SlideShare uma empresa Scribd logo
Evangelho 
Espiritismo 
Palestra 25/01/2012 – Gelp – Leonardo Pereira 
O 
SEGUNDO O 
Tema: 
A FELICIDADE NÃO É 
DESTE MUNDO!
O que Jesus tem a nos dizer?
Convite
Contrassenso 
1.Felizes os pobres de espírito; 
2.Felizes os que choram; 
3.Felizes os injustiçados; 
4.Felizes os tem fome e sede de 
Justiça 
5.Felizes os que sofrem 
perseguição,...
Bem-aventuranças 
"Bem-aventurança na filosofia 
grega quer dizer "Felicidade". E a 
felicidade é o fim último e o 
supremo bem do homem, o que 
constitui o verdadeiro sentido de 
sua vida". 
Vocabulário da Filosofia
Bem-aventuranças 
"Bem-aventurança em hebraico 
quer dizer "em marcha", e a 
infelicidade é estar parado, 
parado sobre a imagem, parado 
sobre os sintomas, parado sobre 
as memórias". 
Jean-Yves Leloup
Em busca da felicidade 
"Todos os reformadores 
que prometem aos homens 
uma melhoria da sua sorte, 
fazem-na depender de 
revoluções políticas ou de 
transformações sociais". 
Georges Chevrot
Em busca da felicidade 
"Cristo procede exatamente ao 
contrário. À medida que os homens 
tomarem consciência da felicidade 
que vai ligada à prática dos preceitos 
evangélicos e se transformarem a si 
próprios, o seu comportamento 
moral melhorado será o fator que há 
de aperfeiçoar as instituições". 
Georges Chevrot
Em busca da felicidade 
"Porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração." 
Jesus – Lucas 12:34 
"As estradas que nos levam a felicidade 
fazem parte de um método gradual de 
crescimento íntimo cuja prática só pode ser 
exercitada pausadamente, pois a verdadeira 
fórmula da felicidade é a realização de um 
constante trabalho interior". 
Hammed – Renovando Atitudes
Felicidade 
"O sentido, o significado da vida 
concentra-se na busca e no 
encontro da felicidade. Constitui 
o mais frequente desafio 
existencial responsável pelas 
continuas realizações humanas. 
A felicidade, por isso, torna-se 
difícil de ser lograda e, não raro, 
muito complexa, diferindo de 
conteúdo entre as pessoas em si 
mesmas e os grupos sociais. 
Confundida com prazer, 
descaracteriza-se, fazendo-se 
Joana de Ângelis – O Ser frustrante e atormentadora.". 
Consciente
Onde encontrar a felicidade? 
• Poder? 
• Riqueza? 
• Juventude?
"A felicidade não é deste mundo" 
Eclesiastes - Evangelho cap. 5 item 20 
"Em tese geral pode afirmar-se que a 
felicidade é uma utopia a cuja conquista 
as gerações se lançam sucessivamente, 
sem jamais lograrem alcançá-la. Se o 
homem ajuizado é uma raridade neste 
mundo, o homem absolutamente feliz 
jamais foi encontrado." 
François-Nicolas-Madeleine - Evangelho cap. 5 item 
20
François-Nicolas-Madeleine 
Arcebispo de Morlot 
Paris, 1795 a 1862 
Mensagem: Paris, 1863
"Vive o homem incessantemente 
em busca da felicidade, que 
também incessantemente lhe foge, 
porque felicidade sem mescla não 
se encontra na Terra." 
Fénelon - Evangelho cap. 5 item 23
François Fénelon 
Teólogo , poeta e escritor francês 
Paris, 1651 - 1715 
Mensagem: Lião, 1860
"Doença no hebraico quer dizer 
andar em círculos, estar preso, 
fechado em seu sofrimento, 
seus pensamentos ou até 
mesmo em suas emoções". 
Jean-Yves Leloup 
Infelicidade
Infelicidade 
"Vou revelar-vos a infelicidade sob uma nova 
forma, sob a forma bela e florida que acolheis e 
desejais com todas as veras de vossas almas 
iludidas. 
A infelicidade é a alegria, é o prazer, é o 
tumulto, é a vã agitação, é a satisfação louca da 
vaidade, que fazem calar a consciência, que 
comprimem a ação do pensamento, que 
atordoam o homem com relação ao seu futuro. 
A infelicidade é o ópio do esquecimento que 
ardentemente procurais conseguir". 
Delfina de Girardin - Evangelho cap. 5 item 23
Delphine de Girardin 
24 de Janeiro de 1804, 
29 de Junho de 1855, ( 
Paris)
" O problema das bem-aventuranças exige sérias 
reflexões, antes de interpretado por questão líquida, 
nos bastidores do conhecimento. 
Confere Jesus a credencial de bem-aventurados aos 
que lhe partilham as aflições e os trabalhos; todavia, 
cabe-nos salientar que o Mestre categoriza sacrifícios 
e sentimentos à conta de bênçãos educativas e 
