SlideShare uma empresa Scribd logo
BIOLOGIA INTERATIVABIOLOGIA INTERATIVA
Criado e Desenvolvido por:
Ronnielle Cabral RolimRonnielle Cabral Rolim
Todos os direitos são reservados ©2017
tioronnicabral.blogspot.com.br
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
- Pluricelulares, eucariontes
- Autótrofas fotossintetizantes
- Hábitat: terrestre – clima frio
- Embriófitas
- Cormófitas – possuem raiz, caule do tipo tronco e folhas em forma de agulha
(aciculifoliadas).
- São traqueófitas
- São fanerógamas – órgãos
reprodutores macroscópicos:
independência da água para a
fecundação.
- Aquisição evolutiva – passam a
produzir sementes – espermatófitas.
- Órgãos reprodutores macroscópicos:
estróbilos, cones ou
inflorescências – aqui no Brasil a
inflorescência feminina é conhecida
por pinha.
- Semente: pinhão.
- Não produzem frutos, nem flores
verdadeiras.
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
Pinha Pinhão
Estróbilo masculino Estróbilo
feminino
- São fanerógamas – órgãos
reprodutores macroscópicos:
independência da água para a
fecundação.
- Aquisição evolutiva – passam a
produzir sementes – espermatófitas.
- Órgãos reprodutores macroscópicos:
estróbilos, cones ou
inflorescências – aqui no Brasil a
inflorescência feminina é conhecida
por pinha.
- Semente: pinhão.
- Não produzem frutos, nem flores
verdadeiras.
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
- Ciclo Reprodutivo: haplodiplobionte
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
- Gametófito (n): reduzido, transitório, dependente do esporófito.
- Esporófito (2n): desenvolvido, duradouro, independente.
Célula germinativa, espermática ou
reprodutora: gametas masculinos.
Célula vegetativa: mitose do tubo polínico.
Saco embrionário.
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
CLASSIFICAÇÃO:
Gimnospermas são usualmente distribuídas em quatro grupos. Esse grupos
são:
- Conipherophyta
- Cycadophyta
- Gnetophyta
- Gingkophyta
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
- Coníferas: São assim chamadas
porque os seus frutos têm a forma de
cones ou pinhas. As folhas geralmente
são pequenas e em forma de agulha,
conservando-se verdes todo o ano. O
formato das folhas vai de longas e
finas agulhas a outras curtas
achatadas e arredondadas. A maioria
tem nas folhas uma seiva oleosa,
chamada resina, que evita o ataque
de insetos e atrasa a sua
decomposição quando caem. O facto
das folhas serem em forma de agulha,
também ajuda a árvore a conservar as
folhas quando se encontra coberta de
neve.
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
- Cicadáceas: São plantas de
variados portes com aspecto
característico tanto do tronco
como da copa. Seu tronco é
chamado de estipe e suas típicas
folhas são geralmente pinadas e
flabeladas. São tipos que
impressionam principalmente pela
silhueta esbelta. Possuem a
função de ornamentar, caracterizar
uma região, complementar linhas
arquitetônicas e atrair pássaros.
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
- Gincófitas: Trata-se de uma grande árvore com pequenas folhas em forma de
leque, muito comum em jardins. O Ginkgo biloba é a única espécie viva e dele
se extrai um fitoterápico.
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
- Gnetófitas: É um gênero que inclui árvores e trepadeiras, com folhas grandes,
muito parecidas com as das dicotiledôneas. Encontradas na maioria das regiões
tropicais.
GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS
gimno = nu; sperma = semente
Exercício 1
(Fuvest/SP) O pinhão, estrutura comestível produzida por pinheiros da espécie
Araucaria angustifólia, corresponde a que parte da planta:
a) Cone (estróbilo) masculino repleto de pólen.
b) Cone (estróbilo) feminino antes da fecundação.
c) Fruto simples sem pericarpo.
d) Folha especializada no acúmulo de substâncias de reserva.
e) Semente envolta por tegumento.
Semente: embrião envolvido por casca.
Exercício 2
(UFRGS) A frase seguinte apresenta cinco segmentos sublinhados. Assinale a
letra correspondente ao segmento que contém um erro.
O pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifólia), uma espécie nativa (a) no Rio
Grande do Sul, é uma gimnosperma (b), cujo fruto (c), o “pinhão”, apresenta
endosperma (d) e embrião (e).
Exercício 3
O texto abaixo cita algumas características das gimnospermas.
“As gimnospermas são vegetais vasculares dotados de flores, chamadas pinhas, e
sementes nuas, chamadas pinhões e apreciados por diversos animais. Essas
sementes são chamadas dessa maneira por não apresentarem frutos protegendo-
as.”
De acordo com o que foi dito acima, assinale a alternativa que contém
gimnospermas.
a) Araucária, feijoeiro, samambaia.
b) Pinheiro, cica, sequoia.
c) Laranjeira, goiabeira, tamarindeiro.
d) Avenca, musgo, antóceros.
e) Araucária, pessegueiro e macieira.
Exercício 4
(UDESC/2009) Analise as afirmativas quanto à polinização e à reprodução nas
