SlideShare uma empresa Scribd logo
Instituto Dom Moacyr

        Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha

                           ETSMMR




                      ALIMENTOS
                 TRANSGÊNICOS




Educando(s): Raphaelly P. Rodrigues, Thainá J. Carvalho, Paula
Amanda, Jessica Matos.

Mediador (a): Anailza Nobrega

Curso: Técnico em Saúde Bucal

Módulo: Básico
ÍNDICE:
 Apresentação
   O que são transgênicos?
   Aspectos positivos dos alimentos transgênicos;
   Aspectos negativos dos alimentos transgênicos;
   O que é a engenharia genética aplicada aos alimentos?
   Os riscos dos transgênicos;
   Alergias;
   Como os transgênicos podem afetar o meio ambiente;
   Como os cientistas modificam os alimentos;
   Conclusão.
Apresentação

      O trabalho a seguir trata-se dos alimentos que contem
agrotóxicos, as vantagens e desvantagens. Os produtos transgênicos
ainda é uma discussão em vários países entre eles se destacam
Estados Unidos, Canadá, Argentina, China e o Brasil.
Oque são transgênicos?
       Os organismos geneticamente modificados(OGMs),também conhecidos
como transgénicos, são frutos da engenharia genética criada pela moderna
biotecnologia.

       Um organismo é chamado de transgénico, quando é feita uma alteração
no seu DNA - que contém as características de um ser vivo. Por meio da
engenharia genética, genes são retirados de uma espécie animal ou vegetal e
transferidos para outra.

       Esses novos genes introduzidos quebram a sequência de DNA, que
sofre uma espécie de reprogramação, sendo capaz, por exemplo, de produzir
um novo tipo de substância diferente da que era produzida pelo organismo
original.

      Os alimentos geneticamente modificados são uma realidade cotidiana.
Há grãos transgénicos usados no preparo de bolachas, cereais, óleo de soja,
pães, massas, maionese, mostarda, papinhas para crianças, etc...

          Aspectos positivos dos alimentos transgênicos:
       O aumento na produção de alimentos;
       O desenvolvimento de espécies com características desejáveis;
       A alteração do valor nutricional dos alimentos;
       A maior resistência dos alimentos ao armazenamento por períodos
        maiores.

          Aspectos negativos dos alimentos transgênicos:
    O aumento dos sintomas de alergia
    A maior resistência a agro tóxicos e antibióticos nas pessoas e nos
     animais;
    Aparecimento de novos vírus;
    A eliminação de populações benéficas como abelhas, minhocas e outros
     animais e espécies de plantas;
    Empobrecimento da biodiversidade;
    O desenvolvimento de ervas daninhas muito resistentes que podem
     causar novas doenças e o desequilíbrio da natureza;
    O desconhecimento das consequências da utilização dos alimentos
     geneticamente alterados a longo prazo.
   
       O que é a engenharia genética aplicada aos alimentos?
    A engenharia genética permite que cientistas usem os organismosvivos
     como matéria-prima para mudar as formas de vida já existentes e criar
     novas.
 Um gene é um segmento de DNA que, combinado com outrosgenes,
    determina a composição das células. Um gene possui uma composição
    química que vai determinar o seu comportamento.
   A engenharia genética utiliza enzimas para quebrar a cadeia e DNA em
    determinados lugares, inserindo segmentos de outros organismos e
    costurando a sequência novamente. Os cientistas podem "cortar e colar"
    genes de um organismo para outro, mudando a forma do organismo e
    manipulando sua biologia natural a fim de obter características
    específicas (por exemplo, determinados genes podem ser inseridos
    numa planta para que esta produza toxinas contra pestes).
   De facto, estima-se que aproximadamente 60% dos alimentos
    processados contenham algum derivado de soja transgénica e que 50%
    tenham ingredientes de milho transgénico.
   Porém, como a maioria destes produtos não estão rotulados, é
    impossível saber o quanto de alimentos transgénicos está presente na
    nossa mesa.
   A maioria dos alimentos mais importantes do mundo é o grande alvo da
    engenharia genética. Muitas variedades já foram criadas em laboratório
    e outras estão em desenvolvimento.
   O tomate, soja, algodão, milho, a batata já foram permitidos nos EUA. O
    plantio comercial intensivo também é feito na Argentina, Canadá e
    China. Na Europa, a autorização para comercialização foi dada para a
    soja, milho e chicória.

