Realiza
discussões,
estudos,
análises e
encontros
sobre
temas da
cidade.
O GT
Comunicação
mobiliza
cidadãos para
participarem
de
deliberações
sobre Belo
Horizonte.
Os GTs
buscam
organizar e
publicizar
indicadores
de gestão
urbana e
qualidade de
vida de BH.
Acompanhamento do
Legislativo
Comunicação
Cultura
Educação Copa
Orçamento Público
Sustentabilidade
Mobilidade
Urbana
Sobre o Nossa BH
A idéia é mobilizar as pessoas da sociedade civil para construírem
uma nova proposta de cidade que seja
 boa para todos que nela vivem,
 desenvolvida (de alto valor econômico, cultural, ambiental e social)
e
 segura
Como imaginamos “Nossa Belo Horizonte” daqui a 4, 10, 20
anos?
Interpretando Italo Calvino, toda cidade é imaginada, porque não podemos
ter uma visão total dela.
Inspirações
Café com Oded - ADCE
Plenária PELO 07
Financiamento da educação municipal
Café com Oded
Oded Grajew e Marisa Seoane, Fiemg
Câmara Municipal
Participação PPAG, Glaucia Barros, Avina
Memória
Boletim informativo
semanal
Envio por email
para mais
de 7 mil pessoas
Convites
site > www.nossabh.org.br
Blog > http://movimentonossabh.blogspot.com
Movimentos por cidades justas e
sustentáveis
 Na América Latina > Há doze anos, uma mobilização em Bogotá,
na Colômbia, inspira lideranças latino-americanas a conquistar e
efetivar a participação da sociedade civil na gestão pública.
 No Brasil > Desde 2007: São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói,
Ilhabela, Teresópolis, Belém, Recife, São Luís e Belo Horizonte.
Outros começam a se articular em Brasília, Goiânia e Salvador.
08/07/08
Rede Brasileira
por Cidades
17/10/08
Constituída a Rede
Latinoamericana de
Cidades Sustentáveis
Início das
Atividades
do Nossa BH
2008
Nossa BH no Izabela Hendrix
1º ENCONTRO
Museu Abílio Barreto
Bernardo Toro
e Oded Grajew
2º ENCONTRO
Palácio das Artes
3º ENCONTRO
UNA
4º ENCONTRO
SICEPOT
Constituição dos
Grupos de Trabalho
para estruturação
do Movimento
08/07/2008
04/08/2008
10/09/2008
02/10/2008
OUT
Aprovação da
Carta de princípios
(1ª versão) e do nome
Do Movimento
“Nossa BH”
Preparativos
para o
lançamento
Movimento
BH Mais Justa
e Sustentável
::: 60 participantes :::
::: 50 participantes :::
::: 100 participantes :::
Reuniões
dos GTs
Reuniões
dos GTs
BH representada
no Bogotá
Como Vamos
JAN A JUN
2008
DEZ
2007
::: 60 participantes :::
5º ENCONTRO
SICEPOT
04/11/2008
Apresentação da
Secretaria executiva e
da marca aprovada do
movimento. Definições
sobre evento de
lançamento. Grupos de
Trabalho.
JUL AGO SET NOV DEZEMBRO
Reuniões
dos GTs
Início
da mobilização
em BH
EVENTO DE
LANÇAMENTO
11/12/2008
Histórico
Principais Resultados
PELO 01 – Retira poder de conselhos municipais deliberativos. Em tramitação, aguarda articulações.
O MNBH mobilizou conselhos e cidadãos, que pressionaram vereadores para não votarem o projeto.
PELO 04 – Lei de metas e resultados. em tramitação, votação em 2º turno, aprovação prevista até
dezembro 2010. http://www.cmbh.mg.gov.br/index.php?option=com_wrapper&Itemid=582
PELO 07 – Diminui percentual de financiamento da educação municipal. MNBH mobilizou escolas,
professores, sindicatos. PBH retirou a proposta da tramitação na Câmara.
PL 820 – Nova lei de uso e ocupação, que ficou “engavetada” por 7 anos. MNBH realizou plenárias com
poder público, empresários da const.civil, lideranças e profissionais da área. O MNBH mobilizou a sociedade e
provocou a votação na Câmara.
PL 998 – Tramita na Câmara projeto para Coleta Participativa de Recicláveis em escolas municipais.
O MNBH fez substitutivo para esse PL, que deve ser acatado pela Câmara e logo entra na pauta.
PPAG – PLOA – EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA
O MNBH, por meio do GT Orçamento, acompanha os gastos e receitas do município. O grupo participa da
construção do PPAG, sugerindo metas de gastos e monitorando a execução das diretrizes orçamentárias.
Curso “Orçamento Público e Mecanismos de Participação” - já houveram duas
edições, na Câmara, público cidadãos, lideranças, interessados no tema. Objetivo de qualificar a participação
cidadã na governança da cidade.
Palestras Una / Puc / Newton Paiva – temas moblização social, comunicação para 3º
Setor, planejamento de comunicação para organizações do 3º setor
Clipping
Nossa BH no Izabela Hendrix
Nossa BH no Izabela Hendrix
www.nossabh.org.br
participe@nossabh.org.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PLANEAR CIDADES SAUDÁVEIS
PLANEAR CIDADES SAUDÁVEISPLANEAR CIDADES SAUDÁVEIS
PLANEAR CIDADES SAUDÁVEIS
José Carlos Mota
 
Glaucia barros jogos limpos dentro e fora de campo
Glaucia barros jogos limpos dentro e fora de campoGlaucia barros jogos limpos dentro e fora de campo
Glaucia barros jogos limpos dentro e fora de campo
CICI2011
 