redentoras.
Surge, então, o imperativo de saber aceitá-los. 
Esse ou aquele homem serão bem-aventurados por 
haverem edificado o bem, na pobreza material, por 
encontrarem alegria na simplicidade e na paz, por 
saberem guardar no coração longa e divina 
esperança. 
Mas... e a adesão sincera às sagradas obrigações do 
título?
O Mestre, na supervisão que lhe assinala os 
ensinamentos, reporta-se às bem-aventuranças 
eternas; entretanto, são raros os que se aproximam 
delas, com a perfeita compreensão de quem se 
avizinha de tesouro imenso. A maioria dos menos 
favorecidos no plano terrestre, se visitados pela dor, 
preferem a lamentação e o desespero; se convidados 
ao testemunho da renúncia, resvalam para a 
exigência descabida e, quase sempre, ao invés de
pacificamente, lançam-se às aventuras indignas de 
quantos perdem na desmesurada ambição. 
Ofereceu Jesus muitas bem-aventuranças. Raros, 
porém, desejam-nas. É por isto que existem muitos 
pobres e muitos aflitos que podem ser grandes 
necessitados do mundo, mas que ainda não são 
benditos no Céu. 
Bem-Aventuranças – Emmanuel "Pão Nosso"
A felicidade do homem não diz respeito ao que 
ele possui, ao que ele tem, mas o que ele é. 
Não está condicionada pela atitude dos outros 
a nosso respeito, não depende do rumo que 
seguem os acontecimentos, mas da maneira 
como reagimos em face deles. 
A felicidade depende de nós; a sua origem 
está em nós. Se vivermos como discípulos de 
Cristo, teremos em nós os meios de ser felizes. 
Georges Chevrot
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque 
deles é o reino dos céus. 
Felizes aqueles que têm consciência de sua 
pobreza espiritual e que buscam humildemente 
aquilo que necessitam. 
Bem-aventurados os que choram, porque serão 
consolados. 
Os que choram se encontram envolvidos num 
processo de crescimento. Eles serão consolados 
quando o valor projetado, perdido, for 
recuperado no interior do psique.
Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra. 
Essa mansidão está relacionada ao Ego, que precisa ser 
trabalhado, essa atitude é afortunada, pois o ego está 
pronto para receber ensinamentos e aberto às novas 
considerações que podem levar a uma rica herança. 
Herdar a terra significa adquirir uma consciência em 
saber se relacionar ao todo ou de ter uma participação 
pessoal no todo. 
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, 
porque serão saciados. 
Trata-se de um principio orientador interior, de caráter 
objetivo, que traz um sentimento de realizações do Ego 
que o busca com fome. A justiça de estar vivendo de 
acordo com a verdadeira e real necessidade interior.
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o 
reino dos céus. 
Felizes aqueles que têm consciência de sua pobreza espiritual 
e que buscam humildemente aquilo que necessitam. 
Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão 
misericórdia. 
Se o Ego é misericordioso, ele receberá misericórdia do 
íntimo. 
Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. 
A pureza ou a limpeza podem significar um estado do Ego, 
livre da contaminação de conteúdo ou motivações do 
inconsciente. Aquele que é consciente é puro, porque é 
consciente de que seu erro abre uma porta para 
experimentar a sua própria essência.
Bem-aventurados os pacificadores, porque serão 
chamados de filhos de Deus. 
O papel apropriado do Ego é mediar entre as 
partes oponentes aos conflitos intrapsíquicos 
internos. 
Bem-aventurados os que são perseguidos por 
causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. 
O Ego precisa suportar a dor e o sofrimento, sem 
sucumbir ao amargor e ao ressentimento, para 
relacionar-se à lei interna objetiva.
Carl Gustav Jung 
Psiquiatra Suísso 
Paris, 1875 – 1961 
Responsável pela psicologia 
transpessoal
Muita Paz a todos! 
E QUE A LUZ DE JESUS POSSA NOS GUIAR 
EM BUSCA DA FELICIDADE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A felicidade na visão espirita
A felicidade na visão espiritaA felicidade na visão espirita
A felicidade na visão espirita
carlos freire
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
Ricardo Azevedo
 
