SlideShare uma empresa Scribd logo
Classe Aves
•Características gerais:
- penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia).
Penas: estruturas que revestem e isolam termicamente o corpo, permitindo a manutenção da
temperatura. A temperatura é relativamente mais alta (quando comparado com peixes, anfíbios e
répteis) em função das altas taxas metabólicas (reações exotérmicas).
Outras funções: auxilia no voo e na comunicação (padrão de cores).
Filo Chordata (Cordados)
Penas de
contorno
Classe Aves
•Características gerais:
- penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia).
Penas: estruturas que revestem e isolam termicamente o corpo, permitindo a manutenção da
temperatura. A temperatura é relativamente mais alta (quando comparado com peixes, anfíbios e
répteis) em função das altas taxas metabólicas (reações exotérmicas).
Outras funções: auxilia no voo e na comunicação (padrão de cores).
Origem dérmica e epidérmica:
- composição química: queratina
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Características gerais:
- penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia).
Penas: estruturas que revestem e isolam termicamente o corpo, permitindo a manutenção da
temperatura. A temperatura é relativamente mais alta (quando comparado com peixes, anfíbios e
répteis) em função das altas taxas metabólicas (reações exotérmicas).
- Outras funções: auxilia no voo e na comunicação (padrão de cores).
- Origem dérmica e epidérmica .
- Composição química: queratina.
- Origem evolutiva: registros fósseis sugerem que as penas derivaram de modificações ocorridas nas
escamas de certos répteis primitivos, do grupo dos dinossauros.
Filo Chordata (Cordados)
Filo Chordata (Cordados)
- Relações evolutivas dos vertebrados
Filo Chordata (Cordados)
- Relações evolutivas dos vertebrados
Fóssil de um Archeopteryx
Filo Chordata (Cordados)
- Relações evolutivas dos vertebrados
Representação de um Archeopteryx
Filo Chordata (Cordados)
- Relações evolutivas dos vertebrados
Filo Chordata (Cordados)
- Relações evolutivas dos vertebrados
Semelhanças entre aves e répteis:
- pele seca
- poucas glândulas
- anexos epidérmicos de queratina (garras,
escamas e bico)
Filo Chordata (Cordados)
- Relações evolutivas dos vertebrados
Representação do maior dinossauro com penas de que se tem notícia: Yutyrannus huali
O fóssil foi encontrado na China.
Classe Aves
•Características gerais:
- penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia).
Asas: as asas permitiram explorar habitats mais diversificados. Dentre outras características,
elas conferiram grande irradiação adaptativa ao grupo, que constitui a classe mais
biodiversa dos vertebrados.
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Características gerais:
- penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia).
Asas: algumas aves não podem voar em função da estrutura anatômica pouco aerodinâmica
(avestruzes e emas).
Filo Chordata (Cordados)
Avestruz
Ema
Classe Aves
•Características gerais:
- penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia).
Asas: outras aves tem as asas modificadas em remos: pinguins.
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Características gerais:
- penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia).
Homeotermia (endotermia): a temperatura mais elevada resulta do relativo aumento da
taxa metabólica. A temperatura corporal é mantida pela cobertura das penas e por uma
camada de gordura subcutânea, novidade evolutiva em vertebrados.
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Tegumentar: a superfície corporal é
impermeável e quase sem glândulas. Exceção
importante: glândula uropigiana - secreta um
óleo que lubrifica e impermeabiliza as penas e
o bico.
A pele possui grande quantidade de
queratina, da qual resultam penas, garras,
escamas e o bico.
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Digestório: possui basicamente as
mesmas estruturas comuns a todos os
vertebrados. Contudo, há a presença de
órgãos característicos como o papo
(armazenador), a moela (triturador) e o
proventrículo (estômago químico).
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Respiratório: pulmonar. Pulmões
com expansões membranosas chamadas
sacos aéreos, que penetram nas vísceras e em
certos ossos ocos (pneumáticos) – favorece o
voo devido à redução da massa corporal.
Filo Chordata (Cordados)
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Respiratório: pulmonar. Pulmões
com expansões membranosas chamadas
sacos aéreos, que penetram nas vísceras e em
certos ossos ocos (pneumáticos) – favorece o
voo devido à redução da massa corporal.
Além disso, os sacos aéreos aumentam a
superfície de trocas gasosas., otimizando a
eficiência da respiração.
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Respiratório: pulmonar. Pulmões
com expansões membranosas chamadas
sacos aéreos, que penetram nas vísceras e em
certos ossos ocos (pneumáticos) – favorece o
voo devido à redução da massa corporal.
Além disso, os sacos aéreos aumentam a
superfície de trocas gasosas., otimizando a
eficiência da respiração.
Possuem um "órgão do canto" chamado siringe, que se situa no final da traqueia antes da
ramificação em brônquios. A siringe é mais desenvolvida nos machos, pois o canto deles
serve para atrair as suas fêmeas e para delimitar os territórios.
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Circulatório: coração com 4
cavidades (2A e 2V) no qual NÃO ocorre
mistura de sangue arterial e venoso
