SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
Caderno do Acolhimento 2014
do Programa Ensino Integral
Ensino Fundamental – Anos finais
2
CADERNO DO ACOLHIMENTO 2014 DAS ESCOLAS DO PROGRAMA
ENSINO INTEGRAL DO ESTADO DE SÃO PAULO
ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS
Versão revisada pelos jovens protagonistas de São Paulo do “Caderno de Planejamento
e Orientações da Execução para Acolhimento nas Escolas em Tempo Integral do Estado
de São Paulo”, elaborado por Aline Andrade, Anderson Silva, Geisiane Galvão, Gustavo
Neres e Márcio Gomes, sob a orientação de Thereza Barreto.
PRIMEIRO DIA
07h30min - Chegada dos alunos e distribuição das Pulseiras
Tempo previsto - 30 minutos
Materiais necessários - uma pulseira para cada aluno
Durante a chegada dos alunos, todos os Jovens Protagonistas deverão estar posicionados na
entrada da escola para realizar a distribuição das pulseiras coloridas.
Após esta distribuição, os alunos deverão ser reunidos em um espaço da escola, onde os
Jovens Protagonistas serão apresentados e explicarão de maneira breve o que acontecerá nos
dias de acolhimento.
De acordo com a cor da pulseira recebida os alunos seguirão para as salas com seus devidos
facilitadores.
Caso se entenda conveniente, os Jovens Protagonistas podem conduzir os alunos para as salas
e lá se apresentarem e explicar como será o acolhimento.
As salas poderão ser divididas nos seguintes temas (confirmar as cores de acordo com as
pulseiras) :
COR
VERDE
AZUL
AMARELO
VERMELHO
CINZA
LARANJA
3
OFICINA: SER E CONVIVER
Objetivo: Desenvolver entrosamento, diálogo e autoconhecimento no grupo.
08h00min - Apresentação dos Jovens Protagonistas e dos objetivos do
encontro
Tempo previsto - 10 minutos
Os facilitadores da atividade deverão apresentar-se aos alunos com nome, idade, escola de
origem, sonhos realizados e a relação dessas conquistas com a escola e fazer uma breve
apresentação das atividades que acontecerão durante o dia.
08h10min - Apresentação dos alunos – Dinâmica Um doce para te
conhecer
Dinâmica sugerida pelos jovens protagonistas da EE Jamil Khauan
Tempo previsto - 20 minutos
Materiais necessários – uma bala para cada aluno
Cada aluno deve pegar um doce e presentear um colega que queira conhecer, assim
sucessivamente até que todos se apresentem.
08h30min - Contrato de Convivência
Tempo previsto - 20 minutos
Material necessário - Cartolina, tesoura, cola, canetas coloridas, papéis
Objetivo - Identificar diretrizes que norteiem as atividades a serem desenvolvidas.
- Utilizar o contrato como ferramenta para que seja remetido sempre que necessário.
Descrição – Os alunos devem fazer indicações de parâmetros que facilitem a convivência entre
o facilitador/aluno e entre eles.
Observações – O facilitador, caso necessário, deverá mediar o debate para que alguns itens
sejam abordados e inclusos no contrato de convivência, como:
- Pontualidade, assiduidade, compromisso, respeito, responsabilidade
Todos os alunos devem assinar o contrato ao final.
4
Sugestão dos jovens protagonistas da EE Tenente Joaquim Marques da Silva Sobrinho: Pedir
para que os alunos escrevam num pedaço de papel o que eles consideram importante para o
contrato e então, após deliberação do grupo, pedir para que eles mesmos colem os papéis na
cartolina. Assim espera-se criar maior envolvimento por parte dos alunos.
8h50min - Exibição do Vídeo Vida de Pássaro
Tempo previsto – 10 minutos
Duração do vídeo – 3 minutos
Trabalhar questões como: respeito às diferenças, ao espaço do outro, além de outras questões
trazidas pelo grupo.
09h00min – Cartilha: “Quem sou eu?”
Tempo previsto – 40 minutos
Objetivo – Promover o autoconhecimento por meio do preenchimento de uma cartilha
objetiva contendo reflexões pessoais, qualidades, defeitos e uma linha do tempo.
Descrição - Construção da cartilha: Quem sou eu?
Cada participante deverá construir uma cartilha contendo uma capa e 3 páginas.
- Na capa, o aluno deverá escolher um recorte de revista, jornal ou livro que o represente e
colar, colocando seu nome abaixo.
- Na página 1, o aluno deverá desenhar sua mão e colocar na ponta de cada dedo 5 qualidades.
- Na página 2, o aluno deverá colocar 3 defeitos e como ele acha que pode superar essas
características negativas.
- Na página 3, o aluno deverá criar uma Linha do Tempo desde o seu nascimento ao momento
presente (Descrever os fatos mais importantes).
09h40min – Vídeo O Indiano
Tempo previsto – 20 minutos
Descrição - Trabalhar temas como persistência, protagonismo e trabalho em equipe. Após o
debate, pedir para cada aluno compartilhar uma dificuldade e uma facilidade de agir como
protagonista em alguma situação de sua vida.
5
10h00min – Lanche (20 min)
SOMENTE PARA OS 6º E 7º ANOS
10h20min – Exibição do vídeo Recomeçar – Balãozinho
Sugestão das jovens protagonistas Jéssica de Silveira e Nathalia Galetti, da EE Jardim Riviera
Tempo previsto – 20 minutos
Descrição – Trabalhar temas como a perseverança na luta pela realização dos sonhos.
SOMENTE PARA OS 8º E 9º ANOS
10h20min –Dinâmica do Nó Humano
Tempo previsto: 20 minutos
Objetivo –
- Demonstrar a importância do trabalho em equipe para se chegar a um resultado.
- Mostrar a importância do planejamento.
Descrição –
O facilitador deverá formar um círculo onde todos deverão estar de mãos dadas. Os alunos
serão orientados a observar quem está ao seu lado direito e ao seu lado esquerdo e memorizá-
las, não podendo esquecer, nem trocar as pessoas. O grupo deverá soltar as mãos e caminhar
livremente pela sala, procurando cumprimentar pessoas diferentes daquelas que estavam ao
seu lado. Depois de um minuto, todos param onde estão sob o comando do facilitador e
procuram, sem sair do lugar, dar a mão novamente a quem estava à sua direita e à sua
esquerda. No final, deverá se formar um emaranhado de gente. Em seguida, sem soltar as
mãos, os alunos deverão achar meios de desfazer o emaranhado e voltar a ter um círculo no
centro da sala igual ao inicial.
Reflexão – Depois da dinâmica, proponha uma reflexão pontuando que se o trabalho em
grupo é planejado, tudo funciona melhor, e o resultado certamente será positivo.
6
10h40min - Texto Árvore dos Amigos
Tempo previsto – 20 minutos
Trabalhar questões relativas à convivência, valorização das pessoas, etc.
Texto: A ÁRVORE DOS MEUS AMIGOS (Texto adaptado)
Existem pessoas que nos deixam felizes pelo simples fato de cruzarem o nosso caminho. Com
algumas pessoas percorremos longos trechos, lado a lado, compartilhando muitas aventuras.
Com outras apenas cruzamos de quando em quando. A todas elas chamamos de amigos. Há
muitos tipos de amigos, eles são como folhas de uma árvore. Os primeiros que nascem do
broto são o amigo pai e a amiga mãe, que mostram o que é ter vida. Depois vem o amigo
irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós. Passamos a
conhecer toda a família de folhas, a quem respeitamos e desejamos o bem. Mas o destino nos
apresenta outros amigos. Muitos desses são chamados amigos do peito, do coração. São
sinceros, são verdadeiros. Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz...
Mas há também aqueles amigos com quem passamos pouco tempo, talvez umas férias ou
mesmo um dia ou uma hora. Esses costumam nos trazer muitas surpresas e alegrias durante o
tempo que estamos por perto.
Não podemos nos esquecer dos amigos distantes, aqueles que ficam nas pontas dos galhos,
mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.
O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. Mas o que nos
deixa mais feliz é que as que voaram e foram pra longe continuam alimentando a nossa raiz
com as lembranças dos momentos maravilhosos que nos proporcionaram enquanto cruzavam
o nosso caminho.
A cada novo dia novas folhas podem surgir na nossa árvore, o importante é saber que: "Cada
pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de
nós. Há os que levaram muito, mas não há os que não deixaram nada. Esta é a maior
responsabilidade de nossa vida: fazer e ser amigo!”
11h00 – Exibição do Vídeo La Luna e Dinâmica Minha Herança Social
Tempo previsto - 40 minutos
Duração do vídeo – 6:20 minutos
Objetivo - Identificar como a identidade é influenciada pelo grupo familiar.
Materiais necessários – uma folha de papel A4 por aluno
7
Descrição – Exibir o vídeo e promover o debate com os alunos, não deixando de abordar o
tema da influência exercida pela família e pelas pessoas que nos são mais próximas. Feito isso,
entregar uma folha de papel A4 para cada aluno. O aluno divide a folha em quatro partes. Na
primeira e na segunda parte os alunos desenharão pessoas que admiram, na terceira e
desenham pessoas que não admiram. Para cada pessoa ele escreve uma qualidade e um
defeito com a finalidade de identificar como sua identidade é influenciada pelo grupo social.
11h40min - Exibição do vídeo Desafiando Gigantes
Tempo previsto – 20 minutos
Duração do vídeo – 6 minutos
Trabalhar questões relativas à força de vontade, trabalho em grupo, responsabilidade e
protagonismo.
12h00min – Almoço (1h20 min)
OFICINA: APRENDER E FAZER
Objetivo: Sensibilizar os alunos sobre a importância de estar na escola e de desenvolver
habilidades para o aprendizado.
13h20min – Dinâmica: Esse problema não é meu.
Tempo previsto – 20 minutos
Material – Bolinhas plásticas em quantidade superior a de alunos (do tipo encontrado em
piscina de bolinha)
Objetivo – Promover uma reflexão sobre as formas de se solucionar um problema.
Desenvolvimento –
Com o grupo organizado em círculo o facilitador, jogando uma bola de cada vez, deverá dizer:
“Esse problema não é meu” para uma das pessoas do grupo. Essa pessoa, ao receber a
