SlideShare uma empresa Scribd logo
Gêneros de Discurso/
Gêneros Textuais
Sociedade e sujeito social
• Os homens, por viverem em sociedade, são
sujeitos sociais, ou seja, agem modificando
o meio em que vivem e sendo, ao mesmo
tempo,sendo modificados por ele.
• Toda a ação humana é mediada pela
linguagem porque a comunicação é
essencial para a vida em sociedade.
• Quando o sujeito social diz alguma coisa,
qualquer palavra, diz de um lugar social e,
portanto ideológico.
Sociedade e sujeito social
• Os lugares que o sujeito ocupa na
sociedade são variados: um mesmo
sujeito pode ser profissional, pai, membro
de uma comunidade religiosa,
consumidor,etc.
• Os diferentes espaços onde o sujeito
social circula são diferentes esferas de
atividade, de produção de conhecimento e
linguagem.
Esferas de atividade humana e
utilização da língua (1)
• Todas as esferas da atividade humana,
por mais variadas que sejam, estão
sempre relacionadas com a utilização da
língua.
• A utilização da língua efetua-se em forma
de enunciados (orais e escritos),
concretos e únicos, que emanam de uma
ou de outra esfera de atividade humana.
• (1) BAKTHIN, Estética da Criação Verbal
Gêneros do discurso (1)
• Qualquer enunciado considerado
isoladamente é, claro, individual, mas
cada esfera de utilização da língua
elabora seus tipos relativamente estáveis
de enunciados, sendo isso que
denominamos gêneros do discurso.
(1) BAKTHIN, Estética da Criação Verbal
Gêneros do discurso
• Não há possibilidade de comunicação
humana sem a utilização dos gêneros de
discurso.
• Qualquer palavra que é dita, é dita num
gênero de discurso.
• Os gêneros de discurso são produtos das
diferentes esferas sociais de produção de
conhecimento e de linguagem
Gêneros de discurso e
gêneros de texto
• Podemos dizer que os textos são
a materialização do discurso, ou
seja, os textos tornam os
discursos concretos,
identificáveis, analisáveis.
Gêneros de texto ou gêneros textuais
GÊNEROS: Família, grupo
TEXTO: a expressão TEXTO, geralmente
utilizada para designar textos escritos,
aplica-se a todas as formas de linguagem.
Usa-se a palavra texto, por exemplo, para
definir as falas numa peça de teatro, um
quadro ou uma foto.
Todos esses textos podem ser lidos e
interpretados, são LINGUAGENS.
Gêneros de texto:
São “famílias”, grupos de textos que têm
origens semelhantes, ou seja, nascem em
situações de comunicação que ocorrem
em uma mesma ÁREA DE PRODUÇÃO DE
LINGUAGEM.
Gêneros de discurso, gêneros
de texto e ensino de língua
• Nas últimas décadas, as pesquisas em
torno do ensino de língua se expandiram
e se aprofundaram.
• Gêneros de discurso e gêneros textuais
tornaram-se objetos de análise dos
pesquisadores interessados em melhorar
o ensino e a aprendizagem de língua.
Gêneros como instrumentos
• Para Dolz e Schneuwly, pesquisadores da
Universidade de Genebra, os gêneros são
excelentes instrumentos para o
ensino/aprendizagem de língua.
• Eles podem ser, ao mesmo tempo,
instrumentos de comunicação social e
objetos de estudo.
Gêneros são conteúdos ou
ferramentas de trabalho? (2)
• Para Schneuwly, são os dois: “É muito fácil
explicar isso quando se pega uma receita
culinária. Ela é um gênero, tem uma certa forma
linguística, uma estrutura, um vocabulário, mas
ao mesmo tempo é, claro, uma ferramenta
usada numa situação de comunicação.
Transmite a uma pessoa como se prepara uma
omelete, por exemplo. Sem essas formas
estabelecidas, a comunicação seria muito
complicada. Se você não soubesse como é uma
entrevista, como seria nossa comunicação nesse
momento?”
(2) Schneuwly em entrevista à Revista Nova Escola
Áreas de produção de linguagem
• Linguagem e pensamento são
inseparáveis;
• Pensa-se numa linguagem;
• O conhecimento é concretizado em
linguagens;
• As linguagens são concretizadas pelo
conhecimento.
CONHECIMENTO LINGUAGEM
Quando se produz qualquer TIPO DE
CONHECIMENTO, como o
conhecimento médico ou jurídico, ou
a tecnologia de fazer sapatos, por
exemplo, ou modos de criar os filhos
nas famílias,ao mesmo tempo são
produzidas LINGUAGENS
PRÓPRIAS daquele CAMPO DE
CONHECIMENTO.
Campo de conhecimento
• Os campos de conhecimento são tão
numerosos como as ATIVIDADES
HUMANAS.
• É possível dizer que seu número é infinito,
porque a todo instante surgem novos
tipos de atividade e, portanto, NOVAS
LINGUAGENS.
Linguagens e campos de
conhecimento
As linguagens próprias dos diferentes
campos de conhecimento são os
GÊNEROS DE DISCURSO ou GÊNEROS
DE TEXTO.
Circulação dos
conhecimentos e linguagens
Os conhecimentos e linguagens
circulam entre as pessoas,
socialmente,portanto, todos os
gêneros de texto circulam
socialmente.
Gêneros escolares
• São os gêneros produzidos no
cotidiano escolar, como as
provas, boletins e fichas de
avaliação por exemplo.
Como os demais gêneros,
também circulam socialmente,
cruzando-se com outros gêneros.
RESUMINDO
• GÊNEROS DE DISCURSO são agrupamentos
discursivos originários de uma mesma área de produção
de conhecimento e linguagem
• GÊNEROS TEXTUAIS são famílias, grupos de TEXTOS
• TEXTOS são a materialização dos discurso,
linguagens que se pode dizer, ouvir, ler e interpretar
• TEXTOS se agrupam em GÊNEROS conforme a área
de conhecimento em que são produzidos
• ÁREAS DE CONHECIMENTO, quaisquer que sejam,
produzem gêneros próprios
• TODOS OS GÊNEROS CIRCULAM SOCIALMENTE,
inclusive os escolares.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
Cláudia Heloísa
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Jose Manuel Alho
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
Denise
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Karen Olivan
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
Ivana Mayrink
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
eeepadrianonobre
 
Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1
Maninho Walker
 
Morfologia
MorfologiaMorfologia
Variações Linguísticas
Variações LinguísticasVariações Linguísticas
Variações Linguísticas
7 de Setembro
 
Gênero Textual: Conto
Gênero Textual: ContoGênero Textual: Conto
Gênero Textual: Conto
Myllenne Abreu
 
Linguagem e Comunicação
Linguagem e ComunicaçãoLinguagem e Comunicação
Linguagem e Comunicação
7 de Setembro
 
Linguagem, Discurso E Texto
Linguagem, Discurso E TextoLinguagem, Discurso E Texto
Linguagem, Discurso E Texto
Pré Master
 
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+FalaLinguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
jayarruda
 
Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais ppt
pnaicdertsis
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
Ricardo Leandro Flores Ricalde
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa
Luciene Gomes
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativa
Ana Castro
 
O uso dos porquês
O uso dos porquêsO uso dos porquês
O uso dos porquês
Rebeca Kaus
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
leticiararek
 
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologiaGêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Adail Sobral
 

Mais procurados (20)

Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidade
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
 
Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1
 
Morfologia
MorfologiaMorfologia
Morfologia
 
Variações Linguísticas
Variações LinguísticasVariações Linguísticas
Variações Linguísticas
 
Gênero Textual: Conto
Gênero Textual: ContoGênero Textual: Conto
Gênero Textual: Conto
 
Linguagem e Comunicação
Linguagem e ComunicaçãoLinguagem e Comunicação
Linguagem e Comunicação
 
Linguagem, Discurso E Texto
Linguagem, Discurso E TextoLinguagem, Discurso E Texto
Linguagem, Discurso E Texto
 
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+FalaLinguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
 
Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais ppt
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativa
 
O uso dos porquês
O uso dos porquêsO uso dos porquês
O uso dos porquês
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologiaGêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
 

Destaque

Gêneros do discurso
Gêneros do discursoGêneros do discurso
Gêneros do discurso
Nayanne Santos
 
Slides sobre Gêneros do Discurso, Gêneros Literários e Linguagem, Comunicação...
Slides sobre Gêneros do Discurso, Gêneros Literários e Linguagem, Comunicação...Slides sobre Gêneros do Discurso, Gêneros Literários e Linguagem, Comunicação...
Slides sobre Gêneros do Discurso, Gêneros Literários e Linguagem, Comunicação...
Cristina Ramos
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
Carolina Loçasso Pereira
 
