SlideShare uma empresa Scribd logo
Estrutura     das  palavras
Estrutura das palavras Observe: menino meninos menininhos As palavras podem ser decompostas em partes menores. Observe: menin  o menin  o   s menin  inh  o   s Cada uma dessas partes chamamos  morfemas  ou  unidades significativas , porque são as menores formas de significado.
Morfemas São as unidades mínimas de caráter significativo, capazes de se articularem para constituir a palavra. Repare em algumas dessas unidades mórficas destacáveis: noiv  -  a   ris  -  o trabalh  -  ar noiv  –  inh – a   ris  –  onh - o trabalh  -  ador noiv  -  ado ris  -  ada trabalh -  adeira
Os elementos mórficos 1.   Radica l  –  é a forma mínima (portanto indivisível em unidades menores) que indica o sentido básico da palavra. 2.  Afixos   –  são  elementos  colocados  antes  ou  depois  do  radical. São chamados:  prefixos   (quando aparecem antes do radical) ou  sufixos   (quando aparecem depois do radical). Ex.:  moç -o,  moç -a,  moç -ada,  moç -oila,  moc -inha, re- moç -ar Ex.:  in -útil,  i -legal,  re -fazer,  in -capaz,  en -gross- ar , consult- ório 3.   Desinências   –  são morfemas que se colocam após os radicais. Podem ser nominais ou verbais.
Radical É o elemento principal da palavra, a base de seu significado. Noivado     radical  noiv- risonha     radical  ris- trabalhar     radical  trabalh- Os radicais são elementos comuns às palavras da mesma família etimológica (da mesma origem).
Palavras cognatas Chamam-se cognatas as palavras que conservam o mesmo radical. olh  -  o sacud   - ir olh  - ado   sacud   -ida olh  - eiro sacud   - idona ca -  olh   - o   sacud   - idela Cuidado com os  falsos cognatas  - palavras semelhantes em sua forma gráfica, mas que diferem quanto ao significado.
Falsos cognatos Palavras que não derivam de uma mesma palavra primitiva, mas apresentam alguma semelhança ou quanto à forma, ou quanto ao sentido.  apresentam uma forma comum, mas não pertencem à mesma família  estadia estância estático pessoa criatura indivíduo apresentam um significado parecido, mas não pertencem à mesma família
Vogal temática   Vogal temática é a vogal que sucede o radical dos verbos ou dos nomes. Em verbos, indica a conjugação, a que eles pertencem. - a  – que indica a 1ª conjugação: junt   a   mos - e  – que indica a 2ª conjugação: bat  e  ndo - i   –  que indica a 3ª conjugação: sent  i   a - a -   que indica a 1ª conjugação: cant -  a  – mos  cantar - e -   que indicam a 2ª conjugação: perd-  e   –mos  perder - i -   que indica a 3ª conjugação: part-  i   –mos  partir Em nomes, a vogal temática determina a formação de adjetivos e substantivos. É o  -a, -e, -o  final dos nomes.  Ex.: camp- o , cam- a , trist- e .
Tema junt   +   a   + mos => Tema   é o radical acrescido da vogal temática, isto é, pronto para receber as desinências. Exemplo:  Beb  +  e   =  bebe   - tema É o radical somado à vogal temática. Junt  - radical a - vogal temática junta  - tema
Vogais e consoantes de ligação São elementos que aparecem no interior dos vocábulos apenas para facilitar a pronúncia, desfazer sons desagradáveis ou ligar morfemas. Não são morfemas porque não são portadoras de nenhum tipo de informação. Ex: pau -  l  – ada  gas -  ô  – metro  cha -  l  – eira  café - t   -   eira
Desinência É o elemento que se acrescenta ao radical para indicar  flexão  .  A desinência pode ser:  nominal   (gênero e número)  ou  verbal   (modo-temporal - quando indica o modo e o tempo dos verbos e  número-pessoal quando indica a pessoa e o número). cas a s radical vogal temática desinência  nominal de número
Desinências nominais  –  informam sobre o gênero e o  número dos  nomes .   Ex.:  garot  -  a   -   s feminino plural Desinências verbais  – informam sobre o modo, o tempo,  o número e a pessoa dos  verbos. Ex .: junt – á –  sse  -  mos Desinência modo-temporal Desinência número-pessoal
Desinências modo-temporais Desinências Modo-temporais Modo Tempo Conjugação Desinências Exemplos Indicativo Pret. imperfeito 1ª -va, -ve Canta va s, cantá ve is Pret. imperfeito 2ª e 3ª -ia, -ie Dev ia s, dev íe is Pret. mais-q-perfeito todas -ra,  re   (átono ) Canta ra , deve rê is Fut. do presente todas -ra,- re   (tônico) Canta rá , deve re mos Fut. do pretérito todas -ria, -rie Canta ria , parti rie is Subjuntivo Presente 1 1ª -e Cant e mos, cant e is Presente 2ª e 3ª -a Dev a s, dev a is  Pret. imperfeito todas -sse Canta sse s, devê sse mos Futuro 2 todas -r Canta r es, deve r mos Imperativo Negativo 1 1ª -e Não cant e m, não cant e is Negativo 2ª e 3ª -a Não dev a s, não part a mos Infinitivo Pessoal todas -r Canta r em, parti r des
