SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 83
Baixar para ler offline
Valorize a vida. Diga não às drogas !
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
P R E F Á C I O
As drogas estão destruindo gerações, estão levando nossas crianças,
adolescentes e jovens a auto destruição.
A Criminalidade e a violência vem num crescente índice, com presídios
superlotados, e as pesquisas demonstram que mais de 70% das pessoas que
cometeram algum tipo de crime, têm algum envolvimento com as drogas.
Para que haja uma ampla interação no
trabalho de prevenção, há necessidade de uma integração
dos pais e educadores com amplo conhecimento do
assunto, para que possam falar sem medo e sem
preconceito sobre esse importante assunto e que nossos
filhos possam de maneira fácil, com vocabulário simples,
receber o maior número de informações, estamos
editando o primeiro “LIVRO ELETRÔNICO”, com
perguntas e respostas sobre DROGAS.
Este livro eletrônico, de fácil acesso, além de
propiciar conhecimento sobre as Drogas, ainda
propiciará a nossos filhos uma interação com a
informática, tão importante e necessária nos dias atuais.
Temos certeza que este trabalho se constituirá em
excelente meio de consultas.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
A história das drogas é tão antiga que muitas
vezes se confunde com a própria história da
existência do homem. Tem-se notícias que a
Cannabis Sativa era cultivada desde mil anos
antes de Cristo. Enfim, as drogas existem desde
os primórdios da existência humana.
No Brasil, sabe-se que nossos índios já usavam
plantas com substâncias tóxicas em suas
manifestações religiosas. Tem-se notícias que a
Cannabis Sativa ( Maconha ),chegou ao Brasil
logo após seu descobrimento, trazida de Angola
pelos primeiros escravos negros.
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
01 - QUE É DROGA?
De acordo com a organização Mundial da Saúde, DROGA
é toda substância que colocada no organismo humano
provoca alguma alteração, física ou psíquica.
02 - COMO PODEM SER AS DROGAS ?
As DROGAS podem ser lícitas ( permitidas )
ou ilícitas ( proibidas).
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
03 - O QUE É DROGA LÍCITA?
Droga lícita é aquela que as leis não proíbem a sua
fabricação, o seu transporte e a sua comercialização.
Existem apenas leis que regulamentam o processo de
produção, de transporte e de comercialização.
Exemplos : Cigarros no processo de fabricação a lei
obriga que na embalagem contenha mensagens dos
malefícios causados. No comércio a lei proíbe a venda
para menores de 18 anos.
04 – O QUE É DROGA ILÍCITA?
Droga ilícita é aquela que existe lei proibindo a sua
fabricação, o seu transporte e a sua comercialização.
Exemplos : Maconha, Cocaína, Crack, LSD, Líquido X
etc.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
05 - PORQUE UMA PESSOA COMEÇA A
USAR DROGAS?
Uma pessoa pode se tornar um usuário por vários
motivos. Pelas circunstâncias do meio em que vive,
incentivado por outras pessoas, pelos falsos amigos,
pela curiosidade , mas, principalmente pela falta de
informação.
06 – EXISTEM DROGAS LEVES E DROGAS
PESADAS?
Do Ponto de vista da lei, não há diferença entre drogas
leves e drogas pesadas, mas apenas entre drogas lícitas (
legais ) e ilícitas ( ilegais).
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
07 – AS DROGAS ILÍCITAS SÃO MAIS PERIGOSAS
QUE AS DROGAS LÍCITAS?
Nem Sempre. Os perigos relacionados ao uso de drogas
dependem de diversos fatores. O fato da droga ser legal ou ilegal
não tem uma relação direta com o perigo que oferece.Temos a
tendência de achar que substâncias como o álcool, já que são
legalizadas, não são problemáticas, é um terrível engano. Assim
observamos que na nossa cultura somos demasiadamente
tolerantes com relação às drogas legalizadas ( álcool,
medicamentos, tabaco).
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
08 – O QUE É DEPENDÊNCIA?
O uso repetitivo e de forma continuada, faz com que o
organismo do usuário passe a exigir as substâncias ativas
da droga. As Drogas de uma forma geral, agem no
cérebro, e este emite ordens para nosso corpo como se
estivesse pedindo aquelas substancias. A dependência
pode ser psíquica ou física.
09 – O QUE É DEPENDÊNCIA PSIQUICA?
É o efeito de substâncias diretamente no sistema cerebral,
fazendo com que a vontade do usuário esteja sempre
ligada ao uso daquela substância. EXEMPLO : O usuário
de tabaco ( cigarros), craveja o cérebro com a
NICOTINA, a substância que causa dependência
( viciante ), e o cérebro passa a exigir a presença de
nicotina, muitas vezes sobrepondo-se até mesmo ao desejo
da pessoa em se abster do fumo.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
10 – O QUE É DEPENDÊNCIA FÍSICA?
É o efeito provocado por determinadas substâncias
absorvidas pelo corpo do usuário. O usuário
necessita da substância para fazer funcionar alguma
parte física. EXEMPLO : Anabolizantes, agem sobre
os músculos do usuário.
11 - O QUE É TOLERÂNCIA?
Tolerância é a necessidade que o usuário sente de
aumentar as dosagens da droga usada, para obter a
mesma sensação, os mesmos efeitos que obtinha
anteriormente com dosagens menores.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
12 – QUEM PODE SER CONSIDERADO
DEPENDENTE?
Dependente é a pessoa que deixa de ter vontade
própria e, por necessidade psíquica ou física torna-se
incapaz de abster-se do uso de determinada
substância. O uso de drogas por dependência é uma
manifestação de graves problemas de saúde
( DOENÇA).
13 – QUAIS A CARACTERÍSTICAS DE UM
DEPENDENTE?
Brusca mudança de comportamento, visivelmente
apresenta sinais de autodestruição, nervosismo,
inquietação, agressividade, abandono dos valores
sociais e morais, perda de interesse por estudos e
trabalho, perde os hábitos normais de higiene e
completo desinteresse pela sua aparência pessoal.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
14 – COMO UMA PESSOA PODE DEIXAR
DE SER DEPENDENTE?
Depende muito das condições físicas e psíquicas do
usuário. Quando a dependência se encontra em estado
adiantado, há necessidade de auxílio, de tratamento
adequado e especializado em hospitais, clínicas e
profissionais como psicólogos, assistentes sociais, muito
apoio familiar, terapia de grupo e principalmente
muita religiosidade.
15 – TODO DEPENDENTE QUE PASSA POR
TRATAMENTOS SE RECUPERAM?
O que se pode afirmar é que toda pessoa recuperada,
passou por tratamentos, porém nem todos que se
tratam se recuperam. O fator principal da recuperação
é a conscientização da pessoa em querer se recuperar,
sem esta condição é praticamente impossível se obter
resultados positivos no tratamento.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
16 – O QUE É RECAIDA?
Recaída é a expressão usada, para definir a volta ao uso
de drogas por uma pessoa, mesmo depois de ter passado
longo tempo sem consumo e ser considerada nos
tratamentos como recuperada.
17 – O QUE LEVA UMA PESSOA MESMO
APÓS UM LONGO TRATAMENTO TER UMA
RECAIDA?
A falta de forças próprias para resoluções de problemas
que com certeza vai encontrar ao reintegrar-se à
sociedade, principalmente quando deixar o local de
tratamento, geralmente uma clínica, volta a conviver no
mesmo meio social que convivia anteriormente.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
18 – O QUE É USUÁRIO?
É a pessoa que adquire, guarda ou traz consigo, para
uso próprio, substâncias entorpecentes ou que
determinem dependência física ou psíquica, sem
autorização ou em desacordo com determinação legal ou
regulamentar. ( Lei 6.368 artigo 16 ) Pena : Reclusão de
6 ( seis ) meses a 2 ( dois ) anos, e pagamento de 30
( trinta) a 50 ( Cinqüenta ) dias-multa.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
19 – O QUE É TRÁFICO?
Tráfico é o ato de importar ou exportar, remeter, preparar,
produzir, adquirir, vender, expor à venda ou oferecer,
fornecer ainda que gratuitamente, ter em depósito,
transportar, trazer consigo, guardar, recomendar, ministrar
ou entregar, de qualquer forma, a consumo, substância
entorpecente ou que determine dependência física ou
psíquica, sem autorização ou em desacordo com
determinação legal ou regulamentar. A pena para quem
infringe a lei é de 3 ( três ) a 15 ( quinze anos de reclusão em
regime fechado e pagamento de multa que varia de 50 a 360
dias-multa. ( Lei 6368 artigo 12)
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
20 – TODO USUÁRIO É TRAFICANTE ?
Não, nem todo usuário é traficante, porém um grande
número de usuários acabam enveredando pelo mundo
do tráfico, muitas vezes com a intenção de obter algum
lucro sobre suas vendas para manutenção da sua
própria dependência.
21 – TODO TRAFICANTE É USUÁRIO?
Em geral não, principalmente os grandes traficantes,
aqueles que produzem as drogas e as vendem em alta
escala estão voltados exclusivamente para os lucros.
Essas pessoas são inteligentes, perspicazes,
conhecendo muito os efeitos da dependência, sabe que
se for usuário não terá condições de prosseguir em
seu inescrupuloso e ilícito comércio.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
22 – A QUEM COMPETE O DEVER DA
DA PREVENÇÃO REPREENSÃO E DA
RECUPERAÇÃO?
De acordo com a lei 6.368 de 21 de outubro de 1976, em
seu artigo primeiro, - É dever de toda pessoa física ou
jurídica colaborar na PREVENÇÃO e na
REPREENSÃO ao tráfico ilícito e uso indevido de
substâncias entorpecente ou que determine dependência
física ou psíquica.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
23 - ÁLCOOL
As bebidas alcoólicas são produzidas a partir da cana-
de-açúcar, cereais ou frutas, através de um processo de
fermentação ou destilação. Esse produto enquadra-se
na categoria de DROGAS lícitas, drogas permitidas. As
leis que regulamentam a produção, o transporte e a
comercialização, proíbem a venda a menores de 18
anos.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
24 – QUAIS OS SINTOMAS CAUSADOS PELO
USO DE BEBEIDAS ALCOÓLICAS?
A bebida alcoólica traz sensações enganosas de euforia e
bem estar, porém afetam todo o funcionamento do
organismo.
25 – QUAIS OS PROBLEMAS MAIS GRAVES
DO USO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS?
Muito embora as bebidas causem males irreparáveis na
saúde humana, afetando órgãos como: pulmões, estômago,
coração, sistema circulatório, atinge com muita violência
dois órgãos importantíssimos do nosso corpo, o Fígado e o
Cérebro.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
26 – PORQUE QUANDO USAMOS BEBIDAS
ALCOÓLICAS FICAMOS DESORIENTADOS?
Todo nosso corpo é comandado pelo cérebro, o órgão mais
importante de nosso corpo. É o cérebro que envia ordens aos
nossos músculos para efetuarmos algum movimento. A bebida
atinge o cérebro e faz com que o mesmo passe a não responder
com a rapidez necessária, fazendo com que as ordens ao corpo
tornem-se muito lentas. Por exemplo : Quando estamos
dirigindo um veículo, e na frente uma criança atravessa a rua,
veja como funciona nosso corpo diante dessa situação: As vistas
captam a imagem, envia para o cérebro, esse em milionésimos
de segundos, decifra aquela imagem, nos informa o que é e
passa a dar ordens rápidas para nosso corpo.
( Olha, lá na frente, uma criança, pisa no freio... )e nós freamos
rapidamente). Quando ingerimos bebidas alcoólicas, o cérebro
passa dar essas ordens com muita lentidão, e nós não temos a
condição de tomar uma decisão rápida, precisa, e não evitamos
o acidente:
Olha............lá...............na.......frente.....uma.......criança.............pi
sa...no......freio ), imagine que quando você tomar a decisão de
frear, com certeza já atropelou a criança.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
27 – QUAIS OS EFEITOS DO ÁLCOOL NO
ORGANISMO?
O álcool pode provocar no aparelho digestivo gastrite,
vômitos fáceis, hemorragia gástrica ou intestinal. No
aparelho respiratório causa laringite, bronquite,
enfizema pulmonar crônico e falta de ar constante.
Causa taquicardia e enfarto do coração. No sistema
neurológico vai causar lesão cerebral, perda da
coordenação motora, delírios, confusão mental,
demência progressiva e inflamação dos neurônios. No
fígado causa a Cirrose hepática que pode levar a pessoa
à morte.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
28 – O QUE SIGNIFICA ALCOÓLATRA?
É a pessoa que se torna dependente das bebidas
alcoólicas, não consegue se abster do uso contínuo
permanente e vai aumentando as dosagens de uso.
29 – O ALCOOLISMO TEM CURA?
Não. Hoje podemos afirmar que o alcoolismo é uma doença
incurável. O que se pode é abster-se do uso, através de ampla
conscientização e muita força de vontade. Quando a pessoa
toma consciência dos males que a bebida esta fazendo, tanto
física como mentalmente e socialmente, deseja abster-se,
precisa fazer com muita força de vontade, precisa acreditar
em algo superior que lhe dará forças para abandonar o vício,
normalmente os grupos de terapia, como os GRUPOS DE
ALCOÓLICOS ANÔNIMOS ( AA ) são de suma
importância no tratamento do alcoolismo. Uma pessoa que
consegue abster-se das bebidas seja por quanto tempo for, 1
ou 10 anos, jamais deverá experimentar uma única dose de
qualquer bebida alcoólica, sob a pena de voltar à
dependência, voltar a ser alcoólatra.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
30 – A BEBIDA ALCOÓLICA CAUSA
TOLERÂNCIA?
Sim, a bebida alcoólica provoca dependência e o
organismo passa a exigir cada vez mais maiores
dosagens para provocar os mesmos efeitos
anteriores, e isso é tolerância.
31 – O ÁLCOOL MATA POR OVERDOSE?
Sim, em dosagens altas a pessoa pode ter uma
depressão respiratória, chegando ao coma
alcoólico e leva-la a morte.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
31 – TABACO ( Cigarros )
O tabaco faz parte das drogas lícitas. A indústria do
tabaco ( cigarros, cigarrilhas, fumo para cachimbo etc.)
é uma das maiores fontes de lucro do mundo. Em todo
mundo está comprovado os terríveis malefícios
causados pelo hábito de fumar. As pesquisas
demonstram que no ano de 2000, mais de dois milhões
de pessoas em todo mundo morreram por doenças
causadas por essa droga. O cigarro mata anualmente
mais pessoas do que as guerras que já tivemos notícia.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
32 - O QUE É CIGARRO?
Cigarro é um produto produzido a partir das folhas
secas da planta conhecida como "Fumo ou tabaco"
a partir dessas folhas pode-se produzir charutos,
cigarrilhas, fumo em corda, fumo para cachimbo
etc.
33 – QUE TIPO DE SUBSTÂNCIAS
TÓXICAS SÃO ENCONTRADAS NOS
CIGARROS ?
Um único cigarro pode conter mais de quatro mil e
setecentas substâncias tóxicas. A nicotina é a
substância que causa a dependência ( vício ) atua
diretamente no cérebro. Temos ainda monóxido de
carbono, um gás altamente venenoso ( similar aos
gases expelidos pelos escapamentos dos veículos
quando da queima do combustível), o alcatrão,
substância altamente cancerígena. Além de
produtos como amônia, pólvora, produtos químicos
contidos no papel etc.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
34 – QUAIS AS DOENÇAS OCASIONADAS
PELO FUMO?
O fumo causa várias doenças no organismo humano. A
primeira parte de nosso corpo a ser afetada é a boca,
seguindo-se a garganta, a laringe, os pulmões, dos
pulmões as substâncias tóxicas entram na corrente
sangüínea e daí percorre todos os órgãos de nosso corpo
levando mais de 4.700 produtos tóxicos. As principais
doenças atingem as vias respiratórias ( boca, garganta,
laringe e pulmões ), onde apresenta índice elevadíssimo
de câncer. Provoca também esquimia do coração ( como
angina do peito e infarto do miocárdio), podendo também
provocar hemorragias celebrais. A agressão dos produtos
tóxicos contidos no cigarro é de tal forma danosa ao
organismo que chega a prejudicar sensivelmente a parte
sexual masculina e feminina, causando impotência
precoce em homens e infertilidade feminina.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
35 – O QUE É UM FUMANTE PASSIVO?
Fumante passivo é a pessoa que não fuma, mas está
exposta em ambientes onde existem fumantes.
Dependendo local, do acúmulo de fumaça dispersa
no ar, essas pessoas podem estar adquirindo os
gases venenosos equivalentes de 1 a 4 cigarros
fumados num período de 8 horas, daí, a proibição
de se fumar em locais públicos tais como: escolas,
repartições, restaurantes, cinemas, teatros, museus,
bibliotecas, aeronaves, transportes públicos,
hospitais, etc.).As crianças são as mais prejudicadas
devido ao desenvolvimento do seu organismo que é
muito frágil.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
36 – O QUE SÃO INALANTES?
Normalmente são substâncias químicas, solventes
voláteis, como por exemplo: Thiner, acetona, éter
sulfúrico, gasolina etc.
37 – A COLA DE SAPATEIRO É UM
INALANTE?
Sim. A cola de sapateiro,considerada a droga das
crianças de rua, tornou-se um inalante devido a alta
concentração de solventes.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
38 – QUAIS OS EFEITOS DOS SOLVENTES NO
ORGANISMO?
Os inalantes trazem conseqüências irreversíveis para o
usuário. Há sérias complicações em todo sistema vital do
organismo, podendo levar à morte. Afeta principalmente
o cérebro, destruindo neurônios. Causa irritação dos
olhos, dificultando a visão, afeta o paladar, o olfato e o
tato. Provoca vômitos, diarréia e fraqueza acentuada. São
comuns dores de cabeça, perda freqüente da memória e
do autocontrole, tremores, ansiedade, cólicas intestinais,
falta de coordenação motora, confusão mental, problemas
no fígado e coceiras no corpo.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
39 – OS INALANTES PODEM CAUSAR
SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA?
Sim, ao se abster da droga a pessoa pode ter: Ansiedade,
insônia,tremores, delírio,convulsões, podendo até levar à
morte.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
40 – O QUE É ANABOLIZANTE?
Anabolizantes, são produtos produzidos em laboratórios,
à base de esteróides, tem como finalidade principal
promover rápido ganho de peso e músculos. São produtos
similares ao hormônio masculino "Testosterona"
41 – PORQUE OS ANABOLIZANTES SÃO
PERIGOSOS?
Em primeiro lugar precisamos saber que o nosso coração é
um músculo e assim devemos analisar: Se o anabolizante
promove aumento de músculos, sendo o coração também
um músculo, passará a ser afetado, podendo ocorrer a
hipertrofia do ventrículo esquerdo do coração e aumento da
pressão, provocando ataques cardíacos e derrames. Causa
problemas no fígado, inclusive tumores, levando à morte.
Outras características do usuário de anabolizantes:
Aumento da agressividade, manchas roxas ou vermelhas no
corpo, inchaço dos pés e das pernas, afeta o sistema
reprodutor.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
42 – O QUE É ESTIMULANTE?
São produtos normalmente em forma de comprimidos, ou
líquidos, que ao serem ingeridos, as substâncias atingem o
cérebro e agem no SNC ( Sistema Nervoso Central)
deixando o usuário agitado, provoca insônia e perda do
apetite. Essas drogas são à base de anfetaminas.
43 – QUAIS AS SUBSTÂNCIAS ESTIMULANTES?
Existem várias substâncias estimulantes, tanto de origem
vegetal como sintéticas. Por exemplo: a cafeína do café ou
chá tira o sono, deixa a pessoa mais ativa, mais acordada. A
cafeína é considerada um estimulante suave do cérebro. Já a
cocaína é um estimulante muitíssimo poderoso. Temos ainda
os estimulantes sintéticos, produzidos em laboratórios, como
a anfetamina ("bolinha"), a metanfetamina ("ice –
perventin"etc). e várias substâncias que são usadas para
tirar a fome, os chamados anoréticos ou inibidores de apetite.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
44– QUAIS OS EFEITOS DOS ESTIMULANTES
NA MEMÓRIA?
Sob os efeitos dos estimulantes no cérebro, o usuário faz
contas, lê e escreve mais rapidamente, mas comete muitos
erros e por estar hiperexcitado não guarda bem as coisas,
como conseqüência a memória tem prejuízo. Por outro
lado, como o indivíduo que abusa precisa de doses cada vez
maiores, gradativamente a memória, como outras funções
mentais, terão também seus prejuízos.
45 – QUAIS OS EFEITOS NO ORGANISMO
HUMANO?
Promove uma falsa sensação de bem estar. A pessoa perde
a sensação de sono e de cansaço. Os efeitos maléficos
superam em muito a falsa sensação de bem estar. Provoca
taquicardia e aumenta e pressão sangüínea, no cérebro,
pode destruir os neurotransmissores. Apenas uma única
dose pode causar a neurotoxidade, fazendo com que os
neurônios incham e se rompem.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
46 – OS ESTIMULANTES CAUSAM ALGUM
TIPO DE DEPENDÊNCIA?
Sim, causa a dependência psíquica, pois altera as funções
cerebrais, levando o usuário a chamada vida química.
47 – OS ESTIMULANTES AGEM SOBRE A
ATIVIDADE SEXUAL?
São usados com muita freqüência para intensificar as
experiências sexuais, e o que acaba acontecendo muitas
vezes é que pode ocorrer ejaculação precoce ou orgasmo
prematuro. Altas doses e o uso a longo prazo estão
associados com impotência e outras disfunções sexuais.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
48 – O QUE SÃO DEPRESSORES?
Depressores são drogas sedantes que atuam no sistema
nervoso central, também chamadas de
"Tranqüilizantes"podendo reduzir a ansiedade, induzir ao
sono e até mesmo à anestesia. Algumas pessoas se tornam
dependentes barbitúricos para alcançar descanso. Essas
drogas deprimem os neurônios do SNC ( Sistema Nervoso
Central). Doses excessivas podem levar à morte.
49 - OS DEPRESSORES CAUSAM ALGUMA
DEPENDÊNCIA?
Sim, da mesma forma que os estimulantes, provoca a
dependência psíquica, também chamada de vida química.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
50 – COMO OS DEPRESSORES OU
TRANQUILIZANTES SÃO USADOS?
São usados pela boca ( via oral) quando apresentados na
forma de comprimidos ou cápsulas, ou ainda por via
endovenosa quando apresentados na forma de injeção. As
formas injetáveis só podem ser utilizadas em hospitais.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
51 – O QUE FAZEM OS DE PRESSORES OU
TRANQUILIZANTES NA MENTE?
Todos produtos dessa categoria são capazes de estimular os
mecanismos do nosso cérebro que normalmente combatem
estados de tensão e ansiedade. Assim, quando devido às
tensões do dia-a-dia ou por causas mais sérias
determinadas áreas de nosso cérebro funcionam
exageradamente resultando num estado de ansiedade, essas
