SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Banco de dados
Modelo entidade-relacionamento
Modelagem de Dados Utilizando o Modelo
Entidade
Relacionamento (ER)
O modelo Entidade-Relacionamento é um modelo de dados
  conceitual de alto nível, cujos conceitos foram projetados
  para estar o mais próximo possível da visão que o usuário
  tem dos dados, não se preocupando em representar
  como estes dados estarão realmente armazenados. O
  modelo ER é utilizado principalmente durante o processo
  de projeto de banco de dados.
Modelo de Dados Conceitual de Alto Nível
Entidades e Atributos

O objeto básico tratado pelo modelo ER é a “entidade”, que pode ser
  definida como um objeto do mundo real, concreto ou abstrato e que
  possui existência independente. Cada entidade possui um conjunto
  particular de propriedades que a descreve chamado “atributos”. Um
  atributo pode ser dividido em diversas sub-partes com significado
  independente entre si, recebendo o nome de “atributo composto”. Um
  atributo que não pode ser subdividido é chamado de “atributo simples” ou
  “atômico”.


Os atributos que podem assumir apenas um determinado valor em uma
  determinada instância é denominado “atributo simplesmente
  valorado”, enquanto que um atributo que pode assumir diversos valores
  em uma mesma instância é denominado “multi valorado”.


Um atributo que é gerado a partir de outro atributo é chamado de “atributo
  derivado”.
Tipos Entidade, Conjunto de Valores, Atributo
Chave
Um banco de dados costuma conter grupos de
 entidades que são similares, possuindo os mesmos
 atributos, porém, cada entidade com seus próprios
 valores para cada atributo. Este conjunto de
 entidades similares definem um “tipo entidade”. Cada
 tipo entidade é identificada por seu nome e pelo
 conjunto de atributos que definem suas propriedades.
 A descrição do tipo entidade é chamada de
 “esquema do tipo entidade”, especificando o nome do
 tipo entidade, o nome de cada um de seus atributos e
 qualquer restrição que incida sobre as entidades.
Tipos Entidade, Conjunto de Valores, Atributo
Chave
Uma restrição muito importante em uma entidade de
 um determinado tipo entidade é a “chave”. Um tipo
 entidade possui um atributo cujos valores são
 distintos para cada entidade individual. Este atributo
 é chamado “atributo chave” e seus valores podem ser
 utilizados para identificar cada entidade de forma
 única. Muitas vezes, uma chave pode ser formada
 pela composição de dois ou mais atributos. Uma
 entidade pode também ter mais de um atributo
 chave.
Tipos Entidade, Conjunto de Valores, Atributo
Chave
Cada atributo simples de um tipo entidade está associado
  com um conjunto de valores denominado “domínio”, o
  qual especifica o conjunto de valores que podem ser
  designados para este determinado atributo para cada
  entidade.
Tipos e Instâncias de Relacionamento

Além de conhecer detalhadamente os tipos entidade, é muito
  importante conhecer também os relacionamentos entre estes tipos
  entidades. Um “tipo relacionamento” R entre n entidades E1, E2,
  ..., En, é um conjunto de associações entre entidades deste tipo.
  Informalmente falando, cada instância de relacionamento r1 em R
  é uma associação de entidades, onde a associação inclui
  exatamente uma entidade de cada tipo entidade participante no
  tipo relacionamento. Isto significa que estas entidades estão
  relacionadas de alguma forma no mini-mundo. A figura 5 mostra
  um exemplo entre dois tipos entidade (empregado e
  departamento) e o relacionamento entre eles (trabalha para).
  Repare que para cada relacionamento, participam apenas uma
  entidade de cada tipo entidade, porém, uma entidade pode
  participar de mais do que um relacionamento.
Tipos e Instâncias de Relacionamento
Grau de um Relacionamento

O “grau” de um tipo relacionamento é o número de tipos
  entidade que participam do tipo relacionamento. No
  exemplo da figura 5, temos um relacionamento binário. O
  grau de um relacionamento é ilimitado, porém, a partir do
  grau 3 (ternário), a compreensão e a dificuldade de se
  desenvolver a relação corretamente se tornam
  extremamente complexas.
Outras Características de um
  Relacionamento




