SlideShare uma empresa Scribd logo
A lei do Trabalho e do Progresso
Leonardo Pereira
A lei do Trabalho e do Progresso
Lei
Lei ( do verbo latino ligare,
que significa “aquilo que liga”,
ou legere, que significa
“aquilo que se lê”), é uma
norma ou conjunto de
normas jurídicas criadas
através dos processos
próprios do ato normativo de
estabelecidas pelas
autoridades competentes
para o efeito.
A lei do Trabalho e do Progresso
Conceito moral:
Lei Natural = Lei de Deus
-Pilares fundamentais:
-Justiça, equilíbrio
Amor e igualdade
das oportunidades.
Lei Divina= Educativa e
não punitiva.
O Livro dos Espíritos – Parte terceira – Das Leis Morais
CAPÍTULO II ao CAPÍTULO XI
lei de adoração.
lei do trabalho.
lei de reprodução.
lei de conservação.
lei de destruição .
lei de sociedade.
lei do progresso.
lei de igualdade.
lei de liberdade.
lei de justiça, de amor e caridade.
A lei do progresso é inexorável
O homem não pode
conservar-se
indefinidamente na
ignorância, porque
tem de atingir a
finalidade que a
Providência lhe
assinou.
O QUE É PROGRESSO?
É a aspiração pelo melhor, pelo bem;
é a prova da existência em nós de um
princípio superior, que nos
encaminha para destinos mais altos,
que nos lança sempre para frente,
nos domínios do pensamento e da
consciência.
O progresso é uma Lei que se realiza
independente da vontade do
homem.
Segundo o Espiritismo, o sentido de
Progresso abrange a ideia de
Perfeição e Aperfeiçoamento.
Há duas espécies de progresso
- O Progresso
Intelectual
- O Progresso
Moral
Porém não marcham lado a
lado.
Progresso intelectual e moral
- 780 – Como o avanço
intelectual pode
gerar o progresso
moral?
- Ao fazer
compreender o bem
e o mal; o homem,
então, pode usar seu
livre-arbítrio com
melhores escolhas.
785. Qual o maior obstáculo ao
Progresso Moral? L.E.
O orgulho e o egoísmo
Se quiserdes que os Homens
vivam como irmãos na Terra,
não basta dar-lhes lições de
moral; é preciso destruir a
causa do antagonismo existente
e atacar a origem do mal: o
orgulho e o egoísmo.”
Allan Kardec - Obras Póstumas
Progresso intelectual e moral
Estamos
evoluindo?
Progresso intelectual e moral
De que maneira
pode o Espiritismo
contribuir para o
progresso?
Progresso intelectual e moral
•Poderia a humanidade
alcançar o bem-estar
moral com as suas crenças
atuais?
• Já não é somente de
desenvolver a inteligência o
de que os homens
necessitam, mas de elevar
o sentimento e, para isso,
faz-se preciso destruir tudo
o que superexcite neles o
egoísmo e o orgulho.
Progresso intelectual e moral
• A palavra "TRABALHO" tem sua
origem no vocábulo latino
"TRIPALIU" - denominação de
um instrumento de tortura
formado por três (tri) paus
(paliu). Desse modo,
originalmente, "trabalhar"
significa ser torturado no
tripaliu.
• Quem eram os torturados? Os
escravos e os pobres que não
podiam pagar os impostos.
Assim, quem "trabalhava",
naquele tempo, eram as pessoas
destituídas de posses.
Lei do trabalho
• O trabalho é toda ocupação útil e faz parte do rol das leis
morais estabelecidas pelo Criador para reger a vida de suas
criaturas.
• É por meio dele que o homem forja o próprio progresso,
desenvolve as possibilidades do meio ambiente em que se
situa e amplia os recursos de preservação da vida.
COMO O ESPIRITISMO
CONCEITUA O TRABALHO?
Lei do trabalho
Lei do trabalho
Lei do trabalho
Lei do trabalho
Lei do trabalho
Pedi, e dar-se-vos-á,
Buscai e acharei,
Batei e abrir-se-vos-à.
Porque todo o que pede recebe e o que busca, acha e quem bate
abrir-se-á. Ou qual de vós, porventura, é o homem que seu filho lhe
pedir pão, lhe dará uma pedra. Ou se porventura, lhe pedir um peixe,
lhe dará uma serpente.
Pois se vós outros sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos
filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas
dádivas aos que lhes pedirem. (Mateus,VII:7-11).
Lei do trabalho
"BUSCAI E
ACHARÁS",”TRABALHA
E PRODUZIRÁS” e
dessa maneira serás
filho de suas obras,
terás o mérito de sua
realização e serás
recompensado
segundo tiveres feito.
Lei do trabalho
Lei do trabalho
MARCHA E ATINGIRÁS!
Encontrarás pedras nos
teus passos mantém-te
vigilante, e afasta-as por
ti mesmo, tenha certeza
que nos será dada força
suficiente se quisermos
empregá-la.
Este é o sentido da
palavra de JESUS:
"BUSCAI E ACHAREIS" .
Lei do trabalho
Trabalho Voluntario
"Através do trabalho o qual
não decorre troca nem
permuta de remuneração, ele
se modifica , crescendo no
sentido moral e espiritual. ”
Através da autodoação
consegue superar-se,
revelando-se instrumento da
Misericórdia Divina na
construção da felicidade para
todos.“
Joana de Ângelis
“Somente o nosso trabalho
coletivo pode engrandecer ou
destruir o organismo social, só o
organismo social pode tornar-nos
individualmente grandes ou
miseráveis”
Emmanuel
BOA SEMANA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conhecimento Do Princípio Das Coisas 1
Conhecimento Do Princípio Das Coisas 1Conhecimento Do Princípio Das Coisas 1
Conhecimento Do Princípio Das Coisas 1
Grupo Espírita Cristão
 
