SlideShare uma empresa Scribd logo
ATIVIDADE 1:
As teorias de Robert Gagné, Jerome
Bruner, David Ausubel e Paulo
Freire.
A proposta idealizada por Gagné situa-se entre o behaviorismo e o cognitivismo, pois
apresenta a construção da aprendizagem por meio de estímulos, respostas, estimulação do
ambiente, comportamentos, sem deixar de abordar processos internos de aprendizagem, além
de enfatizar a importância das teorias de aprendizagem para a instrução. Esta mescla permite
uma visão mas conservadora do processo de aprendizagem, nesta passagem representada pelo
behaviorismo, sem deixar de levar em conta as novas percepção que surgiram com o
cognitivismo.
A TEORIA DE ROBERT GAGNÉ
A aprendizagem, segundo Gagné:
“É uma mudança de estado interior que se manifesta por meio da mudança de
comportamento e na persistência dessa mudança. Um observador externo pode reconhecer
que houve aprendizagem quando observa a ocorrência de uma mudança comportamental e
também a permanência desta mudança.”
A TEORIA DE ROBERT GAGNÉ
Nessa teoria, são dois tipos distintos de eventos, os externos e os internos ao aprendiz:
O externo é relacionado à estimulação e ao produto consequência da sua resposta.
O interno ocorrendo no sistema nervoso central do estudante, inferidos de observações
externas.
Assim o processo de aprendizagem se completa, a partir da combinação dos dois eventos.
A TEORIA DE ROBERT GAGNÉ
Segundo Bruner, o que é relevante em uma matéria de ensino é sua estrutura, suas ideias e
relações fundamentais. Para haver fidelidade à estrutura básica da matéria tratada, pensadores e
cientistas mais capazes em cada disciplina particular devem ser mobilizados. Quanto à questão de
como ensinar, Bruner destaca o processo da descoberta, através da exploração de alternativas e o
currículo em espiral. O método da descoberta consiste de conteúdos de ensino percebidos pelo
aprendiz em termos de problemas, relações e lacunas que ele deve preencher, a fim de que a
aprendizagem seja considerada significante e relevante. Com isso, o ambiente para a aprendizagem
por descoberta deve proporcionar alternativas, resultando no aparecimento de relações e
similaridades.
A TEORIA DE JEROME BRUNER
Também, segundo Bruner, a descoberta de um princípio ou de uma relação, pelo
aprendiz, é essencialmente idêntica à descoberta que um cientista faz em seu laboratório O
currículo em espiral, por sua vez, significa que o aprendiz deve ter a oportunidade de ver o
mesmo tópico mais de uma vez, em diferentes níveis de profundidade e em diferentes modos de
representação.
A TEORIA DE JEROME BRUNER
O conceito central da teoria de Ausubel é o de aprendizagem significativa, um processo
através do qual uma nova informação se relaciona de maneira não arbitrária e substantiva a um
aspecto relevante da estrutura cognitiva do indivíduo. Neste processo a nova informação interage
com uma estrutura de conhecimento específica, a qual Ausubel chama de subsunçor", existente na
estrutura cognitiva de quem aprende. O "subsunçor" é um conceito, uma idéia, uma proposição já
existente na estrutura cognitiva, capaz de servir de "ancoradouro" a uma nova informação de modo
que ela adquira, assim, significado para o indivíduo: a aprendizagem significativa ocorre quando a
nova informação "ancora-se" em conceitos relevantes preexistentes na estrutura cognitiva.
A TEORIA DE DAVID AUSUBEL
A teoria de Ausubel leva em conta a história do sujeito e ressalta o papel dos docentes
na proposição de situações que favoreçam a aprendizagem. De acordo com ele, há duas
condições para que a aprendizagem significativa ocorra: o conteúdo a ser ensinado deve ser
potencialmente revelador e o estudante precisa estar disposto a relacionar o material de
maneira consistente e não arbitrária.
A TEORIA DE DAVID AUSUBEL
Freire argumentava que existe uma sabedoria popular, ou seja, os alunos trazem
consigo vivências, conhecimentos e hábitos que devem ser levados em conta no sentido de uma
conscientização visando, como fim, a uma transformação social.
A TEORIA DE PAULO FREIRE
A verdadeira aprendizagem é aquela que transforma o sujeito, ou seja, os saberes ensinados
são reconstruídos pelos educadores e educandos e, a partir dessa reconstrução, tornam-se
autônomos, emancipados, questionadores, inacabados. “Nas condições de verdadeira aprendizagem,
os educandos vão se transformando em reais sujeitos da construção e da reconstrução do saber
ensinado, ao lado do educador igualmente sujeito do processo”. (FREIRE, 1996, p. 26). Sob esse
ponto de vista, percebemos a posição do educando como sujeito desse processo de reformulação do
conhecimento, ao lado do educador. Ele passa a ser visto como agente e não mais como objeto, isto
é, ambos fazem parte do processo ensino-aprendizagem numa concepção progressivista.
A TEORIA DE PAULO FREIRE
O referido autor considera ainda que: “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as
possibilidades para a sua produção ou a sua construção” (FREIRE, 1996, p. 21).
Dito de outra forma, o docente deve transmitir o conhecimento buscando proporcionar ao
discente a compreensão do que foi exposto e, a partir daí, permitir que o mesmo dê um novo sentido,
quer dizer, a ideia é não dar respostas prontas, mas criar possibilidades, abrir oportunidades de
indagações e sugestões, de raciocínio, de opiniões diversas etc. Jamais impedir as interações, as
opiniões, os erros e os acertos, isto é, todos esses elementos permitirão que o aluno alcance o real
conhecimento e continue a buscá-lo incessantemente de forma autônoma e prazerosa.
A TEORIA DE PAULO FREIRE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Adorno educação e emancipação
Adorno educação e emancipaçãoAdorno educação e emancipação
Adorno educação e emancipação
Nivaldo Freitas
 
