SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
LÍNGUAS ESTRANGEIRAS NOS ANOS
INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA: DEBATES
SOBRE POLÍTICAS, FORMAÇÃO DOCENTE
E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS
Cláudia Hilsdorf Rocha (UNICAMP)
Maura Regina Dourado (UFPB)
Marco Antonio Costa (UFCG)
Sandra Regina Buttros Gattolin (UFSCAR)
Objetivo da mesa
■ Apresentar um breve e atualizado panorama de estudos e projetos já desenvolvidos
por meio de ações ligadas à extensão universitária, ao estágio docente, bem como
a programas de iniciação à docência (PIBID).
■ Fomentar discussões sobre dificuldades e desafios colocados para a área.
■ Propor, de modo colaborativo, um conjunto de ações, de cunho institucional e
político, que possam contribuir para a ampliação do diálogo e maior visibilidade dos
estudos e projetos desenvolvidos e em desenvolvimento e, portanto, para
o fortalecimento da área.
MANIFESTO
– III ENCONTRO PROFESSORES DE INGLÊS PARA CRIANÇAS / II
SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DE LE PARA CRIANÇAS (UEL, 2017)
❑ Demandas da sociedade contemporânea (práticas de
linguagem, letramento social);
❑ Aumento na oferta de ensino LE/A contexto público* e
privado;
❑ Ausência de políticas públicas para ensino LE/A para esse
público alvo;
❑ Necessidade de formação específica (inicial e continuada);
❑ Ausência de componentes curriculares específicos nas
matrizes curriculares (privação; desigualdade social e
educacional);
❑ Necessidade de fomento à pesquisa (inclusive na formação
inicial; perfil do licenciando que já ministra aulas no ensino
infantil)
PANORAMA:
ESPAÇOS DE FORMAÇÃO
LETRAS-INGLÊS - UFPB
CURSO DE LETRAS-INGLÊS (MATRIZ CURRICULAR E TCCs)
EFOPLI (ESPAÇOS PARA A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE LÍNGUA INGLESA)
PROBEX/PROLICEN/PIBID*
MAURA DOURADO (UFPB-DLEM-PIBID LETRAS-INGLÊS) Grupo de Pesquisa Agir de Linguagem,
Docência e Educação Inclusiva (CNPq)
MATRIZ CURRICULAR E
TCC
Nº crescente de licenciandos no Ensino Infantil
N=110 (ES V,
VI e VII)
ES 2018.1 e 2018.2
(20 alunos) – 4 e 5,
respectivamente.
PIBID (10 bolsistas) –
04
Matriz curricular UFPB
■ O Curso de Licenciatura Plena em Letras .... tem
como objetivo geral e precípuo promover a formação
de professores para o Ensino Fundamental e o
Ensino Médio .... (Resolução Consepe nº 29/2006)
■ ....o profissional formado em nível superior, curso de
licenciatura, de graduação plena, deverá ser capaz
de atuar na educação infantil, no ensino
fundamental, no ensino médio e nas seguintes
modalidades de educação: Educação de Jovens e
Adultos, Educação Especial, Educação Profissional e
Tecnológica, Educação do Campo, Educação Escolar
Indígena, Educação a Distância e Educação Escolar
Quilombola (Resolução Consepe nº 53/2018,
tomando por base o Art 2º, Resolução CNE/CP 2,
2015)
EXPLICITAÇÃO EI
(2018)
NÃO EXPLICITAÇÃO
em ementas
“preocupação com as
particularidades do
ensino de línguas para
crianças (em seus
diversos contextos)”.
TCC – LETRAS – UFPB – Campus I (2010-2018)
(infantil; fundamental; inglês; língua inglesa;
literat*; )
■ 2010: MACHADO, G. A Teoria das inteligências múltiplas em
ação: o ensino de língua inglesa na educação infantil.
■ 2015: BRASIL, R. Inserção da língua inglesa para crianças
de 3 a 9 anos em escolas regulares da rede privada :
algumas considerações sobre a formação e dificuldades
dos docentes.
■ 2017: SILVA, J. Prática de retelling - literatura na aula de
língua inglesa através de duas adaptações de Hamlet
MOTIVAÇÃO
EFOPLI
HTTP://UFPB.BR/EFOPLI/
BARBOSA,M. O EFOPLI-UFPB e suas contribuições para a formação de
professores de língua inglesa e alunos de Letras Inglês na Paraíba [TCC, 2018]
■ [...] No EPPI, eu me encantei e fui
bastante impactada por um workshop
que se referia ao ensino da língua
inglesa na educação
infantil.(BARBOSA, 2018, p. 38)
➢Teaching Kids Unplugged: Engaging Activities for a Low-tech Class
➢“Hello, kids! Let’s start our English Class?” – developing multiliteracies
in provocative activities with children from regular schools
2014-2017
INICIATIVAS PRÓPRIAS
Das práticas às políticas;
Das políticas às práticas
Prolicen (2008) – 3º ano (EF I)
■ Título do Projeto: Vivências de Aquisição da Língua
Inglesa
■ Projeto Escola aberta: Escola Estadual Monsenhor
Odilon Coutinho (João Pessoa)
Relatório final (voz dos licenciandos)