Observai os Pássaros
Observai os PássarosObservai os Pássaros
Observai os Pássaros
igmateus
 
Lei de trabalho
Lei de trabalhoLei de trabalho
Lei de trabalho
Carlos José Dalto
 
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebesteEse   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Humberto E. Hasegawa
 
Progresso intelectual e moral
Progresso intelectual e moralProgresso intelectual e moral
Progresso intelectual e moral
Joenilton Oliveira
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
Izabel Cristina Fonseca
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
Divulgador do Espiritismo
 
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalhoSegundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
CeiClarencio
 
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dorTormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Danilo Galvão
 
Da Lei de Liberdade
Da Lei de LiberdadeDa Lei de Liberdade
Da Lei de Liberdade
home
 
A Construção da Paz Interior
A Construção da Paz InteriorA Construção da Paz Interior
A Construção da Paz Interior
Anderson Santos
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Livre arbítrio e lei de causa e efeito
Livre arbítrio e lei de causa e efeitoLivre arbítrio e lei de causa e efeito
Livre arbítrio e lei de causa e efeito
Ailton Guimaraes
 
O Dever
O DeverO Dever
O Dever
CEENA_SS
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Os sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntariosOs sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntarios
Marcos Antônio Alves
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Graça Maciel
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
Izabel Cristina Fonseca
 
Segundo Módulo - Aula 10 - Lei de igualdade
Segundo Módulo - Aula 10 - Lei de igualdadeSegundo Módulo - Aula 10 - Lei de igualdade
Segundo Módulo - Aula 10 - Lei de igualdade
CeiClarencio
 
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouroNão vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Henrique Vieira
 

Mais procurados (20)

Conhecimento Do Princípio Das Coisas 1
Conhecimento Do Princípio Das Coisas 1Conhecimento Do Princípio Das Coisas 1
Conhecimento Do Princípio Das Coisas 1
 
Observai os Pássaros
Observai os PássarosObservai os Pássaros
Observai os Pássaros
 
Lei de trabalho
Lei de trabalhoLei de trabalho
Lei de trabalho
 
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebesteEse   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
 
Progresso intelectual e moral
Progresso intelectual e moralProgresso intelectual e moral
Progresso intelectual e moral
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
 
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalhoSegundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
 
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dorTormentos voluntários - Quando buscamos a dor
Tormentos voluntários - Quando buscamos a dor
 
Da Lei de Liberdade
Da Lei de LiberdadeDa Lei de Liberdade
Da Lei de Liberdade
 
A Construção da Paz Interior
A Construção da Paz InteriorA Construção da Paz Interior
A Construção da Paz Interior
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
 
Livre arbítrio e lei de causa e efeito
Livre arbítrio e lei de causa e efeitoLivre arbítrio e lei de causa e efeito
Livre arbítrio e lei de causa e efeito
 
O Dever
O DeverO Dever
O Dever
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
 
Os sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntariosOs sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntarios
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 
Segundo Módulo - Aula 10 - Lei de igualdade
Segundo Módulo - Aula 10 - Lei de igualdadeSegundo Módulo - Aula 10 - Lei de igualdade
Segundo Módulo - Aula 10 - Lei de igualdade
 
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouroNão vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouro
 

Semelhante a A lei do trabalho e do progresso!

