SlideShare uma empresa Scribd logo
Direitos Humanos
Trabalho elaborado pelas Alunas Margarida Magalhães (nº19), Mariana Jesus (nº21) e Miriam Ferrage (nº23) – 6ºD
índice
•   O que são direitos humanos
•   Direitos humanos
•   Violação dos Direitos Humanos
•   Porque surgiram os Direitos Humanos
•   Os Direitos Humanos são apenas algo
    abstracto, que não se aplica?
Introdução

• Direitos Humanos são os direitos
  fundamentais da pessoa humana. No regime
  democrático, toda pessoa deve ter a sua
  dignidade respeitada e a sua integridade
  protegida, independentemente da origem,
  raça, etnia, gênero, idade, condição
  econômica e social, orientação ou identidade
  sexual, credo religioso ou convicção política
O que são direitos humanos?

• Os Direitos Humanos são direitos fundamentais da pessoa humana. Esses
  direitos são considerados fundamentais porque, sem eles, a pessoa não é
  capaz de se desenvolver e de participar plenamente da vida.
• O direito à vida, à alimentação, à saúde, à moradia, à educação, o direito
  ao afeto e à livre expressão da sexualidade estão entre os Direitos
  Humanos fundamentais.
• Não existe um direito mais importante que o outro. Para o pleno exercício
  da cidadania, é preciso a garantia do conjunto dos Direitos Humanos. Cada
  cidadão deve ter garantido todos os Direitos Humanos, nenhum deve ser
  esquecido
Direitos humanos
• Os Direitos Humanos foram criados a partir de diversos conceitos bem
  mais antigos que a data celebrada(10 de Dezembro de 1948). Mas foi após
  as barbáries vivenciadas na Segunda Guerra Mundial e no desejo de uma
   paz mundial, que se criou a Declaração dos Direitos Humanos.
• Além de garantir tais direitos, ela foi sendo aprimorada para atender
  direitos mínimos para a população e dignidade, em especial aos mais
  pobres, que se encontram em situações de risco, a presos… bem, é aqui
  que hoje reside a grande discussão. Há uma grande tentativa de se afirmar
  que os Direitos Humanos só servem para o infractor, que eles não servem
  para os que sofrem com a violência, etc.


                                     Infractor : não compre
                                             as leis
Violação dos Direitos Humanos
•   Os Direitos Humanos fundamentam-se na preservação da vida e sua
    integridade física, moral e social. A vida humana em sua plenitude manifesta-
    se como liberdade. Assim, a transgressão dos direitos fundamentais incide no
    que viola a vida – bem supremo – e sua pujança, a qual, em termos humanos,
    significa o direito de ser e de ser diferente, ter a liberdade de ter suas próprias
    crenças, bem como não sofrer discA violação dos Direitos Humanos atinge
    muito mais aqueles que são excluídos socialmente ou pertencem a minorias
    étnicas, religiosas ou sexuais.

•   Mas, em tese, todos podem ter os seus direitos fundamentais violados.

•   Os tópicos ora arrolados têm por escopo apresentar hipóteses de violação dos
    Direitos Humanos, bem como seus respectivos mecanismos de proteção
•   riminação em virtude de raça, cor ou condição etária ou sexual.
Porque surgiram os Direitos Humanos?

• Sendo assim, podemos considerar, que numa primeira circunstância os
  Direitos Humanos surgiram devido à necessidade de protecção da
  população perante a acção e a prepotência do Estado sobre eles, ou seja,
  era uma maneira de afirmar a estabilidade e a segurança perante os
  abusos de poder, sendo estes direitos designados por “direitos de”.

• Numa segunda circunstância, em que a preocupação e o combate pelos
  direitos humanos atendem uma visão mais positiva da governação do
  Estado e do cumprimento das suas funções, que eram agora de assegurar
  as condições e os recursos necessários para que cada um se torne
  indivíduo e membro da comunidade, e é neste sentido que nos referimos
  quando lutamos pelo direito á educação, ao trabalho e à assistência
  médica. São por isso designados como “direitos a” ou “direitos-créditos”.