Desinências número-pessoais Número Pessoa Presente do Indicativo Pretérito perfeito do indicativo Futuro do presente do Indicativo Futuro do Subjuntivo Infinitivo Pessoas Outros tempos Singular 1ª -o -i -i - - - 2ª -s -ste -s -es -es -s 3ª - u - - - - Plural 1ª -mos -mos -mos -mos -mos -mos 2ª -is -stes -is -des -des -is 3ª -m -ram -ão -em -em -m
Observações As desinências  - i , - u , - ste  e - stes  acumulam as funções número-pessoal e modo-temporal no pretérito perfeito do indicativo. As chamadas formas nominais do verbo, o  infinitivo , o  particípio  e o  gerúndio  são marcadas respectivamente pelas desinências  verbo-nominais – r , - ndo  e – ado (a) ou  ido (a).
Afixos São os elementos significativos secundários, juntados ao radical para formar palavras novas.  Quando o afixo vem antes do radical, chama-se  prefixo,  e quando vem depois,  sufixo. res -  pingo sobre - viver prefixo prefixo feliz  -  mente charut  -  aria sufixo sufixo Exemplos:
01-Assinale o item em que há erro quanto à análise da forma verbal  CANTÁVAMOS: a) CANT- radical b) -A-vogal temática c) CANTA-tema d) -VA-desinência do pretérito imperfeito do subjuntivo e) -MOS-desinência de 1ª Pessoa do plural Exercícios de Fixação 02 - Associe as alternativas com os números que indicam os elementos componentes da palavra LOUVÁSSEMOS I - tema II - vogal temática III - desinência do pretérito imperfeito do subjuntivo IV - desinência de 1ª pessoa do plural V - radical a) LOUV_____ b) A_____ c) LOUVA_____ d) SSE_____ e) MOS_____
03 -"Achava natural que as gentilezas da esposa  chegassem  a cativar um homem". Os elementos constitutivos da forma verbal grifada estão analisados corretamente, exceto: a) CHEG - radical; b) A - vogal temática; c) CHEGA - tema; d) SSE - sufixo formador de verbo; e) M - desinência número-pessoal. 04 - O elemento mórfico sublinhado não é desinência de gênero, que marca o feminino, em: a) tristonh a ; b) mestr a ; c) telefonem a ; d) perdedor a s; e) lob a . 05 - Assinale a denominação do elemento morfológico "E"de "CANTEMOS" a) desinência modo temporal b) tema c) vogal de ligação d) vogal temática e) desinência número-pessoal
06 -  Farejando  apresenta em sua estrutura: a) radical farej - vogal temática a - tema fareja - desinência ndo; b) radical far - tema farej - vogal temática e - desinência ndo; c) radical fareja - vogal temática a - sufixo ndo; d) tema farej - radical fareja - sufixo ndo. 07- O elemento mórfico PUSE- em "PUSÉRAMOS" se chama: a) raiz  b) radical c) tema d) prefixo e) sufixo temporal 08 - Assinale a alternativa, contendo a palavra em que o elemento grifado "O" é vogal de ligação  a) op o r b) alun o s c) cerebr o zinho d) cart o grafia e) faç o
09 - Assinale a palavra em que a consoante grifada faz parte da raiz, não sendo consoante de ligação como nas demais a) bambu z al b) lapi s inho c) cafe t eira d) chaleira e) paulada 10 - Assinale o item que apresenta erro no destaque da variante da raiz FAZ-do verbo "FAZER" a) façamos (faç-) b) faremos(fa-) c) fizemos (fiz) d) fez (fez-) e) feito (feit-)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Crase
CraseCrase
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
Cláudia Heloísa
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
Débora Costa
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
Flávio Ferreira
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
Rosalina Simão Nunes
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
7 de Setembro
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
Jaicinha
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
Isis Barros
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
Carolina Loçasso Pereira
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
Andriane Cursino
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
Gisele Fernandes Loures Domith
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
Keu Oliveira
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
Cláudia Heloísa
 
