SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
ASSUNTO: CONSUMO X SUSTENTABILIDADE
Xote Ecológico
Luiz Gonzaga
Não posso respirar, não posso mais nadar
A terra está morrendo, não dá mais pra plantar
E se plantar não nasce, se nascer não dá
Até pinga da boa é difícil de encontrar
Não posso respirar, não posso mais nadar
A terra está morrendo, não dá mais pra plantar
E se plantar não nasce, se nascer não dá
Até pinga da boa é difícil de encontrar
Cadê a flor que estava aqui?
Poluição comeu
E o peixe que é do mar?
Poluição comeu
E o verde onde é que está?
Poluição comeu
Nem o Chico Mendes sobreviveu
Texto 01
Impacto ambiental, Meio Ambiente e consumo: relação de causa e
efeito - Por Artur de Souza Moret*
A relação entre o ambiente e consumo é simples de ser feita,
pois para produzir qualquer produto é necessário insumo, na maioria
dos casos, de recursos naturais (extraídos da natureza), portanto
quanto maior o consumo maior são os problemas causados,
principalmente numa sociedade como a brasileira, consumista e não
eficiente.
Uma das conseqüências imediatas da ineficiência do consumo
refere-se à mudança climática, que é um tema mais que atual, é
urgente, precisa entrar na pauta de todas as discussões, desde as
grandes discussões políticas até aquelas dos jantares de família, isso
por que: já estamos vivendo sob um novo modelo de clima, que por
sinal não conhecemos. Vemos e percebemos seca nos rios, chuvas
torrenciais em época de seca, ventos em época de bonança, furacões
em excesso, tempestades tropicais, isso já é um novo tempo; não é o
apocalipse, mas está próximo senão tomarmos providências
urgentes. Essas não são informações só de outros países, no Brasil já
tivemos um furacão em Santa Catarina que arrasou Araranguá;
temos solução? Sim, mas temos que mudar o nosso estilo de vida.
Não é possível continuarmos com um modelo de sociedade
baseado: no consumo, na exclusão social, nos impactos ambientais
irreversíveis, nas práticas agrícolas inadequadas, no uso de sementes
transgênicas, no desmatamento para a produção agrícola e de gado,
no uso de combustíveis fósseis, no uso da hidreletricidade sem
controle, no uso ineficiente do transporte.
A ineficiência da produção e do consumo leva ao desequilíbrio
da natureza. Tomemos como exemplo a quantidade e qualidade do
lixo que produzimos. Recursos naturais utilizado em excesso, excesso
de lixo devido ao baixo re-aproveitamento, destinação inadequada do
lixo, e dessa forma produzimos uma desorganização no sistema com
conseqüências graves: chorume, emissão de metano, de CO2 e de
gases tóxicos, problemas sociais associados aos catadores. Se
analisarmos a questão do lixo através de leis científicas (nada se cria,
nada se perde e tudo se transforma) vamos perceber que as
modificações na natureza serão cada vez maiores e mais
impactantes: o chorume é extremamente tóxico e contamina os
cursos hídricos (lençol freático, rios, igarapés); a emissão de gases
tóxicos produz má qualidade do ar e problemas respiratórios naqueles
que inspiram; a emissão de CO2 e de metano tornam mais agudo o
efeito estufa; a situação daqueles que sobrevivem nos arredores e
dos lixões são precárias, tanto que tange as condições de trabalho,
de higiene, de saúde, de lazer.
Uma parte da solução pode começar por nós, na nossa casa, no
nosso trabalho, enfim, na nossa vida, por exemplo, usando o
princípio RRR que representa REDUZIR, RE-UTILIZAR e RECICLAR
que serve como referência para a intervenção na mudança da nossa
vida, hoje e no futuro.
Para finalizar, há um importante livro (O Novo Imperialismo de David
Harvey, Ed. Loyola) que dá indícios de alguns porquês da questão
ambiental, no qual essa está vinculada às questões econômicas, géo-
políticas e muito longe dos quesitos sobrevivência da espécie.
*Coordenador do Grupo de Pesquisa Energia Renovável
Sustentável/ Fundação Universidade Federal de Rondônia
(arturmoret@ig.com.br)
Fonte: http://www.tudorondonia.com/noticias/impacto-ambiental-
meio-ambiente-e-consumo-relacao-de-causa-e-efeito--por-artur-de-
souza-moret-,962.shtml
Texto 02
Sustentabilidade
A palavra da moda atualmente é sustentabilidade. Em todos os
setores, seja no meio ambiente, na economia, educação ou
administração pública, todo mundo cita o termo sustentabilidade. E o
que significa sustentabilidade? O que é ser sustentável? Teoricamente
o termo “sustentável” tem origem do Latim: “sustentare”, que
significa sustentar, favorecer e conservar.
Mundialmente a palavra susutentabilidade começou a ser
propagada a partir da realização da Conferência das Nações Unidas
sobre o Meio Ambiente Humano – United Nations Conference on the
Human Environment (UNCHE), em junho de 1972, em Estocolmo. A
partir deste evento, que foi o primeiro encontro mundial promovido
com o objetivo de discutir assuntos relacionados ao meio ambiente e
soluções para a preservação da humanidade, o conceito de
sustentabilidade passou a ganhar uma maior importância. No Brasil,
a expressão “sustentabilidade”, ganhou dimensões maiores após a
realização da Conferência sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento
(ECO), em 1992, no Rio de Janeiro.
Na prática, a sustentabilidade está definida como a capacidade
que o indivíduo ou um grupo de pessoas tem em se manterem dentro
de um ambiente sem causar impactos a esse ambiente. Mas apesar
da sustentabilidade estar associada diretamente ao meio ambiente e
a tudo o que envolve este, não está limitada somente a esta área. A
