SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Sexualidade
Segundo o Ministério da Saúde (BRASIL, 1999, p. 17-18),  o desenvolvimento sexual do adolescente sofre influências de si próprio, da família, de sua cultura e subcultura e de seus companheiros, sendo a pressão do grupo, talvez, o fator mais poderoso para determinar seu comportamento.
O adolescente é um ser sexualizado, independente de praticar relações sexuais ou  não, buscando assim, seu  espaço e identidade no mundo. Desta maneira, precisa-se compreender que a sexualidade:
[...]  envolve os sentimentos do ser homem ou mulher, característica como  feminilidade e masculinidade, as atividades (...) ligadas ao corpo e aos genitais, tais como o próprio ato sexual, e a masturbação, que propiciam um tipo especial e específico de contato inter e intra pessoal, cuja principal característica (...) é a busca do prazer com outra pessoa.
A  evolução do jovem em direção ao estabelecimento de sua sexualidade  madura e completa é um processo complexo, às vezes difícil, cheio de conflitos e crises, e também de momentos maravilhosos de paixão, descoberta e realização.
Composição da Sexualidade: Compreensão dos aspectos que compõe a Sexualidade.
Sexualidade: •  Sexualidade não se resume ao ato sexual; •  Para facilitar a compreensão ,  divide-se a sexualidade em 4 pontos, que se misturam, interagem e são dinâmicos entre si.
Os 4 aspectos são:  •  Sexo Biológico;  •  Identidade Sexual; •  Papel Sexual;  •  Orientação do Desejo.
Sexo Biológico:  •  É constituído pelas características fenotípicas e genotípicas de nosso organismo; •  Geneticamente : Somos Homens ou Mulheres. Isto é, apresentamos cromossomos sexuais “XY” ou “XX”.
Identidade Sexual:  •  Quem se acredita ser. •  O sexo biológico é o referencial inicial da construção de nossa identidade sexual.
Papéis Sexuais:  •  Papéis sexuais podem ser definidos como os comportamentos masculinos e femininos;  •  Variam conforme a época e a cultura.
Orientação do Desejo; • A quem se deseja.  • Sentimento de atração direcionado á pessoa com quem desejamos nos relacionar amorosa e sexualmente. • Homossexual, Bissexual ou Heterossexual.
Heterossexualidade: • Atração afetiva e sexual por pessoas de sexo diferente do próprio.
•  Heterossexual Homem: Sexo Biológico: Homem Identidade Sexual: Masculino Papéis Sexuais: Variaveis.  Orientação do Desejo: Sexo Oposto.
•   Heterossexual Mulher: Sexo Biológico: Mulher.  Identidade Sexual: Feminino. Papéis Sexuais: Variaveis.  Orientação do Desejo: Sexo Oposto.
Homossexualidade:
•  Homossexual Homem:  Sexo Biológico: Homem. Identidade Sexual: Masculino. Papéis Sexuais: Variáveis.  Orientação do Desejo: mesmo sexo.
•  Homossexual Mulher: Sexo Biológico: Mulher.  Identidade Sexual: Feminina.  Papéis Sexuais: Variáveis.  Orientação do Desejo: mesmo sexo.
Bissexualidade (Bissexual):
• Homem:  Sb: Homem. IS: Masculina. Ps : Variável.  OD: Ambos os sexos.
• Mulher :  Sb: Mulher.  IS: Feminina.  Ps : Variável.  OD: Ambos os sexos.
Transexualidade (Transexual)
• Homem: Sb: Homem. IS: Feminina.  Ps : Feminino.  OD: Na grande maioria é heterossexual, mas pode ser homo ou bi.
• Mulher:  Sb: Mulher.  IS: Masculino.  Ps : Masculino.  OD: Na grande maioria é  heterossexual, mas pode ser homo ou bi.
Travesti
• Homem: Sb: Homem. IS: masculina e feminina. Ps : Feminino.  OD: predominantemente  homo , mas pode ser  hetero ou bi.
• Mulher: Sb: Mulher.  IS: masculina e feminina. Ps : masculino.  OD: predominantemente  homo , mas pode ser  hetero ou bi.
Diferenças ...  Somos diferentes um do outro, com cores diversas que podem ser complementar de maneira harmoniosa.  Heterossexuais, homossexuais, bissexuais são pessoas desejosas, todas elas, de expressar seu amor.  Compreender essa diversidade não significa aceita-la como o caminho a seguir, porém tolerá-la como parte da existência humana.
Qualquer maneira de amor vale a pena, qualquer maneira de amor, vale amar... Falar sobre as diferentes manifestações sexuais não é um caminho para praticá-las, mas para exercer a sexualidade com respeito pela própria natureza e pela dos outros.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
Santos de Castro
 