substâncias exercem um efeito contrário, isto é, inibem os
mecanismos que estavam hiperfuncionantes e a pessoa fica
mais tranqüila, como que desligada do meio ambiente e dos
estímulos externos.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
52 – O QUE É MACONHA?
Maconha é uma erva de origem asiática, seu nome
científico é "Cannabis Sativa Lineu". O uso de suas
folhas secas, na forma de cigarros, é uma das drogas mais
antigas e mais consumidas.
53 – COMO A MACONHA É UTILIZADA?
As flores e folhas secas da maconha podem ser fumadas
ou ingeridas, sendo que a forma mais comum é a fumada
e nesse caso a maconha é absorvida pelo pulmão, entra na
corrente sanguínea e atinge o SNC ( Sistema Nervoso
Central ) , o cérebro em apenas alguns segundos. Quando
utilizada por via oral sua absorção é mais lenta variando
de 30 a 60 segundos.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
54 – A MACONHA AFETA O
DESEMPENHO SEXUAL?
A maconha traz tanto para homens como para
mulheres profundas alterações hormonais que
podem resultar em problemas. Além do mais, a
maconha produz tantas alterações mentais que
pode tirar a concentraão necessária durante o ato
sexual.
55 – QUE TIPO DE DEPENDÊNCIA CAUSA A
MACONHA?
Causa dependência psíquica.
56 – QUAL A SUBSTÂNCIA MAIS FORTE DA
MACONHA?
É o THC ( Tetra-hidrocanabiol).
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
57 – QUAIS OS EFEITOS MALÉFICOS DA
MACONHA?
Provoca câncer de pulmão, diminui as defesas do organismo,
facilitando infecções, tosse crônica, bronquites, prejudica o
sistema cardiovascular, atua no cérebro danificando os
neurônios, levando a perda parcial ou total da memória.
Causa redução no sistema imunológico em função da queda
de glóbulos brancos, facilitando infecções graves, inclusive
propicia no organismo facilidade para contagio do HAIV e
desenvolver a AIDS
58 – QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS
DO USUÁRIO DE MACONHA?
Aumento do apetite, sensação de euforia, pensamento
confuso, sonolência, olhos avermelhados, perda do
vocabulário passando a se utilizar quase que exclusivamente
de gírias, afastamento social.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
57 – QUAIS OS EFEITOS MALÉFICOS DA
MACONHA?
Provoca câncer de pulmão, diminui as defesas do organismo,
facilitando infecções, tosse crônica, bronquites, prejudica o
sistema cardiovascular, atua no cérebro danificando os
neurônios, levando a perda parcial ou total da memória.
Causa redução no sistema imunológico em função da queda
de glóbulos brancos, facilitando infecções graves, inclusive
propicia no organismo facilidade para contagio do HAIV e
desenvolver a AIDS
58 – QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS
DO USUÁRIO DE MACONHA?
Aumento do apetite, sensação de euforia, pensamento
confuso, sonolência, olhos avermelhados, perda do
vocabulário passando a se utilizar quase que exclusivamente
de gírias, afastamento social.
59 – A MACONHA PROVOCA DEPENDÊNCIA PSIQUICA?
Sim, a dependência psíquica da maconha é muito maior do
que a provocada pelo cigarro.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
60 – COCAÍNA
A cocaína é uma droga produzida a partir da planta cujo
nome científico é : Erythroxy-lon, e o nome popular é
coca. O cultivo dessa planta é predominante da América
do Sul, seus maiores produtores são: Bolívia, Peru e
Colômbia.
61 – QUAIS OS NOMES POPULARES DA
COCAÍNA?
Pó, branca, farinha, brilho, carreirinha, ratatá, tiro etc.
62 – O QUE É PAPELOTE?
É um pequeno invólucro, normalmente de papel vegetal,
de formato retangular, contendo no seu interior o pó da
cocaína.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
63 – COMO É USADA A COCAÍNA?
A cocaína normalmente é utilizada por aspiração nasal
(cheirada), o que leva a completa destruição do septo nasal,
mas muitos diluem a droga em água destilada e usam via
endovenosa ( injeção na veia ).
64 – A COCAÍNA PRODUZ DEPENDÊNCIA
PSÍQUICA?
Sim, provoca alta dependência psíquica, deixando o
cérebro totalmente contaminado.
65 – QUAIS AS SENSAÇÕES CAUSADAS PELA
COCAÍNA?
Produz falsa sensação de bem estar, euforia, insônia, perda
do apetite. Traz a falsa sensação de nunca estar cansado.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
66 - QUAIS OS MALEFÍCIOS CAUSADOS AO
ORGANISMO?
Acelera o ritmo e a potência da função cardíaca, contrai os
vasos sanguíneos diminuindo o fluxo de sangue para os órgãos,
inclusive para o cérebro. Ao atingir o cérebro provoca
aneurisma e espasmos. Causa profunda dependência psíquica,
aumenta terrivelmente a agressividade.
67 – A COCAÍNA É AFRODISÍACA?
A cocaína não possui nenhum efeito afrodisíaco, ao contrário,
por destruir física e psicologicamente o usuário chega muito
rápido à impotência sexual.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
68 – CRACK
O crack é produzido a partir da pasta de coca,
adicionada a outros produtos químicos como:
bicarbonato de sódio ou amônia, etc. resultando em
pedras de formatos irregulares, fumadas em cachimbos
na maioria das vezes improvisados.
A droga recebeu este nome porque faz um pequeno
estalo quando queimada. Essa droga é seis vezes mais
potente que a cocaína e leva cerca de 15 segundos para
chegar ao cérebro e fazer efeito. Como a duração do
crack é rápida, cerca de 15 minutos, o usuário precisa
aumentar o consumo rapidamente, o que o leva a um
caminho sem volta.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
69 – QUAIS OS EFEITOS DO CRACK NO
ORGANISMO?
A compulsão para o uso do crack, comumente chamado
pelos usuários de fissura é mais forte que a dos usuários de
cocaína. Como o crack é uma droga de alto poder viciante e
destrutivo, o simples fato de experimenta-lo pode causar a
dependência e consequentemente levar o usuário à morte.
70 – PORQUE GRANDE NÚMERO DE
USUÁRIOS DE CRACK SE SUICIDAM?
O crack age destruindo os neurônios, deixando o cérebro
totalmente confuso e sem poder de raciocínio. O
dependente de crack quando se abstem da droga ( fica sem
usar ), o cérebro passa a induzi-la ao suicídio, o usuário
sente maior facilidade em eliminar a própria vida, do que
viver sem a droga, tal a dependência psíquica causada.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
71 – O QUE É LSD ?
LSD (Dietilamida do ácido lisérgico) é uma substância que
lembra outras substâncias presentes nos cogumelos a
Claviceps purpúrea. Essa substância produz profundas
alterações mentais, chamadas de alucinações ( alucinação é
uma percepção sem objeto, por exemplo, ouvir uma
trombeta sem que este som exista é uma alucinação).
72 – COMO É USADO O LSD?
É utilizado por via oral, ou seja, é ingerido. É um líquido
que não possui cor, odor e nem sabor. O LSD é tão potente
que pequeníssimas doses, de 20 a 50 microgramas ( um
micrograma é um milésimo de um grama), já produzem
alterações mentais. Para se ter uma idéia, um micrograma
cabe na ponta de uma agulha.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
73 - QUAIS OS EFEITOS FÍSICOS CAUSADOS
PELO LSD?
Os efeitos físicos do LSD incluem pupilas dilatadas, aumento
da temperatura do corpo, aumento dos batimentos cardíacos
e da pressão arterial, suores, perda do apetite, falta de sono,
boca seca e tremores.
74 – QUAIS OS EFEITOS PSÍQUICOS ( NO
CÉREBRO) PELO USO DE LSD?
Os efeitos no cérebro são imprevisíveis. Dependem da
quantidade ingerida, da personalidade do usuário, do humor
e expectativa. Os efeitos aparecem de 30 a 90 minutos após a
ingestão e duram aproximadamente 6 horas. Durante esse
período o LSD produz fenômenos alucinatórios que envolvem
um conjunto de percepções que ocorrem sem a presença de
um objeto. A pessoa ouve sons inexistentes, vê cores que não
estão no local, as sensações podem provocar dor, prazer,
medo, ansiedade etc.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
75 - QUAIS OS DANOS CAUSADOS
PELO LSD NO CÉREBRO?
O efeito no cérebro tem a ver com a serotonina,
(neurotransmissor produção dessa substância.cerebral) e
em laboratórios foram encontrados danos na
76 – QUAIS OS SINTOMAS CAUSADOS PELO
LSD?
Em dosagens múltiplas podem apresentar taquicardias,
náuseas, irriquietude,desmaios, dores musculares e, a
longo prazo podem aparecer sintomas semi-permanentes
como ansiedade, depressão, ataques de pânico,
agressividade, dificuldade de concentração, paranóia e
alucinações.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
77 -O QUE É O EFEITO FLASH BACK ?
A potencialização da droga no cérebro, pode mesmo
ocorrer após um a dois anos de abstinência ( ficar sem
usar ), provocar as mesmas reações como , se estivesse
consumindo o produto naquela hora.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
78 - ECSTASY
É um composto sintético, geralmente comercializado em
comprimidos coloridos ou cápsulas, muito raramente
em pó a substância contida é : MDMA ( ecstasy,
xtc,Adam, ice, speed, eve, the drug).
79 - PORQUE O ECSTASY ATRAI?
O ecstasy é geralmente consumido durante as longas
noites de fim de semana para suportar o stress da noite e
favorecer a desinibição.
80 - QUAIS OS DANOS QUE O ECSTASY
PROVOCA NO CORPO?
Provoca um forte aumento da pressão sangüínea e pode
causar a morte em conjunto com descompensações
cardíacas, renais e hepáticas.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
81 - MERLA
A merla é um subproduto da cocaína. É obtida das folhas
da coca às quais se adicionam alguns solventes como ácido
sulfúrico, querosene, cal virgem etc. transformando-se num
produto de consistência pastosa com uma concentração
variável de 40% a 70% de cocaína.
82 -COMO É USADA A MERLA?
Pode ser fumada pura ou misturada ao tabaco ou maconha
(bazuca)
83 -QUE TIPO DE DEPENDÊNCIA CAUSA O
USO DA MERLA
Causa dependência física e psíquica, além de
provocar danos, às vezes irreparáveis ao organismo.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
84 -QUAIS A PRINCIPAIS CARACTRÍSTICAS DO
USUÁRIO DA MERLA?
O usuário comumente apresenta as extremidades dos dedos
amarelados. Pode evidenciar lacrimejamento, olhos
avermelhados, irritados, respiração difícil, tremores das
mãos, muita inquietação e irritabilidade. A longo prazo,
perda dos dentes causado pelo ácido de bateria usado na
mistura.
85 -QUAL O COMPORTAMENTO DOS USUÁRIOS
DA MERLA?
Os usuários da merla rapidamente entram para a
delinqüência: 68% roubam para manter o vício, 17%
envolvem-se com o tráfico para angariar dinheiro para manter
o próprio vício. Não bastasse tudo isso, o sofrimento é tão
grande que mais de 20% dos usuários tentam o suicídio para
fugir à Síndrome de abstinência ou à depressão causada pelo
uso contínuo. ( fonte: Anjos Caídos – 6ª edição).
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
86 – HEROÍNA
A heroína é extraída da Papoula ou produzido em
laboratórios com produtos sintéticos,
87 - COMO É CONSUMIDA A HEROÍNA?
O usuário consome preferencialmente através de aplicações
endovenosas, embora seja também aspirada ou fumada. Nas
primeiras experiências usa de 2 a 8 miligramas, mas com o
tempo chega a 450 miligramas, ou seja, necessita de injeções a
cada 4 ou 6 horas, mais para não sentir os sintomas que a falta
da droga faz, do que para sentir seus efeitos.
Geralmente o usuário morre cedo por causa de infecção
( tétano, gangrena, tuberculose, AIDS etc.).
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
MaisMaisVoltarVoltar
QUAIS OS EFEITOS DA
HEROÍNA NO
ORGANISMO?
?
88 - OS EFEITOS DA QUAIS HEROÍNA NO
ORGANISMO?
Poucos minutos de sensações ( viagens ) e várias horas
de total improdutividade, requerendo outra dose para se
sentir novamente bem.
As dores se espalham pelas juntas, estômago e cabeça, o
nervosismo aumenta com o passar do efeito, causa
náuseas, coriza e o suor são intensos.
A capacidade de raciocínio fica cada vez mais
comprometida e o relacionamento social restrito a
grupos de usuários que acabam contraindo AIDS
através do uso coletivo de seringas.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
VoltarVoltar
?
89 - HAXIXE
Trata-se de um narcótico mais conhecido por maconha
(Cannabis Sativa ou Indica). A expressão provém do
árabe aschichin, assassino, e sob a forma haschischino
denominava os sicários que sob o comando de Hassen-
Bem-Sabbah, cognominado o “Sheik da Montanha”,
cometiam sob os efeitos da droga, fornecida por este,
inúmeros assassinatos na área que hoje constitui a Síria.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
Para obter conhecimento sobre determinado tipo
de droga, click no botão correspondente ao lado,
você verá na sua tela perguntas e respostas.
Leia também :
O drama de um apaixonado
Carta para um pai alcoólatra
História das bebidas alcoólicas
Saiba mais sobre :
AIDS
Ópio
Líquido X
Prefácio
SAIR
Como posso ajudar meu filho ?
Tabagismo
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
Carta para um pai alcoólatra
Perdoa-me, PAI.
É importante que leia o meu desabafo. Sempre falei que, quando crescesse queria
ser igual ao senhor. Mas... infelizmente, eu mudei de idéia. Não imagina o que eu sofro quando
anoitece e não vem para jantar, pois só chega em casa de madrugada, assim mesmo, embriagado.
Olhe, não me importa que chute os brinquedos, pise-os, atire-os contra a parede, bata
raivosamente em mim, quando eu lhe pergunto:
Porque o senhor não para de Beber?
PAI... não me envergonho de usar roupas velhas, sapatos furados e nem me
importo com o pouco alimento que como. Na verdade, nada disso teria importância se o Senhor
não bebesse. Por favor, não fique parado nos bares perdendo seu tempo, seu dinheiro e sobretudo,
sua saúde, bebendo. Queria apenas tê-lo em casa todas às noites para poder dizer antes de deitar:
“BENÇÃO, PAI”.
Saber, eu senti pena de vê-lo um dia desses, deitado na calçada. Os garotos que
passavam começaram a tirar-lhe pedras. Seus cigarros espalhados pelo chão, seus bolsos virados e
lá estava uma garrafa quebrada aos seus pés. Pedi para que não fizessem aquilo e eles me
perguntaram:
•Você conhece esse cachaceiro?
• Puxa PAI, tive vontade de dizer não, mas lembrei-me que certa vez o senhor me
disse: “Filho, o verdadeiro homem não diz mentiras”.
•Então, tomei coragem e respondi:
•Sim, eu conheço. É meu PAI.
•Eles riram e falaram:
•Se fôssemos você, teríamos vergonha de chamar esse “pau-d’água de
PAI.
Baixei a cabeça, humilhado. Meus olhos se encheram de lágrimas e...eu chorei. Chorei como se
nunca tivesse chorado na vida. CHOREI O SENTIMENTO DA DOR E DO AMOR. Tentei
erguê-lo. Pedi para que se levantasse. Enxuguei seu rosto suado pelo sol do meio-dia. Contudo,
meus esforços foram inúteis. O senhor parecia não ouvir. Gemia, dizia palavras incompreensíveis
e rolava de um lado para outro na calçada imunda.
Os garotos foram embora dizendo:
•Você está lidando com um “pau d’água”sem vergonha. Deixe-o aí. Pode ser que,
ao atravessar a rua, um caminhão passe por cima dele e o mate.
PAI... FOI DURO OUVIR AQUILO. Senti como se o mundo inteiro desabasse
sobre mim, mas mesmo assim, quero que saiba de uma coisa:
“O VOTO QUE FIZ DE AMÁ-LO, RESPAITA-LO E QUERER-LHE BEM,
HEI DE CUMPRIR SEMPRE, MAS QUANDO CRESCER, NÃO QUERO SER
IGUAL AO SENHOR”.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
BEBIDAS ALCOÓLICAS
(ÁLCOOL ETÍLICO; ETANOL) Fermentadas ( Vinho e
cerveja ) Destiladas (pinga, whisky, vodka, etc.)
Aspectos históricos Toda a história da humanidade está permeada
pelo consumo de álcool. Registros arqueológicos revelam que os
primeiros indícios sobre o consumo de álcool pelo ser humano datam
de aproximadamente 6000 a.C., sendo portanto, um costume
extremamente antigo e que tem persistido por milhares de anos. A
noção de álcool como uma substância divina, por exemplo, pode ser
encontrada em inúmeros exemplos na mitologia, sendo talvez um dos
fatores responsáveis pela manutenção do hábito de beber ao longo do
tempo. Inicialmente, as bebidas tinham conteúdo alcoólico
relativamente baixo, como por exemplo o vinho e a cerveja, já que
dependiam exclusivamente do processo de fermentação. Com o
advento do processo de destilação, introduzido na Europa pelos árabes
na Idade Média, surgiram novos tipos de bebidas alcoólicas, que
passaram a ser utilizadas na sua forma destilada. Nesta época, este
tipo de bebida passou a ser considerado como um remédio para todas
as doenças, pois "dissipavam as preocupações mais rapidamente do
que o vinho e a cerveja, além de produzirem um alívio mais eficiente
da dor", surgindo então a palavra whisky (do gálico usquebaugh, que
significa "água da vida").
A partir da Revolução Industrial, registrou-se um grande aumento na
oferta deste tipo de bebida, contribuindo para um maior consumo e,
conseqüentemente, gerando um aumento no número de pessoas que
passaram a apresentar algum tipo de problema devido ao uso
excessivo de álcool.
Próxima
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Aspectos gerais
Apesar do desconhecimento por parte da maioria das
pessoas, o álcool também é considerado uma droga
psicotrópica, pois ele atua no sistema nervoso central,
provocando uma mudança no comportamento de quem o
consome, além de ter potencial para desenvolver
dependência.
O álcool é uma das poucas drogas psicotrópicas que tem
seu consumo admitido e até incentivado pela sociedade.
Esse é um dos motivos pelo qual ele é encarado de forma
diferenciada, quando comparado com as demais drogas.
Apesar de sua ampla aceitação social, o consumo de
bebidas alcoólicas, quando excessivo, passa a ser um
problema. Além dos inúmeros acidentes de trânsito e da
violência associada a episódios de embriaguez, o
consumo de álcool a longo prazo, dependendo da dose,
freqüência e circunstâncias, pode provocar um quadro de
dependência conhecido como alcoolismo. Desta forma, o
consumo inadequado do álcool é um importante problema
de saúde pública, especialmente nas sociedades
ocidentais, acarretando altos custos para sociedade e
envolvendo questões, médicas, psicológicas, profissionais
e familiares.
Anterior Próxima
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
PróximaAnterior
Efeitos agudos
A ingestão de álcool provoca diversos efeitos, que aparecem em
duas fases distintas: uma estimulante e outra depressora.
Nos primeiros momentos após a ingestão de álcool, podem
aparecer os efeitos estimulantes como euforia, desinibição e
loquacidade (maior facilidade para falar). Com o passar do
tempo, começam a aparecer os efeitos depressores como falta de
coordenação motora, descontrole e sono. Quando o consumo é
muito exagerado, o efeito depressor fica exacerbado, podendo
até mesmo provocar o estado de coma.
Os efeitos do álcool variam de intensidade de acordo com as
características pessoais. Por exemplo, uma pessoa acostumada a
consumir bebidas alcoólicas sentirá os efeitos do álcool com
menor intensidade, quando comparada com uma outra pessoa
que não está acostumada a beber. Um outro exemplo está
relacionado a estrutura física; uma pessoa com uma estrutura
física de grande porte terá uma maior resistência aos efeitos do
álcool.
O consumo de bebidas alcoólicas também pode desencadear
alguns efeitos desagradáveis, como enrubecimento da face, dor
de cabeça e um mal-estar geral. Esses efeitos são mais intensos
para algumas pessoas cujo organismo tem dificuldade de
metabolizar o álcool. Os orientais, em geral, tem uma maior
probabilidade de sentir esses efeitos.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
PróximaAnterior
Álcool e Trânsito
A ingestão de álcool, mesmo em pequenas quantidades,
diminui a coordenação motora e os reflexos, comprometendo a
capacidade de dirigir veículos, ou operar outras máquinas.
Pesquisas revelam que grande parte dos acidentes são
provocados por motoristas que haviam bebido antes de dirigir.
Neste sentido, segundo a legislação brasileira (Código Nacional
de Trânsito, que passou a vigorar em janeiro de 1998) deverá
ser penalizado todo o motorista que apresentar mais de 0,6
gramas de álcool por litro de sangue. A quantidade de álcool
necessária para atingir essa concentração no sangue é
equivalente a beber cerca de 600ml de cerveja (duas latas de
cerveja ou três copos de chope), 200ml de vinho (duas taças)
ou 80ml de destilados (duas doses).
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Alcoolismo
Conforme já citado neste texto, a pessoa que consome bebidas
alcoólicas de forma excessiva, ao longo do tempo, pode desenvolver
dependência do álcool, condição esta conhecida como "alcoolismo". Os
fatores que podem levar ao alcoolismo são variados, podendo ser de
origem biológica, psicológica, sociocultural ou ainda ter a contribuição
resultante de todos estes fatores. A dependência do álcool é uma
condição freqüente, atingindo cerca de 5 a 10% da população adulta
brasileira.
A transição do beber moderado ao beber problemático ocorre de forma
lenta, tendo uma interface que, em geral, leva vários anos. Alguns dos
sinais do beber problemático são: desenvolvimento da tolerância, ou
seja, a necessidade de beber cada vez maiores quantidades de álcool
para obter os mesmos efeitos; o aumento da importância do álcool na
vida da pessoa; a percepção do "grande desejo" de beber e da falta de
controle em relação a quando parar; síndrome de abstinência
(aparecimento de sintomas desagradáveis após ter ficado algumas horas
sem beber) e o aumento da ingestão de álcool para aliviar a síndrome
de abstinência.
A síndrome de abstinência do álcool é um quadro que aparece pela
redução ou parada brusca da ingestão de bebidas alcoólicas após um
período de consumo crônico. A síndrome tem início 6-8 horas após a
parada da ingestão de álcool, sendo caracterizada pelo tremor das
mãos, acompanhado de distúrbios gastrointestinais, distúrbios de sono e
um estado de inquietação geral (abstinência leve). Cerca de 5% dos que
entram em abstinência leve evoluem para a síndrome de abstinência
severa ou delirium tremens que, além da acentuação dos sinais e
sintomas acima referidos, caracteriza-se por tremores generalizados,
agitação intensa e desorientação no tempo e espaço.
PróximaAnterior
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Anterior
Efeitos no resto do corpo
Os indivíduos dependentes do álcool podem desenvolver várias
doenças. As mais freqüentes são as doenças do fígado (esteatose
hepática, hepatite alcoólica e cirrose). Também são freqüentes
problemas do aparelho digestivo (gastrite, síndrome de má
absorção e pancreatite), no sistema cardiovascular (hipertensão e
problemas no coração). Também são freqüentes os casos de
polineurite alcoólica, caracterizada por dor, formigamento e