20181026 DW Debate:Participação Pública no Processo de Urbanização: Uma conce...
20181026 DW Debate:Participação Pública no Processo de Urbanização: Uma conce...20181026 DW Debate:Participação Pública no Processo de Urbanização: Uma conce...
20181026 DW Debate:Participação Pública no Processo de Urbanização: Uma conce...
Development Workshop Angola
 
Função Social da Propriedade e da Cidade no Brasil – limites e possibilidades...
Função Social da Propriedade e da Cidade no Brasil – limites e possibilidades...Função Social da Propriedade e da Cidade no Brasil – limites e possibilidades...
Função Social da Propriedade e da Cidade no Brasil – limites e possibilidades...
habitatpopular
 
Os novos líderes urbanos
Os novos líderes urbanosOs novos líderes urbanos
Os novos líderes urbanos
José Carlos Mota
 
Novo paradigma dos serviços públicos
Novo paradigma dos serviços públicosNovo paradigma dos serviços públicos
Novo paradigma dos serviços públicos
Paulo Bastos
 
IMPROVING COLLECTIVE INTELLIGENCE TO PROMOTE BETTER CITIES
IMPROVING COLLECTIVE INTELLIGENCE TO PROMOTE BETTER CITIESIMPROVING COLLECTIVE INTELLIGENCE TO PROMOTE BETTER CITIES
IMPROVING COLLECTIVE INTELLIGENCE TO PROMOTE BETTER CITIES
José Carlos Mota
 
Fis3 Armindo Teodósio (Téo)
Fis3 Armindo Teodósio (Téo)Fis3 Armindo Teodósio (Téo)
Fis3 Armindo Teodósio (Téo)
Instituto Hartmann Regueira
 
Conversasnotanque 28abr
Conversasnotanque 28abrConversasnotanque 28abr
Conversasnotanque 28abr
cidadespelaretoma
 
Agenda 21 de Juatuba/MG
Agenda 21 de Juatuba/MGAgenda 21 de Juatuba/MG
Cidades pela retoma público
Cidades pela retoma públicoCidades pela retoma público
Cidades pela retoma público
Jose Carlos Mota
 
20171031 Urban Debate: Governação Inovadora Cidade Aberta
20171031 Urban Debate: Governação  Inovadora Cidade Aberta20171031 Urban Debate: Governação  Inovadora Cidade Aberta
20171031 Urban Debate: Governação Inovadora Cidade Aberta
Development Workshop Angola
 
Artigo "Comunidades Criativas para impulsionar a participação colaborativa na...
Artigo "Comunidades Criativas para impulsionar a participação colaborativa na...Artigo "Comunidades Criativas para impulsionar a participação colaborativa na...
Artigo "Comunidades Criativas para impulsionar a participação colaborativa na...
Carla Link Federizzi
 
20171031 Urban Debate:Direito à Cidade e a Produção Social de Habitat
20171031 Urban Debate:Direito à Cidade e a Produção Social de Habitat20171031 Urban Debate:Direito à Cidade e a Produção Social de Habitat
20171031 Urban Debate:Direito à Cidade e a Produção Social de Habitat
Development Workshop Angola
 
20171031 Urban Debate:MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE CIDADES
20171031 Urban Debate:MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE CIDADES20171031 Urban Debate:MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE CIDADES
20171031 Urban Debate:MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE CIDADES
Development Workshop Angola
 
A importância do trabalho voluntário.
A importância do trabalho voluntário.A importância do trabalho voluntário.
A importância do trabalho voluntário.
Willian Abravanel
 
Campanha SP não está à venda
Campanha SP não está à vendaCampanha SP não está à venda
Campanha SP não está à venda
Marcelo Bancalero
 
Apresentacao geral o brasil que queremos ser
Apresentacao geral o brasil que queremos serApresentacao geral o brasil que queremos ser
Apresentacao geral o brasil que queremos ser
minasdecide
 
Palestra Governo EletrôNico E InovaçãO Procergs Final VersãO Completa
Palestra Governo EletrôNico E InovaçãO   Procergs Final VersãO CompletaPalestra Governo EletrôNico E InovaçãO   Procergs Final VersãO Completa
Palestra Governo EletrôNico E InovaçãO Procergs Final VersãO Completa
inovaDay .
 
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
Diogo Monteiro
 

Mais procurados (20)

PLANEAR CIDADES SAUDÁVEIS
PLANEAR CIDADES SAUDÁVEISPLANEAR CIDADES SAUDÁVEIS
PLANEAR CIDADES SAUDÁVEIS
 
Glaucia barros jogos limpos dentro e fora de campo
Glaucia barros jogos limpos dentro e fora de campoGlaucia barros jogos limpos dentro e fora de campo
Glaucia barros jogos limpos dentro e fora de campo
 
20181026 DW Debate:Participação Pública no Processo de Urbanização: Uma conce...
20181026 DW Debate:Participação Pública no Processo de Urbanização: Uma conce...20181026 DW Debate:Participação Pública no Processo de Urbanização: Uma conce...
20181026 DW Debate:Participação Pública no Processo de Urbanização: Uma conce...
 
Função Social da Propriedade e da Cidade no Brasil – limites e possibilidades...
Função Social da Propriedade e da Cidade no Brasil – limites e possibilidades...Função Social da Propriedade e da Cidade no Brasil – limites e possibilidades...
Função Social da Propriedade e da Cidade no Brasil – limites e possibilidades...
 
