SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
O início da caminhada
Lições Bíblicas Adultos 2° Trimestre 2024
CPAD, Revista: A CARREIRA QUE NOS
ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da salvação,
santidade e perseverança para chegar ao céu.
Comentarista: Pr. Osiel Gomes
Apresentação: Missionário Celso Napoleon
07 de abril de 2024
Lição 1
“Jesus respondeu e disse-lhe: Na
verdade, na verdade te digo que
aquele que não nascer de novo não
pode ver o Reino de Deus.” (Jo 3.3)
TEXTO ÁUREO
2
O Novo Nascimento marca o início
da jornada do crente em Jesus Cristo.
VERDADE PRÁTICA
3
Segunda – Rm 8.2; 12.2 A nova vida com Cristo por meio do Espírito
Terça – Ef 1.3-6 Na nova vida com Cristo temos Deus como Pai
Quarta – 1 Co 15.57 Na nova vida com Cristo temos o Filho conosco
Quinta – Jo 14.26 Na nova vida com Cristo temos o Espírito Santo, o
Consolador
Sexta – Jo 16.7-11; Rm 8.5-7 A nova vida com Cristo é uma ação
poderosa do Espírito
Sábado – 1 Pe 1.23 A nova vida com Cristo é gerada por intermédio da
Palavra
LEITURA DIÁRIA
4
LEITURA BÍBLICA
EM CLASSE
JOÃO 3.1-8
5
• LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
João 3.1-8
1 – E havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, príncipe
dos judeus.
2 – Este foi ter de noite com Jesus e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és
mestre vindo de Deus, porque ninguém pode fazer estes sinais que tu
fazes, se Deus não for com ele.
3 – Jesus respondeu e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que
aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus.
4 – Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho?
Porventura, pode tornar a entrar no ventre de sua mãe e nascer?
6
5 – Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não
nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus.
6 – O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é
espírito.
7 – Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.
8 – O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes donde
vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.
7
• INTRODUÇÃO
Neste trimestre, estudaremos a Jornada do Cristão. Para iniciarmos a os
nossos estudos, temos o propósito de compreender o início de nossa
caminhada com Cristo e o quanto somos agraciados com a presença da
Santíssima Trindade nessa trajetória. Conceituaremos também o Novo
Nascimento e o estudaremos como uma experiência proveniente do
Espírito Santo, conforme as Escrituras nos apresentam. Finalmente,
mostraremos a importância do Novo Testamento no início dessa jornada
de fé.
8
PALAVRA-CHAVE:
CAMINHADA
9
10
I. A CAMINHADA COM CRISTO
• 1. Compreendendo os dois caminhos.
Na história humana, temos dois caminhos: o da vida natural e o
da vida com Cristo.
a) Vida humana. A primeira se inicia no momento do nosso
nascimento natural. Ela poderá ser longa ou curta, mas não
eterna. Essa trajetória humana é marcada pelas fases da infância,
adolescência, juventude, vida adulta e velhice. Também é
caracterizada por dois momentos: o nascimento e a morte. É a
esse tipo de jornada da vida que Jesus se refere quando diz: “O
que é nascido da carne é carne” (Jo 3.6).
11
b) Vida com Cristo. A vida humana pode se tornar uma jornada
maravilhosa quando convidamos o Senhor Jesus para fazer parte dela. A
nova vida com Cristo é o começo de uma nova história, de felicidade
verdadeira e de plenitude no Espírito (Rm 8.2). Nessa vida há novos
propósitos, novos pensamentos e novas esperanças (Rm 12.2). Afinal,
nos tornamos um(a) filho(a) de Deus. Esse tipo de jornada de vida que
nosso Senhor se refere quando diz: “O que é nascido do Espírito é
espírito” (Jo 3.6).
12
• 2. Os três companheiros da nossa caminhada.
Quando recebemos Jesus como Salvador, Deus passa a ser o nosso Pai
(Ef 1.3-6). Agora somos cuidados, instruídos e fortalecidos por Ele.
Temos um relacionamento de pai e filho. Além do Pai, temos também o
seu Filho como aquEle que nos concede a vitória contra o pecado e toda
a sorte de males (1 Co 15.57); e, por nos amar, nos concedeu a sua vida
(Jo 3.16) e nos conduz em segurança para o seu reino celestial (Cl 2.6,7).
Finalmente, temos agora o terceiro membro da trindade, o Espírito
Santo como nosso auxiliador e consolador (Jo 14.26). Pelo intermédio
dEle, Deus operou o milagre do Novo Nascimento, transformando a
nossa natureza caída e nos tornando em seus legítimos filhos. Tudo isso
significa nascer do Espírito ou Novo Nascimento (Jo 3.6; Jo 1.13; 1 Co