■ Apesar de tudo ter sido proveitoso, para mim, o mais significante foi um texto
sobre letramento sugerido pela professora, no qual a palavra ‘legado’* ficou
bastante marcada em minha mente. Após a discussão do texto, resolvemos iniciar
o projeto intitulado “My school neighborhood” em que as crianças fariam um
registro dos arredores da escola, bem como do que gostariam que tivesse no
entorno da escola e de suas casas. Com máquina fotográfica digital, lápis e papel
em mãos, saímos pelos arredores da escola registrando tudo que chamava a
atenção das crianças para o registro que queriam fazer. [MC]
■ ...Juntos, escolhemos e concordamos em tirar fotos e, a partir dessas fotos tiradas
pelos alunos, iriamos, de alguma forma retratar a vizinhança da escola. Os alunos,
acompanhados por nós, escolheram os alvos das fotos e fizeram “por si só” essa
parte do trabalho. [TH]
■ Outro desdobramento que o projeto sofreu foram as oficinas na escola de
Mandacarú.Uma tarefa desafiadora, pois era uma experiência nova aos bolsistas,
tentar fazer com que as oficinas conciliassem a aquisição, letramento, assuntos
de relevância social na vida deles. [CM]
Registros das crianças
em fotos
■ Buracos
■ Calçadas
■ Praça
■ Lixo na rua
Probex
2016 - 4º e 5º anos (02 escolas municipais)
2017 - 3º e 4º anos (01 ONG)
■ Reunindo: letramento crítico; ludicidade; princípios da
neuroeducação/neurociência
■ Modalidade: oficinas
■ 02 TCCs:
■ Adicione neurociência, coloque letramento crítico e
misture com
ludicidade: uma prazerosa proposta de ensino (PÊ, 2016)
■ Crianças, supercomputadores, uma caravana e um
palco: criatividade no ensino-aprendizagem de inglês.
(BARBOSA FILHO, 2017)
SUCATA – partindo de falas ‘feio’,
‘velho’, ‘sujo’
‘comportamento’ – regras sociais: quem
estabelece? Para quem? Por quê?
1ª Oficina
“ o que é um super-
herói?”
Desenhos para
resgatar e conhecer
os conceitos de
super-heróis
dos alunos.
Problematizar; desnaturalizar, visão eurocêntrica
3ª Oficina
Super-herói na vida
real
Malala ( por meio do
desenho animado
Burka Avenger)
Ela é uma ladra!!!!
....E menina não pode ir para a
escola? Oxe!!!
(encontro com o desconhecido
Talibã, burka, Malala....
4ª oficina
“e vocês lutam por
algo, defendem
algo?”
mobilizar
conhecimento e
modos de ação no
meio social.
POLÍTICAS PÚBLICAS
ESTADO/MUNICÍPIO (ESCOLA
BILÍNGUE; ESCOLA DE
IDIOMAS FOCO – EF II)
6 º ano
A partir de 08 anos
6 º ano
2007 – EM
2010 – EF II
Pauta da hora
❑ Dimensão política:
✓ atuação em e engajamento de Conselhos Federal, Estaduais e Municipais;
Associações (Professores LE/A e área das linguagens)
✓ * Conselho Municipal de JPA: “não há nenhuma Política pública para LE/A na
Educação Infantil**
✓ Acompanhamento das discussões no CNE da versão preliminar da Base
Nacional Comum para a Formação de Professores da Educação Básica (12/2018) -
http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=105091-bnc-
formacao-de-professores-v0&category_slug=dezembro-2018-pdf&Itemid=30192
✓ LDB: § 5o No currículo do ensino fundamental, a partir do sexto ano, será
ofertada a língua inglesa. (Redação dada pela Lei nº 13.415, de 2017)
Pauta da hora
❑ Dimensão institucional:
✓ formação inicial [componentes curriculares e conteúdos específicos, olhar
atento nos planos de trabalho professores ingressantes ];
✓ outros espaços de formação inicial e continuada (oferta; visibilidade; pressão;
em resposta à demanda)
Formação docente (componentes
curriculares e conteúdos específicos)
✓ etapas do desenvolvimento infantil;
✓ Psicomotricidade;
✓ cérebro e seu funcionamento [funções executivas; processo de mielinização,
neuroplasticidade, neurociência, neuroeducação];
✓ ludicidade [jogos, brincadeiras, simbólico, linguagem, inconsciente, criatividade,
desejos....];
✓ Imaginação, fantasia [contação de estórias, o faz de conta ....];
✓ Aquisição da leitura e escrita; bilinguismo;
✓ Método silábico, fônico (consciência fonológica), alfabetização, letramento
✓ Deficiências (capacidade neuroplástica do cérebro, pedagogia da negação, pedagogia
do cuidado, métodos multissensoriais, Desenho Universal para Aprendizagem...)
mauradourado@hotmail.com
maura.dourado@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Universidade federal de alagoas – ufal01
Universidade federal de alagoas – ufal01Universidade federal de alagoas – ufal01
Universidade federal de alagoas – ufal01
Dayse Patrícia Arruda
 
