SlideShare uma empresa Scribd logo
BALANÇO PATRIMONIAL

O balanço patrimonial, após reformulação dada pela lei 11.638/07 juntamente com a MP
449/08, a princípio introduziram um novo conceito globalizado para este demonstrativo. Ocorre
que atualmente (2008 em diante) neste demonstrativo deve ser evidenciado tanto para o ativo
quanto para o passivo a parcela que corresponde ao "circulante" da empresa e ao "não-
circulante".

Na Contabilidade e no Direito, a palavra "balanço" decorre do equilíbrio ou da igualdade
expresso nas seguintes fórmulas contábeis:

   •   Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido
   •   Aplicações = Origens.

Cientificamente falando, o balanço patrimonial é obrigatório para todos os empresários e
sociedades com duas exceções previstas (rurais e pequenos empresários) e sua estrutura é uma
consequência das partidas dobradas aonde para um ou mais crédito existirá um ou mais débito
de mesmo valor. Os "pequenos empresários" são as empresas familiares onde a própria família
trabalha nela e não tem empregados contratados, não os confunda com os donos de Empresa de
Pequeno Porte (EPP).

Grosso modo podemos pensar em parte na idéia de uma balança de dois pratos, onde sempre
encontramos a igualdade. A balança ainda remete à idéia de mensuração do peso. Só que no
caso do balanço patrimonial não se mede o peso, mas o patrimônio.

O termo patrimonial tem origem no patrimônio da empresa, ou seja, conjunto de bens, direitos e
obrigações.

Juntando as duas partes, obtém-se o balanço patrimonial, equilíbrio do patrimônio, igualdade
patrimonial. Em sentido amplo, o balanço evidencia a situação patrimonial da empresa em
determinada data.

Em terminologia moderna em uso no Brasil, o balanço é uma demonstração contábil que tem
por finalidade apresentar a posição contábil, financeira e econômica de uma entidade (em geral
uma empresa) em determinada data, representando uma posição estática (posição ou situação do
patrimônio em determinada data).

No Direito Privado, era chamado anteriormente pelo Código Comercial Brasileiro de "Balanço
Geral". A partir da lei 6.404/76, o Balanço das companhias passou a ser denominado de
"Balanço Patrimonial", procurando diferenciar essa Demonstração Contábil do "Balanço
Financeiro", próprio das entidades sem fins lucrativos. O Código Comercial foi revogado e
substituído pelo Código Civil, notadamente pelo Livro II "Do Direito de Empresa" que tem
início em seu art. 966.

O Balanço apresenta os ativos (bens e direitos) e passivos (obrigações) e o Patrimônio Líquido,
que é resultante da diferença entre o total de ativos e passivos.

Demonstrações contáveis

O balanço patrimonial é parte de um conjunto de relatórios que compõem as demonstrações
contáveis de uma entidade. Além do balanço, há a demonstração do resultado do exercício, a
demonstração das mutações do patrimônio líquido, a demonstração de origens e aplicações de
recursos, exigidas pela atual legislação societária brasileira. São também consideradas
demonstrações contábeis a demonstração do valor adicionado, a demonstração dos lucros e
prejuízos acumulados e a demonstração do fluxo de caixa. Tais demonstrações devem ser
sempre apresentadas acompanhadas de notas explicativas.



       O Balanço patrimonial é a demonstração contábil que evidencia, resumidamente, o
       patrimônio da empresa, quantitativa e qualitativamente. O artigo 178 da Lei nº
       6.404/1976 - Lei das sociedades por ações, alteradas pela Lei 11.638/07 e MP
       449/08,estabelece o seguinte:
       Art. 178. No Balanço, as contas serão classificadas segundo os elementos do patrimônio
       que registrem e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação
       financeira da companhia.
       §1º No Ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos
       elementos nelas registrados

(e aquilo que se transforma mais rápido em dinheiro), nos seguintes grupos:

       a) Ativo circulante;
       b) Ativo não circulante;
       b1) Ativo realizável a longo prazo;
       b2) Ativo permanente, dividido em Investimentos, Ativo imobilizado e Ativo intangível.
       O Ativo diferido não é mais demonstrado.