Além dos transgénicos já comercializados, algumas variedades
                   aguardam autorização:
   salmão, truta e arroz que contém um gene humano introduzido;
   batatas com um gene de galinha;
   pepino e tomates com genes de vírus e bactérias.
  
                    Os riscos dos transgênicos:
   Algumas plantas geneticamente modificadas recebem um gene de
    resistência a antibióticos. É uma forma de saber se a transformação foi
    bem sucedida.
   Esse gene provoca o aumento da taxa de transferência do DNA, ou seja,
    da facilidade com que pedaços do código genético da planta passam de
    um organismo para outro.
   Há um risco teórico de que as bactérias do intestino humano absorvam
    esse gene, tornando-se resistentes aos antibióticos.Aí, qualquer doença,
    mesmo simples, pode se tornar um problema grave.

                               Alergias:
   Para se defender de agressores, a planta produz diversas substâncias
    que podem ser tóxicas ao homem, provocando alergia.
   Um único gene "alienígena" poderia alterar o equilíbrio de várias dessas
    substâncias, aumentando sua produção. Um estudo feito com soja
    transgénica mostrou que ela é mais alérgica que a soja normal.
 Como ninguém conhece todos os genes das plantas, alguns
  especialistas afirmam que faltam estudos para avaliar a segurança dos
  transgénicos.

   Como os transgênicos podem afetar o meio ambiente:
 Super pragas;
 Boa parte dos transgênicos de primeira geração recebe um gene que os
  tornam resistentes a herbicidas e inseticidas. Assim podem recebem
  mais agrotóxicos que o usual.
 A quantidade exagerada pode teoricamente, criar ervas daninha e
  insetos extremamente resistentes, que não poderiam mais ser
  combatidos pelos defensivos agrícolas comuns.
 Pra evitar o problema,discuti-se nos EUA um sistema de refugio de
  espécies.Ou seja,o agricultor plantaria uma certa porcentagem(entre
  10% e 50%) de plantas não modificadas para garantir o cruzamento
  entre espécies de pragas e assim diminuir a resistencia.

        Como os cientistas modificam os alimentos:
 Os cientistas descobrem genes responsaveis por caracteristicas
  interessantes em outras plantas ou animais;
 Determinadas enzimas agem como “tesouras”,que cortam a fita de DNA
  e extraem o trecho em que esta o gene desejado;
 Paralelamente as “tesouras” são usadas para abrir um plasmídeo,tipo de
  anel de DNA encontrado nas bactérias;
 Um segmento do DNA doador é colocado no plasmídeo.A nova unidade
  passa a produzir as proteínas especificas;
 Essas proteínas garantem caracteristicas desejadas como,melhor sabor
  ou tolerância ao frio,a pragas e a herbicidas.
Conclusão:
     A nosso ver a tecnologia aplicada nos transgênicos não traz benefícios
apenas para produtores e grandes empresas agrícolas, ela é o futuro da
produção e distribuição de alimentos no mundo. É verdade que ainda não se
tem certeza sobre os problemas causados por esses alimentos. Há muitas
especulações sobre o assunto, a mídia tem criado muitos debates sobre os
transgênicos.

    Poderemos nos posicionar a favor ou contra, somente, quando a ciência
nos mostrar dados concretos e para que isso ocorra é preciso que se continue
fazendo pesquisas na área, mesmo que um dia haja a prova de que OGMs
(Organismos Geneticamente Modificados) são prejudiciais à saúde humana só
teremos chegado a essa conclusão por meio dessas pesquisas.
Alimentos Transgênicos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os alimentos transgénicos
Os alimentos transgénicosOs alimentos transgénicos
Os alimentos transgénicos
Daniela Costa
 
Organismos geneticamente modificados
Organismos geneticamente modificadosOrganismos geneticamente modificados
Organismos geneticamente modificados
Guillermo Enrique Guedes Scheel
 