Folder seminario prodocencia pibid espanhol
Folder seminario prodocencia pibid espanholFolder seminario prodocencia pibid espanhol
Folder seminario prodocencia pibid espanhol
Romulo Coco
 
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Mario Souza
 
Deficiência auditiva
Deficiência auditivaDeficiência auditiva
Deficiência auditiva
eneidecunha
 
Slide li análise de contexto de ensino e aprendizado na escola pública 2
Slide li análise de contexto de ensino e aprendizado na escola pública 2Slide li análise de contexto de ensino e aprendizado na escola pública 2
Slide li análise de contexto de ensino e aprendizado na escola pública 2
Myrian Conor
 

Mais procurados (20)

Universidade federal de alagoas – ufal01
Universidade federal de alagoas – ufal01Universidade federal de alagoas – ufal01
Universidade federal de alagoas – ufal01
 
Projeto de intervenção modelo
Projeto de intervenção modeloProjeto de intervenção modelo
Projeto de intervenção modelo
 
Integração de crianças recém -chegadas a Portugal numa escola de 1º ciclo de ...
Integração de crianças recém -chegadas a Portugal numa escola de 1º ciclo de ...Integração de crianças recém -chegadas a Portugal numa escola de 1º ciclo de ...
Integração de crianças recém -chegadas a Portugal numa escola de 1º ciclo de ...
 
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
 
Folder seminario prodocencia pibid espanhol
Folder seminario prodocencia pibid espanholFolder seminario prodocencia pibid espanhol
Folder seminario prodocencia pibid espanhol
 
Unopar grupo
Unopar grupoUnopar grupo
Unopar grupo
 
Programas nacionais do Livro Didático - Abrale / SEB
Programas nacionais do Livro Didático - Abrale / SEBProgramas nacionais do Livro Didático - Abrale / SEB
Programas nacionais do Livro Didático - Abrale / SEB
 