15.50). 13
A história humana compreende dois caminhos:
o da vida natural e o da vida espiritual.
• SINOPSE I
14
15
II. O NOVO NASCIMENTO
16
• 1. Por que precisamos do Novo Nascimento?
No início do diálogo entre Jesus e Nicodemos, o termo
“homem” se destaca. Esse substantivo masculino do grego
ἄnthrōpos, que significa “homem”, tem um uso genérico no
texto e, por isso, seu sentido inclui todos os seres humanos (Jo
3.4). Assim, o Senhor Jesus afirmou que Nicodemos precisava
nascer de novo, um novo nascimento vindo diretamente do céu.
Como homem, ele estava na condição caída de todos os seres
humanos “porque todos pecaram” (Rm 3.23). Nesse sentido,
todo ser humano precisa passar pelo processo de regeneração,
experimentar uma ação divina no interior, ou seja, nascer de
novo (Jo 3.5; 20.22; 15.5; 2 Co 5.17).
17
• 2. A religião não faz nascer de novo.
Nicodemos era um príncipe dos judeus. A inclusão do termo “fariseu”
no relato evidencia que era um homem bem enraizado na religião
judaica. Ele conhecia profundamente Deus, segundo a tradição
monoteísta do judaísmo, os ensinos da Lei e dos Profetas e a história do
seu povo. Mas ao que se nota, sua tradição não oferecia o que sua alma
precisava. Por isso Nicodemos foi ao encontro de Cristo, identificando
nEle o real poder de Deus, conforme podemos comprovar nestas suas
palavras: “ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes” (Jo 3.2).
Conhecendo bem o coração desse príncipe dos judeus, Jesus foi direto
ao ponto: “Aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de
Deus” (Jo 3.3). Portanto, a nova vida que Nicodemos precisava só seria
encontrada diretamente na ação poderosa do Espírito Santo (Jo 16.7-11;
Rm 8.5-7).
18
• 3. O Novo Nascimento e seu processo.
A expressão “de novo”, que significa “do céu” (Jo 3.31; Gl 6.15;
1 Jo 3.9), mostra que a nova vida com Cristo, isto é, a vida
eterna, gerada por intermédio da Palavra (1 Pe 1.23), vem de
cima, de Deus e de mais ninguém (Jo 1.13). Para explicar esse
processo de nascer de novo, nosso Senhor fez uso de dois
termos: “água” e “Espírito”. Com a água, de acordo com o
contexto do Evangelho de João, pode-se referir à Antiga Lei e,
simbolicamente, ao seu sentido (Jo 1.33; 4.7-14; 7.38,39). Ora,
nosso Senhor cumpriu a Lei (Mt 5.17), de modo que ao falar da
velha ordem, a representação da água era assegurada; mas por
intermédio da nova ordem, a Nova Aliança, por meio obra do
Espírito Santo, a água iria jorrar para a vida eterna (Jo 4.14).
19
Com o Espírito, nosso Senhor faz o uso analógico do
vento, do grego pneuma (espírito, vento). Ninguém pode
vê-lo nascer, nem para onde vai, mas pode senti-lo.
Semelhantemente, a vida com Cristo se inicia pela
regeneração (gennao – ser nascido) como obra do Espírito
Santo que transforma pessoas pela fé em Cristo. Esse
processo é um milagre do alto, um mistério da fé.
A caminhada com Cristo se inicia com o advento
do Novo Nascimento, a obra divina de salvação.
• SINOPSE II
20
III. O NOVO TESTAMENTO E A
CAMINHADA DE FÉ DO CRISTÃO
21
22
• 1. O Novo Testamento.
O conceito de Novo Testamento como Escritura é um processo gradual
na vida da Igreja. No início, ele não era visto pela Igreja como um livro,
mas como uma unidade que fazia a diferença entre a Antiga Aliança (a
Lei) e a Nova Aliança (o Evangelho) com o cumprimento pleno em
Cristo (Gl 4.4). Esse entendimento deriva das raízes bíblicas (2 Co 3.6).
Nesse contexto, a palavra “aliança” ganha relevância. Traduzida pela
Septuaginta, da palavra grega diathéke, de acordo com Jeremias 31.31, ela
tem o sentido de ordenação, dispensação e economia da salvação. Do
latim, o termo testamentum traz essa mesma força descritiva do termo
diathéke. Assim, do ponto de vista canônico, o Antigo e o Novo
Testamentos formam as Escrituras Sagradas do cristão.
23
• 2. O tema principal do Novo Testamento.
O tema central do Novo Testamento é a pessoa de Jesus Cristo.
Há diversos personagens apresentados nesse documento
sagrado, mas todos ganham relevância apenas quando estão
relacionados à sombra de nosso Senhor. Tudo se volta para a
pessoa de Cristo, posto que seu ministério tem uma ênfase
salvífica cujo interesse maior é o de reconciliar o mundo com
Deus (Mt 1.21,23; Jo 1.14; 1Tm 2.5).
24
• 3. A importância do Novo Testamento na
caminhada do cristão.
O Antigo Testamento tem grande importância para o povo de Deus. O
Senhor Jesus o dividiu, evidenciando três categorias que apontavam para
