SlideShare uma empresa Scribd logo
REABILITAÇÃO  EM LESÃO MEDULAR
MEDULA ESPINHAL   Via de  comunicação  cérebro  X  restante do corpo Centro  regulador  de funções nobres
LESÃO MEDULAR Déficits  sensitivos   motores   Alterações  viscerais sexuais   tróficas
ETIOLOGIA TRAUMÁTICA :   fraturas de coluna luxações de vértebras compressão medular
ETIOLOGIA NÃO TRAUMÁTICA :  infecciosa  vascular  tumoral degenerativa
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS DEPENDEM DE:
NÍVEL DA LESÃO Acima de  T1 = Tetraplegia Abaixo de  T1 = Paraplegia
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
DISFUNÇÃO NEUROGÊNICA DE BEXIGA: NMS :  Completa  = bexiga  reflexa Incompleta  = bexiga  não inibida NMI : Bexiga  autônoma  ou flácida
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
COMPLICAÇÕES UROLÓGICAS:
PREVENÇÃO:
ALTERAÇÕES SEXUAIS: Sexo masculino  : disfunção erétil ejaculação retrógrada infertilidade Sexo feminino  : alterações da lubrificação vaginal fertilidade preservada
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],COMPLICAÇÕES OSTEO-ARTICULARES:
COMPLICAÇÕES OSTEO-ARTICULARES: ,[object Object]
COMPLICAÇÕES OSTEO-ARTICULARES: ,[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ÚLCERAS DE PRESSÃO: - FATORES PREDISPONENTES -
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ÚLCERAS DE PRESSÃO - CLASSIFICAÇÃO -
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],TRATAMENTO  -FASE AGUDA -
TRATAMENTO: - FASE AGUDA (cont.) -  4.  Cinesioterapia 5.  Fisioterapia respiratória   6. Vigilância dos esfíncteres 7. Treino para aquisição de posturas mais altas 8. Suporte psicológico 9. Orientação à família
TRATAMENTO: - FASE AGUDA (cont.) -
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
METAS FUNCIONAIS: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
METAS FUNCIONAIS: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
METAS FUNCIONAIS: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
METAS FUNCIONAIS: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
METAS FUNCIONAIS: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
METAS FUNCIONAIS: ,[object Object],T10-T12
METAS FUNCIONAIS: L1-L2 ,[object Object]
METAS FUNCIONAIS: L3-L4 ,[object Object]
METAS FUNCIONAIS: L5 ,[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PROGNÓTICO X METAS:
PROGNÓTICO X METAS:
“  A  Reabilitação  Médica é um conceito dinâmico e um projeto de ação ; as capacidades da  equipe  de Reabilitação, formada por médicos fisiatras, fisioterapeutas, enfermeiros, assistentes sociais, assessores e demais pessoal técnico, se integram e constituem uma força cuja finalidade é ajudar o paciente a  realizar suas máximas possibilidades físicas, emocionais, sociais e vocacionais  .”  Dr Howard A. Rusk, 1964

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tônus muscular
Tônus muscularTônus muscular
Tônus muscular
Psicomotricidade
 
Paralisia cerebral
Paralisia cerebralParalisia cerebral
Paralisia cerebral
Natha Fisioterapia
 
Aula 1 anamese
Aula 1 anameseAula 1 anamese
Aula 1 anamese
Fernanda Francalin
 
Williams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Williams, mackenzie, klapp e feldenkraisWilliams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Williams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Thalita Tassiani
 
ESCALA DE EQUILÍBRIO DE BERG e ESCALA DE MOBILIDADE E EQUILÍBRIO DE TINETTI
ESCALA DE EQUILÍBRIO DE BERG e ESCALA DE MOBILIDADE E EQUILÍBRIO DE TINETTIESCALA DE EQUILÍBRIO DE BERG e ESCALA DE MOBILIDADE E EQUILÍBRIO DE TINETTI
ESCALA DE EQUILÍBRIO DE BERG e ESCALA DE MOBILIDADE E EQUILÍBRIO DE TINETTI
Renan Malaquias
 