Os novos líderes urbanos
Os novos líderes urbanosOs novos líderes urbanos
Os novos líderes urbanos
 
Novo paradigma dos serviços públicos
Novo paradigma dos serviços públicosNovo paradigma dos serviços públicos
Novo paradigma dos serviços públicos
 
IMPROVING COLLECTIVE INTELLIGENCE TO PROMOTE BETTER CITIES
IMPROVING COLLECTIVE INTELLIGENCE TO PROMOTE BETTER CITIESIMPROVING COLLECTIVE INTELLIGENCE TO PROMOTE BETTER CITIES
IMPROVING COLLECTIVE INTELLIGENCE TO PROMOTE BETTER CITIES
 
Fis3 Armindo Teodósio (Téo)
Fis3 Armindo Teodósio (Téo)Fis3 Armindo Teodósio (Téo)
Fis3 Armindo Teodósio (Téo)
 
Conversasnotanque 28abr
Conversasnotanque 28abrConversasnotanque 28abr
Conversasnotanque 28abr
 
Agenda 21 de Juatuba/MG
Agenda 21 de Juatuba/MGAgenda 21 de Juatuba/MG
Agenda 21 de Juatuba/MG
 
Cidades pela retoma público
Cidades pela retoma públicoCidades pela retoma público
Cidades pela retoma público
 
20171031 Urban Debate: Governação Inovadora Cidade Aberta
20171031 Urban Debate: Governação  Inovadora Cidade Aberta20171031 Urban Debate: Governação  Inovadora Cidade Aberta
20171031 Urban Debate: Governação Inovadora Cidade Aberta
 
Artigo "Comunidades Criativas para impulsionar a participação colaborativa na...
Artigo "Comunidades Criativas para impulsionar a participação colaborativa na...Artigo "Comunidades Criativas para impulsionar a participação colaborativa na...
Artigo "Comunidades Criativas para impulsionar a participação colaborativa na...
 
20171031 Urban Debate:Direito à Cidade e a Produção Social de Habitat
20171031 Urban Debate:Direito à Cidade e a Produção Social de Habitat20171031 Urban Debate:Direito à Cidade e a Produção Social de Habitat
20171031 Urban Debate:Direito à Cidade e a Produção Social de Habitat
 
20171031 Urban Debate:MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE CIDADES
20171031 Urban Debate:MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE CIDADES20171031 Urban Debate:MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE CIDADES
20171031 Urban Debate:MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE CIDADES
 
A importância do trabalho voluntário.
A importância do trabalho voluntário.A importância do trabalho voluntário.
A importância do trabalho voluntário.
 
Campanha SP não está à venda
Campanha SP não está à vendaCampanha SP não está à venda
Campanha SP não está à venda
 
Apresentacao geral o brasil que queremos ser
Apresentacao geral o brasil que queremos serApresentacao geral o brasil que queremos ser
Apresentacao geral o brasil que queremos ser
 
Palestra Governo EletrôNico E InovaçãO Procergs Final VersãO Completa
Palestra Governo EletrôNico E InovaçãO   Procergs Final VersãO CompletaPalestra Governo EletrôNico E InovaçãO   Procergs Final VersãO Completa
Palestra Governo EletrôNico E InovaçãO Procergs Final VersãO Completa
 
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
 

Destaque

eRaizesRedes
eRaizesRedeseRaizesRedes
eRaizesRedes
Maria Potes Barbas
 
Francisco freitas dll 2010.2
Francisco freitas dll 2010.2Francisco freitas dll 2010.2
Francisco freitas dll 2010.2
DLLURCA
 
Perolas De Luz
Perolas De LuzPerolas De Luz
Perolas De Luz
mantelli
 
11. panorama comex mg nov2010
11. panorama comex mg nov201011. panorama comex mg nov2010
11. panorama comex mg nov2010
Central Exportaminas
 
Pesquisa exploratória das políticas curriculares em dourados ms
Pesquisa exploratória das políticas curriculares em dourados   msPesquisa exploratória das políticas curriculares em dourados   ms
Pesquisa exploratória das políticas curriculares em dourados ms
Paulo Lima
 
planodeaula afra
planodeaula afraplanodeaula afra
planodeaula afra
afrinha
 
ClaraBoavida
ClaraBoavidaClaraBoavida
Pirenópolis
PirenópolisPirenópolis
Pirenópolis
Karenbru
 
CJS
CJSCJS
Diego
DiegoDiego
Twitter e Jornalismo Impresso: Do Papel ao Pixel
Twitter e Jornalismo Impresso: Do Papel ao PixelTwitter e Jornalismo Impresso: Do Papel ao Pixel
Twitter e Jornalismo Impresso: Do Papel ao Pixel
Rodrigo dos Santos
 
Cárdapio Doces e Salgados
Cárdapio Doces e SalgadosCárdapio Doces e Salgados
Cárdapio Doces e Salgados
barbaramas
 
Talabartes
TalabartesTalabartes
Talabartes
Conect01
 
Estado do Mundo 2010
Estado do Mundo 2010Estado do Mundo 2010
Proposta de reestruturação da carreira PMDF/CBMDF
Proposta de reestruturação da carreira PMDF/CBMDFProposta de reestruturação da carreira PMDF/CBMDF
Proposta de reestruturação da carreira PMDF/CBMDF
Rede Democrática PMDF
 
Power point de la guerra
Power point de la guerraPower point de la guerra
Power point de la guerra
IES Monreal
 
El barbero de sevilla
El barbero de sevillaEl barbero de sevilla
El barbero de sevilla
aulacervantes
 
Decreto lei n.º 137-2012
Decreto lei n.º 137-2012Decreto lei n.º 137-2012
Decreto lei n.º 137-2012
Teresa Pereira Miranda
 
Gc mpa fead - slides gic - prof. rivadávia - 2011
Gc   mpa fead -  slides gic - prof. rivadávia - 2011Gc   mpa fead -  slides gic - prof. rivadávia - 2011
Gc mpa fead - slides gic - prof. rivadávia - 2011
Rivadávia C. Drummond A. Neto,PhD
 
Proposta deputado patrício
Proposta deputado patrícioProposta deputado patrício
Proposta deputado patrício
Rede Democrática PMDF
 

