SlideShare uma empresa Scribd logo
A água é utilizada para:
 Na agricultura (na rega e pecuária);
 Na indústria (na produção de matérias-primas. Lavagens, arrefecimento, etc.);
 No abastecimento público e doméstico;
 Na produção de energia.
No planeta Terra a água existente é:
 97 % nos oceanos e mares;
 2.4 % de água doce;
 2.1 % de água doce nos calotes polares e glaciares;
 0.31 % de água continentais (lagos toalhas freáticas; cursos de água);
 0.0009 % na atmosfera.
Ciclo da água
A água é transferida para a atmosfera através do processo de evapotranspiração (libertação de água para atmosfera
sob a forma de vapor de água), onde é transportada e se acaba por condensar, dando origem a nuvens, acabando por voltar
para o solo após a precipitação. Uma vez na terra, parte da água escoa-se e outra parte fica retida, infiltrando-se; no fim, a
água volta ao início.
Superfícies frontais
Quando há um avanço de uma massa de ar quente sobre uma massa de ar frio, observamos a uma superfície frontal
quente. Caso haja um avanço de uma massa de ar frio sobre uma massa de ar quente, observamos, então, uma superfície frontal
fria.
Estados do tempo associados à passagem de uma perturbação frontal:
Primeiro – Quando uma frente quente se aproxima o tempo piora.
- Nuvens horizontais; porque o ar frio sobre lentamente na superfície frontal quente;
- Chuviscos.
Segundo – Quando a frente quente passa o tempo tende a piorar.
- Muita nebulosidade;
- Chuviscos;
- Temperatura relativamente baixas;
- Vento fraco.
Terceiro – Depois da passagem da frente quente, já se nota influências quentes e por isso o tempo melhora.
- Céu pouco nublado ou limpo;
- Vento Moderado;
- Temperatura mais ou menos elevada.
Quarto – Com a aproximação e passagem da frente fria o tempo volta a piorar.
- Nebulosidade;
- Aguaceiros e trovoada;
- Temperatura diminui;
- Vento moderado/forte.
Quinto – Depois da passagem da frente fria o tempo estabiliza.
- O vento muda de direcção;
- Nebulosidade diminui;
- Pouca precipitação;
- Temperaturas baixas;
Anticiclones ou altas pressões
Quando se formam nos continentes é inverno;
Quando se formam nos oceanos é verão.
Ciclones ou baixas pressões
Quando se formam nos continentes é verão;
Quando se formam nos oceanos é inverno.
Ciclo Hidrológico:
A água é transferida porevapotranspiração (libertação de água para a atmosfera, sob a forma de vaporde água) para a atmosfera, onde se
condensa, formando nuvens, e volta para a terra através da precipitação (transferência de água da atmosfera para a superfície através de
chuva, granizo ou neve); na superfície, parte da água escoa-se e outra fica retida, infiltrando-se; no fim evapora-se de novo.
Tipos de precipitação
Precipitações frontais: é provocada pelo contacto entre duas massas de ar de características muito diferentes. É caracterizada porserem
precipitações pouco intensas, continuas e de longas durações, ou seja, chuviscos. São características das zonas d ominadas pelas baixas
pressões sub-polares.
Precipitações Orográficas (relevo): ao deparar-se com uma montanha concordante, o aré forçado a subir, o que leva a atingiro ponto de
orvalho, acabando porformarnuvens que ficam saturadas e porfim dá-se a precipitação.
Precipitações Convectivas (chão): São originadas pela ascendência brusca do ar em resultado de um intenso aquecimento da superfície. O ar
aquece, torna-se denso e sobe. Ao subir arrefece, atingindo o ponto de orvalho, dá-se a condensação e formam-se nuvens de
desenvolvimento vertical, originando aguaceiros.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Água
A ÁguaA Água
A Água
713773
 
