SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
PLÁTANO EDITORA
As relações interpessoais
Os grupos sociais
O que são
Um grupo é uma unidade social constituída por dois ou mais indivíduos entre os quais existe interação relativamente estável
e duradoura, marcada pela diferenciação de estatutos e papéis, pela partilha de normas e valores (fonte de unidade e coesão)
e por interesses, objetivos e aspirações comuns.
Assim, um certo número de indivíduos constitui um grupo quando:
a) há interação relativamente estável ou frequente entre eles;
b) são regidos por normas e valores comuns;
c) há um sistema explícito ou implícito de papéis e de estatutos que assegura diferenciação de funções, de direitos e de deveres;
d) têm a perceção de si próprios como pertencendo a um grupo («nós») e são reconhecidos como tal na interação social
(«eles»);
e) há cooperação em vista de objetivos comuns.
O que não são
Um grupo não é um aglomerado de pessoas ou uma categoria sociológica. Um aglomerado de pessoas é um conjunto de
pessoas que, embora possam interagir por alguns momentos, têm como caraterística essencial a proximidade física ou estarem
espacialmente juntas.
Uma categoria sociológica é um conjunto de pessoas que têm algumas caraterísticas em comum, como a pertença a uma
mesma etnia, o desempenho da mesma profissão ou o mesmo credo religioso, mas a grande maioria dos seus membros não se
conhece, nunca interagiu e é pouco provável que o venha a fazer.
Exemplificando, os jogadores profissionais de futebol do continente europeu são uma categoria sociológica e a equipa de futebol
do Benfica é um grupo.
Deve notar-se que a interação esporádica e ocasional não faz de qualquer conjunto de pessoas um grupo.
Tipologia dos grupos
Distinguem-se habitualmente dois tipos de grupos: os grupos primários e os grupos secundários.
Os grupos primários são unidades sociais cujos membros interagem muito frequentemente, comunicando de forma pessoal,
direta e espontânea (são grupos de comunicação direta, face a face), baseando-se essa comunicação mais na intimidade e
afetividade do que em motivações de ordem funcional (económicas, políticas, etc.). São exemplos a família, a turma,
os grupos de pares, de vizinhos, etc.
Os grupos secundários são unidades sociais cujos membros interagem mais indireta do que diretamente (podendo alguns
nunca virem a conhecer-se), sendo escassa a vinculação afetiva e limitando-se a cooperação e solidariedade a um campo de
interesses de tipo laboral e funcional. São exemplos os partidos políticos, as empresas, as escolas, os sindicatos ou as
associações recreativas.
Nos grupos primários, a interação é mais frequente, mais informal, mais espontânea, mais direta do que nos grupos
secundários.
Nestes, há um maior número de elementos e um sistema de estatutos e de papéis bem mais rígido e impessoal do que nos
grupos primários.
U1 - Síntese esquematica:Psicologia 12.º ano 8/4/09 12:37 PM Page 53

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grupos sociais e integração
Grupos sociais e integraçãoGrupos sociais e integração
Grupos sociais e integraçãoColegio GGE
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Socialturma12d
 
Psicologia - socialização
Psicologia - socializaçãoPsicologia - socialização
Psicologia - socializaçãohana kitsune
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação socialturma12d
 
Grupo e Relações Interpessoais
Grupo e Relações InterpessoaisGrupo e Relações Interpessoais
Grupo e Relações InterpessoaisJorge Barbosa
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedadecarlosbidu
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socializaçãohomago
 
Homen e Sociedade - Aula 1
Homen e Sociedade - Aula 1Homen e Sociedade - Aula 1
Homen e Sociedade - Aula 1admunip2013
 
Introdução ao estudo de psicologia de grupos
Introdução ao estudo de psicologia de gruposIntrodução ao estudo de psicologia de grupos
Introdução ao estudo de psicologia de gruposClaudson Cerqueira Santana
 
Comunicação e Relações Interpessoais
Comunicação e Relações InterpessoaisComunicação e Relações Interpessoais
Comunicação e Relações InterpessoaisJorge Barbosa
 
Aulas 7 e 8 adolescentes e tribos urbanas ritos de passag
Aulas 7 e 8   adolescentes e tribos urbanas  ritos de passagAulas 7 e 8   adolescentes e tribos urbanas  ritos de passag
Aulas 7 e 8 adolescentes e tribos urbanas ritos de passagariadnemonitoria
 
A Socialização e os Agentes de Socialização
A Socialização e os Agentes de SocializaçãoA Socialização e os Agentes de Socialização
A Socialização e os Agentes de Socializaçãoturma12c1617
 
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...Helena Almeida
 
A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheimLucio Braga
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação socialturma12d
 

Mais procurados (20)

Grupos sociais e integração
Grupos sociais e integraçãoGrupos sociais e integração
Grupos sociais e integração
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Social
 