bolinha, deverá fazer o mesmo de maneira rápida. O facilitador deverá aumentar a quantidade
de bolinhas a ponto de ter várias circulando ao mesmo tempo.
8
Reflexão –
Possivelmente algumas bolinhas irão cair no chão. A partir disso o facilitador deve iniciar uma
reflexão sobre o trabalho em equipe, pois muitas vezes fazemos esse movimento de jogar o
problema para outra pessoa quando todos juntos poderiam de forma mais eficaz e inteligente
solucionar o problema. Salientar que este é um convite para os alunos saírem de suas
“caixinhas” e buscarem a ajuda do grupo, desenvolvendo muitas qualidades importantes como
a confiança e cooperação.
13h40min – Dinâmica: Construindo a Escola dos nossos sonhos
Tempo previsto – 40 minutos
Objetivo – Estimular o trabalho em grupo e refletir sobre o papel do aluno na construção da
escola que deseja ter.
Materiais necessários – Cartolinas e canetas coloridas
Descrição – Os alunos, em grupos de 5 a 7 integrantes, deverão desenhar em uma cartolina a
escola de seus sonhos. Porém, cada aluno desenhará apenas uma parte (ex: Uma parede,
porta, janela, etc) da escola. Estimular a participação de todos e o máximo de criatividade. Ao
termino cada grupo irá apresentar a sua produção e deverá ser refletido o papel de cada
membro da escola na sua construção. Deverão ainda dizer o que estão esperando de sua
escola.
14h20min - Dinâmica da Forca
Tempo previsto – 20 minutos
Objetivo: Refletir sobre alguns dos principais conceitos do modelo do ensino integral.
Descrição – A sala será dividida em dois grupos que irão disputar o jogo da forca com palavras
como: Protagonismo, os 4 Pilares, Sonhos, Solidariedade, Dedicação. Após a formação de cada
palavra o facilitador irá fazer uma breve explanação sobre cada conceito.
Observação – Antes de iniciar a dinâmica esclarecer que a competição não é o foco principal
da dinâmica.
Ao invés da brincadeira da forca pode ser promovida apenas uma explanação seguida de um
debate sobre cada um dos conceitos
9
14h40min - Dinâmica A Torre
Dinâmica proposta pelo jovem protagonista Yuri Homem Xavier, da EE Reverendo Augusto
Paes de Avila
Objetivo - Avaliar a capacidade de trabalho em grupo, liderança e trabalho sob pressão.
Tempo previsto - 20 minutos.
Material – Duas réguas de 30 centímetros, duas tesouras, uma cola, uma fita crepe e 3
cartolinas por grupo.
Descrição -
A sala deve ser dividida em 4 grupos. Cada grupo receberá os materiais e será orientado a
construir uma torre apenas com tiras de cartolina que não ultrapassem o tamanho da régua,
tanto no comprimento quanto na largura. Para que se considere a tarefa realizada, são
requisitos que a torre tenha altura superior a 20 centímetros e que o grupo dê um nome à sua
torre. Ao final, cada grupo deverá apresentar a sua torre explicando o nome dado. Os
facilitadores deverão incentivar os grupos a usarem de sua criatividade. As torres deverão ser
expostas na própria sala ou em outro lugar de maior destaque.
Deverão ser dados apenas 15 minutos para a realização da tarefa.
15h00 – Lanche (20 min)
OFICINA: PROTAGONISMO JUVENIL
Objetivo: Introduzir os conceitos relacionados Protagonismo Juvenil
15h20min - Divisão dos jovens em grupos para preparem uma
apresentação que represente situações de como podem ser protagonistas
na escola.
10
Tempo previsto – 40 minutos
Descrição - Os alunos se dividirão em grupos e se organizarão para montar Esquetes, pequenas
peças, que deverão representar situações em que eles podem atuar como protagonistas na
escola. Em seguida serão feitas as apresentações e discutido o tema do protagonismo juvenil.
16h00min - Apresentação dos grupos
Tempo previsto – 20 minutos
16h20min - Dinâmica da Vassoura
Tempo previsto - 20 minutos
Material necessário – uma vassoura
Objetivo - Saber como está a concentração, a iniciativa e o tempo de resposta dos alunos.
Descrição - O facilitador fala o nome de um aluno e, em seguida, solta a vassoura. O aluno terá
que alcançá-la antes que ela caia. A dinâmica continua dessa forma até que todos os alunos
sejam chamados.
16h40min – Dinâmica: Dirigindo nossa história
Tempo previsto – 20 minutos
Objetivo - Permitir uma construção em grupo, a criatividade e trabalhar a capacidade de lidar
com imprevistos.
Descrição - Os jovens, dispostos em círculo, devem criar uma história juntos com o tema Ser
Protagonista. Para evitar repetir o mesmo tema da dinâmica anterior (protagonismo na
escola), sugere-se que o tema seja o protagonismo na vida social. Outros temas como
cooperação, amizade e solidariedade podem ser apresentados como subtemas. Um aluno
começa a contar uma história falando apenas uma frase e passa a vez para quem está ao lado
que deve continuar a história também com apenas uma frase. Desta forma será construída
uma história inusitada e criativa. Os alunos devem ser orientados a continuar a história de
forma coerente.
17h00min - Encerramento das Atividades
11
SEGUNDO DIA
OFICINA: SONHOS E PROJETO DE VIDA
Objetivos:
- Despertar nos jovens os seus maiores sonhos.
- Introduzir os conceitos de Projeto de Vida.
- Associar o Projeto de Vida à concretização dos sonhos.
07h30min - Vídeo Mágico Renner
Tempo previsto – 20 minutos
Trabalhar questões relativas ao sonho como dedicação, disciplina, planejamento, e outras.
07h50min - Texto Estrelas do Mar
Tempo previsto – 30 minutos
Há um vídeo, Visão de Futuro, que pode ser utilizado como apoio.
Trabalhar questões relativas ao Protagonismo Juvenil, nosso papel como agente de mudança
na sociedade, valores sociais, etc.
Texto: Estrelas do Mar
Era uma vez um escritor que morava em uma tranquila praia, junto a uma colônia de
pescadores. Todas as manhãs, ele caminhava à beira do mar para se inspirar, e à tarde ficava
em casa escrevendo. Certo dia, caminhando na praia, ele viu um vulto que parecia dançar. Ao
chegar perto, ele reparou que se tratava de um jovem que recolhia estrelas-do-mar da areia
para, uma por uma, jogá-las novamente de volta ao oceano:
- "Por que está fazendo isso?" peguntou o escritor.
O jovem explicou: "A maré está baixa e o sol está brilhando. Elas irão secar e morrer se ficarem
aqui na areia".
O escritor espantou-se: "Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este
mundo afora, e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia. Que diferença
faz? Você joga umas poucas de volta ao oceano. A maioria vai perecer de qualquer forma".
O jovem pegou com cuidado mais uma estrela na praia, olhou bem para ela, correu em direção
ao mar e a jogou de volta ao oceano, voltou e olhou para o escritor e disse:
12
- "Para essa aqui eu fiz a diferença".
Naquela noite, o escritor não conseguiu escrever, sequer dormir. Pela manhã, voltou à praia,
procurou o jovem, uniu-se a ele e, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao
oceano.
Sejamos, portanto, mais um dos que querem fazer do mundo um lugar melhor. Sejamos a
diferença!
08h20min - Introdução ao conceito de Projeto de Vida
Tempo previsto – 30 minutos
Material necessário - Cartolina
Descrição – Com base no texto O que os jovens precisam saber sobre o que é o projeto de vida?
de Saulo Fong o facilitador debate com os alunos como um engenheiro civil projeta e constrói
uma casa. Em seguida com sugestões dos alunos pontua em uma cartolina quais os elementos
necessários para essa construção. Então, de maneira bem simples e direta, o facilitador irá
fazer os alunos se colocarem como o engenheiro responsável pela elaboração do seu projeto
de vida. Explicando que o projeto de vida consiste em documentar os sonhos, metas,
objetivos, desejos e ambições do jovem em relação ao seu futuro, onde também é necessário
escrever tudo aquilo que precisamos fazer para alcançar os seus ideais. É como escrever um
planejamento do que queremos para o nosso futuro e traçar os caminhos que deveremos
percorrer para atingir nossos objetivos.
Em seguida, o condutor pedirá para os alunos avaliarem se os elementos que foram escritos
são recursos suficientes para que eles realizem seus projetos. Ao final o condutor deve
salientar os seguintes pontos:
- A necessidade de planejar antes as coisas;
- A partir desse planejamento teremos condições de visualizar os recursos necessários para a
execução do planejamento;
- O Projeto de Vida nos ajuda fazer escolhas e traçar nossas metas executando-as por etapas e
com prazos;
- Para termos um Projeto de Vida eficaz precisamos definir bem a nossa visão de futuro e
plano de ação.
Trechos do texto:
O que os jovens precisam saber sobre o que é o projeto de vida? de Saulo Fong (Texto
adaptado)
13
Quando alguém quer construir uma casa normalmente contrata um profissional para planejar
tudo o que será necessário fazer antes de começar as obras. Esse profissional monta um
projeto baseado nos desejos de seu cliente. A partir desse projeto, ele terá uma noção de
quanto material será necessário e quantos trabalhadores serão contratados para construir a
obra em determinado período de tempo. Assim, quando a obra for iniciada, os trabalhadores
terão um plano, um projeto para seguir.
Na vida, ocorre algo similar. Possuímos muitas metas e planos que desejamos realizar. Temos a
opção de escolher o nosso destino e o nosso caminho. Ainda assim, muitas vezes escolhemos
rotas que nos afastam de nosso objetivo maior ou ficamos confusos em relação a qual
caminho tomar, justamente por não termos planejado antes o as nossas ações.
Um Projeto de Vida é um plano colocado no papel para que possamos visualizar melhor os
caminhos que devemos seguir para alcançar nossos objetivos. Para isso, necessitamos saber