Ciclo da agua
Ciclo da aguaCiclo da agua
Ciclo da agua
Pelo Siro
 
Precipitação
PrecipitaçãoPrecipitação
Precipitação
FilomenaJarmelo
 
Trabalho da água
Trabalho da águaTrabalho da água
Trabalho da água
PanquecasSIAA
 
O ciclo da água
O ciclo da águaO ciclo da água
O ciclo da água
tecbio
 
Clima urbano
Clima urbanoClima urbano
Geografia a 10ºano
Geografia a   10ºanoGeografia a   10ºano
Geografia a 10ºano
MissManson
 
Clima 6 umidade atmosférica
Clima 6   umidade atmosféricaClima 6   umidade atmosférica
Clima 6 umidade atmosférica
Walbruni
 
Hidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º anoHidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º ano
Márcia Dutra
 
Hidrografia: os oceanos
Hidrografia: os oceanosHidrografia: os oceanos
Hidrografia: os oceanos
Professora Verônica Santos
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico
karolpoa
 
Fenômenos atmosféricos
Fenômenos atmosféricosFenômenos atmosféricos
Fenômenos atmosféricos
Allanzito Pinheiro
 
Ciclo Da Agua
Ciclo Da AguaCiclo Da Agua
Ciclo Da Agua
Alda Palmeiro
 
Águas oceânicas e os mares
Águas oceânicas e os maresÁguas oceânicas e os mares
Águas oceânicas e os mares
Prof. Francesco Torres
 
Ciclo Da áGua
Ciclo Da áGuaCiclo Da áGua
Ciclo Da áGua
ecsette
 
AnimaçãO Ciclo Da áGua
AnimaçãO   Ciclo Da áGuaAnimaçãO   Ciclo Da áGua
AnimaçãO Ciclo Da áGua
Valéria Martins
 
Precipitacao
PrecipitacaoPrecipitacao
Precipitacao
ana pinho
 
O ciclo da água
O ciclo da águaO ciclo da água
O ciclo da água
Diogo Guerreiro
 
Clima e estados de tempo em Portugal.1
Clima e estados de tempo em Portugal.1Clima e estados de tempo em Portugal.1
Clima e estados de tempo em Portugal.1
Idalina Leite
 
Resumo humidade e os tipos de chuva
Resumo humidade e os tipos de chuvaResumo humidade e os tipos de chuva
Resumo humidade e os tipos de chuva
Laura Amil Arual Amil
 

Mais procurados (20)

A Água
A ÁguaA Água
A Água
 
Ciclo da agua
Ciclo da aguaCiclo da agua
Ciclo da agua
 
Precipitação
PrecipitaçãoPrecipitação
Precipitação
 
Trabalho da água
Trabalho da águaTrabalho da água
Trabalho da água
 
O ciclo da água
O ciclo da águaO ciclo da água
O ciclo da água
 
Clima urbano
Clima urbanoClima urbano
Clima urbano
 
Geografia a 10ºano
Geografia a   10ºanoGeografia a   10ºano
Geografia a 10ºano
 
Clima 6 umidade atmosférica
Clima 6   umidade atmosféricaClima 6   umidade atmosférica
Clima 6 umidade atmosférica
 
Hidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º anoHidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º ano
 
Hidrografia: os oceanos
Hidrografia: os oceanosHidrografia: os oceanos
Hidrografia: os oceanos
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico
 
Fenômenos atmosféricos
Fenômenos atmosféricosFenômenos atmosféricos
Fenômenos atmosféricos
 
Ciclo Da Agua
Ciclo Da AguaCiclo Da Agua
Ciclo Da Agua
 
Águas oceânicas e os mares
Águas oceânicas e os maresÁguas oceânicas e os mares
Águas oceânicas e os mares
 
Ciclo Da áGua
Ciclo Da áGuaCiclo Da áGua
Ciclo Da áGua
 
AnimaçãO Ciclo Da áGua
AnimaçãO   Ciclo Da áGuaAnimaçãO   Ciclo Da áGua
AnimaçãO Ciclo Da áGua
 