sustentabilidade também está relacionada a outros setores da
sociedade como a economia, a educação e a cultura. A
sustentabilidade está diretamente ligada ao desenvolvimento de
vários setores da sociedade, sem que estes agridam o meio
ambiente. É através da sustentabilidade que os recursos naturais são
utilizados de forma inteligente e são preservados para as gerações
futuras. Sustentabilidade é isto, é saber suprir as necessidades
presentes sem interferir nas gerações futuras. Um conceito correto e
amplo de sustentabilidade está associado a soluções, caminhos e
planos que busquem resgatar adoções de práticas sustentáveis na
vida de cada pessoa e atinjam uma melhora comum a todos.
Contribuir com nossas vivências e experiências pessoais e repassar
estas ao coletivo, é um fator decisivo para possibilitar a prática da
sustentabilidade. A adoção de práticas sustentáveis resulta a médio e
longo prazo numa nova perspectiva de vida para nossos sucessores e
lhes garantirão a manutenção dos recursos naturais necessários para
uma melhor qualidade de vida.
A falta de conhecimento do ser humano em relação à
sustentabilidade e ao que isto implica, pode ter conseqüências
catastróficas. Nos dias de hoje é preciso que cada indivíduo tenha a
consciência de que é necessário se preocupar e cuidar do meio
ambiente no qual se vive. E para isto, é preciso estar atento a cada
atitude e repensar a forma como se vive dentro deste ambiente. A
continuação e sobrevivência da raça humana está totalmente
dependente da conservação dos recursos naturais de nossas matas,
florestas, rios, lagos e oceanos.
Quer alguns exemplos básicos de como podemos cuidar do
meio ambiente e adotar práticas sustentáveis? Veja:
– Comece em sua casa, reciclando o lixo. Separa o que é
plástico, vidro e resíduo.
– Não jogue as baterias de celulares ou outros equipamentos
eletrônicos no lixo. Estes equipamentos devem ser descartados em
lugares específicos.
– Substitua as sacolas plásticas dos supermercados e lojas por
sacolas recicláveis ou pelas feitas de papel
– Não desperdice a água ou a energia elétrica
Fonte: http://www.brasilsustentavel.org.br/sustentabilidade
Texto 03
O que é Agricultura Orgânica?
Agricultura Orgânica é um processo produtivo comprometido
com a organicidade e sanidade da produção de alimentos vivos para
garantir a saúde dos seres humanos, razão pela qual usa e
desenvolve tecnologias apropriadas à realidade local de solo,
topografia, clima, água, radiações e biodiversidade própria de cada
contexto, mantendo a harmonia de todos esses elementos entre si e
com os seres humanos.
Esse modo de produção assegura o fornecimento de alimentos
orgânicos saudáveis, mais saborosos e de maior durabilidade; não
utilizando agrotóxicos preserva a qualidade da água usada na
irrigação e não polui o solo nem o lençol freático com substâncias
químicas tóxicas; por utilizar sistema de manejo mínimo do solo
assegura a estrutura e fertilidade dos solos evitando erosões e
degradação, contribuindo para promover e restaurar a rica
biodiversidade local; por esse conjunto de fatores a agricultura
orgânica viabiliza a sustentabilidade da agricultura familiar e amplia a
capacidade dos ecossistemas locais em prestar serviços ambientais a
toda a comunidade do entorno, contribuindo para reduzir o
aquecimento global.
As práticas da agricultura orgânica, assim como as demais sob
a denominação de biológica, ecológica, biodinâmica, agroecológica e
natural, comprometidas com a sustentabilidade local da espécie
humana na terra, implicam em:
1. Uso da adubação verde com uso de leguminosas fixadoras
de nitrogênio atmosférico;
2. Adubação orgânica com uso de compostagem da matéria
orgânica, que pela fermentação elimina microorganismos como
fungos e bactérias, eventualmente existentes em estercos de
origem animal, desde que provenientes da própria região;
3. Minhocultura, geradora de húmus com diferentes graus
de fertilidade; manejo mínimo e adequado do solo com plantio
direto, curvas de níveis e outras para assegurar sua estrutura,
fertilidade e porosidade;
4. Manejo da vegetação nativa, como cobertura morta,
rotação de culturas e cultivos protegidos para controle da
luminosidade, temperatura, umidade, pluviosidade e intempéries;
5. uso racional da água de irrigação seja por gotejamento ou
demais técnicas econômicas de água contextualizadas na realidade
local de topografia, clima, variação climática e hábitos culturais de
sua população.
http://aao.org.br/aao/agricultura-organica.php
Sugestões de vídeos:
1. A história das coisas... (Documentário)
https://www.youtube.com/watch?v=LG3MPTsfqx4
2. Animação homem
https://www.youtube.com/watch?v=5XqfNmML_V4
3. Life in sontropy
https://www.youtube.com/watch?v=gSPNRu4ZPvE
4.
SUGESTÃO DE LEITURA:
REVISTA EXAME/ SUSTENTABILIDADE
http://exame.abril.com.br/topicos/sustentabilidade
QUESTÕES PARA REFLETIR
1. Qual o impacto do nosso consumo na no meio ambiente?
2. Qual a solução para o impacto desse consumo?
3. O que é sustentabilidade?
4. Cite praticas de mercado (comércio, indústria ou atividades
humanas) que não são sustentáveis.
5. Em contrapartida, há atitudes sustentáveis de empresas,
atividades humanas e comércio?
6. O que é agricultura orgânica?
7. As nossas atividades agrícola e pecuária impactam no meio
ambiente? Como?
8. O que é a agricultura sintrópica?
9. Como o lixo entra nessa problemática?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental sionara14
 
Gestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administraçãoGestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administraçãoe-Tec
 
Educação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidadeEducação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidadeSilmara Vedoveli
 
A Preservação do Meio Ambiente
A Preservação do Meio AmbienteA Preservação do Meio Ambiente
A Preservação do Meio AmbienteLucianaFabiano
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade-
 
Educação Ambiental / BIODIVERSA
Educação Ambiental / BIODIVERSAEducação Ambiental / BIODIVERSA
Educação Ambiental / BIODIVERSADemis Lima
 
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos SólidosColeta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos SólidosMaster Ambiental
 
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentávelGestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentávelMayjö .
 
Apresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteApresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteMarilucia Santos
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental-
 
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de HábitosEducação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitoscarlosbidu
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável Denise Vilardo
 
Gestão Ambiental 04 - gerenciamento de resíduos sólidos
Gestão Ambiental 04 -  gerenciamento de resíduos sólidosGestão Ambiental 04 -  gerenciamento de resíduos sólidos
Gestão Ambiental 04 - gerenciamento de resíduos sólidosMilton Henrique do Couto Neto
 
Desenvolvimento sustentável (abordagem panorâmica).
Desenvolvimento sustentável (abordagem panorâmica).Desenvolvimento sustentável (abordagem panorâmica).
Desenvolvimento sustentável (abordagem panorâmica).Jacqueline Matilde
 
Avaliação 9 ano globalização
Avaliação 9 ano globalizaçãoAvaliação 9 ano globalização
Avaliação 9 ano globalizaçãoKeila Caetano
 

Mais procurados (20)

Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
 
Gestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administraçãoGestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administração
 
Educação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidadeEducação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidade
 
A Preservação do Meio Ambiente
A Preservação do Meio AmbienteA Preservação do Meio Ambiente
A Preservação do Meio Ambiente
 
Introdução aula 5
Introdução   aula 5Introdução   aula 5
Introdução aula 5
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Educação Ambiental / BIODIVERSA
Educação Ambiental / BIODIVERSAEducação Ambiental / BIODIVERSA
Educação Ambiental / BIODIVERSA
 
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos SólidosColeta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
 
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentávelGestão ambiental e desenvolvimento sustentável
Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável
 
Apresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteApresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio Ambiente
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de HábitosEducação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
 
Desenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVelDesenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVel
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
Gestão Ambiental 04 - gerenciamento de resíduos sólidos
Gestão Ambiental 04 -  gerenciamento de resíduos sólidosGestão Ambiental 04 -  gerenciamento de resíduos sólidos
Gestão Ambiental 04 - gerenciamento de resíduos sólidos
 
Desenvolvimento sustentável (abordagem panorâmica).
Desenvolvimento sustentável (abordagem panorâmica).Desenvolvimento sustentável (abordagem panorâmica).
Desenvolvimento sustentável (abordagem panorâmica).
 
Aula: Consumismo e sustentabilidade
Aula: Consumismo e sustentabilidadeAula: Consumismo e sustentabilidade
Aula: Consumismo e sustentabilidade
 
Avaliação 9 ano globalização
Avaliação 9 ano globalizaçãoAvaliação 9 ano globalização
Avaliação 9 ano globalização
 

Destaque

Usos do whatsapp
Usos do whatsappUsos do whatsapp
Usos do whatsappFabio Cruz
 
Tema de redação
Tema de redaçãoTema de redação
Tema de redaçãoFabio Cruz
 
2º ano feedback tarefa 01
2º ano feedback tarefa 012º ano feedback tarefa 01
2º ano feedback tarefa 01Fabio Cruz
 
Tema de redação
Tema de redaçãoTema de redação
Tema de redaçãoFabio Cruz
 
2º ano lista 01 redação descomplicada
2º ano lista 01 redação descomplicada2º ano lista 01 redação descomplicada
2º ano lista 01 redação descomplicadaFabio Cruz
 