Forma nominal
Forma nominalForma nominal
Forma nominal
Flávio Ferreira
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
CDIM Daniel
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
Julianne Rodrigues Pita
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
Ivana Mayrink
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
Lucilene Barcelos
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
Andreia Berto
 

Mais procurados (20)

Crase
CraseCrase
Crase
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Forma nominal
Forma nominalForma nominal
Forma nominal
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
 

Destaque

Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
Seduc/AM
 
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Angela Santos
 
Estrutura das Palavras
Estrutura das Palavras Estrutura das Palavras
Estrutura das Palavras
conca66
 
1.000 exercícios Língua Portuguesa
1.000 exercícios Língua Portuguesa1.000 exercícios Língua Portuguesa
1.000 exercícios Língua Portuguesa
Tatiana Nunes
 
Estrutura Das Palavras
Estrutura Das PalavrasEstrutura Das Palavras
Estrutura Das Palavras
guest7174ad
 
Morfologia morfema
Morfologia   morfemaMorfologia   morfema
Morfologia morfema
Taty de Souza
 
Estrutura e formação das palavras 1 bimestre
Estrutura e formação das palavras 1 bimestreEstrutura e formação das palavras 1 bimestre
Estrutura e formação das palavras 1 bimestre
rafaelcef3
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
Lidia Araujo
 
Lingusticaaplicadainterpretaodetextoscursinho 111006072155-phpapp02
Lingusticaaplicadainterpretaodetextoscursinho 111006072155-phpapp02Lingusticaaplicadainterpretaodetextoscursinho 111006072155-phpapp02
Lingusticaaplicadainterpretaodetextoscursinho 111006072155-phpapp02
Maria Marlene Marcon
 
Desinências verbais
Desinências verbaisDesinências verbais
Desinências verbais
Adolfo Hickmann
 
Quadro desinencias verbais
Quadro desinencias verbaisQuadro desinencias verbais
Quadro desinencias verbais
Luisa Cristina Rothe Mayer
 
1 exercicio de estrutura das palavras
1 exercicio de estrutura das palavras1 exercicio de estrutura das palavras
1 exercicio de estrutura das palavras
Rita Leite Santos
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
ana ramos
 
Morfema estudo
Morfema estudoMorfema estudo
Morfema estudo
ADRIANA BECKER
 
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
Iony Menezes
 
[c7s] Estrutura das palavras
[c7s] Estrutura das palavras[c7s] Estrutura das palavras
[c7s] Estrutura das palavras
7 de Setembro
 