sua pessoa: Lei, Profetas e Escritos (Lc 24.44). Contudo, o cristão deve
começar sua jornada de fé pelo Novo Testamento. Este documento
sagrado reflete o desenvolvimento da revelação divina, envolvendo a
vida e o ministério de nosso Senhor Jesus Cristo, no qual se desdobra
todo o plano arquitetado por Deus a respeito da nossa salvação. No
Antigo Testamento temos a promessa; no Novo, o seu cumprimento
(Hb 1.1,2). Nesse testamento, temos a consumação do plano do Pai em
Jesus para que o ser humano fosse reconciliado com Ele e iniciasse uma
nova jornada de fé (2 Co 5.19).
O Novo Testamento é o documento cristão que
deve fazer parte do início de nossa caminhada, pois
ele revela todo o plano da salvação de Deus.
• SINOPSE III
25
26
• CONCLUSÃO
A jornada com Cristo tem início com o Novo Nascimento. Ela
se estende por meio de uma longa peregrinação espiritual até o
relacionamento perfeito com Jesus (Mt 16.24). Nessa
peregrinação, os que começaram a nova vida com Cristo podem
contar com a presença do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Assim, seremos guiados pelas palavras do Novo Testamento que
tratam da vida, morte e ressureição do Senhor Jesus, em quem a
nossa fé está fundamentada.
1. O que é a nova
vida com Cristo?
A nova vida com
Cristo é o começo de
uma nova história, de
felicidade verdadeira e
de plenitude no
Espírito (Rm 8.2).
2. Quais os três
companheiros da
caminhada cristã?
A Santíssima Trindade:
Pai, Filho e Espírito
Santo.
3. Explique o termo
“homem”, de
acordo com a lição.
É um termo de uso
genérico no texto e,
por isso, seu sentido
inclui todos os seres
humanos.
Revisando o conteúdo
27
4. O que a expressão “de
novo” significa e, ao
mesmo tempo, demonstra?
A expressão “de novo”
significa “do céu” e
demonstra que a nova vida
com Cristo vem de cima, de
Deus e de mais ninguém.
5. Por que o cristão deve
começar sua jornada de fé
pelo Novo Testamento?
Porque nesse testamento,
temos a consumação do
plano do Pai em Jesus para
que o ser humano fosse
reconciliado com Ele e
iniciasse uma nova jornada
de fé.
Revisando o conteúdo
28
29
• VOCABULÁRIO
Monoteísta: adepto do monoteísmo; doutrina que ensina a
existência de uma única divindade
Analógico: relativo à analogia; relação de semelhança entre
coisas ou fatos.
Septuaginta: Antiga tradução em grego do Antigo
Testamento hebraico.
OBRIGADO
Celso Napoleon
30
• +55 14 99662-0999
• celsonapoleon@gmail.com
LIÇÕES:
• Lição 1- O Início da Caminhada
• Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga
• Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão
• Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada
• Lição 5 - Os Inimigos do Cristão
• Lição 6 - As nossas Armas Espirituais
• Lição 7 - O Perigo da Murmuração
• Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado
• Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho
• Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade
• Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno
• Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão
• Lição 13 – A Cidade Celestial
31
EBD – Escola Bíblica
Dominical
Lições Bíblicas Adultos 2° trimestre 2024
CPAD
REVISTA: A CARREIRA QUE NOS
ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da
Salvação, Santidade e Perseverança para
Chegar ao Céu
Comentarista: Pr. Osiel Gomes
Apresentação: Missionário Celso
Napoleon
Renovados na Graça
32
• Referências
CPAD. A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da Salvação,
Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu. Rio de Janeiro: Casa
Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), 2024. (Lições Bíblicas, Adultos
CPAD).
KAPLAN, Aryeh (ORG.). Bíblia Antigo Testamento: A Torá Viva - Os cinco
livros de Moisés e as Haftarot: uma tradução baseada em fontes judaicas
tradicionais, com comentários, introdução, mapas, tabelas, gravuras,
bibliografia e índice remissivo. 3a ed. São Paulo: Maayanot, 2000.
SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (ORG.). Bíblia De Estudo Pentecostal -
Almeida Revista e Corrigida. 6a ed. Rio de Janeiro, RJ: SBB, 2014.
SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (org.). Bíblia De Estudo Plenitude
Revista E Atualizada. Barueri, SP: SBB, 2005.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dez passos para o cristão evangelizar
Dez passos para o cristão evangelizarDez passos para o cristão evangelizar
Dez passos para o cristão evangelizar
Manoel Moreira
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo
André Rocha
 

