SlideShare uma empresa Scribd logo
Brincadeiras
 OS ÍNDIOS SE CONVERTERAM
Jogo: Todas as crianças começam a andar aleatoriamente. O líder estará tocando um cântico missionário.
Quando a música parar, o líder grita a seguinte frase: "Dois índios se converteram!". Então as crianças
rapidamente formarão duplas. A criança que ficar só sairá da brincadeira. Depois o líder irá gritar outros
números de "índios que se converteram" e sempre sairá a criança que ficar só. Ganha a brincadeira a última
criança que sobrar.
 PASSOU UM CARRO DE PICOLÉ
Jogo: Esta brincadeira é muito amada pelas crianças de Cabo Verde. As crianças ficam em círculos, uma
das mãos por cima da mão do colega e a outra mão por baixo da mão do outro colega. Vai-se falando e uma
vai batendo na mão da outra: "Pas-sou-um-car-ro-de-pi-co-lé. Qual-é-a-cor-que-vai-es-co-lher?". A criança
que tiver a última mão batida terá que escolher uma cor. Então a brincadeira continua dizendo, por exemplo:
"A-ma-re-lo-es-t-a-na-su-a-rou-pa!". Se a criança que foi a última a receber o "pa" tiver algo amarelo na
roupa, sai. Se não tiver, continua a brincadeira até que todas as crianças saiam e a última que restar for a
vencedora.
 COMPRAS NO CAMPO MISSIONÁRIO
Jogo: Uma das crianças é o missionário. Ele tem uma lista de compras a fazer. As demais crianças são os
vendedores. O missionário não sabe falar a língua porque acabou de chegar ao país e vai explicar o que
deseja com gestos. A criança que descobre o que ele quer, toma-lhe o lugar e será o missionário da vez,
continuando a fazer as compras. A lista de compras poderia ser assim: 1 pacote de biscoitos redondos, 1 par
de sapatos número 37, 1 cadeira dobrável, 1 balde, 1 quilo de tomate, 2 maçãs, etc. Brinca-se até se esgotar o
tempo. Pode-se também dividir em equipes e ganha a equipe que mais conseguir adivinhar.
O garotinho chamado Amor
Fazer gestos cada vez que na história aparecer as seguintes palavras:
PAZ - APERTO DE MÃO
AMOR- UM ABRAÇO
GARRA- TROCA DE LUGAR
SORRISO- GARGALHADA
BEM VINDOS-PALMAS
O garotinho chamado AMOR
Era uma vez um garotinho chamado AMOR.
O AMOR sonhava sempre com a PAZ.
Certo dia descobriu que a vida só teria sentido quando ele descobrisse a PAZ e foi justamente nesse dia que
o AMOR saiu a procura da PAZ.
Chegando ao colégio onde ele estudava, encontrou os seus amigos que tinham um SORRISO nos lábios e foi
nesse momento que o AMOR passou a perceber que o SORRISO dos amigos, transmitia a PAZ. Pois
percebeu que a PAZ existe no interior de cada um de nós, e para isso basta dar um SORRISO.
E nesse instante, interferindo os pensamentos do garotinho AMOR, a turma gritou bem forte:
- AMOR, AMOR, você encontrou a PAZ que procurava?
O AMOR respondeu com muita garra: sim! Sim! Encontrei. Vocês querem saber?
Tragam a PAZ, um SORRISO bem bonito e sejam BEM – VINDOS!
Como aplicar:
1- escrever antecipadamente um cartaz com as palavras destacadas e os gestos a serem feitos e colocar em
lugar visível;
2- explicar aos participantes que estarão naquele momento fazendo um quebra-gelo e que devem seguir os
gestos de acordo com a história que será contada. Então cada vez que uma das palavras for citada, o gesto
deve ser feito por todos ( chamamos de quebra-gelo este tipo de dinâmica, pois como é aplicada no início da
reunião, as pessoas “derrubam as barreiras” através dos gestos e da descontração ).
3- Começar a leitura do texto ( que pode ser adaptado de acordo com a realidade do grupo a ser trabalhado)
Dinâmica do Cordão: Teia de Relacionamentos
Forme uma roda com sua turma, todos em pé. O coordenador não participa da roda.
Uma pessoa inicia a brincadeira segurando uma ponta do barbante/cordão e jogando o rolo do cordão para
alguém que tenha muita afinidade e fala “uma qualidade/característica marcante da pessoa”, após isso, fala
também “o nome de uma flor” que gosta, para todos ouvirem.
A pessoa que recebe faz a mesma coisa: segura a parte recebida do cordão e joga o rolo do cordão para
alguém que tenha afinidade, fala uma qualidade da pessoa e o nome de uma flor que gosta, essa pessoa
também passa o cordão para outra, e assim vai, sucessivamente até todos participarem.