Nota de atualização: A partir da alteração da legislação societária promovida pela lei Lei
11.638/07, o Ativo intangível deve figurar no Balanço Patrimonial das empresas como
subgrupo de Ativo Permanente, cujo objeto são os bens intangíveis anteriormente classificados
no Ativo Imobilizado.

       §2º No passivo, as contas serão classificadas segundo a ordem decrescente de
       exigibilidade (e aquilo que temos que pagar de acordo com as datas), nos seguintes
       grupos:
       a) Passivo circulante;
       b) Passivo não circulante;
       b1) Passivo exigível a longo prazo;
       b2) 'Resultados de exercícios futuros; (não existe mais)
       c) Patrimônio líquido, dividido em capital social, reservas de capital, reservas de
       reavaliação, reserva de lucros e lucros ou prejuízos acumulados.
       §3º Os saldos devedores e credores que a companhia não tiver direito de compensar
       serão classificados separadamente.

Nota de atualização: A partir da alteração da legislação societária promovida pela lei Lei
11.638/07, foi suprimida o grupo de contas intitulado Reserva de Reavaliação no Balanço
Patrimonial.

       As contas do Ativo sujeitas à depreciação, à amortização, à exaustão e à provisão para
       créditos de liquidação duvidosa e outras provisões aparecerão, no Balanço Patrimonial,
       deduzidas das respectivas depreciações, amortizações, exaustões ou provisões para
       créditos de liquidação duvidosa e outras provisões.

Classificação das contas
Conforme o art. 178 da Lei nº 6.404/76, "no balanço, as contas serão classificadas segundo os
elementos do patrimônio que registrem, e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a
análise da situação financeira da companhia".

Órgãos regulamentadores

Os critérios para a elaboração do balanço e demais demonstrações contábeis são definidos por
órgãos específicos de cada país. No Brasil esse órgão é o Conselho Federal de Contabilidade-
CFC, que expede as normas gerais sobre temas contábeis.

Há outros órgãos oficiais brasileiros, como a Comissão de Valores Mobiliários - CVM, o Banco
Central do Brasil, a STN - Secretaria do Tesouro Nacional e os Tribunais de Contas, dentre
outros, que podem expedir normas específicas para as instituições por eles fiscalizadas.

Ver também

   •   Contabilidade
   •   Demonstrações contábeis
   •   Análise de balanço
   •   Análise financeira
   •   Análise contábil

http://pt.wikipedia.org/wiki/Balan%C3%A7o_patrimonial

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Balanco patrimonial
Balanco patrimonialBalanco patrimonial
Balanco patrimonial
contacontabil
 
Plano de contas contabil
Plano de contas contabilPlano de contas contabil
Plano de contas contabil
simuladocontabil
 
Origens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasOrigens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeiras
albumina
 
5 balanço patrimonial - grupo de contas
5   balanço patrimonial - grupo de contas5   balanço patrimonial - grupo de contas
5 balanço patrimonial - grupo de contas
sttreghone
 
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Wandick Rocha de Aquino
 
Apostila 06 balanco patrimonial
Apostila 06 balanco patrimonialApostila 06 balanco patrimonial
Apostila 06 balanco patrimonial
zeramento contabil
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
zeramento contabil
 
Contabilidade geral i cap 08 slides - balanco patrimonial
Contabilidade geral i cap 08   slides - balanco patrimonialContabilidade geral i cap 08   slides - balanco patrimonial
Contabilidade geral i cap 08 slides - balanco patrimonial
gabaritocontabil
 
Patrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumoPatrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumo
apostilacontabil
 
Balanco patrimonial estrutura 02
Balanco patrimonial estrutura 02Balanco patrimonial estrutura 02
Balanco patrimonial estrutura 02
apostilacontabil
 
Ccnccap3 balanco patrimonial
Ccnccap3 balanco patrimonialCcnccap3 balanco patrimonial
Ccnccap3 balanco patrimonial
capitulocontabil
 
Patrimonio aula 4
Patrimonio aula 4Patrimonio aula 4
Patrimonio aula 4
zeramento contabil
 
Contabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadoresContabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadores
B&R Consultoria Empresarial
 