Precipitacao
PrecipitacaoPrecipitacao
Precipitacao
 
O ciclo da água
O ciclo da águaO ciclo da água
O ciclo da água
 
Clima e estados de tempo em Portugal.1
Clima e estados de tempo em Portugal.1Clima e estados de tempo em Portugal.1
Clima e estados de tempo em Portugal.1
 
Resumo humidade e os tipos de chuva
Resumo humidade e os tipos de chuvaResumo humidade e os tipos de chuva
Resumo humidade e os tipos de chuva
 

Destaque

5º ano teste de avaliação-a poesia
5º ano teste de avaliação-a poesia5º ano teste de avaliação-a poesia
5º ano teste de avaliação-a poesia
Stéphanie Lima
 
Batalha de S. Mamede
Batalha de S. MamedeBatalha de S. Mamede
Batalha de S. Mamede
BibEscolar Ninho Dos Livros
 
Biografia de d. afonso henriques
Biografia de d. afonso henriquesBiografia de d. afonso henriques
Biografia de d. afonso henriques
20014
 
Historia, 10º ano
Historia, 10º anoHistoria, 10º ano
Historia, 10º ano
VansKaefer
 
04 história a_revisões_módulo_4
04 história a_revisões_módulo_404 história a_revisões_módulo_4
04 história a_revisões_módulo_4
Vítor Santos
 
03 historia a_revisões_módulo_3
03 historia a_revisões_módulo_303 historia a_revisões_módulo_3
03 historia a_revisões_módulo_3
Vítor Santos
 
1 01 a cultura do ágora
1 01 a cultura do ágora1 01 a cultura do ágora
1 01 a cultura do ágora
Vítor Santos
 
D. Afonso Henriques
D. Afonso HenriquesD. Afonso Henriques
D. Afonso Henriques
Jorge Almeida
 
01 história a_revisões_módulo_1
01 história a_revisões_módulo_101 história a_revisões_módulo_1
01 história a_revisões_módulo_1
Vítor Santos
 
A Reconquista
A ReconquistaA Reconquista
A Reconquista
Professores História
 
País rural e senhorial módulo II- 10º ANO
País rural e senhorial  módulo II- 10º ANOPaís rural e senhorial  módulo II- 10º ANO
País rural e senhorial módulo II- 10º ANO
Carina Vale
 
02 1 a_cultura_do_senado
02 1 a_cultura_do_senado02 1 a_cultura_do_senado
02 1 a_cultura_do_senado
Vítor Santos
 
A identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidentalA identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidental
Vítor Santos
 
00 revisões módulos_3_4_6_história_a
00 revisões módulos_3_4_6_história_a00 revisões módulos_3_4_6_história_a
00 revisões módulos_3_4_6_história_a
Vítor Santos
 
O espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do territórioO espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do território
Susana Simões
 
4 04 15_16 construção da modernidade europeia
4 04 15_16 construção da modernidade europeia4 04 15_16 construção da modernidade europeia
4 04 15_16 construção da modernidade europeia
Vítor Santos
 
4 03 15_16triunfo dos estados e dinamicas economicas nos seculos xvii e xviii
4 03 15_16triunfo dos estados e dinamicas economicas nos seculos xvii e xviii4 03 15_16triunfo dos estados e dinamicas economicas nos seculos xvii e xviii
4 03 15_16triunfo dos estados e dinamicas economicas nos seculos xvii e xviii
Vítor Santos
 
02 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_202 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_2
Vítor Santos
 
00 3 preparação_exame_nacional_2017
00 3 preparação_exame_nacional_201700 3 preparação_exame_nacional_2017
00 3 preparação_exame_nacional_2017
Vítor Santos
 
Valores, vivências e quotidiano
Valores, vivências e quotidianoValores, vivências e quotidiano
Valores, vivências e quotidiano
Vítor Santos
 