Quando todos tiverem participado, terá formado uma grande teia com o cordão. (aproveite para tirar uma
foto e mandar para nós).
Quando todos tiverem recebido o cordão, a pessoa que está coordenando a brincadeira vai explicar sobre a
ligação que todos temos uns com os outros e essa ligação forma uma teia de relacionamentos. Explique
também a importância de ressaltar a qualidade nos nossos amigos que muitas vezes não temos oportunidade
de expressar no nosso dia-a-dia.
Depois dessa explicação, o coordenador(a) pede para que se faça a segunda parte da dinâmica:
A última pessoa que recebeu o cordão tem que devolvê-lo e dizer o nome da flor preferida que o amigo
disse. Todos tem que repetir o procedimento, até que chegue em quem iniciou a brincadeira.
A explicação que seguirá ao término da dinâmica é que precisamos prestar atenção e dar atenção ao que as
pessoas falam para nós. Algo tão simples como o nome de uma flor não conseguimos guardar, porque nos
deixamos nos distrair por tantas outras coisas.
As pessoas precisam de atenção e de ser ouvidas. Isso é muitas vezes mais importante do que falar.
Dinâmica – CAIXINHAS DE PRESENTE
BY DANIFAVA, ON JULY 18TH, 2010
Levar 10 caixas embrulhadas com papel de presente:
07 delas devem estar embrulhadas de forma bem bonita, algumas podem ser grandes e outras podem ser
pequenas.
03 caixas estarão embrulhadas de forma mais simples, poderá ser com papel jornal, papel pardo, sulfite ou
papel de presente amassado/rasgado.
Dentro das caixas bonitas coloque jornal amassado, pedras, pedaços de pau, revistas velhas (materiais com
pouco valor).
Dentro das caixas simples coloque objetos bons, por exemplo: balas, pirulitos, bombons, pequenos
brinquedos, livrinhos bíblicos.
Coloque as caixas no centro da sala, todas misturadas.
Divida a turma em 6 grupos e escolha 1 criança de cada grupo, esta criança deverá escolher uma das caixas e
todo grupo receberá o que contém na caixa.
Todos do grupo podem participar dando sugestão de qual caixa a criança deverá escolher.
Quando todos os grupos já estiverem com as caixas de presente, pergunte para cada grupo porque
escolheram aquela caixa.
Então, peça para que cada grupo abra o seu presente, aguarde a reação de cada um (2 minutos).
Depois de aberto, peça para que cada grupo fale o que ganhou e mostre para os demais grupos.
Educador, procure “explorar” bem esta situação fazendo as crianças entenderem que nem sempre um pacote
bonito faz um conteúdo valioso.
(peça paciência as crianças, para elas ainda não comerem o que ganhou)
OBJETIVO:
Mostrar que Deus não vê a aparência, mas sim o coração. A tendência natural é escolher alguma coisa por
ser bonita, mas nem sempre o que se mostra bonito é valioso!
Esta dinâmica pode ser aplicada com atitudes religiosas (ir a igreja, ler a Bíblia, louvar), mas que nem
sempre refletem o que vai no coração. Deus conhece o nosso interior!
E por não querer ser só um papel bonito, vamos dividir o que ganhamos, compartilhando com as outras
crianças as balas, pirulitos, etc.
Dinâmica – O BONECO
BY DANIFAVA, ON JUNE 15TH, 2010
Dinâmica a ser feita com crianças acima de 05 anos, adolescentes ou numa reunião para motivação dos
líderes.
Objetivo: União do grupo, trabalho em equipe e comunhão.
Número de Participantes: Mínimo 10.
Material: 2 folhas de papel para cada participante. Canetas coloridas hidrográficas, fita adesiva, cola e
tesoura.
Etapas:
Cada membro do grupo deve desenhar em uma folha de papel uma parte do corpo humano, sem mostrar
para os outros.
Após todos terem desenhado, pedir que tentem montar um boneco. Dê um tempo de 03 minutos.
Provavelmente não conseguirão, pois pode ser que tenha mais bocas do que olhos e nenhum nariz, por
exemplo.
Em seguida, distribua a outra folha de papel para cada um e peça novamente que desenhem as partes do
corpo humano, mas dessa vez juntos em equipe. Eles devem se organizar, combinando qual parte cada um
deve desenhar. Dê um prazo entre 05 e 10 minutos, dependendo do número de participantes.
Após desenharem, dê mais 03 minutinhos para montarem o boneco.
