SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
FONTES DE
INFORMAÇÃO -
DEFINIÇÕES
Agosto/2011
DEFINIÇÕES
 No Glossário da Ciência da Informação, para
“Fonte de Informação” tem-se os seguintes
resultados:
 "Fonte pela qual se obtém a informação
desejada." Marisa Bräscher Basílio Medeiros
DEFINIÇÕES
 “Documentos ou fontes que confirmem
qualquerconhecimento e que permita ser
incluída numa determinada compilação
bibliográfica.” Cunha, 2001
DEFINIÇÕES
 “Qualquerdocumento, dado ou registro que
forneça aos usuários de bibliotecas ou de
serviços de informação, informações que
possamseracessadas para respondera certas
necessidades. As fontes de informação podem
serclassificadas emfontes primárias,
secundárias e terciárias.” Luciana Vieira de
Araújo
Fontes de informação primárias
 Contém trabalhos originais com conhecimento
original ou nova interpretação de idéias e/ou
fatos acontecidos e publicado pela primeira
vez pelos autores.
Fontes de informação primárias
 - Anais de congressos, simpósios, encontros,
conferências, painéis
 - Atlas e mapas
 - Jornais
 - Legislação
 - Listas e diretórios de discussões
 - Livros
 - Periódicos
 - Teses e Dissertações
 - Traduções
 - Projetos e Pesquisas em Andamento
 - Patentes
Fontes de informação primárias
 - Anais – compilação de trabalhos acadêmicos
desenvolvidos em simpósios, conferências, encontros,
etc.
 - Atlas e mapas - Um mapa é uma representação visual
de uma região. Um atlas é um conjunto de mapas e
reúne informações geográficas.
 - Jornais - meio de comunicação impresso, geralmente
um produto derivado do conjunto de atividades
denominado jornalismo.
Fontes de informação primárias
 - Legislação - conjunto de leis existentes no município,
estado e união, que devem ser cumpridas, para regular
a relação entre as pessoas.
 - Listas e diretórios de discussões - Listas de discussão
ou mailing lists são listas de endereços de correio
eletrônico de pessoas interessadas em determinados
assuntos. Uma lista de discussão é formada quando
existe um número relativamente grande de pessoas que
pretendem discutir algum assunto online, através de
e-mails.
Fontes de informação primárias
 - Livro - volume transportável, composto por páginas
encadernadas, contendo texto manuscrito ou impresso
e/ou imagens e que forma uma publicação unitária (ou
foi concebido como tal) ou a parte principal de um
trabalho literário, científico ou outro.
 Periódicos - publicação em qualquer tipo de suporte,
editada em unidades físicas sucessivas, com
designações numéricas e/ou cronológicas e destinada a
ser continuada indefinidamente.
Fontes de informação primárias
 Teses e dissertações - constituem o produto de pesquisas
desenvolvidas em cursos de nível de pós-graduação
(mestrado e doutorado). Abordam um tema único, exigindo
investigações próprias à área de especialização e métodos
específicos. (...) A diferença entre tese e dissertação refere-
se ao grau de profundidade e originalidade exigido na tese,
defendida na conclusão de curso de doutoramento.
 Traduções – interpretações do significado de um texto em
uma língua — o te xto fo nte — e a produção de um novo texto
em outra língua, mas que exprima o texto original da forma
mais exata possível na língua destino; O texto resultante
também se chama tradução.
Fontes de informação primárias
 Projetos e pesquisas em andamento.
 Patentes - uma concessão pública, conferida
pelo Estado, que garante ao seu titular a
exclusividade ao explorar comercialmente a
sua criação. Em contrapartida, é
disponibilizado acesso ao público sobre o
conhecimento dos pontos essenciais e as
reivindicações que caracterizam a novidade
no invento.
Fontes de informação secundárias
 Contém informações sobre documentos
primários. Não são originais e basicamente
citam,revisam e interpretam os trabalhos
originais. São, na verdade, os organizadores
dos documentos primários e guiam o leitor
para eles.
Fontes de informação secundárias
 - Arquivos
 - Bases de dados
 - Bibliografias
