SlideShare uma empresa Scribd logo
Hora H 9 / História
Georg Grosz, Journée Grise, 1923
As
transformações
políticas e
económicas
do após guerra
Hora H 9 / História
Quais foram as transformações geopolíticas
decorrentes da I Guerra Mundial?
• Desaparecimento dos
grandes impérios
(Alemão, Austro-
-Húngaro e Otomano).
• Aparecimento de
novos Estados
(Jugoslávia,
Checoslováquia,
Polónia, Finlândia,
Letónia e Lituânia,
etc.).
• Aumento do número
de Estados que
adotaram regimes
republicanos.
Alterações no mapa político da Europa após a I Guerra Mundial
Hora H 9 / História
A assinatura do tratado de Versalhes pelos representantes da Alemanha (28 de junho de 1919).
Quais foram as principais condições impostas
pelo tratado de Versalhes?
Com a assinatura do tratado de Versalhes, a Alemanha:
• devolveu à França o território da Alsácia-Lorena;
• foi obrigada a abandonar as suas colónias;
• ficou com o seu poder militar muito limitado, não podendo possuir senão
um pequeno exército;
• foi responsabilizada pela guerra e pelas perdas e danos causados, ficando
obrigada a pagar pesadas indemnizações.
Hora H 9 / História
Como podemos caraterizar a situação económica
e social da Europa no após guerra?
A destruição de campos e fábricas provocou a diminuição da produção agrícola
e industrial.
As necessidades da reconstrução e de
reconversão da economia aumentaram o
endividamento externo dos países europeus.
A inflação elevada reduziu o poder de
compra das populações, já diminuído devido
às dificuldades da economia.
O elevado número de vítimas da guerra entre
a população ativa masculina favoreceu a
participação mais efetiva das mulheres no
mundo do trabalho.
As dificuldades económicas provocaram o
agravamento das condições de vida da
classe média e do operariado.
INSTABILIDADE
Aumento do
número de
greves e da
contestação
social
Dívidas aos EUA – 1919
(biliões de dólares)
Hora H 9 / História
Como se explica o reforço da afirmação dos EUA
como principal potência económica mundial?
A diminuição da produção industrial na Europa provocou uma quebra no
comércio externo com os tradicionais mercados dos países europeus.
O enfraquecimento económico da Europa, no após guerra, beneficiou a
posição dos Estados Unidos.
• Os EUA
tornaram-se a
principal potência
económica mundial
• Londres foi
substituída por
Nova Iorque como
centro financeiro
mundial
Hora H 9 / História
Quais foram as principais características da
economia norte-americana dos anos 20?
A economia dos EUA viveu um período de
expansão económica no após guerra
Estabelecimento de monopólios
empresariais
Novas formas de organização
do trabalho
AUMENTO DA PRODUÇÃO
A linha de montagem na indústria automóvel.
Fordismo
(estandardização, fabrico
em série)
Hora H 9 / História
Como podemos caracterizar a Rússia czarista
ao nível político, económico e social?
A nível político
• Era uma monarquia autocrática, o czar
concentrava nas suas mãos todo o poder.
• Foi derrotada na guerra com o Japão
(1905).
O último czar, Nicolau II (1868-1917).
A nível económico
• A economia mostrava-se pouco evoluída.
• A agricultura era a principal atividade,
sendo tradicional e pouco produtiva.
• O desenvolvimento industrial era lento e
dependente do investimento de capitais
estrangeiros.