claramente quais são nossos objetivos e metas. Precisamos ainda ter sempre em mente os
nossos valores, pois são eles que direcionarão as nossas escolhas.
As pessoas não são diferentes das empresas. Todos nós temos que definir de maneira clara a
nossa VISÃO DE FUTURO e precisamos ter um PLANO DE AÇÃO para nos ajudar a tornar real
essa nossa visão.
Então, de maneira bem simples e direta, construir um projeto de vida consiste em documentar
os sonhos, metas, objetivos, desejos e ambições do jovem em relação ao seu futuro. No
projeto de vida devemos escrever tudo o que precisamos fazer para alcançar nossos sonhos.
Em outras palavras, no projeto de vida escrevemos um planejamento do que queremos para o
nosso futuro e traçar os caminhos que deveremos percorrer para atingir nossos objetivos.
08h50min - Escada e Varal dos Sonhos e Música Aquarela
Tempo previsto – 50 minutos
Deixar a música Aquarela tocando durante a construção da Escada e Varal do Sonhos. Ao final,
discutir a letra com os alunos.
Objetivo da Escada e Varal dos Sonhos
- Associar os degraus da escada as etapas (metas) para realização dos sonhos.
- Associar o varal como o ponto de partida para as praticas que levam ao cumprimento das
metas.
Descrição - Construção da Escada dos Sonhos Associado ao Varal
Cada participante receberá uma folha padronizada de papel, contendo uma escada com
quatro degraus onde no topo da escada ela colocará. Sob a orientação do facilitador a respeito
da importância de planejar cada passo do seu projeto de vida eles irão colocar em cada degrau
da escada algo que eles pretendem realizar em cada ano. Após o término da construção da
14
escada, os jovens um por um apresentarão seu material e anexarão a um varal que simboliza o
compromisso com a execução daquelas metas.
Objetivo da Música Aquarela - Trabalhar questões importantes sonho, dedicação,
planejamento, imaginação
Letra da música: Aquarela - Toquinho
Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo...
Corro o lápis em torno
Da mão e me dou uma luva
E se faço chover
Com dois riscos
Tenho um guarda-chuva...
Se um pinguinho de tinta
Cai num pedacinho
Azul do papel
Num instante imagino
Uma linda gaivota
A voar no céu...
Vai voando
Contornando a imensa
Curva Norte e Sul
Vou com ela
Viajando Havaí Pequim ou Istambul
Pinto um barco a vela
Brando navegando
É tanto céu e mar
Num beijo azul...
Entre as nuvens
Vem surgindo um lindo
Avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo
Com suas luzes a piscar...
Basta imaginar e ele está
Partindo, sereno e lindo
Se a gente quiser
Ele vai pousar...
Numa folha qualquer
Eu desenho um navio
De partida
Com alguns bons amigos
Bebendo de bem com a vida...
De uma América a outra
Eu consigo passar num segundo
Giro um simples compasso
E num círculo eu faço o mundo...
Um menino caminha
E caminhando chega no muro
E ali logo em frente
A esperar pela gente
O futuro está...
E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Não tem tempo, nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda a nossa vida
E depois convida
A rir ou chorar...
Nessa estrada não nos cabe
Conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe
Bem ao certo onde vai dar
Vamos todos
Numa linda passarela
De uma aquarela
Que um dia enfim
Descolorirá...
Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo (Que
descolorirá!)
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo (Que
descolorirá!)
Giro um simples compasso
Num círculo eu faço
O mundo (Que descolorirá
15
09h40min - Vídeo O que você vai ser quando crescer
Tempo previsto – 20 minutos
Duração do vídeo – 4:45 minutos
Trabalhar questões relativas ao desejo de realizar os sonhos que surgem na infância, aos
questionamentos do que seremos quando tivermos crescido e como esses questionamentos
influenciam o início da luta pelos nossos sonhos, as diversas oportunidades que a vida nos
oferece e o que fazemos com elas, a oportunidade de aprender com as experiências vividas, a
capacidade de empreender, entre outros.
10h00min – Lanche (20 min)
10h20min - Construção do Céu dos Sonhos
Tempo previsto - 40 minutos
Materiais necessários – Cartolina, cola glitter, tesoura e papel crepom colorido.
Descrição - Os alunos irão construir um céu que representa a vida de todos eles durantes a
estadia na escola. Também deverão fazer uma estrela que deverá representar o que na vida
escolar deles é mais valioso e precisa ser cuidado por eles.
11h00 – Vídeo Todo bom começo tem um bom professor
Tempo previsto - 10 minutos
11h10min. – Dinâmica Vamos Pensar Juntos?
Dinâmica proposta pelos jovens protagonistas Almir Augusto, Denner Marques, Jéssica Melo,
Luiz Henrique e Paolla Borges, da EE Jamil Khauan
Tempo previsto - 20 minutos
Materiais necessários – 6 envelopes, cada um contendo um dos seguintes temas: PROJETO DE
VIDA, PROTAGONISMO, TEXTO ARVORE DOS AMIGOS, OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO,
COMPROMISSO e SONHOS
16
Objetivos - Observar se os alunos realmente compreenderam os conceitos e os princípios
desse novo modelo escolar e proporcionar a interação dos conhecimentos adquiridos entre os
alunos.
Descrição - Dividir a sala em 6 grupos e distribuir os envelopes contendo os temas. Deixar que
cada grupo debata seu tema por no máximo 10 minutos. Depois disso cada grupo irá expor à
sala o que entendeu sobre aquele tema, debatendo com a sala como esses temas são
importantes em nossa vida cotidiana e também serão importantes para o planejamento do
nosso futuro.
Essa dinâmica serve como base para a preparação para a culminância, ressaltando tudo o que
foi aprendido no decorrer do acolhimento, fazendo com que eles tenham mais ideias para a
execução da culminância.
11h30min - Divisão dos grupos de trabalho e ensaio para Culminância
Tempo previsto - 30 minutos
Descrição – Sob a orientação dos facilitadores, a turma deverá se organizar em grupos para
elaborar ideias de apresentações para a Culminância que representem os conhecimentos
adquiridos durante o acolhimento Deverá, ainda, pensar como será a apresentação final, quais
materiais irão precisar.
12h00min – Almoço (1h20m)
13h20min - Continuação da Preparação
Tempo previsto – 1 hora e 25 minutos
Finalização e ensaio do trabalho que vai ser apresentado.
17
14h45min – Escolher entre as alternativa A e B a seguir:
14h45min – Alternativa A - Dinâmica Cumprimento Divertido (15 min)
Tempo previsto – 15 minutos
Descrição - O condutor contará a historia abaixo aos alunos e estes deverão ir realizando entre
eles os tipos de comprimentos citados.
Texto:
Neste momento, vou contar-lhes a história de uma viagem que fiz a vários países e a
oportunidade que tive de conhecer suas culturas, suas riquezas, suas belezas. Passei pela Índia
onde todos se cumprimentavam com um belo sorriso.
Passei pela Inglaterra onde todos se cumprimentavam com um aperto de mão.
Passei pela Rússia onde todos se cumprimentavam com um beijo no rosto.
Passei pela Suécia onde todos se cumprimentavam com um encontro de cotovelos.
Passei pelo Japão onde todos se cumprimentavam tocando os joelhos.
Passei pelo Chile onde todos se cumprimentavam tocando os dedos indicadores
Passei pelo México onde todos se cumprimentavam tocando os pés.
Passei pela Austrália onde todos se cumprimentavam com um encontro de barriga.
Passei pelo Canadá onde todos se cumprimentavam batendo palmas.
Finalmente, o melhor momento foi quando eu cheguei ao meu país, o Brasil, terra
maravilhosa, calorosa, onde todos nós brasileiros nos cumprimentamos com muito afeto. É o
país onde sentimos o calor humano através do cumprimento mais fervoroso que é o abraço.
14h50min – Alternativa B - Dinâmica do Beijo coletivo
Tempo previsto – 15 minutos
Descrição – Em círculo o condutor passa um beijo para a pessoa do seu lado, que por sua vez
sai passando o beijo. Quando o beijo retorna para o condutor, ele passa o beijo para pessoa do
outro lado.
Observação – Antes de iniciar a dinâmica fazer uma reflexão sobre o preconceito, para
preparar o estado de ânimo dos alunos.
18
15h00min – Lanche (20 min)
15h20min – Início da Culminância (1h40min)
17h00 - Encerramento do Acolhimento
19
Jovens protagonistas paulistas que colaboraram na revisão 2014
EE Vila Albertina
Edcarlos Chagas
Marília Rodrigues
EE Alexandre Von Humboldt
Dimerson Ramos Martins
Nathalia Moreira Bertoldo
EE Jardim Amanda
Larissa Cândido
Guilherme Domingues
EE Amira Homsi Chalella Prof.
Larissa Cristante Emiliano
Victor Hugo da S. Vitoreti
EE Antonio Alves Cruz Prof.
Glauber de Paula Faria
Amanda Brito
EE Antonio Dutra Prof.
Josiane Lemes Agenor
Bianca de Souza Salicano
Thamiris Santos Venâncio
EE Augusto Paes de Avila Rev.
Renã G. de Souza
Yuri Homem Xavier
EE Jamil Khauan Prof.
Luiz Henrique da S. Goes
Gabriela Atihê Volpi
EE Joaquim Marques da Silva Sobrinho Tte.
Joice F. de Oliveira
Artur Moreira dos S. Filho
EE Joaquim Pinto Machado Júnior Prof.
Nicole Ribeiro
Kerolly Martins
EE Nestor de Camargo Pref.
Winni Ribeiro Silva
Naylana Mendes Leal
EE Conde de Parnaíba
Paola Barone
Francielle de Sebe Lezzo
EE Jadim Rivieira
Jéssica de Lourdes Silveira
Nathalia A. de A. Galetti
EE Ryoiti Yassuda
Marinara Pereira Carvalho
Juliana Rosa Silva
EE Suely Maria Cação Ambiel Batista
Ingrid Gonçalves de Caldas
Milena Moreira dos Santos
EE Walter Ribas de Andrade
Lucas dos Santos Ferreira
Debora Alcantara Ribas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aulas Projeto de Vida 6º ao 9º ano EF 1º bimestre.pdf
Aulas Projeto de Vida  6º ao 9º ano EF 1º bimestre.pdfAulas Projeto de Vida  6º ao 9º ano EF 1º bimestre.pdf
Aulas Projeto de Vida 6º ao 9º ano EF 1º bimestre.pdfDirceGrein
 
