SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
ARTIGOARTIGO
DEFINIÇÃO GRAMATICALDEFINIÇÃO GRAMATICAL
Artigo é palavra que acompanha oArtigo é palavra que acompanha o
substantivo, servindo basicamente parasubstantivo, servindo basicamente para
generalizar ou particularizar o sentidogeneralizar ou particularizar o sentido
desse substantivo. É o que se nota nodesse substantivo. É o que se nota no
contraste entre:contraste entre:
umum cidadão /cidadão / oo cidadãocidadão
umum animal/animal/oo animalanimal
Em função da sua capacidade de generalizarEm função da sua capacidade de generalizar
ou particularizar o sentido do substantivoou particularizar o sentido do substantivo
com que se relaciona, o artigo é classificadocom que se relaciona, o artigo é classificado
emem definidodefinido ee indefinidoindefinido..
Gosto muito de animais: queria terGosto muito de animais: queria ter umum
cachorro,cachorro, umauma gata,gata, unsuns tucanos etucanos e umasumas
araras.araras.
Meu vizinho gosta muito de animais: vocêMeu vizinho gosta muito de animais: você
precisa verprecisa ver oo cachorro,cachorro, aa gata,gata, osos tucanos etucanos e
asas araras que ele tem em casa.araras que ele tem em casa.
Caçador é atacado por onçaCaçador é atacado por onça
O lavrador Emílio C. M., 54 anos, que moraO lavrador Emílio C. M., 54 anos, que mora
no município de Jacundá, por muita sorteno município de Jacundá, por muita sorte
não foi morto por uma onça. A fera, comnão foi morto por uma onça. A fera, com
cerca de um metro e oitenta centímetros decerca de um metro e oitenta centímetros de
comprimento, atacou-o quando ele estavacomprimento, atacou-o quando ele estava
fazendo uma caçada na mata. Emílio, quefazendo uma caçada na mata. Emílio, que
realizava a caçada acompanhado do seurealizava a caçada acompanhado do seu
cão, conseguiu matar a onça, porém está nacão, conseguiu matar a onça, porém está na
iminência de ficar cego do olho esquerdo.iminência de ficar cego do olho esquerdo.
Ele também teve as duas mãos dilaceradasEle também teve as duas mãos dilaceradas
pelo animal.pelo animal.
Observe que as palavrasObserve que as palavras onçaonça ee caçadacaçada aparecemaparecem
mais de uma vez no texto, ambas acompanhadasmais de uma vez no texto, ambas acompanhadas
de artigos diferentes:de artigos diferentes:
... por muita sorte não foi morto por... por muita sorte não foi morto por uma onçauma onça..
..., conseguiu matar..., conseguiu matar a onçaa onça, porém está na, porém está na
iminência...iminência...
..., atacou-o quando ele estava fazendo..., atacou-o quando ele estava fazendo umauma
caçadacaçada na mata.na mata.
Emílio, que realizavaEmílio, que realizava a caçadaa caçada acompanhado doacompanhado do
seu cão,...seu cão,...
ARTIGO INDEFINIDO: um, uma, uns e umasARTIGO INDEFINIDO: um, uma, uns e umas
GENERALIZA – INFORMAÇÃO NOVAGENERALIZA – INFORMAÇÃO NOVA
Eu vi um homem correndo da polícia.Eu vi um homem correndo da polícia.
ARTIGO DEFINIDO: a, o, as e osARTIGO DEFINIDO: a, o, as e os
PARTICULARIZA – INFORMAÇÃO VELHAPARTICULARIZA – INFORMAÇÃO VELHA
O homem que vi era um bandido.O homem que vi era um bandido.
A anteposição de artigo definido aA anteposição de artigo definido a míopesmíopes ee carecascarecas nãonão
alteraria o significado original dessas palavras no período aalteraria o significado original dessas palavras no período a
seguir: “Desde que os primeiros hominídeos se juntaramseguir: “Desde que os primeiros hominídeos se juntaram
numa tribo e decretaram que míopes e carecas nãonuma tribo e decretaram que míopes e carecas não
entravam, a diferença é tudo aquilo (...).entravam, a diferença é tudo aquilo (...).
  