A nível social
• A sociedade era desigual e estratificada.
• O alto clero e a nobreza eram os grupos privilegiados.
• Cerca de 80% da população eram camponeses que viviam miseravelmente.
• A burguesia e o operariado não tinham grande expressão na sociedade russa.
Caricatura que mostra o povo russo
explorado pelo czar, o clero e a nobreza.
Hora H 9 / História
O que aconteceu na Rússia em fevereiro
de 1917?
A entrada da Rússia na I Guerra Mundial
agravou a situação económica e social.
Aumento dos preços e
escassez de alimentos.
• Desânimo dos soldados na frente de batalha.
• Aumento das greves e manifestações populares.
A 23 de fevereiro de 1917, em São Petersburgo, as tropas do czar não conseguiram
dispersar os cerca de 200 mil manifestantes.
A revolução alastrou a outras cidades.
Sem controlar a situação, o czar Nicolau II foi obrigado a abdicar.
Com a queda do czar, formou-se um Governo provisório
moderado que defendia a instauração de uma monarquia
constitucional.
Hora H 9 / História
Porque eclodiu uma nova revolução em
outubro de 1917?
Manutenção da Rússia na I Guerra Mundial.
Permanência da crise económica.
Diminuição da base de apoio do
Governo provisório e aumento do
poder dos sovietes, cada vez mais
controlados pelos bolcheviques.
Em outubro de 1917, eclode uma nova
revolução na qual triunfam os
bolcheviques liderados por Lenine.
• O Governo provisório foi
deposto.
• O novo Governo bolchevique,
liderado por Lenine, altera o
sistema político e económico
da Rússia, estabelecendo a
ditadura do proletariado.
Hora H 9 / História
Como evoluiu a situação russa entre
1917 e 1921?
O governo bolchevique toma as
seguintes medidas:
• abolição da propriedade privada,
sem indemnização aos
proprietários;
• transferência do controlo das
fábricas para os operários;
• divisão da terra pelas famílias
camponesas, com isenção do
pagamento de rendas;
• negociação da retirada da Rússia
da Guerra.
As medidas do governo e a tomada
de poder pelos bolcheviques
suscitaram uma violenta oposição
dos setores conservadores da
sociedade.
A luta entre o Exército Branco (opositores ao
regime bolchevique) e o Exército Vermelho.
Entre 1918 e 1921 – Guerra Civil
Aplicação de um conjunto de medidas mais
radicais (comunismo de guerra):
• nacionalização dos meios de produção;
• redução do comércio livre e requisição da
produção agrícola;
• suspensão das liberdades individuais,
estabelecimento da censura e criação de
uma polícia política (Tcheca).
Hora H 9 / História
Porque foi aplicada a Nova Política Económica?
Em 1921 terminou a guerra civil com
a vitória dos bolcheviques.
Consequências da guerra civil:
• mais de um milhão de mortos;
• destruição e ruína do país;
• diminuição acentuada da
produção agrícola e industrial.
Para tentar recuperar a economia,
Lenine reabriu algumas áreas da
economia à iniciativa privada
adotando, em 1921, a Nova Política
Económica (NEP).
Produção agrícola e
industrial na Rússia/URSS
Dados em milhões de toneladas,
salvo o algodão e o trigo, estes em
milhões de quintais métricos (1
quintal métrico = 100 kg)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Grande Depressao dos anos 30
A Grande Depressao dos anos 30A Grande Depressao dos anos 30
A Grande Depressao dos anos 30
Maria Barroso
 
