SlideShare uma empresa Scribd logo
Direitos Humanos Trabalho realizado por: Eugénia nº8 Inês nº9 Mónica nº12 Vera nº22
Índice O que são os direitos humanos? Quais são os principais direitos humanos? Quando é que estes surgiram? Qual foi o objectivo dos direitos humanos? Como melhorou o mundo após a aplicação dos direitos humanos? ADDHU.
Introdução Este trabalho será realizado no âmbito da disciplina de História, com a professora Isaura Victorino. Este trabalho consiste em aprendermos mais sobre os Direitos Humanos, pois é algo que temos de utilizar no nosso dia-a-dia. A Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas afirma:  “ Todos os seres humanos nascem livres e  dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.”  É esta afirmação que devemos ter em conta todos os dias … Esperemos que gostem…
O Cilindro de Ciro é considerado a primeira Declaração dos Direitos Humanos  registado na História.
O que são os direitos humanos? Os Direitos Humanos são um conjunto de leis, vantagens e privilégios que devem ser reconhecidas como essências pelo indivíduo para que este possa ter uma vida digna, ou seja, que não seja inferior ou superior aos outros porque é de um sexo diferente, porque pertencem a uma etnia diferente, ou religião, ou até mesmo por pertencerem a um  determinado grupo social.  São importantes para que se tenha uma convivência em paz. São também um conjunto de regras pelas quais não só o Estado deve seguir e respeitar, como também todos os cidadãos a ele pertencentes. A função dos Direitos Humanos é proteger os indivíduos  Das injustiças , do autoritarismo, da violência e dos abusos de poder.
Quais são os principais direitos humanos? Título I – Dignidade Artigo nº 1 – Dignidade do ser humano: A dignidade do ser humano  inviolável. Deve ser respeitada e protegida. Artigo nº 2- Direito à vida: Todas as pessoas têm direito á vida. Ninguém pode ser condenado à morte, nem executado.  Artigo nº 4 – Proibição da tortura e dos tratos ou penas desumanos ou degradantes: Ninguém pode ser submetido a tortura, nem a Tratos ou penas desumanas ou degradantes.
Artigo nº 5 – Proibição da escravidão e do trabalho forçado: Ninguém pode ser constrangido a realizar trabalho forçado ou obrigatório. É proibido o tráfico de seres humanos. Título II – Liberdades Artigo nº 6 – Direito à liberdade e à segurança Artigonº7 – Respeito pela vida privada e familiar: Todas as pessoas têm direito ao respeito pela sua vida privada e familiar, pelo seu domicílio e pelas suas comunicações.
Artigo nº 8 – Protecção de dados pessoais: todas as pessoas têm direito à protecção dos dados de caracter pessoal que lhes digam respeito; esses dados devem ser objecto de um tratamento leal, para fins específicos e com o consentimento da pessoa interessada.  Artigo nº 10 – Liberdade de pensamento, consciência, religião: Este direito implica a liberdade de mudar de religião ou de convicção, bem como a liberdade de manifestar a sua religião ou a sua convicção, individual ou colectivamente, em público ou em privado, através do culto, do ensino, de práticas e de celebrações de ritos. Artigo nº 11 – Liberdade de expressão: Este direito compreende a liberdade de opinião e a liberdade de receber e de transmitir informações ou ideias.
Título III – Igualdade Artigo nº 20 – Igualdade perante a lei Artigo nº 21 – Não discriminação: É proibida a discriminação em razão, designadamente, dos sexo, raça, cor ou origem étnica ou social, características genéticas, língua, religião ou convicções, opiniões políticas ou outras, pertença a uma minoria nacional, riqueza, nascimento deficiência, idade ou orientação sexual. Artigo nº 23 – Igualdade entre homens e mulheres Artigo nº 24 – Direito das crianças.