Carlos Melo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Banco de Dados - Introdução - Projeto de Banco de Dados - DER
Banco de Dados - Introdução - Projeto de Banco de Dados - DERBanco de Dados - Introdução - Projeto de Banco de Dados - DER
Banco de Dados - Introdução - Projeto de Banco de Dados - DERRangel Javier
 
Aula 02 - Principios da Orientação a Objetos (POO)
Aula 02 - Principios da Orientação a Objetos (POO)Aula 02 - Principios da Orientação a Objetos (POO)
Aula 02 - Principios da Orientação a Objetos (POO)Daniel Brandão
 
06 Modelagem de banco de dados: Modelo Lógico
06  Modelagem de banco de dados: Modelo Lógico06  Modelagem de banco de dados: Modelo Lógico
06 Modelagem de banco de dados: Modelo LógicoCentro Paula Souza
 
Banco de Dados II Aula 03 - Modelagem de Dados (Modelo Lógico)
Banco de Dados II Aula 03 - Modelagem de Dados (Modelo Lógico)Banco de Dados II Aula 03 - Modelagem de Dados (Modelo Lógico)
Banco de Dados II Aula 03 - Modelagem de Dados (Modelo Lógico)Leinylson Fontinele
 
Programação orientada a objetos
Programação orientada a objetosProgramação orientada a objetos
Programação orientada a objetosCleyton Ferrari
 
Bancode dados modelagem conceitual
Bancode dados modelagem conceitualBancode dados modelagem conceitual
Bancode dados modelagem conceitualMario Sergio
 
Aula 1 - Introdução a POO
Aula 1 -  Introdução a POOAula 1 -  Introdução a POO
Aula 1 - Introdução a POODaniel Brandão
 
Aula 1 - Programação Dinâmica para Web
Aula 1 - Programação Dinâmica para WebAula 1 - Programação Dinâmica para Web
Aula 1 - Programação Dinâmica para WebDaniel Brandão
 
Aula 4 - Diagrama Entidade Relacionamento (com exercício no final)
Aula 4  - Diagrama Entidade Relacionamento (com exercício no final)Aula 4  - Diagrama Entidade Relacionamento (com exercício no final)
Aula 4 - Diagrama Entidade Relacionamento (com exercício no final)Janynne Gomes
 
Aula 05 - UML e Padrões de Projeto
Aula 05 - UML e Padrões de ProjetoAula 05 - UML e Padrões de Projeto
Aula 05 - UML e Padrões de ProjetoVinícius de Paula
 
Banco de Dados I - Aula 11 - Linguagem de Consulta SQL (Comandos DDL)
Banco de Dados I - Aula 11 - Linguagem de Consulta SQL (Comandos DDL)Banco de Dados I - Aula 11 - Linguagem de Consulta SQL (Comandos DDL)
Banco de Dados I - Aula 11 - Linguagem de Consulta SQL (Comandos DDL)Leinylson Fontinele
 
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER Vitor Hugo Melo Araújo
 
Programação Orientada a Objetos parte 1
Programação Orientada a Objetos parte 1Programação Orientada a Objetos parte 1
Programação Orientada a Objetos parte 1Elaine Cecília Gatto
 
Banco de Dados II Aula 12 - Gerenciamento de transação (controle de concorrên...
Banco de Dados II Aula 12 - Gerenciamento de transação (controle de concorrên...Banco de Dados II Aula 12 - Gerenciamento de transação (controle de concorrên...
Banco de Dados II Aula 12 - Gerenciamento de transação (controle de concorrên...Leinylson Fontinele
 
Aula 10 - Diagrama de Sequencia.pdf
Aula 10 - Diagrama de Sequencia.pdfAula 10 - Diagrama de Sequencia.pdf
Aula 10 - Diagrama de Sequencia.pdfIvanFontainha
 

Mais procurados (20)

Banco de Dados - Introdução - Projeto de Banco de Dados - DER
Banco de Dados - Introdução - Projeto de Banco de Dados - DERBanco de Dados - Introdução - Projeto de Banco de Dados - DER
Banco de Dados - Introdução - Projeto de Banco de Dados - DER
 
Aula 02 - Principios da Orientação a Objetos (POO)
Aula 02 - Principios da Orientação a Objetos (POO)Aula 02 - Principios da Orientação a Objetos (POO)
Aula 02 - Principios da Orientação a Objetos (POO)
 