Psicologia - socialização
Psicologia - socializaçãoPsicologia - socialização
Psicologia - socialização
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
O que são valores?
O que são valores?O que são valores?
O que são valores?
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
 
Grupo e Relações Interpessoais
Grupo e Relações InterpessoaisGrupo e Relações Interpessoais
Grupo e Relações Interpessoais
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
 
Homen e Sociedade - Aula 1
Homen e Sociedade - Aula 1Homen e Sociedade - Aula 1
Homen e Sociedade - Aula 1
 
Introdução ao estudo de psicologia de grupos
Introdução ao estudo de psicologia de gruposIntrodução ao estudo de psicologia de grupos
Introdução ao estudo de psicologia de grupos
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Comunicação e Relações Interpessoais
Comunicação e Relações InterpessoaisComunicação e Relações Interpessoais
Comunicação e Relações Interpessoais
 
Aulas 7 e 8 adolescentes e tribos urbanas ritos de passag
Aulas 7 e 8   adolescentes e tribos urbanas  ritos de passagAulas 7 e 8   adolescentes e tribos urbanas  ritos de passag
Aulas 7 e 8 adolescentes e tribos urbanas ritos de passag
 
Interacionismo Simbólico
Interacionismo SimbólicoInteracionismo Simbólico
Interacionismo Simbólico
 
A Socialização e os Agentes de Socialização
A Socialização e os Agentes de SocializaçãoA Socialização e os Agentes de Socialização
A Socialização e os Agentes de Socialização
 
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
 
A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheim
 
Fatos sociais
Fatos sociaisFatos sociais
Fatos sociais
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 

Destaque (20)

Freud 6
Freud 6Freud 6
Freud 6
 
Freud 7
Freud 7Freud 7
Freud 7
 
Teorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoçõesTeorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoções
 
Unidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebroUnidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebro
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
 
Tipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagemTipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagem
 
O essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofiaO essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofia
 
Raízes da vinculação
Raízes da vinculaçãoRaízes da vinculação
Raízes da vinculação
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
 
O que nos torna humanos
O que nos torna humanosO que nos torna humanos
O que nos torna humanos
 
Freud 8
Freud 8Freud 8
Freud 8
 
Processos conativos
Processos conativosProcessos conativos
Processos conativos
 
O sistema nervoso
O sistema nervosoO sistema nervoso
O sistema nervoso
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
 
A identidade e a sua construção
A identidade e a sua construção A identidade e a sua construção
A identidade e a sua construção
 
Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
 
Kuhn e a noção de paradigma
Kuhn e a noção de paradigmaKuhn e a noção de paradigma
Kuhn e a noção de paradigma
 
As atitudes
As atitudesAs atitudes
As atitudes
 
O estádio sensório motor
O estádio sensório   motorO estádio sensório   motor
O estádio sensório motor
 

Semelhante a Grupos sociais:primários e secundários

Interação social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisInteração social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisturma12c
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção socialturma12d
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação SocialAna Antunes
 
Interação e grupos sociais
Interação e grupos sociaisInteração e grupos sociais
Interação e grupos sociaisEstifania Viegas
 
Ficha Informativa 4 Sociedade
Ficha Informativa   4 SociedadeFicha Informativa   4 Sociedade
Ficha Informativa 4 Sociedadeabarros
 
Os agrupamentos sociais_i
Os agrupamentos sociais_iOs agrupamentos sociais_i
Os agrupamentos sociais_iVania Chaves
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção socialturma12d
 
2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologiaFelipe Hiago
 
O Consumidor Na Sociedade Comportamento Do Consumidor Eliane Karsaklian
O Consumidor Na Sociedade     Comportamento Do Consumidor   Eliane KarsaklianO Consumidor Na Sociedade     Comportamento Do Consumidor   Eliane Karsaklian
O Consumidor Na Sociedade Comportamento Do Consumidor Eliane Karsaklianmktmkt
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13dcm116
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13dcm116
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13dcm116
 

Semelhante a Grupos sociais:primários e secundários (20)

Interação social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisInteração social e papéis sociais
Interação social e papéis sociais
 
Agrupamentos Sociais
Agrupamentos SociaisAgrupamentos Sociais
Agrupamentos Sociais
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Social
 
Interação e grupos sociais
Interação e grupos sociaisInteração e grupos sociais
Interação e grupos sociais
 
Ficha Informativa 4 Sociedade
Ficha Informativa   4 SociedadeFicha Informativa   4 Sociedade
Ficha Informativa 4 Sociedade
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Os agrupamentos sociais_i
Os agrupamentos sociais_iOs agrupamentos sociais_i
Os agrupamentos sociais_i
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
 