Leia as frases abaixo e analise se a presença de artigoLeia as frases abaixo e analise se a presença de artigo
definido emdefinido em O diferenciadoO diferenciado indica que se faz referência aindica que se faz referência a
todos os iguais: “Contradição insolúvel? É aí que entra otodos os iguais: “Contradição insolúvel? É aí que entra o
diferenciado. O diferenciado é o melhor dos iguais, odiferenciado. O diferenciado é o melhor dos iguais, o
diferente que deu certo — o diferente que, sendo um de nós,diferente que deu certo — o diferente que, sendo um de nós,
ganha mais dinheiro do que nós.ganha mais dinheiro do que nós.
  
Na frase “Ninguém seria louco de dizer que a bicha do quintoNa frase “Ninguém seria louco de dizer que a bicha do quinto
andar é um cara diferenciado”, o artigo definido na expressãoandar é um cara diferenciado”, o artigo definido na expressão
a bichaa bicha poderia ser substituído por um indefinido sempoderia ser substituído por um indefinido sem
alteração do significado.alteração do significado.
- A notícia saiu no "The Wall Street Journal": a- A notícia saiu no "The Wall Street Journal": a
"ansiedade superou a depressão como problema"ansiedade superou a depressão como problema
de saúde mental predominante nos EUA". Parade saúde mental predominante nos EUA". Para
justificar o absurdo, o autor da matéria recorre ajustificar o absurdo, o autor da matéria recorre a
um psicoterapeuta e a um sociólogo. O primeiroum psicoterapeuta e a um sociólogo. O primeiro
descreve "ansiedade como condição dosdescreve "ansiedade como condição dos
privilegiados“privilegiados“
- Caso tivéssemos- Caso tivéssemos uma condiçãouma condição em vez deem vez de
condiçãocondição (l. 03) haveria alteração no sentido(l. 03) haveria alteração no sentido
global da frase.global da frase.
Sem meias palavras, os peritos dizem algoSem meias palavras, os peritos dizem algo
mais ou menos assim: os americanosmais ou menos assim: os americanos
estão nadando em riqueza e, como nãoestão nadando em riqueza e, como não
têm do que se queixar,têm do que se queixar, adquiriram oadquiriram o
costume neurótico de desentocar medoscostume neurótico de desentocar medos
irracionais para projetá-los no admirávelirracionais para projetá-los no admirável
mundo novo ao redor.mundo novo ao redor.
II - O artigo indefinidoII - O artigo indefinido unsuns poderia substituirpoderia substituir
o definidoo definido osos na linha 07, sem quena linha 07, sem que
houvesse alteração no sentido da frasehouvesse alteração no sentido da frase
em questão.em questão.
- Os candidatos à ansiedade são, assim,Os candidatos à ansiedade são, assim,
bem mais numerosos e bem menosbem mais numerosos e bem menos
ociosos do que pensam oociosos do que pensam o
psicoterapeuta e o sociólogo.psicoterapeuta e o sociólogo.
III -III - As duas ocorrências do artigoAs duas ocorrências do artigo
definidodefinido oo anteposto às palavrasanteposto às palavras
psicoterapeutapsicoterapeuta ee sociólogosociólogo (l. 21)(l. 21)
poderiam ser substituídas por umpoderiam ser substituídas por um
indefinido sem mudar o sentido daindefinido sem mudar o sentido da
frase.frase.
PREPOSIÇÃOPREPOSIÇÃO
PREPOSIÇÃO x ARTIGOPREPOSIÇÃO x ARTIGO
Preposição é a palavra invariável quePreposição é a palavra invariável que
atua como conectivo entre palavras ouatua como conectivo entre palavras ou
orações, estabelecendo sempre umaorações, estabelecendo sempre uma
relação de subordinação.relação de subordinação.
casacasa dede alvenariaalvenaria
SaulSaul comcom VanderleiVanderlei
O artigo sempre acompanha umO artigo sempre acompanha um
substantivo. O artigo femininosubstantivo. O artigo feminino AA só podesó pode
existir, portanto,existir, portanto, antes de umantes de um
substantivo feminino singularsubstantivo feminino singular. Portanto,. Portanto,
nos demais casos, onos demais casos, o AA será preposição.será preposição.
EmpresteiEmprestei aa folhafolha aa ela, que se pôsela, que se pôs aa ler.ler.
↓↓ ↓↓ ↓↓
artigo preposição preposiçãoartigo preposição preposição
IMPORTANTE : OIMPORTANTE : O aa pode ser pronomepode ser pronome
oblíquooblíquo
EuEu aa vi.vi.
EuEu aa encontrei ontem.encontrei ontem.
NósNós aa compramos com dificuldade.compramos com dificuldade.
a)a) A casa está localizada a três milhasA casa está localizada a três milhas
daqui.daqui.
b)b) Eles devem entregar a mercadoria aEles devem entregar a mercadoria a
qualquer um.qualquer um.
c)c) Entreguei a ela a capa e a bota.Entreguei a ela a capa e a bota.
d)d) Dei um presente a esta senhoraDei um presente a esta senhora
carente.carente.
e)e) A menina começou a gritar e a mãeA menina começou a gritar e a mãe
nada fez.nada fez.
f)f) Eu comprei um carro a álcool.Eu comprei um carro a álcool.
Quais são as seis preposiçõesQuais são as seis preposições
exigidas pelos verbos da línguaexigidas pelos verbos da língua
portuguesa:portuguesa:
PARA – DE – COM – POR – EM –PARA – DE – COM – POR – EM –
AA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
 