Pauta Unidade 7
Pauta Unidade 7Pauta Unidade 7
Pauta Unidade 7
 
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
 
Cartilha Ged
Cartilha GedCartilha Ged
Cartilha Ged
 
Trabalho final do proletramento
Trabalho final do proletramentoTrabalho final do proletramento
Trabalho final do proletramento
 
Tecnologias
TecnologiasTecnologias
Tecnologias
 
Pnld 2015 portugues
Pnld 2015 portuguesPnld 2015 portugues
Pnld 2015 portugues
 
Guia de livros didáticos - PNLD/2015 - Português - Ensino médio
Guia de livros didáticos - PNLD/2015 - Português - Ensino médioGuia de livros didáticos - PNLD/2015 - Português - Ensino médio
Guia de livros didáticos - PNLD/2015 - Português - Ensino médio
 
Atps projeto de extensão a comunidade
Atps projeto de extensão a comunidadeAtps projeto de extensão a comunidade
Atps projeto de extensão a comunidade
 
Deficiência auditiva
Deficiência auditivaDeficiência auditiva
Deficiência auditiva
 
Slide li análise de contexto de ensino e aprendizado na escola pública 2
Slide li análise de contexto de ensino e aprendizado na escola pública 2Slide li análise de contexto de ensino e aprendizado na escola pública 2
Slide li análise de contexto de ensino e aprendizado na escola pública 2
 
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidadePec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
 
Inglês se aprende na escola
Inglês se aprende na escolaInglês se aprende na escola
Inglês se aprende na escola
 
Pnaic cenas cotidianas_na_escola
Pnaic cenas cotidianas_na_escolaPnaic cenas cotidianas_na_escola
Pnaic cenas cotidianas_na_escola
 

Semelhante a Línguas Estrangeiras nos anos iniciais da Educação Básica - Parte 3

O Ensino centrado no aluno: a experiência dos Nativos Digitais em sala de aul...
O Ensino centrado no aluno: a experiência dos Nativos Digitais em sala de aul...O Ensino centrado no aluno: a experiência dos Nativos Digitais em sala de aul...
O Ensino centrado no aluno: a experiência dos Nativos Digitais em sala de aul...
Luiz Bordim
 
PNAIC - Matemática - Caderno de Apresentaçao
PNAIC - Matemática - Caderno de ApresentaçaoPNAIC - Matemática - Caderno de Apresentaçao
PNAIC - Matemática - Caderno de Apresentaçao
ElieneDias
 
The contributions of the use of TDICs to higher education
The contributions of the use of TDICs to higher educationThe contributions of the use of TDICs to higher education
The contributions of the use of TDICs to higher education
João Pedro Piragibe
 
Restinga Sêca - Aparecida Eliane dos Santos Silva
Restinga Sêca - Aparecida Eliane dos Santos SilvaRestinga Sêca - Aparecida Eliane dos Santos Silva
Restinga Sêca - Aparecida Eliane dos Santos Silva
CursoTICs
 
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
elianejoerke
 
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
christianceapcursos
 
Slide estágio Educação e diversidade; uniasselvi
Slide estágio Educação e diversidade; uniasselviSlide estágio Educação e diversidade; uniasselvi
Slide estágio Educação e diversidade; uniasselvi
TamiresDamaceno
 

Semelhante a Línguas Estrangeiras nos anos iniciais da Educação Básica - Parte 3 (20)

Projeto jornal josete
Projeto jornal joseteProjeto jornal josete
Projeto jornal josete
 
O Ensino centrado no aluno: a experiência dos Nativos Digitais em sala de aul...
O Ensino centrado no aluno: a experiência dos Nativos Digitais em sala de aul...O Ensino centrado no aluno: a experiência dos Nativos Digitais em sala de aul...
O Ensino centrado no aluno: a experiência dos Nativos Digitais em sala de aul...
 