Destaque (20)

5º ano teste de avaliação-a poesia
5º ano teste de avaliação-a poesia5º ano teste de avaliação-a poesia
5º ano teste de avaliação-a poesia
 
Batalha de S. Mamede
Batalha de S. MamedeBatalha de S. Mamede
Batalha de S. Mamede
 
Biografia de d. afonso henriques
Biografia de d. afonso henriquesBiografia de d. afonso henriques
Biografia de d. afonso henriques
 
Historia, 10º ano
Historia, 10º anoHistoria, 10º ano
Historia, 10º ano
 
04 história a_revisões_módulo_4
04 história a_revisões_módulo_404 história a_revisões_módulo_4
04 história a_revisões_módulo_4
 
03 historia a_revisões_módulo_3
03 historia a_revisões_módulo_303 historia a_revisões_módulo_3
03 historia a_revisões_módulo_3
 
1 01 a cultura do ágora
1 01 a cultura do ágora1 01 a cultura do ágora
1 01 a cultura do ágora
 
D. Afonso Henriques
D. Afonso HenriquesD. Afonso Henriques
D. Afonso Henriques
 
01 história a_revisões_módulo_1
01 história a_revisões_módulo_101 história a_revisões_módulo_1
01 história a_revisões_módulo_1
 
A Reconquista
A ReconquistaA Reconquista
A Reconquista
 
País rural e senhorial módulo II- 10º ANO
País rural e senhorial  módulo II- 10º ANOPaís rural e senhorial  módulo II- 10º ANO
País rural e senhorial módulo II- 10º ANO
 
02 1 a_cultura_do_senado
02 1 a_cultura_do_senado02 1 a_cultura_do_senado
02 1 a_cultura_do_senado
 
A identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidentalA identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidental
 
00 revisões módulos_3_4_6_história_a
00 revisões módulos_3_4_6_história_a00 revisões módulos_3_4_6_história_a
00 revisões módulos_3_4_6_história_a
 
O espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do territórioO espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do território
 
4 04 15_16 construção da modernidade europeia
4 04 15_16 construção da modernidade europeia4 04 15_16 construção da modernidade europeia
4 04 15_16 construção da modernidade europeia
 
4 03 15_16triunfo dos estados e dinamicas economicas nos seculos xvii e xviii
4 03 15_16triunfo dos estados e dinamicas economicas nos seculos xvii e xviii4 03 15_16triunfo dos estados e dinamicas economicas nos seculos xvii e xviii
4 03 15_16triunfo dos estados e dinamicas economicas nos seculos xvii e xviii
 
02 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_202 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_2
 
00 3 preparação_exame_nacional_2017
00 3 preparação_exame_nacional_201700 3 preparação_exame_nacional_2017
00 3 preparação_exame_nacional_2017
 
Valores, vivências e quotidiano
Valores, vivências e quotidianoValores, vivências e quotidiano
Valores, vivências e quotidiano
 

Semelhante a Ciclo da-agua

Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI CampeloCiclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
EB 2,3 Sobrado Valon - Biblioteca
 
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI CampeloCiclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
EB 2,3 Sobrado Valon - Biblioteca
 
O ciclo da água
O ciclo da águaO ciclo da água
O ciclo da água
Lilian Damares
 
O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºDO ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
CoordTic
 
Termo3
Termo3Termo3
A natureza
A naturezaA natureza
A natureza
TIC14 CMÌlhavo
 
Ciclo hidrológico
Ciclo hidrológicoCiclo hidrológico
Ciclo hidrológico
Felix Ferreira
 
Nuvens e Ciclo de Agua-.pptmnkwhmjjjjjhjdhs
Nuvens e Ciclo de Agua-.pptmnkwhmjjjjjhjdhsNuvens e Ciclo de Agua-.pptmnkwhmjjjjjhjdhs
Nuvens e Ciclo de Agua-.pptmnkwhmjjjjjhjdhs
MarquesDaDeolinda
 