7 02 o_agudizar_anos 30
7 02 o_agudizar_anos 307 02 o_agudizar_anos 30
7 02 o_agudizar_anos 30
Vítor Santos
 
Transformações socioculturais dos inícios do século XX
Transformações socioculturais dos inícios do século XXTransformações socioculturais dos inícios do século XX
Transformações socioculturais dos inícios do século XX
Teresa Maia
 
A Era Estalinista
A Era EstalinistaA Era Estalinista
A Era Estalinista
Rainha Maga
 
Felizmente há luar
Felizmente há luarFelizmente há luar
Felizmente há luar
Margarida Tomaz
 
Teste modulo 7
Teste modulo 7Teste modulo 7
Teste modulo 7
Sérgio Machado
 
"As Ilhas Afortunadas" - análise
"As Ilhas Afortunadas" - análise"As Ilhas Afortunadas" - análise
"As Ilhas Afortunadas" - análise
Maria João Oliveira
 
Crise 1929
Crise 1929Crise 1929
Crise 1929
Rui Neto
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
Ilda Bicacro
 
RevoluçãO Russa
RevoluçãO RussaRevoluçãO Russa
RevoluçãO Russa
Maria Flora Sousa Douteiro
 
7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue
7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue
7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue
Vítor Santos
 
Os Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e NaziOs Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e Nazi
Rui Neto
 
Crescimento do Japão
Crescimento do JapãoCrescimento do Japão
Crescimento do Japão
home
 
Mundo capitalista
Mundo capitalistaMundo capitalista
Mundo capitalista
home
 
Consequências da 1ª Guerra Mundial
Consequências da 1ª Guerra MundialConsequências da 1ª Guerra Mundial
Consequências da 1ª Guerra Mundial
Maria Gomes
 
Portugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardasPortugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardas
home
 
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
Joana Filipa Rodrigues
 
As opções totalitárias - IA
As opções totalitárias - IAAs opções totalitárias - IA
As opções totalitárias - IA
Carlos Vieira
 
A construção do modelo soviético
A construção do modelo soviéticoA construção do modelo soviético
A construção do modelo soviético
Carlos Vieira
 
Geografia c 12
Geografia c 12Geografia c 12
Geografia c 12
Ilda Bicacro
 

Mais procurados (20)

A Grande Depressao dos anos 30
A Grande Depressao dos anos 30A Grande Depressao dos anos 30
A Grande Depressao dos anos 30
 
7 02 o_agudizar_anos 30
7 02 o_agudizar_anos 307 02 o_agudizar_anos 30
7 02 o_agudizar_anos 30
 
Transformações socioculturais dos inícios do século XX
Transformações socioculturais dos inícios do século XXTransformações socioculturais dos inícios do século XX
Transformações socioculturais dos inícios do século XX
 
A Era Estalinista
A Era EstalinistaA Era Estalinista
A Era Estalinista
 
Felizmente há luar
Felizmente há luarFelizmente há luar
Felizmente há luar
 
Teste modulo 7
Teste modulo 7Teste modulo 7
Teste modulo 7
 
"As Ilhas Afortunadas" - análise
"As Ilhas Afortunadas" - análise"As Ilhas Afortunadas" - análise
"As Ilhas Afortunadas" - análise
 
Crise 1929
Crise 1929Crise 1929
Crise 1929
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
 
RevoluçãO Russa
RevoluçãO RussaRevoluçãO Russa
RevoluçãO Russa
 
7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue
7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue
7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue
 
Os Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e NaziOs Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e Nazi
 
Crescimento do Japão
Crescimento do JapãoCrescimento do Japão
Crescimento do Japão
 
Mundo capitalista
Mundo capitalistaMundo capitalista
Mundo capitalista
 
Consequências da 1ª Guerra Mundial
Consequências da 1ª Guerra MundialConsequências da 1ª Guerra Mundial
Consequências da 1ª Guerra Mundial
 
Portugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardasPortugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardas
 
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
 
As opções totalitárias - IA
As opções totalitárias - IAAs opções totalitárias - IA
As opções totalitárias - IA
 
A construção do modelo soviético
A construção do modelo soviéticoA construção do modelo soviético
A construção do modelo soviético
 
Geografia c 12
Geografia c 12Geografia c 12
Geografia c 12
 

Semelhante a 82095 transformacoes do_apos_guerra

Século xx
Século xxSéculo xx
Século xx
Ana Vilardouro
 
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª IvanoskaRevolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
elaineoliver12
 
A Revolução Russa e a Segunda Guerra Mundial
A Revolução Russa e a Segunda Guerra MundialA Revolução Russa e a Segunda Guerra Mundial
A Revolução Russa e a Segunda Guerra Mundial
Darlene Celestina
 
Semestral século xix até nom
Semestral século xix até nomSemestral século xix até nom
Semestral século xix até nom
Carlos Glufke
 
A revolução soviética
A revolução soviéticaA revolução soviética
A revolução soviética
AnaM187
 
A.2.4 Ficha Informativa - A Revolução Soviética (1).pdf
A.2.4 Ficha Informativa  - A Revolução Soviética (1).pdfA.2.4 Ficha Informativa  - A Revolução Soviética (1).pdf
A.2.4 Ficha Informativa - A Revolução Soviética (1).pdf
PaulaSantos509372
 
Historia9ano 2
Historia9ano 2Historia9ano 2
Historia9ano 2
Elisa Dias
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
Denise Granjeiro
 
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
Vítor Santos
 
Revolução soviética
Revolução soviéticaRevolução soviética
His i
His iHis i
His i
diegolc123
 
Resumo de História B
Resumo de História BResumo de História B
Resumo de História B
André Torres
 
Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exameResumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
Maria Rebelo
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
Eduarda P.
 
A primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
A primeira Guerra Mundial e a Revolução RussaA primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
A primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
Pedro Gervásio
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
Micycy
 
REVISÃO 3a SÉRIE EM
REVISÃO 3a SÉRIE EMREVISÃO 3a SÉRIE EM
REVISÃO 3a SÉRIE EM
edudeoliv
 
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Daniel Alves Bronstrup
 
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.comHistória - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
Vídeo Aulas Apoio
 
mh9_ppt2.pptx
mh9_ppt2.pptxmh9_ppt2.pptx
mh9_ppt2.pptx
JorgeBaptista31
 

Semelhante a 82095 transformacoes do_apos_guerra (20)

Século xx
Século xxSéculo xx
Século xx
 
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª IvanoskaRevolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
 
A Revolução Russa e a Segunda Guerra Mundial
A Revolução Russa e a Segunda Guerra MundialA Revolução Russa e a Segunda Guerra Mundial
A Revolução Russa e a Segunda Guerra Mundial
 
Semestral século xix até nom
Semestral século xix até nomSemestral século xix até nom
Semestral século xix até nom
 
A revolução soviética
A revolução soviéticaA revolução soviética
A revolução soviética
 
A.2.4 Ficha Informativa - A Revolução Soviética (1).pdf
A.2.4 Ficha Informativa  - A Revolução Soviética (1).pdfA.2.4 Ficha Informativa  - A Revolução Soviética (1).pdf
A.2.4 Ficha Informativa - A Revolução Soviética (1).pdf
 
Historia9ano 2
Historia9ano 2Historia9ano 2
Historia9ano 2
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
 
Revolução soviética
Revolução soviéticaRevolução soviética
Revolução soviética
 
His i
His iHis i
His i
 
Resumo de História B
Resumo de História BResumo de História B
Resumo de História B
 
Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exameResumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
A primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
A primeira Guerra Mundial e a Revolução RussaA primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
A primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
REVISÃO 3a SÉRIE EM
REVISÃO 3a SÉRIE EMREVISÃO 3a SÉRIE EM
REVISÃO 3a SÉRIE EM
 
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
 
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.comHistória - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
 
mh9_ppt2.pptx
mh9_ppt2.pptxmh9_ppt2.pptx
mh9_ppt2.pptx
 

Mais de ceufaias

D. Duarte
D. DuarteD. Duarte
D. Duarte
ceufaias
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
ceufaias
 
Mário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de histMário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de hist
ceufaias
 
Henri matisse
Henri matisseHenri matisse
Henri matisse
ceufaias
 
Marie curie
Marie curieMarie curie
Marie curie
ceufaias
 
Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2
ceufaias
 
O mundo saído da guerra
O mundo saído da guerraO mundo saído da guerra
O mundo saído da guerra
ceufaias
 
O mundo após a guerra
O mundo após a guerraO mundo após a guerra
O mundo após a guerra
ceufaias
 
Trabalho revolução francesa
Trabalho  revolução francesaTrabalho  revolução francesa
Trabalho revolução francesa
ceufaias
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
ceufaias
 
António Gaudí
António Gaudí  António Gaudí
António Gaudí
ceufaias
 
Powerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita PintorPowerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita Pintor
ceufaias
 
2° guerra mundial
2° guerra mundial2° guerra mundial
2° guerra mundial
ceufaias
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
ceufaias
 
Alunos finalistas
Alunos finalistasAlunos finalistas
Alunos finalistas
ceufaias
 
Festa do futebol artur e rachel
Festa do futebol   artur e rachelFesta do futebol   artur e rachel
Festa do futebol artur e rachel
ceufaias
 
Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo CoelhoTrabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho
ceufaias
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
ceufaias
 
Descoberta do Brasil
Descoberta do BrasilDescoberta do Brasil
Descoberta do Brasil
ceufaias
 
As civilizações
As civilizaçõesAs civilizações
As civilizações
ceufaias
 

Mais de ceufaias (20)

D. Duarte
D. DuarteD. Duarte
D. Duarte
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
 
Mário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de histMário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de hist
 
Henri matisse
Henri matisseHenri matisse
Henri matisse
 
Marie curie
Marie curieMarie curie
Marie curie
 
Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2
 
O mundo saído da guerra
O mundo saído da guerraO mundo saído da guerra
O mundo saído da guerra
 
O mundo após a guerra
O mundo após a guerraO mundo após a guerra
O mundo após a guerra
 
Trabalho revolução francesa
Trabalho  revolução francesaTrabalho  revolução francesa
Trabalho revolução francesa
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
 
António Gaudí
António Gaudí  António Gaudí
António Gaudí
 
Powerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita PintorPowerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita Pintor
 
2° guerra mundial
2° guerra mundial2° guerra mundial
2° guerra mundial
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
 
Alunos finalistas
Alunos finalistasAlunos finalistas
Alunos finalistas
 
Festa do futebol artur e rachel
Festa do futebol   artur e rachelFesta do futebol   artur e rachel
Festa do futebol artur e rachel
 
Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo CoelhoTrabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
 
Descoberta do Brasil
Descoberta do BrasilDescoberta do Brasil
Descoberta do Brasil
 
As civilizações
As civilizaçõesAs civilizações
As civilizações
 

Último

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 

Último (20)