Generos Textuais
Generos TextuaisGeneros Textuais
Generos Textuais
Luciane Oliveira
 
Pauta formativa pnaic 6º encontro
Pauta formativa pnaic   6º encontroPauta formativa pnaic   6º encontro
Pauta formativa pnaic 6º encontro
taboao
 
Rotina 3º ano
Rotina 3º anoRotina 3º ano
Rotina 3º ano
taboao
 
Pauta formativa pnaic 5º encontro
Pauta formativa pnaic   5º encontroPauta formativa pnaic   5º encontro
Pauta formativa pnaic 5º encontro
pnaicdertsis
 
Avaliacao nacional alfabetizacao documento básico
Avaliacao nacional alfabetizacao documento básicoAvaliacao nacional alfabetizacao documento básico
Avaliacao nacional alfabetizacao documento básico
taboao
 
Rotina 1º ano
Rotina 1º anoRotina 1º ano
Rotina 1º ano
taboao
 
Rotina 2º ano
Rotina 2º anoRotina 2º ano
Rotina 2º ano
taboao
 
Ppt modalidades
Ppt modalidadesPpt modalidades
Ppt modalidades
taboao
 
Pauta formativa pnaic 4º encontro
Pauta formativa pnaic   4º encontroPauta formativa pnaic   4º encontro
Pauta formativa pnaic 4º encontro
pnaicdertsis
 
Introdução aos gêneros do discurso e literários
Introdução aos gêneros do discurso e literáriosIntrodução aos gêneros do discurso e literários
Introdução aos gêneros do discurso e literários
Fabricio Souza
 
1 doce de tereza
1 doce de tereza1 doce de tereza
1 doce de tereza
taboao
 
2 reflexões sobre projetos didáticos
2 reflexões sobre projetos didáticos2 reflexões sobre projetos didáticos
2 reflexões sobre projetos didáticos
taboao
 
4 apresentação planejando a alfabetização unidade 6
4 apresentação planejando  a alfabetização   unidade 64 apresentação planejando  a alfabetização   unidade 6
4 apresentação planejando a alfabetização unidade 6
taboao
 
Avaliacao nacional da_alfabetizacao
Avaliacao nacional da_alfabetizacaoAvaliacao nacional da_alfabetizacao
Avaliacao nacional da_alfabetizacao
taboao
 
2 portfólio
2 portfólio2 portfólio
2 portfólio
taboao
 
Pauta formativa pnaic 7º encontro
Pauta formativa pnaic   7º encontroPauta formativa pnaic   7º encontro
Pauta formativa pnaic 7º encontro
taboao
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
Edna Brito
 

Destaque (20)

Gêneros do discurso
Gêneros do discursoGêneros do discurso
Gêneros do discurso
 
Slides sobre Gêneros do Discurso, Gêneros Literários e Linguagem, Comunicação...
Slides sobre Gêneros do Discurso, Gêneros Literários e Linguagem, Comunicação...Slides sobre Gêneros do Discurso, Gêneros Literários e Linguagem, Comunicação...
Slides sobre Gêneros do Discurso, Gêneros Literários e Linguagem, Comunicação...
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Generos Textuais
Generos TextuaisGeneros Textuais
Generos Textuais
 
Pauta formativa pnaic 6º encontro
Pauta formativa pnaic   6º encontroPauta formativa pnaic   6º encontro
Pauta formativa pnaic 6º encontro
 
Rotina 3º ano
Rotina 3º anoRotina 3º ano
Rotina 3º ano
 
Pauta formativa pnaic 5º encontro
Pauta formativa pnaic   5º encontroPauta formativa pnaic   5º encontro
Pauta formativa pnaic 5º encontro
 
Avaliacao nacional alfabetizacao documento básico
Avaliacao nacional alfabetizacao documento básicoAvaliacao nacional alfabetizacao documento básico
Avaliacao nacional alfabetizacao documento básico
 
Rotina 1º ano
Rotina 1º anoRotina 1º ano
Rotina 1º ano
 
Rotina 2º ano
Rotina 2º anoRotina 2º ano
Rotina 2º ano
 
Ppt modalidades
Ppt modalidadesPpt modalidades
Ppt modalidades
 
Pauta formativa pnaic 4º encontro
Pauta formativa pnaic   4º encontroPauta formativa pnaic   4º encontro
Pauta formativa pnaic 4º encontro
 
