SlideShare uma empresa Scribd logo
INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO Um breve resumo do contexto histórico das Epístolas e do livro de Apocalipse Prof.  Josiano Moraes
Um breve resumo do contexto histórico das Epístolas e do livro de Apocalipse TEMAS Significado do Novo Testamento Contexto histórico Imperadores do novo testamento Perfil econômico e sócio-cultural Mundo religioso em Roma Principais contribuições das culturas hebraica, grega e romana Divisão do Novo Testamento Quadro Cronológico   Prof.  Josiano Moraes INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO
SIGNIFICADO DO NOVO TESTAMENTO Êxodo 20 registra a primeira Lei que o Todo-Poderoso expôs em tábuas de pedra gravadas em ambos os lados (Ex 32.15). Essa Lei não guardada com fidelidade pelos filhos de Israel. Devido à fraqueza humana, ela não cumpriu seu papel. Deus, na sua paciente  misericórdia, anunciou pelo profeta Jeremias – cap. 31- a “Nova Lei” ou “Nova Aliança”.  Prof.  Josiano Moraes
SIGNIFICADO DO NOVO TESTAMENTO A “Nova Aliança”, no devido tempo, foi promulgada pelo Senhor Deus, selada com o sangue de Jesus, conforme lemos em Mat 26.28; Mar. 14.24; Luc 22.20; 1Cor. 11.25; 2 Cor 3.6; Heb 8.8;9.15 e 12.24. A KAINÊ DIATHÊKE é eterna e inviolável, pois não foi selada com sangue de touros e bodes, mas com o sangue imaculado do Filho de Deus – Jesus Cristo, nosso Senhor.(Nova aliança). Quando chamamos “Novo Testamento” aos Evangelhos, Atos, Cartas e Apocalipse, estamos afirmando o “Novo Pacto”, a “Nova Aliança” que Deus celebrou com o homem mediante o sangue do Senhor Jesus. E daí vem o nome NOVO TESTAMENTO.  Prof.  Josiano Moraes
INTRODUÇÃO ,[object Object]
O 1º Imperador de Roma chamava-se Augusto (31-27 a.C. – 14 d.C.), o mais famoso foi Nero.
Jesus nasceu durante o reinado de Augusto (Otávio Augusto).
A Palestina esteve sob o jugo dos romanos de 63 a.C. a 135 d.C.
Quando Jesus nasceu o reio da Judéia era Herodes, o grande, também conhecido como Magno.CONDIÇÕES ECONÔMICAS E SOCIAIS ,[object Object]
Pagãos – ricos, proprietários e políticos. Classe média, pobres, escravos e criminosos.
Principais Atividades Econômicas: Agricultura e Indústria.  Prof.  Josiano Moraes CONTEXTO HISTÓRICO
CONTEXTO HISTÓRICO CONDIÇÕES ECONÔMICAS E SOCIAIS (cont) ,[object Object]
Destaque para a literatura clássica, arquitetura(Coliseu, Panteon e outras construções admiráveis. Interesse nas ciências e matemática.
Desenvolvimento: transporte e vias públicas, pontes e viadutos. Estradas bem construídas que existem ainda hoje para uso. “Todos os caminhos levam a Roma”.VIDA MORAL ,[object Object]
Corrupção no Governo.
Imoralidade sexual.
Fraude no comércio.
Supertição religiosa.  Prof.  Josiano Moraes
CONTEXTO HISTÓRICO MUNDO RELIGIOSO EM ROMA Animismo – religião primitiva de Roma – cultura a natureza. Culto ao Imperador – recebiam nomes de deuses e era considerado como uma divindade. Augusto: “Sublime” ou “Venerado”. Religiões místicas – adoração a mortos. Ocultismo – magia, feitiçaria e demônios.  Prof.  Josiano Moraes
