SlideShare uma empresa Scribd logo
Profa. Máyra Mesquita – 26 de abril de 2022
IDENTIFICAÇÃO E USO DE FONTES DE
INFORMAÇÃO
Introdução
• As fontes de informação são essenciais no estudo e na pesquisa
acadêmica. São nelas que você encontra informações relevantes para
desenvolver seu trabalho.
• É imprescindível que o pesquisador conheça bem as fontes de
informação e os repositórios, principalmente, os da sua área de
atuação, além de saber onde localizar e coletar os dados confiáveis e
preliminares para a futura pesquisa, pois serão a referência do
pesquisador, bem como para os futuros pesquisadores do tema do
trabalho.
O que são Fontes de Informação?
• São todas as publicações, ferramentas e recursos que disponibilizam
informação a pessoa que dela necessita. É o local onde você encontrará a
informação que procura. Um periódico científico, por exemplo, é uma fonte de
informação da mesma forma que uma base de dados ou um catálogo de
bibliotecas.
• As fontes de informação podem estar disponíveis de
forma impressa (enciclopédias, dicionários, livros, etc.) e/ou digital (bases de
dados, repositórios, mecanismos de busca, etc.).
• Também podem ser categorizadas como formais (publicações de editoras,
periódicos científicos, etc.) e informais (comunicações, contatos pessoais,
mensagens eletrônicas e outros).
Tipos de Fontes de Informação
• Podem ser classificadas de
diversas formas. No entanto, a
tipologia mais conhecida no meio
acadêmico é fontes:
– primárias,
– secundárias e
– terciárias.
Fontes de informação primárias
• São as que contêm informações originais, o documento propriamente dito, ou, pelo
menos, novas interpretações de fatos ou ideias já conhecidas. Refere-se a literatura
escrita pelo autor, sem interferência e análise de outros meios.
• Normalmente, serão as fontes primárias que você utilizará na leitura e no
embasamento de sua pesquisa e/ou trabalho acadêmico:
FONTES PRIMÁRIAS
Periódicos científicos Legislação
Tese e Dissertações Patentes
Anais de Congressos Entrevista
Trabalhos de eventos História oral
Normas técnicas Relatórios técnicos
Projetos de pesquisa em andamento Traduções
Fontes de informação secundárias
• São aquelas que contêm as fontes primárias. Elas organizam e facilitam o acesso
à literatura primária. Também são fontes secundárias análises, interpretações,
resumos e sínteses das fontes primárias.
• Você utilizará muito as fontes de informação secundárias para encontrar artigos,
trabalhos de eventos e outras publicações relevantes para sua pesquisa ou trabalho
acadêmico.
FONTES SECUNDÁRIAS
Bases e Bancos de dados Centros de pesquisa e laboratórios
Internet Museus, arquivos e coleções científicas
Bibliografias e índices Livros e manuais, etc.
Catálogos de Bibliotecas Feiras e exposições
Biografia Filmes e vídeos
Dicionários e enciclopédias Siglas e abreviaturas
Fontes de informação terciárias
• São as que compilam e remetem às fontes secundárias e primárias,
indicando e organizando-as para facilitar o acesso.
FONTES TERCIÁRIAS
Diretórios Bibliotecas e Centros de informação
Bibliografias de bibliografias Revisões de literatura
Portais Serviços de indexação e resumo
Mecanismos de busca (Google, BING, etc.) Guias de literatura
Catálogos coletivos Bibliografias
IMPORTANTE!!!
Vale lembrar que é necessário analisar as fontes, não apenas
com precisão, mas criticamente. Uma boa fonte vale mais do
que várias fontes deficientes. Um resumo precisa de uma boa
fonte e pode valer mais do que a própria fonte.
Uso das Fontes de Informação
• Dependendo da sua necessidade de informação, você fará uso de
diferentes tipos de fontes de informação.
• Aqui, listamos algumas sugestões e possibilidades, não é uma lista
exaustiva e definitiva.
• Nada impede que você utilize as fontes de informação conforme a
sua necessidade.
NECESSIDADE TIPO DE PUBLICAÇÃO ONDE ENCONTRAR
Pesquisa e trabalhos acadêmicos
Artigos científicos
Anais e trabalhos de eventos
Teses
Dissertações
TCC
Livros
– Site do periódico
– Bases de dados (Web of
Science, Compendex, Scopus,
Science Direct, SciElo, etc.)
– Mecanismos de busca (Google
Acadêmico)
– Diretórios (Latindex, DOAJ, etc.)
– Repositórios e bancos de teses
e dissertações (Lume,
Capes, BDTD, NDLTD, etc.)
– Catálogo Sabi+
– Minha Biblioteca
– Portal de Periódicos Capes
Dados estatísticos
Relatórios
Anuários
Boletins, etc.
IBGE;
ONU;
OECD (Organização para
Cooperação e Desenvolvimento
Econômico);
UNESCO;
CNI (Confederação Nacional da
Indústria)
FGV (Fundação Getúlio Vargas)
IPEA (Instituto de Pesquisa
Aplicada)
Sites de governos estaduais e
municipais, etc.