As leis morais 1 a 4 Adoração Trabalho Conservação e Reprodução
As leis morais 1 a 4 Adoração Trabalho Conservação e ReproduçãoAs leis morais 1 a 4 Adoração Trabalho Conservação e Reprodução
As leis morais 1 a 4 Adoração Trabalho Conservação e Reprodução
Fernando Pinto
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
Antonino Silva
 
Leis morais Adoracao Trabalho Reproducao Conservacao
Leis morais Adoracao Trabalho Reproducao ConservacaoLeis morais Adoracao Trabalho Reproducao Conservacao
Leis morais Adoracao Trabalho Reproducao Conservacao
Fernando Pinto
 
AS LEIS MORAIS 1 A 4
AS LEIS MORAIS 1 A 4AS LEIS MORAIS 1 A 4
AS LEIS MORAIS 1 A 4
Fernando A. O. Pinto
 
Leis Morais - - Instituto Espírita de Educação
Leis Morais -  - Instituto Espírita de EducaçãoLeis Morais -  - Instituto Espírita de Educação
Leis Morais - - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
o-livro-dos-espc3adritos-para-infc3a2ncia-e-juventude-vol-ii-allan-kardec.pdf
o-livro-dos-espc3adritos-para-infc3a2ncia-e-juventude-vol-ii-allan-kardec.pdfo-livro-dos-espc3adritos-para-infc3a2ncia-e-juventude-vol-ii-allan-kardec.pdf
o-livro-dos-espc3adritos-para-infc3a2ncia-e-juventude-vol-ii-allan-kardec.pdf
RodrigoSouza872829
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Alessandru2
 
Aula- Lei divina ou lei natural
Aula- Lei divina ou lei naturalAula- Lei divina ou lei natural
Aula- Lei divina ou lei natural
Harleyde Santos
 
Capitulo I - A Lei Divina ou Natural.docx
Capitulo I - A Lei Divina ou Natural.docxCapitulo I - A Lei Divina ou Natural.docx
Capitulo I - A Lei Divina ou Natural.docx
Marta Gomes
 
Lei Do Progresso Palestra
Lei Do Progresso PalestraLei Do Progresso Palestra
Lei Do Progresso Palestra
Dalila Melo
 
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindoGenese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Fernando A. O. Pinto
 
Capítulo III - Lei do Trabalho.docx
Capítulo III - Lei do Trabalho.docxCapítulo III - Lei do Trabalho.docx
Capítulo III - Lei do Trabalho.docx
Marta Gomes
 
3fmf0grrsqukrtklwkeq-140519173520-phpapp02.pptx
3fmf0grrsqukrtklwkeq-140519173520-phpapp02.pptx3fmf0grrsqukrtklwkeq-140519173520-phpapp02.pptx
3fmf0grrsqukrtklwkeq-140519173520-phpapp02.pptx
Lucas Leal
 
PALESTRA: JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS.pptx
PALESTRA: JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS.pptxPALESTRA: JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS.pptx
PALESTRA: JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS.pptx
Graça Crisanto
 
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de ConservaçãoEvangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
Antonino Silva
 
Roteiro 1 lei natural - definições e caracteres
Roteiro 1   lei natural - definições e caracteresRoteiro 1   lei natural - definições e caracteres
Roteiro 1 lei natural - definições e caracteres
Bruno Cechinel Filho
 
Evangeliza - Lei de Sociedade
Evangeliza - Lei de SociedadeEvangeliza - Lei de Sociedade
Evangeliza - Lei de Sociedade
Antonino Silva
 
Leis morais
Leis moraisLeis morais
Leis morais
Alfredo Lopes
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismo O que é o espiritismo
O que é o espiritismo
grupodepaisceb
 
Da lei do progresso
Da lei do progressoDa lei do progresso
Da lei do progresso
Helio Cruz
 

Semelhante a A lei do trabalho e do progresso! (20)

As leis morais 1 a 4 Adoração Trabalho Conservação e Reprodução
As leis morais 1 a 4 Adoração Trabalho Conservação e ReproduçãoAs leis morais 1 a 4 Adoração Trabalho Conservação e Reprodução
As leis morais 1 a 4 Adoração Trabalho Conservação e Reprodução
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
 
Leis morais Adoracao Trabalho Reproducao Conservacao
Leis morais Adoracao Trabalho Reproducao ConservacaoLeis morais Adoracao Trabalho Reproducao Conservacao
Leis morais Adoracao Trabalho Reproducao Conservacao
 