Artigo nº 25 – Direto das pessoas idosas Artigo nº 26 – Integração das pessoas com Deficiência Titulo IV – Solidariedade Artigo nº 32 – Proibição do trabalho infantil Título V – Cidadania Artigo nº 39 – Direito de eleger e de ser eleito nas eleições para o Parlamento europeu, eleições municipais
Quando surgiram os Direitos Humanos? A História dos Direitos Humanos já vem desde há algum tempo, pois eles começaram e ter alguma importância no final do século XVIII, pelos filósofos Hobbes e Locke, e depois mais tarde, por Montesquieu, Voltaire e Rousseau.  Estes filósofos asseguraram a existência de direitos naturais intransmissíveis , tais como:  a existência; a liberdade; a posse de bens. A partir daí, os direitos humanos começaram a evoluir a começaram também a ter uma carga diferente nos programas dos governos e passaram a traduzir-se em  declarações dos direitos fundamentais comuns a toda a Humanidade.
Qual foi o objectivo dos direitos humanos ? O s   objectivo dos direitos humanos são: Na luta contra a guerra e agressão física e psicológica. Evitar a defesa ao ódio nacional, racismo, descriminação religiosa, assim como toda forma de discriminação, de inimizade ou de violência. Reforço da paz e da compreensão internacional.
Contribuem para eliminar a ignorância e a incompreensão entre os povos. Conseguir o respeito dos direitos e da dignidade de todas as nações, de todos os povos e de todos os indivíduos. Sem descriminação entre raças, sexo, língua, religião ou de nacionalidade. Atenção aos grandes males que afligem a humanidade, tais como a miséria, a desnutrição e as doenças. Chamar a atenção ao mundo para casos de tortura, desaparecimentos e prisões  sem fundamento na lei que  geram pressão internacional.
Como melhorou o mundo após a aplicação dos direitos humanos?   O   mundo só melhora com pessoas que prestam conhecimentos aos direitos humanos. São tantas as pessoas que não sabem que eles existem ou simplesmente os ignoram. Para pessoas que prestam atenção a estes direitos, certamente os cumprem e isso vai fazer que o mundo fique mais civilizado, humano, em paz e sem duvida melhor.
A ADDHU, ou seja , a Associação de Defesa dos Direitos Humanos tem como objectivo social a concepção, execução e apoio a programas e projectos de informação, educação e desenvolvimento destinados a promover as liberdades e a protecção dos direitos do cidadão em todos os seus aspectos, no respeito pela Declaração Universal dos Direitos do Homem. Esta Associação promove várias actividades para ajudar as vítimas de subnutrição que também possuem direitos, que não são respeitados, nas quais qualquer um de nós pode participar apadrinhado ou sendo voluntário. È com pequenas acções que o nosso Mundo se vai tornando num sítio melhor
Conclusão Com a realização deste trabalho, ficamos  a conhecer melhor quais os Direitos  Humanos, e como eles são bastante  importantes para a Humanidade. podemos  concluir que cabe-nos a nós, cidadãos de  todo o mundo dizer o que achamos que  está mal, mesmo que não lucremos nada  com isso, nem que não seja para nosso  beneficio, não podemos pensar apenas  em nós, devemos pensar também nas  outras pessoas que estão para nascer, e  que vão viver no mundo que nós  recriamos, eles não podem ser  sacrificados pelos erros que nós  cometemos, pois eles não têm a culpa dos  nossos actos…