Bases De Dados
Bases De DadosBases De Dados
Bases De Dados
 
06 Modelagem de banco de dados: Modelo Lógico
06  Modelagem de banco de dados: Modelo Lógico06  Modelagem de banco de dados: Modelo Lógico
06 Modelagem de banco de dados: Modelo Lógico
 
Banco De Dados
Banco De DadosBanco De Dados
Banco De Dados
 
Modelagem de dados
Modelagem de dadosModelagem de dados
Modelagem de dados
 
Aula 7 - Modelagem de Software
Aula 7 - Modelagem de SoftwareAula 7 - Modelagem de Software
Aula 7 - Modelagem de Software
 
Banco de Dados II Aula 03 - Modelagem de Dados (Modelo Lógico)
Banco de Dados II Aula 03 - Modelagem de Dados (Modelo Lógico)Banco de Dados II Aula 03 - Modelagem de Dados (Modelo Lógico)
Banco de Dados II Aula 03 - Modelagem de Dados (Modelo Lógico)
 
Programação orientada a objetos
Programação orientada a objetosProgramação orientada a objetos
Programação orientada a objetos
 
Modelagem de Dados
Modelagem de DadosModelagem de Dados
Modelagem de Dados
 
Bancode dados modelagem conceitual
Bancode dados modelagem conceitualBancode dados modelagem conceitual
Bancode dados modelagem conceitual
 
Aula 1 - Introdução a POO
Aula 1 -  Introdução a POOAula 1 -  Introdução a POO
Aula 1 - Introdução a POO
 
Aula 1 - Programação Dinâmica para Web
Aula 1 - Programação Dinâmica para WebAula 1 - Programação Dinâmica para Web
Aula 1 - Programação Dinâmica para Web
 
Aula 4 - Diagrama Entidade Relacionamento (com exercício no final)
Aula 4  - Diagrama Entidade Relacionamento (com exercício no final)Aula 4  - Diagrama Entidade Relacionamento (com exercício no final)
Aula 4 - Diagrama Entidade Relacionamento (com exercício no final)
 
Aula 05 - UML e Padrões de Projeto
Aula 05 - UML e Padrões de ProjetoAula 05 - UML e Padrões de Projeto
Aula 05 - UML e Padrões de Projeto
 
Banco de Dados I - Aula 11 - Linguagem de Consulta SQL (Comandos DDL)
Banco de Dados I - Aula 11 - Linguagem de Consulta SQL (Comandos DDL)Banco de Dados I - Aula 11 - Linguagem de Consulta SQL (Comandos DDL)
Banco de Dados I - Aula 11 - Linguagem de Consulta SQL (Comandos DDL)
 
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
 
Programação Orientada a Objetos parte 1
Programação Orientada a Objetos parte 1Programação Orientada a Objetos parte 1
Programação Orientada a Objetos parte 1
 
Banco de Dados II Aula 12 - Gerenciamento de transação (controle de concorrên...
Banco de Dados II Aula 12 - Gerenciamento de transação (controle de concorrên...Banco de Dados II Aula 12 - Gerenciamento de transação (controle de concorrên...
Banco de Dados II Aula 12 - Gerenciamento de transação (controle de concorrên...
 
Aula 10 - Diagrama de Sequencia.pdf
Aula 10 - Diagrama de Sequencia.pdfAula 10 - Diagrama de Sequencia.pdf
Aula 10 - Diagrama de Sequencia.pdf
 

Destaque

Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados IDiagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados IDjonathas Cardoso
 
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)Ricardo Terra
 
DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
DER - Diagrama de Entidade e RelacionamentosDER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
DER - Diagrama de Entidade e RelacionamentosCláudio Amaral
 
Banco de dados exercícios resolvidos
Banco de dados exercícios resolvidosBanco de dados exercícios resolvidos
Banco de dados exercícios resolvidosGleydson Sousa
 
Exercícios de relacionamento 2012
Exercícios de relacionamento 2012Exercícios de relacionamento 2012
Exercícios de relacionamento 2012Vitor Leal Diniz
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoRademaker Siena
 
Bdm aula 5 - construindo modelos er e mapeamento er-relacional
Bdm   aula 5 - construindo modelos er e mapeamento er-relacionalBdm   aula 5 - construindo modelos er e mapeamento er-relacional
Bdm aula 5 - construindo modelos er e mapeamento er-relacionalTicianne Darin
 