Módulo 2 contabilidade gerencial
 Módulo 2  contabilidade gerencial Módulo 2  contabilidade gerencial
Módulo 2 contabilidade gerencial
PUC Minas
 
Tc58 renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Tc58   renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...Tc58   renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Tc58 renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Claudio Parra
 
Balanco patrimonial estrutura 01
Balanco patrimonial estrutura 01Balanco patrimonial estrutura 01
Balanco patrimonial estrutura 01
apostilacontabil
 
Módulo 4 contabilidade gerencial
Módulo 4   contabilidade gerencialMódulo 4   contabilidade gerencial
Módulo 4 contabilidade gerencial
PUC Minas
 
Introdução à Contabilidade
Introdução à ContabilidadeIntrodução à Contabilidade
Introdução à Contabilidade
Eliseu Fortolan
 
Contabilidade introdutoria aulas bp
Contabilidade introdutoria aulas bpContabilidade introdutoria aulas bp
Contabilidade introdutoria aulas bp
Bruno Cesar
 
Contabilidade aula 02 patrimonio
Contabilidade aula 02 patrimonioContabilidade aula 02 patrimonio
Contabilidade aula 02 patrimonio
capitulocontabil
 

Mais procurados (20)

Balanco patrimonial
Balanco patrimonialBalanco patrimonial
Balanco patrimonial
 
Plano de contas contabil
Plano de contas contabilPlano de contas contabil
Plano de contas contabil
 
Origens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasOrigens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeiras
 
5 balanço patrimonial - grupo de contas
5   balanço patrimonial - grupo de contas5   balanço patrimonial - grupo de contas
5 balanço patrimonial - grupo de contas
 
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
 
Apostila 06 balanco patrimonial
Apostila 06 balanco patrimonialApostila 06 balanco patrimonial
Apostila 06 balanco patrimonial
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
 
Contabilidade geral i cap 08 slides - balanco patrimonial
Contabilidade geral i cap 08   slides - balanco patrimonialContabilidade geral i cap 08   slides - balanco patrimonial
Contabilidade geral i cap 08 slides - balanco patrimonial
 
Patrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumoPatrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumo
 
Balanco patrimonial estrutura 02
Balanco patrimonial estrutura 02Balanco patrimonial estrutura 02
Balanco patrimonial estrutura 02
 
Ccnccap3 balanco patrimonial
Ccnccap3 balanco patrimonialCcnccap3 balanco patrimonial
Ccnccap3 balanco patrimonial
 
Patrimonio aula 4
Patrimonio aula 4Patrimonio aula 4
Patrimonio aula 4
 
Contabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadoresContabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadores
 
Módulo 2 contabilidade gerencial
 Módulo 2  contabilidade gerencial Módulo 2  contabilidade gerencial
Módulo 2 contabilidade gerencial
 
Tc58 renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Tc58   renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...Tc58   renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Tc58 renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
 
Balanco patrimonial estrutura 01
Balanco patrimonial estrutura 01Balanco patrimonial estrutura 01
Balanco patrimonial estrutura 01
 
Módulo 4 contabilidade gerencial
Módulo 4   contabilidade gerencialMódulo 4   contabilidade gerencial
Módulo 4 contabilidade gerencial
 
Introdução à Contabilidade
Introdução à ContabilidadeIntrodução à Contabilidade
Introdução à Contabilidade
 
Contabilidade introdutoria aulas bp
Contabilidade introdutoria aulas bpContabilidade introdutoria aulas bp
Contabilidade introdutoria aulas bp
 
Contabilidade aula 02 patrimonio
Contabilidade aula 02 patrimonioContabilidade aula 02 patrimonio
Contabilidade aula 02 patrimonio
 

Destaque

Contabilidade 01 - Balanço Patrimonial
Contabilidade 01 - Balanço PatrimonialContabilidade 01 - Balanço Patrimonial
Contabilidade 01 - Balanço Patrimonial
Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 04 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 04 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 04 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 04 cathedra
cathedracontabil
 
Estrutura dre
Estrutura dreEstrutura dre
Estrutura dre
simuladocontabil
 
Livro de exercício - contabilidade introdutória
Livro de exercício   - contabilidade introdutóriaLivro de exercício   - contabilidade introdutória
Livro de exercício - contabilidade introdutória
Lylian Vieira
 