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A filosofia moral utilitarista de stuart mill
A filosofia moral utilitarista de stuart millA filosofia moral utilitarista de stuart mill
A filosofia moral utilitarista de stuart mill
Filazambuja
 
Desigualdade de gênero
Desigualdade de gêneroDesigualdade de gênero
Desigualdade de gênero
Wednei Gama
 
A Dopagem e os riscos de vida e saúde
A Dopagem e os riscos de vida e saúdeA Dopagem e os riscos de vida e saúde
A Dopagem e os riscos de vida e saúde
Diogo Silva
 
Racismo trabalho
Racismo trabalhoRacismo trabalho
Racismo trabalho
PTAI
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
Ana Barros
 
Desinformação e noticias falsas
Desinformação e noticias falsasDesinformação e noticias falsas
Desinformação e noticias falsas
Carlos Pinheiro
 
Redes sociais
Redes sociais Redes sociais
Redes sociais
Dália Pereira
 
Migrações: Causas e Consequências
Migrações: Causas e ConsequênciasMigrações: Causas e Consequências
Migrações: Causas e Consequências
lidia76
 
Cultura de massas .
Cultura de massas .Cultura de massas .
Cultura de massas .
TavaresJoana
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Vanda Sousa
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Biblioteca Escolar Ourique
 
O Racismo
O RacismoO Racismo
O Racismo
marleneves
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Gijasilvelitz 2
 
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
InesTeixeiraDuarte
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
Paula Tomaz
 
Loucos Anos 20
Loucos Anos 20Loucos Anos 20
Loucos Anos 20
Jorge Almeida
 
Trabalhos - Direitos Humanos- 7 h
Trabalhos   - Direitos Humanos-  7 hTrabalhos   - Direitos Humanos-  7 h
Trabalhos - Direitos Humanos- 7 h
Bibliotecas Infante D. Henrique
 
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimocaracterísticas temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
Dina Baptista
 
ONU - Organização das Nações Unidas
ONU - Organização das Nações UnidasONU - Organização das Nações Unidas
ONU - Organização das Nações Unidas
André Luiz Marques
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
Lurdes Augusto
 

Mais procurados (20)

A filosofia moral utilitarista de stuart mill
A filosofia moral utilitarista de stuart millA filosofia moral utilitarista de stuart mill
A filosofia moral utilitarista de stuart mill
 
Desigualdade de gênero
Desigualdade de gêneroDesigualdade de gênero
Desigualdade de gênero
 
A Dopagem e os riscos de vida e saúde
A Dopagem e os riscos de vida e saúdeA Dopagem e os riscos de vida e saúde
A Dopagem e os riscos de vida e saúde
 
Racismo trabalho
Racismo trabalhoRacismo trabalho
Racismo trabalho
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
Desinformação e noticias falsas
Desinformação e noticias falsasDesinformação e noticias falsas
Desinformação e noticias falsas
 
Redes sociais
Redes sociais Redes sociais
Redes sociais
 
Migrações: Causas e Consequências
Migrações: Causas e ConsequênciasMigrações: Causas e Consequências
Migrações: Causas e Consequências
 
Cultura de massas .
Cultura de massas .Cultura de massas .
Cultura de massas .
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
 
O Racismo
O RacismoO Racismo
O Racismo
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
 
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
Loucos Anos 20
Loucos Anos 20Loucos Anos 20
Loucos Anos 20
 
Trabalhos - Direitos Humanos- 7 h
Trabalhos   - Direitos Humanos-  7 hTrabalhos   - Direitos Humanos-  7 h
Trabalhos - Direitos Humanos- 7 h
 
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimocaracterísticas temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
 
ONU - Organização das Nações Unidas
ONU - Organização das Nações UnidasONU - Organização das Nações Unidas
ONU - Organização das Nações Unidas
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
 

Destaque

Direitos humanos
Direitos humanos Direitos humanos
Direitos humanos
Luis De Sousa Rodrigues
 
Trabalho Direitos Humanos - 9º ano
Trabalho Direitos Humanos - 9º anoTrabalho Direitos Humanos - 9º ano
Trabalho Direitos Humanos - 9º ano
asgeoprofessoras
 
Trabalho de direitos humanos
Trabalho de direitos humanosTrabalho de direitos humanos
Trabalho de direitos humanos
Luana Portela
 
Trabalho sobre direitos humanos
Trabalho sobre direitos humanosTrabalho sobre direitos humanos
Trabalho sobre direitos humanos
grazivig
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
igor rech
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
MINV
 
