SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Slides Show




Lei de Coulomb
   Desenvolvido pelo Professor Sayd de Lima

                   Física




      www.QuackAulas.com.br
Assunto
 Esta lei diz respeito à INTENSIDADE das
 forças elétricas de atração ou de repulsão,
    que agem em duas cargas elétricas,
     puntiformes (cargas de dimensões
desprezíveis), quando colocadas em presença
                 uma da outra.



           www.QuackAulas.com.br
Considerações




www.QuackAulas.com.br
As forças são de ação e reação, e,
   portanto, têm a mesma intensidade, a
mesma direção e sentidos opostos. Deve-se
    notar também que, de acordo com o
 princípio da ação e reação, elas são forças
que agem em corpos diferentes, e, portanto,
               não se anulam.



           www.QuackAulas.com.br
Definição

• As forças de atração ou repulsão entre
 duas cargas puntiformes são diretamente
   proporcionais ao produto das cargas e
 inversamente proporcionais ao quadrado
        da distância que as separa.




         www.QuackAulas.com.br
www.QuackAulas.com.br
Unidades

SISTEMA    FORÇA (F)    DISTÂNCIA (r)      CARGA        CONST. DE
                                        ELÉTRICA (Q)   PROPOR. (K)
  SI      NEWTON (N)     METRO (m)      COULOMB (C)     N.m2 / C2




             www.QuackAulas.com.br
Constante de Proporcionalidade ou do
              Meio (K)
• Ela depende do meio onde as cargas se
  localizam e do sistema de unidade adotado.
• No vácuo, a constante é indicada por K0 e é
  denominada constante eletrostática, cujo
  valor determinado experimentalmente é:

           K0 = 9 x 109 N.m2 / C2

   Esse valor também é utilizado para o ar

           www.QuackAulas.com.br
Exemplo
• Em um experimento duas cargas puntiformes de 5x10-5C
  e     -4x10-5C, no vácuo, estão separadas por uma
  distância de 0,3m. Os pesquisadores gostariam de
  determinar experimentalmente os questionamentos de
  seus alunos, que eram:
a) A força é de atração ou repulsão? Explique.
b) A intensidade das forças de atração e repulsão?
c) E se aumentarmos 2 vezes o valor de uma das cargas
    mantendo a distância o que aconteceria com o valor da
    forças?
d) E se mantermos os valores das cargas constantes e
    aumentarmos o valor da distância 2 vezes, o que
    aconteceria com o valor das forças?
               www.QuackAulas.com.br
Slides Show




        FIM
   Desenvolvido pelo Professor Sayd de Lima

www.QuackAulas.com.br
                   Física

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Carga elétrica e eletrização
Carga elétrica e eletrizaçãoCarga elétrica e eletrização
Carga elétrica e eletrizaçãoProf. JC
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismocristbarb
 
Plano anual de física para o ensino médio
Plano anual de física para o ensino médioPlano anual de física para o ensino médio
Plano anual de física para o ensino médioEric Novais SIlva
 
Revisão de eletrostática e campo elétrico
Revisão de eletrostática e campo elétricoRevisão de eletrostática e campo elétrico
Revisão de eletrostática e campo elétricoCleiton Rosa
 
Aula 5 - Introdução à Quântica
Aula 5 -  Introdução à QuânticaAula 5 -  Introdução à Quântica
Aula 5 - Introdução à QuânticaNewton Silva
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétricafisicaatual
 
Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1Paulo Victor
 
Energia Cinética e Potencial
Energia Cinética e PotencialEnergia Cinética e Potencial
Energia Cinética e PotencialDenise Marinho
 
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisãoImpulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisãoMarco Antonio Sanches
 
Introdução à eletrostática
Introdução à eletrostáticaIntrodução à eletrostática
Introdução à eletrostáticaO mundo da FÍSICA
 
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.Lara Lídia
 

Mais procurados (20)

3° ano(potencial elétrico) física
3° ano(potencial elétrico) física3° ano(potencial elétrico) física
3° ano(potencial elétrico) física
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
 