Normas técnicas
ABNT
ASTM, etc.
Portal de Periódicos Capes
Target GedWeb
Disciplinas de graduação e/ou
pós-graduação
Livros
Artigos
Manuais
Normas
Enciclopédias
Dicionários
Catálogo Sabi+
Minha Biblioteca
Portal de Periódicos Capes
Target GedWeb
Motores de busca (Google
Acadêmico)
Critérios para seleção de material
• Estamos vivenciando um período de transição na forma de
comunicação científica: a transição entre um sistema tradicional de
publicação para um sistema de publicação eletrônica.
• Dessa forma, não se pode deixar de abordar alguns critérios para
seleção de material on-line.
CATEGORIA INDICADORES DE QUALIDADE
1. Qualidade
a) Fonte,
b) Contexto,
c) Atualização,
d) Pertinência / Utilidade,
e) Processo de revisão editorial.
2. Conteúdo
a) Acurácia,
b) Hierarquia de evidências,
c) Precisão das fontes,
d) Avisos institucionais,
e) Competência.
3. Apresentação de site
a) Objetivo,
b) Perfil do site.
4. Links
a) Seleção,
b) Arquitetura,
c) Conteúdo,
d) Links de retorno.
5. Design a) Acessibilidade,
b) Navegabilidade,
c) Mecanismo de busca interna.
6. Interatividade a) Mecanismo de retorno de informação,
b) Fórum de discussão,
c) Explicitação de algoritmos.
7. Anúncios a) Alertas.
Critérios
para
seleção
de
material
Como identificar se uma fonte de informação é
confiável?
• Com a quantidade de informação disponível na Web e com a
desinformação em alta, é necessário saber identificar se uma fonte de
informação é confiável ou não, principalmente as fontes disponíveis na
internet.
• Confira alguns critérios importantes para a identificação de fontes de
informação relevantes e confiáveis para sua pesquisa acadêmica:
– Autoridade
– Atualidade
– Precisão
– Objetividade
Autoridade
• Pode-se identificar a qualidade da fonte de informação pela reputação do
autor e/ou instituição. É aconselhável pesquisar conteúdos e publicações
provenientes de instituições de renome na sua área de atuação, tais como:
sociedades científicas, conselhos, etc.
• Ao buscar conteúdos e publicações em mecanismos de busca, selecione os de
autoria de pesquisadores reconhecidos na sua área. Escolha artigos de
periódicos científicos que tenham revisão por pares e/ou sejam publicados por
editoras ou sociedades científicas reconhecidas nacional e/ou
internacionalmente.
• Caso você queira usar informações disponíveis em sites ou blogs, verifique se há
informações suficientes sobre a instituição responsável (sobre nós, missão,
visão, contato, etc.) que possa confirmar a autoridade no assunto.
Atualidade
• A atualidade é um critério que deve levar em conta a área do
conhecimento. Em algumas áreas há uma rápida atualização do
conhecimento enquanto em outras as informações permanecem válidas
por muitos anos devido à natureza da própria área.
• Apesar da atualidade variar conforme a área, é aconselhável pesquisar
conteúdos novos e identificar fontes de informação que estejam
sendo constantemente atualizadas. Fontes de informação, tais como
sites, com datas de publicações muito antigas e que apresentem links
quebrados devem ser muito bem analisadas antes de se optar pelo seu
uso.
Precisão e Objetividade
• Precisão e objetividade estão relacionados à informação exata, sem
erros de ortografia ou de conteúdo. A fonte de informação deve
apresentar um texto bem escrito, claro e objetivo, que facilite a
leitura, compreensão e interpretação.
• Ela também precisa ser imparcial, apresentar fatos consistentes e
verdadeiros.
• Caso você acesse uma fonte de informação digital e encontre erros
básicos, confira a autoridade do autor ou instituição. Não é
recomendável o uso de fontes de informação que apresentem
algum tipo de inconsistência.
Enfim, as fontes de informação irão te acompanhar durante o
percurso da graduação e da pós-graduação, ainda mais se
você optar por seguir a carreira acadêmica.
Por isso, é importante você já se familiarizar com elas,
descobrir quais fornecem informações relevantes e confiáveis
na temática em que pretende trabalhar.
Referências
FONTES DE INFORMAÇÃO: definição, tipologia e confiabilidade.
Disponível em: https://www.ufrgs.br/bibeng/fontes-de-informacao-
definicao-tipologia-confiabilidade/
MONTEIRO, Fernanda. Fontes de informação: canais formais e
informais de informação. Brasília: Fernanda Monteiro, [2013]. 37
slides: color.
TOMAÉL, Maria Inês; ALCARÁ, Adriana Rosecler (Org.). Fontes de
informação digital. Londrina: Eduel, 2016.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estrutura do artigo científico
Estrutura do artigo científicoEstrutura do artigo científico
Estrutura do artigo científico
morgannaprata
 
Tipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Tipos de Pesquisa e Métodos CientíficosTipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Tipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Francislaine Souza
 
Aula o que é pesquisa
Aula o que é pesquisaAula o que é pesquisa
Aula o que é pesquisa
Tereza Carneiro
 
Metodologia cientifica
Metodologia cientificaMetodologia cientifica
Metodologia cientifica
jaddy xavier
 
Origem da biblioteconomia
Origem da biblioteconomiaOrigem da biblioteconomia
Origem da biblioteconomia
Gabrielle Francinne Tanus
 
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica   Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
jessicalaryl
 
Aula fontes de informação
Aula  fontes de informaçãoAula  fontes de informação
Aula fontes de informação
Sistema de Bibliotecas da UEL
 
Seleção de fontes informação
Seleção de fontes informaçãoSeleção de fontes informação
Seleção de fontes informação
Bibliotecas da Universidade de Aveiro
 
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
Diego Ventura
 
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e AplicaçõesEstudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Claudio Diniz - Designer Gráfico
 
fontes de informação
fontes de informaçãofontes de informação
fontes de informação
Ingridy Dias
 
O controle bibliografico
O controle bibliograficoO controle bibliografico
O controle bibliografico
Andrielle Marques
 
Etapas da pesquisa científica
Etapas da pesquisa científicaEtapas da pesquisa científica
Etapas da pesquisa científica
centrodeensinoedisonlobao
 
Apresentação e organização de um trabalho académico
Apresentação e organização de um trabalho académicoApresentação e organização de um trabalho académico
Apresentação e organização de um trabalho académico
guestb6868d
 