Terminada a montagem, cada membro deverá refletir e falar sobre a parte que desenhou e sua função.
Caso tenha mais um tempinho, peça para que em grupo falem sobre como foi montar o boneco, as
dificuldades, etc.
Leia os versículos bíblicos:
1 Cor 12:12-13 – “Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros do corpo,
embora muitos, formam um só corpo, assim também é Cristo. Pois em um só Espírito fomos todos nós
batizados em um só corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos quer livres; e a todos nós foi dado beber
de um só Espírito.”
1 Cor 12:12-31 – “…Mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela, para
que não haja divisão no corpo, mas que os membros tenham igual cuidado uns dos outros. De maneira que,
se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros
se regozijam com ele. Ora, vós sois corpo de Cristo, e individualmente seus membros. E a uns pôs Deus na
igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro mestres, depois operadores de
milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.”
Rom 12:4-8 – “Pois assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a
mesma função, assim nós, embora muitos, somos um só corpo em Cristo, e individualmente uns dos outros.
De modo que, tendo diferentes dons segundo a graça que nos foi dada…”
Explique a importância da unidade do corpo e que cada um tem sua devida importância dentro do corpo,
ninguém pode se sentir mais importante ou inferior aos outros e cada um deverá cuidar do outro.
Há espaço para todos dentro do corpo (principalmente quando essa dinâmica for aplicada entre os líderes).
Enfatize a comunhão e o quanto isso é importante para sua equipe, para a igreja e para Deus.
E termine fazendo uma oração com todos de mãos dadas.
3) Sentando no balão
Mesmo procedimento, certa quantidade de participantes de cada equipe.
Cada um tem seu balão cheio nas mãos, corre até a cadeira e senta em cima do balão até que estoure, ganha
a equipe que sentar e estourar todos os balões.
4) Corrida do Saco
Essa é muito conhecida. Pega-se sacos grandes de algodão ou lona, vazio.
Escolhe-se a quantidade de participantes das equipes, cada um entra dentro do saco e realizam a corrida.
5) Colocando o rabo do Burrinho
Essa é bem divertida, pega-se alguns integrantes das equipes. Num cartaz com o desenho de um Burro sem
rabo, coloca-se na frente da platéia, outro com olhos vendados, e com o rabo do Burrinho em mãos, deve-se
ir andando e colocar o rabo no Burro, ganha-se aquele que conseguir colocar o rabo no lugar certo ou ao
menos chegar mais perto.
7) Bala na Farinha
Boa também, esconde-se uma bala num prato com farinha de trigo (deve-se usar 2 pratos para divisão das
equipes). Os participantes deverão encontrar a bala com a boca, ganha a equipe que encontrar primeiro as
balas
10) Varal de versículos
Dois varal de fio de barbante, escolhe um participante de cada equipe, lê o versiculo (não muito grande para
não confundí-los), e numa caixa estará palavra por palavra do versículo escrito numa folha de sulfite em
forma de roupa, e outras palavras para cumplicar, dá-se o aviso de início e ganha aquele que montar o
versículo completo no varal, sem derrubar as peças.
 POUCO A POUCO
Materiais: Copos descartáveis, 2 baldes ou bacias com água.
Jogo: Divida o grupo em dois times. Cada time forma uma fila. O primeiro jogador de cada time receberá
um copo descartável. Perto de cada time estará um balde ou bacia com água. Longe de cada time, a mesma
distância para cada time, haverá um balde ou uma bacia vazia. Ao sinal dado pelo líder, um jogador de cada
time encherá o seu copo de água, correrá até o balde vazio de seu time e jogará a água dentro dele. Então
correrá de volta dando o copo vazio ao próximo da fila de seu time. O jogador continuará até o primeiro
time conseguir encher o seu balde com água. Depois do jogo, o líder destaca como a participação de todos
foi importante para encher o balde pouco a pouco. Se cada pessoa falar de Jesus Cristo, o mundo irá
conhecê-lo pouco a pouco.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dinâmicas criativas
Dinâmicas criativasDinâmicas criativas
Dinâmicas criativas
Leo Aguiar
 