plantas gimnospermas.
I – Algumas espécies de pinheiro do gênero Pinus são monoicas, e outras, como
o pinheiro-do-Paraná, são dioicas.
II – Os morcegos, as abelhas e os pássaros são os principais agentes
polinizadores.
III – As flores apresentam autofecundação, e o vento contribui para
autofecundação transportando as oosferas.
IV – Sementes de gimnospernas não estão localizadas no interior de um fruto.
V – O grão de pólen possui sacos aéreos que, durante o dia, ao se manterem
aquecidos, são carregados pelo vento; e à noite, quando a temperatura é
reduzida, eles caem sobre as flores femininas.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas IV e V são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas III e V são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras
e) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.
Exercício 5
(UNESP) Observe o ciclo reprodutivo do pinheiro.
"Pinheiro me dá uma PINHA".
Pinha me dá um PINHÃO
Menina me dá um beijo
Que eu te dou meu coração ".
a) Em que estágios deste ciclo ocorre redução do número de cromossomos?
b) Indique as estruturas citadas no ciclo que correspondem às palavras em
destaque na seguinte estrofe popular.
A redução do número de cromossomos ocorre na meiose. A meiose nas
gimnospermas ocorre nos esporófitos para a produção dos grãos de pólen e dos
oosfera.
A PINHA é o estróbilo ou cone feminino do pinheiro-do-paraná fecundado. O
PINHÃO é a semente comestível do vegetal.
Obs: pinha – conjunto de sementes e pinhão: uma semente.
Exercício 6
(UNICAMP) O texto a seguir se refere ao ciclo de vida de uma planta vascular:
"Os esporos germinam para produzir a fase gametofítica. Os micrósporos se
tornam grãos polínicos e, depois do transporte para a micrópila do óvulo, o
microgametófito continua o seu desenvolvimento na forma de um tubo, crescendo
através do nucelo. Um megásporo produz um gametófito envolvido pela parede
do nucelo e por tegumento. Os gametófitos produzem gametas: duas células
espermáticas em cada tubo polínico e uma oosfera em cada arquegônio".
a) A que grupo de plantas se refere o texto?
b) Que estrutura mencionada no texto permitiu essa conclusão?
c) Quais são os outros grupos de plantas vasculares?
O texto se refere ao grupo das gimnospermas.
Planta vascular cujo gametófito feminino produz gameta (oosfera) dentro do
arquegônio.
Pteridófitas e angiospermas.
Exercício 7
(FUVEST) A conquista do meio terrestre, pelas plantas, foi possível graças a um
conjunto de adaptações.
a) Cite duas adaptações dos vegetais terrestres relacionadas à economia de
água.
b) Que estruturas vegetais permitem a dispersão das pteridófitas e das
gimnospermas, independentemente do meio aquático?
Revestimentos impermeabilizados (cutícula na epiderme e suberina no súber),
parênquima aquífero, folhas transformadas em espinhos.
As pteridófitas realizam a sua dispersão através de esporos. Enquanto que as
gimnospermas fazem isso através de sementes.
Exercício 8
(PUCC) A figura indica um micrósporo de Pinus sp
(pinheiro) germinando um tubo polínico. As setas 1,
2, 3 e 4 indicam respectivamente as células:
a) protalares, pedicular, espermatógenas e
vegetativa;
b) protalares, pedicular, vegetativa e
espermatógena;
c) pedicular, protalares, vegetativa e
espermatógena;
d) pedicular, protalares, espermatógena e
vegetativa;
e) n.d.a.
Exercício 9
(FUVEST SP/2009) Durante a transição do período Ordoviciano para o
Devoniano, ocorreu a conquista do ambiente terrestre pelos vegetais. Algumas
plantas gimnospermas surgiram nessa transição. As angiospermas, porém, ainda
não haviam aparecido no planeta.
a) Cite todos os órgãos vegetais que estavam disponíveis como alimento para os
animais herbívoros nessa época, justificando.
b) As evidências fósseis mostram que, nessa época, as plantas terrestres
estavam sempre associadas a ambientes com alta disponibilidade hídrica.
Explique como as gimnospermas conquistaram o meio terrestre.
As gimnospermas produzem raízes, caules, folhas, estróbilos e sementes,
órgãos que estavam à disposição dos herbívoros. Flores e frutos só apareceram
a partir das angiospermas e consequentemente nesse período não poderiam
servir de alimento para os animais.
As plantas terrestres dos grupos das briófitas e pteridófitas são dependentes de
água para a fecundação. A presença de água garante a fecundação cruzada
desses vegetais e consequentemente a variação genética.
As gimnospermas com o aparecimento dos grãos de pólen e tubos polínicos
tornaram-se independentes do fator água para a fecundação.
OBRIGADOOBRIGADO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gimnospermas e angiosperma
Gimnospermas e angiospermaGimnospermas e angiosperma
Gimnospermas e angiosperma
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Aula tecidos vegetais
Aula tecidos vegetaisAula tecidos vegetais
Aula tecidos vegetais
Ronaldo Professorr
 