Banco de dados - Mapeamento MER - Relacional
Banco de dados - Mapeamento MER - RelacionalBanco de dados - Mapeamento MER - Relacional
Banco de dados - Mapeamento MER - RelacionalDaniel Brandão
 
Exercício resolvido normalização
Exercício resolvido normalizaçãoExercício resolvido normalização
Exercício resolvido normalizaçãoTicianne Darin
 
Bdm aula 7 - normalização parte2 - ticianne darin
Bdm   aula 7 - normalização parte2 - ticianne darinBdm   aula 7 - normalização parte2 - ticianne darin
Bdm aula 7 - normalização parte2 - ticianne darinTicianne Darin
 
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]Miguel Aquino
 
Normalização - Banco de Dados
Normalização - Banco de DadosNormalização - Banco de Dados
Normalização - Banco de DadosRoberto Grande
 
Modelagem relacional e normalização de dados
Modelagem relacional e normalização de dadosModelagem relacional e normalização de dados
Modelagem relacional e normalização de dadosjulianaveregue
 
Aula1 - Apresentação de Banco de Dados
Aula1 - Apresentação de Banco de DadosAula1 - Apresentação de Banco de Dados
Aula1 - Apresentação de Banco de DadosRafael Albani
 
Banco de Dados I - Aula 02 - Entidades e Relacionamentos!
Banco de Dados I - Aula 02 - Entidades e Relacionamentos!Banco de Dados I - Aula 02 - Entidades e Relacionamentos!
Banco de Dados I - Aula 02 - Entidades e Relacionamentos!Manoel Afonso
 
Apresentação Final de Banco de Dados
Apresentação Final de Banco de DadosApresentação Final de Banco de Dados
Apresentação Final de Banco de Dadossamlobo
 

Destaque (20)

Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados IDiagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
 
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
 
DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
DER - Diagrama de Entidade e RelacionamentosDER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
 
Banco de dados exercícios resolvidos
Banco de dados exercícios resolvidosBanco de dados exercícios resolvidos
Banco de dados exercícios resolvidos
 
Exercícios de relacionamento 2012
Exercícios de relacionamento 2012Exercícios de relacionamento 2012
Exercícios de relacionamento 2012
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
 
Bdm aula 5 - construindo modelos er e mapeamento er-relacional
Bdm   aula 5 - construindo modelos er e mapeamento er-relacionalBdm   aula 5 - construindo modelos er e mapeamento er-relacional
Bdm aula 5 - construindo modelos er e mapeamento er-relacional
 
Banco de dados - Mapeamento MER - Relacional
Banco de dados - Mapeamento MER - RelacionalBanco de dados - Mapeamento MER - Relacional
Banco de dados - Mapeamento MER - Relacional
 
Exercício resolvido normalização
Exercício resolvido normalizaçãoExercício resolvido normalização
Exercício resolvido normalização
 
Bdm aula 7 - normalização parte2 - ticianne darin
Bdm   aula 7 - normalização parte2 - ticianne darinBdm   aula 7 - normalização parte2 - ticianne darin
Bdm aula 7 - normalização parte2 - ticianne darin
 
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
 
Normalização - Banco de Dados
Normalização - Banco de DadosNormalização - Banco de Dados
Normalização - Banco de Dados
 
Modelagem relacional e normalização de dados
Modelagem relacional e normalização de dadosModelagem relacional e normalização de dados
Modelagem relacional e normalização de dados
 
Banco de dados
Banco de dadosBanco de dados
Banco de dados
 
Aula1 - Apresentação de Banco de Dados
Aula1 - Apresentação de Banco de DadosAula1 - Apresentação de Banco de Dados
Aula1 - Apresentação de Banco de Dados
 
Apostila modelagem de banco de dados
Apostila modelagem de banco de dadosApostila modelagem de banco de dados
Apostila modelagem de banco de dados
 
Introdução a Bancos de Dados
Introdução a Bancos de DadosIntrodução a Bancos de Dados
Introdução a Bancos de Dados
 
Banco de Dados I - Aula 02 - Entidades e Relacionamentos!
Banco de Dados I - Aula 02 - Entidades e Relacionamentos!Banco de Dados I - Aula 02 - Entidades e Relacionamentos!
Banco de Dados I - Aula 02 - Entidades e Relacionamentos!
 
