SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Língua Portuguesa Leitura e Interpretação de Textos Profª. Clemilda Souza
Mafalda... Texto 1: Texto 2: Discovery pousa com sucesso na Califórnia O Discovery pousou com sucesso na base Edwards, na Califórnia, na manhã desta terça-feira, depois de uma missão de 15 dias no espaço. O ônibus espacial tocou o solo às 5h12 (9h12 horário de Brasília). É a primeira missão bem-sucedida de um ônibus espacial desde o desastre do Columbia, em 2003.
EXPRESSÃO LITERÁRIA E NÃO-LITERÁRIA DA LINGUAGEM   DENOTAÇÃO   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],CONOTAÇÃO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Quem dera  Que sintas  As dores  De amores  Que louco  Senti!  (Casimiro de Abreu)  A linguagem  cono tativa  é também  conhecida como ling uagem  literária,  ou  seja, um texto  literári o  é aquele em que  predominam as múltipl as interpretações, a   conotação  da s palavras.
A educação,  principalmente na infância,  determina  as oportunidades que os  cidadãos  terão para garantir o futuro.  A linguag em  denotativa  é também  conhecida co mo linguagem  não-literária,  ou  seja, um texto   não-literário  é aquele em que  predominam  os sentidos reais (próprios)  das p alavras, a  denotação .
Vamos ver se você entendeu: (D) denotação (C) conotação As flores lindas da primavera já aparecem. Mulheres são frágeis flores. Os cães ferozes latem pouco. Pobres ladrões, cães da noite perdida e vã. O seu olhar ilumina toda a esperança eterna. A luz que ilumina o dia é natural. Meu coração é uma escola de samba! O amor, hoje, parece fosco. ( D ) ( C ) ( D ) ( C ) ( C ) ( D ) ( C ) ( C )
Interpretação de Textos a) O movimento das imagens, a inovação e a originalidade são as características de tudo que acontece na televisão. b) Sem a televisão não se saberia o que é conhecer as coisas ou por que as coisas acontecem. c) Os homens poderiam usar plenamente seu potencial de inteligência, se não fosse a televisão. d) Com o advento da televisão, as mulheres perderam sua capacidade de crítica. e) O volume de informações e a maneira como a televisão as veicula impedem que as pessoas reflitam maduramente sobre os assuntos.
        Podemos, tranquilamente, ser bem-sucedidos numa interpretação de texto. Para isso, devemos observar o seguinte: 01. Ler todo o texto, procurando ter uma visão geral do assunto; 02. Se encontrar palavras desconhecidas, não interrompa a leitura, vá até o fim, ininterruptamente; 03. Ler, ler bem, ler profundamente, ou seja, ler o texto pelo menos umas três vezes ou mais; 04. Ler com perspicácia, sutileza, malícia nas entrelinhas; 05. Voltar ao texto tantas quantas vezes precisar; 06. Não permitir que prevaleçam suas idéias sobre as do autor; 07. Partir o texto em pedaços (parágrafos, partes) para melhor compreensão; 08. Centralizar cada questão ao pedaço (parágrafo, parte) do texto correspondente;
09. Verificar, com atenção e cuidado, o enunciado de cada questão; 10. Cuidado com os vocábulos: destoa (=diferente de ...), não, correta, incorreta, certa, errada, falsa, verdadeira, exceto, e outras; palavras que aparecem nas perguntas e que, às vezes, dificultam a entender o que se perguntou e o que se pediu; 11. Quando duas alternativas lhe parecem corretas, procurar a mais exata ou a mais completa; 14. Não se deve procurar a verdade exata dentro daquela resposta, mas a opção que melhor se enquadre no sentido do texto; 15. Às vezes a etimologia ou a semelhança das palavras denuncia a resposta;
16. Procure estabelecer quais foram as opiniões expostas pelo autor, definindo o tema e a mensagem;
Algumas Interpretações: As questões  1 a 4 referem-se ao texto abaixo:   "Sete Quedas por nós passaram E não soubemos amá-las E todas sete foram mortas, E todas sete somem no ar.  Sete fantasmas, sete crimes  Dos vivos golpeando a vida  Que nunca mais renascerá.“ (Carlos Drummond de Andrade)  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],"Sete Quedas por nós passaram E não soubemos amá-las E todas sete foram mortas, E todas sete somem no ar.  Sete fantasmas, sete crimes  Dos vivos golpeando a vida  Que nunca mais renascerá.“ (Carlos Drummond de Andrade)
"Sete Quedas por nós passaram E não soubemos amá-las E todas sete foram mortas, E todas sete somem no ar.  Sete fantasmas, sete crimes  Dos vivos golpeando a vida  Que nunca mais renascerá.“ (Carlos Drummond de Andrade)  3. A afirmação: "Sete Quedas por nós passaram / E não soubemos amá-las."  Faz-nos entender que:  a) só agora nos damos conta do valor daquilo que perdemos  b) enquanto era possível, não passávamos por Sete Quedas  c) Sete Quedas pertence agora ao passado  d) Todos, antigamente, podiam apreciar o espetáculo; agora não  e) Os brasileiros costumam desprezar a natureza
"Sete Quedas por nós passaram E não soubemos amá-las E todas sete foram mortas, E todas sete somem no ar.  Sete fantasmas, sete crimes  Dos vivos golpeando a vida  Que nunca mais renascerá.“ (Carlos Drummond de Andrade)  4. Na passagem: "E todas sete foram mortas, / E todas sete somem no ar." O uso de  todas sete  se justifica:  a) como referência ao número de quedas que existiram no rio Paraná  b) para representar todo conjunto das quedas que desaparece  c) para destacar o valor individual de cada uma das quedas  d) para confirmar que a perda foi parcial