AS LEIS MORAIS 1 A 4
AS LEIS MORAIS 1 A 4AS LEIS MORAIS 1 A 4
AS LEIS MORAIS 1 A 4
 
Leis Morais - - Instituto Espírita de Educação
Leis Morais -  - Instituto Espírita de EducaçãoLeis Morais -  - Instituto Espírita de Educação
Leis Morais - - Instituto Espírita de Educação
 
o-livro-dos-espc3adritos-para-infc3a2ncia-e-juventude-vol-ii-allan-kardec.pdf
o-livro-dos-espc3adritos-para-infc3a2ncia-e-juventude-vol-ii-allan-kardec.pdfo-livro-dos-espc3adritos-para-infc3a2ncia-e-juventude-vol-ii-allan-kardec.pdf
o-livro-dos-espc3adritos-para-infc3a2ncia-e-juventude-vol-ii-allan-kardec.pdf
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
 
Aula- Lei divina ou lei natural
Aula- Lei divina ou lei naturalAula- Lei divina ou lei natural
Aula- Lei divina ou lei natural
 
Capitulo I - A Lei Divina ou Natural.docx
Capitulo I - A Lei Divina ou Natural.docxCapitulo I - A Lei Divina ou Natural.docx
Capitulo I - A Lei Divina ou Natural.docx
 
Lei Do Progresso Palestra
Lei Do Progresso PalestraLei Do Progresso Palestra
Lei Do Progresso Palestra
 
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindoGenese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
 
Capítulo III - Lei do Trabalho.docx
Capítulo III - Lei do Trabalho.docxCapítulo III - Lei do Trabalho.docx
Capítulo III - Lei do Trabalho.docx
 
3fmf0grrsqukrtklwkeq-140519173520-phpapp02.pptx
3fmf0grrsqukrtklwkeq-140519173520-phpapp02.pptx3fmf0grrsqukrtklwkeq-140519173520-phpapp02.pptx
3fmf0grrsqukrtklwkeq-140519173520-phpapp02.pptx
 
PALESTRA: JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS.pptx
PALESTRA: JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS.pptxPALESTRA: JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS.pptx
PALESTRA: JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS.pptx
 
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de ConservaçãoEvangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
 
Roteiro 1 lei natural - definições e caracteres
Roteiro 1   lei natural - definições e caracteresRoteiro 1   lei natural - definições e caracteres
Roteiro 1 lei natural - definições e caracteres
 
Evangeliza - Lei de Sociedade
Evangeliza - Lei de SociedadeEvangeliza - Lei de Sociedade
Evangeliza - Lei de Sociedade
 
Leis morais
Leis moraisLeis morais
Leis morais
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismo O que é o espiritismo
O que é o espiritismo
 
Da lei do progresso
Da lei do progressoDa lei do progresso
Da lei do progresso
 

Mais de Leonardo Pereira

Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência" Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência"
Leonardo Pereira
 
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Leonardo Pereira
 
E a morte o fim da vida
E a morte o fim da vidaE a morte o fim da vida
E a morte o fim da vida
Leonardo Pereira
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02
Leonardo Pereira
 
Escutando sentimentos cap 1
Escutando sentimentos  cap 1Escutando sentimentos  cap 1
Escutando sentimentos cap 1
Leonardo Pereira
 
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortalO apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
Leonardo Pereira
 
Consciência e evolução
Consciência e evolução Consciência e evolução
Consciência e evolução
Leonardo Pereira
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
Leonardo Pereira
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 

Mais de Leonardo Pereira (20)

Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência" Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência"
 
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"
 
E a morte o fim da vida
E a morte o fim da vidaE a morte o fim da vida
E a morte o fim da vida
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
 
Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10
 
Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08
 
Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03
 
Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02
 
Escutando sentimentos cap 1
Escutando sentimentos  cap 1Escutando sentimentos  cap 1
Escutando sentimentos cap 1
 
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortalO apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
 
Consciência e evolução
Consciência e evolução Consciência e evolução
Consciência e evolução
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 

Último

1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 

Último (14)

1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 

A lei do trabalho e do progresso!