Dinâmicas projeto auto estima
Dinâmicas projeto auto estimaDinâmicas projeto auto estima
Dinâmicas projeto auto estima
rosangelars
 
37614368 brincadeiras
37614368 brincadeiras37614368 brincadeiras
37614368 brincadeiras
Eduardo Lopes
 
Dinâmicas
DinâmicasDinâmicas
Dinâmicas
Antonio Lopes
 
Planodeaulaingles
PlanodeaulainglesPlanodeaulaingles
Planodeaulaingles
AdrianeFrazao
 
Apostila de-dinamicas
Apostila de-dinamicasApostila de-dinamicas
Apostila de-dinamicas
Paulo Peixinho
 
Dinâmica de grupo
Dinâmica de grupoDinâmica de grupo
Dinâmica de grupo
Isabel Castro
 
Dinamica grupo
Dinamica grupoDinamica grupo
Dinamica grupo
guest8b2a62
 
Dinamicas jogos cooperativos
Dinamicas jogos cooperativosDinamicas jogos cooperativos
Dinamicas jogos cooperativos
maelyramos
 
Brincadeira das bexigas
Brincadeira das bexigasBrincadeira das bexigas
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
educadores
 
Dinâmica para aumento de auto
Dinâmica para aumento de autoDinâmica para aumento de auto
Dinâmica para aumento de auto
Vera Lúcia Rodrigues Maia
 
Fichas de trab ação formaç
Fichas de trab ação formaçFichas de trab ação formaç
Fichas de trab ação formaç
carmocarocinho
 
Apostila dicas-jardim (1)
Apostila dicas-jardim (1)Apostila dicas-jardim (1)
Apostila dicas-jardim (1)
Alice Lirio
 
Jogos e brincadeiras infantis
Jogos e brincadeiras infantisJogos e brincadeiras infantis
Jogos e brincadeiras infantis
Julia Paula
 
Sugestão de atividades para estimular a criança
Sugestão de atividades para estimular a criançaSugestão de atividades para estimular a criança
Sugestão de atividades para estimular a criança
Lucas Stolfo Maculan
 
Icebreakers
IcebreakersIcebreakers
Icebreakers
Francisco Fernandes
 
De quem será o presente
De quem será o presenteDe quem será o presente
De quem será o presente
icmaua
 

Mais procurados (18)

Dinâmicas criativas
Dinâmicas criativasDinâmicas criativas
Dinâmicas criativas
 
Dinâmicas projeto auto estima
Dinâmicas projeto auto estimaDinâmicas projeto auto estima
Dinâmicas projeto auto estima
 
37614368 brincadeiras
37614368 brincadeiras37614368 brincadeiras
37614368 brincadeiras
 
Dinâmicas
DinâmicasDinâmicas
Dinâmicas
 
Planodeaulaingles
PlanodeaulainglesPlanodeaulaingles
Planodeaulaingles
 
Apostila de-dinamicas
Apostila de-dinamicasApostila de-dinamicas
Apostila de-dinamicas
 
Dinâmica de grupo
Dinâmica de grupoDinâmica de grupo
Dinâmica de grupo
 
Dinamica grupo
Dinamica grupoDinamica grupo
Dinamica grupo
 
Dinamicas jogos cooperativos
Dinamicas jogos cooperativosDinamicas jogos cooperativos
Dinamicas jogos cooperativos
 
Brincadeira das bexigas
Brincadeira das bexigasBrincadeira das bexigas
Brincadeira das bexigas
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
 
Dinâmica para aumento de auto
Dinâmica para aumento de autoDinâmica para aumento de auto
Dinâmica para aumento de auto
 
Fichas de trab ação formaç
Fichas de trab ação formaçFichas de trab ação formaç
Fichas de trab ação formaç
 
Apostila dicas-jardim (1)
Apostila dicas-jardim (1)Apostila dicas-jardim (1)
Apostila dicas-jardim (1)
 