Modelo E-R
Modelo E-RModelo E-R
Modelo E-R
 
Apresentação Final de Banco de Dados
Apresentação Final de Banco de DadosApresentação Final de Banco de Dados
Apresentação Final de Banco de Dados
 

Semelhante a Modelo ER de Banco de Dados

Introducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados IiIntroducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados Iiguest3118b2
 
Introducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados IiIntroducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados Iiguest3118b2
 
Modelo de Entidades e Relacionamentos
Modelo de Entidades e RelacionamentosModelo de Entidades e Relacionamentos
Modelo de Entidades e RelacionamentosRobson Silva Espig
 
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdfAula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdfCelestino24
 
Banco de Dados
Banco de DadosBanco de Dados
Banco de DadosFabio Abel
 
Modelo Conceitual - Banco de Dados
Modelo Conceitual - Banco de DadosModelo Conceitual - Banco de Dados
Modelo Conceitual - Banco de Dadosinfo_cimol
 
Modelagem
ModelagemModelagem
Modelagemprsimon
 
Aulas de banco de dados
Aulas de banco de dadosAulas de banco de dados
Aulas de banco de dadosOseas_Lima
 
4 - Tipo de entidades - Prof. Cristiane Fidelix
4 - Tipo de entidades - Prof. Cristiane Fidelix4 - Tipo de entidades - Prof. Cristiane Fidelix
4 - Tipo de entidades - Prof. Cristiane FidelixCris Fidelix
 
ATRIBUTOS.pptx
ATRIBUTOS.pptxATRIBUTOS.pptx
ATRIBUTOS.pptxfabio20718
 
Resumo diagramas de classes
Resumo diagramas de classesResumo diagramas de classes
Resumo diagramas de classesMarco Coelho
 
Aula 1 - 31 Jan 23.pdf
Aula 1 - 31 Jan 23.pdfAula 1 - 31 Jan 23.pdf
Aula 1 - 31 Jan 23.pdfedilson42986
 
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane FidelixCris Fidelix
 
Conceitos essenciais de bases de dados
Conceitos essenciais de bases de dadosConceitos essenciais de bases de dados
Conceitos essenciais de bases de dadosPatrícia Morais
 

Semelhante a Modelo ER de Banco de Dados (20)

Introducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados IiIntroducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados Ii
 
Introducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados IiIntroducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados Ii
 
Modelo de Entidades e Relacionamentos
Modelo de Entidades e RelacionamentosModelo de Entidades e Relacionamentos
Modelo de Entidades e Relacionamentos
 
Aula bd i 05 04-21
Aula bd i 05 04-21Aula bd i 05 04-21
Aula bd i 05 04-21
 
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdfAula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
 
Banco de Dados
Banco de DadosBanco de Dados
Banco de Dados
 
Modelo Conceitual - Banco de Dados
Modelo Conceitual - Banco de DadosModelo Conceitual - Banco de Dados
Modelo Conceitual - Banco de Dados
 
Modelagem
ModelagemModelagem
Modelagem
 
Aula 6 banco de dados
Aula 6   banco de dadosAula 6   banco de dados
Aula 6 banco de dados
 
Aulas de banco de dados
Aulas de banco de dadosAulas de banco de dados
Aulas de banco de dados
 
4 - Tipo de entidades - Prof. Cristiane Fidelix
4 - Tipo de entidades - Prof. Cristiane Fidelix4 - Tipo de entidades - Prof. Cristiane Fidelix
4 - Tipo de entidades - Prof. Cristiane Fidelix
 
ATRIBUTOS.pptx
ATRIBUTOS.pptxATRIBUTOS.pptx
ATRIBUTOS.pptx
 
MER
MERMER
MER
 
Resumo diagramas de classes
Resumo diagramas de classesResumo diagramas de classes
Resumo diagramas de classes
 
Aula 1 - 31 Jan 23.pdf
Aula 1 - 31 Jan 23.pdfAula 1 - 31 Jan 23.pdf
Aula 1 - 31 Jan 23.pdf
 