(circulação dupla e completa). Com isso, o
metabolismo se tornou mais eficiente e
permitiu a ocorrência da endotermia
(homeotermia).
O sistema circulatório das aves é muito
semelhante ao dos mamíferos. Uma das
principais diferenças é o fato de a artéria
aorta ser curvada para a direita nas aves e
para a esquerda nos mamíferos.
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Nervoso: possui as
estruturas comuns a todos os
vertebrados. Trata-se de um tubo
neural com cavidade interna e
situado dorsalmente. O encéfalo é
protegido pelo crânio e a medula
espinhal pela coluna vertebral.
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Nervoso: possui as
estruturas comuns a todos os
vertebrados. Trata-se de um tubo
neural com cavidade interna e
situado dorsalmente. O encéfalo é
protegido pelo crânio e a medula
espinhal pela coluna vertebral.
Quanto aos sentidos, as aves têm
bem desenvolvidos o equilíbrio, a
visão
Os olhos possuem membrana
nictiante (proteção)
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Excretor: o ácido úrico é liberado com
pouca água, sob a forma de uma pasta
semissólida. Aves não possuem bexiga – facilita
o voo.
Sistema Reprodutor: dioicos com acentuado
dimorfismo sexual; desenvolvimento direto.
Todos ovíparos. Ovo com casca calcária (como
em répteis). As fêmeas chocam os ovos
(homeotermia) e praticam o comportamento do
cuidado parental.
As características dos sistemas
respiratório e circulatório, bem como
os mecanismos de isolamento
térmico, garantem a manutenção da
temperatura corporal independente
da temperatura ambiental. Para
dissipar o calor corporal, as aves
ofegam e abrem as asas
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Adaptações para o voo:
-Corpo aerodinâmico
-Penas e asas
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Adaptações para o voo:
-Corpo aerodinâmico
-Penas e asas
-Ossos pneumáticos
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Adaptações para o voo:
-Corpo aerodinâmico
-Penas e asas
-Ossos pneumáticos
-Esterno em quilha para
ancorar a musculatura
peitoral desenvolvida
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Adaptações para o voo:
-Corpo aerodinâmico
-Penas
-Ossos pneumáticos
-Esterno em quilha para
ancorar a musculatura
peitoral desenvolvida
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Adaptações para o voo:
-Corpo aerodinâmico
-Penas
-Ossos pneumáticos
-Esterno em quilha para
ancorar a musculatura
peitoral desenvolvida
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Adaptações para o voo:
-Corpo aerodinâmico
-Penas
-Ossos pneumáticos
-Esterno em quilha para
ancorar a musculatura
peitoral desenvolvida
-Ausência de dentes
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Adaptações para o voo:
-Corpo aerodinâmico
-Penas
-Ossos pneumáticos
-Esterno em quilha para
ancorar a musculatura
peitoral desenvolvida
-Ausência de dentes
-Seres ovíparos
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Filo Chordata (Cordados)
Classe Aves
•Fisiologia Geral:
Sistema Excretor: o ácido úrico é liberado com
pouca água, soba forma de uma pasta
semissólida. Aves não possuem bexiga – facilita
o voo.
Sistema Reprodutor: dioicos com acentuado
dimorfismo sexual; desenvolvimento direto.
Todos ovíparos. Ovo com casca calcária (como
em répteis). As fêmeas chocam os ovos
(homeotermia) e praticam o comportamento do
cuidado parental.
As características dos sistemas
respiratório e circulatório, bem como
os mecanismos de isolamento
térmico, garantem a manutenção da
temperatura corporal independente
da temperatura ambiental. Para
dissipar o calor corporal, as aves
ofegam e abrem as asas
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
Aula de aves
As penas evoluíram de escamas encontradas em répteis e dinossauros. As aves têm
vários tipos de penas, cada uma com sua estrutura especializada dependendo de sua
função. Elas dependem destas penas especializadas para propósitos cruciais. Sua
habilidade de voar, em particular, depende das penas de contorno e de vôo. As penas
de contorno são encontradas na superfície do corpo e ajudam a fazer com que a ave
fique aerodinâmica e plana, e reduz a turbulência. As penas grandes de vôo
nas asas e cauda atuam como um leme no vôo, dando controle aerodinâmico.
Penas macias oferecem calor às aves mantendo ar perto do corpo, isolando e
prevenindo que eles percam calor para o meio-ambiente - uma característica que os
humanos vêm utilizando durante anos para se manter aquecidos em roupas
de inverno e cobertores. As penas têm uma estrutura própria, sem coluna central e
protuberâncias cobertas de penugem que ajudam a manter o ar. A maioria dos filhotes é
coberta de penas macias, mas quando o animal chega a idade adulta elas ficam
escondidas atrás das penas de contorno.
As penas são muito importante no comportamento das aves. Os machos de muitas
espécies têm penas coloridas e vibrantes elaboradas em cristas e nas caudas, que são
usadas como sinais durante o acasalamento. O pavão é um dos exemplos mais
conhecidos, graças à sua cauda colorida. Em contraste, as penas das fêmeas são
freqüentemente de cores apagadas, provavelmente para ajudar na camuflagem,
evitando chamar a atenção depredadores para os seus ninhos e sua prole.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula de aves aprendendo tudo sobre a anatomia das aves
Aula de aves aprendendo tudo sobre a anatomia das avesAula de aves aprendendo tudo sobre a anatomia das aves
Aula de aves aprendendo tudo sobre a anatomia das aves
Emanuel Coutinho de Almeida
 