CONTEXTO HISTÓRICO PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES PARA O ADVENTO DE JESUS PreparaçãoHebraica: religião, eram mensageiros do Senhor, constantes cativeiros(sinagoga), diáspora, Septuaginta, zelo pelo sagrado A.T. Preparação Grega: língua, cultura. PreparaçãoRomana: organização político-social,  - A lei e a ordem => poder militar => trouxe paz. - Sistema viário => comunicação com todo o mundo. - Fator negativo => degeneração da moral e da religião  Prof.  Josiano Moraes
CONTEXTO HISTÓRICO IMPERADORES ROMANOS DO NOVO TESTAMENTO 1 - Caio Júlio César Augusto Otavio – ano 31 a.C. 14 d.C. – Nascimento de Jesus – início do culto ao Imperador (Lc 2.1). 2 – Tibério Júlio César Augusto  – ano 14 a 27 d.C. – Ministério e morte de Jesus – início do culto ao Imperador (Lc 3.1). 3 - Gaio Júlio César Germânico Calígula – ano 37 a 41 d.C. – Desejou colocar sua estatua no templo em Jerusalém, morreu antes que sua ordem fosse executada. 4 – Tibério Cláudio César Augusto Germânico – ano 41 a 54 d.C.. – Expulsou os judeus de Roma (At. 18.2). 5 – Nero CláudioCésar Augusto Germânico – ano 54a 68 d.C.. – Começa a perseguição de Roma contra os cristãos. Paulo e Pedro morrem (At. 25.10;28.19).  Prof.  Josiano Moraes
CONTEXTO HISTÓRICO IMPERADORES ROMANOS DO NOVO TESTAMENTO 6 – Sérvio Galba César Augusto – ano 68 d.C.. – Cerco a Jerusalém. 7 – Marcos Oto César Augusto – ano 69 d.C.. – Mantém o cerco a Jerusalém. 8 – Aulus Vitélio Germânico Augusto – ano 69 d.C.. – Mantém o cerco a Jerusalém. 9 – César Vespasiano Augusto – ano 69 a 79 d.C.. – Foi  general de Nero. Coloca seu filho Tito como general. No ano 70, determina a destruição de Jerusalém. 10 – Tito César Vespasiano Augusto – ano 79 a 81 d.C. 11 – César Domiciano Augusto Germânico – ano 81 a 96 d.C.. – Exigia ser chamado Senhor e Deus. Grande perseguição. O apóstolo João vivia durante o governo de Domiciano.   Prof.  Josiano Moraes
CONTEXTO HISTÓRICO ANTIGO E NOVO TESTAMENTO - SEGUNDO A ORDEM NA BÍBLIA :  Prof.  Josiano Moraes
CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO DO NOVO TESTAMENTO - SEGUNDO A ORDEM NA BÍBLIA :  Prof.  Josiano Moraes
CONTEXTO HISTÓRICO A COMPOSIÇÃO DO NOVO TESTAMENTO O Novo Testamento forma a Parte II da Bíblia e contém vinte e sete livros.  Antigo e Novo Testamento são designações cristãs, e não judaicas, pois  os judeus só aceitam como Escritura os livros do Antigo Testamento. "Novo Testamento" quer dizer, de fato, "Novo Pacto", em contraste com  a  antiga  aliança  (de  acordo  com a qual Deus perdoava transgressões à vista de sacrifícios de  animais, à  guisa de antecipação provisória daquele  verdadeiramente adequado sacrifício de Cristo).  Prof.  Josiano Moraes
CONTEXTO HISTÓRICO A COMPOSIÇÃO DO NOVO TESTAMENTO O vocábulo "testamento" transmite‑nos a idéia de uma última vontade,  e um testamento que só  passa a ter efeito na eventualidade da morte do  testador. Assim é que o novo pacto entrou em vigor em face da morte  de Jesus (ver Hebreus 9:15‑17). Assim, as cartas paulinas  e   pastorais  bem  como  o livro  do  Apocalipse  trataram da salvação, vida cristã e esperança na vida eterna porque Cristo  Jesus morreu e ressuscitou para sempre e eternamente!  Prof.  Josiano Moraes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O NOVO TESTAMENTO
O NOVO TESTAMENTO O NOVO TESTAMENTO
O NOVO TESTAMENTO
Eli Vieira
 