Educação sexual
Educação sexualEducação sexual
Educação sexual
lazaro12r
 
Género e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas EscolasGénero e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas Escolas
Michele Pó
 
A Sexualidade e a Escola
A Sexualidade e a EscolaA Sexualidade e a Escola
A Sexualidade e a Escola
Michele Pó
 
Desbravadores: Especialidade Sexualidade
Desbravadores: Especialidade SexualidadeDesbravadores: Especialidade Sexualidade
Desbravadores: Especialidade Sexualidade
Ronaldo Santana
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
Camila Oliveira
 

Mais procurados (20)

SOCIOLOGIA SEXUALIDADE
SOCIOLOGIA SEXUALIDADESOCIOLOGIA SEXUALIDADE
SOCIOLOGIA SEXUALIDADE
 
Sexo na adolescência
Sexo na adolescênciaSexo na adolescência
Sexo na adolescência
 
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
 
Educação sexual
Educação sexualEducação sexual
Educação sexual
 
1
11
1
 
Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1
 
Gênero e Sexualidade
Gênero e Sexualidade Gênero e Sexualidade
Gênero e Sexualidade
 
Sexualidade e Saúde reprodutiva.
Sexualidade e Saúde reprodutiva.Sexualidade e Saúde reprodutiva.
Sexualidade e Saúde reprodutiva.
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade  powerpointSexualidade  powerpoint
Sexualidade powerpoint
 
Orientação sexual
Orientação sexualOrientação sexual
Orientação sexual
 
Educação sexual
Educação sexualEducação sexual
Educação sexual
 
Género e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas EscolasGénero e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas Escolas
 
A Sexualidade e a Escola
A Sexualidade e a EscolaA Sexualidade e a Escola
A Sexualidade e a Escola
 
Sexualidade feminina
Sexualidade femininaSexualidade feminina
Sexualidade feminina
 
Comportamentos Sexuais na Adolescência
Comportamentos Sexuais na AdolescênciaComportamentos Sexuais na Adolescência
Comportamentos Sexuais na Adolescência
 
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOSAbuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
Desbravadores: Especialidade Sexualidade
Desbravadores: Especialidade SexualidadeDesbravadores: Especialidade Sexualidade
Desbravadores: Especialidade Sexualidade
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
Leis gênero
Leis gêneroLeis gênero
Leis gênero
 

Destaque

Diferenças Sexuais
Diferenças SexuaisDiferenças Sexuais
Diferenças Sexuais
Michele Pó
 
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação FinalSexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
guest63f1fa
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Alinebrauna Brauna
 
A lógica de Deus x a lógica dos homens 1 dom quaresma
A lógica de Deus x a lógica dos homens   1 dom quaresmaA lógica de Deus x a lógica dos homens   1 dom quaresma
A lógica de Deus x a lógica dos homens 1 dom quaresma
Paulo Dias Nogueira
 
Homossexuaidade na grecia antiga michael agnes
Homossexuaidade na grecia antiga michael agnesHomossexuaidade na grecia antiga michael agnes
Homossexuaidade na grecia antiga michael agnes
Micael Agnes
 
Sexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaSexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescencia
Lasianny
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade powerpointSexualidade powerpoint
Sexualidade powerpoint
georgiamfc
 

Destaque (20)

Diferenças Sexuais
Diferenças SexuaisDiferenças Sexuais
Diferenças Sexuais
 
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação FinalSexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
 
A lógica de Deus x a lógica dos homens 1 dom quaresma
A lógica de Deus x a lógica dos homens   1 dom quaresmaA lógica de Deus x a lógica dos homens   1 dom quaresma
A lógica de Deus x a lógica dos homens 1 dom quaresma
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
Homem Maduro (04 2008)
Homem Maduro (04 2008)Homem Maduro (04 2008)
Homem Maduro (04 2008)
 
O homem espiritual
O homem espiritualO homem espiritual
O homem espiritual
 
Sexualidade Sem TíTulo 1
Sexualidade Sem TíTulo 1Sexualidade Sem TíTulo 1
Sexualidade Sem TíTulo 1
 
Homossexuaidade na grecia antiga michael agnes
Homossexuaidade na grecia antiga michael agnesHomossexuaidade na grecia antiga michael agnes
Homossexuaidade na grecia antiga michael agnes
 
Sexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaSexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescencia
 
Dia do homem
Dia do homemDia do homem
Dia do homem
 
A familia e a sexualidade
A familia e a sexualidadeA familia e a sexualidade
A familia e a sexualidade
 
Adolescencia
Adolescencia Adolescencia
Adolescencia
 
Como os brasileiros lidam com a saúde sexual?
Como os brasileiros lidam com a saúde sexual?Como os brasileiros lidam com a saúde sexual?
Como os brasileiros lidam com a saúde sexual?
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade powerpointSexualidade powerpoint
Sexualidade powerpoint
 
Sem tabus
Sem tabus  Sem tabus
Sem tabus
 
Escoladeservosout09
Escoladeservosout09Escoladeservosout09
Escoladeservosout09
 
3. a natureza essencial do homem
3. a natureza essencial do homem3. a natureza essencial do homem
3. a natureza essencial do homem
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
Ética cristã e a sexualidade
Ética cristã e a sexualidadeÉtica cristã e a sexualidade
Ética cristã e a sexualidade
 

Semelhante a Apres Compos Sexualidade

Dimensões da sexulidade estereotipos de género
Dimensões da sexulidade estereotipos de géneroDimensões da sexulidade estereotipos de género
Dimensões da sexulidade estereotipos de género
José António Farias
 
Orientação sexual PowerPoint
Orientação sexual PowerPointOrientação sexual PowerPoint
Orientação sexual PowerPoint
fajuchico
 
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIASEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
Jose Camara
 
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
Unidade iii   sexualidade e questões de gêneroUnidade iii   sexualidade e questões de gênero
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
pmarisa
 
Homossexualidade
HomossexualidadeHomossexualidade
Homossexualidade
aprendiz208
 
Homossexualidade e transexualidade
Homossexualidade e transexualidadeHomossexualidade e transexualidade
Homossexualidade e transexualidade
lenaeteresa
 

Semelhante a Apres Compos Sexualidade (20)

Diversidade sexual e a cidadania LGBT
Diversidade sexual e a cidadania LGBTDiversidade sexual e a cidadania LGBT
Diversidade sexual e a cidadania LGBT
 
Dimensões da sexulidade estereotipos de género
Dimensões da sexulidade estereotipos de géneroDimensões da sexulidade estereotipos de género
Dimensões da sexulidade estereotipos de género
 
Orientação sexual PowerPoint
Orientação sexual PowerPointOrientação sexual PowerPoint
Orientação sexual PowerPoint
 
Gênero Formação.pdf
Gênero Formação.pdfGênero Formação.pdf
Gênero Formação.pdf
 
cartilha-da-diversidade-dell-brasil-jul2020_290820205930.pdf
cartilha-da-diversidade-dell-brasil-jul2020_290820205930.pdfcartilha-da-diversidade-dell-brasil-jul2020_290820205930.pdf
cartilha-da-diversidade-dell-brasil-jul2020_290820205930.pdf
 
Orientação sexual: desejos, comportamentos e identidades sexuais.
Orientação sexual: desejos, comportamentos e identidades sexuais.Orientação sexual: desejos, comportamentos e identidades sexuais.
Orientação sexual: desejos, comportamentos e identidades sexuais.
 
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIASEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
 
Dignidade E Diversidade Sexual Humana
Dignidade E Diversidade Sexual HumanaDignidade E Diversidade Sexual Humana
Dignidade E Diversidade Sexual Humana
 
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
Unidade iii   sexualidade e questões de gêneroUnidade iii   sexualidade e questões de gênero
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
 
Diversidade sexual e os diferentes estilos de vida
Diversidade sexual e os diferentes estilos de vidaDiversidade sexual e os diferentes estilos de vida
Diversidade sexual e os diferentes estilos de vida
 
Diversidade Sexual Gênero e Homofobia
Diversidade Sexual Gênero e HomofobiaDiversidade Sexual Gênero e Homofobia
Diversidade Sexual Gênero e Homofobia
 
Palestra Homossexualidade
Palestra HomossexualidadePalestra Homossexualidade
Palestra Homossexualidade
 
Homossexualidade
HomossexualidadeHomossexualidade
Homossexualidade
 
Gêneros e sexualidades: noções, símbolos e datas
Gêneros e sexualidades: noções, símbolos e datasGêneros e sexualidades: noções, símbolos e datas
Gêneros e sexualidades: noções, símbolos e datas
 
Orienta..[1][1] (2)
Orienta..[1][1] (2)Orienta..[1][1] (2)
Orienta..[1][1] (2)
 