Atividade de estudo orientado final da segunda etapa - via e-mail - ilmar...
Atividade de estudo orientado   final da segunda etapa -  via e-mail -  ilmar...Atividade de estudo orientado   final da segunda etapa -  via e-mail -  ilmar...
Atividade de estudo orientado final da segunda etapa - via e-mail - ilmar...Danilo Padrão
 
Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observaçãoArte Tecnologia
 
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...SandraRombi
 
Formação para os Professores Pedagogia da Presença e Quatro Pilares da Educação
Formação para os Professores Pedagogia da Presença e Quatro Pilares da EducaçãoFormação para os Professores Pedagogia da Presença e Quatro Pilares da Educação
Formação para os Professores Pedagogia da Presença e Quatro Pilares da EducaçãoSandraRombi
 
Textos reflexivos trabalho em equipe
Textos reflexivos   trabalho em equipeTextos reflexivos   trabalho em equipe
Textos reflexivos trabalho em equipeAlekson Morais
 
Tutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudosTutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudosELZA PIRES
 
Educação interdimensional
Educação interdimensionalEducação interdimensional
Educação interdimensionalzafa76
 
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOINSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOEdlauva Santos
 
Dinâmica das emoções
Dinâmica das emoçõesDinâmica das emoções
Dinâmica das emoçõesThais Fraga
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borgespdescola
 
Formação para os professores Premissa Formação Continuada
Formação para os professores Premissa Formação ContinuadaFormação para os professores Premissa Formação Continuada
Formação para os professores Premissa Formação ContinuadaSandraRombi
 
Projeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraProjeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraCirlei Santos
 
Projeto de Estagio - Educação Especial
Projeto de Estagio - Educação EspecialProjeto de Estagio - Educação Especial
Projeto de Estagio - Educação EspecialFábio Ribeiro Silva
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula mtolentino1507
 
relatório da educação especial-estágio
relatório da educação especial-estágiorelatório da educação especial-estágio
relatório da educação especial-estágioUFMA e UEMA
 

Mais procurados (20)

Aulas Projeto de Vida 6º ao 9º ano EF 1º bimestre.pdf
Aulas Projeto de Vida  6º ao 9º ano EF 1º bimestre.pdfAulas Projeto de Vida  6º ao 9º ano EF 1º bimestre.pdf
Aulas Projeto de Vida 6º ao 9º ano EF 1º bimestre.pdf
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
 
Atividade de estudo orientado final da segunda etapa - via e-mail - ilmar...
Atividade de estudo orientado   final da segunda etapa -  via e-mail -  ilmar...Atividade de estudo orientado   final da segunda etapa -  via e-mail -  ilmar...
Atividade de estudo orientado final da segunda etapa - via e-mail - ilmar...
 
Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observação
 
Projeto jornal escolar
Projeto jornal escolarProjeto jornal escolar
Projeto jornal escolar
 
Plano de aula.
Plano de aula.Plano de aula.
Plano de aula.
 
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
 
Formação para os Professores Pedagogia da Presença e Quatro Pilares da Educação
Formação para os Professores Pedagogia da Presença e Quatro Pilares da EducaçãoFormação para os Professores Pedagogia da Presença e Quatro Pilares da Educação
Formação para os Professores Pedagogia da Presença e Quatro Pilares da Educação
 
Textos reflexivos trabalho em equipe
Textos reflexivos   trabalho em equipeTextos reflexivos   trabalho em equipe
Textos reflexivos trabalho em equipe
 
Tutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudosTutoria e orientação de estudos
Tutoria e orientação de estudos
 
Educação interdimensional
Educação interdimensionalEducação interdimensional
Educação interdimensional
 
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOINSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
 
Dinâmica das emoções
Dinâmica das emoçõesDinâmica das emoções
Dinâmica das emoções
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
 
Formação para os professores Premissa Formação Continuada
Formação para os professores Premissa Formação ContinuadaFormação para os professores Premissa Formação Continuada
Formação para os professores Premissa Formação Continuada
 
Projeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraProjeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a Leitura
 
Projeto de Estagio - Educação Especial
Projeto de Estagio - Educação EspecialProjeto de Estagio - Educação Especial
Projeto de Estagio - Educação Especial
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
 
Projeto de Leitura _ História em Quadrinhos
Projeto de Leitura _  História em QuadrinhosProjeto de Leitura _  História em Quadrinhos
Projeto de Leitura _ História em Quadrinhos
 
relatório da educação especial-estágio
relatório da educação especial-estágiorelatório da educação especial-estágio
relatório da educação especial-estágio
 

Semelhante a CADERNO ACOLHIMENTO ENSINO FUNDAMENTAL FINAL.pdf

Dinamicas para-o-inicio-das-aulas-atividades-ludicas-esoterikha.com-redemotiv...
Dinamicas para-o-inicio-das-aulas-atividades-ludicas-esoterikha.com-redemotiv...Dinamicas para-o-inicio-das-aulas-atividades-ludicas-esoterikha.com-redemotiv...
Dinamicas para-o-inicio-das-aulas-atividades-ludicas-esoterikha.com-redemotiv...Prefeitura Municipal de Sangão
 