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosApostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
dudu_rosa
 
Resolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeisResolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeis
simuladocontabil
 

Destaque (6)

Contabilidade 01 - Balanço Patrimonial
Contabilidade 01 - Balanço PatrimonialContabilidade 01 - Balanço Patrimonial
Contabilidade 01 - Balanço Patrimonial
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 04 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 04 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 04 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 04 cathedra
 
Estrutura dre
Estrutura dreEstrutura dre
Estrutura dre
 
Livro de exercício - contabilidade introdutória
Livro de exercício   - contabilidade introdutóriaLivro de exercício   - contabilidade introdutória
Livro de exercício - contabilidade introdutória
 
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosApostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
 
Resolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeisResolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeis
 

Semelhante a Balanço patrimonial

Demonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeisDemonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeis
apostilacontabil
 
Contabilidade Intermediária
Contabilidade IntermediáriaContabilidade Intermediária
Contabilidade Intermediária
Fabricia Fonseca
 
Apostila de Contabilidade Empresarial v 300
Apostila de Contabilidade Empresarial v 300Apostila de Contabilidade Empresarial v 300
Apostila de Contabilidade Empresarial v 300
Cesar Ventura
 
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptxAula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
leonardofeitosa18
 
Administração financeira análise de balanços
Administração financeira   análise de balançosAdministração financeira   análise de balanços
Administração financeira análise de balanços
Kleber Mantovanelli
 
Contabilidade intermediaria
Contabilidade intermediariaContabilidade intermediaria
Contabilidade intermediaria
cunha1981
 
Fundamentos de contabilidade 1
Fundamentos de contabilidade 1Fundamentos de contabilidade 1
Fundamentos de contabilidade 1
lucasjatem
 
Aula 03 contabilidade
Aula 03 contabilidadeAula 03 contabilidade
Aula 03 contabilidade
contacontabil
 
O capital e as reservas das sociedades
O capital e as reservas das sociedadesO capital e as reservas das sociedades
O capital e as reservas das sociedades
Universidade Pedagogica
 
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressaoA2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
Roberta Faria
 
Demonstrações obrigatorias de acordo com o tipo de tributação
Demonstrações obrigatorias de acordo com o tipo de tributaçãoDemonstrações obrigatorias de acordo com o tipo de tributação
Demonstrações obrigatorias de acordo com o tipo de tributação
Dejane Silva Santana Andrade
 
Manual cenofisco vt_ct_01-12
Manual cenofisco vt_ct_01-12Manual cenofisco vt_ct_01-12
Manual cenofisco vt_ct_01-12
Vagner Michilini
 
Gp contabilidade unidade ii
Gp contabilidade unidade iiGp contabilidade unidade ii
Gp contabilidade unidade ii
Claudia Patricia
 
Apostila de Introdução a Contabilidade II
Apostila de Introdução a Contabilidade IIApostila de Introdução a Contabilidade II
Apostila de Introdução a Contabilidade II
Gilberto Freitas
 
Aula 1.ppt
Aula 1.pptAula 1.ppt
Aula 1.ppt
ssusercc81d3
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
André Faria Gomes
 
Apostila escrita fiscal 02
Apostila escrita fiscal 02Apostila escrita fiscal 02
Apostila escrita fiscal 02
profcontabil
 
Contab
ContabContab
Contab
ContabContab
Ebook-Analise-das-Demonstrações-Contábeis.pdf
Ebook-Analise-das-Demonstrações-Contábeis.pdfEbook-Analise-das-Demonstrações-Contábeis.pdf
Ebook-Analise-das-Demonstrações-Contábeis.pdf
Rodrigo Lisboa
 

Semelhante a Balanço patrimonial (20)

Demonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeisDemonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeis
 
Contabilidade Intermediária
Contabilidade IntermediáriaContabilidade Intermediária
Contabilidade Intermediária
 
Apostila de Contabilidade Empresarial v 300
Apostila de Contabilidade Empresarial v 300Apostila de Contabilidade Empresarial v 300
Apostila de Contabilidade Empresarial v 300
 
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptxAula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
 