Declaração dos Direitos do Homem
Declaração dos Direitos do HomemDeclaração dos Direitos do Homem
Declaração dos Direitos do Homem
MINV
 
Direitos humanos para Humanos direitos
Direitos humanos para Humanos direitosDireitos humanos para Humanos direitos
Direitos humanos para Humanos direitos
Marli Delucca
 
Declaração de direitos do homem e do cidadão
Declaração de direitos do homem e do cidadãoDeclaração de direitos do homem e do cidadão
Declaração de direitos do homem e do cidadão
GabrielaMansur
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
dulcemarr
 
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos HumanosDeclaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
thiass
 
Violação dos direitos humanos
Violação dos direitos humanosViolação dos direitos humanos
Violação dos direitos humanos
Vitor Peixoto
 
Direitos Humanos Power Point(Anibal)[1]
Direitos Humanos   Power Point(Anibal)[1]Direitos Humanos   Power Point(Anibal)[1]
Direitos Humanos Power Point(Anibal)[1]
bibliotecaviriato
 
Aula 5 necessidades humanas básicas
Aula 5 necessidades humanas básicasAula 5 necessidades humanas básicas
Aula 5 necessidades humanas básicas
Jesiele Spindler
 
Direitos Humanos 2
Direitos Humanos 2Direitos Humanos 2
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
Catarina
 
Trabalho De Historia
Trabalho De HistoriaTrabalho De Historia
Trabalho De Historia
rita margarida
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
fc7c0809
 
Violação dos direitos humanos mariana
Violação dos direitos humanos marianaViolação dos direitos humanos mariana
Violação dos direitos humanos mariana
ressurreicaorecreio
 

Destaque (20)

Direitos humanos
Direitos humanos Direitos humanos
Direitos humanos
 
Trabalho Direitos Humanos - 9º ano
Trabalho Direitos Humanos - 9º anoTrabalho Direitos Humanos - 9º ano
Trabalho Direitos Humanos - 9º ano
 
Trabalho de direitos humanos
Trabalho de direitos humanosTrabalho de direitos humanos
Trabalho de direitos humanos
 
Trabalho sobre direitos humanos
Trabalho sobre direitos humanosTrabalho sobre direitos humanos
Trabalho sobre direitos humanos
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Declaração dos Direitos do Homem
Declaração dos Direitos do HomemDeclaração dos Direitos do Homem
Declaração dos Direitos do Homem
 
Direitos humanos para Humanos direitos
Direitos humanos para Humanos direitosDireitos humanos para Humanos direitos
Direitos humanos para Humanos direitos
 
Declaração de direitos do homem e do cidadão
Declaração de direitos do homem e do cidadãoDeclaração de direitos do homem e do cidadão
Declaração de direitos do homem e do cidadão
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos HumanosDeclaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
 
Violação dos direitos humanos
Violação dos direitos humanosViolação dos direitos humanos
Violação dos direitos humanos
 
Direitos Humanos Power Point(Anibal)[1]
Direitos Humanos   Power Point(Anibal)[1]Direitos Humanos   Power Point(Anibal)[1]
Direitos Humanos Power Point(Anibal)[1]
 
Direitos e cidadania
Direitos e cidadaniaDireitos e cidadania
Direitos e cidadania
 
Aula 5 necessidades humanas básicas
Aula 5 necessidades humanas básicasAula 5 necessidades humanas básicas
Aula 5 necessidades humanas básicas
 
Direitos Humanos 2
Direitos Humanos 2Direitos Humanos 2
Direitos Humanos 2
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Trabalho De Historia
Trabalho De HistoriaTrabalho De Historia
Trabalho De Historia
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Violação dos direitos humanos mariana
Violação dos direitos humanos marianaViolação dos direitos humanos mariana
Violação dos direitos humanos mariana
 

Semelhante a Direitos Humanos

EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docxEF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
Adriano Sousa Costa
 