câimbras nos membros inferiores.
Durante a gravidez
O consumo de bebidas alcóolicas durante a gestação pode trazer
conseqüências para o recém-nascido, sendo que, quanto maior o
consumo, maior a chance de prejudicar o feto. Desta forma, é
recomendável que toda gestante evite o consumo de bebidas
alcoólicas, não só ao longo da gestação como também durante
todo o período de amamentação, pois o álcool pode passar para o
bebê através do leite materno.
Cerca de um terço dos bebês de mães dependentes do ácool, que
fizeram uso excessivo durante a gravidez, são afetados pela
"Síndrome Fetal pelo Álcool". Os recém-nascidos apresentam
sinais de irritação, mamam e dormem pouco, além de
apresentarem tremores (sintomas que lembram a síndrome de
abstinência). As crianças severamente afetadas e que conseguem
sobreviver aos primeiros momentos de vida, podem apresentar
problemas físicos e mentais que variam de intensidade de acordo
com a gravidade do caso.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
A I D S
Os primeiros casos da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
(SIDA ou AIDS) começam a ser identificados em 1984, quando
um grande número de doenças oportunistas foram notificados
ao CDC (Centro de Controle de Doenças) em Atlanta, nos
Estados Unidos. As doenças oportunistas são aquelas que
aparecem em pessoas com alguma deficiência imunológica,
não atingindo pessoas com o sistema imunológico normal.
Esses casos estavam relacionados a grupos de risco
(homossexuais masculinos, usuários de drogas injetáveis,
hemofílicos e transfundidos). Estava claro que um novo agente
infeccioso estava atuando, sendo identificado um vírus RNA,
atualmente chamado Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV).
Com a disseminação da epidemia a doença não se limita mais
aos "grupos de risco", pois atinge heterossexuais e mulheres
em grande proporção. Hoje falamos em comportamento de
risco, incluindo compartilhamento de seringas e agulhas,
promiscuidade sexual e sexo não-seguro. Com o aumento no
número de portadores de AIDS no mundo, a doença passou da
sétima para a quarta principal causa de morte no Brasil, ficando
atrás das doenças cardíacas, dos acidentes vasculares
cerebrais e das mortes violentas (acidentes e assassinatos).
Próxima
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Próxima
A infecção inicial pode manifestar-se com febre, mal-estar e
aumento dos linfonodos (ínguas), passando por vezes
despercebida ou confundida com um resfriado ou outro quadro
viral inespecífico. A pessoa torna-se portadora assintomática e
capaz de transmitir o vírus. Nessa fase não apresenta a AIDS-
doença e seu aspecto físico é normal. Dessa forma ninguém pode
dizer se uma pessoa está contaminada apenas pela sua
aparência. Por isso a prevenção deve ser feita sempre.
Quando a pessoa passa a apresentar os sintomas de
imunodeficiência, como certas infecções e tumores, entra na fase
de AIDS-doença. Diversas doenças podem surgir, sendo muito
freqüentes a candidíase oral (sapinho), a pneumonia causada por
Pneumocistis carini, o sarcoma de Kaposi e doenças do sistema
nervoso, das quais trataremos agora.
MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS DA AIDS
O acometimento do sistema nervoso é freqüente, podendo ser
pelo próprio vírus HIV, por outros agentes infecciosos ou
tumores.
A infecção pelo vírus pode provocar uma meningite, clinicamente
semelhante às outras meningites viróticas, com febre, dor de
cabeça, vômitos e rigidez da nuca. Geralmente tem resolução
espontânea e pode ser diagnosticada pela punção lombar.
Anterior
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Próxima
A infecção crônica do cérebro (encefalopatia pelo HIV), produz um
quadro de perda de memória, dificuldade de raciocínio e atrofia do
cérebro, levando muitas vezes a completa demência, quando o paciente
não reconhece nem os parentes e às vezes não sabe até o próprio nome.
Manifestações demências ocorrem em 30% dos pacientes.
A infecção do sistema nervoso pelos fungos também é freqüente,
geralmente causada pelo Cryptococcus neoformans e pelo Hystoplasma
capsulatum. Podem causar meningites e abscessos cerebrais. São de
tratamento difícil, pois mesmo com medicações antifúngicas apropriadas
não são completamente eliminados, ficando a infecção "controlada", mas
não curada.
A toxoplasmose cerebral é responsável por até 80% das infecções
cerebrais, manifestando-se com cefaléia, distúrbios dos nervos
cranianos, fraqueza de membros, convulsões, acometimento ocular e
edema cerebral. Também tem tratamento, que deve ser mantido sempre,
pois se for interrompido a doença é reativada.
A leucoencefalopatia multifocal progressiva é uma gravíssima infecção
cerebral por vírus, para a qual não existe tratamento eficaz e que leve à
morte em poucos meses. Pode ser necessária a biópsia cerebral para o
seu diagnóstico.
Anterior
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
PróximaAnterior
Os nervos periféricos (dos membros) também são afetados,
podendo surgir fraquezas musculares e perda de sensibilidade nas
extremidades.
O linfoma primário do sistema nervoso é um tumor raro, originário
de células do sangue, de diagnóstico difícil, sendo necessária a
biópsia cerebral para sua confirmação.
TRATAMENTO
Atualmente estão disponíveis diversas drogas anti-retrovirais, além
do AZT (zidovudina), que foi a primeira droga específica para o
tratamento da AIDS. A associação de medicamentos tem mostrado
maior eficácia do que o uso de um medicamento único no controle
da carga viral (quantidade de vírus no sangue), mas não é capaz de
eliminar completamente o vírus. Não há cura para a AIDS. O
tratamento deve ser orientado pelo médico infectologista e seguido
a risca. As infecções oportunistas podem ser prevenidas e tratadas
com medicamentos apropriados. Isso implica que o paciente com
AIDS faça uso de grande número de drogas simultaneamente, o
que pode acarretar em efeitos adversos por vezes graves. O melhor
então é a prevenção.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
PREVENÇÃO
A AIDS traz, além das óbvias implicações pessoais e familiares, tem várias
implicações sociais e econômicas, visto que os altos custos decorrentes
da epidemia recaem sobre o poder público. Os medicamentos, meios de
diagnóstico, controle de bancos de sangue e internações hospitalares são
todos muito caros. A prevenção continua sendo a principal forma de
combate à epidemia. Uma vez que não existe vacina, deve-se evitar os
meios de transmissão da AIDS.
A AIDS pode ser transmitida por:
• Sexo vaginal, oral e anal;
• Transfusão de sangue contaminado;
• Compartilhamento de agulhas e seringas;
• Pela placenta, da mãe contaminada para o filho;
• Pelo aleitamento materno.
A AIDS não é transmitida por:
• Beijo (o vírus é encontrado na saliva, mas não há nenhum
caso comprovado de transmissão pelo beijo);
• Picada de insetos;
• Uso de privadas, talheres, copos ou objetos usados por
pessoas contaminadas;
• Aperto de mão, abraço ou toque.
Anterior Próxima
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Anterior
Métodos de prevenção:
• Usar agulhas e seringas descartáveis;
• Uso de preservativos nas relações sexuais;
• Diminuir o número de parceiros sexuais;
• Testar o sangue dos doadores nos bancos de
sangue
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Ó P I O
O ópio é preparado a partir da seiva ( látex dessecado da papoula
(cápsula). Esta seiva é de consistência leitosa, de cheiro
desagradável, sabor amargo e cor café com leite. A ação do Ópio
sobre o organismo humano pode ser; deprimente: através da
Morfina que é o principal alcalóide do ópio. Age na córtex cerebral.
Ação hesitante: Através de outro alcalóide denominado Tebaina.
Empregos Medicinais do Ópio;Xaropes antitússicos e Elixir
paaregórico: ( anti-espasmódicos - cólicas) Morfina: para dores
insuportáveis ( câncer, queimaduras, crises renais).
Como podemos perceber, devido seu uso medicamentoso, jamais
se poderá banir totalmente o plantio da papoula.
O Ópio é fumado, usado como supositório e comprimidos. Com o
decorrer do tempo, ele ( a morfina também) que causam:
Irritabilidade; Deterioração intelectual; Declínio dos hábitos
sociais; Emagrecimento; Cor amarelada; Menor resistência às
infeções.
Os adeptos deste tipo de droga buscam, Alienação ( "fuga" dos
problemas através de sonolência e sonhos). Determina violenta
dependência Física e Psíquica. A escravidão do viciado é total.
Deixando-o inutilizado para si, para a família e para a sociedade,
pois a droga passa a agir quimicamente em seu corpo e, se
retirada bruscamente, pode causar os sintomas de Síndrome de
Abstinência e até a morte..
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Quando a conheci eu tinha dezesseis anos
Ela, eu não sei
Fomos apresentados numa festa,
Por um carinha que dizia ser meu amigo.
Foi amor a primeira vista, me enlouquecia.
Nosso amor ascendeu num ponto
Em que eu já não conseguia viver sem ela.
Mas era um amor proibido,
Meus pais não aceitavam,
Fui repreendido na escola,
Passamos a nos encontrar às escondidas,
Até que não deu mais.
Fiquei louco.
Eu a queria e não a tinha.
Eu não podia permitir que me afastassem dela.
Eu a amava , eu a queria, eu a desejava.
Bati o carro, quebrei tudo dentro de casa.
Quase matei minha família, estava loucoi e precisava dela.
Não podia viver sem ela, hoje, tenho dezenove anos,
Estou internado num hospital, sou um inútil,
Vou morrer abandonado pelos meus pais,
Pelos meus amigos e por ela.
Seu nome ?
- Cocaína.
Meu amor , minha destruição, sei que devo tudo isso a ela.
Minha vida, meu desespero, minha morte...
Drama de um apaixonado
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
LÍQUIDO X ( KETAMINA )
A DROGA DO NOVO MILÊNIO
Uma nova droga invade casas noturna, festas, Shows e clubes na Europa e
Estados Unidos, deixando um rastro de centenas de mortes e um número
incalculável de comas e estupros. Trata-se do anestésico Ketamina,
conhecido como líquido X ou GHB, essa droga é apontada como
substituta do Ecxtasy, porém com uma potencialidade muitas vezes
maior.
Os efeitos colaterais são fortes:
Tontura, dor de cabeça, enjôo, perda da memória e sonolência.
Apenas dois gramas pode levar ao sono profundo durante muitas horas,
acima dessa quantidade induz a pessoa ao como profundo, levando-a à
morte.
A Agência de Alimentos e Medicamentos ( FDA ) dos Estados Unidos,
chegou a catalogar a substância como saudável, só voltando atrás depois
da morte chocante de Samantha Reid em 1999, e a partir daí o GHB, está
na lista das drogas ilícitas ( proibidas ) em todo território americano.
Essa droga considerada forte afrodisíaco tem levado centenas de jovens
ao estupro e um grande número à morte.
O Produto Ketamina, de uso restrito em hospitais, é um analgésico
poderoso, e possui rigoroso controle do Ministério da Saúde.
ÍNDICEÍNDICE
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ?
MEDITANDO
Você já parou para pensar nos exemplos que tem dado dentro
de casa? Os gritos, a ira descontrolada, as palavras vazias, as
atitudes incoerentes...
A vida é como um grande quebra cabeça: precisa ser
mostrado segundo certas regras já estabelecidas para poder
ficar linda e aproveitável.
A droga não está longe de cada um de nós! Ela
permeia ambientes pobres e ricos, cultos e incultos.
Cabe a cada um de nós tomar as devidas providências para que
ela perca, definitivamente, a força atrativa que mantém os
jovens alucinados.
Próxima
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ?
MAS SERÁ QUE EU POSSO
Basta não temer! Seja natural, mas firme! Esta guerra é
para os corajosos e destemidos que, através do amor verdadeiro e
prático, conquistarão vidas perdidas e sem rumo!
O QUE POSSO FAZER PARA QUE MEU FILHO NÃO USE
DROGAS?
AUTO ESTIMA
Seu filho precisa de amor e carinho, independentemente
da idade que tem. Os pais são os modelos dos filhos em palavras e
atitudes.
Frases como : “Você é inútil”, “Você não faz nada certo”,
“Estou cansado de você”, podem destruir qualquer pessoa! Edifique
o amor próprio de seu filho, pois, só assim, ele terá forças para
resistir aos apelos e pressões da droga e dos traficantes.
Voltar Próxima
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ?
Voltar Próxima
DIÁLOGO
Uma conversa franca e amiga alivia qualquer dor! A
palavra dita na hora certa é boa, límpida e agradável.
Seja amigo de seu filho, pois, do contrário, traficantes
terão o maior prazer em adota-lo. Uma conversa amorosa cura
grandes traumas.
DISCIPLINA
A insegurança de muitos jovens vem da falta de
disciplina por parte dos pais. Não estamos falando de “Ditadura
familiar”, mas firmeza de posição e princípios.
MAS SE ELE JÁ ESTIVER USANDO DROGAS?
O mais importante é não desesperar-se! Suas atitudes
falarão mais alto do que suas palavras! Respeite o ser humano
que ele é.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ?
Voltar Próxima
TENTE SER:
Compreensivo: Eu creio que você está muito
pressionado pelos amigos a usar drogas”.
a) FIRME:
“Eu não posso permitir que você seja destruído
por estas drogas”.
b) PRESTATIVO:
“Eu sou o seu melhor amigo e ajudarei você a
encontrar uma forma de dizer Não às Drogas”.
c) AUTO-INTERROGADOR:
“O meu hábito de fumar e beber e de usar
qualquer outro tipo de droga, não está influenciando meu
filho?”.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ?
Voltar Próxima
NUNCA SEJA:
a ) SARCÁSTICO, IRÔNICO:
“Não pense que eu não sei que você está usando...”.
b )ACUSADOR:
“Você está mentindo, você é mentiroso”.
c ) CRÍTICO:
“Você é uma pessoa terrível! Você é muito mau!”.
d )CHORÃO:
“Você não percebeu que está me machucando!”.
e ) CULPADO:
“Isto é erro meu! Sou culpado de tudo!.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ?
Voltar Próxima
LEMBRE-SE:
Seu filho precisa de ajuda.
SE AS PRESSÕES CONTINUAREM SOBRE MEU
FILHO?
Uma das maneiras de ajudá-lo, e a muitos outros
jovens, é formar grupos de pais interessados que compartilhem
do mesmo problema.
Esse interesse fortalecerá o grupo e despertará novas
idéias quanto a ajuda necessária. Eis algumas providências:
EDUQUE-SE; procure informações sobre drogas e seus riscos. É
importante que conheçamos a fundo nosso inimigo.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ?
Voltar
REFAÇA SUA VIDA FAMILIAR
Há quanto tempo você não sai de casa com seu filho,
não lhe diz “Eu te amo”?. Que tal iniciar um aprofundamento nos
relacionamentos dentro do lar?.
REESTRUTURE SEUS PRINCÍPIOS
Um indivíduo sem princípios é como um barco sem
rumo no Oceano. Tudo passa a ser válido quando não se tem bases
sólidas. É bom lembrar que os princípios bíblicos são fortes e só
podem ajuda-lo.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Voltar
Perfil de Consumo
A relação do poder aquisitivo com o consumo de cigarros mostra que há um
menor consumo nas classes de maior rendimento familiar per capita (renda de
mais de dois salários mínimos per capita por mês). O maior consumo está na
classe sem nenhum rendimento, com 25,4% dos indivíduos fumando. Essa
diferença é, em grande parte, causada pela maior desinformação das classes
sociais economicamente mais pobres e se repete em muitos países do mundo.
É importante otar que, entre a população de menor renda, uma grande parcela
dos rendimentos é gasta com cigarros, em detrimento de outros itens
prioritários, como, por exemplo, a alimentação. Este consumo maior, somado a
outras condições às quais este grupo está submetido, como desnutrição,
doenças infecciosas e do trabalho, leva a um adoecimento mais freqüente.
Convém considerar que os ambientes confinados das pequenas moradias
favorece, em muito, a inalação passiva das substâncias tóxicas por crianças,
gestantes e pessoas doentes.
Ou seja: mais pobres, menor acesso ao sistema de saúde, menor informação,
maior exposição a fatores de risco, entre eles o tabagismo, significando piora
progressiva na qualidade de vida.
Fonte: MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER.
COORDENAÇÃO NACIONAL DE CONTROLE DE TABAGISMO E PREVENÇÃO
PRIMÁRIA - CONTAPP. "Falando Sobre Tabagismo". Rio de Janeiro, 1996.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER. COORDENAÇÃO
NACIONAL DE CONTROLE DE TABAGISMO E PREVENÇÃO PRIMÁRIA -
CONTAPP. "Como Implantar Um Programa de Tabagismo". Rio de Janeiro,
1996.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Tabagismo no Mundo
A Organização Mundial da Saúde - OMS estima que um terço da população
mundial adulta, isto é, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas (entre as quais 200
milhões de mulheres) sejam fumantes. Pesquisas comprovam que
aproximadamente 47% de toda a população masculina e 12% da população
feminina no mundo fumam. Enquanto nos países em desenvolvimento os
fumantes constituem 48% da população masculina e 7% da população feminina,
nos países desenvolvidos a participação das mulheres mais do que triplica: 42%
dos homens e 24% das mulheres têm o hábito de fumar.
Ainda segundo a OMS, a cada ano os produtos derivados do tabaco são
responsáveis pela morte de 4 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo 50%
nos países em desenvolvimento. Isso se traduz em mais de 10 mil mortes por
dia. Baseando-se em tendências atuais, esses números aumentarão para 10
milhões de mortes por ano durante os anos 2020 e 2030, com 7 milhões dessas
mortes ocorrendo em países em desenvolvimento. Com base nos padrões de
consumo atuais, estima-se que mais de 500 milhões de pessoas atualmente
vivas, entre as quais 200 milhões de crianças e adolescentes, terão suas vidas
sacrificadas pelo uso do tabaco. Cerca da metade destas mortes ocorrerá entre
pessoas com idade entre 35 e 69 anos de idade, que perderão em média 20 anos
de vida.
O crescimento do consumo de produtos derivados do tabaco nos países em
desenvolvimento é atribuído às estratégias agressivas adotadas pela
indústria do fumo para conquistar terreno junto à população mais jovem. Já
em países como os Estados Unidos, a indústria do cigarro começa a sofrer as
primeiras baixas causadas por ações judiciais. Finalmente está sendo
reconhecida sua culpa na fabricação e venda de produtos viciantes e
danosos à saúde das pessoas, bem como nas tentativas para esconder da
população os males causados pelo cigarro.
Próxima
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Voltar Próxima
Programa Nacional de Controle do Tabagismo e
outros Fatores de Risco de Câncer
O PROGRAMA E SEUS OBJETIVOS
O mundo possui hoje cerca de 1,2 bilhões de fumantes. Destes, 30,6milhões estão no
Brasil. O fumo é responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão e está ligado à
origem de tumores malignos em oito órgãos (boca, laringe, pâncreas, rins e bexiga,
além do pulmão, colo do útero e esôfago). O tabagismo também está relacionado
diretamente a 25% das mortes por doença coronariana, 85% das mortes por doença
pulmonar obstrutiva crônica e 25% das mortes por doença cerebrovascular. Dos seis
tipos de câncer com maior índice de mortalidade no Brasil, metade (pulmão, colo de
útero e esôfago) tem o cigarro como um de seus fatores de risco.
Outros fatores de risco podem ser herdados ou encontrados no meio ambiente, que
envolve o meio em geral (exposição ao sol e outros, como água,
terra, ar), o ambiente de consumo (alimentos, medicamentos, fumo, álcool e
produtos de uso doméstico), o ocupacional (indústrias químicas e afins) e o cultural
(estilo e hábitos de vida).
Estratégia utilizada
O Programa de Controle do Tabagismo e Outros Fatores de Risco, do INCA, é
desenvolvido para diminuir na população brasileira a exposição aos fatores de risco
de câncer, tais como o tabaco, alimentação inadequada, excesso de bebidas
alcoólicas (sobretudo quando associadas ao consumo do tabaco), agentes
cancerígenos presentes no meio ambiente e nos ambientes de trabalho (como o
benzeno, amianto, agrotóxicos, entre outros); radiações solares (raios UVA e UVB) e
radiações ionizantes (RX, campos eletromagnéticos), entre outros.
Para isso, o INCA desenvolve ações educativas e estimula o desenvolvimento de
medidas legislativas e econômicas.
DrogasDrogas
ÁlcoolÁlcool
TabacoTabaco
InalantesInalantes
AnabolizantesAnabolizantes
EstimulantesEstimulantes
Depressores
MaconhaMaconha
CocaínaCocaína
CrackCrack
L S DL S D
EcstasyEcstasy
MerlaMerla
HeroínaHeroína
HaxixeHaxixe
DrogasDrogas
?
ÍNDICEÍNDICE
Voltar
Distribuição de Fumantes por Idade e Sexo
Grande parte dos brasileiros fuma, principalmente os homens. Cerca de 1/3
população adulta fuma, sendo 11,2 milhões de mulheres e 16,7 milhões de
homens. 90% dos fumantes ficam dependentes da nicotina entre os cinco e os 19
anos de idade. Atualmente, existem no Brasil 2,4 milhões de fumantes nessa faixa
etária.
A grande maioria dos fumantes tem entre 20 e 49 anos de idade. Os homens
fumam em maior proporção que as mulheres em todas as faixas etárias. Porém, a
mulher vem aumentando sua participação no vício de fumar, sobretudo na faixa
etária mais nova. Esta tendência é grave, pois as mulheres, além da
responsabilidade biológica de gerar os filhos, convivem com eles intensamente
até a adolescência, transformando-os em fumantes passivos e levando-os a
encarar o ato de fumar como um comportamento social normal. Sabe-se que nos
adolescentes e adultos jovens, filhos de pais fumantes, há maior prevalência de
tabagistas. O início do tabagismo, nesses casos, seria conseqüência do exemplo
apresentado pelos pais ou da necessidade orgânica criada por anos de inalação
involuntária da nicotina?
Por outro lado, a mulher vem ocupando espaço crescente no mercado de
trabalho, o que a torna, em alguns casos, modelo de comportamento almejado
por crianças, adolescentes e adultos do mesmo sexo. Uma área dominada pelas
mulheres há muito tempo é a da educação, principalmente primária e secundária.
A professora, de maneira geral, abre as portas do mundo para crianças e
adolescentes. É fundamental, portanto, que ela transmita um modelo de vida
saudável, livre do uso de drogas.
Fonte: MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER. COORDENAÇÃO NACIONAL DE
CONTROLE DE TABAGISMO E PREVENÇÃO PRIMÁRIA - CONTAPP. "Falando Sobre Tabagismo". Rio de
Janeiro, 1996.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER. COORDENAÇÃO NACIONAL DE CONTROLE DE
TABAGISMO E PREVENÇÃO PRIMÁRIA - CONTAPP. "Como Implantar Um Programa de Tabagismo". Rio de
Janeiro, 1996.
Próxima