20. o livro de esdras
20. o livro de esdras20. o livro de esdras
20. o livro de esdras
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
faculdadeteologica
 
1 e 2 livro das Crônicas
1 e 2 livro das Crônicas1 e 2 livro das Crônicas
1 e 2 livro das Crônicas
Amor pela EBD
 
5. levítico
5. levítico5. levítico
5. levítico
mbrandao7
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
Moisés Sampaio
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
Rosana Eugenio Dos Santos
 
Históricos I
Históricos IHistóricos I
Históricos I
Ricardo Gondim
 
Introdução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoIntrodução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo Testamento
Viva a Igreja
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
41 Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
41   Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)41   Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
41 Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
Robson Tavares Fernandes
 
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Aula 8 - Livros Históricos (part. 1)
Aula 8 - Livros Históricos (part. 1)Aula 8 - Livros Históricos (part. 1)
Aula 8 - Livros Históricos (part. 1)
Gustavo Zimmermann
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
Respirando Deus
 
Profetas Menores I - Apresentação
Profetas Menores I  -  ApresentaçãoProfetas Menores I  -  Apresentação
Profetas Menores I - Apresentação
JUERP
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
Sergio Silva
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
npmscampos
 
Os Poéticos
Os PoéticosOs Poéticos
Os Poéticos
Egmon Pereira
 

Mais procurados (20)

O NOVO TESTAMENTO
O NOVO TESTAMENTO O NOVO TESTAMENTO
O NOVO TESTAMENTO
 
20. o livro de esdras
20. o livro de esdras20. o livro de esdras
20. o livro de esdras
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
 
1 e 2 livro das Crônicas
1 e 2 livro das Crônicas1 e 2 livro das Crônicas
1 e 2 livro das Crônicas
 
5. levítico
5. levítico5. levítico
5. levítico
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
 
Históricos I
Históricos IHistóricos I
Históricos I
 
Introdução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo TestamentoIntrodução ao Antigo Testamento
Introdução ao Antigo Testamento
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum
 
41 Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
41   Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)41   Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
41 Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
 
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
GEOGRAFIA BÍBLICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
 
Aula 8 - Livros Históricos (part. 1)
Aula 8 - Livros Históricos (part. 1)Aula 8 - Livros Históricos (part. 1)
Aula 8 - Livros Históricos (part. 1)
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
Profetas Menores I - Apresentação
Profetas Menores I  -  ApresentaçãoProfetas Menores I  -  Apresentação
Profetas Menores I - Apresentação
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
 
Os Poéticos
Os PoéticosOs Poéticos
Os Poéticos
 

Destaque

2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Liderança..
Liderança..Liderança..
Liderança..
ricardosantista
 
Calendario Biblico Anual 2012
Calendario Biblico Anual 2012Calendario Biblico Anual 2012
Calendario Biblico Anual 2012
Fatima Ribeiro
 
O Novo Testamento I
O Novo Testamento IO Novo Testamento I
O Novo Testamento I
Luis Henrique Chagas Leite
 
A bíblia fonte de comunhão
A bíblia fonte de comunhãoA bíblia fonte de comunhão
A bíblia fonte de comunhão
Alexandre Ribeiro
 
Período interbíblico
Período interbíblicoPeríodo interbíblico
Período interbíblico
Michelle Moraes
 
PNT 002- Período Intertestamentário - Prólogo
PNT 002- Período Intertestamentário - PrólogoPNT 002- Período Intertestamentário - Prólogo
PNT 002- Período Intertestamentário - Prólogo
Ricardo Inacio Dondoni
 
Um tipo do futuro anticristo
Um tipo do futuro anticristoUm tipo do futuro anticristo
Um tipo do futuro anticristo
Moisés Sampaio
 
Periodo interbiblico
Periodo interbiblicoPeriodo interbiblico
Periodo interbiblico
Magrão Silva
 
Periodos de Formacion de la Biblia
Periodos de Formacion de la BibliaPeriodos de Formacion de la Biblia
Periodos de Formacion de la Biblia
yul00
 
Comentario judaico do novo testamento israel david stern
Comentario judaico do novo testamento   israel  david sternComentario judaico do novo testamento   israel  david stern
Comentario judaico do novo testamento israel david stern
Tarcísio Picaglia
 
Período intertestamentario
Período intertestamentarioPeríodo intertestamentario
Período intertestamentario
lslsls
 

Destaque (12)

2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
Liderança..
Liderança..Liderança..
Liderança..
 
Calendario Biblico Anual 2012
Calendario Biblico Anual 2012Calendario Biblico Anual 2012
Calendario Biblico Anual 2012
 
O Novo Testamento I
O Novo Testamento IO Novo Testamento I
O Novo Testamento I
 
A bíblia fonte de comunhão
A bíblia fonte de comunhãoA bíblia fonte de comunhão
A bíblia fonte de comunhão
 
Período interbíblico
Período interbíblicoPeríodo interbíblico
Período interbíblico
 
PNT 002- Período Intertestamentário - Prólogo
PNT 002- Período Intertestamentário - PrólogoPNT 002- Período Intertestamentário - Prólogo
PNT 002- Período Intertestamentário - Prólogo
 
Um tipo do futuro anticristo
Um tipo do futuro anticristoUm tipo do futuro anticristo
Um tipo do futuro anticristo
 
Periodo interbiblico
Periodo interbiblicoPeriodo interbiblico
Periodo interbiblico
 
Periodos de Formacion de la Biblia
Periodos de Formacion de la BibliaPeriodos de Formacion de la Biblia
Periodos de Formacion de la Biblia
 
Comentario judaico do novo testamento israel david stern
Comentario judaico do novo testamento   israel  david sternComentario judaico do novo testamento   israel  david stern
Comentario judaico do novo testamento israel david stern
 
Período intertestamentario
Período intertestamentarioPeríodo intertestamentario
Período intertestamentario
 

Semelhante a Introduçã..