Coluna Lombar
Coluna LombarColuna Lombar
Coluna Lombar
Professor Robson
 
Bma, avaliação neural do adulto
Bma, avaliação neural do adultoBma, avaliação neural do adulto
Bma, avaliação neural do adulto
saulo vinicius
 
Força 17 Exame Neurológico
Força 17 Exame NeurológicoForça 17 Exame Neurológico
Força 17 Exame Neurológico
Paulo Alambert
 
Marcha
MarchaMarcha
Marcha
Diana Soares
 
Aplicação da medida de independência funcional mif
Aplicação da medida de independência funcional   mifAplicação da medida de independência funcional   mif
Aplicação da medida de independência funcional mif
∆ Érika Cristina Diniz Mortati
 
Cinesiologia e biomecanica do cotovelo
Cinesiologia e biomecanica do cotoveloCinesiologia e biomecanica do cotovelo
Cinesiologia e biomecanica do cotovelo
Claudio Pereira
 
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marchaAvaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Natha Fisioterapia
 
Tônus Muscular
Tônus MuscularTônus Muscular
Tônus Muscular
Fernando S. S. Barbosa
 
Fisioterapia Em Traumatofuncional
Fisioterapia Em TraumatofuncionalFisioterapia Em Traumatofuncional
Fisioterapia Em Traumatofuncional
Secretaria Municipal da Cidade do Rio de Janeiro
 
Aula Marcha humana normal.ppt
Aula Marcha humana normal.pptAula Marcha humana normal.ppt
Aula Marcha humana normal.ppt
IzabelVieira8
 
Anamnese neurológica
Anamnese neurológicaAnamnese neurológica
Anamnese neurológica
pauloalambert
 
Síndrome piramidal
Síndrome piramidalSíndrome piramidal
Síndrome piramidal
Dr. Rafael Higashi
 
Trauma raquimedular
Trauma raquimedularTrauma raquimedular
Trauma raquimedular
Letícia Siriano
 
Dnpm
DnpmDnpm
Dor em Membros Superiores
Dor em Membros SuperioresDor em Membros Superiores
Dor em Membros Superiores
pauloalambert
 

Mais procurados (20)

Tônus muscular
Tônus muscularTônus muscular
Tônus muscular
 
Paralisia cerebral
Paralisia cerebralParalisia cerebral
Paralisia cerebral
 
Aula 1 anamese
Aula 1 anameseAula 1 anamese
Aula 1 anamese
 
Williams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Williams, mackenzie, klapp e feldenkraisWilliams, mackenzie, klapp e feldenkrais
Williams, mackenzie, klapp e feldenkrais
 
ESCALA DE EQUILÍBRIO DE BERG e ESCALA DE MOBILIDADE E EQUILÍBRIO DE TINETTI
ESCALA DE EQUILÍBRIO DE BERG e ESCALA DE MOBILIDADE E EQUILÍBRIO DE TINETTIESCALA DE EQUILÍBRIO DE BERG e ESCALA DE MOBILIDADE E EQUILÍBRIO DE TINETTI
ESCALA DE EQUILÍBRIO DE BERG e ESCALA DE MOBILIDADE E EQUILÍBRIO DE TINETTI
 
Coluna Lombar
Coluna LombarColuna Lombar
Coluna Lombar
 
Bma, avaliação neural do adulto
Bma, avaliação neural do adultoBma, avaliação neural do adulto
Bma, avaliação neural do adulto
 
Força 17 Exame Neurológico
Força 17 Exame NeurológicoForça 17 Exame Neurológico
Força 17 Exame Neurológico
 
Marcha
MarchaMarcha
Marcha
 
Aplicação da medida de independência funcional mif
Aplicação da medida de independência funcional   mifAplicação da medida de independência funcional   mif
Aplicação da medida de independência funcional mif
 
Cinesiologia e biomecanica do cotovelo
Cinesiologia e biomecanica do cotoveloCinesiologia e biomecanica do cotovelo
Cinesiologia e biomecanica do cotovelo
 