•
Os Direitos Humanos são apenas algo
        abstracto, que não se aplica?
•   Não, os direitos são também aplicados no quotidiano das nações e das
    comunidades, e estão todos emanados na ONU, que confirmam os direitos de
    minorias ou de grupos mais desfavorecidos. Um exemplo disso é a Convenção
    Europeia dos Direitos do Homem-1950, declaração sobre a Concessão da
    Independência aos Países e Povos Colonizados-1963, entre outros.

•   Na maioria das nações, tal como acontece em Portugal, os textos constitucionais
    estabelecem as protecções mínimas que possibilitam ao indivíduo viver uma vida
    digna, ou seja, consta um conjunto dos direitos essências que todas as autoridades
    devem de respeitar. Assenta-se assim um principio de legitimação para que o
    cidadão tenha uma reconhecimento jurídicos junto das instituições sociais. Deste
    modo, são deliberados o direito á satisfação das necessidades vitais (alimentação,
    habitação, assistência na doença e na educação); o direito a usufruir de liberdades
    políticas e civis (liberdade de pensamento, religião e associação); respeito pela
    integridade do indivíduo como um só; a igualdade perante a lei; entre outros.
Existe unanimidade no
         reconhecimento dos direitos
                   humanos?
• Hoje em dia sim, existe uma grande unanimidade no que diz
  respeito ao reconhecimento dos Direitos Humanos, mas nem
  sempre assim foi, pois nos países ditos civilizados, o processo em
  nada foi pacifico e isento de conflitos, e só muito lentamente esses
  estados foram reconhecendo a dignidade a que todos merecem,
  independentemente dos pais, raça, cor, etc..

• E também por aqueles países que seguem uma religião cujas regras
  estão bem definidas e veiculadas, também foi (e ainda é) difícil de
  reconhecerem estes direitos a que a todos deveriam de ser
  aplicados, pois estes países seguem, de certo modo, o
  fundamentalismo (regresso á pureza das tradições de uma cultura,
  à origem, àquilo que suporta a identidade cultural ameaçada).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Direitos, deveres e Direitos Humanos (1º Ano - I Unidade)
Direitos, deveres e Direitos Humanos (1º Ano - I Unidade)Direitos, deveres e Direitos Humanos (1º Ano - I Unidade)
Direitos, deveres e Direitos Humanos (1º Ano - I Unidade)
Paulo Alexandre
 
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
guest65df5d
 
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOSINTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
Isabela Espíndola
 
...... Direitos humanos final pdf
...... Direitos humanos final  pdf...... Direitos humanos final  pdf
...... Direitos humanos final pdf
fmanuelc
 
Direitos humanos e Globalização
Direitos humanos e GlobalizaçãoDireitos humanos e Globalização
Direitos humanos e Globalização
Kevinkr9
 
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Elaine Porto Chiullo
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
fc7c0809
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
MINV
 
Direitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadaniaDireitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadania
Fillipe Lobo
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
dulcemarr
 
Globalização e Direitos Humanos
Globalização e Direitos HumanosGlobalização e Direitos Humanos
Globalização e Direitos Humanos
Joana Filipa Rodrigues
 
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos HumanosDeclaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Atami Santos
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
Celiomar Queiros
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
Paulo Alexandre
 
Aula direitos humanos - Prof. Américo Sampaio
Aula direitos humanos - Prof. Américo SampaioAula direitos humanos - Prof. Américo Sampaio
Aula direitos humanos - Prof. Américo Sampaio
portalrespeitarepreciso
 
Os direitos humanos: A questão de Portugal
Os direitos humanos: A questão de PortugalOs direitos humanos: A questão de Portugal
Os direitos humanos: A questão de Portugal
João Silva
 
Os direitos humanos e a cidadania (1)
Os direitos humanos e a cidadania (1)Os direitos humanos e a cidadania (1)
Os direitos humanos e a cidadania (1)
MaryahdeOliveira
 
Direitos humanos capa[1][1]
Direitos humanos capa[1][1]Direitos humanos capa[1][1]
Direitos humanos capa[1][1]
SofiasLoboKinnon
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
Rafaelsoares
 

Mais procurados (19)