Estudos os evangelhos
Estudos os evangelhosEstudos os evangelhos
Estudos os evangelhos
André Rocha
 
panorama NT 2022.ppt
panorama NT 2022.pptpanorama NT 2022.ppt
panorama NT 2022.ppt
Priscila Puga
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
marquione ban
 
B ibliologia
B ibliologiaB ibliologia
B ibliologia
Jose Rodrigues
 
aula_1_evangelhos.pptx
aula_1_evangelhos.pptxaula_1_evangelhos.pptx
aula_1_evangelhos.pptx
AMILTON gomes Gomes
 
O LIVRO DE GÊNESIS.pptx
O LIVRO DE GÊNESIS.pptxO LIVRO DE GÊNESIS.pptx
O LIVRO DE GÊNESIS.pptx
Pr Joilson Rocha
 
Subsidios ao professor
Subsidios ao professorSubsidios ao professor
Subsidios ao professor
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Síntese do novo testamento I
Síntese do novo testamento ISíntese do novo testamento I
Síntese do novo testamento I
Francelia Carvalho Oliveira
 
Aula 6 - Lucas
Aula 6 - LucasAula 6 - Lucas
Aula 6 - Lucas
ibrdoamor
 
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdfATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
EduardadaRochaCunhaM
 
Profetas Maiores.pptx
Profetas Maiores.pptxProfetas Maiores.pptx
Profetas Maiores.pptx
antonio211075
 
Marcos pastor gustavo
Marcos  pastor gustavoMarcos  pastor gustavo
Marcos pastor gustavo
aproge
 
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCASLIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
Lourinaldo Serafim
 
Bibliologia pr. jonas freitas de jesus
Bibliologia   pr. jonas freitas de jesusBibliologia   pr. jonas freitas de jesus
Bibliologia pr. jonas freitas de jesus
jonasfreitasdejesus
 
Escatologia vitoriosa
Escatologia vitoriosaEscatologia vitoriosa
Escatologia vitoriosa
André Sandiêgo Falcão
 
Eae 55 Ascensão
Eae 55 AscensãoEae 55 Ascensão
Eae 55 Ascensão
PatiSousa1
 
44 1, 2 e 3 joão
44  1, 2 e 3 joão44  1, 2 e 3 joão
44 1, 2 e 3 joão
PIB Penha
 
30 atos
30 atos30 atos
30 atos
PIB Penha
 
27 marcos
27 marcos27 marcos
27 marcos
PIB Penha
 
7 ano ul2_cristianismo
7 ano ul2_cristianismo7 ano ul2_cristianismo
7 ano ul2_cristianismo
Bento Oliveira
 

Semelhante a Introduçã.. (20)

Estudos os evangelhos
Estudos os evangelhosEstudos os evangelhos
Estudos os evangelhos
 
panorama NT 2022.ppt
panorama NT 2022.pptpanorama NT 2022.ppt
panorama NT 2022.ppt
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
 
B ibliologia
B ibliologiaB ibliologia
B ibliologia
 
aula_1_evangelhos.pptx
aula_1_evangelhos.pptxaula_1_evangelhos.pptx
aula_1_evangelhos.pptx
 
O LIVRO DE GÊNESIS.pptx
O LIVRO DE GÊNESIS.pptxO LIVRO DE GÊNESIS.pptx
O LIVRO DE GÊNESIS.pptx
 
Subsidios ao professor
Subsidios ao professorSubsidios ao professor
Subsidios ao professor
 
Síntese do novo testamento I
Síntese do novo testamento ISíntese do novo testamento I
Síntese do novo testamento I
 
Aula 6 - Lucas
Aula 6 - LucasAula 6 - Lucas
Aula 6 - Lucas
 
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdfATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
 
Profetas Maiores.pptx
Profetas Maiores.pptxProfetas Maiores.pptx
Profetas Maiores.pptx
 
Marcos pastor gustavo
Marcos  pastor gustavoMarcos  pastor gustavo
Marcos pastor gustavo
 
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCASLIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
 
Bibliologia pr. jonas freitas de jesus
Bibliologia   pr. jonas freitas de jesusBibliologia   pr. jonas freitas de jesus
Bibliologia pr. jonas freitas de jesus
 
Escatologia vitoriosa
Escatologia vitoriosaEscatologia vitoriosa
Escatologia vitoriosa
 
Eae 55 Ascensão
Eae 55 AscensãoEae 55 Ascensão
Eae 55 Ascensão
 
44 1, 2 e 3 joão
44  1, 2 e 3 joão44  1, 2 e 3 joão
44 1, 2 e 3 joão
 
30 atos
30 atos30 atos
30 atos
 
27 marcos
27 marcos27 marcos
27 marcos
 
7 ano ul2_cristianismo
7 ano ul2_cristianismo7 ano ul2_cristianismo
7 ano ul2_cristianismo
 