Jogos e brincadeiras infantis
Jogos e brincadeiras infantisJogos e brincadeiras infantis
Jogos e brincadeiras infantis
 
Sugestão de atividades para estimular a criança
Sugestão de atividades para estimular a criançaSugestão de atividades para estimular a criança
Sugestão de atividades para estimular a criança
 
Icebreakers
IcebreakersIcebreakers
Icebreakers
 
De quem será o presente
De quem será o presenteDe quem será o presente
De quem será o presente
 

Semelhante a Brincadeiras

Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
manuzis
 
Dinamicas de grupo andreia
Dinamicas de grupo andreiaDinamicas de grupo andreia
Dinamicas de grupo andreia
Maria Andreia Alves Andreia
 
19 Dicas E Sugestoes Infantil
19 Dicas E Sugestoes Infantil19 Dicas E Sugestoes Infantil
19 Dicas E Sugestoes Infantil
daizinha1103
 
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp0112731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
Sarah Gmiranda
 
Projeto Amor.docx
Projeto Amor.docxProjeto Amor.docx
Projeto Amor.docx
anapaula337293
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
Marlene Pastor
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinâmica do sociograma
Dinâmica do sociogramaDinâmica do sociograma
Dinâmica do sociograma
Talita Tavares
 
Dinamicas grupo
Dinamicas grupoDinamicas grupo
Dinamicas grupo
Gerlane Souto
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
DinâMicas Diversas
DinâMicas DiversasDinâMicas Diversas
DinâMicas Diversas
Ana Cristina Freitas
 
Dinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatroDinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatro
Jorge Luciano
 
Dinamica de diversos conteudo
Dinamica de diversos conteudoDinamica de diversos conteudo
Dinamica de diversos conteudo
Lilian Gomes
 
Dinâmicas
DinâmicasDinâmicas
Dinâmicas
Aninhada12
 
Jogos Educativos para sala de aula
Jogos Educativos para sala de aulaJogos Educativos para sala de aula
Jogos Educativos para sala de aula
Cursos Profissionalizantes
 
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDESGUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
Guilherme354900
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
silsiane
 
1273139451 4936111 dinamicas
1273139451 4936111 dinamicas1273139451 4936111 dinamicas
1273139451 4936111 dinamicas
Andreia Pires
 
Dinamicas de grupo
Dinamicas de grupoDinamicas de grupo
Dinamicas de grupo
Ellysabeth Santos
 
Dinamica de grupo ii
Dinamica de grupo  iiDinamica de grupo  ii
Dinamica de grupo ii
Silvana
 

Semelhante a Brincadeiras (20)

Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Dinamicas de grupo andreia
Dinamicas de grupo andreiaDinamicas de grupo andreia
Dinamicas de grupo andreia
 
19 Dicas E Sugestoes Infantil
19 Dicas E Sugestoes Infantil19 Dicas E Sugestoes Infantil
19 Dicas E Sugestoes Infantil
 
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp0112731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
12731394514936111 dinamicas-110520085038-phpapp01
 
Projeto Amor.docx
Projeto Amor.docxProjeto Amor.docx
Projeto Amor.docx
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Dinâmica do sociograma
Dinâmica do sociogramaDinâmica do sociograma
Dinâmica do sociograma
 
Dinamicas grupo
Dinamicas grupoDinamicas grupo
Dinamicas grupo
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
DinâMicas Diversas
DinâMicas DiversasDinâMicas Diversas
DinâMicas Diversas
 
Dinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatroDinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatro
 
Dinamica de diversos conteudo
Dinamica de diversos conteudoDinamica de diversos conteudo
Dinamica de diversos conteudo
 
Dinâmicas
DinâmicasDinâmicas
Dinâmicas
 
Jogos Educativos para sala de aula
Jogos Educativos para sala de aulaJogos Educativos para sala de aula
Jogos Educativos para sala de aula
 
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDESGUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
GUIA DE DE DINAMICAS GRUPOS PEQUENOS E GRANDES
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
 
1273139451 4936111 dinamicas
1273139451 4936111 dinamicas1273139451 4936111 dinamicas
1273139451 4936111 dinamicas
 
Dinamicas de grupo
Dinamicas de grupoDinamicas de grupo
Dinamicas de grupo
 
Dinamica de grupo ii
Dinamica de grupo  iiDinamica de grupo  ii
Dinamica de grupo ii
 