Administração financeira análise de balanços
Administração financeira   análise de balançosAdministração financeira   análise de balanços
Administração financeira análise de balanços
 
Contabilidade intermediaria
Contabilidade intermediariaContabilidade intermediaria
Contabilidade intermediaria
 
Fundamentos de contabilidade 1
Fundamentos de contabilidade 1Fundamentos de contabilidade 1
Fundamentos de contabilidade 1
 
Aula 03 contabilidade
Aula 03 contabilidadeAula 03 contabilidade
Aula 03 contabilidade
 
O capital e as reservas das sociedades
O capital e as reservas das sociedadesO capital e as reservas das sociedades
O capital e as reservas das sociedades
 
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressaoA2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
 
Demonstrações obrigatorias de acordo com o tipo de tributação
Demonstrações obrigatorias de acordo com o tipo de tributaçãoDemonstrações obrigatorias de acordo com o tipo de tributação
Demonstrações obrigatorias de acordo com o tipo de tributação
 
Manual cenofisco vt_ct_01-12
Manual cenofisco vt_ct_01-12Manual cenofisco vt_ct_01-12
Manual cenofisco vt_ct_01-12
 
Gp contabilidade unidade ii
Gp contabilidade unidade iiGp contabilidade unidade ii
Gp contabilidade unidade ii
 
Apostila de Introdução a Contabilidade II
Apostila de Introdução a Contabilidade IIApostila de Introdução a Contabilidade II
Apostila de Introdução a Contabilidade II
 
Aula 1.ppt
Aula 1.pptAula 1.ppt
Aula 1.ppt
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
 
Apostila escrita fiscal 02
Apostila escrita fiscal 02Apostila escrita fiscal 02
Apostila escrita fiscal 02
 
Contab
ContabContab
Contab
 
Contab
ContabContab
Contab
 
Ebook-Analise-das-Demonstrações-Contábeis.pdf
Ebook-Analise-das-Demonstrações-Contábeis.pdfEbook-Analise-das-Demonstrações-Contábeis.pdf
Ebook-Analise-das-Demonstrações-Contábeis.pdf
 

Mais de kennyaeduardo

1 parte coraçao selvagem j.del d. 1 (rev. pl)
1 parte   coraçao selvagem j.del d. 1 (rev. pl)1 parte   coraçao selvagem j.del d. 1 (rev. pl)
1 parte coraçao selvagem j.del d. 1 (rev. pl)
kennyaeduardo
 
Angélica, a marquesa dos anjos 26 - o triunfo de angélica
Angélica, a marquesa dos anjos   26 - o triunfo de angélicaAngélica, a marquesa dos anjos   26 - o triunfo de angélica
Angélica, a marquesa dos anjos 26 - o triunfo de angélica
kennyaeduardo
 
Angélica, a marquesa dos anjos 25 - angélica e a estrela mágica
Angélica, a marquesa dos anjos   25 - angélica e a estrela mágicaAngélica, a marquesa dos anjos   25 - angélica e a estrela mágica
Angélica, a marquesa dos anjos 25 - angélica e a estrela mágica
kennyaeduardo
 
Angelica a marquesa dos anjos 2 - o suplicio de angelica
Angelica a marquesa dos anjos   2 - o suplicio de angelicaAngelica a marquesa dos anjos   2 - o suplicio de angelica
Angelica a marquesa dos anjos 2 - o suplicio de angelica
kennyaeduardo
 
Angélica a marquesa dos anjos 1 - os amores de angélica (ed.nova cultural) ...
Angélica a marquesa dos anjos   1 - os amores de angélica (ed.nova cultural) ...Angélica a marquesa dos anjos   1 - os amores de angélica (ed.nova cultural) ...
Angélica a marquesa dos anjos 1 - os amores de angélica (ed.nova cultural) ...
kennyaeduardo
 
Trilogia o tempo e o vento de e ri co veríssimo
Trilogia o tempo e o vento de e ri co veríssimoTrilogia o tempo e o vento de e ri co veríssimo
Trilogia o tempo e o vento de e ri co veríssimo
kennyaeduardo
 
Alguns o es e suas indicações
Alguns o es e suas indicaçõesAlguns o es e suas indicações
Alguns o es e suas indicações
kennyaeduardo
 