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Classes gramaticais
Classes gramaticais Classes gramaticais
Classes gramaticais
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redação
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Pronomes demonstrativos
Pronomes demonstrativosPronomes demonstrativos
Pronomes demonstrativos
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Linha do tempo - Literatura
Linha do tempo - LiteraturaLinha do tempo - Literatura
Linha do tempo - Literatura
 
Editorial
EditorialEditorial
Editorial
 
Texto literário e não literário
Texto literário e não literárioTexto literário e não literário
Texto literário e não literário
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Passos para a redação do enem
Passos para a redação do enemPassos para a redação do enem
Passos para a redação do enem
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Gênero textual notícia - 6º ano
Gênero textual notícia - 6º anoGênero textual notícia - 6º ano
Gênero textual notícia - 6º ano
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 

Destaque

Compreensão e interpretação de textos
Compreensão e interpretação de textosCompreensão e interpretação de textos
Compreensão e interpretação de textoswelton santos
 
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUALCOMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUALnehemiasj
 
Interpretação de Texto
Interpretação de TextoInterpretação de Texto
Interpretação de TextoRita Borges
 
Dicas de interpretação de textos
Dicas de interpretação de textosDicas de interpretação de textos
Dicas de interpretação de textosJPDevise
 
Normas e Citações em Trabalhos Científicos
Normas e Citações em Trabalhos CientíficosNormas e Citações em Trabalhos Científicos
Normas e Citações em Trabalhos Científicospsicologiaisecensa
 
Aula 3: Estudos da linguagem - Introdução
Aula 3: Estudos da linguagem - IntroduçãoAula 3: Estudos da linguagem - Introdução
Aula 3: Estudos da linguagem - Introduçãolugracioso
 
Mudança linguística
Mudança linguísticaMudança linguística
Mudança linguísticaIsis Barros
 
Formatação de Trabalhos Acadêmicos com o LibreOffice
Formatação de Trabalhos Acadêmicos com o LibreOfficeFormatação de Trabalhos Acadêmicos com o LibreOffice
Formatação de Trabalhos Acadêmicos com o LibreOfficeSenai São José/SC
 
Análise de livro didático-CEREJA
Análise de livro didático-CEREJAAnálise de livro didático-CEREJA
Análise de livro didático-CEREJAÉrica Camargo
 
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficosExercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficosma.no.el.ne.ves
 
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Aline Gomes
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaGlacemi Loch
 