Si modelação dados
Si   modelação dadosSi   modelação dados
Si modelação dados
 
Si modelação dados
Si   modelação dadosSi   modelação dados
Si modelação dados
 
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
 
Aula 02 mer
Aula 02   merAula 02   mer
Aula 02 mer
 
Conceitos essenciais de bases de dados
Conceitos essenciais de bases de dadosConceitos essenciais de bases de dados
Conceitos essenciais de bases de dados
 

Mais de Carlos Melo

Gestão de projetos introduçao
Gestão de projetos introduçaoGestão de projetos introduçao
Gestão de projetos introduçaoCarlos Melo
 
Roteiro da aula prática de sexta à tarde
Roteiro da aula prática de sexta à tardeRoteiro da aula prática de sexta à tarde
Roteiro da aula prática de sexta à tardeCarlos Melo
 
5a.aulacapacitor
5a.aulacapacitor5a.aulacapacitor
5a.aulacapacitorCarlos Melo
 
Atividade final acionamentos
Atividade final   acionamentosAtividade final   acionamentos
Atividade final acionamentosCarlos Melo
 
Questões clp-automação
Questões clp-automaçãoQuestões clp-automação
Questões clp-automaçãoCarlos Melo
 
Apresentação12
Apresentação12Apresentação12
Apresentação12Carlos Melo
 
Gestão da manutenção os 2
Gestão da manutenção os 2Gestão da manutenção os 2
Gestão da manutenção os 2Carlos Melo
 
Gestão da manutenção os 1
Gestão da manutenção os 1Gestão da manutenção os 1
Gestão da manutenção os 1Carlos Melo
 
Desenho técnico cap1
Desenho técnico   cap1Desenho técnico   cap1
Desenho técnico cap1Carlos Melo
 
Eletrônica básica
Eletrônica básicaEletrônica básica
Eletrônica básicaCarlos Melo
 
Analise de circuito indutores
Analise de circuito   indutoresAnalise de circuito   indutores
Analise de circuito indutoresCarlos Melo
 
Notas ete jags - destec
Notas ete   jags - destecNotas ete   jags - destec
Notas ete jags - destecCarlos Melo
 
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12Carlos Melo
 
Recuperação descrição
Recuperação   descriçãoRecuperação   descrição
Recuperação descriçãoCarlos Melo
 
Ete projetos elétricos 2
Ete projetos elétricos 2Ete projetos elétricos 2
Ete projetos elétricos 2Carlos Melo
 

Mais de Carlos Melo (20)

Treinamento 1
Treinamento 1Treinamento 1
Treinamento 1
 
Zener
ZenerZener
Zener
 
Gestão de projetos introduçao
Gestão de projetos introduçaoGestão de projetos introduçao
Gestão de projetos introduçao
 
Capacitancia
CapacitanciaCapacitancia
Capacitancia
 
Roteiro da aula prática de sexta à tarde
Roteiro da aula prática de sexta à tardeRoteiro da aula prática de sexta à tarde
Roteiro da aula prática de sexta à tarde
 
5a.aulacapacitor
5a.aulacapacitor5a.aulacapacitor
5a.aulacapacitor
 
Atividade final acionamentos
Atividade final   acionamentosAtividade final   acionamentos
Atividade final acionamentos
 
Questões clp-automação
Questões clp-automaçãoQuestões clp-automação
Questões clp-automação
 
Apresentação12
Apresentação12Apresentação12
Apresentação12
 
Pneumática
PneumáticaPneumática
Pneumática
 
Gestão da manutenção os 2
Gestão da manutenção os 2Gestão da manutenção os 2
Gestão da manutenção os 2
 
Gestão da manutenção os 1
Gestão da manutenção os 1Gestão da manutenção os 1
Gestão da manutenção os 1
 
Desenho técnico cap1
Desenho técnico   cap1Desenho técnico   cap1
Desenho técnico cap1
 
Eletrônica básica
Eletrônica básicaEletrônica básica
Eletrônica básica
 
Analise de circuito indutores
Analise de circuito   indutoresAnalise de circuito   indutores
Analise de circuito indutores
 
Notas ete jags - destec
Notas ete   jags - destecNotas ete   jags - destec
Notas ete jags - destec
 
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
Ucr3 fundamentos mecanica_sa1_suporte dosador_1_22_mai12
 
Recuperação descrição
Recuperação   descriçãoRecuperação   descrição
Recuperação descrição
 