Teorias cognitivas tabela comparativa
Teorias cognitivas   tabela comparativaTeorias cognitivas   tabela comparativa
Teorias cognitivas tabela comparativa
CDIM Daniel
 
David ausubel - Aprendizagem Significativa
David ausubel - Aprendizagem SignificativaDavid ausubel - Aprendizagem Significativa
David ausubel - Aprendizagem Significativa
Kete Martins Rufino
 
1. o educador do século XXI
1. o educador do século XXI1. o educador do século XXI
1. o educador do século XXI
Daniel de Carvalho Luz
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
Librol
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
angelafreire
 
Informática na educação instrucionismo x construcionismo
Informática na educação  instrucionismo x construcionismoInformática na educação  instrucionismo x construcionismo
Informática na educação instrucionismo x construcionismo
naiarasandrine
 
"Desafios do docente na educação do século XXI", por Josiane Tonelotto
"Desafios do docente na educação do século XXI", por Josiane Tonelotto"Desafios do docente na educação do século XXI", por Josiane Tonelotto
"Desafios do docente na educação do século XXI", por Josiane Tonelotto
Desafios da Educação
 
Seminario construtivismo 24-04
Seminario construtivismo   24-04Seminario construtivismo   24-04
Seminario construtivismo 24-04
mefurb
 
A Teoria Sociocultural de Vygotsky
A Teoria Sociocultural de VygotskyA Teoria Sociocultural de Vygotsky
A Teoria Sociocultural de Vygotsky
Thaíse Marcião
 
Teoria de David Ausubel
Teoria de David AusubelTeoria de David Ausubel
Teoria de David Ausubel
Fernando Augusto
 
Aprendizagem significativa 1
Aprendizagem significativa   1Aprendizagem significativa   1
Aprendizagem significativa 1
Valeria Gonçalves
 
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de AprendizagemTeorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
Sabrina Mariana
 
Vigotski seminário
Vigotski seminárioVigotski seminário
Vigotski seminário
Eduardo Silva
 
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos PedagógicosTeorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Instituto Consciência GO
 
Piaget e Vygotsky Convergências e Divergências
Piaget e Vygotsky Convergências e DivergênciasPiaget e Vygotsky Convergências e Divergências
Piaget e Vygotsky Convergências e Divergências
Coach Jean Carlos Souza
 