Sistemas de recuperação de informação
Sistemas de recuperação de informação Sistemas de recuperação de informação
Sistemas de recuperação de informação
Célia Dias
 
Biblioteca Central : Apresentação
Biblioteca Central : ApresentaçãoBiblioteca Central : Apresentação
Biblioteca Central : Apresentação
UNIARAXÁ
 
Modelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de PesquisaModelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de Pesquisa
Renato Souza
 
Conservação de Acervos Bibliográficos SiBUCS
Conservação de Acervos Bibliográficos SiBUCSConservação de Acervos Bibliográficos SiBUCS
Conservação de Acervos Bibliográficos SiBUCS
Biblioteca UCS
 
Historia Do Livro
Historia Do LivroHistoria Do Livro
Historia Do Livro
rositalima
 
Rede Bibliodata
Rede BibliodataRede Bibliodata
Rede Bibliodata
Klicia Mendonca
 

Mais procurados (20)

Estrutura do artigo científico
Estrutura do artigo científicoEstrutura do artigo científico
Estrutura do artigo científico
 
Tipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Tipos de Pesquisa e Métodos CientíficosTipos de Pesquisa e Métodos Científicos
Tipos de Pesquisa e Métodos Científicos
 
Aula o que é pesquisa
Aula o que é pesquisaAula o que é pesquisa
Aula o que é pesquisa
 
Metodologia cientifica
Metodologia cientificaMetodologia cientifica
Metodologia cientifica
 
Origem da biblioteconomia
Origem da biblioteconomiaOrigem da biblioteconomia
Origem da biblioteconomia
 
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica   Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução à Metodologia da Pesquisa Científica
 
Aula fontes de informação
Aula  fontes de informaçãoAula  fontes de informação
Aula fontes de informação
 
Seleção de fontes informação
Seleção de fontes informaçãoSeleção de fontes informação
Seleção de fontes informação
 
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
 
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e AplicaçõesEstudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
 
fontes de informação
fontes de informaçãofontes de informação
fontes de informação
 
O controle bibliografico
O controle bibliograficoO controle bibliografico
O controle bibliografico
 
Etapas da pesquisa científica
Etapas da pesquisa científicaEtapas da pesquisa científica
Etapas da pesquisa científica
 
Apresentação e organização de um trabalho académico
Apresentação e organização de um trabalho académicoApresentação e organização de um trabalho académico
Apresentação e organização de um trabalho académico
 
Sistemas de recuperação de informação
Sistemas de recuperação de informação Sistemas de recuperação de informação
Sistemas de recuperação de informação
 
Biblioteca Central : Apresentação
Biblioteca Central : ApresentaçãoBiblioteca Central : Apresentação
Biblioteca Central : Apresentação
 
Modelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de PesquisaModelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de Pesquisa
 
Conservação de Acervos Bibliográficos SiBUCS
Conservação de Acervos Bibliográficos SiBUCSConservação de Acervos Bibliográficos SiBUCS
Conservação de Acervos Bibliográficos SiBUCS
 
Historia Do Livro
Historia Do LivroHistoria Do Livro
Historia Do Livro
 
Rede Bibliodata
Rede BibliodataRede Bibliodata
Rede Bibliodata
 

Semelhante a FONTES DE INFORMAÇAO.pptx

Unidade 4
Unidade 4Unidade 4
Unidade 4
Marcelo Gomes
 
Internet - Avaliar informação
Internet - Avaliar informaçãoInternet - Avaliar informação
Internet - Avaliar informação
Henrique Fonseca
 
Seleção de Fontes de Informação Científica - 2016
Seleção de Fontes de Informação Científica - 2016Seleção de Fontes de Informação Científica - 2016
Seleção de Fontes de Informação Científica - 2016
Bibliotecas da Universidade de Aveiro
 
Critérios para indexação em bases de dados
Critérios para indexação em bases de dadosCritérios para indexação em bases de dados
Critérios para indexação em bases de dados
Portal de Periódicos UFMG
 