 - Dicionários
 - Editoras
 - Enciclopédias
 - Filmes e vídeos
 - Glossários
 - Indicadores e Índices
 - Livrarias
 - Museus
 - Normas técnicas
 - Referências
 - Sites, diretórios e mecanismos de busca.
Fontes de informação secundárias
 - Arquivos - conjunto orgânico de documentos,
independentemente da sua data, forma e suporte material,
produzidos ou recebidos por uma pessoa jurídica, singular ou
colectiva, ou por um organismo público ou privado, no
exercício da sua actividade e conservados a título de prova
ou informação.
 - Bases de dados - é um conjunto de registros dispostos em
estrutura regular que possibilita a reorganização dos mesmos
e produção de informação. Um banco de dados normalmente
agrupa registros utilizáveis para um mesmo fim. Um banco
de dados é usualmente mantido e acessado por meio de um
software conhecido como
Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD).
Fontes de informação secundárias
 - Bibliografias - registo de documentos, livros, inventários,
escritos, impressos ou quaisquer gravações em variados
meios (madeira, metal, argila, papiro, papel, etc.) sobre
determinado assunto ou de determinado autor, que venham
a servir como fonte para consulta.
 - Dicionários - compilação de palavras ou dos termos
próprios, ou ainda de vocábulos de uma língua, quase
sempre dispostos por ordem alfabética e com a respectiva
significação ou a sua versão em outra língua. Cada dicionário
possui classificações em harmonia com objetivos e
finalidades didáticas aos quais se compromete em abranger.
Fontes de informação secundárias
 - Editoras - organização que coordena a publicação de obras
literárias, discográficas e impressos, como jornais e revistas.
Em geral as editoras se especializam em um tipo de
publicação e área: livros, partituras, livros didáticos, obras de
referência, jornais, discos ou outros. Em geral também é a
editora que arca com os custos de produção, divulgação e
distribuição.
 - Enciclopédias - conjunto de informações relativas ao
conhecimento humano; obra que trata de todas as ciências e
artes em geral. Pode ser considerada uma espécie de livro
de referência para praticamente qualquer assunto do domínio
humano. Podem ser genéricas ou especializadas.
Fontes de informação secundárias
 - Filmes e vídeos - é a técnica e a arte de
registrar e reproduzir imagens com impressão
de movimento, bem como a indústria que
produz estas imagens. As obras
cinematográficas (mais conhecidas como
filmes) são produzidas através da gravação de
imagens do mundo com câmeras, ou pela
criação de imagens utilizando técnicas de
animação ou efeitos visuais.
Fontes de informação secundárias
 - Glossários - lista alfabética de termos de um
determinado domínio de conhecimento com a
definição destes termos. Tradicionalmente, um
glossário aparece no final de um livro e inclui
termos citados que o livro introduz ao leitor ou
são de incomuns.
 - Indicadores e Índices - Relação de Palavras
ou Frases, ordenadas segundo determinado
critério, que localiza e remete para as
informações contidas num texto.
Fontes de informação secundárias
 - Livrarias - lojas que vendem livros e outros itens
relacionados com a leitura, como jornais e revistas.
 - Museus - instituição permanente, sem fins lucrativos, a
serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, aberta ao
público e que adquire, conserva, investiga, difunde e expõe
os testemunhos materiais do homem e de seu entorno, para
educação e deleite da sociedade.
 - Normas técnicas - documento, normalmente produzido por
um órgão oficialmente acreditado para tal, que estabelece
regras, diretrizes, ou características acerca de um material,
produto, processo ou serviço. A obediência a uma no rm a
té cnica, tal como norma ISO ou ABNT, quando não
referendada por uma norma jurídica, não é obrigatória.
Fontes de informação secundárias
 - Referências - conjunto de elementos de uma obra escrita
(como título, autor, editora, local de publicação e outras) que