Substantivo 6
Substantivo 6Substantivo 6
Substantivo 6
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Hifen
HifenHifen
Hifen
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Polissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidadePolissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidade
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
 
Pontuação
PontuaçãoPontuação
Pontuação
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Predicados e predicativos
Predicados e predicativosPredicados e predicativos
Predicados e predicativos
 
Slide onde e aonde
Slide  onde e aondeSlide  onde e aonde
Slide onde e aonde
 
Anáfora e catáfora
Anáfora e catáforaAnáfora e catáfora
Anáfora e catáfora
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
 
Orações reduzidas
Orações reduzidasOrações reduzidas
Orações reduzidas
 
Aula1 adjetivo 6°ano_1°p
Aula1 adjetivo 6°ano_1°pAula1 adjetivo 6°ano_1°p
Aula1 adjetivo 6°ano_1°p
 
Orações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisOrações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas Adverbiais
 
Aula 13 vozes verbais
Aula 13   vozes verbaisAula 13   vozes verbais
Aula 13 vozes verbais
 
Substantivos e Adjetivos
Substantivos e AdjetivosSubstantivos e Adjetivos
Substantivos e Adjetivos
 
Substantivos
SubstantivosSubstantivos
Substantivos
 

Destaque

Exercicios extra 6 ano artigos e numerais
Exercicios extra 6 ano artigos e numeraisExercicios extra 6 ano artigos e numerais
Exercicios extra 6 ano artigos e numerais
Elaine Rabelo
 
Exercícios sobre morfologia 05
Exercícios sobre morfologia 05Exercícios sobre morfologia 05
Exercícios sobre morfologia 05
ma.no.el.ne.ves
 
Caminhada mariana
Caminhada marianaCaminhada mariana
Caminhada mariana
JMVSobreiro
 
Ano mariano
Ano marianoAno mariano
Ano mariano
umbrasil
 

Destaque (20)

Artigos e preposicoes
Artigos e preposicoesArtigos e preposicoes
Artigos e preposicoes
 
Artigos
ArtigosArtigos
Artigos
 
Adjetivo
AdjetivoAdjetivo
Adjetivo
 
Exercicios extra 6 ano artigos e numerais
Exercicios extra 6 ano artigos e numeraisExercicios extra 6 ano artigos e numerais
Exercicios extra 6 ano artigos e numerais
 
Artigo Definido
Artigo DefinidoArtigo Definido
Artigo Definido
 
Numeral
NumeralNumeral
Numeral
 
Exercícios sobre morfologia 05
Exercícios sobre morfologia 05Exercícios sobre morfologia 05
Exercícios sobre morfologia 05
 