Direitos, deveres e Direitos Humanos (1º Ano - I Unidade)
Direitos, deveres e Direitos Humanos (1º Ano - I Unidade)Direitos, deveres e Direitos Humanos (1º Ano - I Unidade)
Direitos, deveres e Direitos Humanos (1º Ano - I Unidade)
 
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
 
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOSINTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
 
...... Direitos humanos final pdf
...... Direitos humanos final  pdf...... Direitos humanos final  pdf
...... Direitos humanos final pdf
 
Direitos humanos e Globalização
Direitos humanos e GlobalizaçãoDireitos humanos e Globalização
Direitos humanos e Globalização
 
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Direitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadaniaDireitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadania
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Globalização e Direitos Humanos
Globalização e Direitos HumanosGlobalização e Direitos Humanos
Globalização e Direitos Humanos
 
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos HumanosDeclaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Aula direitos humanos - Prof. Américo Sampaio
Aula direitos humanos - Prof. Américo SampaioAula direitos humanos - Prof. Américo Sampaio
Aula direitos humanos - Prof. Américo Sampaio
 
Os direitos humanos: A questão de Portugal
Os direitos humanos: A questão de PortugalOs direitos humanos: A questão de Portugal
Os direitos humanos: A questão de Portugal
 
Os direitos humanos e a cidadania (1)
Os direitos humanos e a cidadania (1)Os direitos humanos e a cidadania (1)
Os direitos humanos e a cidadania (1)
 
Direitos humanos capa[1][1]
Direitos humanos capa[1][1]Direitos humanos capa[1][1]
Direitos humanos capa[1][1]
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 

Destaque

Rui barbosa
Rui barbosaRui barbosa
Rui barbosa
Jane Rodrigues
 
Um Amigo De Verdade
Um Amigo De VerdadeUm Amigo De Verdade
Um Amigo De Verdade
-
 
Amor a si mesmo
Amor a si mesmoAmor a si mesmo
Amor a si mesmo
-
 
Árvore de amigos
Árvore de amigosÁrvore de amigos
Árvore de amigos
Amadeu Wolff
 
Respeito é bom
Respeito é bomRespeito é bom
Respeito é bom
Dilan Hugo
 
A família
A famíliaA família
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa MãeCap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
gmo1973
 
Honrar Pai e Mãe
Honrar Pai e MãeHonrar Pai e Mãe
Propósito com a família.
Propósito com a família.Propósito com a família.
Propósito com a família.
Quenia Damata
 
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Causos do eca Você conhece alguma história real em que crianças e adolescente...
Causos do eca Você conhece alguma história real em que crianças e adolescente...Causos do eca Você conhece alguma história real em que crianças e adolescente...
Causos do eca Você conhece alguma história real em que crianças e adolescente...
Vagner Machado
 
3. o álcool na juventude
3. o álcool na juventude3. o álcool na juventude
3. o álcool na juventude
marivalim
 
Mãe, pai e casal na ADOLESCÊNCIA. Manual LAPREV para profissionais de saúde
Mãe, pai e casal na ADOLESCÊNCIA. Manual LAPREV para profissionais de saúdeMãe, pai e casal na ADOLESCÊNCIA. Manual LAPREV para profissionais de saúde
Mãe, pai e casal na ADOLESCÊNCIA. Manual LAPREV para profissionais de saúde
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
O adolescente e a mansidão - lição 5 - Adolescer +
O adolescente e a mansidão - lição 5 - Adolescer +O adolescente e a mansidão - lição 5 - Adolescer +
O adolescente e a mansidão - lição 5 - Adolescer +
Quenia Damata
 
Drogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaDrogas na Adolescência
Drogas na Adolescência
Flávia Almeida
 
Cidadania e participação social
Cidadania e participação socialCidadania e participação social
Cidadania e participação social
Edenilson Morais
 
Etica e cidadania lps
Etica e cidadania   lpsEtica e cidadania   lps
Etica e cidadania lps
Lubelia Barbosa
 
Semeando respeito 1
Semeando respeito 1Semeando respeito 1
Semeando respeito 1
Adriana Oliveira
 
ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2
Mariangela Santos
 
Consumo de alcool na adolescencia
Consumo de alcool na adolescenciaConsumo de alcool na adolescencia
Consumo de alcool na adolescencia
alcoolnaadolescencia2012
 