Recuperação 1
Recuperação 1Recuperação 1
Recuperação 1
 
Ete projetos elétricos 2
Ete projetos elétricos 2Ete projetos elétricos 2
Ete projetos elétricos 2
 

Modelo ER de Banco de Dados

  • 1. Banco de dados Modelo entidade-relacionamento
  • 2. Modelagem de Dados Utilizando o Modelo Entidade Relacionamento (ER) O modelo Entidade-Relacionamento é um modelo de dados conceitual de alto nível, cujos conceitos foram projetados para estar o mais próximo possível da visão que o usuário tem dos dados, não se preocupando em representar como estes dados estarão realmente armazenados. O modelo ER é utilizado principalmente durante o processo de projeto de banco de dados.
  • 3. Modelo de Dados Conceitual de Alto Nível
  • 4. Entidades e Atributos O objeto básico tratado pelo modelo ER é a “entidade”, que pode ser definida como um objeto do mundo real, concreto ou abstrato e que possui existência independente. Cada entidade possui um conjunto particular de propriedades que a descreve chamado “atributos”. Um atributo pode ser dividido em diversas sub-partes com significado independente entre si, recebendo o nome de “atributo composto”. Um atributo que não pode ser subdividido é chamado de “atributo simples” ou “atômico”. Os atributos que podem assumir apenas um determinado valor em uma determinada instância é denominado “atributo simplesmente valorado”, enquanto que um atributo que pode assumir diversos valores em uma mesma instância é denominado “multi valorado”. Um atributo que é gerado a partir de outro atributo é chamado de “atributo derivado”.
  • 5. Tipos Entidade, Conjunto de Valores, Atributo Chave Um banco de dados costuma conter grupos de entidades que são similares, possuindo os mesmos atributos, porém, cada entidade com seus próprios valores para cada atributo. Este conjunto de entidades similares definem um “tipo entidade”. Cada tipo entidade é identificada por seu nome e pelo conjunto de atributos que definem suas propriedades. A descrição do tipo entidade é chamada de “esquema do tipo entidade”, especificando o nome do tipo entidade, o nome de cada um de seus atributos e qualquer restrição que incida sobre as entidades.
  • 6. Tipos Entidade, Conjunto de Valores, Atributo Chave Uma restrição muito importante em uma entidade de um determinado tipo entidade é a “chave”. Um tipo entidade possui um atributo cujos valores são distintos para cada entidade individual. Este atributo é chamado “atributo chave” e seus valores podem ser utilizados para identificar cada entidade de forma única. Muitas vezes, uma chave pode ser formada pela composição de dois ou mais atributos. Uma entidade pode também ter mais de um atributo chave.
  • 7. Tipos Entidade, Conjunto de Valores, Atributo Chave Cada atributo simples de um tipo entidade está associado com um conjunto de valores denominado “domínio”, o qual especifica o conjunto de valores que podem ser designados para este determinado atributo para cada entidade.
  • 8. Tipos e Instâncias de Relacionamento Além de conhecer detalhadamente os tipos entidade, é muito importante conhecer também os relacionamentos entre estes tipos entidades. Um “tipo relacionamento” R entre n entidades E1, E2, ..., En, é um conjunto de associações entre entidades deste tipo. Informalmente falando, cada instância de relacionamento r1 em R é uma associação de entidades, onde a associação inclui exatamente uma entidade de cada tipo entidade participante no tipo relacionamento. Isto significa que estas entidades estão relacionadas de alguma forma no mini-mundo. A figura 5 mostra um exemplo entre dois tipos entidade (empregado e departamento) e o relacionamento entre eles (trabalha para). Repare que para cada relacionamento, participam apenas uma entidade de cada tipo entidade, porém, uma entidade pode participar de mais do que um relacionamento.
  • 9. Tipos e Instâncias de Relacionamento
  • 10. Grau de um Relacionamento O “grau” de um tipo relacionamento é o número de tipos entidade que participam do tipo relacionamento. No exemplo da figura 5, temos um relacionamento binário. O grau de um relacionamento é ilimitado, porém, a partir do grau 3 (ternário), a compreensão e a dificuldade de se desenvolver a relação corretamente se tornam extremamente complexas.
  • 11. Outras Características de um Relacionamento Carlos Melo