Projeto LITEA
Projeto LITEAProjeto LITEA
Projeto LITEA
Dulce Correia Correia
 
Saber avaliar a informação
Saber avaliar a informaçãoSaber avaliar a informação
Saber avaliar a informação
Biblioteca FCT/UNL
 
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankingsProduzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
 
Pesquisa Inf.
Pesquisa Inf.Pesquisa Inf.
O pesquisador e sua produção científica 1: qualidade e indexação
O pesquisador e sua produção científica 1: qualidade e indexaçãoO pesquisador e sua produção científica 1: qualidade e indexação
O pesquisador e sua produção científica 1: qualidade e indexação
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
 
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadoresXII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
Carla Ferreira
 
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido:bases de dados e rankingsProduzir, comunicar e ser lido:bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Leticia Strehl
 
Avaliar informação
Avaliar informaçãoAvaliar informação
Avaliar informação
Anaigreja
 
Aula6
Aula6Aula6
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos: primeira abord...
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos:  primeira abord...Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos:  primeira abord...
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos: primeira abord...
Paola Santos
 
Seleção fontes 2015
Seleção fontes 2015Seleção fontes 2015
Elaborar um trabalho de pesquisa
Elaborar um trabalho de pesquisaElaborar um trabalho de pesquisa
Elaborar um trabalho de pesquisa
popi97
 
Curriculo lattes
Curriculo lattesCurriculo lattes
Selecção fontes_inf2011
Selecção fontes_inf2011Selecção fontes_inf2011
Selecção fontes_inf2011
Bibliotecas da Universidade de Aveiro
 
Ética na publicação científica
Ética na publicação científicaÉtica na publicação científica
Ética na publicação científica
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
 
ippri_p-pesquisa-e-recursos - plagio.pdf
ippri_p-pesquisa-e-recursos - plagio.pdfippri_p-pesquisa-e-recursos - plagio.pdf
ippri_p-pesquisa-e-recursos - plagio.pdf
NanaNossa
 

Semelhante a FONTES DE INFORMAÇAO.pptx (20)

Unidade 4
Unidade 4Unidade 4
Unidade 4
 
Internet - Avaliar informação
Internet - Avaliar informaçãoInternet - Avaliar informação
Internet - Avaliar informação
 
Seleção de Fontes de Informação Científica - 2016
Seleção de Fontes de Informação Científica - 2016Seleção de Fontes de Informação Científica - 2016
Seleção de Fontes de Informação Científica - 2016
 
Critérios para indexação em bases de dados
Critérios para indexação em bases de dadosCritérios para indexação em bases de dados
Critérios para indexação em bases de dados
 
Projeto LITEA
Projeto LITEAProjeto LITEA
Projeto LITEA
 
Saber avaliar a informação
Saber avaliar a informaçãoSaber avaliar a informação
Saber avaliar a informação
 
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankingsProduzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
 
Pesquisa Inf.
Pesquisa Inf.Pesquisa Inf.
Pesquisa Inf.
 
O pesquisador e sua produção científica 1: qualidade e indexação
O pesquisador e sua produção científica 1: qualidade e indexaçãoO pesquisador e sua produção científica 1: qualidade e indexação
O pesquisador e sua produção científica 1: qualidade e indexação
 
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadoresXII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
 
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido:bases de dados e rankingsProduzir, comunicar e ser lido:bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
 
Avaliar informação
Avaliar informaçãoAvaliar informação
Avaliar informação
 
Aula6
Aula6Aula6
Aula6
 
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos: primeira abord...
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos:  primeira abord...Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos:  primeira abord...
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos: primeira abord...
 