Último

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 

Último (20)

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 

Brincadeiras

  • 1. Brincadeiras  OS ÍNDIOS SE CONVERTERAM Jogo: Todas as crianças começam a andar aleatoriamente. O líder estará tocando um cântico missionário. Quando a música parar, o líder grita a seguinte frase: "Dois índios se converteram!". Então as crianças rapidamente formarão duplas. A criança que ficar só sairá da brincadeira. Depois o líder irá gritar outros números de "índios que se converteram" e sempre sairá a criança que ficar só. Ganha a brincadeira a última criança que sobrar.  PASSOU UM CARRO DE PICOLÉ Jogo: Esta brincadeira é muito amada pelas crianças de Cabo Verde. As crianças ficam em círculos, uma das mãos por cima da mão do colega e a outra mão por baixo da mão do outro colega. Vai-se falando e uma vai batendo na mão da outra: "Pas-sou-um-car-ro-de-pi-co-lé. Qual-é-a-cor-que-vai-es-co-lher?". A criança que tiver a última mão batida terá que escolher uma cor. Então a brincadeira continua dizendo, por exemplo: "A-ma-re-lo-es-t-a-na-su-a-rou-pa!". Se a criança que foi a última a receber o "pa" tiver algo amarelo na roupa, sai. Se não tiver, continua a brincadeira até que todas as crianças saiam e a última que restar for a vencedora.  COMPRAS NO CAMPO MISSIONÁRIO Jogo: Uma das crianças é o missionário. Ele tem uma lista de compras a fazer. As demais crianças são os vendedores. O missionário não sabe falar a língua porque acabou de chegar ao país e vai explicar o que deseja com gestos. A criança que descobre o que ele quer, toma-lhe o lugar e será o missionário da vez, continuando a fazer as compras. A lista de compras poderia ser assim: 1 pacote de biscoitos redondos, 1 par de sapatos número 37, 1 cadeira dobrável, 1 balde, 1 quilo de tomate, 2 maçãs, etc. Brinca-se até se esgotar o tempo. Pode-se também dividir em equipes e ganha a equipe que mais conseguir adivinhar. O garotinho chamado Amor Fazer gestos cada vez que na história aparecer as seguintes palavras: PAZ - APERTO DE MÃO AMOR- UM ABRAÇO GARRA- TROCA DE LUGAR SORRISO- GARGALHADA BEM VINDOS-PALMAS O garotinho chamado AMOR Era uma vez um garotinho chamado AMOR. O AMOR sonhava sempre com a PAZ. Certo dia descobriu que a vida só teria sentido quando ele descobrisse a PAZ e foi justamente nesse dia que o AMOR saiu a procura da PAZ. Chegando ao colégio onde ele estudava, encontrou os seus amigos que tinham um SORRISO nos lábios e foi nesse momento que o AMOR passou a perceber que o SORRISO dos amigos, transmitia a PAZ. Pois percebeu que a PAZ existe no interior de cada um de nós, e para isso basta dar um SORRISO. E nesse instante, interferindo os pensamentos do garotinho AMOR, a turma gritou bem forte:
  • 2. - AMOR, AMOR, você encontrou a PAZ que procurava? O AMOR respondeu com muita garra: sim! Sim! Encontrei. Vocês querem saber? Tragam a PAZ, um SORRISO bem bonito e sejam BEM – VINDOS! Como aplicar: 1- escrever antecipadamente um cartaz com as palavras destacadas e os gestos a serem feitos e colocar em lugar visível; 2- explicar aos participantes que estarão naquele momento fazendo um quebra-gelo e que devem seguir os gestos de acordo com a história que será contada. Então cada vez que uma das palavras for citada, o gesto deve ser feito por todos ( chamamos de quebra-gelo este tipo de dinâmica, pois como é aplicada no início da reunião, as pessoas “derrubam as barreiras” através dos gestos e da descontração ). 3- Começar a leitura do texto ( que pode ser adaptado de acordo com a realidade do grupo a ser trabalhado) Dinâmica do Cordão: Teia de Relacionamentos Forme uma roda com sua turma, todos em pé. O coordenador não participa da roda. Uma pessoa inicia a brincadeira segurando uma ponta do barbante/cordão e jogando o rolo do cordão para alguém que tenha muita afinidade e fala “uma qualidade/característica marcante da pessoa”, após isso, fala também “o nome de uma flor” que gosta, para todos ouvirem. A pessoa que recebe faz a mesma coisa: segura a parte recebida do cordão e joga o rolo do cordão para alguém que tenha