Dinamicas para oi nicio das aulas atividades ludicas
Dinamicas para oi nicio das aulas atividades ludicasDinamicas para oi nicio das aulas atividades ludicas
Dinamicas para oi nicio das aulas atividades ludicasVinicius O Resiliente
 
Acolhedores 2024 - Ensino Médio escola Zezinho Portugal
Acolhedores 2024 - Ensino Médio escola Zezinho PortugalAcolhedores 2024 - Ensino Médio escola Zezinho Portugal
Acolhedores 2024 - Ensino Médio escola Zezinho PortugalDeiseCARDOSONADAYOSH
 
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDESGUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDESGuilherme354900
 
Ebook guia-de-dinamicas
Ebook guia-de-dinamicasEbook guia-de-dinamicas
Ebook guia-de-dinamicasWania Andrade
 
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...ErlissonPinheiro
 
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...ErlissonPinheiro
 
Atividades de quebra gelo
Atividades de quebra geloAtividades de quebra gelo
Atividades de quebra geloDiogo Barros
 
Dinâmica quebra gelo 2.docx ESCOLA, EDUCAÇÃO ARTE E AMOR
Dinâmica quebra gelo 2.docx ESCOLA, EDUCAÇÃO ARTE E AMORDinâmica quebra gelo 2.docx ESCOLA, EDUCAÇÃO ARTE E AMOR
Dinâmica quebra gelo 2.docx ESCOLA, EDUCAÇÃO ARTE E AMORapolianacosta2
 
Dinâmicas criativas
Dinâmicas criativasDinâmicas criativas
Dinâmicas criativasLeo Aguiar
 
Dinâmicas para a sala de aula
Dinâmicas para a sala de aulaDinâmicas para a sala de aula
Dinâmicas para a sala de aulaTeones Arch
 
Planos milenelariane 1ºsem-ok
Planos milenelariane 1ºsem-okPlanos milenelariane 1ºsem-ok
Planos milenelariane 1ºsem-okKleriton Franklin
 
acolhimento ,tutoria ,pedagogia da presença
acolhimento ,tutoria ,pedagogia da presençaacolhimento ,tutoria ,pedagogia da presença
acolhimento ,tutoria ,pedagogia da presençaTELVANIFRANCODACOSTA
 

Semelhante a CADERNO ACOLHIMENTO ENSINO FUNDAMENTAL FINAL.pdf (20)

Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Dinamicas para-o-inicio-das-aulas-atividades-ludicas-esoterikha.com-redemotiv...
Dinamicas para-o-inicio-das-aulas-atividades-ludicas-esoterikha.com-redemotiv...Dinamicas para-o-inicio-das-aulas-atividades-ludicas-esoterikha.com-redemotiv...
Dinamicas para-o-inicio-das-aulas-atividades-ludicas-esoterikha.com-redemotiv...
 
Dinamicas para oi nicio das aulas atividades ludicas
Dinamicas para oi nicio das aulas atividades ludicasDinamicas para oi nicio das aulas atividades ludicas
Dinamicas para oi nicio das aulas atividades ludicas
 
Acolhedores 2024 - Ensino Médio escola Zezinho Portugal
Acolhedores 2024 - Ensino Médio escola Zezinho PortugalAcolhedores 2024 - Ensino Médio escola Zezinho Portugal
Acolhedores 2024 - Ensino Médio escola Zezinho Portugal
 
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDESGUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
 
Ebook guia-de-dinamicas
Ebook guia-de-dinamicasEbook guia-de-dinamicas
Ebook guia-de-dinamicas
 
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
 
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
EDUCA MAIS FORMAÇÃO EM AÇÕES PROTAGONISTAS - ACOLHIMENTO DOS ESTUDANTES, EQUI...
 
Atividades de quebra gelo
Atividades de quebra geloAtividades de quebra gelo
Atividades de quebra gelo
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
 
Dinâmica quebra gelo 2.docx ESCOLA, EDUCAÇÃO ARTE E AMOR
Dinâmica quebra gelo 2.docx ESCOLA, EDUCAÇÃO ARTE E AMORDinâmica quebra gelo 2.docx ESCOLA, EDUCAÇÃO ARTE E AMOR
Dinâmica quebra gelo 2.docx ESCOLA, EDUCAÇÃO ARTE E AMOR
 
Dinâmicas criativas
Dinâmicas criativasDinâmicas criativas
Dinâmicas criativas
 
Projeto Amor.docx
Projeto Amor.docxProjeto Amor.docx
Projeto Amor.docx
 
Dinâmicas para a sala de aula
Dinâmicas para a sala de aulaDinâmicas para a sala de aula
Dinâmicas para a sala de aula
 
Planos milenelariane 1ºsem-ok
Planos milenelariane 1ºsem-okPlanos milenelariane 1ºsem-ok
Planos milenelariane 1ºsem-ok
 
Projeto quem sou_eu_esquema_corporal_sociedade
Projeto quem sou_eu_esquema_corporal_sociedadeProjeto quem sou_eu_esquema_corporal_sociedade
Projeto quem sou_eu_esquema_corporal_sociedade
 
Dinâmicas
DinâmicasDinâmicas
Dinâmicas
 
acolhimento ,tutoria ,pedagogia da presença
acolhimento ,tutoria ,pedagogia da presençaacolhimento ,tutoria ,pedagogia da presença
acolhimento ,tutoria ,pedagogia da presença
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Seminário EMEF Morro Grande
Seminário EMEF Morro GrandeSeminário EMEF Morro Grande
Seminário EMEF Morro Grande
 

Último

UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 

Último (20)

UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 

CADERNO ACOLHIMENTO ENSINO FUNDAMENTAL FINAL.pdf

  • 1. Caderno do Acolhimento 2014 do Programa Ensino Integral Ensino Fundamental – Anos finais
  • 2. 2 CADERNO DO ACOLHIMENTO 2014 DAS ESCOLAS DO PROGRAMA ENSINO INTEGRAL DO ESTADO DE SÃO PAULO ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS Versão revisada pelos jovens protagonistas de São Paulo do “Caderno de Planejamento e Orientações da Execução para Acolhimento nas Escolas em Tempo Integral do Estado de São Paulo”, elaborado por Aline Andrade, Anderson Silva, Geisiane Galvão, Gustavo Neres e Márcio Gomes, sob a orientação de Thereza Barreto. PRIMEIRO DIA 07h30min - Chegada dos alunos e distribuição das Pulseiras Tempo previsto - 30 minutos Materiais necessários - uma pulseira para cada aluno Durante a chegada dos alunos, todos os Jovens Protagonistas deverão estar posicionados na entrada da escola para realizar a distribuição das pulseiras coloridas. Após esta distribuição, os alunos deverão ser reunidos em um espaço da escola, onde os Jovens Protagonistas serão apresentados e explicarão de maneira breve o que acontecerá nos dias de acolhimento. De acordo com a cor da pulseira recebida os alunos seguirão para as salas com seus devidos facilitadores. Caso se entenda conveniente, os Jovens Protagonistas podem conduzir os alunos para as salas e lá se apresentarem e explicar como será o acolhimento. As salas poderão ser divididas nos seguintes temas (confirmar as cores de acordo com as pulseiras) : COR VERDE AZUL AMARELO VERMELHO CINZA LARANJA
  • 3. 3 OFICINA: SER E CONVIVER Objetivo: Desenvolver entrosamento, diálogo e autoconhecimento no grupo. 08h00min - Apresentação dos Jovens Protagonistas e dos objetivos do encontro Tempo previsto - 10 minutos Os facilitadores da atividade deverão apresentar-se aos alunos com nome, idade, escola de origem, sonhos realizados e a relação dessas conquistas com a escola e fazer uma breve apresentação das atividades que acontecerão durante o dia. 08h10min - Apresentação dos alunos – Dinâmica Um doce para te conhecer Dinâmica sugerida pelos jovens protagonistas da EE Jamil Khauan Tempo previsto - 20 minutos Materiais necessários – uma bala para cada aluno Cada aluno deve pegar um doce e presentear um colega que queira conhecer, assim sucessivamente até que todos se apresentem. 08h30min - Contrato de Convivência Tempo previsto - 20 minutos Material necessário - Cartolina, tesoura, cola, canetas coloridas, papéis Objetivo - Identificar diretrizes que norteiem as atividades a serem desenvolvidas. - Utilizar o contrato como ferramenta para que seja remetido sempre que necessário. Descrição – Os alunos devem fazer indicações de parâmetros que facilitem a convivência entre o facilitador/aluno e entre eles. Observações – O facilitador, caso necessário, deverá mediar o debate para que alguns itens sejam abordados e inclusos no contrato de convivência, como: - Pontualidade, assiduidade, compromisso, respeito, responsabilidade Todos os alunos devem assinar o contrato ao final.
  • 4. 4 Sugestão dos jovens protagonistas da EE Tenente Joaquim Marques da Silva Sobrinho: Pedir para que os alunos escrevam num pedaço de papel o que eles consideram importante para o contrato e então, após deliberação do grupo, pedir para que eles mesmos colem os papéis na cartolina. Assim espera-se criar maior envolvimento por parte dos alunos. 8h50min - Exibição do Vídeo Vida de Pássaro Tempo previsto – 10 minutos Duração do vídeo – 3 minutos Trabalhar questões como: respeito às diferenças, ao espaço do outro, além de outras questões trazidas pelo grupo. 09h00min – Cartilha: “Quem sou eu?” Tempo previsto – 40 minutos Objetivo – Promover o autoconhecimento por meio do preenchimento de uma cartilha objetiva contendo reflexões pessoais, qualidades, defeitos e uma linha do tempo. Descrição - Construção da cartilha: Quem sou eu? Cada participante deverá construir uma cartilha contendo uma capa e 3 páginas. - Na capa, o aluno deverá escolher um recorte de revista, jornal ou livro que o represente e colar, colocando seu nome abaixo. - Na página 1, o aluno deverá desenhar sua mão e colocar na ponta de cada dedo 5 qualidades. - Na página 2, o aluno deverá colocar 3 defeitos e como ele acha que pode superar essas características negativas. - Na página 3, o aluno deverá criar uma Linha do Tempo desde o seu nascimento ao momento presente (Descrever os fatos mais importantes). 09h40min – Vídeo O Indiano Tempo previsto – 20 minutos Descrição - Trabalhar temas como persistência, protagonismo e trabalho em equipe. Após o debate, pedir para cada aluno compartilhar uma dificuldade e uma facilidade de agir como protagonista em alguma situação de sua vida.
  • 5. 5 10h00min – Lanche (20 min) SOMENTE PARA OS 6º E 7º ANOS 10h20min – Exibição do vídeo Recomeçar – Balãozinho Sugestão das jovens protagonistas Jéssica de Silveira e Nathalia Galetti, da EE Jardim Riviera Tempo previsto – 20 minutos Descrição – Trabalhar temas como a perseverança na luta pela realização dos sonhos. SOMENTE PARA OS 8º E 9º ANOS 10h20min –Dinâmica do Nó Humano Tempo previsto: 20 minutos Objetivo – - Demonstrar a importância do trabalho em equipe para se chegar a um resultado. - Mostrar a importância do planejamento. Descrição – O facilitador deverá formar um círculo onde todos deverão estar de mãos dadas. Os alunos serão orientados a observar quem está ao seu lado direito e ao seu lado esquerdo e memorizá- las, não podendo esquecer, nem trocar as pessoas. O grupo deverá soltar as mãos e caminhar livremente pela sala, procurando cumprimentar pessoas diferentes daquelas que estavam ao seu lado. Depois de um minuto, todos param onde estão sob o comando do facilitador e procuram, sem sair do lugar, dar a mão novamente a quem estava à sua direita e à sua esquerda. No final, deverá se formar um emaranhado de gente. Em seguida, sem soltar as mãos, os alunos deverão achar meios de desfazer o emaranhado e voltar a ter um círculo no centro da sala igual ao inicial. Reflexão – Depois da dinâmica, proponha uma reflexão pontuando que se o trabalho em grupo é planejado, tudo funciona melhor, e o resultado certamente será positivo.
  • 6. 6 10h40min - Texto Árvore dos Amigos Tempo previsto – 20 minutos Trabalhar questões relativas à convivência, valorização das pessoas, etc. Texto: A ÁRVORE DOS MEUS AMIGOS (Texto adaptado) Existem pessoas que nos deixam felizes pelo simples fato de cruzarem o nosso caminho. Com algumas pessoas percorremos longos trechos, lado a lado, compartilhando muitas aventuras. Com outras apenas cruzamos de quando em quando. A todas elas chamamos de amigos. Há muitos tipos de amigos, eles são como folhas de uma árvore. Os primeiros que nascem do broto são o amigo pai e a amiga mãe, que mostram o que é ter vida. Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós. Passamos a conhecer toda a família de folhas, a quem respeitamos e desejamos o bem. Mas o destino nos apresenta outros amigos. Muitos desses são chamados amigos do peito, do coração. São sinceros, são verdadeiros. Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz... Mas há também aqueles amigos com quem passamos pouco tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Esses costumam nos trazer muitas surpresas e alegrias durante o tempo que estamos por perto. Não podemos nos esquecer dos amigos distantes, aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra. O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas. Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. Mas o que nos deixa mais feliz é que as que voaram e foram pra longe continuam alimentando a nossa raiz com as lembranças dos momentos maravilhosos que nos proporcionaram enquanto cruzavam o nosso caminho. A cada novo dia novas folhas podem surgir na nossa árvore, o importante é saber que: "Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós. Há os que levaram muito, mas não há os que não deixaram nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida: fazer e ser amigo!” 11h00 – Exibição do Vídeo La Luna e Dinâmica Minha Herança Social Tempo previsto - 40 minutos Duração do vídeo – 6:20 minutos Objetivo - Identificar como a identidade é influenciada pelo grupo familiar. Materiais necessários – uma folha de papel A4 por aluno
  • 7. 7 Descrição – Exibir o vídeo e promover o debate com os alunos, não deixando de abordar o tema da influência exercida pela família e pelas pessoas que nos são mais próximas. Feito isso, entregar uma folha de papel A4 para cada aluno. O aluno divide a folha em quatro partes. Na primeira e na segunda parte os alunos desenharão pessoas que admiram, na terceira e desenham pessoas que não admiram. Para cada pessoa ele escreve uma qualidade e um defeito com a finalidade de identificar como sua identidade é influenciada pelo grupo social. 11h40min - Exibição do vídeo Desafiando Gigantes Tempo previsto – 20 minutos Duração do vídeo – 6 minutos Trabalhar questões relativas à força de vontade, trabalho em grupo, responsabilidade e protagonismo. 12h00min – Almoço (1h20 min) OFICINA: APRENDER E FAZER Objetivo: Sensibilizar os alunos sobre a importância de estar na escola e de desenvolver habilidades para o aprendizado. 13h20min – Dinâmica: Esse problema não é meu. Tempo previsto – 20 minutos Material – Bolinhas plásticas em quantidade superior a de alunos (do tipo encontrado em piscina de bolinha) Objetivo – Promover uma reflexão sobre as formas de se solucionar um problema. Desenvolvimento – Com o grupo organizado em círculo o facilitador, jogando uma bola de cada vez, deverá dizer: “Esse problema não é meu” para uma das pessoas do grupo. Essa pessoa, ao receber a bolinha, deverá fazer o mesmo de maneira rápida. O facilitador deverá aumentar a quantidade de bolinhas a ponto de ter várias circulando ao mesmo tempo.
