SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Aula 1
Formação de palavras
Introdução:
 Para analisar a formação de uma palavra,
deve-se procurar a origem dela. Caso seja
formada por apenas uma radical, diremos que
foi formada por derivação; por dois ou mais
radicais: Composição.
 São os seguintes os processos de formação
de palavras:
 Derivação: Formação de novas palavras a
partir de apenas um radical.
 Composição: Formação de novas palavras a
partir de dois ou mais radicais.
Derivações:
Derivação Prefixal:
 Acréscimo de um prefixo á palavra primitiva;
também chamado de prefixação.
 Exemplo: antepasto, reescrever, infeliz.
Derivação Sufixal:
 Acréscimo de um sufixo á palavra primitiva;
também chamado de sufixação.
 Exemplo: felizmente, igualdade, florescer.
Derivação Prefixal e Sufixal:
 Acréscimo de um prefixo e de um sufixo, em
tempos diferentes; também chamado de
prefixação e sufixação.
 Exemplo: infelizmente, desigualdade,
reflorescer.
Derivação Parassintética:
 Acréscimo de um prefixo e de um sufixo,
simultaneamente; também chamado de
parassíntese.
 Exemplo: envernizar, enrijecer, anoitecer.
o OBS: Se retirado o prefixo ou o sufixo a palavra deixa de existir, perde o sentido. O
sufixo e o prefixo dependem um do outro.
Derivação Regressiva:
 É a retirada da parte final da palavra
primitiva, obtendo, por essa redução, a
palavra derivada.
 Por exemplo: do verbo debater, retira-se a
desinência do infinitivo –r: formou-se o
substantivo debate.
Derivação Imprópria:
 É a formação de uma nova palavra pela
mudança de uma classe gramatical.
 Por exemplo: a palavra gelo é um
substantivo, mas pode ser transformada em
um adjetivo: camisa gelo.
Composições:
Composição por justaposição:
 Na união, os radicais não sofrem qualquer
alteração em sua estrutura.
 Por exemplo: ao se unirem os radicais ponta
e pé obtêm-se a palavra pontapé. O mesmo
ocorre com mandachuva, passatempo,
guarda-pó.
Composição por aglutinação:
 Na união, pelo menos um dos dois radicais
sofre alteração em sua estrutura.
 Por exemplo, ao se unirem os radicais água e
ardente, obtêm-se a palavra aguardente,
com o desaparecimento do a.
 O mesmo ocorre com embora (em boa hora),
planalto (plano alto).
Hibridismo
 É a formação de novas palavras a partir da
união de radicais de idiomas diferentes.
 Por exemplo: automóvel, sociologia,
sambódromo, burocracia.
Onomatopéia
 Consiste em criar palavras, tentando imitar
sons da natureza.
 Por exemplo: zunzun, cricri, tique-taque,
pingue-pongue.
Abreviação vocabular:
 Consiste na eliminação de um segmento da
palavra, a fim de se obter uma forma mais
curta.
 Por exemplo: extraordinário = extra; telefone
= fone; fotografia = foto; cinematografia =
cinema ou cine.
Siglas:
 As siglas são formadas pela combinação de
letras iniciais de uma sequencia de palavras
que constitui um nome.
 Por exemplo: IBGE (Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística); IPTU (Imposto
Predial,Territorial e Urbano).
Neologismo Semântico:
 Forma-se uma palavra por neologismo
semântico, quando se dá um novo
significado, somado ao que já existe.
 Por exemplo: a palavra legal significa dentro
da lei; esse significado somou outro: pessoa
boa, pessoa legal.
Empréstimo Linguístico:
 É o aportuguesamento de palavras
estrangeiras; se a grafia da palavra não se
modifica, ela deve ser escrita entre aspas.
 Por exemplo: estresse, estande, futebol,
bife, “show”, xampu, “shopping Center”.
Resumo:
D. Prefixal: Acréscimo no início da
palavra primitiva.
D. Sufixal:Acréscimo no final da
palavra primitiva.
D. Pref. E Suf.: Acréscimo de um
prefixo e de um sufixo.
D. Parassintética:Acréscimo de um
prefixo e um sufixo porém um
depende do outro.
D. Regressiva: Quando se tira –r da
palavra no infinitivo e passa a
ser um substantivo.
D. Imprópria: É a formação de uma
nova palavra pela mudança de
classe gramatical.
C. por justaposição: radicais não sofrem
qualquer alteração.
C. por aglutinação: pelo menos um dos
radicais sofrem alteração.
Hibrismo: Uma nova palavra a partir de
radicais de idiomas diferentes.
Onomatopéia: Criação de palavras
imitando os sons da natureza.
Abreviação vocabular: obter uma forma
mais curta da palavra.
Siglas: combinação de letras de letras
iniciais de uma sequencia de
palavras.
Neologismo Semântico: Quando dá um
novo significado ao que já existe.
Empréstimo Linguístico:
Aportuguesamento das palavras
estrangeiras.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Figuras de sintaxe
Figuras de sintaxeFiguras de sintaxe
Figuras de sintaxe
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
 