Lixo eletrônico
Lixo eletrônicoLixo eletrônico
Lixo eletrônicoFabio Cruz
 
Lista número 01 para o redação descomplicada
Lista número 01 para o redação descomplicadaLista número 01 para o redação descomplicada
Lista número 01 para o redação descomplicadaFabio Cruz
 
1º ano sistema prisonal no brasil
1º ano sistema prisonal no brasil1º ano sistema prisonal no brasil
1º ano sistema prisonal no brasilFabio Cruz
 
Desigualdade de gênero no brasil
Desigualdade de gênero no brasilDesigualdade de gênero no brasil
Desigualdade de gênero no brasilFabio Cruz
 
Reforma ensino médio austrália
Reforma ensino médio austráliaReforma ensino médio austrália
Reforma ensino médio austráliaFabio Cruz
 
Cidadão de papel. discussão.
Cidadão de papel. discussão.Cidadão de papel. discussão.
Cidadão de papel. discussão.Fabio Cruz
 
Olimpiadas rio 2016
Olimpiadas rio 2016Olimpiadas rio 2016
Olimpiadas rio 2016Fabio Cruz
 
Tarefa prática de redação II UNIDADE sobre Intolerância
Tarefa prática de redação II UNIDADE sobre Intolerância Tarefa prática de redação II UNIDADE sobre Intolerância
Tarefa prática de redação II UNIDADE sobre Intolerância Fabio Cruz
 
Aula 3 e 4 compreensão, análise e discussão de tema
Aula 3 e 4 compreensão, análise e discussão de temaAula 3 e 4 compreensão, análise e discussão de tema
Aula 3 e 4 compreensão, análise e discussão de temaFabio Cruz
 
2º ano tarefa 01
2º ano tarefa 012º ano tarefa 01
2º ano tarefa 01Fabio Cruz
 
Experiências internacionais
Experiências internacionaisExperiências internacionais
Experiências internacionaisFabio Cruz
 
Texto beatriz pego
Texto beatriz pegoTexto beatriz pego
Texto beatriz pegoFabio Cruz
 
Feedback redação do golpe
Feedback redação do golpeFeedback redação do golpe
Feedback redação do golpeFabio Cruz
 

Destaque (20)

Usos do whatsapp
Usos do whatsappUsos do whatsapp
Usos do whatsapp
 
Tema de redação
Tema de redaçãoTema de redação
Tema de redação
 
Iv unidade
Iv unidadeIv unidade
Iv unidade
 
2º ano feedback tarefa 01
2º ano feedback tarefa 012º ano feedback tarefa 01
2º ano feedback tarefa 01
 
Tema de redação
Tema de redaçãoTema de redação
Tema de redação
 
2º ano lista 01 redação descomplicada
2º ano lista 01 redação descomplicada2º ano lista 01 redação descomplicada
2º ano lista 01 redação descomplicada
 
Lixo eletrônico
Lixo eletrônicoLixo eletrônico
Lixo eletrônico
 
Lista número 01 para o redação descomplicada
Lista número 01 para o redação descomplicadaLista número 01 para o redação descomplicada
Lista número 01 para o redação descomplicada
 
1º ano sistema prisonal no brasil
1º ano sistema prisonal no brasil1º ano sistema prisonal no brasil
1º ano sistema prisonal no brasil
 
Desigualdade de gênero no brasil
Desigualdade de gênero no brasilDesigualdade de gênero no brasil
Desigualdade de gênero no brasil
 
Reforma ensino médio austrália
Reforma ensino médio austráliaReforma ensino médio austrália
Reforma ensino médio austrália
 
Cidadão de papel. discussão.
Cidadão de papel. discussão.Cidadão de papel. discussão.
Cidadão de papel. discussão.
 
Olimpiadas rio 2016
Olimpiadas rio 2016Olimpiadas rio 2016
Olimpiadas rio 2016
 
Tarefa prática de redação II UNIDADE sobre Intolerância
Tarefa prática de redação II UNIDADE sobre Intolerância Tarefa prática de redação II UNIDADE sobre Intolerância
Tarefa prática de redação II UNIDADE sobre Intolerância
 
O lixo
O lixoO lixo
O lixo
 
Aula 3 e 4 compreensão, análise e discussão de tema
Aula 3 e 4 compreensão, análise e discussão de temaAula 3 e 4 compreensão, análise e discussão de tema
Aula 3 e 4 compreensão, análise e discussão de tema
 
2º ano tarefa 01
2º ano tarefa 012º ano tarefa 01
2º ano tarefa 01
 
Experiências internacionais
Experiências internacionaisExperiências internacionais
Experiências internacionais
 
Texto beatriz pego
Texto beatriz pegoTexto beatriz pego
Texto beatriz pego
 
Feedback redação do golpe
Feedback redação do golpeFeedback redação do golpe
Feedback redação do golpe
 

Semelhante a Consumo x sustentabilidade

Artigo sobre Meio Ambiente. arquivo em pdf
Artigo sobre Meio Ambiente. arquivo em pdfArtigo sobre Meio Ambiente. arquivo em pdf
Artigo sobre Meio Ambiente. arquivo em pdflaizeoliveira10
 
texto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docxtexto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docxRosanaCosta70
 