Mais procurados (20)

Evangelismo estudo pratico
Evangelismo   estudo pratico Evangelismo   estudo pratico
Evangelismo estudo pratico
 
Slides Lição 8, CPAD, A Importância da Paternidade na Vida dos Filhos.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Importância da Paternidade na Vida dos Filhos.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Importância da Paternidade na Vida dos Filhos.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Importância da Paternidade na Vida dos Filhos.pptx
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
 
Curso de teologia_doutrina_de_deus
Curso de teologia_doutrina_de_deusCurso de teologia_doutrina_de_deus
Curso de teologia_doutrina_de_deus
 
Conhecendo os atributos de Deus
Conhecendo os atributos de DeusConhecendo os atributos de Deus
Conhecendo os atributos de Deus
 
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptxLição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
 
Dez passos para o cristão evangelizar
Dez passos para o cristão evangelizarDez passos para o cristão evangelizar
Dez passos para o cristão evangelizar
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo
 
Antropologia Bíblica.pptx
Antropologia Bíblica.pptxAntropologia Bíblica.pptx
Antropologia Bíblica.pptx
 
Lição 12 - A Nuvem de Glória
Lição 12 - A Nuvem de GlóriaLição 12 - A Nuvem de Glória
Lição 12 - A Nuvem de Glória
 
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santaLição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
 
Aula hermenêutica completa
Aula hermenêutica completaAula hermenêutica completa
Aula hermenêutica completa
 
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptxSlides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
 
Cristologia aula04
Cristologia aula04Cristologia aula04
Cristologia aula04
 
Lição 8 A natureza do caráter cristão
Lição 8   A natureza do caráter cristãoLição 8   A natureza do caráter cristão
Lição 8 A natureza do caráter cristão
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
 
Lição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
Lição 13- Sobre a Família e a sua NaturezaLição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
Lição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
 
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptxLição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
 
Slides Lição 1, CPAD, A ORIGEM DA IGREJA, 1Tr24.pptx
Slides Lição 1, CPAD, A ORIGEM DA IGREJA, 1Tr24.pptxSlides Lição 1, CPAD, A ORIGEM DA IGREJA, 1Tr24.pptx
Slides Lição 1, CPAD, A ORIGEM DA IGREJA, 1Tr24.pptx
 

Semelhante a Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx

Lição 03 – a vida do novo convertido
Lição 03  –  a vida do novo convertidoLição 03  –  a vida do novo convertido
Lição 03 – a vida do novo convertido
estevao01
 
Lição 6 o batismo - folha grande
Lição 6   o batismo - folha grandeLição 6   o batismo - folha grande
Lição 6 o batismo - folha grande
csssss2012
 
A_ordenanca_do_batismo_em_aguas-1644030335.pptx
A_ordenanca_do_batismo_em_aguas-1644030335.pptxA_ordenanca_do_batismo_em_aguas-1644030335.pptx
A_ordenanca_do_batismo_em_aguas-1644030335.pptx
deivid silva
 

Semelhante a Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx (20)