Termos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracaoTermos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracao
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
Mas, mais e más
Mas, mais e másMas, mais e más
Mas, mais e más
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
TIPOS DE VERBOS
TIPOS DE VERBOSTIPOS DE VERBOS
TIPOS DE VERBOS
 
Períodos simples e composto
Períodos simples e compostoPeríodos simples e composto
Períodos simples e composto
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivas
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
 

Destaque

Processo De FormaçãO Das Palavras
Processo De FormaçãO Das PalavrasProcesso De FormaçãO Das Palavras
Processo De FormaçãO Das PalavrasAngela Santos
 
Processos de formação de palavras
Processos de formação de palavrasProcessos de formação de palavras
Processos de formação de palavrasJoaquim Safara
 
Termos integrantes e termos acessórios
Termos integrantes e termos acessóriosTermos integrantes e termos acessórios
Termos integrantes e termos acessórioscatarinodilson
 
Formação palavras derivação
Formação palavras derivaçãoFormação palavras derivação
Formação palavras derivaçãoDelfina Vernuccio
 
Funções do que, se e pronome relativo
Funções do que, se e pronome relativoFunções do que, se e pronome relativo
Funções do que, se e pronome relativoCynthia Funchal
 
Processos de formação das palavras
Processos de formação das palavrasProcessos de formação das palavras
Processos de formação das palavrasguest85fbf7c
 
Conjugações perifrástica, recíproca, reflexa
Conjugações perifrástica, recíproca, reflexaConjugações perifrástica, recíproca, reflexa
Conjugações perifrástica, recíproca, reflexatchicoo
 
Orações reduzidas
Orações reduzidasOrações reduzidas
Orações reduzidassandra
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavrasJorge Henrique
 
Conjugação pronominal
Conjugação pronominalConjugação pronominal
Conjugação pronominalXanuxca
 
Slide Orações Subordinadas
Slide Orações SubordinadasSlide Orações Subordinadas
Slide Orações SubordinadasJomari
 
A formação de palavras - derivação
A formação de palavras - derivaçãoA formação de palavras - derivação
A formação de palavras - derivaçãosuzanamar
 
Slides orações subordinadas substantivas
Slides orações subordinadas substantivasSlides orações subordinadas substantivas
Slides orações subordinadas substantivasPedro Henrique
 
periféricos de entrada, saída e mistos
periféricos de entrada, saída e mistosperiféricos de entrada, saída e mistos
periféricos de entrada, saída e mistosRaquel Guimaraes
 
Processos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavrasProcessos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavrasarmindaalmeida
 
Processos irregulares de formação de palavras
Processos irregulares de formação de palavrasProcessos irregulares de formação de palavras
Processos irregulares de formação de palavrasLina Claro
 
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVASORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVASAngela Santos
 
Formação de palavras a derivação e composição
Formação de palavras  a derivação e composiçãoFormação de palavras  a derivação e composição
Formação de palavras a derivação e composiçãoTeresa Rocha
 

Destaque (20)

Processo De FormaçãO Das Palavras
Processo De FormaçãO Das PalavrasProcesso De FormaçãO Das Palavras
Processo De FormaçãO Das Palavras
 
Processos de formação de palavras
Processos de formação de palavrasProcessos de formação de palavras
Processos de formação de palavras
 
Slide roseny
Slide rosenySlide roseny
Slide roseny
 
Termos integrantes e termos acessórios
Termos integrantes e termos acessóriosTermos integrantes e termos acessórios
Termos integrantes e termos acessórios
 
Formação palavras derivação
Formação palavras derivaçãoFormação palavras derivação
Formação palavras derivação
 
Funções do que, se e pronome relativo
Funções do que, se e pronome relativoFunções do que, se e pronome relativo
Funções do que, se e pronome relativo
 
Processos de formação das palavras
Processos de formação das palavrasProcessos de formação das palavras
Processos de formação das palavras
 
Conjugações perifrástica, recíproca, reflexa
Conjugações perifrástica, recíproca, reflexaConjugações perifrástica, recíproca, reflexa
Conjugações perifrástica, recíproca, reflexa
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 
Orações reduzidas
Orações reduzidasOrações reduzidas
Orações reduzidas
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
 