Aula 1 ezoognósia
Aula 1 ezoognósiaAula 1 ezoognósia
Aula 1 ezoognósia
UFSC
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
emanuel
 
Sistema respiratório veterinária
Sistema respiratório veterináriaSistema respiratório veterinária
Sistema respiratório veterinária
Marília Gomes
 
Zootecnia Geral - Coelhos
Zootecnia Geral - CoelhosZootecnia Geral - Coelhos
Zootecnia Geral - Coelhos
Bruno Anacleto
 
Classe insecta
Classe insecta Classe insecta
Classe insecta
Thalita Maciel de Melo
 
Miologia - anatomia veterinária I
Miologia - anatomia veterinária IMiologia - anatomia veterinária I
Miologia - anatomia veterinária I
Marília Gomes
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Leonardo Kaplan
 
IV.4 aves
IV.4 avesIV.4 aves
IV.4 aves
Rebeca Vale
 
Sistema digestório - Anatomia animal
Sistema digestório - Anatomia animal Sistema digestório - Anatomia animal
Sistema digestório - Anatomia animal
Marília Gomes
 
Artrópodes: Insetos
Artrópodes: InsetosArtrópodes: Insetos
Artrópodes: Insetos
Marcela Salgado Bonizi
 
Aves
AvesAves
Aves
Claudson
 
classe das aves
classe das avesclasse das aves
classe das aves
Iago Feitosa
 
Origem, evolução e filogenia de Chordata e Craniata
Origem, evolução e filogenia de Chordata e CraniataOrigem, evolução e filogenia de Chordata e Craniata
Origem, evolução e filogenia de Chordata e Craniata
Guellity Marcel
 
Anatomofisiologia da reprodução e manejo reprodutivo de suínos
Anatomofisiologia da reprodução e manejo reprodutivo de suínosAnatomofisiologia da reprodução e manejo reprodutivo de suínos
Anatomofisiologia da reprodução e manejo reprodutivo de suínos
Marília Gomes
 
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa   cabeça e apêndices cefálicosMorfologia externa   cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Topografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tóraxTopografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tórax
Marília Gomes
 
Entomologia
EntomologiaEntomologia
Sistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterináriaSistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterinária
Marília Gomes
 
Manejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinosManejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinos
Killer Max
 

Mais procurados (20)