Lição 3
Lição 3Lição 3
Lição 3
 
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo ConvertidoLição 3 - A vida do Novo Convertido
Lição 3 - A vida do Novo Convertido
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Lição 03 – a vida do novo convertido
Lição 03  –  a vida do novo convertidoLição 03  –  a vida do novo convertido
Lição 03 – a vida do novo convertido
 
A) nosso credo
A) nosso credoA) nosso credo
A) nosso credo
 
A) nosso credo
A) nosso credoA) nosso credo
A) nosso credo
 
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
 
Lição 6 o batismo - folha grande
Lição 6   o batismo - folha grandeLição 6   o batismo - folha grande
Lição 6 o batismo - folha grande
 
A necessidade de um novo nascimento
A necessidade de um novo nascimentoA necessidade de um novo nascimento
A necessidade de um novo nascimento
 
Discbas 2-vida
Discbas 2-vidaDiscbas 2-vida
Discbas 2-vida
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
 
Lição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
Lição 7 - A Necessidade do Novo NascimentoLição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
Lição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
 
Espírito santo
Espírito santoEspírito santo
Espírito santo
 
Espírito santo
Espírito santoEspírito santo
Espírito santo
 
Lição 5 - A Identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A Identidade do Espírito SantoLição 5 - A Identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A Identidade do Espírito Santo
 
A_ordenanca_do_batismo_em_aguas-1644030335.pptx
A_ordenanca_do_batismo_em_aguas-1644030335.pptxA_ordenanca_do_batismo_em_aguas-1644030335.pptx
A_ordenanca_do_batismo_em_aguas-1644030335.pptx
 
A importância de ser Batizado.pdf
A importância de ser Batizado.pdfA importância de ser Batizado.pdf
A importância de ser Batizado.pdf
 
Pneumatologia Doutrina da Trindade
Pneumatologia Doutrina da TrindadePneumatologia Doutrina da Trindade
Pneumatologia Doutrina da Trindade
 
Tratado sobre o Espírito Santo -livro III - John Owen
Tratado sobre o Espírito Santo -livro III - John OwenTratado sobre o Espírito Santo -livro III - John Owen
Tratado sobre o Espírito Santo -livro III - John Owen
 

Mais de Celso Napoleon

Mais de Celso Napoleon (20)

Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptxLesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
Lesson 7 - The Danger of Murmuring - SBS.pptx
 
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptxLição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
Lição 7 - O Perigo da Murmuração - EBD.pptx
 
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptxLesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
Lesson 6 - Our Spiritual Weapons - SBS.pptx
 
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptxLição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
Lição 6 - As nossas Armas Espirituais.pptx
 
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptxLesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
Lesson 5 - The Enemies of the Christian.pptx
 
Lição 5 - Os Inimigos do Cristão - EBD.pptx
Lição 5 - Os Inimigos do Cristão - EBD.pptxLição 5 - Os Inimigos do Cristão - EBD.pptx
Lição 5 - Os Inimigos do Cristão - EBD.pptx
 
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptxLesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
Lesson 4 - How to Conduct Yourself on a Walk.pptx
 
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptxLição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada.pptx
 
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptxLesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
Lesson 3 - Heaven - the Christian's Destiny.pptx
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptxLesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
Lesson 2 - The Choice between the Narrow Gate and the Wide Gate.pptx
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptxLesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
Lesson 1- The Beginning of the Walk.pptx
 
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptx
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptxLição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptx
Lição 13 - O Poder de Deus na Missão da Igreja.pptx
 
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptx
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptxLesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptx
Lesson 12 - The Role of Preaching in Worship.pptx
 
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptx
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptxLição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptx
Lição 12 - O Papel da Pregação no Culto.pptx
 
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptx
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptxLesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptx
Lesson 11 - The Worship of the Christian Church.pptx
 
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptx
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptxLição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptx
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã.pptx
 
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptx
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptxLesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptx
Lesson 9 - Baptism – The First Ordinance of the Church.pptx
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxLição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 

Último (10)