Introdução aos gêneros do discurso e literários
Introdução aos gêneros do discurso e literáriosIntrodução aos gêneros do discurso e literários
Introdução aos gêneros do discurso e literários
 
1 doce de tereza
1 doce de tereza1 doce de tereza
1 doce de tereza
 
2 reflexões sobre projetos didáticos
2 reflexões sobre projetos didáticos2 reflexões sobre projetos didáticos
2 reflexões sobre projetos didáticos
 
4 apresentação planejando a alfabetização unidade 6
4 apresentação planejando  a alfabetização   unidade 64 apresentação planejando  a alfabetização   unidade 6
4 apresentação planejando a alfabetização unidade 6
 
Avaliacao nacional da_alfabetizacao
Avaliacao nacional da_alfabetizacaoAvaliacao nacional da_alfabetizacao
Avaliacao nacional da_alfabetizacao
 
2 portfólio
2 portfólio2 portfólio
2 portfólio
 
Pauta formativa pnaic 7º encontro
Pauta formativa pnaic   7º encontroPauta formativa pnaic   7º encontro
Pauta formativa pnaic 7º encontro
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 

Semelhante a Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt

Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptxSlide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Paola Barbosa Dias
 
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Parte 1   linguística geral  apresentação 2012Parte 1   linguística geral  apresentação 2012
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Mariana Correia
 
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Fundação de apoio à escola técnica (FAETEC)
 
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
Mariana Correia
 
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Jhosyrene Oliveira
 
Gêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.pptGêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.ppt
Caroline Assis
 
Gêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.pptGêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.ppt
ANNECAROLINEMORAESDE1
 
Aula generos textuais
Aula generos textuaisAula generos textuais
Aula generos textuais
Gisele Braga
 
Adequação e inadequação linguística
Adequação e inadequação linguísticaAdequação e inadequação linguística
Adequação e inadequação linguística
Karen Olivan
 
Estudos da linguagem
Estudos da linguagemEstudos da linguagem
Estudos da linguagem
Dllubia
 
Gêneros presencial 1 dia
Gêneros presencial 1 diaGêneros presencial 1 dia
Gêneros presencial 1 dia
mgmegrupodois
 
Slides unidade 5
Slides unidade 5Slides unidade 5
Slides unidade 5
Nerilda Dutra
 
Slides unidade 5
Slides unidade 5Slides unidade 5
Slides unidade 5
Nerilda Dutra
 
O que é discurso helena brandão
O que é discurso helena brandãoO que é discurso helena brandão
O que é discurso helena brandão
Rose Moraes
 
Pcc
PccPcc
Dlp em ação 2012 aula 1
Dlp em ação 2012   aula 1Dlp em ação 2012   aula 1
Dlp em ação 2012 aula 1
dlpemacao
 
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula  finalUnidade 5 a diversidade textual em sala de aula  final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
Naysa Taboada
 
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula  finalUnidade 5 a diversidade textual em sala de aula  final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
Naysa Taboada
 
O que é gênero textual
O que é gênero textualO que é gênero textual
O que é gênero textual
Ana Lou
 
307081.pptx
307081.pptx307081.pptx
307081.pptx
IsaialaSantos
 

Semelhante a Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt (20)

Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptxSlide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
 
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Parte 1   linguística geral  apresentação 2012Parte 1   linguística geral  apresentação 2012
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
 
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
 
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
 
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
 
Gêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.pptGêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.ppt
 
Gêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.pptGêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.ppt
 
Aula generos textuais
Aula generos textuaisAula generos textuais
Aula generos textuais
 
Adequação e inadequação linguística
Adequação e inadequação linguísticaAdequação e inadequação linguística
Adequação e inadequação linguística
 
Estudos da linguagem
Estudos da linguagemEstudos da linguagem
Estudos da linguagem
 
Gêneros presencial 1 dia
Gêneros presencial 1 diaGêneros presencial 1 dia
Gêneros presencial 1 dia
 
Slides unidade 5
Slides unidade 5Slides unidade 5
Slides unidade 5
 
Slides unidade 5
Slides unidade 5Slides unidade 5
Slides unidade 5
 
O que é discurso helena brandão
O que é discurso helena brandãoO que é discurso helena brandão
O que é discurso helena brandão
 