Conjugação pronominal
Conjugação pronominalConjugação pronominal
Conjugação pronominal
 
Slide Orações Subordinadas
Slide Orações SubordinadasSlide Orações Subordinadas
Slide Orações Subordinadas
 
A formação de palavras - derivação
A formação de palavras - derivaçãoA formação de palavras - derivação
A formação de palavras - derivação
 
Slides orações subordinadas substantivas
Slides orações subordinadas substantivasSlides orações subordinadas substantivas
Slides orações subordinadas substantivas
 
periféricos de entrada, saída e mistos
periféricos de entrada, saída e mistosperiféricos de entrada, saída e mistos
periféricos de entrada, saída e mistos
 
Processos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavrasProcessos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavras
 
Processos irregulares de formação de palavras
Processos irregulares de formação de palavrasProcessos irregulares de formação de palavras
Processos irregulares de formação de palavras
 
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVASORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
 
Formação de palavras a derivação e composição
Formação de palavras  a derivação e composiçãoFormação de palavras  a derivação e composição
Formação de palavras a derivação e composição
 

Semelhante a Formação de palavras (derivações e composições) aula 1

Estrutura e formação de palavras
Estrutura e formação de palavrasEstrutura e formação de palavras
Estrutura e formação de palavrasAprova Saúde
 
Estrutura e formação das palavras 1 bimestre
Estrutura e formação das palavras 1 bimestreEstrutura e formação das palavras 1 bimestre
Estrutura e formação das palavras 1 bimestrerafaelcef3
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasAndriane Cursino
 
Processos de formação das palavras
Processos de formação das palavrasProcessos de formação das palavras
Processos de formação das palavrasguest85fbf7c
 
Processosdeformaodaspalavras 100517201716-phpapp01
Processosdeformaodaspalavras 100517201716-phpapp01Processosdeformaodaspalavras 100517201716-phpapp01
Processosdeformaodaspalavras 100517201716-phpapp01josé ribamar
 
[Trabalho_de_Portoguês]
[Trabalho_de_Portoguês][Trabalho_de_Portoguês]
[Trabalho_de_Portoguês]Danny_9
 
Profª Márcia Lídia |1º ANO |Gramática aulas 23 e 24
Profª Márcia Lídia |1º ANO |Gramática aulas 23 e 24Profª Márcia Lídia |1º ANO |Gramática aulas 23 e 24
Profª Márcia Lídia |1º ANO |Gramática aulas 23 e 24Alpha Colégio e Vestibulares
 
40 classes de_palavras_-_resumo
40 classes de_palavras_-_resumo40 classes de_palavras_-_resumo
40 classes de_palavras_-_resumoyago maciel
 
Novos processo de formação de palavras completo
Novos processo de formação de palavras completoNovos processo de formação de palavras completo
Novos processo de formação de palavras completoFilipe Simão Kembo
 
Estudo das Classes de Palavras do Português
Estudo das Classes de Palavras do PortuguêsEstudo das Classes de Palavras do Português
Estudo das Classes de Palavras do PortuguêsSônia Guedes
 
3s e ppv - CLASSE DE PALAVRAS.ppt
3s e ppv - CLASSE DE PALAVRAS.ppt3s e ppv - CLASSE DE PALAVRAS.ppt
3s e ppv - CLASSE DE PALAVRAS.pptAntoniaEuclides
 
Generalidades sobre classe de palavras
Generalidades sobre classe de palavrasGeneralidades sobre classe de palavras
Generalidades sobre classe de palavrasJoanita Artigas
 
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptxCLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptxFranciely Carvalho
 
Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Karen Olivan
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavrasgifamiliar
 
Processo de formação de palavras na LP.pptx
Processo de formação de palavras na LP.pptxProcesso de formação de palavras na LP.pptx
Processo de formação de palavras na LP.pptxBrunnavonSucro1
 
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdftermos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdfssuser6e334c1
 

Semelhante a Formação de palavras (derivações e composições) aula 1 (20)

Estrutura e formação de palavras
Estrutura e formação de palavrasEstrutura e formação de palavras
Estrutura e formação de palavras
 
Estrutura e formação das palavras 1 bimestre
Estrutura e formação das palavras 1 bimestreEstrutura e formação das palavras 1 bimestre
Estrutura e formação das palavras 1 bimestre
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Processos de formação das palavras
Processos de formação das palavrasProcessos de formação das palavras
Processos de formação das palavras
 