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cartilha drogas - maconha cocaína e inalantes
Cartilha   drogas - maconha cocaína e inalantesCartilha   drogas - maconha cocaína e inalantes
Cartilha drogas - maconha cocaína e inalanteskarol_ribeiro
 
Resp subst psicoativas_gia
Resp subst psicoativas_giaResp subst psicoativas_gia
Resp subst psicoativas_giaMsaude
 
Debate/Palestra
Debate/PalestraDebate/Palestra
Debate/Palestraacanhestro
 
Cartilha drogas - tabaco
Cartilha   drogas - tabacoCartilha   drogas - tabaco
Cartilha drogas - tabacokarol_ribeiro
 
Instituto Espírita de Educação - Adolescência e Dependência Química
Instituto Espírita de Educação -  Adolescência e Dependência QuímicaInstituto Espírita de Educação -  Adolescência e Dependência Química
Instituto Espírita de Educação - Adolescência e Dependência QuímicaInstituto Espírita de Educação
 
Jovens, Drogas e Anabolizantes
Jovens, Drogas e AnabolizantesJovens, Drogas e Anabolizantes
Jovens, Drogas e AnabolizantesJailson Lima
 
Repressão ao uso e tráfico de drogas
Repressão ao uso e tráfico de drogasRepressão ao uso e tráfico de drogas
Repressão ao uso e tráfico de drogasRenato Nascimento
 
trabalho sobre drogas
trabalho sobre drogastrabalho sobre drogas
trabalho sobre drogasfabio silva
 
Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogassaudefieb
 
Cartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Cartilha Educativa de Prevenção às DrogasCartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Cartilha Educativa de Prevenção às DrogasPaulo Negreiros
 

Mais procurados (20)

NarcotráFico
NarcotráFicoNarcotráFico
NarcotráFico
 
Cartilha drogas - maconha cocaína e inalantes
Cartilha   drogas - maconha cocaína e inalantesCartilha   drogas - maconha cocaína e inalantes
Cartilha drogas - maconha cocaína e inalantes
 
Resp subst psicoativas_gia
Resp subst psicoativas_giaResp subst psicoativas_gia
Resp subst psicoativas_gia
 
Debate/Palestra
Debate/PalestraDebate/Palestra
Debate/Palestra
 
Cartilha drogas - tabaco
Cartilha   drogas - tabacoCartilha   drogas - tabaco
Cartilha drogas - tabaco
 
Instituto Espírita de Educação - Adolescência e Dependência Química
Instituto Espírita de Educação -  Adolescência e Dependência QuímicaInstituto Espírita de Educação -  Adolescência e Dependência Química
Instituto Espírita de Educação - Adolescência e Dependência Química
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Jovens, Drogas e Anabolizantes
Jovens, Drogas e AnabolizantesJovens, Drogas e Anabolizantes
Jovens, Drogas e Anabolizantes
 
Drogas palestras
Drogas palestrasDrogas palestras
Drogas palestras
 
Repressão ao uso e tráfico de drogas
Repressão ao uso e tráfico de drogasRepressão ao uso e tráfico de drogas
Repressão ao uso e tráfico de drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
trabalho sobre drogas
trabalho sobre drogastrabalho sobre drogas
trabalho sobre drogas
 
Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogas
 
Cartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Cartilha Educativa de Prevenção às DrogasCartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Cartilha Educativa de Prevenção às Drogas
 
Trabalho sobre drogas
Trabalho sobre drogasTrabalho sobre drogas
Trabalho sobre drogas
 
Drogadição
 Drogadição Drogadição
Drogadição
 
Grupo das Drogas
Grupo das DrogasGrupo das Drogas
Grupo das Drogas
 
Droga
DrogaDroga
Droga
 
Palestra sobre drogas
Palestra sobre drogasPalestra sobre drogas
Palestra sobre drogas
 
Drogas na Escola 2014 PSE
Drogas na Escola 2014 PSEDrogas na Escola 2014 PSE
Drogas na Escola 2014 PSE
 

Destaque

Plano de prevenção à recaída
Plano de prevenção à recaídaPlano de prevenção à recaída
Plano de prevenção à recaídagiulliangel
 
Adoção fatores de risco e proteção
Adoção  fatores de risco e proteçãoAdoção  fatores de risco e proteção
Adoção fatores de risco e proteçãoLudmila Moura
 
Fatores de Riscos
Fatores de RiscosFatores de Riscos
Fatores de RiscosNet Viva
 
PPR - Plano de Prevenção a Recaída
PPR - Plano de Prevenção a Recaída PPR - Plano de Prevenção a Recaída
PPR - Plano de Prevenção a Recaída Nucleo Nacional
 
Plano de prevenção à recaída
Plano de prevenção à recaídaPlano de prevenção à recaída
Plano de prevenção à recaídagiulliangel
 
Drogas palestra aos pais
Drogas palestra aos paisDrogas palestra aos pais
Drogas palestra aos paisJonilson Cabral
 
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACKAPRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACKPPAD
 
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e DrogasApresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e DrogasPPAD
 
Cartilha - Série Conversando sobre Drogas - Família
Cartilha - Série Conversando sobre Drogas - FamíliaCartilha - Série Conversando sobre Drogas - Família
Cartilha - Série Conversando sobre Drogas - FamíliaGoverno ES
 
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...PPAD
 
Química Orgânica - Função Álcool
Química Orgânica - Função ÁlcoolQuímica Orgânica - Função Álcool
Química Orgânica - Função ÁlcoolJamille Lisboa
 
Projeto de Prevenção "Drogas nem Pensar"
Projeto de Prevenção "Drogas nem Pensar"Projeto de Prevenção "Drogas nem Pensar"
Projeto de Prevenção "Drogas nem Pensar"rozi38
 

Destaque (20)

Plano de prevenção à recaída
Plano de prevenção à recaídaPlano de prevenção à recaída
Plano de prevenção à recaída
 
Rei bebe
Rei bebe Rei bebe
Rei bebe
 
Adoção fatores de risco e proteção
Adoção  fatores de risco e proteçãoAdoção  fatores de risco e proteção
Adoção fatores de risco e proteção
 
Causas do alcoolismo
Causas do alcoolismoCausas do alcoolismo
Causas do alcoolismo
 
Adicção
AdicçãoAdicção
Adicção
 
Grandiosidade
GrandiosidadeGrandiosidade
Grandiosidade
 
Fatores de Riscos
Fatores de RiscosFatores de Riscos
Fatores de Riscos
 
Rei bebê
Rei bebêRei bebê
Rei bebê
 
O luto
O lutoO luto
O luto
 
PPR - Plano de Prevenção a Recaída
PPR - Plano de Prevenção a Recaída PPR - Plano de Prevenção a Recaída
PPR - Plano de Prevenção a Recaída
 
Plano de prevenção à recaída
Plano de prevenção à recaídaPlano de prevenção à recaída
Plano de prevenção à recaída
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas palestra aos pais
Drogas palestra aos paisDrogas palestra aos pais
Drogas palestra aos pais
 
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACKAPRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA DE PREVENÇÃO AO USO DO CRACK
 
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e DrogasApresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
Apresentação de Palestra sobre Prevenção álcool ao uso de Álcool e Drogas
 
Cartilha - Série Conversando sobre Drogas - Família
Cartilha - Série Conversando sobre Drogas - FamíliaCartilha - Série Conversando sobre Drogas - Família
Cartilha - Série Conversando sobre Drogas - Família
 
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
APRESENTAÇÃO DE PALESTRA PARA PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DO ALCOOLISMO PARA JOVE...
 
