SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
A IMPLEMENTAÇÃO DO BALANCED SCORECARD EM
UNIVERSIDADES PÚBLICAS.
Estudo de caso aplicado à Faculdade de Motricidade Humana
Nelson Miguel Ventura Brites Correia
Orientadora:
Prof. Generosa do Nascimento, Prof. Auxiliar Convidada, Departamento de Recursos Humanos e Comportamento
Organizacional, ISCTE-IUL Business School.
Coorientadora:
Prof. Dra. Margarida Mascarenhas, Prof. Auxiliar, Departamento de Educação e Humanidades (Área de Especialização
Científica de Sociologia e Gestão do Desporto), Faculdade de Motricidade Humana- Universidade Técnica de Lisboa
Junho 2013
Agenda:
• Contextualização, Questões de Partida e Objetivos
• Quadro Teórico
• Método
• Estudo do BSC em Instituições de Ensino Superior Público
• Caracterização da Instituição
• Projeto de Intervenção
• Conclusões
• Pontos para Futuras Investigações
Nelson Brites Correia
Contextualização
Questões de Partida
Objetivos
• Como poderá a Faculdade de Motricidade Humana desenhar um BSC para
a sua realidade?
• Será apropriado utilizar as 4 perspetivas originais do BSC?
• Que objetivos estratégicos nomear em cada perspetiva?
• Qual o desenho apropriado do mapa estratégico?
• Como fazer o alinhamento do BSC institucional com o BSC dos 3 Órgãos mais
importantes de gestão - o Presidente, o Conselho de Gestão e o Conselho
Científico?
• Quais serão os objetivos específicos e os indicadores de medida a utilizar?
• Como apresentar os painéis de controlo de monitorização das realizações?
Nelson Brites Correia
Quadro Teórico
Nelson Brites Correia
1- Evolução histórica dos conceitos aplicados à performance
Mobilizar para a mudançaatravés da
liderança de topo:
Mobilização
Governação
Sistema de Gestão Estratégica
Traduzir a estratégiaem termos
operacionais:
Mapas Estratégicos
Balanced Scorecard
Alinhar a organizaçãocom a
estratégia:
Papel da organização
Sinergias das unidades de negócio
Sinergias das unidades de suporte
Fazer daestratégia um trabalho de
todos:
Consciência da estratégia
BSC’s pessoais
Ligação a incentivos
Fazer da estratégia um processo
contínuo:
Ligar estratégia ao orçamento
Sistemas de informação
Aprendizagem estratégica
Quadro Teórico
Nelson Brites Correia
2- Evolução do Conceito do BSC
Traduzir a Visão:
 Clarificar a Visão
 Ganhar consenso
Feedback e Aprendizagem:
 Articular a visão partilhada
 Fornecer feedback estratégico
 Facilitar a revisão estratégica e a
aprendizagem
Comunicaçãoe Ligação:
 Comunicação e educação
 Estabelecer objetivos
 Ligar prémios às medidas de
performance
Planeamentode Negócio:
 Estabelecer metas a atingir
 Alinhar iniciativas estratégicas
 Estabelecer marcos
temporalmente definidos
Balanced
Scorecard1ª Geração
2ª Geração
3ª Geração
Objetivos Métricas Metas Iniciativas
Objetivos Métricas Metas Iniciativas Objetivos Métricas Metas Iniciativas
Objetivos Métricas Metas Iniciativas
Perspetiva Aprendizagem e Crescimento
Para alcançar a nossa visão, como devemos
manter a nossa capacidade de mudar e
melhorar?
Visão
Estratégia
Perspetiva Financeira
Para ter sucesso financeiro, como nos
devemos apresentar aos acionistas?
Perspetiva Clientes
Para alcançar a nossa visão, como nos
devemos apresentar aos nossos clientes?
Perspetiva Processos Internos
Para satisfazer os clientes e acionistas, em
que processos deveremos ser melhores?
Quadro Teórico
Nelson Brites Correia
3- Gestão de Performance nas Instituições de Ensino Superior Público
Método
Nelson Brites Correia
• Método:
• Estudo de Caso
• Técnicas de Recolha de Dados:
• Dados escritos e análise documental (registos de arquivos, memorandos de
reuniões, relatórios de atividade, planos estratégicos e atas)
• Entrevistas não estruturadas
• Questionários ao Vice-Presidente, Secretário e a um Diretor de Departamento
da FMH
• Técnicas de Tratamento de Dados:
• Análise de conteúdo
Resultado do Estudo
Instituições de Ensino Superior Público
4- O BSC na Academia
'