1º os recursos hídricos
1º os recursos hídricos1º os recursos hídricos
1º os recursos hídricos
Liliana Silva
 
Ciclo da água
Ciclo da águaCiclo da água
Ciclo da água
Wesley Germano Otávio
 
Planeta Azul
Planeta AzulPlaneta Azul
Planeta Azul
EBseis
 
recursoshidricos_2 (1).doc
recursoshidricos_2 (1).docrecursoshidricos_2 (1).doc
recursoshidricos_2 (1).doc
Aida Cunha
 
Ciclo Hidrologico
Ciclo HidrologicoCiclo Hidrologico
Ciclo Hidrologico
Chrislanne Michelle
 
Pwp ciclo da água
Pwp ciclo da águaPwp ciclo da água
Pwp ciclo da água
conceicaomurta
 
Pwp ciclo da água
Pwp ciclo da águaPwp ciclo da água
Pwp ciclo da água
conceicaomurta
 
A dinâmica da atmosfera
A dinâmica da atmosferaA dinâmica da atmosfera
A dinâmica da atmosfera
Estude Mais
 
Hidrografia
Hidrografia Hidrografia
Hidrografia
Eliena Leal
 
Geografia6 litosfera atmosfera_hidrosfera- 6ºs - publicar
Geografia6 litosfera atmosfera_hidrosfera- 6ºs - publicarGeografia6 litosfera atmosfera_hidrosfera- 6ºs - publicar
Geografia6 litosfera atmosfera_hidrosfera- 6ºs - publicar
Eloy Souza
 
F27
F27F27
Elementos e fatores_climaticos
Elementos e fatores_climaticosElementos e fatores_climaticos
Elementos e fatores_climaticos
marcokiko84
 

Semelhante a Ciclo da-agua (20)

Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI CampeloCiclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
 
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI CampeloCiclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
 
O ciclo da água
O ciclo da águaO ciclo da água
O ciclo da água
 
O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºDO ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
 
Termo3
Termo3Termo3
Termo3
 
A natureza
A naturezaA natureza
A natureza
 
Ciclo hidrológico
Ciclo hidrológicoCiclo hidrológico
Ciclo hidrológico
 
Nuvens e Ciclo de Agua-.pptmnkwhmjjjjjhjdhs
Nuvens e Ciclo de Agua-.pptmnkwhmjjjjjhjdhsNuvens e Ciclo de Agua-.pptmnkwhmjjjjjhjdhs
Nuvens e Ciclo de Agua-.pptmnkwhmjjjjjhjdhs
 
1º os recursos hídricos
1º os recursos hídricos1º os recursos hídricos
1º os recursos hídricos
 
Ciclo da água
Ciclo da águaCiclo da água
Ciclo da água
 
Planeta Azul
Planeta AzulPlaneta Azul
Planeta Azul
 
recursoshidricos_2 (1).doc
recursoshidricos_2 (1).docrecursoshidricos_2 (1).doc
recursoshidricos_2 (1).doc
 
Ciclo Hidrologico
Ciclo HidrologicoCiclo Hidrologico
Ciclo Hidrologico
 
Pwp ciclo da água
Pwp ciclo da águaPwp ciclo da água
Pwp ciclo da água
 
Pwp ciclo da água
Pwp ciclo da águaPwp ciclo da água
Pwp ciclo da água
 
A dinâmica da atmosfera
A dinâmica da atmosferaA dinâmica da atmosfera
A dinâmica da atmosfera
 
Hidrografia
Hidrografia Hidrografia
Hidrografia
 
Geografia6 litosfera atmosfera_hidrosfera- 6ºs - publicar
Geografia6 litosfera atmosfera_hidrosfera- 6ºs - publicarGeografia6 litosfera atmosfera_hidrosfera- 6ºs - publicar
Geografia6 litosfera atmosfera_hidrosfera- 6ºs - publicar
 