permite a sua identificação. A um conjunto de referências
bibliográficas, normalmente apresentadas no final de uma obra,
dá-se o nome de "referências bibliográficas" ou apenas
"referências".
 - Sites, diretórios - conjunto de páginas web, isto é, de
hipertextos acessíveis geralmente pelo protocolo HTTP na
Internet. O conjunto de todos os sites públicos existentes
compõe a World Wide Web.
 também chamados Sites de Busca ou Sites Buscadores ou
ainda, Buscadores, são complexas ferramentas da internet,
utilizadas pelo público em geral, que oferecem ampla gama de
serviços online, tais como: buscar informações, armazená-las
Fontes de informação terciárias
 Tem como função principal ajudar o leitor na
pesquisa de fontes primárias e secundárias,
sendo que na maioria, não trazem nenhum
conhecimento ou assunto como um todo. São
sinalizadores de localização ou indicadores de
documentos primários ou secundários.
Fontes de informação terciárias
 - Bibliografia de Bibliografia
 - Bibliotecas e Centros de Documentação
 - Diretórios
 - Revisões de literatura
 - Guias Bibliográficos
 - Bibliotecas virtuais
Fontes de informação terciárias
 - Bibliografia de Bibliografia – Compilações de bibliografias,
resultando em uma nova publicação.
 - Bibliotecas e Centros de Documentação - é todo espaço
(concreto, virtual ou híbrido) destinado a uma coleção de
informações de quaisquer tipos, sejam escritas em folhas de
papel (monografias, enciclopédias,dicionários, manuais, etc)
ou ainda digitalizadas e armazenadas em outros tipos de
materiais, tais como CD, fitas, VHS, DVD ebancos de dados.
Revistas e jornais também são colecionados e armazenados
especialmente em uma hemeroteca.
Fontes de informação terciárias
 - Diretórios foram os primeiros sistemas de busca criados. Também
chamados de catálogos, tem como característica a categorização e
organização em tópicos. Estes tópicos seguem uma estrutura lógica e
são subdivididos por detalhamentos. Por exemplo a categoria
esportes tem a subdivisão futebol que por sua vez pode ser divida em
profissional e amador.
 - Revisões de literatura - A revisão de literatura é um levantamento,
geralmente exaustivo, os documentos publicados sobre um
determinado assunto. Analisa a documentação corrente e indica os
caminhos que um assunto ou frente de pesquisa pode tomar no
futuro. Pode ser editada como um artigo inserido num fascículo de
periódico, como monografia, como um capítulo de dissertação ou tese
e também como título específico de periódico.
Fontes de informação terciárias
 - Guias Bibliográficos - são valiosos instrumentos para
sistemas de informação, pois além de facilitarem as
buscas dos usuários, contribuem para formar imagens
da produção bibliográfica em determinada área do
conhecimento, num período de tempo, num certo local
e/ou distribuição num conjunto de bibliotecas.
Fontes de informação terciárias
 - Bibliotecas virtuais - são coleções organizadas
de documentos eletrônicos, onde cada fonte de
informação possui dois atributos relacionados:
os relativos ao seu conteúdo e os que
identificam de forma descritiva o documento.
 Referências
 BV Arquivologia, Biblioteconomia e Ciência da
Informação. 2011. Disponível em: <http://bib-
ci.wikidot.com/fontes-primarias> Acesso em: 13 agosto
2011.
 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Faculdade de Ciência da
Informação. Glossário de Ciência da Informação. 2004.
Disponível em:
<http://www.cid.unb.br/publico/setores/100/123/sistema/m
0039015.htm> Acesso em: 13 agosto 2011.
 PINHEIRO, L. V. R. Fontes ou recursos de informação:
categorias e evolução conceitual. Pesquisa Brasileira em
Ciência da Informação e Biblioteconomia,  v. 1, n. 1, 2006.
Disponível
em: <http://revista.ibict.br/pbcib/index.php/pbcib/article/vie
wFile/210/3> Acesso em: 13 agosto 2011.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fontes De Informação Científica
Fontes De Informação CientíficaFontes De Informação Científica
Fontes De Informação Científicabsararangua
 