AlcanceeCompromissos
AprendizagemeCrescimento
AprendizagemeDesenvolvimento
BolsasdeEstudo
BolsasdeEstudoeInvestigação
Clientes
Clientes&Stakeholders
Constituintes(Eleitores)
CrescimentoeDesenvolvimento
DesenvolvimentoeAprendizagemOrganizacional
DesenvolvimentoHumanoeOrganizacional
Diversidade
DocenciaeAprendizagem
ExcelênciaAcadémica
ExperiênciadeAprendizagemdoEstudante
Financeira
Financeira(ouStakeholders)
FoconosEstudanteseeStakeholders
GestãoAcadémica
GestãodeRecursos
InovaçãoeAprendizagem
Instrução
Interna
NegóciosInternos
Orçamentação,FinanceiraeResultadosdeMercado
Potencial
Processos
ProcessosInternos
ProcessosInternosdeNegócio
RecursosFinanceiros
ResultadosdaAprendizagemdosEstudantes
ResultadosdaEficáciaOrganizacional
ResultadosdosDocenteseStaff(Não-Docentes)
ResultadosnaGovernançaeResponsabilidadeSocial
ResultadosOrçamentadoseFinanceiros
SatisfaçãocomLocaldeTrabalho
ServiçoPúblico/Alcance
Serviço/Alcance
Stakeholders
Utilizadores
TotalGeral
Bailey et al. (X999) 1 1 1 1 4
Dorweiler & Yakhou (2005) 1 1 1 1 4
Nistor (2010) 1 1 1 1 4
Ruben (1999) 1 1 1 1 1 5
O'Neil et al. (1999) 1 1 1 1 4
Stewart & Carpenter-Hubin (2001) 1 1 1 1 1 5
Poll (2001) 1 1 1 1 4
Lawrence & Sharma (2002) 1 1 1 1 4
Cullen et al. (2003) 1 1 1 1 4
Karathanos & Karathanos (2005) 1 1 1 1 1 5
Kettunen (2005) 1 1 1 1 4
Cardoso et al. (2005) 1 1 1 1 4
Kettunen (2006) 1 1 1 1 4
Papenhausen & Einstein (2006) 1 1 1 1 4
Chen et al. (2006) 1 1 1 1 4
Praneetpolgrang et al. (2006) 1 1 1 1 4
Cugini & Michelon (2007) 1 1 1 1 4
Yek et al. (2007) 1 1 1 1 4
Umashankar & Dutta (2007) 1 1 1 1 4
Karra & Papadopoulos (2008) 1 1 1 1 4
Farid et al. (2008) 1 1 1 1 4
Hamid et al. (2008) 1 1 1 1 4
McDevitt et al. (2008) 1 1 1 1 1 5
Beard (2009)- Kennerth W. Monfort- I 1 1 1 1 1 5
Beard (2009)- Kennerth W. Monfort- II 1 1 1 1 1 1 6
Ballentine & Eckles (2009) 1 1 1 1 4
Weisensee et al. (2009) 1 1 1 1 4
Wu et al. (2011) 1 1 1 1 4
Negash (2011) 1 1 1 1 4
Franceschini & Turina (2011) 1 1 1 1 4
Total Geral 1 14 1 1 1 14 3 1 1 1 1 1 1 1 1 21 1 3 2 1 6 1 1 7 2 1 2 10 4 1 3 3 3 1 1 1 1 1 6 1 127
Caracterização
da Instituição
Nelson Brites Correia
1- Apresentação
1713 alunos (2011)
5 licenciaturas
14 mestrados
2 ramos de doutoramentos
14 cursos de pós-graduação
9 cursos de curta duração.
80% dos seus professores habilitados com o grau de doutoramento
“A Faculdade de Motricidade Humana (FMH) é herdeira de um longo
percurso histórico com raízes no Instituto Nacional de Educação Física
(INEF), criado em 1940, e no Instituto Superior de Educação Física (ISEF)”.
Caracterização
da Instituição
Nelson Brites Correia
2- Organograma
Despacho n.º 14283/2009 publicados na 2.ª série do “Diário da República” de 24 de junho de 2009
Caracterização
da Instituição
3- Missão
4- Visão
5- Valores Institucionais
Nelson Brites Correia
FMH privilegia a qualidade de ensino e da investigação científica.
• Reforçar a internacionalização, mobilizando todos os recursos humanos disponíveis, através de
projetos e atividades inovadoras de cooperação com universidades e grupos de investigação
• Promover a coesão interna da FMH, através de dinâmicas de trabalho mais interativas
• Implementar um modelo de gestão entre órgão de governo da FMH mais partilhado em decisões
e tarefas de promoção e desenvolvimento da escola no plano pedagógico, científico, administrativo
e financeiro
“A FMH tem por missão assegurar o progresso consistente da sociedade do conhecimento,
dinamizando o desenvolvimento humano sustentável através da motricidade, pelo estudo do corpo
e das suas manifestações na interação dos processos biológicos com os valores socioculturais em
diferentes contextos sociais, designadamente nos sistemas educativos, desportivo, produtivo e de
saúde”.
Caracterização
da Instituição
6- Diagnóstico à implementação do BSC
• Oportunidade, vantagens e dificuldades da implementação do BSC
• Construção das perspetivas e seleção dos objetivos estratégicos