Destaque (20)

Rui barbosa
Rui barbosaRui barbosa
Rui barbosa
 
Um Amigo De Verdade
Um Amigo De VerdadeUm Amigo De Verdade
Um Amigo De Verdade
 
Amor a si mesmo
Amor a si mesmoAmor a si mesmo
Amor a si mesmo
 
Árvore de amigos
Árvore de amigosÁrvore de amigos
Árvore de amigos
 
Respeito é bom
Respeito é bomRespeito é bom
Respeito é bom
 
A família
A famíliaA família
A família
 
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa MãeCap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
 
Honrar Pai e Mãe
Honrar Pai e MãeHonrar Pai e Mãe
Honrar Pai e Mãe
 
Propósito com a família.
Propósito com a família.Propósito com a família.
Propósito com a família.
 
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Honrar pai e mãe
 
Causos do eca Você conhece alguma história real em que crianças e adolescente...
Causos do eca Você conhece alguma história real em que crianças e adolescente...Causos do eca Você conhece alguma história real em que crianças e adolescente...
Causos do eca Você conhece alguma história real em que crianças e adolescente...
 
3. o álcool na juventude
3. o álcool na juventude3. o álcool na juventude
3. o álcool na juventude
 
Mãe, pai e casal na ADOLESCÊNCIA. Manual LAPREV para profissionais de saúde
Mãe, pai e casal na ADOLESCÊNCIA. Manual LAPREV para profissionais de saúdeMãe, pai e casal na ADOLESCÊNCIA. Manual LAPREV para profissionais de saúde
Mãe, pai e casal na ADOLESCÊNCIA. Manual LAPREV para profissionais de saúde
 
O adolescente e a mansidão - lição 5 - Adolescer +
O adolescente e a mansidão - lição 5 - Adolescer +O adolescente e a mansidão - lição 5 - Adolescer +
O adolescente e a mansidão - lição 5 - Adolescer +
 
Drogas na Adolescência
Drogas na AdolescênciaDrogas na Adolescência
Drogas na Adolescência
 
Cidadania e participação social
Cidadania e participação socialCidadania e participação social
Cidadania e participação social
 
Etica e cidadania lps
Etica e cidadania   lpsEtica e cidadania   lps
Etica e cidadania lps
 
Semeando respeito 1
Semeando respeito 1Semeando respeito 1
Semeando respeito 1
 
ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2
 
Consumo de alcool na adolescencia
Consumo de alcool na adolescenciaConsumo de alcool na adolescencia
Consumo de alcool na adolescencia
 

Semelhante a Direitos Humanos

Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptxDiversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
RobsonAbreuProfessor
 
Adolescencia
AdolescenciaAdolescencia
Adolescencia
dulcemarr
 
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docxEF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
Adriano Sousa Costa
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
Pedro Souto
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
MicaelaPiedade
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
Celiomar Anjos
 
Direitos%20humanos.pptx
Direitos%20humanos.pptxDireitos%20humanos.pptx
Direitos%20humanos.pptx
Lamarck4
 
DIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdfDIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdf
DanilaSalvador
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
MINV
 
Direitos humanos Concurso SEE/MG
Direitos humanos Concurso SEE/MGDireitos humanos Concurso SEE/MG
Direitos humanos Concurso SEE/MG
Moacyr Anício
 
Direitos e deveres
Direitos e deveresDireitos e deveres
Direitos e deveres
figo
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
Kevinkr9
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
Kevinkr9
 
Dh aula 1
Dh aula 1Dh aula 1
Dh aula 1
geouerjvictor
 
Direitos Humanos - Deontologia
Direitos Humanos - DeontologiaDireitos Humanos - Deontologia
Direitos Humanos - Deontologia
Enfº Ícaro Araújo
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
babimart05
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
Gleybson Severic
 
Direitos Humanos - Sociologia
Direitos Humanos - SociologiaDireitos Humanos - Sociologia
Direitos Humanos - Sociologia
Kely Cristina Metzker
 
O que são os direitos humanos atualizado
O que são os direitos humanos atualizadoO que são os direitos humanos atualizado
O que são os direitos humanos atualizado
Lena Marques
 