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
Nazareno Feitosa
 
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do EspíritoConflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
igmateus
 
Bem aventurados os que têm os olhos fechados
Bem aventurados os que têm os olhos fechadosBem aventurados os que têm os olhos fechados
Bem aventurados os que têm os olhos fechados
Helio Cruz
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnação
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnaçãoOs laços de família são fortalecidos pela reencarnação
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnação
Luciane Belchior
 
A felicidade nao e deste mundo.
A felicidade nao e deste mundo.A felicidade nao e deste mundo.
A felicidade nao e deste mundo.
LUCAS CANAVARRO
 
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dorTormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Danilo Galvão
 
(Livro Boa nova) Cap. 8 Bom animo
(Livro Boa nova) Cap. 8   Bom animo(Livro Boa nova) Cap. 8   Bom animo
(Livro Boa nova) Cap. 8 Bom animo
Patricia Farias
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade Relativa
Sergio Menezes
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
igmateus
 
Onde deus escondeu a felicidade!
Onde deus escondeu a felicidade!Onde deus escondeu a felicidade!
Onde deus escondeu a felicidade!
Leonardo Pereira
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
Candice Gunther
 
Perdas de entes queridos 02112011
Perdas de entes queridos 02112011Perdas de entes queridos 02112011
Perdas de entes queridos 02112011
Daniela Azevedo
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Os sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntariosOs sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntarios
Marcos Antônio Alves
 
Felicidade Richard Simonetti 2
Felicidade Richard Simonetti 2Felicidade Richard Simonetti 2
Felicidade Richard Simonetti 2
Izabel Cristina Fonseca
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
Lorena Dias
 
O Mapa da Felicidade
O Mapa da FelicidadeO Mapa da Felicidade
O Mapa da Felicidade
Eid Marques
 

Mais procurados (20)

A felicidade na visão espirita
A felicidade na visão espiritaA felicidade na visão espirita
A felicidade na visão espirita
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
 
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
 
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do EspíritoConflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
 
Bem aventurados os que têm os olhos fechados
Bem aventurados os que têm os olhos fechadosBem aventurados os que têm os olhos fechados
Bem aventurados os que têm os olhos fechados
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
 
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnação
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnaçãoOs laços de família são fortalecidos pela reencarnação
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnação
 
A felicidade nao e deste mundo.
A felicidade nao e deste mundo.A felicidade nao e deste mundo.
A felicidade nao e deste mundo.
 
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dorTormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dor
 
(Livro Boa nova) Cap. 8 Bom animo
(Livro Boa nova) Cap. 8   Bom animo(Livro Boa nova) Cap. 8   Bom animo
(Livro Boa nova) Cap. 8 Bom animo
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade Relativa
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
 
Onde deus escondeu a felicidade!
Onde deus escondeu a felicidade!Onde deus escondeu a felicidade!
Onde deus escondeu a felicidade!
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 
Perdas de entes queridos 02112011
Perdas de entes queridos 02112011Perdas de entes queridos 02112011
Perdas de entes queridos 02112011
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
 
Os sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntariosOs sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntarios
 
Felicidade Richard Simonetti 2
Felicidade Richard Simonetti 2Felicidade Richard Simonetti 2
Felicidade Richard Simonetti 2
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
O Mapa da Felicidade
O Mapa da FelicidadeO Mapa da Felicidade
O Mapa da Felicidade
 

Destaque

Felicidade
FelicidadeFelicidade
Palestra penas e gozos terrestres
Palestra penas e gozos terrestresPalestra penas e gozos terrestres
Palestra penas e gozos terrestres
Suely Anjos
 