Processosdeformaodaspalavras 100517201716-phpapp01
Processosdeformaodaspalavras 100517201716-phpapp01Processosdeformaodaspalavras 100517201716-phpapp01
Processosdeformaodaspalavras 100517201716-phpapp01
 
[Trabalho_de_Portoguês]
[Trabalho_de_Portoguês][Trabalho_de_Portoguês]
[Trabalho_de_Portoguês]
 
Profª Márcia Lídia |1º ANO |Gramática aulas 23 e 24
Profª Márcia Lídia |1º ANO |Gramática aulas 23 e 24Profª Márcia Lídia |1º ANO |Gramática aulas 23 e 24
Profª Márcia Lídia |1º ANO |Gramática aulas 23 e 24
 
Alpha gramática aulas 23 e 24 blog 2015 (1)
Alpha gramática aulas 23 e 24   blog 2015 (1)Alpha gramática aulas 23 e 24   blog 2015 (1)
Alpha gramática aulas 23 e 24 blog 2015 (1)
 
40 classes de_palavras_-_resumo
40 classes de_palavras_-_resumo40 classes de_palavras_-_resumo
40 classes de_palavras_-_resumo
 
Novos processo de formação de palavras completo
Novos processo de formação de palavras completoNovos processo de formação de palavras completo
Novos processo de formação de palavras completo
 
Estudo das Classes de Palavras do Português
Estudo das Classes de Palavras do PortuguêsEstudo das Classes de Palavras do Português
Estudo das Classes de Palavras do Português
 
Resumão de português
Resumão de portuguêsResumão de português
Resumão de português
 
Plural dos substantivos
Plural dos substantivosPlural dos substantivos
Plural dos substantivos
 
3s e ppv - CLASSE DE PALAVRAS.ppt
3s e ppv - CLASSE DE PALAVRAS.ppt3s e ppv - CLASSE DE PALAVRAS.ppt
3s e ppv - CLASSE DE PALAVRAS.ppt
 
Generalidades sobre classe de palavras
Generalidades sobre classe de palavrasGeneralidades sobre classe de palavras
Generalidades sobre classe de palavras
 
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptxCLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
CLASSE DE PALAVRAS completo para b .pptx
 
Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
 
Processo de formação de palavras na LP.pptx
Processo de formação de palavras na LP.pptxProcesso de formação de palavras na LP.pptx
Processo de formação de palavras na LP.pptx
 
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdftermos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
 

Mais de Alice Silva

Significação de palavras aula 5
Significação de palavras   aula 5Significação de palavras   aula 5
Significação de palavras aula 5Alice Silva
 
Adjetivos aula 7
Adjetivos   aula 7Adjetivos   aula 7
Adjetivos aula 7Alice Silva
 
Autoritarismo e democracia no brasil
Autoritarismo e democracia no brasilAutoritarismo e democracia no brasil
Autoritarismo e democracia no brasilAlice Silva
 
Distância e Deslocamento slide
Distância e Deslocamento   slideDistância e Deslocamento   slide
Distância e Deslocamento slideAlice Silva
 
pontuaçãoPontuação aula 2
pontuaçãoPontuação   aula 2pontuaçãoPontuação   aula 2
pontuaçãoPontuação aula 2Alice Silva
 

Mais de Alice Silva (10)

Substantivos
Substantivos  Substantivos
Substantivos
 
Significação de palavras aula 5
Significação de palavras   aula 5Significação de palavras   aula 5
Significação de palavras aula 5
 
Numeral aula 9
Numeral   aula 9Numeral   aula 9
Numeral aula 9
 
Artigo aula 8
Artigo   aula 8Artigo   aula 8
Artigo aula 8
 
Adjetivos aula 7
Adjetivos   aula 7Adjetivos   aula 7
Adjetivos aula 7
 
Autoritarismo e democracia no brasil
Autoritarismo e democracia no brasilAutoritarismo e democracia no brasil
Autoritarismo e democracia no brasil
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Distância e Deslocamento slide
Distância e Deslocamento   slideDistância e Deslocamento   slide
Distância e Deslocamento slide
 
pontuaçãoPontuação aula 2
pontuaçãoPontuação   aula 2pontuaçãoPontuação   aula 2
pontuaçãoPontuação aula 2
 
Porquês
PorquêsPorquês
Porquês
 

Último

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxmariiiaaa1290
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 

Último (20)