Os transgênicos
Os transgênicosOs transgênicos
Os transgênicos
María Paula B
 
OGM- Organismos Geneticamente Modificados
OGM- Organismos Geneticamente ModificadosOGM- Organismos Geneticamente Modificados
OGM- Organismos Geneticamente Modificados
Robson de Aguiar
 
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Cassio Leal
 
Segurança alimentar e ogms
Segurança alimentar e ogmsSegurança alimentar e ogms
Segurança alimentar e ogms
UERGS
 
Organismos transgênico.
Organismos transgênico.Organismos transgênico.
Organismos transgênico.
Petterson Castro
 
Transgênicos
TransgênicosTransgênicos
Transgênicos
Guellity Marcel
 
Experiência : Fazer Plástico biodegradável a partir da batata
Experiência :  Fazer Plástico biodegradável a partir da batataExperiência :  Fazer Plástico biodegradável a partir da batata
Experiência : Fazer Plástico biodegradável a partir da batata
J.I.Telhado
 
Transgênicos ppt
Transgênicos pptTransgênicos ppt
Transgênicos ppt
danielcpacheco2
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
emanuel
 
Organismos geneticamente modificados - Biologia
Organismos geneticamente modificados - BiologiaOrganismos geneticamente modificados - Biologia
Organismos geneticamente modificados - Biologia
Leila Santana
 
Aprendendo a reciclar
Aprendendo a reciclarAprendendo a reciclar
Aprendendo a reciclar
Raquel Santos
 
Aula biotecnologia e bioetica
Aula biotecnologia e bioeticaAula biotecnologia e bioetica
Aula biotecnologia e bioetica
Ronaldo Santana
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
Tatiana Nahas
 
Transgenia aplicações-práticas
Transgenia aplicações-práticasTransgenia aplicações-práticas
Transgenia aplicações-práticas
Guilherme Rocha
 
Clonagem & OGM
Clonagem & OGMClonagem & OGM
Clonagem & OGM
Cláudia Moura
 
Transgênicos e aspectos éticos
Transgênicos e aspectos éticosTransgênicos e aspectos éticos
Transgênicos e aspectos éticos
Conceição Áquila
 
Trabalho TransgêNicos
Trabalho TransgêNicosTrabalho TransgêNicos
Trabalho TransgêNicos
silasco
 
Engenharia genética
Engenharia genética Engenharia genética
Engenharia genética
Rayanne Leão
 

Mais procurados (20)

Os alimentos transgénicos
Os alimentos transgénicosOs alimentos transgénicos
Os alimentos transgénicos
 
Organismos geneticamente modificados
Organismos geneticamente modificadosOrganismos geneticamente modificados
Organismos geneticamente modificados
 
Os transgênicos
Os transgênicosOs transgênicos
Os transgênicos
 
OGM- Organismos Geneticamente Modificados
OGM- Organismos Geneticamente ModificadosOGM- Organismos Geneticamente Modificados
OGM- Organismos Geneticamente Modificados
 
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
 
Segurança alimentar e ogms
Segurança alimentar e ogmsSegurança alimentar e ogms
Segurança alimentar e ogms
 
Organismos transgênico.
Organismos transgênico.Organismos transgênico.
Organismos transgênico.
 
Transgênicos
TransgênicosTransgênicos
Transgênicos
 
Experiência : Fazer Plástico biodegradável a partir da batata
Experiência :  Fazer Plástico biodegradável a partir da batataExperiência :  Fazer Plástico biodegradável a partir da batata
Experiência : Fazer Plástico biodegradável a partir da batata
 
Transgênicos ppt
Transgênicos pptTransgênicos ppt
Transgênicos ppt
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
 
Organismos geneticamente modificados - Biologia
Organismos geneticamente modificados - BiologiaOrganismos geneticamente modificados - Biologia
Organismos geneticamente modificados - Biologia
 
Aprendendo a reciclar
Aprendendo a reciclarAprendendo a reciclar
Aprendendo a reciclar
 