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 

82095 transformacoes do_apos_guerra

  • 1. Hora H 9 / História Georg Grosz, Journée Grise, 1923 As transformações políticas e económicas do após guerra
  • 2. Hora H 9 / História Quais foram as transformações geopolíticas decorrentes da I Guerra Mundial? • Desaparecimento dos grandes impérios (Alemão, Austro- -Húngaro e Otomano). • Aparecimento de novos Estados (Jugoslávia, Checoslováquia, Polónia, Finlândia, Letónia e Lituânia, etc.). • Aumento do número de Estados que adotaram regimes republicanos. Alterações no mapa político da Europa após a I Guerra Mundial
  • 3. Hora H 9 / História A assinatura do tratado de Versalhes pelos representantes da Alemanha (28 de junho de 1919). Quais foram as principais condições impostas pelo tratado de Versalhes? Com a assinatura do tratado de Versalhes, a Alemanha: • devolveu à França o território da Alsácia-Lorena; • foi obrigada a abandonar as suas colónias; • ficou com o seu poder militar muito limitado, não podendo possuir senão um pequeno exército; • foi responsabilizada pela guerra e pelas perdas e danos causados, ficando obrigada a pagar pesadas indemnizações.
  • 4. Hora H 9 / História Como podemos caraterizar a situação económica e social da Europa no após guerra? A destruição de campos e fábricas provocou a diminuição da produção agrícola e industrial. As necessidades da reconstrução e de reconversão da economia aumentaram o endividamento externo dos países europeus. A inflação elevada reduziu o poder de compra das populações, já diminuído devido às dificuldades da economia. O elevado número de vítimas da guerra entre a população ativa masculina favoreceu a participação mais efetiva das mulheres no mundo do trabalho. As dificuldades económicas provocaram o agravamento das condições de vida da classe média e do operariado. INSTABILIDADE Aumento do número de greves e da contestação social Dívidas aos EUA – 1919 (biliões de dólares)
  • 5. Hora H 9 / História Como se explica o reforço da afirmação dos EUA como principal potência económica mundial? A diminuição da produção industrial na Europa provocou uma quebra no comércio externo com os tradicionais mercados dos países europeus. O enfraquecimento económico da Europa, no após guerra, beneficiou a posição dos Estados Unidos. • Os EUA tornaram-se a principal potência económica mundial • Londres foi substituída por Nova Iorque como centro financeiro mundial
  • 6. Hora H 9 / História Quais foram as principais características da economia norte-americana dos anos 20? A economia dos EUA viveu um período de expansão económica no após guerra Estabelecimento de monopólios empresariais Novas formas de organização do trabalho AUMENTO DA PRODUÇÃO A linha de montagem na indústria automóvel. Fordismo (estandardização, fabrico em série)
  • 7. Hora H 9 / História Como podemos caracterizar a Rússia czarista ao nível político, económico e social? A nível político • Era uma monarquia autocrática, o czar concentrava nas suas mãos todo o poder. • Foi derrotada na guerra com o Japão (1905). O último czar, Nicolau II (1868-1917). A nível económico • A economia mostrava-se pouco evoluída. • A agricultura era a principal atividade, sendo tradicional e pouco produtiva. • O desenvolvimento industrial era lento e dependente do investimento de capitais estrangeiros. A nível social • A sociedade era desigual e estratificada. • O alto clero e a nobreza eram os grupos privilegiados. • Cerca de 80% da população eram camponeses que viviam miseravelmente. • A burguesia e o operariado não tinham grande expressão na sociedade russa. Caricatura que mostra o povo russo explorado pelo czar, o clero e a nobreza.
  • 8. Hora H 9 / História O que aconteceu na Rússia em fevereiro de 1917? A entrada da Rússia na I Guerra Mundial agravou a situação económica e social. Aumento dos preços e escassez de alimentos. • Desânimo dos soldados na frente de batalha. • Aumento das greves e manifestações populares. A 23 de fevereiro de 1917, em São Petersburgo, as tropas do czar não conseguiram dispersar os cerca de 200 mil manifestantes. A revolução alastrou a outras cidades. Sem controlar a situação, o czar Nicolau II foi obrigado a abdicar. Com a queda do czar, formou-se um Governo provisório moderado que defendia a instauração de uma monarquia constitucional.
  • 9. Hora H 9 / História Porque eclodiu uma nova revolução em outubro de 1917? Manutenção da Rússia na I Guerra Mundial. Permanência da crise económica. Diminuição da base de apoio do Governo provisório e aumento do poder dos sovietes, cada vez mais controlados pelos bolcheviques. Em outubro de 1917, eclode uma nova revolução na qual triunfam os bolcheviques liderados por Lenine. • O Governo provisório foi deposto. • O novo Governo bolchevique, liderado por Lenine, altera o sistema político e económico da Rússia, estabelecendo a ditadura do proletariado.
  • 10. Hora H 9 / História Como evoluiu a situação russa entre 1917 e 1921? O governo bolchevique toma as seguintes medidas: • abolição da propriedade privada, sem indemnização aos proprietários; • transferência do controlo das fábricas para os operários; • divisão da terra pelas famílias camponesas, com isenção do pagamento de rendas; • negociação da retirada da Rússia da Guerra. As medidas do governo e a tomada de poder pelos bolcheviques suscitaram uma violenta oposição dos setores conservadores da sociedade. A luta entre o Exército Branco (opositores ao regime bolchevique) e o Exército Vermelho. Entre 1918 e 1921 – Guerra Civil Aplicação de um conjunto de medidas mais radicais (comunismo de guerra): • nacionalização dos meios de produção; • redução do comércio livre e requisição da produção agrícola; • suspensão das liberdades individuais, estabelecimento da censura e criação de uma polícia política (Tcheca).
  • 11. Hora H 9 / História Porque foi aplicada a Nova Política Económica? Em 1921 terminou a guerra civil com a vitória dos bolcheviques. Consequências da guerra civil: • mais de um milhão de mortos; • destruição e ruína do país; • diminuição acentuada da produção agrícola e industrial. Para tentar recuperar a economia, Lenine reabriu algumas áreas da economia à iniciativa privada adotando, em 1921, a Nova Política Económica (NEP). Produção agrícola e industrial na Rússia/URSS Dados em milhões de toneladas, salvo o algodão e o trigo, estes em milhões de quintais métricos (1 quintal métrico = 100 kg)