Das penas e gozos Terrestres (Leonardo Pereira).
Das penas e gozos Terrestres (Leonardo Pereira). Das penas e gozos Terrestres (Leonardo Pereira).
Das penas e gozos Terrestres (Leonardo Pereira).
Leonardo Pereira
 
A felicidade existe
A felicidade existeA felicidade existe
A felicidade existe
Humberto E. Hasegawa
 
EM BUSCA DA FELICIDADE
EM BUSCA DA FELICIDADE EM BUSCA DA FELICIDADE
EM BUSCA DA FELICIDADE
Carlos Steigleder
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
Fórum Espírita
 
Felicidade!! slide
Felicidade!! slideFelicidade!! slide
Felicidade!! slide
Lolly
 
A felicidade não é desse mundo!
A felicidade não é desse mundo!A felicidade não é desse mundo!
A felicidade não é desse mundo!
Leonardo Pereira
 
A felicidade na visão espírita
A felicidade na visão espírita A felicidade na visão espírita
A felicidade na visão espírita
grupodepaisceb
 

Destaque (9)

Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidade
 
Palestra penas e gozos terrestres
Palestra penas e gozos terrestresPalestra penas e gozos terrestres
Palestra penas e gozos terrestres
 
Das penas e gozos Terrestres (Leonardo Pereira).
Das penas e gozos Terrestres (Leonardo Pereira). Das penas e gozos Terrestres (Leonardo Pereira).
Das penas e gozos Terrestres (Leonardo Pereira).
 
A felicidade existe
A felicidade existeA felicidade existe
A felicidade existe
 
EM BUSCA DA FELICIDADE
EM BUSCA DA FELICIDADE EM BUSCA DA FELICIDADE
EM BUSCA DA FELICIDADE
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 
Felicidade!! slide
Felicidade!! slideFelicidade!! slide
Felicidade!! slide
 
A felicidade não é desse mundo!
A felicidade não é desse mundo!A felicidade não é desse mundo!
A felicidade não é desse mundo!
 
A felicidade na visão espírita
A felicidade na visão espírita A felicidade na visão espírita
A felicidade na visão espírita
 

Semelhante a Em busca da felicidade ( Leonardo Pereira).

Em busca da felicidade_Leonardo Pereir.ppt
Em busca da felicidade_Leonardo Pereir.pptEm busca da felicidade_Leonardo Pereir.ppt
Em busca da felicidade_Leonardo Pereir.ppt
Telma Lima
 
As Bem-Aventuranças - Sermão do Monte
As Bem-Aventuranças - Sermão do MonteAs Bem-Aventuranças - Sermão do Monte
As Bem-Aventuranças - Sermão do Monte
Mensageiros De Luz
 
A felicidade segundo_jesus
A felicidade segundo_jesusA felicidade segundo_jesus
A felicidade segundo_jesus
iceanapolis
 
Por que comigo
Por que comigoPor que comigo
Por que comigo
Lisete B.
 
Boletim O PAE - novembro 2016
Boletim O PAE -   novembro 2016Boletim O PAE -   novembro 2016
Boletim O PAE - novembro 2016
O PAE PAE
 
Um jeito de ser feliz (richard simonetti)
Um jeito de ser feliz (richard simonetti)Um jeito de ser feliz (richard simonetti)
Um jeito de ser feliz (richard simonetti)
Helio Cruz
 
O Segredo da Felicidade - Billy Graham
O Segredo da Felicidade - Billy GrahamO Segredo da Felicidade - Billy Graham
O Segredo da Felicidade - Billy Graham
anindarea
 
Servidores do alem
Servidores do alemServidores do alem
Alegria
AlegriaAlegria
O Que Faz Você Feliz
O Que Faz Você FelizO Que Faz Você Feliz
O Que Faz Você Feliz
Cris Araújo
 
Felicidade Richard Simoneti 1
Felicidade Richard Simoneti 1Felicidade Richard Simoneti 1
Felicidade Richard Simoneti 1
Izabel Cristina Fonseca
 
Terraescolados Espiritos
Terraescolados EspiritosTerraescolados Espiritos
Terraescolados Espiritos
cab3032
 
Terraescoladeespiritos
TerraescoladeespiritosTerraescoladeespiritos
Terraescoladeespiritos
Lena Lopez
 