Aula de aves aprendendo tudo sobre a anatomia das aves
Aula de aves aprendendo tudo sobre a anatomia das avesAula de aves aprendendo tudo sobre a anatomia das aves
Aula de aves aprendendo tudo sobre a anatomia das aves
 
Aula 1 ezoognósia
Aula 1 ezoognósiaAula 1 ezoognósia
Aula 1 ezoognósia
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
Sistema respiratório veterinária
Sistema respiratório veterináriaSistema respiratório veterinária
Sistema respiratório veterinária
 
Zootecnia Geral - Coelhos
Zootecnia Geral - CoelhosZootecnia Geral - Coelhos
Zootecnia Geral - Coelhos
 
Classe insecta
Classe insecta Classe insecta
Classe insecta
 
Miologia - anatomia veterinária I
Miologia - anatomia veterinária IMiologia - anatomia veterinária I
Miologia - anatomia veterinária I
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
 
IV.4 aves
IV.4 avesIV.4 aves
IV.4 aves
 
Sistema digestório - Anatomia animal
Sistema digestório - Anatomia animal Sistema digestório - Anatomia animal
Sistema digestório - Anatomia animal
 
Artrópodes: Insetos
Artrópodes: InsetosArtrópodes: Insetos
Artrópodes: Insetos
 
Aves
AvesAves
Aves
 
classe das aves
classe das avesclasse das aves
classe das aves
 
Origem, evolução e filogenia de Chordata e Craniata
Origem, evolução e filogenia de Chordata e CraniataOrigem, evolução e filogenia de Chordata e Craniata
Origem, evolução e filogenia de Chordata e Craniata
 
Anatomofisiologia da reprodução e manejo reprodutivo de suínos
Anatomofisiologia da reprodução e manejo reprodutivo de suínosAnatomofisiologia da reprodução e manejo reprodutivo de suínos
Anatomofisiologia da reprodução e manejo reprodutivo de suínos
 
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa   cabeça e apêndices cefálicosMorfologia externa   cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
 
Topografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tóraxTopografia veterinária - tórax
Topografia veterinária - tórax
 
Entomologia
EntomologiaEntomologia
Entomologia
 
Sistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterináriaSistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterinária
 
Manejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinosManejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinos
 

Semelhante a Aula de aves

Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
TayssaAquila
 
Protocordados vertebrados16082011
Protocordados vertebrados16082011Protocordados vertebrados16082011
Protocordados vertebrados16082011
Raissa Araujo
 
Animais Vertebrados.ppt
Animais Vertebrados.pptAnimais Vertebrados.ppt
Animais Vertebrados.ppt
LinoReis1
 
Animais Vertebrados.ppt
Animais Vertebrados.pptAnimais Vertebrados.ppt
Animais Vertebrados.ppt
LinoReis1
 
Reino animalia - aves
Reino animalia - avesReino animalia - aves
Reino animalia - aves
Matheus Alves
 
Cordados- Zoologia dos Vertebrados
Cordados- Zoologia dos VertebradosCordados- Zoologia dos Vertebrados
Cordados- Zoologia dos Vertebrados
Carlos Priante
 
Aves e Mamíferos
Aves e Mamíferos Aves e Mamíferos
Aves e Mamíferos
robson226649
 
aves 2.pdf
aves 2.pdfaves 2.pdf
aves 2.pdf
rickriordan
 
Introdução aos cordados - subfilo vertebrata
Introdução aos cordados - subfilo vertebrataIntrodução aos cordados - subfilo vertebrata
Introdução aos cordados - subfilo vertebrata
Solana Boschilia
 
Aves
AvesAves
Aves
AvesAves
Aves
Damisa
 
4 - morfologia e fisiologia animal
4 - morfologia e fisiologia animal4 - morfologia e fisiologia animal
4 - morfologia e fisiologia animal
Marcus Magarinho
 
14a-aula--aves.pdf
14a-aula--aves.pdf14a-aula--aves.pdf
3 cordados
3 cordados3 cordados
Slide artropodes
Slide artropodesSlide artropodes
Slide artropodes
GabrielGabriolo
 
Aves
AvesAves
Aves
DeaaSouza
 
Vertebrados - protocordados - cordados - 7º ano ensino fundamental
Vertebrados - protocordados - cordados - 7º ano ensino fundamentalVertebrados - protocordados - cordados - 7º ano ensino fundamental
Vertebrados - protocordados - cordados - 7º ano ensino fundamental
Rosana Cunha Bueno
 