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 

Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx

  • 1. O início da caminhada Lições Bíblicas Adultos 2° Trimestre 2024 CPAD, Revista: A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da salvação, santidade e perseverança para chegar ao céu. Comentarista: Pr. Osiel Gomes Apresentação: Missionário Celso Napoleon 07 de abril de 2024 Lição 1
  • 2. “Jesus respondeu e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus.” (Jo 3.3) TEXTO ÁUREO 2
  • 3. O Novo Nascimento marca o início da jornada do crente em Jesus Cristo. VERDADE PRÁTICA 3
  • 4. Segunda – Rm 8.2; 12.2 A nova vida com Cristo por meio do Espírito Terça – Ef 1.3-6 Na nova vida com Cristo temos Deus como Pai Quarta – 1 Co 15.57 Na nova vida com Cristo temos o Filho conosco Quinta – Jo 14.26 Na nova vida com Cristo temos o Espírito Santo, o Consolador Sexta – Jo 16.7-11; Rm 8.5-7 A nova vida com Cristo é uma ação poderosa do Espírito Sábado – 1 Pe 1.23 A nova vida com Cristo é gerada por intermédio da Palavra LEITURA DIÁRIA 4
  • 6. • LEITURA BÍBLICA EM CLASSE João 3.1-8 1 – E havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. 2 – Este foi ter de noite com Jesus e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és mestre vindo de Deus, porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. 3 – Jesus respondeu e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus. 4 – Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura, pode tornar a entrar no ventre de sua mãe e nascer? 6
  • 7. 5 – Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus. 6 – O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. 7 – Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. 8 – O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito. 7
  • 8. • INTRODUÇÃO Neste trimestre, estudaremos a Jornada do Cristão. Para iniciarmos a os nossos estudos, temos o propósito de compreender o início de nossa caminhada com Cristo e o quanto somos agraciados com a presença da Santíssima Trindade nessa trajetória. Conceituaremos também o Novo Nascimento e o estudaremos como uma experiência proveniente do Espírito Santo, conforme as Escrituras nos apresentam. Finalmente, mostraremos a importância do Novo Testamento no início dessa jornada de fé. 8
  • 10. 10 I. A CAMINHADA COM CRISTO
  • 11. • 1. Compreendendo os dois caminhos. Na história humana, temos dois caminhos: o da vida natural e o da vida com Cristo. a) Vida humana. A primeira se inicia no momento do nosso nascimento natural. Ela poderá ser longa ou curta, mas não eterna. Essa trajetória humana é marcada pelas fases da infância, adolescência, juventude, vida adulta e velhice. Também é caracterizada por dois momentos: o nascimento e a morte. É a esse tipo de jornada da vida que Jesus se refere quando diz: “O que é nascido da carne é carne” (Jo 3.6). 11
  • 12. b) Vida com Cristo. A vida humana pode se tornar uma jornada maravilhosa quando convidamos o Senhor Jesus para fazer parte dela. A nova vida com Cristo é o começo de uma nova história, de felicidade verdadeira e de plenitude no Espírito (Rm 8.2). Nessa vida há novos propósitos, novos pensamentos e novas esperanças (Rm 12.2). Afinal, nos tornamos um(a) filho(a) de Deus. Esse tipo de jornada de vida que nosso Senhor se refere quando diz: “O que é nascido do Espírito é espírito” (Jo 3.6). 12
  • 13. • 2. Os três companheiros da nossa caminhada. Quando recebemos Jesus como Salvador, Deus passa a ser o nosso Pai (Ef 1.3-6). Agora somos cuidados, instruídos e fortalecidos por Ele. Temos um relacionamento de pai e filho. Além do Pai, temos também o seu Filho como aquEle que nos concede a vitória contra o pecado e toda a sorte de males (1 Co 15.57); e, por nos amar, nos concedeu a sua vida (Jo 3.16) e nos conduz em segurança para o seu reino celestial (Cl 2.6,7). Finalmente, temos agora o terceiro membro da trindade, o Espírito Santo como nosso auxiliador e consolador (Jo 14.26). Pelo intermédio dEle, Deus operou o milagre do Novo Nascimento, transformando a nossa natureza caída e nos tornando em seus legítimos filhos. Tudo isso significa nascer do Espírito ou Novo Nascimento (Jo 3.6; Jo 1.13; 1 Co 15.50). 13
  • 14. A história humana compreende dois caminhos: o da vida natural e o da vida espiritual. • SINOPSE I 14