Terra Escola dos Espíritos
Terra Escola dos EspíritosTerra Escola dos Espíritos
Terra Escola dos Espíritos
hamletcrs
 
Terra - Escola de Espiritos
Terra - Escola de EspiritosTerra - Escola de Espiritos
Terra - Escola de Espiritos
Alfweb Sistemas
 
Terraescolados Espiritos
Terraescolados EspiritosTerraescolados Espiritos
Terraescolados Espiritos
cab3032
 
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
grupodepaisceb
 
Terra, es..
Terra, es..Terra, es..
Terra, es..
petrus genuino
 
Oração da serenidade
Oração da serenidadeOração da serenidade
Oração da serenidade
Izabel Cristina Fonseca
 
Terra escolados espiritos
Terra escolados espiritosTerra escolados espiritos
Terra escolados espiritos
Izabel Cristina Fonseca
 

Semelhante a Em busca da felicidade ( Leonardo Pereira). (20)

Em busca da felicidade_Leonardo Pereir.ppt
Em busca da felicidade_Leonardo Pereir.pptEm busca da felicidade_Leonardo Pereir.ppt
Em busca da felicidade_Leonardo Pereir.ppt
 
As Bem-Aventuranças - Sermão do Monte
As Bem-Aventuranças - Sermão do MonteAs Bem-Aventuranças - Sermão do Monte
As Bem-Aventuranças - Sermão do Monte
 
A felicidade segundo_jesus
A felicidade segundo_jesusA felicidade segundo_jesus
A felicidade segundo_jesus
 
Por que comigo
Por que comigoPor que comigo
Por que comigo
 
Boletim O PAE - novembro 2016
Boletim O PAE -   novembro 2016Boletim O PAE -   novembro 2016
Boletim O PAE - novembro 2016
 
Um jeito de ser feliz (richard simonetti)
Um jeito de ser feliz (richard simonetti)Um jeito de ser feliz (richard simonetti)
Um jeito de ser feliz (richard simonetti)
 
O Segredo da Felicidade - Billy Graham
O Segredo da Felicidade - Billy GrahamO Segredo da Felicidade - Billy Graham
O Segredo da Felicidade - Billy Graham
 
Servidores do alem
Servidores do alemServidores do alem
Servidores do alem
 
Alegria
AlegriaAlegria
Alegria
 
O Que Faz Você Feliz
O Que Faz Você FelizO Que Faz Você Feliz
O Que Faz Você Feliz
 
Felicidade Richard Simoneti 1
Felicidade Richard Simoneti 1Felicidade Richard Simoneti 1
Felicidade Richard Simoneti 1
 
Terraescolados Espiritos
Terraescolados EspiritosTerraescolados Espiritos
Terraescolados Espiritos
 
Terraescoladeespiritos
TerraescoladeespiritosTerraescoladeespiritos
Terraescoladeespiritos
 
Terra Escola dos Espíritos
Terra Escola dos EspíritosTerra Escola dos Espíritos
Terra Escola dos Espíritos
 
Terra - Escola de Espiritos
Terra - Escola de EspiritosTerra - Escola de Espiritos
Terra - Escola de Espiritos
 
Terraescolados Espiritos
Terraescolados EspiritosTerraescolados Espiritos
Terraescolados Espiritos
 
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
 
Terra, es..
Terra, es..Terra, es..
Terra, es..
 
Oração da serenidade
Oração da serenidadeOração da serenidade
Oração da serenidade
 
Terra escolados espiritos
Terra escolados espiritosTerra escolados espiritos
Terra escolados espiritos
 

Mais de Leonardo Pereira

Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência" Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência"
Leonardo Pereira
 
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Leonardo Pereira
 
E a morte o fim da vida
E a morte o fim da vidaE a morte o fim da vida
E a morte o fim da vida
Leonardo Pereira
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 1
Escutando sentimentos  cap 1Escutando sentimentos  cap 1
Escutando sentimentos cap 1
Leonardo Pereira
 
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortalO apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
Leonardo Pereira
 
Consciência e evolução
Consciência e evolução Consciência e evolução
Consciência e evolução
Leonardo Pereira
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
Leonardo Pereira
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 

Mais de Leonardo Pereira (20)

Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência" Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência"
 
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"
 
E a morte o fim da vida
E a morte o fim da vidaE a morte o fim da vida
E a morte o fim da vida
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
 
Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10
 
Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08
 
Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03
 
Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02
 
Escutando sentimentos cap 1
Escutando sentimentos  cap 1Escutando sentimentos  cap 1
Escutando sentimentos cap 1
 
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortalO apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
 
Consciência e evolução
Consciência e evolução Consciência e evolução
Consciência e evolução
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 

Último

Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 

Último (16)

Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 

Em busca da felicidade ( Leonardo Pereira).