A importancia da educação ambiental nas empresas
A importancia da educação ambiental nas empresasA importancia da educação ambiental nas empresas
A importancia da educação ambiental nas empresasAdriane Martins da Silva
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental-
 
Sustentabilidade E Consumo Light
Sustentabilidade E Consumo LightSustentabilidade E Consumo Light
Sustentabilidade E Consumo LightAna Beatriz
 
O ambiente, base da sustentabilidade
O ambiente, base da sustentabilidadeO ambiente, base da sustentabilidade
O ambiente, base da sustentabilidadeAdilson P Motta Motta
 
Trabalho ciências final grupo final
Trabalho ciências final grupo finalTrabalho ciências final grupo final
Trabalho ciências final grupo finalBIBFJ
 
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo CheidaRQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo CheidaAdri Baldini
 
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo CheidaRQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo CheidaRicardo Baldini
 
Boas praticas de consumo sustentavel
Boas praticas de consumo sustentavelBoas praticas de consumo sustentavel
Boas praticas de consumo sustentavelMurilo Cesar
 
Prevencao ambiental
Prevencao ambientalPrevencao ambiental
Prevencao ambientalducabraga
 
Programa Agrinho.pptx
Programa Agrinho.pptxPrograma Agrinho.pptx
Programa Agrinho.pptxLucasCaliari3
 
Programa Agrinho.pptx
Programa Agrinho.pptxPrograma Agrinho.pptx
Programa Agrinho.pptxLucasCaliari3
 
4º edicao livro Terra de Riquesas
4º edicao livro Terra de Riquesas4º edicao livro Terra de Riquesas
4º edicao livro Terra de RiquesasFranciel Oliveira
 
Manual de consumo sustentavel
Manual de consumo sustentavelManual de consumo sustentavel
Manual de consumo sustentavelkarlawilla
 
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.v4hp2q4ph4
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental-
 

Semelhante a Consumo x sustentabilidade (20)

Artigo sobre Meio Ambiente. arquivo em pdf
Artigo sobre Meio Ambiente. arquivo em pdfArtigo sobre Meio Ambiente. arquivo em pdf
Artigo sobre Meio Ambiente. arquivo em pdf
 
texto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docxtexto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docx
 
A importancia da educação ambiental nas empresas
A importancia da educação ambiental nas empresasA importancia da educação ambiental nas empresas
A importancia da educação ambiental nas empresas
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Sustentabilidade E Consumo Light
Sustentabilidade E Consumo LightSustentabilidade E Consumo Light
Sustentabilidade E Consumo Light
 
Educação Ambiental
Educação AmbientalEducação Ambiental
Educação Ambiental
 
O ambiente, base da sustentabilidade
O ambiente, base da sustentabilidadeO ambiente, base da sustentabilidade
O ambiente, base da sustentabilidade
 
Trabalho ciências final grupo final
Trabalho ciências final grupo finalTrabalho ciências final grupo final
Trabalho ciências final grupo final
 
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo CheidaRQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
 
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo CheidaRQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
RQS 2006 - Entrevista com Luiz Eduardo Cheida
 
EDUCAÇÃO AMBIENTAL.pptx
EDUCAÇÃO AMBIENTAL.pptxEDUCAÇÃO AMBIENTAL.pptx
EDUCAÇÃO AMBIENTAL.pptx
 
Boas praticas de consumo sustentavel
Boas praticas de consumo sustentavelBoas praticas de consumo sustentavel
Boas praticas de consumo sustentavel
 
Prevencao ambiental
Prevencao ambientalPrevencao ambiental
Prevencao ambiental
 
Programa Agrinho.pptx
Programa Agrinho.pptxPrograma Agrinho.pptx
Programa Agrinho.pptx
 
Programa Agrinho.pptx
Programa Agrinho.pptxPrograma Agrinho.pptx
Programa Agrinho.pptx
 
4º edicao livro Terra de Riquesas
4º edicao livro Terra de Riquesas4º edicao livro Terra de Riquesas
4º edicao livro Terra de Riquesas
 
Manual de consumo sustentavel
Manual de consumo sustentavelManual de consumo sustentavel
Manual de consumo sustentavel
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 

Mais de Fabio Cruz

7º ano o melhor texto do mundo do sétimo ano de recuperação
7º ano o melhor texto do mundo do sétimo ano de recuperação7º ano o melhor texto do mundo do sétimo ano de recuperação
7º ano o melhor texto do mundo do sétimo ano de recuperaçãoFabio Cruz
 
1º ano c texto coletivo
1º ano c texto coletivo1º ano c texto coletivo
1º ano c texto coletivoFabio Cruz
 
2º ano textos para leitura global
2º ano textos para leitura global2º ano textos para leitura global
2º ano textos para leitura globalFabio Cruz
 
7º ano textos violência no transito
7º ano textos violência no transito7º ano textos violência no transito
7º ano textos violência no transitoFabio Cruz
 
Introdução por descrição
Introdução por descriçãoIntrodução por descrição
Introdução por descriçãoFabio Cruz
 