• Modelo Desejado
Nelson Brites Correia
Dada a confirmação da premente necessidade de utilização do BSC para se atingir significativas
melhorias de performance, através da conjugação obtida entre mudanças estruturais,
prioridades estratégicas e eficiências operacionais, apresenta-se uma proposta de intervenção,
concebendo-se painéis de controlo estruturados, de indicadores financeiros e não-financeiros,
fazendo-se o alinhamento entre a Missão da instituição e os objetivos de alguns órgãos de
gestão.
Proposta de
Intervenção
1- Redefinir a Missão da FMH:
2- Eixos Estratégicos:
Nelson Brites Correia
Produzir e transmitir à sociedade conhecimento científico sobre a motricidade humana de
acordo com os mais altos padrões de qualidade internacionais, fomentando a aprendizagem
ao longo da vida e proporcionando valor económico, social e cultural à comunidade.
I. Desenvolver e consolidar, com qualidade, a investigação científica
II. Melhorar a qualidade de ensino e a oferta de cursos de formação graduada e pós-graduada
III. Desenvolver relações estratégicas com a sociedade.
1. Criação de uma estrutura mais eficaz de comunicação e promoção da FMH
2. Reorganização dos serviços administrativos e reestruturação eficiente dos mesmos
3. Organização interna e gestão por processos
4. Gestão das instalações
5. Implementação de uma cultura de mérito e de processos de avaliação de desempenho de
docentes e funcionários.
Proposta de
Intervenção
3- Linhas Estratégicas Orientadoras
4- Definição das Perspetivas e Fatores Críticos de Sucesso
Nelson Brites Correia
a) Colocar a investigação científica como objetivo central de crescimento
b) Valorizar a qualidade do ensino prestado e a sua ligação à produção científica, efetuada
através de referências internacionais, estabilizando a oferta de cursos de mestrado e
doutoramento e aumentando a oferta de cursos de especialização
c) Aumentar o nº de alunos de forma sustentável e a oferta de novas áreas de ensino, através
de novos públicos-alvo e áreas emergentes
d) Organizar a estrutura interna e promover a coesão interna da FMH
e) Estabilizar o novo modelo de organização científica e pedagógica, no âmbito dos
departamentos e secções autónomas, e organizar os novos modelos de acreditação de
cursos de formação graduada e pós-graduada
f) Fomentar, junto de estudantes e investigadores, o empreendedorismo
g) Aperfeiçoar o funcionamento do Gabinete de Relações Internacionais
Notoriedade Criação de Valor Internacionalização Tecnologia
Retenção/Fidelização Solidez Financeira Racionalização Qualificação
Satisfação Crescimento Qualidade Satisfação
Inovação
Stakeholders Financeira Processos Internos Aprendizagem e Crescimento
Proposta de
Intervenção
5- Construção do Mapa Estratégico
Nelson Brites Correia
Proposta de
Intervenção
6- Balanced Scorecard Institucional
Nelson Brites Correia
Proposta de
Intervenção
7- Alinhamento Estratégico
Nelson Brites Correia
Presidente Conselho Científico Conselho Gestão
Conclusões
Acredita-se que, na generalidade, quer o objetivo geral (conceber um
modelo de gestão de performance e de desempenho para a Instituição)
quer os objetivos específicos (construir painéis de controlo que permitam o
alinhamento estratégico por 3 Órgãos de gestão) da investigação foram
atingidos.
Nelson Brites Correia
Pontos Futuros
A noção de que este estudo está longe de estar acabado permite dar pistas
para investigação futura. Nesse sentido, é fundamental uma futura
investigação sobre o desdobramento do BSC pelos departamentos, secções
autónomas, serviços administrativos, docentes, investigadores e não
docentes da FMH.
Nelson Brites Correia
Muito Obrigado.
Nelson Brites Correia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação pré projecto tese doutoramento
Apresentação pré projecto tese doutoramentoApresentação pré projecto tese doutoramento
Apresentação pré projecto tese doutoramento
Ana Santos
 