Aula cordados
Aula cordadosAula cordados
Aula cordados
denilsonbio
 
Estudo de aves
Estudo de  avesEstudo de  aves
Estudo de aves
Rafael Naiff
 
.Classe Aves.
.Classe Aves..Classe Aves.
.Classe Aves.
LucasCandor
 

Semelhante a Aula de aves (20)

Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
 
Protocordados vertebrados16082011
Protocordados vertebrados16082011Protocordados vertebrados16082011
Protocordados vertebrados16082011
 
Animais Vertebrados.ppt
Animais Vertebrados.pptAnimais Vertebrados.ppt
Animais Vertebrados.ppt
 
Animais Vertebrados.ppt
Animais Vertebrados.pptAnimais Vertebrados.ppt
Animais Vertebrados.ppt
 
Reino animalia - aves
Reino animalia - avesReino animalia - aves
Reino animalia - aves
 
Cordados- Zoologia dos Vertebrados
Cordados- Zoologia dos VertebradosCordados- Zoologia dos Vertebrados
Cordados- Zoologia dos Vertebrados
 
Aves e Mamíferos
Aves e Mamíferos Aves e Mamíferos
Aves e Mamíferos
 
aves 2.pdf
aves 2.pdfaves 2.pdf
aves 2.pdf
 
Introdução aos cordados - subfilo vertebrata
Introdução aos cordados - subfilo vertebrataIntrodução aos cordados - subfilo vertebrata
Introdução aos cordados - subfilo vertebrata
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Aves
AvesAves
Aves
 
4 - morfologia e fisiologia animal
4 - morfologia e fisiologia animal4 - morfologia e fisiologia animal
4 - morfologia e fisiologia animal
 
14a-aula--aves.pdf
14a-aula--aves.pdf14a-aula--aves.pdf
14a-aula--aves.pdf
 
3 cordados
3 cordados3 cordados
3 cordados
 
Slide artropodes
Slide artropodesSlide artropodes
Slide artropodes
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Vertebrados - protocordados - cordados - 7º ano ensino fundamental
Vertebrados - protocordados - cordados - 7º ano ensino fundamentalVertebrados - protocordados - cordados - 7º ano ensino fundamental
Vertebrados - protocordados - cordados - 7º ano ensino fundamental
 
Aula cordados
Aula cordadosAula cordados
Aula cordados
 
Estudo de aves
Estudo de  avesEstudo de  aves
Estudo de aves
 
.Classe Aves.
.Classe Aves..Classe Aves.
.Classe Aves.
 