Direitos Humanos - Deontologia
Direitos Humanos - DeontologiaDireitos Humanos - Deontologia
Direitos Humanos - Deontologia
Enfº Ícaro Araújo
 
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptxDiversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
RobsonAbreuProfessor
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
MicaelaPiedade
 
Direitos Humanos e Globalização
Direitos Humanos e GlobalizaçãoDireitos Humanos e Globalização
Direitos Humanos e Globalização
AnaKlein1
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
Espaço Emrc
 
Direitos Humanos - Sociologia
Direitos Humanos - SociologiaDireitos Humanos - Sociologia
Direitos Humanos - Sociologia
Kely Cristina Metzker
 
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina
Os Direitos Humanos E A Globalizacao  SarinaOs Direitos Humanos E A Globalizacao  Sarina
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina
elvira.sequeira
 
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
guest65df5d
 
DeclaraçãO Dos Direitos Humanos
DeclaraçãO Dos Direitos HumanosDeclaraçãO Dos Direitos Humanos
DeclaraçãO Dos Direitos Humanos
ecsette
 
DIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdfDIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdf
DanilaSalvador
 
Sem 2 slides
Sem 2 slidesSem 2 slides
Sem 2 slides
Dea VV
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
conceitav
 
Dtos hum
Dtos humDtos hum
Dtos hum
conceitav
 
Declaracao
DeclaracaoDeclaracao
Declaracao
Josy Noel
 
Declaracao universal direitos_humanos by Mayron
Declaracao universal direitos_humanos by MayronDeclaracao universal direitos_humanos by Mayron
Declaracao universal direitos_humanos by Mayron
Mayron Dias Pedriane Costa
 
Declaração Universal de Direitos Humanos
Declaração Universal de Direitos HumanosDeclaração Universal de Direitos Humanos
Declaração Universal de Direitos Humanos
Saimon Lima de Britto
 
Declaração universal de direitos humanos
Declaração universal de direitos humanos Declaração universal de direitos humanos
Declaração universal de direitos humanos
SabrinaPereira73
 
Aula 02 ética e legislação
Aula 02   ética e legislaçãoAula 02   ética e legislação
Aula 02 ética e legislação
Elizeu Nascimento Silva
 
DIREITOS HUMANOS para empresas.pptx
DIREITOS HUMANOS para empresas.pptxDIREITOS HUMANOS para empresas.pptx
DIREITOS HUMANOS para empresas.pptx
Patricia Mendonça
 

Semelhante a Direitos Humanos (20)

EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docxEF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
EF07ER07X - O que são direitos humanos (1).docx
 
Direitos Humanos - Deontologia
Direitos Humanos - DeontologiaDireitos Humanos - Deontologia
Direitos Humanos - Deontologia
 
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptxDiversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
Diversidade Étnico, Gênero e Direitos Humanos.pptx
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Direitos Humanos e Globalização
Direitos Humanos e GlobalizaçãoDireitos Humanos e Globalização
Direitos Humanos e Globalização
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Direitos Humanos - Sociologia
Direitos Humanos - SociologiaDireitos Humanos - Sociologia
Direitos Humanos - Sociologia
 
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina
Os Direitos Humanos E A Globalizacao  SarinaOs Direitos Humanos E A Globalizacao  Sarina
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina
 
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina2821
 
DeclaraçãO Dos Direitos Humanos
DeclaraçãO Dos Direitos HumanosDeclaraçãO Dos Direitos Humanos
DeclaraçãO Dos Direitos Humanos
 
DIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdfDIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdf
 
Sem 2 slides
Sem 2 slidesSem 2 slides
Sem 2 slides
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Dtos hum
Dtos humDtos hum
Dtos hum
 
Declaracao
DeclaracaoDeclaracao
Declaracao
 
Declaracao universal direitos_humanos by Mayron
Declaracao universal direitos_humanos by MayronDeclaracao universal direitos_humanos by Mayron
Declaracao universal direitos_humanos by Mayron
 