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marchaAvaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
Avaliacao sensorial, funcao motora, coordenacao e marcha
 
Tônus Muscular
Tônus MuscularTônus Muscular
Tônus Muscular
 
Fisioterapia Em Traumatofuncional
Fisioterapia Em TraumatofuncionalFisioterapia Em Traumatofuncional
Fisioterapia Em Traumatofuncional
 
Aula Marcha humana normal.ppt
Aula Marcha humana normal.pptAula Marcha humana normal.ppt
Aula Marcha humana normal.ppt
 
Anamnese neurológica
Anamnese neurológicaAnamnese neurológica
Anamnese neurológica
 
Síndrome piramidal
Síndrome piramidalSíndrome piramidal
Síndrome piramidal
 
Trauma raquimedular
Trauma raquimedularTrauma raquimedular
Trauma raquimedular
 
Dnpm
DnpmDnpm
Dnpm
 
Dor em Membros Superiores
Dor em Membros SuperioresDor em Membros Superiores
Dor em Membros Superiores
 

Semelhante a Aula Lesão Medular Aacd

Propedeutica osteoarticular
Propedeutica osteoarticularPropedeutica osteoarticular
Propedeutica osteoarticular
Germano Silva
 
Espondilolise e espondilolistese
Espondilolise e espondilolisteseEspondilolise e espondilolistese
Espondilolise e espondilolistese
Dr. Márcio Rogério Borges Silveira
 
Trauma vertebromedular.pdf
Trauma vertebromedular.pdfTrauma vertebromedular.pdf
Trauma vertebromedular.pdf
AdrianoCosta696471
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Luiz Otavio Quintino
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Kn Expedições
 
Aula hérnia de disco lombar
Aula hérnia de disco lombarAula hérnia de disco lombar
Cadeias musculares
Cadeias muscularesCadeias musculares
Cadeias musculares
Tatiane Piucco
 
Anesthetics considerations for spine surgery
Anesthetics considerations for spine surgeryAnesthetics considerations for spine surgery
Anesthetics considerations for spine surgery
Carlos D A Bersot
 
Aula Marcha.pdf
Aula Marcha.pdfAula Marcha.pdf
Aula Marcha.pdf
FabioMagalhaes20
 
Seminario Pé - pediatrico
Seminario Pé - pediatricoSeminario Pé - pediatrico
Seminario Pé - pediatrico
Fagner Athayde
 
disturbios cerebelares
disturbios cerebelaresdisturbios cerebelares
disturbios cerebelares
Sebastiao Margarida
 
Complexo articular do quadril
Complexo articular do quadrilComplexo articular do quadril
Complexo articular do quadril
RogrioRodriguesdeMen
 
Aula pé cavo
Aula pé cavoAula pé cavo
Aula pé cavo
Mauricio Fabiani
 
Maratona nervosa definitivo
Maratona nervosa definitivoMaratona nervosa definitivo
Maratona nervosa definitivo
Ricardo Nunes
 
Exploracion de la columna cervical
Exploracion de la columna cervicalExploracion de la columna cervical
Exploracion de la columna cervical
DrRuben Cardenas
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
yan1305goncalves
 
Modulo 17
Modulo 17Modulo 17
Modulo 17
SemioOrto
 
Posicionamentos e transferências
Posicionamentos e transferênciasPosicionamentos e transferências
Posicionamentos e transferências
eccifafe
 
LesãO Plexo Braquial E Paralisia Obstetrica
LesãO Plexo Braquial E Paralisia ObstetricaLesãO Plexo Braquial E Paralisia Obstetrica
LesãO Plexo Braquial E Paralisia Obstetrica
Marcelo Benedet Tournier
 
Quadril - Exame Físico
Quadril - Exame FísicoQuadril - Exame Físico
Quadril - Exame Físico
Guilherme Biasuz
 

Semelhante a Aula Lesão Medular Aacd (20)

Propedeutica osteoarticular
Propedeutica osteoarticularPropedeutica osteoarticular
Propedeutica osteoarticular
 