  • 8. 8 Reflexão – Possivelmente algumas bolinhas irão cair no chão. A partir disso o facilitador deve iniciar uma reflexão sobre o trabalho em equipe, pois muitas vezes fazemos esse movimento de jogar o problema para outra pessoa quando todos juntos poderiam de forma mais eficaz e inteligente solucionar o problema. Salientar que este é um convite para os alunos saírem de suas “caixinhas” e buscarem a ajuda do grupo, desenvolvendo muitas qualidades importantes como a confiança e cooperação. 13h40min – Dinâmica: Construindo a Escola dos nossos sonhos Tempo previsto – 40 minutos Objetivo – Estimular o trabalho em grupo e refletir sobre o papel do aluno na construção da escola que deseja ter. Materiais necessários – Cartolinas e canetas coloridas Descrição – Os alunos, em grupos de 5 a 7 integrantes, deverão desenhar em uma cartolina a escola de seus sonhos. Porém, cada aluno desenhará apenas uma parte (ex: Uma parede, porta, janela, etc) da escola. Estimular a participação de todos e o máximo de criatividade. Ao termino cada grupo irá apresentar a sua produção e deverá ser refletido o papel de cada membro da escola na sua construção. Deverão ainda dizer o que estão esperando de sua escola. 14h20min - Dinâmica da Forca Tempo previsto – 20 minutos Objetivo: Refletir sobre alguns dos principais conceitos do modelo do ensino integral. Descrição – A sala será dividida em dois grupos que irão disputar o jogo da forca com palavras como: Protagonismo, os 4 Pilares, Sonhos, Solidariedade, Dedicação. Após a formação de cada palavra o facilitador irá fazer uma breve explanação sobre cada conceito. Observação – Antes de iniciar a dinâmica esclarecer que a competição não é o foco principal da dinâmica. Ao invés da brincadeira da forca pode ser promovida apenas uma explanação seguida de um debate sobre cada um dos conceitos
  • 9. 9 14h40min - Dinâmica A Torre Dinâmica proposta pelo jovem protagonista Yuri Homem Xavier, da EE Reverendo Augusto Paes de Avila Objetivo - Avaliar a capacidade de trabalho em grupo, liderança e trabalho sob pressão. Tempo previsto - 20 minutos. Material – Duas réguas de 30 centímetros, duas tesouras, uma cola, uma fita crepe e 3 cartolinas por grupo. Descrição - A sala deve ser dividida em 4 grupos. Cada grupo receberá os materiais e será orientado a construir uma torre apenas com tiras de cartolina que não ultrapassem o tamanho da régua, tanto no comprimento quanto na largura. Para que se considere a tarefa realizada, são requisitos que a torre tenha altura superior a 20 centímetros e que o grupo dê um nome à sua torre. Ao final, cada grupo deverá apresentar a sua torre explicando o nome dado. Os facilitadores deverão incentivar os grupos a usarem de sua criatividade. As torres deverão ser expostas na própria sala ou em outro lugar de maior destaque. Deverão ser dados apenas 15 minutos para a realização da tarefa. 15h00 – Lanche (20 min) OFICINA: PROTAGONISMO JUVENIL Objetivo: Introduzir os conceitos relacionados Protagonismo Juvenil 15h20min - Divisão dos jovens em grupos para preparem uma apresentação que represente situações de como podem ser protagonistas na escola.
  • 10. 10 Tempo previsto – 40 minutos Descrição - Os alunos se dividirão em grupos e se organizarão para montar Esquetes, pequenas peças, que deverão representar situações em que eles podem atuar como protagonistas na escola. Em seguida serão feitas as apresentações e discutido o tema do protagonismo juvenil. 16h00min - Apresentação dos grupos Tempo previsto – 20 minutos 16h20min - Dinâmica da Vassoura Tempo previsto - 20 minutos Material necessário – uma vassoura Objetivo - Saber como está a concentração, a iniciativa e o tempo de resposta dos alunos. Descrição - O facilitador fala o nome de um aluno e, em seguida, solta a vassoura. O aluno terá que alcançá-la antes que ela caia. A dinâmica continua dessa forma até que todos os alunos sejam chamados. 16h40min – Dinâmica: Dirigindo nossa história Tempo previsto – 20 minutos Objetivo - Permitir uma construção em grupo, a criatividade e trabalhar a capacidade de lidar com imprevistos. Descrição - Os jovens, dispostos em círculo, devem criar uma história juntos com o tema Ser Protagonista. Para evitar repetir o mesmo tema da dinâmica anterior (protagonismo na escola), sugere-se que o tema seja o protagonismo na vida social. Outros temas como cooperação, amizade e solidariedade podem ser apresentados como subtemas. Um aluno começa a contar uma história falando apenas uma frase e passa a vez para quem está ao lado que deve continuar a história também com apenas uma frase. Desta forma será construída uma história inusitada e criativa. Os alunos devem ser orientados a continuar a história de forma coerente. 17h00min - Encerramento das Atividades
  • 11. 11 SEGUNDO DIA OFICINA: SONHOS E PROJETO DE VIDA Objetivos: - Despertar nos jovens os seus maiores sonhos. - Introduzir os conceitos de Projeto de Vida. - Associar o Projeto de Vida à concretização dos sonhos. 07h30min - Vídeo Mágico Renner Tempo previsto – 20 minutos Trabalhar questões relativas ao sonho como dedicação, disciplina, planejamento, e outras. 07h50min - Texto Estrelas do Mar Tempo previsto – 30 minutos Há um vídeo, Visão de Futuro, que pode ser utilizado como apoio. Trabalhar questões relativas ao Protagonismo Juvenil, nosso papel como agente de mudança na sociedade, valores sociais, etc. Texto: Estrelas do Mar Era uma vez um escritor que morava em uma tranquila praia, junto a uma colônia de pescadores. Todas as manhãs, ele caminhava à beira do mar para se inspirar, e à tarde ficava em casa escrevendo. Certo dia, caminhando na praia, ele viu um vulto que parecia dançar. Ao chegar perto, ele reparou que se tratava de um jovem que recolhia estrelas-do-mar da areia para, uma por uma, jogá-las novamente de volta ao oceano: - "Por que está fazendo isso?" peguntou o escritor. O jovem explicou: "A maré está baixa e o sol está brilhando. Elas irão secar e morrer se ficarem aqui na areia". O escritor espantou-se: "Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora, e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia. Que diferença faz? Você joga umas poucas de volta ao oceano. A maioria vai perecer de qualquer forma". O jovem pegou com cuidado mais uma estrela na praia, olhou bem para ela, correu em direção ao mar e a jogou de volta ao oceano, voltou e olhou para o escritor e disse:
  • 12. 12 - "Para essa aqui eu fiz a diferença". Naquela noite, o escritor não conseguiu escrever, sequer dormir. Pela manhã, voltou à praia, procurou o jovem, uniu-se a ele e, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao oceano. Sejamos, portanto, mais um dos que querem fazer do mundo um lugar melhor. Sejamos a diferença! 08h20min - Introdução ao conceito de Projeto de Vida Tempo previsto – 30 minutos Material necessário - Cartolina Descrição – Com base no texto O que os jovens precisam saber sobre o que é o projeto de vida? de Saulo Fong o facilitador debate com os alunos como um engenheiro civil projeta e constrói uma casa. Em seguida com sugestões dos alunos pontua em uma cartolina quais os elementos necessários para essa construção. Então, de maneira bem simples e direta, o facilitador irá fazer os alunos se colocarem como o engenheiro responsável pela elaboração do seu projeto de vida. Explicando que o projeto de vida consiste em documentar os sonhos, metas, objetivos, desejos e ambições do jovem em relação ao seu futuro, onde também é necessário escrever tudo aquilo que precisamos fazer para alcançar os seus ideais. É como escrever um planejamento do que queremos para o nosso futuro e traçar os caminhos que deveremos percorrer para atingir nossos objetivos. Em seguida, o condutor pedirá para os alunos avaliarem se os elementos que foram escritos são recursos suficientes para que eles realizem seus projetos. Ao final o condutor deve salientar os seguintes pontos: - A necessidade de planejar antes as coisas; - A partir desse planejamento teremos condições de visualizar os recursos necessários para a execução do planejamento; - O Projeto de Vida nos ajuda fazer escolhas e traçar nossas metas executando-as por etapas e com prazos; - Para termos um Projeto de Vida eficaz precisamos definir bem a nossa visão de futuro e plano de ação. Trechos do texto: O que os jovens precisam saber sobre o que é o projeto de vida? de Saulo Fong (Texto adaptado)