Seleção fontes 2015
Seleção fontes 2015Seleção fontes 2015
Seleção fontes 2015
 
Elaborar um trabalho de pesquisa
Elaborar um trabalho de pesquisaElaborar um trabalho de pesquisa
Elaborar um trabalho de pesquisa
 
Curriculo lattes
Curriculo lattesCurriculo lattes
Curriculo lattes
 
Selecção fontes_inf2011
Selecção fontes_inf2011Selecção fontes_inf2011
Selecção fontes_inf2011
 
Ética na publicação científica
Ética na publicação científicaÉtica na publicação científica
Ética na publicação científica
 
ippri_p-pesquisa-e-recursos - plagio.pdf
ippri_p-pesquisa-e-recursos - plagio.pdfippri_p-pesquisa-e-recursos - plagio.pdf
ippri_p-pesquisa-e-recursos - plagio.pdf
 

Mais de OdeteMyraMesquita

DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA e ARQUIVAMENTO.pptx
DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA e ARQUIVAMENTO.pptxDESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA e ARQUIVAMENTO.pptx
DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA e ARQUIVAMENTO.pptx
OdeteMyraMesquita
 
7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt
OdeteMyraMesquita
 
1. INTRODUÇÃO A INFORMATICA.pptx
1. INTRODUÇÃO A INFORMATICA.pptx1. INTRODUÇÃO A INFORMATICA.pptx
1. INTRODUÇÃO A INFORMATICA.pptx
OdeteMyraMesquita
 
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptxaula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
OdeteMyraMesquita
 
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptxaula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
OdeteMyraMesquita
 
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.pptAULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
OdeteMyraMesquita
 

Mais de OdeteMyraMesquita (6)

DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA e ARQUIVAMENTO.pptx
DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA e ARQUIVAMENTO.pptxDESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA e ARQUIVAMENTO.pptx
DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA e ARQUIVAMENTO.pptx
 
7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt
 
1. INTRODUÇÃO A INFORMATICA.pptx
1. INTRODUÇÃO A INFORMATICA.pptx1. INTRODUÇÃO A INFORMATICA.pptx
1. INTRODUÇÃO A INFORMATICA.pptx
 
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptxaula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
 
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptxaula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
aula_REVISÃO DE LITERATURA.pptx
 
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.pptAULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
 

Último

apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 

Último (20)

apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 

FONTES DE INFORMAÇAO.pptx

  • 1. Profa. Máyra Mesquita – 26 de abril de 2022 IDENTIFICAÇÃO E USO DE FONTES DE INFORMAÇÃO
  • 2. Introdução • As fontes de informação são essenciais no estudo e na pesquisa acadêmica. São nelas que você encontra informações relevantes para desenvolver seu trabalho. • É imprescindível que o pesquisador conheça bem as fontes de informação e os repositórios, principalmente, os da sua área de atuação, além de saber onde localizar e coletar os dados confiáveis e preliminares para a futura pesquisa, pois serão a referência do pesquisador, bem como para os futuros pesquisadores do tema do trabalho.
  • 3. O que são Fontes de Informação? • São todas as publicações, ferramentas e recursos que disponibilizam informação a pessoa que dela necessita. É o local onde você encontrará a informação que procura. Um periódico científico, por exemplo, é uma fonte de informação da mesma forma que uma base de dados ou um catálogo de bibliotecas. • As fontes de informação podem estar disponíveis de forma impressa (enciclopédias, dicionários, livros, etc.) e/ou digital (bases de dados, repositórios, mecanismos de busca, etc.). • Também podem ser categorizadas como formais (publicações de editoras, periódicos científicos, etc.) e informais (comunicações, contatos pessoais, mensagens eletrônicas e outros).
  • 4. Tipos de Fontes de Informação • Podem ser classificadas de diversas formas. No entanto, a tipologia mais conhecida no meio acadêmico é fontes: – primárias, – secundárias e – terciárias.
  • 5. Fontes de informação primárias • São as que contêm informações originais, o documento propriamente dito, ou, pelo menos, novas interpretações de fatos ou ideias já conhecidas. Refere-se a literatura escrita pelo autor, sem interferência e análise de outros meios. • Normalmente, serão as fontes primárias que você utilizará na leitura e no embasamento de sua pesquisa e/ou trabalho acadêmico: FONTES PRIMÁRIAS Periódicos científicos Legislação Tese e Dissertações Patentes Anais de Congressos Entrevista Trabalhos de eventos História oral Normas técnicas Relatórios técnicos Projetos de pesquisa em andamento Traduções
  • 6. Fontes de informação secundárias • São aquelas que contêm as fontes primárias. Elas organizam e facilitam o acesso à literatura primária. Também são fontes secundárias análises, interpretações, resumos e sínteses das fontes primárias. • Você utilizará muito as fontes de informação secundárias para encontrar artigos, trabalhos de eventos e outras publicações relevantes para sua pesquisa ou trabalho acadêmico. FONTES SECUNDÁRIAS Bases e Bancos de dados Centros de pesquisa e laboratórios Internet Museus, arquivos e coleções científicas Bibliografias e índices Livros e manuais, etc. Catálogos de Bibliotecas Feiras e exposições Biografia Filmes e vídeos Dicionários e enciclopédias Siglas e abreviaturas
  • 7. Fontes de informação terciárias • São as que compilam e remetem às fontes secundárias e primárias, indicando e organizando-as para facilitar o acesso. FONTES TERCIÁRIAS Diretórios Bibliotecas e Centros de informação Bibliografias de bibliografias Revisões de literatura Portais Serviços de indexação e resumo Mecanismos de busca (Google, BING, etc.) Guias de literatura Catálogos coletivos Bibliografias
  • 8. IMPORTANTE!!! Vale lembrar que é necessário analisar as fontes, não apenas com precisão, mas criticamente. Uma boa fonte vale mais do que várias fontes deficientes. Um resumo precisa de uma boa fonte e pode valer mais do que a própria fonte.
  • 9. Uso das Fontes de Informação • Dependendo da sua necessidade de informação, você fará uso de diferentes tipos de fontes de informação. • Aqui, listamos algumas sugestões e possibilidades, não é uma lista exaustiva e definitiva. • Nada impede que você utilize as fontes de informação conforme a sua necessidade.
  • 10. NECESSIDADE TIPO DE PUBLICAÇÃO ONDE ENCONTRAR Pesquisa e trabalhos acadêmicos Artigos científicos Anais e trabalhos de eventos Teses Dissertações TCC Livros – Site do periódico – Bases de dados (Web of Science, Compendex, Scopus, Science Direct, SciElo, etc.) – Mecanismos de busca (Google Acadêmico) – Diretórios (Latindex, DOAJ, etc.) – Repositórios e bancos de teses e dissertações (Lume, Capes, BDTD, NDLTD, etc.) – Catálogo Sabi+ – Minha Biblioteca – Portal de Periódicos Capes Dados estatísticos Relatórios Anuários Boletins, etc. IBGE; ONU; OECD (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico); UNESCO; CNI (Confederação Nacional da Indústria) FGV (Fundação Getúlio Vargas) IPEA (Instituto de Pesquisa Aplicada) Sites de governos estaduais e municipais, etc. Normas técnicas ABNT ASTM, etc. Portal de Periódicos Capes Target GedWeb Disciplinas de graduação e/ou pós-graduação Livros Artigos Manuais Normas Enciclopédias Dicionários Catálogo Sabi+ Minha Biblioteca Portal de Periódicos Capes Target GedWeb Motores de busca (Google Acadêmico)