Destaque (20)

eRaizesRedes
eRaizesRedeseRaizesRedes
eRaizesRedes
 
Francisco freitas dll 2010.2
Francisco freitas dll 2010.2Francisco freitas dll 2010.2
Francisco freitas dll 2010.2
 
Perolas De Luz
Perolas De LuzPerolas De Luz
Perolas De Luz
 
11. panorama comex mg nov2010
11. panorama comex mg nov201011. panorama comex mg nov2010
11. panorama comex mg nov2010
 
Pesquisa exploratória das políticas curriculares em dourados ms
Pesquisa exploratória das políticas curriculares em dourados   msPesquisa exploratória das políticas curriculares em dourados   ms
Pesquisa exploratória das políticas curriculares em dourados ms
 
planodeaula afra
planodeaula afraplanodeaula afra
planodeaula afra
 
ClaraBoavida
ClaraBoavidaClaraBoavida
ClaraBoavida
 
Pirenópolis
PirenópolisPirenópolis
Pirenópolis
 
CJS
CJSCJS
CJS
 
Diego
DiegoDiego
Diego
 
Twitter e Jornalismo Impresso: Do Papel ao Pixel
Twitter e Jornalismo Impresso: Do Papel ao PixelTwitter e Jornalismo Impresso: Do Papel ao Pixel
Twitter e Jornalismo Impresso: Do Papel ao Pixel
 
Cárdapio Doces e Salgados
Cárdapio Doces e SalgadosCárdapio Doces e Salgados
Cárdapio Doces e Salgados
 
Talabartes
TalabartesTalabartes
Talabartes
 
Estado do Mundo 2010
Estado do Mundo 2010Estado do Mundo 2010
Estado do Mundo 2010
 
Proposta de reestruturação da carreira PMDF/CBMDF
Proposta de reestruturação da carreira PMDF/CBMDFProposta de reestruturação da carreira PMDF/CBMDF
Proposta de reestruturação da carreira PMDF/CBMDF
 
Power point de la guerra
Power point de la guerraPower point de la guerra
Power point de la guerra
 
El barbero de sevilla
El barbero de sevillaEl barbero de sevilla
El barbero de sevilla
 
Decreto lei n.º 137-2012
Decreto lei n.º 137-2012Decreto lei n.º 137-2012
Decreto lei n.º 137-2012
 
Gc mpa fead - slides gic - prof. rivadávia - 2011
Gc   mpa fead -  slides gic - prof. rivadávia - 2011Gc   mpa fead -  slides gic - prof. rivadávia - 2011
Gc mpa fead - slides gic - prof. rivadávia - 2011
 
Proposta deputado patrício
Proposta deputado patrícioProposta deputado patrício
Proposta deputado patrício
 

Semelhante a Nossa BH no Izabela Hendrix

Apresentação Niterói Como Vamos
Apresentação Niterói Como VamosApresentação Niterói Como Vamos
Apresentação Niterói Como Vamos
Niterói Como Vamos
 
Guia de Acesso a Recursos Financeiros para Organizações da Sociedade Civil
Guia de Acesso a Recursos Financeiros para Organizações da Sociedade CivilGuia de Acesso a Recursos Financeiros para Organizações da Sociedade Civil
Guia de Acesso a Recursos Financeiros para Organizações da Sociedade Civil
Vinícius Gorgulho
 
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia CriativaComo criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Ana Maria Magni Coelho
 
A gestão municipal do pps tem cara
A gestão municipal do pps tem cara A gestão municipal do pps tem cara
A gestão municipal do pps tem cara
Demetrio Carneiro
 
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidadeColetivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Antonio Carlos Benvindo
 
Programa de governo-Vicente Custodio
Programa de governo-Vicente Custodio Programa de governo-Vicente Custodio
Programa de governo-Vicente Custodio
tvufop
 
Mais Cidadania, Melhor Sociedade
Mais Cidadania, Melhor SociedadeMais Cidadania, Melhor Sociedade
Mais Cidadania, Melhor Sociedade
JSD Distrital de Lisboa
 
Palestra Vidas paralelas
Palestra Vidas paralelasPalestra Vidas paralelas
Palestra Vidas paralelas
Campus Party Brasil
 
Cidades pela Retoma
Cidades pela RetomaCidades pela Retoma
Cidades pela Retoma
cidadespelaretoma
 
apresenta-o_6-cnc_final.pdf
apresenta-o_6-cnc_final.pdfapresenta-o_6-cnc_final.pdf
apresenta-o_6-cnc_final.pdf
PauloSoares158799
 
Desenvolvimento comunitárioREV 1_122113.pptx
Desenvolvimento comunitárioREV 1_122113.pptxDesenvolvimento comunitárioREV 1_122113.pptx
Desenvolvimento comunitárioREV 1_122113.pptx
armando jonas
 
APL de economia criativa
APL de economia criativaAPL de economia criativa
APL de economia criativa
Programando o Futuro
 
Laboratórios Cívicos Urbanos - documento de trabalho
Laboratórios Cívicos Urbanos - documento de trabalhoLaboratórios Cívicos Urbanos - documento de trabalho
Laboratórios Cívicos Urbanos - documento de trabalho
José Carlos Mota
 
O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012
Alinebrauna Brauna
 
Como Transformar a Cultura em um bom negócio
Como Transformar a Cultura em um bom negócioComo Transformar a Cultura em um bom negócio
Como Transformar a Cultura em um bom negócio
Pawlo Cidade
 
Bairro Cidade De Deus, Rio De Janeiro
Bairro Cidade De Deus, Rio De JaneiroBairro Cidade De Deus, Rio De Janeiro
Bairro Cidade De Deus, Rio De Janeiro
Silvia Regina de Almeida
 
ApresentaçãO Do Projeto Quilombola
ApresentaçãO Do Projeto QuilombolaApresentaçãO Do Projeto Quilombola
ApresentaçãO Do Projeto Quilombola
Paulo de Oliveira
 