Verbo: Estrutura, regular e irregular
Verbo: Estrutura, regular e irregularVerbo: Estrutura, regular e irregular
Verbo: Estrutura, regular e irregular
Elen Cristina
 
Exercícios processo de formação de palavras
Exercícios processo de formação de palavrasExercícios processo de formação de palavras
Exercícios processo de formação de palavras
ProfFernandaBraga
 
1 3 morfemas
1 3 morfemas1 3 morfemas
1 3 morfemas
Wandersom Sampaio
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
colveromachado
 

Destaque (20)

Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
 
Estrutura das Palavras
Estrutura das Palavras Estrutura das Palavras
Estrutura das Palavras
 
1.000 exercícios Língua Portuguesa
1.000 exercícios Língua Portuguesa1.000 exercícios Língua Portuguesa
1.000 exercícios Língua Portuguesa
 
Estrutura Das Palavras
Estrutura Das PalavrasEstrutura Das Palavras
Estrutura Das Palavras
 
Morfologia morfema
Morfologia   morfemaMorfologia   morfema
Morfologia morfema
 
Estrutura e formação das palavras 1 bimestre
Estrutura e formação das palavras 1 bimestreEstrutura e formação das palavras 1 bimestre
Estrutura e formação das palavras 1 bimestre
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Lingusticaaplicadainterpretaodetextoscursinho 111006072155-phpapp02
Lingusticaaplicadainterpretaodetextoscursinho 111006072155-phpapp02Lingusticaaplicadainterpretaodetextoscursinho 111006072155-phpapp02
Lingusticaaplicadainterpretaodetextoscursinho 111006072155-phpapp02
 
Desinências verbais
Desinências verbaisDesinências verbais
Desinências verbais
 
Quadro desinencias verbais
Quadro desinencias verbaisQuadro desinencias verbais
Quadro desinencias verbais
 
1 exercicio de estrutura das palavras
1 exercicio de estrutura das palavras1 exercicio de estrutura das palavras
1 exercicio de estrutura das palavras
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Morfema estudo
Morfema estudoMorfema estudo
Morfema estudo
 
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
 
[c7s] Estrutura das palavras
[c7s] Estrutura das palavras[c7s] Estrutura das palavras
[c7s] Estrutura das palavras
 
Verbo: Estrutura, regular e irregular
Verbo: Estrutura, regular e irregularVerbo: Estrutura, regular e irregular
Verbo: Estrutura, regular e irregular
 
Exercícios processo de formação de palavras
Exercícios processo de formação de palavrasExercícios processo de formação de palavras
Exercícios processo de formação de palavras
 
1 3 morfemas
1 3 morfemas1 3 morfemas
1 3 morfemas
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 

Semelhante a Estrutura das palavras

Meta linguística
Meta linguísticaMeta linguística
Meta linguística
carlinhosroxedo
 
Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2
Angela Santos
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
Seduc/AM
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
nixsonmachado
 
Estrutura e Formação das Palavras
Estrutura e Formação das PalavrasEstrutura e Formação das Palavras
Estrutura e Formação das Palavras
nixsonmachado
 
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
Angela Santos
 
Estrutura Das Palavras
Estrutura Das PalavrasEstrutura Das Palavras
Estrutura Das Palavras
guest0cbfe
 
Estrutura Das Palavras
Estrutura Das PalavrasEstrutura Das Palavras
Estrutura Das Palavras
guest75cb1b
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
Lidia Araujo
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
Lidia Araujo
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
Gramática Normativa
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
Evaí Oliveira
 
estrutura_e_formacao_de_palavras.ppt
estrutura_e_formacao_de_palavras.pptestrutura_e_formacao_de_palavras.ppt
estrutura_e_formacao_de_palavras.ppt
WilliamVieira65
 