Introdução de texto dissertativo/ Narrativa
Introdução de texto dissertativo/ NarrativaIntrodução de texto dissertativo/ Narrativa
Introdução de texto dissertativo/ NarrativaFabio Cruz
 
Tese diluída (texto adaptado)
Tese diluída (texto adaptado)Tese diluída (texto adaptado)
Tese diluída (texto adaptado)Fabio Cruz
 
1º ano hábitos alimentares do brasileiro
1º ano hábitos alimentares do brasileiro1º ano hábitos alimentares do brasileiro
1º ano hábitos alimentares do brasileiroFabio Cruz
 
Textos sobre bullying
Textos sobre bullyingTextos sobre bullying
Textos sobre bullyingFabio Cruz
 
2º ano abordagens para introdução
2º ano abordagens para introdução2º ano abordagens para introdução
2º ano abordagens para introduçãoFabio Cruz
 
2º ano abordagens para introdução
2º ano abordagens para introdução2º ano abordagens para introdução
2º ano abordagens para introduçãoFabio Cruz
 
Feedback prova pós verdade
Feedback prova pós verdadeFeedback prova pós verdade
Feedback prova pós verdadeFabio Cruz
 
Redação nota 1000 2015 enem
Redação nota 1000 2015 enemRedação nota 1000 2015 enem
Redação nota 1000 2015 enemFabio Cruz
 
As novas configurações de familia
As novas configurações de familiaAs novas configurações de familia
As novas configurações de familiaFabio Cruz
 
Racismo no brasil
Racismo no brasilRacismo no brasil
Racismo no brasilFabio Cruz
 
Tema sobre ética
Tema sobre éticaTema sobre ética
Tema sobre éticaFabio Cruz
 

Mais de Fabio Cruz (20)

7º ano o melhor texto do mundo do sétimo ano de recuperação
7º ano o melhor texto do mundo do sétimo ano de recuperação7º ano o melhor texto do mundo do sétimo ano de recuperação
7º ano o melhor texto do mundo do sétimo ano de recuperação
 
1º ano c texto coletivo
1º ano c texto coletivo1º ano c texto coletivo
1º ano c texto coletivo
 
8º ano
8º ano8º ano
8º ano
 
7º ano
7º ano7º ano
7º ano
 
6º ano
6º ano6º ano
6º ano
 
Texto 01
Texto 01Texto 01
Texto 01
 
2º ano textos para leitura global
2º ano textos para leitura global2º ano textos para leitura global
2º ano textos para leitura global
 
7º ano textos violência no transito
7º ano textos violência no transito7º ano textos violência no transito
7º ano textos violência no transito
 
Introdução por descrição
Introdução por descriçãoIntrodução por descrição
Introdução por descrição
 
Introdução de texto dissertativo/ Narrativa
Introdução de texto dissertativo/ NarrativaIntrodução de texto dissertativo/ Narrativa
Introdução de texto dissertativo/ Narrativa
 
Tese diluída (texto adaptado)
Tese diluída (texto adaptado)Tese diluída (texto adaptado)
Tese diluída (texto adaptado)
 
1º ano hábitos alimentares do brasileiro
1º ano hábitos alimentares do brasileiro1º ano hábitos alimentares do brasileiro
1º ano hábitos alimentares do brasileiro
 
Textos sobre bullying
Textos sobre bullyingTextos sobre bullying
Textos sobre bullying
 
2º ano abordagens para introdução
2º ano abordagens para introdução2º ano abordagens para introdução
2º ano abordagens para introdução
 
2º ano abordagens para introdução
2º ano abordagens para introdução2º ano abordagens para introdução
2º ano abordagens para introdução
 
Feedback prova pós verdade
Feedback prova pós verdadeFeedback prova pós verdade
Feedback prova pós verdade
 
Redação nota 1000 2015 enem
Redação nota 1000 2015 enemRedação nota 1000 2015 enem
Redação nota 1000 2015 enem
 
As novas configurações de familia
As novas configurações de familiaAs novas configurações de familia
As novas configurações de familia
 
Racismo no brasil
Racismo no brasilRacismo no brasil
Racismo no brasil
 
Tema sobre ética
Tema sobre éticaTema sobre ética
Tema sobre ética
 

Último

Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergBrenda Fritz
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 

Último (20)

Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 

Consumo x sustentabilidade

  • 1. ASSUNTO: CONSUMO X SUSTENTABILIDADE Xote Ecológico Luiz Gonzaga Não posso respirar, não posso mais nadar A terra está morrendo, não dá mais pra plantar E se plantar não nasce, se nascer não dá Até pinga da boa é difícil de encontrar Não posso respirar, não posso mais nadar A terra está morrendo, não dá mais pra plantar E se plantar não nasce, se nascer não dá Até pinga da boa é difícil de encontrar Cadê a flor que estava aqui? Poluição comeu E o peixe que é do mar? Poluição comeu E o verde onde é que está? Poluição comeu Nem o Chico Mendes sobreviveu Texto 01 Impacto ambiental, Meio Ambiente e consumo: relação de causa e efeito - Por Artur de Souza Moret*
  • 2. A relação entre o ambiente e consumo é simples de ser feita, pois para produzir qualquer produto é necessário insumo, na maioria dos casos, de recursos naturais (extraídos da natureza), portanto quanto maior o consumo maior são os problemas causados, principalmente numa sociedade como a brasileira, consumista e não eficiente. Uma das conseqüências imediatas da ineficiência do consumo refere-se à mudança climática, que é um tema mais que atual, é urgente, precisa entrar na pauta de todas as discussões, desde as grandes discussões políticas até aquelas dos jantares de família, isso por que: já estamos vivendo sob um novo modelo de clima, que por sinal não conhecemos. Vemos e percebemos seca nos rios, chuvas torrenciais em época de seca, ventos em época de bonança, furacões em excesso, tempestades tropicais, isso já é um novo tempo; não é o apocalipse, mas está próximo senão tomarmos providências urgentes. Essas não são informações só de outros países, no Brasil já tivemos um furacão em Santa Catarina que arrasou Araranguá; temos solução? Sim, mas temos que mudar o nosso estilo de vida. Não é possível continuarmos com um modelo de sociedade baseado: no consumo, na exclusão social, nos impactos ambientais irreversíveis, nas práticas agrícolas inadequadas, no uso de sementes transgênicas, no desmatamento para a produção agrícola e de gado, no uso de combustíveis fósseis, no uso da hidreletricidade sem controle, no uso ineficiente do transporte. A ineficiência da produção e do consumo leva ao desequilíbrio da natureza. Tomemos como exemplo a quantidade e qualidade do lixo que produzimos. Recursos naturais utilizado em excesso, excesso de lixo devido ao baixo re-aproveitamento, destinação inadequada do lixo, e dessa forma produzimos uma desorganização no sistema com conseqüências graves: chorume, emissão de metano, de CO2 e de gases tóxicos, problemas sociais associados aos catadores. Se analisarmos a questão do lixo através de leis científicas (nada se cria, nada se perde e tudo se transforma) vamos perceber que as modificações na natureza serão cada vez maiores e mais impactantes: o chorume é extremamente tóxico e contamina os cursos hídricos (lençol freático, rios, igarapés); a emissão de gases tóxicos produz má qualidade do ar e problemas respiratórios naqueles que inspiram; a emissão de CO2 e de metano tornam mais agudo o efeito estufa; a situação daqueles que sobrevivem nos arredores e dos lixões são precárias, tanto que tange as condições de trabalho, de higiene, de saúde, de lazer. Uma parte da solução pode começar por nós, na nossa casa, no nosso trabalho, enfim, na nossa vida, por exemplo, usando o princípio RRR que representa REDUZIR, RE-UTILIZAR e RECICLAR que serve como referência para a intervenção na mudança da nossa vida, hoje e no futuro. Para finalizar, há um importante livro (O Novo Imperialismo de David Harvey, Ed. Loyola) que dá indícios de alguns porquês da questão
  • 3. ambiental, no qual essa está vinculada às questões econômicas, géo- políticas e muito longe dos quesitos sobrevivência da espécie. *Coordenador do Grupo de Pesquisa Energia Renovável Sustentável/ Fundação Universidade Federal de Rondônia (arturmoret@ig.com.br) Fonte: http://www.tudorondonia.com/noticias/impacto-ambiental- meio-ambiente-e-consumo-relacao-de-causa-e-efeito--por-artur-de- souza-moret-,962.shtml Texto 02 Sustentabilidade A palavra da moda atualmente é sustentabilidade. Em todos os setores, seja no meio ambiente, na economia, educação ou administração pública, todo mundo cita o termo sustentabilidade. E o que significa sustentabilidade? O que é ser sustentável? Teoricamente o termo “sustentável” tem origem do Latim: “sustentare”, que significa sustentar, favorecer e conservar. Mundialmente a palavra susutentabilidade começou a ser propagada a partir da realização da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano – United Nations Conference on the Human Environment (UNCHE), em junho de 1972, em Estocolmo. A partir deste evento, que foi o primeiro encontro mundial promovido com o objetivo de discutir assuntos relacionados ao meio ambiente e soluções para a preservação da humanidade, o conceito de sustentabilidade passou a ganhar uma maior importância. No Brasil, a expressão “sustentabilidade”, ganhou dimensões maiores após a realização da Conferência sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (ECO), em 1992, no Rio de Janeiro. Na prática, a sustentabilidade está definida como a capacidade que o indivíduo ou um grupo de pessoas tem em se manterem dentro de um ambiente sem causar impactos a esse ambiente. Mas apesar da sustentabilidade estar associada diretamente ao meio ambiente e a tudo o que envolve este, não está limitada somente a esta área. A sustentabilidade também está relacionada a outros setores da sociedade como a economia, a educação e a cultura. A sustentabilidade está diretamente ligada ao desenvolvimento de vários setores da sociedade, sem que estes agridam o meio ambiente. É através da sustentabilidade que os recursos naturais são utilizados de forma inteligente e são preservados para as gerações futuras. Sustentabilidade é isto, é saber suprir as necessidades presentes sem interferir nas gerações futuras. Um conceito correto e amplo de sustentabilidade está associado a soluções, caminhos e planos que busquem resgatar adoções de práticas sustentáveis na vida de cada pessoa e atinjam uma melhora comum a todos.