Química Orgânica - Função Álcool
Química Orgânica - Função ÁlcoolQuímica Orgânica - Função Álcool
Química Orgânica - Função Álcool
 
Projeto de Prevenção "Drogas nem Pensar"
Projeto de Prevenção "Drogas nem Pensar"Projeto de Prevenção "Drogas nem Pensar"
Projeto de Prevenção "Drogas nem Pensar"
 
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
 

Semelhante a Livro eletrônico anti drogas (20)

Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
D R O G A S N A A D O L E S CÊ N C I A
D R O G A S  N A  A D O L E S CÊ N C I AD R O G A S  N A  A D O L E S CÊ N C I A
D R O G A S N A A D O L E S CÊ N C I A
 
Projeto crack
Projeto crackProjeto crack
Projeto crack
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas e alcool
Drogas e alcool Drogas e alcool
Drogas e alcool
 
Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas lícitas! leidiane trab quimica
Drogas lícitas!  leidiane trab quimicaDrogas lícitas!  leidiane trab quimica
Drogas lícitas! leidiane trab quimica
 
Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogas
 
Trabalho drogas12 (1)
Trabalho drogas12 (1)Trabalho drogas12 (1)
Trabalho drogas12 (1)
 
Trabalho Vinicius 23/09/2009
Trabalho Vinicius 23/09/2009Trabalho Vinicius 23/09/2009
Trabalho Vinicius 23/09/2009
 
Cartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitosCartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitos
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Mitos
MitosMitos
Mitos
 
Mitos
MitosMitos
Mitos
 
Apresentação de Slides
Apresentação de SlidesApresentação de Slides
Apresentação de Slides
 
Drogas de abuso
Drogas de abusoDrogas de abuso
Drogas de abuso
 
Droga
DrogaDroga
Droga
 
Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01Drogas 090306123253-phpapp01
Drogas 090306123253-phpapp01
 

Mais de Nucleo Nacional

A preveno da recada apostila
A preveno da recada apostila A preveno da recada apostila
A preveno da recada apostila Nucleo Nacional
 
Terapiacognitiva mod 01 ao 08
Terapiacognitiva mod 01 ao 08Terapiacognitiva mod 01 ao 08
Terapiacognitiva mod 01 ao 08Nucleo Nacional
 
Doze passos elementos terapêuticos para codependência
Doze passos  elementos terapêuticos para codependênciaDoze passos  elementos terapêuticos para codependência
Doze passos elementos terapêuticos para codependênciaNucleo Nacional
 
Primeira e-segunda-ferramentas-freemind
Primeira e-segunda-ferramentas-freemindPrimeira e-segunda-ferramentas-freemind
Primeira e-segunda-ferramentas-freemindNucleo Nacional
 
Primeira e-segunda-ferramentas-freemind
Primeira e-segunda-ferramentas-freemindPrimeira e-segunda-ferramentas-freemind
Primeira e-segunda-ferramentas-freemindNucleo Nacional
 
Terceira e-quarta-ferramentas-freemind
Terceira e-quarta-ferramentas-freemindTerceira e-quarta-ferramentas-freemind
Terceira e-quarta-ferramentas-freemindNucleo Nacional
 
Quinta e-sexta-ferramentas-freemind
Quinta e-sexta-ferramentas-freemindQuinta e-sexta-ferramentas-freemind
Quinta e-sexta-ferramentas-freemindNucleo Nacional
 
Setima e-oitava-ferramentas-freemind
Setima e-oitava-ferramentas-freemindSetima e-oitava-ferramentas-freemind
Setima e-oitava-ferramentas-freemindNucleo Nacional
 
Nona e-decima-ferramentas-freemind
Nona e-decima-ferramentas-freemindNona e-decima-ferramentas-freemind
Nona e-decima-ferramentas-freemindNucleo Nacional
 
Decima primeira-e-decima-segunda-ferramentas-freemind
Decima primeira-e-decima-segunda-ferramentas-freemindDecima primeira-e-decima-segunda-ferramentas-freemind
Decima primeira-e-decima-segunda-ferramentas-freemindNucleo Nacional
 
Relatorio inspecao-comunidades-terapeuticas
Relatorio inspecao-comunidades-terapeuticasRelatorio inspecao-comunidades-terapeuticas
Relatorio inspecao-comunidades-terapeuticasNucleo Nacional
 
Folheto explicativo sobre as drogas de abuso
Folheto explicativo sobre as drogas de abusoFolheto explicativo sobre as drogas de abuso
Folheto explicativo sobre as drogas de abusoNucleo Nacional
 
Permanecer sóbrio completo
Permanecer sóbrio completoPermanecer sóbrio completo
Permanecer sóbrio completoNucleo Nacional
 
Guia estratégico drogas
Guia estratégico drogasGuia estratégico drogas
Guia estratégico drogasNucleo Nacional
 
T.R.E. TERAPIA RACIONAL EMOTIVA
T.R.E. TERAPIA RACIONAL EMOTIVAT.R.E. TERAPIA RACIONAL EMOTIVA
T.R.E. TERAPIA RACIONAL EMOTIVANucleo Nacional
 
A arte de envelhecer com sabedoria
A arte de envelhecer com sabedoriaA arte de envelhecer com sabedoria
A arte de envelhecer com sabedoriaNucleo Nacional
 

Mais de Nucleo Nacional (20)

A preveno da recada apostila
A preveno da recada apostila A preveno da recada apostila
A preveno da recada apostila
 
Terapiacognitiva mod 01 ao 08
Terapiacognitiva mod 01 ao 08Terapiacognitiva mod 01 ao 08
Terapiacognitiva mod 01 ao 08
 
Doze passos elementos terapêuticos para codependência
Doze passos  elementos terapêuticos para codependênciaDoze passos  elementos terapêuticos para codependência
Doze passos elementos terapêuticos para codependência
 
Primeira e-segunda-ferramentas-freemind
Primeira e-segunda-ferramentas-freemindPrimeira e-segunda-ferramentas-freemind
Primeira e-segunda-ferramentas-freemind
 
Primeira e-segunda-ferramentas-freemind
Primeira e-segunda-ferramentas-freemindPrimeira e-segunda-ferramentas-freemind
Primeira e-segunda-ferramentas-freemind
 
Terceira e-quarta-ferramentas-freemind
Terceira e-quarta-ferramentas-freemindTerceira e-quarta-ferramentas-freemind
Terceira e-quarta-ferramentas-freemind
 
Quinta e-sexta-ferramentas-freemind
Quinta e-sexta-ferramentas-freemindQuinta e-sexta-ferramentas-freemind
Quinta e-sexta-ferramentas-freemind
 
Setima e-oitava-ferramentas-freemind
Setima e-oitava-ferramentas-freemindSetima e-oitava-ferramentas-freemind
Setima e-oitava-ferramentas-freemind
 
Nona e-decima-ferramentas-freemind
Nona e-decima-ferramentas-freemindNona e-decima-ferramentas-freemind
Nona e-decima-ferramentas-freemind
 
Decima primeira-e-decima-segunda-ferramentas-freemind
Decima primeira-e-decima-segunda-ferramentas-freemindDecima primeira-e-decima-segunda-ferramentas-freemind
Decima primeira-e-decima-segunda-ferramentas-freemind
 
Relatorio inspecao-comunidades-terapeuticas
Relatorio inspecao-comunidades-terapeuticasRelatorio inspecao-comunidades-terapeuticas
Relatorio inspecao-comunidades-terapeuticas
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
 
13 princpios nida
13 princpios nida13 princpios nida
13 princpios nida
 
Folheto explicativo sobre as drogas de abuso
Folheto explicativo sobre as drogas de abusoFolheto explicativo sobre as drogas de abuso
Folheto explicativo sobre as drogas de abuso
 
Permanecer sóbrio completo
Permanecer sóbrio completoPermanecer sóbrio completo
Permanecer sóbrio completo
 
Guia estratégico drogas
Guia estratégico drogasGuia estratégico drogas
Guia estratégico drogas
 
Livro co-dependencia
Livro co-dependenciaLivro co-dependencia
Livro co-dependencia
 
T.R.E. TERAPIA RACIONAL EMOTIVA
T.R.E. TERAPIA RACIONAL EMOTIVAT.R.E. TERAPIA RACIONAL EMOTIVA
T.R.E. TERAPIA RACIONAL EMOTIVA
 
A arte de envelhecer com sabedoria
A arte de envelhecer com sabedoriaA arte de envelhecer com sabedoria
A arte de envelhecer com sabedoria
 