Interação social
Interação social Interação social
Interação social
 
2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia
 
O Consumidor Na Sociedade Comportamento Do Consumidor Eliane Karsaklian
O Consumidor Na Sociedade     Comportamento Do Consumidor   Eliane KarsaklianO Consumidor Na Sociedade     Comportamento Do Consumidor   Eliane Karsaklian
O Consumidor Na Sociedade Comportamento Do Consumidor Eliane Karsaklian
 
Sociologiaa
SociologiaaSociologiaa
Sociologiaa
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Aula sociologia
Aula sociologiaAula sociologia
Aula sociologia
 
Público
PúblicoPúblico
Público
 
Grupos Sociais
Grupos SociaisGrupos Sociais
Grupos Sociais
 

Mais de Luis De Sousa Rodrigues (14)

Maslow e a motivação
Maslow e a motivaçãoMaslow e a motivação
Maslow e a motivação
 
Lateralidade cerebral
Lateralidade cerebralLateralidade cerebral
Lateralidade cerebral
 
Freud 9
Freud 9Freud 9
Freud 9
 
Freud 5
Freud 5Freud 5
Freud 5
 
Freud 4
Freud 4Freud 4
Freud 4
 
Freud 3
Freud 3Freud 3
Freud 3
 
Freud 2
Freud 2Freud 2
Freud 2
 
Freud 1
Freud 1Freud 1
Freud 1
 
Filogénese
FilogéneseFilogénese
Filogénese
 
Fatores do conformismo e da obediência
Fatores do conformismo e da obediênciaFatores do conformismo e da obediência
Fatores do conformismo e da obediência
 
Estereótipos e preconceitos
Estereótipos e preconceitosEstereótipos e preconceitos
Estereótipos e preconceitos
 
Estruturas subcorticais
Estruturas subcorticaisEstruturas subcorticais
Estruturas subcorticais
 
Esquecimento
EsquecimentoEsquecimento
Esquecimento
 
Cultura e identidade pessoal
Cultura e identidade pessoalCultura e identidade pessoal
Cultura e identidade pessoal
 

Grupos sociais:primários e secundários

  • 1. PLÁTANO EDITORA As relações interpessoais Os grupos sociais O que são Um grupo é uma unidade social constituída por dois ou mais indivíduos entre os quais existe interação relativamente estável e duradoura, marcada pela diferenciação de estatutos e papéis, pela partilha de normas e valores (fonte de unidade e coesão) e por interesses, objetivos e aspirações comuns. Assim, um certo número de indivíduos constitui um grupo quando: a) há interação relativamente estável ou frequente entre eles; b) são regidos por normas e valores comuns; c) há um sistema explícito ou implícito de papéis e de estatutos que assegura diferenciação de funções, de direitos e de deveres; d) têm a perceção de si próprios como pertencendo a um grupo («nós») e são reconhecidos como tal na interação social («eles»); e) há cooperação em vista de objetivos comuns. O que não são Um grupo não é um aglomerado de pessoas ou uma categoria sociológica. Um aglomerado de pessoas é um conjunto de pessoas que, embora possam interagir por alguns momentos, têm como caraterística essencial a proximidade física ou estarem espacialmente juntas. Uma categoria sociológica é um conjunto de pessoas que têm algumas caraterísticas em comum, como a pertença a uma mesma etnia, o desempenho da mesma profissão ou o mesmo credo religioso, mas a grande maioria dos seus membros não se conhece, nunca interagiu e é pouco provável que o venha a fazer. Exemplificando, os jogadores profissionais de futebol do continente europeu são uma categoria sociológica e a equipa de futebol do Benfica é um grupo. Deve notar-se que a interação esporádica e ocasional não faz de qualquer conjunto de pessoas um grupo. Tipologia dos grupos Distinguem-se habitualmente dois tipos de grupos: os grupos primários e os grupos secundários. Os grupos primários são unidades sociais cujos membros interagem muito frequentemente, comunicando de forma pessoal, direta e espontânea (são grupos de comunicação direta, face a face), baseando-se essa comunicação mais na intimidade e afetividade do que em motivações de ordem funcional (económicas, políticas, etc.). São exemplos a família, a turma, os grupos de pares, de vizinhos, etc. Os grupos secundários são unidades sociais cujos membros interagem mais indireta do que diretamente (podendo alguns nunca virem a conhecer-se), sendo escassa a vinculação afetiva e limitando-se a cooperação e solidariedade a um campo de interesses de tipo laboral e funcional. São exemplos os partidos políticos, as empresas, as escolas, os sindicatos ou as associações recreativas. Nos grupos primários, a interação é mais frequente, mais informal, mais espontânea, mais direta do que nos grupos secundários. Nestes, há um maior número de elementos e um sistema de estatutos e de papéis bem mais rígido e impessoal do que nos grupos primários. U1 - Síntese esquematica:Psicologia 12.º ano 8/4/09 12:37 PM Page 53