Pcc
PccPcc
Pcc
 
Dlp em ação 2012 aula 1
Dlp em ação 2012   aula 1Dlp em ação 2012   aula 1
Dlp em ação 2012 aula 1
 
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula  finalUnidade 5 a diversidade textual em sala de aula  final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
 
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula  finalUnidade 5 a diversidade textual em sala de aula  final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
 
O que é gênero textual
O que é gênero textualO que é gênero textual
O que é gênero textual
 
307081.pptx
307081.pptx307081.pptx
307081.pptx
 

Mais de pnaicdertsis

3ª pauta 17 de agosto
3ª pauta 17 de agosto3ª pauta 17 de agosto
3ª pauta 17 de agosto
pnaicdertsis
 
Foram muitos os professores
Foram muitos os professoresForam muitos os professores
Foram muitos os professores
pnaicdertsis
 
Análise de atividade
Análise de atividadeAnálise de atividade
Análise de atividade
pnaicdertsis
 
Concepções de aprendizagem 22 junho
Concepções de aprendizagem 22 junhoConcepções de aprendizagem 22 junho
Concepções de aprendizagem 22 junho
pnaicdertsis
 
Texto 1: Ano 1 - Unidade 1
Texto 1:  Ano 1 - Unidade 1 Texto 1:  Ano 1 - Unidade 1
Texto 1: Ano 1 - Unidade 1
pnaicdertsis
 
Direitos de aprendizagem de língua portuguesa 1º ao 3º ano
Direitos de aprendizagem de língua portuguesa 1º ao 3º anoDireitos de aprendizagem de língua portuguesa 1º ao 3º ano
Direitos de aprendizagem de língua portuguesa 1º ao 3º anopnaicdertsis
 

Mais de pnaicdertsis (6)

3ª pauta 17 de agosto
3ª pauta 17 de agosto3ª pauta 17 de agosto
3ª pauta 17 de agosto
 
Foram muitos os professores
Foram muitos os professoresForam muitos os professores
Foram muitos os professores
 
Análise de atividade
Análise de atividadeAnálise de atividade
Análise de atividade
 
Concepções de aprendizagem 22 junho
Concepções de aprendizagem 22 junhoConcepções de aprendizagem 22 junho
Concepções de aprendizagem 22 junho
 
Texto 1: Ano 1 - Unidade 1
Texto 1:  Ano 1 - Unidade 1 Texto 1:  Ano 1 - Unidade 1
Texto 1: Ano 1 - Unidade 1
 
Direitos de aprendizagem de língua portuguesa 1º ao 3º ano
Direitos de aprendizagem de língua portuguesa 1º ao 3º anoDireitos de aprendizagem de língua portuguesa 1º ao 3º ano
Direitos de aprendizagem de língua portuguesa 1º ao 3º ano
 

Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt

  • 2. Sociedade e sujeito social • Os homens, por viverem em sociedade, são sujeitos sociais, ou seja, agem modificando o meio em que vivem e sendo, ao mesmo tempo,sendo modificados por ele. • Toda a ação humana é mediada pela linguagem porque a comunicação é essencial para a vida em sociedade. • Quando o sujeito social diz alguma coisa, qualquer palavra, diz de um lugar social e, portanto ideológico.
  • 3. Sociedade e sujeito social • Os lugares que o sujeito ocupa na sociedade são variados: um mesmo sujeito pode ser profissional, pai, membro de uma comunidade religiosa, consumidor,etc. • Os diferentes espaços onde o sujeito social circula são diferentes esferas de atividade, de produção de conhecimento e linguagem.
  • 4. Esferas de atividade humana e utilização da língua (1) • Todas as esferas da atividade humana, por mais variadas que sejam, estão sempre relacionadas com a utilização da língua. • A utilização da língua efetua-se em forma de enunciados (orais e escritos), concretos e únicos, que emanam de uma ou de outra esfera de atividade humana. • (1) BAKTHIN, Estética da Criação Verbal
  • 5. Gêneros do discurso (1) • Qualquer enunciado considerado isoladamente é, claro, individual, mas cada esfera de utilização da língua elabora seus tipos relativamente estáveis de enunciados, sendo isso que denominamos gêneros do discurso. (1) BAKTHIN, Estética da Criação Verbal
  • 6. Gêneros do discurso • Não há possibilidade de comunicação humana sem a utilização dos gêneros de discurso. • Qualquer palavra que é dita, é dita num gênero de discurso. • Os gêneros de discurso são produtos das diferentes esferas sociais de produção de conhecimento e de linguagem
  • 7. Gêneros de discurso e gêneros de texto • Podemos dizer que os textos são a materialização do discurso, ou seja, os textos tornam os discursos concretos, identificáveis, analisáveis.
  • 8. Gêneros de texto ou gêneros textuais GÊNEROS: Família, grupo TEXTO: a expressão TEXTO, geralmente utilizada para designar textos escritos, aplica-se a todas as formas de linguagem. Usa-se a palavra texto, por exemplo, para definir as falas numa peça de teatro, um quadro ou uma foto. Todos esses textos podem ser lidos e interpretados, são LINGUAGENS.
  • 9. Gêneros de texto: São “famílias”, grupos de textos que têm origens semelhantes, ou seja, nascem em situações de comunicação que ocorrem em uma mesma ÁREA DE PRODUÇÃO DE LINGUAGEM.
  • 10. Gêneros de discurso, gêneros de texto e ensino de língua • Nas últimas décadas, as pesquisas em torno do ensino de língua se expandiram e se aprofundaram. • Gêneros de discurso e gêneros textuais tornaram-se objetos de análise dos pesquisadores interessados em melhorar o ensino e a aprendizagem de língua.
  • 11. Gêneros como instrumentos • Para Dolz e Schneuwly, pesquisadores da Universidade de Genebra, os gêneros são excelentes instrumentos para o ensino/aprendizagem de língua. • Eles podem ser, ao mesmo tempo, instrumentos de comunicação social e objetos de estudo.
  • 12. Gêneros são conteúdos ou ferramentas de trabalho? (2) • Para Schneuwly, são os dois: “É muito fácil explicar isso quando se pega uma receita culinária. Ela é um gênero, tem uma certa forma linguística, uma estrutura, um vocabulário, mas ao mesmo tempo é, claro, uma ferramenta usada numa situação de comunicação. Transmite a uma pessoa como se prepara uma omelete, por exemplo. Sem essas formas estabelecidas, a comunicação seria muito complicada. Se você não soubesse como é uma entrevista, como seria nossa comunicação nesse momento?” (2) Schneuwly em entrevista à Revista Nova Escola
  • 13. Áreas de produção de linguagem • Linguagem e pensamento são inseparáveis; • Pensa-se numa linguagem; • O conhecimento é concretizado em linguagens; • As linguagens são concretizadas pelo conhecimento.
  • 14. CONHECIMENTO LINGUAGEM Quando se produz qualquer TIPO DE CONHECIMENTO, como o conhecimento médico ou jurídico, ou a tecnologia de fazer sapatos, por exemplo, ou modos de criar os filhos nas famílias,ao mesmo tempo são produzidas LINGUAGENS PRÓPRIAS daquele CAMPO DE CONHECIMENTO.
  • 15. Campo de conhecimento • Os campos de conhecimento são tão numerosos como as ATIVIDADES HUMANAS. • É possível dizer que seu número é infinito, porque a todo instante surgem novos tipos de atividade e, portanto, NOVAS LINGUAGENS.
  • 16. Linguagens e campos de conhecimento As linguagens próprias dos diferentes campos de conhecimento são os GÊNEROS DE DISCURSO ou GÊNEROS DE TEXTO.
  • 17. Circulação dos conhecimentos e linguagens Os conhecimentos e linguagens circulam entre as pessoas, socialmente,portanto, todos os gêneros de texto circulam socialmente.
  • 18. Gêneros escolares • São os gêneros produzidos no cotidiano escolar, como as provas, boletins e fichas de avaliação por exemplo. Como os demais gêneros, também circulam socialmente, cruzando-se com outros gêneros.
  • 19. RESUMINDO • GÊNEROS DE DISCURSO são agrupamentos discursivos originários de uma mesma área de produção de conhecimento e linguagem • GÊNEROS TEXTUAIS são famílias, grupos de TEXTOS • TEXTOS são a materialização dos discurso, linguagens que se pode dizer, ouvir, ler e interpretar • TEXTOS se agrupam em GÊNEROS conforme a área de conhecimento em que são produzidos • ÁREAS DE CONHECIMENTO, quaisquer que sejam, produzem gêneros próprios • TODOS OS GÊNEROS CIRCULAM SOCIALMENTE, inclusive os escolares.