  • 13. 13 Quando alguém quer construir uma casa normalmente contrata um profissional para planejar tudo o que será necessário fazer antes de começar as obras. Esse profissional monta um projeto baseado nos desejos de seu cliente. A partir desse projeto, ele terá uma noção de quanto material será necessário e quantos trabalhadores serão contratados para construir a obra em determinado período de tempo. Assim, quando a obra for iniciada, os trabalhadores terão um plano, um projeto para seguir. Na vida, ocorre algo similar. Possuímos muitas metas e planos que desejamos realizar. Temos a opção de escolher o nosso destino e o nosso caminho. Ainda assim, muitas vezes escolhemos rotas que nos afastam de nosso objetivo maior ou ficamos confusos em relação a qual caminho tomar, justamente por não termos planejado antes o as nossas ações. Um Projeto de Vida é um plano colocado no papel para que possamos visualizar melhor os caminhos que devemos seguir para alcançar nossos objetivos. Para isso, necessitamos saber claramente quais são nossos objetivos e metas. Precisamos ainda ter sempre em mente os nossos valores, pois são eles que direcionarão as nossas escolhas. As pessoas não são diferentes das empresas. Todos nós temos que definir de maneira clara a nossa VISÃO DE FUTURO e precisamos ter um PLANO DE AÇÃO para nos ajudar a tornar real essa nossa visão. Então, de maneira bem simples e direta, construir um projeto de vida consiste em documentar os sonhos, metas, objetivos, desejos e ambições do jovem em relação ao seu futuro. No projeto de vida devemos escrever tudo o que precisamos fazer para alcançar nossos sonhos. Em outras palavras, no projeto de vida escrevemos um planejamento do que queremos para o nosso futuro e traçar os caminhos que deveremos percorrer para atingir nossos objetivos. 08h50min - Escada e Varal dos Sonhos e Música Aquarela Tempo previsto – 50 minutos Deixar a música Aquarela tocando durante a construção da Escada e Varal do Sonhos. Ao final, discutir a letra com os alunos. Objetivo da Escada e Varal dos Sonhos - Associar os degraus da escada as etapas (metas) para realização dos sonhos. - Associar o varal como o ponto de partida para as praticas que levam ao cumprimento das metas. Descrição - Construção da Escada dos Sonhos Associado ao Varal Cada participante receberá uma folha padronizada de papel, contendo uma escada com quatro degraus onde no topo da escada ela colocará. Sob a orientação do facilitador a respeito da importância de planejar cada passo do seu projeto de vida eles irão colocar em cada degrau da escada algo que eles pretendem realizar em cada ano. Após o término da construção da
  • 14. 14 escada, os jovens um por um apresentarão seu material e anexarão a um varal que simboliza o compromisso com a execução daquelas metas. Objetivo da Música Aquarela - Trabalhar questões importantes sonho, dedicação, planejamento, imaginação Letra da música: Aquarela - Toquinho Numa folha qualquer Eu desenho um sol amarelo E com cinco ou seis retas É fácil fazer um castelo... Corro o lápis em torno Da mão e me dou uma luva E se faço chover Com dois riscos Tenho um guarda-chuva... Se um pinguinho de tinta Cai num pedacinho Azul do papel Num instante imagino Uma linda gaivota A voar no céu... Vai voando Contornando a imensa Curva Norte e Sul Vou com ela Viajando Havaí Pequim ou Istambul Pinto um barco a vela Brando navegando É tanto céu e mar Num beijo azul... Entre as nuvens Vem surgindo um lindo Avião rosa e grená Tudo em volta colorindo Com suas luzes a piscar... Basta imaginar e ele está Partindo, sereno e lindo Se a gente quiser Ele vai pousar... Numa folha qualquer Eu desenho um navio De partida Com alguns bons amigos Bebendo de bem com a vida... De uma América a outra Eu consigo passar num segundo Giro um simples compasso E num círculo eu faço o mundo... Um menino caminha E caminhando chega no muro E ali logo em frente A esperar pela gente O futuro está... E o futuro é uma astronave Que tentamos pilotar Não tem tempo, nem piedade Nem tem hora de chegar Sem pedir licença Muda a nossa vida E depois convida A rir ou chorar... Nessa estrada não nos cabe Conhecer ou ver o que virá O fim dela ninguém sabe Bem ao certo onde vai dar Vamos todos Numa linda passarela De uma aquarela Que um dia enfim Descolorirá... Numa folha qualquer Eu desenho um sol amarelo (Que descolorirá!) E com cinco ou seis retas É fácil fazer um castelo (Que descolorirá!) Giro um simples compasso Num círculo eu faço O mundo (Que descolorirá
  • 15. 15 09h40min - Vídeo O que você vai ser quando crescer Tempo previsto – 20 minutos Duração do vídeo – 4:45 minutos Trabalhar questões relativas ao desejo de realizar os sonhos que surgem na infância, aos questionamentos do que seremos quando tivermos crescido e como esses questionamentos influenciam o início da luta pelos nossos sonhos, as diversas oportunidades que a vida nos oferece e o que fazemos com elas, a oportunidade de aprender com as experiências vividas, a capacidade de empreender, entre outros. 10h00min – Lanche (20 min) 10h20min - Construção do Céu dos Sonhos Tempo previsto - 40 minutos Materiais necessários – Cartolina, cola glitter, tesoura e papel crepom colorido. Descrição - Os alunos irão construir um céu que representa a vida de todos eles durantes a estadia na escola. Também deverão fazer uma estrela que deverá representar o que na vida escolar deles é mais valioso e precisa ser cuidado por eles. 11h00 – Vídeo Todo bom começo tem um bom professor Tempo previsto - 10 minutos 11h10min. – Dinâmica Vamos Pensar Juntos? Dinâmica proposta pelos jovens protagonistas Almir Augusto, Denner Marques, Jéssica Melo, Luiz Henrique e Paolla Borges, da EE Jamil Khauan Tempo previsto - 20 minutos Materiais necessários – 6 envelopes, cada um contendo um dos seguintes temas: PROJETO DE VIDA, PROTAGONISMO, TEXTO ARVORE DOS AMIGOS, OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO, COMPROMISSO e SONHOS
  • 16. 16 Objetivos - Observar se os alunos realmente compreenderam os conceitos e os princípios desse novo modelo escolar e proporcionar a interação dos conhecimentos adquiridos entre os alunos. Descrição - Dividir a sala em 6 grupos e distribuir os envelopes contendo os temas. Deixar que cada grupo debata seu tema por no máximo 10 minutos. Depois disso cada grupo irá expor à sala o que entendeu sobre aquele tema, debatendo com a sala como esses temas são importantes em nossa vida cotidiana e também serão importantes para o planejamento do nosso futuro. Essa dinâmica serve como base para a preparação para a culminância, ressaltando tudo o que foi aprendido no decorrer do acolhimento, fazendo com que eles tenham mais ideias para a execução da culminância. 11h30min - Divisão dos grupos de trabalho e ensaio para Culminância Tempo previsto - 30 minutos Descrição – Sob a orientação dos facilitadores, a turma deverá se organizar em grupos para elaborar ideias de apresentações para a Culminância que representem os conhecimentos adquiridos durante o acolhimento Deverá, ainda, pensar como será a apresentação final, quais materiais irão precisar. 12h00min – Almoço (1h20m) 13h20min - Continuação da Preparação Tempo previsto – 1 hora e 25 minutos Finalização e ensaio do trabalho que vai ser apresentado.
  • 17. 17 14h45min – Escolher entre as alternativa A e B a seguir: 14h45min – Alternativa A - Dinâmica Cumprimento Divertido (15 min) Tempo previsto – 15 minutos Descrição - O condutor contará a historia abaixo aos alunos e estes deverão ir realizando entre eles os tipos de comprimentos citados. Texto: Neste momento, vou contar-lhes a história de uma viagem que fiz a vários países e a oportunidade que tive de conhecer suas culturas, suas riquezas, suas belezas. Passei pela Índia onde todos se cumprimentavam com um belo sorriso. Passei pela Inglaterra onde todos se cumprimentavam com um aperto de mão. Passei pela Rússia onde todos se cumprimentavam com um beijo no rosto. Passei pela Suécia onde todos se cumprimentavam com um encontro de cotovelos. Passei pelo Japão onde todos se cumprimentavam tocando os joelhos. Passei pelo Chile onde todos se cumprimentavam tocando os dedos indicadores Passei pelo México onde todos se cumprimentavam tocando os pés. Passei pela Austrália onde todos se cumprimentavam com um encontro de barriga. Passei pelo Canadá onde todos se cumprimentavam batendo palmas. Finalmente, o melhor momento foi quando eu cheguei ao meu país, o Brasil, terra maravilhosa, calorosa, onde todos nós brasileiros nos cumprimentamos com muito afeto. É o país onde sentimos o calor humano através do cumprimento mais fervoroso que é o abraço. 14h50min – Alternativa B - Dinâmica do Beijo coletivo Tempo previsto – 15 minutos Descrição – Em círculo o condutor passa um beijo para a pessoa do seu lado, que por sua vez sai passando o beijo. Quando o beijo retorna para o condutor, ele passa o beijo para pessoa do outro lado. Observação – Antes de iniciar a dinâmica fazer uma reflexão sobre o preconceito, para preparar o estado de ânimo dos alunos.
  • 18. 18 15h00min – Lanche (20 min) 15h20min – Início da Culminância (1h40min) 17h00 - Encerramento do Acolhimento
  • 19. 19 Jovens protagonistas paulistas que colaboraram na revisão 2014 EE Vila Albertina Edcarlos Chagas Marília Rodrigues EE Alexandre Von Humboldt Dimerson Ramos Martins Nathalia Moreira Bertoldo EE Jardim Amanda Larissa Cândido Guilherme Domingues EE Amira Homsi Chalella Prof. Larissa Cristante Emiliano Victor Hugo da S. Vitoreti EE Antonio Alves Cruz Prof. Glauber de Paula Faria Amanda Brito EE Antonio Dutra Prof. Josiane Lemes Agenor Bianca de Souza Salicano Thamiris Santos Venâncio EE Augusto Paes de Avila Rev. Renã G. de Souza Yuri Homem Xavier EE Jamil Khauan Prof. Luiz Henrique da S. Goes Gabriela Atihê Volpi EE Joaquim Marques da Silva Sobrinho Tte. Joice F. de Oliveira Artur Moreira dos S. Filho EE Joaquim Pinto Machado Júnior Prof. Nicole Ribeiro Kerolly Martins EE Nestor de Camargo Pref. Winni Ribeiro Silva Naylana Mendes Leal EE Conde de Parnaíba Paola Barone Francielle de Sebe Lezzo EE Jadim Rivieira Jéssica de Lourdes Silveira Nathalia A. de A. Galetti EE Ryoiti Yassuda Marinara Pereira Carvalho Juliana Rosa Silva EE Suely Maria Cação Ambiel Batista Ingrid Gonçalves de Caldas Milena Moreira dos Santos EE Walter Ribas de Andrade Lucas dos Santos Ferreira Debora Alcantara Ribas