Ecxcxzccxczxcxzczxcxzcxzczxczxcxzcxzcs.ppt
Ecxcxzccxczxcxzczxcxzcxzczxczxcxzcxzcs.pptEcxcxzccxczxcxzczxcxzcxzczxczxcxzcxzcs.ppt
Ecxcxzccxczxcxzczxcxzcxzczxczxcxzcxzcs.ppt
Fiscalizacaosemmade
 
Conteúdo para Prova Parcial C2 2016
Conteúdo para Prova Parcial C2 2016Conteúdo para Prova Parcial C2 2016
Conteúdo para Prova Parcial C2 2016
Roberta Savana
 
Estrutura das palavras michelle
Estrutura das palavras michelleEstrutura das palavras michelle
Estrutura das palavras michelle
conca66
 
Estrutura das palavras michelle
Estrutura das palavras michelleEstrutura das palavras michelle
Estrutura das palavras michelle
conca66
 
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Edson Alves
 
Aula 04 português.text.marked
Aula 04   português.text.markedAula 04   português.text.marked
Aula 04 português.text.marked
HELIO ALVES
 
Aula 04 português.text ESTRATEGIA
Aula 04   português.text ESTRATEGIAAula 04   português.text ESTRATEGIA
Aula 04 português.text ESTRATEGIA
HELIO ALVES
 

Semelhante a Estrutura das palavras (20)

Meta linguística
Meta linguísticaMeta linguística
Meta linguística
 
Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Estrutura e Formação das Palavras
Estrutura e Formação das PalavrasEstrutura e Formação das Palavras
Estrutura e Formação das Palavras
 
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
 
Estrutura Das Palavras
Estrutura Das PalavrasEstrutura Das Palavras
Estrutura Das Palavras
 
Estrutura Das Palavras
Estrutura Das PalavrasEstrutura Das Palavras
Estrutura Das Palavras
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
estrutura_e_formacao_de_palavras.ppt
estrutura_e_formacao_de_palavras.pptestrutura_e_formacao_de_palavras.ppt
estrutura_e_formacao_de_palavras.ppt
 
Ecxcxzccxczxcxzczxcxzcxzczxczxcxzcxzcs.ppt
Ecxcxzccxczxcxzczxcxzcxzczxczxcxzcxzcs.pptEcxcxzccxczxcxzczxcxzcxzczxczxcxzcxzcs.ppt
Ecxcxzccxczxcxzczxcxzcxzczxczxcxzcxzcs.ppt
 
Conteúdo para Prova Parcial C2 2016
Conteúdo para Prova Parcial C2 2016Conteúdo para Prova Parcial C2 2016
Conteúdo para Prova Parcial C2 2016
 
Estrutura das palavras michelle
Estrutura das palavras michelleEstrutura das palavras michelle
Estrutura das palavras michelle
 
Estrutura das palavras michelle
Estrutura das palavras michelleEstrutura das palavras michelle
Estrutura das palavras michelle
 
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
 
Aula 04 português.text.marked
Aula 04   português.text.markedAula 04   português.text.marked
Aula 04 português.text.marked
 
Aula 04 português.text ESTRATEGIA
Aula 04   português.text ESTRATEGIAAula 04   português.text ESTRATEGIA
Aula 04 português.text ESTRATEGIA
 