Classificação e Catalogação em Bibliotecas
Classificação e Catalogação em BibliotecasClassificação e Catalogação em Bibliotecas
Classificação e Catalogação em BibliotecasLygia Canelas
 
Desenvolvimento de Coleções
Desenvolvimento de ColeçõesDesenvolvimento de Coleções
Desenvolvimento de ColeçõesGesner Xavier
 
A Classificação Decimal de Dewey - CDD
A Classificação Decimal de Dewey - CDDA Classificação Decimal de Dewey - CDD
A Classificação Decimal de Dewey - CDDCarla Façanha de Brito
 
Classificação Decimal Universal (aula completa)
Classificação Decimal Universal (aula completa)Classificação Decimal Universal (aula completa)
Classificação Decimal Universal (aula completa)Raquel Prado Leite de Sousa
 
Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Célia Dias
 
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuaisBibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuaisRita De Cássia Figueredo
 
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description AccessOs Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description AccessUniversidade de São Paulo
 
O processo de análise de assunto
O processo de análise de assuntoO processo de análise de assunto
O processo de análise de assuntojani_jpa2012
 
Obras de referência
Obras de referênciaObras de referência
Obras de referênciaCélia Dias
 
AACR
AACRAACR
AACRUNESP
 
Classificação Decimal de Dewey - CDD
Classificação Decimal de Dewey - CDDClassificação Decimal de Dewey - CDD
Classificação Decimal de Dewey - CDDDayanne Araújo
 

Mais procurados (20)

Minicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDAMinicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDA
 
Apresentação da tese defesa oral
Apresentação da tese defesa oralApresentação da tese defesa oral
Apresentação da tese defesa oral
 
1ª aula indexacao 2013
1ª aula indexacao 20131ª aula indexacao 2013
1ª aula indexacao 2013
 
Fontes De Informação Científica
Fontes De Informação CientíficaFontes De Informação Científica
Fontes De Informação Científica
 
Classificação e Catalogação em Bibliotecas
Classificação e Catalogação em BibliotecasClassificação e Catalogação em Bibliotecas
Classificação e Catalogação em Bibliotecas
 
Desenvolvimento de Coleções
Desenvolvimento de ColeçõesDesenvolvimento de Coleções
Desenvolvimento de Coleções
 
A Classificação Decimal de Dewey - CDD
A Classificação Decimal de Dewey - CDDA Classificação Decimal de Dewey - CDD
A Classificação Decimal de Dewey - CDD
 
Classificação Decimal Universal (aula completa)
Classificação Decimal Universal (aula completa)Classificação Decimal Universal (aula completa)
Classificação Decimal Universal (aula completa)
 
metodologia científica da pesquisa
 metodologia científica da pesquisa metodologia científica da pesquisa
metodologia científica da pesquisa
 
Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Serviço processo referencia
Serviço processo referencia
 
Catalogação
CatalogaçãoCatalogação
Catalogação
 
Origem da biblioteconomia
Origem da biblioteconomiaOrigem da biblioteconomia
Origem da biblioteconomia
 
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuaisBibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
Bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais
 
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description AccessOs Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
 
FONTES DE INFORMAÇAO.pptx
FONTES DE INFORMAÇAO.pptxFONTES DE INFORMAÇAO.pptx
FONTES DE INFORMAÇAO.pptx
 
O processo de análise de assunto
O processo de análise de assuntoO processo de análise de assunto
O processo de análise de assunto
 
Obras de referência
Obras de referênciaObras de referência
Obras de referência
 
Sistemas de Informação
Sistemas de InformaçãoSistemas de Informação
Sistemas de Informação
 
AACR
AACRAACR
AACR
 
Classificação Decimal de Dewey - CDD
Classificação Decimal de Dewey - CDDClassificação Decimal de Dewey - CDD
Classificação Decimal de Dewey - CDD
 

Semelhante a fontes de informação

ARQUIVÍSTICA - CONCEITOS E PRINCÍPIOS.pdf
ARQUIVÍSTICA - CONCEITOS E PRINCÍPIOS.pdfARQUIVÍSTICA - CONCEITOS E PRINCÍPIOS.pdf
ARQUIVÍSTICA - CONCEITOS E PRINCÍPIOS.pdfmarianavercosa2019
 
Elaborar um trabalho de pesquisa
Elaborar um trabalho de pesquisaElaborar um trabalho de pesquisa
Elaborar um trabalho de pesquisapopi97
 
Exploração e pesquisa no mundo da web
Exploração e pesquisa no mundo da webExploração e pesquisa no mundo da web
Exploração e pesquisa no mundo da webÉlio Geadas
 
Fonte primaria [modo de compatibilidade]
Fonte primaria [modo de compatibilidade]Fonte primaria [modo de compatibilidade]
Fonte primaria [modo de compatibilidade]jani_jpa2012
 
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol..."Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...Suelybcs .
 