Apresentação CE B3 A PDF.pdf
Apresentação CE B3 A PDF.pdfApresentação CE B3 A PDF.pdf
Apresentação CE B3 A PDF.pdf
snia57
 

Semelhante a Direitos Humanos (20)

Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptxDiversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
 
Adolescencia
AdolescenciaAdolescencia
Adolescencia
 
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docxEF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Direitos%20humanos.pptx
Direitos%20humanos.pptxDireitos%20humanos.pptx
Direitos%20humanos.pptx
 
DIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdfDIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdf
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Direitos humanos Concurso SEE/MG
Direitos humanos Concurso SEE/MGDireitos humanos Concurso SEE/MG
Direitos humanos Concurso SEE/MG
 
Direitos e deveres
Direitos e deveresDireitos e deveres
Direitos e deveres
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Dh aula 1
Dh aula 1Dh aula 1
Dh aula 1
 
Direitos Humanos - Deontologia
Direitos Humanos - DeontologiaDireitos Humanos - Deontologia
Direitos Humanos - Deontologia
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Direitos Humanos - Sociologia
Direitos Humanos - SociologiaDireitos Humanos - Sociologia
Direitos Humanos - Sociologia
 
O que são os direitos humanos atualizado
O que são os direitos humanos atualizadoO que são os direitos humanos atualizado
O que são os direitos humanos atualizado
 
Apresentação CE B3 A PDF.pdf
Apresentação CE B3 A PDF.pdfApresentação CE B3 A PDF.pdf
Apresentação CE B3 A PDF.pdf
 

Mais de Espaço Emrc

Educar para a alegria
Educar para a alegriaEducar para a alegria
Educar para a alegria
Espaço Emrc
 
Outubro solidário
Outubro solidárioOutubro solidário
Outubro solidário
Espaço Emrc
 
Hera 2022 (5).pptx
Hera 2022 (5).pptxHera 2022 (5).pptx
Hera 2022 (5).pptx
Espaço Emrc
 
Diz SIM a EMRC.pptx
Diz SIM a EMRC.pptxDiz SIM a EMRC.pptx
Diz SIM a EMRC.pptx
Espaço Emrc
 
Apadrinhamento da Hera
Apadrinhamento da HeraApadrinhamento da Hera
Apadrinhamento da Hera
Espaço Emrc
 
Apadrinhamento da Hera 2022
Apadrinhamento da Hera 2022Apadrinhamento da Hera 2022
Apadrinhamento da Hera 2022
Espaço Emrc
 
Helpo
HelpoHelpo
Voluntariado com animais
Voluntariado com animaisVoluntariado com animais
Voluntariado com animais
Espaço Emrc
 
Apadrinhamento da Hera
Apadrinhamento da HeraApadrinhamento da Hera
Apadrinhamento da Hera
Espaço Emrc
 
Visite à Paris
Visite à ParisVisite à Paris
Visite à Paris
Espaço Emrc
 
Cantinho do Tareco
Cantinho do Tareco Cantinho do Tareco
Cantinho do Tareco
Espaço Emrc
 
Oleg Sentsov
Oleg SentsovOleg Sentsov
Oleg Sentsov
Espaço Emrc
 
O cantinho do tareco
O cantinho do tarecoO cantinho do tareco
O cantinho do tareco
Espaço Emrc
 
Voluntariado com animais
Voluntariado com animaisVoluntariado com animais
Voluntariado com animais
Espaço Emrc
 
Vamos apadrinhar a Hera
Vamos apadrinhar a HeraVamos apadrinhar a Hera
Vamos apadrinhar a Hera
Espaço Emrc
 
XV Encontro EMRC do Porto
XV Encontro EMRC do PortoXV Encontro EMRC do Porto
XV Encontro EMRC do Porto
Espaço Emrc
 
Comunidade Yazidi
Comunidade YazidiComunidade Yazidi
Comunidade Yazidi
Espaço Emrc
 
Telefone da Amizade
Telefone da AmizadeTelefone da Amizade
Telefone da Amizade
Espaço Emrc
 
Datas EMRC
Datas EMRCDatas EMRC
Datas EMRC
Espaço Emrc
 
Visita de Estudo ao Mundo das Religiões
Visita de Estudo ao Mundo das ReligiõesVisita de Estudo ao Mundo das Religiões
Visita de Estudo ao Mundo das Religiões
Espaço Emrc
 