  • 1. Evangelho Espiritismo Palestra 25/01/2012 – Gelp – Leonardo Pereira O SEGUNDO O Tema: A FELICIDADE NÃO É DESTE MUNDO!
  • 2. O que Jesus tem a nos dizer?
  • 4. Contrassenso 1.Felizes os pobres de espírito; 2.Felizes os que choram; 3.Felizes os injustiçados; 4.Felizes os tem fome e sede de Justiça 5.Felizes os que sofrem perseguição,...
  • 5. Bem-aventuranças "Bem-aventurança na filosofia grega quer dizer "Felicidade". E a felicidade é o fim último e o supremo bem do homem, o que constitui o verdadeiro sentido de sua vida". Vocabulário da Filosofia
  • 6. Bem-aventuranças "Bem-aventurança em hebraico quer dizer "em marcha", e a infelicidade é estar parado, parado sobre a imagem, parado sobre os sintomas, parado sobre as memórias". Jean-Yves Leloup
  • 7. Em busca da felicidade "Todos os reformadores que prometem aos homens uma melhoria da sua sorte, fazem-na depender de revoluções políticas ou de transformações sociais". Georges Chevrot
  • 8. Em busca da felicidade "Cristo procede exatamente ao contrário. À medida que os homens tomarem consciência da felicidade que vai ligada à prática dos preceitos evangélicos e se transformarem a si próprios, o seu comportamento moral melhorado será o fator que há de aperfeiçoar as instituições". Georges Chevrot
  • 9. Em busca da felicidade "Porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração." Jesus – Lucas 12:34 "As estradas que nos levam a felicidade fazem parte de um método gradual de crescimento íntimo cuja prática só pode ser exercitada pausadamente, pois a verdadeira fórmula da felicidade é a realização de um constante trabalho interior". Hammed – Renovando Atitudes
  • 10. Felicidade "O sentido, o significado da vida concentra-se na busca e no encontro da felicidade. Constitui o mais frequente desafio existencial responsável pelas continuas realizações humanas. A felicidade, por isso, torna-se difícil de ser lograda e, não raro, muito complexa, diferindo de conteúdo entre as pessoas em si mesmas e os grupos sociais. Confundida com prazer, descaracteriza-se, fazendo-se Joana de Ângelis – O Ser frustrante e atormentadora.". Consciente
  • 11. Onde encontrar a felicidade? • Poder? • Riqueza? • Juventude?
  • 12. "A felicidade não é deste mundo" Eclesiastes - Evangelho cap. 5 item 20 "Em tese geral pode afirmar-se que a felicidade é uma utopia a cuja conquista as gerações se lançam sucessivamente, sem jamais lograrem alcançá-la. Se o homem ajuizado é uma raridade neste mundo, o homem absolutamente feliz jamais foi encontrado." François-Nicolas-Madeleine - Evangelho cap. 5 item 20
  • 13. François-Nicolas-Madeleine Arcebispo de Morlot Paris, 1795 a 1862 Mensagem: Paris, 1863
  • 14. "Vive o homem incessantemente em busca da felicidade, que também incessantemente lhe foge, porque felicidade sem mescla não se encontra na Terra." Fénelon - Evangelho cap. 5 item 23
  • 15. François Fénelon Teólogo , poeta e escritor francês Paris, 1651 - 1715 Mensagem: Lião, 1860
  • 16. "Doença no hebraico quer dizer andar em círculos, estar preso, fechado em seu sofrimento, seus pensamentos ou até mesmo em suas emoções". Jean-Yves Leloup Infelicidade
  • 17. Infelicidade "Vou revelar-vos a infelicidade sob uma nova forma, sob a forma bela e florida que acolheis e desejais com todas as veras de vossas almas iludidas. A infelicidade é a alegria, é o prazer, é o tumulto, é a vã agitação, é a satisfação louca da vaidade, que fazem calar a consciência, que comprimem a ação do pensamento, que atordoam o homem com relação ao seu futuro. A infelicidade é o ópio do esquecimento que ardentemente procurais conseguir". Delfina de Girardin - Evangelho cap. 5 item 23
  • 18. Delphine de Girardin 24 de Janeiro de 1804, 29 de Junho de 1855, ( Paris)