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPointAtividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Márcio Emílio
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
ecleiamb
 
8.teorias psicogeneticas
8.teorias psicogeneticas8.teorias psicogeneticas
8.teorias psicogeneticas
Ulisses Vakirtzis
 
ConcepçãO Interacionista
ConcepçãO InteracionistaConcepçãO Interacionista
ConcepçãO Interacionista
cristinammelo
 

Mais procurados (20)

Adorno educação e emancipação
Adorno educação e emancipaçãoAdorno educação e emancipação
Adorno educação e emancipação
 
Teorias cognitivas tabela comparativa
Teorias cognitivas   tabela comparativaTeorias cognitivas   tabela comparativa
Teorias cognitivas tabela comparativa
 
David ausubel - Aprendizagem Significativa
David ausubel - Aprendizagem SignificativaDavid ausubel - Aprendizagem Significativa
David ausubel - Aprendizagem Significativa
 
1. o educador do século XXI
1. o educador do século XXI1. o educador do século XXI
1. o educador do século XXI
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
 
Informática na educação instrucionismo x construcionismo
Informática na educação  instrucionismo x construcionismoInformática na educação  instrucionismo x construcionismo
Informática na educação instrucionismo x construcionismo
 
"Desafios do docente na educação do século XXI", por Josiane Tonelotto
"Desafios do docente na educação do século XXI", por Josiane Tonelotto"Desafios do docente na educação do século XXI", por Josiane Tonelotto
"Desafios do docente na educação do século XXI", por Josiane Tonelotto
 
Seminario construtivismo 24-04
Seminario construtivismo   24-04Seminario construtivismo   24-04
Seminario construtivismo 24-04
 
A Teoria Sociocultural de Vygotsky
A Teoria Sociocultural de VygotskyA Teoria Sociocultural de Vygotsky
A Teoria Sociocultural de Vygotsky
 
Teoria de David Ausubel
Teoria de David AusubelTeoria de David Ausubel
Teoria de David Ausubel
 
Aprendizagem significativa 1
Aprendizagem significativa   1Aprendizagem significativa   1
Aprendizagem significativa 1
 
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de AprendizagemTeorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
 
Vigotski seminário
Vigotski seminárioVigotski seminário
Vigotski seminário
 
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos PedagógicosTeorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
 
Piaget e Vygotsky Convergências e Divergências
Piaget e Vygotsky Convergências e DivergênciasPiaget e Vygotsky Convergências e Divergências
Piaget e Vygotsky Convergências e Divergências
 
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPointAtividade 1   teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
Atividade 1 teorias de aprendizagem - puc-rs - PowerPoint
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
8.teorias psicogeneticas
8.teorias psicogeneticas8.teorias psicogeneticas
8.teorias psicogeneticas
 
ConcepçãO Interacionista
ConcepçãO InteracionistaConcepçãO Interacionista
ConcepçãO Interacionista
 

Destaque

Guia de entrenamiento de futbol 8 a 16 años
Guia de entrenamiento de futbol 8 a 16 añosGuia de entrenamiento de futbol 8 a 16 años
Guia de entrenamiento de futbol 8 a 16 años
Coaching fútbol
 
5a marco conceptual del asis local
5a marco conceptual del asis local5a marco conceptual del asis local
5a marco conceptual del asis local
Tania Acevedo-Villar
 
Guia buenas prácticas uso racional de energia en el sector de la pyme
Guia buenas prácticas uso racional de energia en el sector de la pymeGuia buenas prácticas uso racional de energia en el sector de la pyme
Guia buenas prácticas uso racional de energia en el sector de la pyme
Enrique Posada
 
Segundo Paquete Económico 2017 Zacatecas - Egresos (3-9)
Segundo Paquete Económico 2017 Zacatecas - Egresos (3-9)Segundo Paquete Económico 2017 Zacatecas - Egresos (3-9)
Segundo Paquete Económico 2017 Zacatecas - Egresos (3-9)
Zacatecas TresPuntoCero
 
Elaboración y Diseño de la Red de Impulsión de Servicios Básicos - Planificación
Elaboración y Diseño de la Red de Impulsión de Servicios Básicos - PlanificaciónElaboración y Diseño de la Red de Impulsión de Servicios Básicos - Planificación
Elaboración y Diseño de la Red de Impulsión de Servicios Básicos - Planificación
David Salomon Rojas Llaullipoma
 
"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer..."Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
Organización Panamericana de la Salud - Organización Mundial de la Salud, Representación en Chile.
 