Apostila PPR
Apostila PPRApostila PPR
Apostila PPR
 

Livro eletrônico anti drogas

  • 1. Valorize a vida. Diga não às drogas !
  • 2. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe P R E F Á C I O As drogas estão destruindo gerações, estão levando nossas crianças, adolescentes e jovens a auto destruição. A Criminalidade e a violência vem num crescente índice, com presídios superlotados, e as pesquisas demonstram que mais de 70% das pessoas que cometeram algum tipo de crime, têm algum envolvimento com as drogas. Para que haja uma ampla interação no trabalho de prevenção, há necessidade de uma integração dos pais e educadores com amplo conhecimento do assunto, para que possam falar sem medo e sem preconceito sobre esse importante assunto e que nossos filhos possam de maneira fácil, com vocabulário simples, receber o maior número de informações, estamos editando o primeiro “LIVRO ELETRÔNICO”, com perguntas e respostas sobre DROGAS. Este livro eletrônico, de fácil acesso, além de propiciar conhecimento sobre as Drogas, ainda propiciará a nossos filhos uma interação com a informática, tão importante e necessária nos dias atuais. Temos certeza que este trabalho se constituirá em excelente meio de consultas. ÍNDICEÍNDICE
  • 3. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe A história das drogas é tão antiga que muitas vezes se confunde com a própria história da existência do homem. Tem-se notícias que a Cannabis Sativa era cultivada desde mil anos antes de Cristo. Enfim, as drogas existem desde os primórdios da existência humana. No Brasil, sabe-se que nossos índios já usavam plantas com substâncias tóxicas em suas manifestações religiosas. Tem-se notícias que a Cannabis Sativa ( Maconha ),chegou ao Brasil logo após seu descobrimento, trazida de Angola pelos primeiros escravos negros. DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar ÍNDICEÍNDICE
  • 4. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 01 - QUE É DROGA? De acordo com a organização Mundial da Saúde, DROGA é toda substância que colocada no organismo humano provoca alguma alteração, física ou psíquica. 02 - COMO PODEM SER AS DROGAS ? As DROGAS podem ser lícitas ( permitidas ) ou ilícitas ( proibidas). ÍNDICEÍNDICE
  • 5. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 03 - O QUE É DROGA LÍCITA? Droga lícita é aquela que as leis não proíbem a sua fabricação, o seu transporte e a sua comercialização. Existem apenas leis que regulamentam o processo de produção, de transporte e de comercialização. Exemplos : Cigarros no processo de fabricação a lei obriga que na embalagem contenha mensagens dos malefícios causados. No comércio a lei proíbe a venda para menores de 18 anos. 04 – O QUE É DROGA ILÍCITA? Droga ilícita é aquela que existe lei proibindo a sua fabricação, o seu transporte e a sua comercialização. Exemplos : Maconha, Cocaína, Crack, LSD, Líquido X etc. ÍNDICEÍNDICE
  • 6. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 05 - PORQUE UMA PESSOA COMEÇA A USAR DROGAS? Uma pessoa pode se tornar um usuário por vários motivos. Pelas circunstâncias do meio em que vive, incentivado por outras pessoas, pelos falsos amigos, pela curiosidade , mas, principalmente pela falta de informação. 06 – EXISTEM DROGAS LEVES E DROGAS PESADAS? Do Ponto de vista da lei, não há diferença entre drogas leves e drogas pesadas, mas apenas entre drogas lícitas ( legais ) e ilícitas ( ilegais). ÍNDICEÍNDICE
  • 7. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 07 – AS DROGAS ILÍCITAS SÃO MAIS PERIGOSAS QUE AS DROGAS LÍCITAS? Nem Sempre. Os perigos relacionados ao uso de drogas dependem de diversos fatores. O fato da droga ser legal ou ilegal não tem uma relação direta com o perigo que oferece.Temos a tendência de achar que substâncias como o álcool, já que são legalizadas, não são problemáticas, é um terrível engano. Assim observamos que na nossa cultura somos demasiadamente tolerantes com relação às drogas legalizadas ( álcool, medicamentos, tabaco). ÍNDICEÍNDICE
  • 8. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 08 – O QUE É DEPENDÊNCIA? O uso repetitivo e de forma continuada, faz com que o organismo do usuário passe a exigir as substâncias ativas da droga. As Drogas de uma forma geral, agem no cérebro, e este emite ordens para nosso corpo como se estivesse pedindo aquelas substancias. A dependência pode ser psíquica ou física. 09 – O QUE É DEPENDÊNCIA PSIQUICA? É o efeito de substâncias diretamente no sistema cerebral, fazendo com que a vontade do usuário esteja sempre ligada ao uso daquela substância. EXEMPLO : O usuário de tabaco ( cigarros), craveja o cérebro com a NICOTINA, a substância que causa dependência ( viciante ), e o cérebro passa a exigir a presença de nicotina, muitas vezes sobrepondo-se até mesmo ao desejo da pessoa em se abster do fumo. ÍNDICEÍNDICE
  • 9. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 10 – O QUE É DEPENDÊNCIA FÍSICA? É o efeito provocado por determinadas substâncias absorvidas pelo corpo do usuário. O usuário necessita da substância para fazer funcionar alguma parte física. EXEMPLO : Anabolizantes, agem sobre os músculos do usuário. 11 - O QUE É TOLERÂNCIA? Tolerância é a necessidade que o usuário sente de aumentar as dosagens da droga usada, para obter a mesma sensação, os mesmos efeitos que obtinha anteriormente com dosagens menores. ÍNDICEÍNDICE
  • 10. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 12 – QUEM PODE SER CONSIDERADO DEPENDENTE? Dependente é a pessoa que deixa de ter vontade própria e, por necessidade psíquica ou física torna-se incapaz de abster-se do uso de determinada substância. O uso de drogas por dependência é uma manifestação de graves problemas de saúde ( DOENÇA). 13 – QUAIS A CARACTERÍSTICAS DE UM DEPENDENTE? Brusca mudança de comportamento, visivelmente apresenta sinais de autodestruição, nervosismo, inquietação, agressividade, abandono dos valores sociais e morais, perda de interesse por estudos e trabalho, perde os hábitos normais de higiene e completo desinteresse pela sua aparência pessoal. ÍNDICEÍNDICE
  • 11. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 14 – COMO UMA PESSOA PODE DEIXAR DE SER DEPENDENTE? Depende muito das condições físicas e psíquicas do usuário. Quando a dependência se encontra em estado adiantado, há necessidade de auxílio, de tratamento adequado e especializado em hospitais, clínicas e profissionais como psicólogos, assistentes sociais, muito apoio familiar, terapia de grupo e principalmente muita religiosidade. 15 – TODO DEPENDENTE QUE PASSA POR TRATAMENTOS SE RECUPERAM? O que se pode afirmar é que toda pessoa recuperada, passou por tratamentos, porém nem todos que se tratam se recuperam. O fator principal da recuperação é a conscientização da pessoa em querer se recuperar, sem esta condição é praticamente impossível se obter resultados positivos no tratamento. ÍNDICEÍNDICE
  • 12. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 16 – O QUE É RECAIDA? Recaída é a expressão usada, para definir a volta ao uso de drogas por uma pessoa, mesmo depois de ter passado longo tempo sem consumo e ser considerada nos tratamentos como recuperada. 17 – O QUE LEVA UMA PESSOA MESMO APÓS UM LONGO TRATAMENTO TER UMA RECAIDA? A falta de forças próprias para resoluções de problemas que com certeza vai encontrar ao reintegrar-se à sociedade, principalmente quando deixar o local de tratamento, geralmente uma clínica, volta a conviver no mesmo meio social que convivia anteriormente. ÍNDICEÍNDICE
  • 13. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 18 – O QUE É USUÁRIO? É a pessoa que adquire, guarda ou traz consigo, para uso próprio, substâncias entorpecentes ou que determinem dependência física ou psíquica, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar. ( Lei 6.368 artigo 16 ) Pena : Reclusão de 6 ( seis ) meses a 2 ( dois ) anos, e pagamento de 30 ( trinta) a 50 ( Cinqüenta ) dias-multa. ÍNDICEÍNDICE
  • 14. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 19 – O QUE É TRÁFICO? Tráfico é o ato de importar ou exportar, remeter, preparar, produzir, adquirir, vender, expor à venda ou oferecer, fornecer ainda que gratuitamente, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, recomendar, ministrar ou entregar, de qualquer forma, a consumo, substância entorpecente ou que determine dependência física ou psíquica, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar. A pena para quem infringe a lei é de 3 ( três ) a 15 ( quinze anos de reclusão em regime fechado e pagamento de multa que varia de 50 a 360 dias-multa. ( Lei 6368 artigo 12) ÍNDICEÍNDICE
  • 15. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 20 – TODO USUÁRIO É TRAFICANTE ? Não, nem todo usuário é traficante, porém um grande número de usuários acabam enveredando pelo mundo do tráfico, muitas vezes com a intenção de obter algum lucro sobre suas vendas para manutenção da sua própria dependência. 21 – TODO TRAFICANTE É USUÁRIO? Em geral não, principalmente os grandes traficantes, aqueles que produzem as drogas e as vendem em alta escala estão voltados exclusivamente para os lucros. Essas pessoas são inteligentes, perspicazes, conhecendo muito os efeitos da dependência, sabe que se for usuário não terá condições de prosseguir em seu inescrupuloso e ilícito comércio. ÍNDICEÍNDICE
  • 16. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 22 – A QUEM COMPETE O DEVER DA DA PREVENÇÃO REPREENSÃO E DA RECUPERAÇÃO? De acordo com a lei 6.368 de 21 de outubro de 1976, em seu artigo primeiro, - É dever de toda pessoa física ou jurídica colaborar na PREVENÇÃO e na REPREENSÃO ao tráfico ilícito e uso indevido de substâncias entorpecente ou que determine dependência física ou psíquica. ÍNDICEÍNDICE
  • 17. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 23 - ÁLCOOL As bebidas alcoólicas são produzidas a partir da cana- de-açúcar, cereais ou frutas, através de um processo de fermentação ou destilação. Esse produto enquadra-se na categoria de DROGAS lícitas, drogas permitidas. As leis que regulamentam a produção, o transporte e a comercialização, proíbem a venda a menores de 18 anos. ÍNDICEÍNDICE
  • 18. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 24 – QUAIS OS SINTOMAS CAUSADOS PELO USO DE BEBEIDAS ALCOÓLICAS? A bebida alcoólica traz sensações enganosas de euforia e bem estar, porém afetam todo o funcionamento do organismo. 25 – QUAIS OS PROBLEMAS MAIS GRAVES DO USO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS? Muito embora as bebidas causem males irreparáveis na saúde humana, afetando órgãos como: pulmões, estômago, coração, sistema circulatório, atinge com muita violência dois órgãos importantíssimos do nosso corpo, o Fígado e o Cérebro. ÍNDICEÍNDICE
  • 19. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 26 – PORQUE QUANDO USAMOS BEBIDAS ALCOÓLICAS FICAMOS DESORIENTADOS? Todo nosso corpo é comandado pelo cérebro, o órgão mais importante de nosso corpo. É o cérebro que envia ordens aos nossos músculos para efetuarmos algum movimento. A bebida atinge o cérebro e faz com que o mesmo passe a não responder com a rapidez necessária, fazendo com que as ordens ao corpo tornem-se muito lentas. Por exemplo : Quando estamos dirigindo um veículo, e na frente uma criança atravessa a rua, veja como funciona nosso corpo diante dessa situação: As vistas captam a imagem, envia para o cérebro, esse em milionésimos de segundos, decifra aquela imagem, nos informa o que é e passa a dar ordens rápidas para nosso corpo. ( Olha, lá na frente, uma criança, pisa no freio... )e nós freamos rapidamente). Quando ingerimos bebidas alcoólicas, o cérebro passa dar essas ordens com muita lentidão, e nós não temos a condição de tomar uma decisão rápida, precisa, e não evitamos o acidente: Olha............lá...............na.......frente.....uma.......criança.............pi sa...no......freio ), imagine que quando você tomar a decisão de frear, com certeza já atropelou a criança. ÍNDICEÍNDICE
  • 20. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 27 – QUAIS OS EFEITOS DO ÁLCOOL NO ORGANISMO? O álcool pode provocar no aparelho digestivo gastrite, vômitos fáceis, hemorragia gástrica ou intestinal. No aparelho respiratório causa laringite, bronquite, enfizema pulmonar crônico e falta de ar constante. Causa taquicardia e enfarto do coração. No sistema neurológico vai causar lesão cerebral, perda da coordenação motora, delírios, confusão mental, demência progressiva e inflamação dos neurônios. No fígado causa a Cirrose hepática que pode levar a pessoa à morte. ÍNDICEÍNDICE
  • 21. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 28 – O QUE SIGNIFICA ALCOÓLATRA? É a pessoa que se torna dependente das bebidas alcoólicas, não consegue se abster do uso contínuo permanente e vai aumentando as dosagens de uso. 29 – O ALCOOLISMO TEM CURA? Não. Hoje podemos afirmar que o alcoolismo é uma doença incurável. O que se pode é abster-se do uso, através de ampla conscientização e muita força de vontade. Quando a pessoa toma consciência dos males que a bebida esta fazendo, tanto física como mentalmente e socialmente, deseja abster-se, precisa fazer com muita força de vontade, precisa acreditar em algo superior que lhe dará forças para abandonar o vício, normalmente os grupos de terapia, como os GRUPOS DE ALCOÓLICOS ANÔNIMOS ( AA ) são de suma importância no tratamento do alcoolismo. Uma pessoa que consegue abster-se das bebidas seja por quanto tempo for, 1 ou 10 anos, jamais deverá experimentar uma única dose de qualquer bebida alcoólica, sob a pena de voltar à dependência, voltar a ser alcoólatra. ÍNDICEÍNDICE
  • 22. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 30 – A BEBIDA ALCOÓLICA CAUSA TOLERÂNCIA? Sim, a bebida alcoólica provoca dependência e o organismo passa a exigir cada vez mais maiores dosagens para provocar os mesmos efeitos anteriores, e isso é tolerância. 31 – O ÁLCOOL MATA POR OVERDOSE? Sim, em dosagens altas a pessoa pode ter uma depressão respiratória, chegando ao coma alcoólico e leva-la a morte. ÍNDICEÍNDICE
  • 23. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 31 – TABACO ( Cigarros ) O tabaco faz parte das drogas lícitas. A indústria do tabaco ( cigarros, cigarrilhas, fumo para cachimbo etc.) é uma das maiores fontes de lucro do mundo. Em todo mundo está comprovado os terríveis malefícios causados pelo hábito de fumar. As pesquisas demonstram que no ano de 2000, mais de dois milhões de pessoas em todo mundo morreram por doenças causadas por essa droga. O cigarro mata anualmente mais pessoas do que as guerras que já tivemos notícia. ÍNDICEÍNDICE
  • 24. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 32 - O QUE É CIGARRO? Cigarro é um produto produzido a partir das folhas secas da planta conhecida como "Fumo ou tabaco" a partir dessas folhas pode-se produzir charutos, cigarrilhas, fumo em corda, fumo para cachimbo etc. 33 – QUE TIPO DE SUBSTÂNCIAS TÓXICAS SÃO ENCONTRADAS NOS CIGARROS ? Um único cigarro pode conter mais de quatro mil e setecentas substâncias tóxicas. A nicotina é a substância que causa a dependência ( vício ) atua diretamente no cérebro. Temos ainda monóxido de carbono, um gás altamente venenoso ( similar aos gases expelidos pelos escapamentos dos veículos quando da queima do combustível), o alcatrão, substância altamente cancerígena. Além de produtos como amônia, pólvora, produtos químicos contidos no papel etc. ÍNDICEÍNDICE
  • 25. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 34 – QUAIS AS DOENÇAS OCASIONADAS PELO FUMO? O fumo causa várias doenças no organismo humano. A primeira parte de nosso corpo a ser afetada é a boca, seguindo-se a garganta, a laringe, os pulmões, dos pulmões as substâncias tóxicas entram na corrente sangüínea e daí percorre todos os órgãos de nosso corpo levando mais de 4.700 produtos tóxicos. As principais doenças atingem as vias respiratórias ( boca, garganta, laringe e pulmões ), onde apresenta índice elevadíssimo de câncer. Provoca também esquimia do coração ( como angina do peito e infarto do miocárdio), podendo também provocar hemorragias celebrais. A agressão dos produtos tóxicos contidos no cigarro é de tal forma danosa ao organismo que chega a prejudicar sensivelmente a parte sexual masculina e feminina, causando impotência precoce em homens e infertilidade feminina. ÍNDICEÍNDICE
  • 26. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 35 – O QUE É UM FUMANTE PASSIVO? Fumante passivo é a pessoa que não fuma, mas está exposta em ambientes onde existem fumantes. Dependendo local, do acúmulo de fumaça dispersa no ar, essas pessoas podem estar adquirindo os gases venenosos equivalentes de 1 a 4 cigarros fumados num período de 8 horas, daí, a proibição de se fumar em locais públicos tais como: escolas, repartições, restaurantes, cinemas, teatros, museus, bibliotecas, aeronaves, transportes públicos, hospitais, etc.).As crianças são as mais prejudicadas devido ao desenvolvimento do seu organismo que é muito frágil. ÍNDICEÍNDICE
  • 27. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 36 – O QUE SÃO INALANTES? Normalmente são substâncias químicas, solventes voláteis, como por exemplo: Thiner, acetona, éter sulfúrico, gasolina etc. 37 – A COLA DE SAPATEIRO É UM INALANTE? Sim. A cola de sapateiro,considerada a droga das crianças de rua, tornou-se um inalante devido a alta concentração de solventes. ÍNDICEÍNDICE
  • 28. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 38 – QUAIS OS EFEITOS DOS SOLVENTES NO ORGANISMO? Os inalantes trazem conseqüências irreversíveis para o usuário. Há sérias complicações em todo sistema vital do organismo, podendo levar à morte. Afeta principalmente o cérebro, destruindo neurônios. Causa irritação dos olhos, dificultando a visão, afeta o paladar, o olfato e o tato. Provoca vômitos, diarréia e fraqueza acentuada. São comuns dores de cabeça, perda freqüente da memória e do autocontrole, tremores, ansiedade, cólicas intestinais, falta de coordenação motora, confusão mental, problemas no fígado e coceiras no corpo. ÍNDICEÍNDICE
  • 29. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 39 – OS INALANTES PODEM CAUSAR SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA? Sim, ao se abster da droga a pessoa pode ter: Ansiedade, insônia,tremores, delírio,convulsões, podendo até levar à morte. ÍNDICEÍNDICE
  • 30. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 40 – O QUE É ANABOLIZANTE? Anabolizantes, são produtos produzidos em laboratórios, à base de esteróides, tem como finalidade principal promover rápido ganho de peso e músculos. São produtos similares ao hormônio masculino "Testosterona" 41 – PORQUE OS ANABOLIZANTES SÃO PERIGOSOS? Em primeiro lugar precisamos saber que o nosso coração é um músculo e assim devemos analisar: Se o anabolizante promove aumento de músculos, sendo o coração também um músculo, passará a ser afetado, podendo ocorrer a hipertrofia do ventrículo esquerdo do coração e aumento da pressão, provocando ataques cardíacos e derrames. Causa problemas no fígado, inclusive tumores, levando à morte. Outras características do usuário de anabolizantes: Aumento da agressividade, manchas roxas ou vermelhas no corpo, inchaço dos pés e das pernas, afeta o sistema reprodutor. ÍNDICEÍNDICE
  • 31. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 42 – O QUE É ESTIMULANTE? São produtos normalmente em forma de comprimidos, ou líquidos, que ao serem ingeridos, as substâncias atingem o cérebro e agem no SNC ( Sistema Nervoso Central) deixando o usuário agitado, provoca insônia e perda do apetite. Essas drogas são à base de anfetaminas. 43 – QUAIS AS SUBSTÂNCIAS ESTIMULANTES? Existem várias substâncias estimulantes, tanto de origem vegetal como sintéticas. Por exemplo: a cafeína do café ou chá tira o sono, deixa a pessoa mais ativa, mais acordada. A cafeína é considerada um estimulante suave do cérebro. Já a cocaína é um estimulante muitíssimo poderoso. Temos ainda os estimulantes sintéticos, produzidos em laboratórios, como a anfetamina ("bolinha"), a metanfetamina ("ice – perventin"etc). e várias substâncias que são usadas para tirar a fome, os chamados anoréticos ou inibidores de apetite. ÍNDICEÍNDICE
  • 32. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 44– QUAIS OS EFEITOS DOS ESTIMULANTES NA MEMÓRIA? Sob os efeitos dos estimulantes no cérebro, o usuário faz contas, lê e escreve mais rapidamente, mas comete muitos erros e por estar hiperexcitado não guarda bem as coisas, como conseqüência a memória tem prejuízo. Por outro lado, como o indivíduo que abusa precisa de doses cada vez maiores, gradativamente a memória, como outras funções mentais, terão também seus prejuízos. 45 – QUAIS OS EFEITOS NO ORGANISMO HUMANO? Promove uma falsa sensação de bem estar. A pessoa perde a sensação de sono e de cansaço. Os efeitos maléficos superam em muito a falsa sensação de bem estar. Provoca taquicardia e aumenta e pressão sangüínea, no cérebro, pode destruir os neurotransmissores. Apenas uma única dose pode causar a neurotoxidade, fazendo com que os neurônios incham e se rompem. ÍNDICEÍNDICE
  • 33. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 46 – OS ESTIMULANTES CAUSAM ALGUM TIPO DE DEPENDÊNCIA? Sim, causa a dependência psíquica, pois altera as funções cerebrais, levando o usuário a chamada vida química. 47 – OS ESTIMULANTES AGEM SOBRE A ATIVIDADE SEXUAL? São usados com muita freqüência para intensificar as experiências sexuais, e o que acaba acontecendo muitas vezes é que pode ocorrer ejaculação precoce ou orgasmo prematuro. Altas doses e o uso a longo prazo estão associados com impotência e outras disfunções sexuais. ÍNDICEÍNDICE
  • 34. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 48 – O QUE SÃO DEPRESSORES? Depressores são drogas sedantes que atuam no sistema nervoso central, também chamadas de "Tranqüilizantes"podendo reduzir a ansiedade, induzir ao sono e até mesmo à anestesia. Algumas pessoas se tornam dependentes barbitúricos para alcançar descanso. Essas drogas deprimem os neurônios do SNC ( Sistema Nervoso Central). Doses excessivas podem levar à morte. 49 - OS DEPRESSORES CAUSAM ALGUMA DEPENDÊNCIA? Sim, da mesma forma que os estimulantes, provoca a dependência psíquica, também chamada de vida química. ÍNDICEÍNDICE
  • 35. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 50 – COMO OS DEPRESSORES OU TRANQUILIZANTES SÃO USADOS? São usados pela boca ( via oral) quando apresentados na forma de comprimidos ou cápsulas, ou ainda por via endovenosa quando apresentados na forma de injeção. As formas injetáveis só podem ser utilizadas em hospitais. ÍNDICEÍNDICE