Apresentação "Recursos Informacionais" - Seminário Inaugural de Pós-graduação...
Apresentação "Recursos Informacionais" - Seminário Inaugural de Pós-graduação...Apresentação "Recursos Informacionais" - Seminário Inaugural de Pós-graduação...
Apresentação "Recursos Informacionais" - Seminário Inaugural de Pós-graduação...Universidade de São Paulo
 
(2) arquivologia noções elvis. c. miranda
(2) arquivologia noções  elvis. c. miranda(2) arquivologia noções  elvis. c. miranda
(2) arquivologia noções elvis. c. mirandaMarizangela Castro
 
(2) arquivologia noções elvis. c. miranda
(2) arquivologia noções  elvis. c. miranda(2) arquivologia noções  elvis. c. miranda
(2) arquivologia noções elvis. c. mirandaoliviasugar
 
Biblioteca Virtual de Saúde - BVS
Biblioteca Virtual de Saúde - BVSBiblioteca Virtual de Saúde - BVS
Biblioteca Virtual de Saúde - BVSThaize17
 
Pesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaPesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaLeticia Strehl
 
Ppt curso auxiliar de biblioteca
Ppt   curso auxiliar de bibliotecaPpt   curso auxiliar de biblioteca
Ppt curso auxiliar de bibliotecaFlavio Santana
 
Recursos de pesquisa Biblioteca ESPM RJ
Recursos de pesquisa Biblioteca ESPM RJRecursos de pesquisa Biblioteca ESPM RJ
Recursos de pesquisa Biblioteca ESPM RJBiblioteca ESPM Rio
 
Noções de Arquivologia
Noções de ArquivologiaNoções de Arquivologia
Noções de ArquivologiaCharlley Luz
 

Semelhante a fontes de informação (20)

Acesso `a informação - estratégias
Acesso `a informação - estratégiasAcesso `a informação - estratégias
Acesso `a informação - estratégias
 
Fontes de informação na produção cientifica - Prof. Ma. Diana Vilas Boas Sout...
Fontes de informação na produção cientifica - Prof. Ma. Diana Vilas Boas Sout...Fontes de informação na produção cientifica - Prof. Ma. Diana Vilas Boas Sout...
Fontes de informação na produção cientifica - Prof. Ma. Diana Vilas Boas Sout...
 
Comuniação cientifica
Comuniação cientificaComuniação cientifica
Comuniação cientifica
 
Biblioteca-te: pesquisa e localiza informação
Biblioteca-te: pesquisa e localiza informaçãoBiblioteca-te: pesquisa e localiza informação
Biblioteca-te: pesquisa e localiza informação
 
ARQUIVÍSTICA - CONCEITOS E PRINCÍPIOS.pdf
ARQUIVÍSTICA - CONCEITOS E PRINCÍPIOS.pdfARQUIVÍSTICA - CONCEITOS E PRINCÍPIOS.pdf
ARQUIVÍSTICA - CONCEITOS E PRINCÍPIOS.pdf
 
Elaborar um trabalho de pesquisa
Elaborar um trabalho de pesquisaElaborar um trabalho de pesquisa
Elaborar um trabalho de pesquisa
 
Exploração e pesquisa no mundo da web
Exploração e pesquisa no mundo da webExploração e pesquisa no mundo da web
Exploração e pesquisa no mundo da web
 
Normas de vancouver
Normas de vancouverNormas de vancouver
Normas de vancouver
 
Fonte primaria [modo de compatibilidade]
Fonte primaria [modo de compatibilidade]Fonte primaria [modo de compatibilidade]
Fonte primaria [modo de compatibilidade]
 
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol..."Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
 
Apresentação "Recursos Informacionais" - Seminário Inaugural de Pós-graduação...
Apresentação "Recursos Informacionais" - Seminário Inaugural de Pós-graduação...Apresentação "Recursos Informacionais" - Seminário Inaugural de Pós-graduação...
Apresentação "Recursos Informacionais" - Seminário Inaugural de Pós-graduação...
 