JT em Ação - Ed. 10
JT em Ação - Ed. 10JT em Ação - Ed. 10
JT em Ação - Ed. 10
 
PNAIC - Matemática - Caderno de Apresentaçao
PNAIC - Matemática - Caderno de ApresentaçaoPNAIC - Matemática - Caderno de Apresentaçao
PNAIC - Matemática - Caderno de Apresentaçao
 
Extensc3a3o comunitc3a1ria-e-conhecimento-um-estudo-de-caso-sobre-a-assessori...
Extensc3a3o comunitc3a1ria-e-conhecimento-um-estudo-de-caso-sobre-a-assessori...Extensc3a3o comunitc3a1ria-e-conhecimento-um-estudo-de-caso-sobre-a-assessori...
Extensc3a3o comunitc3a1ria-e-conhecimento-um-estudo-de-caso-sobre-a-assessori...
 
The contributions of the use of TDICs to higher education
The contributions of the use of TDICs to higher educationThe contributions of the use of TDICs to higher education
The contributions of the use of TDICs to higher education
 
Restinga Sêca - Aparecida Eliane dos Santos Silva
Restinga Sêca - Aparecida Eliane dos Santos SilvaRestinga Sêca - Aparecida Eliane dos Santos Silva
Restinga Sêca - Aparecida Eliane dos Santos Silva
 
Disciplina oa aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
Disciplina oa   aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...Disciplina oa   aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
Disciplina oa aluno josé ademir - seminário 1 - atividade individual - rese...
 
Estratégias de ensino para escolas integrais.
Estratégias de ensino para escolas integrais.Estratégias de ensino para escolas integrais.
Estratégias de ensino para escolas integrais.
 
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
 
projeto
projetoprojeto
projeto
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
 
Projeto radio escolar
Projeto radio escolar Projeto radio escolar
Projeto radio escolar
 
Josete educom
Josete educomJosete educom
Josete educom
 
Projeto "Donald no país da matemágica"
Projeto "Donald no país da matemágica"Projeto "Donald no país da matemágica"
Projeto "Donald no país da matemágica"
 
O audiovisual na escola
O audiovisual na escola O audiovisual na escola
O audiovisual na escola
 
Projeto interdisciplinar com o uso das nti cs em power point
Projeto interdisciplinar com o uso das nti cs em power pointProjeto interdisciplinar com o uso das nti cs em power point
Projeto interdisciplinar com o uso das nti cs em power point
 
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
 
Quimica em quadrinhos
Quimica em quadrinhosQuimica em quadrinhos
Quimica em quadrinhos
 
Slide estágio Educação e diversidade; uniasselvi
Slide estágio Educação e diversidade; uniasselviSlide estágio Educação e diversidade; uniasselvi
Slide estágio Educação e diversidade; uniasselvi
 