Resumo, Síntese vs Reconto
Resumo, Síntese vs RecontoResumo, Síntese vs Reconto
Resumo, Síntese vs RecontoLurdes Augusto
 
Linguagem formal e informal maria
Linguagem formal e informal  mariaLinguagem formal e informal  maria
Linguagem formal e informal mariaCristiane Trindade
 
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaLinguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaRaquel Souza
 
Projeto linguage formal e informal
Projeto linguage formal e informalProjeto linguage formal e informal
Projeto linguage formal e informalgrupo03eproinfo
 
Trabalho power point síntese
Trabalho power point   sínteseTrabalho power point   síntese
Trabalho power point síntesenatialvesm
 

Destaque (20)

Compreensão e interpretação de textos
Compreensão e interpretação de textosCompreensão e interpretação de textos
Compreensão e interpretação de textos
 
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUALCOMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
 
Interpretação de Texto
Interpretação de TextoInterpretação de Texto
Interpretação de Texto
 
Dicas de interpretação de textos
Dicas de interpretação de textosDicas de interpretação de textos
Dicas de interpretação de textos
 
Normas e Citações em Trabalhos Científicos
Normas e Citações em Trabalhos CientíficosNormas e Citações em Trabalhos Científicos
Normas e Citações em Trabalhos Científicos
 
Aula 3: Estudos da linguagem - Introdução
Aula 3: Estudos da linguagem - IntroduçãoAula 3: Estudos da linguagem - Introdução
Aula 3: Estudos da linguagem - Introdução
 
Pesquisa exploratoria
Pesquisa exploratoriaPesquisa exploratoria
Pesquisa exploratoria
 
Mudança linguística
Mudança linguísticaMudança linguística
Mudança linguística
 
Formatação de Trabalhos Acadêmicos com o LibreOffice
Formatação de Trabalhos Acadêmicos com o LibreOfficeFormatação de Trabalhos Acadêmicos com o LibreOffice
Formatação de Trabalhos Acadêmicos com o LibreOffice
 
Análise de livro didático-CEREJA
Análise de livro didático-CEREJAAnálise de livro didático-CEREJA
Análise de livro didático-CEREJA
 
História em quadrinho
História em quadrinhoHistória em quadrinho
História em quadrinho
 
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficosExercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
 
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesa
 
Reconto da história
Reconto da históriaReconto da história
Reconto da história
 
Resumo, Síntese vs Reconto
Resumo, Síntese vs RecontoResumo, Síntese vs Reconto
Resumo, Síntese vs Reconto
 
Linguagem formal e informal maria
Linguagem formal e informal  mariaLinguagem formal e informal  maria
Linguagem formal e informal maria
 
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaLinguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
 
Projeto linguage formal e informal
Projeto linguage formal e informalProjeto linguage formal e informal
Projeto linguage formal e informal
 
Trabalho power point síntese
Trabalho power point   sínteseTrabalho power point   síntese
Trabalho power point síntese
 

Semelhante a Interpretação De Texto

Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotaçãocepmaio
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotaçãocepmaio
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotaçãocepmaio
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotaçãocepmaio
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotaçãocepmaio
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotaçãoAlvaro Morais
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotaçãocepmaio
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotaçãocepmaio
 
Leitura e interpretação de textos
Leitura e interpretação de textosLeitura e interpretação de textos
Leitura e interpretação de textosElenir Duarte Dias
 
Conotação-e-Denotação-da-linguagem inter
Conotação-e-Denotação-da-linguagem interConotação-e-Denotação-da-linguagem inter
Conotação-e-Denotação-da-linguagem interMarcusEuricoPereiraF
 
ComunicaçãO E ExpressãO 1
ComunicaçãO E ExpressãO 1ComunicaçãO E ExpressãO 1
ComunicaçãO E ExpressãO 1guestf1c478
 
Interpretação de texto iii
Interpretação de texto iiiInterpretação de texto iii
Interpretação de texto iiiHélio Araújo
 
QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.pptx
QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.pptxQUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.pptx
QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.pptxGessinguerRodecz1
 