F27
F27F27
F27
 
Elementos e fatores_climaticos
Elementos e fatores_climaticosElementos e fatores_climaticos
Elementos e fatores_climaticos
 

Último

Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 

Último (20)

Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 

Ciclo da-agua

  • 1. A água é utilizada para:  Na agricultura (na rega e pecuária);  Na indústria (na produção de matérias-primas. Lavagens, arrefecimento, etc.);  No abastecimento público e doméstico;  Na produção de energia. No planeta Terra a água existente é:  97 % nos oceanos e mares;  2.4 % de água doce;  2.1 % de água doce nos calotes polares e glaciares;  0.31 % de água continentais (lagos toalhas freáticas; cursos de água);  0.0009 % na atmosfera. Ciclo da água A água é transferida para a atmosfera através do processo de evapotranspiração (libertação de água para atmosfera sob a forma de vapor de água), onde é transportada e se acaba por condensar, dando origem a nuvens, acabando por voltar para o solo após a precipitação. Uma vez na terra, parte da água escoa-se e outra parte fica retida, infiltrando-se; no fim, a água volta ao início. Superfícies frontais Quando há um avanço de uma massa de ar quente sobre uma massa de ar frio, observamos a uma superfície frontal quente. Caso haja um avanço de uma massa de ar frio sobre uma massa de ar quente, observamos, então, uma superfície frontal fria. Estados do tempo associados à passagem de uma perturbação frontal: Primeiro – Quando uma frente quente se aproxima o tempo piora. - Nuvens horizontais; porque o ar frio sobre lentamente na superfície frontal quente; - Chuviscos. Segundo – Quando a frente quente passa o tempo tende a piorar. - Muita nebulosidade; - Chuviscos; - Temperatura relativamente baixas; - Vento fraco. Terceiro – Depois da passagem da frente quente, já se nota influências quentes e por isso o tempo melhora. - Céu pouco nublado ou limpo; - Vento Moderado; - Temperatura mais ou menos elevada. Quarto – Com a aproximação e passagem da frente fria o tempo volta a piorar. - Nebulosidade; - Aguaceiros e trovoada; - Temperatura diminui; - Vento moderado/forte. Quinto – Depois da passagem da frente fria o tempo estabiliza. - O vento muda de direcção; - Nebulosidade diminui; - Pouca precipitação; - Temperaturas baixas; Anticiclones ou altas pressões Quando se formam nos continentes é inverno; Quando se formam nos oceanos é verão.
  • 2. Ciclones ou baixas pressões Quando se formam nos continentes é verão; Quando se formam nos oceanos é inverno. Ciclo Hidrológico: A água é transferida porevapotranspiração (libertação de água para a atmosfera, sob a forma de vaporde água) para a atmosfera, onde se condensa, formando nuvens, e volta para a terra através da precipitação (transferência de água da atmosfera para a superfície através de chuva, granizo ou neve); na superfície, parte da água escoa-se e outra fica retida, infiltrando-se; no fim evapora-se de novo. Tipos de precipitação Precipitações frontais: é provocada pelo contacto entre duas massas de ar de características muito diferentes. É caracterizada porserem precipitações pouco intensas, continuas e de longas durações, ou seja, chuviscos. São características das zonas d ominadas pelas baixas pressões sub-polares. Precipitações Orográficas (relevo): ao deparar-se com uma montanha concordante, o aré forçado a subir, o que leva a atingiro ponto de orvalho, acabando porformarnuvens que ficam saturadas e porfim dá-se a precipitação. Precipitações Convectivas (chão): São originadas pela ascendência brusca do ar em resultado de um intenso aquecimento da superfície. O ar aquece, torna-se denso e sobe. Ao subir arrefece, atingindo o ponto de orvalho, dá-se a condensação e formam-se nuvens de desenvolvimento vertical, originando aguaceiros.