Último

apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 

Aula de aves

  • 1. Classe Aves •Características gerais: - penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia). Penas: estruturas que revestem e isolam termicamente o corpo, permitindo a manutenção da temperatura. A temperatura é relativamente mais alta (quando comparado com peixes, anfíbios e répteis) em função das altas taxas metabólicas (reações exotérmicas). Outras funções: auxilia no voo e na comunicação (padrão de cores). Filo Chordata (Cordados) Penas de contorno
  • 2. Classe Aves •Características gerais: - penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia). Penas: estruturas que revestem e isolam termicamente o corpo, permitindo a manutenção da temperatura. A temperatura é relativamente mais alta (quando comparado com peixes, anfíbios e répteis) em função das altas taxas metabólicas (reações exotérmicas). Outras funções: auxilia no voo e na comunicação (padrão de cores). Origem dérmica e epidérmica: - composição química: queratina Filo Chordata (Cordados)
  • 3. Classe Aves •Características gerais: - penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia). Penas: estruturas que revestem e isolam termicamente o corpo, permitindo a manutenção da temperatura. A temperatura é relativamente mais alta (quando comparado com peixes, anfíbios e répteis) em função das altas taxas metabólicas (reações exotérmicas). - Outras funções: auxilia no voo e na comunicação (padrão de cores). - Origem dérmica e epidérmica . - Composição química: queratina. - Origem evolutiva: registros fósseis sugerem que as penas derivaram de modificações ocorridas nas escamas de certos répteis primitivos, do grupo dos dinossauros. Filo Chordata (Cordados)
  • 4. Filo Chordata (Cordados) - Relações evolutivas dos vertebrados
  • 5. Filo Chordata (Cordados) - Relações evolutivas dos vertebrados
  • 6. Fóssil de um Archeopteryx Filo Chordata (Cordados) - Relações evolutivas dos vertebrados
  • 7. Representação de um Archeopteryx Filo Chordata (Cordados) - Relações evolutivas dos vertebrados
  • 8. Filo Chordata (Cordados) - Relações evolutivas dos vertebrados Semelhanças entre aves e répteis: - pele seca - poucas glândulas - anexos epidérmicos de queratina (garras, escamas e bico)
  • 9. Filo Chordata (Cordados) - Relações evolutivas dos vertebrados Representação do maior dinossauro com penas de que se tem notícia: Yutyrannus huali O fóssil foi encontrado na China.
  • 10. Classe Aves •Características gerais: - penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia). Asas: as asas permitiram explorar habitats mais diversificados. Dentre outras características, elas conferiram grande irradiação adaptativa ao grupo, que constitui a classe mais biodiversa dos vertebrados. Filo Chordata (Cordados)
  • 11. Classe Aves •Características gerais: - penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia). Asas: algumas aves não podem voar em função da estrutura anatômica pouco aerodinâmica (avestruzes e emas). Filo Chordata (Cordados) Avestruz Ema
  • 12. Classe Aves •Características gerais: - penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia). Asas: outras aves tem as asas modificadas em remos: pinguins. Filo Chordata (Cordados)
  • 13. Classe Aves •Características gerais: - penas, membros anteriores modificados em asas, homeotermia (endotermia). Homeotermia (endotermia): a temperatura mais elevada resulta do relativo aumento da taxa metabólica. A temperatura corporal é mantida pela cobertura das penas e por uma camada de gordura subcutânea, novidade evolutiva em vertebrados. Filo Chordata (Cordados)
  • 14. Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Tegumentar: a superfície corporal é impermeável e quase sem glândulas. Exceção importante: glândula uropigiana - secreta um óleo que lubrifica e impermeabiliza as penas e o bico. A pele possui grande quantidade de queratina, da qual resultam penas, garras, escamas e o bico. Filo Chordata (Cordados)
  • 15. Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Digestório: possui basicamente as mesmas estruturas comuns a todos os vertebrados. Contudo, há a presença de órgãos característicos como o papo (armazenador), a moela (triturador) e o proventrículo (estômago químico). Filo Chordata (Cordados)
  • 16. Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Respiratório: pulmonar. Pulmões com expansões membranosas chamadas sacos aéreos, que penetram nas vísceras e em certos ossos ocos (pneumáticos) – favorece o voo devido à redução da massa corporal. Filo Chordata (Cordados)
  • 17. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Respiratório: pulmonar. Pulmões com expansões membranosas chamadas sacos aéreos, que penetram nas vísceras e em certos ossos ocos (pneumáticos) – favorece o voo devido à redução da massa corporal. Além disso, os sacos aéreos aumentam a superfície de trocas gasosas., otimizando a eficiência da respiração.
  • 18. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Respiratório: pulmonar. Pulmões com expansões membranosas chamadas sacos aéreos, que penetram nas vísceras e em certos ossos ocos (pneumáticos) – favorece o voo devido à redução da massa corporal. Além disso, os sacos aéreos aumentam a superfície de trocas gasosas., otimizando a eficiência da respiração. Possuem um "órgão do canto" chamado siringe, que se situa no final da traqueia antes da ramificação em brônquios. A siringe é mais desenvolvida nos machos, pois o canto deles serve para atrair as suas fêmeas e para delimitar os territórios.