Campo eletrico
Campo eletricoCampo eletrico
Campo eletrico
 
Carga elétrica e eletrização
Carga elétrica e eletrizaçãoCarga elétrica e eletrização
Carga elétrica e eletrização
 
Eletrostática fundamentos
Eletrostática   fundamentosEletrostática   fundamentos
Eletrostática fundamentos
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Magnetismo - Parte 1
Magnetismo - Parte 1Magnetismo - Parte 1
Magnetismo - Parte 1
 
Plano anual de física para o ensino médio
Plano anual de física para o ensino médioPlano anual de física para o ensino médio
Plano anual de física para o ensino médio
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
Revisão de eletrostática e campo elétrico
Revisão de eletrostática e campo elétricoRevisão de eletrostática e campo elétrico
Revisão de eletrostática e campo elétrico
 
Campo e potencial elétrico
Campo e potencial elétricoCampo e potencial elétrico
Campo e potencial elétrico
 
Aula 5 - Introdução à Quântica
Aula 5 -  Introdução à QuânticaAula 5 -  Introdução à Quântica
Aula 5 - Introdução à Quântica
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1Força elétrica parte 1
Força elétrica parte 1
 
Eletrodinâmica 1 aula
Eletrodinâmica 1 aulaEletrodinâmica 1 aula
Eletrodinâmica 1 aula
 
Energia Cinética e Potencial
Energia Cinética e PotencialEnergia Cinética e Potencial
Energia Cinética e Potencial
 
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisãoImpulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
Impulso e Quantidade de Movimento - Exercícios de revisão
 
Introdução à eletrostática
Introdução à eletrostáticaIntrodução à eletrostática
Introdução à eletrostática
 
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
 

Destaque (20)

1ª lei de coulomb
1ª lei de coulomb1ª lei de coulomb
1ª lei de coulomb
 
Coulomb
CoulombCoulomb
Coulomb
 
1ª lei de coulomb2
1ª lei de coulomb21ª lei de coulomb2
1ª lei de coulomb2
 
Lei de coulomb
Lei de coulombLei de coulomb
Lei de coulomb
 
Carga Elé..
Carga Elé..Carga Elé..
Carga Elé..
 
Lei de coulomb
Lei de coulombLei de coulomb
Lei de coulomb
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
Fisica 003 eletrização e lei de coulomb
Fisica   003 eletrização e lei de coulombFisica   003 eletrização e lei de coulomb
Fisica 003 eletrização e lei de coulomb
 
Processos de eletrização e Lei de Coulomb
Processos de eletrização e Lei de CoulombProcessos de eletrização e Lei de Coulomb
Processos de eletrização e Lei de Coulomb
 
Cargas puntiformes lei de coulomb
Cargas puntiformes   lei de coulombCargas puntiformes   lei de coulomb
Cargas puntiformes lei de coulomb
 
Questao lei de_coulomb_e_potencial_el_atrico
Questao lei de_coulomb_e_potencial_el_atricoQuestao lei de_coulomb_e_potencial_el_atrico
Questao lei de_coulomb_e_potencial_el_atrico
 
Processos de Eletrização
Processos de EletrizaçãoProcessos de Eletrização
Processos de Eletrização
 
Cargas elétricas
Cargas elétricasCargas elétricas
Cargas elétricas
 
Slide Sobre Escalas TermoméTricas
Slide Sobre Escalas TermoméTricasSlide Sobre Escalas TermoméTricas
Slide Sobre Escalas TermoméTricas
 
Slide sobre termometria
Slide sobre termometriaSlide sobre termometria
Slide sobre termometria
 
Eletroscópio de folhas
Eletroscópio de folhasEletroscópio de folhas
Eletroscópio de folhas
 
Eletroscópio
EletroscópioEletroscópio
Eletroscópio
 
Seminario artigo faraday
Seminario artigo faradaySeminario artigo faraday
Seminario artigo faraday
 
Charles Augustin de Coulomb
Charles Augustin de CoulombCharles Augustin de Coulomb
Charles Augustin de Coulomb
 