V.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasV.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e Pteridófitas
Rebeca Vale
 
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e ColoraçãoAula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Hamilton Nobrega
 
Gimnospermas e angiospermas
Gimnospermas e angiospermasGimnospermas e angiospermas
Gimnospermas e angiospermas
Grazi Grazi
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
Juliana Mendes
 
Reino plantae primeira aula
Reino plantae primeira aulaReino plantae primeira aula
Reino plantae primeira aula
Professora Raquel
 
Gimnospermas e Angiospermas
Gimnospermas e AngiospermasGimnospermas e Angiospermas
Gimnospermas e Angiospermas
Elisa Margarita Orlandi
 
Aula 8 – fruto e semente Prof. Guth Berger
Aula 8 – fruto e semente Prof. Guth BergerAula 8 – fruto e semente Prof. Guth Berger
Aula 8 – fruto e semente Prof. Guth Berger
Matheus Yuri
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
Fatima Comiotto
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
jcrrios
 
As Algas
As AlgasAs Algas
As Algas
thaysribeiro
 
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Ronaldo Santana
 
A diversidade das plantas 2 gimnospermas e angiospermas
A diversidade das plantas 2   gimnospermas e angiospermasA diversidade das plantas 2   gimnospermas e angiospermas
A diversidade das plantas 2 gimnospermas e angiospermas
Roxana Alhadas
 
Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
Renata Magalhães
 
Reino das plantas
Reino das plantasReino das plantas
Evolução das plantas
Evolução das plantasEvolução das plantas
Evolução das plantas
Jaqueline Sarges
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
guest78da28
 

Mais procurados (20)

Gimnospermas e angiosperma
Gimnospermas e angiospermaGimnospermas e angiosperma
Gimnospermas e angiosperma
 
Aula tecidos vegetais
Aula tecidos vegetaisAula tecidos vegetais
Aula tecidos vegetais
 
V.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasV.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e Pteridófitas
 
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e ColoraçãoAula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
 
Gimnospermas e angiospermas
Gimnospermas e angiospermasGimnospermas e angiospermas
Gimnospermas e angiospermas
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
Reino plantae primeira aula
Reino plantae primeira aulaReino plantae primeira aula
Reino plantae primeira aula
 
Gimnospermas e Angiospermas
Gimnospermas e AngiospermasGimnospermas e Angiospermas
Gimnospermas e Angiospermas
 
Aula 8 – fruto e semente Prof. Guth Berger
Aula 8 – fruto e semente Prof. Guth BergerAula 8 – fruto e semente Prof. Guth Berger
Aula 8 – fruto e semente Prof. Guth Berger
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Reino Animal
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
 