Estrutura das palavras

  • 1. Estrutura das palavras
  • 2. Estrutura das palavras Observe: menino meninos menininhos As palavras podem ser decompostas em partes menores. Observe: menin o menin o s menin inh o s Cada uma dessas partes chamamos morfemas ou unidades significativas , porque são as menores formas de significado.
  • 3. Morfemas São as unidades mínimas de caráter significativo, capazes de se articularem para constituir a palavra. Repare em algumas dessas unidades mórficas destacáveis: noiv - a ris - o trabalh - ar noiv – inh – a ris – onh - o trabalh - ador noiv - ado ris - ada trabalh - adeira
  • 4. Os elementos mórficos 1. Radica l – é a forma mínima (portanto indivisível em unidades menores) que indica o sentido básico da palavra. 2. Afixos – são elementos colocados antes ou depois do radical. São chamados: prefixos (quando aparecem antes do radical) ou sufixos (quando aparecem depois do radical). Ex.: moç -o, moç -a, moç -ada, moç -oila, moc -inha, re- moç -ar Ex.: in -útil, i -legal, re -fazer, in -capaz, en -gross- ar , consult- ório 3. Desinências – são morfemas que se colocam após os radicais. Podem ser nominais ou verbais.
  • 5. Radical É o elemento principal da palavra, a base de seu significado. Noivado  radical noiv- risonha  radical ris- trabalhar  radical trabalh- Os radicais são elementos comuns às palavras da mesma família etimológica (da mesma origem).
  • 6. Palavras cognatas Chamam-se cognatas as palavras que conservam o mesmo radical. olh - o sacud - ir olh - ado sacud -ida olh - eiro sacud - idona ca - olh - o sacud - idela Cuidado com os falsos cognatas - palavras semelhantes em sua forma gráfica, mas que diferem quanto ao significado.
  • 7. Falsos cognatos Palavras que não derivam de uma mesma palavra primitiva, mas apresentam alguma semelhança ou quanto à forma, ou quanto ao sentido. apresentam uma forma comum, mas não pertencem à mesma família estadia estância estático pessoa criatura indivíduo apresentam um significado parecido, mas não pertencem à mesma família
  • 8. Vogal temática Vogal temática é a vogal que sucede o radical dos verbos ou dos nomes. Em verbos, indica a conjugação, a que eles pertencem. - a – que indica a 1ª conjugação: junt a mos - e – que indica a 2ª conjugação: bat e ndo - i – que indica a 3ª conjugação: sent i a - a - que indica a 1ª conjugação: cant - a – mos cantar - e - que indicam a 2ª conjugação: perd- e –mos perder - i - que indica a 3ª conjugação: part- i –mos partir Em nomes, a vogal temática determina a formação de adjetivos e substantivos. É o -a, -e, -o final dos nomes. Ex.: camp- o , cam- a , trist- e .
  • 9. Tema junt + a + mos => Tema é o radical acrescido da vogal temática, isto é, pronto para receber as desinências. Exemplo: Beb + e = bebe - tema É o radical somado à vogal temática. Junt - radical a - vogal temática junta - tema
  • 10. Vogais e consoantes de ligação São elementos que aparecem no interior dos vocábulos apenas para facilitar a pronúncia, desfazer sons desagradáveis ou ligar morfemas. Não são morfemas porque não são portadoras de nenhum tipo de informação. Ex: pau - l – ada gas - ô – metro cha - l – eira café - t - eira
  • 11. Desinência É o elemento que se acrescenta ao radical para indicar flexão . A desinência pode ser: nominal (gênero e número) ou verbal (modo-temporal - quando indica o modo e o tempo dos verbos e número-pessoal quando indica a pessoa e o número). cas a s radical vogal temática desinência nominal de número
  • 12. Desinências nominais – informam sobre o gênero e o número dos nomes . Ex.: garot - a - s feminino plural Desinências verbais – informam sobre o modo, o tempo, o número e a pessoa dos verbos. Ex .: junt – á – sse - mos Desinência modo-temporal Desinência número-pessoal