Aula biotecnologia e bioetica
Aula biotecnologia e bioeticaAula biotecnologia e bioetica
Aula biotecnologia e bioetica
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Transgenia aplicações-práticas
Transgenia aplicações-práticasTransgenia aplicações-práticas
Transgenia aplicações-práticas
 
Clonagem & OGM
Clonagem & OGMClonagem & OGM
Clonagem & OGM
 
Transgênicos e aspectos éticos
Transgênicos e aspectos éticosTransgênicos e aspectos éticos
Transgênicos e aspectos éticos
 
Trabalho TransgêNicos
Trabalho TransgêNicosTrabalho TransgêNicos
Trabalho TransgêNicos
 
Engenharia genética
Engenharia genética Engenharia genética
Engenharia genética
 

Destaque

Power point higiene do corpo
Power point   higiene do corpoPower point   higiene do corpo
Power point higiene do corpo
Lúcia Lourenço
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
Felipe Spessatto
 
Educação sexual e prevenção slides
Educação sexual e prevenção   slidesEducação sexual e prevenção   slides
Educação sexual e prevenção slides
Valentinacarvalho
 
Sexualidade na educação infantil
Sexualidade na educação infantilSexualidade na educação infantil
Sexualidade na educação infantil
Mary Lopes
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
Dhilma Freitas
 
Palestra sobre combate a dengue
Palestra sobre combate a denguePalestra sobre combate a dengue
Palestra sobre combate a dengue
Multimix Air
 
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Thiago de Almeida
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Alinebrauna Brauna
 
Higiene e Saúde
Higiene e SaúdeHigiene e Saúde
Higiene e Saúde
Paulo Coelho
 

Destaque (9)

Power point higiene do corpo
Power point   higiene do corpoPower point   higiene do corpo
Power point higiene do corpo
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
 
Educação sexual e prevenção slides
Educação sexual e prevenção   slidesEducação sexual e prevenção   slides
Educação sexual e prevenção slides
 
Sexualidade na educação infantil
Sexualidade na educação infantilSexualidade na educação infantil
Sexualidade na educação infantil
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
 
Palestra sobre combate a dengue
Palestra sobre combate a denguePalestra sobre combate a dengue
Palestra sobre combate a dengue
 
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
 
Higiene e Saúde
Higiene e SaúdeHigiene e Saúde
Higiene e Saúde
 

Semelhante a Alimentos Transgênicos

Universidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – ueceUniversidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – uece
dayrla
 
Universidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – ueceUniversidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – uece
dayrla
 
Genética e produção de alimentos
Genética e produção de alimentosGenética e produção de alimentos
Genética e produção de alimentos
David Costa DC
 
Genética e produção de alimentos
Genética e produção de alimentosGenética e produção de alimentos
Genética e produção de alimentos
David Antunes
 
Pesquisa sobre OGMs
Pesquisa sobre OGMsPesquisa sobre OGMs
Pesquisa sobre OGMs
Valter Batista de Souza
 
Trabalho desenvolvido por: Beatriz Castellano e Mayara Guedes
Trabalho desenvolvido por: Beatriz Castellano e Mayara Guedes Trabalho desenvolvido por: Beatriz Castellano e Mayara Guedes
Trabalho desenvolvido por: Beatriz Castellano e Mayara Guedes
Francini Domingues
 
ManipulaçãO GenéTica
ManipulaçãO   GenéTicaManipulaçãO   GenéTica
ManipulaçãO GenéTica
suzy975
 
Transgenicidade
TransgenicidadeTransgenicidade
Transgenicidade
Raphaela Florêncio
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
URCA
 
Projectoace
ProjectoaceProjectoace
Projectoace
guest828e36
 
projectoace
projectoaceprojectoace
projectoace
guest828e36
 
Alimentos transgenicos
Alimentos transgenicosAlimentos transgenicos
Alimentos transgenicos
irina acosta gonzales
 
Transgênicos
TransgênicosTransgênicos
Transgênicos
Viviane Dilkin Endler
 
Alimentos e saúde.ppt corrigido
Alimentos  e saúde.ppt corrigidoAlimentos  e saúde.ppt corrigido
Alimentos e saúde.ppt corrigido
Cristiane E. S. Araujo Santos
 