  • 15. 15 II. O NOVO NASCIMENTO
  • 16. 16 • 1. Por que precisamos do Novo Nascimento? No início do diálogo entre Jesus e Nicodemos, o termo “homem” se destaca. Esse substantivo masculino do grego ἄnthrōpos, que significa “homem”, tem um uso genérico no texto e, por isso, seu sentido inclui todos os seres humanos (Jo 3.4). Assim, o Senhor Jesus afirmou que Nicodemos precisava nascer de novo, um novo nascimento vindo diretamente do céu. Como homem, ele estava na condição caída de todos os seres humanos “porque todos pecaram” (Rm 3.23). Nesse sentido, todo ser humano precisa passar pelo processo de regeneração, experimentar uma ação divina no interior, ou seja, nascer de novo (Jo 3.5; 20.22; 15.5; 2 Co 5.17).
  • 17. 17 • 2. A religião não faz nascer de novo. Nicodemos era um príncipe dos judeus. A inclusão do termo “fariseu” no relato evidencia que era um homem bem enraizado na religião judaica. Ele conhecia profundamente Deus, segundo a tradição monoteísta do judaísmo, os ensinos da Lei e dos Profetas e a história do seu povo. Mas ao que se nota, sua tradição não oferecia o que sua alma precisava. Por isso Nicodemos foi ao encontro de Cristo, identificando nEle o real poder de Deus, conforme podemos comprovar nestas suas palavras: “ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes” (Jo 3.2). Conhecendo bem o coração desse príncipe dos judeus, Jesus foi direto ao ponto: “Aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus” (Jo 3.3). Portanto, a nova vida que Nicodemos precisava só seria encontrada diretamente na ação poderosa do Espírito Santo (Jo 16.7-11; Rm 8.5-7).
  • 18. 18 • 3. O Novo Nascimento e seu processo. A expressão “de novo”, que significa “do céu” (Jo 3.31; Gl 6.15; 1 Jo 3.9), mostra que a nova vida com Cristo, isto é, a vida eterna, gerada por intermédio da Palavra (1 Pe 1.23), vem de cima, de Deus e de mais ninguém (Jo 1.13). Para explicar esse processo de nascer de novo, nosso Senhor fez uso de dois termos: “água” e “Espírito”. Com a água, de acordo com o contexto do Evangelho de João, pode-se referir à Antiga Lei e, simbolicamente, ao seu sentido (Jo 1.33; 4.7-14; 7.38,39). Ora, nosso Senhor cumpriu a Lei (Mt 5.17), de modo que ao falar da velha ordem, a representação da água era assegurada; mas por intermédio da nova ordem, a Nova Aliança, por meio obra do Espírito Santo, a água iria jorrar para a vida eterna (Jo 4.14).
  • 19. 19 Com o Espírito, nosso Senhor faz o uso analógico do vento, do grego pneuma (espírito, vento). Ninguém pode vê-lo nascer, nem para onde vai, mas pode senti-lo. Semelhantemente, a vida com Cristo se inicia pela regeneração (gennao – ser nascido) como obra do Espírito Santo que transforma pessoas pela fé em Cristo. Esse processo é um milagre do alto, um mistério da fé.
  • 20. A caminhada com Cristo se inicia com o advento do Novo Nascimento, a obra divina de salvação. • SINOPSE II 20
  • 21. III. O NOVO TESTAMENTO E A CAMINHADA DE FÉ DO CRISTÃO 21
  • 22. 22 • 1. O Novo Testamento. O conceito de Novo Testamento como Escritura é um processo gradual na vida da Igreja. No início, ele não era visto pela Igreja como um livro, mas como uma unidade que fazia a diferença entre a Antiga Aliança (a Lei) e a Nova Aliança (o Evangelho) com o cumprimento pleno em Cristo (Gl 4.4). Esse entendimento deriva das raízes bíblicas (2 Co 3.6). Nesse contexto, a palavra “aliança” ganha relevância. Traduzida pela Septuaginta, da palavra grega diathéke, de acordo com Jeremias 31.31, ela tem o sentido de ordenação, dispensação e economia da salvação. Do latim, o termo testamentum traz essa mesma força descritiva do termo diathéke. Assim, do ponto de vista canônico, o Antigo e o Novo Testamentos formam as Escrituras Sagradas do cristão.
  • 23. 23 • 2. O tema principal do Novo Testamento. O tema central do Novo Testamento é a pessoa de Jesus Cristo. Há diversos personagens apresentados nesse documento sagrado, mas todos ganham relevância apenas quando estão relacionados à sombra de nosso Senhor. Tudo se volta para a pessoa de Cristo, posto que seu ministério tem uma ênfase salvífica cujo interesse maior é o de reconciliar o mundo com Deus (Mt 1.21,23; Jo 1.14; 1Tm 2.5).