As Algas
As AlgasAs Algas
As Algas
 
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
 
A diversidade das plantas 2 gimnospermas e angiospermas
A diversidade das plantas 2   gimnospermas e angiospermasA diversidade das plantas 2   gimnospermas e angiospermas
A diversidade das plantas 2 gimnospermas e angiospermas
 
Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
 
Reino das plantas
Reino das plantasReino das plantas
Reino das plantas
 
Evolução das plantas
Evolução das plantasEvolução das plantas
Evolução das plantas
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 

Semelhante a Gimnospermas

Classificacao e reproducao das plantas
Classificacao e reproducao das plantasClassificacao e reproducao das plantas
Classificacao e reproducao das plantas
biroskaa
 
Grupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médioGrupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médio
Pedro Alberto Machado
 
Biologia.pdf
Biologia.pdfBiologia.pdf
Biologia.pdf
ClioLima5
 
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
MayaraOliveira228
 
Reino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamentoReino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamento
letyap
 
Semi reino vegetal
Semi reino vegetalSemi reino vegetal
Semi reino vegetal
aulasdotubao
 
Reino vegetal 1
Reino vegetal 1Reino vegetal 1
Reino vegetal 1
ProfDelminda
 
reino plantae
reino plantaereino plantae
reino plantae
Brígida Menário
 
Questões gimnospermas e angiospermas
Questões     gimnospermas e angiospermasQuestões     gimnospermas e angiospermas
Questões gimnospermas e angiospermas
diegodduarte
 
Plantas vasculares 1
Plantas  vasculares 1Plantas  vasculares 1
Plantas vasculares 1
SESI 422 - Americana
 
Classificação do reino plantae
Classificação do reino plantaeClassificação do reino plantae
Classificação do reino plantae
francisco sergio costa e souza
 
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 
Reino Plantae Power Point
Reino Plantae Power PointReino Plantae Power Point
Reino Plantae Power Point
infoeducp2
 
Exerciciosgimnosp.e.angiosfaceis
Exerciciosgimnosp.e.angiosfaceisExerciciosgimnosp.e.angiosfaceis
Exerciciosgimnosp.e.angiosfaceis
Michelle Miranda
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
Wallas Cruz
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
Isabella Silva
 
Curso Pré Vestibular Sistema Objetivo - Colégio Batista de Mantena.Aula sobre...
Curso Pré Vestibular Sistema Objetivo - Colégio Batista de Mantena.Aula sobre...Curso Pré Vestibular Sistema Objetivo - Colégio Batista de Mantena.Aula sobre...
Curso Pré Vestibular Sistema Objetivo - Colégio Batista de Mantena.Aula sobre...
Colégio Batista de Mantena
 
Plantas
PlantasPlantas
Plantas
Carlaensino
 
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitasFrente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas
Colégio Batista de Mantena
 
Plantas
PlantasPlantas
Plantas
Carlaensino
 

Semelhante a Gimnospermas (20)

Classificacao e reproducao das plantas
Classificacao e reproducao das plantasClassificacao e reproducao das plantas
Classificacao e reproducao das plantas
 
Grupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médioGrupos vegetais ensino médio
Grupos vegetais ensino médio
 
Biologia.pdf
Biologia.pdfBiologia.pdf
Biologia.pdf
 
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
2º ano - Aula - Fanerógamas.ppt
 
Reino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamentoReino vegetal aprofundamento
Reino vegetal aprofundamento
 
Semi reino vegetal
Semi reino vegetalSemi reino vegetal
Semi reino vegetal
 
Reino vegetal 1
Reino vegetal 1Reino vegetal 1
Reino vegetal 1
 
reino plantae
reino plantaereino plantae
reino plantae
 
Questões gimnospermas e angiospermas
Questões     gimnospermas e angiospermasQuestões     gimnospermas e angiospermas
Questões gimnospermas e angiospermas
 
Plantas vasculares 1
Plantas  vasculares 1Plantas  vasculares 1
Plantas vasculares 1
 
Classificação do reino plantae
Classificação do reino plantaeClassificação do reino plantae
Classificação do reino plantae
 
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)
Reinoplantae powerpoint-090726184322-phpapp02 (2)
 
Reino Plantae Power Point
Reino Plantae Power PointReino Plantae Power Point
Reino Plantae Power Point
 
Exerciciosgimnosp.e.angiosfaceis
Exerciciosgimnosp.e.angiosfaceisExerciciosgimnosp.e.angiosfaceis
Exerciciosgimnosp.e.angiosfaceis
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
Curso Pré Vestibular Sistema Objetivo - Colégio Batista de Mantena.Aula sobre...
Curso Pré Vestibular Sistema Objetivo - Colégio Batista de Mantena.Aula sobre...Curso Pré Vestibular Sistema Objetivo - Colégio Batista de Mantena.Aula sobre...
Curso Pré Vestibular Sistema Objetivo - Colégio Batista de Mantena.Aula sobre...
 