Error messages
Error messagesError messages
Error messages
rtinkelman
 
Gfpi f-019 guia de aprendizaje 01 tda orientar fpi
Gfpi f-019 guia de aprendizaje 01 tda orientar fpiGfpi f-019 guia de aprendizaje 01 tda orientar fpi
Gfpi f-019 guia de aprendizaje 01 tda orientar fpi
lisbet bravo
 
Organización
OrganizaciónOrganización
Organización
Vilma Carpio
 
Análisis situacional integral de salud final
 Análisis situacional integral de salud final Análisis situacional integral de salud final
Análisis situacional integral de salud final
Estefanía Echeverría
 
Portafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Portafolio de Evidencias de mi Práctica DocentePortafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Portafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Norma Vega
 
Geheugen verbeteren
Geheugen verbeterenGeheugen verbeteren
Geheugen verbeteren
Gezondheid Acties
 
De impact van adhd
De impact van adhdDe impact van adhd
De impact van adhd
Gezondheid Acties
 
PMP Sonora Saludable 2010 2015
PMP Sonora Saludable 2010   2015  PMP Sonora Saludable 2010   2015
Tears In The Rain
Tears In The RainTears In The Rain
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitiefOnderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
rloggen
 
Como hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negociosComo hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negocios
XPINNERPablo
 
Schrijven voor het web
Schrijven voor het webSchrijven voor het web
Schrijven voor het web
Simone Levie
 
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
.. ..
 
Estrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicasEstrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicas
LarryJimenez
 

Destaque (20)

Guia de entrenamiento de futbol 8 a 16 años
Guia de entrenamiento de futbol 8 a 16 añosGuia de entrenamiento de futbol 8 a 16 años
Guia de entrenamiento de futbol 8 a 16 años
 
5a marco conceptual del asis local
5a marco conceptual del asis local5a marco conceptual del asis local
5a marco conceptual del asis local
 
Guia buenas prácticas uso racional de energia en el sector de la pyme
Guia buenas prácticas uso racional de energia en el sector de la pymeGuia buenas prácticas uso racional de energia en el sector de la pyme
Guia buenas prácticas uso racional de energia en el sector de la pyme
 
Segundo Paquete Económico 2017 Zacatecas - Egresos (3-9)
Segundo Paquete Económico 2017 Zacatecas - Egresos (3-9)Segundo Paquete Económico 2017 Zacatecas - Egresos (3-9)
Segundo Paquete Económico 2017 Zacatecas - Egresos (3-9)
 
Elaboración y Diseño de la Red de Impulsión de Servicios Básicos - Planificación
Elaboración y Diseño de la Red de Impulsión de Servicios Básicos - PlanificaciónElaboración y Diseño de la Red de Impulsión de Servicios Básicos - Planificación
Elaboración y Diseño de la Red de Impulsión de Servicios Básicos - Planificación
 
"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer..."Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
 
Error messages
Error messagesError messages
Error messages
 
Gfpi f-019 guia de aprendizaje 01 tda orientar fpi
Gfpi f-019 guia de aprendizaje 01 tda orientar fpiGfpi f-019 guia de aprendizaje 01 tda orientar fpi
Gfpi f-019 guia de aprendizaje 01 tda orientar fpi
 
Organización
OrganizaciónOrganización
Organización
 
Análisis situacional integral de salud final
 Análisis situacional integral de salud final Análisis situacional integral de salud final
Análisis situacional integral de salud final
 
Portafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Portafolio de Evidencias de mi Práctica DocentePortafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Portafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
 
Geheugen verbeteren
Geheugen verbeterenGeheugen verbeteren
Geheugen verbeteren
 
De impact van adhd
De impact van adhdDe impact van adhd
De impact van adhd
 
PMP Sonora Saludable 2010 2015
PMP Sonora Saludable 2010   2015  PMP Sonora Saludable 2010   2015
PMP Sonora Saludable 2010 2015
 
Tears In The Rain
Tears In The RainTears In The Rain
Tears In The Rain
 
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitiefOnderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
 
Como hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negociosComo hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negocios
 
Schrijven voor het web
Schrijven voor het webSchrijven voor het web
Schrijven voor het web
 
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
 
Estrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicasEstrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicas
 

Semelhante a As teorias de Robert Gagné, Jerome Bruner, David Ausubel e Paulo Freire.

A Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da AprendizagemA Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da Aprendizagem
O Blog do Pedagogo
 
Portfolio ft i_ap_a
Portfolio ft i_ap_aPortfolio ft i_ap_a
Portfolio ft i_ap_a
afermartins
 
Becker, fernando educaçao e construcao do conhecimento
Becker, fernando   educaçao e construcao do conhecimentoBecker, fernando   educaçao e construcao do conhecimento
Becker, fernando educaçao e construcao do conhecimento
marcaocampos
 
Atividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubelAtividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubel
Raquel Alves
 
Atividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubelAtividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubel
Raquel Alves
 
G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05G ped didp_3_1_05
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
Vânia Oliveira
 
Teorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagemTeorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagem
Alcione Santos
 
G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05G ped didp_3_1_05
94362140-AUSUBEL.ppt
94362140-AUSUBEL.ppt94362140-AUSUBEL.ppt
94362140-AUSUBEL.ppt
MrciaFernandesdeFari
 
Teorias da aprendizagem camila de abreu fontes de oliveira
Teorias da aprendizagem   camila de abreu fontes de oliveiraTeorias da aprendizagem   camila de abreu fontes de oliveira
Teorias da aprendizagem camila de abreu fontes de oliveira
CamilaAbreuFontes
 
Vygotsky e as teorias da aprendizagem
Vygotsky e as teorias da aprendizagemVygotsky e as teorias da aprendizagem
Vygotsky e as teorias da aprendizagem
Cazimiro Saldanha
 
Aprendizagem significativa, sob o enfoque da psicologia
Aprendizagem significativa, sob o enfoque da psicologiaAprendizagem significativa, sob o enfoque da psicologia
Aprendizagem significativa, sob o enfoque da psicologia
pibidbio
 
Aprendizagem significativa
Aprendizagem significativaAprendizagem significativa
Aprendizagem significativa
Evonaldo Gonçalves Vanny
 
Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
Teorias Da Aprendizagem Material Para AlunosTeorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
neliane frança
 
Mtc 02 aprendizagem significativa
Mtc   02 aprendizagem significativaMtc   02 aprendizagem significativa
Mtc 02 aprendizagem significativa
Allan Ulisses
 
aprendizagem significatica, teórico David Ausubel
aprendizagem significatica, teórico David Ausubelaprendizagem significatica, teórico David Ausubel
aprendizagem significatica, teórico David Ausubel
adrianaguedesbatista
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
Ana Medeiros
 
As concepã‡ã•es pedagã“gicas na histã“ria da educaã‡ãƒo brasileira
As concepã‡ã•es pedagã“gicas na histã“ria da educaã‡ãƒo brasileiraAs concepã‡ã•es pedagã“gicas na histã“ria da educaã‡ãƒo brasileira
As concepã‡ã•es pedagã“gicas na histã“ria da educaã‡ãƒo brasileira
Aparecida Mallagoli
 
Aprendizagem significativa da psicologia humanistica
Aprendizagem significativa da psicologia humanisticaAprendizagem significativa da psicologia humanistica
Aprendizagem significativa da psicologia humanistica
Evonaldo Gonçalves Vanny
 

Semelhante a As teorias de Robert Gagné, Jerome Bruner, David Ausubel e Paulo Freire. (20)

A Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da AprendizagemA Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da Aprendizagem
 
Portfolio ft i_ap_a
Portfolio ft i_ap_aPortfolio ft i_ap_a
Portfolio ft i_ap_a
 
Becker, fernando educaçao e construcao do conhecimento
Becker, fernando   educaçao e construcao do conhecimentoBecker, fernando   educaçao e construcao do conhecimento
Becker, fernando educaçao e construcao do conhecimento
 
Atividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubelAtividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubel
 
Atividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubelAtividade teoria ausubel
Atividade teoria ausubel
 
G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Teorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagemTeorias de aprendizagem
Teorias de aprendizagem
 
G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05G ped didp_3_1_05
G ped didp_3_1_05
 
94362140-AUSUBEL.ppt
94362140-AUSUBEL.ppt94362140-AUSUBEL.ppt
94362140-AUSUBEL.ppt
 
Teorias da aprendizagem camila de abreu fontes de oliveira
Teorias da aprendizagem   camila de abreu fontes de oliveiraTeorias da aprendizagem   camila de abreu fontes de oliveira
Teorias da aprendizagem camila de abreu fontes de oliveira
 
Vygotsky e as teorias da aprendizagem
Vygotsky e as teorias da aprendizagemVygotsky e as teorias da aprendizagem
Vygotsky e as teorias da aprendizagem
 
Aprendizagem significativa, sob o enfoque da psicologia
Aprendizagem significativa, sob o enfoque da psicologiaAprendizagem significativa, sob o enfoque da psicologia
Aprendizagem significativa, sob o enfoque da psicologia
 
Aprendizagem significativa
Aprendizagem significativaAprendizagem significativa
Aprendizagem significativa
 
Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
Teorias Da Aprendizagem Material Para AlunosTeorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
Teorias Da Aprendizagem Material Para Alunos
 
Mtc 02 aprendizagem significativa
Mtc   02 aprendizagem significativaMtc   02 aprendizagem significativa
Mtc 02 aprendizagem significativa
 
aprendizagem significatica, teórico David Ausubel
aprendizagem significatica, teórico David Ausubelaprendizagem significatica, teórico David Ausubel
aprendizagem significatica, teórico David Ausubel
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
As concepã‡ã•es pedagã“gicas na histã“ria da educaã‡ãƒo brasileira
As concepã‡ã•es pedagã“gicas na histã“ria da educaã‡ãƒo brasileiraAs concepã‡ã•es pedagã“gicas na histã“ria da educaã‡ãƒo brasileira
As concepã‡ã•es pedagã“gicas na histã“ria da educaã‡ãƒo brasileira
 
Aprendizagem significativa da psicologia humanistica
Aprendizagem significativa da psicologia humanisticaAprendizagem significativa da psicologia humanistica
Aprendizagem significativa da psicologia humanistica
 

Último

Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 

Último (20)

Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 

As teorias de Robert Gagné, Jerome Bruner, David Ausubel e Paulo Freire.