Mais de Espaço Emrc (20)

Educar para a alegria
Educar para a alegriaEducar para a alegria
Educar para a alegria
 
Outubro solidário
Outubro solidárioOutubro solidário
Outubro solidário
 
Hera 2022 (5).pptx
Hera 2022 (5).pptxHera 2022 (5).pptx
Hera 2022 (5).pptx
 
Diz SIM a EMRC.pptx
Diz SIM a EMRC.pptxDiz SIM a EMRC.pptx
Diz SIM a EMRC.pptx
 
Apadrinhamento da Hera
Apadrinhamento da HeraApadrinhamento da Hera
Apadrinhamento da Hera
 
Apadrinhamento da Hera 2022
Apadrinhamento da Hera 2022Apadrinhamento da Hera 2022
Apadrinhamento da Hera 2022
 
Helpo
HelpoHelpo
Helpo
 
Voluntariado com animais
Voluntariado com animaisVoluntariado com animais
Voluntariado com animais
 
Apadrinhamento da Hera
Apadrinhamento da HeraApadrinhamento da Hera
Apadrinhamento da Hera
 
Visite à Paris
Visite à ParisVisite à Paris
Visite à Paris
 
Cantinho do Tareco
Cantinho do Tareco Cantinho do Tareco
Cantinho do Tareco
 
Oleg Sentsov
Oleg SentsovOleg Sentsov
Oleg Sentsov
 
O cantinho do tareco
O cantinho do tarecoO cantinho do tareco
O cantinho do tareco
 
Voluntariado com animais
Voluntariado com animaisVoluntariado com animais
Voluntariado com animais
 
Vamos apadrinhar a Hera
Vamos apadrinhar a HeraVamos apadrinhar a Hera
Vamos apadrinhar a Hera
 
XV Encontro EMRC do Porto
XV Encontro EMRC do PortoXV Encontro EMRC do Porto
XV Encontro EMRC do Porto
 
Comunidade Yazidi
Comunidade YazidiComunidade Yazidi
Comunidade Yazidi
 
Telefone da Amizade
Telefone da AmizadeTelefone da Amizade
Telefone da Amizade
 
Datas EMRC
Datas EMRCDatas EMRC
Datas EMRC
 
Visita de Estudo ao Mundo das Religiões
Visita de Estudo ao Mundo das ReligiõesVisita de Estudo ao Mundo das Religiões
Visita de Estudo ao Mundo das Religiões
 

Último

Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 

Último (20)

Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 

Direitos Humanos

  • 1. Direitos Humanos Trabalho elaborado pelas Alunas Margarida Magalhães (nº19), Mariana Jesus (nº21) e Miriam Ferrage (nº23) – 6ºD
  • 2. índice • O que são direitos humanos • Direitos humanos • Violação dos Direitos Humanos • Porque surgiram os Direitos Humanos • Os Direitos Humanos são apenas algo abstracto, que não se aplica?
  • 3. Introdução • Direitos Humanos são os direitos fundamentais da pessoa humana. No regime democrático, toda pessoa deve ter a sua dignidade respeitada e a sua integridade protegida, independentemente da origem, raça, etnia, gênero, idade, condição econômica e social, orientação ou identidade sexual, credo religioso ou convicção política
  • 4. O que são direitos humanos? • Os Direitos Humanos são direitos fundamentais da pessoa humana. Esses direitos são considerados fundamentais porque, sem eles, a pessoa não é capaz de se desenvolver e de participar plenamente da vida. • O direito à vida, à alimentação, à saúde, à moradia, à educação, o direito ao afeto e à livre expressão da sexualidade estão entre os Direitos Humanos fundamentais. • Não existe um direito mais importante que o outro. Para o pleno exercício da cidadania, é preciso a garantia do conjunto dos Direitos Humanos. Cada cidadão deve ter garantido todos os Direitos Humanos, nenhum deve ser esquecido
  • 5. Direitos humanos • Os Direitos Humanos foram criados a partir de diversos conceitos bem mais antigos que a data celebrada(10 de Dezembro de 1948). Mas foi após as barbáries vivenciadas na Segunda Guerra Mundial e no desejo de uma paz mundial, que se criou a Declaração dos Direitos Humanos. • Além de garantir tais direitos, ela foi sendo aprimorada para atender direitos mínimos para a população e dignidade, em especial aos mais pobres, que se encontram em situações de risco, a presos… bem, é aqui que hoje reside a grande discussão. Há uma grande tentativa de se afirmar que os Direitos Humanos só servem para o infractor, que eles não servem para os que sofrem com a violência, etc. Infractor : não compre as leis
  • 6. Violação dos Direitos Humanos • Os Direitos Humanos fundamentam-se na preservação da vida e sua integridade física, moral e social. A vida humana em sua plenitude manifesta- se como liberdade. Assim, a transgressão dos direitos fundamentais incide no que viola a vida – bem supremo – e sua pujança, a qual, em termos humanos, significa o direito de ser e de ser diferente, ter a liberdade de ter suas próprias crenças, bem como não sofrer discA violação dos Direitos Humanos atinge muito mais aqueles que são excluídos socialmente ou pertencem a minorias étnicas, religiosas ou sexuais. • Mas, em tese, todos podem ter os seus direitos fundamentais violados. • Os tópicos ora arrolados têm por escopo apresentar hipóteses de violação dos Direitos Humanos, bem como seus respectivos mecanismos de proteção • riminação em virtude de raça, cor ou condição etária ou sexual.
  • 7. Porque surgiram os Direitos Humanos? • Sendo assim, podemos considerar, que numa primeira circunstância os Direitos Humanos surgiram devido à necessidade de protecção da população perante a acção e a prepotência do Estado sobre eles, ou seja, era uma maneira de afirmar a estabilidade e a segurança perante os abusos de poder, sendo estes direitos designados por “direitos de”. • Numa segunda circunstância, em que a preocupação e o combate pelos direitos humanos atendem uma visão mais positiva da governação do Estado e do cumprimento das suas funções, que eram agora de assegurar as condições e os recursos necessários para que cada um se torne indivíduo e membro da comunidade, e é neste sentido que nos referimos quando lutamos pelo direito á educação, ao trabalho e à assistência médica. São por isso designados como “direitos a” ou “direitos-créditos”. •
  • 8. Os Direitos Humanos são apenas algo abstracto, que não se aplica? • Não, os direitos são também aplicados no quotidiano das nações e das comunidades, e estão todos emanados na ONU, que confirmam os direitos de minorias ou de grupos mais desfavorecidos. Um exemplo disso é a Convenção Europeia dos Direitos do Homem-1950, declaração sobre a Concessão da Independência aos Países e Povos Colonizados-1963, entre outros. • Na maioria das nações, tal como acontece em Portugal, os textos constitucionais estabelecem as protecções mínimas que possibilitam ao indivíduo viver uma vida digna, ou seja, consta um conjunto dos direitos essências que todas as autoridades devem de respeitar. Assenta-se assim um principio de legitimação para que o cidadão tenha uma reconhecimento jurídicos junto das instituições sociais. Deste modo, são deliberados o direito á satisfação das necessidades vitais (alimentação, habitação, assistência na doença e na educação); o direito a usufruir de liberdades políticas e civis (liberdade de pensamento, religião e associação); respeito pela integridade do indivíduo como um só; a igualdade perante a lei; entre outros.
  • 9. Existe unanimidade no reconhecimento dos direitos humanos? • Hoje em dia sim, existe uma grande unanimidade no que diz respeito ao reconhecimento dos Direitos Humanos, mas nem sempre assim foi, pois nos países ditos civilizados, o processo em nada foi pacifico e isento de conflitos, e só muito lentamente esses estados foram reconhecendo a dignidade a que todos merecem, independentemente dos pais, raça, cor, etc.. • E também por aqueles países que seguem uma religião cujas regras estão bem definidas e veiculadas, também foi (e ainda é) difícil de reconhecerem estes direitos a que a todos deveriam de ser aplicados, pois estes países seguem, de certo modo, o fundamentalismo (regresso á pureza das tradições de uma cultura, à origem, àquilo que suporta a identidade cultural ameaçada).