Curso para Gestores de Cidades Socialistas - Módulo 1 Aula 6
Curso para Gestores de Cidades Socialistas - Módulo 1 Aula 6Curso para Gestores de Cidades Socialistas - Módulo 1 Aula 6
Curso para Gestores de Cidades Socialistas - Módulo 1 Aula 6
CETUR
 
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCICONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
Amarribo
 
Desenvolvimento comunitario_Fulgencio_Bila
Desenvolvimento comunitario_Fulgencio_BilaDesenvolvimento comunitario_Fulgencio_Bila
Desenvolvimento comunitario_Fulgencio_Bila
Fulgencio Bila
 

Semelhante a Nossa BH no Izabela Hendrix (20)

Apresentação Niterói Como Vamos
Apresentação Niterói Como VamosApresentação Niterói Como Vamos
Apresentação Niterói Como Vamos
 
Guia de Acesso a Recursos Financeiros para Organizações da Sociedade Civil
Guia de Acesso a Recursos Financeiros para Organizações da Sociedade CivilGuia de Acesso a Recursos Financeiros para Organizações da Sociedade Civil
Guia de Acesso a Recursos Financeiros para Organizações da Sociedade Civil
 
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia CriativaComo criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
Como criar um ambiente propício ao fortalecimento da Economia Criativa
 
A gestão municipal do pps tem cara
A gestão municipal do pps tem cara A gestão municipal do pps tem cara
A gestão municipal do pps tem cara
 
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidadeColetivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
Coletivo semifusa práticas sociais e a relação com a cidade
 
Programa de governo-Vicente Custodio
Programa de governo-Vicente Custodio Programa de governo-Vicente Custodio
Programa de governo-Vicente Custodio
 
Mais Cidadania, Melhor Sociedade
Mais Cidadania, Melhor SociedadeMais Cidadania, Melhor Sociedade
Mais Cidadania, Melhor Sociedade
 
Palestra Vidas paralelas
Palestra Vidas paralelasPalestra Vidas paralelas
Palestra Vidas paralelas
 
Cidades pela Retoma
Cidades pela RetomaCidades pela Retoma
Cidades pela Retoma
 
apresenta-o_6-cnc_final.pdf
apresenta-o_6-cnc_final.pdfapresenta-o_6-cnc_final.pdf
apresenta-o_6-cnc_final.pdf
 
Desenvolvimento comunitárioREV 1_122113.pptx
Desenvolvimento comunitárioREV 1_122113.pptxDesenvolvimento comunitárioREV 1_122113.pptx
Desenvolvimento comunitárioREV 1_122113.pptx
 
APL de economia criativa
APL de economia criativaAPL de economia criativa
APL de economia criativa
 
Laboratórios Cívicos Urbanos - documento de trabalho
Laboratórios Cívicos Urbanos - documento de trabalhoLaboratórios Cívicos Urbanos - documento de trabalho
Laboratórios Cívicos Urbanos - documento de trabalho
 
O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012
 
Como Transformar a Cultura em um bom negócio
Como Transformar a Cultura em um bom negócioComo Transformar a Cultura em um bom negócio
Como Transformar a Cultura em um bom negócio
 
Bairro Cidade De Deus, Rio De Janeiro
Bairro Cidade De Deus, Rio De JaneiroBairro Cidade De Deus, Rio De Janeiro
Bairro Cidade De Deus, Rio De Janeiro
 
ApresentaçãO Do Projeto Quilombola
ApresentaçãO Do Projeto QuilombolaApresentaçãO Do Projeto Quilombola
ApresentaçãO Do Projeto Quilombola
 
Curso para Gestores de Cidades Socialistas - Módulo 1 Aula 6
Curso para Gestores de Cidades Socialistas - Módulo 1 Aula 6Curso para Gestores de Cidades Socialistas - Módulo 1 Aula 6
Curso para Gestores de Cidades Socialistas - Módulo 1 Aula 6
 
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCICONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
 
Desenvolvimento comunitario_Fulgencio_Bila
Desenvolvimento comunitario_Fulgencio_BilaDesenvolvimento comunitario_Fulgencio_Bila
Desenvolvimento comunitario_Fulgencio_Bila
 

Mais de Movimento Nossa BH

Analise do PL 998 por GuilhermeRolim
Analise do PL 998 por GuilhermeRolimAnalise do PL 998 por GuilhermeRolim
Analise do PL 998 por GuilhermeRolim
Movimento Nossa BH
 
Projeto de Lei 998 reciclagem ambiental
Projeto de Lei 998 reciclagem ambientalProjeto de Lei 998 reciclagem ambiental
Projeto de Lei 998 reciclagem ambiental
Movimento Nossa BH
 
Relatório executivo anual 2009
Relatório executivo anual 2009Relatório executivo anual 2009
Relatório executivo anual 2009
Movimento Nossa BH
 
Projeto de Lei 1330/10 - Parecer Comissão Orçamento e Finanças - concluso em...
Projeto de Lei 1330/10 - Parecer Comissão Orçamento e Finanças -  concluso em...Projeto de Lei 1330/10 - Parecer Comissão Orçamento e Finanças -  concluso em...
Projeto de Lei 1330/10 - Parecer Comissão Orçamento e Finanças - concluso em...
Movimento Nossa BH
 
Palestra "Biodiversidade e Cidades Sustentáveis shanghai, bio, nossa bh fiemg...
Palestra "Biodiversidade e Cidades Sustentáveis shanghai, bio, nossa bh fiemg...Palestra "Biodiversidade e Cidades Sustentáveis shanghai, bio, nossa bh fiemg...
Palestra "Biodiversidade e Cidades Sustentáveis shanghai, bio, nossa bh fiemg...
Movimento Nossa BH
 