Último

Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 

Línguas Estrangeiras nos anos iniciais da Educação Básica - Parte 3

  • 1. LÍNGUAS ESTRANGEIRAS NOS ANOS INICIAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA: DEBATES SOBRE POLÍTICAS, FORMAÇÃO DOCENTE E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS Cláudia Hilsdorf Rocha (UNICAMP) Maura Regina Dourado (UFPB) Marco Antonio Costa (UFCG) Sandra Regina Buttros Gattolin (UFSCAR)
  • 2. Objetivo da mesa ■ Apresentar um breve e atualizado panorama de estudos e projetos já desenvolvidos por meio de ações ligadas à extensão universitária, ao estágio docente, bem como a programas de iniciação à docência (PIBID). ■ Fomentar discussões sobre dificuldades e desafios colocados para a área. ■ Propor, de modo colaborativo, um conjunto de ações, de cunho institucional e político, que possam contribuir para a ampliação do diálogo e maior visibilidade dos estudos e projetos desenvolvidos e em desenvolvimento e, portanto, para o fortalecimento da área.
  • 3. MANIFESTO – III ENCONTRO PROFESSORES DE INGLÊS PARA CRIANÇAS / II SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DE LE PARA CRIANÇAS (UEL, 2017)
  • 4. ❑ Demandas da sociedade contemporânea (práticas de linguagem, letramento social); ❑ Aumento na oferta de ensino LE/A contexto público* e privado; ❑ Ausência de políticas públicas para ensino LE/A para esse público alvo; ❑ Necessidade de formação específica (inicial e continuada); ❑ Ausência de componentes curriculares específicos nas matrizes curriculares (privação; desigualdade social e educacional); ❑ Necessidade de fomento à pesquisa (inclusive na formação inicial; perfil do licenciando que já ministra aulas no ensino infantil)
  • 5. PANORAMA: ESPAÇOS DE FORMAÇÃO LETRAS-INGLÊS - UFPB CURSO DE LETRAS-INGLÊS (MATRIZ CURRICULAR E TCCs) EFOPLI (ESPAÇOS PARA A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE LÍNGUA INGLESA) PROBEX/PROLICEN/PIBID* MAURA DOURADO (UFPB-DLEM-PIBID LETRAS-INGLÊS) Grupo de Pesquisa Agir de Linguagem, Docência e Educação Inclusiva (CNPq)
  • 7. Nº crescente de licenciandos no Ensino Infantil N=110 (ES V, VI e VII) ES 2018.1 e 2018.2 (20 alunos) – 4 e 5, respectivamente. PIBID (10 bolsistas) – 04
  • 8. Matriz curricular UFPB ■ O Curso de Licenciatura Plena em Letras .... tem como objetivo geral e precípuo promover a formação de professores para o Ensino Fundamental e o Ensino Médio .... (Resolução Consepe nº 29/2006) ■ ....o profissional formado em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena, deverá ser capaz de atuar na educação infantil, no ensino fundamental, no ensino médio e nas seguintes modalidades de educação: Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial, Educação Profissional e Tecnológica, Educação do Campo, Educação Escolar Indígena, Educação a Distância e Educação Escolar Quilombola (Resolução Consepe nº 53/2018, tomando por base o Art 2º, Resolução CNE/CP 2, 2015) EXPLICITAÇÃO EI (2018) NÃO EXPLICITAÇÃO em ementas “preocupação com as particularidades do ensino de línguas para crianças (em seus diversos contextos)”.
  • 9. TCC – LETRAS – UFPB – Campus I (2010-2018) (infantil; fundamental; inglês; língua inglesa; literat*; ) ■ 2010: MACHADO, G. A Teoria das inteligências múltiplas em ação: o ensino de língua inglesa na educação infantil. ■ 2015: BRASIL, R. Inserção da língua inglesa para crianças de 3 a 9 anos em escolas regulares da rede privada : algumas considerações sobre a formação e dificuldades dos docentes. ■ 2017: SILVA, J. Prática de retelling - literatura na aula de língua inglesa através de duas adaptações de Hamlet
  • 11. EFOPLI HTTP://UFPB.BR/EFOPLI/ BARBOSA,M. O EFOPLI-UFPB e suas contribuições para a formação de professores de língua inglesa e alunos de Letras Inglês na Paraíba [TCC, 2018]
  • 12.
  • 13. ■ [...] No EPPI, eu me encantei e fui bastante impactada por um workshop que se referia ao ensino da língua inglesa na educação infantil.(BARBOSA, 2018, p. 38) ➢Teaching Kids Unplugged: Engaging Activities for a Low-tech Class ➢“Hello, kids! Let’s start our English Class?” – developing multiliteracies in provocative activities with children from regular schools 2014-2017
  • 14. INICIATIVAS PRÓPRIAS Das práticas às políticas; Das políticas às práticas