Apresentação do pré-projecto Doutoramento
Apresentação do pré-projecto DoutoramentoApresentação do pré-projecto Doutoramento
Apresentação do pré-projecto Doutoramento
lfroque
 
Apresentação da Dissertação de Mestrado
Apresentação da Dissertação de MestradoApresentação da Dissertação de Mestrado
Apresentação da Dissertação de Mestrado
giselle_trajano
 
Modelo de apresentação da tese
Modelo de apresentação da teseModelo de apresentação da tese
Modelo de apresentação da tese
Delza
 
Defesa Mestrado Alcione
Defesa Mestrado AlcioneDefesa Mestrado Alcione
Defesa Mestrado Alcione
Alcione Torres
 
Apresentação Pré- projeto tese
Apresentação Pré- projeto tese Apresentação Pré- projeto tese
Apresentação Pré- projeto tese
João Piedade
 
Defesa de mestrado Valeria de Oliveira 9.8.13
Defesa de mestrado   Valeria de Oliveira 9.8.13Defesa de mestrado   Valeria de Oliveira 9.8.13
Defesa de mestrado Valeria de Oliveira 9.8.13
Valeria de Oliveira
 
Apresentação pré projeto de Doutoramento
Apresentação pré projeto de DoutoramentoApresentação pré projeto de Doutoramento
Apresentação pré projeto de Doutoramento
Susana Lemos
 
Apresentação dos slides de dissertação de mestrado
Apresentação dos slides de dissertação de mestradoApresentação dos slides de dissertação de mestrado
Apresentação dos slides de dissertação de mestrado
Marco Aurélio Tomaz Jr
 

Mais procurados (20)

Defesa de tese do mestrado
Defesa de tese do mestradoDefesa de tese do mestrado
Defesa de tese do mestrado
 
Apresentação defesa de dissertação
Apresentação defesa de dissertaçãoApresentação defesa de dissertação
Apresentação defesa de dissertação
 
Guia para apresentação de uma Tese
Guia para apresentação de uma TeseGuia para apresentação de uma Tese
Guia para apresentação de uma Tese
 
Apresentação pré projecto tese doutoramento
Apresentação pré projecto tese doutoramentoApresentação pré projecto tese doutoramento
Apresentação pré projecto tese doutoramento
 
Dissertação do Mestrado
Dissertação do MestradoDissertação do Mestrado
Dissertação do Mestrado
 
Dissertação mestrado Ciência da Educação / Neldilene G. Soares
Dissertação  mestrado Ciência da Educação / Neldilene G. SoaresDissertação  mestrado Ciência da Educação / Neldilene G. Soares
Dissertação mestrado Ciência da Educação / Neldilene G. Soares
 
Defesa da Dissertação
Defesa da DissertaçãoDefesa da Dissertação
Defesa da Dissertação
 
Apresentação do pré-projecto Doutoramento
Apresentação do pré-projecto DoutoramentoApresentação do pré-projecto Doutoramento
Apresentação do pré-projecto Doutoramento
 
Apresentação da Dissertação de Mestrado
Apresentação da Dissertação de MestradoApresentação da Dissertação de Mestrado
Apresentação da Dissertação de Mestrado
 
Modelo de apresentação da tese
Modelo de apresentação da teseModelo de apresentação da tese
Modelo de apresentação da tese
 
Defesa Mestrado Alcione
Defesa Mestrado AlcioneDefesa Mestrado Alcione
Defesa Mestrado Alcione
 
Apresentação defesa de mestrado
Apresentação defesa de mestradoApresentação defesa de mestrado
Apresentação defesa de mestrado
 
Desenho projecto-investigação
Desenho projecto-investigaçãoDesenho projecto-investigação
Desenho projecto-investigação
 
Apresentação Pré- projeto tese
Apresentação Pré- projeto tese Apresentação Pré- projeto tese
Apresentação Pré- projeto tese
 
Defesa de mestrado Valeria de Oliveira 9.8.13
Defesa de mestrado   Valeria de Oliveira 9.8.13Defesa de mestrado   Valeria de Oliveira 9.8.13
Defesa de mestrado Valeria de Oliveira 9.8.13
 
Defesa do projeto de tese - Tecnologias Móveis no ensino da Língua Inglesa no...
Defesa do projeto de tese - Tecnologias Móveis no ensino da Língua Inglesa no...Defesa do projeto de tese - Tecnologias Móveis no ensino da Língua Inglesa no...
Defesa do projeto de tese - Tecnologias Móveis no ensino da Língua Inglesa no...
 