  • 11. Critérios para seleção de material • Estamos vivenciando um período de transição na forma de comunicação científica: a transição entre um sistema tradicional de publicação para um sistema de publicação eletrônica. • Dessa forma, não se pode deixar de abordar alguns critérios para seleção de material on-line.
  • 12. CATEGORIA INDICADORES DE QUALIDADE 1. Qualidade a) Fonte, b) Contexto, c) Atualização, d) Pertinência / Utilidade, e) Processo de revisão editorial. 2. Conteúdo a) Acurácia, b) Hierarquia de evidências, c) Precisão das fontes, d) Avisos institucionais, e) Competência. 3. Apresentação de site a) Objetivo, b) Perfil do site. 4. Links a) Seleção, b) Arquitetura, c) Conteúdo, d) Links de retorno. 5. Design a) Acessibilidade, b) Navegabilidade, c) Mecanismo de busca interna. 6. Interatividade a) Mecanismo de retorno de informação, b) Fórum de discussão, c) Explicitação de algoritmos. 7. Anúncios a) Alertas. Critérios para seleção de material
  • 13. Como identificar se uma fonte de informação é confiável? • Com a quantidade de informação disponível na Web e com a desinformação em alta, é necessário saber identificar se uma fonte de informação é confiável ou não, principalmente as fontes disponíveis na internet. • Confira alguns critérios importantes para a identificação de fontes de informação relevantes e confiáveis para sua pesquisa acadêmica: – Autoridade – Atualidade – Precisão – Objetividade
  • 14. Autoridade • Pode-se identificar a qualidade da fonte de informação pela reputação do autor e/ou instituição. É aconselhável pesquisar conteúdos e publicações provenientes de instituições de renome na sua área de atuação, tais como: sociedades científicas, conselhos, etc. • Ao buscar conteúdos e publicações em mecanismos de busca, selecione os de autoria de pesquisadores reconhecidos na sua área. Escolha artigos de periódicos científicos que tenham revisão por pares e/ou sejam publicados por editoras ou sociedades científicas reconhecidas nacional e/ou internacionalmente. • Caso você queira usar informações disponíveis em sites ou blogs, verifique se há informações suficientes sobre a instituição responsável (sobre nós, missão, visão, contato, etc.) que possa confirmar a autoridade no assunto.
  • 15. Atualidade • A atualidade é um critério que deve levar em conta a área do conhecimento. Em algumas áreas há uma rápida atualização do conhecimento enquanto em outras as informações permanecem válidas por muitos anos devido à natureza da própria área. • Apesar da atualidade variar conforme a área, é aconselhável pesquisar conteúdos novos e identificar fontes de informação que estejam sendo constantemente atualizadas. Fontes de informação, tais como sites, com datas de publicações muito antigas e que apresentem links quebrados devem ser muito bem analisadas antes de se optar pelo seu uso.
  • 16. Precisão e Objetividade • Precisão e objetividade estão relacionados à informação exata, sem erros de ortografia ou de conteúdo. A fonte de informação deve apresentar um texto bem escrito, claro e objetivo, que facilite a leitura, compreensão e interpretação. • Ela também precisa ser imparcial, apresentar fatos consistentes e verdadeiros. • Caso você acesse uma fonte de informação digital e encontre erros básicos, confira a autoridade do autor ou instituição. Não é recomendável o uso de fontes de informação que apresentem algum tipo de inconsistência.
  • 17. Enfim, as fontes de informação irão te acompanhar durante o percurso da graduação e da pós-graduação, ainda mais se você optar por seguir a carreira acadêmica. Por isso, é importante você já se familiarizar com elas, descobrir quais fornecem informações relevantes e confiáveis na temática em que pretende trabalhar.
  • 18. Referências FONTES DE INFORMAÇÃO: definição, tipologia e confiabilidade. Disponível em: https://www.ufrgs.br/bibeng/fontes-de-informacao- definicao-tipologia-confiabilidade/ MONTEIRO, Fernanda. Fontes de informação: canais formais e informais de informação. Brasília: Fernanda Monteiro, [2013]. 37 slides: color. TOMAÉL, Maria Inês; ALCARÁ, Adriana Rosecler (Org.). Fontes de informação digital. Londrina: Eduel, 2016.