Palestra Biodiversidade e Cidades Sustentáveis : apresentação de Alexandre Go...
Palestra Biodiversidade e Cidades Sustentáveis : apresentação de Alexandre Go...Palestra Biodiversidade e Cidades Sustentáveis : apresentação de Alexandre Go...
Palestra Biodiversidade e Cidades Sustentáveis : apresentação de Alexandre Go...
Movimento Nossa BH
 
Análise da execução orçamentária do município de janeiro a agosto de 2010 Áre...
Análise da execução orçamentária do município de janeiro a agosto de 2010 Áre...Análise da execução orçamentária do município de janeiro a agosto de 2010 Áre...
Análise da execução orçamentária do município de janeiro a agosto de 2010 Áre...
Movimento Nossa BH
 
Análise da execução orçamentária da PBH - GT Orçamento Público
Análise da execução orçamentária da PBH - GT Orçamento PúblicoAnálise da execução orçamentária da PBH - GT Orçamento Público
Análise da execução orçamentária da PBH - GT Orçamento Público
Movimento Nossa BH
 
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação Instituto Cervantes
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação Instituto CervantesCopa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação Instituto Cervantes
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação Instituto Cervantes
Movimento Nossa BH
 
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação da PBH
Copa '14: Nossa BH na  Inovatec_Apresentação da PBHCopa '14: Nossa BH na  Inovatec_Apresentação da PBH
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação da PBH
Movimento Nossa BH
 
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação do Governo de Minas_Projeto Copa ...
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação do Governo de Minas_Projeto Copa ...Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação do Governo de Minas_Projeto Copa ...
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação do Governo de Minas_Projeto Copa ...
Movimento Nossa BH
 
Orçamento público, crianças e adolescentes para Conselho Tutelar outubro2010
Orçamento público, crianças e adolescentes para Conselho Tutelar outubro2010Orçamento público, crianças e adolescentes para Conselho Tutelar outubro2010
Orçamento público, crianças e adolescentes para Conselho Tutelar outubro2010
Movimento Nossa BH
 
LOA 2011 apresentacao do Secretario Municipal de Planejamento
LOA 2011 apresentacao do Secretario Municipal de PlanejamentoLOA 2011 apresentacao do Secretario Municipal de Planejamento
LOA 2011 apresentacao do Secretario Municipal de Planejamento
Movimento Nossa BH
 
Arquivos do PDDI - Política de Mobilização Social para Implementação do Plano
Arquivos do PDDI - Política de Mobilização Social para Implementação do Plano Arquivos do PDDI - Política de Mobilização Social para Implementação do Plano
Arquivos do PDDI - Política de Mobilização Social para Implementação do Plano
Movimento Nossa BH
 
Arquivos do PDDI - Politica de Preservação do Patrimônio
Arquivos do PDDI - Politica de Preservação do PatrimônioArquivos do PDDI - Politica de Preservação do Patrimônio
Arquivos do PDDI - Politica de Preservação do Patrimônio
Movimento Nossa BH
 
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Elaboração de Peças Orça...
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Elaboração de Peças Orça...Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Elaboração de Peças Orça...
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Elaboração de Peças Orça...
Movimento Nossa BH
 
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Controle e incidência em...
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Controle e incidência em...Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Controle e incidência em...
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Controle e incidência em...
Movimento Nossa BH
 
Sustentabilidade na copa
Sustentabilidade na copaSustentabilidade na copa
Sustentabilidade na copa
Movimento Nossa BH
 

Mais de Movimento Nossa BH (18)

Analise do PL 998 por GuilhermeRolim
Analise do PL 998 por GuilhermeRolimAnalise do PL 998 por GuilhermeRolim
Analise do PL 998 por GuilhermeRolim
 
Projeto de Lei 998 reciclagem ambiental
Projeto de Lei 998 reciclagem ambientalProjeto de Lei 998 reciclagem ambiental
Projeto de Lei 998 reciclagem ambiental
 
Relatório executivo anual 2009
Relatório executivo anual 2009Relatório executivo anual 2009
Relatório executivo anual 2009
 
Projeto de Lei 1330/10 - Parecer Comissão Orçamento e Finanças - concluso em...
Projeto de Lei 1330/10 - Parecer Comissão Orçamento e Finanças -  concluso em...Projeto de Lei 1330/10 - Parecer Comissão Orçamento e Finanças -  concluso em...
Projeto de Lei 1330/10 - Parecer Comissão Orçamento e Finanças - concluso em...
 
Palestra "Biodiversidade e Cidades Sustentáveis shanghai, bio, nossa bh fiemg...
Palestra "Biodiversidade e Cidades Sustentáveis shanghai, bio, nossa bh fiemg...Palestra "Biodiversidade e Cidades Sustentáveis shanghai, bio, nossa bh fiemg...
Palestra "Biodiversidade e Cidades Sustentáveis shanghai, bio, nossa bh fiemg...
 
Palestra Biodiversidade e Cidades Sustentáveis : apresentação de Alexandre Go...
Palestra Biodiversidade e Cidades Sustentáveis : apresentação de Alexandre Go...Palestra Biodiversidade e Cidades Sustentáveis : apresentação de Alexandre Go...
Palestra Biodiversidade e Cidades Sustentáveis : apresentação de Alexandre Go...
 
Análise da execução orçamentária do município de janeiro a agosto de 2010 Áre...
Análise da execução orçamentária do município de janeiro a agosto de 2010 Áre...Análise da execução orçamentária do município de janeiro a agosto de 2010 Áre...
Análise da execução orçamentária do município de janeiro a agosto de 2010 Áre...
 