Apresentação pré projeto de Doutoramento
Apresentação pré projeto de DoutoramentoApresentação pré projeto de Doutoramento
Apresentação pré projeto de Doutoramento
 
Defesa da tese na UCP
Defesa da tese na UCPDefesa da tese na UCP
Defesa da tese na UCP
 
Apresentação dos slides de dissertação de mestrado
Apresentação dos slides de dissertação de mestradoApresentação dos slides de dissertação de mestrado
Apresentação dos slides de dissertação de mestrado
 
Pesquisa quantitativa e qualitativa
Pesquisa quantitativa e qualitativaPesquisa quantitativa e qualitativa
Pesquisa quantitativa e qualitativa
 

Semelhante a Apresentação defesa tese

Apresentação apóstolos da saúde
Apresentação apóstolos da saúde  Apresentação apóstolos da saúde
Apresentação apóstolos da saúde
Yuri Kaminski
 
Desenvolvimento profissional contínuoem cuidados de saúde primários e integra...
Desenvolvimento profissional contínuoem cuidados de saúde primários e integra...Desenvolvimento profissional contínuoem cuidados de saúde primários e integra...
Desenvolvimento profissional contínuoem cuidados de saúde primários e integra...
João Pedro Batista Tomaz
 
Avaliacao de desempenho_docente__a_perspectiva_dos_professores_de_educacao_fi...
Avaliacao de desempenho_docente__a_perspectiva_dos_professores_de_educacao_fi...Avaliacao de desempenho_docente__a_perspectiva_dos_professores_de_educacao_fi...
Avaliacao de desempenho_docente__a_perspectiva_dos_professores_de_educacao_fi...
elvira correia
 
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Mario Souza
 
Tecnologos 1 e 2 semestre temos a pronta entrega adquira ja whatsapp 919883...
Tecnologos 1 e 2 semestre   temos a pronta entrega adquira ja whatsapp 919883...Tecnologos 1 e 2 semestre   temos a pronta entrega adquira ja whatsapp 919883...
Tecnologos 1 e 2 semestre temos a pronta entrega adquira ja whatsapp 919883...
Arleno
 

Semelhante a Apresentação defesa tese (20)

Eficiência, Eficácia ou Efetividade, para onde o está orientado o modelo de ...
Eficiência, Eficácia ou Efetividade, para onde o está orientado o  modelo de ...Eficiência, Eficácia ou Efetividade, para onde o está orientado o  modelo de ...
Eficiência, Eficácia ou Efetividade, para onde o está orientado o modelo de ...
 
O papel das lideranças na melhoria do desempenho das equipes, avaliação, educ...
O papel das lideranças na melhoria do desempenho das equipes, avaliação, educ...O papel das lideranças na melhoria do desempenho das equipes, avaliação, educ...
O papel das lideranças na melhoria do desempenho das equipes, avaliação, educ...
 
Apresentação apóstolos da saúde
Apresentação apóstolos da saúde  Apresentação apóstolos da saúde
Apresentação apóstolos da saúde
 
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rsGestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
 
Arte gestao pessoas
Arte gestao pessoasArte gestao pessoas
Arte gestao pessoas
 
(ConSePS 2015) imersão 1
(ConSePS 2015) imersão 1 (ConSePS 2015) imersão 1
(ConSePS 2015) imersão 1
 
Gestão Estratégica da ESMA-PB
Gestão Estratégica da ESMA-PBGestão Estratégica da ESMA-PB
Gestão Estratégica da ESMA-PB
 
Avaliação da Educação Superior: o que dizem os novos indicadores
Avaliação da Educação Superior: o  que dizem os novos indicadoresAvaliação da Educação Superior: o  que dizem os novos indicadores
Avaliação da Educação Superior: o que dizem os novos indicadores
 
Desenvolvimento profissional contínuoem cuidados de saúde primários e integra...
Desenvolvimento profissional contínuoem cuidados de saúde primários e integra...Desenvolvimento profissional contínuoem cuidados de saúde primários e integra...
Desenvolvimento profissional contínuoem cuidados de saúde primários e integra...
 
Avaliacao de desempenho_docente__a_perspectiva_dos_professores_de_educacao_fi...
Avaliacao de desempenho_docente__a_perspectiva_dos_professores_de_educacao_fi...Avaliacao de desempenho_docente__a_perspectiva_dos_professores_de_educacao_fi...
Avaliacao de desempenho_docente__a_perspectiva_dos_professores_de_educacao_fi...
 
Diretrizes EAFUV 2016
Diretrizes EAFUV 2016Diretrizes EAFUV 2016
Diretrizes EAFUV 2016
 
Administração - Faculdade Dehoniana
Administração - Faculdade DehonianaAdministração - Faculdade Dehoniana
Administração - Faculdade Dehoniana
 
Institucional
InstitucionalInstitucional
Institucional
 
Organizacional
OrganizacionalOrganizacional
Organizacional
 
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
 
A formação dos profissionais da APS
A formação dos profissionais da APSA formação dos profissionais da APS
A formação dos profissionais da APS
 
Tecnologos 1 e 2 semestre temos a pronta entrega adquira ja whatsapp 919883...
Tecnologos 1 e 2 semestre   temos a pronta entrega adquira ja whatsapp 919883...Tecnologos 1 e 2 semestre   temos a pronta entrega adquira ja whatsapp 919883...
Tecnologos 1 e 2 semestre temos a pronta entrega adquira ja whatsapp 919883...
 