Mais de ricardosantista

Filemom
FilemomFilemom
Filemom2
Filemom2Filemom2
Filemom2
ricardosantista
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
HebreusHebreus
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
ricardosantista
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
ricardosantista
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
ricardosantista
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
ricardosantista
 
I e ii_tessalonicenses.b
I e ii_tessalonicenses.bI e ii_tessalonicenses.b
I e ii_tessalonicenses.b
ricardosantista
 
Paulo vida e_obra
Paulo vida e_obraPaulo vida e_obra
Paulo vida e_obra
ricardosantista
 
I e ii_tessalonicenses
I e ii_tessalonicensesI e ii_tessalonicenses
I e ii_tessalonicenses
ricardosantista
 
Liderança..
Liderança..Liderança..
Liderança..
ricardosantista
 
Palestina 2
Palestina 2Palestina 2
Palestina 2
ricardosantista
 
A palesti..2
A palesti..2A palesti..2
A palesti..2
ricardosantista
 
A palesti..
A palesti..A palesti..
A palesti..
ricardosantista
 
Orientacoes sobre como_estudar
Orientacoes sobre como_estudarOrientacoes sobre como_estudar
Orientacoes sobre como_estudar
ricardosantista
 

Mais de ricardosantista (16)

Filemom
FilemomFilemom
Filemom
 
Filemom2
Filemom2Filemom2
Filemom2
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
I e ii_tessalonicenses.b
I e ii_tessalonicenses.bI e ii_tessalonicenses.b
I e ii_tessalonicenses.b
 
Paulo vida e_obra
Paulo vida e_obraPaulo vida e_obra
Paulo vida e_obra
 
I e ii_tessalonicenses
I e ii_tessalonicensesI e ii_tessalonicenses
I e ii_tessalonicenses
 
Liderança..
Liderança..Liderança..
Liderança..
 
Palestina 2
Palestina 2Palestina 2
Palestina 2
 
A palesti..2
A palesti..2A palesti..2
A palesti..2
 
A palesti..
A palesti..A palesti..
A palesti..
 
Orientacoes sobre como_estudar
Orientacoes sobre como_estudarOrientacoes sobre como_estudar
Orientacoes sobre como_estudar
 

Último

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 

Último (11)

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 

Introduçã..