Renato e rodrigo
Renato e rodrigoRenato e rodrigo
Renato e rodrigo
pptmeirelles
 
Rafaela
RafaelaRafaela
Rafaela
carolineborba
 
Ficha informativa-engenharia-genetica não usei
Ficha informativa-engenharia-genetica não useiFicha informativa-engenharia-genetica não usei
Ficha informativa-engenharia-genetica não usei
Alda Lima
 
USO DE OGM NA AGRICULTURA MODERNA: IMPLICAÇÕES NA SAÚDE HUMANA
USO DE OGM NA AGRICULTURA MODERNA: IMPLICAÇÕES NA SAÚDE HUMANAUSO DE OGM NA AGRICULTURA MODERNA: IMPLICAÇÕES NA SAÚDE HUMANA
USO DE OGM NA AGRICULTURA MODERNA: IMPLICAÇÕES NA SAÚDE HUMANA
Guilherme Parmegiani
 
Parte 14
Parte 14Parte 14
Parte 14
Josiane Menezes
 
Trangênicos
TrangênicosTrangênicos
Trangênicos
Amanda Góes
 

Semelhante a Alimentos Transgênicos (20)

Universidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – ueceUniversidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – uece
 
Universidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – ueceUniversidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – uece
 
Genética e produção de alimentos
Genética e produção de alimentosGenética e produção de alimentos
Genética e produção de alimentos
 
Genética e produção de alimentos
Genética e produção de alimentosGenética e produção de alimentos
Genética e produção de alimentos
 
Pesquisa sobre OGMs
Pesquisa sobre OGMsPesquisa sobre OGMs
Pesquisa sobre OGMs
 
Trabalho desenvolvido por: Beatriz Castellano e Mayara Guedes
Trabalho desenvolvido por: Beatriz Castellano e Mayara Guedes Trabalho desenvolvido por: Beatriz Castellano e Mayara Guedes
Trabalho desenvolvido por: Beatriz Castellano e Mayara Guedes
 
ManipulaçãO GenéTica
ManipulaçãO   GenéTicaManipulaçãO   GenéTica
ManipulaçãO GenéTica
 
Transgenicidade
TransgenicidadeTransgenicidade
Transgenicidade
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Projectoace
ProjectoaceProjectoace
Projectoace
 
projectoace
projectoaceprojectoace
projectoace
 
Alimentos transgenicos
Alimentos transgenicosAlimentos transgenicos
Alimentos transgenicos
 
Transgênicos
TransgênicosTransgênicos
Transgênicos
 
Alimentos e saúde.ppt corrigido
Alimentos  e saúde.ppt corrigidoAlimentos  e saúde.ppt corrigido
Alimentos e saúde.ppt corrigido
 
Renato e rodrigo
Renato e rodrigoRenato e rodrigo
Renato e rodrigo
 
Rafaela
RafaelaRafaela
Rafaela
 
Ficha informativa-engenharia-genetica não usei
Ficha informativa-engenharia-genetica não useiFicha informativa-engenharia-genetica não usei
Ficha informativa-engenharia-genetica não usei
 
USO DE OGM NA AGRICULTURA MODERNA: IMPLICAÇÕES NA SAÚDE HUMANA
USO DE OGM NA AGRICULTURA MODERNA: IMPLICAÇÕES NA SAÚDE HUMANAUSO DE OGM NA AGRICULTURA MODERNA: IMPLICAÇÕES NA SAÚDE HUMANA
USO DE OGM NA AGRICULTURA MODERNA: IMPLICAÇÕES NA SAÚDE HUMANA
 
Parte 14
Parte 14Parte 14
Parte 14
 
Trangênicos
TrangênicosTrangênicos
Trangênicos
 

Mais de Thainá Carvalho

Tsb
TsbTsb
Sistema respiratorio
Sistema respiratorioSistema respiratorio
Sistema respiratorio
Thainá Carvalho
 
Reino animalia introducao
Reino animalia   introducaoReino animalia   introducao
Reino animalia introducao
Thainá Carvalho
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
Thainá Carvalho
 