Relatorio de gestão e sustentabilidade esag 2010 2013
Relatorio de gestão e sustentabilidade esag 2010 2013Relatorio de gestão e sustentabilidade esag 2010 2013
Relatorio de gestão e sustentabilidade esag 2010 2013
 
Diretrizes EAFUV 2016
Diretrizes EAFUV 2016Diretrizes EAFUV 2016
Diretrizes EAFUV 2016
 
trabalho fp114.docx
trabalho fp114.docxtrabalho fp114.docx
trabalho fp114.docx
 

Último

472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
GisellySobral
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 

Apresentação defesa tese

  • 1. A IMPLEMENTAÇÃO DO BALANCED SCORECARD EM UNIVERSIDADES PÚBLICAS. Estudo de caso aplicado à Faculdade de Motricidade Humana Nelson Miguel Ventura Brites Correia Orientadora: Prof. Generosa do Nascimento, Prof. Auxiliar Convidada, Departamento de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional, ISCTE-IUL Business School. Coorientadora: Prof. Dra. Margarida Mascarenhas, Prof. Auxiliar, Departamento de Educação e Humanidades (Área de Especialização Científica de Sociologia e Gestão do Desporto), Faculdade de Motricidade Humana- Universidade Técnica de Lisboa Junho 2013
  • 2. Agenda: • Contextualização, Questões de Partida e Objetivos • Quadro Teórico • Método • Estudo do BSC em Instituições de Ensino Superior Público • Caracterização da Instituição • Projeto de Intervenção • Conclusões • Pontos para Futuras Investigações Nelson Brites Correia
  • 3. Contextualização Questões de Partida Objetivos • Como poderá a Faculdade de Motricidade Humana desenhar um BSC para a sua realidade? • Será apropriado utilizar as 4 perspetivas originais do BSC? • Que objetivos estratégicos nomear em cada perspetiva? • Qual o desenho apropriado do mapa estratégico? • Como fazer o alinhamento do BSC institucional com o BSC dos 3 Órgãos mais importantes de gestão - o Presidente, o Conselho de Gestão e o Conselho Científico? • Quais serão os objetivos específicos e os indicadores de medida a utilizar? • Como apresentar os painéis de controlo de monitorização das realizações? Nelson Brites Correia
  • 4. Quadro Teórico Nelson Brites Correia 1- Evolução histórica dos conceitos aplicados à performance
  • 5. Mobilizar para a mudançaatravés da liderança de topo: Mobilização Governação Sistema de Gestão Estratégica Traduzir a estratégiaem termos operacionais: Mapas Estratégicos Balanced Scorecard Alinhar a organizaçãocom a estratégia: Papel da organização Sinergias das unidades de negócio Sinergias das unidades de suporte Fazer daestratégia um trabalho de todos: Consciência da estratégia BSC’s pessoais Ligação a incentivos Fazer da estratégia um processo contínuo: Ligar estratégia ao orçamento Sistemas de informação Aprendizagem estratégica Quadro Teórico Nelson Brites Correia 2- Evolução do Conceito do BSC Traduzir a Visão:  Clarificar a Visão  Ganhar consenso Feedback e Aprendizagem:  Articular a visão partilhada  Fornecer feedback estratégico  Facilitar a revisão estratégica e a aprendizagem Comunicaçãoe Ligação:  Comunicação e educação  Estabelecer objetivos  Ligar prémios às medidas de performance Planeamentode Negócio:  Estabelecer metas a atingir  Alinhar iniciativas estratégicas  Estabelecer marcos temporalmente definidos Balanced Scorecard1ª Geração 2ª Geração 3ª Geração Objetivos Métricas Metas Iniciativas Objetivos Métricas Metas Iniciativas Objetivos Métricas Metas Iniciativas Objetivos Métricas Metas Iniciativas Perspetiva Aprendizagem e Crescimento Para alcançar a nossa visão, como devemos manter a nossa capacidade de mudar e melhorar? Visão Estratégia Perspetiva Financeira Para ter sucesso financeiro, como nos devemos apresentar aos acionistas? Perspetiva Clientes Para alcançar a nossa visão, como nos devemos apresentar aos nossos clientes? Perspetiva Processos Internos Para satisfazer os clientes e acionistas, em que processos deveremos ser melhores?
  • 6. Quadro Teórico Nelson Brites Correia 3- Gestão de Performance nas Instituições de Ensino Superior Público