Eletricidade básica resistência elétrica
Eletricidade básica   resistência elétricaEletricidade básica   resistência elétrica
Eletricidade básica resistência elétrica
 

Semelhante a Lei de Coulomb Slides

aula-2-lei-de-coulomb.ppt
aula-2-lei-de-coulomb.pptaula-2-lei-de-coulomb.ppt
aula-2-lei-de-coulomb.pptVanderley Costa
 
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas IsostáticasAplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticasdanielceh
 
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas IsostáticasAplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticasdanielceh
 
Força Eletromagnética
Força EletromagnéticaForça Eletromagnética
Força EletromagnéticaKiller Max
 
Fisica eletrostatica potencial_eletrico_energia_potencial_eletrica_exercicios
Fisica eletrostatica potencial_eletrico_energia_potencial_eletrica_exerciciosFisica eletrostatica potencial_eletrico_energia_potencial_eletrica_exercicios
Fisica eletrostatica potencial_eletrico_energia_potencial_eletrica_exerciciosAbmael Silva
 
Slide de física sobre lei de coulomb com exercícios
Slide de física sobre lei de coulomb com exercíciosSlide de física sobre lei de coulomb com exercícios
Slide de física sobre lei de coulomb com exercíciosreinaldogitahi
 
AULA-006---POTENCIAL-ELETRICO_8a9f785b6bbd4f8fb37df9d1fad545ac.pptx
AULA-006---POTENCIAL-ELETRICO_8a9f785b6bbd4f8fb37df9d1fad545ac.pptxAULA-006---POTENCIAL-ELETRICO_8a9f785b6bbd4f8fb37df9d1fad545ac.pptx
AULA-006---POTENCIAL-ELETRICO_8a9f785b6bbd4f8fb37df9d1fad545ac.pptxThiagoFerreiraCouto1
 
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Linhas Elásticas de ...
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Linhas Elásticas de ...Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Linhas Elásticas de ...
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Linhas Elásticas de ...danielceh
 
Resistência dos materiais
Resistência dos materiaisResistência dos materiais
Resistência dos materiaisAndrew Cass
 
1º simulado periódico 2016 física
1º simulado periódico 2016   física1º simulado periódico 2016   física
1º simulado periódico 2016 físicaGustavo Mendonça
 
Trabalho e energia no campo elétrico
Trabalho e energia no campo elétricoTrabalho e energia no campo elétrico
Trabalho e energia no campo elétricoNadine Pacheco
 
08. conservação da energia
08. conservação da energia08. conservação da energia
08. conservação da energialeonardoenginer
 
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrauAula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrauAdriano Silva
 

Semelhante a Lei de Coulomb Slides (20)

aula-2-lei-de-coulomb.ppt
aula-2-lei-de-coulomb.pptaula-2-lei-de-coulomb.ppt
aula-2-lei-de-coulomb.ppt
 
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas IsostáticasAplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
 
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas IsostáticasAplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Vigas Isostáticas
 
fabio_coulomb.pdf
fabio_coulomb.pdffabio_coulomb.pdf
fabio_coulomb.pdf
 
Força Eletromagnética
Força EletromagnéticaForça Eletromagnética
Força Eletromagnética
 
Fisica eletrostatica potencial_eletrico_energia_potencial_eletrica_exercicios
Fisica eletrostatica potencial_eletrico_energia_potencial_eletrica_exerciciosFisica eletrostatica potencial_eletrico_energia_potencial_eletrica_exercicios
Fisica eletrostatica potencial_eletrico_energia_potencial_eletrica_exercicios
 
Slide de física sobre lei de coulomb com exercícios
Slide de física sobre lei de coulomb com exercíciosSlide de física sobre lei de coulomb com exercícios
Slide de física sobre lei de coulomb com exercícios
 
Cap23
Cap23Cap23
Cap23
 
AULA-006---POTENCIAL-ELETRICO_8a9f785b6bbd4f8fb37df9d1fad545ac.pptx
AULA-006---POTENCIAL-ELETRICO_8a9f785b6bbd4f8fb37df9d1fad545ac.pptxAULA-006---POTENCIAL-ELETRICO_8a9f785b6bbd4f8fb37df9d1fad545ac.pptx
AULA-006---POTENCIAL-ELETRICO_8a9f785b6bbd4f8fb37df9d1fad545ac.pptx
 
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Linhas Elásticas de ...
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Linhas Elásticas de ...Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Linhas Elásticas de ...
Aplicação do Cálculo Diferencial e Integral no Estudo de Linhas Elásticas de ...
 