  • 1. INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO Um breve resumo do contexto histórico das Epístolas e do livro de Apocalipse Prof. Josiano Moraes
  • 2. Um breve resumo do contexto histórico das Epístolas e do livro de Apocalipse TEMAS Significado do Novo Testamento Contexto histórico Imperadores do novo testamento Perfil econômico e sócio-cultural Mundo religioso em Roma Principais contribuições das culturas hebraica, grega e romana Divisão do Novo Testamento Quadro Cronológico Prof. Josiano Moraes INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO
  • 3. SIGNIFICADO DO NOVO TESTAMENTO Êxodo 20 registra a primeira Lei que o Todo-Poderoso expôs em tábuas de pedra gravadas em ambos os lados (Ex 32.15). Essa Lei não guardada com fidelidade pelos filhos de Israel. Devido à fraqueza humana, ela não cumpriu seu papel. Deus, na sua paciente misericórdia, anunciou pelo profeta Jeremias – cap. 31- a “Nova Lei” ou “Nova Aliança”. Prof. Josiano Moraes
  • 4. SIGNIFICADO DO NOVO TESTAMENTO A “Nova Aliança”, no devido tempo, foi promulgada pelo Senhor Deus, selada com o sangue de Jesus, conforme lemos em Mat 26.28; Mar. 14.24; Luc 22.20; 1Cor. 11.25; 2 Cor 3.6; Heb 8.8;9.15 e 12.24. A KAINÊ DIATHÊKE é eterna e inviolável, pois não foi selada com sangue de touros e bodes, mas com o sangue imaculado do Filho de Deus – Jesus Cristo, nosso Senhor.(Nova aliança). Quando chamamos “Novo Testamento” aos Evangelhos, Atos, Cartas e Apocalipse, estamos afirmando o “Novo Pacto”, a “Nova Aliança” que Deus celebrou com o homem mediante o sangue do Senhor Jesus. E daí vem o nome NOVO TESTAMENTO. Prof. Josiano Moraes
  • 5.
  • 6. O 1º Imperador de Roma chamava-se Augusto (31-27 a.C. – 14 d.C.), o mais famoso foi Nero.
  • 7. Jesus nasceu durante o reinado de Augusto (Otávio Augusto).
  • 8. A Palestina esteve sob o jugo dos romanos de 63 a.C. a 135 d.C.
  • 9.
  • 10. Pagãos – ricos, proprietários e políticos. Classe média, pobres, escravos e criminosos.
  • 11. Principais Atividades Econômicas: Agricultura e Indústria. Prof. Josiano Moraes CONTEXTO HISTÓRICO
  • 12.
  • 13. Destaque para a literatura clássica, arquitetura(Coliseu, Panteon e outras construções admiráveis. Interesse nas ciências e matemática.
  • 14.
  • 18. Supertição religiosa. Prof. Josiano Moraes
  • 19. CONTEXTO HISTÓRICO MUNDO RELIGIOSO EM ROMA Animismo – religião primitiva de Roma – cultura a natureza. Culto ao Imperador – recebiam nomes de deuses e era considerado como uma divindade. Augusto: “Sublime” ou “Venerado”. Religiões místicas – adoração a mortos. Ocultismo – magia, feitiçaria e demônios. Prof. Josiano Moraes
  • 20. CONTEXTO HISTÓRICO PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES PARA O ADVENTO DE JESUS PreparaçãoHebraica: religião, eram mensageiros do Senhor, constantes cativeiros(sinagoga), diáspora, Septuaginta, zelo pelo sagrado A.T. Preparação Grega: língua, cultura. PreparaçãoRomana: organização político-social, - A lei e a ordem => poder militar => trouxe paz. - Sistema viário => comunicação com todo o mundo. - Fator negativo => degeneração da moral e da religião Prof. Josiano Moraes
  • 21. CONTEXTO HISTÓRICO IMPERADORES ROMANOS DO NOVO TESTAMENTO 1 - Caio Júlio César Augusto Otavio – ano 31 a.C. 14 d.C. – Nascimento de Jesus – início do culto ao Imperador (Lc 2.1). 2 – Tibério Júlio César Augusto – ano 14 a 27 d.C. – Ministério e morte de Jesus – início do culto ao Imperador (Lc 3.1). 3 - Gaio Júlio César Germânico Calígula – ano 37 a 41 d.C. – Desejou colocar sua estatua no templo em Jerusalém, morreu antes que sua ordem fosse executada. 4 – Tibério Cláudio César Augusto Germânico – ano 41 a 54 d.C.. – Expulsou os judeus de Roma (At. 18.2). 5 – Nero CláudioCésar Augusto Germânico – ano 54a 68 d.C.. – Começa a perseguição de Roma contra os cristãos. Paulo e Pedro morrem (At. 25.10;28.19). Prof. Josiano Moraes
  • 22. CONTEXTO HISTÓRICO IMPERADORES ROMANOS DO NOVO TESTAMENTO 6 – Sérvio Galba César Augusto – ano 68 d.C.. – Cerco a Jerusalém. 7 – Marcos Oto César Augusto – ano 69 d.C.. – Mantém o cerco a Jerusalém. 8 – Aulus Vitélio Germânico Augusto – ano 69 d.C.. – Mantém o cerco a Jerusalém. 9 – César Vespasiano Augusto – ano 69 a 79 d.C.. – Foi general de Nero. Coloca seu filho Tito como general. No ano 70, determina a destruição de Jerusalém. 10 – Tito César Vespasiano Augusto – ano 79 a 81 d.C. 11 – César Domiciano Augusto Germânico – ano 81 a 96 d.C.. – Exigia ser chamado Senhor e Deus. Grande perseguição. O apóstolo João vivia durante o governo de Domiciano. Prof. Josiano Moraes
