SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
1 - A água circula continuamente na natureza. Devido ao calor do sol, a água dos
oceanos mares, rios e lagos evapora-se e vai para a atmosfera.
2 - O vapor de água na atmosfera arrefece e condensa-se, isto é, transforma-se em
pequenas gotas de água, formando as nuvens.
3 - Depois a água volta novamente à superfície terrestre sob a forma de precipitação
- chuva, neve ou granizo. Uma parte cai directamente nos oceanos, mares rios e lagos,
outra escorre à superfície terrestre e outra infiltra-se no solo, formando lençóis de
água subterrâneos. A água absorvida pelo solo passa para as plantas, que a absorvem
pelas raízes. Os animais obtêm a água consumindo as plantas ou bebendo nos rios,
riachos e fontes.
Estudo do Meio
4º Ano
Data: __________________________
Assim, o ciclo repete-se continuamente, mantendo-se
mais ou menos constante a quantidade de água no nosso
planeta.
A água que bebemos todos os dias é captada de diversas maneiras:
em lençóis freáticos, fontes, mananciais, rios e lagos.
Os lençóis são menos sujeitos aos efeitos da poluição, pois são
reservas subterrâneas de água. Mas quando há poluição no solo, as
substâncias químicas podem-se infiltrar e contaminar as águas que
existem debaixo do solo.
A água não ultrapassa uma certa profundidade pois encontra rochas
impermeáveis. Quando a água é pressionada para a superfície, surge uma
fonte natural, uma nascente.
Os lençóis não são rios subterrâneos, como a maioria das
pessoas pensa, pois a água não corre debaixo da Terra. A
água dos lençóis fica parada, armazenada entre pedras,
areia e outros minerais, como calcário.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Ciclo da água - AULA DE CIÊNCIAS 5º ANO 23-06-14
Ciclo da água - AULA DE CIÊNCIAS 5º ANO 23-06-14Ciclo da água - AULA DE CIÊNCIAS 5º ANO 23-06-14
Ciclo da água - AULA DE CIÊNCIAS 5º ANO 23-06-14
 
Andréa lemos ciclo da água ii
Andréa lemos  ciclo da água iiAndréa lemos  ciclo da água ii
Andréa lemos ciclo da água ii
 
Água: importância, distribuição e estados físicos
Água: importância, distribuição e estados físicosÁgua: importância, distribuição e estados físicos
Água: importância, distribuição e estados físicos
 
Secas e cheias
Secas e cheiasSecas e cheias
Secas e cheias
 
Secas
SecasSecas
Secas
 
Biologia- Ciclo da Água - Ensino Médio
Biologia- Ciclo da Água - Ensino MédioBiologia- Ciclo da Água - Ensino Médio
Biologia- Ciclo da Água - Ensino Médio
 
Ciclo da água
Ciclo da águaCiclo da água
Ciclo da água
 
As secas
As secasAs secas
As secas
 
Atv 2 jonatas
Atv 2 jonatasAtv 2 jonatas
Atv 2 jonatas
 
Trabalho de geografia secas
Trabalho de geografia   secasTrabalho de geografia   secas
Trabalho de geografia secas
 
O Ciclo Da Água
O Ciclo Da ÁguaO Ciclo Da Água
O Ciclo Da Água
 
Ciencias o ciclo da agua
Ciencias   o ciclo da aguaCiencias   o ciclo da agua
Ciencias o ciclo da agua
 
As secas
As secasAs secas
As secas
 
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI CampeloCiclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
 
Ciclo da agua(DiogoAraujo)
Ciclo da agua(DiogoAraujo)Ciclo da agua(DiogoAraujo)
Ciclo da agua(DiogoAraujo)
 
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI CampeloCiclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
 
Ciclo da agua
Ciclo da aguaCiclo da agua
Ciclo da agua
 
Ciclo da agua
Ciclo da aguaCiclo da agua
Ciclo da agua
 
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI CampeloCiclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
Ciclo da água- 4º ano EB1/JI Campelo
 