14646177 aromaterapia1
14646177 aromaterapia114646177 aromaterapia1
14646177 aromaterapia1
kennyaeduardo
 
Aplicação e perfis psicologicoas dos óleos essenciais
Aplicação e perfis psicologicoas dos óleos essenciaisAplicação e perfis psicologicoas dos óleos essenciais
Aplicação e perfis psicologicoas dos óleos essenciais
kennyaeduardo
 
Medicinavibracional
Medicinavibracional Medicinavibracional
Medicinavibracional
kennyaeduardo
 
Aromaterapia curso-completo
Aromaterapia curso-completoAromaterapia curso-completo
Aromaterapia curso-completo
kennyaeduardo
 
Superioridade método fluxo_caixa_descontado_processo_avaliação_empresas
Superioridade método fluxo_caixa_descontado_processo_avaliação_empresasSuperioridade método fluxo_caixa_descontado_processo_avaliação_empresas
Superioridade método fluxo_caixa_descontado_processo_avaliação_empresas
kennyaeduardo
 
Fluxo cxdescontado
Fluxo cxdescontadoFluxo cxdescontado
Fluxo cxdescontado
kennyaeduardo
 
Fluxo de caixa livre
Fluxo de caixa livreFluxo de caixa livre
Fluxo de caixa livre
kennyaeduardo
 
4 negociações comerciais
4 negociações comerciais4 negociações comerciais
4 negociações comerciais
kennyaeduardo
 
A sucessão legítima no novo código civil
A sucessão legítima no novo código civilA sucessão legítima no novo código civil
A sucessão legítima no novo código civil
kennyaeduardo
 
Cap. 1 aspectos básicos do orçamento
Cap. 1 aspectos básicos do orçamentoCap. 1 aspectos básicos do orçamento
Cap. 1 aspectos básicos do orçamento
kennyaeduardo
 
81379448 adm financeira facil
81379448 adm financeira facil81379448 adm financeira facil
81379448 adm financeira facil
kennyaeduardo
 
Capial circulante líquido e a insolvência
Capial circulante líquido e a insolvênciaCapial circulante líquido e a insolvência
Capial circulante líquido e a insolvência
kennyaeduardo
 

Mais de kennyaeduardo (20)

1 parte coraçao selvagem j.del d. 1 (rev. pl)
1 parte   coraçao selvagem j.del d. 1 (rev. pl)1 parte   coraçao selvagem j.del d. 1 (rev. pl)
1 parte coraçao selvagem j.del d. 1 (rev. pl)
 
Angélica, a marquesa dos anjos 26 - o triunfo de angélica
Angélica, a marquesa dos anjos   26 - o triunfo de angélicaAngélica, a marquesa dos anjos   26 - o triunfo de angélica
Angélica, a marquesa dos anjos 26 - o triunfo de angélica
 
Angélica, a marquesa dos anjos 25 - angélica e a estrela mágica
Angélica, a marquesa dos anjos   25 - angélica e a estrela mágicaAngélica, a marquesa dos anjos   25 - angélica e a estrela mágica
Angélica, a marquesa dos anjos 25 - angélica e a estrela mágica
 
Angelica a marquesa dos anjos 2 - o suplicio de angelica
Angelica a marquesa dos anjos   2 - o suplicio de angelicaAngelica a marquesa dos anjos   2 - o suplicio de angelica
Angelica a marquesa dos anjos 2 - o suplicio de angelica
 
Angélica a marquesa dos anjos 1 - os amores de angélica (ed.nova cultural) ...
Angélica a marquesa dos anjos   1 - os amores de angélica (ed.nova cultural) ...Angélica a marquesa dos anjos   1 - os amores de angélica (ed.nova cultural) ...
Angélica a marquesa dos anjos 1 - os amores de angélica (ed.nova cultural) ...
 