Declaração Universal de Direitos Humanos
Declaração Universal de Direitos HumanosDeclaração Universal de Direitos Humanos
Declaração Universal de Direitos Humanos
 
Declaração universal de direitos humanos
Declaração universal de direitos humanos Declaração universal de direitos humanos
Declaração universal de direitos humanos
 
Aula 02 ética e legislação
Aula 02   ética e legislaçãoAula 02   ética e legislação
Aula 02 ética e legislação
 
DIREITOS HUMANOS para empresas.pptx
DIREITOS HUMANOS para empresas.pptxDIREITOS HUMANOS para empresas.pptx
DIREITOS HUMANOS para empresas.pptx
 

Mais de MINV

Ruínas Romanas de Milreu - Algarve
Ruínas Romanas de Milreu - AlgarveRuínas Romanas de Milreu - Algarve
Ruínas Romanas de Milreu - Algarve
MINV
 
Atenas -- uma cidade-estado aberta ao mar
Atenas -- uma cidade-estado aberta ao marAtenas -- uma cidade-estado aberta ao mar
Atenas -- uma cidade-estado aberta ao mar
MINV
 
25 de Abril
25 de Abril25 de Abril
25 de Abril
MINV
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
MINV
 
Declaração Universal Dos Direitos Humanos
Declaração Universal Dos Direitos HumanosDeclaração Universal Dos Direitos Humanos
Declaração Universal Dos Direitos Humanos
MINV
 
A N T I G O R E G I M E C O N C E I T O S
A N T I G O  R E G I M E  C O N C E I T O SA N T I G O  R E G I M E  C O N C E I T O S
A N T I G O R E G I M E C O N C E I T O S
MINV
 
Antigo Regime - Conceitos
Antigo Regime - ConceitosAntigo Regime - Conceitos
Antigo Regime - Conceitos
MINV
 
Acção de Formação - Planificação da Aula
Acção de Formação - Planificação da AulaAcção de Formação - Planificação da Aula
Acção de Formação - Planificação da Aula
MINV
 
Acção de Formação - Planificação da Aula
Acção de Formação - Planificação da AulaAcção de Formação - Planificação da Aula
Acção de Formação - Planificação da Aula
MINV
 
Acção de Formação - Guião de Trabalho
Acção de Formação - Guião de TrabalhoAcção de Formação - Guião de Trabalho
Acção de Formação - Guião de Trabalho
MINV
 
Acção De Formação - Plano De Trabalho
Acção De Formação -  Plano De TrabalhoAcção De Formação -  Plano De Trabalho
Acção De Formação - Plano De Trabalho
MINV
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
MINV
 

Mais de MINV (12)

Ruínas Romanas de Milreu - Algarve
Ruínas Romanas de Milreu - AlgarveRuínas Romanas de Milreu - Algarve
Ruínas Romanas de Milreu - Algarve
 
Atenas -- uma cidade-estado aberta ao mar
Atenas -- uma cidade-estado aberta ao marAtenas -- uma cidade-estado aberta ao mar
Atenas -- uma cidade-estado aberta ao mar
 
25 de Abril
25 de Abril25 de Abril
25 de Abril
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Declaração Universal Dos Direitos Humanos
Declaração Universal Dos Direitos HumanosDeclaração Universal Dos Direitos Humanos
Declaração Universal Dos Direitos Humanos
 
A N T I G O R E G I M E C O N C E I T O S
A N T I G O  R E G I M E  C O N C E I T O SA N T I G O  R E G I M E  C O N C E I T O S
A N T I G O R E G I M E C O N C E I T O S
 
Antigo Regime - Conceitos
Antigo Regime - ConceitosAntigo Regime - Conceitos
Antigo Regime - Conceitos
 
Acção de Formação - Planificação da Aula
Acção de Formação - Planificação da AulaAcção de Formação - Planificação da Aula
Acção de Formação - Planificação da Aula
 