afinidade, fala uma qualidade da pessoa e o nome de uma flor que gosta, essa pessoa também passa o cordão para outra, e assim vai, sucessivamente até todos participarem. Quando todos tiverem participado, terá formado uma grande teia com o cordão. (aproveite para tirar uma foto e mandar para nós). Quando todos tiverem recebido o cordão, a pessoa que está coordenando a brincadeira vai explicar sobre a ligação que todos temos uns com os outros e essa ligação forma uma teia de relacionamentos. Explique também a importância de ressaltar a qualidade nos nossos amigos que muitas vezes não temos oportunidade de expressar no nosso dia-a-dia. Depois dessa explicação, o coordenador(a) pede para que se faça a segunda parte da dinâmica: A última pessoa que recebeu o cordão tem que devolvê-lo e dizer o nome da flor preferida que o amigo disse. Todos tem que repetir o procedimento, até que chegue em quem iniciou a brincadeira. A explicação que seguirá ao término da dinâmica é que precisamos prestar atenção e dar atenção ao que as pessoas falam para nós. Algo tão simples como o nome de uma flor não conseguimos guardar, porque nos deixamos nos distrair por tantas outras coisas. As pessoas precisam de atenção e de ser ouvidas. Isso é muitas vezes mais importante do que falar. Dinâmica – CAIXINHAS DE PRESENTE BY DANIFAVA, ON JULY 18TH, 2010
  • 3. Levar 10 caixas embrulhadas com papel de presente: 07 delas devem estar embrulhadas de forma bem bonita, algumas podem ser grandes e outras podem ser pequenas. 03 caixas estarão embrulhadas de forma mais simples, poderá ser com papel jornal, papel pardo, sulfite ou papel de presente amassado/rasgado. Dentro das caixas bonitas coloque jornal amassado, pedras, pedaços de pau, revistas velhas (materiais com pouco valor). Dentro das caixas simples coloque objetos bons, por exemplo: balas, pirulitos, bombons, pequenos brinquedos, livrinhos bíblicos. Coloque as caixas no centro da sala, todas misturadas. Divida a turma em 6 grupos e escolha 1 criança de cada grupo, esta criança deverá escolher uma das caixas e todo grupo receberá o que contém na caixa. Todos do grupo podem participar dando sugestão de qual caixa a criança deverá escolher. Quando todos os grupos já estiverem com as caixas de presente, pergunte para cada grupo porque escolheram aquela caixa. Então, peça para que cada grupo abra o seu presente, aguarde a reação de cada um (2 minutos). Depois de aberto, peça para que cada grupo fale o que ganhou e mostre para os demais grupos. Educador, procure “explorar” bem esta situação fazendo as crianças entenderem que nem sempre um pacote bonito faz um conteúdo valioso.
  • 4. (peça paciência as crianças, para elas ainda não comerem o que ganhou) OBJETIVO: Mostrar que Deus não vê a aparência, mas sim o coração. A tendência natural é escolher alguma coisa por ser bonita, mas nem sempre o que se mostra bonito é valioso! Esta dinâmica pode ser aplicada com atitudes religiosas (ir a igreja, ler a Bíblia, louvar), mas que nem sempre refletem o que vai no coração. Deus conhece o nosso interior! E por não querer ser só um papel bonito, vamos dividir o que ganhamos, compartilhando com as outras crianças as balas, pirulitos, etc. Dinâmica – O BONECO BY DANIFAVA, ON JUNE 15TH, 2010 Dinâmica a ser feita com crianças acima de 05 anos, adolescentes ou numa reunião para motivação dos líderes. Objetivo: União do grupo, trabalho em equipe e comunhão. Número de Participantes: Mínimo 10. Material: 2 folhas de papel para cada participante. Canetas coloridas hidrográficas, fita adesiva, cola e tesoura. Etapas: Cada membro do grupo deve desenhar em uma folha de papel uma parte do corpo humano, sem mostrar para os outros. Após todos terem desenhado, pedir que tentem montar um boneco. Dê um tempo de 03 minutos. Provavelmente não conseguirão, pois pode ser que tenha mais bocas do que olhos e nenhum nariz, por exemplo.