Plantas
PlantasPlantas
Plantas
 
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitasFrente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas
Frente 3 módulo 2 Reprodução nas briófitas e pteridófitas
 
Plantas
PlantasPlantas
Plantas
 

Mais de URCA

Máquinas Simples
Máquinas SimplesMáquinas Simples
Máquinas Simples
URCA
 
Transformações Químicas
Transformações QuímicasTransformações Químicas
Transformações Químicas
URCA
 
Separação de Materiais
Separação de MateriaisSeparação de Materiais
Separação de Materiais
URCA
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
URCA
 
Folhas caules e raízes
Folhas caules e raízesFolhas caules e raízes
Folhas caules e raízes
URCA
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
URCA
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
URCA
 
Flores e frutos
Flores e frutosFlores e frutos
Flores e frutos
URCA
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
URCA
 
Dsts
DstsDsts
Dsts
URCA
 
Pteridófitas
PteridófitasPteridófitas
Pteridófitas
URCA
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
URCA
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
URCA
 
Tipos de reprodução
Tipos de reproduçãoTipos de reprodução
Tipos de reprodução
URCA
 
Métodos contaceptivos
Métodos contaceptivosMétodos contaceptivos
Métodos contaceptivos
URCA
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
URCA
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
URCA
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
URCA
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
URCA
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
URCA
 

Mais de URCA (20)

Máquinas Simples
Máquinas SimplesMáquinas Simples
Máquinas Simples
 
Transformações Químicas
Transformações QuímicasTransformações Químicas
Transformações Químicas
 
Separação de Materiais
Separação de MateriaisSeparação de Materiais
Separação de Materiais
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
 
Folhas caules e raízes
Folhas caules e raízesFolhas caules e raízes
Folhas caules e raízes
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
 
Flores e frutos
Flores e frutosFlores e frutos
Flores e frutos
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Dsts
DstsDsts
Dsts
 
Pteridófitas
PteridófitasPteridófitas
Pteridófitas
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Tipos de reprodução
Tipos de reproduçãoTipos de reprodução
Tipos de reprodução
 
Métodos contaceptivos
Métodos contaceptivosMétodos contaceptivos
Métodos contaceptivos
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 

Último

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 

Último (20)