Resistência dos materiais
Resistência dos materiaisResistência dos materiais
Resistência dos materiais
 
1º simulado periódico 2016 física
1º simulado periódico 2016   física1º simulado periódico 2016   física
1º simulado periódico 2016 física
 
Lei de coulomb slides atividades
Lei de coulomb slides atividadesLei de coulomb slides atividades
Lei de coulomb slides atividades
 
Trabalho e energia no campo elétrico
Trabalho e energia no campo elétricoTrabalho e energia no campo elétrico
Trabalho e energia no campo elétrico
 
08. conservação da energia
08. conservação da energia08. conservação da energia
08. conservação da energia
 
Lista lei de coulomb
Lista lei de coulombLista lei de coulomb
Lista lei de coulomb
 
6 capacitores
6 capacitores6 capacitores
6 capacitores
 
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrauAula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
Aula 9: O degrau de potencial. Caso II: Energia maior que o degrau
 
2862949
28629492862949
2862949
 
2862949
28629492862949
2862949
 

Último

Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 

Último (20)

Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 

Lei de Coulomb Slides

  • 1. Slides Show Lei de Coulomb Desenvolvido pelo Professor Sayd de Lima Física www.QuackAulas.com.br
  • 2. Assunto Esta lei diz respeito à INTENSIDADE das forças elétricas de atração ou de repulsão, que agem em duas cargas elétricas, puntiformes (cargas de dimensões desprezíveis), quando colocadas em presença uma da outra. www.QuackAulas.com.br
  • 4. As forças são de ação e reação, e, portanto, têm a mesma intensidade, a mesma direção e sentidos opostos. Deve-se notar também que, de acordo com o princípio da ação e reação, elas são forças que agem em corpos diferentes, e, portanto, não se anulam. www.QuackAulas.com.br
  • 5. Definição • As forças de atração ou repulsão entre duas cargas puntiformes são diretamente proporcionais ao produto das cargas e inversamente proporcionais ao quadrado da distância que as separa. www.QuackAulas.com.br
  • 7. Unidades SISTEMA FORÇA (F) DISTÂNCIA (r) CARGA CONST. DE ELÉTRICA (Q) PROPOR. (K) SI NEWTON (N) METRO (m) COULOMB (C) N.m2 / C2 www.QuackAulas.com.br
  • 8. Constante de Proporcionalidade ou do Meio (K) • Ela depende do meio onde as cargas se localizam e do sistema de unidade adotado. • No vácuo, a constante é indicada por K0 e é denominada constante eletrostática, cujo valor determinado experimentalmente é: K0 = 9 x 109 N.m2 / C2 Esse valor também é utilizado para o ar www.QuackAulas.com.br
  • 9. Exemplo • Em um experimento duas cargas puntiformes de 5x10-5C e -4x10-5C, no vácuo, estão separadas por uma distância de 0,3m. Os pesquisadores gostariam de determinar experimentalmente os questionamentos de seus alunos, que eram: a) A força é de atração ou repulsão? Explique. b) A intensidade das forças de atração e repulsão? c) E se aumentarmos 2 vezes o valor de uma das cargas mantendo a distância o que aconteceria com o valor da forças? d) E se mantermos os valores das cargas constantes e aumentarmos o valor da distância 2 vezes, o que aconteceria com o valor das forças? www.QuackAulas.com.br
  • 10. Slides Show FIM Desenvolvido pelo Professor Sayd de Lima www.QuackAulas.com.br Física