  • 36. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 51 – O QUE FAZEM OS DE PRESSORES OU TRANQUILIZANTES NA MENTE? Todos produtos dessa categoria são capazes de estimular os mecanismos do nosso cérebro que normalmente combatem estados de tensão e ansiedade. Assim, quando devido às tensões do dia-a-dia ou por causas mais sérias determinadas áreas de nosso cérebro funcionam exageradamente resultando num estado de ansiedade, essas substâncias exercem um efeito contrário, isto é, inibem os mecanismos que estavam hiperfuncionantes e a pessoa fica mais tranqüila, como que desligada do meio ambiente e dos estímulos externos. ÍNDICEÍNDICE
  • 37. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 52 – O QUE É MACONHA? Maconha é uma erva de origem asiática, seu nome científico é "Cannabis Sativa Lineu". O uso de suas folhas secas, na forma de cigarros, é uma das drogas mais antigas e mais consumidas. 53 – COMO A MACONHA É UTILIZADA? As flores e folhas secas da maconha podem ser fumadas ou ingeridas, sendo que a forma mais comum é a fumada e nesse caso a maconha é absorvida pelo pulmão, entra na corrente sanguínea e atinge o SNC ( Sistema Nervoso Central ) , o cérebro em apenas alguns segundos. Quando utilizada por via oral sua absorção é mais lenta variando de 30 a 60 segundos. ÍNDICEÍNDICE
  • 38. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 54 – A MACONHA AFETA O DESEMPENHO SEXUAL? A maconha traz tanto para homens como para mulheres profundas alterações hormonais que podem resultar em problemas. Além do mais, a maconha produz tantas alterações mentais que pode tirar a concentraão necessária durante o ato sexual. 55 – QUE TIPO DE DEPENDÊNCIA CAUSA A MACONHA? Causa dependência psíquica. 56 – QUAL A SUBSTÂNCIA MAIS FORTE DA MACONHA? É o THC ( Tetra-hidrocanabiol). ÍNDICEÍNDICE
  • 39. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 57 – QUAIS OS EFEITOS MALÉFICOS DA MACONHA? Provoca câncer de pulmão, diminui as defesas do organismo, facilitando infecções, tosse crônica, bronquites, prejudica o sistema cardiovascular, atua no cérebro danificando os neurônios, levando a perda parcial ou total da memória. Causa redução no sistema imunológico em função da queda de glóbulos brancos, facilitando infecções graves, inclusive propicia no organismo facilidade para contagio do HAIV e desenvolver a AIDS 58 – QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO USUÁRIO DE MACONHA? Aumento do apetite, sensação de euforia, pensamento confuso, sonolência, olhos avermelhados, perda do vocabulário passando a se utilizar quase que exclusivamente de gírias, afastamento social. ÍNDICEÍNDICE
  • 40. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 57 – QUAIS OS EFEITOS MALÉFICOS DA MACONHA? Provoca câncer de pulmão, diminui as defesas do organismo, facilitando infecções, tosse crônica, bronquites, prejudica o sistema cardiovascular, atua no cérebro danificando os neurônios, levando a perda parcial ou total da memória. Causa redução no sistema imunológico em função da queda de glóbulos brancos, facilitando infecções graves, inclusive propicia no organismo facilidade para contagio do HAIV e desenvolver a AIDS 58 – QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO USUÁRIO DE MACONHA? Aumento do apetite, sensação de euforia, pensamento confuso, sonolência, olhos avermelhados, perda do vocabulário passando a se utilizar quase que exclusivamente de gírias, afastamento social. 59 – A MACONHA PROVOCA DEPENDÊNCIA PSIQUICA? Sim, a dependência psíquica da maconha é muito maior do que a provocada pelo cigarro. ÍNDICEÍNDICE
  • 41. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 60 – COCAÍNA A cocaína é uma droga produzida a partir da planta cujo nome científico é : Erythroxy-lon, e o nome popular é coca. O cultivo dessa planta é predominante da América do Sul, seus maiores produtores são: Bolívia, Peru e Colômbia. 61 – QUAIS OS NOMES POPULARES DA COCAÍNA? Pó, branca, farinha, brilho, carreirinha, ratatá, tiro etc. 62 – O QUE É PAPELOTE? É um pequeno invólucro, normalmente de papel vegetal, de formato retangular, contendo no seu interior o pó da cocaína. ÍNDICEÍNDICE
  • 42. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 63 – COMO É USADA A COCAÍNA? A cocaína normalmente é utilizada por aspiração nasal (cheirada), o que leva a completa destruição do septo nasal, mas muitos diluem a droga em água destilada e usam via endovenosa ( injeção na veia ). 64 – A COCAÍNA PRODUZ DEPENDÊNCIA PSÍQUICA? Sim, provoca alta dependência psíquica, deixando o cérebro totalmente contaminado. 65 – QUAIS AS SENSAÇÕES CAUSADAS PELA COCAÍNA? Produz falsa sensação de bem estar, euforia, insônia, perda do apetite. Traz a falsa sensação de nunca estar cansado. ÍNDICEÍNDICE
  • 43. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 66 - QUAIS OS MALEFÍCIOS CAUSADOS AO ORGANISMO? Acelera o ritmo e a potência da função cardíaca, contrai os vasos sanguíneos diminuindo o fluxo de sangue para os órgãos, inclusive para o cérebro. Ao atingir o cérebro provoca aneurisma e espasmos. Causa profunda dependência psíquica, aumenta terrivelmente a agressividade. 67 – A COCAÍNA É AFRODISÍACA? A cocaína não possui nenhum efeito afrodisíaco, ao contrário, por destruir física e psicologicamente o usuário chega muito rápido à impotência sexual. ÍNDICEÍNDICE
  • 44. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 68 – CRACK O crack é produzido a partir da pasta de coca, adicionada a outros produtos químicos como: bicarbonato de sódio ou amônia, etc. resultando em pedras de formatos irregulares, fumadas em cachimbos na maioria das vezes improvisados. A droga recebeu este nome porque faz um pequeno estalo quando queimada. Essa droga é seis vezes mais potente que a cocaína e leva cerca de 15 segundos para chegar ao cérebro e fazer efeito. Como a duração do crack é rápida, cerca de 15 minutos, o usuário precisa aumentar o consumo rapidamente, o que o leva a um caminho sem volta. ÍNDICEÍNDICE
  • 45. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 69 – QUAIS OS EFEITOS DO CRACK NO ORGANISMO? A compulsão para o uso do crack, comumente chamado pelos usuários de fissura é mais forte que a dos usuários de cocaína. Como o crack é uma droga de alto poder viciante e destrutivo, o simples fato de experimenta-lo pode causar a dependência e consequentemente levar o usuário à morte. 70 – PORQUE GRANDE NÚMERO DE USUÁRIOS DE CRACK SE SUICIDAM? O crack age destruindo os neurônios, deixando o cérebro totalmente confuso e sem poder de raciocínio. O dependente de crack quando se abstem da droga ( fica sem usar ), o cérebro passa a induzi-la ao suicídio, o usuário sente maior facilidade em eliminar a própria vida, do que viver sem a droga, tal a dependência psíquica causada. ÍNDICEÍNDICE
  • 46. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 71 – O QUE É LSD ? LSD (Dietilamida do ácido lisérgico) é uma substância que lembra outras substâncias presentes nos cogumelos a Claviceps purpúrea. Essa substância produz profundas alterações mentais, chamadas de alucinações ( alucinação é uma percepção sem objeto, por exemplo, ouvir uma trombeta sem que este som exista é uma alucinação). 72 – COMO É USADO O LSD? É utilizado por via oral, ou seja, é ingerido. É um líquido que não possui cor, odor e nem sabor. O LSD é tão potente que pequeníssimas doses, de 20 a 50 microgramas ( um micrograma é um milésimo de um grama), já produzem alterações mentais. Para se ter uma idéia, um micrograma cabe na ponta de uma agulha. ÍNDICEÍNDICE
  • 47. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 73 - QUAIS OS EFEITOS FÍSICOS CAUSADOS PELO LSD? Os efeitos físicos do LSD incluem pupilas dilatadas, aumento da temperatura do corpo, aumento dos batimentos cardíacos e da pressão arterial, suores, perda do apetite, falta de sono, boca seca e tremores. 74 – QUAIS OS EFEITOS PSÍQUICOS ( NO CÉREBRO) PELO USO DE LSD? Os efeitos no cérebro são imprevisíveis. Dependem da quantidade ingerida, da personalidade do usuário, do humor e expectativa. Os efeitos aparecem de 30 a 90 minutos após a ingestão e duram aproximadamente 6 horas. Durante esse período o LSD produz fenômenos alucinatórios que envolvem um conjunto de percepções que ocorrem sem a presença de um objeto. A pessoa ouve sons inexistentes, vê cores que não estão no local, as sensações podem provocar dor, prazer, medo, ansiedade etc. ÍNDICEÍNDICE
  • 48. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 75 - QUAIS OS DANOS CAUSADOS PELO LSD NO CÉREBRO? O efeito no cérebro tem a ver com a serotonina, (neurotransmissor produção dessa substância.cerebral) e em laboratórios foram encontrados danos na 76 – QUAIS OS SINTOMAS CAUSADOS PELO LSD? Em dosagens múltiplas podem apresentar taquicardias, náuseas, irriquietude,desmaios, dores musculares e, a longo prazo podem aparecer sintomas semi-permanentes como ansiedade, depressão, ataques de pânico, agressividade, dificuldade de concentração, paranóia e alucinações. ÍNDICEÍNDICE
  • 49. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 77 -O QUE É O EFEITO FLASH BACK ? A potencialização da droga no cérebro, pode mesmo ocorrer após um a dois anos de abstinência ( ficar sem usar ), provocar as mesmas reações como , se estivesse consumindo o produto naquela hora. ÍNDICEÍNDICE
  • 50. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 78 - ECSTASY É um composto sintético, geralmente comercializado em comprimidos coloridos ou cápsulas, muito raramente em pó a substância contida é : MDMA ( ecstasy, xtc,Adam, ice, speed, eve, the drug). 79 - PORQUE O ECSTASY ATRAI? O ecstasy é geralmente consumido durante as longas noites de fim de semana para suportar o stress da noite e favorecer a desinibição. 80 - QUAIS OS DANOS QUE O ECSTASY PROVOCA NO CORPO? Provoca um forte aumento da pressão sangüínea e pode causar a morte em conjunto com descompensações cardíacas, renais e hepáticas. ÍNDICEÍNDICE
  • 51. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 81 - MERLA A merla é um subproduto da cocaína. É obtida das folhas da coca às quais se adicionam alguns solventes como ácido sulfúrico, querosene, cal virgem etc. transformando-se num produto de consistência pastosa com uma concentração variável de 40% a 70% de cocaína. 82 -COMO É USADA A MERLA? Pode ser fumada pura ou misturada ao tabaco ou maconha (bazuca) 83 -QUE TIPO DE DEPENDÊNCIA CAUSA O USO DA MERLA Causa dependência física e psíquica, além de provocar danos, às vezes irreparáveis ao organismo. ÍNDICEÍNDICE
  • 52. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 84 -QUAIS A PRINCIPAIS CARACTRÍSTICAS DO USUÁRIO DA MERLA? O usuário comumente apresenta as extremidades dos dedos amarelados. Pode evidenciar lacrimejamento, olhos avermelhados, irritados, respiração difícil, tremores das mãos, muita inquietação e irritabilidade. A longo prazo, perda dos dentes causado pelo ácido de bateria usado na mistura. 85 -QUAL O COMPORTAMENTO DOS USUÁRIOS DA MERLA? Os usuários da merla rapidamente entram para a delinqüência: 68% roubam para manter o vício, 17% envolvem-se com o tráfico para angariar dinheiro para manter o próprio vício. Não bastasse tudo isso, o sofrimento é tão grande que mais de 20% dos usuários tentam o suicídio para fugir à Síndrome de abstinência ou à depressão causada pelo uso contínuo. ( fonte: Anjos Caídos – 6ª edição). ÍNDICEÍNDICE
  • 53. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar 86 – HEROÍNA A heroína é extraída da Papoula ou produzido em laboratórios com produtos sintéticos, 87 - COMO É CONSUMIDA A HEROÍNA? O usuário consome preferencialmente através de aplicações endovenosas, embora seja também aspirada ou fumada. Nas primeiras experiências usa de 2 a 8 miligramas, mas com o tempo chega a 450 miligramas, ou seja, necessita de injeções a cada 4 ou 6 horas, mais para não sentir os sintomas que a falta da droga faz, do que para sentir seus efeitos. Geralmente o usuário morre cedo por causa de infecção ( tétano, gangrena, tuberculose, AIDS etc.). ÍNDICEÍNDICE
  • 54. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas MaisMaisVoltarVoltar QUAIS OS EFEITOS DA HEROÍNA NO ORGANISMO? ? 88 - OS EFEITOS DA QUAIS HEROÍNA NO ORGANISMO? Poucos minutos de sensações ( viagens ) e várias horas de total improdutividade, requerendo outra dose para se sentir novamente bem. As dores se espalham pelas juntas, estômago e cabeça, o nervosismo aumenta com o passar do efeito, causa náuseas, coriza e o suor são intensos. A capacidade de raciocínio fica cada vez mais comprometida e o relacionamento social restrito a grupos de usuários que acabam contraindo AIDS através do uso coletivo de seringas. ÍNDICEÍNDICE
  • 55. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas VoltarVoltar ? 89 - HAXIXE Trata-se de um narcótico mais conhecido por maconha (Cannabis Sativa ou Indica). A expressão provém do árabe aschichin, assassino, e sob a forma haschischino denominava os sicários que sob o comando de Hassen- Bem-Sabbah, cognominado o “Sheik da Montanha”, cometiam sob os efeitos da droga, fornecida por este, inúmeros assassinatos na área que hoje constitui a Síria. ÍNDICEÍNDICE
  • 56. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? Para obter conhecimento sobre determinado tipo de droga, click no botão correspondente ao lado, você verá na sua tela perguntas e respostas. Leia também : O drama de um apaixonado Carta para um pai alcoólatra História das bebidas alcoólicas Saiba mais sobre : AIDS Ópio Líquido X Prefácio SAIR Como posso ajudar meu filho ? Tabagismo
  • 57. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? Carta para um pai alcoólatra Perdoa-me, PAI. É importante que leia o meu desabafo. Sempre falei que, quando crescesse queria ser igual ao senhor. Mas... infelizmente, eu mudei de idéia. Não imagina o que eu sofro quando anoitece e não vem para jantar, pois só chega em casa de madrugada, assim mesmo, embriagado. Olhe, não me importa que chute os brinquedos, pise-os, atire-os contra a parede, bata raivosamente em mim, quando eu lhe pergunto: Porque o senhor não para de Beber? PAI... não me envergonho de usar roupas velhas, sapatos furados e nem me importo com o pouco alimento que como. Na verdade, nada disso teria importância se o Senhor não bebesse. Por favor, não fique parado nos bares perdendo seu tempo, seu dinheiro e sobretudo, sua saúde, bebendo. Queria apenas tê-lo em casa todas às noites para poder dizer antes de deitar: “BENÇÃO, PAI”. Saber, eu senti pena de vê-lo um dia desses, deitado na calçada. Os garotos que passavam começaram a tirar-lhe pedras. Seus cigarros espalhados pelo chão, seus bolsos virados e lá estava uma garrafa quebrada aos seus pés. Pedi para que não fizessem aquilo e eles me perguntaram: •Você conhece esse cachaceiro? • Puxa PAI, tive vontade de dizer não, mas lembrei-me que certa vez o senhor me disse: “Filho, o verdadeiro homem não diz mentiras”. •Então, tomei coragem e respondi: •Sim, eu conheço. É meu PAI. •Eles riram e falaram: •Se fôssemos você, teríamos vergonha de chamar esse “pau-d’água de PAI. Baixei a cabeça, humilhado. Meus olhos se encheram de lágrimas e...eu chorei. Chorei como se nunca tivesse chorado na vida. CHOREI O SENTIMENTO DA DOR E DO AMOR. Tentei erguê-lo. Pedi para que se levantasse. Enxuguei seu rosto suado pelo sol do meio-dia. Contudo, meus esforços foram inúteis. O senhor parecia não ouvir. Gemia, dizia palavras incompreensíveis e rolava de um lado para outro na calçada imunda. Os garotos foram embora dizendo: •Você está lidando com um “pau d’água”sem vergonha. Deixe-o aí. Pode ser que, ao atravessar a rua, um caminhão passe por cima dele e o mate. PAI... FOI DURO OUVIR AQUILO. Senti como se o mundo inteiro desabasse sobre mim, mas mesmo assim, quero que saiba de uma coisa: “O VOTO QUE FIZ DE AMÁ-LO, RESPAITA-LO E QUERER-LHE BEM, HEI DE CUMPRIR SEMPRE, MAS QUANDO CRESCER, NÃO QUERO SER IGUAL AO SENHOR”. ÍNDICEÍNDICE
  • 58. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE BEBIDAS ALCOÓLICAS (ÁLCOOL ETÍLICO; ETANOL) Fermentadas ( Vinho e cerveja ) Destiladas (pinga, whisky, vodka, etc.) Aspectos históricos Toda a história da humanidade está permeada pelo consumo de álcool. Registros arqueológicos revelam que os primeiros indícios sobre o consumo de álcool pelo ser humano datam de aproximadamente 6000 a.C., sendo portanto, um costume extremamente antigo e que tem persistido por milhares de anos. A noção de álcool como uma substância divina, por exemplo, pode ser encontrada em inúmeros exemplos na mitologia, sendo talvez um dos fatores responsáveis pela manutenção do hábito de beber ao longo do tempo. Inicialmente, as bebidas tinham conteúdo alcoólico relativamente baixo, como por exemplo o vinho e a cerveja, já que dependiam exclusivamente do processo de fermentação. Com o advento do processo de destilação, introduzido na Europa pelos árabes na Idade Média, surgiram novos tipos de bebidas alcoólicas, que passaram a ser utilizadas na sua forma destilada. Nesta época, este tipo de bebida passou a ser considerado como um remédio para todas as doenças, pois "dissipavam as preocupações mais rapidamente do que o vinho e a cerveja, além de produzirem um alívio mais eficiente da dor", surgindo então a palavra whisky (do gálico usquebaugh, que significa "água da vida"). A partir da Revolução Industrial, registrou-se um grande aumento na oferta deste tipo de bebida, contribuindo para um maior consumo e, conseqüentemente, gerando um aumento no número de pessoas que passaram a apresentar algum tipo de problema devido ao uso excessivo de álcool. Próxima
  • 59. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Aspectos gerais Apesar do desconhecimento por parte da maioria das pessoas, o álcool também é considerado uma droga psicotrópica, pois ele atua no sistema nervoso central, provocando uma mudança no comportamento de quem o consome, além de ter potencial para desenvolver dependência. O álcool é uma das poucas drogas psicotrópicas que tem seu consumo admitido e até incentivado pela sociedade. Esse é um dos motivos pelo qual ele é encarado de forma diferenciada, quando comparado com as demais drogas. Apesar de sua ampla aceitação social, o consumo de bebidas alcoólicas, quando excessivo, passa a ser um problema. Além dos inúmeros acidentes de trânsito e da violência associada a episódios de embriaguez, o consumo de álcool a longo prazo, dependendo da dose, freqüência e circunstâncias, pode provocar um quadro de dependência conhecido como alcoolismo. Desta forma, o consumo inadequado do álcool é um importante problema de saúde pública, especialmente nas sociedades ocidentais, acarretando altos custos para sociedade e envolvendo questões, médicas, psicológicas, profissionais e familiares. Anterior Próxima
  • 60. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE PróximaAnterior Efeitos agudos A ingestão de álcool provoca diversos efeitos, que aparecem em duas fases distintas: uma estimulante e outra depressora. Nos primeiros momentos após a ingestão de álcool, podem aparecer os efeitos estimulantes como euforia, desinibição e loquacidade (maior facilidade para falar). Com o passar do tempo, começam a aparecer os efeitos depressores como falta de coordenação motora, descontrole e sono. Quando o consumo é muito exagerado, o efeito depressor fica exacerbado, podendo até mesmo provocar o estado de coma. Os efeitos do álcool variam de intensidade de acordo com as características pessoais. Por exemplo, uma pessoa acostumada a consumir bebidas alcoólicas sentirá os efeitos do álcool com menor intensidade, quando comparada com uma outra pessoa que não está acostumada a beber. Um outro exemplo está relacionado a estrutura física; uma pessoa com uma estrutura física de grande porte terá uma maior resistência aos efeitos do álcool. O consumo de bebidas alcoólicas também pode desencadear alguns efeitos desagradáveis, como enrubecimento da face, dor de cabeça e um mal-estar geral. Esses efeitos são mais intensos para algumas pessoas cujo organismo tem dificuldade de metabolizar o álcool. Os orientais, em geral, tem uma maior probabilidade de sentir esses efeitos.
  • 61. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE PróximaAnterior Álcool e Trânsito A ingestão de álcool, mesmo em pequenas quantidades, diminui a coordenação motora e os reflexos, comprometendo a capacidade de dirigir veículos, ou operar outras máquinas. Pesquisas revelam que grande parte dos acidentes são provocados por motoristas que haviam bebido antes de dirigir. Neste sentido, segundo a legislação brasileira (Código Nacional de Trânsito, que passou a vigorar em janeiro de 1998) deverá ser penalizado todo o motorista que apresentar mais de 0,6 gramas de álcool por litro de sangue. A quantidade de álcool necessária para atingir essa concentração no sangue é equivalente a beber cerca de 600ml de cerveja (duas latas de cerveja ou três copos de chope), 200ml de vinho (duas taças) ou 80ml de destilados (duas doses).
  • 62. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Alcoolismo Conforme já citado neste texto, a pessoa que consome bebidas alcoólicas de forma excessiva, ao longo do tempo, pode desenvolver dependência do álcool, condição esta conhecida como "alcoolismo". Os fatores que podem levar ao alcoolismo são variados, podendo ser de origem biológica, psicológica, sociocultural ou ainda ter a contribuição resultante de todos estes fatores. A dependência do álcool é uma condição freqüente, atingindo cerca de 5 a 10% da população adulta brasileira. A transição do beber moderado ao beber problemático ocorre de forma lenta, tendo uma interface que, em geral, leva vários anos. Alguns dos sinais do beber problemático são: desenvolvimento da tolerância, ou seja, a necessidade de beber cada vez maiores quantidades de álcool para obter os mesmos efeitos; o aumento da importância do álcool na vida da pessoa; a percepção do "grande desejo" de beber e da falta de controle em relação a quando parar; síndrome de abstinência (aparecimento de sintomas desagradáveis após ter ficado algumas horas sem beber) e o aumento da ingestão de álcool para aliviar a síndrome de abstinência. A síndrome de abstinência do álcool é um quadro que aparece pela redução ou parada brusca da ingestão de bebidas alcoólicas após um período de consumo crônico. A síndrome tem início 6-8 horas após a parada da ingestão de álcool, sendo caracterizada pelo tremor das mãos, acompanhado de distúrbios gastrointestinais, distúrbios de sono e um estado de inquietação geral (abstinência leve). Cerca de 5% dos que entram em abstinência leve evoluem para a síndrome de abstinência severa ou delirium tremens que, além da acentuação dos sinais e sintomas acima referidos, caracteriza-se por tremores generalizados, agitação intensa e desorientação no tempo e espaço. PróximaAnterior