18_mch9_complementar_identidade.pptx power
18_mch9_complementar_identidade.pptx power18_mch9_complementar_identidade.pptx power
18_mch9_complementar_identidade.pptx power
 
Diversidade sexual na escola
Diversidade sexual na escolaDiversidade sexual na escola
Diversidade sexual na escola
 
Homossexualidade e transexualidade
Homossexualidade e transexualidadeHomossexualidade e transexualidade
Homossexualidade e transexualidade
 
Voce sabe o que é orientação sexual
Voce sabe o que é orientação sexualVoce sabe o que é orientação sexual
Voce sabe o que é orientação sexual
 
Leis gênero
Leis gêneroLeis gênero
Leis gênero
 

Mais de Albano Novaes

Apres Embriol Sexualidade
Apres Embriol SexualidadeApres Embriol Sexualidade
Apres Embriol Sexualidade
Albano Novaes
 

Mais de Albano Novaes (20)

Modelo.para.elaboração.atidade.biologia
Modelo.para.elaboração.atidade.biologiaModelo.para.elaboração.atidade.biologia
Modelo.para.elaboração.atidade.biologia
 
Apres.ppoint.animais.poríferos
Apres.ppoint.animais.poríferosApres.ppoint.animais.poríferos
Apres.ppoint.animais.poríferos
 
Apres.ppoint.cnidarios.celenterados
Apres.ppoint.cnidarios.celenteradosApres.ppoint.cnidarios.celenterados
Apres.ppoint.cnidarios.celenterados
 
Teste.bio.1000
Teste.bio.1000Teste.bio.1000
Teste.bio.1000
 
Ppoint.evolução.especiação
Ppoint.evolução.especiaçãoPpoint.evolução.especiação
Ppoint.evolução.especiação
 
Argumentos.evolucionistas
Argumentos.evolucionistasArgumentos.evolucionistas
Argumentos.evolucionistas
 
Ppoint.anatomia.vegetal.raiz.1
Ppoint.anatomia.vegetal.raiz.1Ppoint.anatomia.vegetal.raiz.1
Ppoint.anatomia.vegetal.raiz.1
 
Ppoint.quim.polimeros.adição.plásticos
Ppoint.quim.polimeros.adição.plásticosPpoint.quim.polimeros.adição.plásticos
Ppoint.quim.polimeros.adição.plásticos
 
Apres.ppoint.biotecnologia
Apres.ppoint.biotecnologiaApres.ppoint.biotecnologia
Apres.ppoint.biotecnologia
 
Apres.ppoint.reino.vegetal.ii
Apres.ppoint.reino.vegetal.iiApres.ppoint.reino.vegetal.ii
Apres.ppoint.reino.vegetal.ii
 
Ppoint.bio.reprodução
Ppoint.bio.reproduçãoPpoint.bio.reprodução
Ppoint.bio.reprodução
 
Apres.conferencias.ambientais
Apres.conferencias.ambientaisApres.conferencias.ambientais
Apres.conferencias.ambientais
 
Bio.eco.relações.ecológicas
Bio.eco.relações.ecológicasBio.eco.relações.ecológicas
Bio.eco.relações.ecológicas
 
Apres.sexualidade.escola
Apres.sexualidade.escolaApres.sexualidade.escola
Apres.sexualidade.escola
 
Trab.física.raios x
Trab.física.raios xTrab.física.raios x
Trab.física.raios x
 
Apres.ppoint.adrenoleucodistrofia
Apres.ppoint.adrenoleucodistrofiaApres.ppoint.adrenoleucodistrofia
Apres.ppoint.adrenoleucodistrofia
 
Apres.desenv.sustent.educ.amb
Apres.desenv.sustent.educ.ambApres.desenv.sustent.educ.amb
Apres.desenv.sustent.educ.amb
 
Apres.dst.ppoint
Apres.dst.ppointApres.dst.ppoint
Apres.dst.ppoint
 
Apres.ppoint.meiose
Apres.ppoint.meioseApres.ppoint.meiose
Apres.ppoint.meiose
 
Apres Embriol Sexualidade
Apres Embriol SexualidadeApres Embriol Sexualidade
Apres Embriol Sexualidade
 