  • 19. " O problema das bem-aventuranças exige sérias reflexões, antes de interpretado por questão líquida, nos bastidores do conhecimento. Confere Jesus a credencial de bem-aventurados aos que lhe partilham as aflições e os trabalhos; todavia, cabe-nos salientar que o Mestre categoriza sacrifícios e sentimentos à conta de bênçãos educativas e redentoras.
  • 20. Surge, então, o imperativo de saber aceitá-los. Esse ou aquele homem serão bem-aventurados por haverem edificado o bem, na pobreza material, por encontrarem alegria na simplicidade e na paz, por saberem guardar no coração longa e divina esperança. Mas... e a adesão sincera às sagradas obrigações do título?
  • 21. O Mestre, na supervisão que lhe assinala os ensinamentos, reporta-se às bem-aventuranças eternas; entretanto, são raros os que se aproximam delas, com a perfeita compreensão de quem se avizinha de tesouro imenso. A maioria dos menos favorecidos no plano terrestre, se visitados pela dor, preferem a lamentação e o desespero; se convidados ao testemunho da renúncia, resvalam para a exigência descabida e, quase sempre, ao invés de
  • 22. pacificamente, lançam-se às aventuras indignas de quantos perdem na desmesurada ambição. Ofereceu Jesus muitas bem-aventuranças. Raros, porém, desejam-nas. É por isto que existem muitos pobres e muitos aflitos que podem ser grandes necessitados do mundo, mas que ainda não são benditos no Céu. Bem-Aventuranças – Emmanuel "Pão Nosso"
  • 23. A felicidade do homem não diz respeito ao que ele possui, ao que ele tem, mas o que ele é. Não está condicionada pela atitude dos outros a nosso respeito, não depende do rumo que seguem os acontecimentos, mas da maneira como reagimos em face deles. A felicidade depende de nós; a sua origem está em nós. Se vivermos como discípulos de Cristo, teremos em nós os meios de ser felizes. Georges Chevrot
  • 24. Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Felizes aqueles que têm consciência de sua pobreza espiritual e que buscam humildemente aquilo que necessitam. Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Os que choram se encontram envolvidos num processo de crescimento. Eles serão consolados quando o valor projetado, perdido, for recuperado no interior do psique.
  • 25. Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra. Essa mansidão está relacionada ao Ego, que precisa ser trabalhado, essa atitude é afortunada, pois o ego está pronto para receber ensinamentos e aberto às novas considerações que podem levar a uma rica herança. Herdar a terra significa adquirir uma consciência em saber se relacionar ao todo ou de ter uma participação pessoal no todo. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Trata-se de um principio orientador interior, de caráter objetivo, que traz um sentimento de realizações do Ego que o busca com fome. A justiça de estar vivendo de acordo com a verdadeira e real necessidade interior.
  • 26. Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Felizes aqueles que têm consciência de sua pobreza espiritual e que buscam humildemente aquilo que necessitam. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Se o Ego é misericordioso, ele receberá misericórdia do íntimo. Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. A pureza ou a limpeza podem significar um estado do Ego, livre da contaminação de conteúdo ou motivações do inconsciente. Aquele que é consciente é puro, porque é consciente de que seu erro abre uma porta para experimentar a sua própria essência.
  • 27. Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados de filhos de Deus. O papel apropriado do Ego é mediar entre as partes oponentes aos conflitos intrapsíquicos internos. Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. O Ego precisa suportar a dor e o sofrimento, sem sucumbir ao amargor e ao ressentimento, para relacionar-se à lei interna objetiva.
  • 28. Carl Gustav Jung Psiquiatra Suísso Paris, 1875 – 1961 Responsável pela psicologia transpessoal
  • 29. Muita Paz a todos! E QUE A LUZ DE JESUS POSSA NOS GUIAR EM BUSCA DA FELICIDADE