(2) arquivologia noções elvis. c. miranda
(2) arquivologia noções  elvis. c. miranda(2) arquivologia noções  elvis. c. miranda
(2) arquivologia noções elvis. c. miranda
 
(2) arquivologia noções elvis. c. miranda
(2) arquivologia noções  elvis. c. miranda(2) arquivologia noções  elvis. c. miranda
(2) arquivologia noções elvis. c. miranda
 
Michael Buckland
Michael BucklandMichael Buckland
Michael Buckland
 
Biblioteca Virtual de Saúde - BVS
Biblioteca Virtual de Saúde - BVSBiblioteca Virtual de Saúde - BVS
Biblioteca Virtual de Saúde - BVS
 
Pesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaPesquisa Bibliografica
Pesquisa Bibliografica
 
Localiza literatura
Localiza literaturaLocaliza literatura
Localiza literatura
 
Ppt curso auxiliar de biblioteca
Ppt   curso auxiliar de bibliotecaPpt   curso auxiliar de biblioteca
Ppt curso auxiliar de biblioteca
 
Recursos de pesquisa Biblioteca ESPM RJ
Recursos de pesquisa Biblioteca ESPM RJRecursos de pesquisa Biblioteca ESPM RJ
Recursos de pesquisa Biblioteca ESPM RJ
 
Noções de Arquivologia
Noções de ArquivologiaNoções de Arquivologia
Noções de Arquivologia
 