Artigos definidos
Artigos definidosArtigos definidos
Artigos definidos
 
FORMAÇÃO
FORMAÇÃOFORMAÇÃO
FORMAÇÃO
 
Numerais
NumeraisNumerais
Numerais
 
Caminhada mariana
Caminhada marianaCaminhada mariana
Caminhada mariana
 
Numeral aula 9
Numeral   aula 9Numeral   aula 9
Numeral aula 9
 
Formação Dogmas marianos e nossa senhora à luz da patrística
Formação Dogmas marianos e nossa senhora à luz da patrísticaFormação Dogmas marianos e nossa senhora à luz da patrística
Formação Dogmas marianos e nossa senhora à luz da patrística
 
Numeral
Numeral Numeral
Numeral
 
Numerais
NumeraisNumerais
Numerais
 
5 1 ¬parte-c atequese mariana
5 1 ¬parte-c atequese mariana5 1 ¬parte-c atequese mariana
5 1 ¬parte-c atequese mariana
 
Português para concursos públicos - Numeral
Português para concursos públicos - NumeralPortuguês para concursos públicos - Numeral
Português para concursos públicos - Numeral
 
Ano mariano
Ano marianoAno mariano
Ano mariano
 
Catequese Mariana
Catequese MarianaCatequese Mariana
Catequese Mariana
 
Numeral
NumeralNumeral
Numeral
 

Semelhante a Morfologia - Artigo

Revisao+das+classes+gramaticais+(subst verb artigo)
Revisao+das+classes+gramaticais+(subst verb artigo)Revisao+das+classes+gramaticais+(subst verb artigo)
Revisao+das+classes+gramaticais+(subst verb artigo)
Cristina Cerqueira
 
Jogo final do ano
Jogo final do anoJogo final do ano
Jogo final do ano
Ana Pinto
 
SUBSTANTIVOS COM ATIVIDADES.docx
SUBSTANTIVOS COM ATIVIDADES.docxSUBSTANTIVOS COM ATIVIDADES.docx
SUBSTANTIVOS COM ATIVIDADES.docx
SizelandiaMarta1
 
Gramática - Predicação Verbal e Complementos Verbais
Gramática - Predicação Verbal e Complementos VerbaisGramática - Predicação Verbal e Complementos Verbais
Gramática - Predicação Verbal e Complementos Verbais
Carson Souza
 

Semelhante a Morfologia - Artigo (20)

artigopreposicao.pdf
artigopreposicao.pdfartigopreposicao.pdf
artigopreposicao.pdf
 
Revisao+das+classes+gramaticais+(subst verb artigo)
Revisao+das+classes+gramaticais+(subst verb artigo)Revisao+das+classes+gramaticais+(subst verb artigo)
Revisao+das+classes+gramaticais+(subst verb artigo)
 
Revisão6 concordância e problemas notacionais
Revisão6 concordância  e problemas notacionaisRevisão6 concordância  e problemas notacionais
Revisão6 concordância e problemas notacionais
 
Tipos de Sujeito
Tipos de SujeitoTipos de Sujeito
Tipos de Sujeito
 
Morfologia - Substantivo
Morfologia - SubstantivoMorfologia - Substantivo
Morfologia - Substantivo
 
Aula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionaisAula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionais
 
Jogo final do ano
Jogo final do anoJogo final do ano
Jogo final do ano
 
SUBSTANTIVOS COM ATIVIDADES.docx
SUBSTANTIVOS COM ATIVIDADES.docxSUBSTANTIVOS COM ATIVIDADES.docx
SUBSTANTIVOS COM ATIVIDADES.docx
 
15º AULÃO preparatório para avaliações externas
15º AULÃO preparatório para avaliações externas15º AULÃO preparatório para avaliações externas
15º AULÃO preparatório para avaliações externas
 
Adjetivo - Gramática - Morfologia .pptx
Adjetivo - Gramática - Morfologia  .pptxAdjetivo - Gramática - Morfologia  .pptx
Adjetivo - Gramática - Morfologia .pptx
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Redação - Relato Pessoal
Redação - Relato PessoalRedação - Relato Pessoal
Redação - Relato Pessoal
 