  • 1. ATIVIDADE 1: As teorias de Robert Gagné, Jerome Bruner, David Ausubel e Paulo Freire.
  • 2. A proposta idealizada por Gagné situa-se entre o behaviorismo e o cognitivismo, pois apresenta a construção da aprendizagem por meio de estímulos, respostas, estimulação do ambiente, comportamentos, sem deixar de abordar processos internos de aprendizagem, além de enfatizar a importância das teorias de aprendizagem para a instrução. Esta mescla permite uma visão mas conservadora do processo de aprendizagem, nesta passagem representada pelo behaviorismo, sem deixar de levar em conta as novas percepção que surgiram com o cognitivismo. A TEORIA DE ROBERT GAGNÉ
  • 3. A aprendizagem, segundo Gagné: “É uma mudança de estado interior que se manifesta por meio da mudança de comportamento e na persistência dessa mudança. Um observador externo pode reconhecer que houve aprendizagem quando observa a ocorrência de uma mudança comportamental e também a permanência desta mudança.” A TEORIA DE ROBERT GAGNÉ
  • 4. Nessa teoria, são dois tipos distintos de eventos, os externos e os internos ao aprendiz: O externo é relacionado à estimulação e ao produto consequência da sua resposta. O interno ocorrendo no sistema nervoso central do estudante, inferidos de observações externas. Assim o processo de aprendizagem se completa, a partir da combinação dos dois eventos. A TEORIA DE ROBERT GAGNÉ
  • 5. Segundo Bruner, o que é relevante em uma matéria de ensino é sua estrutura, suas ideias e relações fundamentais. Para haver fidelidade à estrutura básica da matéria tratada, pensadores e cientistas mais capazes em cada disciplina particular devem ser mobilizados. Quanto à questão de como ensinar, Bruner destaca o processo da descoberta, através da exploração de alternativas e o currículo em espiral. O método da descoberta consiste de conteúdos de ensino percebidos pelo aprendiz em termos de problemas, relações e lacunas que ele deve preencher, a fim de que a aprendizagem seja considerada significante e relevante. Com isso, o ambiente para a aprendizagem por descoberta deve proporcionar alternativas, resultando no aparecimento de relações e similaridades. A TEORIA DE JEROME BRUNER
  • 6. Também, segundo Bruner, a descoberta de um princípio ou de uma relação, pelo aprendiz, é essencialmente idêntica à descoberta que um cientista faz em seu laboratório O currículo em espiral, por sua vez, significa que o aprendiz deve ter a oportunidade de ver o mesmo tópico mais de uma vez, em diferentes níveis de profundidade e em diferentes modos de representação. A TEORIA DE JEROME BRUNER
  • 7. O conceito central da teoria de Ausubel é o de aprendizagem significativa, um processo através do qual uma nova informação se relaciona de maneira não arbitrária e substantiva a um aspecto relevante da estrutura cognitiva do indivíduo. Neste processo a nova informação interage com uma estrutura de conhecimento específica, a qual Ausubel chama de subsunçor", existente na estrutura cognitiva de quem aprende. O "subsunçor" é um conceito, uma idéia, uma proposição já existente na estrutura cognitiva, capaz de servir de "ancoradouro" a uma nova informação de modo que ela adquira, assim, significado para o indivíduo: a aprendizagem significativa ocorre quando a nova informação "ancora-se" em conceitos relevantes preexistentes na estrutura cognitiva. A TEORIA DE DAVID AUSUBEL
  • 8. A teoria de Ausubel leva em conta a história do sujeito e ressalta o papel dos docentes na proposição de situações que favoreçam a aprendizagem. De acordo com ele, há duas condições para que a aprendizagem significativa ocorra: o conteúdo a ser ensinado deve ser potencialmente revelador e o estudante precisa estar disposto a relacionar o material de maneira consistente e não arbitrária. A TEORIA DE DAVID AUSUBEL
  • 9. Freire argumentava que existe uma sabedoria popular, ou seja, os alunos trazem consigo vivências, conhecimentos e hábitos que devem ser levados em conta no sentido de uma conscientização visando, como fim, a uma transformação social. A TEORIA DE PAULO FREIRE
  • 10. A verdadeira aprendizagem é aquela que transforma o sujeito, ou seja, os saberes ensinados são reconstruídos pelos educadores e educandos e, a partir dessa reconstrução, tornam-se autônomos, emancipados, questionadores, inacabados. “Nas condições de verdadeira aprendizagem, os educandos vão se transformando em reais sujeitos da construção e da reconstrução do saber ensinado, ao lado do educador igualmente sujeito do processo”. (FREIRE, 1996, p. 26). Sob esse ponto de vista, percebemos a posição do educando como sujeito desse processo de reformulação do conhecimento, ao lado do educador. Ele passa a ser visto como agente e não mais como objeto, isto é, ambos fazem parte do processo ensino-aprendizagem numa concepção progressivista. A TEORIA DE PAULO FREIRE
  • 11. O referido autor considera ainda que: “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção” (FREIRE, 1996, p. 21). Dito de outra forma, o docente deve transmitir o conhecimento buscando proporcionar ao discente a compreensão do que foi exposto e, a partir daí, permitir que o mesmo dê um novo sentido, quer dizer, a ideia é não dar respostas prontas, mas criar possibilidades, abrir oportunidades de indagações e sugestões, de raciocínio, de opiniões diversas etc. Jamais impedir as interações, as opiniões, os erros e os acertos, isto é, todos esses elementos permitirão que o aluno alcance o real conhecimento e continue a buscá-lo incessantemente de forma autônoma e prazerosa. A TEORIA DE PAULO FREIRE