  • 1. A lei do Trabalho e do Progresso Leonardo Pereira
  • 2. A lei do Trabalho e do Progresso Lei Lei ( do verbo latino ligare, que significa “aquilo que liga”, ou legere, que significa “aquilo que se lê”), é uma norma ou conjunto de normas jurídicas criadas através dos processos próprios do ato normativo de estabelecidas pelas autoridades competentes para o efeito.
  • 3. A lei do Trabalho e do Progresso Conceito moral: Lei Natural = Lei de Deus -Pilares fundamentais: -Justiça, equilíbrio Amor e igualdade das oportunidades. Lei Divina= Educativa e não punitiva.
  • 4. O Livro dos Espíritos – Parte terceira – Das Leis Morais CAPÍTULO II ao CAPÍTULO XI lei de adoração. lei do trabalho. lei de reprodução. lei de conservação. lei de destruição . lei de sociedade. lei do progresso. lei de igualdade. lei de liberdade. lei de justiça, de amor e caridade.
  • 5. A lei do progresso é inexorável O homem não pode conservar-se indefinidamente na ignorância, porque tem de atingir a finalidade que a Providência lhe assinou.
  • 6. O QUE É PROGRESSO? É a aspiração pelo melhor, pelo bem; é a prova da existência em nós de um princípio superior, que nos encaminha para destinos mais altos, que nos lança sempre para frente, nos domínios do pensamento e da consciência. O progresso é uma Lei que se realiza independente da vontade do homem. Segundo o Espiritismo, o sentido de Progresso abrange a ideia de Perfeição e Aperfeiçoamento.
  • 7. Há duas espécies de progresso - O Progresso Intelectual - O Progresso Moral Porém não marcham lado a lado.
  • 8. Progresso intelectual e moral - 780 – Como o avanço intelectual pode gerar o progresso moral? - Ao fazer compreender o bem e o mal; o homem, então, pode usar seu livre-arbítrio com melhores escolhas.
  • 9. 785. Qual o maior obstáculo ao Progresso Moral? L.E. O orgulho e o egoísmo Se quiserdes que os Homens vivam como irmãos na Terra, não basta dar-lhes lições de moral; é preciso destruir a causa do antagonismo existente e atacar a origem do mal: o orgulho e o egoísmo.” Allan Kardec - Obras Póstumas Progresso intelectual e moral
  • 11. De que maneira pode o Espiritismo contribuir para o progresso? Progresso intelectual e moral
  • 12. •Poderia a humanidade alcançar o bem-estar moral com as suas crenças atuais? • Já não é somente de desenvolver a inteligência o de que os homens necessitam, mas de elevar o sentimento e, para isso, faz-se preciso destruir tudo o que superexcite neles o egoísmo e o orgulho. Progresso intelectual e moral
  • 13. • A palavra "TRABALHO" tem sua origem no vocábulo latino "TRIPALIU" - denominação de um instrumento de tortura formado por três (tri) paus (paliu). Desse modo, originalmente, "trabalhar" significa ser torturado no tripaliu. • Quem eram os torturados? Os escravos e os pobres que não podiam pagar os impostos. Assim, quem "trabalhava", naquele tempo, eram as pessoas destituídas de posses. Lei do trabalho
  • 14. • O trabalho é toda ocupação útil e faz parte do rol das leis morais estabelecidas pelo Criador para reger a vida de suas criaturas. • É por meio dele que o homem forja o próprio progresso, desenvolve as possibilidades do meio ambiente em que se situa e amplia os recursos de preservação da vida. COMO O ESPIRITISMO CONCEITUA O TRABALHO? Lei do trabalho
  • 19. Pedi, e dar-se-vos-á, Buscai e acharei, Batei e abrir-se-vos-à. Porque todo o que pede recebe e o que busca, acha e quem bate abrir-se-á. Ou qual de vós, porventura, é o homem que seu filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra. Ou se porventura, lhe pedir um peixe, lhe dará uma serpente. Pois se vós outros sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas dádivas aos que lhes pedirem. (Mateus,VII:7-11). Lei do trabalho
  • 20. "BUSCAI E ACHARÁS",”TRABALHA E PRODUZIRÁS” e dessa maneira serás filho de suas obras, terás o mérito de sua realização e serás recompensado segundo tiveres feito. Lei do trabalho
  • 21. Lei do trabalho MARCHA E ATINGIRÁS! Encontrarás pedras nos teus passos mantém-te vigilante, e afasta-as por ti mesmo, tenha certeza que nos será dada força suficiente se quisermos empregá-la. Este é o sentido da palavra de JESUS: "BUSCAI E ACHAREIS" .
  • 23. Trabalho Voluntario "Através do trabalho o qual não decorre troca nem permuta de remuneração, ele se modifica , crescendo no sentido moral e espiritual. ” Através da autodoação consegue superar-se, revelando-se instrumento da Misericórdia Divina na construção da felicidade para todos.“ Joana de Ângelis
  • 24. “Somente o nosso trabalho coletivo pode engrandecer ou destruir o organismo social, só o organismo social pode tornar-nos individualmente grandes ou miseráveis” Emmanuel