Último

Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 

Apres Compos Sexualidade

  • 2. Segundo o Ministério da Saúde (BRASIL, 1999, p. 17-18), o desenvolvimento sexual do adolescente sofre influências de si próprio, da família, de sua cultura e subcultura e de seus companheiros, sendo a pressão do grupo, talvez, o fator mais poderoso para determinar seu comportamento.
  • 3. O adolescente é um ser sexualizado, independente de praticar relações sexuais ou não, buscando assim, seu espaço e identidade no mundo. Desta maneira, precisa-se compreender que a sexualidade:
  • 4. [...] envolve os sentimentos do ser homem ou mulher, característica como feminilidade e masculinidade, as atividades (...) ligadas ao corpo e aos genitais, tais como o próprio ato sexual, e a masturbação, que propiciam um tipo especial e específico de contato inter e intra pessoal, cuja principal característica (...) é a busca do prazer com outra pessoa.
  • 5. A evolução do jovem em direção ao estabelecimento de sua sexualidade madura e completa é um processo complexo, às vezes difícil, cheio de conflitos e crises, e também de momentos maravilhosos de paixão, descoberta e realização.
  • 6. Composição da Sexualidade: Compreensão dos aspectos que compõe a Sexualidade.
  • 7. Sexualidade: • Sexualidade não se resume ao ato sexual; • Para facilitar a compreensão , divide-se a sexualidade em 4 pontos, que se misturam, interagem e são dinâmicos entre si.
  • 8. Os 4 aspectos são: • Sexo Biológico; • Identidade Sexual; • Papel Sexual; • Orientação do Desejo.
  • 9. Sexo Biológico: • É constituído pelas características fenotípicas e genotípicas de nosso organismo; • Geneticamente : Somos Homens ou Mulheres. Isto é, apresentamos cromossomos sexuais “XY” ou “XX”.
  • 10. Identidade Sexual: • Quem se acredita ser. • O sexo biológico é o referencial inicial da construção de nossa identidade sexual.
  • 11. Papéis Sexuais: • Papéis sexuais podem ser definidos como os comportamentos masculinos e femininos; • Variam conforme a época e a cultura.
  • 12. Orientação do Desejo; • A quem se deseja. • Sentimento de atração direcionado á pessoa com quem desejamos nos relacionar amorosa e sexualmente. • Homossexual, Bissexual ou Heterossexual.
  • 13. Heterossexualidade: • Atração afetiva e sexual por pessoas de sexo diferente do próprio.
  • 14. • Heterossexual Homem: Sexo Biológico: Homem Identidade Sexual: Masculino Papéis Sexuais: Variaveis. Orientação do Desejo: Sexo Oposto.
  • 15. Heterossexual Mulher: Sexo Biológico: Mulher. Identidade Sexual: Feminino. Papéis Sexuais: Variaveis. Orientação do Desejo: Sexo Oposto.
  • 17. • Homossexual Homem: Sexo Biológico: Homem. Identidade Sexual: Masculino. Papéis Sexuais: Variáveis. Orientação do Desejo: mesmo sexo.
  • 18. • Homossexual Mulher: Sexo Biológico: Mulher. Identidade Sexual: Feminina. Papéis Sexuais: Variáveis. Orientação do Desejo: mesmo sexo.
  • 20. • Homem: Sb: Homem. IS: Masculina. Ps : Variável. OD: Ambos os sexos.
  • 21. • Mulher : Sb: Mulher. IS: Feminina. Ps : Variável. OD: Ambos os sexos.
  • 23. • Homem: Sb: Homem. IS: Feminina. Ps : Feminino. OD: Na grande maioria é heterossexual, mas pode ser homo ou bi.
  • 24. • Mulher: Sb: Mulher. IS: Masculino. Ps : Masculino. OD: Na grande maioria é heterossexual, mas pode ser homo ou bi.
  • 26. • Homem: Sb: Homem. IS: masculina e feminina. Ps : Feminino. OD: predominantemente homo , mas pode ser hetero ou bi.
  • 27. • Mulher: Sb: Mulher. IS: masculina e feminina. Ps : masculino. OD: predominantemente homo , mas pode ser hetero ou bi.
  • 28. Diferenças ... Somos diferentes um do outro, com cores diversas que podem ser complementar de maneira harmoniosa. Heterossexuais, homossexuais, bissexuais são pessoas desejosas, todas elas, de expressar seu amor. Compreender essa diversidade não significa aceita-la como o caminho a seguir, porém tolerá-la como parte da existência humana.
  • 29. Qualquer maneira de amor vale a pena, qualquer maneira de amor, vale amar... Falar sobre as diferentes manifestações sexuais não é um caminho para praticá-las, mas para exercer a sexualidade com respeito pela própria natureza e pela dos outros.
  • 30.