Acção de Formação - Planificação da Aula
Acção de Formação - Planificação da AulaAcção de Formação - Planificação da Aula
Acção de Formação - Planificação da Aula
 
Acção de Formação - Guião de Trabalho
Acção de Formação - Guião de TrabalhoAcção de Formação - Guião de Trabalho
Acção de Formação - Guião de Trabalho
 
Acção De Formação - Plano De Trabalho
Acção De Formação -  Plano De TrabalhoAcção De Formação -  Plano De Trabalho
Acção De Formação - Plano De Trabalho
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
 

Último

Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 

Direitos Humanos

  • 1. Direitos Humanos Trabalho realizado por: Eugénia nº8 Inês nº9 Mónica nº12 Vera nº22
  • 2. Índice O que são os direitos humanos? Quais são os principais direitos humanos? Quando é que estes surgiram? Qual foi o objectivo dos direitos humanos? Como melhorou o mundo após a aplicação dos direitos humanos? ADDHU.
  • 3. Introdução Este trabalho será realizado no âmbito da disciplina de História, com a professora Isaura Victorino. Este trabalho consiste em aprendermos mais sobre os Direitos Humanos, pois é algo que temos de utilizar no nosso dia-a-dia. A Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas afirma: “ Todos os seres humanos nascem livres e dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.” É esta afirmação que devemos ter em conta todos os dias … Esperemos que gostem…
  • 4. O Cilindro de Ciro é considerado a primeira Declaração dos Direitos Humanos registado na História.
  • 5. O que são os direitos humanos? Os Direitos Humanos são um conjunto de leis, vantagens e privilégios que devem ser reconhecidas como essências pelo indivíduo para que este possa ter uma vida digna, ou seja, que não seja inferior ou superior aos outros porque é de um sexo diferente, porque pertencem a uma etnia diferente, ou religião, ou até mesmo por pertencerem a um determinado grupo social. São importantes para que se tenha uma convivência em paz. São também um conjunto de regras pelas quais não só o Estado deve seguir e respeitar, como também todos os cidadãos a ele pertencentes. A função dos Direitos Humanos é proteger os indivíduos Das injustiças , do autoritarismo, da violência e dos abusos de poder.
  • 6. Quais são os principais direitos humanos? Título I – Dignidade Artigo nº 1 – Dignidade do ser humano: A dignidade do ser humano inviolável. Deve ser respeitada e protegida. Artigo nº 2- Direito à vida: Todas as pessoas têm direito á vida. Ninguém pode ser condenado à morte, nem executado. Artigo nº 4 – Proibição da tortura e dos tratos ou penas desumanos ou degradantes: Ninguém pode ser submetido a tortura, nem a Tratos ou penas desumanas ou degradantes.
  • 7. Artigo nº 5 – Proibição da escravidão e do trabalho forçado: Ninguém pode ser constrangido a realizar trabalho forçado ou obrigatório. É proibido o tráfico de seres humanos. Título II – Liberdades Artigo nº 6 – Direito à liberdade e à segurança Artigonº7 – Respeito pela vida privada e familiar: Todas as pessoas têm direito ao respeito pela sua vida privada e familiar, pelo seu domicílio e pelas suas comunicações.
  • 8. Artigo nº 8 – Protecção de dados pessoais: todas as pessoas têm direito à protecção dos dados de caracter pessoal que lhes digam respeito; esses dados devem ser objecto de um tratamento leal, para fins específicos e com o consentimento da pessoa interessada. Artigo nº 10 – Liberdade de pensamento, consciência, religião: Este direito implica a liberdade de mudar de religião ou de convicção, bem como a liberdade de manifestar a sua religião ou a sua convicção, individual ou colectivamente, em público ou em privado, através do culto, do ensino, de práticas e de celebrações de ritos. Artigo nº 11 – Liberdade de expressão: Este direito compreende a liberdade de opinião e a liberdade de receber e de transmitir informações ou ideias.