Espondilolise e espondilolistese
Espondilolise e espondilolisteseEspondilolise e espondilolistese
Espondilolise e espondilolistese
 
Trauma vertebromedular.pdf
Trauma vertebromedular.pdfTrauma vertebromedular.pdf
Trauma vertebromedular.pdf
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
 
Aula hérnia de disco lombar
Aula hérnia de disco lombarAula hérnia de disco lombar
Aula hérnia de disco lombar
 
Cadeias musculares
Cadeias muscularesCadeias musculares
Cadeias musculares
 
Anesthetics considerations for spine surgery
Anesthetics considerations for spine surgeryAnesthetics considerations for spine surgery
Anesthetics considerations for spine surgery
 
Aula Marcha.pdf
Aula Marcha.pdfAula Marcha.pdf
Aula Marcha.pdf
 
Seminario Pé - pediatrico
Seminario Pé - pediatricoSeminario Pé - pediatrico
Seminario Pé - pediatrico
 
disturbios cerebelares
disturbios cerebelaresdisturbios cerebelares
disturbios cerebelares
 
Complexo articular do quadril
Complexo articular do quadrilComplexo articular do quadril
Complexo articular do quadril
 
Aula pé cavo
Aula pé cavoAula pé cavo
Aula pé cavo
 
Maratona nervosa definitivo
Maratona nervosa definitivoMaratona nervosa definitivo
Maratona nervosa definitivo
 
Exploracion de la columna cervical
Exploracion de la columna cervicalExploracion de la columna cervical
Exploracion de la columna cervical
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Modulo 17
Modulo 17Modulo 17
Modulo 17
 
Posicionamentos e transferências
Posicionamentos e transferênciasPosicionamentos e transferências
Posicionamentos e transferências
 
LesãO Plexo Braquial E Paralisia Obstetrica
LesãO Plexo Braquial E Paralisia ObstetricaLesãO Plexo Braquial E Paralisia Obstetrica
LesãO Plexo Braquial E Paralisia Obstetrica
 
Quadril - Exame Físico
Quadril - Exame FísicoQuadril - Exame Físico
Quadril - Exame Físico
 

Aula Lesão Medular Aacd

  • 1. REABILITAÇÃO EM LESÃO MEDULAR
  • 2. MEDULA ESPINHAL Via de comunicação cérebro X restante do corpo Centro regulador de funções nobres
  • 3. LESÃO MEDULAR Déficits sensitivos motores Alterações viscerais sexuais tróficas
  • 4. ETIOLOGIA TRAUMÁTICA : fraturas de coluna luxações de vértebras compressão medular
  • 5. ETIOLOGIA NÃO TRAUMÁTICA : infecciosa vascular tumoral degenerativa
  • 6.
  • 7. NÍVEL DA LESÃO Acima de T1 = Tetraplegia Abaixo de T1 = Paraplegia
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13. DISFUNÇÃO NEUROGÊNICA DE BEXIGA: NMS : Completa = bexiga reflexa Incompleta = bexiga não inibida NMI : Bexiga autônoma ou flácida
  • 14.
  • 17. ALTERAÇÕES SEXUAIS: Sexo masculino : disfunção erétil ejaculação retrógrada infertilidade Sexo feminino : alterações da lubrificação vaginal fertilidade preservada
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25. TRATAMENTO: - FASE AGUDA (cont.) - 4. Cinesioterapia 5. Fisioterapia respiratória 6. Vigilância dos esfíncteres 7. Treino para aquisição de posturas mais altas 8. Suporte psicológico 9. Orientação à família
  • 26. TRATAMENTO: - FASE AGUDA (cont.) -
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 41. “ A Reabilitação Médica é um conceito dinâmico e um projeto de ação ; as capacidades da equipe de Reabilitação, formada por médicos fisiatras, fisioterapeutas, enfermeiros, assistentes sociais, assessores e demais pessoal técnico, se integram e constituem uma força cuja finalidade é ajudar o paciente a realizar suas máximas possibilidades físicas, emocionais, sociais e vocacionais .” Dr Howard A. Rusk, 1964