  • 4. Contribuir com nossas vivências e experiências pessoais e repassar estas ao coletivo, é um fator decisivo para possibilitar a prática da sustentabilidade. A adoção de práticas sustentáveis resulta a médio e longo prazo numa nova perspectiva de vida para nossos sucessores e lhes garantirão a manutenção dos recursos naturais necessários para uma melhor qualidade de vida. A falta de conhecimento do ser humano em relação à sustentabilidade e ao que isto implica, pode ter conseqüências catastróficas. Nos dias de hoje é preciso que cada indivíduo tenha a consciência de que é necessário se preocupar e cuidar do meio ambiente no qual se vive. E para isto, é preciso estar atento a cada atitude e repensar a forma como se vive dentro deste ambiente. A continuação e sobrevivência da raça humana está totalmente dependente da conservação dos recursos naturais de nossas matas, florestas, rios, lagos e oceanos. Quer alguns exemplos básicos de como podemos cuidar do meio ambiente e adotar práticas sustentáveis? Veja: – Comece em sua casa, reciclando o lixo. Separa o que é plástico, vidro e resíduo. – Não jogue as baterias de celulares ou outros equipamentos eletrônicos no lixo. Estes equipamentos devem ser descartados em lugares específicos. – Substitua as sacolas plásticas dos supermercados e lojas por sacolas recicláveis ou pelas feitas de papel – Não desperdice a água ou a energia elétrica Fonte: http://www.brasilsustentavel.org.br/sustentabilidade Texto 03 O que é Agricultura Orgânica? Agricultura Orgânica é um processo produtivo comprometido com a organicidade e sanidade da produção de alimentos vivos para garantir a saúde dos seres humanos, razão pela qual usa e desenvolve tecnologias apropriadas à realidade local de solo, topografia, clima, água, radiações e biodiversidade própria de cada contexto, mantendo a harmonia de todos esses elementos entre si e com os seres humanos. Esse modo de produção assegura o fornecimento de alimentos orgânicos saudáveis, mais saborosos e de maior durabilidade; não utilizando agrotóxicos preserva a qualidade da água usada na irrigação e não polui o solo nem o lençol freático com substâncias químicas tóxicas; por utilizar sistema de manejo mínimo do solo assegura a estrutura e fertilidade dos solos evitando erosões e degradação, contribuindo para promover e restaurar a rica
  • 5. biodiversidade local; por esse conjunto de fatores a agricultura orgânica viabiliza a sustentabilidade da agricultura familiar e amplia a capacidade dos ecossistemas locais em prestar serviços ambientais a toda a comunidade do entorno, contribuindo para reduzir o aquecimento global. As práticas da agricultura orgânica, assim como as demais sob a denominação de biológica, ecológica, biodinâmica, agroecológica e natural, comprometidas com a sustentabilidade local da espécie humana na terra, implicam em: 1. Uso da adubação verde com uso de leguminosas fixadoras de nitrogênio atmosférico; 2. Adubação orgânica com uso de compostagem da matéria orgânica, que pela fermentação elimina microorganismos como fungos e bactérias, eventualmente existentes em estercos de origem animal, desde que provenientes da própria região; 3. Minhocultura, geradora de húmus com diferentes graus de fertilidade; manejo mínimo e adequado do solo com plantio direto, curvas de níveis e outras para assegurar sua estrutura, fertilidade e porosidade; 4. Manejo da vegetação nativa, como cobertura morta, rotação de culturas e cultivos protegidos para controle da luminosidade, temperatura, umidade, pluviosidade e intempéries; 5. uso racional da água de irrigação seja por gotejamento ou demais técnicas econômicas de água contextualizadas na realidade local de topografia, clima, variação climática e hábitos culturais de sua população. http://aao.org.br/aao/agricultura-organica.php Sugestões de vídeos: 1. A história das coisas... (Documentário) https://www.youtube.com/watch?v=LG3MPTsfqx4 2. Animação homem https://www.youtube.com/watch?v=5XqfNmML_V4 3. Life in sontropy https://www.youtube.com/watch?v=gSPNRu4ZPvE 4. SUGESTÃO DE LEITURA:
  • 6. REVISTA EXAME/ SUSTENTABILIDADE http://exame.abril.com.br/topicos/sustentabilidade QUESTÕES PARA REFLETIR 1. Qual o impacto do nosso consumo na no meio ambiente? 2. Qual a solução para o impacto desse consumo? 3. O que é sustentabilidade? 4. Cite praticas de mercado (comércio, indústria ou atividades humanas) que não são sustentáveis. 5. Em contrapartida, há atitudes sustentáveis de empresas, atividades humanas e comércio? 6. O que é agricultura orgânica? 7. As nossas atividades agrícola e pecuária impactam no meio ambiente? Como? 8. O que é a agricultura sintrópica? 9. Como o lixo entra nessa problemática?