  • 63. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Anterior Efeitos no resto do corpo Os indivíduos dependentes do álcool podem desenvolver várias doenças. As mais freqüentes são as doenças do fígado (esteatose hepática, hepatite alcoólica e cirrose). Também são freqüentes problemas do aparelho digestivo (gastrite, síndrome de má absorção e pancreatite), no sistema cardiovascular (hipertensão e problemas no coração). Também são freqüentes os casos de polineurite alcoólica, caracterizada por dor, formigamento e câimbras nos membros inferiores. Durante a gravidez O consumo de bebidas alcóolicas durante a gestação pode trazer conseqüências para o recém-nascido, sendo que, quanto maior o consumo, maior a chance de prejudicar o feto. Desta forma, é recomendável que toda gestante evite o consumo de bebidas alcoólicas, não só ao longo da gestação como também durante todo o período de amamentação, pois o álcool pode passar para o bebê através do leite materno. Cerca de um terço dos bebês de mães dependentes do ácool, que fizeram uso excessivo durante a gravidez, são afetados pela "Síndrome Fetal pelo Álcool". Os recém-nascidos apresentam sinais de irritação, mamam e dormem pouco, além de apresentarem tremores (sintomas que lembram a síndrome de abstinência). As crianças severamente afetadas e que conseguem sobreviver aos primeiros momentos de vida, podem apresentar problemas físicos e mentais que variam de intensidade de acordo com a gravidade do caso.
  • 64. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE A I D S Os primeiros casos da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (SIDA ou AIDS) começam a ser identificados em 1984, quando um grande número de doenças oportunistas foram notificados ao CDC (Centro de Controle de Doenças) em Atlanta, nos Estados Unidos. As doenças oportunistas são aquelas que aparecem em pessoas com alguma deficiência imunológica, não atingindo pessoas com o sistema imunológico normal. Esses casos estavam relacionados a grupos de risco (homossexuais masculinos, usuários de drogas injetáveis, hemofílicos e transfundidos). Estava claro que um novo agente infeccioso estava atuando, sendo identificado um vírus RNA, atualmente chamado Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Com a disseminação da epidemia a doença não se limita mais aos "grupos de risco", pois atinge heterossexuais e mulheres em grande proporção. Hoje falamos em comportamento de risco, incluindo compartilhamento de seringas e agulhas, promiscuidade sexual e sexo não-seguro. Com o aumento no número de portadores de AIDS no mundo, a doença passou da sétima para a quarta principal causa de morte no Brasil, ficando atrás das doenças cardíacas, dos acidentes vasculares cerebrais e das mortes violentas (acidentes e assassinatos). Próxima
  • 65. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Próxima A infecção inicial pode manifestar-se com febre, mal-estar e aumento dos linfonodos (ínguas), passando por vezes despercebida ou confundida com um resfriado ou outro quadro viral inespecífico. A pessoa torna-se portadora assintomática e capaz de transmitir o vírus. Nessa fase não apresenta a AIDS- doença e seu aspecto físico é normal. Dessa forma ninguém pode dizer se uma pessoa está contaminada apenas pela sua aparência. Por isso a prevenção deve ser feita sempre. Quando a pessoa passa a apresentar os sintomas de imunodeficiência, como certas infecções e tumores, entra na fase de AIDS-doença. Diversas doenças podem surgir, sendo muito freqüentes a candidíase oral (sapinho), a pneumonia causada por Pneumocistis carini, o sarcoma de Kaposi e doenças do sistema nervoso, das quais trataremos agora. MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS DA AIDS O acometimento do sistema nervoso é freqüente, podendo ser pelo próprio vírus HIV, por outros agentes infecciosos ou tumores. A infecção pelo vírus pode provocar uma meningite, clinicamente semelhante às outras meningites viróticas, com febre, dor de cabeça, vômitos e rigidez da nuca. Geralmente tem resolução espontânea e pode ser diagnosticada pela punção lombar. Anterior
  • 66. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Próxima A infecção crônica do cérebro (encefalopatia pelo HIV), produz um quadro de perda de memória, dificuldade de raciocínio e atrofia do cérebro, levando muitas vezes a completa demência, quando o paciente não reconhece nem os parentes e às vezes não sabe até o próprio nome. Manifestações demências ocorrem em 30% dos pacientes. A infecção do sistema nervoso pelos fungos também é freqüente, geralmente causada pelo Cryptococcus neoformans e pelo Hystoplasma capsulatum. Podem causar meningites e abscessos cerebrais. São de tratamento difícil, pois mesmo com medicações antifúngicas apropriadas não são completamente eliminados, ficando a infecção "controlada", mas não curada. A toxoplasmose cerebral é responsável por até 80% das infecções cerebrais, manifestando-se com cefaléia, distúrbios dos nervos cranianos, fraqueza de membros, convulsões, acometimento ocular e edema cerebral. Também tem tratamento, que deve ser mantido sempre, pois se for interrompido a doença é reativada. A leucoencefalopatia multifocal progressiva é uma gravíssima infecção cerebral por vírus, para a qual não existe tratamento eficaz e que leve à morte em poucos meses. Pode ser necessária a biópsia cerebral para o seu diagnóstico. Anterior
  • 67. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE PróximaAnterior Os nervos periféricos (dos membros) também são afetados, podendo surgir fraquezas musculares e perda de sensibilidade nas extremidades. O linfoma primário do sistema nervoso é um tumor raro, originário de células do sangue, de diagnóstico difícil, sendo necessária a biópsia cerebral para sua confirmação. TRATAMENTO Atualmente estão disponíveis diversas drogas anti-retrovirais, além do AZT (zidovudina), que foi a primeira droga específica para o tratamento da AIDS. A associação de medicamentos tem mostrado maior eficácia do que o uso de um medicamento único no controle da carga viral (quantidade de vírus no sangue), mas não é capaz de eliminar completamente o vírus. Não há cura para a AIDS. O tratamento deve ser orientado pelo médico infectologista e seguido a risca. As infecções oportunistas podem ser prevenidas e tratadas com medicamentos apropriados. Isso implica que o paciente com AIDS faça uso de grande número de drogas simultaneamente, o que pode acarretar em efeitos adversos por vezes graves. O melhor então é a prevenção.
  • 68. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE PREVENÇÃO A AIDS traz, além das óbvias implicações pessoais e familiares, tem várias implicações sociais e econômicas, visto que os altos custos decorrentes da epidemia recaem sobre o poder público. Os medicamentos, meios de diagnóstico, controle de bancos de sangue e internações hospitalares são todos muito caros. A prevenção continua sendo a principal forma de combate à epidemia. Uma vez que não existe vacina, deve-se evitar os meios de transmissão da AIDS. A AIDS pode ser transmitida por: • Sexo vaginal, oral e anal; • Transfusão de sangue contaminado; • Compartilhamento de agulhas e seringas; • Pela placenta, da mãe contaminada para o filho; • Pelo aleitamento materno. A AIDS não é transmitida por: • Beijo (o vírus é encontrado na saliva, mas não há nenhum caso comprovado de transmissão pelo beijo); • Picada de insetos; • Uso de privadas, talheres, copos ou objetos usados por pessoas contaminadas; • Aperto de mão, abraço ou toque. Anterior Próxima
  • 69. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Anterior Métodos de prevenção: • Usar agulhas e seringas descartáveis; • Uso de preservativos nas relações sexuais; • Diminuir o número de parceiros sexuais; • Testar o sangue dos doadores nos bancos de sangue
  • 70. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Ó P I O O ópio é preparado a partir da seiva ( látex dessecado da papoula (cápsula). Esta seiva é de consistência leitosa, de cheiro desagradável, sabor amargo e cor café com leite. A ação do Ópio sobre o organismo humano pode ser; deprimente: através da Morfina que é o principal alcalóide do ópio. Age na córtex cerebral. Ação hesitante: Através de outro alcalóide denominado Tebaina. Empregos Medicinais do Ópio;Xaropes antitússicos e Elixir paaregórico: ( anti-espasmódicos - cólicas) Morfina: para dores insuportáveis ( câncer, queimaduras, crises renais). Como podemos perceber, devido seu uso medicamentoso, jamais se poderá banir totalmente o plantio da papoula. O Ópio é fumado, usado como supositório e comprimidos. Com o decorrer do tempo, ele ( a morfina também) que causam: Irritabilidade; Deterioração intelectual; Declínio dos hábitos sociais; Emagrecimento; Cor amarelada; Menor resistência às infeções. Os adeptos deste tipo de droga buscam, Alienação ( "fuga" dos problemas através de sonolência e sonhos). Determina violenta dependência Física e Psíquica. A escravidão do viciado é total. Deixando-o inutilizado para si, para a família e para a sociedade, pois a droga passa a agir quimicamente em seu corpo e, se retirada bruscamente, pode causar os sintomas de Síndrome de Abstinência e até a morte..
  • 71. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Quando a conheci eu tinha dezesseis anos Ela, eu não sei Fomos apresentados numa festa, Por um carinha que dizia ser meu amigo. Foi amor a primeira vista, me enlouquecia. Nosso amor ascendeu num ponto Em que eu já não conseguia viver sem ela. Mas era um amor proibido, Meus pais não aceitavam, Fui repreendido na escola, Passamos a nos encontrar às escondidas, Até que não deu mais. Fiquei louco. Eu a queria e não a tinha. Eu não podia permitir que me afastassem dela. Eu a amava , eu a queria, eu a desejava. Bati o carro, quebrei tudo dentro de casa. Quase matei minha família, estava loucoi e precisava dela. Não podia viver sem ela, hoje, tenho dezenove anos, Estou internado num hospital, sou um inútil, Vou morrer abandonado pelos meus pais, Pelos meus amigos e por ela. Seu nome ? - Cocaína. Meu amor , minha destruição, sei que devo tudo isso a ela. Minha vida, meu desespero, minha morte... Drama de um apaixonado
  • 72. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? LÍQUIDO X ( KETAMINA ) A DROGA DO NOVO MILÊNIO Uma nova droga invade casas noturna, festas, Shows e clubes na Europa e Estados Unidos, deixando um rastro de centenas de mortes e um número incalculável de comas e estupros. Trata-se do anestésico Ketamina, conhecido como líquido X ou GHB, essa droga é apontada como substituta do Ecxtasy, porém com uma potencialidade muitas vezes maior. Os efeitos colaterais são fortes: Tontura, dor de cabeça, enjôo, perda da memória e sonolência. Apenas dois gramas pode levar ao sono profundo durante muitas horas, acima dessa quantidade induz a pessoa ao como profundo, levando-a à morte. A Agência de Alimentos e Medicamentos ( FDA ) dos Estados Unidos, chegou a catalogar a substância como saudável, só voltando atrás depois da morte chocante de Samantha Reid em 1999, e a partir daí o GHB, está na lista das drogas ilícitas ( proibidas ) em todo território americano. Essa droga considerada forte afrodisíaco tem levado centenas de jovens ao estupro e um grande número à morte. O Produto Ketamina, de uso restrito em hospitais, é um analgésico poderoso, e possui rigoroso controle do Ministério da Saúde. ÍNDICEÍNDICE
  • 73. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ? MEDITANDO Você já parou para pensar nos exemplos que tem dado dentro de casa? Os gritos, a ira descontrolada, as palavras vazias, as atitudes incoerentes... A vida é como um grande quebra cabeça: precisa ser mostrado segundo certas regras já estabelecidas para poder ficar linda e aproveitável. A droga não está longe de cada um de nós! Ela permeia ambientes pobres e ricos, cultos e incultos. Cabe a cada um de nós tomar as devidas providências para que ela perca, definitivamente, a força atrativa que mantém os jovens alucinados. Próxima
  • 74. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ? MAS SERÁ QUE EU POSSO Basta não temer! Seja natural, mas firme! Esta guerra é para os corajosos e destemidos que, através do amor verdadeiro e prático, conquistarão vidas perdidas e sem rumo! O QUE POSSO FAZER PARA QUE MEU FILHO NÃO USE DROGAS? AUTO ESTIMA Seu filho precisa de amor e carinho, independentemente da idade que tem. Os pais são os modelos dos filhos em palavras e atitudes. Frases como : “Você é inútil”, “Você não faz nada certo”, “Estou cansado de você”, podem destruir qualquer pessoa! Edifique o amor próprio de seu filho, pois, só assim, ele terá forças para resistir aos apelos e pressões da droga e dos traficantes. Voltar Próxima
  • 75. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ? Voltar Próxima DIÁLOGO Uma conversa franca e amiga alivia qualquer dor! A palavra dita na hora certa é boa, límpida e agradável. Seja amigo de seu filho, pois, do contrário, traficantes terão o maior prazer em adota-lo. Uma conversa amorosa cura grandes traumas. DISCIPLINA A insegurança de muitos jovens vem da falta de disciplina por parte dos pais. Não estamos falando de “Ditadura familiar”, mas firmeza de posição e princípios. MAS SE ELE JÁ ESTIVER USANDO DROGAS? O mais importante é não desesperar-se! Suas atitudes falarão mais alto do que suas palavras! Respeite o ser humano que ele é.
  • 76. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ? Voltar Próxima TENTE SER: Compreensivo: Eu creio que você está muito pressionado pelos amigos a usar drogas”. a) FIRME: “Eu não posso permitir que você seja destruído por estas drogas”. b) PRESTATIVO: “Eu sou o seu melhor amigo e ajudarei você a encontrar uma forma de dizer Não às Drogas”. c) AUTO-INTERROGADOR: “O meu hábito de fumar e beber e de usar qualquer outro tipo de droga, não está influenciando meu filho?”.
  • 77. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ? Voltar Próxima NUNCA SEJA: a ) SARCÁSTICO, IRÔNICO: “Não pense que eu não sei que você está usando...”. b )ACUSADOR: “Você está mentindo, você é mentiroso”. c ) CRÍTICO: “Você é uma pessoa terrível! Você é muito mau!”. d )CHORÃO: “Você não percebeu que está me machucando!”. e ) CULPADO: “Isto é erro meu! Sou culpado de tudo!.
  • 78. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ? Voltar Próxima LEMBRE-SE: Seu filho precisa de ajuda. SE AS PRESSÕES CONTINUAREM SOBRE MEU FILHO? Uma das maneiras de ajudá-lo, e a muitos outros jovens, é formar grupos de pais interessados que compartilhem do mesmo problema. Esse interesse fortalecerá o grupo e despertará novas idéias quanto a ajuda necessária. Eis algumas providências: EDUQUE-SE; procure informações sobre drogas e seus riscos. É importante que conheçamos a fundo nosso inimigo.
  • 79. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE COMO POSSO AJUDAR MEU FILHO ? Voltar REFAÇA SUA VIDA FAMILIAR Há quanto tempo você não sai de casa com seu filho, não lhe diz “Eu te amo”?. Que tal iniciar um aprofundamento nos relacionamentos dentro do lar?. REESTRUTURE SEUS PRINCÍPIOS Um indivíduo sem princípios é como um barco sem rumo no Oceano. Tudo passa a ser válido quando não se tem bases sólidas. É bom lembrar que os princípios bíblicos são fortes e só podem ajuda-lo.
  • 80. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Voltar Perfil de Consumo A relação do poder aquisitivo com o consumo de cigarros mostra que há um menor consumo nas classes de maior rendimento familiar per capita (renda de mais de dois salários mínimos per capita por mês). O maior consumo está na classe sem nenhum rendimento, com 25,4% dos indivíduos fumando. Essa diferença é, em grande parte, causada pela maior desinformação das classes sociais economicamente mais pobres e se repete em muitos países do mundo. É importante otar que, entre a população de menor renda, uma grande parcela dos rendimentos é gasta com cigarros, em detrimento de outros itens prioritários, como, por exemplo, a alimentação. Este consumo maior, somado a outras condições às quais este grupo está submetido, como desnutrição, doenças infecciosas e do trabalho, leva a um adoecimento mais freqüente. Convém considerar que os ambientes confinados das pequenas moradias favorece, em muito, a inalação passiva das substâncias tóxicas por crianças, gestantes e pessoas doentes. Ou seja: mais pobres, menor acesso ao sistema de saúde, menor informação, maior exposição a fatores de risco, entre eles o tabagismo, significando piora progressiva na qualidade de vida. Fonte: MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER. COORDENAÇÃO NACIONAL DE CONTROLE DE TABAGISMO E PREVENÇÃO PRIMÁRIA - CONTAPP. "Falando Sobre Tabagismo". Rio de Janeiro, 1996. MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER. COORDENAÇÃO NACIONAL DE CONTROLE DE TABAGISMO E PREVENÇÃO PRIMÁRIA - CONTAPP. "Como Implantar Um Programa de Tabagismo". Rio de Janeiro, 1996.
  • 81. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Tabagismo no Mundo A Organização Mundial da Saúde - OMS estima que um terço da população mundial adulta, isto é, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres) sejam fumantes. Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina e 12% da população feminina no mundo fumam. Enquanto nos países em desenvolvimento os fumantes constituem 48% da população masculina e 7% da população feminina, nos países desenvolvidos a participação das mulheres mais do que triplica: 42% dos homens e 24% das mulheres têm o hábito de fumar. Ainda segundo a OMS, a cada ano os produtos derivados do tabaco são responsáveis pela morte de 4 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo 50% nos países em desenvolvimento. Isso se traduz em mais de 10 mil mortes por dia. Baseando-se em tendências atuais, esses números aumentarão para 10 milhões de mortes por ano durante os anos 2020 e 2030, com 7 milhões dessas mortes ocorrendo em países em desenvolvimento. Com base nos padrões de consumo atuais, estima-se que mais de 500 milhões de pessoas atualmente vivas, entre as quais 200 milhões de crianças e adolescentes, terão suas vidas sacrificadas pelo uso do tabaco. Cerca da metade destas mortes ocorrerá entre pessoas com idade entre 35 e 69 anos de idade, que perderão em média 20 anos de vida. O crescimento do consumo de produtos derivados do tabaco nos países em desenvolvimento é atribuído às estratégias agressivas adotadas pela indústria do fumo para conquistar terreno junto à população mais jovem. Já em países como os Estados Unidos, a indústria do cigarro começa a sofrer as primeiras baixas causadas por ações judiciais. Finalmente está sendo reconhecida sua culpa na fabricação e venda de produtos viciantes e danosos à saúde das pessoas, bem como nas tentativas para esconder da população os males causados pelo cigarro. Próxima
  • 82. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Voltar Próxima Programa Nacional de Controle do Tabagismo e outros Fatores de Risco de Câncer O PROGRAMA E SEUS OBJETIVOS O mundo possui hoje cerca de 1,2 bilhões de fumantes. Destes, 30,6milhões estão no Brasil. O fumo é responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão e está ligado à origem de tumores malignos em oito órgãos (boca, laringe, pâncreas, rins e bexiga, além do pulmão, colo do útero e esôfago). O tabagismo também está relacionado diretamente a 25% das mortes por doença coronariana, 85% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crônica e 25% das mortes por doença cerebrovascular. Dos seis tipos de câncer com maior índice de mortalidade no Brasil, metade (pulmão, colo de útero e esôfago) tem o cigarro como um de seus fatores de risco. Outros fatores de risco podem ser herdados ou encontrados no meio ambiente, que envolve o meio em geral (exposição ao sol e outros, como água, terra, ar), o ambiente de consumo (alimentos, medicamentos, fumo, álcool e produtos de uso doméstico), o ocupacional (indústrias químicas e afins) e o cultural (estilo e hábitos de vida). Estratégia utilizada O Programa de Controle do Tabagismo e Outros Fatores de Risco, do INCA, é desenvolvido para diminuir na população brasileira a exposição aos fatores de risco de câncer, tais como o tabaco, alimentação inadequada, excesso de bebidas alcoólicas (sobretudo quando associadas ao consumo do tabaco), agentes cancerígenos presentes no meio ambiente e nos ambientes de trabalho (como o benzeno, amianto, agrotóxicos, entre outros); radiações solares (raios UVA e UVB) e radiações ionizantes (RX, campos eletromagnéticos), entre outros. Para isso, o INCA desenvolve ações educativas e estimula o desenvolvimento de medidas legislativas e econômicas.
  • 83. DrogasDrogas ÁlcoolÁlcool TabacoTabaco InalantesInalantes AnabolizantesAnabolizantes EstimulantesEstimulantes Depressores MaconhaMaconha CocaínaCocaína CrackCrack L S DL S D EcstasyEcstasy MerlaMerla HeroínaHeroína HaxixeHaxixe DrogasDrogas ? ÍNDICEÍNDICE Voltar Distribuição de Fumantes por Idade e Sexo Grande parte dos brasileiros fuma, principalmente os homens. Cerca de 1/3 população adulta fuma, sendo 11,2 milhões de mulheres e 16,7 milhões de homens. 90% dos fumantes ficam dependentes da nicotina entre os cinco e os 19 anos de idade. Atualmente, existem no Brasil 2,4 milhões de fumantes nessa faixa etária. A grande maioria dos fumantes tem entre 20 e 49 anos de idade. Os homens fumam em maior proporção que as mulheres em todas as faixas etárias. Porém, a mulher vem aumentando sua participação no vício de fumar, sobretudo na faixa etária mais nova. Esta tendência é grave, pois as mulheres, além da responsabilidade biológica de gerar os filhos, convivem com eles intensamente até a adolescência, transformando-os em fumantes passivos e levando-os a encarar o ato de fumar como um comportamento social normal. Sabe-se que nos adolescentes e adultos jovens, filhos de pais fumantes, há maior prevalência de tabagistas. O início do tabagismo, nesses casos, seria conseqüência do exemplo apresentado pelos pais ou da necessidade orgânica criada por anos de inalação involuntária da nicotina? Por outro lado, a mulher vem ocupando espaço crescente no mercado de trabalho, o que a torna, em alguns casos, modelo de comportamento almejado por crianças, adolescentes e adultos do mesmo sexo. Uma área dominada pelas mulheres há muito tempo é a da educação, principalmente primária e secundária. A professora, de maneira geral, abre as portas do mundo para crianças e adolescentes. É fundamental, portanto, que ela transmita um modelo de vida saudável, livre do uso de drogas. Fonte: MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER. COORDENAÇÃO NACIONAL DE CONTROLE DE TABAGISMO E PREVENÇÃO PRIMÁRIA - CONTAPP. "Falando Sobre Tabagismo". Rio de Janeiro, 1996. MINISTÉRIO DA SAÚDE. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER. COORDENAÇÃO NACIONAL DE CONTROLE DE TABAGISMO E PREVENÇÃO PRIMÁRIA - CONTAPP. "Como Implantar Um Programa de Tabagismo". Rio de Janeiro, 1996. Próxima