  • 7. Método Nelson Brites Correia • Método: • Estudo de Caso • Técnicas de Recolha de Dados: • Dados escritos e análise documental (registos de arquivos, memorandos de reuniões, relatórios de atividade, planos estratégicos e atas) • Entrevistas não estruturadas • Questionários ao Vice-Presidente, Secretário e a um Diretor de Departamento da FMH • Técnicas de Tratamento de Dados: • Análise de conteúdo
  • 8. Resultado do Estudo Instituições de Ensino Superior Público 4- O BSC na Academia ' AlcanceeCompromissos AprendizagemeCrescimento AprendizagemeDesenvolvimento BolsasdeEstudo BolsasdeEstudoeInvestigação Clientes Clientes&Stakeholders Constituintes(Eleitores) CrescimentoeDesenvolvimento DesenvolvimentoeAprendizagemOrganizacional DesenvolvimentoHumanoeOrganizacional Diversidade DocenciaeAprendizagem ExcelênciaAcadémica ExperiênciadeAprendizagemdoEstudante Financeira Financeira(ouStakeholders) FoconosEstudanteseeStakeholders GestãoAcadémica GestãodeRecursos InovaçãoeAprendizagem Instrução Interna NegóciosInternos Orçamentação,FinanceiraeResultadosdeMercado Potencial Processos ProcessosInternos ProcessosInternosdeNegócio RecursosFinanceiros ResultadosdaAprendizagemdosEstudantes ResultadosdaEficáciaOrganizacional ResultadosdosDocenteseStaff(Não-Docentes) ResultadosnaGovernançaeResponsabilidadeSocial ResultadosOrçamentadoseFinanceiros SatisfaçãocomLocaldeTrabalho ServiçoPúblico/Alcance Serviço/Alcance Stakeholders Utilizadores TotalGeral Bailey et al. (X999) 1 1 1 1 4 Dorweiler & Yakhou (2005) 1 1 1 1 4 Nistor (2010) 1 1 1 1 4 Ruben (1999) 1 1 1 1 1 5 O'Neil et al. (1999) 1 1 1 1 4 Stewart & Carpenter-Hubin (2001) 1 1 1 1 1 5 Poll (2001) 1 1 1 1 4 Lawrence & Sharma (2002) 1 1 1 1 4 Cullen et al. (2003) 1 1 1 1 4 Karathanos & Karathanos (2005) 1 1 1 1 1 5 Kettunen (2005) 1 1 1 1 4 Cardoso et al. (2005) 1 1 1 1 4 Kettunen (2006) 1 1 1 1 4 Papenhausen & Einstein (2006) 1 1 1 1 4 Chen et al. (2006) 1 1 1 1 4 Praneetpolgrang et al. (2006) 1 1 1 1 4 Cugini & Michelon (2007) 1 1 1 1 4 Yek et al. (2007) 1 1 1 1 4 Umashankar & Dutta (2007) 1 1 1 1 4 Karra & Papadopoulos (2008) 1 1 1 1 4 Farid et al. (2008) 1 1 1 1 4 Hamid et al. (2008) 1 1 1 1 4 McDevitt et al. (2008) 1 1 1 1 1 5 Beard (2009)- Kennerth W. Monfort- I 1 1 1 1 1 5 Beard (2009)- Kennerth W. Monfort- II 1 1 1 1 1 1 6 Ballentine & Eckles (2009) 1 1 1 1 4 Weisensee et al. (2009) 1 1 1 1 4 Wu et al. (2011) 1 1 1 1 4 Negash (2011) 1 1 1 1 4 Franceschini & Turina (2011) 1 1 1 1 4 Total Geral 1 14 1 1 1 14 3 1 1 1 1 1 1 1 1 21 1 3 2 1 6 1 1 7 2 1 2 10 4 1 3 3 3 1 1 1 1 1 6 1 127
  • 9. Caracterização da Instituição Nelson Brites Correia 1- Apresentação 1713 alunos (2011) 5 licenciaturas 14 mestrados 2 ramos de doutoramentos 14 cursos de pós-graduação 9 cursos de curta duração. 80% dos seus professores habilitados com o grau de doutoramento “A Faculdade de Motricidade Humana (FMH) é herdeira de um longo percurso histórico com raízes no Instituto Nacional de Educação Física (INEF), criado em 1940, e no Instituto Superior de Educação Física (ISEF)”.
  • 10. Caracterização da Instituição Nelson Brites Correia 2- Organograma Despacho n.º 14283/2009 publicados na 2.ª série do “Diário da República” de 24 de junho de 2009
  • 11. Caracterização da Instituição 3- Missão 4- Visão 5- Valores Institucionais Nelson Brites Correia FMH privilegia a qualidade de ensino e da investigação científica. • Reforçar a internacionalização, mobilizando todos os recursos humanos disponíveis, através de projetos e atividades inovadoras de cooperação com universidades e grupos de investigação • Promover a coesão interna da FMH, através de dinâmicas de trabalho mais interativas • Implementar um modelo de gestão entre órgão de governo da FMH mais partilhado em decisões e tarefas de promoção e desenvolvimento da escola no plano pedagógico, científico, administrativo e financeiro “A FMH tem por missão assegurar o progresso consistente da sociedade do conhecimento, dinamizando o desenvolvimento humano sustentável através da motricidade, pelo estudo do corpo e das suas manifestações na interação dos processos biológicos com os valores socioculturais em diferentes contextos sociais, designadamente nos sistemas educativos, desportivo, produtivo e de saúde”.