  • 23. CONTEXTO HISTÓRICO ANTIGO E NOVO TESTAMENTO - SEGUNDO A ORDEM NA BÍBLIA : Prof. Josiano Moraes
  • 24. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO DO NOVO TESTAMENTO - SEGUNDO A ORDEM NA BÍBLIA : Prof. Josiano Moraes
  • 25. CONTEXTO HISTÓRICO A COMPOSIÇÃO DO NOVO TESTAMENTO O Novo Testamento forma a Parte II da Bíblia e contém vinte e sete livros. Antigo e Novo Testamento são designações cristãs, e não judaicas, pois os judeus só aceitam como Escritura os livros do Antigo Testamento. "Novo Testamento" quer dizer, de fato, "Novo Pacto", em contraste com a antiga aliança (de acordo com a qual Deus perdoava transgressões à vista de sacrifícios de animais, à guisa de antecipação provisória daquele verdadeiramente adequado sacrifício de Cristo). Prof. Josiano Moraes
  • 26. CONTEXTO HISTÓRICO A COMPOSIÇÃO DO NOVO TESTAMENTO O vocábulo "testamento" transmite‑nos a idéia de uma última vontade, e um testamento que só passa a ter efeito na eventualidade da morte do testador. Assim é que o novo pacto entrou em vigor em face da morte de Jesus (ver Hebreus 9:15‑17). Assim, as cartas paulinas e pastorais bem como o livro do Apocalipse trataram da salvação, vida cristã e esperança na vida eterna porque Cristo Jesus morreu e ressuscitou para sempre e eternamente! Prof. Josiano Moraes
  • 27. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO CRONOLÓGICA Muitos estudiosos afirmam que Tiago é o livro começa mais antigo do Novo Testamento, tendo sido registrado por volta de 45 d.C. A despeito da questão da data de registro de Tiago, é praticamente certo que algumas cartas de Paulo representam os primeiros registros escritos da igreja primitiva.   Alguns afirmam que a carta aos gálatas foi redigida em 47/48 d.C. As epístolas aos tessalonicenses datam do início do ministério missionário de Paulo, registradas em Corinto antes ou durante a época de Gálio, procônsul romano (v. At 18.12-17; 1Ts 3.1-10), o que significaria 50 ou 51 d. C. Prof. Josiano Moraes
  • 28. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO CRONOLÓGICA Em contraste com esses escritos, os do apóstolo João foram os últimos a serem registrados. De acordo com a tradição, e por indícios encontrados nos próprios livros, as obras de João fazem menção a problemas enfrentados pela igreja, próximo ao fim do primeiro século. Seus principais escritos lidam basicamente com a doutrina da salvação. O evangelho de João trata da natureza da salvação; sua primeira epístola discorre sobre a segurança da salvação; e Apocalipse revela a consumação da salvação. Prof. Josiano Moraes
  • 29. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO LITERÁRIA Embora as divisões literárias do Novo Testamento não sigam a ordem cronológica, elas refletem a sequência lógica do plano de Deus. Primeiro, os evangelhos e Atos constituem a base histórica necessária à compreensão e apreciação devida aos escritos posteriores. Nesse sentido, os relatos da vida de Cristo e da origem da igreja são essenciais. Precisamos conhecer a história de seu fundador antes de analisar a superestrutura que para ela foi estabelecida. A igreja foi “[edificada] sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular” (Ef 2.20). Assim o NT pode ser dividido da seguinte forma: Bibliografia, Histórico, Epístolas Paulinas e Gerais, Revelação. Prof. Josiano Moraes
  • 30. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO LITERÁRIA Prof. Josiano Moraes
  • 31. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO LITERÁRIA MATEUS – Apresenta “Jesus Cristo, o Rei dos judeus”. Esse livro registra o cumprimento de muitas profecias veterotestamentárias por maio da chegada do Messias. Enfatiza o Ensino de Cristo. MARCOS – Apresenta Jesus como “o Servo do Senhor”. Ele aparece realizando a obra do Pai; Marcos enfatiza principalmente a obra redentora de Cristo. Prof. Josiano Moraes
  • 32. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO LITERÁRIA LUCAS – Descreve Jesus como o “Filho do Homem”, o representante perfeito da humanidade. Ele deu a sua vida para “buscar e salvar o perdido” (19.10). Esse evangelho enfatiza o amor e a graça de Cristo. JOÃO – Apresenta Jesus como o “Filho de Deus”, a Palavra eterna que veio revelar o criador à humanidade. Esse evangelho enfatiza relação de Cristo com as pessoas ao seu redor, o contato que mudou a vida daqueles que o conheceram. Por acreditarem verdadeiramente que Jesus é o Filho de Deus, as pessoas recebiam vida eterna. Prof. Josiano Moraes