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 

Gimnospermas

  • 1. BIOLOGIA INTERATIVABIOLOGIA INTERATIVA Criado e Desenvolvido por: Ronnielle Cabral RolimRonnielle Cabral Rolim Todos os direitos são reservados ©2017 tioronnicabral.blogspot.com.br
  • 3. GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente - Pluricelulares, eucariontes - Autótrofas fotossintetizantes - Hábitat: terrestre – clima frio - Embriófitas - Cormófitas – possuem raiz, caule do tipo tronco e folhas em forma de agulha (aciculifoliadas). - São traqueófitas
  • 4. - São fanerógamas – órgãos reprodutores macroscópicos: independência da água para a fecundação. - Aquisição evolutiva – passam a produzir sementes – espermatófitas. - Órgãos reprodutores macroscópicos: estróbilos, cones ou inflorescências – aqui no Brasil a inflorescência feminina é conhecida por pinha. - Semente: pinhão. - Não produzem frutos, nem flores verdadeiras. GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 5. Pinha Pinhão Estróbilo masculino Estróbilo feminino - São fanerógamas – órgãos reprodutores macroscópicos: independência da água para a fecundação. - Aquisição evolutiva – passam a produzir sementes – espermatófitas. - Órgãos reprodutores macroscópicos: estróbilos, cones ou inflorescências – aqui no Brasil a inflorescência feminina é conhecida por pinha. - Semente: pinhão. - Não produzem frutos, nem flores verdadeiras. GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 6. - Ciclo Reprodutivo: haplodiplobionte GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 7. - Gametófito (n): reduzido, transitório, dependente do esporófito. - Esporófito (2n): desenvolvido, duradouro, independente. Célula germinativa, espermática ou reprodutora: gametas masculinos. Célula vegetativa: mitose do tubo polínico. Saco embrionário. GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 9. CLASSIFICAÇÃO: Gimnospermas são usualmente distribuídas em quatro grupos. Esse grupos são: - Conipherophyta - Cycadophyta - Gnetophyta - Gingkophyta GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 10. - Coníferas: São assim chamadas porque os seus frutos têm a forma de cones ou pinhas. As folhas geralmente são pequenas e em forma de agulha, conservando-se verdes todo o ano. O formato das folhas vai de longas e finas agulhas a outras curtas achatadas e arredondadas. A maioria tem nas folhas uma seiva oleosa, chamada resina, que evita o ataque de insetos e atrasa a sua decomposição quando caem. O facto das folhas serem em forma de agulha, também ajuda a árvore a conservar as folhas quando se encontra coberta de neve. GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 11. - Cicadáceas: São plantas de variados portes com aspecto característico tanto do tronco como da copa. Seu tronco é chamado de estipe e suas típicas folhas são geralmente pinadas e flabeladas. São tipos que impressionam principalmente pela silhueta esbelta. Possuem a função de ornamentar, caracterizar uma região, complementar linhas arquitetônicas e atrair pássaros. GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 12. - Gincófitas: Trata-se de uma grande árvore com pequenas folhas em forma de leque, muito comum em jardins. O Ginkgo biloba é a única espécie viva e dele se extrai um fitoterápico. GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 13. - Gnetófitas: É um gênero que inclui árvores e trepadeiras, com folhas grandes, muito parecidas com as das dicotiledôneas. Encontradas na maioria das regiões tropicais. GIMNOSPERMASGIMNOSPERMAS gimno = nu; sperma = semente
  • 14. Exercício 1 (Fuvest/SP) O pinhão, estrutura comestível produzida por pinheiros da espécie Araucaria angustifólia, corresponde a que parte da planta: a) Cone (estróbilo) masculino repleto de pólen. b) Cone (estróbilo) feminino antes da fecundação. c) Fruto simples sem pericarpo. d) Folha especializada no acúmulo de substâncias de reserva. e) Semente envolta por tegumento. Semente: embrião envolvido por casca.
  • 15. Exercício 2 (UFRGS) A frase seguinte apresenta cinco segmentos sublinhados. Assinale a letra correspondente ao segmento que contém um erro. O pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifólia), uma espécie nativa (a) no Rio Grande do Sul, é uma gimnosperma (b), cujo fruto (c), o “pinhão”, apresenta endosperma (d) e embrião (e).
  • 16. Exercício 3 O texto abaixo cita algumas características das gimnospermas. “As gimnospermas são vegetais vasculares dotados de flores, chamadas pinhas, e sementes nuas, chamadas pinhões e apreciados por diversos animais. Essas sementes são chamadas dessa maneira por não apresentarem frutos protegendo- as.” De acordo com o que foi dito acima, assinale a alternativa que contém gimnospermas. a) Araucária, feijoeiro, samambaia. b) Pinheiro, cica, sequoia. c) Laranjeira, goiabeira, tamarindeiro. d) Avenca, musgo, antóceros. e) Araucária, pessegueiro e macieira.
  • 17. Exercício 4 (UDESC/2009) Analise as afirmativas quanto à polinização e à reprodução nas plantas gimnospermas. I – Algumas espécies de pinheiro do gênero Pinus são monoicas, e outras, como o pinheiro-do-Paraná, são dioicas. II – Os morcegos, as abelhas e os pássaros são os principais agentes polinizadores. III – As flores apresentam autofecundação, e o vento contribui para autofecundação transportando as oosferas. IV – Sementes de gimnospernas não estão localizadas no interior de um fruto. V – O grão de pólen possui sacos aéreos que, durante o dia, ao se manterem aquecidos, são carregados pelo vento; e à noite, quando a temperatura é reduzida, eles caem sobre as flores femininas. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas IV e V são verdadeiras. b) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras. c) Somente as afirmativas III e V são verdadeiras. d) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras e) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.