Ciclo da águá + aquecimento global
Ciclo da águá + aquecimento globalCiclo da águá + aquecimento global
Ciclo da águá + aquecimento global
 

Semelhante a F27 (20)

O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºDO ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
O ciclo da água - Leonor e Mafalda 5ºD
 
Ciclo da água
Ciclo da águaCiclo da água
Ciclo da água
 
Atividade de produção 6 O Ciclo da Água
Atividade de produção 6 O Ciclo da ÁguaAtividade de produção 6 O Ciclo da Água
Atividade de produção 6 O Ciclo da Água
 
O ciclo da água
O ciclo da águaO ciclo da água
O ciclo da água
 
Recurso natural novo
Recurso natural novoRecurso natural novo
Recurso natural novo
 
Ciclo Da áGua
Ciclo Da áGuaCiclo Da áGua
Ciclo Da áGua
 
A Água
A ÁguaA Água
A Água
 
O ciclo da água
O ciclo da águaO ciclo da água
O ciclo da água
 
áGua
áGuaáGua
áGua
 
Agua (1)
Agua (1)Agua (1)
Agua (1)
 
ciclo da água.docx
ciclo da água.docxciclo da água.docx
ciclo da água.docx
 
Preservação
 Preservação Preservação
Preservação
 
A distribuição da água no planeta
A distribuição da água no planetaA distribuição da água no planeta
A distribuição da água no planeta
 
Agua
AguaAgua
Agua
 
A água
A águaA água
A água
 
Termo3
Termo3Termo3
Termo3
 
A Preservação da Água
A Preservação da ÁguaA Preservação da Água
A Preservação da Água
 
O ciclo da água e seus estados físicos
O ciclo da água e seus estados físicosO ciclo da água e seus estados físicos
O ciclo da água e seus estados físicos
 
Agua ciclo 2
Agua ciclo 2Agua ciclo 2
Agua ciclo 2
 
Meio Ambiente - Água
Meio Ambiente - ÁguaMeio Ambiente - Água
Meio Ambiente - Água
 

Último

Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 

Último (20)

Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 

F27

  • 1. 1 - A água circula continuamente na natureza. Devido ao calor do sol, a água dos oceanos mares, rios e lagos evapora-se e vai para a atmosfera. 2 - O vapor de água na atmosfera arrefece e condensa-se, isto é, transforma-se em pequenas gotas de água, formando as nuvens. 3 - Depois a água volta novamente à superfície terrestre sob a forma de precipitação - chuva, neve ou granizo. Uma parte cai directamente nos oceanos, mares rios e lagos, outra escorre à superfície terrestre e outra infiltra-se no solo, formando lençóis de água subterrâneos. A água absorvida pelo solo passa para as plantas, que a absorvem pelas raízes. Os animais obtêm a água consumindo as plantas ou bebendo nos rios, riachos e fontes. Estudo do Meio 4º Ano Data: __________________________ Assim, o ciclo repete-se continuamente, mantendo-se mais ou menos constante a quantidade de água no nosso planeta.
  • 2. A água que bebemos todos os dias é captada de diversas maneiras: em lençóis freáticos, fontes, mananciais, rios e lagos. Os lençóis são menos sujeitos aos efeitos da poluição, pois são reservas subterrâneas de água. Mas quando há poluição no solo, as substâncias químicas podem-se infiltrar e contaminar as águas que existem debaixo do solo. A água não ultrapassa uma certa profundidade pois encontra rochas impermeáveis. Quando a água é pressionada para a superfície, surge uma fonte natural, uma nascente. Os lençóis não são rios subterrâneos, como a maioria das pessoas pensa, pois a água não corre debaixo da Terra. A água dos lençóis fica parada, armazenada entre pedras, areia e outros minerais, como calcário.