Gramática - Predicação Verbal e Complementos Verbais
Gramática - Predicação Verbal e Complementos VerbaisGramática - Predicação Verbal e Complementos Verbais
Gramática - Predicação Verbal e Complementos Verbais
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
substantivos.pdf
substantivos.pdfsubstantivos.pdf
substantivos.pdf
 
pronuous-personal-possessives-reflexives.pdf
pronuous-personal-possessives-reflexives.pdfpronuous-personal-possessives-reflexives.pdf
pronuous-personal-possessives-reflexives.pdf
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
estilística.pdf
estilística.pdfestilística.pdf
estilística.pdf
 
Livros poliedro caderno 1 português
Livros poliedro   caderno 1 portuguêsLivros poliedro   caderno 1 português
Livros poliedro caderno 1 português
 
667
667667
667
 

Mais de Sadrak Silva

Mais de Sadrak Silva (20)

Texto violência contra a mulher
Texto violência contra a  mulherTexto violência contra a  mulher
Texto violência contra a mulher
 
Roteiro violência contra a mulher
Roteiro violência contra a mulherRoteiro violência contra a mulher
Roteiro violência contra a mulher
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Concordancia%20verbal[1]
Concordancia%20verbal[1]Concordancia%20verbal[1]
Concordancia%20verbal[1]
 
A linguagem da propaganda
A linguagem da propagandaA linguagem da propaganda
A linguagem da propaganda
 
A estrutura das palavras
A estrutura das palavrasA estrutura das palavras
A estrutura das palavras
 
2 novo acordo - sílvia
2 novo acordo - sílvia2 novo acordo - sílvia
2 novo acordo - sílvia
 
2 acentuação gráfica
2  acentuação gráfica2  acentuação gráfica
2 acentuação gráfica
 
1 variedades linguisticas[1]
1  variedades linguisticas[1]1  variedades linguisticas[1]
1 variedades linguisticas[1]
 
1 linguagem[1]
1  linguagem[1]1  linguagem[1]
1 linguagem[1]
 
6 texto enem 2014 l.l.r.
6   texto enem 2014 l.l.r.6   texto enem 2014 l.l.r.
6 texto enem 2014 l.l.r.
 
Figuras de-linguagem
Figuras de-linguagemFiguras de-linguagem
Figuras de-linguagem
 
Variação e preconceituos linguístico
Variação e preconceituos linguísticoVariação e preconceituos linguístico
Variação e preconceituos linguístico
 
Variedades linguisticas Pt. 1
Variedades linguisticas Pt. 1Variedades linguisticas Pt. 1
Variedades linguisticas Pt. 1
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Regência nominal e verbal 2
Regência nominal e verbal 2Regência nominal e verbal 2
Regência nominal e verbal 2
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 
Orações sub. adverbiais
Orações sub. adverbiaisOrações sub. adverbiais
Orações sub. adverbiais
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 