fontes de informação

  • 2. DEFINIÇÕES  No Glossário da Ciência da Informação, para “Fonte de Informação” tem-se os seguintes resultados:  "Fonte pela qual se obtém a informação desejada." Marisa Bräscher Basílio Medeiros
  • 3. DEFINIÇÕES  “Documentos ou fontes que confirmem qualquerconhecimento e que permita ser incluída numa determinada compilação bibliográfica.” Cunha, 2001
  • 4. DEFINIÇÕES  “Qualquerdocumento, dado ou registro que forneça aos usuários de bibliotecas ou de serviços de informação, informações que possamseracessadas para respondera certas necessidades. As fontes de informação podem serclassificadas emfontes primárias, secundárias e terciárias.” Luciana Vieira de Araújo
  • 5. Fontes de informação primárias  Contém trabalhos originais com conhecimento original ou nova interpretação de idéias e/ou fatos acontecidos e publicado pela primeira vez pelos autores.
  • 6. Fontes de informação primárias  - Anais de congressos, simpósios, encontros, conferências, painéis  - Atlas e mapas  - Jornais  - Legislação  - Listas e diretórios de discussões  - Livros  - Periódicos  - Teses e Dissertações  - Traduções  - Projetos e Pesquisas em Andamento  - Patentes
  • 7. Fontes de informação primárias  - Anais – compilação de trabalhos acadêmicos desenvolvidos em simpósios, conferências, encontros, etc.  - Atlas e mapas - Um mapa é uma representação visual de uma região. Um atlas é um conjunto de mapas e reúne informações geográficas.  - Jornais - meio de comunicação impresso, geralmente um produto derivado do conjunto de atividades denominado jornalismo.
  • 8. Fontes de informação primárias  - Legislação - conjunto de leis existentes no município, estado e união, que devem ser cumpridas, para regular a relação entre as pessoas.  - Listas e diretórios de discussões - Listas de discussão ou mailing lists são listas de endereços de correio eletrônico de pessoas interessadas em determinados assuntos. Uma lista de discussão é formada quando existe um número relativamente grande de pessoas que pretendem discutir algum assunto online, através de e-mails.
  • 9. Fontes de informação primárias  - Livro - volume transportável, composto por páginas encadernadas, contendo texto manuscrito ou impresso e/ou imagens e que forma uma publicação unitária (ou foi concebido como tal) ou a parte principal de um trabalho literário, científico ou outro.  Periódicos - publicação em qualquer tipo de suporte, editada em unidades físicas sucessivas, com designações numéricas e/ou cronológicas e destinada a ser continuada indefinidamente.
  • 10. Fontes de informação primárias  Teses e dissertações - constituem o produto de pesquisas desenvolvidas em cursos de nível de pós-graduação (mestrado e doutorado). Abordam um tema único, exigindo investigações próprias à área de especialização e métodos específicos. (...) A diferença entre tese e dissertação refere- se ao grau de profundidade e originalidade exigido na tese, defendida na conclusão de curso de doutoramento.  Traduções – interpretações do significado de um texto em uma língua — o te xto fo nte — e a produção de um novo texto em outra língua, mas que exprima o texto original da forma mais exata possível na língua destino; O texto resultante também se chama tradução.
  • 11. Fontes de informação primárias  Projetos e pesquisas em andamento.  Patentes - uma concessão pública, conferida pelo Estado, que garante ao seu titular a exclusividade ao explorar comercialmente a sua criação. Em contrapartida, é disponibilizado acesso ao público sobre o conhecimento dos pontos essenciais e as reivindicações que caracterizam a novidade no invento.
  • 12. Fontes de informação secundárias  Contém informações sobre documentos primários. Não são originais e basicamente citam,revisam e interpretam os trabalhos originais. São, na verdade, os organizadores dos documentos primários e guiam o leitor para eles.
  • 13. Fontes de informação secundárias  - Arquivos  - Bases de dados  - Bibliografias  - Dicionários  - Editoras  - Enciclopédias  - Filmes e vídeos  - Glossários  - Indicadores e Índices  - Livrarias  - Museus  - Normas técnicas  - Referências  - Sites, diretórios e mecanismos de busca.
  • 14. Fontes de informação secundárias  - Arquivos - conjunto orgânico de documentos, independentemente da sua data, forma e suporte material, produzidos ou recebidos por uma pessoa jurídica, singular ou colectiva, ou por um organismo público ou privado, no exercício da sua actividade e conservados a título de prova ou informação.  - Bases de dados - é um conjunto de registros dispostos em estrutura regular que possibilita a reorganização dos mesmos e produção de informação. Um banco de dados normalmente agrupa registros utilizáveis para um mesmo fim. Um banco de dados é usualmente mantido e acessado por meio de um software conhecido como Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD).
  • 15. Fontes de informação secundárias  - Bibliografias - registo de documentos, livros, inventários, escritos, impressos ou quaisquer gravações em variados meios (madeira, metal, argila, papiro, papel, etc.) sobre determinado assunto ou de determinado autor, que venham a servir como fonte para consulta.  - Dicionários - compilação de palavras ou dos termos próprios, ou ainda de vocábulos de uma língua, quase sempre dispostos por ordem alfabética e com a respectiva significação ou a sua versão em outra língua. Cada dicionário possui classificações em harmonia com objetivos e finalidades didáticas aos quais se compromete em abranger.
  • 16. Fontes de informação secundárias  - Editoras - organização que coordena a publicação de obras literárias, discográficas e impressos, como jornais e revistas. Em geral as editoras se especializam em um tipo de publicação e área: livros, partituras, livros didáticos, obras de referência, jornais, discos ou outros. Em geral também é a editora que arca com os custos de produção, divulgação e distribuição.  - Enciclopédias - conjunto de informações relativas ao conhecimento humano; obra que trata de todas as ciências e artes em geral. Pode ser considerada uma espécie de livro de referência para praticamente qualquer assunto do domínio humano. Podem ser genéricas ou especializadas.