FICHA - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - Gabarito.pdf
FICHA - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - Gabarito.pdfFICHA - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - Gabarito.pdf
FICHA - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - Gabarito.pdfNatália Moura
 
Avaliação de portugues 2 bimestre
Avaliação de portugues 2 bimestreAvaliação de portugues 2 bimestre
Avaliação de portugues 2 bimestreLucyanne Guimaraes
 
Linguagens, c¢digos e suas tecnologias
Linguagens, c¢digos e suas tecnologiasLinguagens, c¢digos e suas tecnologias
Linguagens, c¢digos e suas tecnologiasjullyvi
 
Funcoes da linguagem enem
Funcoes da linguagem   enemFuncoes da linguagem   enem
Funcoes da linguagem enemEstude Mais
 

Semelhante a Interpretação De Texto (20)

Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 
Conotação e denotação
Conotação e denotaçãoConotação e denotação
Conotação e denotação
 
Leitura e interpretação de textos
Leitura e interpretação de textosLeitura e interpretação de textos
Leitura e interpretação de textos
 
Conotação-e-Denotação-da-linguagem inter
Conotação-e-Denotação-da-linguagem interConotação-e-Denotação-da-linguagem inter
Conotação-e-Denotação-da-linguagem inter
 
ComunicaçãO E ExpressãO 1
ComunicaçãO E ExpressãO 1ComunicaçãO E ExpressãO 1
ComunicaçãO E ExpressãO 1
 
Interpretação de texto iii
Interpretação de texto iiiInterpretação de texto iii
Interpretação de texto iii
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.pptx
QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.pptxQUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.pptx
QUESTÕES DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.pptx
 
FICHA - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - Gabarito.pdf
FICHA - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - Gabarito.pdfFICHA - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - Gabarito.pdf
FICHA - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - Gabarito.pdf
 
Português jurídico
Português jurídicoPortuguês jurídico
Português jurídico
 
Avaliação de portugues 2 bimestre
Avaliação de portugues 2 bimestreAvaliação de portugues 2 bimestre
Avaliação de portugues 2 bimestre
 
Aula 4
Aula 4 Aula 4
Aula 4
 
Linguagens, c¢digos e suas tecnologias
Linguagens, c¢digos e suas tecnologiasLinguagens, c¢digos e suas tecnologias
Linguagens, c¢digos e suas tecnologias
 
Funcoes da linguagem enem
Funcoes da linguagem   enemFuncoes da linguagem   enem
Funcoes da linguagem enem
 

Mais de clemildapetrolina

Mais de clemildapetrolina (7)

Linguagem
LinguagemLinguagem
Linguagem
 
Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
 
Realismo Dom Casmurro
Realismo Dom CasmurroRealismo Dom Casmurro
Realismo Dom Casmurro
 
Slide Dom Casmurro
Slide Dom CasmurroSlide Dom Casmurro
Slide Dom Casmurro
 
Literatura Contemporânea
Literatura  ContemporâneaLiteratura  Contemporânea
Literatura Contemporânea
 
Figuras Linguagem
Figuras LinguagemFiguras Linguagem
Figuras Linguagem
 
Atividade Figuras Linguagens
Atividade Figuras LinguagensAtividade Figuras Linguagens
Atividade Figuras Linguagens
 