Poriferos e cnidarios
Poriferos e cnidariosPoriferos e cnidarios
Poriferos e cnidarios
Thainá Carvalho
 
Caracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animalCaracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animal
Thainá Carvalho
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
Thainá Carvalho
 

Mais de Thainá Carvalho (8)

Tsb
TsbTsb
Tsb
 
Raltorio de quimica
Raltorio de quimicaRaltorio de quimica
Raltorio de quimica
 
Sistema respiratorio
Sistema respiratorioSistema respiratorio
Sistema respiratorio
 
Reino animalia introducao
Reino animalia   introducaoReino animalia   introducao
Reino animalia introducao
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Poriferos e cnidarios
Poriferos e cnidariosPoriferos e cnidarios
Poriferos e cnidarios
 
Caracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animalCaracteristicas do reino animal
Caracteristicas do reino animal
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
 

Alimentos Transgênicos

  • 1. Instituto Dom Moacyr Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha ETSMMR ALIMENTOS TRANSGÊNICOS Educando(s): Raphaelly P. Rodrigues, Thainá J. Carvalho, Paula Amanda, Jessica Matos. Mediador (a): Anailza Nobrega Curso: Técnico em Saúde Bucal Módulo: Básico
  • 2. ÍNDICE:  Apresentação  O que são transgênicos?  Aspectos positivos dos alimentos transgênicos;  Aspectos negativos dos alimentos transgênicos;  O que é a engenharia genética aplicada aos alimentos?  Os riscos dos transgênicos;  Alergias;  Como os transgênicos podem afetar o meio ambiente;  Como os cientistas modificam os alimentos;  Conclusão.
  • 3. Apresentação O trabalho a seguir trata-se dos alimentos que contem agrotóxicos, as vantagens e desvantagens. Os produtos transgênicos ainda é uma discussão em vários países entre eles se destacam Estados Unidos, Canadá, Argentina, China e o Brasil.
  • 4. Oque são transgênicos? Os organismos geneticamente modificados(OGMs),também conhecidos como transgénicos, são frutos da engenharia genética criada pela moderna biotecnologia. Um organismo é chamado de transgénico, quando é feita uma alteração no seu DNA - que contém as características de um ser vivo. Por meio da engenharia genética, genes são retirados de uma espécie animal ou vegetal e transferidos para outra. Esses novos genes introduzidos quebram a sequência de DNA, que sofre uma espécie de reprogramação, sendo capaz, por exemplo, de produzir um novo tipo de substância diferente da que era produzida pelo organismo original. Os alimentos geneticamente modificados são uma realidade cotidiana. Há grãos transgénicos usados no preparo de bolachas, cereais, óleo de soja, pães, massas, maionese, mostarda, papinhas para crianças, etc... Aspectos positivos dos alimentos transgênicos:  O aumento na produção de alimentos;  O desenvolvimento de espécies com características desejáveis;  A alteração do valor nutricional dos alimentos;  A maior resistência dos alimentos ao armazenamento por períodos maiores. Aspectos negativos dos alimentos transgênicos:  O aumento dos sintomas de alergia  A maior resistência a agro tóxicos e antibióticos nas pessoas e nos animais;  Aparecimento de novos vírus;  A eliminação de populações benéficas como abelhas, minhocas e outros animais e espécies de plantas;  Empobrecimento da biodiversidade;  O desenvolvimento de ervas daninhas muito resistentes que podem causar novas doenças e o desequilíbrio da natureza;  O desconhecimento das consequências da utilização dos alimentos geneticamente alterados a longo prazo.  O que é a engenharia genética aplicada aos alimentos?  A engenharia genética permite que cientistas usem os organismosvivos como matéria-prima para mudar as formas de vida já existentes e criar novas.