Trilogia o tempo e o vento de e ri co veríssimo
Trilogia o tempo e o vento de e ri co veríssimoTrilogia o tempo e o vento de e ri co veríssimo
Trilogia o tempo e o vento de e ri co veríssimo
 
Alguns o es e suas indicações
Alguns o es e suas indicaçõesAlguns o es e suas indicações
Alguns o es e suas indicações
 
14646177 aromaterapia1
14646177 aromaterapia114646177 aromaterapia1
14646177 aromaterapia1
 
Aplicação e perfis psicologicoas dos óleos essenciais
Aplicação e perfis psicologicoas dos óleos essenciaisAplicação e perfis psicologicoas dos óleos essenciais
Aplicação e perfis psicologicoas dos óleos essenciais
 
Medicinavibracional
Medicinavibracional Medicinavibracional
Medicinavibracional
 
Aromaterapia curso-completo
Aromaterapia curso-completoAromaterapia curso-completo
Aromaterapia curso-completo
 
Fluxo caixa do igor
Fluxo caixa do igorFluxo caixa do igor
Fluxo caixa do igor
 
Superioridade método fluxo_caixa_descontado_processo_avaliação_empresas
Superioridade método fluxo_caixa_descontado_processo_avaliação_empresasSuperioridade método fluxo_caixa_descontado_processo_avaliação_empresas
Superioridade método fluxo_caixa_descontado_processo_avaliação_empresas
 
Fluxo cxdescontado
Fluxo cxdescontadoFluxo cxdescontado
Fluxo cxdescontado
 
Fluxo de caixa livre
Fluxo de caixa livreFluxo de caixa livre
Fluxo de caixa livre
 
4 negociações comerciais
4 negociações comerciais4 negociações comerciais
4 negociações comerciais
 
A sucessão legítima no novo código civil
A sucessão legítima no novo código civilA sucessão legítima no novo código civil
A sucessão legítima no novo código civil
 
Cap. 1 aspectos básicos do orçamento
Cap. 1 aspectos básicos do orçamentoCap. 1 aspectos básicos do orçamento
Cap. 1 aspectos básicos do orçamento
 
81379448 adm financeira facil
81379448 adm financeira facil81379448 adm financeira facil
81379448 adm financeira facil
 
Capial circulante líquido e a insolvência
Capial circulante líquido e a insolvênciaCapial circulante líquido e a insolvência
Capial circulante líquido e a insolvência
 