  • 24. 24 • 3. A importância do Novo Testamento na caminhada do cristão. O Antigo Testamento tem grande importância para o povo de Deus. O Senhor Jesus o dividiu, evidenciando três categorias que apontavam para sua pessoa: Lei, Profetas e Escritos (Lc 24.44). Contudo, o cristão deve começar sua jornada de fé pelo Novo Testamento. Este documento sagrado reflete o desenvolvimento da revelação divina, envolvendo a vida e o ministério de nosso Senhor Jesus Cristo, no qual se desdobra todo o plano arquitetado por Deus a respeito da nossa salvação. No Antigo Testamento temos a promessa; no Novo, o seu cumprimento (Hb 1.1,2). Nesse testamento, temos a consumação do plano do Pai em Jesus para que o ser humano fosse reconciliado com Ele e iniciasse uma nova jornada de fé (2 Co 5.19).
  • 25. O Novo Testamento é o documento cristão que deve fazer parte do início de nossa caminhada, pois ele revela todo o plano da salvação de Deus. • SINOPSE III 25
  • 26. 26 • CONCLUSÃO A jornada com Cristo tem início com o Novo Nascimento. Ela se estende por meio de uma longa peregrinação espiritual até o relacionamento perfeito com Jesus (Mt 16.24). Nessa peregrinação, os que começaram a nova vida com Cristo podem contar com a presença do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Assim, seremos guiados pelas palavras do Novo Testamento que tratam da vida, morte e ressureição do Senhor Jesus, em quem a nossa fé está fundamentada.
  • 27. 1. O que é a nova vida com Cristo? A nova vida com Cristo é o começo de uma nova história, de felicidade verdadeira e de plenitude no Espírito (Rm 8.2). 2. Quais os três companheiros da caminhada cristã? A Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. 3. Explique o termo “homem”, de acordo com a lição. É um termo de uso genérico no texto e, por isso, seu sentido inclui todos os seres humanos. Revisando o conteúdo 27
  • 28. 4. O que a expressão “de novo” significa e, ao mesmo tempo, demonstra? A expressão “de novo” significa “do céu” e demonstra que a nova vida com Cristo vem de cima, de Deus e de mais ninguém. 5. Por que o cristão deve começar sua jornada de fé pelo Novo Testamento? Porque nesse testamento, temos a consumação do plano do Pai em Jesus para que o ser humano fosse reconciliado com Ele e iniciasse uma nova jornada de fé. Revisando o conteúdo 28
  • 29. 29 • VOCABULÁRIO Monoteísta: adepto do monoteísmo; doutrina que ensina a existência de uma única divindade Analógico: relativo à analogia; relação de semelhança entre coisas ou fatos. Septuaginta: Antiga tradução em grego do Antigo Testamento hebraico.
  • 30. OBRIGADO Celso Napoleon 30 • +55 14 99662-0999 • celsonapoleon@gmail.com
  • 31. LIÇÕES: • Lição 1- O Início da Caminhada • Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga • Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão • Lição 4 - Como se Conduzir na Caminhada • Lição 5 - Os Inimigos do Cristão • Lição 6 - As nossas Armas Espirituais • Lição 7 - O Perigo da Murmuração • Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado • Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho • Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade • Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno • Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão • Lição 13 – A Cidade Celestial 31 EBD – Escola Bíblica Dominical Lições Bíblicas Adultos 2° trimestre 2024 CPAD REVISTA: A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da Salvação, Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu Comentarista: Pr. Osiel Gomes Apresentação: Missionário Celso Napoleon Renovados na Graça
  • 32. 32 • Referências CPAD. A CARREIRA QUE NOS ESTÁ PROPOSTA: O Caminho da Salvação, Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), 2024. (Lições Bíblicas, Adultos CPAD). KAPLAN, Aryeh (ORG.). Bíblia Antigo Testamento: A Torá Viva - Os cinco livros de Moisés e as Haftarot: uma tradução baseada em fontes judaicas tradicionais, com comentários, introdução, mapas, tabelas, gravuras, bibliografia e índice remissivo. 3a ed. São Paulo: Maayanot, 2000. SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (ORG.). Bíblia De Estudo Pentecostal - Almeida Revista e Corrigida. 6a ed. Rio de Janeiro, RJ: SBB, 2014. SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (org.). Bíblia De Estudo Plenitude Revista E Atualizada. Barueri, SP: SBB, 2005.