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 

Formação de palavras (derivações e composições) aula 1

  • 2. Introdução:  Para analisar a formação de uma palavra, deve-se procurar a origem dela. Caso seja formada por apenas uma radical, diremos que foi formada por derivação; por dois ou mais radicais: Composição.
  • 3.  São os seguintes os processos de formação de palavras:  Derivação: Formação de novas palavras a partir de apenas um radical.  Composição: Formação de novas palavras a partir de dois ou mais radicais.
  • 5. Derivação Prefixal:  Acréscimo de um prefixo á palavra primitiva; também chamado de prefixação.  Exemplo: antepasto, reescrever, infeliz.
  • 6. Derivação Sufixal:  Acréscimo de um sufixo á palavra primitiva; também chamado de sufixação.  Exemplo: felizmente, igualdade, florescer.
  • 7. Derivação Prefixal e Sufixal:  Acréscimo de um prefixo e de um sufixo, em tempos diferentes; também chamado de prefixação e sufixação.  Exemplo: infelizmente, desigualdade, reflorescer.
  • 8. Derivação Parassintética:  Acréscimo de um prefixo e de um sufixo, simultaneamente; também chamado de parassíntese.  Exemplo: envernizar, enrijecer, anoitecer. o OBS: Se retirado o prefixo ou o sufixo a palavra deixa de existir, perde o sentido. O sufixo e o prefixo dependem um do outro.
  • 9. Derivação Regressiva:  É a retirada da parte final da palavra primitiva, obtendo, por essa redução, a palavra derivada.  Por exemplo: do verbo debater, retira-se a desinência do infinitivo –r: formou-se o substantivo debate.
  • 10. Derivação Imprópria:  É a formação de uma nova palavra pela mudança de uma classe gramatical.  Por exemplo: a palavra gelo é um substantivo, mas pode ser transformada em um adjetivo: camisa gelo.
  • 12. Composição por justaposição:  Na união, os radicais não sofrem qualquer alteração em sua estrutura.  Por exemplo: ao se unirem os radicais ponta e pé obtêm-se a palavra pontapé. O mesmo ocorre com mandachuva, passatempo, guarda-pó.
  • 13. Composição por aglutinação:  Na união, pelo menos um dos dois radicais sofre alteração em sua estrutura.  Por exemplo, ao se unirem os radicais água e ardente, obtêm-se a palavra aguardente, com o desaparecimento do a.  O mesmo ocorre com embora (em boa hora), planalto (plano alto).
  • 14. Hibridismo  É a formação de novas palavras a partir da união de radicais de idiomas diferentes.  Por exemplo: automóvel, sociologia, sambódromo, burocracia.
  • 15. Onomatopéia  Consiste em criar palavras, tentando imitar sons da natureza.  Por exemplo: zunzun, cricri, tique-taque, pingue-pongue.
  • 16. Abreviação vocabular:  Consiste na eliminação de um segmento da palavra, a fim de se obter uma forma mais curta.  Por exemplo: extraordinário = extra; telefone = fone; fotografia = foto; cinematografia = cinema ou cine.
  • 17. Siglas:  As siglas são formadas pela combinação de letras iniciais de uma sequencia de palavras que constitui um nome.  Por exemplo: IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística); IPTU (Imposto Predial,Territorial e Urbano).
  • 18. Neologismo Semântico:  Forma-se uma palavra por neologismo semântico, quando se dá um novo significado, somado ao que já existe.  Por exemplo: a palavra legal significa dentro da lei; esse significado somou outro: pessoa boa, pessoa legal.
  • 19. Empréstimo Linguístico:  É o aportuguesamento de palavras estrangeiras; se a grafia da palavra não se modifica, ela deve ser escrita entre aspas.  Por exemplo: estresse, estande, futebol, bife, “show”, xampu, “shopping Center”.
  • 20. Resumo: D. Prefixal: Acréscimo no início da palavra primitiva. D. Sufixal:Acréscimo no final da palavra primitiva. D. Pref. E Suf.: Acréscimo de um prefixo e de um sufixo. D. Parassintética:Acréscimo de um prefixo e um sufixo porém um depende do outro. D. Regressiva: Quando se tira –r da palavra no infinitivo e passa a ser um substantivo. D. Imprópria: É a formação de uma nova palavra pela mudança de classe gramatical. C. por justaposição: radicais não sofrem qualquer alteração. C. por aglutinação: pelo menos um dos radicais sofrem alteração. Hibrismo: Uma nova palavra a partir de radicais de idiomas diferentes. Onomatopéia: Criação de palavras imitando os sons da natureza. Abreviação vocabular: obter uma forma mais curta da palavra. Siglas: combinação de letras de letras iniciais de uma sequencia de palavras. Neologismo Semântico: Quando dá um novo significado ao que já existe. Empréstimo Linguístico: Aportuguesamento das palavras estrangeiras.