  • 33. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO LITERÁRIA ATOS – É a continuidade do evangelho de Lucas e apresenta Cristo ressuscitado operando por intermédio de seus apóstolos, que receberam o poder do Espírito Santo. A origem da igreja, o corpo de Cristo, e sua expansão até “aos confins da terra”, é o tema desse primeiro relato histórico-eclesiástico. EPÍSTOLAS – As epístolas do Novo Testamento apresentam a interpretação da pessoa e da obra de Cristo e aplicam seus ensinamentos à vida dos cristãos. A maioria dessas epístolas, pelo menos treze delas, é de autoria do apóstolo Paulo. Muitas delas foram redigidas em forma de carta. Das vinte e uma, todas trazem o nome do autor, exceto a remetida aos hebreus e as três epístolas de João. Prof. Josiano Moraes
  • 34. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO LITERÁRIA ATOS – É a continuidade do evangelho de Lucas e apresenta Cristo ressuscitado operando por intermédio de seus apóstolos, que receberam o poder do Espírito Santo. A origem da igreja, o corpo de Cristo, e sua expansão até “aos confins da terra”, é o tema desse primeiro relato histórico-eclesiástico. EPÍSTOLAS – As epístolas do Novo Testamento apresentam a interpretação da pessoa e da obra de Cristo e aplicam seus ensinamentos à vida dos cristãos. A maioria dessas epístolas, pelo menos treze delas, é de autoria do apóstolo Paulo. Muitas delas foram redigidas em forma de carta. Das vinte e uma, todas trazem o nome do autor, exceto a remetida aos hebreus e as três epístolas de João. Prof. Josiano Moraes
  • 35. CONTEXTO HISTÓRICO DIVISÃO LITERÁRIA REVELAÇÃO – Por fim, há o conhecido escrito profético do Novo Testamento, Apocalipse (do grego “revelação”, “desvelar”) de Jesus Cristo. Assim como a profecia de Daniel no Antigo Testamento, esse livro lida em grande parte com o julgamento de Deus nos últimos dias sobre “os que habitam na terra”. Em Apocalipse, percebemos a descrição do clímax da redenção. Nas palavras de Paulo, o propósito de Deus era de “fazer convergir nele [...] todas as coisas” (Ef 1.10). Isso se cumpriu. João disse: “O reino do mundo se tornou de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos” (Ap 11.15). Prof. Josiano Moraes
  • 36. CONTEXTO HISTÓRICO O NT foi escrito na sua maioria em grego. O grego usado foi "Koiné" e não o clássico.   Algumas palavras foram escritas em aramaico . Ex: Mt 27:46 - "Elií, lama, sabáctani"; Mc 5:41 – "Talita Cumi"; Mc 7:37 - "Efata" ; I Cor 16 : 22 – "Maranata" ; Rom 8:15 -"Abba". Autores que eram apóstolos: Mateus, João, Pedro (Paulo - Ef 1:1, Gl 1:1). Prof. Josiano Moraes
  • 37. CONTEXTO HISTÓRICO O NOVO TESTAMENTO Prof. Josiano Moraes
  • 38. BIBLIOGRAFIA   ACÁCIO, José Mathias. ESTUDOS DOS EVANGELHOS E ATOS. (Apostila de Curso). São Paulo, SP.   BÍBLIA SAGRADA. BÍBLIA DE ESTUDO VIDA. Tradução de João Ferreira de Almeida, Revista e Atualizada, 2ª edição, publicada por Sociedade Bíblica do Brasil. São Paulo: Editora Vida, 1999. BÍBLIA SAGRADA. BÍBLIA DE REFERÊNCIA THOMPSON. Tradução de João Ferreira de Almeida, Edição Contemporânea. Flórida: Editora Vida, 1999. BIBLIOTECA BÍBLICA. Sua Biblioteca Cristã Virtual. INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO. Disponível em:< http://bibliotecabiblica.blogspot.com/> Acesso em julho de 2011. DUNNETT, Walter M. PANORAMA DO NOVO TESTAMENTO– Curso Vida Nova de Teologia Básica; v. 3. São Paulo: Vida Nova, 2005 GILBERTO, Antônio. Bibliologia: introdução ao estudo da Bíblia. 4ª ed. – Campinas, SP: EETAD, 2003. GOOGLE IMAGENS. Disponível em:< http://www.google.com.br / >Acesso em agosto de 2011 GUNDRY, Robert H. PANORAMA DO NOVO TESTAMENTO. São Paulo: Vida Nova, 1998. HALE, Broadus David. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO NOVO TESTAMENTO. Rio de Janeiro: JUERP, 1983. HISTÓRIA DE ROMA. Disponível em:<http://www.culturabrasil.pro.br/roma.htm >Acesso em agosto de 2011 PACKER, J.L. TENNEY, Merril C. WHITE, William. O MUNDO DO NOVO TESTAMENTO. São Paulo: Vida Nova, 2006. PERSPECTIVA DE VIDA. NOVO TESTAMENTO. Disponível em:< http://jadai.sites.uol.com.br/> Acesso em julho de 2011. PORTAL POSITIVO. Disponível em:< http://www.portalpositivo.com.br/ >Acesso em agosto de 2011 SOUZA, Neusa Rocha. NOVO TESTAMENTO. www.bibliapage.com/novotest.html. Acesso em 09/03/08. TOGNINI, Enéas; BENTES, João Marques. JANELAS PARA O NOVO TESTAMENTO. 1ª ed. – São Paulo, SP: Louvores do Coração, 1992. YOUTUBE VÍDEOS. Disponível em:< http://www.youtube.com/watch?v=BQMmFTsU44I&feature=player_embedded >Acesso em setembro de 2011 Prof. Josiano Moraes