  • 5. Em seguida, distribua a outra folha de papel para cada um e peça novamente que desenhem as partes do corpo humano, mas dessa vez juntos em equipe. Eles devem se organizar, combinando qual parte cada um deve desenhar. Dê um prazo entre 05 e 10 minutos, dependendo do número de participantes. Após desenharem, dê mais 03 minutinhos para montarem o boneco. Terminada a montagem, cada membro deverá refletir e falar sobre a parte que desenhou e sua função. Caso tenha mais um tempinho, peça para que em grupo falem sobre como foi montar o boneco, as dificuldades, etc. Leia os versículos bíblicos: 1 Cor 12:12-13 – “Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros do corpo, embora muitos, formam um só corpo, assim também é Cristo. Pois em um só Espírito fomos todos nós batizados em um só corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos quer livres; e a todos nós foi dado beber de um só Espírito.” 1 Cor 12:12-31 – “…Mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela, para que não haja divisão no corpo, mas que os membros tenham igual cuidado uns dos outros. De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele. Ora, vós sois corpo de Cristo, e individualmente seus membros. E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro mestres, depois operadores de milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.” Rom 12:4-8 – “Pois assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma função, assim nós, embora muitos, somos um só corpo em Cristo, e individualmente uns dos outros. De modo que, tendo diferentes dons segundo a graça que nos foi dada…” Explique a importância da unidade do corpo e que cada um tem sua devida importância dentro do corpo, ninguém pode se sentir mais importante ou inferior aos outros e cada um deverá cuidar do outro. Há espaço para todos dentro do corpo (principalmente quando essa dinâmica for aplicada entre os líderes).
  • 6. Enfatize a comunhão e o quanto isso é importante para sua equipe, para a igreja e para Deus. E termine fazendo uma oração com todos de mãos dadas. 3) Sentando no balão Mesmo procedimento, certa quantidade de participantes de cada equipe. Cada um tem seu balão cheio nas mãos, corre até a cadeira e senta em cima do balão até que estoure, ganha a equipe que sentar e estourar todos os balões. 4) Corrida do Saco Essa é muito conhecida. Pega-se sacos grandes de algodão ou lona, vazio. Escolhe-se a quantidade de participantes das equipes, cada um entra dentro do saco e realizam a corrida. 5) Colocando o rabo do Burrinho Essa é bem divertida, pega-se alguns integrantes das equipes. Num cartaz com o desenho de um Burro sem rabo, coloca-se na frente da platéia, outro com olhos vendados, e com o rabo do Burrinho em mãos, deve-se ir andando e colocar o rabo no Burro, ganha-se aquele que conseguir colocar o rabo no lugar certo ou ao menos chegar mais perto. 7) Bala na Farinha Boa também, esconde-se uma bala num prato com farinha de trigo (deve-se usar 2 pratos para divisão das equipes). Os participantes deverão encontrar a bala com a boca, ganha a equipe que encontrar primeiro as balas 10) Varal de versículos Dois varal de fio de barbante, escolhe um participante de cada equipe, lê o versiculo (não muito grande para não confundí-los), e numa caixa estará palavra por palavra do versículo escrito numa folha de sulfite em forma de roupa, e outras palavras para cumplicar, dá-se o aviso de início e ganha aquele que montar o versículo completo no varal, sem derrubar as peças.  POUCO A POUCO Materiais: Copos descartáveis, 2 baldes ou bacias com água. Jogo: Divida o grupo em dois times. Cada time forma uma fila. O primeiro jogador de cada time receberá um copo descartável. Perto de cada time estará um balde ou bacia com água. Longe de cada time, a mesma distância para cada time, haverá um balde ou uma bacia vazia. Ao sinal dado pelo líder, um jogador de cada time encherá o seu copo de água, correrá até o balde vazio de seu time e jogará a água dentro dele. Então correrá de volta dando o copo vazio ao próximo da fila de seu time. O jogador continuará até o primeiro time conseguir encher o seu balde com água. Depois do jogo, o líder destaca como a participação de todos foi importante para encher o balde pouco a pouco. Se cada pessoa falar de Jesus Cristo, o mundo irá conhecê-lo pouco a pouco.