  • 13. Desinências modo-temporais Desinências Modo-temporais Modo Tempo Conjugação Desinências Exemplos Indicativo Pret. imperfeito 1ª -va, -ve Canta va s, cantá ve is Pret. imperfeito 2ª e 3ª -ia, -ie Dev ia s, dev íe is Pret. mais-q-perfeito todas -ra, re (átono ) Canta ra , deve rê is Fut. do presente todas -ra,- re (tônico) Canta rá , deve re mos Fut. do pretérito todas -ria, -rie Canta ria , parti rie is Subjuntivo Presente 1 1ª -e Cant e mos, cant e is Presente 2ª e 3ª -a Dev a s, dev a is Pret. imperfeito todas -sse Canta sse s, devê sse mos Futuro 2 todas -r Canta r es, deve r mos Imperativo Negativo 1 1ª -e Não cant e m, não cant e is Negativo 2ª e 3ª -a Não dev a s, não part a mos Infinitivo Pessoal todas -r Canta r em, parti r des
  • 14. Desinências número-pessoais Número Pessoa Presente do Indicativo Pretérito perfeito do indicativo Futuro do presente do Indicativo Futuro do Subjuntivo Infinitivo Pessoas Outros tempos Singular 1ª -o -i -i - - - 2ª -s -ste -s -es -es -s 3ª - u - - - - Plural 1ª -mos -mos -mos -mos -mos -mos 2ª -is -stes -is -des -des -is 3ª -m -ram -ão -em -em -m
  • 15. Observações As desinências - i , - u , - ste e - stes acumulam as funções número-pessoal e modo-temporal no pretérito perfeito do indicativo. As chamadas formas nominais do verbo, o infinitivo , o particípio e o gerúndio são marcadas respectivamente pelas desinências verbo-nominais – r , - ndo e – ado (a) ou ido (a).
  • 16. Afixos São os elementos significativos secundários, juntados ao radical para formar palavras novas. Quando o afixo vem antes do radical, chama-se prefixo, e quando vem depois, sufixo. res - pingo sobre - viver prefixo prefixo feliz - mente charut - aria sufixo sufixo Exemplos:
  • 17. 01-Assinale o item em que há erro quanto à análise da forma verbal CANTÁVAMOS: a) CANT- radical b) -A-vogal temática c) CANTA-tema d) -VA-desinência do pretérito imperfeito do subjuntivo e) -MOS-desinência de 1ª Pessoa do plural Exercícios de Fixação 02 - Associe as alternativas com os números que indicam os elementos componentes da palavra LOUVÁSSEMOS I - tema II - vogal temática III - desinência do pretérito imperfeito do subjuntivo IV - desinência de 1ª pessoa do plural V - radical a) LOUV_____ b) A_____ c) LOUVA_____ d) SSE_____ e) MOS_____
  • 18. 03 -"Achava natural que as gentilezas da esposa chegassem a cativar um homem". Os elementos constitutivos da forma verbal grifada estão analisados corretamente, exceto: a) CHEG - radical; b) A - vogal temática; c) CHEGA - tema; d) SSE - sufixo formador de verbo; e) M - desinência número-pessoal. 04 - O elemento mórfico sublinhado não é desinência de gênero, que marca o feminino, em: a) tristonh a ; b) mestr a ; c) telefonem a ; d) perdedor a s; e) lob a . 05 - Assinale a denominação do elemento morfológico "E"de "CANTEMOS" a) desinência modo temporal b) tema c) vogal de ligação d) vogal temática e) desinência número-pessoal
  • 19. 06 - Farejando apresenta em sua estrutura: a) radical farej - vogal temática a - tema fareja - desinência ndo; b) radical far - tema farej - vogal temática e - desinência ndo; c) radical fareja - vogal temática a - sufixo ndo; d) tema farej - radical fareja - sufixo ndo. 07- O elemento mórfico PUSE- em "PUSÉRAMOS" se chama: a) raiz b) radical c) tema d) prefixo e) sufixo temporal 08 - Assinale a alternativa, contendo a palavra em que o elemento grifado "O" é vogal de ligação a) op o r b) alun o s c) cerebr o zinho d) cart o grafia e) faç o
  • 20. 09 - Assinale a palavra em que a consoante grifada faz parte da raiz, não sendo consoante de ligação como nas demais a) bambu z al b) lapi s inho c) cafe t eira d) chaleira e) paulada 10 - Assinale o item que apresenta erro no destaque da variante da raiz FAZ-do verbo "FAZER" a) façamos (faç-) b) faremos(fa-) c) fizemos (fiz) d) fez (fez-) e) feito (feit-)