  • 18. Exercício 5 (UNESP) Observe o ciclo reprodutivo do pinheiro. "Pinheiro me dá uma PINHA". Pinha me dá um PINHÃO Menina me dá um beijo Que eu te dou meu coração ". a) Em que estágios deste ciclo ocorre redução do número de cromossomos? b) Indique as estruturas citadas no ciclo que correspondem às palavras em destaque na seguinte estrofe popular. A redução do número de cromossomos ocorre na meiose. A meiose nas gimnospermas ocorre nos esporófitos para a produção dos grãos de pólen e dos oosfera. A PINHA é o estróbilo ou cone feminino do pinheiro-do-paraná fecundado. O PINHÃO é a semente comestível do vegetal. Obs: pinha – conjunto de sementes e pinhão: uma semente.
  • 19. Exercício 6 (UNICAMP) O texto a seguir se refere ao ciclo de vida de uma planta vascular: "Os esporos germinam para produzir a fase gametofítica. Os micrósporos se tornam grãos polínicos e, depois do transporte para a micrópila do óvulo, o microgametófito continua o seu desenvolvimento na forma de um tubo, crescendo através do nucelo. Um megásporo produz um gametófito envolvido pela parede do nucelo e por tegumento. Os gametófitos produzem gametas: duas células espermáticas em cada tubo polínico e uma oosfera em cada arquegônio". a) A que grupo de plantas se refere o texto? b) Que estrutura mencionada no texto permitiu essa conclusão? c) Quais são os outros grupos de plantas vasculares? O texto se refere ao grupo das gimnospermas. Planta vascular cujo gametófito feminino produz gameta (oosfera) dentro do arquegônio. Pteridófitas e angiospermas.
  • 20. Exercício 7 (FUVEST) A conquista do meio terrestre, pelas plantas, foi possível graças a um conjunto de adaptações. a) Cite duas adaptações dos vegetais terrestres relacionadas à economia de água. b) Que estruturas vegetais permitem a dispersão das pteridófitas e das gimnospermas, independentemente do meio aquático? Revestimentos impermeabilizados (cutícula na epiderme e suberina no súber), parênquima aquífero, folhas transformadas em espinhos. As pteridófitas realizam a sua dispersão através de esporos. Enquanto que as gimnospermas fazem isso através de sementes.
  • 21. Exercício 8 (PUCC) A figura indica um micrósporo de Pinus sp (pinheiro) germinando um tubo polínico. As setas 1, 2, 3 e 4 indicam respectivamente as células: a) protalares, pedicular, espermatógenas e vegetativa; b) protalares, pedicular, vegetativa e espermatógena; c) pedicular, protalares, vegetativa e espermatógena; d) pedicular, protalares, espermatógena e vegetativa; e) n.d.a.
  • 22. Exercício 9 (FUVEST SP/2009) Durante a transição do período Ordoviciano para o Devoniano, ocorreu a conquista do ambiente terrestre pelos vegetais. Algumas plantas gimnospermas surgiram nessa transição. As angiospermas, porém, ainda não haviam aparecido no planeta. a) Cite todos os órgãos vegetais que estavam disponíveis como alimento para os animais herbívoros nessa época, justificando. b) As evidências fósseis mostram que, nessa época, as plantas terrestres estavam sempre associadas a ambientes com alta disponibilidade hídrica. Explique como as gimnospermas conquistaram o meio terrestre. As gimnospermas produzem raízes, caules, folhas, estróbilos e sementes, órgãos que estavam à disposição dos herbívoros. Flores e frutos só apareceram a partir das angiospermas e consequentemente nesse período não poderiam servir de alimento para os animais. As plantas terrestres dos grupos das briófitas e pteridófitas são dependentes de água para a fecundação. A presença de água garante a fecundação cruzada desses vegetais e consequentemente a variação genética. As gimnospermas com o aparecimento dos grãos de pólen e tubos polínicos tornaram-se independentes do fator água para a fecundação.

Notas do Editor

  1. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  2. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  3. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  4. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  5. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  6. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  7. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  8. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  9. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  10. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  11. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  12. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  13. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  14. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  15. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  16. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  17. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  18. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  19. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  20. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br
  21. Ronnielle Cabral. www.tioronni.com.br