  • 17. Fontes de informação secundárias  - Filmes e vídeos - é a técnica e a arte de registrar e reproduzir imagens com impressão de movimento, bem como a indústria que produz estas imagens. As obras cinematográficas (mais conhecidas como filmes) são produzidas através da gravação de imagens do mundo com câmeras, ou pela criação de imagens utilizando técnicas de animação ou efeitos visuais.
  • 18. Fontes de informação secundárias  - Glossários - lista alfabética de termos de um determinado domínio de conhecimento com a definição destes termos. Tradicionalmente, um glossário aparece no final de um livro e inclui termos citados que o livro introduz ao leitor ou são de incomuns.  - Indicadores e Índices - Relação de Palavras ou Frases, ordenadas segundo determinado critério, que localiza e remete para as informações contidas num texto.
  • 19. Fontes de informação secundárias  - Livrarias - lojas que vendem livros e outros itens relacionados com a leitura, como jornais e revistas.  - Museus - instituição permanente, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, aberta ao público e que adquire, conserva, investiga, difunde e expõe os testemunhos materiais do homem e de seu entorno, para educação e deleite da sociedade.  - Normas técnicas - documento, normalmente produzido por um órgão oficialmente acreditado para tal, que estabelece regras, diretrizes, ou características acerca de um material, produto, processo ou serviço. A obediência a uma no rm a té cnica, tal como norma ISO ou ABNT, quando não referendada por uma norma jurídica, não é obrigatória.
  • 20. Fontes de informação secundárias  - Referências - conjunto de elementos de uma obra escrita (como título, autor, editora, local de publicação e outras) que permite a sua identificação. A um conjunto de referências bibliográficas, normalmente apresentadas no final de uma obra, dá-se o nome de "referências bibliográficas" ou apenas "referências".  - Sites, diretórios - conjunto de páginas web, isto é, de hipertextos acessíveis geralmente pelo protocolo HTTP na Internet. O conjunto de todos os sites públicos existentes compõe a World Wide Web.  também chamados Sites de Busca ou Sites Buscadores ou ainda, Buscadores, são complexas ferramentas da internet, utilizadas pelo público em geral, que oferecem ampla gama de serviços online, tais como: buscar informações, armazená-las
  • 21. Fontes de informação terciárias  Tem como função principal ajudar o leitor na pesquisa de fontes primárias e secundárias, sendo que na maioria, não trazem nenhum conhecimento ou assunto como um todo. São sinalizadores de localização ou indicadores de documentos primários ou secundários.
  • 22. Fontes de informação terciárias  - Bibliografia de Bibliografia  - Bibliotecas e Centros de Documentação  - Diretórios  - Revisões de literatura  - Guias Bibliográficos  - Bibliotecas virtuais
  • 23. Fontes de informação terciárias  - Bibliografia de Bibliografia – Compilações de bibliografias, resultando em uma nova publicação.  - Bibliotecas e Centros de Documentação - é todo espaço (concreto, virtual ou híbrido) destinado a uma coleção de informações de quaisquer tipos, sejam escritas em folhas de papel (monografias, enciclopédias,dicionários, manuais, etc) ou ainda digitalizadas e armazenadas em outros tipos de materiais, tais como CD, fitas, VHS, DVD ebancos de dados. Revistas e jornais também são colecionados e armazenados especialmente em uma hemeroteca.
  • 24. Fontes de informação terciárias  - Diretórios foram os primeiros sistemas de busca criados. Também chamados de catálogos, tem como característica a categorização e organização em tópicos. Estes tópicos seguem uma estrutura lógica e são subdivididos por detalhamentos. Por exemplo a categoria esportes tem a subdivisão futebol que por sua vez pode ser divida em profissional e amador.  - Revisões de literatura - A revisão de literatura é um levantamento, geralmente exaustivo, os documentos publicados sobre um determinado assunto. Analisa a documentação corrente e indica os caminhos que um assunto ou frente de pesquisa pode tomar no futuro. Pode ser editada como um artigo inserido num fascículo de periódico, como monografia, como um capítulo de dissertação ou tese e também como título específico de periódico.
  • 25. Fontes de informação terciárias  - Guias Bibliográficos - são valiosos instrumentos para sistemas de informação, pois além de facilitarem as buscas dos usuários, contribuem para formar imagens da produção bibliográfica em determinada área do conhecimento, num período de tempo, num certo local e/ou distribuição num conjunto de bibliotecas.
  • 26. Fontes de informação terciárias  - Bibliotecas virtuais - são coleções organizadas de documentos eletrônicos, onde cada fonte de informação possui dois atributos relacionados: os relativos ao seu conteúdo e os que identificam de forma descritiva o documento.
  • 27.  Referências  BV Arquivologia, Biblioteconomia e Ciência da Informação. 2011. Disponível em: <http://bib- ci.wikidot.com/fontes-primarias> Acesso em: 13 agosto 2011.  UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Faculdade de Ciência da Informação. Glossário de Ciência da Informação. 2004. Disponível em: <http://www.cid.unb.br/publico/setores/100/123/sistema/m 0039015.htm> Acesso em: 13 agosto 2011.  PINHEIRO, L. V. R. Fontes ou recursos de informação: categorias e evolução conceitual. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia,  v. 1, n. 1, 2006. Disponível em: <http://revista.ibict.br/pbcib/index.php/pbcib/article/vie wFile/210/3> Acesso em: 13 agosto 2011.