Último

4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 

Morfologia - Artigo

  • 2. DEFINIÇÃO GRAMATICALDEFINIÇÃO GRAMATICAL Artigo é palavra que acompanha oArtigo é palavra que acompanha o substantivo, servindo basicamente parasubstantivo, servindo basicamente para generalizar ou particularizar o sentidogeneralizar ou particularizar o sentido desse substantivo. É o que se nota nodesse substantivo. É o que se nota no contraste entre:contraste entre: umum cidadão /cidadão / oo cidadãocidadão umum animal/animal/oo animalanimal
  • 3. Em função da sua capacidade de generalizarEm função da sua capacidade de generalizar ou particularizar o sentido do substantivoou particularizar o sentido do substantivo com que se relaciona, o artigo é classificadocom que se relaciona, o artigo é classificado emem definidodefinido ee indefinidoindefinido.. Gosto muito de animais: queria terGosto muito de animais: queria ter umum cachorro,cachorro, umauma gata,gata, unsuns tucanos etucanos e umasumas araras.araras. Meu vizinho gosta muito de animais: vocêMeu vizinho gosta muito de animais: você precisa verprecisa ver oo cachorro,cachorro, aa gata,gata, osos tucanos etucanos e asas araras que ele tem em casa.araras que ele tem em casa.
  • 4. Caçador é atacado por onçaCaçador é atacado por onça O lavrador Emílio C. M., 54 anos, que moraO lavrador Emílio C. M., 54 anos, que mora no município de Jacundá, por muita sorteno município de Jacundá, por muita sorte não foi morto por uma onça. A fera, comnão foi morto por uma onça. A fera, com cerca de um metro e oitenta centímetros decerca de um metro e oitenta centímetros de comprimento, atacou-o quando ele estavacomprimento, atacou-o quando ele estava fazendo uma caçada na mata. Emílio, quefazendo uma caçada na mata. Emílio, que realizava a caçada acompanhado do seurealizava a caçada acompanhado do seu cão, conseguiu matar a onça, porém está nacão, conseguiu matar a onça, porém está na iminência de ficar cego do olho esquerdo.iminência de ficar cego do olho esquerdo. Ele também teve as duas mãos dilaceradasEle também teve as duas mãos dilaceradas pelo animal.pelo animal.
  • 5. Observe que as palavrasObserve que as palavras onçaonça ee caçadacaçada aparecemaparecem mais de uma vez no texto, ambas acompanhadasmais de uma vez no texto, ambas acompanhadas de artigos diferentes:de artigos diferentes: ... por muita sorte não foi morto por... por muita sorte não foi morto por uma onçauma onça.. ..., conseguiu matar..., conseguiu matar a onçaa onça, porém está na, porém está na iminência...iminência... ..., atacou-o quando ele estava fazendo..., atacou-o quando ele estava fazendo umauma caçadacaçada na mata.na mata. Emílio, que realizavaEmílio, que realizava a caçadaa caçada acompanhado doacompanhado do seu cão,...seu cão,...
  • 6. ARTIGO INDEFINIDO: um, uma, uns e umasARTIGO INDEFINIDO: um, uma, uns e umas GENERALIZA – INFORMAÇÃO NOVAGENERALIZA – INFORMAÇÃO NOVA Eu vi um homem correndo da polícia.Eu vi um homem correndo da polícia. ARTIGO DEFINIDO: a, o, as e osARTIGO DEFINIDO: a, o, as e os PARTICULARIZA – INFORMAÇÃO VELHAPARTICULARIZA – INFORMAÇÃO VELHA O homem que vi era um bandido.O homem que vi era um bandido.
  • 7. A anteposição de artigo definido aA anteposição de artigo definido a míopesmíopes ee carecascarecas nãonão alteraria o significado original dessas palavras no período aalteraria o significado original dessas palavras no período a seguir: “Desde que os primeiros hominídeos se juntaramseguir: “Desde que os primeiros hominídeos se juntaram numa tribo e decretaram que míopes e carecas nãonuma tribo e decretaram que míopes e carecas não entravam, a diferença é tudo aquilo (...).entravam, a diferença é tudo aquilo (...).    Leia as frases abaixo e analise se a presença de artigoLeia as frases abaixo e analise se a presença de artigo definido emdefinido em O diferenciadoO diferenciado indica que se faz referência aindica que se faz referência a todos os iguais: “Contradição insolúvel? É aí que entra otodos os iguais: “Contradição insolúvel? É aí que entra o diferenciado. O diferenciado é o melhor dos iguais, odiferenciado. O diferenciado é o melhor dos iguais, o diferente que deu certo — o diferente que, sendo um de nós,diferente que deu certo — o diferente que, sendo um de nós, ganha mais dinheiro do que nós.ganha mais dinheiro do que nós.    Na frase “Ninguém seria louco de dizer que a bicha do quintoNa frase “Ninguém seria louco de dizer que a bicha do quinto andar é um cara diferenciado”, o artigo definido na expressãoandar é um cara diferenciado”, o artigo definido na expressão a bichaa bicha poderia ser substituído por um indefinido sempoderia ser substituído por um indefinido sem alteração do significado.alteração do significado.