Análise da execução orçamentária da PBH - GT Orçamento Público
Análise da execução orçamentária da PBH - GT Orçamento PúblicoAnálise da execução orçamentária da PBH - GT Orçamento Público
Análise da execução orçamentária da PBH - GT Orçamento Público
 
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação Instituto Cervantes
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação Instituto CervantesCopa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação Instituto Cervantes
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação Instituto Cervantes
 
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação da PBH
Copa '14: Nossa BH na  Inovatec_Apresentação da PBHCopa '14: Nossa BH na  Inovatec_Apresentação da PBH
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação da PBH
 
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação do Governo de Minas_Projeto Copa ...
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação do Governo de Minas_Projeto Copa ...Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação do Governo de Minas_Projeto Copa ...
Copa '14: Nossa BH na Inovatec_Apresentação do Governo de Minas_Projeto Copa ...
 
Orçamento público, crianças e adolescentes para Conselho Tutelar outubro2010
Orçamento público, crianças e adolescentes para Conselho Tutelar outubro2010Orçamento público, crianças e adolescentes para Conselho Tutelar outubro2010
Orçamento público, crianças e adolescentes para Conselho Tutelar outubro2010
 
LOA 2011 apresentacao do Secretario Municipal de Planejamento
LOA 2011 apresentacao do Secretario Municipal de PlanejamentoLOA 2011 apresentacao do Secretario Municipal de Planejamento
LOA 2011 apresentacao do Secretario Municipal de Planejamento
 
Arquivos do PDDI - Política de Mobilização Social para Implementação do Plano
Arquivos do PDDI - Política de Mobilização Social para Implementação do Plano Arquivos do PDDI - Política de Mobilização Social para Implementação do Plano
Arquivos do PDDI - Política de Mobilização Social para Implementação do Plano
 
Arquivos do PDDI - Politica de Preservação do Patrimônio
Arquivos do PDDI - Politica de Preservação do PatrimônioArquivos do PDDI - Politica de Preservação do Patrimônio
Arquivos do PDDI - Politica de Preservação do Patrimônio
 
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Elaboração de Peças Orça...
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Elaboração de Peças Orça...Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Elaboração de Peças Orça...
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Elaboração de Peças Orça...
 
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Controle e incidência em...
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Controle e incidência em...Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Controle e incidência em...
Curso Orçamento Público e Mecanismos de Participação_Controle e incidência em...
 
Sustentabilidade na copa
Sustentabilidade na copaSustentabilidade na copa
Sustentabilidade na copa
 