Balanço patrimonial

  • 1. BALANÇO PATRIMONIAL O balanço patrimonial, após reformulação dada pela lei 11.638/07 juntamente com a MP 449/08, a princípio introduziram um novo conceito globalizado para este demonstrativo. Ocorre que atualmente (2008 em diante) neste demonstrativo deve ser evidenciado tanto para o ativo quanto para o passivo a parcela que corresponde ao "circulante" da empresa e ao "não- circulante". Na Contabilidade e no Direito, a palavra "balanço" decorre do equilíbrio ou da igualdade expresso nas seguintes fórmulas contábeis: • Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido • Aplicações = Origens. Cientificamente falando, o balanço patrimonial é obrigatório para todos os empresários e sociedades com duas exceções previstas (rurais e pequenos empresários) e sua estrutura é uma consequência das partidas dobradas aonde para um ou mais crédito existirá um ou mais débito de mesmo valor. Os "pequenos empresários" são as empresas familiares onde a própria família trabalha nela e não tem empregados contratados, não os confunda com os donos de Empresa de Pequeno Porte (EPP). Grosso modo podemos pensar em parte na idéia de uma balança de dois pratos, onde sempre encontramos a igualdade. A balança ainda remete à idéia de mensuração do peso. Só que no caso do balanço patrimonial não se mede o peso, mas o patrimônio. O termo patrimonial tem origem no patrimônio da empresa, ou seja, conjunto de bens, direitos e obrigações. Juntando as duas partes, obtém-se o balanço patrimonial, equilíbrio do patrimônio, igualdade patrimonial. Em sentido amplo, o balanço evidencia a situação patrimonial da empresa em determinada data. Em terminologia moderna em uso no Brasil, o balanço é uma demonstração contábil que tem por finalidade apresentar a posição contábil, financeira e econômica de uma entidade (em geral uma empresa) em determinada data, representando uma posição estática (posição ou situação do patrimônio em determinada data). No Direito Privado, era chamado anteriormente pelo Código Comercial Brasileiro de "Balanço Geral". A partir da lei 6.404/76, o Balanço das companhias passou a ser denominado de "Balanço Patrimonial", procurando diferenciar essa Demonstração Contábil do "Balanço Financeiro", próprio das entidades sem fins lucrativos. O Código Comercial foi revogado e substituído pelo Código Civil, notadamente pelo Livro II "Do Direito de Empresa" que tem início em seu art. 966. O Balanço apresenta os ativos (bens e direitos) e passivos (obrigações) e o Patrimônio Líquido, que é resultante da diferença entre o total de ativos e passivos. Demonstrações contáveis O balanço patrimonial é parte de um conjunto de relatórios que compõem as demonstrações contáveis de uma entidade. Além do balanço, há a demonstração do resultado do exercício, a demonstração das mutações do patrimônio líquido, a demonstração de origens e aplicações de recursos, exigidas pela atual legislação societária brasileira. São também consideradas
  • 2. demonstrações contábeis a demonstração do valor adicionado, a demonstração dos lucros e prejuízos acumulados e a demonstração do fluxo de caixa. Tais demonstrações devem ser sempre apresentadas acompanhadas de notas explicativas. O Balanço patrimonial é a demonstração contábil que evidencia, resumidamente, o patrimônio da empresa, quantitativa e qualitativamente. O artigo 178 da Lei nº 6.404/1976 - Lei das sociedades por ações, alteradas pela Lei 11.638/07 e MP 449/08,estabelece o seguinte: Art. 178. No Balanço, as contas serão classificadas segundo os elementos do patrimônio que registrem e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da companhia. §1º No Ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos nelas registrados (e aquilo que se transforma mais rápido em dinheiro), nos seguintes grupos: a) Ativo circulante; b) Ativo não circulante; b1) Ativo realizável a longo prazo; b2) Ativo permanente, dividido em Investimentos, Ativo imobilizado e Ativo intangível. O Ativo diferido não é mais demonstrado. Nota de atualização: A partir da alteração da legislação societária promovida pela lei Lei 11.638/07, o Ativo intangível deve figurar no Balanço Patrimonial das empresas como subgrupo de Ativo Permanente, cujo objeto são os bens intangíveis anteriormente classificados no Ativo Imobilizado. §2º No passivo, as contas serão classificadas segundo a ordem decrescente de exigibilidade (e aquilo que temos que pagar de acordo com as datas), nos seguintes grupos: a) Passivo circulante; b) Passivo não circulante; b1) Passivo exigível a longo prazo; b2) 'Resultados de exercícios futuros; (não existe mais) c) Patrimônio líquido, dividido em capital social, reservas de capital, reservas de reavaliação, reserva de lucros e lucros ou prejuízos acumulados. §3º Os saldos devedores e credores que a companhia não tiver direito de compensar serão classificados separadamente. Nota de atualização: A partir da alteração da legislação societária promovida pela lei Lei 11.638/07, foi suprimida o grupo de contas intitulado Reserva de Reavaliação no Balanço Patrimonial. As contas do Ativo sujeitas à depreciação, à amortização, à exaustão e à provisão para créditos de liquidação duvidosa e outras provisões aparecerão, no Balanço Patrimonial, deduzidas das respectivas depreciações, amortizações, exaustões ou provisões para créditos de liquidação duvidosa e outras provisões. Classificação das contas
  • 3. Conforme o art. 178 da Lei nº 6.404/76, "no balanço, as contas serão classificadas segundo os elementos do patrimônio que registrem, e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da companhia". Órgãos regulamentadores Os critérios para a elaboração do balanço e demais demonstrações contábeis são definidos por órgãos específicos de cada país. No Brasil esse órgão é o Conselho Federal de Contabilidade- CFC, que expede as normas gerais sobre temas contábeis. Há outros órgãos oficiais brasileiros, como a Comissão de Valores Mobiliários - CVM, o Banco Central do Brasil, a STN - Secretaria do Tesouro Nacional e os Tribunais de Contas, dentre outros, que podem expedir normas específicas para as instituições por eles fiscalizadas. Ver também • Contabilidade • Demonstrações contábeis • Análise de balanço • Análise financeira • Análise contábil http://pt.wikipedia.org/wiki/Balan%C3%A7o_patrimonial