  • 8. - A notícia saiu no "The Wall Street Journal": a- A notícia saiu no "The Wall Street Journal": a "ansiedade superou a depressão como problema"ansiedade superou a depressão como problema de saúde mental predominante nos EUA". Parade saúde mental predominante nos EUA". Para justificar o absurdo, o autor da matéria recorre ajustificar o absurdo, o autor da matéria recorre a um psicoterapeuta e a um sociólogo. O primeiroum psicoterapeuta e a um sociólogo. O primeiro descreve "ansiedade como condição dosdescreve "ansiedade como condição dos privilegiados“privilegiados“ - Caso tivéssemos- Caso tivéssemos uma condiçãouma condição em vez deem vez de condiçãocondição (l. 03) haveria alteração no sentido(l. 03) haveria alteração no sentido global da frase.global da frase.
  • 9. Sem meias palavras, os peritos dizem algoSem meias palavras, os peritos dizem algo mais ou menos assim: os americanosmais ou menos assim: os americanos estão nadando em riqueza e, como nãoestão nadando em riqueza e, como não têm do que se queixar,têm do que se queixar, adquiriram oadquiriram o costume neurótico de desentocar medoscostume neurótico de desentocar medos irracionais para projetá-los no admirávelirracionais para projetá-los no admirável mundo novo ao redor.mundo novo ao redor. II - O artigo indefinidoII - O artigo indefinido unsuns poderia substituirpoderia substituir o definidoo definido osos na linha 07, sem quena linha 07, sem que houvesse alteração no sentido da frasehouvesse alteração no sentido da frase em questão.em questão.
  • 10. - Os candidatos à ansiedade são, assim,Os candidatos à ansiedade são, assim, bem mais numerosos e bem menosbem mais numerosos e bem menos ociosos do que pensam oociosos do que pensam o psicoterapeuta e o sociólogo.psicoterapeuta e o sociólogo. III -III - As duas ocorrências do artigoAs duas ocorrências do artigo definidodefinido oo anteposto às palavrasanteposto às palavras psicoterapeutapsicoterapeuta ee sociólogosociólogo (l. 21)(l. 21) poderiam ser substituídas por umpoderiam ser substituídas por um indefinido sem mudar o sentido daindefinido sem mudar o sentido da frase.frase.
  • 12. Preposição é a palavra invariável quePreposição é a palavra invariável que atua como conectivo entre palavras ouatua como conectivo entre palavras ou orações, estabelecendo sempre umaorações, estabelecendo sempre uma relação de subordinação.relação de subordinação. casacasa dede alvenariaalvenaria SaulSaul comcom VanderleiVanderlei
  • 13. O artigo sempre acompanha umO artigo sempre acompanha um substantivo. O artigo femininosubstantivo. O artigo feminino AA só podesó pode existir, portanto,existir, portanto, antes de umantes de um substantivo feminino singularsubstantivo feminino singular. Portanto,. Portanto, nos demais casos, onos demais casos, o AA será preposição.será preposição. EmpresteiEmprestei aa folhafolha aa ela, que se pôsela, que se pôs aa ler.ler. ↓↓ ↓↓ ↓↓ artigo preposição preposiçãoartigo preposição preposição
  • 14. IMPORTANTE : OIMPORTANTE : O aa pode ser pronomepode ser pronome oblíquooblíquo EuEu aa vi.vi. EuEu aa encontrei ontem.encontrei ontem. NósNós aa compramos com dificuldade.compramos com dificuldade.
  • 15. a)a) A casa está localizada a três milhasA casa está localizada a três milhas daqui.daqui. b)b) Eles devem entregar a mercadoria aEles devem entregar a mercadoria a qualquer um.qualquer um. c)c) Entreguei a ela a capa e a bota.Entreguei a ela a capa e a bota. d)d) Dei um presente a esta senhoraDei um presente a esta senhora carente.carente. e)e) A menina começou a gritar e a mãeA menina começou a gritar e a mãe nada fez.nada fez. f)f) Eu comprei um carro a álcool.Eu comprei um carro a álcool.
  • 16. Quais são as seis preposiçõesQuais são as seis preposições exigidas pelos verbos da línguaexigidas pelos verbos da língua portuguesa:portuguesa: PARA – DE – COM – POR – EM –PARA – DE – COM – POR – EM – AA