Nossa BH no Izabela Hendrix

  • 1. Outubro / 2010 Por uma cidade mais justa e sustentável
  • 2. Movimento Social SURGIMENTO Movimentos coletivos de ação social com capacidade de incidência em estruturas de poder tradicionais Conjunto de opiniões comuns Grupos sociais – organização da sociedade – identificação Mudança de uma realidade – estrutura social ou distribuição da riqueza social estrutura política ações sociais paralelas primórdios da civilização luta de classes Revolução Industrial Movimento Operário e Movimento Camponês DEFINIÇÃO
  • 3. Movimento Social Brasil > anos 60 > início da organização social para defesa de interesses populares Anos 90 > mudança de paradigmas Sociedade organizada Movimento Operário, Movimento Hippie, Movimento Feminista, MST, Fórum Social Mundial, Bogotá Como Vamos? Movimento sociais não são agentes de perturbação da ordem (antigas análises conservadoras) CO-RESPONSABILIDADE O Movimento Social surge devido à geração de uma responsabilidade coletiva sobre a vida social
  • 4. A lógica do movimento social está embasada no pensamento de que: “produzir não significa mais transformar os recursos naturais e humanos em mercadorias para a troca (...) Significa, ao contrário, controlar sistemas complexos de informações, de símbolos, de relações sociais” (Melucci, 2001; p.80). Um movimento social passa por um processo de convocação de vontades para uma mudança de realidade, por meio de propósitos comuns, estabelecidos em consenso. Envolve o compartilhamento de discursos, visões e informações e, por isso, exige ações de comunicação em seu sentido mais amplo. MNBH – incentivo ao controle social na governança da cidade
  • 5. QUEM ESTÁ DENTRO DE UM MOVIMENTO SOCIAL? POR QUÊ? Sentimento de comunidade Auto-preservação: a comunidade guarda sua memória Homogeneidade: tendência à criação de determinados padrões de convivência sócio-culturais rígidos “Aconchego”: sensação de que “aqui é meu lugar”; proteção; empodeiramento Pertencimento: se dá pela identificação uns com os outros Como lidar no cotidiano com tantas pessoas diferentes? Fala técnica traduzida numa linguagem inteligível e compartilhada Dar acesso amplo a informações qualificadas Desenvolver competências na comunidade para o trato com as questões envolvidas
  • 6. COMO É POSSÍVEL TRABALHAR A MOBILIZAÇÃO DAS PESSOAS E DAS COMUNIDADES NUM CENÁRIO CONTEMPORÂNEO TÃO COMPLEXO, MÚLTIPLO E DIVERSO? Identificar: Os pólos comunitários Os pólos de informação A mídia local O POTENCIAL MOBILIZADOR Avaliar a presença de: Grupos organizados Grupos de pressão Setores público e privado Verificar a existência de: Projetos mobilizadores já ocorridos Reconhecimento dos LÍDERES e dos ANIMADORES Grupos com tradição de mobilização
  • 7. Funções da COMUNICAÇÃO para mobilização social: COLETIVIZAÇÃO VINCULAÇÃO MOBILIZAÇÃO objetivos pré-definidos, um propósito comum - daquilo que convém a todos, orientada para a construção de um projeto de futuro, percepções e ações se deslocam todo o tempo do interesse individual para o coletivo CO-RESPONSABILIDADECO-RESPONSABILIDADE
  • 8. RAZÕES DO FRACASSO NA MOBILIZAÇÃO DAS COMUNIDADES Falta de uma tradição mobilizadora Divisão política polarização Origens da comunidade (formação histórica) Falta de animador(es) Geração das identidades na comunidade (“enraizamento”) Ausência ou presença do poder público Perfil da comunidade (de idade, de gênero, cultural)
  • 9. A vinculação ideal dos públicos aspirada por todo e qualquer projeto de mobilização encontra-se no nível da co-responsabilidade.
  • 10. Sobre o Nossa BH  O Nossa BH é um movimento social constituído por indivíduos e organizações interessados no futuro de Belo Horizonte.  Compromisso de atuação sem qualquer conotação partidária e religiosa ou qualquer interessante específico, clientelista e/ou pontual. Plenária do Movimento Nossa BH, na Escola de Arquitetura UFMG, março 2010 Tema: PL 820/09 – Nova Lei de Uso e Ocupação do Solo de BH  O Nossa BH trabalha para ampliar a participação de lideranças comunitárias, organizações sociais e universitárias, empresas e cidadãos na deliberação e gestão dos temas de interesse público.
  • 11. Reuniões de GTs do Nossa BH Voluntários que atuam em GTs Mobilização para plenárias e audiências Realiza discussões, estudos, análises e encontros sobre temas da cidade. O GT Comunicação mobiliza cidadãos para participarem de deliberações sobre Belo Horizonte. Os GTs buscam organizar e publicizar indicadores de gestão urbana e qualidade de vida de BH. Acompanhamento do Legislativo Comunicação Cultura Educação Copa Orçamento Público Sustentabilidade Mobilidade Urbana Sobre o Nossa BH
  • 12. A idéia é mobilizar as pessoas da sociedade civil para construírem uma nova proposta de cidade que seja  boa para todos que nela vivem,  desenvolvida (de alto valor econômico, cultural, ambiental e social) e  segura Como imaginamos “Nossa Belo Horizonte” daqui a 4, 10, 20 anos? Interpretando Italo Calvino, toda cidade é imaginada, porque não podemos ter uma visão total dela. Inspirações
  • 13. Café com Oded - ADCE Plenária PELO 07 Financiamento da educação municipal Café com Oded Oded Grajew e Marisa Seoane, Fiemg Câmara Municipal Participação PPAG, Glaucia Barros, Avina Memória
  • 14. Boletim informativo semanal Envio por email para mais de 7 mil pessoas
  • 18. Movimentos por cidades justas e sustentáveis  Na América Latina > Há doze anos, uma mobilização em Bogotá, na Colômbia, inspira lideranças latino-americanas a conquistar e efetivar a participação da sociedade civil na gestão pública.  No Brasil > Desde 2007: São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Ilhabela, Teresópolis, Belém, Recife, São Luís e Belo Horizonte. Outros começam a se articular em Brasília, Goiânia e Salvador. 08/07/08 Rede Brasileira por Cidades 17/10/08 Constituída a Rede Latinoamericana de Cidades Sustentáveis Início das Atividades do Nossa BH 2008
  • 20. 1º ENCONTRO Museu Abílio Barreto Bernardo Toro e Oded Grajew 2º ENCONTRO Palácio das Artes 3º ENCONTRO UNA 4º ENCONTRO SICEPOT Constituição dos Grupos de Trabalho para estruturação do Movimento 08/07/2008 04/08/2008 10/09/2008 02/10/2008 OUT Aprovação da Carta de princípios (1ª versão) e do nome Do Movimento “Nossa BH” Preparativos para o lançamento Movimento BH Mais Justa e Sustentável ::: 60 participantes ::: ::: 50 participantes ::: ::: 100 participantes ::: Reuniões dos GTs Reuniões dos GTs BH representada no Bogotá Como Vamos JAN A JUN 2008 DEZ 2007 ::: 60 participantes ::: 5º ENCONTRO SICEPOT 04/11/2008 Apresentação da Secretaria executiva e da marca aprovada do movimento. Definições sobre evento de lançamento. Grupos de Trabalho. JUL AGO SET NOV DEZEMBRO Reuniões dos GTs Início da mobilização em BH EVENTO DE LANÇAMENTO 11/12/2008 Histórico
  • 21. Principais Resultados PELO 01 – Retira poder de conselhos municipais deliberativos. Em tramitação, aguarda articulações. O MNBH mobilizou conselhos e cidadãos, que pressionaram vereadores para não votarem o projeto. PELO 04 – Lei de metas e resultados. em tramitação, votação em 2º turno, aprovação prevista até dezembro 2010. http://www.cmbh.mg.gov.br/index.php?option=com_wrapper&Itemid=582 PELO 07 – Diminui percentual de financiamento da educação municipal. MNBH mobilizou escolas, professores, sindicatos. PBH retirou a proposta da tramitação na Câmara. PL 820 – Nova lei de uso e ocupação, que ficou “engavetada” por 7 anos. MNBH realizou plenárias com poder público, empresários da const.civil, lideranças e profissionais da área. O MNBH mobilizou a sociedade e provocou a votação na Câmara. PL 998 – Tramita na Câmara projeto para Coleta Participativa de Recicláveis em escolas municipais. O MNBH fez substitutivo para esse PL, que deve ser acatado pela Câmara e logo entra na pauta. PPAG – PLOA – EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA O MNBH, por meio do GT Orçamento, acompanha os gastos e receitas do município. O grupo participa da construção do PPAG, sugerindo metas de gastos e monitorando a execução das diretrizes orçamentárias. Curso “Orçamento Público e Mecanismos de Participação” - já houveram duas edições, na Câmara, público cidadãos, lideranças, interessados no tema. Objetivo de qualificar a participação cidadã na governança da cidade. Palestras Una / Puc / Newton Paiva – temas moblização social, comunicação para 3º Setor, planejamento de comunicação para organizações do 3º setor