  • 9. Título III – Igualdade Artigo nº 20 – Igualdade perante a lei Artigo nº 21 – Não discriminação: É proibida a discriminação em razão, designadamente, dos sexo, raça, cor ou origem étnica ou social, características genéticas, língua, religião ou convicções, opiniões políticas ou outras, pertença a uma minoria nacional, riqueza, nascimento deficiência, idade ou orientação sexual. Artigo nº 23 – Igualdade entre homens e mulheres Artigo nº 24 – Direito das crianças.
  • 10. Artigo nº 25 – Direto das pessoas idosas Artigo nº 26 – Integração das pessoas com Deficiência Titulo IV – Solidariedade Artigo nº 32 – Proibição do trabalho infantil Título V – Cidadania Artigo nº 39 – Direito de eleger e de ser eleito nas eleições para o Parlamento europeu, eleições municipais
  • 11. Quando surgiram os Direitos Humanos? A História dos Direitos Humanos já vem desde há algum tempo, pois eles começaram e ter alguma importância no final do século XVIII, pelos filósofos Hobbes e Locke, e depois mais tarde, por Montesquieu, Voltaire e Rousseau. Estes filósofos asseguraram a existência de direitos naturais intransmissíveis , tais como: a existência; a liberdade; a posse de bens. A partir daí, os direitos humanos começaram a evoluir a começaram também a ter uma carga diferente nos programas dos governos e passaram a traduzir-se em declarações dos direitos fundamentais comuns a toda a Humanidade.
  • 12. Qual foi o objectivo dos direitos humanos ? O s objectivo dos direitos humanos são: Na luta contra a guerra e agressão física e psicológica. Evitar a defesa ao ódio nacional, racismo, descriminação religiosa, assim como toda forma de discriminação, de inimizade ou de violência. Reforço da paz e da compreensão internacional.
  • 13. Contribuem para eliminar a ignorância e a incompreensão entre os povos. Conseguir o respeito dos direitos e da dignidade de todas as nações, de todos os povos e de todos os indivíduos. Sem descriminação entre raças, sexo, língua, religião ou de nacionalidade. Atenção aos grandes males que afligem a humanidade, tais como a miséria, a desnutrição e as doenças. Chamar a atenção ao mundo para casos de tortura, desaparecimentos e prisões sem fundamento na lei que geram pressão internacional.
  • 14. Como melhorou o mundo após a aplicação dos direitos humanos? O mundo só melhora com pessoas que prestam conhecimentos aos direitos humanos. São tantas as pessoas que não sabem que eles existem ou simplesmente os ignoram. Para pessoas que prestam atenção a estes direitos, certamente os cumprem e isso vai fazer que o mundo fique mais civilizado, humano, em paz e sem duvida melhor.
  • 15. A ADDHU, ou seja , a Associação de Defesa dos Direitos Humanos tem como objectivo social a concepção, execução e apoio a programas e projectos de informação, educação e desenvolvimento destinados a promover as liberdades e a protecção dos direitos do cidadão em todos os seus aspectos, no respeito pela Declaração Universal dos Direitos do Homem. Esta Associação promove várias actividades para ajudar as vítimas de subnutrição que também possuem direitos, que não são respeitados, nas quais qualquer um de nós pode participar apadrinhado ou sendo voluntário. È com pequenas acções que o nosso Mundo se vai tornando num sítio melhor
  • 16. Conclusão Com a realização deste trabalho, ficamos a conhecer melhor quais os Direitos Humanos, e como eles são bastante importantes para a Humanidade. podemos concluir que cabe-nos a nós, cidadãos de todo o mundo dizer o que achamos que está mal, mesmo que não lucremos nada com isso, nem que não seja para nosso beneficio, não podemos pensar apenas em nós, devemos pensar também nas outras pessoas que estão para nascer, e que vão viver no mundo que nós recriamos, eles não podem ser sacrificados pelos erros que nós cometemos, pois eles não têm a culpa dos nossos actos…