  • 15. Prolicen (2008) – 3º ano (EF I) ■ Título do Projeto: Vivências de Aquisição da Língua Inglesa ■ Projeto Escola aberta: Escola Estadual Monsenhor Odilon Coutinho (João Pessoa)
  • 16. Relatório final (voz dos licenciandos) ■ Apesar de tudo ter sido proveitoso, para mim, o mais significante foi um texto sobre letramento sugerido pela professora, no qual a palavra ‘legado’* ficou bastante marcada em minha mente. Após a discussão do texto, resolvemos iniciar o projeto intitulado “My school neighborhood” em que as crianças fariam um registro dos arredores da escola, bem como do que gostariam que tivesse no entorno da escola e de suas casas. Com máquina fotográfica digital, lápis e papel em mãos, saímos pelos arredores da escola registrando tudo que chamava a atenção das crianças para o registro que queriam fazer. [MC] ■ ...Juntos, escolhemos e concordamos em tirar fotos e, a partir dessas fotos tiradas pelos alunos, iriamos, de alguma forma retratar a vizinhança da escola. Os alunos, acompanhados por nós, escolheram os alvos das fotos e fizeram “por si só” essa parte do trabalho. [TH] ■ Outro desdobramento que o projeto sofreu foram as oficinas na escola de Mandacarú.Uma tarefa desafiadora, pois era uma experiência nova aos bolsistas, tentar fazer com que as oficinas conciliassem a aquisição, letramento, assuntos de relevância social na vida deles. [CM]
  • 17.
  • 18. Registros das crianças em fotos ■ Buracos ■ Calçadas ■ Praça ■ Lixo na rua
  • 19. Probex 2016 - 4º e 5º anos (02 escolas municipais) 2017 - 3º e 4º anos (01 ONG) ■ Reunindo: letramento crítico; ludicidade; princípios da neuroeducação/neurociência ■ Modalidade: oficinas ■ 02 TCCs: ■ Adicione neurociência, coloque letramento crítico e misture com ludicidade: uma prazerosa proposta de ensino (PÊ, 2016) ■ Crianças, supercomputadores, uma caravana e um palco: criatividade no ensino-aprendizagem de inglês. (BARBOSA FILHO, 2017)
  • 20. SUCATA – partindo de falas ‘feio’, ‘velho’, ‘sujo’
  • 21.
  • 22. ‘comportamento’ – regras sociais: quem estabelece? Para quem? Por quê?
  • 23. 1ª Oficina “ o que é um super- herói?” Desenhos para resgatar e conhecer os conceitos de super-heróis dos alunos.
  • 25. 3ª Oficina Super-herói na vida real Malala ( por meio do desenho animado Burka Avenger)
  • 26. Ela é uma ladra!!!! ....E menina não pode ir para a escola? Oxe!!! (encontro com o desconhecido Talibã, burka, Malala....
  • 27. 4ª oficina “e vocês lutam por algo, defendem algo?” mobilizar conhecimento e modos de ação no meio social.
  • 28.
  • 31.
  • 32. A partir de 08 anos
  • 34. 2007 – EM 2010 – EF II
  • 35. Pauta da hora ❑ Dimensão política: ✓ atuação em e engajamento de Conselhos Federal, Estaduais e Municipais; Associações (Professores LE/A e área das linguagens) ✓ * Conselho Municipal de JPA: “não há nenhuma Política pública para LE/A na Educação Infantil** ✓ Acompanhamento das discussões no CNE da versão preliminar da Base Nacional Comum para a Formação de Professores da Educação Básica (12/2018) - http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=105091-bnc- formacao-de-professores-v0&category_slug=dezembro-2018-pdf&Itemid=30192 ✓ LDB: § 5o No currículo do ensino fundamental, a partir do sexto ano, será ofertada a língua inglesa. (Redação dada pela Lei nº 13.415, de 2017)
  • 36. Pauta da hora ❑ Dimensão institucional: ✓ formação inicial [componentes curriculares e conteúdos específicos, olhar atento nos planos de trabalho professores ingressantes ]; ✓ outros espaços de formação inicial e continuada (oferta; visibilidade; pressão; em resposta à demanda)
  • 37. Formação docente (componentes curriculares e conteúdos específicos) ✓ etapas do desenvolvimento infantil; ✓ Psicomotricidade; ✓ cérebro e seu funcionamento [funções executivas; processo de mielinização, neuroplasticidade, neurociência, neuroeducação]; ✓ ludicidade [jogos, brincadeiras, simbólico, linguagem, inconsciente, criatividade, desejos....]; ✓ Imaginação, fantasia [contação de estórias, o faz de conta ....]; ✓ Aquisição da leitura e escrita; bilinguismo; ✓ Método silábico, fônico (consciência fonológica), alfabetização, letramento ✓ Deficiências (capacidade neuroplástica do cérebro, pedagogia da negação, pedagogia do cuidado, métodos multissensoriais, Desenho Universal para Aprendizagem...)