  • 12. Caracterização da Instituição 6- Diagnóstico à implementação do BSC • Oportunidade, vantagens e dificuldades da implementação do BSC • Construção das perspetivas e seleção dos objetivos estratégicos • Modelo Desejado Nelson Brites Correia Dada a confirmação da premente necessidade de utilização do BSC para se atingir significativas melhorias de performance, através da conjugação obtida entre mudanças estruturais, prioridades estratégicas e eficiências operacionais, apresenta-se uma proposta de intervenção, concebendo-se painéis de controlo estruturados, de indicadores financeiros e não-financeiros, fazendo-se o alinhamento entre a Missão da instituição e os objetivos de alguns órgãos de gestão.
  • 13. Proposta de Intervenção 1- Redefinir a Missão da FMH: 2- Eixos Estratégicos: Nelson Brites Correia Produzir e transmitir à sociedade conhecimento científico sobre a motricidade humana de acordo com os mais altos padrões de qualidade internacionais, fomentando a aprendizagem ao longo da vida e proporcionando valor económico, social e cultural à comunidade. I. Desenvolver e consolidar, com qualidade, a investigação científica II. Melhorar a qualidade de ensino e a oferta de cursos de formação graduada e pós-graduada III. Desenvolver relações estratégicas com a sociedade. 1. Criação de uma estrutura mais eficaz de comunicação e promoção da FMH 2. Reorganização dos serviços administrativos e reestruturação eficiente dos mesmos 3. Organização interna e gestão por processos 4. Gestão das instalações 5. Implementação de uma cultura de mérito e de processos de avaliação de desempenho de docentes e funcionários.
  • 14. Proposta de Intervenção 3- Linhas Estratégicas Orientadoras 4- Definição das Perspetivas e Fatores Críticos de Sucesso Nelson Brites Correia a) Colocar a investigação científica como objetivo central de crescimento b) Valorizar a qualidade do ensino prestado e a sua ligação à produção científica, efetuada através de referências internacionais, estabilizando a oferta de cursos de mestrado e doutoramento e aumentando a oferta de cursos de especialização c) Aumentar o nº de alunos de forma sustentável e a oferta de novas áreas de ensino, através de novos públicos-alvo e áreas emergentes d) Organizar a estrutura interna e promover a coesão interna da FMH e) Estabilizar o novo modelo de organização científica e pedagógica, no âmbito dos departamentos e secções autónomas, e organizar os novos modelos de acreditação de cursos de formação graduada e pós-graduada f) Fomentar, junto de estudantes e investigadores, o empreendedorismo g) Aperfeiçoar o funcionamento do Gabinete de Relações Internacionais Notoriedade Criação de Valor Internacionalização Tecnologia Retenção/Fidelização Solidez Financeira Racionalização Qualificação Satisfação Crescimento Qualidade Satisfação Inovação Stakeholders Financeira Processos Internos Aprendizagem e Crescimento
  • 15. Proposta de Intervenção 5- Construção do Mapa Estratégico Nelson Brites Correia
  • 16. Proposta de Intervenção 6- Balanced Scorecard Institucional Nelson Brites Correia
  • 17. Proposta de Intervenção 7- Alinhamento Estratégico Nelson Brites Correia Presidente Conselho Científico Conselho Gestão
  • 18. Conclusões Acredita-se que, na generalidade, quer o objetivo geral (conceber um modelo de gestão de performance e de desempenho para a Instituição) quer os objetivos específicos (construir painéis de controlo que permitam o alinhamento estratégico por 3 Órgãos de gestão) da investigação foram atingidos. Nelson Brites Correia
  • 19. Pontos Futuros A noção de que este estudo está longe de estar acabado permite dar pistas para investigação futura. Nesse sentido, é fundamental uma futura investigação sobre o desdobramento do BSC pelos departamentos, secções autónomas, serviços administrativos, docentes, investigadores e não docentes da FMH. Nelson Brites Correia