  • 5.  Um gene é um segmento de DNA que, combinado com outrosgenes, determina a composição das células. Um gene possui uma composição química que vai determinar o seu comportamento.  A engenharia genética utiliza enzimas para quebrar a cadeia e DNA em determinados lugares, inserindo segmentos de outros organismos e costurando a sequência novamente. Os cientistas podem "cortar e colar" genes de um organismo para outro, mudando a forma do organismo e manipulando sua biologia natural a fim de obter características específicas (por exemplo, determinados genes podem ser inseridos numa planta para que esta produza toxinas contra pestes).  De facto, estima-se que aproximadamente 60% dos alimentos processados contenham algum derivado de soja transgénica e que 50% tenham ingredientes de milho transgénico.  Porém, como a maioria destes produtos não estão rotulados, é impossível saber o quanto de alimentos transgénicos está presente na nossa mesa.  A maioria dos alimentos mais importantes do mundo é o grande alvo da engenharia genética. Muitas variedades já foram criadas em laboratório e outras estão em desenvolvimento.  O tomate, soja, algodão, milho, a batata já foram permitidos nos EUA. O plantio comercial intensivo também é feito na Argentina, Canadá e China. Na Europa, a autorização para comercialização foi dada para a soja, milho e chicória. Além dos transgénicos já comercializados, algumas variedades aguardam autorização:  salmão, truta e arroz que contém um gene humano introduzido;  batatas com um gene de galinha;  pepino e tomates com genes de vírus e bactérias.  Os riscos dos transgênicos:  Algumas plantas geneticamente modificadas recebem um gene de resistência a antibióticos. É uma forma de saber se a transformação foi bem sucedida.  Esse gene provoca o aumento da taxa de transferência do DNA, ou seja, da facilidade com que pedaços do código genético da planta passam de um organismo para outro.  Há um risco teórico de que as bactérias do intestino humano absorvam esse gene, tornando-se resistentes aos antibióticos.Aí, qualquer doença, mesmo simples, pode se tornar um problema grave. Alergias:  Para se defender de agressores, a planta produz diversas substâncias que podem ser tóxicas ao homem, provocando alergia.  Um único gene "alienígena" poderia alterar o equilíbrio de várias dessas substâncias, aumentando sua produção. Um estudo feito com soja transgénica mostrou que ela é mais alérgica que a soja normal.
  • 6.  Como ninguém conhece todos os genes das plantas, alguns especialistas afirmam que faltam estudos para avaliar a segurança dos transgénicos. Como os transgênicos podem afetar o meio ambiente:  Super pragas;  Boa parte dos transgênicos de primeira geração recebe um gene que os tornam resistentes a herbicidas e inseticidas. Assim podem recebem mais agrotóxicos que o usual.  A quantidade exagerada pode teoricamente, criar ervas daninha e insetos extremamente resistentes, que não poderiam mais ser combatidos pelos defensivos agrícolas comuns.  Pra evitar o problema,discuti-se nos EUA um sistema de refugio de espécies.Ou seja,o agricultor plantaria uma certa porcentagem(entre 10% e 50%) de plantas não modificadas para garantir o cruzamento entre espécies de pragas e assim diminuir a resistencia. Como os cientistas modificam os alimentos:  Os cientistas descobrem genes responsaveis por caracteristicas interessantes em outras plantas ou animais;  Determinadas enzimas agem como “tesouras”,que cortam a fita de DNA e extraem o trecho em que esta o gene desejado;  Paralelamente as “tesouras” são usadas para abrir um plasmídeo,tipo de anel de DNA encontrado nas bactérias;  Um segmento do DNA doador é colocado no plasmídeo.A nova unidade passa a produzir as proteínas especificas;  Essas proteínas garantem caracteristicas desejadas como,melhor sabor ou tolerância ao frio,a pragas e a herbicidas.
  • 7. Conclusão: A nosso ver a tecnologia aplicada nos transgênicos não traz benefícios apenas para produtores e grandes empresas agrícolas, ela é o futuro da produção e distribuição de alimentos no mundo. É verdade que ainda não se tem certeza sobre os problemas causados por esses alimentos. Há muitas especulações sobre o assunto, a mídia tem criado muitos debates sobre os transgênicos. Poderemos nos posicionar a favor ou contra, somente, quando a ciência nos mostrar dados concretos e para que isso ocorra é preciso que se continue fazendo pesquisas na área, mesmo que um dia haja a prova de que OGMs (Organismos Geneticamente Modificados) são prejudiciais à saúde humana só teremos chegado a essa conclusão por meio dessas pesquisas.