Interpretação De Texto

  • 1. Língua Portuguesa Leitura e Interpretação de Textos Profª. Clemilda Souza
  • 2. Mafalda... Texto 1: Texto 2: Discovery pousa com sucesso na Califórnia O Discovery pousou com sucesso na base Edwards, na Califórnia, na manhã desta terça-feira, depois de uma missão de 15 dias no espaço. O ônibus espacial tocou o solo às 5h12 (9h12 horário de Brasília). É a primeira missão bem-sucedida de um ônibus espacial desde o desastre do Columbia, em 2003.
  • 3.
  • 4. Quem dera Que sintas As dores De amores Que louco Senti! (Casimiro de Abreu) A linguagem cono tativa é também conhecida como ling uagem literária, ou seja, um texto literári o é aquele em que predominam as múltipl as interpretações, a conotação da s palavras.
  • 5. A educação, principalmente na infância, determina as oportunidades que os cidadãos terão para garantir o futuro. A linguag em denotativa é também conhecida co mo linguagem não-literária, ou seja, um texto não-literário é aquele em que predominam os sentidos reais (próprios) das p alavras, a denotação .
  • 6. Vamos ver se você entendeu: (D) denotação (C) conotação As flores lindas da primavera já aparecem. Mulheres são frágeis flores. Os cães ferozes latem pouco. Pobres ladrões, cães da noite perdida e vã. O seu olhar ilumina toda a esperança eterna. A luz que ilumina o dia é natural. Meu coração é uma escola de samba! O amor, hoje, parece fosco. ( D ) ( C ) ( D ) ( C ) ( C ) ( D ) ( C ) ( C )
  • 7. Interpretação de Textos a) O movimento das imagens, a inovação e a originalidade são as características de tudo que acontece na televisão. b) Sem a televisão não se saberia o que é conhecer as coisas ou por que as coisas acontecem. c) Os homens poderiam usar plenamente seu potencial de inteligência, se não fosse a televisão. d) Com o advento da televisão, as mulheres perderam sua capacidade de crítica. e) O volume de informações e a maneira como a televisão as veicula impedem que as pessoas reflitam maduramente sobre os assuntos.
  • 8.        Podemos, tranquilamente, ser bem-sucedidos numa interpretação de texto. Para isso, devemos observar o seguinte: 01. Ler todo o texto, procurando ter uma visão geral do assunto; 02. Se encontrar palavras desconhecidas, não interrompa a leitura, vá até o fim, ininterruptamente; 03. Ler, ler bem, ler profundamente, ou seja, ler o texto pelo menos umas três vezes ou mais; 04. Ler com perspicácia, sutileza, malícia nas entrelinhas; 05. Voltar ao texto tantas quantas vezes precisar; 06. Não permitir que prevaleçam suas idéias sobre as do autor; 07. Partir o texto em pedaços (parágrafos, partes) para melhor compreensão; 08. Centralizar cada questão ao pedaço (parágrafo, parte) do texto correspondente;
  • 9. 09. Verificar, com atenção e cuidado, o enunciado de cada questão; 10. Cuidado com os vocábulos: destoa (=diferente de ...), não, correta, incorreta, certa, errada, falsa, verdadeira, exceto, e outras; palavras que aparecem nas perguntas e que, às vezes, dificultam a entender o que se perguntou e o que se pediu; 11. Quando duas alternativas lhe parecem corretas, procurar a mais exata ou a mais completa; 14. Não se deve procurar a verdade exata dentro daquela resposta, mas a opção que melhor se enquadre no sentido do texto; 15. Às vezes a etimologia ou a semelhança das palavras denuncia a resposta;
  • 10. 16. Procure estabelecer quais foram as opiniões expostas pelo autor, definindo o tema e a mensagem;
  • 11.
  • 12.
  • 13. "Sete Quedas por nós passaram E não soubemos amá-las E todas sete foram mortas, E todas sete somem no ar. Sete fantasmas, sete crimes Dos vivos golpeando a vida Que nunca mais renascerá.“ (Carlos Drummond de Andrade) 3. A afirmação: "Sete Quedas por nós passaram / E não soubemos amá-las." Faz-nos entender que: a) só agora nos damos conta do valor daquilo que perdemos b) enquanto era possível, não passávamos por Sete Quedas c) Sete Quedas pertence agora ao passado d) Todos, antigamente, podiam apreciar o espetáculo; agora não e) Os brasileiros costumam desprezar a natureza
  • 14. "Sete Quedas por nós passaram E não soubemos amá-las E todas sete foram mortas, E todas sete somem no ar. Sete fantasmas, sete crimes Dos vivos golpeando a vida Que nunca mais renascerá.“ (Carlos Drummond de Andrade) 4. Na passagem: "E todas sete foram mortas, / E todas sete somem no ar." O uso de todas sete se justifica: a) como referência ao número de quedas que existiram no rio Paraná b) para representar todo conjunto das quedas que desaparece c) para destacar o valor individual de cada uma das quedas d) para confirmar que a perda foi parcial