  • 19. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Circulatório: coração com 4 cavidades (2A e 2V) no qual NÃO ocorre mistura de sangue arterial e venoso (circulação dupla e completa). Com isso, o metabolismo se tornou mais eficiente e permitiu a ocorrência da endotermia (homeotermia). O sistema circulatório das aves é muito semelhante ao dos mamíferos. Uma das principais diferenças é o fato de a artéria aorta ser curvada para a direita nas aves e para a esquerda nos mamíferos.
  • 20. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Nervoso: possui as estruturas comuns a todos os vertebrados. Trata-se de um tubo neural com cavidade interna e situado dorsalmente. O encéfalo é protegido pelo crânio e a medula espinhal pela coluna vertebral.
  • 21. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Nervoso: possui as estruturas comuns a todos os vertebrados. Trata-se de um tubo neural com cavidade interna e situado dorsalmente. O encéfalo é protegido pelo crânio e a medula espinhal pela coluna vertebral. Quanto aos sentidos, as aves têm bem desenvolvidos o equilíbrio, a visão Os olhos possuem membrana nictiante (proteção)
  • 22. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Excretor: o ácido úrico é liberado com pouca água, sob a forma de uma pasta semissólida. Aves não possuem bexiga – facilita o voo. Sistema Reprodutor: dioicos com acentuado dimorfismo sexual; desenvolvimento direto. Todos ovíparos. Ovo com casca calcária (como em répteis). As fêmeas chocam os ovos (homeotermia) e praticam o comportamento do cuidado parental. As características dos sistemas respiratório e circulatório, bem como os mecanismos de isolamento térmico, garantem a manutenção da temperatura corporal independente da temperatura ambiental. Para dissipar o calor corporal, as aves ofegam e abrem as asas
  • 23. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Adaptações para o voo: -Corpo aerodinâmico -Penas e asas
  • 24. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Adaptações para o voo: -Corpo aerodinâmico -Penas e asas -Ossos pneumáticos
  • 25. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Adaptações para o voo: -Corpo aerodinâmico -Penas e asas -Ossos pneumáticos -Esterno em quilha para ancorar a musculatura peitoral desenvolvida
  • 26. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Adaptações para o voo: -Corpo aerodinâmico -Penas -Ossos pneumáticos -Esterno em quilha para ancorar a musculatura peitoral desenvolvida
  • 27. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Adaptações para o voo: -Corpo aerodinâmico -Penas -Ossos pneumáticos -Esterno em quilha para ancorar a musculatura peitoral desenvolvida
  • 28. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Adaptações para o voo: -Corpo aerodinâmico -Penas -Ossos pneumáticos -Esterno em quilha para ancorar a musculatura peitoral desenvolvida -Ausência de dentes
  • 29. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Adaptações para o voo: -Corpo aerodinâmico -Penas -Ossos pneumáticos -Esterno em quilha para ancorar a musculatura peitoral desenvolvida -Ausência de dentes -Seres ovíparos
  • 41. Filo Chordata (Cordados) Classe Aves •Fisiologia Geral: Sistema Excretor: o ácido úrico é liberado com pouca água, soba forma de uma pasta semissólida. Aves não possuem bexiga – facilita o voo. Sistema Reprodutor: dioicos com acentuado dimorfismo sexual; desenvolvimento direto. Todos ovíparos. Ovo com casca calcária (como em répteis). As fêmeas chocam os ovos (homeotermia) e praticam o comportamento do cuidado parental. As características dos sistemas respiratório e circulatório, bem como os mecanismos de isolamento térmico, garantem a manutenção da temperatura corporal independente da temperatura ambiental. Para dissipar o calor corporal, as aves ofegam e abrem as asas
  • 47. As penas evoluíram de escamas encontradas em répteis e dinossauros. As aves têm vários tipos de penas, cada uma com sua estrutura especializada dependendo de sua função. Elas dependem destas penas especializadas para propósitos cruciais. Sua habilidade de voar, em particular, depende das penas de contorno e de vôo. As penas de contorno são encontradas na superfície do corpo e ajudam a fazer com que a ave fique aerodinâmica e plana, e reduz a turbulência. As penas grandes de vôo nas asas e cauda atuam como um leme no vôo, dando controle aerodinâmico. Penas macias oferecem calor às aves mantendo ar perto do corpo, isolando e prevenindo que eles percam calor para o meio-ambiente - uma característica que os humanos vêm utilizando durante anos para se manter aquecidos em roupas de inverno e cobertores. As penas têm uma estrutura própria, sem coluna central e protuberâncias cobertas de penugem que ajudam a manter o ar. A maioria dos filhotes é coberta de penas macias, mas quando o animal chega a idade adulta elas ficam escondidas atrás das penas de contorno. As penas são muito importante no comportamento das aves. Os machos de muitas espécies têm penas coloridas e vibrantes elaboradas em cristas e nas caudas, que são usadas como sinais durante o acasalamento. O pavão é um dos exemplos mais conhecidos, graças à sua cauda colorida. Em contraste, as penas das fêmeas são freqüentemente de cores apagadas, provavelmente para ajudar na camuflagem, evitando chamar a atenção depredadores para os seus ninhos e sua prole.